Page 79

MARIN, A. J. Educação, Arte e Criatividade: estudo da criatividade não-verbal. São Paulo, Pioneira, 1976. MARTINÉZ, M. A. Criatividade, personalidade e educação. Campinas, SP: Papirus, 1997. MAY, R. A coragem de criar. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982. NOVAES, M. H. Psicologia da criatividade. Rio de Janeiro, Petrópolis: Vozes, 1971. OSTROWER, F. Criatividade e processos de criação. Rio de Janeiro, Petrópolis: Vozes, 1987. OSTROWER, F. Acasos e criação artística. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1999. SANTOS, L. M. dos; GIGLIO, Z. G. Psicodinâmica da criatividade. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 6, n. 1, p. 135-147, jan./jul. 1989. SAVIANI, D. Escola e Democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação. São Paulo: Cortez, 2000. TAYLOR, C. W. Criatividade: Progresso e Potencial. São Paulo: IBRAS, 1976. TORRANCE, E. P.; TORRANCE, J. P. Pode-se Ensinar Criatividade? São Paulo: EPU, 1974. TORRANCE. E. P. Criatividade, medidas, testes e avaliações. São Paulo: Ibrapa, 1976.

VYGOTSKY. Pensamento e Linguagem. Trad. Jéferson Luiz Camargo, José Cipolla. São Paulo: Martins Fontes, 1989. VYGOTSKY. A Formação Social da Mente. Trad. José Cipolla Neto, Luiz Silveira Mena Barreto, Solange Castro Afeche. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

Ensino e Profissão Docente

VYGOTSKY. La Imaginación Y El Arte En La Infancia. Madrid: Akal Editor, 1982.

79

Ensino e profissão docente - Edição Comemorativa aos 25 anos da Jornada Nacional de Educação  

Organizadores: Noemi Boer, Diego Carlos Zanella, Sandra Cadore Peixoto Centro Universitário Franciscano © Editora UNIFRA 2016