Page 1


97ยบ


Comissão de Honra CSIO 2017 Honorary CommitteE Presidente | President Presidente da Câmara Municipal de Lisboa Dr. Fernando Medina Vice-Presidente | Vice-President D. Diogo Pereira Coutinho

Membros | Members

Prior da Freguesia do Campo Grande Monsenhor Victor Feytor Pinto Secretário de Estado da Juventude e Desporto Dr. João Paulo Rebelo Secretária de Estado do Turismo Dra. Ana Mendes Godinho

Presidente do Instituto de Turismo de Portugal Dr. Luís Araújo Presidente do Instituto do Desporto de Portugal Dr. Augusto Baganha Reitor da Universidade de Lisboa Professor Cruz Serra Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Lisboa Dr. Jorge Máximo

Presidente do Comité Olímpico de Portugal Dr. José Manuel Constantino Presidente da Associação Portuguesa de Criadores e Raças Selectas Dr. José Veiga Maltez Presidente da Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro-Sangue Lusitano Eng. Manuel Paim Cmdt. Da Unidade de Segurança e Honras de Estado Major Gen. Esteves Pereira

Presidente da Federação Equestre Portuguesa Dr. Manuel Cidade Moura

3

97º


97ยบ


Mensagem • Message Foreword by the FEI President It is my pleasure to welcome you to Lisbon for the ninth FEI Nations Cup™ Jumping qualifier of the 2017 season. This is the oldest and most prestigious team Jumping series in the world which started in 1909 and over the past one hundred and eight years has evolved and transformed into the global entity it is today -

very much mirroring the growing fan base and equestrian community around the world. Four years ago we made some important changes to this historic series in order to allow more nations to participate and to start a new chapter resolutely focussed on the future. As a result of the broadening of the series, which saw the world divided into six qualifying regions and the introduction of a star-studded Final, we have seen new nations competing and developing their talent at the very highest level. Allowing the series to not only be a venue for the established equestrian stars but also being a more equitable path for the stars of tomorrow is crucial to the future of the sport and the diversity all sports aspire to. Thank you Lisbon for hosting this important Portuguese leg of the season, which will see nineteen qualifiers and fifty nations compete for honours and a coveted spot at the FEI Nations Cup™ Jumping Final at the iconic Real Club de Polo in Barcelona in late

September. Equestrian sport has always and will always be about team work, and that is what this series is all about. I would also like to take this opportunity to thank Longines, Top Partner of the FEI and Official Timekeeper of the FEI Nations Cup™ Jumping series, for their continued commitment to the series and the ideals for which it stands. On behalf of the Fédération Equestre Internationale (FEI) I wish every success to all the athletes and teams competing here. I would also like to extend our appreciation to the event organisers, officials, media, volunteers and spectators for all their invaluable contributions for what promises to be an exhilarating event.

Ingmar De Vos FEI President

5

97º


Mensagem • Message Mensagem do Presidente da FEP Seguindo uma tradição de já muitos anos, vai a Sociedade Hípica Portuguesa organizar, nas suas instalações do Campo Grande, mais esta edição do CSIO Lisboa 2017.

trabalho e competência, honrar a Instituição e representar o hipismo Nacional em Portugal e no Mundo. Também o nosso obrigado, por esta justa homenagem.

É com muita satisfação que, em nome da Federação Equestre Portuguesa, dou as boas vindas às equipas e cavaleiros estrangeiros, que nos visitam. Aos nossos cavaleiros nacionais uma saudação muito especial, pelo seu empenho e grande dedicação à nossa modalidade.

A todos os Agentes do Desporto Equestre, ao público em geral e aos órgãos de comunicação social, um obrigado pela sua presença.

