Page 1

lousada revista mensal | gratuita CĂ‚mara municipal de lousada

JUNHO 2015


ÍNDi ce

Suplemento de Arqueologia 21

Agenda Cultural 12

Festival da Juventude de Lousada

Lousada, Festival Tradicional / P.5 Comédias d´Outono 2015 / P.8 Autarquia cria mais incentivos ficais para empresas / P.9 Cerimónia de Reconhecimento Social / P.12 Fase Final do Campeonato Nacional Sub-15 e Seniores / P.13 Boletim Municipal / P.26 e 27

O livro “Pachecos”: contributos genealógicos para a arqueologia de Santo Estevão de Barrosas (Lousada) Ficha Técnica Revista Municipal Câmara Municipal de Lousada N.º 133 Ano n.º16 – 4.ª série Data: junho 2015 Propriedade e edição: Câmara Municipal de Lousada Direção: Presidente da Câmara Municipal de Lousada Textos: Divisão da Comunicação Créditos fotográficos: Divulgação, Raquel Viegas, RTP, Manuel Meira Correia, Câmara Municipal de Lousada, Alberto Fernandes Produções, Conservatório Vale do Sousa, Quarteto Contretempus, Passado Vivo, Herman José, Tim. Paginação: Editorial MIC Impressão: A Diferença, Lda Tiragem: 16500 Depósito Legal: 49113/91 ISSN: 1647-1881


3 | revista lousada

CULTURA

Dois novos livros infanto-juvenis sobre Lousada A Câmara Municipal está a desenvolver um projeto conjunto com dois escritores de literatura infanto-juvenil. São duas obras originais cujas narrativas se desenrolam no território do nosso concelho. Surgiram, assim, os livros “Contos do rio que corre”, de Álvaro Magalhães, e “O caderno de JB encontrado em Lousada”, de António Mota. “Contos do rio que corre”, de Álvaro Magalhães, vai ser a obra oferecida aos alunos do 4.º ano e “O caderno de JB encontrado em Lousada”, de António Mota, destina-se aos alunos do 6.º ano de escolaridade. “Este livro “ O caderno de JB encontrado em Lousada “ só existe graças ao repto que a Câmara Municipal de Lousada me fez, e eu aceitei. Foram meses de pesquisa, de descobertas e de encanto. Finalmente apareceu o JB, esse rapaz nascido em Lousada, que tem muito para contar”. António Mota “Em tempos de afetos tristes, em que tudo se confina aos meros exercícios da sobrevivência e da utilidade, é quase um milagre receber um convite como o que me fizeram os responsáveis da Câmara Municipal de Lousada - um convite para escrever um livro. Depois disso, pude constatar que o milagre é bem maior, o de encarar a cultura em geral como um bem precioso à vida e de que não se pode prescindir, seja qual for o contexto social. Um bom e grande exemplo, sem dúvida”. Álvaro Magalhães

ePublisher promove escrita ou leitura de poesia A Câmara de Lousada viu aprovada a candidatura ao projeto ePublisher, destinado a contribuir para o aumento do número de pessoas que se dedicam à escrita ou leitura de poesia. O projeto visa promover formas inovadoras de publicação de poemas, ajudando poetas existentes e encontrando novos valores e facilitando o acesso à poesia. De entre os parceiros encontram-se o Centro de Educação de Adultos de Vilnius – Lituânia, a Associação Cultural Internacional Lieto As, da

Finlândia, e a Associação Cultural Multikultura, de Cracóvia, Polónia. As principais atividades previstas apontam para a criação de um website – plataforma internacional em várias línguas para poetas/ tradutores profissionais e amadores – jogos sobre a escrita de poesia, biblioteca de poesia online, eventos nacionais de promoção da poesia, leitura pública, excursões a locais de poetas regionais e nacionais, projeções de vídeo, documentários e oficinas interativas.


CULTURA

revista lousada | 4

Mercado Histórico retrata o Século XVI

O

s dias 5, 6 e 7, sexta-feira a domingo, vão ser de festa com a realização do Mercado Histórico, na Avenida Senhor dos Aflitos. O século XVI está em destaque com a participação ativa dos alunos do concelho. As atividades com os mais novos começam na sexta-feira, dia 5, com um dia dedicado às escolas de todo o concelho que são convidadas a participar ativamente no mercado. Os alunos, do Colégio de S. José de Bairros, apresentam o projeto “Ofícios na época seiscentista” e a animação musical e dramatização está a cargo dos alunos do Agrupamento das Escolas de Lousada. O Cortejo com Nobres, Clero e Povo de entrega dos tributos aos Juízes da Comenda é protagonizado pelos alunos do Agrupamento de Escolas Dr. Mário Fonseca e as Cenas Históricas sobre Tabuleiro Xadrez são apresentadas pelos alunos do Agrupamento das escolas Este Lousada. As danças do povo e do Palácio pela noite fora são dramatizadas pelos alunos do Agrupamento das escolas Oeste Lousada e o Externato Senhora do Carmo apresenta o Espetáculo para animação dos Príncipes Reais – música, dança, dramatizações várias. No sábado e no domingo o Mercado Histórico está aberto entre as 10h00 e as

21h00 com animação variada, estando confirmada a presença de bêbados, ladrões, compradores difíceis, rixas de soldados, cartomantes, bruxas, parvos, alcoviteiras e outros seres que justificam uma visita. Durante o dia os grupos musicais prometem animação com a realização de várias dramatizações que nos remetem para o século XVI.


5 | revista lousada

Lousada, Festival Tradicional

O

Verão Cultural deste ano conhece um figurino renovado: em datas, local e, sobretudo, na estrutura da programação. É o novo desenho do Festival Tradicional, que vai animar a vila de Lousada entre os dias 16 a 20 de julho. Se a feira de petiscos e a feira de produtos locais, na Avenida Senhor dos Aflitos, constitui um especial atrativo, a mostra nacional de artesanato, distribuída pelo Jardim, apresenta a qualidade e variedade das artes e ofícios de várias regiões do país. Tudo complementado com música tradicional portuguesa através das participações dos grupos Pedra de Água (Minho), Galandum Galundaina (Miranda do Douro), Vitorino e Cantadores do Alentejo (Redondo) e Toques do Caramulo.

