Page 1

Ano 11 - nº 68

T SE AB M EL IN A O D VO E S

NSI

NÚCLEO DE SERVIÇOS INTEGRADOS

Comparativo SUVs de entrada

• Test-drives dos novos sedans VW Virtus e Fiat Cronos • Filtragem diminui emissão de enxofre no diesel • Especial: Tabela da Copa do Mundo 2018 para destacar

LISTA COMPLETA DE MULTAS COM VALORES E PONTOS


Auto Revista Ceará

EDITORIAL

autorevista_ce

Apesar dos aumentos sucessíveis de insumos, como os combustíveis, é preciso fazer considerações sobre as manifestações recentes dos caminhoneiros, a princípio é verdade para a justa baixa do preço do óleo diesel nas bombas dos postos do País. Realmente, o preço dos combustíveis, com política de reajustes da Petrobrás de seguir o mercado internacional, vinha cada vez mais inviabilizando a atividade dos profissionais da estrada e das cidades que tem como sua força de trabalho o caminhão. Neste bojo, estão também as empresas de logística e transporte, estas de fundamental importância para a economia nacional. Sem entrar no mérito ou não das reivindicações dos manifestantes, é preciso registrar os exageros e a manipulação da “greve” para fins particulares, políticos e que, boa parte, não refletem o pensamento da massa dos caminhoneiros. A maioria deles não queria deixar de trabalhar, a maioria não gostaria de ver o desabastecimento que reflete em sua família, a maioria não pretendia ver o comércio, o serviço e a indústria inoperantes. Mas a realidade foi dura e crua. Reflexo geral em todos os setores da economia. E no que nos diz respeito para nós integrantes da cadeia automotiva, vale lembrar que durante as paralisações das estradas mais de 40 fábricas de montadoras estabelecidas no País tiveram suas produções reduzidas ou paradas por falta de componentes para a montagem de veículos. Ou seja, mexeu também de forma negativa com o setor de autopeças. Por isso, é preciso refletir e pensar na população brasileira antes de tomarem decisões que prejudicam a todos.

26 FIAT CRONOS.........................26 Design carpichado e muita tecnologia marcam o mais novo sedan da Fiat VW VIRTUS............................30 Carro impressiona por elegância, bom espaço do habitáculo, porta-malas generoso e projeto moderno

30

comparativo.......................36 Veja preços e informações técnicas sobre os principais SUVs de entrada do mercado SERVIÇO................................66 Confira a relação atualizada de todas as infrações com a respectivas penalidades previstas na legislação ÓLEO LUBRIFICANTE.............74 Respeitar o que recomenda o fabricante significa mais vida útil para o motor e menos despesas com manutenção ESPECIAL...............................97 Nesta edição, encarte com a tabela da Copa do Mundo 2018 para destacar e acompanhar a competição enxofre no diesel...........104 Novos processos de filtragem ajudam a diminuir emissão de poluentes e melhoram desempenho do motor

74 97 104

O Editor!

Expediente Diretor: Ariel Ricciardi / Editor e jornalista responsável: Roberto Pierantoni - MTB 18.194 | Repórter: Sílvio Mauro | Diagramação: Marcos Aurelio Colaboradores - Textos Claudio Araújo, Izabel Bandeira, Alexandre Costa, Flávio Portela, Simplícia Sinibaldi (SSA) e Arnóbio Tomaz. Contato para anunciar na AUTO REVISTA CEARÁ: (85) 98824.0222 / (85) 3023.3537 ou através dos e-mails: autorevistaceara@gmail.com | automagazineceara@ig.com.br Fale com a gente, envie e-mail, fotos, notícias para a redação. A sua opinião é fundamental para a melhoria de nosso produto. A AUTO REVISTA CEARÁ é uma publicação bimestral da Editora Núcleo de Serviços Integrados. As opiniões dos artigos assinados não representam necessariamente as adotadas pela revista. Não é permitida a reprodução parcial ou total dos textos.


tudo a um toque baixe a edição mais recente

Veja a última edição online acesse direto nossas mídias sociais

Imagem meramente ilustrativa

anúncios digitais em destaque


e s e r t s a d Ca atsapp h w 6 o 5 l e 7 7 p . 7 7 7 9 9 ) 5 (8 receba a rรก a e e C a t s i v e R o t l u a t A i g Di Auto Revista Cearรก autorevista_ce www.autorevistaceara.com.br (85) 3032.0717


Conta-giros

Heliar investe no mercado de reposição Os veículos de hoje possuem diversos dispositivos elétricos para atender as necessidades dos consumidores. Para ir de encontro a essa demanda, a Baterias Heliar, após inovar o mercado de autopeças e se tornar a fornecedora exclusiva do primeiro veículo nacional com tecnologia start-stop com a bateria EFB, lança o modelo para o mercado de reposição. “Há três anos, a Heliar EFB é produzida exclusivamente para as montadoras e avaliamos que este é o momento ideal para expandir os produtos para o mercado de reposição’’, disse Carlos Banzato, diretor de Marketing da Johnson Controls.

Visita Wega Cesar Costa, diretor Comercial da Wega Filtros, aproveitando sua participação no II Encontro Automotivo de Representantes Comerciais, realizado no dia 23 de maio, em Fortaleza (CE), fez questão de visitar clientes com intuito maior de estreitar ainda mais o relacionamento com seus parceiros no Ceará. Participaram desta visita a supervisora de Vendas da empresa, Mariana Puppin, e Paulo Marques, da Marchi Representações, representante na região e com forte atuação na comercialização de produtos Wega.

Novas embalagens Sabó Investindo na melhoria contínua para que empresa e marca sempre estejam no topo do mercado, a Sabó renova o visual de suas embalagens. Elas ficaram mais modernas e fáceis de identificar para continuar trazendo toda qualidade, segurança e perfeição do portfólio de produtos, oferecidos há 75 anos para todos os aplicadores, com a mesma tradição aliada a inovação. Essas atualizações visam combater a pirataria e diferenciar as peças das demais marcas do mercado e também auxiliar a armazenagem em estoque.

Continental parceira das oficinas A tecnologia dos veículos modernos apresenta novos desafios às oficinas independentes. Para proporcionar serviço profissional, elas precisam de pessoal bem formado. Para isso, contam com o apoio da Continental, que oferece amplo programa de cursos de formação centrados na tecnologia motriz e de transmissão por correia para oficinas e pessoal especializado do pós-venda. Agora, a oferta foi aumentada de três para oito módulos. “Com a crescente complexidade dos produtos, torna-se mais importante transmitir conhecimentos técnicos”, explica Rolf Sudmann, chefe de mercado pós-venda de transmissões por correia.

8 - Auto Revista Ceará


Conta-giros Projeto social Hipper Freios Incentivar e valorizar a educação e o conhecimento com ações concretas. Esta ideia move a Hipper a realizar o Hipper Desafio de Matemática, que teve sua terceira edição lançada no dia 21 de maio, com a presença de diretores, professores e equipe pedagógica das cinco escolas participantes e de representantes da Secretaria de Educação do município de Sangão (SC). O projeto é destinado aos estudantes matriculados nos 5º, 6º e 7º anos do ensino fundamental das redes municipal e estadual. Os alunos que se destacarem ganharão seis pacotes de viagem para Curitiba (PR) - com direito a acompanhante -, três notebooks, 12 smartphones, nove tablets, medalhas e certificados de participação.

Wega com nova supervisora A Wega Motors, complementando o time de profissionais da empresa, acaba de contratar para o cargo de supervisora de Marketing, Thuanney Castro. Com vasta experiência no setor de autopeças, ela atua na área desde 2013, iniciada na Perfect Automotive, a renovada fabricante em que onde se manteve até março de 2018. “Estou feliz e motivada por estar compondo o time da Wega. Há muitos desafios e trabalhos para serem desenvolvidos e, com certeza, teremos sucesso em todos eles.”, declara Thuanney Castro.

Valeo e Docomo juntas A Valeo e a NTT Docomo principal operadora de celular do Japão - fecharam parceria para desenvolver e oferecer em conjunto serviços de mobilidade e carros conectados da próxima geração. O anúncio foi feito pelas empresas em maio. A Docomo trabalha para o aumento e promoção do uso da Internet em setores como o automotivo por meio da rede de comunicação móvel 5G, que deve passar a ser utilizada comercialmente em 2020. A Valeo é fornecedora automotiva que desenvolve tecnologias nas três áreas de revolução do segmento: eletrificação, veículos autônomos e conectados e mobilidade digital.

