Issuu on Google+

Ano 1 - Número 3

Novembro/2013

INFORMATIVO COMUNITÁRIO Esta é uma edição especial direcionada para os moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, com objetivo de apresentar informações sobre as intervenções mais recentes que a gestão da unidade vem fazendo. Esperamos assim divulgar nossas ações na unidade.

Monitoramento comunitário na Resex Chico Mendes O projeto CMRV Acre, coordenado pelo Global Canopy Programme (GCP) em parceria com o Instituto de Mudanças Climáticas (IMC), o Centro dos Trabalhadores da Amazônia (CTA) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) tem como objetivo criar um sistema de monitoramento comunitário dentro da Reserva Extrativista Chico Mendes, no Estado do Acre. O monitoramento comunitário se refere a participação da população local na coleta regular de informações para entender as mudanças ocorridas a partir das necessidades e interesses das comunidades, assim como de ór-

Indígena Makushida Guiana utilizando aparelho smartphone para definir a sua localização.

Monitores comunitários do projeto CMRV Guiana

gãos do governo e outras organizações interessadas em trabalhar com estas comunidades. As informações monitoradas podem incluir temas sociais ou ambientais, como o uso de recursos naturais (por exemplo, disponibilidade de caça ou peixe), mudanças no meio ambiente como o desmatamento ou queimadas, ou aspectos sociais como a educação e saúde. Os resultados de um projeto piloto iniciado em 2011 na Guiana, assim como outras iniciativas globais, mostram que o monitoramento comunitário pode contribuir para o desenvolvimento sustentável de comunidades florestais. No âmbito

da RESEX,acredita-se que o monitoramento comunitário pode fortalecer a gestão dos recursos florestais, gerar conhecimento local sobre problemas ou mudanças que impactam as comunidades, criar novas oportunidades de aprendizagem, assim como subsidiar a tomada de decisões por parte das lideranças comunitárias. O monitoramento comunitário pode também ser uma importante fonte de dados para esforços estaduais e nacionais de conservação e desenvolvimento, ajudando a entender os impactos e resultados de programas de intervenção existentes para o bem estar das comunidades.


Empreendedorismo e liderança para jovens

Produção do açaí

Em setembro foram realizados dois cursos importantes para os jovens que vivem na Reserva Extrativista Chico Mendes: o curso de Empreendedorismo e Liderança para Jovens e um outro sobre as boas praticas para o manejo do açaí, um produto de aceitação crescente no mercado nacional e internacional. O primeiro curso contribui para a qualificação dos jovens sobre empreendedorismo, liderança e mercado, no intuito de estimular e melhorar a capacidade de lideranças e empreendedores, para que possam participar qualitativamente no desenvolvimento das comunidades dentro da Reserva. A atividade promoveu o intercambio entre jovens da Reserva Extrativista Chico Mendes e das Unidades de Conservação da Região do Médio Purus/ Boca do Acre.

A capacitação de boas praticas para o manejo do açaí é mais uma iniciativa para fortalecer e estimular a atividade produtiva na Resex, e conta com o apoio da Cooperação Técnica Alemã – GIZ, através da Ursel. O curso de boas praticas para o manejo de açaí é mais uma iniciativa que vem sendo realizada para fortalecer e estimular a atividade produtiva na unidade; trata-se de iniciativas apoiadas e lideradas pela Cooperação Técnica Alemã – GIZ, através da Ursel. Foram realizados cursos de boas praticas nos seringais Flipinas, Porvir, Porongaba, Guanabara, Triunfo e São Cristovão envolvendo aproximadamente 20 famílias. As comunidades estão se preparando para estar traba-

Aplicando recursos do Ministério da Pesca, a SEAPROF (Secretaria de Produção) deu início a construção dos primeiros 140 açudes na Reserva Extrativista Chico Mendes. O programa fornece de 10 a 20 horas de trabalho

de máquina e a contrapartida dos beneficiários é o fornecimento do óleo e dos canos. O trabalho está sendo realizado em parceria com as Associações Concessionárias AMOPREBE, AMOPREX e AMOPREAB.

lhando a próxima safra do açaí com objetivo de comercializar a produção das suas áreas.

Construção de 140 açudes anima piscicultura

2 - INFORMATIVO COMUNITÁRIO

Para ser incluído no programa, o beneficiário deve ser morador regular e residir onde é possível o acesso das máquinas, além de ter área adequada para construção do açude. Cumpridos esses requisitos, ele deve procurar sua associação concessionária para solicitar a inclusão no programa. Caso o morador ainda não tenha licença, o ICMBio realizará uma vistoria no local e, estando todos os requisitos atendidos, emitirá uma autorização para construção do açude. A Piscicultura é não só uma oportunidade para que os moradores tenham uma complementação de renda, através da despesca, mas também o adicional de um novo alimento, o peixe, no cardápio de muitas famílias. Reserva Extrativista Chico Mendes


Conselho Deliberativo da Resex realiza reunião extraordinária

As Resex são valorizadas A 7ª Semana Florestal realizada em junho de 2013 trouxe importantes contribuições para o tema Unidades de Conservação, oportunizando mais conhecimento acerca destas unidades no Estado do Acre. No estado, 11 unidades são de responsabilidades do ICMBio e 8 do Governo do Acre.