CULTURA


CULTURA

revista lousada | 6

“Na Linha do Tempo” para os mais pequenos

A

autarquia está a desenvolver um projeto pedagógico junto das escolas que tem como tema “Na Linha do Tempo”. A atividade é direcionada para todas as turmas do 3.º ano do ensino básico e tem entre os seus objetivos a divulgação e o conhecimento do património local, a promoção e a análise crítica da história da freguesia e dos elementos patrimoniais e a aprendizagem de conceitos através da vertente lúdica. A escolha do monumento a visitar parte da iniciativa das respetivas escolas, cabendo aos técnicos da Câmara Municipal realizar a visita guiada e organizar um peddy-paper baseado nos conhecimentos previamente adquiridos, bem como alguns jogos infantis tradicionais. Para o Vereador do pelouro da Cultura, Dr. Manuel Nunes ”esta iniciativa, em que se pretende um conhecimento mais aprofundado da história local, tem suscitado muito interesse junto das escolas. Inscreveram-se todas as escolas básicas estimando-se a participação de mais de 700 alunos”. Entre os monumentos visitados o destaque vai para o património religioso com visitas efetuadas às igrejas de Casais, Nespereira, Lodares, Aveleda e Lustosa e às capelas de Santa Águeda e do Senhor do Padrão. Foram ainda visitados locais como o Relógio de Sol, o Pelourinho, os Paços do Concelho e a Torre de Vilar.

Projeto pedagógico Cerca de 130 alunos de várias escolas do concelho participam no Projeto Pedagógico da Rota do Românico, que neste ano letivo está a trabalhar a temática “O Românico no território do Tâmega e Sousa”. Esta ação, dirigida aos alunos do 4.º ano, tem como objetivos reunir ferramentas nas áreas da educação patrimonial, artística e ambiental da região. Pretende-se ainda fomentar o contacto direto com um monumento, neste caso a Igreja de Aveleda, para que o grupo tenha a oportunidade de refletir acerca da história e da arte que está subjacente.


7 | revista lousada

Auditório enche-se para o FOLIA

R

ealizou-se mais uma edição do FOLIA, no Auditório Municipal, entre os dias 24 de abril e 8 de maio, com nove espetáculos. Cerca de 1500 pessoas assistiram ao FOLIA, registando-se, diariamente, cerca de 150 espetadores. Na estreia a Jangada teatro apresentou a mais recente produção - “American Way”, cujos dois espetáculos realizados, nos dias 24 e 25 de abril, tiveram casa cheia. Estiveram presentes nesta edição diversas companhias de teatro nacionais, como a Peripécia teatro, A Barraca, Art`Imagem, Teatro das Beiras e Ilha D` Arte. Marcou presença, igualmente, a companhia Carq´ Otchod, de Cabo Verde. Durante o tempo em que decorreu o FOLIA e, também pelo facto de este ser o ano em que se assinalam 15 anos de atividade da Jangada teatro, estiveram em exposição diversas imagens alusivas às produções feitas pela companhia de teatro profissional de Lousada. O concerto da Rita Redshoes integrou também a programação do Folia, com mais uma casa cheia. No final de mais uma edição do FOLIA, o Vereador da Cultura, Dr. Manuel Nunes, destacou que “o número de visitantes tem vindo a crescer e a edição deste ano voltou a confirmar esse percurso, sinal de reconhecimento pela

população perante um programa de elevada qualidade e atratividade”. Seguiu-se o Foliazinho - Despertar para a Arte com espetáculos diários, entre os dias 5 a 9 de maio, com uma programação direcionada para os mais novos. Ao palco do Auditório subiram os “Poemas e Canções” por Luísa Ducla Soares e Daniel Completo, “Eu é que conto”, pela Fértil – Associação Cultural, “A maior flor e outras histórias segundo José”, pelo Teatro Art´Imagem, “Pequenas Fábulas de La Fontaine” pelo grupo Lua Cheia e “3 Porquinhos”, pela Jangada teatro.

CULTURA


CULTURA

revista lousada | 8

Herman, Monchique e Maria Rueff nas Comédias d’ Outono 2015

A

pós o grande êxito da 1ª edição, em 2014, lotando todas as sessões, as “Comédias d’ Outono”, o Festival do Humor e do Riso de Lousada, regressam ao Auditório Municipal entre os dias 2 e 17 de outubro deste ano, para a 2ª edição, com um programa aliciante e repleto de grandes nomes da comédia nacional. Herman José abre o Festival do Humor e do Riso a 2 de outubro, e, no dia imediato, atuará Pedro Tochas. Na semana seguinte, a participação de um trio de reputados humoristas: Óscar Branco, Jorge Serafim e Hugo Sousa, todos no dia 9, enquanto, a 10, a dupla Rui Unas e Rui de Melo traz-nos “O Mistério de Irma Vap”. Luís Franco-Bastos com o seu “Roubo de Identidade” animará a noite de 16, encerrando o Festival, a 17, com a comédia “Lar Doce Lar”, interpretada por Joaquim Monchique e Maria Rueff.


9 | revista lousada

MUNICÍPIO

Autarquia cria mais incentivos fiscais para empresas

T

endo como finalidade promover o emprego e o investimento empresarial local, a autarquia criou os Projetos de Interesse Municipal (PIM). “Esta é uma ferramenta essencial para introduzir estímulos na economia e incentivar o

crescimento económico, em que a autarquia atribui benefícios fiscais a projetos de investimento que se instalem no concelho, auxiliando desta forma o desenvolvimento empresarial e a criação de mais oportunidades de emprego em Lousada” – palavras do presidente da Câmara de Lousada, Dr. Pedro Machado.

Existe um conjunto de benefícios fiscais associados como é o caso da isenção, total ou parcial, do pagamento de taxas municipais, do IMT (Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis), e do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis). A candidatura deve ser apresentada em formulário próprio, que pode ser enviado por e-mail ou entregue pessoalmente nos serviços municipais. Para mais informações pode ser consultado o endereço http://www.cm-lousada.pt/pt/projetos-de -interesse-municipal, onde constam o regulamento e respetivo formulário de candidatura. Oportunidade para legalização de empresas A autarquia está a prestar apoio nos processos de legalização das indústrias que não se encontram devidamente regularizadas. Esta iniciativa surge através do Decreto-Lei 165/2014, de 5 de novembro, que estabelece com carácter extraordinário a regularização. Os pedidos de regularização devem ser apresentados no prazo de um ano, até dia 2 janeiro do próximo ano. Para esclarecimentos adicionais pode ser contactada a autarquia, através da Divisão de Planeamento e Gestão Urbanística, e consultada a página da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.


MUNICÍPIO

A

revista lousada | 10

Visita às freguesias de Nevogilde e Sousela

iniciativa “Presidência Aberta” realizou nas freguesias de Nevogilde, nos dias 5 e 6 de março e, em Sousela, a 17 e 21 de abril. O Presidente da Câmara de Lousada, Dr. Pedro Machado, acompanhado pelo executivo municipal visitou a União Desportiva de Lagoas, a Associação de Solidariedade Social de Nevogilde e o Rancho Folclórico Nossa Senhora da Ajuda. Decorreram várias reuniões de trabalho com o executivo da Junta de Freguesia, com os docentes do estabelecimento de ensino e ainda com a Comissão fabriqueira e o padre José Mota. A visita à freguesia de Nevogilde incluiu ainda passagem por várias empresas locais, ligadas ao setor têxtil, ao mobiliário e artes gráficas . O Atendimento ao Munícipe, realizou-se na sede da Junta de Freguesia, e contou com uma afluência de muitos cidadãos. Freguesia de Sousela Durante a iniciativa “Presidência Aberta” na freguesia de Sousela foram visitadas as duas escolas existentes, Bairral e Moreira, e reportadas as principais necessidades que vão ser ultrapassadas com a passagem para o novo Cento Escolar de Sousela, no início do novo ano letivo.