10 - Auto Revista Ceará

Mais Monroe no mercado A Monroe, atenta às necessidades do mercado de reposição, disponibiliza novas aplicações do componente para 23 veículos, nacionais e importados, de 16 montadoras. O lançamento atende à crescente demanda pelas peças e contribui para o aumento do portfólio e participação da marca no aftermarket. A novidade abrange os amortecedores com a tecnologia OESpectrum®, exclusiva da Monroe, para 15 modelos de veículos. As peças pressurizadas possuem configuração única de válvulas, o que permite melhor absorção de impactos. Entre os veículos atendidos, estão Ford Fusion, Renault Logan, Renault Sandero e Volkswagen Jetta.


Conta-giros Pósitron e a lei antiesmagamento A Pósitron, empresa do Grupo Stoneridge, apoia ações das autoridades competentes para que haja uma atualização da Resolução número 468 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), evitando qualquer ambiguidade e para que, desta forma, todas as empresas cumpram os requisitos de segurança, implementando o sistema antiesmagamento nos dispositivos de abertura e fechamento de vidro elétrico. A Resolução, que entrou em vigor no dia 1 de janeiro de 2017, estabelece rigorosas exigências técnicas para automatizadores de vidros elétricos e tetos solares, proibindo a fabricação e comercialização de produtos que não sejam dotados de dispositivos de proteção antiesmagamento.

Novidade Pionner A Pioneer do Brasil anunciou mais um lançamento de DVD Player este ano. O modelo irá substituir o AVH-4880BT e chegou às lojas em maio. O movo AVH-3180BT é ideal para carros com espaço 1-DIN, pois possui tela retrátil de sete polegadas touch screen com resolução LED WVGA. O DVD Player também conta com entrada para câmera de visão traseira, que permite auxiliar na marcha-a-ré ou até mesmo conectar telas para visualização no banco traseiro. Dispõe ainda de três saídas RCA de áudio (falante frontal + traseiro + subwoofer) e uma saída RCA de Vídeo.

Parceria Cobra e Monroe A Monroe, marca do grupo Tenneco, firmou parceria com a Cobra Rolamentos e Autopeças para a comercialização de seus produtos no aftermarket. A partir de agora, todos os componentes da multinacional, mundialmente reconhecida pelo setor automotivo, estão disponíveis para os clientes da Cobra. A união amplia a gama de produtos oferecidos pela nova parceira, que já passa de 35 mil itens, e fortalece a presença da Monroe no pós-venda. “Essa é uma junção estratégica para nós”, comenta Edison Vieira, gerente de Vendas e Marketing da Tenneco.

Nova polia da Zen A Zen desenvolveu a primeira polia de roda livre com amortecimento (Z-VIB) com tecnologia e fabricação 100% brasileiras. Como empresa que exporta para 60 países, essa é mais uma conquista do setor autopeças brasileiro. A peça, que se destaca pela redução do nível de vibrações torsonais do motor, previne ruídos e desgastes no sistema de acessórios e é fornecida para o mercado de reposição global. “Ela vem para alavancar as oportunidades de exportação da marca”, comenta Álvaro Michelotti, especialista de Pesquisa & Desenvolvimento da ZEN.

12 - Auto Revista Ceará


Conta-giros Novo diretor na Dayco A Dayco nomeou Marcelo Sanches como diretor Comercial e de Marketing. Ele irá liderar todos os esforços de vendas, desenvolvimento de negócios e da marca para toda a América do Sul. O executivo tem mais de 25 anos em diversas companhias do segmento automotivo liderando equipes comerciais, negócios globais e marketing. Sua experiência mais recentemente foi a de diretor de Vendas e Marketing da TMD Friction, na qual obteve um crescimento anual de vendas de mais de 10% ao ano. “Ele vem para fortalecer e impulsionar nossos negócios de pós-venda no continente”, disse Bruno Vallillo, presidente Global de Aftermarket da Dayco.

Freudenberg cresceu 18,3% em 2017 O grupo mundial de tecnologia Freudenberg continua com seu bom desenvolvimento dos negócios. Em 2017, aumentou as vendas para 9,3 bilhões de euros, o que representa um aumento de 1,4 bilhões de euros, ou 18,3% em relação ao ano anterior. Em 31 de dezembro de 2017, o grupo Freudenberg empregava 47.653 pessoas (ano anterior: 46.266 pessoas). No Brasil, o número de colaboradores permanece estável, com 1.404.”Tanto operacional quanto estrategicamente, 2017 foi um ano de sucesso para a Freudenberg”, disse Mohsen Sohi, CEO da corporação.

Cãozinho Cofap A Magneti Marelli Cofap Aftermarket lançou sua mais nova campanha publicitária para a linha de amortecedores. Criada para divulgar a versatilidade do produto em diferentes condições de dirigibilidade, a mensagem está sendo veiculada nacionalmente na rádio FM Antena 1 e nos programas com mais audiência da Jovem Pan: Jornal da Manhã e 3x1, além da rádio Transamérica. A campanha será veiculada na mídia impressa especializada no setor de autopeças com anúncios que reforçam os diferenciais do amortecedor líder de vendas no segmento, conforto e segurança, além do valor da marca. 

Apex para vans A Apex segue a sua estratégia de crescimento no Brasil e acrescenta em seu portfólio a linha de vans para todo o mercado nacional. O lançamento, que chega no mercado em meados de junho, leva a marca para um novo segmento: o de especialista em peças para este tipo de veículo comercial. Este setor de vans vem aumentando gradualmente, pois se tornou alternativa viável para transportes de mercadorias, fretamento, turismo e transporte executivo. A Apex contará com a linha completa para todas as vans, certificadas pelo Inmetro, como peças para motor, suspensão, arrefecimento, acabamento, diferencial, elétrica, câmbio e freio. 

14 - Auto Revista Ceará


Conta-giros

Confira as novidades apresentadas pela Takao na Autopar 2018 Para manter a estratégia de estar sempre próximo dos aplicadores, o estande principal da marca foi todo construído em formato de oficina, o que chamou a atenção de todos no evento e trouxe para os aplicadores um ambiente familiar, para que se sentissem como se “estivessem em casa”. No espaço oficina, a Takao apresentou, também, novidades para o mercado de reposição de peças para motor. Os lançamentos para GM, Volkswagen, Hyundai, de modelos novos, e para muitas outras marcas. Já no outro estande, ocupado pelo caminhão da Academia do Motor, o foco foi aprimorar os conhecimentos dos participantes. Maurício Ferrareis, técnico de garantia em motor da Takao e professor da Academia do Motor, apresentou palestras sobre “anéis de pistão”, “retentores de

válvula” e sobre “como fazer o aperto dos parafusos”. Foi a primeira vez que a Academia do Motor esteve presencialmente na região sul do país, atraindo centenas de aplicadores em seu caminhão-oficina. Nessa oportunidade, os participantes ainda puderam conhecer a plataforma online que é sucesso na internet, com cursos técnicos com certificação, conteúdos diferenciados, dicas para gestão da oficina e prêmios. Acesse o canal Takao do Brasil no YouTube.


43 anos da Padre Cícero O dia 15 de abril foi marcado pelas comemorações dos 43 anos de atividades de uma das maiores distribuidoras de autopeças do País: a Padre Cícero. Para enfatizar a data festiva, a empresa ofereceu café da manhã em todas as suas unidades de vendas para clientes, colaboradores e parceiros. Hoje, o grupo Padre Cícero – com 16 lojas estabelecidas em Fortaleza (CE), Teresina (PI) e em Natal (RN), se destaca por oferecer as melhores condições para aquisição de peças, tintas e acessórios para motos, veículos nacionais e importados, utilitários e toda a linha pesada.

Sabó participa de prêmio A Sabó, reconhecida por suas iniciativas tecnológicas, apresentou uma inovação incremental, buscando alternativas de agregação de valor denominada “Alavancar novos negócios com suporte de prototipagem 3D”. É com este case que a fabricante de autopeças participa da oitava edição do Prêmio REI, promovido pela editora da Revista Automotive Business e que tem como tema 2018 “Reconhecimento à Excelência e Inovação”: a equipe de Engenharia Sabó elaborou novo conceito de vedação auxiliar - denominado “tapetinho” - com a função de garantir a vedação nas junções da parte inferior do motor: bloco, flange e cárter.


