Issuu on Google+

Turismo Suplemento semanal do DIÁRIO DO AÇO

Quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Piaçabuçu e

o Velho Chico: uma trilha de

pura beleza

O misterioso brilho da “Pedra Dourada” PÁGINA 2

Fernando Lara

Um dos cursos d’água mais importantes do país, o São Francisco, nasce na Serra da Canastra, em Minas Gerais, e passa pela Bahia e Pernambuco, indo desembocar no Oceano Atlântico na divisa entre os Estados de Sergipe e Alagoas. São mais de 2.700 quilômetros de percurso. No final da jornada, as águas formam um cenário de belezas cênicas cheio de dunas, piscinas naturais e praias paradisíacas que enchem os olhos de qualquer visitante. PÁGINA 3

É a Jamaica, mas parece o paraíso PÁGINA 4


Turismo

Quinta-feira, 31 de outubro de 2013

3 Fotos: Fernando Lara

As belezas da foz do Velho Chico por Edlayne de Paula A  coluna  Rota Verdes Brasil mostra hoje um pouco das belezas da foz do São Francisco, um dos cursos d’água mais importantes do país. Após nascer na Serra da Canastra, em Minas Gerais, e passar pela Bahia e Pernambuco, o Velho Chico finalmente desemboca no Oceano, na divisa entre os Estados de Sergipe e Alagoas. A viagem das águas por seus mais de 2.700 quilômetros de percurso forma, no final da sua jornada, um cenário de belezas cênicas cheio de dunas, piscinas naturais e praias paradisíacas que enchem os olhos de qualquer visitante. O documentarista de natureza Fernando Lara visitou e registrou com detalhes toda a região, conforme se pode ver nas fotos publicadas nesta página. A área tem cenários de grande importância turística, geográfica e biológica, protegidos desde 1983 pelo governo federal por meio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A Área de Proteção Ambiental

Turismo

Suplemento Semanal do Jornal Diário do Aço

Coordenação: Edilene Lopes Fonseca Edição: Nivaldo Resende Revisão: Rilson Bicalho Diagramação: Athos Silva

(APA) do Piaçabuçu tem mais de 9 mil hectares de extensão e está inserida no município que recebe o mesmo nome. Piaçabuçu também é o nome de uma palmeira que só existe nessa região do planeta. O local tem grandes atrativos turísticos e os visitantes encontram muitas opções de passeios, podendo apreciar mais de 20 km de dunas que chegam a 20 m de altura e são entrecortadas por piscinas naturais. O acesso a elas só é possível a pé, começando pelos povoados de Potengy e Pixaim. Os mais corajosos podem optar pelo passeio aéreo, que exibe com maior amplitude a importância de preservação

da região. Um grande número de pescadores e artesãos vende produtos da cultura local para os turistas. Os passeios de barco para conhecer a foz do Rio São Francisco também têm grande oferta na unidade de conservação e são oferecidos em barcos do tipo catamarã e em pequenas embarcações, com saídas das cidades de Piaçabuçu (AL), Penedo (AL), Brejo Grande (SE), Propriá (SE) e demais cidades ribeirinhas da região. O litoral de Piaçabuçu tem duas praias principais: a de Pontal do Peba e a Praia do Peba, com mais de 40 km de areia contínua, de textura  fina e cor escura. Esse ambiente tem grande importância biológica, especialmente para o desenvolvimento das tartarugas marinhas e aves migratórias. Também nesse cenário há um grande número de hospedagens. Para mais informações sobre a APA do Piaçabuçu, ligue para o ICMBio antes de embarcar: (82)3557-1277.

SOBRE

Esta coluna é uma produção da Fauna e Flora Documentários, em parceria com o caderno O Giro/jornal Diário do Aço, apoio de InVista Comunicação e TV Cultura Vale do Aço, patrocínio da BarroMinas, Sucateira Vale do Aço, Hi-Tec Brazil, Qualit Signs, Art Publish, Severu´s Car, Lanternagem Reis, Wanderley Autopeças, Pop Pneus, Automarc, e C&C Turbo Diesel. Para mais informações, acesse o site: www.rotasverdesbrasil.com.br.


APA DO PIAÇABUCU - Rotas Verdes Brasil