Na visita ao Centro Social e Paroquial de Sousela foi realçado o meritório trabalho social desenvolvido com muito esforço e qualidade ao longo dos anos no seio desta comunidade. Nas associações locais, CRACS e o GACER, realizaram-se visitas de trabalho onde se constatou o excelente trabalho desenvolvido pelas estruturas diretivas destas associações em prol da freguesia e dos seus cidadãos. Decorreu ainda o Atendimento ao Munícipe e a visita às empresas locais onde se contatou o esforço na recuperação perante a crise numa clara aposta na captação de mão-de-obra qualificada.


ambiente

11 | revista lousada

AGENDA

rem…. Jorge Palma, que vai realizar dois concertos nos dias 16 e 17, pelas 21h30.

CULTURAL

A

noite de dia 14 de março foi de silêncio… o Fado de Mafalda Arnauth subiu ao palco. A simpatia e a empatia da fadista cativaram o público, tendo-se registado, mais uma vez, lotação esgotada no Auditório Municipal. “O público de Lousada foi maravilhoso, na medida em que é o eixo à volta do qual tudo roda, e, por isso, sentir as palmas, a reação e as respostas faz com que o concerto vá acontecendo” - palavras de Mafalta Arnauth no final do espetáculo. Para este mês, as “Noites Acústicas” suge-

JUNHO 2015


Agenda CULTURAL

lousada | 12

TODOS OS DIAS OFICINAS

Eco férias: ateliês de expressão plástica 14h30 Biblioteca Municipal A partir de 15 de junho, de segunda a sexta, um conjunto de atividades dirigidas às crianças dos 6 aos 13 aos.

DE 1 a 30

EXPOSIÇÃO

O «sport» e a imprensa desportiva em Portugal (1865-1912) Piscinas Municipais

DIA 4

ENCONTRO

Cerimónia de Reconhecimento Social 18h00 Auditório Municipal Sessão para evidenciar a importância social de empresas e instituições concelhias que colaboram na formação profissional e vocacional de jovens.

ATÉ 30 DE JUNHO II Concurso de Fotografia

“Sentir Lousada no Desporto” Normas de participação e ficha de inscrição em www.cm-lousada.pt/pt/concurso-de-fotografia/


13 | lousada

Agenda CULTURAL

DIA 5

FORMAÇÃO

“Os valores éticos no desporto” 21h30 Biblioteca Municipal Ação creditada para treinadores e técnicos de exercício físico.

DIAS 5 E 6

JORNADAS

“Jornadas da Saúde em Contextos Educativos” 10h00-18h00 Auditório Municipal

Dia 5

“Fronteiras da biomedicina no início do Séc. XXI”: Alexandre Quintanilha. “Quando o virtual é mais real do que a realidade”: Júlio Machado Vaz. “À mesa com saúde: Daniela Duarte, Susana Macedo e Fernando Pereira. “Alimentação e Tabagismo”: Fernanda Coelho. “Demência na comunidade”: Alexandra Pereira. “Nutrição e cérebro”: Belina Nunes e Cristina Pinho.

Dia 6

DIAS 6 E 7 DESPORTO

Fase Final do Campeonato Nacional de Hóquei S15/Seniores Femininos Estádio Municipal de Hóquei Organização: Juventude Hóquei Clube

“O Gabinete de Saúde Mental na prevenção dos comportamentos aditivos”: Natália Oliveira e Cármen Lopes. “Programa DICAS – uma intervenção psicossocial em contexto educativo”: Equipa de Psicólogos da CM Lousada. “Comportamentos aditivos em meio escolar”: Anabela Monteiro e Paula Dias. “A supervisão pedagógica na Saúde e na Educação”: Teresa Vilaça Divulgação dos Prémios Dr. Mário Fonseca e Dr. António Rocha Melo: Apresentação de Jorge Magalhães. Mais informações em: http://www.cfaesousanascente.org/jornadasdasaude/


5 a 7 de junho de 2015

DIA 5 11h00 - Ofícios na época seiscentista (Colégio S. José de Bairros) 12h30 - Animação musical e dramatização (Agrup. Esc. Lousada) 14h30 - Cortejo com nobres, clero e povo (Agrup. Esc. Dr. Mário Fonseca) 16h30 - Cenas Históricas sobre Tabuleiro de Xadrez (Agrup. Esc. Lousada Este) 19h00 - As danças do povo e no palácio (Agrup. Esc. Lousada Oeste) 21h00 - Espetáculo para os Príncipes Reais (Externato Senhora do Carmo) 23h00 - Espetáculo de Fogo DIA 6 Das 16h às 23h - Vendedor de ervas | visita do rei | concerto Ensemble Med | espetáculo de fogo DIA 7 Das 16h às 23h - contestação das mulheres | visita do juiz da Comenda | concerto Folie à Deux | espetáculo de fogo AO LONGO DO DIA Mostra de armas | acampamento militar e civil | jogos históricos | música com Charrasco da Citânia e Al Medievo | presença de bêbedos, ladrões, compradores difíceis, rixas de soldados, cartomantes, bruxas, parvos, alcoviteiras e outros seres.


Agenda CULTURAL

15 | lousada

DIA 9

ÓPERA

“A Querela dos Grilos”, pelo Quarteto Contratempus 21h30 Auditório Municipal Encenação: António Durães. Músicos: Teresa Nunes (soprano), Job Tomé (barítono), Crispim Luz (clarinete), Susana Lima (violoncelo) e Brenda Hermida (piano). Bilhetes a 4€ (adultos) e 3€ (crianças) (crianças), na Jangada teatro, Tel. 961 800 798.

DIA 12

MÚSICA

“Tripla Personalidade” 21h30 Auditório Municipal Direção artística de Alberto Fernandes. Músicos/Interpretação: Alberto Fernandes, Pedro Gonçalves de Oliveira e Rui Souza. Bailarina convidada: Ana Rita Fernandes Bilhetes a 4€ na Jangada teatro.

