Page 1

Ano 8 nº 32 Sorocaba | 2011 R$ 10,00

CARA URBANA

EDITORA

itu casa decor

Soluções criativas e materiais sustentáveis

Loja com novo layout em local privilegiado

tecnocimento O cimento queimado evoluiu

Home Office É possivel trabalhar em casa com conforto e organização


Editorial Esperamos que ao abrir a revista você se sinta entrando numa casa gostosa, com cheiro de tinta fresca e surpreenda-se com cada cantinho!

P

rojetos arquitetônicos e interiores, paisagismo, arte. Matérias e reportagens sobre assuntos relativos a construção, com muito conteúdo. Uma revista vitaminada de tendências... tudo isso pra fazer brilhar os seus olhos e ajudar você a deixar a sua casa mais gostosa! O nosso foco é esse. Veja a cobertura da Itu Casa Decor com todos os ambientes da mostra! Com o tema “Uma casa inteligente como você”, o evento reuniu 50 profissionais da nossa região. Conheça os tijolos feitos da reciclagem do entulho. Uma ótima alternativa para a redução de problemas no canteiro de obras, gerando economia e controle de desperdícios. O charme do Garimpo desta edição está na escolha do local... um container de eucalipto de reflorestamento ambientado para ser um home office! Quem não queria ter um escritório assim? A feira de design de Milão recebeu em abril visitantes de todo o mundo, para comemorar os seus 50 anos. A feira se transforma e acolhe inúmeros eventos, especialmente este ano. Os visitantes, em sua maioria profissionais da área, foram conhecer as referências e tendências que ditarão a moda do design de interiores para o próximo ano.

Diretora Executiva Tiana Ribeiro

diretoria@editorasbc.com.br

Diretora Editorial Zi Cossermelli

habitare@editorasbc.com.br

Diretor de Arte

Departamento Jurídico

Silvia Helena Leandro (MTB 4874/DF) redacao@editorasbc.com.br

Lucien Domingues Ramos (OAB/SP 132.502) Nestor Ribeiro (OAB/SP 33774)

Administrativo | Financeiro

Críticas, dúvidas e sugestões

Cristiane Lopes

financeiro@editorasbc.com.br

Departamento Comercial

Diagramação

Ana Coelho | Décio Perez Martim

Vinni Del Poço

Ediça Madureira | Júlio Strassacapa | Zezo Faria

Arte Final

Colaboradores

criacao@editorasbc.com.br

Até a próxima!

Jornalista Responsável

Kauan Lacerda

Laila Pacheco Valentina Rampini

Quer mais? Veja a revista inteira! Aproveite cada detalhe, cada cantinho!

Fabrizio Mott | Francine Trevisan

habitare@editorasbc.com.br Habitare é uma publicação trimestral da Editora SBC Ltda. - Administração, Redação e Publicidade: Rua Ângelo Elias, 443 Sta. Rosália - Sorocaba - SP CEP 18090 100 | Tel: (15) 3233 9312

Um abraço.

Diretora Editorial

www.revistahabitare.com.br twitter: @habitare Tiragem: 10 mil exemplares Gráfica Ibep Todos os direitos autorais da HABITARE estão reservados. Nenhuma parte deste trabalho pode ser reproduzida ou transmitida por qualquer forma, meio eletrônico ou mecânico, fotocópia, gravação ou sistema informatizado, sem prévia autorização dos autores. Toda informação nos anúncios é de inteira responsabilidade do anunciante.


44

Sumário 44 Casa Transparente A arquitetura fluída abraça a área de lazer Com visual limpo, linhas retas e metragem privilegiada, esta residência mostra por fora o que está em evidência por dentro: um grandioso espaço de conforto e tranquilidade.

50

50 Garimpo

A liberdade de um Home Office Que o Home Office permite uma liberdade maior que os escritórios, todo mundo sabe, mas para trabalhar em casa sem que o ambiente vire uma bagunça, é preciso alguns cuidados e um deles é isolar as duas funções.

34 Tecnocimento O cimento queimado evoluiu

Nova tendência no mercado, o tecnocimento é um novo conceito em revestimento, que pode ser usado tanto em projetos residenciais quanto comerciais. O objetivo, além do baixo custo, é aliar beleza e qualidade.

68 A Vez dos Rodapés A tendência é mesclar cores e texturas

68

Mais que uma peça de proteção para piso e parede, o material ganhou novas versões e passou a ser um acabamento indispensável em todos os ambientes da casa.

34


76 Itu Casa Decor Soluções criativas e materiais sustentáveis marcam a 2ª edição da mostra Os projetos trazem ideias inovadoras e algumas inusitadas, materiais em diferentes aplicações e sustentáveis, além da tecnologia empregada nos equipamentos de automação em quase todos os ambientes.

76 100 Feira de design

Capa: Designer Adriana Sacchi Agradecimento Ezklo Foto Elson Yabiku

de Milão 2011

Esta gigantesca estrutura interpreta a indústria mundial do design A feira de Milão se transforma e acolhe inúmeros eventos, especialmente este, pela comemoração dos 50 anos.

100 108 Morada Ecológica Exposição traz uma investigação à influência da sustentabilidade na arquitetura do século 21. Morada Ecológica aborda as principais inovações da arquitetura contemporânea ao redor do mundo e a forma como a sustentabilidade vem influenciando o setor da construção.

108 118

Cara Urbana Projeto segue a mesma linguagem da marca, porém, mais sofisticado Por se tratar de uma franquia, o projeto segue um padrão, porém, os arquitetos André Galan e Adriana Machado de Araújo Galan fizeram adaptações que deixaram a loja mais sofisticada.

118


DICAS & NOVIDADES Fotos: Divulgação

Estantes Organizar, dividir, decorar. As estantes podem cumprir estes e outros papéis com elegância e personalidade na decoração de uma casa.

Estante Dixxon - Em laca poliéster amarela, assinada pelo estudiobola

www.estarmoveis.com.br

Estante E 24 Asterisco

Estante Árbol - Designer Juliana Lussá. Material: Cumaru ferro

www.estarmoveis.com.br

www.decamerondesign.com.br

Estante Sururu - Dois cubos de metchrome e estrutura em Corian

Estante Bonifácio - Multilaminado

www.marcheartdevie.com.br

www.alotof.com.br

Estante Venezia - Módulos em madeira frejó - Designer Leonardo Bua.

www.clamidesign.com.br


DICAS & NOVIDADES Fotos: Divulgação

Cozinha com Design Beleza, tecnologia e designers diferentes marcam os novos modelos de eletrodomésticos. Além de facilitar a vida das donas de casa, eles oferecem sofisticação à cozinha. Batedeira Stand Mixer Estrutura de metal, protetor de respingos e 3 batedores

www.pepper.com.br

Máquina de Sorvete Cuisinart Recipiente refrigerado de sorvete (110V)

www.pepper.com.br

Batedeira Vicking Professional c/ 3 bocais multi-funções e 3 velocidades.

www.vikingrange.com.br

Pipoqueira Elétrica CPM 900 Faz até 10 xícaras de pipoca em 5 minutos.

www.pepper.com.br

Torradeira VOLO - A Bugatti Volo torradeira, tem bandeja integrada na base e quatro opções pré-ajustadas de tostagem

www.vikingrange.com.br

Máquina de Pão – Cuisinart

www.pepper.com.br


HabitareMondo

Pa r i s cidade luz Por Fabrízio Mott

P

aris, uma das cidades mais bonitas, é onde se reúne o melhor do mundo da moda e alta costura, onde se convive harmoniosamente com o tradicional e o inovador, tendo como grande atrativo suas inconfundíveis obras arquitetônicas. Na parte oeste está o distrito La Defense, um dos centros de negócios mais importantes da Europa. É formado por um conjunto de torres e altos edifícios, dentre os quais alguns deles pertencem às empresas mais importantes da França e do mundo, e outros são utilizados como residência. Nesse moderno complexo trabalham cerca de 150 mil pessoas e aproximadamente 1500 empresas têm sua sede ali, com 3 milhões de metros quadrados de escritórios, 230 mil metros quadrados de comércios, 50 bares e restaurantes, com 31 hectares de espaços para pedestres e 11 hectares de área verde. Anteriormente era uma região ocupada por algumas fábricas, granjas e bairros humildes, que a partir de 1958 foram sendo substituídos por novos edifícios, criando um novo bairro de negócios. Também pretende ser uma espécie de museu a céu aberto, com cerca de sessenta obras de arte contemporânea dispersas por seus corredores e praças. O edifício de maior destaque é o Grande Arco de La Defense inaugurado em 1989. Obra do arquiteto dinamarquês Otto von Spreckelsen, foi o projeto ganhador do concurso internacional de 1982, com a ideia de destacar e prolongar o eixo histórico que nasce no Louvre e se estende pela Avenida Champs-Elysées. A estrutura básica representa um cubo, com 110 metros de altura, 108 de largura e 112 de profundidade. Conseguiu se impor pela sua força e simplicidade, além de se mostrar como uma versão moderna do Arco do Triunfo.

16


O Arco do Triunfo construído entre 1806 e 1836, com mais de 50 metros de altura, localiza-se num importante ponto de Paris, onde convergem 12 avenidas. Uma delas é a Avenida Champs-Elysées, com suas famosas lojas, restaurantes da moda e esculturais fachadas dos edifícios do inicio do século passado. Na parte mais alta da cidade está a Basílica de Sacré-Coeur, uma das igrejas mais populares de Paris pela singularidade da sua magnífica estrutura em estilo românico-bizantino, projetada pelo arquiteto Paul Abadie. Teve a obra iniciada em 1875 e inaugurada em 1891, sendo totalmente concluída em 1914 e consagrada após o fim da Primeira Guerra Mundial.

Construída em pedra de tavertino extraída em Château-Landon (Seine-et-Marne), que resiste ao congelamento e emana constantemente calcita, o que faz com que a fachada seja sempre branca, mesmo com a erosão e a poluição.

17


HabitareMondo

Próximo a Paris, está o Palácio de Versalles e seus jardins, uma das construções históricas mais importantes da França, que o rei Luis XIV levou toda sua vida para construir. Segundo o rei, era preciso construir o maior e mais luxuoso palácio que se pudesse imaginar, para mostrar a todos quem tinha o poder. Elegeu um antigo castelo que pertencia a seu pai Luis XIII em Versalles e a partir de 1661 contratou o arquiteto Le Vau para o seu embelezamento. O palácio de 700 cômodos e mais de 2.500 janelas possui um total de 67 mil metros quadrados de superfície. O parque e os jardins compõem um grande conjunto harmônico de arbustos, fontes e esculturas.

Arq. Fabrízio Mott - fabriziomott@hotmail.com 18


DICAS & NOVIDADES Fotos: Divulgação

Sono Tranquilo Quem não quer ter uma noite inteira de sono e acordar relaxado e com disposição? Escolha o modelo adequado do seu colchão e tenha bom sonhos!

Conjunto Veneza Turn Free Pocket com Box baú.

www.ronconi.com.br

Infinity 1921 Euro Pillow Packet Be Molas Pocket ensacadas PHP. Tecnologia Turn Free.

www.ronconi.com.br

Cama k 4 - Estrutura em aço e colchão Auping com molas DPPS.

www.collectania.com.br

Cinco Estrelas Pocket Be Molas Pocket ensacadas individualmente.

www.ronconi.com.br

Cama k 4 - colchão Auping com molas DPPS

www.collectania.com.br

20


Cupim subterrâneo:

“o câncer” das construções. Por Orlando Notaro e Régis Domingos Bastida

O

s cupins subterrâneos são assim denominados por construírem seus ninhos no solo, mas também podem construí-los em espaços estruturais onde ofereçam condições ideais para sobrevivência da colônia, como: caixões perdidos em edifícios, vãos entre lajes, paredes duplas entre outros. Os cupins estão entre as pragas mais destrutivas do mundo, alimentam-se de materiais que contêm celulose (toda madeira, papelão, papel e tecido) e as rainhas de algumas espécies vivem até 50 anos e depositam cerca de 1000 ovos por dia. Com uma população numerosa, essa praga causa danos em cabos telefônicos e instalações elétricas (curto circuito e incêndios).

Pela falta de conhecimento da constituição biológica, reprodução e do deslocamento da colônia, a maioria das pessoas ignora os problemas futuros que os cupins ocasionam. Para o entendimento desta praga, devemos citar que algumas espécies localizam-se a mais de duzentos metros de distância dos pontos atacados, isso reforça a complexibilidade que envolve o controle de cupim subterrâneo. Além dos danos mencionados, seu consumo diário de 350 gramas de celulose comprova a necessidade da prevenção desta praga, justificando a obrigatoriedade do controle em outros países, na pré construção, onde os mais inovadores materiais são utilizados.

“As construções mudaram, mas o problema é o mesmo” 22


vés de perfurações de ½ de diâmetro, de 15cm a 20cm de distância da parede (podendo esta distância mudar de acordo com a planta da edificação) e de 30cm a 40cm de distância entre eles. Após a injeção do defensivo, os furos são vedados, de acordo com o material do piso e cor.

Formas de aplicação

Descupinização

Formação de barreira parcial de contaminação, atra-

ü Pulverização: aplicação residual de inseticidas líquidos visando os locais de passagem dos insetos. É recomendada para áreas específicas, que necessitam ser tratadas de um modo isolado sem que haja excessos e/ou comprometimento de outros setores. Os equipamentos indicados nesses casos são pulverizadores de alto ou baixo volume com os bicos direcionadores de jato contínuo cônico ou leque.

Inspeções periódicas: Após o tratamento, será elaborado um programa de inspeções periódicas até o tér-

ü Polvilhamento: Quando as soluções líquidas po-

mino da assistência. Para tal, poderemos utilizar vários

dem comprometer o funcionamento de painéis e re-

recursos. Entre eles:

des elétricas, podemos utilizar os inseticidas de contato na formulação pó seco, sendo que para esse tipo

ü Boroscópio (micro-câmera).

de aplicação adotaremos polvilhadeiras manuais de

ü Vistoria nos pontos de passagens proporcionadas

baixo volume, para áreas pequenas (como frestas nas

pela edificação.

áreas internas, conduítes e tomadas) e polvilhadeiras

ü Iscas com materiais compostos por celulose para

manuais de alto volume, para áreas maiores (redes

monitoramento do controle.

elétricas centrais). Os produtos utilizados neste tipo de aplicação possuem uma característica marcante:

produtos

alto poder de expansão, podendo chegar a uma disInseticida do grupo Neonicotinóide: Imidacloprid SC (solução concentrada): barreira contínua no solo, age por contaminação evitando reinfestações; Inseticidas do grupo dos Piretróides: Permetrina CE (concentrado emulsionável): peças atacadas, ação de repelência (apenas para cessar o consumo da peça); Deltametrina PS (pó seco): fendas, frestas e rede elétrica (utilizado apenas onde for inviável a utilização de produtos na forma líquida); Inseticidas do grupo Fenil Pirazol: Fipronil CE (concentrado emulsionável): peças atacadas e solo. Agem por contaminação evitando reinfestações.

tância muito grande do ponto original de aplicação. ü Iscagem: aplicação de iscas específicas em locais estratégicos que são utilizadas como forma de monitoramento. Este processo é adotado após as aplicações para verificação de locais onde possam eventualmente surgir novos ataques e evitar reinfestações. ü Atomização: processo de aplicação (elétrica/ motorizado) que cria um spray, com a finalidade de atingir locais de difícil acesso: frestas, rachaduras, forros, porões, grandes áreas internas e externas etc. Utilizada nesse tipo de tratamento somente em casos específicos. ü Injeção: Forma de aplicação visando à formação de barreira química junto ao solo através de orifícios criados para este fim.

DD Sane - 15 3229.2100 www.ddsane.com.br | ddsane@ddsane.com.br

Todos os produtos utilizados pela DD Sane são regulamentados pelo Ministério da Saúde e pela OMS (Organização Mundial da Saúde), sob supervisão de um químico responsável: CRQ - IV No04215981.

23


HabitArt

ESCULPINDO

SENTIMENTOS As peças surgem com marcas tão precisas que parecem obras vivas Por Silvia Leandro

“Nesse período só queria entender este sentimento que tomava conta da minha vida e a praticar a arte como uma brincadeira. Sentia-me bem desenhando os amigos de classe durante as aulas e esculpindo pequenos personagens em pedaços de giz, utilizando como ferramenta a ponta de uma lapiseira. Isso prendia tanto minha atenção que eu acabava perdendo a aula, o que afetava negativamente meu desempenho escolar... A atração pela arte era maior que tudo”

24

O

primeiro contato com as técnicas de arte foi através de um curso ministrado pelo professor Fábio Cacace, onde o então menino de 8 anos Ivan Libragrazzi, levado pela curiosidade de criança, foi buscar conhecimentos sobre o tema que o atraía muito.


Já adulto, trabalhou como analista de sistemas em diversas empresas e, posteriormente, abriu o próprio negócio no ramo de lavanderia. Mas a vontade de voltar a ser aquele menino e brincar com a criatividade, imaginando e dando vida aos seus personagens estava lá guardada em seu íntimo. Agora, com mais de 40 anos, Ivan voltou a fazer o que sempre quis: “Esculpir”. O artista plástico paulistano Cícero D’ávila foi e é sua maior referência. A argila é a matéria prima utilizada por grande parte dos escultures há milênios. Michelangelo, que viveu entre 1475 e 1564 em Florença, Itália, é tido como um dos maiores artistas plásticos de toda humanidade e modelava suas esculturas primeiramente em argila, passando posteriormente para o gesso e finalmente para o mármore. Pode-se ainda citar outros grandes nomes da escultura contemporânea, tais como, Auguste Rodin e Camille Claudel.

