Issuu on Google+

arquitetura

construção

decoração

paisagismo

EDITORA

Ano 9 nº 35 FEV | MAR | ABR Sorocaba | 2012 R$ 10,00

CASACOR

TRIO

Bom gosto em dose tripla

ARQUITETURA

SONORA Inovação italiana

UM PARAÍSO para chamar de lar

E D I Ç ÃO E S P E C I A L M O M E N TO I TÁ L I A B R A S I L


E��������

Um reconhecimento merecido! A Embaixada Italiana escolheu e premiou a revista Habitare com uma viagem à Itália para conhecer empresas moveleiras na região da Toscana! Com editorial forte e com muitas matérias sobre a Itália, fomos escolhidos, e esse reconhecimento nos deixa muito felizes. Isso é fruto de muito trabalho e dedicação. Confiram na matéria A Toscana Vista de Perto.

E por falar em premiação, também premiamos alguns profissionais com uma viagem para a Ilha de Malta! Os profissionais que participaram dos cadernos especiais foram escolhidos numa votação pelo nosso site. No caderno Piscinas, venceu o arquiteto Alexandre Chaguri e no caderno Home Theather e Salas de Estar venceram os arquitetos Cassio Pinto, Marcelo Oliveira e a designer de interiores Eliane Freitas. O sonho de uma casa completamente ‘abraçada’ pela natureza tornou-se possível em um amplo projeto idealizado pelos arquitetos Nilton Soranz e Péricles Pedroso, uma casa contemporânea, cercada de verde e denominada casa das águas. Ela é um convite para aproveitar o melhor que a vida oferece. Misturar estilos na medida certa, criando um ambiente aconchegante e sofisticado ao mesmo tempo foi o ponto de partida das arquitetas Verônica Gaburro e Claúdia F. Ferreira, ao projetarem o interior de uma belíssima residência. Com o desafio de dar uma ‘cara’ nova a uma casa antiga e transformá-la em boutique de roupas femininas, a arquiteta Julia Cossermelli Guitte buscou integrar itens restaurados, reaproveitando e reutilizando peças e objetos da construção com elementos modernos. Outros projetos, residenciais e comerciais, cheios de personalidade dos arquitetos Rodrigo Latorre, Danilo Calegari, Flávia Rostelato e Jean Reis completam esta edição. Cada projeto, cada ambiente, envolve, além do sonho, da pesquisa, do investimento, doses de paciência. Se o seu ainda está por acontecer, vá pesquisando e mergulhe nas reportagens que sempre preparamos pra você.

Diretora Editorial

D������� E��������

J���������

C������������

Tiana Ribeiro

Fabiana Santa Joaquim Fernanda Burattini (Q!Notícia) - MTB 47.326 Letícia Ramos (Q!Notícia) Natália de Oliveira (Q!Notícia) - MTB 005.8967 Rita Galdini (Q!Notícia) - MTB 50.872

Fernando Colagrossi | Francine Trevisan Letícia de Castro Strazzi

diretoria@editorasbc.com.br

D������� E�������� Zi Cossermelli

habitare@editorasbc.com.br

D������ �� A��� � D���������� Vinni Del Poço

A��� F���� José Victor Castedo Raiza Holtz Valentina Rampini criacao@editorasbc.com.br

redacao@editorasbc.com.br

D����������� J������� Lucien Domingues Ramos (OAB/SP 132.502) Nestor Ribeiro (OAB/SP 33774)

C�������, ������� � ���������

A������������� | F���������

habitare@editorasbc.com.br

Cristiane Lopes

financeiro@editorasbc.com.br

D����������� C�������� Décio Perez Martim | Ediça Madureira Júlio Strassacapa | Nelson Nemer | Zezo Faria

www.revistahabitare.com.br @habitare /revistahabitare

Habitare é uma publicação trimestral da Editora SBC - Administração, Redação e Publicidade: R. Ângelo Elias, 443 | Sta. Rosália | Sorocaba | SP CEP 18090-100 | 15 3233 9312

T������: 10 mil exemplares | G������ S���������

Todos os direitos autorais da HABITARE estão reservados. Nenhuma parte deste trabalho pode ser reproduzida ou transmitida por qualquer forma, meio eletrônico ou mecânico, fotocópia, gravação ou sistema informatizado, sem prévia autorização dos autores. Toda informação nos anúncios é de inteira responsabilidade do anunciante.


42

26

38

56

Sumário 26 Habitare Mondo

H������� - A C����� ��� T�������������

Toscana 42 AVista de Perto

Os diferentes estilos de Helsinki, o centro econômico e cultural da Finlândia

38 Especial Itália M������ I�����/B�����

Itália e Brasil têm uma história em comum, conectada em vários sentidos, que entrelaçam no tempo personagens, cultura, arte, gerações.

14

O D������� M�������� �� T������

A revista Habitare foi convidada pela Embaixada Italiana para uma visita à Toscana.

56

Habitart H��� U������: G�������

A expressão artística com imagens recheadas de significado, democrática e sempre aberta ao público.


78

102 154

Paraíso Para 62 Um Chamar de Lar C��� ��� Á����

Uma casa completamente abraçada pela natureza em um amplo projeto idealizado pelos arquitetos Nilton Soranz e Péricles Pedroso.

78 Habitare Garimpo E���� � C������� � � M������

Para um verdadeiro encontro em família, ou para receber os amigos, nada melhor que uma deliciosa sala de jantar.

102 Arquitetura Sonora E������ I������� I����

Por que não incorporar a sensação positiva que cada áudio pode causar na hora de planejar o design do ambiente?

62 Capa - Projeto: Nilton Soranz e Péricles Pedroso | Foto: Elson Yabiku

16

154 I Saloni tem Brasil, sim! U�� E��������� ��� P���� P����

O veterano Pedro Paulo Santoro Franco, apaixonado pelo universo do design e já no seu 10º ano de exposição em Milão.


DICAS&NOVIDADES

Lustre Dark Side Zenith

Criado por Philippe Starck, importante designer da atualidade, para a Baccarat, o lustre Dark Side Zenith é para quem não se importa em investir um bom dinheiro em peças interessantes e marcantes para a decoração! Na loja Began Antiguidades é possível encontrá-lo nas versões em cristais negros ou brancos, possui 24 lâmpadas, com cúpulas em fios de prata ou pergaminho. Incrível, não? www.began.com.br

Vasos Doural

Nada melhor do que uma casa cheia de flores para alegrar os ambientes. Mas, que tal vasos texturizados para contrastar com a delicadeza? A Linha Edros da Holaria Cerâmica Contemporânea traz peças inspiradas na complexa geometria de trabalhos de origami, com a ideia de estabelecer uma linguagem que reproduzisse dentro de uma estrutura formal, uma estética de papel dobrado de forma irregular. Para os que não são fãs de flores, mas gostam de objetos interessantes para decorar os ambientes, vale investir em vasos com um design diferenciado para que façam a diferença por si só. Na Doural Jardins você pode encontrar essas duas opções de tamanho. www.doural.com.br

Sofá Mayer

Sempre atenta às tendências em mobiliários e colchões, a Ronconi lança a coleção de móveis 2012, marcando versatilidade e conforto. Um dos destaques é o sofá Mayer, com design mais limpo e linhas retas, que se adapta aos ambientes com facilidade, por suas formas e tonalidade. www.ronconi.com.br

Mesa Lateral Boom

Com acabamento em laca, a mesa lateral Boom, de apenas 30 cm de altura, faz jus ao nome! Mesmo não ocupando um grande espaço no ambiente, essa peça cumpre muito bem com o seu papel, e ainda por cima deixa a decoração com outra cara. Pode servir de apoio para objetos e seu tom neutro pode se encaixar em diversos ambientes. Também disponível em outras cores, tamanhos e acabamentos. www.designstudioin.com.br

18


DICAS&NOVIDADES

Luminária Dracena

Assinada pelo designer italiano Diego Chilò, a luminária Dracena é inspirada na planta de mesmo nome e apresenta um conceito minimalista aliado à sofisticação. Em vidro soprado, o formato orgânico das folhas garante ainda mais requinte e charme à peça. Disponível nas versões pendente e arandela, a Dracena também pode ser encontrada em diversos tons, como preto, branco, âmbar e vermelho. www.eurolight.com.br

Aerador de vinho

Com este aerador, seu vinho ficará com uma oxigenação perfeita. O resultado será sentido imediatamente, tanto no aroma quanto no sabor. Basta verter o líquido no filtro e seu vinho está pronto para ser degustado. Acompanha a peça uma haste de acrílico, base para filtro e uma bomba a vácuo. www.maisondescaves.com.br

Banqueta

Coloridas e com um design fora do comum, essas banquetas criadas pela Carbono são ideais para compor ambientes externos! São práticas e dobráveis, podendo ser guardadas com facilidade em qualquer canto: na vertical, podem ser colocadas uma em seguida da outra, sem ocupar muito espaço. Chegaram as visitas? É só desdobrá-las para que todos possam se acomodar, e começar a festa! www.carbonodesign.com.br

Linha Cactus Caffè Criada pela tradicional marca italiana Missoni, com Margherita Missoni à sua frente, a linha Cactus se destaca por misturar cores e desenhos – como a maioria dos produtos da marca! De altíssimo nível, essas louças são ideais para quem gosta de uma mesa decorada e cheia de cor. Que tal misturar esses “cactus” coloridos com flores delicadas? Compondo assim uma linda mesa de café da tarde, que agradará a todos, sem dúvidas. www.doural.com.br

20


P�� L������ R���� | F���� D���������

COOKTOPS PODEROSOS

CHEGAM AO BRASIL NOVAS VERSÕES DE FOGÕES EMBUTIDOS QUE GARANTEM ELEGÂNCIA ÀS COZINHA

E

les são a nova tendência da cozinha moderna, merecidamente. São belos, funcionais e, agora, chegam em novas versões inteligentes.

Estamos falando dos cooktops, os fogões embutidos que oferecem, ao mesmo tempo, praticidade e sofisticação. As novidades nessa área chegam da Itália, trazidas pela empresa especializada Franke Brasil.

A linha Crystal vem com peças de alta tecnologia e design diferenciado. Os modelos contam com cinco queimadores, sendo um deles com tripla chama, o que proporciona cozimento mais rápido e por igual dos alimentos. As grades são em ferro fundido, têm válvula de segurança e base em vidro preto.

22

A versão Gourmet apresenta o modelo de cozimento por indução, com mesa vitrocerâmica. São quatro áreas de cozimento, com aquecimento individual, painel digital programável, sistema de trava de segurança para crianças e bloqueio de funções, além de luz indicadora de calor residual. Para sua utilização, são indicadas somente panelas com fundo magnético, pois o calor é transferido diretamente para o alimento, não aquecendo, assim, a mesa do cooktop. Por fim, oferecendo total comodidade, a linha Prática vem com mesa de vidro temperado, grades individuais e esmaltadas, acendimento superautomático (basta girar o botão, sem liberação de faísca), além de dois queimadores semirrápidos.

» www.franke.com


P�� L������ R���� | F���� D���������

ARTE EM PAREDES

CORES, TEXTURAS E FORMAS. NOVAS LINHAS DE REVESTIMENTOS DEIXAM O AMBIENTE EXCLUSIVO.

E

las deixaram o posto de coadjuvantes na decoração faz tempo. Mais do que a funcionalidade de dividir cômodos, as paredes, hoje, esbanjam charme e elegância, apresentando diferentes cores, texturas e, dificilmente, passando despercebidas.

Elas recebem materiais criativos, como adesivos, que ajudam a montar ambientes mais descontraídos, e tecidos, uma tendência sempre interessante e em alta no universo da construção. Isso sem falar que servem de base para cobiçadas obras de arte ou espelhos imponentes, responsáveis por valorizar, ainda mais, os espaços.

Mas nem só de cores e enfeites é feita a decoração das paredes. É possível brincar com enfeites, formas geométricas, ousar no design e surpreender com texturas inusitadas. Dentro desta tendência e atenta em colocar no mercado soluções exclusivas, a Palazzo Pisos e Revestimentos acaba de lançar uma linha de produtos

24

específicos para revestir paredes e fachadas internas e externas. Os revestimentos da linha Estilo Decor incluem três diferentes opções, com formato de 60 x 60 centímetros e espessura de apenas 1,8 centímetro, o que resulta em um produto leve, de fácil manuseio, transporte e instalação. São peças com desenho inovador e criadas a partir de tendências europeias. Os lançamentos podem ser encontrados em três cores suaves areia, branco ou cinza -, que dão um ar bem natural aos ambientes. Os novos produtos receberam o nome de Dome, Strati e Modena. Além de suas texturas inspiradas na natureza, os revestimentos são feitos à mão, de uma maneira quase artesanal, o que garante detalhes únicos criados para surpreender.

» www.palazzo.ind.br


HABITAREMONDO

Igreja ortodoxa russa


T���� � F���� A��. F������� C���������

HELSINKI

A CIDADE DAS TRANSFORMAÇÕES

J

á não é novidade ouvirmos dizer que a Finlândia possui um dos melhores sistemas de educação e um dos melhores índices de qualidade de vida do mundo. Helsinki, sua capital, é o centro econômico e cultural do país. Situada na costa do Golfo da Finlândia, e espalhada por várias ilhas, sua região metropolitana possui cerca de 1.180.000 habitantes.

Arq. Fernando Colagrossi Colaborador 15 9736.7272 fernando@clmarquitetos.com www.clmarquitetos.com

O seu inverno rigoroso, com longos períodos escuros, contrasta com a paisagem viva no verão, onde os dias são intermináveis. A paisagem ao longo do ano se transforma diariamente, passando por uma bela estação de outono, onde as cores são algo espetacular, e um incrível período de primavera, de onde ressurgem as plantas e flores, depois de um período de gelo absoluto.

27


HABITAREMONDO

Igreja de pedra

Na cidade algo parecido se repete. As obras, revitalizações, intervenções urbanas e restaurações dos patrimônios são uma constante em todas as partes da cidade, transformando a paisagem urbana diariamente por toda a região de Helsinki, de uma maneira completa e harmoniosa, sempre com muito respeito à natureza e às pessoas. A cidade possui diferentes estilos arquitetônicos, desde edifícios Neoclássicos aos Art Nouveau, que são amplamente preservados, passando por obras de grandes mestres, como o arquiteto finlandês Alvar Aalto, muito reconhecido pela população e mundialmente famoso pela sua arquitetura orgânica e idiossincrática, até os dias de hoje com obras contemporâneas de altíssima qualidade e sempre muito bem inseridas no meio ambiente local. Assim, um passeio pela cidade é como estar em um museu ao ar livre ou em uma aula de arquitetura. Aliás, andar pela cidade é totalmente confortável, a mobilidade urbana é algo incrível, sendo o uso do carro de pouca importância para os habitantes locais. A cidade possui meios de transportes coletivos eficientes e integrados, como bondes, trens, metrôs, ônibus, ciclovias e táxis, que são muito usados pela população, fazendo com que a convivência em comunidade seja amplamente favorável aos usuários.

