Page 1

INFORMATIVO

CONSTRUIR AGOSTO/2019 - EDIÇÃO 11

inovação

material programável promete revolução na indústria

LEGISLAÇÃO

AS MUDANÇAS DO ESOCIAL JÁ COMEÇAram

DE OLHO NO FUTURO

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA E TENDÊNCIAS DO MERCADO


INFORMATIVO CONSTRUIR | 02

PALAVRA DO PRESIDENTE propostas pelo Governo Federal. A par r do ano que vem, esta plataforma será subs tuída por dois sistemas diferentes, mas com facilidades para as empresas que clamavam pela desburocra zação da prestação de informações trabalhistas.

Após a realização do Salão do Imóvel, que resultou em importantes negócios para o setor com o registro de um público qualificado e com intenção de compra, o Sinduscon segue com seu propósito de ampliar a oferta de serviços aos seus associados. Nesse contexto, destacamos os novos convênios firmados com o Pladisa - Planos de Saúde, e com a SPS Segurança do Trabalho, empresas sólidas que prestam serviços de qualidade e com eficiência para o setor. As vantagens são muitas, como a facilidade de deslocamento da SPS aos canteiros de obras, por exemplo, com sua unidade móvel e preços com condições especiais para as empresas associadas. Outro destaque foi a palestra promovida pelo sindicato com especialista em inteligência imobiliária abordando as úl mas tendências em consumo de imóveis, bem como o perfil do comprador brasileiro nos dias de hoje.

Salientamos, na área da saúde pública, a fundamental atenção ao controle da Dengue nos canteiros de obras, adotando as prá cas de manter as áreas livres de ambientes propícios ao acúmulo de água. A campanha DIA D segue forte e é imperioso que empresários e trabalhadores façam a sua parte, em nome da saúde cole va. A Dengue é uma doença grave!

Este tema, que é capa da nossa edição, mostra o empenho do Sinduscon em trazer temas relevantes e conectados com a atualidade aos seus associados, mas sem descuidar de assuntos igualmente importantes, como saúde pública, segurança no canteiro de obras, e legislação. A propósito, acompanhe a matéria sobre o eSocial que abordamos nesta edição de agosto, com as principais mudanças

Aproveito para agradecer a par cipação das empresas no Salão do Imóvel e também dos profissionais Bruno Pereira, ligados à cadeia produ va do Presidente do setor. Juntos somos mais forSinduscon da Foz do Rio Itajaí tes, associe-se, par cipe!

EXPEDIENTE O Informa vo Construir é o órgão oficial de comunicação do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, presidido por Bruno Pereira e com sede à Rua Samuel Heusi, 463, Centro de Itajaí, SC. Site: www.sindusconfozdorioitajai.com.br | Comercial: (47) 3398.3920 - 3361.0191 - 99113.2229 | Financeiro: (47) 3264.9639. Jornalista responsável: Marta Vizzo o - Os ar gos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião deste veículo. Foto de capa: Mari_Ana/Pixabay

PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO: VIZZOTTO EDITORA


Os membros da Comissão de Polí ca de Relações Trabalhistas (CPRT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) debateram, no mês passado, questões do setor da construção relacionadas às convenções cole vas e às mudanças nas Normas Regulamentadoras (NR’s) propostas pelo Governo Federal. Sobre as convenções cole vas no setor da construção, foi apresentado um balanço do primeiro semestre de 2019. O grupo discu u as tendências com relação a reajustes e bene cios, e as dificuldades enfrentadas pelos negociadores das en dades estaduais. Também foi muito comentada pelos presentes a importância da par cipação das empresas nas assembleias para ra ficar as cláusulas nas convenções.

Mantas Sinkevicius/Pexels

CONVENÇÕES COLETIVAS E NR’S EM DEBATE 47

9 9620-6097

brenda@jsrocupacional.com.br I

“O que nós pretendemos é desburocra zar e simplificar, assim como o governo quer. Qualquer proposta do setor é para que a gestão da prevenção seja feita de forma menos complicada, mais fácil e, por isso mesmo, mais efe va para a proteção do trabalhador”, ressaltou Fernando Guedes.

SUGESTÕES Como a CPRT/CBIC está abrindo contato direto com os entes parcipantes desse processo de revisão das normas regulamentadoras – governo, confederações – e como esse contato é permanente, os interessados podem enviar a qualquer momento sugestões à en dade, pelo e-mail cprt@cbic.org.br. Fonte: CBIC

Treinamentos em Saúde e Segurança do Trabalho (NR 35, NR 18, NR 06) Todas as normas regulamentadoras do MTE Laudos Técnicos ( PPRA, PCMSO, LTCAT e PCMAT)

Rua Manoel Rodrigues dos Passos, nº 110 - Bairro São Pedro - Navegantes/SC I

www.jsrocupacional.com.br

INFORMATIVO CONSTRUIR | 03

Em relação às Normas Regulamentadoras (NRs), o vice-presidente da área trabalhista da en dade e presidente da CPRT/CBIC, Fernando Guedes Ferreira Filho, reforçou que o setor da construção está acompanhando de perto o processo de revisão das Normas Regulamentadoras. Durante a reunião, os membros da comissão discu ram o cronograma divulgado pelo governo e os desafios que isso impõe às en dades e empresários, como um todo, por que a perspec va é de que haja uma simplificação das normas sem a redução de itens que garantam a segurança do trabalhador.