Por ser um recurso natural finito, que demora milhões de anos para se formar, há uma crescente preocupação com a sua preservação e, principalmente, a do meio ambiente em que se encontra, visto que sua extração em larga escala causa forte impacto ambiental. Motivo este que levou alguns fabricantes a buscar outro recurso para auxiliar na modelagem, chegando a plastilina. Trata-se de um material de origem sintética que nunca endurece, tornando-se mais profissional pela sua plasticidade e possibilidade de reciclagem, ou seja, reutilizá-la em outras esculturas.

Por não ser um material final, a plastilina, diferentemente da argila, torna-se necessária a imediata modelagem da peça em outro material, tal como, bronze, gesso, cera ou resina. Na argila, existem cores diferentes, determinadas pela própria natureza geológica do solo de onde foi extraída, tais como, vermelho, marrom e cinza. Um exemplo dessa diversidade de tons é uma das esculturas de Ivan feita em uma rara e bela argila de cor marfim. As ferramentas usadas para trabalhar a matéria prima ainda são as mesmas utilizadas há

séculos. É bem verdade que o resultado da escultura depende exclusivamente da habilidade do escultor e não das ferramentas. Cada peça nasce das ideias do artista e de seus sentimentos, tendo um significado singular e uma história. As imagens que brotam da sua imaginação são posteriormente transportadas para o molde, feito diretamente na massa e os mesmos dão origem às peças.

25


HabitArt

“Estas inspirações são guiadas pelas mãos de Deus, só isto poderia justificar o fato delas surgirem em minha cabeça da forma espontânea, juntamente com a habilidade inata necessária para executá-las. Sinto-me um privilegiado, um abençoado.“

O tamanho e a criação dependem do momento, não há um compromisso, mas uma vontade de expressar alguma idéia ou situação. O artista gosta de trabalhar com o surreal, acha instigante, atraente. Já do lado figurativista acha interessante quando há significado, motivação, como é o caso de bustos que quase sempre estão acompanhados de alguma homenagem a uma pessoa ou personalidade. A obra reflete o estado emocional e isso acaba interferindo de forma positiva no resultado final das peças, dando personalidade e marcas tão precisas que parecem obras vivas. Trabalhar com a escultura é trabalhar com a emoção. Cada peça tem o apelo de um pai ao ver o filho nascer. Fica o sentimento. Ivan Libragrazzi - 15 3418-6888 estudiolibragrazzi@terra.com.br

26


DICAS & NOVIDADES Fotos: Divulgação

Banho de Estilo Sugestões não faltam para deixar o seu banheiro bonito e com personalidade. Invista nos acessórios!

Linha Marcelo Rosembaum – Conj. Bancada

www.fullfit.com.br

Freez Saboneteira Liquido

www.tokstok.com.br

Caixa Grande Preta – Em E.V.A – Banhomais

www.vallve.com.br

Porta Sabonete liquido bola de futebol – Banhomais

www.vallve.com.br

Espelho duplo de mesa c/ iluminação - Banhomais

www.vallve.com.br

Saboneteira cromo – Em resina e anel em latão cromado

www.vallve.com.br

Conj. Bancada Esse – c/ 4 peças em resina – Banhomais

www.vallve.com.br

Lixeira T fechada cromo e lixeira T fechada platina cromo

www.vallve.com.br

28


EspaçoHabitare Fotos: Divulgação

> Telas em Tecido Tela Magnólia (0,60X0,60) Este trabalho transforma retalhos de tecidos nobres em peças de decoração cheias de poesia. A delicadeza da seda se mistura à simplicidade do algodão. A textura do veludo ao brilho do cetim. A sofisticação do tafetá à nobreza do jacquard. E assim, nascem as combinações inesperadas marcadas pelo estilo e personalidade. São peças únicas, feitas artesanalmente, a partir de uma técnica chamada de Patchdesign. Um trabalho minucioso e singular. www.angelinavaiascompras.com.br

> Uma Obra de Arte da Natureza Nas florestas do sudeste asiático cresce o mais nobre dos juncos: o Málaca. Resistente, maleável e único. A poltrona tem estrutura em junco Málaca com trama Ratan Core (trafilada), detalhe Mandula com bordas abauladas (rolo) e acabamento escuro. A Alex Cerello é a única a trabalhar o mesmo fornecedor há mais de décadas, tudo em nome da tradição e qualidade. As peças são trabalhadas de forma artesanal, onde entram em cena há mais de 35 anos as mãos hábeis do artesão Carlos Mazon, que comanda toda a produção. www.alexcerello.com.br

> Estilo e Qualidade A marca italiana Diesel extrapolou as fronteiras da moda e invadiu o mundo da decoração de interiores em parceria com a Zucchi e desenvolveu todo o projeto para a linha têxtil, mesclando o que ambas têm de melhor: estilo e qualidade. Com a música como companheira, a coleção de têxteis, selecionada pela ÍconeCasa, elegeu o tema: “Tromp l’oeil” caracterizado por estampas fotográficas que reproduzem temas que contam fábulas inesperadas e é composta por três linhas: Chain Glam, Floral Explosion (na foto ao lado) e Zipper. Para a linha de banho, as linhas Essential, Easter e Solid Fringe, que abrange toalhas e roupões. Todos em tecidos, algodão puro, cetim ou percal. www.iconecasa.com.br 30


HabitareArquitetura

s u a h u ba baase do design

cias n ê U q onse c uem s l a f r e j e o m nda h i As inú a a i f ea so n o â l i r f o a p tem dest n o c a vid para a revisa ncine T

n | Foto

s

Divulg

aç ão

ismos os mod e u q er ia pos de com s a , o id ã c ç lo a a ve da civiliz ediante niversal osto da u g o m e n g gua nam ulo se alter um séc uma lin e e s d a o u ã q ç s r ia . apó sível a c porânea a que sim r t m s e t o n m o s nos fo r m a c Bauhau a d ia r ia d o A histó n fo i c r ? a ig s ic e t á d r de p tura e cendo a rq u it e ha, nas n e a d m o le ós a r, n a A lo g o a p d e e n s in , s o im r e t e t n n W e e e x is t e de Este c fo r m a d a r t e já e a c id a d a n e , m d 9 u s 1 o 9 la com esco em 1 endo de duas l. S u r g iu a le m ã , d e fe n d o ia d iã n n u u ra M da lí t ic a o c a . Pa o p Guerra p é a a ia ir d c e uên va u a is a Pr im in c o n g r in t e le c t s e a p o ia à r e a s o a ã im t e iç is eW anopos e ar t e n t a is d e re c u p e r a r f in li s m o d m a a n n r io e c v s a o r ha de íl io s g o onsumo x in c t u e a ia d s ir s s u o ú a Pr o b je t conseg o. ade que ção de novos id s s p ro c e s s e e c t s u e d d o r na ne p r te n te, e a s e r ia p a c e ir a m e à c o m u n id a d e is a c e s s ív e Por Fra

M

32


a ra c re n t e s c r ia l e if d s à o da mate , atençã d o s o lo e li m it e s d e c a a e a lv e e it u e ir s arq t e r ís t ic a t a l, v id ro, m a d s t e c n o lo 3-1969), irigiu a 8 8 (1 e v s m ed e no a a Gropiu como fundou iais, tenc u rs o d o n s e q u ê n c ia d Walter e re u q o , o ic c ia ic r n s. é a in â ia n a r s á rm ano fo r m ap r im to ge os nove dêmica e ar tes s o n d e a a ç ã o d e c o re s n o ia a s g u s a re h il ia aca il iz Bau uma n ç ã o, u t io s m u it o fa m o p o d e ular ar te rojeto possuía c fu ti r a . u a to c íp up lític s nã pular. Se a, social e po es S ã o p r in v id a a t u a l, m a o m e n t o o nato po õ c ç e m ti d ra e té e t s o s g e ne as o mod is m o cer que dimensã de formar nov sociedade e o e c le t u s u q ia s r e fe e a e s re -s m se p a u , v r s o a ta la d an Tra pu átu não s imagin o s t o p o g e ro s, s u a s e s t p io n e ir a em que es g ta , s a ti c r ti a rá e d õ oc u ra exa nte funç a e dem a rq u it e t e seus , e e s t a e s im p le s. civilizad uias, mas some ebiam aus o c s e b c rq a ra m o fe ia há hiera ntares. Todos re , escultura v is t a c o e ra ra m e tu le essau p in p m s co vário la para D ennaria, e o m c rc o s a c e m a o las de rência d ou um sentim A balhand alunos po e rafia, tra A transfe . pulsion s s elites. la e tipog onde mestres u a bém im o à ar te para a nas m , a te is t n a e ri estanm te ã ma ir livre não se cala e a oposiç s u e e e u ib d e q tr d n e n to o d gra éo itos tradiam c que mu ressante te os primeiros ução em d te ia lo, ro in ir p it to perm auran item be Um fa em um período tização istória d , porque acredit r s h a is a d ir v u a q in ens ado res ad este o por aprendiz er criad balhado e acessível. N s – mobilieanos de tudo deveria s b l o a je e n b d os o to e vé s funcio envolvid árias e outros va-se qu racionais, ao in lecidos. s e d m in s e fora je, aria, lum princípio drões pré - estab o, tapeç lamados até ho a ri p á a r e c c a a c de s o a o s ã r e s a m e im – que deiras e s em W o as ca criadas nos p o lí t ic a im e n t o s id e o ló m s o a c ç n a nd Mud que ubular desente e s c o la , de aço t s professores u a s io n a ra m a d ire ç ã o d a s s do e de D m ateliês (1902 g ic o s c o p a ra a c id a d e a in d a e ra Breuer l e c r a e M ies o s n M r u ig e gov Lu d w um mudo o e u e o d t ) n 1 je o ro 5, 886 198 e m 1 9 2 rd a . G ro p iu s p ia l, a s e d e Rohe (1 das r e d n d e a n v jeta d e e s q u a rq u it e t u ra m u c o m p r in Peças pro ráticas, ). 9 6 9 o a 1 n rd m a rc o de aco s no serem p e s c o la , do base a fim de is de limpar e d a n o v a io n a is e la n ç a n o d e r n is t a . ce c m le ves, fá as, mas que s o c íp io s ra a a rq u it e t u ra ç ic ra t m como dos d econô ndidas d e li n e a ie u campo v o q ã s o s e ã p s s alor, me a: as if íc io hoje N o s e d t ic o s d a fi lo s o fi c o n s t ru t ie alto v ones do d s to je s ís e íc ob c a ra c t e r is e t e n d ê n c ia d e s p e rd ístatus d am. a iante o o d m ir ir r o u d q fo n d a s e a sa que ntes e n a s e v it n d ig o a s z p e li d m a dos co v a s, re t il iz a ç ã o c io n a u

Sede da

rojeto Dessau, p Bauhaus

s

de Gropiu

revisan ncine T d o ra

Arq. Fra

ra Co la b o 8606 15 9101 .com o o h a visan@y e tr e m.br in o c fran visan.c ncinetre www.fra

haus

o da Bau

O logotip

u fundo se ropius, ao e, EUA n u Walter G ib Tr Chicago ra a p to proje

33


HabitareArquitetura

Cadeira B

arcelona

e ca

o amba deira Brn

s de Mier

o Van de R

he

ições persegu ofis ia r é s e foi sofreu A escola ensão de H itler, 2, pois c s 9 a 1 em 3 após a fechada nista - espe e t n e cialm comu s iderada s ar tista era cons porque muito vam ali da te cialmen alhavam e estu ndinsky a b K ra t y il s s o s Wa ”, russ o pintor adeira “wassily o m o c c is ia A r 44). m a te (1866-19 no desenho e l r M a rce ra o o p ada t inovad r, je o t ro in p p s, foi star do utilizado ala de e mo da obra. s a ra a is B re u e r p a d o c o m o b a t e g a nas homen não ape ru e iv v a re aus sob cola de A Bauh a histór ica es omo um c m como u e design, mas endente, p a e r d O quitetu o ar tístico in a p a r te. t d n e o t m e s movim irar ou fruto nge de t que deix to da escola, lo mais seus n fechame difundiu ainda forçado a, rç fo o exílio a e u su q z e gou os ma v s propa ecialro ideais, u b m e s m , esp de vár io muitos países s. m ideais e Estados Unido s o n e t men

u us D essa a B a u h a a d e s, e 4 8 9 1 id Em suas ativ na retomou or reu em 1993 c oo ão re o mesm imar. Ambas s ndo e ta n W o s Bauhau nsino alemão, c ligados e s o to d s no ferência de 30 cursos, , em grades l Breuer de Marce s is a a u b t m m e a uit ra mo com Wassily ar te e arq emporâneas, co , a e cadeira a sc e ic s C u ra t n ám Cadei o c l. a o visu nais ou tradicio n e comunicaçã ig we b d e s d e s ign ir a n o e n io p ire to a r ia d e s t ças de d A h is tó e a r. As m u d a n o m b in a d a s , c li n n ã o fo i n c ia s a r t ís t ic a s o e xê e m q u e p e ru fl a ic in t lí o r ia , p a o ou it u a ç ã a d o le v com a s i e n c e n o. As in ú m e r a s fo o t n p e r im e t r a n s fo r m a ç ã a in d a lo s o fi a e m a n e n t n c ia s d e s t a fi o n te m p o r â ê v id a c conseqü m il h õ e s para a m e u fl o m e n to o u s im m h o je e t s de ne pram n e a , o n s u t il iz a m , c o m m a c a d e ir a a o a lg u de pess o u ro, m ir a m d beu a e c e re t ado e c ada e n u m e q a ro m c c s fi l le rá a p og d e m e t e e la fo i p ro je t Fonte tip oderna 935) qu escola m (1 a o y d k d e s n m in a o on a gin ily Kand im s 1928. s o a ã W n r to p u la r e m o ra do pin p b r o , e s n o ti para Gravita

34


35


Ferragens promovem acessibilidade “Como ferragens podem contribuir para a melhora da qualidade de vida dos deficientes físicos” Por Mariana Queiroz e Natália Amaral | Fotos Divulgação

A Glass Vetro, empresa especializada em ferragens e acessórios para vidro, mostra que ferragens acessíveis são capazes de facilitar a vida dos deficientes físicos em suas atividades rotineiras. Abrir a porta pode ser considerada uma simples atividade por grande parte das pessoas, porém, para idosos, cadeirantes e pessoas com outro tipo de deficiência física, esta simples tarefa pode gerar sofrimentos diários quando se trata de porta com puxadores comuns.

“O que é importante é que além de promover acessibilidade, as ferragens também têm design diferenciado e valorizam o ambiente” afirma Nelson Libonatti, diretor comercial da Glass Vetro. Inclusão e respeito às diferenças humanas O Puxador OFH1 tem como diferencial a facilidade de ter a fechadura com puxador acoplados em apenas uma peça. O trinco fica do lado interno e a chave do lado externo do ambiente. É considerado inclusivo porque o puxador é mais longo, o que possibilita que qualquer pessoa, mesmo em cadeiras de rodas, abra e feche a porta sem sacrifícios. O layout “clean” do produto também lhe confere um forte apelo decorativo.

Dobradiças que facilitam o acesso A dobradiça pivotante F8501 foi elaborada em latão cromado, de fabricação própria, que permite que a porta de vidro seja aberta facilmente, tanto para dentro Puxador OFH1 como para fora em 90º, evitando qualquer obstáculo para pessoas com deficiência física. A ferragem é voltada para portas de vidro de 8 a 10mm, suportando até 30 kg o par. Estes produtos não são apenas para incluir pessoas com deficiência, mas para promover facilidade de uso e respeito a todos os usuários.

Dobradiça pivotante F8501

Banho mais seguro! Já o kit para Box SF 180 transforma o banho em uma atividade segura para qualquer pessoa. O acessório tem roldanas aparentes, que facilitam a abertura e fechamento da porta pelo deslizar destas roldanas. A ausência da guia inferior, que aparece nos boxes tradicionais, permite a passagem de cadeirantes e pessoas com qualquer dificuldade de locomoção, incluindo idosos. Outro diferencial é a existência de uma vedação sólida, que descarta o uso do silicone para vedação do vidro fixo e permite um acabamento uniforme sem sujeiras. Glass Vetro www.glassvetro.com.br

36

Kit para Box SF 180


37


HabitarePaisagismo

Beleza

que se põe

à mesa

Por Rodrigo Caccere (biológo, educador ambiental e permacultor)

Além do valor ecológico, as flores também possuem valor nutricional

P

elo menos desde o Antigo Egito e os famosos Jardins Suspensos da Babilônia, os jardins vêm ocupando seu espaço em todas as grandes civilizações ao longo da história humana, e têm sido considerados por muitos como locais de aprendizado e desenvolvimento pessoal. São espaços planejados, normalmente ao ar livre, onde são cultivados vegetais com o propósito estético, sejam em casas, apartamentos, ruas etc. Mas os jardins têm muito mais a oferecer do que flores coloridas e belas folhagens para os olhos. Há quem diga que ao cultivá-los obtemos uma prática semelhante à meditação, uma vez que ambas requerem disciplina, cuidado, paciência, persistência e amor. Também nos aproxima dos ritmos da natureza significando desta forma uma mudança no padrão de nossos pensamentos e percepções, com o potencial de liberar a mente da ansiedade e do medo, principalmente para os moradores de grandes centros urbanos. Só por estes motivos, os jardins já mereceriam um espaço maior em nossas casas, apartamentos, bairros, cidades e outros. Mas eles ainda podem trazer mais benefícios. Além da beleza e da higiene mental, podem oferecer também alimentos, deixando de ser simplesmente jardins para se tornarem jardins comestíveis onde também são cultivadas hortaliças, legumes, plantas medicinais e aromáticas.

Flores de lavanda: do uso culinário ao uso terapêutico.

38


39


HabitarePaisagismo

Você já comeu alguma flor? Provavelmente a resposta é sim e caso não esteja se lembrando, aqui vai uma tentativa de recordar: alcachofra, brócolis e couve-flor estão dentre as flores mais consumidas pelos brasileiros.

As flores dão vida a qualquer ambiente através das suas cores.