Um agradecimento muito especial à Direção da Sociedade Hípica Portuguesa, pelo cuidado com que, ano após ano, vem organizando o CSIO Lisboa, cada vez mais uma referência no panorama do desporto equestre nacional que, fruto da persistência e capacidade técnica dos seus organizadores, é um certame de grande dignidade e elevado prestígio. No ano do 90º aniversário da Federação Equestre Portuguesa, quis a Direção da SHP, que a Taça das Nações se denominasse Prova Federação Equestre Portuguesa, em homenagem a todos os que longo de já quase um século, souberam com a sua dedicação,

6

97º

Aos nossos cavaleiros participantes e à representação de Portugal, uma mensagem de agradecimento e de estímulo para que deem o seu melhor, competindo com alegria, respeitando a ética, o fair play e o bem estar dos cavalos, princípios sem os quais o Desporto, não fará sentido. Termino fazendo votos para que este CSIO de Lisboa 2017, ultrapasse em qualidade técnica as nossas melhores expectativas, proporcionando a todos um evento desportivo, onde os cavaleiros, com os seus cavalos, serão os grandes protagonistas.


97ยบ


97ยบ


Mensagem • Message

“Um cavalo! Um cavalo! Meu reino por um cavalo!” William Shakespeare

organiza mais esta edição do CSIO, com provas qualificativas para o ranking da Federação Equestre Internacional (FEI).

Exmos Sócios, Cavaleiros e Convidados, De 25 a 28 de Maio a Sociedade Hípica Portuguesa (SHP) organiza o 97º Concurso de Saltos Internacional Oficial de Lisboa (CSIO).

Um agradecimento aos Sócios da SHP e a todos os colaboradores da organização, sem os quais não seria possível montar um evento desta dimensão e importância.

Vamos novamente receber os melhores conjuntos Nacionais e Internacionais, e assistir a uma competição ao mais alto nível, que enaltece os mais nobres valores da Cavalaria, hoje ao serviço do Desporto.

Um agradecimento especial à FEI, à FEP e a todos os Sponsors, por acreditarem e apoiarem de forma incondicional o CSIO mais antigo do mundo que se realiza no mesmo local.

Viajam até nós Cavaleiros e Cavalos de dezasseis Países, nove dos quais apresentam equipa para disputar a Taça da Nações. A Sociedade Hípica Portuguesa – Instituição de Utilidade Publica celebrou no passado dia 23-Março o seu centésimo sétimo aniversário e é com muita honra e orgulho que

José Manuel Figueiredo Presidente da SHP Presidente do CSIO

Convido todos a virem à SHP, no Hipódromo do Campo Grande, em Lisboa, para assistir ao mais bonito e nobre espetáculo de Equitação, na sua modalidade de Saltos de Obstáculos. Boa sorte aos Cavaleiros Portugueses

9

97º


97ยบ


Oficiais do Concurso Show Officials Juri de Terreno Presidente João Moura / POR

Juiz Estrangeiro

Assistentes Director de Pista José Santos / POR Alberto Llorens Mulet / ESP

Stephan Ellenbuch / GER

Comissário Chefe

Membros Jon Doney / GBR Ana Maria Jordão / POR João Gilbert Reinas / POR

António Lopes Mateus / POR

Director de Pista

Bernardo Costa Cabral / POR

Comissários Dinário Seromenho / POR Cristina Alves / POR Nuno Montefalco / POR Patricia Passos / POR

Comissão Veterinária Presidente José Prazeres / POR

Delegado Veterinário Estrangeiro Jean-Elie Hennau / BEL Membro Maria Antónia Nabais 11

Veterinário Tratamento Rita Costa Cabral / POR 97º


Comissão Organizadora Organising Commitee Presidente • José Manuel Figueiredo Director do Concurso • Manuel Ataíde Secretariado do Concurso • Felicidade Tarelho • Nélia Ramalho Costa • Ângela Nunes Comunicação • Diana José de Mello • Miguel Costa Dias PRÉMIOS ESPECIAIS: Melhor cavaleiro do CSIO de Lisboa • Troféu 90 Anos FEP Melhor cavaleiro português do CSIO de Lisboa • Toque Topo de Gama GPA: modelo 4S Red Inner Shell (Modelo masculino) ou First Lady Inner Shell (Modelo femenino)