CAPA

INTELIGÊNCIA IMOBILIÁRIA E TENDÊNCIAS DO MERCADO

INFORMATIVO CONSTRUIR | 04

Gerd Altmann/Pixabay


Palestra com Marcus Araújo foi promovida pelo Sinduscon com patrocínio da Caixa, reunindo profissionais da cadeia produ va da construção civil na Intersindical de Itajaí no mês passado. In tulada “O imóvel além do imóvel”, a palestra do esta s co Marcus Araújo, fundador e presidente da Datastore, abordou como tema central as tendências e o perfil da nova geração de consumidores imobiliários, salientando a importância e a necessidade de cria vidade, de inovação e de informação estratégica para os empreendedores imobiliários.

Menos é mais, resumiu Araújo, que tem viajado pelo Brasil para compar lhar informações essenciais sobre a reinvenção do imóvel para a nova década que se apro-

CONTATO ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO Produtos nacionais e importados

Rua México, nº 2200 - Bairro das Nações - Balneário Camboriú/SC (Próx. à Creche Recanto dos Passarinhos)

(47) 9 9264-3274 (47) 9 9138-7028 (47) 3366-0647 www.ciadomarmorejc.com.br ciadomarmore@gmail.com

A tendência dos apartamentos menores, é bom que se diga, não vale apenas para os imóveis voltados às faixas de renda mais baixas. "O alto padrão não está mais relacionado ao tamanho. Isso passou", disse Araújo. Mesmo em relação aos terrenos, a metragem menor também é o que se vislumbra. "Terrenos de loteamentos fechados, a par r de 2020, devem ficar abaixo dos 250m²", declarou. Fotos: Vizzotto Comunicação

INFORMATIVO CONSTRUIR | 05

Se, no passado, morar em um apartamento grande e em condomínios com muitos itens na área de lazer era sinal de status e pres gio, a tendência agora é exatamente o contrário: área priva va reduzida, áreas de lazer mais compactas e bem equipadas, além de muitos serviços e tecnologia dão o tom dos inves mentos mais asser vos já para a próxima década.

xima. "A demanda por metragem no mercado imobiliário encurtou 15% em todo o País. As pessoas, hoje, compram aquilo que precisam", apontou o palestrante.


INFORMATIVO CONSTRUIR | 06

Entre os fatores que levam a essa tendência forte do mercado para os próximos anos, quatro se destacam: a presença crescente das mulheres no mercado de trabalho; as famílias menores, já que os casais têm menos filhos; a vida digital, que diminui a circulação das pessoas dentro dos ambientes da casa e a redução da presença dos trabalhadores domés cos, devido, entre outras coisas, ao aumento dos custos com esses empregados. Segundo o esta s co, o mercado precisa se adequar a estas mudanças das organizações familiares que impactam diretamente na expecta va dos consumidores, ávidos por novos empreendimentos. Para se ter uma ideia, pesquisa realizada em Curi ba no primeiro trimestre de 2019, com 387 famílias com renda acima de R$ 8 mil, apontou que o tamanho da família está majoritariamente em 3,3 pessoas. "O resultado é que os casais estão optando, cada vez mais, por ter apenas um filho ou, ainda, estão abrindo mão deste papel para inves r em viagens, experiências gourmet, além do convívio com um pet", afirmou o presidente da Datastore.

PINTAR É RENOVAR

www.aquarellatintas.com.br contato@aquarellatintas.com.br Centro - Navegantes, SC

Matriz:

(47) 3342-8268 (47) 9 8854-9027 Filial:

(47) 3319-1820 (47) 9 8849-0067

Instalações elétricas prediais e industriais Automação de medidores de consumo de água e gás Implantação de sistemas para controle e supervisão

47 9

9666-5050

Avenida Joaquim Couto, 1118, Gravatá / Navegantes - SC


CUB

CUB/m²

Agosto/19

COMERCIAL

PAVIMENTO

PROJETOS PADRAO

PADRAO DE ACABAMENTO Normal

Comercial, Salas e Lojas (CSL) Comercial, Salas e Lojas (CSL) Comercial Andar Livre (CAL)

08 16 08

Alto

1.718,53 2.295,84

1.864,44 2.482,46

1.976,28

2.090,92

RESIDENCIAL

TIPO

PROJETOS PADRAO

PVTS

PADRAO DE ACABAMENTO Baixo

Residencial Pré dio Popular (PP) Projeto de Interesse Social (PIS) Residencial (R) Residencial (R) CUB MEDIO RESIDENCIAL (R)

Unifamiliar Multifamiliar Multifamiliar Multifamiliar Multifamiliar

01 04 04 08 16

Normal

1.704,84 1.555,69 1.199,87 1.481,38

GALPÃO (GI) E RESIDÊNCIA POPULAR (RP1Q)

PROJETOS PADRAO Galpã o Industrial (GI) Residê ncia Popular (RP1Q)

VALOR M² 969,56 1.847,85

VARIAÇAO % 0,41% 0,44%

Alto

2.067,92 1.934,46

2.491,16

1.707,57

2.002,74

1.646,61

2.134,46

Estes custos, elaborados pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil da Grande Florianópolis, são válidos para julho de 2019. Os preços dos materiais de construção foram coletados entre os vários fornecedores da Grande Florianópolis e os valores de mão de obra pesquisados por sindicatos regionais conveniados. Os valores publicados são válidos para todo o estado de Santa Catarina, conforme a Lei 4591/64, e de acordo com o convênio irmado com o CEIC/SC.