Muitas são as flores comestíveis que podem ser utilizadas na culinária, no entanto, fique atento, pois existem algumas que são tóxicas aos seres humanos. É por este motivo que é fundamental utilizarmos na nossa alimentação apenas as que conhecemos e que foram identificadas previamente de acordo com a classificação científica (nome científico). Desta forma estamos nos prevenindo de futuros inconvenientes, uma vez que os nomes populares das plantas variam muito de acordo com a cultura local. Uma vez identificadas, as flores comestíveis podem deixar de alimentar apenas os olhos para serem utilizadas em saladas, assados, refogados, cremes, bolos, pudins e até mesmo em sucos e vitaminas. As flores de muitas ervas aromáticas também são comestíveis e possuem um aroma mais acentuado do que as folhas. Experimente colocar as flores de manjericão no molho de tomate.

Além de fornecer flores comestíveis o hibisco também pode ser usado na ornamentação de quintais formando arcos.

Abóbora (Cucurbita maxima) As flores podem ser utilizadas em saladas, sopas, omeletes e refogados. Também podem ser empanadas e fritas. Abobrinha (Cucurbita moschata) As flores podem ser utilizadas em saladas, sopas, omeletes e refogados. Também podem ser empanadas e fritas. Alcachofra (Cynara scolymus) Das flores consumimos apenas a parte carnuda das “pétalas e o “fundo” da flor, depois de retirados os espinhos. O trabalho compensa, pois possuem excelentes propriedades nutritivas e medicinais. Podem ser utilizadas na forma de conservas ou cozidas.

40

Vale lembrar que, por ser o órgão reprodutivo, quando consumimos as flores de determinada espécie, inviabilizamos a produção de frutos e sementes e desta forma, a proliferação da espécie por meio das sementes. Portanto, o ideal é ter uma parte do plantio para cada finalidade.

Conheça algumas plantas com flores comestíveis Feijão (Phaseolus vulgaris) As flores, que lembram o gosto do próprio feijão, podem ser colocadas em sopas e refogados. Girassol (Helianthus annus) As lígulas (que são as partes amarelas da flor de girassol) podem ser usadas em saladas e sopas, mas devem ser previamente fervidas para a diminuição do gosto amargo. Hibisco (Hibiscus rosa-sinensis) De gosto cítrico, as flores podem ser utilizadas em pequenas quantidades para decorar pratos culinários e saladas.

Amor perfeito (Viola x wittrockiana) De coloração amarela, violeta, branca, marrom e roxa, suas flores são utilizadas em saladas ou apara aromatizar vinages.

Lavanda (Lavandula angustifolia) Para usos culinários que incluem chás, biscoitos, xaropes, bolos, cheesecakes, sorvetes, geléia e tortas.

Capuchinha (Tropaelum majuns) As flores podem ser consumidas em saladas, omeletes, molhos e suflês. O sabor apimentado destas flores faz lembrar o agrião.

Manjericão (Ocimum basilicum) Em molhos e outras preparações em que se usam as folhas de manjericão.


41


HabitarePaisagismo Dicas importantes para o cultivo do seu jardim comestível Planejar é fundamental antes de qualquer ação, evitando o desperdício de tempo, dinheiro e força de trabalho. Estude o local a ser utilizado e, se possível, faça um desenho para o seu planejamento. Diversificar o plantio é muito bom, embeleza e dá vida ao jardim. Tente dispor as plantas de forma que as raízes e as partes aéreas cresçam em espaços onde tenham luz, água e nutrientes suficientes para se desenvolver. Existem plantas companheiras, que quando cultivadas juntas otimizam a produção. Observe a natureza com o tempo e a prática descobrindo os consórcios entre plantas que dão certo! Converse com pessoas mais experientes e busque informações em livros e na internet.

Brócolis: poucos cidadãos urbanos devem enxergá-lo desta forma.

Salada verde com flores comestíveis Ingredientes: • 1 pé de alface americana • 1 escarola • 1 repolho roxo • 4 colheres (sopa) de azeite • 2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico ou vinagre de vinho tinto • Sal e pimenta-do-reino (moída na hora) a gosto • Flores comestíveis a gosto Modo de Preparo Distribua as folhas em pratos individuais. Coloque a alface americana primeiro e, em seguida, a escarola. Por último coloque o repolho roxo. Espalhe as flores sobre os pratos e reserve. Misture o azeite, o vinagre, o sal e a pimenta-do-reino. A abóbora, que produz flores comestíveis, pode ser cultivada em meio a jardins ornamentais. 42


43


Casa

Transparente Por Silvia Leandro | Fotos Fran Parente

44


A arquitetura fluída abraça a área de lazer

C

om visual limpo, linhas retas e grandes panos de vidro, esta residência mostra por fora o que também está em evidência em cada centímetro de sua área interna: um grandioso espaço de conforto e tranquilidade. O projeto de aproximadamente 1.700m² tem assinatura do arquiteto Rogério Perez que teve todo cuidado ao projetar a casa situada em um condomínio na cidade do Guarujá, bem próximo à praia. Imponentes tamareiras valorizam a entrada e combinam perfeitamente com a arquitetura da fachada de janelas em arco e uma leve inspiração neoclássica que define bem a divisão entre o bloco principal composto por living, quartos e cozinha, do anexo, que compõe toda a área de lazer.

45


Está à disposição dos proprietários, um casal com filhos adultos e netos, além de convidados, um completo recanto de férias que inclui: piscina, churrasqueira, salão de jogos e academia, entre outros ambientes. A arquitetura fluída abraça a área de lazer, espaço preferido dos moradores. O paisagismo emoldura toda a residência em perfeita sintonia com os ambientes e a estrutura de vidro que reveste grande parte da casa, incluindo a natureza da área de lazer no cotidiano da família. A discreta cascata da casa refresca ainda mais quem toma um banho de sol ou aproveita o spa. 46


47


A metragem privilegiada foi totalmente aproveitada para criar vários espaços de convívio, sempre ao redor da piscina revestida em tons de azul e branco, de modo a formar um mosaico floral no fundo. Os móveis em tecido sintético facilitam o uso em função do clima de maresia e segue a linha clean adotada para todo o projeto, onde o branco e os tons pastéis predominam. Arq. Rogério Perez

11 5090.0423 | www.rogerioperez.com.br 48


HabitareGarimpo

Habitare

Garimpo A LIBERDADE DE UM HOME OFFICE Por Silvia Leandro | Fotos Elson Yabiku

Q 50

ue o Home Office permite uma liberdade maior que os escritórios, todo mundo sabe, mas para trabalhar em casa sem que o ambiente vire uma bagunça, é preciso alguns cuidados e um deles é isolar as duas funções.


Adriana Sacchi

Para garantir a organização é fundamental que se tenha um espaço próprio para trabalhar. E foi esta a proposta desenvolvida pela designer de interiores Adriana Sacchi para este garimpo, que mostra um Home Office dedicado ao trabalho de uma jornalista.

As cores utilizadas na ambientação são um recurso adotado hoje, que os impressionistas já recorriam para relaxar os olhos, que é o uso de cores complementares. É o caso do vermelho, que aparece no móvel mineiro em madeira pintada e do verde que surge em várias situações.

O ambiente foi produzido dentro de um container no espaço da Ezklo Marcenaria Boutique, com estrutura em madeira de eucalipto de reflorestamento, aproveita a luz natural, proporcionando um clima que estimula a inspiração.

O uso de objetos de arte, como os quadros da artista plástica Laura Mattos, assim como as peças em madeira de reflorestamento do ecodesigner Pedro Petry, além da máquina de escrever, com a qual muitos profissionais ajudaram a escrever a história do país, todos se juntam para enriquecer a alma e promover bem-estar.

Colaboradora 15 7814 4330 | id 105*112 330 adriana-sacchi@uol.com.br

51


HabitareGarimpo

Laura Mattos

Luminárea

Quadros “Anjos do Senhor”

Luminária de mesa articulada com cúpula plissada

r$

450,00 cada Quadro “Fitas” r$ 1070,00

Ezklo Cubos em laca coloridos

r$

r$

80,00 a 498,00 Mesa pallet c/ duas cores de laca r$ 2280,00 Tronco de madeira (Pedro Petry) r$ 1590,00

52

762,30

Bola em madeira

r$

370,00 r$ 6490,00

Poltrona nouvelle (1,5m)

Nassim Tapetes Tapete persa Kashan-Iran

r$

4900,00


Villa Sebrian Aparador egípcio

r$

3200,00 Relógio em lata r$ 480,00 Máquina de escrever (réplica) r$ 280,00 Alberflex Poltrona Infiniti Pin Up giratória em poliuretano macio

r$

2234,40

Mesa Rita, vidro preto serigrafado

r$

2234,40

Ateliê Cida Pacheco Almofada shantung de seda lilás

r$

180,00 r$ 140,00 Almofada oxford pink e amarela r$ 80,00 Almofada cetim roxa e cinza r$ 80,00 Almofada seda bege

Onde encontrar

Laura Mattos | 9113.0117 Luminárea | 3222.8646 Alberflex | 3232.6989 Ateliê Cida Pacheco | 3222.1586 Nassim Tapetes | 3224.2249 Villa Sebrian | 3233.4292 Ezklo | 3211.2929

53


O Cimento Queimado Evoluiu Por Arq. Beatriz Andrade

54


Por Fabrízio Mott

T

ecnocimento é um novo conceito em revestimento. Sucesso na Europa e Estados Unidos, agora desenvolvido no país pela empresa NS Brazil. Trata-se de um revestimento cimentício aplicado como uma massa corrida que pode ser utilizado em pisos, paredes, escadas, bancadas e até mesmo no teto, não necessita de juntas de dilatação, podendo ser aplicado como um revestimento monolítico ampliando visualmente os espaços, tornando mais sofisticados os ambientes, porém mantendo o charme e a rusticidade do cimento queimado tradicional.

55


Desenvolvido em cores arrojadas, com acabamento brilhante, acetinado ou fosco, possui espessura média de apenas 2 mm e rápida aplicação e secagem, o que facilita a execução da obra e reforma, podendo ser aplicado sobre pisos e revestimentos pré-existentes. Pode ser utilizado compondo com diversos materiais, como madeira, mármores e granitos, pastilhas etc, ampliando assim as possibilidades de aplicação. O Tecnocimento pode ser utilizado em ambientes residenciais e comerciais, atendendo bem tanto o profissional da área quanto o consumidor final, que buscam o equilíbrio entre beleza e qualidade, acompanhando as inovações do mercado. “O revestimento cimentício é uma nova tendência de mercado, muitas franquias de lojas já vêm com especificação para aplicá-lo, como é o caso da loja Mandi&Co que estamos acabando de entregar” comentam os Arquitetos Adriana e André Galan.

56


A empresa NS Brazil, fundada em 1995, é pioneira na produção de revestimentos especiais, com foco constante na pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Possui uma linha diversificada de alta tecnologia, tanto na divisão industrial, com produtos que possuem propriedades específicas para atender as mais diversas solicitações da área, quanto na divisão decorativa onde comercializa o Tecnocimento, entre outros, como o Monolith Flackes, o Monilith 5000 e o mais novo lançamento da empresa, o Monolith Ilusion, apresentado na Revestir 2011. Trata-se de um revestimento autonivelante, cujo efeito ilusional se modifica na mesma medida que o ângulo de visão se move, proporcionando efeitos únicos e ilimitados, de beleza singular, perfeito para aplicações em pisos comerciais, residências ou aonde sua imaginação o levar.

57


HABITARE

GOURMET


Por Silvia Leandro | Fotos Elson Yabiku

COZINHA ABERTA PARA O SOCIAL

E

ste projeto arquitetônico assinado pela arquiteta Ana Laura Petry Raszl foi elaborado de forma que possa acompanhar a vida do casal, de recém-casado até a vinda dos filhos. A ideia foi interagir todos os ambientes sociais à cozinha, que é muito utilizada. Para isso, alguns recursos foram adotados para facilitar o uso diário. A ilha, por exemplo, foi projetada de frente para o balcão com pia de cuba tripla, o que evita grandes movimentações na hora de cozinhar, e a dispensa anexa permitiu o uso de poucos armários. Por se tratar de um espaço aberto, a coifa central foi um item importantíssimo para não deixar o cheiro de comida e frituras invadir a casa. Como medida de segurança, as gavetas do móvel da ilha são telescópicas, com rodízios que deslizam facilmente, e travam na medida certa, amenizando e evitando eventuais quedas de utensílios. Este móvel foi executado em marcenaria e tem como apoio uma sapata – base de alvenaria revestida com granito. Dessa forma, não tem contato com o piso e sua altura fica ergonomicamen-

te resolvida, além de ser uma solução higiênica. Pisos e paredes foram revestidos em porcelanato retificado, que possui uma junta de aproximadamente 1mm. Este detalhe permite que o rejunte não apareça, resultando num acabamento discreto e contínuo, além de manter a cozinha mais limpa. No teto, o gesso rebaixado abriga com charme a iluminação embutida direta e indireta, onde a luz branca predomina. Sobre os balcões, foram executados detalhes em gesso rebaixado com dicróicas embutidas na face frontal para dar destaque ao acabamento do teto e armários suspensos. Dessa forma, obteve-se uma iluminação ideal para o dia a dia, enriquecida através dos detalhes em gesso para a decoração. O ambiente ainda conta com aquecedor solar, além de janela e porta de vidro para aproveitar ao máximo a luz natural. E foi nesta cozinha acolhedora que a arquiteta Ana Laura colocou em prática uma receita tradicional na sua família.

59


CAMARÕES AO CATUPIRI Ingredientes: • 1kg de camarões • 1 vidro de palmito • 1 pote de catupiry • 1/2 xícara de agua • 1 colher das de sopa de margarina • 4 tomates grandes batidos no líquidificador s/ casca e sementes • 1 cebola • Queijo parmesão ralado • Salsa , cebolinha, pimenta vermelha e do reino, sal e limão Modo de Preparo Tempere os camarões com sal, limão e pimenta do reino. Refogue a cebola, cortada em cubos, na margarina até dourar. Bata os tomates no liquidificador e junte-os com a cebola. Cozinhe por alguns minutos (aprox. 10 minutos), com uma pitada de sal. Junte os palmitos fatiados e por último os camarões. Ferva por no máximo 3 minutos. Tempere com o sal e as pimentas a gosto. Misture meia xícara de chá de agua com 1 colher de chá de maisena e acrescente ao molho para engrossar. Montagem Forre uma travessa refratária com catupiri e coloque sobre ele o refogado de camarões. Polvilhe com o queijo parmesão ralado e leve ao forno para gratinar.

60


Arq. Ana Laura Petry Raszl 15 9772.5694 | 3017.8414 ana_petryraszl@hotmail.com ana_prb@live.com


Rodapé - Defaccio

A Vez dos

Rodapés Por Silvia Leandro | Fotos Divulgação

62


Rodapé - Portobello

A tendência é mesclar cores e texturas para destacá-los

S

e antes eles passavam despercebidos pela casa, geralmente acompanhando a cor do revestimento, hoje o rodapé tem papel importante e de destaque na decoração. Mais que uma peça de proteção para piso e parede, o material ganhou espaço e passou a ser um acabamento indispensável em todos os ambientes da casa, pois além de proteger e realçar ainda mais a pintura e o piso, dá um toque de originalidade e classe à decoração. A tendência é mesclar cores e texturas distintas para destacar este acabamento, e para isso, o mercado dispõe de uma vasta gama de cores, texturas, formas e materiais para deixar a casa com visual elegante e cheio de charme. Alguns cuidados devem ser levados em conta na hora da escolher o rodapé, e para isso, é importante contar com a ajuda de um profissional capacitado para ajudá-lo a escolher o modelo adequado ao seu projeto.


Rodapé - Defaccio

Dicas do arquiteto

Bruno Rubiano Do que são produzidos os rodapés? Bruno: Os modelos mais usados são os rodapés de concreto, devido a mobilidade de produção quando se tem um projeto do mesmo material. Mas na maioria dos casos, a escolha do material depende do tipo de revestimento que é aplicado, que podem ser cerâmicos, porcelanatos e assoalhos em madeira, aliás, este último é bem utilizado. Para quem optar pelo carpete de madeira, o rodapé não é recomendado. As peças de gesso e cimento são recomendadas? Bruno: O gesso não é muito indicado, pois pode ser danificado com a limpeza, Já o cimento é mais recomendado, assim como madeira e granito. Rodapé - Portobello

Como combinar rodapé, piso e pintura? Bruno: É simples, o rodapé entra como elemento principal, por isso recebe uma cor de destaque que geralmente segue na cor branca, combinando com pisos para os tons de bege e madeira. Já para os pisos em tons de cinza, segue a mesma composição, mantendo o produto com efeito natural. Como definir o desenho? Bruno: O desenho se baseia no projeto de ambientação de interiores, geralmente eles vêm com alturas entre 15cm a 20cm para ambientes com integração. Em ambientes menores, normalmente ocorre a utilização de rodapé baixo para destacar o piso e valorizar a pintura aplicada. Em sala com dois ambientes e integradas com outras dependências, o ideal é utilizar rodapé alto para que ele apareça em destaque, pois cada vez mais os móveis são utilizados no centro dos ambientes e menos nas paredes, com isso, o acessório fica mais valorizado, inclusive ganhando novas versões.