As Reservas Extrativistas Chico Mendes, Alto Tarauacá, Riozinho da Liberdade, Cazumbá Iracema e Alto Juruá foram destaques, assim como a Estação Ecológica do Rio Acre, que valoriza esta região como prioritária para conservação.

É o manejo florestal elaborado e realizado por uma comunidade, que acerta os interesses comuns e divide as tarefas e os ganhos entre todos. De maneira isolada, fica difícil e custoso para uma família elaborar e protocolar um Plano de Manejo Florestal Sustentavel. Unidas, as famílias têm maior poder para negociar contratos, conseguir assistência técnica, etc. O manejo de uso

múltiplo propõe que as comunidades possam usufruir dos benefícios florestais durante todo o ano, respeitando os períodos de colheita e descanso da floresta. Este manejo garante também a continuidade de remuneração às famílias, pois os períodos de safra dos diversos produtos se alternam. Trata-se de uma alternativa econômica a ser oportunizada para as familias.

A empresa KAAPi, de São Paulo, enviou representante para visitar e conhecer a Reserva Extrativista Chico Mendes e suas lideranças comunitárias. Seu objetivo é estabelecer parceria para comercialização de

produtos florestais, como a semente de cumaru, o óleo de copaíba e outros produtos de valor comercial para o mercado externo. Propostas como esta vêm sendo discutidas e viabilizadas nas comunidades.

O que é Manejo Florestal Comunitário

Novos mercados para os produtos da sociobiodiversidade

Reserva Extrativista Chico Mendes

No dia 31 de outubro, o Conselho Deliberativo da Resex Chico Mendes realizou a reunião extraordinária para apresentação do Plano de Manejo Madeireiro Comunitário, proposto pela Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes do município de Brasiléia e Epitaciolândia – AMOPREBE.

Melhoramento dos ramais da Resex Chico Mendes Os ramais de acesso ao Plano de Manejo Madeireiro Comunitário concedido a AMOPREX, associação que representa os comunitários da Resex Chico Mendes do município de Xapuri, estão sendo melhorados com apoio do Governo do Estado do Acre, através da Secretaria do Desenvolvimento Florestal – SEDENS, que contratou serviços para realização desta atividade. Estima-se que em 2013 se inicie a exploração, e a produção venha fornecer madeira certificada e autorizada ao pólo moveleiro do município de Xapuri.

INFORMATIVO COMUNITÁRIO - 3


Moradores da Resex Chico Mendes discutem políticas públicas para a floresta

Coordenadores de 31 Núcleos de Base da AMOPREBE realizaram em Brasiléia, nos dias 26 e 27 de junho de 2013, no auditório da Escola Kairala José Kairala, a 3ª Reunião Ordinária do Colegiado de Coordenadores dos Núcleos de Base. Essas reuniões tem o objetivo de promover o encontro entre os representantes dos moradores da RESEX Chico Mendes, com representantes de diversas instituições para discutir políticas públicas que precisam ser implementadas em atendimento às necessidades da Comunidade. O evento foi realizado através de parceria entre ICMBio e AMOPREBE, e contou com a participação de 31 dos 36 Núcleos de Base dos re-

feridos municípios. Estiveram também presentes representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasiléia, Conselho Nacional dos Seringueiros, Secretaria Municipal de Agricultura (Brasiléia), PESACRE, SEAPROF, Banco da Amazônia (Brasiléia), SEDENS, Prefeitura Municipal de Brasiléia, Projeto RECA de Rondônia e Empresa Frutos do Baixo Acre. Durante o evento foi discutido com os participantes o regulamento do Exercício do Cargo de Coordenador e criação de Núcleo de Base, as políticas públicas municipais na Resex Chico Mendes, além de Políticas de Apoio ao Extrativismo, Agricultura Familiar e ao Manejo Madeireiro.

Emenda parlamentar

Tecnicos do ICMBIO se reuniram com o Deputado Gladson Camelli solicitando apoio através de emenda parlamentar para estruturação do monitoramento da unidade. A reserva é a maior unidade de conservação do Estado do Acre, a 2 º maior do Brasil, apresenta fragilidades e oportunidades, e os parlamentares do nosso estado tem a oportunidade de articular recursos para ações neste sentido.

Eleições nas Associações de Moradores de Brasiléia e Epitaciolândia (AMOPREBE), Sena Madrureira (AMOPRESEMA) e Capixaba e Rio Branco (AMOPRECARB)

No dia 21/10/2013 a AMOPREBE realizou eleições, tendo sido a senhora Luiza Carlota da Silva Caldas reeleita para mais um período de mandato. No dia 26 e 27/10 aconteceu a eleição da AMOPRECARB, na Escola da Floresta, onde foi eleito presidente o senhor Manoel Edmar Gomes de Oliveira. Na AMOPRESEMA foi o eleito presidente o senhor Antônio Fernandes de Oliveira. Parabenizamos não só os presidentes como as novas diretorias!

4 - INFORMATIVO COMUNITÁRIO

Reserva Extrativista Chico Mendes


Jornal resex novembro