Variaçã o %: 0,39

R$ 1.904,59 m²

CUB/m² Desonerado

Agosto/19

COMERCIAL

PADRAO DE ACABAMENTO Normal

Comercial, Salas e Lojas (CSL) Comercial, Salas e Lojas (CSL) Comercial Andar Livre (CAL)

08 16 08

1.591,70 2.126,94 1.835,84

Alto

1.734,04 2.308,71 1.949,14

TIPO

PVTS

Unifamiliar Multifamiliar Multifamiliar Multifamiliar Multifamiliar

01 04 04 08 16

VALOR M² 899,01 1.696,83

VARIAÇAO % 0,40% 0,43%

PADRAO DE ACABAMENTO Baixo

Residencial Pré dio Popular (PP) Projeto de Interesse Social (PIS) Residencial (R) Residencial (R)

PROJETOS PADRAO Galpã o Industrial (GI) Residê ncia Popular (RP1Q)

RESIDENCIAL

PROJETOS PADRAO

GALPÃO (GI) E RESIDÊNCIA POPULAR (RP1Q)

1.588,86 1.458,40 1.120,84 1.389,89

Normal

Alto

1.909,25 1.794,11

2.319,01

1.581,55 1.525,47

1.869,37 1.984,66

Nota Técnica CUB/m² Desonerado: Os valores presentes nesta tabela foram calculados e divulgados para atender ao disposto no artigo 7º da Lei 12.546/11, alterado pela Lei 12.844/13, que trata, entre outros, da desoneração da folha de pagamentos da construção civil. Eles somente podem ser pelas empresas do setor da construção civil (assim consideradas aquelas de maior receita auferida ou esperada, esteja enquadrada nos grupos 12, 432, 433 e 439 da CNAE. Salienta-se que eles não se aplicam às empresas do setor cuja atividade principal esteja enquadrada no grupo 411 da CNAE 2.0). A metodologia de cálculo do CUB desonerado é a mesma do CUB e obedece ao disposto na Lei 4591/64 e na ABNT NBR 12721:2006. A diferença diz respeito apenas à diferença dos encargos sociais incidentes sobre a mão de obra. O cálculo do CUB desonerado não considera a incidência dos 20% referentes à Previdência Social, assim como as suas reincidências.

Fachada Estrutural Glazing

SUA OBRA MERECE QUALIDADE FACHADA ESTRUTURAL GLAZING ENVIDRAÇAMENTO DE SACADA ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO VIDRO TEMPERADO

(47) 3349.2628 www.ssboxesquadrias.com.br @ssboxesquadrias Rua José Lopes, 970, Bairro Cordeiros, Itajaí/SC

PhFn~f #«P¼n 1nh£«~±P~ й Šŧ

PAVIMENTO

PROJETOS PADRAO


SEGURANÇA

INFORMATIVO CONSTRUIR | 08

CONVÊNIO FAVORECE ACESSO À SEGURANÇA DO TRABALHO

Divulgação/SPS

Pixabay.com

2122-7182 47 9 8428-0235 47

Garantimos tranquilidade e bem-estar para sua empresa, evento, condomínio e residência. Portaria / Recepção / Limpeza e Zeladoria / Manobrista prestadoratop10@outlook.com I Rua Papanduva, 71 - São Vicente - Itajaí/SC


Importante convênio foi firmado no úl mo mês em prol dos associados do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, desta vez com a empresa SPS Segurança do Trabalho. O obje vo é facilitar o acesso das construtoras a cursos legalmente exigidos para os trabalhadores da construção civil, bem como outros serviços oferecidos pela SPS. De acordo com o presidente do Sindicato, o engenheiro civil Bruno Pereira, a proposta é facilitar o acesso dos associados a serviços de segurança e medicina do trabalho, e aos treinamentos em cursos de atualização das Normas Regulamentadoras, por exemplo, reduzindo custos em condições especiais de contratação. “O tempo é um fator muito importante num cronograma de obra e tudo o que puder o mizá-lo chega como vantagem para os nossos associados”, destaca o presidente.

47

- IN 28 - Formação de Brigada de Incêndio - IN 31 - Elaboração de plano de emergência - NR 05 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - NR 06 - Uso e conservação de EPIs - NR 10 - Segurança em instalações e serviços em eletricidade - NR 11 - Operação segura de empilhadeira, transpaleteira elétrica e pá carregadeira - NR 12 - Operação segura de máquinas e plataforma elevatória - NR 17 - Ergonomia - NR 18 - Operador de elevador de obra NR 33 - Segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados NR 35 - Trabalho em altura

3348-5705

Forro de gesso mineral e gesso acartonado I Paredes em Dry Wall

Parceiro da construção civil por excelência

gessoblanco@gessoblanco.com.br I

Rua Aristides Francisco Palumbo, 401 - Dom Bosco, Itajaí/SC I

www.gessoblanco.com.br

INFORMATIVO CONSTRUIR | 09

A empresa tem seis anos de atuação no mercado, com atendimento qualificado voltado ao segmento da construção civil, além de outros setores. Há dois meses, a SPS passou a oferecer aos seus clientes uma unidade móvel. O equipamento permite a descentralização dos atendimentos, podendo se deslocar diretamente aos canteiros de obras em diversas cidades, incluindo toda a Costa Esmeralda que é a região de abrangência do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí.