Rodapé - Castelatto

Rodapés - Defaccio

64


Rodapé - Portobello

Em que ambientes posso utilizar os rodapés? Bruno: Em áreas que não recebam revestimentos nas alvenarias, por exemplo, cozinhas, áreas de serviço e banheiros. Os demais já recebem o acabamento por motivo de recorte das peças de pisos e arremates nos cantos, como salas, dormitórios, home office, lavabo, varandas, corredores de acesso à área de serviços e outros. Como é a instalação? Necessita de um profissional para aplicá-lo? Bruno: A instalação é feita por profissional habilitado, pois exige um corte preciso e requer cuidados, como alinhamento (quando se trata de produto do mesmo material a ser aplicado como revestimento) e assentamento (feito com argamassa à base de água, um produto pronto). Há possibilidade de umidade no rodapé? Se há, como prevenir? Bruno: Sim, por este motivo antes de instalar as alvenarias devem ser impermeabilizadas para evitar a umidade que vem do solo. No próprio rodapé é feito um rejunte para que a água não

penetre em suas junções. O ideal é impermeabilizar todo o piso das áreas úmidas e nas que receberão revestimentos até a altura da laje. O que é rodapé recuado? Bruno: Eles seguem o alinhamento da massa de reboco e devem ser assentados após a instalação do piso para evitare a penetração de umidade. Posso usar rodapé colorido? Há uma regra? Bruno: Sim, é possível ser usado, mas as cores serão definidas conforme a decoração. O rosa, por exemplo, é muito utilizado em quartos de crianças e adolescentes, assim como o azul, e o contraste da cor pode ser visto na parede. O importante é manter o equilíbrio para não carregar o ambiente. Os coloridos ainda não são muito recomendados. Quais as tendências? Bruno: Rodapés com alturas acima de 10cm, materiais como concreto, madeira e granito. Bruno Rubiano - 15 3411 3003 arquiteto@brunorubiano.com.br

65


HabitareEcologia

Tijolo de

Entulho Por Silvia Leandro | Fotos Divulgação

66


A reciclagem do entulho é uma alternativa para redução de problemas no canteiro de obras

S

ustentabilidade e eficiência andam juntas na construção civil. Com essa filosofia é que o grupo Baram, através da pioneira empresa Verbam Máquinas, vem se destacando na produção de equipamentos e produtos que aliam desenvolvimento econômico e sustentável, com investimentos em soluções ecológicas que geram economia de insumos e controle de desperdícios. O desperdício de material de construção no canteiro de obras é muito alto, ocasionando um dos maiores problemas para o saneamento público municipal, principalmente nas grandes cidades brasileiras. A reutilização e a reciclagem do entulho surgem como alternativa para a redução destes problemas. A reciclagem na própria construção contribui para amenizar os problemas urbanos gerados pelo descarte que ocorre muitas vezes de forma clandestina. A empresa acaba de apresentar uma máquina de reciclar o resíduo oriundo da construção e demolição (RDC) na Feicon - Feira da Construção, que aconteceu em março na cidade de São Paulo. A ideia de produzir máquinas para triturar o entulho surgiu em 2007/2008, porém os empresários sentiram que os clientes queriam uma solução mais definitiva para o problema. O grupo então criou um produto final com este resíduo, dando origem ao “tijolo de entulho”.

67


HabitareEcologia

O processo é feito a partir da reciclagem do entulho que consiste em todo resíduo do concreto, pedras e tijolos. As vantagens são muitas, pois além de retirar o lixo do canteiro de obras, esse resíduo não vai parar na natureza. Outro destaque é que, no processo de produção, não é utilizada combustão para secar, evitando a emissão de CO2 no meio ambiente. Como se trata de um tijolo ecológico, a secagem é natural. A característica deste modelo é semelhante ao tradicional, por isso, na construção, ele pode ser rebocado, pintado e envernizado, além de conter furos por onde passam toda a instalação hidráulica e elétrica.

68


A tecnologia, que já é conhecida na Europa, consiste em utilizar 28,15 toneladas de entulhos para a construção de um imóvel de 52m². A casa fica pronta em apenas quatro ou cinco dias. A colagem do tijolo é feita com uma massa ecológica da própria empresa. A máquina produz 400 tijolos por hora e o importante é fazer a triagem do material a ser reciclado com antecedência, isso facilita na hora de executar o trabalho. www.verbam.com.br


70


Decoração Amplia &

Moderniza

A intenção era manter o ar clean e sofisticado Por Silvia Leandro | Fotos Elson Yabiku

A

residência ainda estava no reboco quando o designer de interiores Renato de Souza assumiu a decoração e o desafio para adequar os ambientes ao estilo de vida dos moradores, um jovem casal de empresários, ainda sem filhos. A idéia era deixar a casa moderna e funcional para o dia a dia e também para receber convidados. Como o projeto original tinha uma estrutura mais clássica, pequenas interferências foram feitas para adequar a nova proposta. Como a casa já possuía revestimento na parede e granito no piso, o profissional partiu deste princípio para planejar a decoração. Cores frias, como cinza, branco e preto foram adotadas como base, com isso foi possível ousar em tons mais vibrantes, principalmente as variações do roxo e lilás nos acessórios e objetos. O importante era manter o ar clean e sofisticado da residência. Embora houvesse uma pesquisa antes da compra, os proprietários não pouparam na hora de escolher o melhor para compor os ambientes, e esta preocupação se reflete em todos os espaços.

71


O pé direito triplo dá amplitude ao projeto de três andares. O mármore antideslizante reveste tanto a escada da entrada, quanto a da lateral, que tem degraus desencontrados para dar a sensação de movimento. A ala social se divide em três ambien15 9746 7980 tes e todos com re.souz@hotmail.com acesso à área de lazer. A sala de estar composta por sofá revestido em linho natural em contraste com duas poltronas florais, mesa de centro em espelho bronze que traz um rasgo no meio deixando aparecer detalhes em madeira e quadro do artista plástico Adriano Mendonça, da cidade de Campinas, Tapete e luminária completam o espaço. Designer Renato de Souza

72


A sala de jogos se integra com a de estar por uma porta de correr presa por roldanas, onde o lado do estar é branco e o de jogos, preto. O mesmo tom escuro compõe o painel em madeira ripada na parede que divide a sala de jogos com a de jantar. O nicho onde está instalada a tela Double Screen permite que os moradores assistam à programação de ambos os lados. O puff em estampa de animal foi um pedido da proprietária e junto com a mesinha pé palito laqueada na cor verde formam uma dupla versátil na hora de receber. Ambiente com iluminação embutida e pendente sobre a mesa para não prejudicar o jogo.


A parede do lado da sala de jantar tem revestimento cimentício eclipse e um espelho bisotê quadrado. A escultura roxa e lilás, feita especialmente para este projeto, foi adaptada no tamanho e cor para ficar exposta em um rasgo que já existia na parede. A grande mesa de jantar tem em sua base vidro serigrafado e estrutura em laca branca, mesmo material da cadeira que recebeu assento em tecido de seda prata com aplicações de cristais. O pendente também em cristal muda de cor aleatoriamente, produzindo um lindo efeito. A piscina foi ampliada e recebeu revestimentos em pastilhas de vidro, além de ganhar uma charmosa prainha com espreguiçadeiras. O espaço ainda conta com spa e cascata. O piso atérmico e deck em cimento também atérmico imitando madeira contornam toda esta área. Para cobrir delicadamente as grelhas de escoamento, foram colocados seixos que combinam perfeitamente com este clima descontraído. Integrado a esta área está o amplo espaço gourmet, que recebeu revestimento em pastilhas de vidro e inox. No balcão, recortes em madeiras foram encaixados simetricamente, conferindo um visual rústico. A mesma madeira aparece como um detalhe na luminárea da varanda. O móvel de vidro serigrafado preto na parte frontal tem painel com madeira de demolição para dar suporte a TV que tem o som distribuído pelo teto. Toldos de tela solar fecham toda a extensão do espaço gourmet e da varanda para proteger os móveis e bloquear os raios solares, mas, sem perder a luminosidade. A cozinha em preto e branco se relaciona com este espaço através da porta de correr.

74


VV

ITU C S DECOR UM EXAGERO EM DECORAÇÃO Por Silvia Leandro | Fotos Elson Yabiku

76


C

om o tema “uma casa inteligente como você”, a mostra Itu Casa Decor reuniu 50 profissionais de Itu e região. A casa escolhida para abrigar a mostra tem uma área construída de 800m² em um terreno de 2200m², e o desafio de cada profissional foi apresentar soluções criativas para quem quer construir, reformar ou decorar. Os projetos trazem ideias inovadoras e algumas inusitadas, materiais em diferentes aplicações e sustentáveis, além da tecnologia empregada nos equipamentos de automação em quase todos os ambientes. Utensílios e objetos do cotidiano ganharam status de decoração, conferindo estilo próprio a cada espaço, que vai desde o irreverente até o mais requintado.

77


Calçada & Jardim Engº agrônomo André Camargo Pereira da Silva Engª agrônoma e paisagista Elen Lorencini Moraes Calçada com piso intertravado e desenhos personalizados para evidenciar a marca da mostra. A cor do muro ressalta as plantas (moréias, dracena tricolor e palmeira rabo de peixe) e os canteiros com casca de pinus. Acabamento do portão de saída composto por três painéis fixos e um móvel em eucalipto citriodora certificado. O projeto se funde com o pórtico de entrada dando a impressão de um único espaço.

Pórtico de Boas-Vindas Arquitetura Alexandre Chaguri e Felipe Barros A idéia era concretizar uma entrada instigante, com base nos conceitos de limpeza formal, pureza de elementos, less is more e racionalismo construtivo. O modelo linear e homogêneo é a chave para a escolha dos únicos materiais usados: aço patinável e madeira. O primeiro é um tipo de aço que contém em sua composição elementos para melhorar suas propriedades anticorrosivas, dando aspecto de cor avermelhada, bruto e agressivo na paisagem externa. O segundo, ripado de madeira, foi aplicado com pequenos espaçamentos para dar lugar aos feixes de luz âmbar que penetram o interior do ambiente.

PAISAGISMO DO PÓRTICO Paisagista Ken Kawamichi Arquiteta e paisagista Nelia Miyuki Nishihata O paisagismo se integra à linguagem contemporânea do pórtico e traz novas ideias de uso para a pedra e sisal. Onde antes existiam cinco degraus de concreto, foram utilizadas “chapas” de pedras do tipo Goiás de diversos tamanhos e formatos irregulares. Ao fundo, haste da planta Agave sisalana, mais conhecida como sisal, trazido da Bahia. Vasos rasos na cor terracota com tipos exóticos de bromélias.

78


bilheteria & lobby Arquitetura Felipe Barros Decoradora e paisagista Talita Barros Ambiente rústico e design sofisticado com móveis de madeira entalhada e de cortes simétricos. Balcão executado com assoalho de trem complementa o revestimento das paredes, totalmente em madeiramento pesado. Painéis de aço inox finalizam a composição do ambiente. Uma iluminação especial evidência objetos de arte e quadros familiares.

Living & Sala Conceito Arquiteto Marcelo Dias Decorador Michel Lebedka Sofá de pouco mais de 5 metros e portas balcão revestidas com cortineiro neoclássico com pintura em laca. Algumas paredes foram revestidas com espelhos, e outras com revestimento cimentício, cortados em tiras, encaixados um a um. Espaço de bar criado ao fundo. Ambiente climatizado. A estante irregular e assimétrica dá lugar a imensos e sofisticados objetos. Fotos da fotógrafa local Marta Paz dão a ideia de que tudo está em harmonia. Destaque para a lareira em mármore Platinum.

VARANDA MULTIUSO & CONVIVÊNCIA Arquiteto Marcelo Dias | Paisagista Vânia Samar Decorador Michel Lebedka Uma extensa varanda em estilo de Bruxellas, predominando os tons de verde escuro e branco, presentes em quase todos os elementos. Espaço aberto para que a família possa ficar mais tempo junta, mas, todos respeitando a individualidade de cada um. Por isso, um layout de mobiliário diferente para agradar todos os gostos. Muitas flores foram espalhadas pelo ambiente.

79


Terraço Gourmet & Degustação Arquitetura Thiago Papadopoli, Rodrigo Lopes e Aelton Santos Papelão, garrafas de vidro, caixotes de fruta, guardanapos antigos e cordas velhas transformaram o cantinho da varanda em um local aconchegante e divertido, com design arrojado e sustentável. Para recepcionar os deficientes visuais, o ambiente possui sinalização em Braille e diferentes tipos de texturas nos materiais.

Snack Bar Arquitetura Renata Marques Jancowski e Flávio de Oliveira Jancowski Como uma das opções de revestimento, papel de parede, modelo adamascado em tons de prata. Para complementar o visual, um lustre de cristais e tecido. A parede revestida com espelho favorece o ambiente e traz amplitude. No piso, tapete preto, feito sob medida e com detalhes personalizados. A irreverência ficou por conta da máquina de refrigerante “Cold Drinks” em estilo vintage, e da Juke Box, que quebram a seriedade do cinza e preto. Projeto de automação com iluminação cênica, controlada por controle remoto.

OFFICE MULTIMÍDIA Arquitetura e Interiores Patrícia Lotto Ambiente compacto, mas com todas as ferramentas para desenvolver atividades à mão, de lápis a modernos equipamentos tecnológicos, como TVs e computadores, garantindo maior interação. Cores neutras e diferentes texturas (laca branca e preta), vidro na cor berinjela, laminados texturizados linho e amadeirado, tapete em lã e algodão foram utilizados. As fotos dão um toque pessoal.

80


GALERIA MANHATTAN Arquiteta Renata Marques Jancowski Decoradora Renata Fraia A galeria Manhattan, nome inspirado no enorme painel com foto da famosa ilha de NY, foi a inspiração para este simples corredor da parte íntima da residência. A ideia era transportar o visitante para a belíssima ilha. Para amenizar o espaço estreito, foi utilizado um espelho comprido. Uma nova tendência de cor foi aplicada em uma das paredes. O projeto faz um contraponto do moderno e o clássico, presente nos lustres de cristais e na cadeira italiana.

toilette social Arquiteta Lucilla Almeida Um banheiro refinado e ao mesmo tempo despojado. Os revestimentos são o ponto alto, com a utilização de cimento queimado, sisal na parede, além do tecido e do papel de parede. Mobiliário 90% em MDF. Floreira com lírio da paz e iluminação com leds.

QUARTO DO FILHO JOGADOR DE GOLFE Arquitetura André Felipe Nascimento e Giuliana D. Fenochi Nascimento Dormitório jovem, masculino e contemporâneo. Uma bancada abriga o notebook e a estante expõe e organiza os troféus. Cabeceira com iluminação difusa formada com bolinhas de golf. A escala cromática nos tons de marrom, fendi, cinza e preto. Sua paixão pela música foi evidenciada nos detalhes de quadros soltos pelo quarto com imagens singulares e criativas.

81


STUDIO DA MOÇA ESTILISTA Arquiteta e designer de interiores Vivania Lourenço Designer de interiores Afrodite Sakkás Dois ambientes em um. De um lado, o estúdio-atelier, com bancada de trabalho, manequim e look book (mural). De outro, o dormitório. Para dividir os espaços, portal de drywall revestido com estampa colorida de Rossita Missoni. Paredes pintadas em off white e revestidas em parte com laminado rústico, assim como os criados-mudos, bancadas e painéis. Look book, manequim de ferro, cabideiros de resina em formato de vestido, entre outros, aparecem na ambientação.

HALL DE MEMÓRIAS Arquitetura Leticia F. Previdi e Maria Alice Nardy Ambiente introspectivo, com ares de mostra de museu. Cortinas e papel de parede para dar um ar de espaço decorado e bem acabado. A iluminação foca painéis com imagens feitas pela fotógrafa Maria Alice Mazzucco, como uma exposição, um espaço de museu. Papel de parede italiano com detalhes em camurça, carpete e luminárias embutidas.

Sala de Banho do Casal Arquitetura Leticia F. Previdi e Maria Alice Nardy Vários ambientes em um, sem divisão de paredes. A parte prática, que é a área molhada (lavatório, chuveiro e bacia sanitária) e o camarim, com uma bancada para maquiagem e nichos com jardim. Cores clássicas, aconchegantes e chiques, como o dourado da cortina, marrom café no jardim e tons de bege nas bancadas, além de uma boa iluminação e do lustre de cristal. Uma das paredes aparece em amarelo cítrico. Bancada subdividida.

82


HOBBY DOS DONOS DA CASA Arquiteta e interiores Tânia Benincasa O layout diferenciado permitiu integrar o ambiente Hobby com o quarto do casal. Para isso, foram utilizadas paredes de gesso acartonado e marcenaria. Este espaço tem um mix de closet, cantinho para leitura, adega, uma penteadeira (em 45º) e espelhos deslizantes. O ambiente é todo automatizado na parte de vídeo, iluminação (todos com comando) ligando, desligando e dimerizando.

quarto & bemestar do casal Arquiteta e interiores Tânia Benincasa O espaço possui automação por movimento, é o caso da mesa deslizante sobre a cama. Utiliza a fiação existente no local e pode ser comandado por ipad, iphone, notebook ou computador, mesmo a uma distância maior. Revistas, livros, enxoval, quadros, arranjos florais e esculturas auxiliam na decoração. Lareira que utiliza biofluido, derivado do etanol, e evita a produção de fumaça e cheiro no ambiente, sem precisar de chaminé.

ESCADA & CULTURA Arquitetura Flávia Medina de Oliveira As artes plásticas bem representadas neste ambiente. Duas obras de Marilze S. Petroni, o quadro “liberdade imaginada” e a escultura “paz no mundo”, e quadros da artista plástica Karla Bratfisch da série “Devaneios”. Iluminação trabalhada com spots para destacar os quadros e poltrona egg, um clássico do design de Arne Jacobsen, uma estampa brasileira.