» 28


HABITAREMONDO

Catedral Luterana

Dos lugares mais visitados pelos turistas, estão a Praça do Senado, onde fica a Catedral Luterana de Helsinki (1830-1852), com uma grandiosa arquitetura no estilo neoclássico, e a Igreja ortodoxa russa de Uspenski (1868), herança do Império Soviético e de grande importância artística para a cidade, ambas na região do centro histórico. Outra igreja que possui grande valor artístico é a Igreja de Pedra (1969) em Töölö, bairro próximo à região do centro moderno, dos irmãos arquitetos Timo e Tuomo Suomalainen. A cidade, que foi a capital europeia da cultura no ano de 2000, possui diversas opções de museus, como o Museu de Arte Contemporânea Kiasma (1998), projetado pelo famoso arquiteto Steven Holl, e festivais culturais durante o ano todo. Conta também com um bairro destinado ao design, chamado de Design District Helsinki, onde se encontram diversas galerias, lojas e museus destinados ao design, muito apreciados e consumidos pela população local. Em uma cidade como essa, onde a qualidade é altíssima e tratada como primordial, não é difícil en-

30

tender como se atinge tal nível. Em primeiro lugar, o princípio do estado de estabelecer concursos de arquitetura para praticamente todas as obras públicas, faz com que o nível de excelência seja preservado em qualquer parte da cidade; Segundo, o enorme prestígio do arquiteto Alvar Aalto, que possui grande respeito e reconhecimento por todas as pessoas na cidade, que serve de padrão e inspiração para a arquitetura local; E em terceiro, os altos níveis de design estabelecidos por industrias de móveis, como a Marimekko, famosa empresa de design de utensílios e mobiliários domésticos, e a Artek, criado pelo próprio Aalto, com vários produtos e mobiliários assinados por grandes nomes, dentre muitas outras. Helsinki também possui a cultura de um altíssimo e rigoroso curso de arquitetura, fazendo com que a cidade seja uma das melhores capitais do mundo para estudar esta disciplina, e isso se reflete na qualidade urbana para se viver, tornando-a uma das mais belas cidades como destinos turístico.


DICAS&NOVIDADES

Butter�ly

Em homenagem a versão original da poltrona Butterfly, uma peça emblemática e atemporal que vem atravessando a história do design, a Futon Company lança uma reedição fiel ao modelo criado em 1938. Também conhecida como Hardoy Chair ou BKF, a poltrona recebeu ao longo dos anos inúmeras versões, mas foi com o design original que a Butterfly ganhou o prêmio MoMA, um dos mais importantes do setor. O modelo Butterfly é conhecido por ser funcional, de produção fácil e também por ser leve. A peça entrou no imaginário coletivo como um ícone do “modo de sentar relax” e na cultura pop internacional como poucas peças conseguiram. São charmosas, confortáveis e estão disponíveis em vários tons e tecidos na Futon Company. www.futon-company.com.br

Tapete Dune

Exclusivamente vendido na Doural Jardins, o tapete indiano Dune, criado pela Abdalla, é uma ótima escolha para quem gosta de peças diferentes e exclusivas! Fica muito bem em halls de entrada, junto com uma mesinha de centro, em pisos mais claros e em salas com tons mais amarelados ou esverdeados. www.doural.com.br

Jarra Bico de Jaca

Sensação nas décadas de 70 e 80, a textura “Bico de Jaca” está de volta! Dão um toque especial e diferenciado a peças como jarras e copos, que tornam-se um elemento muito charmoso na composição de uma mesa de almoço no domingo! Mas também compõem perfeitamente uma mesa mais sofisticada. Vale o investimento, principalmente para quem gosta de peças com arzinho vintage, mas com cara de novo! Os toques de cor dessas peças são ideais para os dias de hoje. www.oren.com.br

Mesa de Centro

A versatilidade das mesas é um dos artifícios mais usados pelos profissionais para compor o décor dos ambientes de estar. Em diferentes formatos, materiais e tamanhos, as mesas de centro, apoio e laterais são essenciais para deixar os espaços ainda mais sofisticados e bem definidos. Essa mesa de centro oval faz parte da linha Dolomita, que é inspirada no mineral presente na composição do mármore, e se diferencia pelas três opções de mármore que revestem o tampo de suas peças – a linha é composta por mesa lateral e de centro circulares, mesa de centro elíptica e mesa de apoio, todas com acabamentos variados. www.saccaro.com.br

32


HABITAREARQUITETURA

O MASP (1968) projeto de Lina Bo Bardi

MODERNA A

T���� A��. F������� T�������

final, o que é ser moderno? Esta é uma pergunta que pode ser respondida de várias maneiras. O adjetivo é muito utilizado para denominar artigos ou comportamentos que se .desenvolveram há pouco tempo, na vanguarda da inovação ou das ideias. Já para os historiadores, a história moderna é aquela que ocorreu no ocidente a partir do século XVI, após a Idade Média. No campo da arquitetura também existem muitas confusões com o termo, pois hoje defende-se que muitos estilos nascidos a partir de 1850 podem ser considerados modernos. Mas o fato é que a confusão aumenta, quando aprendemos que um tipo específico de arquitetura - que teve como seu principal difusor o franco-suíço Le Corbusier - se espalhou pelo mundo e roubou para si o título de Arquitetura Moderna. Le Corbusier, pseudônimo adotado por Charles-Edouard Jeanneret-Gris (1887-1965), é considerado um dos maiores nomes da arquitetura de todos os tempos. Ironicamente, não obteve diploma de arquiteto. Desenvolveu uma carreira autodidata através da prática em ateliês e viagens pela Europa, Oriente e América do Sul. Sua inteligência apurada somou-se à prática livre, ausente de preconceitos acadêmicos, o que mais tarde o levou a desenvolver novas propostas para o campo da arquitetura e do urbanismo, figurando em papel central e embrionário no desenvolvimento do século XX.

34

Arq. Francine Trevisan Colaboradora 15 9101.8606 francinetrevisan@yahoo.com www.francinetrevisan.com.br


Em sintonia com as tendências racionalistas que se formavam na Europa desde a Revolução Industrial (esta que gerou profundas mudanças sociais e capitalistas), Corbusier entendeu que a praticidade era necessária em um mundo em rápido crescimento. Condenou os excessos decorativos belas-artes, os preceitos estéticos clássicos e métodos construtivos que eram utilizados desde a Grécia Antiga. Propôs um novo olhar pragmático acerca do homem urbano, produzindo obras de vanguarda, tanto na construção quanto na literatura. O artigo Os cinco pontos da nova arquitetura, publicado em 1926 na revista que ele mesmo dirigia, a “L’Esprit Nouveau”, ultrapassou a fama do mestre e se tornou o conjunto de cânones da arquitetura moderna.

Os Cinco Pontos da Nova Arquitetura 1. Planta livre A estrutura do edifício deve ser independente das paredes, já que estas não precisam mais exercer a função estrutural. 2. Fachada livre A fachada pode ser projetada sem impedimentos, já que a estrutura não depende das paredes. 3. Pilotis São os pilares que elevam a construção, liberando o térreo como um grande pátio coberto. O Seagram Building (1958), em Manhattan, projeto de Mies van der Rohe

Alguns anos após a publicação dos cinco pontos, Corbusier já era conhecido nos meios intelectuais e viajou ao Brasil em 1929, onde conferiu palestras. Também conheceu o Rio de Janeiro pelo ar, com o amigo Saint-Exupéry - o autor do best-seller O Pequeno Príncipe. Aliás, uma frase deste livro explica bem os frutos da viagem – Aqueles que passam por nós não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós – uma vez que o mestre plantou aqui as sementes para o desenvolvimento da arquitetura moderna e levou consigo novas ideias de urbanismo inspirado na topografia carioca. Estas novas ideias eram compartilhadas por uma geração de arquitetos encabeçada por Lúcio Costa. Com a missão de planejar um novo edifício para o Ministério da Educação e Saúde do governo Vargas, estes arquitetos solicitaram o retorno de Le Corbusier, que atendeu o pedido e aqui permaneceu por 5 semanas, em 1936. A equipe também era formada por um desconhecido recém-formado - Oscar Niemeyer. Resultado do trabalho em conjunto é um patrimônio mundial, localizado no centro do Rio, chamado de Palácio Gustavo Capanema, onde se verifica a aplicação integral dos cinco pontos modernistas, além de painéis de Portinari e jardins de Burle Marx.

4. Terraço-jardim Recria o espaço de solo ocupado pelo edifício através do jardim na cobertura. 5. Janelas em fita Também possibilitadas pela planta livre, as grandes janelas permitem que a paisagem estabeleça relação com o interior do edifício.

Le Corbusier com a maquete da Villa Savoye, na década de 1920

35


HABITAREARQUITETURA

Relação interior-exterior na FAU USP (1969), projeto de Vilanova Artigas

A difusão destes conceitos atingiu o ponto culminante de sua força inovadora no final da década de 1920 com sua difusão pelo mundo intelectual e, após a 2ª Guerra Mundial, explodiu como uma força de efeito retardado, preenchendo o imenso vácuo e as necessidades de racionalização radical deixados pelos anos de guerra. Neste contexto, a Europa viveu a revolução arquitetônica mais profunda do século XX, e talvez de toda a história da arquitetura. Os conceitos de racionalização e limpeza estética vieram ao encontro das necessidades de reconstrução e planejamento urbano. Outros grandes arquitetos deixaram seus legados, adotando ao longo de suas carreiras uma linguagem própria, não se limitando aos cânones, e sempre contribuindo com novas idéias. São exemplos no Brasil: Lina Bo Bardi, Afonso Reidy, Paulo Mendes da Rocha, Vilanova Artigas, dentre tantos outros, e no exterior: Marcel Breuer, Walter Gropius e Mies van der Rohe, autor da famosa frase Less is More (menos é mais) e pai dos edifícios em pele de vidro.

O antigo Ministério da Educação e Cultura (1945), hoje Palácio Capanema

36

O movimento moderno foi visionário e corajoso, acreditava na difusão de conceitos simples e racionais, através da democratização dos recursos para melhorar a sociedade. Nossa vida atual deve muito ao movimento, porém muitos de seus conceitos também fracassaram. O homem não é uma máquina, seus desejos e anseios são diversos e não reagem muito bem à estandartização. Uma visão pós-moderna está mais adequada ao bordão Less is Bore (menos é chato), que Robert Venturi criou ao observar Las Vegas, cidade surreal que deixa para trás as atitudes do século XX, tão “modernas” e ao mesmo tempo, do século passado.


ESPECIALITÁLIA

Itália

ESPECIAL

P�� F������ S���� J������ | F���� D���������

I

tália e Brasil têm uma história em comum, conectada em vários sentidos, que entrelaçam no tempo personagens, cultura, arte, gerações. Segundo estimativas da Embaixada Italiana no Brasil, vivem no país mais de 25 milhões de descendentes de imigrantes italianos. Somados aos quase trezentos mil italianos que vivem no Brasil, temos uma comunidade representativa de um relacionamento baseado na valorização e promoção bilateral. A Embaixada da Itália, em parceria com os Institutos Italianos de Cultura e os Consulados distribuídos pelo território nacional, idealizaram um projeto já em 2010. Considerado uma oportunidade “para celebrarmos aquilo que temos em comum”- palavras do embaixador Gherardo La Francesca, o projeto Momento Itália Brasil – MIB - foi idealizado para reapresentar a Itália ao Brasil moderno e vice-versa. Desde outubro de 2011 (até junho de 2012), a Itália e o Brasil estão ainda mais juntos, celebrando essa interação sublinhada e incentivada por este projeto. Brasileiros e italianos serão criadores, protagonistas e espectadores de centenas de eventos. A Interni Magazine, revista italiana especializada no design contemporâneo mundial, dedicou, pela segunda vez, uma edição especial em homenagem ao Brasil (a primeira foi em 2002). Trata-se de uma das atividades que compõem o mosaico de eventos do MIB e também devido aos olhares que se voltam e se fixam no Brasil desde sua escolha para sediar a Copa (2014) e as Olimpíadas (2016).

38


Revista Interni

Dentro do contexto arquitetônico, do design e da arte, os destaques vão para os ícones, recentes ou de longa data: Oscar Niemeyer, Paulo Mendes da Rocha, Ruy Ohtake, Arthur Casas, Bernardes Jacobsen, Isay Weinfield, Márcio Kogan, Marcelo Rosenbaun, Irmãos Campana, Pedro Paulo Franco, Vik Muniz, Ernesto Neto, entre tantos outros. Considerado um laboratório privilegiado (palavras retiradas da matéria Semiologias Brasileiras), o novo design brasileiro é apresentado com adjetivos, como criatividade impetuosa e sustentabilidade cultural.

Lançada em 1954, como uma revista voltada à decoração, a Interni tornou-se uma das principais referências no universo da arquitetura, design de interiores e cultura de design do mundo. Em um cenário mais do que apropriado – o Hotel Fasano, em São Paulo - a revista Habitare foi cordialmente recebida pela editora da Interni Magazine, Gilda Bojardi, que nos concedeu um pouco do seu tempo e nos falou das novidades, dos temas abordados na edição especial, da sua carreira e da sua paixão pela profissão. Com o tema Eye on Brazil Design (Foco no Design Brasileiro) na capa da revista, belamente explorado com uma foto de Ruy Teixeira clicada nas ruas de São Paulo, que mostra uma cadeira dos irmãos Campana e, de fundo, um grafite anônimo de um olho grande, vivo e expressivo, que mira o futuro, já podemos imaginar a riqueza de linguagens e temas abordados. Embora com maior enfoque na arquitetura e no design, os temas desta edição também contemplam nossa cultura de maneira mais ampla como, por exemplo, na matéria “A arte do samba” - que lança um olhar sobre os desfiles de carnaval e os talentos que trabalham e desenvolvem uma verdadeira ‘indústria artística’- extraordinária oficina de talentos - e em “Expectativa para o cinema brasileiro” – que evidencia o momento atual e a nova geração de cineastas.

O museu Inhotim, singular centro de arte em Minas Gerais, tem sua radiografia garantida através do texto de Mario Gioia, sobre o museu e seu fundador-idealizador-colecionador Bernardo Paz. A primeira embaixada verde, título dado à embaixada italiana em Brasília, é fruto da antiga e estreita relação Brasil-Itália. O projeto histórico do arquiteto italiano Pier Luigi Nervi, recebeu, recentemente, 405 painéis fotovoltaicos e se tornou autosuficiente em energia renovável, e mais, está ligada à rede elétrica de Brasília, permitindo a exportação da energia excedente para a Companhia Energética de Brasília (CEB). O desenho do projeto de Ruy Ohtake para o Centro Cultural de Jacareí/SP, impresso em papel especial para colecionadores, é só mais um motivo para nos orgulharmos dessa linda homenagem.