TREINAMENTOS OFERECIDOS PELA SPS


Tumisu/Pixabay

BURNOUT

A SÍNDROME DO ESTRESSE CRÔNICO DO TRABALHO OMS incluiu a Síndrome de Burnout em sua classificação de doenças. É a primeira vez que o esgotamento profissional entra na classificação.

Tero Vesalainen/Pixabay

Quem conhece, sabe a diferença!

(47) 3349-6150

Forro, divisória, instalação e venda de materiais em gesso mineral e construção a seco

Rua José Correia, nº 199 Bairro Fazenda, Itajaí

JP PISOS INDUSTRIAIS POLIMENTO

polimérica para sc gessoMassaassentamento de

Galpões Calçadas

JP

Pisos Estampados Postos de Combustíveis

jolos e blocos massasuperforte www.massasuperforte.net.br oberdanbarni@gmail.com

(47) 9 9733-3533 |

(47) 9 8485-5149

Rua 2580, 300 - Balneário Camboriú/SC (Entre 3ª Av e Av Brasil)

O concreto das pequenas e

grandes obras

₇Ťŧ₈ ţţŦţ℗ŨŠũŠ ţţšũ℗ţŤţũ ʼnʼnʼn⁵ħěČùĒ ùŐ⁵ÚěĒ ⁵Øī й 1#f /n~P² ₁ £1


A Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu a Síndrome de Burnout na publicação da 11ª Revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-11). Embora não a classifique como uma doença, mas uma "síndrome conceituada como resultante do estresse crônico no local de trabalho que não foi gerenciado com sucesso", suas caracterís cas foram detalhadas no documento. A ONU já havia afirmado, em resolução anterior, que doenças rela vas à saúde mental, como depressão e ansiedade, afetam mais de 300 milhões de pessoas no mundo e que até 2020 serão a principal causa de afastamentos do trabalho. A nova classificação entrará em vigor em 1º de janeiro de 2022.

O QUE É A SÍNDROME DE BURNOUT?

"Muitos fatores podem gerar os sintomas da doença, mas o

COMO EVITAR? De forma geral, o tratamento da Síndrome de Burnout é realizado com psicoterapia, mas também pode envolver medicamentos (an depressivos e/ou ansiolí cos). De acordo com o Ministério da Saúde, o tratamento normalmente surte efeito entre um e três meses, mas pode perdurar por mais tempo, conforme cada caso.

INFORMATIVO CONSTRUIR | 11

Para a OMS, trata-se de um fenômeno ocupacional mo vado pelas condições de trabalho e que pode incapacitar o trabalhador para sua a vidade laboral. A síndrome é caracterizada por três dimensões: sen mentos de exaustão ou esgotamento de energia; aumento do distanciamento mental do próprio trabalho, ou sen mentos de nega vismo ou cinismo relacionados ao próprio trabalho, e redução da eficácia profissional.

trabalho é preponderante, porque as pessoas são expostas cronicamente a dificuldades de relacionamento com colegas e chefia, e ao risco de demissão iminente, por exemplo. O contato humano diário, comum nas áreas da saúde e educação, também é algo estressante e as pessoas expostas a essas condições, anos a fio, são mais prováveis de desenvolver esse problema", explica Rodrigo Leite, coordenador dos Ambulatórios do Ins tuto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em publicação da universidade. Apenas um profissional especializado pode diagnos car a Síndrome de Burnout. No Sistema Único de Saúde (SUS), a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) está apta a oferecer, de forma integral e gratuita, todo o tratamento, desde o diagnós co até os medicamentos.


CUIDADOS PARA UMA

Jacob Postuma/Unsplash

INFORMATIVO CONSTRUIR | 12

SAÚDE PLENA Cuidar da saúde vai além de alimentar-se bem e pra car exercícios sicos, poupando o organismo de excessos. O cuidado inclui, também, exames de prevenção e acompanhamento por quem entende do assunto. O Sinduscon da Foz do Rio Itajaí firmou convênio com o Pladisa - Planos de Saúde, oferecendo aos seus associados serviços completos. O convênio inclui consultas e atendimentos ambulatoriais, emergenciais e internação nas unidades de saúde credenciadas. As vantagens econômicas são condições especiais aos associados, com valores abaixo dos pra cados no mercado.