DIAS 13 e 14 DESPORTO

Macieira CUP Complexo Desportivo Torneio de Futebol Jovem

DIAS 15 E 17 ÓPERA

“Um Sonho Mágico”, pelo Conservatório Vale do Sousa 21h30 Auditório Municipal


Agenda CULTURAL

lousada | 16

DIA 17

DESPORTO

Relaxar para as férias começar: Sessão de Yoga para crianças pela Baby Yoga Portugal 14h30 Biblioteca Municipal Para crianças dos 6 aos 13 anos. Por inscrição: 3€.

DIA 19 VISITA

Visita ao Arquivo Municipal: Guardar para preservar 14h00 Biblioteca Municipal Para crianças dos 8 aos 13 anos. Por inscrição.

DIA 19 FESTA

S. João Social 21h00 Praça das Pocinhas Arraial dinamizado pelos Movimentos Seniores do concelho.

DIA 18

OFICINA

Ateliê culinário: Bolachas húngaras 16h15 Biblioteca Municipal Para crianças dos 6 aos 13 anos. Por inscrição.

DE 19 A 21 DESPORTO

Encontro Regional de Andebol 10h00 Complexo Desportivo Escalão de Infantis, masculinos e femininos.


Noites Acústicas Auditório Municipal de Lousada | 21h30

Tim

20 de junho

Bilhetes - 8 € Jangada Teatro Tel. 961800798 | 255815697


Agenda CULTURAL

lousada | 18

DIA 22

DESPORTO

Caminhar para saúde ganhar 15h00 Biblioteca Municipal Para crianças dos 8 aos 13 anos. Por inscrição.

DIA 23

OFICINA

Ateliê culinário: Doces manjericos 15h30 Biblioteca Municipal Para crianças dos 6 aos 13 anos. Por inscrição.

DIA 25

MÚSICA

Concerto Finalis da Orquestra de Sopros do Conservatório Vale do Sousa 21h30 Auditório Municipal


19 | lousada

Agenda CULTURAL

DIA 26 VISITA

Visita e jogos no Parque de Vilar 14h00 Biblioteca Municipal Para crianças dos 6 aos 13 anos. Por inscrição.

DIA 27

MÚSICA

DIA 26

MÚSICA

Atuação da Universidade Sénior de Lousada “Usalou” 21h30 Auditório Municipal

Concerto da Orquestra de Sopros de Gulpilhares 21h30 Auditório Municipal


FESTIVAL DA JUVENTUDE LOUSADA2015

26 E 27 DE JUNHO DE 2015 Complexo Desportivo de Lousada Todas as novidades em: fb.com/vilafestival www.vilafestival.com


Suplemento de arqueologIa

O livro “Pachecos”: contributos genealógicos para a arqueologia de Santo Estêvão de Barrosas (Lousada)

Manuel Nunes* e Paulo Lemos**

A Casa de Além, dita “de Baixo”, encontra-se implantada na veiga fértil do ribeiro da Cruz, na freguesia de Santo Estêvão de Barrosas, paredes meias com as Casas de Santo André e de Ledesma, alfobres dos antigos e atuais Pachecos de Portugal. É nesta provecta e preservada unidade agrária que se encontram algumas das mais antigas evidências arqueológicas e patrimoniais associados ao tronco dos Pachecos das Terras de Lousada.

* Arqueólogo ** Arqueólogo


SUPLEMENTO

lousada | 22

Da Genealogia à Arqueologia: uma introdução Em 1985 dava à estampa a obra Pachecos - Subsídios para a sua Genealogia da autoria de Abílio Pacheco Rebelo de Carvalho, sócio da Associação dos Arqueólogos Portugueses e Sócio Honorário do Instituto Português de Heráldica. A obra, há muito esgotada, é um trabalho exaustivo e de largo folgo, que o prefácio de Eugénio Cunha e Freitas apropriadamente apelida de monumento genealógico. Em traços precisos o autor revisita e reconstrói os vários troncos dos Pachecos, uma família que recua às origens da nacionalidade, centrando toda a 2ª parte da obra na história dos Pachecos de Stº Estêvão de Barrosas. Durante esse exercício, o autor percorre a geografia fundiária da freguesia, consubstanciada nas casas e casais detidas pelos diversos ramos da família, revelando o percurso histórico e documental de cada possessão. Sendo certo que as Casas de Santo André e de Ledesma foram alfobres dos antigos e atuais Pachecos de Portugal (Carvalho, 1985:47), é no século XVII, na atual Casa de Além, uma unidade agrária edificada no século XV e sucessivamente reformulada, que se fixa um dos ramos mais antigos da família dos Pachecos de Stº Estêvão de Barrosas. A evidência desta relação familiar, para além do suporte documental, é validada por um conjunto interessante e diversificado de elementos epigráficos e iconográficos presentes na Casa de Além 1. Os Pachecos da Casa de Além Refere Abílio Carvalho (1985:177-178) que em 1527, a 21 de novembro, foi emprezado o Casal de Além, sito na freguesia de Stº Estêvão de Barrosas, que era foreiro ao Convento de Stª Maria de Oliveira (Barcelos), a Bastião Pires e sua mulher, Catarina Annes 2. Deste Casal de Além pagava-se ao senhorio 400 reais em dinheiro e ao Duque de Bragança, cada ano, cem reis em dinheiro e 14 de alqueires de pão meado. Adiante, o autor reporta que a 18.10.1563 foi este prazo dividido entre dois, Catarina Anes e Gonçalo Anes, filhos daqueles, tendo ficado a Casa a Catarina Anes, casada com Francisco Gonçalves, «Homem-Bom» da freguesia de Stº. Estêvão de Barrosas. Com esta di-

Figura 1. Capa do livro “Pachecos, Subsídios para a sua Genealogia” editado em 1985.

1 Agradecemos à Dr.ª Clara Meneres, atual proprietária da Casa de Além, o apoio prestado na produção deste artigo. 2 De acordo com o Tombo velho do Convento de Oliveira do termo de Barcelos (MSMOV, 1504, vol. 18, fls.100v e seg.), a família Anes seria, entre os séculos XV e XVI, a mais abastada da freguesia de Santo Estêvão de Barrosas.


23 | lousada

visão terá ficado o Casal de Além dividido em duas partes, passando a parte que coube a Catarina Anes a denominar-se de Além de Baixo, e a que coube a Gonçalo Anes e sua mulher Maria Pires a designar-se de Além de Cima. A Casa de Além de Baixo acabou por integrar o património da família Pacheco, quando Pedro Francisco, nascido em Stº Estêvão de Barrosas a 15.09.1647 e senhor da Casa de Além de Baixo por falecimento de seus pais (Pedro Francisco e Catarina Antónia), casa com Domingas Pacheco Monteiro, filha de Domingos Gonçalves Pacheco Monteiro e Mareia Martins, senhores do Casal da Bouça, também em Stº Estêvão. O casamento, que acontece em 10.09.1677, estabelece não apenas a ligação dos Pachecos à propriedade de Além de

Figura 2. Aspeto parcial da fachada principal da Casa de Além e terreiro contíguo.