39


ESPECIALITÁLIA

Fotos: Sérgio Almeida

Sistema Interni

A embaixatriz Antonella La Francesca e o embaixador da Itália Gherardo La Francesca com a editora da Interni Gilda Bojardi

Nos Bastidores Atrás desta importante publicação e especialmente desta edição-homenagem, está, há mais de 17 anos, a editora Gilda Bojardi. Desde 1994, Bojardi é diretora responsável da revista Interni, publicada pela editora Mondadori Electa. Difundida internacionalmente, as edições mensais da revista são um porta-voz das tendências em design de interiores (desde 1954) e estabeleceu-se como uma ferramenta para os profissionais, mas é também seguida por aqueles que desejam manter-se ‘antenados’ com as tendências sobre o mundo do design em geral. Bojardi criou o “Sistema Interni”, um conjunto integrado de publicações e eventos culturais, entre eles podemos destacar a Feira Internacional del Mobili de Milão, o Fuorisalone e muitos outros eventos internacionais que ocorrem principalmente em Nova Iorque, Paris, Estocolmo e Rússia. “Este ano (2011) fizemos uma grande mostra em Pequim, no Museu Nacional da China”, exemplificou Bojardi. A editora chefe da Interni é advogada e nos contou que logo após o fim da faculdade, quando ainda fazia estágio, percebeu que esta não era sua estrada. O encontro com o mundo do design aconteceu de maneira “casual, como quase tudo na vida”. Ainda em nossa conversa, descobrimos que esse encontro casual transformou-se em uma paixão, movida principalmente por este contínuo enriquecimento profissional e pessoal que a profissão proporciona, “ter a oportunidade de visitar o país, conhecer os escritórios onde os arquitetos trabalham, acompanhar os projetos, vê-los concretizados - e não apenas

40

por fotos. Estar em contato com as grandes mentes criativas do mundo é algo que me motiva e me enriquece”. A formalidade do nosso encontro se desfez muito rapidamente. Simpática e comunicativa, apresentou-nos seu conceito de design: produto de qualidade, feito para durar no tempo. E acrescentou que a mistura entre objetos tradicionais e de família podem e devem conviver com produtos inovadores e novos materiais. “Devemos nos circundar daquilo que nós gostamos” e não comprar por comprar, pois a isso chamamos consumismo. E quando tocamos neste ponto, não podemos não falar da sustentabilidade. Com sua experiência e consciência, nos respondeu diretamente quando perguntamos o que faltava para que as tecnologias verdes e sustentáveis estivessem mais presentes em nosso cotidiano: “Acredito que os órgãos públicos devem favorecer essa cultura através de incentivos, de propostas que motivem também o setor privado e que estimulem a todos nós a trabalhar neste sentido através de leis e de estímulo financeiro também, porque no começo estas tecnologias são um pouco mais caras. Na Itália, estamos atrasados e, muitas vezes, é a burocracia que freia o entusiasmo”. Com essas e muitas outras coisas em comum esperamos que este especial Itália-Habitare possa inspirar e estreitar ainda mais nosso relacionamento com este país.


Foto: Tiana Ribeiro

ESPECIALITÁLIA

42


Po� Tiana Ribei�o | Fotos Di�ul�a��o

A TOSCANA VISTA DE PERTO

E

ntre os dias 3 e 10 de dezembro, fomos convidados pela Embaixada Italiana para uma visita ao Distrito Moveleiro da Toscana. Uma das regiões mais encantadoras e versáteis da Italia, a Toscana é por excelência a terra dos vinhos de qualidade, de boa gastronomia e de fantásticos azeites de oliva. Percorremos suas estradas por entre colinas coroadas de castelos e paisagens bucólicas, cercadas de parreiras, oliveiras e girassóis – a cada olhar, um cartão postal. Cidades tão antigas e ao mesmo tempo tão contemporâneas e vibrantes. A arquitetura é imponente e, principalmente, respeitada. O Renascentismo e a Contemporaneidade se harmonizam, cada um a seu modo, cada um no seu espaço, mas se complementam.

43


ESPECIALITÁLIA

Foto: Ilária Serpente

www.ArchitetturaSonora.com

Foto: Tiana Ribeiro

Claudia Stortini, Tiana Ribeiro, Carlos Saraiva, Cláudia Patolli, Alexandre Viero, Roberto Bumagny, Pedro Paulo Franco e Andrea Leonardi

Salomão Wolf, Alexandre Viero, Marlene Wolf, Cláudia Patolli e Simone Gobbi

Foto: Tiana Ribeiro

Sob o sol da Toscana (e por vezes sob a chuva), pudemos entrar em contato com as excelências do design italiano, conhecendo seus produtos e as técnicas de produção. Além da revista Habitare (Sorocaba-SP), participaram do incoming 3 empresas de Porto Alegre-RS: Casa Bonita, Gobbi Nouvelle e Viero Arquitetura (2 revendedoras e 1 arquiteto) e 3 de São Paulo-SP: A Lot Of, Casa Matriz e Studio João Armentano (também 2 revendedoras e 1 arquiteto). Durante uma semana, percorremos as estradas entre Firenze, Siena e Pisa em uma programa de visita a 26 empresas, que nos receberam calorosamente - é grande o carinho que eles têm pelos fraternos brasilianos!

» 44


ESPECIALITÁLIA

www.Cortezari.it

www.Fasem.it www.EsedraDesign.it

www.CeccottiCollezioni.it

A atividade foi desenvolvida pelo CSM - CenMobile que opera tro Sperimentale Del Mobile, e promove o trabalho em madeira, móveis e decoração nos mercados internacionais. O principal objetivo do intercâmbio foi o de colocar em contato empresas da região toscana com os operadores brasileiros, que foram selecionados por especialistas do CSM, em colaboração com o ICE (Instituto Italiano para Comércio Exterior) Departamento para a Promoção de Intercâmbios da Embaixada da Itália, através Rossetto em São Paulo, a fim de Paola Rossetto, de permitir as colaborações comerciais. A iniciativa faz parte do Plano de Promoção para as empresas internacionais de pequeno e médio porte do setor moveleiro.

» 46


ESPECIALITÁLIA www.FlorenseCollections.it

www.OfficinaNove.it

Foto: Ilária Serpente

www.Segis.it

www.LaCasaDelTerzoMillennio.it

48

www.GiemmegiCucine.it

“O forte vínculo que sempre existe entre Brasil e Itália é um importante ponto de partida para o surgimento de novas parcerias entre as empresas dos dois países. O Brasil é um mercado em franco desenvolvimento, e as empresas da região toscana têm um forte interesse em oferecer seus produtos aos consumidores brasileiros”, segundo Irene Burroni, diretora do CSM na Itália.

»


ESPECIALITÁLIA

www.Baga.it

www.MatrixInternational.it

www.GiovannettiCollezioni.it

www.Casprini.it

www.HeronParigi.it

O que vimos em toda a nossa trajetória: muita qualidade, beleza e riquíssimos produtos. Vimos ainda detalhes que raramente são percebidos pelo consumidor final. O fatto a manno como, por exemplo, a colação dos móveis da Ceccotti, onde cada peça é feita inteiramente à mão em um longo e detalhado processo; objetos de vidro com aplicações de folha de ouro e prata da Egizia; os lustres de Patrizia Garganti, onde cada cristal é colocado à mão; ou ainda, equipamentos de última geração, de Casprini e Segis, quase totalmente automatizadas, onde o design italiano combina a mais avançada tecnologia para criar um produto reconhecido em todo o mundo em forma e qualidade. Outra coisa que chamou muito a nossa atenção foi a impecável limpeza das fábricas, a organização da matéria prima e, principamente, o reaproveitamento de rebarbas e serragens. O corte do couro e outros materiais, incrivelmente calculados, evitando desperdídios. Talento e consciência ecológica unidos.

» 50


ESPECIALITÁLIA

www.GiustiPortos.it

www.Bosal.it

www.Marioni.it

www.Bardispa.it

52

As empresas, em sua grande maioria, são familiares, conhecimento passado de pai pra filho, coisa que valorizam muito. Aliás, essa valorização pela cultura e tradicionalismo se expressa amplamente na arquitetura por toda a Itália, porém, sem deixar de lado as inovações e ditar tendências – um equilíbrio perfeito!


ESPECIALITÁLIA

www.Exenia.eu

www.Greensrl.it

www.Egizia.it www.ParriDesign.it

www.Greensrl.it

www.EgoZeroVentiQuattro.it

54

O incoming incluiu também um roteiro gastronômico dos deuses! Os sabores e vinhos da Toscana são inigualáveis. “Além de visitas às empresas, tentamos no pouco tempo disponível - mostrar aos nossos clientes nossa terra, sua beleza e bondade, que parece ter sido muito apreciada!”, complementa Irene Burroni.


HABITART

HOMO URBANUS Po� Fabiana Santa Joa�uim | Fotos Di�ul�a��o

“Sempre existiram: desenhos e pinturas nas paredes que se fazem sem terem sido encomendados. Importantes para os seus realizadores e claros sinais para os que os observam, criaram sempre expectativa e confronto, por diversas vezes, desde a Idade da Pedra.” (Street Art de Johannes Stahl)

A

arte sempre esteve presente na vida do ser humano e não tardou a explodir por diferentes poros dessa epiderme que é a vida em sociedade. Os desenhos e símbolos rupestres, os tataravôs do graffiti, vingariam até os dias de hoje. A cidade criada pelo homo urbanus com suas dinâmicas sócio-culturais tão peculiares e conflituosas não seria tão efervescente sem essas cores e mensagens espalhadas pelas ruas.

56


ARTE EM EXPOSIÇÃO DE SEGUNDA A SEGUNDA

Legenda Em 2008, o curador da mostra Street Art da Tate Modern (Londres), Cedar Lewisohn, encomendou vários murais, enormes graffitis decoraram a fachada da renomada galeria, dois deles dos grafiteiros brasileiros Os Gêmeos e Nunca.

“Juntamente com a história oficial da arte, sempre existiu algo mais, um tipo de arte mais rebelde, que não se encontra resguardado nas igrejas, coleções ou galerias de arte, mas na rua.” (Street Art de Johannes Stahl) Em vários pontos do globo essa energia se espalhou em mensagens codificadas, nem sempre decifráveis, mas sempre atrativas, pelos muros da cidade. Adorado por uns e rejeitado por outros, no Brasil e no mundo, a resistência desse movimento deve-se totalmente à coragem dos artistas que o praticam e a legitimidade intrínseca da manifestação artística. Desta maneira a história comprova, mais uma vez, que tudo que nasce de forma amadora (usada aqui no sentido de amar o que se faz) possui características relacionadas ao eterno e infinito. O graffiti está intimamente ligado à comunicação e linguagem do ser humano e possui uma característica marcante, que é seu envolvimento com outros elementos da expressão artística, bem exemplificado pelo envolvimento com o movimento hip hop.

57


HABITART

Legenda Blu e Os Gêmeos (Lisboa)

EXPOSIÇÃO PERMANENTE

Legenda Keith Haring (1958-1990 | NY) refletiu a cultura nova-iorquina dos anos 80 em seus trabalhos.

Realizada de forma espontânea em ‘rolês’ pela cidade, os grafiteiros espalham imagens recheadas de significado; uma arte de vocação democrática sempre aberta ao público. Por estas e outras características, o graffiti atraiu muita gente que ao incorporar novas formas, técnicas, temas, estilos, espaços e suportes e ampliaram o seleto público de admiradores. As dimensões dessa arte adquiriram o tamanho de seus muros, de sua cidade, de seus temas, de seus sonhos e ultrapassaram a linha da marginalidade, conquistando reconhecimento, promovendo identificação e, por fim, aprovação da sociedade como arte legítima (ainda em trânsito, mas já com grande sucesso). Perpassando épocas e gerações, o graffiti chega aos dias de hoje com muita força e rebeldia, cumprindo seu papel de arte contestadora, mas também aberta às novas experimentações, tanto em técnicas, suportes e, principalmente, interlocutores e consumidores.

Legenda Jean Michel Basquiat (1960-1988) contribuiu muito para a elevação e aceitação do graffiti como arte. Andy Warhol, uma espécie de padrinho de Basquiat, o aproximou da pop art.

“O graffiti é uma arte que começa nas ruas, que é feita para todos, para as pessoas que passam ali, de certa forma algo público. Acho que isso acabou aproximando muita gente para o assunto, e logo é normal entrar na casa das pessoas. Algo que está cada vez mais expandido nas ruas, vai acabar gerando um público que o queira consumir”, comenta o arquiteto e grafiteiro Alê Ferro.

» 58


HABITART

Legenda O desenho nas paredes internas pode ampliar um espaço que parece pequeno ou até mesmo dar vida a um ambiente monocromático - Alê Ferro

“Decidi voltar ao desenho, que mudou pouco desde a pré-história e ainda guarda a mesma origem”. Keith Haring Das ruas e becos ao tapete vermelho das galerias, museus e residências; um cenário propício para a famosa divisão de opiniões, mas que segundo Stahl no seu livro Street Art, este não é o ponto central: “As cores fortes e os extraordinários mundos imaginários da arte feita com spray encontram sempre mecenas e adoradores. Por isso, a questão sobre se chegam às paredes sem serem encomendados, ou se aparecem em espaços privados por desejo expresso, é por vezes secundária.”

Legenda O homem versus máquina é tema recorrente na obra do artista que estimula a reflexão - William Ferreira

ALÊ FERRO Formado em Arquitetura e Urbanismo (Belas Artes), atualmente conduz a Quitanda Urbana, atelier que mistura conceitos de arte, arquitetura, design e sustentabiidade urbana. quitandaurbana@gmail.com

WILLIAM FERREIRA Artista plástico e graÿ teiro, autoditada. willartes.blogspot.com

60

Tal tendência é verificada em mostras de decoração, revistas especializadas, escritórios de arquitetura e com os próprios grafiteiros que recebem cada vez mais encomendas. Segundo William Ferreira, artista e grafiteiro com vários desenhos espalhados pela cidade de Sorocaba (você vai reconhecer) é cada vez mais comum as encomendas e os pedidos são para salas, home offices e até quartos de criança. Apesar de encomendados, os desenhos são realizados com muita liberdade, o que para ele é imprescindível. “Considero um movimento que pode causar uma revolução muito forte e pacífica. É arte feita para a cidade, para todos”, comenta Alê Ferro. Embora alguns possam considerar que esta nova cena preconize o fim da liberdade e rebeldia tão característica do grafite, os dois artistas e grafiteiros entrevistados – Alê Ferro e William Ferreira foram unânimes: enquanto houver algo para ser questionado (em todos os sentidos, e quando não haverá?) o grafite não estará ameaçado em sua originalidade.


CAPA


Texto Rita Galdini e Letícia Ramos | Fotos Elson Yabiku

Um PAraíso PAra

Chamar de Lar

Cercada de verde, casa das águas, construída em área de 8.500m², é um convite para aproveitar o melhor que a vida oferece


CAPA

Um item que seduz o olhar é o lustre GEA. Criado especialmente para essa casa pelo lightdesigner Cármine D’Amore e produzido a partir de 20 bolas de vidro sopradas artesanalmente, faz referência aos balões de gás encontrados nos parques de diversão.


Arq. Nilton Soranz & Arq. Péricles Pedroso 15 3213.3376 15 9784.3448 15 9700.0676 www.goarq.com.br

O

sonho de uma casa completamente abraçada pela natureza tornou-se possível em um amplo projeto idealizado pelos arquitetos Nilton Soranz e Péricles Pedroso, na cidade de São Roque/SP.

Em uma grande área de 8.500m², a residência, com 850m², é um verdadeiro espetáculo de arquitetura e estética, localizada em uma encosta de preservação, um lugar privilegiado, onde qualquer um se sentiria à vontade e confortável para viver. O estilo moderno do projeto ganhou contraste inusitado com acabamentos rústicos. A entrada é marcada por uma larga escadaria de granito que conduz à imponente porta de 4,5 m, em aço corten. A sala foi posicionada estrategicamente entre a ala íntima e a torre de serviços e, nela, convivem harmonicamente várias peças de ícones do design brasileiro, entre eles, Sílvio Romero, Carlos Motta, Paulo Alves e a dupla Flávio Borsato e Mauricio Lamosa, da grife Estudiobola.

65


CAPA

66


No centro da sala foi construída uma piscina aquecida, desejo principal da família, assegurando diversão, mesmo em dias de chuva. E não é necessário se preocupar se os tapetes, os sofás ou as cadeiras ficarão molhados! O tecido dos revestimentos é o ultrasuede, da Regatta, que traz em sua fabricação uma camurça sintética à prova d’água. Os tapetes, da Avanti, são igualmente laváveis, feitos de fios de nylon com base de borracha. No outro espaço da sala, um sistema de TV e projetor transmite as imagens para a parede livre em frente à piscina. Ao lado, o ambiente de jantar, com cadeiras revestidas com tecido em verde musgo, faz referência à vasta vegetação do entorno, separando-se da cozinha por grandes painéis feitos com madeira de demolição, também propondo uma composição diferente.