Países Participantes / Countries Belgium | Brazil | Canada | Chile | France | Great Britain | Germany | Ireland | Italy | Korea | Luxembourg | Mexico | Norway | Portugal | Spain | Sweden

12

97º

Melhor cavalo nascido em Portugal • Prémio ATM Horsetrucks-Voucher e Troféu Melhor cavaleiro português do Grande Prémio • Medalha e livro comemorativo dos 130 anos do escultor Delfim Maya (Vencedor GP CSIO de Lisboa em 1916)


13

97ยบ


BALOUBET DU ROUET

CSIO de LISBOA 2017 Baloubet du Rouet é um garanhão Selle Français nascido na Normandia a 8 de Maio de 1989. Criado por Louis Fardin no “Haras du Rouet” é hoje aos 28 anos, considerado o melhor cavalo de saltos de obstáculos de todos os tempos, dado o seu palmarés. Esta distinção resulta do impressionante percurso desportivo deste garanhão. De um extenso rol de vitórias em provas de alto nível, que começa aos sete anos com a conquista do campeonato de França deste escalão, destacase o feito inédito da conquista dos três títulos consecutivos em campeonatos do Mundo de Saltos de Obstáculos, tendose tornado nos três anos que se seguiram por duas vezes vice-campeão e alcançado um terceiro lugar. Conquista ainda, a medalha de bronze por equipas nos Jogos Olímpicos de Sidney em 2000 à qual se seguiu o por todos ambicionado título Olímpico individual e a respectiva medalha de ouro em Atenas 2004. 14

97º


97ยบ


97ยบ


homenagem a: Ana Maria Ribeiro Ferreira Nascida em Lisboa, a sexta de sete irmãos de uma família que sempre cultivou o gosto pelo desporto, começou a montar aos seis anos de idade. Concorreu pela 1ª vez no C.H.I.O. de Lisboa de 1949 aos 12 anos, ganhou o seu primeiro 1º Prémio na prova de Amazonas do C.H.I.O. de Cascais nesse ano de 1949. Em 1954 passou à categoria de Seniores até ao fim da época de 1959, sendo a primeira amazona Portuguesa na alta competição de salto de obstáculos, disputando em Portugal e além fronteiras com os grandes nomes do Hipismo Mundial, nomeadamente, Brig. Henrique Callado, Cor. Neto d´Almeida, Cor. Jorge Mathias e Coronel Fernando Cavaleiro, Irmãos D’Inzeo, Paco Goyoaga, entre muitas outras estrelas que brilhavam nas pistas um pouco por todo o Mundo. As suas classificações principais, foram: 1º Prémios ...................................48 2° " ..............................................23 3° " ..............................................37 4° " ..............................................35 sendo os principais primeiros obtidos nas Caldas da Rainha em 1955, Cascais em 1956 e 1957. Madrid em 1958.

Concorreu no estrangeiro nos Concursos Hípicos Internacionais de Dublin em 1956 e 1958 e Londres em 1958 onde obteve um 4° Prémio, Madrid em 1957 classificando-se em 5° lugar na Prova de Regularidade Madrid em 1958 onde ganhou o 1º Prémio na Prova Ministério da Agricultura conquistando a Copa " Direccion General de Ganaderia, ficando em 2° lugar o campeão olímpico Italiano, Raimondo d'lnzeo Madrid em 1959 obteve um 7°, La Corunha em1959, obteve um 6° lugar. 17