Licenciamento Ambiental Projetos e Estudos Ambientais Topografia e Georreferenciamento Laudos e Pareceres Técnicos Plano de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil -PGRCC

47 99191-7810

47 99791-7277

contato@geoconsult.eco.br www.geoconsult.eco.br

47 9 /marmorariaaurora

(47) 99992-1825

47 3311-3748

A primeira revenda exclusiva da Sherwin Williams de Santa Catarina, localizada na Av. Contorno Sul, 659, Itajaí, próximo ao Hospital Marieta

/auroramarmoraria

(47) 3348-6117

9633-7999 I

www.marmorariaaurora.com.br

contato@decorpaintstintas.com.br

Software de Gestão Ambiental

www.ENVIX360.com.br

A SOLUÇÃO DEFINITIVA PARA A GESTÃO AMBIENTAL DO SEU NEGÓCIO

Rua Carlos Drummond de Andrade Nº 539, Praia dos Amores Balneário Camboriú/SC contato@appix.net.br


SAÚDE PLENA O Pladisa está há 23 anos no mercado, sempre expandindo para garan r que a vida dos seus clientes não pare. O plano empresarial é pensado especialmente para cobrir as necessidades de saúde de associados e dependentes. Atualmente, mantém mais de mil credenciados, a exemplo de médicos, clínicas, laboratórios e hospitais em todo Brasil. No litoral catarinense, o credenciamento ao Pladisa soma mais de 500 profissionais.

*Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen *AME Consulta *Consulmed *CDM Mulher *Medical Center *Felizmed Centro de Saúde *Clínica Médica Fazenda

Os associados interessados em aderir ao plano de saúde Pladisa podem obter mais informações na sede do Sindicato ou pelo telefone (47) 30466207.

Aderson Cordeiros: 3341.1012 I 99983.0994 Aderson São Vicente: 3311.4554 I 99983.1067 Aderson Penha: 3398.1147 I 99983.1017

Desde 1982

Tratamento de água de chuva, de poços e fontes, incluindo águas contendo ferro e manganês. Ideal para residências, comércios e indústrias. Projetos personalizados de acordo com sua necessidade e volume de água Rua Pedro Álvares Cabral, 444 - Bairro Garcia, Blumenau/SC

9 9117-6082 47 9 8444-6969 47

INFORMATIVO CONSTRUIR | 13

“Saúde é fundamental, por isso o Sinduscon não mede esforços na oferta de opções aos seus associados, sempre em condições especiais,. Agora, temos mais esse convênio amplo e completo”, destaca o presidente da en dade, Bruno Pereira.

CREDENCIADOS AO PLADISA REGIÃO DE ITAJAÍ


Tumisu/Pixabay

INFORMATIVO CONSTRUIR | 14

A FORÇA DA CONSTRUÇÃO NO 5º SALÃO DO IMÓVEL

EXTINTORES NOVOS E RECARGAS HIDRANTE, PARA RAIO, GLP, EPI ALARME DE INCÊNDIO ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA LAUDO TÉCNICO E ART Avenida Eugênio Krause n° 152, Centro - Penha/SC

47 9 9710-6298 47 3345-1281

cemlimiteextintores@outlook.com


O evento, realizado entre 5 e 7 de julho pelo Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, superou as expecta vas dos organizadores. O Salão do Imóvel é uma vitrine da grandeza do setor da construção civil em Itajaí, apresentando e lançando empreendimentos que se destacam pela tecnologia constru va, ampla oferta e responsabilidade ambiental. A organização esteve a cargo da JG Eventos, com patrocínio do Bradesco. A qualificação do público que esteve na quinta edição do Salão do Imóvel de Itajaí foi um dos diferenciais responsáveis pelo sucesso do evento. Conforme o Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, promotor do salão, a grande oferta de imóveis com perfis diferentes, aliada aos preços promocionais para o evento, foram a tônica responsável pelos resultados posi vos registrados.

Bruno Pereira destaca, também, a pujança da economia itajaiense e a par cipação da construção nesse universo de desenvolvimento que caracteriza Itajaí como a segunda economia do Estado. "É um setor de empreendedores, pessoas que incansavelmente enfrentam as adversidades econômicas do nosso País e seguem gerando empregos, apostando em seus projetos e mantendo a roda da economia em movimento", enfa za.

CONSTRUÇÃO CIVIL DE ITAJAÍ EM NÚMEROS Período: Janeiro/2017 a maio/2019 - 823 obras entregues - 906,5 mil metros quadrados construídos - R$ 1,5 bilhão inves dos - R$ 60,9 milhões – Impostos e taxas municipais gerados - R$ 90,3 milhões - Total de impostos federais gerados diretamente

O SETOR Itajaí tem na construção civil um segmento forte, focado no EMPREITEIRA DE MÃO DE OBRA

47 3248-5899 47 9 9204-4406 www.nantesecia.com.br comercial@nantesecia.com.br

Somos a melhor solução para seu ambiente!