CAPA

68


Os pisos das salas, cozinha e serviços foram revestidos com placas grandes de mármore branco cintilante, conferindo claridade aos espaços. Na cozinha, as pastilhas na cor gelo dão maior amplitude ao ambiente, em uma contraposição elegante com o negro dos armários e das bancadas em granito preto, além das esquadrias igualmente escuras. Já,a despensa é branca e fica alojada em um espaço próximo à porta de acesso, facilitando os trabalhos diários. Nos fundos, a área de lazer é um verdadeiro convite à descontração. A parede do espaço gourmet foi revestida por painéis de canjiquinha de mármore branco cintilante intercalados por outros pintados na cor telha. O balcão em granito preto destaca o mobiliário rústico das mesas e cadeiras, com cooktop elétrico e pia com cuba em inox, pronto para as mais divertidas aventuras gastronômicas de toda a família.


CAPA

Em uma elegante galeria que dá acesso aos dormitórios, fica um espelho d’água com carpas. Outro destaque são os quartos inteligentes dos filhos, planejados para mudar o layout conforme a necessidade do momento. Neles, a cabeceira da cama foi revestida em ultrasuede, aplicado de ponta a ponta na parede, como meio de proteção e, também, conforto para as crianças. A mesa de estudo é móvel e dá a possibilidade de ser usada próximo à cama e por todo espaço restante do ambiente. No quarto do casal, o arquiteto se vale de uma técnica para ampliar o espaço. Uma cama solta, posicionada a 15 cm do chão, sob uma borda de 60 cm que ladeia todo o colchão, acompanhada de um tablado de madeira preta, faz uma referência ao mobiliário oriental e acomoda o ambiente. O closet chama atenção pelo domus que permite a utilização de luz natural durante o dia. Uma abertura em um painel de madeira cumaru, entre o closet e o banheiro, ressalta os tons escuros na decoração e integra a banheira do quarto.

70


No banho da suíte, o brise-soleil garante a luminosidade adequada, impedindo o calor excessivo. “Estes recursos especiais não somente deixam a casa mais bonita e arrojada, como também são funcionais. Com esse projeto, procuramos atender às expectativas da família, criando ambientes claros, alegres e prazerosos”, conta Nilton.

71


HABITAREECOLOGIA

Uso de materiais locais de baixo impacto ambiental

ARQUITETURA ´

BIOCLIMATICA BONS VENTOS A TRAZEM

N

Po� Fabiana Santa Joa�uim | Fotos A�es A��uitetu�a

ossas casas, apartamentos, escritórios, ateliês, clubes etc são espaços construídos que têm como função o atendimento às nossas necessidades humanas, que ultrapassam o caráter de abrigo e constituem-se como uma extensão do cotidiano. Passamos a maior parte da nossa vida (generalizando) em locais edificados, dessa forma, é imprescindível garantir condições mínimas de conforto ambiental aos usuários, seja térmico, acústico ou lumínico.

72


Uso de grandes beirais e varandas, minimizando o desconforto causado pela insolação direta

Principais formas de conforto no ambiente construído: conforto térmico; conforto lumínico; conforto acústico e conforto ergonômico Qualidade de vida, eis o que queremos encontrar em nossos lares, locais de trabalho e de encontros sociais e buscando esse conforto ambiental é que foram (e são) criadas novas tecnologias. Infelizmente, muitas dessas tecnologias solucionam os desafios do conforto com produtos de alto impacto ambiental, elevado custo energético e financeiro, ou até mesmo, com produtos e técnicas insalubres. Mas hoje, diante de um novo cenário sócio-ambiental, é urgente que soluções diferentes sejam encontradas. Este novo contexto fez com que muitos profissionais, de diferentes segmentos, encontrassem as soluções em técnicas ancestrais, ou ainda, em tecnologias simples e criativas. A arquitetura bioclimática é uma delas.

73


HABITAREECOLOGIA

Preservação da flora e da fauna nativa, uso de vegetação local ou adaptada - economia na irrigação

“A arquitetura bioclimática é o estudo que busca a harmonização das construções ao clima e características locais. Manipula o desenho e elementos arquitetônicos a fim de otimizar as relações entre homem e natureza, tanto no que diz respeito à redução de impactos ambientais quanto à melhoria das condições de vida humana, conforto e racionalização do consumo energético.”

Adonis Arantes de Souza

Utilizar os conhecimentos e técnicas da arquitetura bioclimática é poder realizar um projeto tão bem feito que o edifício não perde nem ganha calor desnecessário, em outras palavras, é confortável no verão e no inverno, além disso, possui iluminação natural. Sem precisar de sistemas artificiais, como por exemplo, ar-condicionado e luz artificial (diurna) para conseguir temperatura e iluminação agradáveis e saudáveis, a arquitetura bioclimática também promove a racionalização do consumo energético, respondendo de maneira integral a este novo cenário sócio-ambiental. A partir dos projetos e gestão, a arquitetura e os profissionais envolvidos em todo o ciclo de vida das edificações são chamados a contribuir na construção de uma sociedade mais sustentável. A sustentabilidade na construção passa por um bom projeto arquitetônico bioclimatico, sem dúvidas. Mas por que as técnicas não são aplicadas de maneira mais democrática se trazem tantos benefícios?

Algumas razões podem ajudar a entender e, quem sabe, modificar esse cenário. Uma delas é a padronização de sistemas, produtos, desenhos e soluções; ou ainda, os conceitos de ‘moda’ no segmento da construção colocando critérios estéticos como prioridade, principalmente quando se trata de projetos residenciais; e também a exigência de um conhecimento sistêmico e multidisciplinar, por parte dos profissionais, para solucionar cada caso de maneira personalizada. “Um edifício de escritórios em Belo Horizonte, por exemplo, deve ter características diferentes de um edifício em Florianópolis, mesmo estando localizados em uma mesma zona bioclimática. Ou seja, apesar das características típicas semelhantes, o arquiteto deve aprofundar-se no levantamento histórico de dados e características locais para projetar uma edificação confortável termicamente”, explica a arquiteta Ana Carolina Veloso¹. ¹ Escritório Ares Arquitetura - www.aresarquitetura.com.br

» 74


HABITAREECOLOGIA

Aberturas zenitais que proporcionam aquecimento passível desejado na região e uma iluminação bem distruibuída

A arquitetura bioclimática, embora para muitos pareça um conceito novo, possui elementos e técnicas que são utilizadas desde a antiguidade, como o desenho das cidades romanas que desfrutam da orientação solar. Mas, não obstante o tempo, ainda há muito por descobrir e muito mais por inovar.

76

Segundo a arquiteta, é a verificação do histórico climático que fornecerá ao projetista subsídios que influenciarão as demandas e soluções dos projetos. Através de estudos climáticos como as médias mensais de temperatura (verão e inverno), pluviosidade, potencial eólico, entre outros conceitos, é que se evidenciam os elementos determinantes do conforto e o desconforto nos ambientes. A natureza sempre nos serviu de lição (embora não tenhamos aprendido ainda), nela “nada se cria, nada se perde, tudo se transforma” (Antonie Lavoisier). A arquitetura bioclimática é inspirada na natureza e com ela pretende trabalhar em conjunto, favorecendo o bem-estar do ser humano. Se ainda não aprendemos isso, a hora é agora. Vale a pena lembrar que o maior desafio para a democratização e avanço desta área (arquitetura sustentável) é cultural e organizacional, associado à consciência ambiental da sociedade. Muitas tecnologias sustentáveis já atingiram maturidade e são economicamente viáveis, esteticamente belas e qualidade comprovada.

CONCEITOS BÁSICOS: Energia Solar • a trajetória do Sol e a duração da exposição solar Temperatura • a temperatura depende essencialmente da radiação solar, do vento, da altitude e da natureza do solo (radiação, convecção, condução) Umidade • percentagem de água que o ar contém, influenciada pela temperatura, volume de precipitações, vegetação, tipo de solo etc Vento • principal responsável pela perda parcial ou total de calor (vantagem para locais e estações quentes) Água • influenciam o microclima e a vaporização, processo endotérmico, diminui a temperatura. Vegetação • protege o edifício, consegue refrescá-lo e filtrar o pó em suspensão no ar


HABITAREGARIMPO

HABITARE

GARIMPO SALA D E JA N TA R - EN T RE O CLĂ SSI CO E O M ODE RNO

P

Fotos Elson Yabiku

ara um verdadeiro encontro em famĂ­lia, ou para receber os amigos, nada melhor que um delicioso jantar. Os convidados nunca resistem a uma bela sala de jantar. Num ambiente amplo, piso e paredes claros, a designer de interiores Adriana Sacchi montou esse garimpo misturando estilos e deixando o ambiente charmoso e equilibrado.

78


Para deixar o local mais acolhedor, Adriana utilizou uma mesa de madeira com cadeiras medalhão (Sierra), inspirada num estilo mais clássico. Um tapete de patchwork em kilim (Shopping M) salta aos olhos e dá um toque especial, aconchego e cor, compondo com as cores dos quadros da artista plástica Katherine Camargo.

Adriana Sacchi Colaboradora 15 7814 4330 | id 105*112 330 adriana-sacchi@uol.com.br

O aparador em laca preta (Shopping M) e aparadores FK em inox polido e um banco England em inox e madeira (Estudio Art&Design) trazem um pouco da modernidade, mesclando os estilos. Velas Celeste Sabioni, feitas artesanalmente e objetos como castiçais e garrafas coloridas (Utilitè) esbanjam charme e dão à sala o equilíbrio perfeito entre o clássico e o moderno.

79


HABITAREGARIMPO

SIERRA MÓVEIS Mesa de jantar

R$ 3991,00

R$ 2340,00

R$ 1920,00 cada

CELESTE SABIONI VELAS DECORATIVAS Jogo de velas castiçal

Cadeiras Medalhão em tecido Cadeiras Medalhão com palha

R$ 1902,00 cada SHOPPING M Aparador em laca preta

R$ 2390,00 Tapete Kilim

Preço sob consul ta

80

ESPAÇO ART & DESIGN Banco England em Inox

R$ 24,00

Vela cilindrica vermelha

R$ 20,00 cada UTILITÉ Garrafas coloridas

De R$22,85 a R$26,62


UTILITÉ Castiçal de bronze

R$ 139,11

Castiçal preto

R$ 53,31

ILUMECENTER Pendentes de vidro translúcido

R$ 730,00 cada

ESPAÇO ART & DESIGN Aparador FK em inox polido

Castiçal em inox

R$ 1965,00

Castiçal branco

KATHERINE CAMARGO Quadro Iemanjá 2

R$ 256,08 R$ 105,60 Anjo grande

R$ 130,15 cada Peixes

De R$45,26 a R$115,40

R$ 1500,00

Quadro Casas Dançantes

R$ 1500,00

ONDE ENCONTRAR Celeste Sabioni Velas Decorativas 15 9714.2983

Espaço Art&Design 15 3033.3232 Ilumecenter 15 3233.1619 Katherine Camargo 15 9773.6937

Shopping M 15 2101.9200 Sierra Móveis 15 3231.7791 Utilité 15 3234.8132

81


DICAS&NOVIDADES

BANCOS, BANQUINHOS E BANQUETAS

Banco Jaz

A

parentemente dispensáveis na decoração, podem ser muito mais do que apenas uma peça para acomodação, podem ser um ótimo objeto decorativo! Em suas variadas formas, dão graça a ambientes mais sérios, tornam-se mesinha de centro, dão continuidade ao pé da cama e arrematam um hall de entrada, entre outras possibilidades! Vale fazer tentativas para obter resultados inusitados! www.espaco204.com.br

Banco Granchio Banco Nórdico

Banco Volp Banco Fogueirinha

Banco Claudia

Banco Barrote

82


eFeito Prisma P�� l������ r���� | F���� d���������

LACA COLORIDA TRAZ ALEGRIA E CALOR AOS AMBIENTES

O

brilho e as cores quentes, tão comuns nos anos 70, estão de volta e com tudo! Mesinhas, cadeiras, bancadas, vasos e tudo mais que desejar ganha vida em tons fortes e com o brilho da madeira em laca. Apostando nessa tendência, a fabricante Bontempo lança três linhas de móveis em laca poliuretânica de alto brilho, nas cores que são aposta neste verão: amarelo, turquesa e vermelho.

84


Presente em todos os espaços, seja na sala de estar, na cozinha ou nos quartos, a linha Laccato Giallo mistura tons de mostarda e mel, sugerindo calor e energia. O vermelho intenso está na linha Passione, inovando conceitos em closets e salas de jantar. Contrapondo o azul com o nude, a linha Turquese provoca diferentes sensações a cada olhar, criando um ambiente elegante e versátil. Com móveis que ficam bem adequados em qualquer lugar da casa, a loja MovelStore, também especializada em lacas, traz diversas novidades em peças com desenhos geométricos para os gostos mais exóticos. O último lançamento é o minibar Dayse, em laca pink, que combina em uma área de lazer, para um fim de semana descontraído com os amigos. Já a mesa de centro Trofeo, em laca amarela, inspira uma decoração jovial e alegre, dando um toque diferenciado em qualquer cômodo.

» www.bontempo.com.br » www.movelstore.com.br


P�� r��� G������ | F���� d���������

blUe HiGHliGHt ESTAMPAS EM TONS DE AZUL VÃO INVADIR A SUA PRAIA

O

azul é o novo lilás na decoração! E não é à toa que a cor chega com tudo para revestir sofás, poltronas, almofadas e cortinas no living ou no home theater, locais mais movimentados da casa, onde assistimos à televisão com a família, recebemos amigos, lemos e brincamos com as crianças. A coleção Blue, da Entreposto, trabalha com os tons de céu, mar, índigo e marinho. Todos eles passeiam entre as estampas étnicas, florais, batiks, cashmeres, listras e tie-dye.

86


Um tapete garimpado na feira de Portobello Road, em Londres, serviu de ponto de partida para o desenvolvimento desta nova coleção. A marca reuniu diversas referências e técnicas artesanais de tingimento de tecidos e o resultado são produtos com a cara do Verão. Os tecidos também são uma atração, com sedas, linhos e algodões. As diversas padronagens e cores coordenam entre si e são indicadas para revestir tudo o que a imaginação desejar. As texturas igualmente aparecem nas estampas parede viva e taboa, que reproduzem um jardim vertical e um trançado de taboa, respectivamente. Nas fotos, os tons de azul das paredes contrastam com a madeira escura e o mobiliário novíssimo foi revestido com os tecidos do lançamento. Cadeiras de junco e produtos em couro dão ainda mais charme à coleção.

» www.entreposto.com.br


HABITAREENOGASTRONOMIA

Habitare

eNO g AsTRONOMIA P�� a�������� m����� (���� �� �������) � J��� C����� F������� (������ � �������) | F���� r�� a������ 88


Syrah / Shiraz

´

e

uma casta tinta de origem francesa, apesar de algumas controvérsias. Ela é originária do Vale do Rhône, rio que nasce na Suiça e desagua no mar Mediterrâneo, no litoral do sudeste da França, perto da cidade de Marselha.

Tem um apelo muito curioso, já que assume características bastante diversas, conforme viaja pelo mundo, ou seja, em cada região onde é cultivada apresenta-se com algumas diferenças, o que não é tão fácil de distinguir em outras castas.

