Page 169

Ensino e Profissão Docente

sociedade democrática, valorizando a relação homem-natureza, bem como o exercício da cidadania. Refletindo acerca desses princípios, percebe-se que a EA se tornou um instrumento em potencial ao inserir essas discussões no âmbito escolar. Isso sugere que a formação inicial e continuada de professores se direcione para essa realidade, fazendo uma rearticulação das práticas pedagógicas, voltando-se para uma educação humanizadora, dialética, crítica e equilibrada ecologicamente (GONZÁLES-GAUDIANO, 2005; JUNGES, 2010; LUZZI, 2012). Na análise de atividades de EA desenvolvidas por professores da Educação Básica, Boer (2007) constata, no grupo estudado, que esses não fazem referências à interdisciplinaridade. Todavia, pela forma como relatam suas atividades, é possível perceber que, intuitivamente, procuram agir de forma interdisciplinar. Fazenda (1998) entende que determinadas práticas interdisciplinares têm caráter intuitivo. Nesse caso, segundo a autora, impera a circulação de conceitos e esquemas cognitivos sem consistência ou apenas disciplinarmente consistentes, portanto, insuficientes para agir ou pensar interdisciplinarmente de maneira explícita. De acordo com Fazenda (2005), há a exigência de o professor conhecer a história e os conceitos fundamentais de sua disciplina para significar e dar significado a esses conhecimentos. Este mesmo princípio se aplica ao ensino de EA, mesmo não se constituindo em uma disciplina e sim um tema transversal ao currículo. A contextualização histórica do conhecimento pode auxiliar o entendimento de conceitos, a integração de conteúdos e a compreensão da realidade do mundo pelo aluno. Diante disso, é possível inferir que a prática pedagógica interdisciplinar só é possível a partir de uma dimensão interdisciplinar do professor que, como ser humano, conhece e relaciona sua história de vida com os conteúdos que trabalha. As metodologias utilizadas no ensino de EA, descritas em trabalhos analisados por Boer (2007), compreendem um conjunto de métodos e técnicas variadas e adaptadas ao público envolvido. Nas atividades que envolvem escolares, além das atividades de sala de aula, são citadas as saídas de campo, as trilhas interpretativas, as visitas a parques, zoológico, leitura orientada de textos, trabalhos com imagens, desenhos, projeção de filmes, narrativas de experiência, discussão em grupo, entre outras metodologias. Com frequência, as atividades de EA são vistas como atividades extraclasse, desenvolvidas ao ar livre, em projetos que envolvem conceitos de bacia hidrográfica, utilização de resíduos sólidos (lixo), construção de composteira com a finalidade de

169

Ensino e profissão docente - Edição Comemorativa aos 25 anos da Jornada Nacional de Educação  
Ensino e profissão docente - Edição Comemorativa aos 25 anos da Jornada Nacional de Educação  

Coleção Ensino e Educação - Volume 1 Organizadores: Noemi Boer, Diego Carlos Zanella, Sandra Cadore Peixoto Centro Universitário Franciscan...

Advertisement