83


COZINHA DA CHEFE Arquitetura Adriana Casella e Alessandra Custódio Mobiliário retilíneo com uma linguagem contemporânea, que se fortifica com o uso do tampo da pia em Corian. Balcão para as refeições rápidas com vidro incolor, 19mm, e banquetas em alumínio e fibras vazadas. Piso em porcelanato. Sobre a bancada, lustre de cristal e painel revestido com seda. Despensa com iluminação indireta e fitas de leds para destacar ao fundo a parede de pastilhas de vidro com mesclas de madrepérola cobre e vinho. Eletrodomésticos modernos, persiana haletada, em alumínio e prateleira revestida com vasos de samambaias.

dining room Arquitetura Mariana Trinca Junqueira Por se tratar de uma casa do século XVIII, a proposta foi manter essa referência histórica, principalmente na arquitetura, porém, com uma ambientação contemporânea. Piso em grande formato branco, uma sobreposição de persianas com diferentes funções, uma reflete os raios solares, a outra ajuda a controlar. Lâmpadas de led com sensor de presença para a iluminação indireta e das obras de arte. Um dos destaques é a base da mesa de jantar, que é um tronco de árvore petrificado.

DVDTeca e lavabo Arquitetura e decoração Lívia Giacon e Claudia Bertucci A madeira cumaru utilizada no piso se estende pela parede da DVDTeca. Papel de parede ousado, onde a cor verde predomina. Bancada executada em mármore travertino romano bruto e madeira de demolição. Iluminação embutida em forro de gesso e elaborada para formar cenas diversas ao toque de um botão. Estante projetada para acomodar uma grande quantidade de dvds, louças e metais traduzem a forma contemporânea.

84


saleta íntima dos hóspedes Arquitetura Alexandre Chaguri e Carolina Marques de B. Renna Ambiente contemporâneo, com poucas peças, porém, com muita personalidade. A ousadia está em saber mesclar os diferentes materiais sem perder a sobriedade. A grande novidade são as placas cimentícias que estão empregadas no projeto sem acabamento, conferindo um visual mais rústico. As cores que predominam são preto, cinza e uma variação dos tons de verde.

suíte dos hóspedes Arquitetura Alexandre Chaguri e Carolina Marques de B. Renna A proposta foi intervir com a arquitetura e integrar o ambiente com outro espaço. Com a limitação do pé direito extremamente baixo, a ideia foi assumir a pouca altura e compensar com uma planta livre, tanto de barreiras físicas, paredes e móveis como, de barreiras visuais. A iluminação é parte integrante e importante da composição, por isso, foram utilizadas várias lâmpadas para criar diferentes cenários. A decoração é o próprio ambiente, para que, quem use, possa deitar ou se jogar nos futtons sem medo de estragar a decoração ou tirar alguma peça do lugar.

BANHO DOS hÓSPEDES Arquitetura Marcos Almeida, Alexandre Chaguri e Felipe Barros Neste espaço, os profissionais privilegiaram um material de origem industrializada: a placa cimentícia. Trata-se de um projeto conceitual e informal, onde se percebe uma linha contemporânea e monocromática adotadas para este ambiente. Originalmente, o espaço era todo revestido com azulejos filigramados azuis, que deram lugar aos painéis cimentícios, em um processo de construção exaustivo para este fim. Um pequeno detalhe de separação destes painéis dá lugar às linhas de lâmpadas brancas escondidas pelo ambiente. Alguns objetos do cenário, como a bancada da pia e três banquetas, contrastam com cores vibrantes sem apelo decorativo. 85


varanda da vista & contemplação Paisagista Célio Cotting Este espaço foi desenvolvido para despertar um pouco o sentido da espiritualidade e o universo das diferentes crenças. No entanto, todos têm a ligação direta com o criador e a criatura. Um ambiente para ser contemplado e ao mesmo tempo “sentido”. Foram utilizados materiais sustentáveis, como bambus, sobras de marmoraria e objetos de madeira de demolição.

HOME CINEMA Arquitetura Paula Pazian Olivato e Evelyn Midori Ambiente contemporâneo com ênfase em automação de som, iluminação e imagem. Tablado com futons, nichos para “snacks” e frigobar para receber. Móveis confeccionados com espécies de crescimento rápido como, pinus ou eucalipto, provenientes de florestas cultivadas. Desenho do mobiliário projetado pelas arquitetas. Objetos de decoração e cores onde predominam o preto, cinza, nude e marrom Café.

JARDIM DO BEM-ESTAR Design de interiores Camila Tomassi Diana e Jaqueline Toshie Tobimatsu Metal, madeira, espelho, bambu e fibra sintética fazem parte dessa combinação, sem perder sua beleza natural. A fonte tem o bambu como inspiração de toda sua estrutura. Robusto e imponente, o gazebo de metal tem acabamento com pintura eletrostática, presente na maioria das peças de metal inseridas no ambiente.

86


LOUNGE BISTRÔ Arquitetura e design de interiores Laura Lima e Mota e Narah Pigato Canova O clima de bistrô é ditado pelos tons das paredes, do bege mais claro ao café, combinados com os móveis rústicos, destacados pela iluminação direcionada. Composição de espelhos redondos e quadrados, de diversos tamanhos e dispostos de maneira assimétrica, ampliando-o e destacando-o. Destaque para a mesa de 3 níveis, em formato de escada, suspensa por cabos de aço. Puff com aparador central de apoio.

Café e Quitutes Design de Interiores Jane de Cássia Sório e Rogério Villalba Suas cores e seus traços trazem modernidade para um tema onde a história do café é um dos principais fatores da riqueza de hoje em nosso país. O ambiente foi devidamente escolhido para abrigar amigos e negócios de forma descontraída e aconchegante, sem perder a tradição.

Terraço dos Sentidos Designer de Interiores Jane de Cássia Sório Engª Agrônoma Ana Luisa Colin Talavera Texturas, cores, aromas, sabor e sons convidam ao descobrimento dos sentidos limitantes ou não de cada um, aliando os sentidos com a sustentabilidade dos materiais utilizados. Reservado para a entrada de deficientes físicos e idosos, além dos visuais, o espaço possui interatividade com os visitantes, pois a recepção foi realizada pelos deficientes visuais da Instituição Escola de Cegos Santa Luzia, à qual parte da renda do evento será destinada.

87


Sala Wine Bar e Adega Designer Giovani de Oliveira Um ambiente para despertar a vontade de apreciar um bom vinho. Madeira de demolição, espelho, vidro e metal, e as cores, preto, chumbo e laranja, foram rigorosamente definidos para atingir este propósito. Para armazenar as rolhas, foi desenvolvido um painel, executado em laca black piano com uma faixa de madeira de demolição onde foram penduradas cinco aquarelas, obras da artista plástica Rejane Ganzarolli, da série “rótulos”. Pinos de alumínio fixados sobre um painel de madeira de demolição armazenam as garrafas. Entre os painéis, um armário com tampo de granito levigado e cristaleira em laca black piano. Mesas em laca laranja e puffs em madeira de demolição completam a decoração.

MAIS MÚSICA & MENOS STRESS Arquitetura de interiores Rossana Cerello O Ambiente Mais Música Menos Stress fez surgir ideias por seu próprio nome. Com o intuito de criar um espaço aconchegante e acolhedor, o ambiente revela-se agradável e convidativo. O conceito desenvolvido para esse projeto foi baseado nos estilos musicais jazz e blues, sendo os objetos e cores escolhidos cuidadosamente dispostos a fim de compor um ambiente harmônico, relaxante e dedicado aos amantes de uma boa música.

JARDIM DO conforto Arquitetura e design de interiores Laura Lima e Mota e Narah Pigato Canova Proposta rústica, na qual a madeira assume posição de destaque, presente tanto nos móveis de madeira de demolição quanto nos painéis nas paredes, na pérgola e no deck para fazer a transição entre as áreas internas e externas. Palha de carnaúba e os ladrilhos hidráulicos se destacam no ambiente. A pedra da escada foi restaurada. As plantas tropicais trazem vida ao jardim.

88


banheiros públicos Designer de interiores Adriana Fontana Quando se visita uma mostra, os banheiros públicos são poucos percebidos e visitados. Por isso, neste projeto a ideia foi explorar novos acessórios, inovações e revestimentos para um ambiente onde o olhar passa e foge, não fica. A proposta trouxe inovação visual e em conceitos, por isso foi utilizada a fruta cítrica na parede. Com o uso da imagem aliada à tecnologia das pastilhas de vidro, eles ganharam alto impacto visual.

banheiro DOS DEFICIENTES Designer de interiores Adriana Fontana No banheiro PNE (portadores de necessidades especiais), além da preocupação com o acesso, para que o usuário conseguisse se locomover de forma tranquila, a decoração também teve atenção especial. Neste ambiente, elementos que oferecem vida e alegria quebram a sensação de “hospital” que costumam ter, sempre respeitando as regras para a utilização correta do espaço. A proposta em inovar foi para transmitir um local agradável e com conforto, que despertasse a sensação de ficar, de estar e de lembrar.

praça da família Design de interiores Camila Tomassi Diana e Jaqueline Toshie Tobimatsu. Ambiente sustentabilidade e com união, além de proporcionar conforto, inovação e aconchego para estimular o convívio familiar. A mesa ao redor da árvore existente é a junção perfeita de material sustentável e funcionalidade, completados pelos recursos naturais, como barro, madeira e pedras. Toque de cores fortes nos pequenos detalhes dos estofados e vasos.

89


espaço avatim Designer de interiores Beto Tozi Uma explosão de cheiros e cores. Com inspiração mineira, o espaço conta com móveis naturais, rústicos, mas com toque de classe. O piso é muito original: duas padronagens de laminado com selo verde ampliam o espaço em listras no chão. Duas poltronas clássicas em madeira natural feitas com patchwork, criação do profissional.

jardim das águas Paisagista Ken Kawamichi Arquiteta e paisagista Nelia Miyuki Nishihata Dois espelhos d’água seguem até o deck de madeira reutilizada. Namoradeira e mobiliários de jaqueira. Árvores do local foram integradas ao projeto. Jardim vertical feito com módulos de cerâmica. Na iluminação, destaque para as peças de vidro com trabalho de jateamento, que refletem a delicada folhagem de papirus, como os papéis tipo “washi” das luminárias japonesas, além dos balizadores de cerâmica.

espaço gourmet sustentável Arquitetas Lourders Abbade e Renata Jancowsk Decoradora Renata Fraia O espaço foi totalmente construído para a mostra. O sistema de construção tem pilares de eucalipto tratados em auto clave e estrutura da cobertura em Steel Frame. Outro atrativo é o telhado verde que possui uma técnica inovadora com espécies de plantas suculentas, por ser ecologicamente correto e proporcionar um perfeito equilíbrio do meio ambiente e conforto térmico. O espaço conta com marcenaria em MDF e granito exótico que lembra um casco de tartaruga. A geladeira víntage, totalmente restaurada e pintada, faz um contraponto com estas novidades. O diferencial são os equipamentos presentes no ambiente, que são funcionais.

90


jardim contemporâneo Arquiteta Julia Cossermelli Guitte Designer Ana Paula Fazano Três cenários diferenciados. Deck de madeira com mesas e puffs coloridos, produzidos com fibra de vidro (reciclados de garrafas pets e fibras de pás eólicas). Piscina com espreguiçadeiras de madeira e mesas com a mesma linguagem do espaço anterior e piso tecnocimento. Pergolado de estrutura metálica, em aço pintado de amarelo. Em sua cobertura foi utilizada fibra de vidro com textura de couro, mesas e puffs coloridos de fibra de vidro. Paisagismo composto por vasos de aço cortem e de madeira de demolição. Iluminação composta por luminárias, pendentes e tocheiros.

espaço do xadrez gigante Técnicos em paisagismo Luís Eduardo de Castro Lima

e Cássia Cristina D. C. Lima Cachepots chineses com formas, cores e texturas diferentes trazem espécies vegetais mais tradicionais, confortando o ambiente. Já os vasos e cachepots em resina, internamente iluminados, com espécies exóticas. Plantas Mágicas que crescem com a logomarca ou frase que você desejar, ovos de porcelana com ervas aromáticas, enfim, um espaço pequeno, porém, perfeito para atender as suas necessidades e promover beleza e bem-estar.

Lounge do SPA Arquitetura Flávio de Oliveira Jancowski e Renata Marques Jancowski O moderno SPA com capacidade para 6 pessoas, todo automatizado, saiu do convencional. Em vez de branco, é bronze. Todos os móveis foram desenvolvidos sob medida, na cor branca para os estofados e tom mais escuro nas tramas. O mobiliário foi feito para ficar exposto às intempéries, com estrutura de alumínio e fibras sintéticas. Uma mesa de centro e um aparador com tampo em espelho bronze dão ao espaço uma cara de sala de estar.

91


garagem Arquiteta Tainá Rehder Engº e paisagista Wellington Fernandes Giampietro O lounge criado para acomodar de forma sofisticada o Citröen C4 Picasso foi feito com deck de madeira tratada visando o tema da mostra, “Casa Inteligente”. Com um ambiente bem aconchegante, contou com um belo jogo de sofá e poltronas, e um aparador feito de madeira de demolição. Do outro lado, o Citröen Air Cross em um espaço “rally praiano” rodeado por pontaletes, madeiras certificadas de reuso, uma proposta mais aventureira de acordo com o estilo do veículo.

Bangalô do Flamboyant Paisagismo Célio Cotting Ambiente irreverente, com iluminação vinda do vestido de noiva no alto do flamboyant, bem como a presença de manequins no jardim que possui várias fontes de água, além de flores e orquídeas. Detalhes colocados de uma forma simples e criativa, como por exemplo, os bicos das fontes feitos de bambu mosso seco retirado de jardins e reaproveitados. Dormentes de trilho de trem nos bambus da confecção do bangalô e nas cascas de pinus retiradas de árvores de reflorestamento.

mpb e poesia Arquiteto e artista plástico Paulo Lara O espaço tem forro feito com isopor, promovendo leveza e conforto térmico e acústico. O palco em formato de piano traz a música para perto. O painel “jazz and wine”, impresso em lona, foi inspirado na bela união entre três instrumentos musicais, resultando em uma magnífica sonoridade. A iluminação com laser e leds e caixa de som de última geração, conferem um clima ideal para ressaltar a boa música e inspirar a poesia.

92


jardim da harmonia Engº agrônomo André Camargo P. da Silva Engª agrônoma e paisagista Elen Lorencini Moraes Ambiente composto por estruturas metálicas de aço galvanizado a fogo, cobertura em policarbonato alveolar, verde e fumê. Na capela, uma cerca com divisória de postes de eucalipto citriodora autoclavado. Materiais como o piso de tijolo de demolição, além dos produzidos com casca de pinus, madeira no banco do jardim, móveis do interior da capela, bem como a cruz construída com restos de dormentes, propõem um visual mais rústico. No jardim vertical, samambaias, peperômias, véu de noiva, ripsalis e duas jardineiras de lança de São Jorge. Na entrada, dois vasos vermelhos, tipo vietnamitas, com crótons, gotas de orvalho e, na base, mini cambarás amarelos. Vaso bacia, vermelho e bromélias coloridas aparecem no jardim ao lado. Espécies tropicais ao redor.

lounge de saída Arquiteta Flavia Medina de Oliveira Recursos renováveis como a madeira para aquecer o ambiente externo. Móveis rústicos e de fibra sintética foram escolhidos para o conforto, sendo que o rústico contrasta com a beleza dos vasos vietnamitas. A escultura de Marilze S. Petroni chamada “revoada” insere-se no local, simbolizando uma revoada de pássaros, que seriam como a saída das pessoas da mostra.

espaço giovanetti Arquiteto Rubens Carone Cardieri Com uma área de 110m², o restaurante Giovanetti atendeu ao evento com sua cozinha completa, desde entradas e pratos principais até sobremesas. além do tradicional chopp. No espaço da mostra, o público pode degustar receitas saborosas. Com capacidade para cerca de 130 pessoas tem como proposta um espaço rústico, porém, acolhedor, com poucos materiais, onde a iluminação se destaca e as cores complementam.

93


94


Pergolados

Leves, essas estruturas protegem os moradores e incrementam o espaço

96

Foto: Alexandre Macedo

Integração - O responsável por este projeto criou um ambiente de estar, cercado de muito verde. O pergolado com estrutura de madeira maçaranduba é uma extensão de todo o espaço de lazer, que tem a natureza como moldura. Paisagista: Alexandre Furcolin


Refúgio - O pergolado foi feito em madeira, com detalhe ao fundo em bambu. A cobertura do teto foi executada em piaçava, numa proposta bem tropical. Arquiteto: Sérgio Gonzalez

O

s pergolados despertam a atenção por sua beleza e rusticidade e podem estar associados a vários ambientes, proporcionando uma integração harmoniosa. Montados ou construídos num cantinho, no centro de um jardim, num caminho ou até no prolongamento do corpo da casa, eles são sempre uma alternativa charmosa quando se precisa de proteção, sem abrir mão da luminosidade. Leves, essas estruturas de madeira, ferro, bambu ou outros materiais, protegem os moradores e incrementam o espaço, além de servir de suporte para plantas. Sentar-se sob a pérgola para contemplar o verde e relaxar, são atividades prazerosas que o espaço oferece. Bancos, almofadas e futons combinam com o ambiente e deixam-no ainda mais convidativo. O uso pode ser variado. Um cantinho para ler um bom livro, um espaço gourmet para receber os amigos ou simplesmente para descansar.


