Page 156

aniquiladoras da emancipação e do livre pensamento. A prática experiencial do êxodo é uma atitude fundante e fundamental de transformação. Na tarefa de tirar o povo de uma situação de alienação, de opressão e de escravidão e conduzi-lo para uma nova possibilidade, transcende a indução divina, na sensibilidade humana, para a retomada do projeto de cuidar do grande jardim. É uma experiência profunda de liberdade. Libertar-se da canga e da carga para pensar livremente na condição de sua vida e na condução da sociedade fraterna. Essa, enfim, continua sendo a tarefa do professor na atual sociedade de pensamento líquido e de alienação à materialidade. É transpor e construir conhecimento da razão e transcender para a esfera humana da sensação e do sentimento “visando ao pleno desenvolvimento da pessoa” (Constituição da República Federativa do Brasil, 1988, no artigo 205) e ao cuidado para com a Terra. Para refletir um pouco mais sobre a tarefa de transpor e construir conhecimento e transcender para além da razão e intuir na esfera humana da sensibilidade e do sentimento na educação, neste texto, busca-se o exemplo de São Francisco de Assis. Evidencia-se o contexto histórico medieval com o objetivo de descrever algumas concepções de Francisco sobre a natureza e a sociedade, em seu universo de vida e de filosofia, e destacar a utopia da fraternidade para a educação e para a possibilidade de um novo mundo.

Metodologia A metodologia está embasada no estado da arte e na perspectiva da pesquisa qualitativa. As principais obras de referências utilizadas no trabalho remetem aos comentadores da história de São Francisco de Assis. Para a abordagem da sociedade contemporânea, foram consultadas as obras de Zygmunt Bauman e de Milton Santos, especialmente, aquelas que se referem à modernidade líquida e à globalização, respectivamente.

Ensino e Profissão Docente

O mundo tal como ele é

156

A sociedade contemporânea, frequentemente, tem sido criticada pelo excesso de apego aos modismos, ao consumismo e ao racionalismo. A produção em massa, a liberalização dos costumes e a livre indagação “democratizaram”, por exemplo, o modo de se vestir. No entanto, o apelo à democracia, à liberdade individual e os modismos

Ensino e profissão docente - Edição Comemorativa aos 25 anos da Jornada Nacional de Educação  
Ensino e profissão docente - Edição Comemorativa aos 25 anos da Jornada Nacional de Educação  

Coleção Ensino e Educação - Volume 1 Organizadores: Noemi Boer, Diego Carlos Zanella, Sandra Cadore Peixoto Centro Universitário Franciscan...

Advertisement