Page 138

Ensino e Profissão Docente

Os bolsistas de Letras realizaram um projeto de criação de um jornal. A produção do jornal da escola teve como marco inicial a visitação ao NIC – Núcleo Integrado de Comunicação da UNICRUZ, para que os alunos conhecessem o que implicava elaboração de um jornal. A partir desse momento, realizaram-se oficinas de elaboração, montagem, organização, escolha do nome do jornal que seria produzido pela turma de alunos do ensino médio, orientados pelas bolsistas. Dentre as temáticas exploradas estava a questão do meio ambiente. Com o subprojeto de Pedagogia, articulando-se a Letras e Educação Física, realizou-se o planejamento e construção do Espaço Ludo-pedagógico na escola, por meio da confecção de variados jogos. Recorrendo à literatura infantil e atividades lúdicas, foi oportunizada a vivência de momentos prazerosos de aprendizagem, a partir da exploração do teatro em sala de aula. Essas atividades tiveram como objetivo geral desenvolver a atenção e concentração, o pensamento lógico, a percepção tátil e visual e o enriquecimento da linguagem. Ainda exemplificando ações educativas integradoras das diferentes áreas desencadeadas com o intuito de promover o desenvolvimento da cultura, foi realizado um trabalho de expressão artística e interpretação, com alunos do ensino fundamental, a partir de palestra ministrada pela professora Dra. Maria Aparecida Santana Camargo, a respeito da “Vida e obra do artista plástico Saint Clair Cemin”. Seguindo os pressupostos freireanos, o trabalho desenvolvido pelo PIBID-UNICRUZ tem objetivado a autonomia dos licenciandos, futuros educadores, que atuam como bolsistas de iniciação à docência, bem como dos alunos da educação básica que participam do programa. Da mesma forma, a proposta educativa, como um todo, procura promover a reflexão contínua acerca da prática pedagógica, aliando teoria e prática, na compreensão da verdadeira práxis pedagógica, sempre em busca de soluções para os problemas encontrados no âmbito escolar, bem como da compreensão do educador e educando como agentes coparticipantes da educação e não expectadores do processo. Como destaca Bolzan (2002), referindo-se ao professor que

138

[a]o refletir sobre sua ação pedagógica, ele estará atuando como um pesquisador da sua própria sala de aula, deixando de seguir cegamente as prescrições impostas pela administração escolar (coordenação pedagógica e direção) ou pelos esquemas preestabelecidos nos livros didáticos, não dependendo de regras, técnicas, guias de estratégias e receitas decorrentes de uma teoria pro-

Ensino e profissão docente - Edição Comemorativa aos 25 anos da Jornada Nacional de Educação  

Coleção Ensino e Educação - Volume 1 Organizadores: Noemi Boer, Diego Carlos Zanella, Sandra Cadore Peixoto Centro Universitário Franciscan...

Advertisement