Foto: Elson Yabiku

A estrutura mais baixa deixa o ambiente mais aconchegante e confortável, principalmente quando for usado para relaxamento. As coberturas de vidro ou policarbonato servem para proteger da chuva, assim os moradores podem usufruir do local até mesmo nesses dias. Para os pergolados, as plantas mais indicadas são: Primavera (Bougainvillea) Congéia (Congea Tomentosa) Jade-vermelha (Mucuna bennettii) Sapatinho-de-judia (Thumbergia mysorensis) Jasmim (plumeria rubra) Madressilva (Lonicera japônica) Tumbérgia-azul (Thumbergia grandiflora) Sete-léguas (Podranea ricasoliana)

Meia Sombra - O hall de entrada desta residência foi composto por pérgola em madeira, coberta por trepadeiras, dando sombra e conforto aos moradores. Todo o jardim foi executado com vegetação brasileira, valorizando nossas espécies. Arquiteta: Maria Luiza Aceituno

Foto: Divulgação

Aconchego - A entrada da casa foi presenteada com o aconchegante gazebo e o jardim interno, ambos evidenciam o contraste entre as cores e a beleza tranquilizadora da natureza. Arquiteto: Francisco Paulo Simone

98


Foto: Elson Yabiku Foto: Andréa Bernardelli

Rusticidade - Materiais de demolição ganham destaque e diferenciam a obra neste projeto. A pérgola em madeira tem a companhia de flores para transmitir bem-estar e beleza à entrada principal. Arquiteta: Liamara Terra Bento

Equilíbrio - Na entrada da casa, a estrutura em madeira maciça torna o espaço agradável para dar as boas-vindas e acolher moradores e convidados com estilo e aconchego. Arquiteto: Beto Madureira


FEIRA DE DESIGN

MilĂŁo 2011 Esta gigantesca estrutura interpreta a indĂşstria mundial do design Por Millah Cremonini

100


H

á cinquenta anos, Milão recebe em abril visitantes de todo o mundo. Um público formado quase que 100% por profissionais da área de design, que se reúne aqui para conhecer as referências e tendências que ditarão a moda do design de interiores para o próximo ano. A feira de Milão se transforma e acolhe inúmeros eventos, especialmente este ano pela comemoração dos seus 50 anos, esta bela cidade da Itália entrou em frenesi. Tem tanta coisa acontecendo que ė impossível visitar tudo. Além da feira, acontecem todas as noites festas, eventos, palestras e exposições espalhados pela cidade, que apresentam a um público sedento de informação os expoentes do design mundial. Um desses endereços imperdíveis do Fuori Salone ė a Via Tortona, que incansavelmente abre suas portas todas as noites para um público elegante e descolado e muita gente bonita.

101


Este ano, parte do comércio local foi convidado a participar do “Fuori Saloni” acolhendo um design. Esses designers apresentaram alguma intervenção na loja, por vezes na vitrine ou mesmo uma pequena instalação em seu interior. Muito interessante, uma vez que essa visitação gratuita é acessível a todos os interessados, independente de trabalharem diretamente com design.

102


O salão, que começou em 1961, organizado pela comissão das fábricas de móveis Italianas, é composto atualmente por um número espantoso de mais de 13 milhões de associados. Hoje são 210.030 metros quadrados, onde 2.775 expositores mostram seus produtos a um público que deve ultrapassar os 300.000 visitantes. Incrível, não!?


Em 2011, o salão apresenta 5 manifestações do design de móveis e acessórios: a Eurocucina, a Euroluce, o antigo Eimu hoje SaloneUficio, o Salone Internazionale del Complemento d’Arredo e o SaloneSatellite. Com essa composição, Milão reúne temas importantes do “morar”, passando da cozinha pela iluminação, do escritório ao design, além de lançamentos de 700 novos talentos, entre eles, dois brasileiros, oferecendo assim uma gigantesca estrutura em forma de feira que interpreta a indústria mundial do móvel voltada ao design de interiores. Baseados em sete pilares (o rótulo do morar clássico, o elogio da imperfeição, estórias e fábulas, a matéria como valor, o detalhe, os anos 50´s e 80´s, e, por fim, o design contemporâneo), os expositores apresentaram, na opinião desta profissional, uma paleta de cores muitíssimo reduzida, baseada no fendi e nos cinzas, passando basicamente pelo verde e algum uso do roxo em pequenas variaçōes.

104


O tecido aparece praticamente em tudo, como revestimento de móveis, luminárias e objetos, alėm, é claro, do seu uso mais convencional. Basicamente, uma lã fina muito parecida com o feltro, mais apropriada ao clima europeu.


O reciclável em 2011 foi praticamente esquecido pela indústria de móveis, como se o tema não fosse importante ou mesmo urgente. Uma drástica mudança comparada ao ano passado e uma postura muito clara de como esse segmento industrial se relaciona e se posiciona perante a escassez mundial. Espanto para dizer no mínimo e de forma bastante contida é como posso me expressar e como me sinto sobre isso. Será que a indústria de móveis não subestimou o “reciclável” em todo o seu conceito, assim como a consciência ecológica que de forma geral vem se consolidando mundo afora?

106


Ė claro que nem tudo são trevas e o belo pode ser visto em cada canto desta feira, mas com menos novidades que no ano passado, eu diria. A crise abala a criatividade, pelo menos é o discurso que se escuta aqui em Milāo. Enfim, Milão que possui em suas paredes a última ceia pintada por Leonardo, dita a moda e diz como deve ser a nossa mesa!


Por Fabrízio Mott

Parque residencial Sandgrubenweg (Áustria) - Projeto: Wolfgang Ritsch | Foto: Bruno Klomfar

Morada Ecológica

Exposição traz uma investigação à influência da sustentabilidade na arquitetura do século 21

108


O

Museu de Arte Moderna apresenta desde o dia 19 de abril, com término para o dia 26 de junho de 2011, a exposição Morada Ecológica, itinerante da Cité de l´Architectura & Du Patrimoine, de Paris, com curadoria de Dominique Gauzin-Muller. Na ocasião da abertura, a curadora que é autora do livro Arquitetura Ecológica (editora Senac de São Paulo), lançado neste dia, participou de uma mesa redonda com o arquiteto Marcelo Aflalo para debaterem temas levantados pela exposição e também pelo livro. O Museu retoma sua linha curatorial de arte e aquitetura, explorada com algumas mostras já realizadas, entre elas, os 100 anos de Roberto Burle Marx. Aliás, a exposição sobre Burle Marx é que selou a parceria entre o MAM e a Cité de L´Architecture & Du patrimoine.


Teglvaerkshavnen Somark (Dinamarca - 2008) - Projeto: Tegnestuen Vandkunsten | Foto: Adam Mark

Morada Ecológica aborda as principais inovações da arquitetura contemporânea ao redor do mundo e a forma como a sustentabilidade vem influenciando a maneira de pensar as construções e desenvolvimento urbano na atualidade.

110

permanência das indagações econômicas e sociais se amplia na preocupação com a manutenção do meio ambiente.

Em exposição, mais de 50 projetos pioneiros de arquitetos de várias partes do globo, para refletir sobre como a necessidade de preservação das já escassas reservas naturais, que vêm alterando a maneira de pensar a arquitetura e o desenvolvimento urbano do século 21.

A palavra chave da exposição, proposta pela curadora, é a abordagem dita holística, uma iniciativa global e multidisciplinar que amplia a reflexão dos atores e dos campos conectados à arquitetura: sociologia, economia, filosofia e outros. Os projetos apresentados ilustram essa iniciativa e são testemunhas da tomada de consciência internacional, já realidade na área.

No século 19, a Revolução Industrial transformou radicalmente a forma de morar, com a criação das cidades, que no século 20 foram moldadas pelas interrogações sociais. Hoje, a

Os projetos e arquitetos foram divididos em quatro módulos temáticos, e são exibidos em vídeos e slide-shows veiculados em 24 monitores, já textos explicativos e plantas, em grandes painéis.


100 moradias sociais (Franรงa) - Projeto: Jakob Marcfarlane | Foto: Nicolas Borel


Villa Lena - pátio interno (Finlândia - 2004) - Projeto: Olavi Koponen | Foto: Jussi Tiainen Taliesin (EUA - 1925) - Projeto: Frank Loyd Wright | Foto: Archivision


Casa R128 face leste (Alemanha - 2000) - Projeto: Werner Sobek | Foto: Roland Halbe

No primeiro, figuram os Precursores do pensamento ecológico na arquitetura, como Frank Loyd Wright (EUA, 1868-1959), Alvar Aalto (Finlândia, 1898-1976), o brasileiro José Zanine (Bahia, 1919-2001), pioneiro no pensamento de utilização sustentável das matérias primas da Floresta Amazônica, entre outros. Nos três seguintes, Panorama internacional das práticas atuais, Contribuições sustentáveis à arquitetura francesa e Passando à ação, onde são mostrados os nomes e projetos contemporâneos em evidência no desenvolvimento de um novo conceito holístico da arquitetura sustentável, que leva em consideração o papel do indivíduo na sociedade, a preservação da natureza, os modos de produção e a criação de uma estética condizente com os novos desafios propostos pela consciência ambiental. Levar em conta a utilização inteligente de energia, iluminação e água natural, com a possibilidade de expansão de projetos de acordo com o gosto do morador e a formação de vizinhanças que atendam as necessidades de regiões específicas, seja de comércio ou residência, são alguns dos assuntos debatidos na exposição, por meio de textos curatoriais e de especialistas. Com isso, o MAM não só explora os contornos da arquitetura na atualidade, como também alia as questões estéticas inerentes a essa disciplina quanto ao futuro do homem num mundo em constante mudança. www.mam.org.br


Novos canais

de comunicação A Secom vem passando por um processo de ampliação dos serviços, com a criação de novos canais de comunicação com o cidadão, com a mídia e dinamização de processos Por Evenize Batista

Atuamos em várias áreas e sempre atentos às novidades com o objetivo principal de prestar serviço ao cidadão, facilitando acesso às informações sobre as ações da administração municipal e sobre o crescimento de Sorocaba. Somos uma cidade em franco desenvolvimento que precisa de uma rede de informação bem estruturada para atender às necessidades do munícipe e estar preparada para o futuro

A Secretaria da Comunicação é responsável pela divulgação das ações da Prefeitura de Sorocaba, desenvolvimento de campanhas, relacionamento com a mídia e atendimento aos veículos de comunicação. Para isso, a organização administrativa se dá através das áreas de Publicidade, Imprensa e do setor de Fotografia. Nos últimos dois anos, a Secom vem passando por um processo de ampliação dos serviços, com a criação de novos canais de comunicação com o cidadão e com a mídia e dinamização de processos, conforme destaca o titular da pasta, Valter Calis. Entre os destaques, está a atuação da Secom junto às redes sociais, com a criação de um blog (secomsorocaba. blogspot.com) e do twitter (twitter.com/secomsorocaba) para a veiculação de notícias rápidas e notas curtas sobre

114

as ações, programas e serviços. “São canais de comunicação para a prestação de serviços e divulgação de informações úteis ao cidadão, aproveitando a agilidade da internet, que é amplificada pelo grande número de usuários das redes sociais”, comenta Calis. O secretário acrescenta que tanto o Blog quanto o Twitter da Secom têm sido bastante utilizados pela imprensa, como também acontece com o portal da Prefeitura (www. sorocaba.sp.gov.br) para o acesso rápido às notícias. “São linguagens diferentes e cada um desses canais apresenta as notícias com diferentes graus de aprofundamento e isso facilita para quem está buscando informações e tem mais opções para isso”, comentou.


É por meio desses canais que a Secom também disponibiliza na rede o “Conexão Sorocaba”, um rádio-jornal semanal com as principais notícias da semana, entrevistas e destaques sobre as ações da administração e acontecimentos importantes da cidade. O “Conexão” está no ar desde o mês de agosto do ano passado, com duração média de 20 minutos cada, sendo que as edições são postadas sempre às sextas-feiras no Blog e no Twitter. Ainda, na Área de Imprensa, os jornalistas da Secom atuam diariamente produzindo releases, agendando entrevistas e atendendo solicitações dos veículos de comunicação locais, regionais e até nacionais para a divulgação de notícias e eventos promovidos pela Prefeitura. Além disso, há a equipe de fotógrafos, também atendendo a demanda da imprensa ou acompanhando os eventos realizados por parte da Prefeitura.

Foto: Paulo Ochandio

A equipe também está envolvida na produção e é responsável pela edição da “Agenda Cultural”, que é uma publicação mensal da Secretaria da Cultura e Lazer. Ilustrada e contendo endereços e telefones dos teatros, museus e outros espaços culturais da cidade, a Agenda funciona como um guia para quem deseja aproveitar a programação de shows, exposições, eventos e conhecer dos artistas locais. A Secom também tem uma equipe de publicitários que atua na criação e desenvolvimento de campanhas, manutenção e suporte das divulgações institucionais, produção de material informativo e cuida ainda da identidade visual da Prefeitura de Sorocaba. Uma das recentes produções da Área de Publicidade da Secom e que pode ser conferida na mídia local é a campanha de prevenção e combate à dengue, lançada neste início de 2011, com ampla veiculação.

Secretário de Comunicação - Valter Calis

Twitter: @secomsorocaba Blog: secomsorocaba.blogspot.com Portal: www.sorocaba.sp.gov.br


HabitareNotas

Como Arquitetos e Designers Pensam Bryan Lawson (Tradução: Maria Beatriz Medina)

O livro “Como Arquitetos e Designers Pensam” traz investigações em metodologia de projeto e enriquece as discussões sobre o papel dos designers e projetistas. Analisa estilos de pensamento, os problemas em projetos e apresenta táticas inovadoras que auxiliam no processo de criação. A obra também incorpora e resume algumas lições que só recentemente foram disponibilizadas sobre como realmente trabalham os grandes mestres. A primeira edição, em 1980, marcou um momento importante na história do movimento chamado Design Methods, na busca de conhecimentos sobre as atividades cognitivas do processo de projeto. Esta 4ª edição atualizada, traduzida pela Editora Oficina de Textos e apresentada pela profa. Doris Kowaltowski oferece ao público brasileiro uma das mais importantes e reconhecidas obras sobre o entendimento da arte de projetar. Autor: Bryan Lawson, professor emérito da Faculdade de Estudos de Arquitetura da Universidade de Sheffield, Reino Unido. Público Alvo: Universitários e profissionais em engenharia, arquitetura, urbanismo, desenho industrial, design gráfico e de interiores, artes plásticas, paisagismo e áreas afins. www.ofitexto.com.br

3º Salão do Acrílico e 11º Fórum do Acrílico O objetivo do evento é apresentar todas as possibilidades do acrílico, sua utilização na construção civil, mobiliários, luminárias, objetos decorativos, utilitários; passando pelo amplo consumo do material na comunicação visual e em displays de ponto de venda, apresentando todas as qualidades que o material possui. Uma das novidades este ano é o lançamento de um material que simula a aparência de uma pedra natural – 100% acrílico, sólido, não poroso, com alta dureza e resistência a impacto, entre outros. As palestras do 11° Fórum do Acrilíco acontecerão de 8 a 11 de junho, sempre das 10h30m às 12h30m, no auditório do Espaço de Eventos São Luís. Entrada: Gratuita – cadastro pelo site (salão e palestra) Data: 08 a 11 de junho de 2011 • 08 a 10 de junho – das 14 às 21h • 11 de junho – das 13 às 19h Local: Espaço de Eventos São Luís Rua: Luis Coelho, 323 – Consolação / São Paulo - SP www.salaodoacrilico.com.br

2º Salão Abimóvel

Salão Internacional de Móveis A Brasil Móveis – Feira Internacional retratará toda a diversidade do móvel brasileiro e, na presença de visitantes altamente qualificados, apresentará as tendências e novidades do setor. Sua segunda edição consolida a importância conquistada junto às indústrias do segmento e o mercado mundial. Data: 9 a 12 de agosto de 2011 Local: Pavilhão de Exposições Anhembi Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1209 – São Paulo/SP www.salaoabimovel.com.br

116


18ª Expolazer

Feira Internacional de Piscinas, Spas e Ambientes de Lazer

A feira é promovida desde a primeira edição pela Francal Feiras e vai reunir mais de 100 expositores numa área de 12 mil m² do Expo Center Norte, em São Paulo, onde é realizada a cada dois anos. A fim de melhor atender, as empresas expositoras serão distribuídas na feira em segmentos, de acordo com o perfil dos produtos e serviços que têm a oferecer: Piscinas: reúne fabricantes de piscinas, spas, banheiras e saunas, bem como de equipamentos e acessórios; Decoração: empresas de móveis, luminárias, churrasqueiras, lareiras e jogos sociais apresentam soluções para a criação de ambientes de lazer harmônicos, práticos e confortáveis; Paisagismo: um segmento que vem crescendo em razão da constante busca pelo contato com a natureza no ambiente urbano. Reúne fornecedores de jardinagem, vasos, plantas, pedras, irrigação e outros acessórios; Arquitetura: apresenta as principais tendências em acabamentos por meio dos lançamentos de fabricantes de pisos, revestimentos, aquecimento solar, metais e afins. Data: 3 a 6 de agosto de 2011- dias 3,4 e 5, exclusivo para profissionais do setor; dia 6 ao público. Horário: Das 13h às 21h (dia 6, das 10 às 17h) Local: Expo Center Norte - São Paulo - SP Entrada Franca www.expolazer.com.br (11) 2226.3100

8ª Garden Fair e 20º Enflor 2011 O mercado de flores e plantas se prepara para a 20º Enflor e 8ª Garden Fair. Os eventos são realizados simultânea e paralelamente, porém, com programações distintas para públicos específicos. O encontro nacional de floristas, atacadistas e empresas de acessórios (Enflor) reunirá floristas, artistas florais, decoradores e varejistas de todo o País. Já a 7ª Garden Fair – Feira de Tecnologia em Jardinagem e Paisagismo, se destina a paisagistas, arquitetos, decoradores de áreas externas, empreendedores imobiliários e mantenedores de jardins e áreas verdes. Data: de 09 a 12 Julho de 2011 Horário: das 9 às 19 horas Local: Pavilhão da Expoflora – Rua Maurício de Nassau, 675, Holambra (SP) (19) 3802-4196 www.enflor.com.br • www.gardenfair.com.br


ProjetoDoArquiteto

A esquadria que aparece na bela fachada foi fornecida pela Casa Automรกtica. 118


Com jeito urbano e cheia de personalidade, a loja Mandi&Co traz marcas internacionais que aliam beleza e conforto. Por Silvia Leandro | Fotos Elson Yabiku

Cara Urbana O Projeto com a mesma linguagem da marca, porém, mais sofisticada

s sócios Ale Scapol e Vinicius Klarosk, já pensavam em abrir uma franquia há muito tempo na cidade de Sorocaba quando iniciaram uma busca por uma marca que tivesse uma identificação com o perfil deles. Em pouco mais de dois anos de pesquisas e desencontros, chegaram até a loja Mandi&Co. Como se trata de uma franquia, o projeto arquitetônico segue um padrão, que serve para todas as lojas da marca. Para viabilizar o projeto em Sorocaba, foram contratados os arquitetos André Galan e Adriana Machado de Araujo Galan, para fazer as adaptações necessárias e adequar o layout à realidade do local. A administração das obras também foi um trabalho realizado pela equipe do escritório de André e Adriana.