Inauguração

Espantando a crise Nova revenda Ford em Fortaleza aposta na retomada do mercado automotivo e comemora bons números após três meses de operação bastante central (na avenida Barão de Studart, próxima ao cruzamento com avenida Heráclito Graça). A boa procura, segundo Rafael, tem se mostrado também no atendimento pós-venda. “Muitos clientes que faziam revisões em outras concessionárias disseram que passaram a fazer na nossa loja por causa da localização”, afirma. Os carros mais procurados da loja têm sido o Ford Ka hatch e seu “irmão” sedan. Outro modelo que teve bom desempenho foi o Ecosport Storm, versão 4x4 do SUV compacto tradicional da marca que foi lançado este ano. “Todas as unidades que tínhamos disponibilizado foram vendidas”, informa Rafael. Com 5 mil m², a Ford Jangada fica ao lado da Sanauto, revenda Chevrolet que também pertence ao Grupo Carmais. Com a chegada da nova marca, o grupo agora passa a ter, no Ceará, a representação de nove fábricas de veículos. Além das duas já citadas, são elas Kia, Renault, Nissan, Fiat, Honda, Honda Motos e Scania.

A

berta desde março em regime de soft open (funcionando, mas com operações limitadas para fazer eventuais ajustes necessários), a Ford Jangada, mais um empreendimento do Grupo Carmais, celebra a média de 80 carros comercializados por mês, Segundo Rafael Fontenele, gerente comercial, da empresa, a marca superou as

18 - Auto Revista Ceará

expectativas definidas em conjunto com a montadora e deu ânimo para buscar a meta, que é chegar a 150 veículos vendidos mensalmente, entre modelos de frotistas e de consumidores individuais. Ele atribui o bom desempenho, dentre outros fatores, à boa localização da loja, que conta com uma estrutura considerável em uma área


Antigomobilismo

Promessa de mais integração Aproximar mais os vários clubes de amantes de veículos clássicos de Fortaleza é uma das principais metas da nova gestão do Clube de Automóveis Antigos do Ceará

T

omou posse, em maio, a nova gestão da mais importante entidade de colecionadores de veículos do Estado. Com mandato até abril do próximo ano e a meta de realizar eventos periódicos para aproximar mais os diferentes clubes de marcas que existem em Fortaleza, o Clube de Automóveis Antigos do Ceará tem definida uma série de medidas para intensificar a divulgação das atividades dos associados e do acervo do Museu do Automóvel. De acordo com João Júlio, diretor social do clube, existem vários clubes de aficionados de modelos específicos em Fortaleza, como os do Fusca, do Puma, do MP Lafer, do Corcel, do Karmann Ghia e do Jeep. E a meta é realizar eventos mensais para cada um dos veículos ou adotando temas. “Nas gestões anteriores já foram feitos encontros de carros específicos, como modelos V8 e picapes. Queremos aproveitar essa ideia para reaproximar todos esses clubes”, afirma ele.

20 - Auto Revista Ceará

Além das atividades, o clube irá intensificar o serviço de vistoria para a concessão de placas pretas para os veículos. Fornecida pela Federação brasileira de Carros Antigos, ela atesta um índice de originalidade de seus componentes de no mínimo 70%. Com o aumento das concessões, o acervo de raridades certificadas de Fortaleza deve aumentar, fortalecendo a prática do antigomobilismo. Outra atividade importante do clube será o término da reforma do Museu do Automóvel, já em andamento. A meta, de acordo com João Júlio, é reorganizar o acervo, buscando um rodízio dos veículos. Hoje, o museu tem espaço para abrigar 50 modelos. E o acervo disponível para exposição chega a aproximadamente 500 unidades.

Diretoria

Jose Dilson Pessoa Araújo Diretor Presidente Gaudêncio Lucena 1º Vice-presidente

Arnóbio Tomaz 2º Vice-presidente Felipe Studart lº Diretor Secretário Ednubio Vasconcelos 2º Diretor Secretário Alexandre Guilhom 1º Diretor Tesoureiro Humberto Aragão 2º Diretor Tesoureiro Ibi Carvalho Diretor Técnico João Júlio Diretor Social Magno Câmara Diretor Jurídico Inácio Barreira Diretor de Patrimônio Conselho consultivo Presidente Germano Almeida Membros José Azevedo Sobral Edson Ventura Welington Soares Antonio Filho Massilon


Citroën C4 Cactus

OUSADO E

Montadora aposta em modelo com design futurista e repleto de tecnologia para conquistar boa fatia do mercado de SUVs compactos 22 - Auto Revista Ceará

A

Citroën, após a chegada do Novo C4 Lounge, agora aposta suas fichas no SUV C4 Cactus. O modelo, que tem previsão de chegada ao mercado nacional no segundo semestre, inova ao oferecer design, tecnologia e itens de conforto inovadores em um segmento de importância para a indústria automobilística nacional, pela crescente demanda por este tipo veículos pelo consumidor brasileiro. Fruto de um projeto global, com desenvolvimento, produção e testes realizados na América Latina, o

Citroën C4 Cactus representa com exatidão, segundo a montadora de origem francesa, a nova assinatura “Inspired By You”, inspirada pela vida e atitude das pessoas. Conectado e tecnológico, ele traz respostas às necessidades de um amplo leque de novos consumidores, que valorizam a estética, a modernidade e o bem-estar em seu dia a dia, aliadas às amplas possibilidades oferecidas pelo território SUV. “Mais do que um produto estratégico, o C4 Cactus representa a renovação da Citroën, totalmente co-


nectada aos desejos e necessidades de nossos clientes. Ele é a essência da marca hoje e chega para romper com os códigos do segmento”, afirma Ana Theresa Borsari, Country Manager da Peugeot, Citroën e DS. Design provocador – A carroceria marcante do C4 Cactus nasceu da inspiração das equipes de design do Grupo PSA da América Latina para atender as demandas e o gosto dos clientes latino-americanos – ele será exportado, em um primeiro momento, para diversos países do continente, entre eles Argentina, Uruguai e Colômbia. Idealizado e desenvolvido no Brasil, com produção na planta da PSA de

24 - Auto Revista Ceará

Porto Real (RJ) - na mesma plataforma a mesma plataforma dos modelos Citroën C3 e Aircross e Peugeot 208 e 2008 -, ele posteriormente deve ser exportado para outros mercados mundiais – inclusive Europa. O novo modelo tem ar futurista e, por isso mesmo, parece estar à frente de seu tempo. Ele seduz por seu estilo moderno, caracterizado por linhas orgânicas e pela frente alta, expressiva. Sem dúvida, trata-se de um desenho forte e equilibrado e que ao mesmo tempo ousa ao reinterpretar os códigos tradicionais do universo dos utilitários-esportivos. Assim como os últimos lançamentos da marca no País, a frente se destaca

pelo grupo ótico em dois níveis, que valorizam a expressão e a identidade. No perfil, um desenho com um equilíbrio moderno propõe nova visão no segmento, aliando os principais elementos do universo SUV. Destaque para o exclusivo teto “flutuante”, às belas e funcionais barras de teto, às rodas aro de 17 polegadas diamantadas, calçadas por pneus de uso misto, aos faróis em LED, e aos protetivos Airbump®. Na traseira, reconhecível por suas formas musculosas, destaque para o aerofólio integrado e para os módulos em sistema LED com efeito 3D, que asseguram uma assinatura luminosa gráfica e tecnológica. A montadora ainda não confirmou, entretanto as opções de motorização devem ser o 1.6 FlexStart (aspirado) e o 1.6 THP (turbo). Os câmbios disponíveis nas versões brasileiras serão os já utilizados em outros modelos da marca no Brasil: manual de cinco marchas ou automático de seis velocidades. A expectativa do mercado é de que o Cactus custe entre R$ 75 mil e R$ 100 mil. O modelo é um pouco menor (4,17 metros de comprimento e 2,60 metros de entre-eixos) do que os concorrentes Nissan Kicks e Honda HR-V, mas maior do que o Ford EcoSport. Sem dúvida, é mais um boa opção no concorrido segmente dos SUVs compactos.