José Carlos Ferreira & Alejandra Melani ctdferreira@uol.com.br | dedodemoca@bol.com.br

Cote-rotie Condrieu Chateau Grillet

Saint Joseph Crozes-Hermitage Hermitage Comas

Apesar de ter sua origem no vale do Rhône, é em outra região francesa, o Languedoc-Roussillon (sudoeste da França) que ela é mais cultivada. No Rhône, é principalmente na região norte, que a Syrah domina, e as principais apelações são Hermitage, Crozes-Hermitage, Cornas e Côte-Rotie. Segue-se a Austrália, onde se destacam os vales de Barossa e McLaren, na região da Austrália do Sul, e Hunter Valley, em Nova Gales do Sul. É ainda encontrada na Califórnia, na África do Sul, na América do Sul (Argentina e Chile) e em alguns países da Europa meridional (Espanha, Itália, Portugal). Na França em geral, e na região norte do Rhône, em particular a Syrah, assume características de especiarias, pimenta, fumados. A cor é menos intensa, com acidez mais marcante, taninos médios e teor alcoólico em torno de 13,0 a 13,5%. Já na Austrália (onde é chamada de Shiraz) tem características mais frutadas, com aromas de frutas vermelhas escuras, como amoras, ameixas, especiarias (pimenta moída, cravo, gengibre) e chocolate escuro. A cor é mais intensa, há discreta doçura já que são vinhos

Valence

normalmente mais alcoólicos (em torno de 14,0 a 15,0%), acidez um pouco menor, com taninos médios. É uma casta que se adapta bem nos barris de bom carvalho, especialmente francês ou americano, dando maior complexidade, com toques de caça, herbáceos. O estágio em boa madeira dá uma maior sobrevida aos vinhos desta casta. Vai muito bem em geral com carnes suculentas grelhadas, de boi ou de cordeiro, acompanhadas de condimentos e ervas finas. O steak au poivre, prato típico da região do Rhône, é a combinação clássica com um bom Syrah da mesma região. Já um bom Shiraz australiano acompanha à perfeição um carré de cordeiro. Para esta reportagem, a proposta foi adequar uma entrada com um exemplar francês do vale do Rhône Norte; e um prato principal com um Shiraz australiano de corpo intenso e com aromas de frutas associado a uma maior complexidade aromática (condimentos, fumados etc.).

89


HABITAREENOGASTRONOMIA

Q eNTRAdA Q

Cebolas Recheadas com Legumes & Calabresa Defumada

INgRedIeNTes Para as cebolas: • Cebolas médias sem casca (das quais se .....retira o centro) - 4 unidades • Caldo de carne - 500 ml • Minicenouras - 8 unidades • Abobrinha caipira - 1 unidades • Minialhos-poró - 4 unidades • Tomate cereja - 4 unidades • Linguiça calabresa defumada (retirar a ...pele) - 200 g • Azeite extravirgem - 8 colheres de sopa • Azeite extravirgem - 4 colheres de sopa ...(para regar as cebolas no forno) • Vinho branco seco - 120 ml • Creme de leite fresco - 4 colheres de sopa • Amido de milho - 1 colher de chá • Água - 4 colheres sopa • Sal e pimenta o quanto bastar

MOdO de PReP ARO Corte a abobrinha em pedaços de 3 cm de comprimento (modo Julienne) e coloque-os numa panela com água fervente, juntamente com as minicenouras por cerca de 30 segundos, retire-as do fogo e coloque-as de imediato numa tigela de água fria com gelo para cortar a cocção. Após ficarem frias, retire da água e reserve. Retire com um pequeno aro o centro das cebolas, tomando cuidado para não perfurar o fundo das mesmas, e reserveas. Pique bem miúdo os centros das cebolas e leve para refogar numa panela pequena com 8 colheres de sopa de azeite. Enquanto isso, retire a pele das linguiças e pique em pedaços pequenos, acrescente na frigideira com a cebola picada, e deixe cozinhar por 10 minutos.

90

Junte o vinho branco e deixe cozinhar por mais 4 minutos. Juntar então o creme de leite e o amido de milho dissolvido em 4 colheres de sopa de água, e mexa por mais 2 minutos, temperando com sal e pimenta a gosto. Recheie as 4 cebolas com este preparado, e coloque-as num pyrex, regando com o caldo de carne e 4 colheres de sopa de azeite. Leve para cozinhar num forno pré-aquecido a 200 graus, durante cerca de 25 minutos. Retire rapidamente do forno e decore com os legumes (abobrinha e minicenouras reservados e os minialhosporó) e retorne ao forno aquecido por mais 5 minutos. Montagem do prato: Espalhe um pouco do recheio da cebola no centro de um prato liso, e em cima disponha uma cebola previamente recheada e aquecida.


Q PRATO PRINCIPAL Q Rabada à Moda da Confraria Ing red ie ntes Para a carne: • 1,5 kg de rabo bovino • 150 g de linguiça de carne suína ...temperada (retire a pele) e processada • 150 g de linguiça de carne suína normal • 2 colheres de sopa de alho picado • 3 tomates sem casca e cortados em cubos • 1 cebola grande picada • ½ pimenta dedo de moça picada • 400ml vinho tinto • 200ml água • 4 cravos • 4 paus de canela • 1 bouquet garni (salsa/louro/tomilho/alecrim) • Sal a gosto • Pimenta-do-reino moída na hora a gosto • Salsa picada • Azeite extravirgem • Pimenta dedo-de-moça - 4 un. (para a decoração final) Para o purê de batata (4 porções): • Batatas - 250 g • Água o quanto bastar • Manteiga sem sal em pedaços - 40 g • Creme de leite fresco - 70 ml • Sal o quanto bastar


HABITAREENOGASTRONOMIA MOdO de PReP ARO Para o preparo da rabada: Coloque a rabada em um recipiente e tempere com sal e pimenta. Jogue um fio de azeite em uma frigideira e acrescente os pedaços da rabada. Deixe dourar dos dois lados e coloque numa panela em fogo baixo, até amolecer bem a carne (se preferir uma cocção mais rápida, que não é a forma ideal, use uma panela de pressão). Reserve ao final da cocção. Retire o excesso de gordura da frigideira utilizada para preparar a rabada e volte com ela para o fogo. Depois que estiver quente, jogue a cebola e o alho. Após dourar bem, acrescente a linguiça processada e refogue bem; acrescente então o tomate, a canela e o cravo. Pegue a salsa, o louro, o tomilho e o alecrim e amarre com barbante, para fazer o bouquet garni, e jogue na frigideira. Para completar, acrescente o vinho tinto e a pimenta dedo de moça. Deixe a mistura ferver e, então, coloque na panela, junto com a rabada. Tampe a panela e deixe cozinhar por mais 45 a 60 minutos. Modo de preparo do purê de batata: Coloque as batatas numa panela, cubra com água, tampe e leve ao fogo. Após levantar fervura, abaixe o fogo e deixe cozinhar lentamente até que as batatas fiquem bem macias. Retire-as da panela e descasqueas imediatamente. Coloque-as no passador de legumes, e em seguida misture-as ao creme de leite e a manteiga previamente aquecidas, acerte o sal e bata num processador até ficar liso. Montagem do prato: Num prato fundo, coloque uma porção de purê, e faça uma cavidade central, onde se colocará uma porção de rabada, decorando com uma pimenta dedo-de-moça.

Q sOBReMesA Q Mousse de Manga à Moda da Chef INgRedIeNTes • Mangas Haden médias - 3 unidades • Água - 125 ml • Iogurte natural - 340 g • Gelatina em pó sem sabor - 1 pacote • Leite condensado - 1 lata • Creme de leite - 1 lata • Kiwi descascado - 1 a 2 unidades

92


Mod o de pre paro Para o preparo da massa: Corte as mangas em pedaços e coloque-as num liquidificador, junto com o leite condensado e o creme de leite. Bata essa mistura, até ficar homogênea. Dissolva a gelatina, de acordo com as instruções do fabricante e, com o liquidificador ainda ligado, vá adicionando a gelatina aos poucos. Se preferir, coloque a mistura em taças individuais, e sirva gelado (deixe pelo menos 4 horas na geladeira), decorando-as com uma rodela de kiwi.


CASACORTRIO

Loſt Gallery - Luis Felipe

CASACOR TRIO BOM GOSTO EM DOSE TRIPLA Mostra reúne 40 ambientes decorados pelos principais profissionais do segmento no Brasil P�� N������ �� o������� | F���� d���������

94


Casa Office

S

ob o tema Trabalhar. Saborear. Celebrar, a edição de 2011 da CASA COR TRIO, promovida pelo Grupo CASA COR, foi realizada de 8 de novembro a 4 de dezembro, nas dependências do Jockey Club de São Paulo, Zona Oeste da capital paulista.

O evento englobou três mostras simultâneas: CASA BOA MESA, com as novidades em decoração e arquitetura voltadas ao prazer de cozinhar e receber bem; CASA OFFICE, com as tendências em mobiliário e decoração corporativa para escritórios de grandes, médias e pequenas empresas; e CASA FESTA, com soluções em decoração para diferentes tipos de evento. Decorados pelos principais profissionais do segmento no Brasil, os 40 ambientes foram distribuídos em 33 mil m² de área. A proposta foi alinhar criatividade e funcionalidade, através de projetos inovadores voltados ao bem-estar, entretenimento e qualidade de vida.

95


CASACORTRIO

Boa Taça - Luis Henrique e Mariza Cundari

CASA BOA MESA Com novidades voltadas ao público que gosta de cozinhar e acolher bem, a mostra CASA BOA MESA aproveitou o momento em que se comemora o Ano da Itália no Brasil e se inspirou no país europeu e em sua culinária para a decoração dos ambientes. Com a curadoria da jornalista e empresária Luiza Estima, os 14 ambientes apresentaram as últimas tendências em arquitetura, decoração, gastronomia, estilo e vida, bem-estar, tecnologia do lar, produtos culinários, bebidas, acessórios, moda gourmet e serviços especializados. Com o crescimento do consumo de vinhos no território brasileiro, a designer de interiores Mariza Cundari e o engenheiro civil Luis Henrique Pereira estudaram cores e materiais diversos para a criação do espaço BOA TAÇA. Com 90 m², ofereceu um ambiente de sofisticação e requinte para a apreciação de uma boa taça de vinho. A principal tendência apresentada foi o reaproveitamento

96

de marcenaria na construção de um painel decorativo, mesa em mármore branco e preto marchetado, uma colméia para armazenamento das garrafas de vinho e um extenso fechamento no teto, com imagens de rolhas impressas formando uma luminária. A inspiração nos sabores e tradições da cozinha italiana não esteve presente somente nos espaços decorados, como também serviu para a criação da programação diária do CASA BOA MESA. Lá, encontraram-se aulas de culinária, harmonização de bebidas e degustações com os melhores sommeliers e chefs do Brasil. Entre as atrações, houve worshops com renomados profissionais da gastronomia e o inédito concurso CASA BOA MESA Itália, destinado a estudantes de gastronomia das escolas da cidade de São Paulo.


Cozinha Gourmet - Deborah Roig


CASACORTRIO

Sensações - Brunete Fraccaroli

CASA OFFICE Para quem planeja montar ou redecorar seu escritório, consultório, empresa ou home office, o CASA OFFICE é referência. Nesta edição, a mostra reuniu uma série de nomes de arquitetura corporativa em 19 ambientes que aliaram conforto e funcionalidade. Pela primeira vez, a mostra contou com a curadoria de Márcio Mazza, arquiteto e diretor do Portal Arq!Bacana. Presente no cenário da moda internacional, o empresário e estilista Valdemar Iódice foi a inspiração do office homônimo. Para criar o ambiente, a arquiteta Moema Wertheimer buscou referências em lofts nova-iorquinos e em materiais rústicos para criar um espaço criativo, moderno, autêntico e com tons neutros, para o conforto

98

de um designer de moda. Piso vinílico que remete a concreto, uso de carpete desenhando à forma de uma passarela, além do mobiliário com cores clean e cortinas jeans finalizaram com estilo o espaço que teve objetos pessoais do homenageado. Ao circular pela mostra, os visitantes puderam conhecer exemplos de escritórios que irão aguçar os sentidos. Esta é principal característica do espaço Sensações, de Brunete Fraccaroli, baseado em minuciosas pesquisas sobre os significados das cores e as impressões transmitidas por elas, associando outros elementos, como aromas, sons e texturas.


I贸dice - Moema Wertheimer


CASACORTRIO

Lounge de Saída - Cintia Leopoldino Belmonte

CASA FESTA

100

Atualmente, o mercado de festas e eventos movimenta cerca de R$ 32,7 bilhões no Brasil e, a cada dia que passa, requer novidades para atender os clientes, que estão mais exigentes e dispostos a investir na organização de uma festa inesquecível. Foi com esse propósito que, pelo segundo ano consecutivo, a CASA COR TRIO apresentou a mostra CASA FESTA.

Entre os destaques esteve o Lounge Chandon, criado por Roberta Gouvea, que recriou um mundo de sonhos, com as fantasias que permeiam a cidade de Saint Moritz, na Suíça. Plumas brancas, revestimentos perolados, lustres, projeção visual, banquetas altas em aço cromado, espelhos, peônias rosa, tapetes claros, poltronas e objetos prateados compuseram a beleza do projeto.

A curadoria ficou, novamente, por conta da arquiteta e jornalista Olga Krell, renomada personalidade do segmento e conhecida por ser uma grande anfitriã. Nesta edição, a mostra apresenta espaços criativos e originais, propondo tendências e soluções em mesas decoradas para diversas ocasiões: comemorações corporativas, casamentos, confraternizações sazonais, festas de aniversário, celebrações e eventos especiais.

Outro espaço que ganhou vida foi o Lounge de Saída, idealizado por Cintia Leopoldino Belmonte, que trouxe como tema eventos corporativos e sociais. Foram usadas as cores preta, prata e marrom como base para uma nova era de criatividade. O toque sustentável foi dado pela utilização de madeira de reflorestamento, tecidos de pet, papéis recicláveis e puffs de papelão.


Lounge Chandon - Roberta Gouvea


P�� N������ �� o������� | F���� d���������

arQUitetUra soNora EMPRESA ITALIANA INOVA COM A UTILIZAÇÃO DA ARQUITETURA SONORA EM AMBIENTES

A

voz de uma pessoa, as notas de um violino, o trovão que ribomba durante a tempestade, todos são sons muitos específicos e remetem a uma determinada situação. Esses sons podem causar em cada individuo sensações diferenciadas. E por que não incorporar a sensação positiva que cada áudio pode causar na hora de planejar o design do ambiente? Pensando nisso, a empresa de design italiana Giardino Sonoro, lançou, em 2009, o conceito de arquitetura sonora. Nada mais são do que estruturas posicionadas no ambiente, com a finalidade de transmitir os mais variados sons. Quando colocada no jardim, o som dessas estruturas pode ser da natureza, transmitindo, assim, a sensação de estar, realmente, em uma área de mata.

102


Para a elaboração desse conceito, foi necessária a união de diversos profissionais, como arquitetos, designers de sons, músicos, engenheiros eletroacústicos, eletrônicos e mecânicos. Tudo com um único objetivo: fazer do mundo, interior e exterior, um lugar melhor para se ouvir. A forma peculiar dos módulos de arquitetura sonora é concebida para ser acusticamente eficiente e capaz de direcionar o som para áreas predefinidas. Da combinação de diferentes módulos de som e suas variadas propriedades direcionais surge a total reformulação da experiência acústica de qualquer arquitetura, interiores e ao ar livre.


A geometria distinta das superfícies permite que os tipos de módulos, caracterizados por uma emissão sonora direcionada, se adaptem às áreas de instalação. A orientação do módulo ou o design de som pode guiar a atenção e a circulação de pessoas em determinadas direções, explorando e redesenhando características específicas de arquitetura ou a criação de múltiplas e independentes microáreas dentro do espaço principal. O sistema de aúdio dessas estruturas pode ser controlado por qualquer dispositivo web, tais como: celulares, tablets, IPads e computadores.