Arq. André Galan & Arq. Adriana Machado de Araujo Galan 15 3031 3513 adrianacmaraujo@uol.com.br

O primeiro desafio foi funcionalizar o projeto e o segundo entregar a loja dentro do prazo estabelecido pela franquia. Etapas vencidas com sucesso e competência! A badalada loja que une marcas internacionais, principalmente moda jovem, está localizada no Campolim, local nobre da cidade e importante ponto comercial. Além de quebrar um tabu, pois esta é a primeira loja da franquia a se estabelecer em rua, as outras se localizam em shoppings. Esse pioneirismo agregou um desafio maior aos envolvidos no projeto.

119


ProjetoDoArquiteto

A Elenice Decorações trouxe beleza e conforto ao ambiente com suas cortinas, persianas e o papel de parede.

Os móveis da Marcenaria Mantovani conferiram rusticidade ao projeto

Com a iluminação do Espaço JJ Luz, cada detalhe do ambiente foi destacado.

A fachada de traços modernos, onde a parede rasgada deixa à mostra parte do tijolo à vista e a vitrine com vidro para expor uma pequena parcela do que tem dentro da loja, já denuncia o espaço charmoso e cheio de novidades. Este mesmo efeito rasgado foi aplicado em uma das paredes internas. O interior, no estilo loft, foi dividido em vitrine, caixa, espaço para expositores, provadores, escritório administrativo, estoque e jardim. A madeira de demolição está presente em várias situações, como nas caixas que funcionam como gavetas, na vitrine suspensa com guarda-corpo de vidro, na lateral do balcão do caixa, e no piso um pouco mais clara, fazendo um contraste bonito com o tom mais escuro dos demais elementos e também nos cabides. Araras em estrutura metálica preta expõem as roupas com eficiência. Na parede, a textura efeito concreto proporciona um ar contemporâneo ao ambiente, assim como o teto pintado de preto que serviu também para destacar o lustre de cristal e a iluminação embutida com lâmpadas halógenas.

Toda a obra foi construída com materiais da Primos. 120


Uma peça executada com 4 placas de gesso revestidas em folha de ouro, com trabalho minucioso de Adriana e Carlota Ateliê de Pinturas, aparece em destaque para decorar a parede, deixando-a sofisticada. A poltrona dourada também é um elemento decorativo bem marcante na loja. No jardim interno, o banco, as plantas e o piso de pedras nos convidam a um momento de relaxamento e contemplação. E à noite, a iluminação deixa o espaço ainda mais aconchegante.

FORNECEDORES

Marcenaria

Serralheria e Elevadores

Materiais de Construção

Cortinas, persianas e papéis de parede

15 3221 9435 R. Benedito Ferreira Telles, 928 Jd. Simus | Sorocaba - SP www.marcenariamantovani.com.br

15 3229 3388 | 3221 3388 Av. Dr. Armando Pannunzio, 90 Cerrado | Sorocaba - SP

15 3221 0872 R. Américo Figueiredo, 310 Jardim Simus | Sorocaba – SP www.casaautomatica.com.br

15 3221 8654 Av. General Carneiro, 966 Vila Lucy | Sorocaba - SP www.elenicedecorações.com.br

Moda

15 3346 9918 Av. Caribe, 400 | Loja 3 Pq. Campolim | Sorocaba - SP www.mandi.net

Iluminação

15 3231 4239 | 3234 6018 R. Cel. Nogueira Padilha, 70 Além Ponte | Sorocaba – SP www.jjlustres.com.br

121


ProjetoDoArquiteto

122


O piso de pedra da Nacional Rei das Pedras contorna a piscina e toda a área externa

Por Silvia Leandro | Fotos Elson Yabiku

residência marcada

pela volumetria Influência portuguesa e paulista na concepção deste projeto

E

ste projeto com 380m² de área construída foi executado quando o arquiteto Gustavo Simoneti ainda estava cursando a faculdade de arquitetura da USP em São Paulo. Antes de dar inicio às obras, ele havia acabado de retornar de Portugal, onde foi estudar arquitetura na Universidade do Porto pelo período de um ano. Trouxe na bagagem a influência de dois arquitetos portugueses, Alvaro Siza e Eduardo Souto Moura. Esta residência, por exemplo, parece estar assentada em uma base de pedras, usada como revestimento. O material é umas das referências das construções de Portugal.

Arq. Gustavo Simoneti 15 3211 3440 | 9774 1590 gustavo.simoneti@uol.com.br

Com um acentuado desnível de 2 metros até a piscina, o terreno de 500m² foi estratégico para definir o layout da casa que, a princípio, era um formato de caixa e foi ganhando aberturas, dando volumes ao projeto arquitetônico, sempre com módulos múltiplos de 1,5 metros. Essa forma de projetar, modulando a estrutura, é uma característica adquirida na sua formação em São Paulo. O arquiteto pensa muito na construção de seus projetos e dá liberdade para que seus clientes, no caso, um casal com filhos, participem da ambientação.

123


ProjetoDoArquiteto

A passarela de pedras na entrada é da Real Pedras O estudo minucioso permitiu uma construção com aproveitamento total dos espaços, divididos em três níveis diferentes. Pensando na boa circulação, uma única escada central dá acesso a todos os pavimentos. No subsolo ficou apenas a área de serviço. No térreo, a área social com a sala de estar com pé direito duplo, a sala de jantar com armários colocados simetricamente para não interferir na janela baixa com visualização de toda a área externa e a cozinha, cujo diferencial é a janela com vidro fixo na parte de cima e de correr em baixo, separadas pelo armário, aliás, um recurso muito utilizado pelo arquiteto, influência da obra de Rino Levi, para que a marcenaria não fique muito alta e permita a entrada de luz natural. Com base branca e o uso de materiais como pedra, madeira pau marfim e vidro, a quebra da sobriedade ficou por conta do recamier vermelho e do tapete colorido na sala de estar, onde podemos encontrar clássicos do design como o sofá LC3 e a chaise longue de Le Corbusier, além de duas banquetas Barcelona de Mies van der Rohe. A fachada frontal com uma torre no centro (que abriga a escada) foi revestida em canjiquinha trabalhada artesanalmente com filetes de pedra Goiás. Para acompanhar essa proposta rústica, uma enorme porta pivotante em chapa de aço e vidro em uma das laterais nos convida a entrar. Plantas grandes como a Ravenala e Filodendro, além de espécies rasteiras no paisagismo da fachada, dão uma ideia de mata natural.

As portas e os batentes internos foram fornecidos pela Madeireira Moretti 124


As fechaduras e dobradiças das portas internas são da Ulimax

Já o andar superior foi reservado para abrigar a área íntima, que consiste em três suítes, um lavabo, uma sala íntima e, em uma das aberturas, uma estante mezanino, em laca branca, instalada estrategicamente na parede de vidro para manter a privacidade e, ao mesmo tempo, acomodar livros e objetos de decoração. No quarto do casal, a colcha floral destacou a cabeceira da cama em laca branca e nichos em madeira, mesmo material da peseira baú. A iluminação é marcada pelo aproveitamento total da luz natural e, à noite, básica e pontual, sem exageros, marcando apenas alguns pontos importantes da casa.

O espelho da Alfa Vidros no quarto do casal, além de decorar, confere amplitude ao ambiente

FORNECEDORES

Vidros

15 3227 1414 R. Granada, 168 Vl. Hortência | Sorocaba – SP www.alfavidro.com.br

Madeireira

15 3284.1481 Av. Industrial, 300 Distrito Industrial | Cerquilho - SP www.madeireiramoretti.com.br

Pedras Decorativas

15 3231 4878 | 3233 4980 Av. Dom Aguirre, 3303 Sta. Rosália | Sorocaba – SP www.nacionalreidaspedras.com.br

Esquadrias de Madeira

15 3282 9700 Rod. Cornélio Pires, sp 127 - km 78 São Pedro | Tietê - SP www.ulimax.com.br

Pedras Decorativas

15 3227 6023 Av. Cel. Nogueira Padilha, 2056 a 2078 Vila Hortência - Sorocaba - SP

125


ProjetoDoArquiteto

126


Por Silvia Leandro

visual limpo e iluminado Casa de praia com arquitetura moderna e urbana

N

os seus 580m² de área construída, este projeto assinado pelo arquiteto Sergio Gonzalez reúne arquitetura moderna, tanto na distribuição dos ambientes como na decoração. Embora seja uma residência localizada em uma cidade de praia, o layout é de uma casa urbana e sofisticada, apenas com alguns cuidados na hora de escolher os materiais devido ao clima de maresia.

Arq. Sérgio Gonzalez

Como os proprietários, um casal com filhos pequenos, só utilizam o local em finais de semana, o projeto tinha de ser funcional, mas sem perder o conforto. É ali que a família se reúne e também recebe os familiares e amigos.

15 3232 8490 | 9785 0765 www.sergiogonzalez.com.br

127


ProjetoDoArquiteto A tecnologia e sofisticação da tela double screen, Foneplan, permite assistir a programação com grande estilo

A decoração é uma mistura de elementos, onde peças modernas e de design contracenam com estilos mais clássicos. Com uma estrutura de base neutra, onde o branco predomina, o profissional pôde atender ao pedido dos moradores e introduzir o preto e o vermelho na decoração. Os quadros nas paredes são obras de arte assinadas por artistas renomados. E na sala de jantar, dois espelhos com moldura ocupam lugar de destaque em cima do balcão.

Armários embutidos e cozinha foram executados pela Marcenaria Mantovani

Sobre mesa de jantar, destaque para o imponente pendente em cristais da Luminarea 128

Para dar identidade a cada ambiente, optou-se por papel de parede nos quartos e sala de jantar, e pedra canjiquinha na parede com pé direito alto da sala de estar. Como os espaços são aber tos, sem divisão, os tapetes ajudam a de limitar os espaços e trazer aconchego à residência. A tecnologia marca pre sença na tela Double Screen que permite visualização tanto da sala de estar quanto dos espaços ex ternos.


Sob o pergolado, o charme rústico dos móveis em fibra sintética da Kasa

A ampla área de lazer é um verdadeiro clube fechado. Dispõe de piscina com desenho irregular no fundo e cascata, área de churrasqueira equipada, varanda, spa com painel em madeira e um charmoso pergolado com móveis de fibra sintética. Nesse espaço é possível desfrutar de todo o verde que envolve o entorno e passar momentos agradáveis, onde o importante é relaxar e se divertir.

FORNECEDORES

Marcenaria

15 3221 9435 R. Benedito Ferreira Telles, 928 Jd. Simus | Sorocaba - SP www.marcenariamantovani.com.br

Decoração

15 3211.6177 R. Francisco Neves, 53 Campolim | Sorocaba – SP

Iluminação

15 3233 4103 Rua Antônio Miguel Pereira, 244 Jd Faculdade | Sorocaba/SP www.luminarea.com.br

Audio Visual

15 3224 2316 R. Profº Toledo,373 Centro | Sorocaba – SP www.foneplan.com.br

129


ProjetoDoArquiteto

A iluminação que destaca a fachada e a escada é da Espaço JJ Luz Por Silvia Leandro | Fotos Elson Yabiku

Bem-estar e funcionalidade

Em Cada Ambiente Obra em casa antiga abre espaço para um moderno escritório

A

pós uma ampla obra em uma antiga casa, comandada pelo arquiteto Rafael de Aquino e interior de Michela de Aquino, é que o imóvel pôde receber a nova sede da Foc Empreendimentos Imobiliários de Sorocaba. O traçado arquitetônico aliou conforto, funcionalidade e sofisticação de forma equilibrada e acessível aos ambientes.

Arq. Rafael de Aquino & Designer Michela de Aquino 15 3233 1924 | 3342 5328

130

O projeto, que ocupa um terreno com área de aproximadamente 1.200m², ganhou nova fachada com identidade visual da empresa e espaços internos equipados para facilitar o dia a dia dos funcionários. Para isso, a nova área interna conta com sala de bebê, setor de engenharia, compras, jurídico, financeiro, vendas, 4 salas para diretoria, recepção, duas salas de espera, 3 salas de reunião, auditório para 40 pessoas sentadas, copa e sala de descanso. Já na área externa concentram-se o pátio, garagem particular, depósitos e lavanderia.


Estas divisórias e todos os outros vidros do projeto são da Manchester Vidros.

Pensando em um lugar agradável para se trabalhar e receber seus clientes, a Foc Empreendimentos Imobiliários instala sua nova sede

Divisórias de vidro foram instaladas em algumas salas e permitem a integração dos ambientes, além de facilitar a supervisão de trabalho, porém, mantendo a privacidade sonora. A paleta de cores se concentra nos tons sóbrios, dando um ar mais profissional ao local. Mas o vermelho também aparece, e em destaque, para quebrar um pouco da seriedade e defender a marca da empresa. A mesma cor foi utilizada na sala de vendas, pois, segundo os ensinamentos do Feng Shui, indica equilíbrio e movimento ao ambiente, além de deixar os clientes mais à vontade na hora de fechar negócios.

131


ProjetoDoArquiteto

Este espaço delicado e charmoso foi decorado com objetos e enxoval do Lugar de Criança

A preocupação com o bem-estar está presente desde a concepção até a conclusão do projeto, com espaços pensados e focados no dia a dia das pessoas e cada ambiente tem uma história própria para contar. A sala de bebê, por exemplo, foi criada para amparar as futuras mamães que precisam trabalhar sem deixar de estar com os filhos recém-nascidos. O berço de 60 anos de vida, uma herança da família dos proprietários, chama a atenção pelo seu perfeito estado de conservação. Um carinho que se reflete no resultado final, mesmo se tratando de um trabalho dinâmico. Para acompanhar a linguagem moderna de todo o projeto, os móveis compõem com harmonia a decoração. Apenas um charmoso móvel em jacarandá original, que pertencia à casa antiga, foi mantido e restaurado, valorizando ainda mais a ambientação e funcionando como divisor de ambientes entre o corredor e a sala de descanso.

A Elfon foi responsável por todo o sistema de telefonia, elétrica e lógica do local. 132


A Fast Frame produziu os quadros que ornamentam a coleção de moedas e notas que pertencia ao pai dos proprietários

Especialista em alta tecnologia em áudio e vídeo, a Foneplan disponibilizou a tela Double Screen e o kit multimidia da sala de reuniões

Para prestar uma homenagem ao pai dos proprietários, Sr. José Prestes de Barros, uma exposição com fotos e sua coleção de moedas ornamentam a sala de reunião oficial e contam uma parte de sua história. As demais salas de reunião e de espera também prestam homenagens a familiares, compostas de quadros que emolduram lembranças, como as salas Dr. Pitico, José Prestes de Barros, Yda Yolanda Lanzoni de Barros, Jenny Paschoalina Lanzoni de Andrade e o auditório Quinzinho de Barros.

FORNECEDORES

Molduras

15 3233 5741 Av. Barão de Tatuí, 33 Jardim Vergueiro | Sorocaba – SP www.fastframe.com.br/sorocaba

Empreendimentos

15 3234 4400 R. Sete de Setembro, 903 Centro | Sorocaba - SP www.focempreendimentos.com.br

Audio Visual

15 3224 2316 R. Profº Toledo, 373 Centro | Sorocaba – SP www.foneplan.com.br

Vidros e Boxes

15 3227 9411 R. José de Oliveira, 132 Jardim do Sol | Sorocaba – SP www.manchestervidros.com.br

Sistemas de Telefonia, Elétrica e Lógica

15 2102 4777 R. Francisco Bueno, 34 Jd Ana Maria | Sorocaba - SP www.elfon.com.br

Iluminação

15 3231 4239 | 3234 6018 R. Cel. Nogueira Padilha, 70 Além Ponte | Sorocaba – SP www.jjlustres.com.br

Enxoval para Bebê e Moda Infantil 15 3342.2009 R. Capitão Nascimento Filho, 127 (Vila da Esquina) Vergueiro | Sorocaba - SP www.lugardecrianca.com

133


Arquitetos | Engenheiros

134


135


HabitareHall Por Zi Cossermelli

Itu Casa Decor

“Uma casa inteligente como você” No evento de abertura da Itu Casa Decor os convidados puderam visitar e conhecer toda a Mostra e ainda apreciar o coquetel servido pelo Giovanetti. A mostra surpreendeu e agradou a todos os convidados. Os ambientes estão belíssimos!!! Os profissionais capricharam e mostraram que a nossa região tem potencial e competência.

1

2

3

4

5

6

7

8

1. Renata Fraia e Renata Marques - 2. Antônio Carlos Coelho e Rosana Fleming Coelho - 3. Patrícia Sanchez Malo, Rossano Beloto e Alexandre Chaguri - 4. Ana Luisa Colin Talavera e Jane de Cássia Sório - 5. Neto Guitte, Julia Cossermelli Guitte, Ana Paula Fazano e Rafael Cossermelli Guitte - 6. André Felipe Nascimento e Giuliana D. Fenocchi - 7. Wellington Giampietro - 8. Tânia Benincasa - 9. Giovani de Oliveira

9

136


Gas Natural Fenosa A Gas Natural São Paulo Sul passou a atender pelo nome de Gas Natural Fenosa. O motivo é a união da Gas Natural, líder mundial em distribuição de gás, com a União Fenosa, terceira maior distribuidora de gás e eletricidade da Espanha. Com isso, a empresa pretende ampliar a sua área de atuação e expandir a distribuição de gás natural. A apresentação da nova marca e dos futuros investimentos, principalmente na cidade de Sorocaba, aconteceu no restaurante e pizzaria Moinho Velho e contou com a presença da imprensa local, autoridades e empresários.