O seu melhor cavalo, foi o "Zalamero", Lazão Raça Hispano-Árabe. 97º


Homenagem Coronel Carlos Campos Simples, discreto, cativante e de uma simpatia extrema, assim é o Coronel Carlos Campos. Quem o vê passar ou estar, sem o conhecer, não dirá seguramente que estamos na presença de um dos grandes cavaleiros do Hipismo Nacional. Olímpico de relevo, triunfador e campeão em várias das maiores provas de saltos de obstáculos, tanto em Portugal, como no estrangeiro, sempre foi esta a postura do Coronel Carlos Campos. A sua paixão pelos cavalos tem cerca de oito décadas. É verdade: oito décadas, já que se iniciou na equitação com apenas seis anos de idade, na região natal, em Rio de Moinhos, próximo de Abrantes. Foi uma dedicação sempre em crescendo, numa vida devotada aos cavalos, no tal amor já descrito e somente superado por aquele que dedica às suas senhoras, a esposa Maria de Jesus - a apreciada Juju e as suas três filhas, Cristina, Maria João e Teresa.

18

Neste apuramento da classe que viria a evidenciar publicamente ao longo da vida, não podemos esquecer os verdes anos emTancos, 97º

onde o seu pai prestava serviço militar ou · o trajecto no Colégio Militar, durante o seu principal período educacional. Foi por aí que se buscaram e construíram os alicerces firmes e se desenvolveu o talento nato que era facilmente reconhecível. As sucessivas e habituais notas de 20 valores em Equitação dizem praticamente tudo. Carlos Campos esteve sempre ao lado dos cavalos, recebendo cuidada instrução e praticando equitação de todo o género, entre corridas planas, corta-mato e saltos de obstáculos.

A decisão para abraçar a carreira militar surgiu com naturalidade e ainda mais premente foi a arma escolhida, pois não podia ser outra do que Cavalaria. Quem teve o privilégio de acompanhar a longa carreira do Coronel Carlos Campos pôde apreciar o que é um equitador de excelência, numa versatilidade exuberante que se estendia pelo Ensino, Concurso Completo, Saltos de Obstáculos e até Salto em Altura, onde foi recordista nacional. As vitórias, os troféus são às centenas. Sim, às centenas. Mais de seiscentos e de todo o tipo.


Quando lhe perguntamos por cavalos que marcaram a sua carreira, brilham os olhos ao Coronel Carlos Campos quando fala da sua “UIIa de Lâncome”, uma égua de origem francesa, num conjunto que deu brado no hipismo nacional e internacional. Entre outras exibições e triunfos de relevo, os dois estiveram nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, onde conseguiram um excelente lugar e, até ao último fôlego, as medalhas estiveram à mão. Mesmo quando a frescura física se foi com a idade, pela lei inexorável da vida, o Coronel Carlos Campos continuou a sua existência junto dos cavalos. Reconhecido juiz de craveira internacional em diferentes especialidades, montou

ainda provas e distribuiu os conhecimentos por tantos e tantos alunos que passaram pelo seu crivo rigoroso e sabedor.

E tudo isto, este valoroso e inesquecível percurso, no tal lado grandioso que tem a sua vida, sem nunca se pôr em bicos de pés ou procurar qualquer tipo de protagonismo fosse com quem fosse. Estamos perante um daqueles casos em que a obra é tão grande e tão vasta no tempo que nada mais nos resta do que olhar com admiração e reconhecimento por tudo aquilo que esta figura ímpar fez pelo desporto ou modalidade que todos amamos: o Hipismo. Por tudo isso, pelo exemplo e pela extraordinária lição de vida, muito obrigado e bem haja Coronel Carlos Campos. 97º

19


97ยบ


97ยบ


Homenagem

DELFIM MAYA

Comemoração dos 130 anos do escultor (1886-1978). Por Maria Maya 2016 Dados biográficos