Test-Drive Fiat Cronos

Um projeto que promete Bonito e moderno, o Cronos oferece boa gama de opções e tem potencial, junto com o Argos, para proporcionar nova fase histórica da Fiat no mercado - assim como o Palio fez um dia

N

esta edição de Auto Revista Ceará, já falamos sobre a experiência de andar no Volkswagen Virtus, novo sedan compacto da Volkswagen. Agora é a vez de relatar o que pudemos conhecer do Cronos, da Fiat. A referência aos dois juntos é importante porque eles representam dois dos mais importantes lançamentos de 2018 , neste

26 - Auto Revista Ceará

segmento, já que vêm de duas gigantes do mercado nacional de veículos. A primeira observação a fazer é que se no Virtus o que mais chamou a atenção foi o design externo elegante com linhas longas que nos remetem a carros de categoria superior, no Cronos o detalhe mais marcante também foi o design, mas em relação à beleza, tanto no exterior

quanto internamente. Essa beleza já tinha sido ressaltada quando falamos, na edição ?? de Auto Revista Ceará, do Argo, o hatch de onde o Cronos se originou. Começando pela beleza do interior, o Cronos tem cinco versões. Tivemos oportunidade guiar a top de linha Precision 1.8 AT6, que reúne todos os detalhes visuais possíveis para


o modelo. São muitos cromados, seja nas maçanetas, nos frisos das portas, no console ou nas saídas de ar condicionado. Em contraste com o preto que predomina nos materiais, fica um conjunto bastante agradável e passa a sensação de requinte. Vamos combinar que, em termos de design, a Fiat é bem forte. Seus modelos, principalmente no interior, agradam muito, e com o Cronos não poderia ser diferente. É um ponto positivo do carro, porque este tipo de recurso é valorizado pelos consumidores brasileiros. Eles sabem que estão em um sedan compacto, mas querem ter a sensação de que conduzem um veículo de categoria superior. O Cronos cumpre bem essa necessidade. Na parte externa, a frente do Cronos herdou a beleza do Argos. Já na traseira, o veículo ganhou uma solução bem harmoniosa e igualmente classuda e bonita. Ele não é um carro de chamar a atenção nas ruas por esse quesito, porque não tem linhas muito longas em relação aos principais concorrentes (tem 4,364 mm de comprimento, contra 4.482 mm do Virtus e 4.481 mm do Chevrolet Cobalt), mas é um sedan compacto muito charmoso. Em relação à dirigibilidade e ao conforto, o veículo tem a direção elétrica levíssima que a Fiat está adotando em seus modelos - e que merece todos os cumprimentos - e uma suspensão que torna a tarefa de andar nas nossas sofridas ruas bem mais amena. A versão top de linha guiada também merece destaque pelo câmbio automático de seis

velocidades 1.8 E.torQ. O conjunto é o mesmo usado em outros modelos do Grupo Fiat Chrysler, como a Picape T e o Jeep Renegade. Assim como acontece com seus “irmãos” de marca, ele faz o veículo rodar bem, com torque e potência satisfatórios e muito silêncio. Vale ressaltar que a Fiat oferece uma boa variedade de opções para o Cronos, em relação a câmbio e motores. Há três versões com motor 1.3, sendo duas com transmissão manual e uma com transmissão automatizada, e duas com motor 1.8, sendo uma manual e outra automática - esta última, a que estamos abordando na matéria. Isso é ótimo para os consumidores, que têm como escolher a que mais lhes agrada e cabe no bolso. Em resumo, o Cronos é um projeto moderno, visualmente agradável e que mostra ter tudo para competir com os concorrentes de peso do segmento de sedans compactos. A sua chegada, junto com o Argos, nos parece ter potencial para causar um impacto semelhante ao do Palio, um sucesso histórico da Fiat. Sobre isso, inclusive, chamou a atenção um detalhe discreto: a montadora, em seu site, tirou o Grande Siena do mostruário com veículos de mais destaque e o colocou em uma segunda vitrine, junto com o 500, o Weekend, a Strada e o Dobló, que não aparece de imediato para quem entra na página. Será que o ótimo Cronos representa o fim da linha para o Grand Siena?  O tempo dirá.

Preço da versão guiada (montada no site da Fiat com os seguintes opcionais: câmera de ré, bancos revestidos em couro, rodas de liga leve com aro 17 e pneus 205/45, acionamento do motor com botão no lugar da chave, retrovisores externos com rebatimento elétrico e luz de conforto, ar condicionado digital, quadro de instrumentos de alta resolução de 7”, sensor de chuva, sensor crepuscular e retrovisor interno eletrocrômico) - R$ 79.730,00.

28 - Auto Revista Ceará

Ficha técnica Motor Cilindrada total: 1.747 cm³ Potência a 5.750 rpm: 135 cv (gasolina) e 139 cv (etanol) Torque a 3.750 rpm: 18,8 kgfm (gasolina) e 19,3 kgfm (etanol) Câmbio Automático de seis velocidades Sistema de freios Dianteiro: A disco Traseiro: A tambor Direção Elétrica Números Peso: 1.271 kg Comprimento: 4.364 mm Largura: 1.726 mm Altura: 1.516 mm Distância entre-eixos: 2.521 mm Altura mínima do solo: 164 mm Volume do porta-malas: 525 litros Tanque de combustível: 48 litros Desempenho Velocidade máxima: 195 km/h (gasolina)/ 196 km/h (etanol) Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,8 s (gasolina)/ 9,9 s (etanol)


Test-drive Virtus VW

O compacto “classudo Virtus chamou atenção nas ruas, ganhou comentários elogiosos e provou que confere ao motorista um status típico dos sedans médios

E

xiste uma mítica em torno da marca Volkswagen no Brasil que vem desde o Fusca. Graças à grande robustez do “besouro”, que se adaptou perfeitamente às nossas estradas sofríveis e ao espírito de quebra-galhos que precisamos ter no país para enfrentar os preços absurdos de praticamente tudo, os carros da montadora sempre foram associados a resistência e durabilidade. O Gol foi o herdeiro mais direto do

30 - Auto Revista Ceará

Fusca, mas é fato que os outros modelos também ganharam um pouco da fama. Mas será que três décadas depois do fim do maior símbolo de robustez da empresa, ainda dá para dizer que seus carros mantêm a tradição? Bom, pelo menos em uma situação vivida foi possível reviver um pouco essa lembrança de “força e resistência” de um Volkswagen. Quem mora em Fortaleza sabe que na cidade chove muito pouco. E também por essa característica, nossas ruas não estão preparadas para chuvas fortes. Por isso, basta uma precipitação um pouco mais forte para que algumas delas transformem a capital cearense em uma homenagem a Veneza. E foi em um dia assim que nos vimos com o Virtus, modelo que tivemos oportunidade de conhecer melhor em um test-drive de alguns dias: em pleno trânsito e sem muitas op-

ções de escapar do aguaceiro. De repente - só sabe quem passou por situação semelhante - o carro estava sem ter como voltar e com água quase na altura do capô. Com o motor engatado na segunda e sem poder tirar do acelerador para evitar o calço hidráulico (quando o motor aspira o ar pelo escapamento em terreno alagado, a água pode entrar junto e causar graves problemas no sistema de força), o jeito foi continuar acelerando. A pressão da água foi grande, mas o veículo passou absolutamente incólume. Superado o obstáculo, a sensação de vitória foi morbidamente maior: logo à frente, nada menos que três carros estavam parados após passar pelo alagamento e não resistirem. Nenhum Volkswagen, pudemos notar. Depois de relatada a situação um tanto desesperadora, é hora de falar de outras características do Virtus,


que foram observadas no test-drive. Uma delas é como o carro chama a atenção das pessoas. Foram comentários, perguntas e, principalmente, uma certa reverência de prestadores de serviços pelo status que o modelo confere. Avaliamos que isso se deve, principalmente ao design externo. O Virtus, como a própria Volkswagen citou nos comerciais do modelo, chamando-o de “mini Jetta”, realmente herdou a elegância do sedan da marca que pertence a uma categoria superior. Por curiosidade, fizemos uma pesquisa em relação ao comprimento do Virtus e de seus concorrentes mais diretos, que são o Chevrolet Cobalt e o Fiat Cronos. O resultado é interessante para entender essa elegância do modelo da Volkswagen. Com 4.482 mm, o Virtus é mais de 11 cm maior que o Cronos e do tamanho do Cobalt - veículo que ficou bem mais “charmoso” depois que ganhou novo design. Ou seja, nesse quesito, considerando o tamanho como um parâmetro importante, ele está bem na fita. A versão guiada foi a de entrada 1.6 MSI, que traz como principais itens de série direção elétrica, ar condicionado e computador de bordo. O veículo estava equipado com o pacote opcional Connect Pack, que tem entre os componentes mais importantes os seguintes: assistente para partida em aclive/subida (funciona como um freio de mão automático nas subidas, evitando que o carro desça enquanto o motorista engata a marcha e tira o pé da embreagem para sair), sensores de estacionamento traseiros, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração (ASR), volante multifuncional, bloqueio eletrônico do diferencial (EDS) e sistema de som com tela touchscreen e o App-connect - este último um aplicativo que permite espelhar na tela do