Rua Silvestro Moser, 205 - Cordeiros, Itajaí/SC

Orçamento sem compromisso! Sidnei Cantoneira I Sanca I Luz direta e indireta Forro liso I Divisórias I Colunas Gesso acartonado (Drywall)

(47) 9 9118-9298 (47) 3365-0287 scgesso@hotmail.com

Rua Lima, nº 436 - Bairro Santa Regina III - Camboriú/SC

INFORMATIVO CONSTRUIR | 15

O presidente do Sinduscon, engenheiro civil Bruno Pereira, informa que o público presente ao salão pôde ser considerado bastante qualificado. ‘’As pessoas que es veram no evento sabiam o que queriam; estavam procurando um imóvel dispostas a efe var a compra. Foram ofertas para todos os públicos, com preços e condições para todos os bolsos. As construtoras abertas a negociar e encontrar o melhor caminho para efe var a assinatura dos contratos também foi um diferencial bastante posi vo”, revela o presidente.

desenvolvimento e na geração de empregos e renda. Segundo dados do Sinduscon, cerca de 6% dos empregos formais da cidade são gerados direta e indiretamente pelo setor, com 5,3 mil postos de trabalho. Considerando famílias com média de quatro pessoas, são quase 22 mil pessoas vivendo da a vidade que injeta, mensalmente, em torno de R$ 10 milhões na economia local, movimentando comércio e serviços.


NORMAS TÉCNICAS DA ABNT /CONSTRUÇÃO SÃO ALTERADAS

INFORMATIVO CONSTRUIR | 16

As normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em consulta nacional, publicadas e confirmadas no período de junho/julho de 2019, podem ser acessadas no Bole m de Normas, elaborado conjuntamente pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), com a correalização do Senai Nacional, como uma das ações do Grupo de Acompanhamento de Normas Técnicas (Gant) da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produ vidade (Comat) da CBIC. As informações estão atualizadas no Portal Normas Técnicas da Construção – CBIC, onde podem ser ob das/consultadas. Acesse as normas e fique por dentro dos processos de normalização da ABNT.

NORMAS EM DESTAQUE CONSULTA NACIONAL ABNT/CB-018 – Projeto de norma ABNT NBR 11768-1, que trata de Adi vos químicos para concreto de cimento Portland – Requisitos (até 05/08/2019) ABNT/CB-018 – Projeto de norma ABNT NBR 16790, que trata de Pisos assentados de placas de concreto – Requisitos e procedimentos (até 05/08/2019) ABNT/CB-018 – Projeto de norma ABNT NBR 13528-1, que trata de Reves mento de paredes de argamassas inorgânicas – Determinação da resistência de aderência à tração – Requisitos gerais (até 12/08/2019)

PUBLICADAS ABNT/CB-018 – Versão corrigida da ABNT NBR 7211, que trata de Agregados para concreto – Especificação (em 25/06/2019) ABNT/CB-002 – ABNT NBR 14653-1, que trata de Avaliação de bens – Procedimentos gerais (em 27/06/2019)


LEGISLAÇÃO

CLT PODERÁ SER ALTERADA POR MEDIDA PROVISÓRIA A Comissão Mista da Câmara Federal que analisa a Medida Provisória (MP) 881/2019, da “Liberdade Econômica”, aprovou as mudanças do eSocial e alterou regras trabalhistas. De acordo com o Poder Execu vo, o texto da MP tem como obje vos recuperar a economia, garan r inves mentos em educação e tecnologia, possibilitar a desestazação e resolver questões concretas de segurança jurídica. Entre as 301 emendas apresentadas pelos deputados à MP 881/2019, 126 delas foram acolhidas, integral ou parcialmente, pelo relator, o deputado Jerônimo Goergen.

As Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPAs) também poderão deixar de ser obrigatórias, mas somente diante de situações específicas. As alterações dividem opiniões e como a Medida Provisória tem validade somente até 10 de setembro, as propostas poderão se ex nguir, caso a Câmara Federal e o Senado, as casas que compõem o Congresso Nacional, não votem a MP até esta data. Com informações da Agência CBIC Michael Gaida/Pixabay

INFORMATIVO CONSTRUIR | 17

Destaca-se nesta medida a alteração de diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), criada pelo Decreto-Lei 5452, de 1943. O texto prevê, por exemplo, que a legislação trabalhista só será aplicada em bene cio de empregados que recebam até 30 salários mínimos. A medida provisória também prevê a adoção da carteira de trabalho digital e autoriza o trabalho aos domingos e feriados, sem necessidade de permissão prévia do poder público.


Raw Pixel/Pixabay

INFORMATIVO CONSTRUIR | 18

NOVO eSOCIAL. E AGORA, O QUE MUDA?

A modernização do eSocial foi anunciada no mês passado e o sistema será alterado a par r de janeiro/2020. A plataforma digital será subs tuída por dois sistemas: ao invés de transmi r todos os eventos para o mesmo ambiente, as informações trabalhistas e previdenciárias passarão a compor um sistema, e as informações tributárias outro.


A par r das mudanças, haverá uma redução substancial nas informações prestadas pelos empregadores: serão requeridas apenas as informações que promovam a efe va subs tuição de uma obrigação acessória, desde que não sejam redundantes ou que não constem nas bases de dados do governo. Haverá, portanto, uma redução grande no número de campos e exclusão de eventos inteiros. Foram ouvidos os usuários e desenvolvedores, iden ficados e atacados os principais pontos que traziam complexidade para o sistema. Entre outras mudanças, foram propostas: a possibilidade de u lizar uma tabela padrão de rubricas, sem a necessidade de cadastramento de rubricas próprias; a eliminação de tabelas de cargos, funções e horários; a desnecessidade de cadastramento de processos judiciais para assuntos não relacionados a tributos/FGTS.