1886 - Nasce na Foz do Douro, Porto. 1907 - conclui o curso de Oficial de Cavalaria 1910-1918 - participa em vários concursos hípicos, onde obtém 10 vitórias e 91 classificações. Destacase ter vencido o Grande Prémio do Concurso Hípico Internacional de Lisboa, em 1918. 1919-1921 - vive exilado em Espanha, depois de ter fugido da prisão na sequência do Movimento Monárquico de Monsanto. Aí liga-se ao meio tauromáquico, nomeadamente relacionando-se com D. Antonio Cañero e trabalhando na Praça de Touros de Sevilha. 1921-1930 - regressa a Portugal após amnistia e ganha a vida de modos diversos: entra em concursos hípicos e corridas de cavalos, ensina equitação e faz topografia. 1930 - é deportado para o Funchal por razões políticas. Na Fortaleza de S. Tiago pinta aguarelas dos barcos que vê no porto − o que ele considera o início da sua vida artística. Meses mais tarde é amnistiado e regressa a Lisboa. 1930-1978 - tem uma intensa atividade artística, sendo o primeiro artista português a construir esculturas em ferro (e em outros metais como folha de flandres, cobre, prata, ouro), num estilo único. 1978 - morre em Lisboa.

Algumas exposições

22

1931 - Faz a 1ª exposição individual. Exposições relevantes: 1932 - participa no Salon d’Autome, no Grand Palais, em Paris. • Participa no Salon Hipique, em Paris • Expõe individualmente na Casa de Portugal, em Paris. 97º

D. Rodrigo de Costro Pereiro, 1952. ass., dai. Bronze. 65x80x85 cm Col. Museu Regional da Câmara Municipal de Sintra Mouzinho, e. 1941, ass.,n. dat., bronze, lOx60x35 crn cof.G.N.R.

1932-1958 - participa em quase todos os Salões da Primavera da Sociedade Nacional de Belas Artes, onde obtém uma 3ª e 2ª medalha em Escultura, em 1938 e 1953 respetivamente. 1934 - expõe na Joalharia Leitão, no Chiado, a primeira em que apresenta esculturas em folha de metal recortada. 1935 - expõe em Madrid e Sevilha, em Espanha. 1937 - expõe no Rio de Janeiro e S. Paulo, no Brasil. 1938 - participa na Exposição Histórico-Militar, no Palácio das Exposições no Parque Eduardo VII. Participa em diversos Salões do Estoril, onde obtém uma 2ª Medalha em Escultura (1940) e um 1º Prémio em Escultura (1949). 1944 - participa na 8ª Exposição de Arte Moderna, na Sociedade de Propaganda Nacional. 1946 - participa na 10º Exposição de Arte Moderna, no Secretariado Nacional de Informação. 1952 - participa na exposição de Artes Plásticas integrada nos Jogos Olímpicos de Helsínquia, Finlândia. 1997 - Exposição do Centenário do nascimento de Delfim Maya na Fundação Calouste Gulbenkian, na Sociedade Nacional de Belas Artes, no Museu de José Malhoa, nas Caldas da Rainha e no Celeiro da Patriarcal, em Vila Franca de Xira.


_

1

1 1

1

Equi StratH Fortificante

Alimento complementar 1 00% natural para cavalos

Rua de Coruche, 161 ¡ 2080-094 Almeirim 1t 931 4n 665 ¡ pegasus.horse.shop@gmail.com PegasusHS

O

_


PROGRAMA PROGRAMME 1º Dia Quinta-feira | 1st Day Thursday 25 de Maio | 25th May 09h00 Prova Nº 1 Competition Nº 1 Tabela A c/ Cronómetro Table A against the clock Art. 238.2.1 Altura | Height: 1.40m Total Prémios | Prize Money: 3.500€

11h30 Prova Nº 2 Competition Nº 2 Duas Fases Two Phases Art. 274.5.3 Altura | Height: 1.45m Total Prémios | Prize Money: 5.000€

14h30 Prova Nº 3 Competition Nº 3 Tabela A c/ Cronómetro Table A against the clock Qualificativa para o Grande Prémio | Qualifying for the Grand Prix Prova a contar para o Ranking FEI Longines FEI Longines Ranking Class Art. 238.2.1 Altura | Height: 1.50 Total Prémios | Prize Money: 24.600€