Suplemento

Baixo mas também, e sobretudo, um período de renovação e enobrecimento arquitetónico da casa. Memórias da Casa de Além Embora a Casa de Além já não detenha as primitivas funcionalidades agrícolas que estiveram na sua génese, tanto mais que ao longo dos séculos foi sendo sucessivamente ampliada e melhorada, o atual edifício, cerceado por um quinteiro murado com portal quadrangular e dependências agrícolas anexas, conserva, no volume arquitetónico único que se distribui por rés-do-chão e andar, ao qual se acede por uma escadaria curta, sem guardas, que remata num patamar com


Suplemento

alpendre, os traços distintivos das unidades agrárias inventariadas da região (Nunes e Lemos, 2013:95-98). As reformas que a Casa de Além foi sofrendo ao longo dos séculos, a Casa de Além foi sofrendo foram perpetuadas nas diversas epígrafes memorativas que se encontram dispersas pela sua área edificada. A mais antiga (Ep.1), um silhar reaproveitado e embutido no muro exterior da casa, consiste numa inscrição de regra única composta por carateres numéricos e carateres alfabéticos capitais com pontos e letras cursivas em expoente, cuja tradução resulta na seguinte leitura: P(edr)o F(francis)co 1692. Note-se, que na data o número «1» é representado pelo símbolo alfabético cursivo «i», facto amplamente documentado em elementos memorativos desta natureza (Nunes e Lemos, 2013:100-111). A inscrição em apreço não é, contudo, a única coeva do senhorio de Pedro Francisco, marido de Domingas Pacheco Monteiro

e Senhor de Além desde, pelo menos, 1670 (Carvalho, 1985:179). Uma outra (Ep.2), do primeiro quartel do século XVIII e lavrada no lintel da porta do andar sobrado, remete-nos, de igual modo, para a época de Pedro Francisco e para uma provável ampliação/renovação da morada já na fase final da sua vida. A inscrição, constituída por carateres numéricos e carateres alfabéticos capitais, incluiu, igualmente, a gravação de um cruciforme latino de braços perpendiculares e remate reto com base semicircular dividida em dois quadrantes pelo prolongamento do seu eixo. De resto, é o cruciforme que determina o ordenatio da inscrição, centrando-a na padieira e organizando as duas regras que a compõem. A primeira, em latim, e claramente um elemento de sagração, é composta pelas siglas «INRI», cuja leitura/tradução é a seguinte: I(esvs) N(azarenvs) R(ex) I(vdaeorvm), isto é: Jesus Nazareno Rei dos Judeus 3 (Feuillet, 2005:76). A Espaçamento Interliteral

Altura dos caracteres

Largura do traço

Profundidade do traço

Epígrafe

Campo epigráfico

Máx

Min

Máx

Min

Máx

Min

Máx

Min

Ep. 1

38 x 97

3,1

0,3

10,4

3,2

1,2

0,7

0,6

0,2

Ep. 2

42 x 133

4

0,2

11,2

5,1

1,4

0,6

0,9

0,7

Ep. 3

35 x 256

4,3

2,4

10,7

8,9

1,5

1

1,1

0,8

Tabela 1. Registo métrico, em centímetros, das epígrafes detetadas na Casa de Além de Baixo.

Figura 3a e 3b. Registo fotográfico e gráfico da epígrafe (Ep.1) evocativa de Pedro Francisco, senhor da Casa de Além de Baixo entre os séculos XVII e XVIII.

3 P  ilatos escreveu também um letreiro e pô-lo no cimo da cruz. Nele estava escrito: «Jesus Nazareno, rei dos Judeus». Muitos dos judeus leram este letreiro, porque o lugar onde Jesus estava crucificado era próximo da cidade e o letreiro estava escrita em hebraico, grego e latim. Disseram, então, os príncipes dos sacerdotes a Pilatos: «Não escrevas: O Rei dos Judeus, mas que Ele disse: Eu sou o rei dos judeus». Pilatos respondeu: «O que escrevi, escrevi». João 19:19-22


SupLEMENTO

que, provavelmente, surgiu na sequência de obras de enobrecimento do portal da Casa, constitui a derradeira memória material das ações que, entre os séculos XVII e XVIII, por via do livro de Abílio Pacheco de Carvalho, logramos individualizar e personalizar, subsidiando a história dos Pachecos de Stº. Estêvão de Barrosas.

Figura 4a e 4b. Registo fotográfico e gráfico da epígrafe (Ep.2) memorativa mandada gravar por Pedro Francisco na padieira da porta da Casa de Além de Baixo.

segunda, separada pelo cruciforme, fixa um intervalo de tempo, concretamente entre 1553 e 1724, desde a emancipação do Casal até ao primado de Pedro Francisco, durante o qual se construiu parte importante da história arquitetónica da casa (Carvalho, 1985:177-182). Mais uma vez, ambas as datas apresentam o símbolo alfabético capital «I» em representação do número «1». Finalmente, a derradeira inscrição (Ep.3). Detetada na padieira do portal da Casa, é composta pela data «1777» inserta numa cartela lisa, em forma de losango. A data, que em vez do numeral «1» apresenta o símbolo alfabético cursivo «i» que, na verdade, resulta da inversão do número «7» ao qual foi acrescentado o respetivo ponto, foi gravada na época de Domingos Pacheco Monteiro, neto de Pedro Francisco, que se tornou senhor da Casa de Além de Baixo, por testamento de seu pai (Manuel Pacheco Monteiro), a 19.11.1764, com certas reservas por sua mãe (Águeda Francisca) e irmãos, cujo prazo de geração renovou a 29.4.1766 (Carvalho, 1985:182). A gravação desta epígrafe memorativa

Figura 5a e 5b. Registo fotográfico e gráfico da epígrafe (Ep.3) memorativa da construção/remodelação do portal da Casa d’Além de Baixo na época de Domingos Pacheco Monteiro.