32 - Auto Revista Ceará

sistema do veículo o conteúdo de smartphones Apple ou Android. Por se tratar de um projeto novo e moderno, os itens citados acima servem para mostrar que o Virtus tem a tecnologia como um de seus pontos fortes - mesmo que não sejam todos itens de série, mas o fato é que o Connect Pack oferece uma quantidade considerável de recursos com uma boa relação custo-benefício: o opcional custa R$ 2.950,00, de acordo com site oficial da Volkswagen. Ainda sobre a modernidade do projeto, o sedan tem direção elétrica levíssima, que torna o ato de dirigir bastante agradável, apresenta uma suspensão bem equilibrada com conforto e robustez na medida certa e anda bem com o motor 1.6 de 110 cavalos com gasolina e 117 cavalos com etanol. O porta-malas de 521 litros do Virtus não é o maior da categoria (o do Fiat Cronos tem 525 e o do Chevrolet Cobalt, 563) não faz feio, assim como os rivais, quando o assunto é comparar com o dos principais sedans médios do mercado: é maior que o do Toyota Corolla (470), do Chevrolet Cruze (440) e o do Honda Civic (519). Além disso, tem ótima abertura, permitindo colocar objetos relativamente grandes sem dificuldade. Resumindo, o Virtus é um carro robusto, como ressaltamos no começo falando do alagamento, confortável e moderno. O único item que fez falta no modelo foi o câmbio automático, presente apenas nas versões superiores à 1.6 MSI. É uma pena que no Brasil este tipo de transmissão ainda não seja onipresente nos modelos. A sofisticação do Virtus praticamente pede o recurso, para combinar com todos os demais já citados. Mas é fato que o manual está presente apenas nesta versão de entrada, o que pode ser encarado como um futuro promissor de versões apenas automáticas.

Ficha técnica Motor Cilindrada: 1,598 cm³ Potência a 5.750 rpm: 110cv (G) e 117cv (E) Torque a 4.000 rpm 15,8 kgfm (G) e 16,5kgfm (E) Aceleração de 0 a 100 km/h 10,2s (G) / 9,8s (E) Velocidade máxima: 191 km/h (G) / 195km/h (E) Freios Dianteiros: Disco ventilado Traseiro: Tambor Direção: Elétrica Transmissão Transmissão: Manual de 5 velocidades Principais dimensões Comprimento: 4.482 mm Distância entre eixos: 2.651 mm Largura (sem / com espelho retrovisor): 1.751 mm/ 1.964 mm Altura: 1.472 mm Peso: 1.134 kg Porta-malas: 521 l Preço da versão guiada (montado no site da Volkswagen):

R$ 64.390,00


Carro do Sonhos

Os mais caros

do mundo Eles são velozes e potentes, requintados e luxuosos, repletos de estilo e beleza. Mas, principalmente, têm preços que superam os milhões de dólares

A

lista dos carros mais caros do mundo traz algumas máquinas que impressionam pelo design, pela potência e pelo luxo. São carros que, certamente, serão raramente vistos – principalmente no Brasil – nas mãos de pessoas muito poderosas. Podem parecer extravagâncias de multimilionários ou puras obras de arte com rodas.

Mas, na verdade, uma lista dos bólidos mais caros do planeta é também uma viagem ao mundo da altíssima engenharia automotiva. Eles são velozes, cheios de estilo e potência, além é claro de caríssimos. Os carros mais modernos e caros do mundo fazem qualquer entusiasta por automóveis sonhar acordado com um deles na garage. Uma união

de tecnologia de ponta e todo o glamour de marcas tradicionais. Os motivos para as altas cifras variam do material utilizado ao fato de se tratar de uma edição limitada. Os esportivos são extremamente caros também porque, muitas vezes, o método de produção é totalmente artesanal. Seja qual for o motivo, são realmente verdadeiras obras de arte.

Lamborghini Veneno A Lamborghini apostou alto no superesportivo Veneno para ser símbolo do 50º aniversário da marca. Apenas três unidades foram produzidas, cada uma cotada em 4,5 milhões de dólares. Todas foram vendidas. O carro é equipado com motor 6.5 litros 12 cilindros de 760 cv, que o faz acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 2,8 segundos e atinge velocidade máxima limitada de 355 km/h. Para dar mais agilidade ao bólido, a carroceria é feita em fibra de carbono. O nome dado ao modelo é referência ao mais agressivo touro de toda a história. Ele ganhou fama em 1914, quando matou o notório toureiro José Sánchez Rodríguez, na arena de Sanlúcar de Barrameda, na Espanha.

34 - Auto Revista Ceará


Aston Martin Valkyrie Projetado junto à equipe da Red Bull Advanced Technologies com assinatura do chefe técnico da equipe, Adrian Newey, o esportivo em essência Valkyrie, da inglesa Aston Martin, têm o valor de 3,2 milhões de dólares. O motor central-traseiro 6.5 V12 naturalmente aspirado oferece cerca de 1.000 cv de potência. Todas as 150 unidades já foram vendidas, sendo que 25 são exclusivas para pistas. Mas nenhuma delas, segundo informações da própria montadora, sai da linha de produção antes de 2019. Ele é baseado nos Red Bull X2010, X2011 e X2014, que apareceram nos jogos de video game Gran Turismo.

Bugatti Chiron Descrever as sensações ao volante do Bugatti Chiron com seus 1.500 cv é, sem dúvida alguma, apresentar experiência verdadeiramente única. Isso porque, o desempenho do superesportivo para lá de requintado é impressionante com seu motor 8.0 de 16 cilindros é absolutamente insano: 0-100 km/h em 2,5 segundos e 0-300 km/h antes dos 14 segundos. A velocidade máxima é limitada, mas se pode escolher entre dois níveis: 380 ou 420 km/h, que pode ser atingida depois de se apertar a tecla Speed, que ativa o segundo “estágio” desse Bugatti. O valor de mercado é de “míseros” 2,7 milhões de dólares.

Pagani Huayra Roadster Os refinamentos mecânicos e tecnológicos do novo Huayra Roadster, da Pagani, fazem com que seja altamente exclusivo, com apenas cem unidades fabricadas. O carro utiliza motor feito sob encomenda pela Mercedes-AMG para a Pagani. Trata-se do M158, variação do V12 de 6,0 litros biturbo utilizado nos modelos topo de linha da AMG. No Huayra Roadster, ele desenvolve 764 cv a 6.200 rpm e 102 mkgf a 2.400 rpm. A fabricante conseguiu tornar o Huayra Roadster 80 quilos mais leve que o original, totalizando 1.280 kg – um Mercedes-AMG GT C Roadster pesa 1.595 kg. O valor estimado para essa máquina automotiva é de 2,4 milhões de dólares.

Koenigsegg Regera O hiperesportivo da marca sueca, no valor de 2 milhões de dólares, chega a ter 1.822 cv de potência, com motor a gasolina 5.0 V8 biturbo associado a três propulsores elétricos – o torque máximo é de 204 kgfm. De acordo com a velocidade, o carro é capaz de fazer 0 a 100 km/h em apenas 2,8 segundos, de 0 a 300 km/h em 10,9 segundos e 0 a 400 km/h em 20 segundos. Superexclusivo, só foram fabricados 80 unidades deste modelo. Destaque para ausência da caixa de câmbio, que foi substituída por um sistema exclusivo da marca que gerencia a demanda de torque e potência entre os três motores, permitindo aposentar a tradicional transmissão.