104


Em diferentes tipos de materiais e formatos, resistentes a qualquer condição climática, estes dispositivos podem ser instalados interna ou externamente, promovendo a difusão e o direcionamento do som e ampliando a percepção ambiental. A sinergia espacial sonora se dá por um sistema de amplificação multicanal que torna os sons imersivos e envoltos, capazes, inclusive, de mascarar a polução sonora externa.

» www.architetturasonora.com


resiNa: Cor e desiGN P�� l������ r���� | F���� d���������

CUBAS E ACESSÓRIOS ESTÃO ROUBANDO A CENA NA DECORAÇÃO

C

hegou a vez dos banheiros e lavados tirarem a atenção dos demais cômodos da casa. Para isso, eles vão ganhar cor, estilo e uma boa dose de criatividade. São as resinas em poliéster para cubas e acessórios, que vêm em dezenas de tonalidades e opções de design, para dar aquele toque exclusivo e ganhar a cena na decoração da casa.

106


A empresa especializada By Poli oferece linhas completas de acessórios para banho, com potes, porta-escovas, saboneteiras, lixeiras e bandejas, além de variados itens de decoração, incluindo sousplats, vasos, travessas e passadores de guardanapos. Os produtos são personalizados e com acabamento manual, em diferentes estilos, dos mais modernos aos mais românticos, como as linhas Folha e Cristal, esta última certificada da marca Swarovski. As novidades ficam por conta do modelo listrado, das novas cores mescladas e dos detalhes em broches com pérolas ou strass. Quando o assunto é criatividade em cubas, a Pontto Lavabo inova nos formatos e nos tons, que podem ser sólidos ou translúcidos. São 28 modelos que, além de resina de poliéster, também podem ser encontrados em imbuia ou corian. A linha Catania vem com o conjunto completo, desde a cuba e assento sanitário em resina até a bancada de vidro, espelho e complementos, como suportes para toalhas e lixeira.

» www.ponttolavabo.com.br | www.bypoli.com.br


HABITAREENTREVISTA

I Saloni tem Brasil, sim! ` A

P�� t���� r������ | F���� Pbd C����������

Como surgiu o design na sua vida? Sou filho de arquiteto e sempre o acompanhei pra ver arte, exposições e tal... Desde pequeno, gostava de pegar peças, desmontar e descobrir o que ia acontecer, no que aquilo ia virar... Eu tinha muita dúvida do que queria cursar, então comecei um estágio, ainda durante o colegial, em um escritório de Arquitetura, pra ver se era aquilo mesmo que eu queria. Cursei Design no Mackenzie e Arquitetura na Belas Artes. Mas o que eu buscava mesmo era, na verdade, uma arquitetura autosuficiente. O design é isso,

uma arquitetura em escala menor – você o faz pra você – o público vê, analisa, decide se gosta ou não – eu não vou fazer uma casa para mim sempre, mas um produto sim, e isso foi uma coisa que me atraiu muito. Porém, confesso que saí horrorizado da faculdade, sem inspiração, pois o que vi nos dois cursos foi um design cópia do italiano, sem identidade e eu não gostava, então nem pensei mais em trabalhar com isso. Pensei em trabalhar mesmo em arquitetura.

s vésperas da maior feira de design do planeta, o Salão Internacional do Móvel de Milão, em sua 51ª edição, encontramos o veterano Pedro Paulo Santoro Franco, apaixonado pelo universo do design e já no seu 10º ano de exposição em Milão. Na sua charmosa loja A Lot Of, na Gabriel Monteiro da Silva, em São Paulo, Pedro Paulo nos dá esta entrevista:

108

O que mudou a sua concepção?

Em 2000, os Irmãos Campana estavam fazendo um workshop no Museu Brasileiro de Escultura – MuBe e tive a oportunidade de participar. Aí descobri o que era design: aquele design floral, com raiz brasileira, o design tropical – não era uma cópia... E aí isso tomou mais força que a arquitetura, o que me impulsionou a partir para essa linha. E como foi que você conseguiu entrar em Milão? O mundo inteiro quer entrar lá! Pois é, foi uma coisa impressionante. Durante esse wokshop, eu


O Brasil, hoje, dentre os países estrangeiros, é o que mais manda visitantes para a Feira de Milão – esse ano a expectativa é de 11000 (6000 ou 7000 arquitetos e decoradores). fiz uma peça, a poltrona Orbital, que foi premiada no concurso “Brasil Faz Design”, e esse prêmio me deu a oportunidade de expor pela 1ª vez no Salão do Móvel de Milão. E foi aí que minha vida mudou. Lá, o grande curador Vanni Pasca gostou muito da minha peça e me convidou para expor no Abitare Il Tempo, em Verona. Além disso, Pasca a inseriu na capa do seu livro Scenari Del Giovane Design. Nessa sequencia de fatos, eu tive um acesso muito grande na mídia internacional, e, consequentemente, na mídia nacional de uma for-

ma muito forte. Comecei a vender essa poltrona para o Brasil Inteiro. O que é Milão pra você? É minha paixão, ali me sinto em casa. Esta será a minha 10ª participação, o 3º ano consecutivo dentro do Salão Satélite (os 7 anteriores foram nas exposições paralelas). A escala de Milão é outra escala, ali você pode levar conceito, pode conhecer possíveis fabricantes, acompanhar e mostrar de uma forma lampadora, não tem igual – quem vai lá vai pra procurar tendência.


HABITAREENTREVISTA

Sofá Antropófago - 2010

Poltrona Carnevale - 2011

Você tem patrocinadores ou sai tudo do seu bolso? O investimento é sempre particular. Temos apoio Ministério das Relações Exteriores para participar, mas é mais institucional. Geralmente, mais de 90% sai do próprio bolso. Mas vale a pena, pois o retorno disso é muito positivo. Vimos que você lançou um concurso Concept Design Brit Award. Esta é a sua forma de agradecer a oportunidade que lhe foi dada? Sim, claro. Eu sempre procuro fazer uma ponte. Em 2009, lançamos o “Brasil e Cosi”, levando 20 profissionais brasileiros pra expor trabalhos lá, subsidiados pela A Lot Of. Neste ano, dentro do Salão Satélite, teremos as meninas ”Oferendas Design”, que trabalham artesanato de uma forma industrial. E tem também o “Concept Design Brit Award”, uma parceria da Skitch e Casa Claudia, onde selecionaremos projetos que traduzem e valorizem

110

a “brasilidade contemporânea”. O premiado ganhará um estágio na Skitsch Milão, além de ter o seu projeto prototipado e exposto no Fuori Saloni. Assim como o “Brasil Faz Design” me deu a oportunidade e me abriu as portas do design internacional, sinto-me na obrigação de retribuir, ou seja, o que parece ser uma loucura, acaba virando uma questão comercial, porque nisso você vê quem tem coração, onde você planta uma coisa diferente e talentos se revelam. Que conselho você dá aos jovens? Pesquisar muito, pesquisar nossa cultura, valorizar nossa cultura. Não buscar só inspiração lá fora, mas buscar nossa inspiração aqui – hoje em dia nós temos um diferencial gigantesco de novas matérias primas, dessa mobilidade do Brasil – desse samba do brasileiro. A crise está atingindo tudo, no Brasil não – essa prosperidade tem que traduzir em tudo e tam-

bém nessa autoestima de estética e possibilidade de criação. Como está o design no Brasil hoje? Como você o compara com o design italiano? É um ponto muito difícil ainda – a cultura do design ainda está em ascensão por aqui. Temos riqueza de matéria prima, beleza, enfim, tudo isso é nosso, mas nos deparamos com os processos de produção. Aqui, o fabricante de móvel em geral ainda não abre espaço verdadeiro para o design, ou seja, indústria se utiliza do design simplesmente pra ter uma imagem diferente, uma ferramenta de marketing, mas ela não abraça o design. Então ela produz poucas peças com um alto custo, tornando difícil a sua comercialização. Na Itália, para uma peça ser sucesso de mercado, 40% da responsabilidade é do designer, que a cria; 30% do diretor de arte, que pensa em toda a coleção; e 30% do poder de marke-


Poltrona Supernova - 2002

Poltrona Orbital - 2000 - sua primeira peça

ting geral, da forma de exposição dela. Essa parceria torna a peça real, aí ela alcança maior volume, um preço melhor. No Brasil, nos falta essa parceria, essa curadoria. E a indústria tem que investir nisso se quiser um melhor mercado pra ela mesma. O brasileiro está consumindo mais, e melhor! E você já tem essa parceria com alguma indústria? A característica do meu trabalho é mais personalizada, em pequenas produções, sem o ônus de uma grande escala. Todas as minhas peças são produzidas pela Ronconi, de Curitiba. Fizemos um trabalho de direção de arte pra

eles e hoje ela colhe uma série de retornos com isso – é uma fábrica pioneira nesse sentido. Você é casado com uma sorocabana (Flávia, filha do arquiteto Francisco Simoni). Como você vê Sorocaba nesse universo? Conhece nossos designers? Conheço o Guto Requena, o Rodrigo Almeida... Acho que a cidade está crescendo – e foi bacana acompanhar esse crescimento. Sorocaba tem hoje uma outra realidade de paisagismo, urbanismo e arquitetura e o design acompanha. A expansão do design é bem promissora e vem naturalmente com o tempo.


O EXPERIMENTALISMO DE ROBERTO CAPUCCI

m

T���� � F���� l������ �� C����� s������

uito comentada na Itália, a belíssima mostra “Roberto Capucci e l´Antico: omaggio alla Vitoria Alata”, vai até 18 de março, no Museo di Santa Giulia, em Brescia, na Lombardia. Não é todo mundo que admira sua estética incomum, que pode ser resumida em extravagante, escultórica, experimental, coloridíssima, teatral. Quem busca ter cultura de moda, impossível negar o caminho autoral de Capucci, que é mais escultor que costureiro. Seu domínio sobre a linha e o corte, seus plissados e drapejamentos são tão extraordinários que seus vestidos são chamados de “abiti-sculturi”, vestidos-esculturas, onde o corpo

112


é mero suporte. Sua alta costura faz a ponte entre a arte e a moda. É o último grande criador italiano a realizar a alta costura da forma mais tradicional e espetacular. Ao invés de moldar o metal, as dobras, plissados e volumes de Capucci são cinzelados no tafetá de seda pura, no veludo de seda, no crepe, no gazar, na georgette, de onde brotam bordados que vão de seixos de rio a cubos de acrílico... Sua grande marca, o experimentalismo, é, no mínimo, fascinante. Esta mostra do mestre Capucci – é assim que o chamamos na Itália - é um encontro entre duas artes: a haute couture e a estatuária romana do acervo deste museu, listado pela Unesco no patrimônio histórico.


O Maestro Roberto Capucci entre os curadores da mostra: Dra Francesca Morandini e Dr. Massimiliano Capella

“A arte é um elemento necessário para o homem, eu acredito que se o homem ama a arte, ele se aproxima da beleza, se aproxima do esplendor de certas formas, cores, se torna menos violento, talvez reencontre um sentido da vida, como eu encontrei. Eu, no meu trabalho, encontrei essa dimensão maravilhosa, porque, digamos, a arte foi o meu nutrimento. Quando uma pessoa tem sede, deve beber, e assim é a arte.” Roberto Capucci

Roberto Capucci interpreta a veste da Vitoria Alada de Brescia neste vestido escultura de 25 m de georgette de seda e 17 m de mikado, em três diferentes tonalidades de verde, uma tonalidade de mauve e uma de bronze 114

Além de exibir parte de sua extraordinária coleção de alta costura, o costureiro apresenta uma criação inédita: Trata-se do vestido que il maestro criou em homenagem (omaggio) à estátua “Vittoria Alata” (Vitória Alada) de época romana, símbolo da cidade lombarda de Brescia (brê-cha). A mostra objetiva arrecadar verba para o restauro da histórica escultura com a venda do vestido em leilão.


Vitória Alada, símbolo de beleza

Criada no século 1 depois de Cristo, a estátua representa Afrodite, a deusa do amor e da beleza, com um par de asas. Tão bela é a Vitória Alada de Brescia que se tornou um símbolo de beleza feminina. Através dos tempos, muitos especialistas afirmam ser ela mais perfeita que ícones, como a Vênus de Milo (130 a.C a 90 a.C.) e a Vitória de Samotrácia (220 a.C. a 190 a.C), ambas no museu do Louvre, em Paris. O escritor americano, naturalizado inglês, Henry James, descreveu sua beleza como superior à da Vênus de Milo. No século 19, o imperador Napoleão III da França mandou fazer uma cópia, que hoje pode ser admirada nas escadarias do Pavilhão Colbert, no Louvre.

Na mostra do Museo Santa Giulia di Brescia, a arte é livre e acessível, doando leveza à mente e ao espírito. O ideal de beleza clássica é transcendental, o antigo e o moderno se encontram, se tocam e se enriquecem. Nesta mostra, a vitória é da arte e da beleza! www.robertocapuccielantico.com


PROJETOARQUITETO

A divisória e os móveis trabalhados em madeira maciça, da Éfes Marcenaria, proporcionam um toque rústico e moderno ao estilo clássico da decoração

116


O tapete da Entrelaço, que remete a um olho grego, nos tons bege, preto e branco, é o charme da decoração na sala de estar

REALCE CLÁSSICO Uma arquitetura de interiores que mescla elegância e diferentes estilos P�� r��� G������ | F���� e���� Y�����

m

isturar estilos na medida certa, criando um ambiente aconchegante e sofisticado ao mesmo tempo. Este foi o ponto de partida das arquitetas Verônica Gaburro e Claúdia F. Ferreira, ao projetarem a decoração de todo o piso inferior desta residência em Votorantim (SP).

Arq. Verônica Gaburro & Arq. Cláudia F. Ferreira 15 3017.2329 | 11 3684.1275 www.claudiafferreira.com.br www.veronicagaburro.com.br

Em um espaço de, aproximadamente, 200 m², incluindo hall de entrada, lavabo, sala de estar, jantar, cozinha e varanda gourmet, as especialistas buscaram peças clássicas para compor com a arquitetura contemporânea. No living, poltronas heros revestidas de camurça amarela acompanham o sofá chesterfield de veludo preto, proporcionando perfeita integração dos convidados. No centro, uma mesa de madeira, completa o ambiente e, ao chão, um tapete modelo que remete a um olho grego, nos tons bege, preto e branco, é o charme da decoração.

117


PROJETOARQUITETO

Lustre com detalhes em madeira, da Espaço JJ Luz, posicionado acima da mesa branca saarinen, na sala de jantar, cria uma iluminação aconchegante e cheia de estilo para o ambiente.

A mesa branca saarinen de mármore carrara, com cadeiras de madeira maciça, de Sérgio Rodrigues, sofisticam a sala de jantar. Acima, um lustre com detalhes em madeira faz um interessante arranjo. Logo atrás está um aparador em laca branca e espelho, ampliando o espaço. Nas paredes, o destaque é para as telas com pinturas abstratas da artista Marlene Dolásio Bastos. No home, integrado com a sala de jantar, um sofá aconchegante revestido de veludo berinjela e uma estante de madeira laqueada preta favorecem os momentos de descanso da família.

118


Já a belíssima varanda é um apelo ao sossego. Cercada por persianas rolo de telas perfuradas, que permitem contemplar a área externa, sem ofuscar os olhos, é extremamente aconchegante. No mobiliário, cadeiras de fibra natural revestidas com tecidos florais impermeáveis Aquablock acomodam e deixam os convidados à vontade. Uma mesa de madeira de demolição, ao centro, arranjando com os ventiladores estilo cubano, diferencia o ambiente.