As mudanças passarão a vigorar a par r de janeiro/2020, mas desde já haverá alterações no sistema atual: será disponibilizada o mais breve possível a reformulação do eSocial, por meio de uma revisão no seu leiaute, flexibilizando regras que emperram o fechamento da folha, além de dispensar a apresentação de diversas informações hoje obrigatórias. Para fazer isso de imediato sem impactar os empregadores, foram tornados faculta vos diversos campos que serão eliminados. Na prá ca, os empregadores poderão, desde logo, deixar de prestar tais informações consideradas dispensáveis.

Posso deixar de informar o eSocial? Não. O eSocial não está suspenso. Con nuam em vigor todos os prazos vigentes para o envio das informações. Apenas novos dados, novas fases, não serão solicitados até a mudança para o novo sistema. E isso será fundamental para a subs tuição de outras obrigações: além da DCTFWeb em subs tuição à GFIP, bem como a u lização dos dados do eSocial para concessão de bene cios previdenciários pelo INSS e Seguro Desemprego que já estão em vigor - foi anunciada a Carteira de Trabalho Digital. Tudo o que está sendo informado ao eSocial servirá para a subs tuição de obrigações acessórias, mas para que isso possa ocorrer, é fundamental que o sistema seja con nua-mente alimentado. Fonte: Portal eSocial

INFORMATIVO CONSTRUIR | 19

Campos opcionais, como números de documentos pessoais, serão excluídos da estrutura dos eventos pois traziam dúvidas para os empregadores. O Governo Federal ressalta que todo o inves mento feito pelas empresas e profissionais (aquisição de sistemas, treinamento, capacitação, etc.) será respeitado. Para isso, será man da a forma de transmissão de dados via web service, e haverá aproveitamento da iden ficação dos eventos e sua integração. Contudo, as regras serão mais flexíveis, e será muito mais fácil concluir o envio da informação, reduzindo ao mínimo os erros decorrentes de informações incorretas.

Quando passa a vigorar o novo eSocial?


DE OLHO NA LEI

STJ AFASTA TRIBUTAÇÃO EM PERMUTA DE IMÓVEIS

INFORMATIVO CONSTRUIR | 20

Laudelino João da Veiga Ne o* (OAB/SC 20.663)

proferidas pelo país, tendo em vista que o entendimento aplicado pela Receita Federal é no sen do contrário, ou seja, haveria a incidência de tributos nas operações de permuta para empresas do lucro presumido, de modo que a regra de não incidência produziria efeitos tão somente para as empresas optantes pelo regime do lucro real.

Em recente decisão ao analisar recurso especial, o Superior Tribunal de Jus ça decidiu pela não incidência de tributos nas operações que envolvam permutas imobiliárias sem torna, pra cadas por sociedades empresárias que apuram a Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) e o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) no regime de tributação pelo lucro presumido.

Restou decidido ainda que, tão somente nas operações de permuta que envolvam torna, haverá tributação de IRPJ e CSLL sobre aquele valor recebido. A operação de permuta imobiliária é uma das transações mais comum no ramo imobiliário, u lizadas pelas construtoras no intuito de não precisar dispor de grandes quan as do seu caixa para iniciar as suas obras.

Tal decisão acaba por confirmar o entendimento que já vinha sendo aplicado pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF4), onde não se poderia equiparar a permuta com as operações de compra e venda de imóveis para fins de tributação. O entendimento favorável aos contribuintes segue a linha de raciocínio de que, nesses casos específicos, não há faturamento, lucro ou receita na troca de imóveis.

Ao conceder o mesmo tratamento às empresas do lucro presumido, equiparando-as às empresas do lucro real nessas transações, o STJ acaba por gerar precedente que beneficia todas as empresas do ramo imobiliário, resultando em grande impacto econômico, principalmente pelo fato de permi r que as empresas que realizaram essas operações nos úl mos cinco anos, possam buscar o poder judiciário para res tuírem os valores que pagaram de forma indevida, devendo cada caso ser analisado de forma específica.

Muito embora o caso decidido pelo STJ tenha aplicação específica para o contribuinte que apresentou o recurso, pode-se considerar uma vitória de extrema importância, que tende a nortear as demais decisões a serem

*Par cipação:Thiago Pereira Seára (OAB/SC 33.285)


LEITURA

Acompanhe as dicas de leitura garimpadas especialmente para você!

O PODER DA AUTORRESPONSABILIDADE Paulo Vieira

Muitas pessoas têm consciência de que precisam assumir as rédeas da própria vida, porém não sabem como fazer isso na prá ca. Este livro é um manual que apresenta a metodologia das seis leis para a conquista da autorresponsabilidade, de modo que o leitor assuma o comando de sua vida. Aplicando esse conceito, você será capaz de levar alta performance à vida pessoal e profissional, saindo de um estado não sa sfatório para uma vida de abundância e de sucesso.

INFORMATIVO CONSTRUIR | 21

COMO AS DEMOCRACIAS MORREM

Fonte: Amazon.com

Steven Levitsky e Daniel Zibla

Democracias tradicionais entram em colapso? Essa é a questão que Steven Levitsky e Daniel Zibla – dois conceituados professores de Harvard – respondem ao discu r o modo como a eleição de Donald Trump se tornou possível. Sucesso de público e de crí ca nos Estados Unidos e na Europa, esta é uma obra fundamental para o momento conturbado que vivemos no Brasil e em boa parte do mundo e um guia indispensável para manter e recuperar democracias ameaçadas.