Auto Revista Ceará -

35


Comparativo

SUVs de entrada

O

que é, exatamente, um SUV? E um crossover? No Brasil, onde os carros são muito caros, fica difícil definir isso, exatamente, porque as montadoras tentam vender modelos com apelo de SUV, mas que não tem características clássicas desse tipo de carro, como boa altura do solo, robustez para enfrentar terrenos mais acidentados, tamanho avantajado e bom espaço interno para levar muita carga e no mínimo cinco pessoas com bastante conforto. Diante disso, selecionamos seis modelos que reúnem algumas dessas características e têm preço

36 - Auto Revista Ceará

Veja preços e informações técnicas de alguns dos principais e mais acessíveis modelos do segmento que mais desperta o desejo dos consumidores brasileiros

relativamente acessível (se comparados com SUVs mais próximos do conceito puro, que por aqui estão sempre acima dos 100 mil reais). Não à toa, eles têm sido muito procurados pelos consumidores, porque permitiram que muitos que sonhavam há anos com um carro desse tipo finalmente pudessem concretizar esse desejo. Os critérios foram os seguintes: menor preço, a cor metálica ou perolizada mais barata disponível e sistema de aúdio (também o mais simples e barato disponível ou o que vem de série na versão de entrada). Não foram escolhidos pacotes

opcionais, já que todos os modelos deste segmento já vêm com ar condicionado, direção elétrica ou hidráulica e vidros dianteiros elétricos. Dito isso, conheça agora um pouco mais sobre o que cada um dos veículos oferece em termos de principais características de espaço, conforto e tecnologia. Vale ressaltar que há modelos chineses mais em conta que os abordados nesta matéria, mas eles não foram considerados porque infelizmente os carros daquele país asiático ainda não conseguiram uma sistemática de vendas estável no Brasil nem a confiança dos consumidores.


Ford EcoSport R$ 78.940,00 Modelo SE 1.5

Um dos mais tradicionais modelos do segmento de SUVs de entrada durante anos, inclusive, ele reinou absoluto, por falta de concorrentes - o Ecosport tem uma tradição conquistada ao longo dos anos de robustez. A versão atual tem um design moderno e bonito e muitos itens de tecnologia, tanto em relação a conforto quanto a segurança. E falando em tecnologia, o motor compacto, de apenas três cilindros, é o segundo mais potente deste comparativo, perdendo apenas para o do Renegade. Os pontos negativos ficam por conta da distância entre-eixos, que é a menor entre todos os veículos pesquisados (esta medida está diretamente ligada ao espaço disponível para as pernas dos passageiros do banco de trás), do porta-malas que é terceiro menor (só ganha do Renegade e do 2008) e do fato da versão mais em conta ser a única, dos seis modelos deste comparativo, a vir com rodas de aro 15 (todos os outros vêm com aro 16).

Principais itens de série • Sistema multimídia com tela touch screen de 6.5”, Bluetooth, Adroid Auto e Apple CarPlay • Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), Controle de Tração (TCS) e Sistema Anticapotamento (RSC) • Bagageiro de teto • Gancho para reboque: Dianteiro e Traseiro • Ajuste de altura e profundidade do volante • Aviso de portas abertas • Aviso dos faróis acesos • Banco traseiro bipartido • Porta luvas climatizado • Porta-malas com abertura elétrica • Vidros elétricos dianteiros e traseiros • Volante revestido em couro • Abertura elétrica da tampa do combustível • Assistente em Frenagem de Emergência (EBA) • Assistente de Partida em Rampas (HLA) • Acendimento automático das luzes de emergência após frenagem brusca (EBL) • Aviso de utilização do cinto de segurança: • Motorista / Passageiro • Faróis com temporizador (Follow me Home)

• Freios ABS com EBD • Chave programável com funções de segurança • Retrovisores externos com ajuste elétrico • Travamento dos vidros traseiros pelo motorista • Controles de áudio no volante • Comandos de voz com funções de áudio e telefone • Chave canivete com controle remoto • Leitura e envio de mensagens SMS • Tela de LCD multifuncional configurável no painel de instrumentos: 2,3¨ Ficha técnica Motor Número de cilindros: 3 Potência (cv): 130 (gasolina) e 137 (etanol) Torque (kgf.m): 15,6 (gasolina) e 16,2 (etanol) Direção: Elétrica Freios Dianteiros: A disco Traseiros: A tambor Pneus e rodas: 205/65 R15 Números Comprimento: 4.269 mm Largura: 2.057 mm Altura: 1.693 mm Distância entre-eixos: 2.521 mm Altura livre do solo: 200 mm Porta-malas: 362 l

Auto Revista Ceará -

37


Renault Duster R$ 73.790,00

Modelo: Expression O forte dos carros da Renault tem sido a relação custo-benefício. Os veículos são muito robustos e oferecem espaço interno quase sempre bem acima dos seus concorrentes. Com o Duster é exatamente isso: são dele a maior distância entre-eixos e o porta-malas mais generoso entre todos os modelos do comparativo. O carro também é o segundo mais em conta, perdendo apenas para o Aircross. Uma característica dos veículos Renault também é a economia nos itens de conforto e tecnologia, e o Duster segue a tradição. A versão de entrada não vem com tela sensível ao toque na central de áudio. Tampouco há banco traseiro bipartido, computador de bordo, sistemas de controle de tração, anticapotamento ou para evitar derrapagens. Além disso, o design, em relação aos concorrentes, é mais conservador. No entanto, se os quesitos mais importantes forem espaço interno e preço (nessa ordem), o veículo é imbatível.

38 - Auto Revista Ceará

Principais itens de série • Travamento automático das portas a 6 Km/h • Comando de áudio e celular na coluna de direção (Comando Satelite) • Barras de teto longitudinais • Volante com regulagem de altura • Indicador de temperatura externa • Vidros traseiros elétricos • Rádio MP3 com conexão USB/iPod e AUX • Vidros dianteiros com função one touch e sistema antiesmagamento • Conexão Bluetooth para áudio e telefone

Ficha técnica Motor Potência (cv) 118 (gasolina) e 120 cv (etanol) Torque (kgf.m) 16,2 (gasolina e etanol) Direção Eletro-hidráulica Freios Dianteiros Traseiros Rodas e pneus R16 Números Comprimento 4.315 mm Largura 1.822 mm Altura 1.634 mm (sem barra de teto) - 1.690 mm (com barra de teto) Distância entre-eixos 2.673 mm Altura livre do solo 210 mm Porta-malas 475 l


Jeep Renegade Sport R$ 80.390,00

Modelo Custom 1.8 Manual Assim como o Ecosport, o Renegade não economiza quando o assunto é tecnologia, seja para conforto ou segurança. Ele é o único, por exemplo, que oferece freio de estacionamento eletrônico e o sistema start/ stop, que desliga e liga automaticamente o motor quando o carro está em movimento para otimizar o consumo de combustível. Ele também tem um indiscutível apelo de SUV com seu design que combina a força das linhas da Jeep com uma carroceria encorpada. Ele também tem o motor mais potente e de mais torque dos seis veículos pesquisados. Toda a sofisticação e os recursos do modelo, no entanto, têm seu preço: o Renegade é o mais caro do comparativo. Ele também tem um ponto fraco no espaço interno. Seu porta-malas, com apenas 273 litros, é o menor entre todos os veículos pesquisados e está bem abaixo do segundo colocado, que é o Ecosport. Como o segmento de SUVs tem como um dos pontos fortes a oferta de espaço, o carro fica a dever neste quesito.

40 - Auto Revista Ceará

Principais itens de série • Ajuste do volante em altura e profundidade • Alerta de limite de velocidade e manutenção programada • Banco do motorista com regulagem de altura • Banco traseiro bipartido 60/40 e rebatível • Chave canivete com telecomando • Controle de Estabilidade (ESC) • Controle de tração • Controle eletrônico anticapotamento • Freio de estacionamento eletrônico • Hill start assist • Limitador de velocidade • Panic break assist • Quadro de instrumento TFT de 3,5” • Retrovisores externos elétricos • Sistema Stop&Start (desligamento/acionamento automático do motor) • Sistema de monitoramento indireto dos pneus (iTPMS) • Travas elétricas nas portas e porta malas (travamento

automático a 20km/h, trava de tampa do combustível, indicador de portas abertas) • Vidros elétricos nas 4 portas com one touch Ficha técnica Motor Cilindrada total: 1.747,0 cm³ Potência (cv): 135 (gasolina) e 139 (etanol) Torque (kgf.m): 18,76 (gasolina) e 19,27 (etanol) Direção Elétrica Freios Dianteiros A disco Traseiros A disco Pneus e rodas R16 Números Comprimento: 4.232mm Largura: 2.018 mm Altura: 1.696 mm Distância entre-eixos: 2.570 mm Altura mínima do solo: 177mm Porta-malas: 273 l


Peugeot 2008 R$ 74.280,00 Modelo: Allure 1.6

O 2008 se posiciona como um bom intermediário no comparativo. Não está em nenhum dos extremos, seja positivamente ou negativamente, em relação às suas características gerais. É bem equipado de itens de conforto e tecnologia, tem um design moderno e o terceiro preço mais em conta, perdendo apenas para o Aircross e o Duster. E sua central multimídia, compatível com Android Auto e Apple CarPlay, tem a maior tela de todos os modelos do comparativo. O destaque negativa fica por conta apenas do porta-malas, que é o segundo menor dos seis veículos pesquisados. Ao lado do Renegade e do Ecosport, o 2008 está entre os veículos que oferecem menos de 400 litros no compartimento. Para um modelo do segmento de SUVs, é um número baixo.