BIBLIOGRAFIA CARVALHO, A.P. (1985) - Pachecos, subsídios para a sua genealogia. Lisboa. FEUILLET, M. (2005) - Léxico dos Símbolos Cristãos. Lisboa: Publicações EuropaAmérica MSMOV_Mosteiro de Santa Maria de Oliveira de Vermoim - Tombo Velho de 1504. Vol. 18. Fls. 100 e seguintes. Torre do Tombo NUNES, M. e LEMOS, P. (2013) - Lustosa, Património e Identidade. Lustosa: Junta de Freguesia de Lustosa


BOLETIM MUNICIPAL Divisão de Planeamento e Gestão Urbanística

Joaquim Emílio Canudas Vilalta, arquiteto, por delegação do Sr. Presidente da Câmara de 07 de julho de 2014, e para cumprimento do n.º 1 do artigo 56º da Lei n.º 75/2013 de 12 de setembro, torna público que foram proferidas as seguintes decisões: Despacho de 11.03.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º13/15-Obras de alteração de fachada do prédio, sito em rua Visconde de Alentém, n.º 316, freguesia de Silvares, em nome de António Augusto Nogueira Pacheco. Despacho de 17.03.2015-Processo de Obras Particulares aprovado: Proc.n.º105/10-Alteração de edifício para habitação multifamiliar composto por cave + dois pisos (rés-do-chão + andar), sito em Boavista, freguesia da Ordem, em nome de António Manuel Ribeiro; Proc.n.º116/13-Construção de moradia unifamiliar composto por cave + um piso rés-do-chão, sito em Chamistães, freguesia de Lustosa, em nome de Luís Filipe da Silva Neto; Proc.n.º17/14- Construção de habitação unifamiliar, sito em rua do Ameal, freguesia de Cernadelo, em nome de Licínio Manuel da Silva Ferreira Miranda; Proc.n.º42/14- Construção de um armazém e muros sito em Calvário, freguesia de Silvares, em nome de José Manuel Monteiro Teixeira de Azevedo; Proc.n.º47/14- Ampliação e reconstrução de habitação bifamiliar composta por dois pisos (rés-do-chão + andar), sito em Cavadinha, freguesia de Macieira, em nome de Abílio de Sousa Cardoso de Oliveira; Proc.n.º75/14- Construção de um edifício para habitação sito em rua Monte Pedroso, freguesia de Cristelos, em nome de Imomoderna, Lda.; Proc.n.º90/14- Obras de ampliação de anexo sito em Monte, freguesia de Lousada (São Miguel), em nome de José Nunes da Rocha. Despacho de 17.03.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º11//ALTU/13- Estabelecimento comercial para serviço de cabeleireiro e massagem, sito em Ponte, freguesia de Casais, em nome de Manuel António Silva Ribeiro da Mota; Proc.n.º21//ALTU/13- Alteração de utilização de comércio para estabelecimento de bebidas simples, sito em Alto da Rainha, freguesia de Figueiras, em nome de AndreiaCristinaSampaioPereiraRibeiro,inicialmenteemnomedeVGI,Capital,Lda.. Despacho de 17.03.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º300/82 – Alv. Lic. n.º 849/82 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em Cimo de Vila, freguesia de Nespereira, em nome de Joaquim de Jesus Martins; Proc.n.º117/92 – Alv. Lic. n.º 43/93 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em lugar da Tapada, freguesia de Caíde de Rei, em nome de Olimpo Besa da Silva; Proc.n.º104/95 – Alv. Lic. n.º 145/96 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em Lameira, freguesia de Lustosa, em nome de Joaquim Neto Alves; Proc.n.º95/96 – Alv. Lic. n.º 880/96 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em Montegilde, freguesia de Alvarenga, em nome de José António Bessa Pinto; Proc.n.º146/96 – Alv. Lic. n.º 331/98 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em Lugar de Servecia, freguesia da Ordem, em nome de Maria Generosa Martins Pacheco e Outros; Proc.n.º321/00 – Alv. Lic. n.º 727/01 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em lugar da Boavista, freguesia de Silvares, em nome de Luís Filipe Bessa da Silva Neto; Proc.n.º14/09 – Alv. Lic. n.º 6/11 -Pedido de autorização de utilização referente

a um prédio, sito em rua de Melote de Baixo, n.º 326, freguesia de Lodares, em nome de Maria Adriana Varziel Cardoso; Proc.n.º80/09 – Alv. Lic. n.º 59/10 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em Lugar de Lages, freguesia de Vilar do Torno e Alentém, em nome de José Filipe Ferraz Monteiro; Proc.n.º14/12 – Alv. Lic. n.º 32/13 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em rua da Plaina, n.º 114, freguesia de Aveleda, em nome de Rui Manuel Teixeira Moreira; Proc.n.º54/13 – Alv. Lic. n.º 74/14 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em lugar de Feira Nova, freguesia de Caide de Rei , em nome de Fernando Morais Marinho; Proc.n.º25/AUT/06 – Alv. Lic. n.º 36/09 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em lugar de Monte de Cima (lote n.º7) , freguesia do Torno, em nome de Davide Manuel Cerqueira Matos. Despacho de 17.03.2015 - Pedido de prorrogação da licença de processos de obras particulares: Proc.n.º165/08 – Alv.n.º39/10-Pedido de prorrogação da licença referente à legalização e alteração de moradia unifamiliar, sita em Ronfe, freguesia de Meinedo, em nome de Agostinho de Magalhães; Proc.n.º75/09 – Alv.n.º75/11-Pedido de prorrogação da licença referente à construção de um edifício destinado a habitação, sito em lugar de Torrinha, freguesia de Meinedo, em nome de José Fernando da Cunha; Proc.n.º52/12 – Alv.n.º81/12-Pedido de prorrogação da licença referente à construção de um edifício destinado a habitação, sito em Quintã/Moinho, freguesia de Figueiras, em nome de Virgílio Octávio da Costa Nunes; Proc.n.º145/08 – Alv.n.º32/10-Pedido de prorrogação da licença referente à construção de edifício destinado habitação unifamiliar, sito em lugar de Lamas, freguesia de Nevogilde, em nome de Francisco de Sousa Carvalho; Proc.n.º141/08 – Alv.n.º46/10-Pedido de prorrogação da licença referente à construção de um edifício destinado a habitação, sito em Figueiredo, freguesia do Torno, em nome de José Albino dos Anjos Fernandes; Proc.n.º239/02 – Alv.n.º141/03-Pedido de prorrogação da licença referente à construção de um edifício destinado a habitação e anexo, sito em Lugar de Cimo de Vila, freguesia de Barrosas (Santo Estêvão), em nome de João Manuel Lobão Martins; Proc.n.º89/03 – Alv.n.º18/04-Pedido de prorrogação da licença referente à construção de um edifício destinado a habitação bifamiliar, sito em Monte, freguesia de Nevogilde, em nome de Fábio André Coelho Dias, inicialmente em nome de Francisco Fernando Pinto da Silva. Despacho de 17.03.2015-Pedidos de prorrogação da comunicação prévia admitida de processos de obras particulares: Proc.n.º78/AUT/07 – Alv. n.º 20/10 -Pedido de prorrogação da comunicação prévia admitida referente à construção de um edifício destinado a habitação unifamiliar e anexo, sito em Penedo de Baixo (lote n.º26), freguesia de Nevogilde, em nome de Adriano Antero Magalhães Nogueira. Despacho de 17.03.2015-Pedidos de averbamento do requerente de processos de obras particulares: Proc.n.º420/93-Alv.n.º350/95-Pedido de averbamento referente à construção de uma moradia, sita em Roupar, freguesia de Lodares, em nome de Hefesto STC, S.A., inicialmente em nome de José de Oliveira Moreira; Proc.n.º225/83-Alv.n.º818/83-Pedido de averbamento referente à construção de um edifício para habitação, sita em Penas, freguesia de Lustosa, em nome de Maria Aurora Silva Oliveira, inicialmente em nome de Rosa Maria da Veiga Gil da Fonseca P.C. Trigo; Proc.n.º257/97-Pedido de averbamento referente à legalização da ampliação de um edifício para habitação, sito em Pomar de Achas, freguesia de Nevogilde,

