Page 1

- Mas é impossível você fazer isso - disse a Roseira. O meu conselho é que você caminhe justamente

na direção oposta.

Ora, pois não é que vai para outro lado! Por aqui voltarei direto para a casa! Bem, então

que uma aléia.

!asserped siaM !asserped siaM ?ál ed otrep somatse áJ zed áh ál rop somassap áj són ,arO ?ál ed otreP -

Bem, esta volta conduz à colina, suponho eu.

vou tentar o

contrário. E foi o que ela fez; vagueou para cima e para baixo e experimentou curva após curva, mas, não importa o que fizesse, sempre acabava retornando para a casa. Houve até uma vez em que dobrou uma esquina mais depressa do que as outras e bateu contra a parede, antes de conseguir parar. Os livros parecem muito com os nosso livros, mas acontece que as palavras estão todas erradas, todas as letras estão ao contrário, e não consigo ler nada.

- rolhas

retorcer!

!asserped siaM !sotunim

me enganei, ele vai para o outro lado.

Alice lançou um olhar ao redor, muito surpresa. - Ora, mas eu tenho certeza de que estivemos embaixo desta árvore o tempo todo! Todas as coisas estão justamente como eram antes! - Mas é claro que estão. De que jeito você queria que estivessem? - Bem, no nosso país - disse Alice -, em geral a gente chega num lugar diferente. - Mas que país lento, esse de onde você veio! Mas por aqui, é como você vê. É necessário correr e mais correr, com o máximo de velocidade, somente para permanecer no mesmo lugar.

Bem, este caminho parece conduzir

Era o Assador e os Sacalarxugos Elasticojentos no eirado giravam; Miserágeis perfuram os Esfregachugos E os verdes Porcalhos ircasa arrobiavam. O TAGARELÃO

saca

É mais

um

Mas suponho que eventualmente chegue lá... Que engraçado! Como esse caminho parece diretamente a ela - ou, pelo menos... não,

Eu poderia ter uma visão muito melhor do jardim - disse Alice a si mesma - se pudesse chegar ao topo daquela colina.

a gatinha branca não teve culpa de coisa alguma

De uma coisa podemos ter certeza:

alice

Havia um livro sobre a mesa, perto de Alice e ela começou a folhear suas páginas a fim de encontrar alguma parte que pudesse ler.

através

- “Está tudo escrito em algum tipo de linguagem que eu não conheço!” - murmurou para si mesma.

A falta foi inteiramente do gatinho preto. - E, se você não se portar bem imediantamente - acrescentou ela -, vou enfiá-lo dentro da Casa do Espelho. O que você vai achar disso? Agora, se você ficar bem quietinho e não me interromper tanto, vou lhe contar tudo o que penso sobre a casa do espelho.

O que estava escrito era o seguinte:

do espelho

- Ora, é um livro do Espelho, naturalmente! Se eu colocar as páginas em frente a um espelho, ou até mesmo diante de um vidro com o fundo escuro, as palavras vão ficar do jeito certo e vai dar pra ler perfeitamente.

Ah, gatinho, como seria lindo se a gente pudesse atravessar o espelho e entrar na Casa do Espelho! Nesse ponto, Alice já estava em cima do tampo da lareira, embora não tivesse percebido como havia chegado lá. Sem a menor dúvida, o vidro estava derretendo, como se fosse um nevoeiro prateado e brilhante.


Alice Através do Espelho - Jornal  

Jornal em papel vegetal, com oito dobras. Trechos do livro "Alice através do Espelho" de Lewis Carroll.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you