42 - Auto Revista Ceará

Principais itens de série • Mostradores com matriz LCD e ponteiros vermelhos • Volante revestido em couro • 2 Airbags laterais • Sensores de estacionamento traseiro • Luz de neblina traseira • Luzes diurnas em LED (DRL) • Piloto automático e limitador de velocidade • Chave tipo canivete com comandos abre/fecha • Computador de bordo • Comandos no volante para rádio e Bluetooth • Central Multimídia Touchscreen de 7” com Android Auto e Apple CarPlay • Vidros elétricos nas portas traseiras • Vidro elétrico do motorista com antiesmagamento • Retrovisores externos com comandos elétricos

Ficha técnica Motor Cilindrada (l): 1.6 Flex Número de Cilindros: 4 Potência (cv) 115 (gasolina) e 122 (etanol) Torque (kgf.m) 15,5 (gasolina) e 16,4 (etanol) Direção Elétrica Freios Dianteiros: A disco Traseiros: A disco Pneus e rodas 205/60 R16 Números Comprimento 4.159 mm Largura 1.739 mm Altura 1.583 mm Distância entre-eixos 2.542 mm Altura livre do solo 200 mm Porta-malas 355 l


Nissan Kicks O Kicks oferece a segunda maior distância entre-eixos e também o segundo porta-malas mais espaçoso. Só perde em ambos os itens para o Renault Duster. Mas tem um preço bastante próximo do concorrente da Renault e apresenta um design mais moderno e aerodinâmico e que lhe confere uma aparência de veículo de categoria superior pela imponência. Também se destaca por oferecer freios a disco nas quatro rodas. Só ele e o Renegade oferecem o recurso na versão mais em conta. A ressalva em relação ao modelo é apenas uma: assim como o Aircross e o Duster, o carro da Nissan não tem central multimídia nem tela sensível ao toque no sistema de áudio. Mas da mesma forma que o 2008, na média ele se sai bem, quando se considera o conjunto de características abordadas neste comparativo.

R$ 74.340,00 Modelo 1.6 S MT

Principais itens de série Controle de tração e estabilidade (VDC) Controle do computador de bordo/áudio/telefone no volante Controle eletrônico de frenagem (EBD) e assistência de frenagem (BA) Rádio com entrada auxiliar para MP3 Player, conector USB e Bluetooth Sistema inteligente de partida em rampa (HSA) Vidros dianteiros e traseiros elétricos com sistema “one touch down” para o motorista

Citroën Aircross Este é o modelo mais simples de nossa seleção. Seu preço, quase 20 mil reais menor que a média dos demais, poderia deixa-lo fora por causa dos poucos recursos. Mas se o valor é um critério importante para o comparativo, ele foi mantido, principalmente porque, em termos de medidas, o Aircross não fica devendo tanto aos outros. Sua distância entre-eixos é maior que a do Ecosport. E o porta-malas só perde em espaço para o Duster e o Kicks. Por fim, é o veículo com a maior altura em relação ao solo de todos os comparativos. Como ele oferece uma opção muito mais em conta que os concorrentes, ela tem algumas restrições. Na montagem do carro pelo site da Citroën, não há opção de cores metálicas para a versão de entrada, só o branco como cor sólida. Além disso, quem quiser funções de computador de bordo e central multimídia terá de optar pela versão seguinte da gama, que custa R$ 10 mil a mais. Também é o do Aircross o motor com menor torque. Este indicador está ligado à capacidade tirar o carro da inércia ou de fazer uma boa retomada. Mas se o objetivo do comprador é ter um bom carro sem alguns luxos, o Aircross de entrada é uma boa opção.

Ficha técnica Cilindrada: 1.598 cm³ Potência (cv): 114 (etanol/gasolina) Torque: kgf.m 15,5 (etanol/gasolina) Direção Elétrica Freios: A disco Pneus e rodas 205/60 R16 Números Comprimento: 4.295 mm Largura: 1.760 mm Altura: 1.590 mm Distância entre-eixos: 2.620 mm Altura livre do solo: 200 mm Porta-malas: 432 litros

Ficha técnica Motor Número de Cilindros: 4 Cilindrada: 1587 cm3 Potência (cv) 115 (gas) e 122 (álcool) Torque (kgf.m) 15,4 (gas) e 16,4 (etanol) Direção: Elétrica Freios Dianteiros: Disco Traseiros: Tambor Pneus e rodas: 195/55 R16 Números Comprimento: 4.097 mm Largura: 1.767 mm Altura: 1.694 mm Distância entre-eixos: 2.542 mm Modelo: Altura livre do solo: 230 mm Porta-malas: 403 l

R$ 52.690,00

1.5 manual


Resumo do comparativo Aircross

Duster

Renegade

Peugeot 2008

Kicks

Ecosport

Potência (cv)

115 (gasolina) 122 (etanol)

118 (gasolina) 120 (etanol)

135 (gasolina) 139 (etanol)

115 (gasolina) 122 (etanol)

114 (etanol/ gasolina)

130 (gasolina) 137 (etanol)

Torque (kgf)

15,4 (gasolina) 16,4 (etanol)

18,76 (gasolina) 19,27 (etanol)

15,5 (gasolina) 16,4 (etanol)

16,2 (gasolina/ etanol)

15,5 (etanol/ 15,6 (gasolina) gasolina) 16,2 (etanol)

Comprimento (mm)

4.097

4.315

4.232

4.159

4.295

4.269

Altura do solo (mm)

230

210

177

200

200

200

2.542

2.673

2.570

2.542

2.620

2.521

Elétrica

Eletro-hidráulica

Elétrica

Elétrica

Elétrica

Elétrica

Porta-malas (l)

403

475

273

355

432

362

Tamanho do aro

16

16

16

16

16

15

Central Multimídia com tela 6,2”, bluetooth, USB/ AUX/ MP3, navegação GPS, câmera de ré, comandos de áudio no volante, DVD player e TV digital

Central Multimídia Touchscreen de 7” com Android Auto e Apple CarPlay

Rádio com entrada auxiliar para MP3 Player, conector USB e Bluetooth

Sistema multimídia com tela touchscreen de 6.5” com Android Auto e Apple CarPlay

80.390

74.280

74.340

78.940

Entre-eixos Direção

Sistema de áudio Rádio Pioneer Rádio MP3/ AM/FM, MP3, Bluetooth Bluetooth

Preço R$

46 - Auto Revista Ceará

52.690

73.790


Clássicos Arnóbio Tomaz

Clássico do glamour norte-americano Célebre pela elegância e por sua traseira que ficou conhecida como “asa de gaivota”, o Impala marcou época no automobilismo mundial

O

lançamento do Chevrolet Impala ocorreu em 1957, com o modelo disponível nas versões conversível e hard top (teto rígido, mas com jeito de conversível). Ele apresentava um estilo bem superior ao dos Fords do mesmo ano, com dois pares de faróis, grade e pára-choques envolventes