FORNECEDORES

Tapetes, Persianas e Papel de Parede

15 3211.1701 R. Maria Cinto de Biaggi, 75 Santa Rosália | Sorocaba | SP www.entrelacotapetes.com.br

móveis Planejados

A porta de vidro, da Index Vidros, traz leveza e transparência, além de preservar a bela vista da varanda gourmet.

15 3247.1167 Av.João Laureano, 355 Rio Acima | Votorantim | SP

Vidros e Esquadrias

15 3222.8686 Av. Com. Camilo Júlio, 2655 | UAC-01 Zona Industrial | Sorocaba | SP www.indexaluminio.ind.br

Iluminação

15 3234.6018 | 3231.4239 Coronel Nogueira Padilha, 70 Além Ponte | Sorocaba | SP

119


PROJETOARQUITETO

120


TOQUE DE TRANSPARÊNCIA Vidros, janelas e aberturas imprimem leveza e amplitude a esta casa P�� Ri�� G��dini e Le�ici� R���� | F���� E���n Y��i��

Arq. Rodrigo Latorre 15 3234.8367 | 4009.5656 www.rodrigolatorre.com.br

N

este sobrado de 300 m² em um loteamento fechado de Sorocaba (SP), o arquiteto Rodrigo Latorre apostou nos vãos em vidro e em grandes janelas e aberturas para imprimir leveza, amplitude e conferir modernidade aos espaços. O resultado foi um ambiente iluminado, arejado e uma interessante integração com a paisagem. Na fachada, o destaque é das placas de madeira rústica, que acompanham o caminho da entrada até a porta. As lâminas de vidro, com 6 m de altura, que acompanham o pé-direito alto da sala de estar, compõem para criar uma área espaçosa e ventilada, favorecendo a entrada da luz natural e uma visão privilegiada da área de lazer, com destaque para a piscina. Seguindo esse mesmo conceito, a escada, projetada na área de circulação, também ganhou guarda-corpo de vidro.

121


PROJETOARQUITETO

Para não perder o aconchego, o arquiteto procurou criar um clima mais intimista no living, utilizando lâmpadas de alcance e foco mais longos. Neste mesmo espaço, outra opção para ganhar conforto foi utilizar a madeira no painel do home, contrastando com o mobiliário moderno. Na sala de jantar, o pendente de cristal cede um toque clássico para o estilo contemporâneo da casa. A mesa, em laca branca, destaca as cadeiras de madeira maciça, assim como o aparador vermelho, posicionado sob um grande espelho. A cozinha, com balcão aberto, integra-se à sala de jantar que, por sua vez, dá vista para a área de lazer com piscina. Lá, o paisagismo é valorizado pelo jogo de luz e sombras.

122


Móveis do quarto do casal, como o gabinete, da Marcenaria Mantovani, completam com conforto e elegância a decoração

Pisos, da Disparquet, de tacos 3 cm de cumaru, criam um clima aconchegante no quarto do casal

Na suíte do casal, que dá acesso a uma ampla sacada com vista para o condomínio, a opção foi pelos tons claros e decoração discreta, com veneziana automatizada que, além de oferecer comodidade, contribui para deixar o ambiente mais espaçoso.

FORNECEDORES

Portas e Pisos de Madeira

15 3222.2741 Av. Gal. Carneiro 1835 Sorocaba | SP www.disparquet.com.br

Marcenaria

15 3221.9435 | 3032.0875 R. Benedito Ferreira Telles, 920 Jardim Simus | Sorocaba | SP www.marcenariamantovani.com.br

123


PROJETOARQUITETO

124


A cor púrpura e a preservação de itens da construção antiga conferiram uma nova identidade à boutique Lullistore

A COR É A PROTAGONISTA Restaurada, casa antiga ganha cor e um charme especial P�� Ri�� G��dini | F���� An� C���e��e��i

C

om o desafio de dar uma cara nova a uma casa antiga e transformá-la em boutique de roupas femininas, a arquiteta Julia Cossermelli Guitte buscou integrar itens restaurados, reaproveitando e reutilizando peças e objetos da construção com elementos modernos.

Arq. Julia Cossermelli Guitte 15 7834.8518 | id 11717*4 arquitetura.julia@gmail.com

Nesse projeto, de 150m², as cores deixam de ser figurantes para se tornarem protagonistas. Na fachada, ousou com a cor púrpura para destacar a representação feminina e atrair as clientes e, nas paredes internas, tons suaves, conferindo identidade à loja, sem roubar a cena dos looks na vitrine.

125


PROJETOARQUITETO

As cortinas,feitas sob medida pela Arte Nata, completaram a beleza dos provadores

Na repaginação da estrutura, a arquiteta esteve sempre atenta à preservação dos detalhes históricos do prédio, que existe há mais de 40 anos. O piso de madeira de peroba rosa é um exemplo. Pintado de branco, ajustou-se perfeitamente à delicadeza do mobiliário. Espelhos de diferentes tamanhos e formatos, emoldurados de branco, conferem ainda mais charme na entrada da loja e também no toilette.

126


Um toque especial aos provadores, eles estão voltados para um jardim. Além de muito agradável, nada melhor do que experimentar as roupas com uma iluminação natural. Um sofá recamier, à disposição das clientes, está localizado em frente aos provadores, deixando-os ainda mais confortáveis.

FORNECEDORES

Pedras Decorativas

15 3227.1017 | 3227.2000 Av. Cel. Nogueira Padilha, 1909 Vila Hortência | Sorocaba | SP www.casadaspedraspisos.com.br

Boutique

15 3031.5753 R. Senador Vergueiro, 52 Jardim Vergueiro | Sorocaba | SP www.lullistore.com.br

Decoração

As pedras portuguesas, da Casa das Pedras, enriqueceram a fachada da loja

15 3222.3214 Av. Afonso Vergueiro, 2460 Vila Augusta | Sorocaba | SP www.artenatadecor.com.br

127


PROJETOARQUITETO As portas em design moderno, da Fênix Madeira, seguem o estilo contemporâneo do projeto residencial

A parede da escada de acesso à área íntima ganha charme com revestimento em pedra portuguesa branca, com iluminação de destaque. O espaço da escada foi aproveitado com uma adega e cristaleira para dar suporte à sala de jantar integrada.

128


Os tijolos, da Cerâmica Recreio, reforçaram o ar imponente da fachada da casa

PERFEITA CONEXÃO Projeto residencial otimiza uso do espaço com integração dos ambientes P�� Ri�� G��dini e Le��ci� R���� | F���� E���n Y��i��

P

ara favorecer a recepção de familiares e amigos, a dupla de arquitetos Flávia Rostelato e Jean Reis abusa das linhas retas de uma arquitetura limpa e horizontalizada, com a integração dos ambientes no projeto desta elegante casa de, aproximadamente, 300 m², em um loteamento residencial de Sorocaba (SP).

Arq. Jean Reis & Arq. Flávia Rostelato 15 3418.2694 arte.arquitetura@yahoo.com.br

Na entrada, os visitantes são recebidos em um hall, que une sala de estar, jantar, cozinha, varanda gourmet e área social. Os arquitetos otimizaram o uso do espaço, possibilitando também excelente iluminação e ventilação. “A conexão e a integração com a paisagem gera sustentabilidade já na concepção do projeto, pois teve a preocupação de utilizar grandes vãos envidraçados para auxiliar na iluminação e ventilação natural, permitindo maior conforto aos ambientes”, explicam Flávia e Jean. O pé-direito duplo do living, com 6 m, contribui para a amplitude e o conforto da integração. O mesmo conceito é seguido pela utilização de cores claras e móveis com linhas retas, que ainda destacam - mas sem pesar - os acessórios escuros que completam a decoração.

129


PROJETOARQUITETO Os detalhes em mármore, da Marmoraria Mendes, dão o toque final ao projeto

Os móveis planejados em linhas retas, da Marcenaria Lanzili, garantem o estilo versátil da decoração

Ao lado da escada, encontra-se um escritório, com mobiliário funcional e cores monocromáticas de cinza e preto. O complemento fica por conta do piso laminado de madeira carvalho e da utilização do papel de parede, que acrescenta profundidade e leveza. Para a cozinha, os arquitetos apostaram no estilo americano, com vista para a sala de estar. O preto foi, mais uma vez, o tom escolhido para os móveis, tanto para o grande balcão em granito café imperial, quanto para as portas dos armários em vidro. O inox dos eletrodomésticos igualmente contribui para o ar moderno deste ambiente, que ainda surpreende com uma minibiblioteca dedicada à gastronomia. Na varanda gourmet, a decoração ganha ares de Verão. As banquetas, mesas e luminárias pendentes de bambu são destacadas pelas cores neutras e a leveza do vidro, trazendo conforto ao dia a dia da família.

130


Os acessórios em tons intensos, da Konsulfree, contrastam com as cores claras dos ambientes

Com o objetivo de preservar a intimidade da família, os arquitetos projetaram quatro suítes, sendo duas no piso inferior para receber os hóspedes. A suíte master, com vista para o bosque, traduz todo o romantismo dos casal. O destaque é do painel de 1,60 m, sob a cabeceira da cama, com uma imagem de um momento inesquecível deles. A iluminação direcionada realça os objetos de decoração, em preto e branco. Travesseiros e almofadas vermelhas completam o clima.

FORNECEDORES

Presentes, Enxoval, Decoração e Tapetes

Portas, Janelas e Fechaduras

Marmoraria

15 3227.4747 R. Dorothy de Oliveira, 855 Jd. do Sol | Sorocaba | SP www.marmorariamendes.com.br

15 3229.5100 R. Levindo Lima, 15 Campolim | Sorocaba | SP www.konsulfree.com.br

Marcenaria

15 3325.1062 www.lanzili.com.br

15 3202.8166 Av. General Carneiro, 2123 Cerrado | Sorocaba | SP www.fenixmad.com.br

Tijolos

15 3223.3418 Av. Silvio Betti, 175 Sorocaba | SP

131


PROJETOARQUITETO

Porta principal em madeira maciรงa, da Novolar, marca a passagem dos convidados pelo hall 132


O projeto inovador contribui para o glamour dos eventos no salão Spazio Calegari

ARROJADO & ELEGANTE Salão recebe com bom gosto todos os tipos de comemorações P�� Ri�� G��dini | F���� R�d�i�� de F�ei��� T�e�d���

P

ara garantir os holofotes em noites de muita comemoração, o arquiteto Danilo Komyama Calegari desenvolveu um projeto com design moderno e despojado para completar o glamour dos eventos neste salão de festas, de 1.000 m², em Itapetininga (SP).

Arq. Danilo Komyama Calegari 15 3271.1326 | 9784.7413 www.dkcarquitetura.com.br

A imponente fachada, com 8 m de altura, ganha ainda mais destaque na cor preta, com detalhes em tijolo à vista patinado de branco. Na entrada, uma marquise em estrutura metálica, suspensa por cabos de aços, recebe os convidados em estilo arrojado. O jardim externo é realçado por iluminação especial, garantindo um ambiente acolhedor e elegante ao cair da noite. A grande porta da recepção, em madeira maciça, com mais de 2 m de altura, também é na cor branca, com vidros serigrafados em preto. No hall, o brilho do lustre de cristal já avisa que o momento é de festa!

133


PROJETOARQUITETO Detalhes em gesso, da empresa Coelho Gesso, conferem elegância ao projeto

Pisos em madeira maciça, da Indusparquet, trazem conforto e estilo à estrutura do salão

Do lado esquerdo, estão estrategicamente posicionados os toiletes, para facilitar o acesso aos convidados. No feminino, detalhes em pastilhas vermelhas de vidro realçam os grandes espelhos bisotados. Figuras decorativas com pedras Zarovski igualmente personalizam o ambiente. Já para o público masculino, o box de vidro serigrafado em preto completa o tom sóbrio e elegante do porcelanato igualmente escuro. Um jardim a céu aberto, com 60 m², chama a atenção ao Leste do salão, coberto por um charmoso pergolado de madeira de demolição, um espaço ideal para um bate-papo ou, quem sabe, roubar aquele beijo. O restante do requinte fica por conta do sistema de iluminação direcionado para as sancas de gesso que emolduram todo o salão.

Balcões em mármore, da Marmoraria Natugran, garantem o charme nos toiletes 134


A fachada imponente ganha um look ousado, com as cores preta e branca, das Tintas Pig

Os vidros serigrafados de preto, da Vidraçaria Vaz, completam o tom moderno do espaço

FORNECEDORES

Pisos

15 3285.5000 Rod. SP 127 | Km 75,5 Tietê | SP www.indusparquet.com.br

Marmoraria

15 3273.3868 R. Maria do Bom Sucesso P. Moraes, 70 Vila Progresso | Itapetininga | SP www.natugran.com.br

Tintas

15 3275.6000 Av. Domingos José Vieira, 1241 Centro | Itapetininga | SP www.tintaspig.com.br

Portas e Janelas

15 3272.6234 Av. Cinco de Novembro, 935 Vila Nastri | Itapetininga | SP

Salão de Festa

15 9784.4344 | 9700.0529 R. Benedita Silva Rosa, 2400 Vila Carolina | Itapetininga | SP www.spaziocalegari.com.br

Vidraçaria

15 3272.6812 | 3271.2738 Av. Pe. Antonio Brunetti, 585 Vila Rio Branco | Itapetininga | SP www.vidracariavaz.com.br

Gesso

15 3373.7423 R. Octaviano Estêvão de Medeiros, 51 Itapetininga | SP www.coelhogesso.com.br

135


NOTAS

Kitchen & Bath

Kitchen and Bath Expo é a feira brasileira ideal para ficar por dentro do lançamento de produtos e acompanhar a exibição das próximas tendências em cozinhas e banheiros para designers, arquitetos, decoradores, engenheiros, construtores e lojistas. A feira acontece paralelamente ao Fórum Internacional de Arquitetura e Construção no qual serão tratadas as novidades e tendências do setor. Com público altamente qualificado, a feira recebeu em sua última edição mais de 15.000 profissionais. Data: 20 a 23 de março Horário: das 10 às 19h Local: Transamérica Expo Center Endereço: Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 Santo Amaro - São Paulo/SP

www.kitchenbathexpo.com.br

MosBuild

MosBuild é a maior exposição de construção e interiores da Rússia e do Leste Europeu. A feira apresenta as últimas tecnologias e lançamentos de produtos e serviços das compahias líderes internacionais dedicadas ao campo da construção capital, renovação e acabamento de interiores. A feira conta com a participação de fabricantes e fornecedores de todos os continentes. Mosbuild está composta de várias exposições, todas relacionadas com a construção e interiores de casas, apartamentos etc. Algumas feiras dentro de Mosbuild são realizadas em Crocus Expo e outras no recinto Expocentr Krasnaya Presnya. Data: 02 a 13 de abril Horário: das 10 às 18h Local: Centro Internacional de Exposições Crocus Expo (Moscou, Rússia) Endereço: 65-66 км МКАД, Москва, Rússia, 143400

www.mcb.org.br

Salone Internazionale del Mobile

Grande ponto de referimento mundial quando se trata de casa e decoração, o Salone Del Mobile é também um grande veículo de promoção. Criado em 1961 com a intenção de promover as exportações italianas, trouxe bons resultados e continua a trazê-los, pois recebe visitantes do mundo todo! Além dos visitantes, conta com produtos, marcas e criações internacionais. Lá é possível se atualizar das últimas tendências – e falamos de produtos realmente bons – e fazer bons contatos. Data: 17 a 22 de abril Horário: das 9:30 às 18:30h Local: Fiera Milano, Rho (Milão, Itália) Endereço: Strada Statale del Sempione, 28, 20017 Rho (MI)

www.cosmit.it/it/

Movelsul Brasil

A Movelsul é a melhor e maior feira de móveis da América Latina, abrigando em 57.219 m² de exposição centenas de expositores que apresentam de forma segmentada sua diversidade em mobiliário para escritório, dormitórios, salas de jantar, colchões, tapetes, entre outros! É realizada em Bento Gonçalves-RS, e promovida pelo Sindmóveis de Bento Gonçalves, que desde 1977 desenvolve sua expertise na promoção de feiras, congregando a realização de negócios a um ambiente amistoso e turístico. Data: 26 a 30 de março Horário: das 12 às 20hs Local: Pq. de Eventos Endereço: Fenavinho, 481 - Fenavinho - Bento Gonçalves/RS

www.sindmoveis.com.br/movelsul

136


P�� Le��ci� R���� | F���� Di��������

PRÁTICOS E SUSTENTÁVEIS NOVAS LINHAS DE METAIS PARA COZINHAS E BANHEIROS PERMITEM ECONOMIA

A

lém de conferir beleza e sofisticação aos ambientes, os novos metais para cozinhas e banheiros, agora, também auxiliam em diversas tarefas importantes, como no uso consciente da água e na manutenção dos espaços sempre limpos.