A SEGURANÇA QUE SUA OBRA MERECE

(47) 3346-4611 www.gomespremoldados.com.br I

@prefabricadosgomes I

Itajaí/SC


4D

Gerd Altmann/Pixabay

INFORMATIVO CONSTRUIR | 22

MATERIAIS PODEM REVOLUCIONAR A INDÚSTRIA


Imagine materiais inteligentes e programáveis que podem se transformar de uma esponja macia a uma tábua de madeira resistente em poucos segundos. Os engenheiros da Rutgers University – New Brunswick, nos Estados Unidos, criaram materiais leves e flexíveis com impressão 4D. A pesquisa foi publicada na revista Materials Horizons e descor na uma série de possibilidades de aplicação, como a indústria da construção civil.

“Acreditamos que essa interação sem precedentes de ciência dos materiais, mecânica e impressão 3D criará um novo caminho para uma ampla gama de aplica vos interessantes que melhorarão a tecnologia, a saúde, a segurança e a qualidade de vida”, diz Lee. Os engenheiros criaram uma nova classe de “metamateriais” - materiais projetados para ter propriedades incomuns que não são encontradas na natureza. A palavra metamateriais é derivada da palavra grega “meta”, que significa “superior” ou “além”. Anteriormente, a forma e as propriedades dos metamateriais eram irreversíveis quando eram fabricadas,

A rigidez pode ser ajustada mais de cem vezes em condições entre 22 graus (temperatura ambiente) e 90 graus Celsius, permi ndo um grande controle. Os materiais podem ser reformulados para uma ampla variedade de propósitos. Eles podem ser temporariamente transformados em qualquer forma e depois devolvidos à sua forma original quando aquecidos. O caráter programável do material vem da possibilidade de regular a temperatura - para mais ou para menos permi ndo sua aplicação de forma bastante ampla. O principal autor do estudo é Chen Yang, um estudante de doutorado no laboratório de Lee. Os coautores incluem Manish Boorugu, Andrew Dopp, Jie Ren, Raymond Mar n e Daehoon Han - todos atuais ou ex-alunos da Rutgers - e o professor Wonjoon Choi da Universidade da Coreia. Rutgers University

INFORMATIVO CONSTRUIR | 23

A impressão 3D constrói o material camada por camada, enquanto a 4D é baseada nesta tecnologia, mas com uma grande diferença: usa materiais especiais e designs sofis cados para imprimir objetos que mudam de forma de acordo com as condições ambientais, sendo a temperatura o ga lho da mudança, explica Howon Lee, professor assistente do departamento de Engenharia Mecânica e Aeroespacial da universidade. O tempo é esta quarta dimensão que permite que os materiais ganhem uma nova forma.

mas os engenheiros da Rutgers podem ajustar seus materiais de plás co com o calor, de modo que ficam rígidos quando a ngem determinada temperatura ou se tornam macios como uma esponja.


NBR 15.565

CURSO SOBRE NORMA DE DESEMPENHO ATUALIZA CONHECIMENTOS

INFORMATIVO CONSTRUIR | 24 20

Divulgação/Sinduscon

Treinamento aconteceu na sede do Sinduscon, em Itajaí, e ofertou preços especiais aos associados. A Norma de Desempenho é, hoje, um dos principais indicadores de ‘excelência’ no mercado habitacional brasileiro

O Sinduscon da Foz do Rio Itajaí promoveu, em 1º de julho, o curso em NBR 15.575 – Norma da Desempenho. O treinamento foi ministrado pelo instrutor José Antônio Poli e aconteceu na sede da en dade em Itajaí. Com carga horária de oito horas, o curso contou com a presença de 13 alunos, foi uma parceria entre a en dade e a empresa i9 Consultoria e Treinamento, e associados ao sindicato veram desconto no valor do curso. A NBR 15.575 entrou em vigor em 2013 no Brasil e chegou para trazer maior segurança jurídica nas relações de negócios entre vendedores e clientes do mercado imobiliário. Com atualizações importantes para garan r a qualidade e a segurança das obras e edificações, a norma discorre sobre conforto e qualidade em cada aspecto que integra um imóvel, a exemplo da estrutura, parte de vedações, pisos, instalações e coberturas. As discussões acerca da Norma de Desempenho começaram em 2000 e contaram com a ampla par cipação da sociedade e setor produ vo, tornando-se um marco para a sociedade e o mercado habitacional. Conhecida como um dos principais indicadores de excelência para uma edificação, a NBR 15.575 é a primeira a tratar do tema no Brasil, apontando responsabilidades para ambos os lados: construtores – que passam a seguir diretrizes na hora de edificar e entregar a obra – e consumidores, que também precisam seguir normas de urso, conservação e manutenção.

Profile for Editora Vizzotto

Informativo Construir - Agosto/2019  

Órgão oficial de comunicação do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, mensal, com notícias sobre a entidade e sua base territorial, compreendida p...

Informativo Construir - Agosto/2019  

Órgão oficial de comunicação do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, mensal, com notícias sobre a entidade e sua base territorial, compreendida p...

Advertisement