2

Fotos: Photo Art

Nova marca

1

3

1. Fernando Allonso da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Sorocaba - 2. Armando Laudorio (Gas Natural Fenosa) Luiz Ramires (Casa de Espanha) e Jussara Carvalho (Secretária do Meio Ambiente de Sorocaba) - 3. Membros do Comitê de Gestão da Gas Natural Fenosa - 4. Prefeita de Boituva Assunta Maria Labronici Gomes - 5. Presidente da Câmara de Laranjal Paulista Roque Lazaro de Lara

4

5


HabitareHall Por Zi Cossermelli

Núcleo Premium

Profissionais que se destacaram em 2010 O evento de premiação aconteceu na chácara Sherwood, o lugar perfeito para o porte do evento. Os profissionais foram premiados com o Master Premium, Top Premium e Premium Tour. Os maiores felizardos da noite foram Marcia Leitão e Ricardo Bandeira, que foram sorteados entre os 3 mais pontuados ganhando um carro 0 Km e saíram com a chave na mão, além de ganhar a placa comemorativa mais um cartão vale viagem.

1

2

3

6

7

5

8

9 10

11

12

1. Márcia Leitão e Ricardo Bandeira - 2. Paulo Miliano e Maira Oliveira - 3. André Bastos e Francine Stefanelli - 4. Ana Andrézia e Antônio Alves Santos - 5. Deni e Cristina (Chácara Sherwood) - 6. Rafael de Aquino e Michela de Aquino - 7. Juliana Mendes e Ângelo Dutra - 8. Marcela Silva, Fernando Perfeito e Paulo Maganine - 9. Camila Moraes, Adriana Machado, Monteiro e André Galan - 10. Sérgio Marcondes de Oliveira e Mário Martins - 11. Otacílio, Fabiana Freire e Musse Stefan - 12. Osmar Ishii, Márcio Merguizo e Almir Laurindo

138

Fotos: Kauan Lacerda

4


Condomínio Residencial Saint Patrick Loteamento conceito

Foi lançado oficialmente na cidade o Condomínio Residencial Saint Patrick, um loteamento residencial conceito, com lotes de 1.000 m², em uma área privilegiada de Sorocaba e com acesso principal pelo km 108 da Rodovia Raposo Tavares sem que haja a necessidade de passar pelo pedágio. Com projeto arquitetônico de Geraldo Caiuby, suas duas fases totalizam 400 lotes, em um vasto terreno de 800.000 m². O evento contou coma presença de autoridades, formadores de opinião, empresários e arquitetos.

2

3

1. Coronel Vieira - Comandante da 14ª CSM, Oscar Vieira Fonseca, Prefeito Vitor Lippi, Sergio Jacinto e Aldo Guarda - 2. Márcio Pedrico - 3. Elson e Regina Yabiku e Marcio Oregana - 4. Cristina Botti - 5. Oscar Vieira Filho

4

5

Fotos: Photo Art

1


140

ANDAIMES

ANDAIMES

BAMBUZERIA

DECORAÇÃO

EMPALHAMENTO DE MÓVEIS

FILTROS


LIMPEZA

MÁRMORES E GRANITOS

SONDAGENS E FUNDAÇÕES

TAPETES

TECIDOS PARA DECORAÇÃO

TECIDOS PARA DECORAÇÃO

141


ALARMES

DRY WALL

ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

ANDAIMES

142

AQUECEDORES

EMPREGOS DOMÉSTICOS

CHURRASQUEIRAS

MADEIREIRAS


MARCENARIA

PEIXES ORNAMENTAIS

RASPADORA PAISAGISMO

TOLDOS

PEDRAS DECORATIVAS

VIDRAÇARIA

143


Í n d i ce Acabamentos, Pisos e Revestimentos Aquarius (15) 3013-2767 R Rio de Janeiro, 174 loja 2 Centro • Sorocaba La Boutique (15) 3327-9267 Av Juscelino K Oliveira, 34 Centro • Sorocaba Portobello Shop (15) 3233-9401 Av Barão de Tatui, 264 Vergueiro • Sorocaba Villa Attuale (15) 3232-0041 R Senador Vergueiro, 115 Centro • Sorocaba

Arquitetos Adriana Casella (11) 7716-6978 Calçada dos Gerânios, 21 Barueri • SP Adriana Fontana (11) 2306-6051 R Monte Alegre, 212 Perdizes • São Paulo - SP Adriana Machado (15) 3011-0135 R Riachuelo, 460 - sala 40 Centro • Sorocaba Bertolucci Giacon (11) 4024-4106 R Olegario Mariano, 112 Cps St Antonio • Itu - SP

Martinhão Neves (11) 2597-3555 R Bento Barbosa, 141 Chac.Sto Antonio • São Paulo Natália Cafisso (15) 7834-9577 R Michel Nassar, 119 Jd Pagliato • Sorocaba Rafael de Aquino (15) 3233-1924 R Tamandaré, 33 Vl Leão • Sorocaba Rodinei Pinto (15) 3224-3074 R Pr Ossis Salvestrini Mendes, 639 Sta Rosália • Sorocaba

Obra Fácil (15) 3233-8622 R Porphirio Loureiro, 80 Sta Rosália • Sorocaba Colchões Sonhare (15) 3232-1200 Av Antonio Carlos Cômitre, 1146 Campolim • Sorocaba Empregos Domésticos Secretária do Lar (15) 3211-1869 R Capitão José Dias, 87 Centro • Sorocaba

Rodrigo Latorre Decoração (15) 3234-8367 Erick Stefanelli Av Juscelino K Oliveira, 753 s74 Elenice Decorações Academia (15) 9119-5440 (15) 3221-8654 Centro • Sorocaba Sorocaba Av General Carneiro, 966 Ápice Tainá Rehder Vl Lucy • Sorocaba (15) 3229-0202 Fenocchi Nascimento (15) 9125-2939 Av Dr Eugênio Salerno, 387 (11) 4025-1708 R Pedro Ramos dos Santos, 234 Ernesto Ferro Centro • Sorocaba Av Tiradentes, 451 -cj 54 (15) 3011-3155 Cidade Jardim • Sorocaba Vl Nova • Itu - SP Av Mario Covas, 975 Thiago Papadopoli Andaimes Vl Barão • Sorocaba Fernando Carmona Poles (11) 7884-6861 3A Andaimes (15) 3217-9284 Kasa Alameda Francisco Alves, 65 (15) 3233-0802 (15) 3011-3155 Av Afonso Vergueiro, 2800 sl. 11 Santo André - SP R José Aparecido de Souza, 134 Av Mario Covas, 975 Vl Casa Nova • Sorocaba Vivânia Lourenço Vl Mineirão • Sorocaba Vl Barão • Sorocaba Ferraz Soares Arquitetura (15) 9125-2939 Alug Andaimes R Modinha, 107 (15) 3327-9303 (15) 3228-3535 Dedetizadora R Otávio N. de Carvalho, 116 Cond. Monte Belo • Salto-SP Av Carlos R. Mendes, 1357 DD Sane Jd Vera Cruz • Sorocaba Vl. Rica • Sorocaba Zuremar Basso Maia (15) 3229-2100 (15) 3233-7692 Francine Trevisan Degraus R Nicolau P. C. Vergueiro, 153 R Máximo Baldo, 7 (15) 3232-5092 (15) 3217-2800 Jd Costa Dias • Sorocaba Centro • Sorocaba Av Dr Luiz M. Almeida,1075 R Joaquim F. Barbosa,867 Vl Gabriel • Sorocaba Jd São Paulo • Sorocaba Designer de Interiores Áudio e Vídeo Julia Cossermelli Guitte Ana Paula Fazano Aquecedores Foneplan (15) 7834-8518 (15) 9781-5330 (15) 3224-2316 Sorocaba Net Aquecedores Sorocaba R Professor Toledo, 373 (15) 3321-4502 Lourdes Abbade Rivero Centro • Sorocaba Av Afonso Vergueiro, 2222 (11) 7024-3573 Drywall Vl Augusta • Sorocaba R 5 de Julho, 1579 Bambuzeria Comstrukim Centro • Indaiatuba - SP Ar Condicionado (15) 3237-5636 Irmãos Mello Lucillla Almeida Largo Francisco Eufrásio, 55 (15) 8119-2575 Climatec (11) 7816-9859 Vl Hortência • Sorocaba Piedade SP (15) 3233-3254 R Capitão Fleming, 80 R Prudente de Moraes, 114 Vl Nova • Itu - SP Elevadores Churrasqueiras Vl Santana • Sorocaba Summer Clima (15) 3031-1179 R Manoel Correia, 334 Jd Mª do Carmo • Sorocaba 144

Maria Lúcia Cássia dos Santos (15) 3232-3041 R José M.Hannickel, 150 sl 55 Portal da Colina • Sorocaba

Casa Grill (15) 3411-4417 Av AfonsoVergueiro,2224 Vl Soares • Sorocaba

Casa Automática (15) 3221-0872 R Américo Figueiredo, 310 Jd Simus • Sorocaba

Empalhamento de Móveis Art Palha (15) 3227-7540 R Ataliba Borges, 87 Além Ponte • Sorocaba Empreendimentos FOC (15) 3234-4400 R Sete de Setembro, 903 Centro • Sorocaba Engenharia FPS Engenharia (15) 3388-6971 R Bernardo Crespo Lopes, 106 Campolim • Sorocaba Ovidio Vieira (15) 3232-8109 Av Itavuvu, 1318 Vl Carol • Sorocaba Enxoval/Moda Infantil Lugar de Criança (15) 3342-2009 R Cap. Nascimento Filho, 127 Vergueiro • Sorocaba Esquadrias Esquadrias de Alumínio Martins (15) 3227-4689 R Eulália MªJesus Américo, 41 Jd Piratininga • Sorocaba Estrela Radiante (15) 3417-3617 R Terêncio da Costa Dias, 927 Jd Bertanha • Sorocaba Index (15) 3222-8686 Av Com. Camilo Júlio, 2655 Zona Industrial • Sorocaba Mad Mat (15) 3221-4455 Av General Carneiro, 1503 Cerrado • Sorocaba Perfecta Esquadrias (15) 3327-5866 Av Antônio Carlos Cômitre, 510 Campolim • Sorocaba São Paulo Esquadrias (15) 3417-2577 R João Ferreira da Silva, 664 Além Ponte • Sorocaba


Ín dice Serralheria Manchester (15) 3221-8730 R Prof° Frontino Brasil, 48 Sta Terezinha • Sorocaba Soal (15) 3227-4633 R Epitácio Pessoa, 105 Vl Hingst • Sorocaba Ulimax Esquadrias (15) 3282-9700 Rod Cornelio Pires, SP 127 km 78 São Pedro • Tietê - SP Ferro para Construção

Madeireiras

Materiais p/ Construção

Pré-fabricados

Tapetes

Madeireira Bormann (15) 3243-1049 Av 31 de Março, 612 Centro • Votorantim - SP

Jimenez (15) 3344-9700 Via Antonio L. de Oliveira, 121 Piedade - SP

Basseifer (15) 3229-8700 Av Luiz M. de Almeida, 2466 Jd São Paulo • Sorocaba

Madeireira Moretti (15) 3281-1481 Av Industrial, 300 Distr. Industrial • Cerquilho-SP

Primos Raspadora (15) 3229-3388 Av Dr Armando Pannunzio, 90 Raspadora Müzzel Cerrado • Sorocaba (15) 3221-0401 R Nelson Ribeiro Pinto, 93 Moda Wanel Ville II • Sorocaba Mandy & Co (15) 3346-9918 Seguros Av Caribe, 400 - loja 3 Ativa Seguros Campolim • Sorocaba (15) 3334-3000 Molduras em Gesso Av General Osório, 555 Trujilo • Sorocaba Fast Frame

Arte Brilho Tapetes (15) 3012-5506 R Aroldo Segamarchi, 291 Sta Bárbara • Sorocaba

Madeireira Progresso (15) 3231-4100 Av Arthur Bernardes, 700 Jd Mª do Carmo • Sorocaba Mil Madeiras (15) 3217-4795 Rod João Leme Santos, 841 Vereda Band. • Sorocaba

Basseifer (15) 3229-8700 Av Dr L. Mendes de Almeida, 2466 ML Madeiras de Lei (15) 3223-1101 Jd São Paulo • Sorocaba Av Ipanema, 726 Vl Tortelli • Sorocaba Filtros e Purificadores Acqua Viva (15) 3326-5745 Av. Moreira César, 422 Centro • Sorocaba Filtros Europa (15) 3233-6982 R Nogueira Padilha, 840 Vl Hortência • Sorocaba Iluminação Espaço J J Luz (15) 3221-4239 R Cel. Nogueira Padilha, 70 Além Ponte • Sorocaba Luminarea (15) 3222-8646 R Ant. Miguel Pereira, 244 Jd Faculdade • Sorocaba Inox Divero (15) 3217-1965 R Mj Zacharias Belloti, 149 Jd Capitão • Sorocaba Limpeza APT Service (15) 7811-8348 R Luiz Paes de Almeida, 93 Vl Hortência • Sorocaba Perfect Clean (15) 2104-7799 R Cornélio Rosumek, 20 Jd Topázio • Sorocaba

Marcenarias Marcenaria Artesanal (15) 3242-4194 Rod Raimundo A. Soares, 2270 Capoavinha • Votorantim Marcenaria Júlio&Vieira (15) 3231-8775 R Claudio Furquim, 64 Além Ponte • Sorocaba Marcenaria JZ (15) 3217-1909 Av Dr Luiz M. Almeida, 126 Cerrado • Sorocaba

(15) 3233-5741 Av Barão de Tatui, 33 Jd Vergueiro • Sorocaba Móveis Planejados SCA (15) 3329-8831 Av Barão de Tatuí, 793 Vergueiro • Sorocaba

Casa Automática (15) 3221-0872 R Américo Figueiredo, 310 Jd Simus • Sorocaba Serralheria Lopes (15) 3222-2466 R Humberto Campos, 540 Jd Zulmira • Sorocaba

Florense (15) 3233-9000 Av Antonio Carlos Cômitre, 1297 Serralheria Manchester Campolim • Sorocaba (15) 3221-8730 R Prof° Frontino Brasil, 48 Paisagismo Sta Terezinha • Sorocaba Flora Espaço Verde (15) 3202-7988 Av Mário J.A.Almeida, 113 Jd Piazza di Roma • Sorocaba

Marcenaria Mantovani (15) 3221-9435 R Benedito Ferreira Telles, 928 Vl Angélica • Sorocaba

Flor de Lótus (15) 3218-2412 R José Aleixo Irmão, 197 Alto da Boa Vista • Sorocaba

Marcenaria MDM (15) 3325-1063 R Luiz Pereira Andrade, 225 Éden • Sorocaba

Piazza Garden (15) 8129-4810 R Danilo Bonilha, 95 Piazza di Roma • Sorocaba

Marcenaria Mendes (15) 3342-6799 Av Santos Dumont, 786 Vl Angélica • Sorocaba

Serralheria

Pedras Decorativas

Sintético Vinílico Cipavinil (15) 3284-9000 Cerquilho • SP Sistemas de Telefonia Elfon (15) 2102-4777 R Francisco Bueno, 34 Jd Ana Maria • Sorocaba Sistemas de Segurança

Tecidos para Decoração Complast (15) 3231-4269 R Nogueira Padilha, 89 Vl Hortência • Sorocaba Tecplast (15) 3233-4686 Av São Paulo, 36 Além Ponte • Sorocaba Telhas MF Telhas (15) 3211-2242 R Emygdia Campolim, 45 Campolim • Sorocaba Terraplenagem Rodeghel Pedra e Areia 0800 771 6326 Av Ipanema, 4533 Terra Vermelha • Sorocaba Toldos Toldos Albuquerque (15) 3221-5001 R Prof. Frontino Brasil, 208 Vl São João • Sorocaba Toldos Ideal (15) 3217-7457 R Paulo E. Almeida, 1119 Wanel Ville • Sorocaba Vidraçaria Alfa Vidros (15) 3227-1414 R Granada , 168 Vl Hortência • Sorocaba

Mármores e Granitos

Nacional Rei das Pedras (15) 3231-4878 Av Dom Aguirre, 3303 Sta Rosália • Sorocaba

Suprematech (15) 3414-7535 R Amador Bueno, 126 Jd Vergueiro • Sorocaba

Granitos JR (15) 3321-2428 R Humberto de Campos, 600 Jd Zulmira • Sorocaba

Real Pedras (15) 3227-6023 R Nogueira Padilha, 2056 Vl Hortência • Sorocaba

Site Para Buscas

Materiais Elétricos

Peixes Ornamentais

Sondagens e Fundações

Manchester Vidros (15) 3227-9411 R José de Oliveira, 132 Jd do Sol • Sorocaba

Eletrosol (15) 3233-4558 R Santa Rosália, 228 Além Linha • Sorocaba

Natureza (15) 3221-2750 R João Wagner Wey, 348 Jd America • Sorocaba

Soenvil Engenharia (15) 3223-5555 Av Ipanema, 4640 - Loja 03 Jd Novo Horizonte • Sorocaba

Vidraçaria Carvalho (15) 3217-6869 Av Mário Covas, 461 Vl Barão • Sorocaba

Listasa (15) 3211-0371

Index (15) 3222-8686 Av Com. Camilo Júlio, 2655 Zona Industrial • Sorocaba

145


146


Revista Habitare - nº 32  

Edição 32 da Revista Habitare. Tudo para construir, decorar e reformar. Mais informações: www.revistahabitare.com.br

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you