Pensando nesses diferenciais, a empresa especializada Delta Faucet criou seis linhas de metais com tecnologia avançada, todas elas a favor da comodidade e do respeito à natureza. As torneiras para cozinha da linha Pilar são equipadas com o sistema Touch2O. Elas são acionadas com um simples toque na bica ou na alavanca da peça, facilitando as tarefas durante o preparo dos alimentos e conservando a torneira limpa. As bicas giratórias podem ser de 180 ou 360 graus. Há, ainda, as versões com as tecnologias MagnaTite, que engloba torneira e ducha flexível acoplada com mecanismo de conexão por ímã – permitindo maior resistência ao uso -, e Diamond Seal, que confere ainda mais durabilidade à peça, garantindo mais de 5 milhões de jatos.

138


As linhas Addison e Lahara vêm com o sistema Touch2O.xt, que permite escolher entre tocar ou apenas se aproximar para o funcionamento. A opção por aproximação é perfeita para tarefas frequentes, como: lavar as mãos ou limpar a lâmina do barbeador. Já a opção de toque permite o acionamento fácil, em qualquer parte da torneira. Inspirada na beleza dos Andes, a linha Adian para banheiro tem peças sofisticadas, que atendem, principalmente, o setor hoteleiro, a preços competitivos. Inclui, ainda, uma torneira para cozinha e conta também com tecnologia que prolonga a durabilidade da peça. A linha Elemetro oferece um design simples e contemporâneo, que combina com uma variedade de estilos. A coleção completa para banheiro inclui torneiras monocomando, misturadores externos e internos para chuveiro ou banheira e torneira monocomando para bidê. Para completar a família, as monocomando para cozinha representam uma bela adição em qualquer casa. Todas foram feitas para durar, com corpo de metal fundido e válvula de cerâmica. Por fim, a linha Trinsic traz formas elegantes, que traduzem as últimas tendências em metais. As torneiras são igualmente equipadas com sistema que interrompe ou aciona o funcionamento, mediante simples toque.

» www.deltafaucet.com


ARQUITETOSENGENHEIROS

140


141


ARQUITETOSENGENHEIROS

142


HABITAREHALL

H��i���e 9 �n�� A revista Habitare comemorou em grande estilo os seus 9 anos!

O Chalé Francês foi o local escolhido para o evento, um lugar cheio de charme e que deu um toque especial à festa. Muitos clientes, imprensa, arquitetos e autoridades prestigiaram o nosso evento. Nessa noite, a revista presenteou também os profissionais que venceram nos cadernos especiais de Piscinas e Salas de Estar/ Home Theather, votação pelo site, com um intercâmbio cultural na Ilha de Malta.

2

Fotos: Gustavo Benitez

1

5

4

3

8

7

9

6

11

10

144

1. Laila Pacheco, Cristiane Lopes e Valentina Rampini - 2. Zi Cossermelli - 3. Tiana Ribeiro - 4. Rita Galdini e Miriam Bonora - 5. Eri Ramos, Renato Queiroz e Lauren Tebet - 6. Patrick Nascimento - 7. Fernando Oliveira e Adriana Sacchi - 8. Valter Calis e Fernanda Palma - 9. Eric Stefanelli - 10. Edna e Zezo Faria - 11. Leandro Barros, Cláudia F. Ferreira, Vanessa Peixoto e Fernando Quaresma - 10. Cristina Pereira e Décio Perez

12


145


HABITAREHALL

T�de�c�ini

Fotos: Gustavo Benitez

A Todeschini Sorocaba apresentou para seus convidados a Coleção Vida. Inspirado no famoso design escandinavo, chega ao mercado para materializar o bem-viver, permitindo a composição de espaços sofisticados e ao mesmo tempo acolhedores e despojados. Para comemorar, a loja foi totalmente reformada, ganhando muito mais vida e estilo com ambientes modernos e projetados para atender seus clientes de forma única.

2

1

3

5

6

4

8

9

1. Camilo Botti e Cristina Botti - 2. Geraldo e Ana Paula - 3. Luciana Valsechi - 4. Janaína e Ricardo Alves - 5. Guta Temple e Viviane Carvalho - 6. Rodrigo Dantas e Eliane - 7. Rodrigo Almeida - 8. Priscila Gusmão - 9. Rodinei Pinto, Beto Caiuby e Adriano Mascarenhas - 10. Júlio Petruco e Marcelo Rosa

7

10

146


147


HABITAREHALL

P������ Inaugurada em Sorocaba a Portoro. A loja, instalada no Campolim, oferece produtos diferenciados para acabamento, revestimentos, pisos e pastilhas com marcas exclusivas. Vale a pena conferir as belíssimas opções que a Portoro está trazendo para melhor atender os clientes. E para receber seus convidados, os proprietários prepararam um charmoso coquetel para arquitetos, fornecedores, clientes e imprensa.

1

4

3

2

6

7

5

9

8

148

1. Adriana Abrão, Denise Teixeira, Nelson H. Carlini, Regina Ramires, Egidio Pucci, Marcelo, Eduardo Brandão - 2. Edan Shoer e Karen Kubokawa - 3. Mazé Sfeir e Maira Sfeir - 4. Evely Fazano e Rubinho Cardieri - 5. Rodinei Pinto - 6. Nelson H. Carlini, Egidio Pucci, Denise Teixeira, Eduardo Carlini - 7. Adriana Abrão e Denise Teixeira - 8. Rafael de Aquino e Michela de Aquino - 9. Vanessa Camargo, Alan Machado, Laura Pucci - 10. Fábio Cé e Ana Paula

10


149


HABITAREHALL

Sie���

by Stella House A Sierra Móveis fechou o ano de 2011 com um evento só para a imprensa. Maristela Honda recebeu todos os veículos de comunicação com um coquetel muito gostoso e descontraído. Fotógrafos, colunistas sociais, jornalistas, todos se sentiram muito honrados com esse carinho oferecido pela Sierra.

1

2

3

4

Fotos: Joel Vieira

6

5

9 8

1. Edgar Gonçalvez, Maristela Honda e Carlinhos Gonçalvez - 2. Cel. Abreu e Jak Catena - 3. Will Baptista - 4. Maria Helena Amorim e Reinaldo Galhardo 5. Simone Sanchez - 6. Ediça Madureira e Maristela Honda - 7. Rui Albuquerque - 8. Joel Vieira e Carlos Honda - 9. Ângela Fiorenzo e José Desidério

7

150


151


HABITAREHALL

T�end Casual Home Presente nos principais pontos de São Paulo, agora em Sorocaba

Coquetel em grande estilo recebeu convidados e marca a vinda da Trend Casual Home à Sorocaba. Inaugurada no coração do Campolim,a loja se destaca pela modernidade e variedade de produtos e oferece soluções para todo tipo de ambiente. Confira!

2

1

4

6

Fotos: Paulinho Godoi

5

3

1. Silmeire Barisson - 2. Claúdia Ferreira - 3. Cidinha Pintor - 4. Evely Fazano - 5. Tânia e José Carlos Corrêa - 6 Maria do Carmo Soeiro e Silvana Brait - 7. Mirian de Souza- 8. Fernanda Pintor

7

152

8


153


154


ANDAIMES

ANDAIMES

AR CONDICIONADO

CONSTRUTORA

DECORAÇÃO

DECORAÇÃO

155


EMPALHAMENTO DE MÓVEIS

FORROS E DIVISÓRIAS

MÁRMORES E GRANITOS

PROJETOS E CONSTRUÇÕES

RÁDIO

RESTAURAÇÃO

156


SONDAGENS E FUNCAÇÕES

TECIDOS PARA DECORAÇÃO

TECIDOS PARA DECORAÇÃO

Atenção: não nos responsabilizamos por eventuais danos que possam ser causados por peças não originais de fábrica que sejam utilizadas nos produtos. Para a sua segurança consulte sempre um Distribuidor Autorizado Europa através do site www.europa.com.br

CHEGOU O EUROPA DA VINCI,

O ÚNICO PURIFICADOR QUE REFRIGERA A ÁGUA E CABE EXATAMENTE ONDE VOCÊ QUERIA. LIVRE-SE DO TRAMBOLHÃO E DEIXE SUA COZINHA COM MAIS ESPAÇO.

EuroServ Distribuidor Autorizado Vendas e Assistência Técnica Av. Barão de Tatuí, 704 - SOROCABA Tel.: (15)

esse cabe.

3233-8474

157


ALARMES

EMPREGOS DOMÉSTICOS

ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

ANDAIMES

158

CHURRASQUEIRAS

FORROS E DIVISÓRIAS

DRY WALL

LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS


MADEIREIRAS

PEDRAS DECORATIVAS

MARCENARIA

PISCINAS

PAISAGISMO

159


RASPADORA

TRATAMENTO DE ESGOTO

SERRALHERIA

VIDRAÇARIA

TIJOLOS

TOLDOS TRANSPORTE

160


Índice

Acabamentos, Pisos e Revestimentos Bella Casa La Boutique Portobello Shop Portoro Villa Attuale

pág. 21 pág. 45 pág. 61 pág. 49 pág. 53

Academia Biofit

pág. 160

Aço Inox Delpy Divero

pág. 33 pág. 23

Andaimes 3A Andaimes Alug Andaimes Degraus

pág. 155 pág. 158 pág. 155

Aquecedores Sorosol

pág. 147

Ar Condicionado Blue Waves

pág. 155

Arquitetos /Engenheiros Adriana Machado pág. 140 Alice Lippi pág. 140 Arte Arquitetura pág. 142 Bi Arquitetura pág. 141 Caterina Reze/Silvia Jamas pág. 141 Danio Calegari pág. 140 Érica Balbinot pág. 142 Espaço e Construção pág. 142 Fernando C. Poles pág. 142 FPS Engenharia pág. 142 Gustavo Simoneti pág. 140 Julia Cossermelli Guitte pág. 142 Maria Lúcia C. Santos pág. 107 Martinhão Neves pág. 141 Natália Cafisso pág. 141 Paulo Foot pág. 142 pág. 140 Rafael de Aquino Rodinei Pinto pág. 141 Rodrigo Latorre pág. 141 Sérgio Gonzalez pág. 140 Simone Fróes pág. 156 Viviane Projetos pág. 141

Blog de Moda Zoom Street Fashion

Fenix Mad pág. 131 Mármores e Granitos pág. 156 pág. 143 Mad Mat pág. 153 Granitos JR Novolar pág. 135 Marm. Mendes pág. 131 Boutique Serr. Manchester pág. 19 Marm. Natugran pág. 135 Lullistore pág. 127 Feng Shui Materiais Elétricos Churrasqueiras Danny Moraes pág.153 Eletrosol pág. 83 Casa Grill pág. 158 Ferrari & Ferrari pág. 77 Obra Fácil pág. 101 Ferro para Construção Basseifer pág. 97 Materiais p/ Construção Construtora Comercial Peixoto pág. 59 ADM Obras pág. 155 Filtros e Purificadores Jimenez pág. 91 Acqua Viva pág. 137 Construções Sustentáveis Euroserv pág. 157 Molduras Life House pág. 75 Fast Frame pág. 105 Forros e Divisórias Copiadora Gaia pág. 158 Móveis Planejados Copypel pág. 19 Mad Plac pág. 156 Casa Vert pág. 151 Decoração Closet & Cia pág. 15 Artenata p. 127/155 Gesso Dellano pág. 9 pág. 135 Bambu Arte Móveis pág. 139 Coelho Gesso SCA pág. 2/3 Francesco Emiliano pág. 103 Decora Casa & Jardim p. 12/13 Paisagismo Ernesto Ferro pág. 155 Iluminação pág. 55 Espaço Art & Design pág. 87 Espaço JJ Luz pág. 119 Decore Jardins Flora JCN pág. 25 Konsulfree pág. 131 Flora Morumby pág. 47 Luxdecor pág. 37 Impermeabilizações pág. 145 LG Gramas Maison Bertin pág. 41 MDV pág. 159 Morarte pág. 4/ 5 Locação de Máq. e Equip. Piazza Garden pág. 159 Trend Home Casual pág. 6/ 7 Casa do Construtor pág. 111 pág. 85 Tiffany Flora e Floric. Vila Design pág. 10/11 Kaisen pág. 158 Pedras Decorativas Drywall Casa das Pedras pág. 127/159 Madeireiras Comstrukim pág. 158 JW Madeiras pág. 159 Nacional Rei das Pedras pág. 159 Madeira & Arte pág. 151 Elevadores Piscinas pág. 93 Casa Automática pág. 29 Madeireira Bormann LL Piscinas pág. 159 Madeireira Moretti pág. 109 Madeireira Progresso pág. 159 Pisos em Madeira Empalhamento de Móveis pág. 31/123 pág. 115 Disparquet Art Palha pág. 156 Umuarama Indusparquet pág. 31/135 Marcenarias Empregos Domésticos Marc. Artesanal pág. 164 Pré-fabricados Lar Doce Lar pág. 158 Marc. Éfe´s pág. 119 Basseifer pág. 97 Escadas Marc. Inova pág. 159 Rádio JSilva Escadas pág. 149 Marc. JZ pág. 69 Antena 1 pág. 156 Marc. Lanzili pág. 131 Esquadrias pág. 123/149 Raspadora Esquadrias Martins pág. 67 Marc. Mantovani Estrela Radiante

pág. 158 Marc. MDM

pág. 99

Raspadora Müzzel

Restauração de Móveis Armazém Brasil Salão de Festas Spazio Calegari

pág. 135

Serralheria Casa Automática Scarel Serr. Artística JR Serr. Lopes

pág. 29 pág. 147 pág. 160 pág. 51

pág. 156

Sistemas de Segurança Suprematech pág. 158 Sondagens e Fundações Soenvil Engenharia pág. 157 Tapetes Entrelaço

pág. 119

Tecidos para Decoração Complast pág. 157 Tecplast pág. 157 Telhas MF Telhas

pág. 145

Terraplenagem Rodeghel Pedra e Areia

pág. 113

Tijolos Cerâmica Recreio

pág.131/160

Tintas Tintas Pig Ipapetininga

pág. 135

Toldos Toldos Albuquerque

pág. 160

Transporte/Frete Roberto

pág. 160

Tratamento de Esgoto ETE Bio

pág. 160

Vidraçaria

Alfavidro Index Vidraçaria Carvalho Vidraçaria Vaz pág. 160 Vidrotemp

pág. 17 pág. 119 pág. 160 pág. 135 pág. 160



Revista Habitare - nº 35