17h00 Prova de Convidados Nº1 National Competition Nº 1 Tabela A c/ Cronómetro Table A against the clock Altura | Height: 1.15m Prova de Convidados Nº 2 National Cometition Nº 2 Tabela A c/ Cronómetro Table A against the clock Altura | Height: 1.25m

24

97º


97ยบ


PROGRAMA 2ª Dia Sexta-feira | 2nd Day Friday 26 de Maio | 26th May 09h00 Prova Nº 4 Competition Nº 4 Duas Fases Two Phases Art. 274.5.3 Altura | Height: 1.40m Total Prémios | Prize Money: 3.500€

11h30 Prova Nº 5 Competition Nº 5 Tabela A c/ uma Barrage Table A w/ one Jump-off Art. 238.2.2 Altura | Height: 1.45m Total Prémios | Prize Money: 6.000€

14h30 Prova de Convidados Nº 3 National Competition Nº 3 Duas Fases Especial Two Phases Special Art. 274.5.6 Altura | Height: 1.15m Prova de Convidados Nº 4 National Competition Nº 4 Duas Fases Especial Two Phases Special Art. 274.5.6 Altura | Height:: 1.25m

18h00 Prova Nº 6 Competition Nº 6 TAÇA DAS NAÇÕES NATIONS CUP presented by FEP (Federação Equestre Portuguesa) Primeira Mão First Round Prova Qualificativa para o Campeonato da Europa 2017 & Jogos Equestres Mundiais 2018 Qualifier for the European Championship 2017 & World Equestrian Games 2018 Art. 264.7 Total Prémios | Prize Money: 29.800€

26

21h30 Segunda Mão Second Round 97º


97ยบ


PROGRAMA 3º Dia Sábado | 3rd Day Saturday 27 de Maio | 27th May 15h30 Prova Nº 7 Competition Nº 7 Dificuldades Progressivas c/ Joker Accumulator w/ Joker Art. 269. Altura | Height: 1.40 Total Prémios | Prize Money: 3.500 € 17h30 Prova Nº 8 Competition Nº 8 Tabela A c/ uma Barrage Table A w/ one Jump-off Qualificativa para o Grande Prémio Qualifier for the Grand Prix Prova a contar para o Ranking FEI Longines FEI Longines Ranking Class Art. 238.2.2. Altura | Height: 1.50m Total de Prémios | Prize Money: 24.600€ 21h30 Prova de Convidados Nº 5 National Competition Nº 5 Dificuldades Progressivas c/ Joker Accumulator w/ Joker Art. 269. Altura | Height: 1.15 Prova de Convidados Nº 6 National Competition Nº 6 Dificuldades Progressivas c/ Joker Accumulator w/ Joker Art. 269. Altura | Height: 1.25

4º Dia Domingo | 4th Day Sunday 28 de Maio | 28th May 11h00 Prova Nº 9 Competition Nº 9 Duas Fases Two Phases Art. 274.5.3. Altura | Height: 1.40m. Total Prémios | Prize Money: 6.000€ 15h00 Prova Nº 10 Competition Nº 10. GRANDE PRÉMIO GRAND PRIX Prova Qualificativa para o Campeonato da Europa 2017 & Jogos Equestres Mundiais 2018 Qualifier for the European Championship 2017 & World Equestrian Games 2018 Prova a contar para o Ranking FEI Longines FEI Longines Ranking Class 28

Duas Mãos Diferentes Two Different Rounds Art. 273.2.2, 3.3.1 + 4.3. Total Prémios | Prize Money: 40.000€ 97º


97ยบ


VENCEDORES GRANDES PRÉMIOS

VENCEDORES GRANDES PRÉMIOS GRAND PRIX WINNERS Vencedores do Grande Prémio dos CSIO de Lisboa CSIO Lisboa- Gran Prix Winners

30

1911

Jaime Alto-Mierim (POR)

1912

José Alverca (POR)

ATALAIA

1913

Sebastião da Cunha e Silva (POR)

FARINELO ALVEAR

CLEMANTINE

1914

Francisco Lusignam de Azevedo (POR)

