Page 150

Ensino e Profissão Docente

Considerações finais

150

Entendemos que ainda é o sistema capitalista que direciona muitas das práticas atuais em nossa sociedade. Por trás dos seus discursos, há o real objetivo de transformar os homens em seres úteis e dependentes dos meios de produção vigente. À medida que os indivíduos se tornam parte de uma sociedade “harmônica”, e percebem-se como parte dessa engrenagem, na qual exercem um ofício, um trabalho e percebem-se úteis e necessários, ocorre a conformação da classe trabalhadora. Ou seja, tornar-se-ão dominados acreditando serem indivíduos com papéis importantes no meio em que vivem. É certo que mudanças têm de ocorrer, mas não se pode esperar mudanças embasadas no ideal ou no imaginário. Somente se podem esperar mudanças após se fazer uma releitura dos diferentes fatores que interferem na vida das pessoas e interferem nas ações de diferentes famílias. Não se pode querer que os indivíduos priorizem a escola, o estudo e o investimento intelectual quando não há alimento para colocar na mesa, quando lhes faltam condições de saúde, habitação; quando convivem com o submundo das drogas, prostituição, desigualdade e desesperança. A educação tem um papel decisivo para a promoção de mudanças de comportamento e melhoria na qualidade de vida da população em geral, e principalmente naqueles de baixa renda. Mas não podemos responsabilizar apenas a educação. Faz-se necessário a união de todos: entidades públicas e privadas, como clubes de serviços, associações de bairros das diferentes áreas, trabalhando por objetivos comuns. É importante que todos reconheçam e tenham acesso a seus direitos e deveres. É fundamental que todos tenham seus direitos respeitados, mas que saibam que seus deveres serão cobrados. Ao concluir este estudo sobre educação como mola propulsora para o processo de desenvolvimento humano e voltada para a construção do conhecimento, e principalmente para a formação da consciência cidadã, ressaltamos que o homem só será efetivamente cidadão quando estiver integrado à sociedade, ao mercado de trabalho, exercendo uma participação mais ativa e crítica da vida social e política, promovendo o crescimento pessoal e da sociedade em que está inserido.

Ensino e profissão docente - Edição Comemorativa aos 25 anos da Jornada Nacional de Educação  

Organizadores: Noemi Boer, Diego Carlos Zanella, Sandra Cadore Peixoto Centro Universitário Franciscano © Editora UNIFRA 2016