em nome de José Fernando da Silva Sousa, inicialmente em nome de Joaquim Nogueira Pinto. Despacho de 17.03.2015-Pedidos de Propriedade Horizontal e destaque: Proc.n.º91/11 – Alv.n.23/14 -Pedido de alteração à propriedade horizontal referente a um prédio sito no Largo da Estação, freguesia de Caíde de Rei, em nome de Joaquim Nunes Ribeiro; Proc.n.º328/97–Alv.n.57/98 -Pedido de propriedade horizontal referente a um prédio sito em Ponte (Avenida de Sequeiros), freguesia de Lodares, em nome de Manuel António da Silva Ribeiro da Mota (proprietário da fração “C”). Despacho de 17.03.2015 – Aprovação de pedido de destaque do processo de obras: Proc.n.23/RSP/15-Pedido de destaque de parcela, sito em Travessa da Juía 3, n.º 37, freguesia de Lodares, em nome de Daniela Marisa Pereira Moreira. Despacho de 17.03.2015-Pedidos de alteração à licença de processos de obras particulares: Proc.n.º52/80–Alv.n.º523/80-Pedido de alterações à licença referente à legalização de um anexo, sito em lugar da Plaina, freguesia de Figueiras, em nome de Domingos Coelho de Bessa; Proc.n.º172/97–Alv.n.º603/98-Pedido de alterações à licença referente à abertura de muro para colocação de portão, sito em Bouça, freguesia de Sousela, em nome de João Teles Martins. Despacho de 17.03.2015 – Rejeição de processo de Obras Particulares: Proc.n.º60/89–Alv. n.º410/90-Autorização de utilização referente a um prédio, sito em Relógio, freguesia de Lustosa, em nome de Maria D’Ascensão Dias Nogueira Freire. Despacho de 19.03.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º6/CP/12 – Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em rua de Covilhô, n.º 285, (lote n.º 22), freguesia de Lustosa, em nome de Ventilações Moura, Lda.; Proc.n.º5/CP/12 – Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em rua de Belmonte (lote n.º 7), freguesia de Barrosas (Santo Estêvão), em nome de José Carlos Meneses Monteiro. Despacho de 23.03.2015 - Pedido de prorrogação da licença de processos de obras particulares: Proc.n.º73/12 – Alv.n.º32/14-Pedido de prorrogação da licença referente à legalização da construção de habitação coletiva em banda e muros, sita em Avª Senhora do Padrão, freguesia de Barrosas (Santo Estêvão), em nome de João Paulo Ferreira Dias. Despacho de 23.03.2015-Pedidos de prorrogação da comunicação prévia instrução despacho favorável de processos de obras particulares: Proc.n.º1/CP/15-Pedido de comunicação prévia instrução despacho favorável referente à construção de um edifício destinado a habitação unifamiliar, composto de dois pisos (rés-do-chão + andar), sito em São Gonçalo (lote n.º10), freguesia de Macieira, em nome de Manuel Fernandes Leite. Despacho de 25.03.2015-Pedidos de prorrogação da comunicação prévia instrução despacho favorável de processos de obras particulares: Proc.n.º2/CP/15-Pedido de comunicação prévia instrução despacho favorável referente à construção de um edifício destinado a habitação unifamiliar, anexo e muro frontal, composto de dois pisos (rés-do-chão + andar), sito em Estrada (lote n.º12), freguesia de Pias, em nome de Artur da Costa Teixeira. Despacho de 26.03.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º28/OL/14-Construção de um muro, sito em rua de Santo António, freguesia de Casais, em nome de Andreia Patrícia Nunes da Silva Nogueira. Despacho de 27.03.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º9/ALTU/12- Alteração de utilização fração “R” de comércio para armazém,


sito em rua Joaquim Burmester (lote n.º 4) freguesia de Cristelos, em nome de José Freire de Oliveira; Despacho de 27.03.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º14/OL/15- Ocupação da via pública - colocação de andaimes, sito em rua de Santo António/ rua Dr. Afonso Quintela, freguesia de Silvares, em nome de Ana Maria Ferreira Castro Borges. Despacho de 11.03.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º13/15-Obars de alteração de fachada do prédio, sito em rua Visconde de Alentém, n.º 316, freguesia de Silvares, em nome de António Augusto Nogueira Pacheco. Despacho de 08.04.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º3/12 – Alv. Lic. n.º38/14 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em rua de Vila Verde, n.º 86, freguesia da Ordem, em nome de Maria das Dores Alves Moreira Pinto. Despacho de 08.04.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º2/ALTU/15- Alteração de utilização de estabelecimento para sala de estar, sito em lugar do Covilhô, freguesia de Lustosa, em nome de Maria Otília Leão da Costa Ferreira. Despacho de 09.04.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º80/14-Construção de edifício de habitação unifamiliar, composto por dois pisos (rés-do-chão + andar), sito em Juía, freguesia de Lodares, em nome de Imobilodares, Lda.; Despacho de 09.04.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º51/13–Alv.Lic.n.º45/14 -Pedido de autorização de utilização referente

RESULTADOS DO CONTROLO DE QUALIDADE DA ÁGUA DISTRIBUIDA À POPULAÇÃO 2015 Relatório Mensal (Abril 2015) Em cumprimento com o estabelecido na alínea 1 do art.º8 do Decreto-Lei n.º 306/07, de 27 de Agosto, a Câmara Municipal de Lousada executa um programa de controlo da qualidade da água para consumo humano apresentado à autoridade competente (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos) e informa os munícipes sobre os resultados obtidos nas análises de demonstração de conformidade com as normas de qualidade.