1916

Carlos Marin (POR)

DINA

1917

Otavia Duarte (POR)

CIRANO

1918

Delfim Maya (POR)

MUFILO

1920

Borges e Almeida (POR)

PROFOND

1921

José Júlio de Morais (POR)

REGINALD

1922

José Júlio de Morais (POR)

REGINALD

1923

José Mousinho de Albuquerque (POR)

HEBRAICO

1924

Hermano Margaride (POR)

VENCEDOR

1925

Morais Sarmento (POR)

VOLGA

1926

Ivens Ferraz (POR)

MARCO VISCONTI

1927

Ivens Ferraz (POR)

MARCO VISCONTI

1928

Júlio García Fernández (ESP)

REVISTADA

1929

Froes de Almeida (POR)

GAILLARD

1930

Ivens Ferraz (POR)

MARCO VISCONTI

1931

Helder Martins (POR)

BELIN

1932

Abdón Turrion (ESP)

ARLESIENNE

1933

Domingos de Sousa Coutinho (POR)

ALTIVO FOSSETE

1934

José Beltrão (POR)

1935

Diego Torres (ESP)

EGALITÉ

1936

Antonio Guzmán (ESP)

BATANERO

1937

Helder Martins (POR)

PALOIA

1938

Costa Pina (POR)

MANFIELD

1939

Luigi Coccia (ITA)

D. RODRIGO

1940

Machado Faria (POR)

CHAIMITE

1941

Pascoal Rodrigues (POR)

NAMIRE

97º


1942

Reymão Nogueira (POR)

SADO

1943

Nogueras Márquez (ESP)

BATATO

1944

Henrique Calado (POR)

PAIOL

1945

Rodrigo de Castro Pereira (POR)

HOPEFULL

1946

Nogueras Márquez (ESP)

RANCHERO

1947

Helder Martins (POR)

OPTUS

1948

Marcelito Gavillán (ESP)

FORAGIDO ABANDONADO

1949

Farrusco Junior (POR)

1950

Domínguez Manjón (ESP)

VITAMEN

1951

José Alves Carvalhosa (POR)

MONDINA

1952

José Alves Carvalhosa (POR)

ESTEMIDO

1953

Henrique Calado (POR)

CARMAULO

1954

Henrique Calado (POR)

CARMAULO

1955

Henrique Calado (POR)

MARTINGIL

1956

Henrique Calado (POR)

CARAMULO

1957

Fritz Thiedemann (RFA)

FINAL

1958

Conde de Velle (ESP)

LLANERO

1959

Pat Smith (GBR)

FLANAGAN

1960

Francisco Goyoaga (ESP)

DESIRÉE

1961

Henrique Calado (POR)

KONAK

1962

Álvarez de Bohorques (ESP)

GANITA

1963

Álvarez de Bohorques (ESP)

QUIZAS

1964

Joaquim Duarte Silva (POR)

JEUNE FRANCE

1965

Jorge Mathias (POR)

JOC DE L’IILE

1966

Jean Dasque (FRA)

PREDISTINE

1967

Manuel de Malta da Costa (POR)

ALENTEJO

1968

Vasco Ramires (POR)

NAMUR DU PAYRÉ

1969

Monica Bachmann (SUI)

ERBACH

1970

Paul Weier (SUI)

WIDFEUER

1971

Paul Weier (SUI)

WULF

1972

Paul Weier (SUI)

WULF

1973

Paul Weier (SUI)

WULF

1974

Alwin Shockemohle (RFA)

WARWICH

1975

Não se realizou

1976

Carlos Campos (POR)

ULLA DE LANCOME

1979

Manuel Malta da Costa (POR)

ECAUSSEVILLAIS

31

97º


VENCEDORES GRANDES PRÉMIOS

32

1980

Diego Porres (ESP)

1981

Rutherforf Lathan (ESP)

FIDIAS

1982

Thomas Fuchs (SUI)

WILLORA

1983

Alfonso Segovia (ESP)

FEINER KERL

1984

Michel Blatton (BEL)

WAIGON

1985

Guido Dominici (ITA)

QUOVADIS

1986

Achaz von Buchawaldt (FRA)

RICARDA

1987

Não se realizou

1988

Hervé Godignon (FRA)

1989

Não se realizou

1990

Não se realizou

1991

Não se realizou

MALAMBO

MOET ET CHANDON

1992

Não se realizou

1993

George Lindeman (USA)

GÉNESIS

1994

Paul Esterman (SUI)

PIQUET

1995

Marcus Merschformann (GER)

WUM

1996

Tim Stockdale (GBR)

TOGGI SANTAS ECHO

1997

Nick Skelton (GBR)

VIRTUAL VILLAGE SHOW TIME

1998

Gilles Bertran de Balanda (FRA)

CROCUS GRAVIERE

1999

Michel Robert (FRA)

AULETO

2000

Marley Goodman (USA)

DEGA 5

2001

Lt David O’Brien (IRL)

BOHERDEAL CLOVER

2002

Ricardo Jurado (ESP)

FALCON INTERNET GYSMO WALDROSE 10

2003

Florian Meyer zu Hartum (GER)

2004

Beat Grandjean (SUI)

RIOT GUN

2005

John Whitaker (GBR)

EXPLOIT DU ROULARD

2006

Pedro Veniss (BRA)

RICHMOND PARK

2007

Cmdt Gerry Flynn (IRL)

MO CHROI

2008

Nicolas Delmotte (FRA)

LUCCIANO

2009

Leon Thijssen (NED)

TYSON

2010

Sebastian Numminen (FIN)

CALANDRO Z

2011

Nicolas Philippaerts (BEL)

CARLOS VHPZ

2012

Luís Sabino Goncalves (POR)

IMPERIO EGIPCIO MILTON

2013

Niall Talbot (IRL)

NICOS DE LA CENSE

2014

Luís Sabino Gonçalves (POR)

IMPERIO EGIPCIO MILTON

2015

Luís Sabino Gonçalves (POR)

UCHINGO IMPERIO EGIPCIO

2016

João Chuva (POR)

ANTONIO

97º


97ยบ


34

97ยบ


97ยบ


AGRADECIMENTOS SPECIAL THANKS A SOCIEDADE HÍPICA PORTUGUESA e em especial a Comissão Organizadora do CSIO gostariam de agradecer: A todos os patrocinadores. À Câmara Municipal de Lisboa. À Federação Equestre Portuguesa. Ao Instituto Português do Desporto e Juventude. À Federação Equestre Internacional À Direcção da Pista, Júris, Juízes, Director de Concurso e Adjuntos, Comissários, Comissão de Recurso, Comissão de Honra, Comissão Veterinária e todos que ajudaram a levar a cabo este CSIO. A todos os funcionários da Sociedade Hípica Portuguesa

36

97º


37

97ยบ


www.ARY.PT ENCOMENDAS@ARY.PT '21'964 509 810

homem sonhador, que quando a vida parecia mais improvável e estranha, ele resolveu soltar as amarras do medo ...e voou. O voo da ARY tem sido um verdadeiro sucesso, já que olio em si, - - -.. importantes aspetos que a tornam especial: dedicrn;óo, rigor, qualidade e inovac;:óo. A Marca ARY aposta em produtos manufaturados por pessoas com experiencia de urna vida inteiramente dedicada a sua arte. Desde o calc;:ado, passando pela chapelaria, marroquinaria, bem como o textil, tudo artigas de altíssima qualidade e urna construc;:óo única de alto gabarito. A pequena equipa que compóe esta empresa vive de paixóo e de etapas concluídas a punho, com o cunho de cada um dos que dela participam. A ARY é urna marca 1 00% Made in Portugal, mas com os olhos colocados no Mundo.


CSIO Lisboa 2017  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you