[*]Apenas são apresentados os parâmetros mais relevantes, os restantes estão disponíveis nos serviços do município.

a um prédio, sito em rua Quinta dos Ingleses, 456, freguesia de Vilar do Torno e Alentem, em nome de Manuel António de Sousa Pereira; Proc.n.º28/07–Alv.Lic.n.º72/09-Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em rua das Agras, 74, freguesia de Cernadelo, em nome de João Teixeira & Filhos, Lda. Despacho de 13.04.2015 - Pedido de prorrogação da licença de processos de obras particulares: Proc.n.º50/12 – Alv.n.º29/13-Pedido de prorrogação da licença referente à construção de edifico destinado a habitação unifamiliar, sita em Srª do Alivio, freguesia de Covas, em nome de José Manuel Oliveira Magalhães. Despacho de 13.04.2015-Pedidos de averbamento do local da obra de processos de obras particulares: Proc.n.º6/CP/12-Pedido de averbamento do local da obra referente à construção de um edifício destinado a habitação unifamiliar, sito em Chamistães freguesia de Lustosa, em nome de Ventilações Moura, Lda., para rua do Covilhô, n.º 285 da União de freguesias de Lustosa e Barrosas (Santo Estêvão). Despacho de 15.04.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º21/14 – Alv.Lic.n.º41/14-Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em Avenida de Sobreira, n.º 960, freguesia de Caíde de Rei, em nome de Maria Margarida Cunha de Sousa. Despacho de 16.04.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º118/02–Alv. Lic.n.º63/04-Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em rua Stº Estêvão, n.º 818, freguesia de União de freguesias de Lustosa e Barrosas (Santo Estêvão), em nome de Ramboia – Imobiliária, S. A.

Despacho de 23.04.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º126/13-Construção de edifício destinado a habitação unifamiliar, comércio e serviços, composto de dois pisos (rés-do-chão + andar), sito em Avenida da Boavista, freguesia de Macieira, em nome de Sérgio António da Silva Barbosa. Despacho de 23.04.2015-Pedidos de Propriedade Horizontal e destaque: Proc.n.º126/13 -Pedido de alteração à propriedade horizontal referente a um prédio sito em Av. da Boavista, n.º 1, 9, 17 e 29, freguesia de Macieira, em nome de Sérgio António da Silva Barbosa. Despacho de 24.04.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º247/96 – Alv. Lic. n.º361/98 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio (fração “A”), sito em Agrelinha, freguesia de Lustosa, em nome de Caixa Económica Montepio Geral, representado por Lacapaint – Estamparia, Lda.. Despacho de 27.04.2015-Pedidos de averbamento do requerente de processos de obras particulares: Proc.n.º411/79-Alv.n.º303/81-Pedido de averbamento referente à construção de um edifício destinado a habitação, sito em Arcas, freguesia de Boim, em nome de Maria da Graça Costa, inicialmente em nome de José Augusto Nunes Ferreira. Despacho de 27.04.2015-Processos de Obras Particulares aprovados: Proc.n.º4/OL/15-Construção de um alpendre, sito em Feira, freguesia de Alvarenga, em nome de Luís Nunes Moreira. Despacho de 28.04.2015 – Aprovação de pedido de licença/autorização de utilização para habitação e/ou ocupação: Proc.n.º48/01 – Alv. Lic. n.º149/03 -Pedido de autorização de utilização referente a um prédio, sito em Av.ª Estrada Real, n.º 458, freguesia do Torno, em nome de Petro Estrada Real, Correia & Esposa, Comércio de Combustíveis, Lda.

Parâmetros Analisados*

Valores Obtidos

Análises Realizadas

Unidades

Min.

Decreto-Lei n.º 306/07 Máx.

V.P.

> V.P.

% > V.P. 0%

Análises do Tipo Controlo Rotina 1 Bactérias Coliformes

9

N/100mL

0

0

0

0

Cloro residual disponível

9

mg/l Cl2

0,17

0,60

--

--

--

Escherichia coli

9

N/100mL

0

0

0

0

0%

Análises do Tipo Controlo Rotina 2 Amónio

1

mg/l NH4

<0.05

<0.05

0,5

0

0%

Cheiro

1

Fact. Diluiç.

<1

<1

3

0

0%

Clostridium Perfringens

1

N/100mL

0

0

0

0

0%

Condutividade a 20ºC

1

µS/cm

219

219

2500

0

0%

Cor (após filtração simples)

1

mg/L Pt-Co

<3

<3

20

0

0%

Número de colónias a 22ºC

1

N/mL

0

0

100

0

0%

Número de colónias a 37ºC

1

N/mL

0

0

20

0

0%

Oxidabilidade

1

mg/L O2

2,2

2,2

5

0

0%

pH

1

-

7,2

7,2

6,5 – 9,0

0

0%

Sabor

1

Factor diluição

<1

<1

3

0

0%

Turvação

1

NTU

<1

<1

4

0

0%

TOTAL

38

0

0%


Agenda desportiva | junho de 2015 AFAL

DIA 10 - Final da Taça D’Trivela - Cristelos SC vs AD Lustosa | 16h00 - Estádio Municipal DIAS 20/21 E 27/28 - Torneio de Seleções Lousada 2015 | Complexo Desportivo DIA 27 - III Encontro AFAL KIDS | Complexo Desportivo

Futebol Distrital DIA 7 - AD Lousada vs Airães | 17h00 - Estádio Municipal DIA 7 - ASSNevogilde vs Frende | 17h00 - Campo de Nevogilde

BASQUETEBOL DE 21 A 27 - Estágio Seleção Nacional Sub-18 Masculina | Pavilhão Municipal

Hóquei em Patins DIA 3 - CCD Ordem vs Académico F.C. | 21h30 - Pavilhão da Ordem

Olimpíadas do Desporto 2015 DIA 13 - Marco de Canavezes | Andebol, Gira-Vólei, Natação DIA 20 - Felgueiras | Atletismo, Basquetebol, Futebol de 7, Pólo Aquático, Ténis de Mesa DIA 27 - Baião | Futsal Programa Municipal de Caminhadas Caminhada de Verão - CRACS SOUSELA

DIA 7 - 8h30 - Sede da CRACS Inscrições: cracscoletividade@gmail.com e na sede da CRACS III Caminhada Pela Diferença - Cooperativa Lousavidas

DIA 10 - 10h00 - Junta de Freguesia de Pias Inscrições: LousaDance, Ginofitness, Loja Opticália - P. Pocinhas, Secretariado da Catequese de Pias e lousavidas@gmail.com Caminhar pelo centro - Centro Social e Paroquial de Caíde de Rei

DIA 14 - 10h30 - Largo da Igreja Inscrições: 255 098 857, 967 503 808 ou cspcaidederei@portugalmail.pt Aparecida nas pegadas da rota do românico -Junta de Freguesia do Torno

DIA 14 - 10h30 - Santuário da Senhora Aparecida Inscrições: Junta de Freguesia do Torno e cafés da freguesia Caminhada “Os Amigos de S. Miguel” - A.R. “Os Amigos de S. Miguel”

DIA 20 - 15h30 - Campo de Jogos de S. Miguel Inscrições: osamigosdesaomiguelgmail.com, facebook da associação, 912 590 875, Café Nelo Ramboia, Bar da Associação

Lousada Nº133