48 - Auto Revista Ceará

que lembravam os Cadillacs de anos anteriores. Estas características acabaram lhe rendendo o apelido de “baby Cadillac”. O ano de 1959 traria uma reestilização, com grandes entradas de ar acima da grade e dos faróis na dianteira e a traseira dividida em duas partes: a inferior, formada pelas lanternas


dos Estados Unidos. Seu concorrente direto era o Ford Galaxie 500, em geração anterior à vendida no Brasil. Ambos duelavam na versão cupê, com motor V8 de alta cilindrada e extensamente preparado. Na pista de Atlanta, uma das mais rápidas, na época, chegavam a fazer 210 km/h de média. Na versão de 1964, o Impala ganhou um estilo mais elegante, de formas retilíneas. A sigla SS passava a identificar um modelo distinto, tamanha a exclusividade de seus itens. O modelo daquele ano é considerado pelos entusiastas como o último dos

traseiras, e a superior, com a carroceria se destacando em duas elevações cujo formato ficou conhecido como “asa de gaivota”. Nesta versão, o Impala era oferecido nas versões sedan quatro portas, cupê e conversível. Em 1960, o carro já era o mais vendido nos Estados Unidos, vindo com um estilo mais simples e limpo, com menos cromados e adornos. Em 1961 já não havia nenhum indício de asa no desenho da traseira, nascendo o Impala SS (Super Sport), o primeiro da “dinastia SS”. No ano de 1962, a versão SS estava disponível para o cupê e o conversível. De 1961 a 1963 o Impala era presença garantida nas corridas de Stock Car

Impalas clássicos e colecionáveis. O recorde de vendas do veículo foi em 1965, com mais de um milhão de unidades. Era adotado o estilo fastback, com vidro traseiro bem inclinado, que caracterizou muitos modelos americanos na segunda metade da década de 1960. Em 1966 começava a longa decadência do Impala. As lanternas traseiras passavam a retangulares e o estilo era mais imponente, mas sem muito destaque. Em 1985, ele deixou o mercado. Em 1993 o modelo voltou a ser produzido, saindo de linha novamente em 1996, aposentando de vez os motores V8 e a tração traseira nos grandes Chevrolets e encerrando uma era de mais de 40 anos desde o Bel Air 1955. Em 1999, uma nova versão surgiria para descaracterizar de vez o clássico modelo. Ela tinha motor de seis cilindros e tração dianteira e ficou no mercado até 2001. Hoje temos, nas mãos de colecionadores de automóveis antigos, poucos exemplares deste carro que marcou época. Em Fortaleza podem ser enumeradas algumas unidades: um modelo 1958, dois 1959, um 1960, um 1961, dois 1962, dois 1963, um 1964 e um 1965.

Auto Revista Ceará -

49


r C OM a p u BU o p

C om

L ÍVE ST

o

Dicas

A manutenção regular do carro e o modo de condução têm influência direta sobre o consumo. Veja algumas dicas para diminuir o gasto com gasolina ou álcool

E

nquanto no mundo desenvolvido os esforços são cada vez maiores - e rápidos - para diminuir a dependência dos motores a combustão no setor automotivo com veículos elétricos e híbridos, no Brasil, infelizmente, essa realidade está muito distante. E com a gasolina e o etanol subindo há meses, a solução, para quem não pode viver sem o carro, é tentar economizar ao máximo e no que for possível. Por isso, Auto Revista Ceará traz aqui algumas dicas que podem ajudar a fazer o motorista gastar um pouco menos e, de quebra, ter menos aborrecimento com a manutenção, já que o consumo excessivo de combustível, na maioria das vezes, tem relação direta com a falta de

52 - Auto Revista Ceará

cuidado em relação ao motor. A primeira medida é manter uma rotina de revisões para o carro, principalmente depois do período de garantia, quando elas não são mais obrigatórias. O motor tem um sistema de injeção com componentes que se desgastam com o tempo e podem ter influência direta no aumento do consumo. Os principais são o filtro de ar, o filtro de combustível, as velas e os cabos de velas. José Lopes de Sousa, sócio-proprietário da ZF Autocar, explica que o sistema de combustão precisa de ar para efetuar a queima do combustível. “Se houver algum problema que cause a interrupção na entrada desse ar, como o filtro de ar sujo, o motor vai precisar de mais combus-

tível para compensar”, afirma. Ele recomenda cuidado com o filtro de ar e com um duto que todo motor tem para fazer a coleta do ar externo. Este duto fica posicionado de forma a receber o ar mais limpo e frio possível. Se houver algum empecilho na entrada, também vai resultar em mais esforço do sistema e, consequentemente, mais consumo de combustível. Para evitar problemas com o processo de queima de gasolina ou álcool, o ideal é verificar periodicamente os filtros, as velas e seus cabos. O prazo para fazer isso vai depender de alguns fatores, sendo os principais a vida útil do componente e o uso que se faz do carro. Segundo Jorgiano Correia, consultor de


Veja mais dicas

serviços automotivos da oficina O Damião, as velas duram, em média, 60 mil km. Já os filtros de ar e de combustível devem ser verificados a cada 20 mil km. “Ou duas vezes por ano, dependendo do uso”, afirma Jorgiano. Isso acontece porque alguém que, por exemplo, anda com certa frequência em estradas com muita poeira vai expor o motor de forma diferente à dos motoristas que só andam no asfalto. Diante dessas variações, José Lopes indica verificar tudo sempre a cada 30 mil km, para evitar o risco de aborrecimentos com manutenção ou consumo excessivo. É sempre bom lembrar, no entanto, que mesmo que essa quilometragem não for alcançada e o sistema estiver com problemas, há como perceber alguns sinais, além do gasto maior de combustível. Geralmente, nesses casos, o veículo começa a falhar ou perde força.

54 - Auto Revista Ceará

Modo de dirigir também influencia consumo De acordo com Jorgiano, o ato de andar na cidade, com muitos sinais e engarrafamentos que obrigam a parar e acelerar muitas vezes, já é um fator que causa gasto maior de combustível do que em situações em que o veículo tem fluxo mais livre. Mas alguns maus hábitos podem piorar isso. “Muitos clientes meus andam com o pé na embreagem direto”, afirma ele, que quando vê explica para os motoristas o que a prática causa. “Isso faz com o que o sistema de embreagem fique acionado e aumente o consumo”. O cuidado com os giros também pode ajudar, segundo José Lopes. Dentro da cidade, ele recomenda que o motorista procure andar sempre com uma média de 2 mil a 2.500 rpm, sempre trocando de marcha antes de alcançar o limite máximo. A explicação para isso é que no trânsito urbano, onde os carros andam alguns metros e logo vão encontrar algum obstáculo (trânsito lento ou sinal), acelerar demais o motor para frear logo depois só vai causar gasto desnecessário de combustível.

Alguns modelos mais modernos vêm com a função “Eco” (ou nomes parecidos com esse). Além do apelo para o meio ambiente, eles significam mecanismos de economia de combustível. Se der, use sempre esse modo de condução. Equipamentos de som muito potentes podem aumentar o consumo. Principalmente se o veículo usar uma tecnologia que desliga o alternador (o componente que gera carga para a bateria) para poupar combustível quando o veículo está em movimento e não há muita demanda por energia. Se houver um som muito potente precisando de carga da bateria, o sistema vai manter o alternador mais tempo ligado, forçando o motor a trabalhar mais. Faça calibragem regular dos pneus (uma vez por semana é o ideal, já que é uma operação bastante simples) e mantenha-os alinhados. Quanto maior for o atrito causado por alguma desregulagem, maior será a consequência no gasto de combustível. Observe com atenção a qualidade do combustível que está usando. A fiscalização dos postos, no Brasil, é muito ruim e existe o risco de estar colocando produtos adulterados. Procure não ficar trocando de posto, para tentar diminuir este risco. Não saia fazendo arrancadas. Lembre-se que, dentro da cidade, será preciso parar logo adiante por causa do trânsito lento.


Combustível

Cuidado com a pane seca Deixar o combustível do veículo acabar ou andar sempre na reserva pode causar problemas mecânicos, principalmente na bomba, nos filtros e no sistema de injeção eletrônica

A

paralisação dos caminhões por todo o País no final de maio provocou desabastecimento e até falta de combustível na maioria absoluta dos postos do País, o que fez com muitos motoristas tivessem pane seca em seus veículos, causando quebras graves dos mesmos e, claro, grandes prejuízos. De acordo com o superintendente técnico do CESVI Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária da MAPFRE), Emerson Feliciano, a pane seca ocorre quando o veículo roda por muito tempo e consome todo o combustível presente no tanque. “Isso acontece porque a bomba de combustível deixa de ser refrigerada, ou seja, o tanque não tem liquido o suficiente para manter a temperatura da bomba e, aos poucos, ela vai superaquecendo e impedindo o funcionamento correto do veículo”, disse. Além de poder causar problemas na bomba, pouco combustível no tanque acumula mais resíduos sólidos no líquido, pois estão mais concentrados na pequena quantidade. Isso faz com que, aos poucos, os filtros localizados após a bomba comecem a encher até o ponto em que

56 - Auto Revista Ceará

não funcionem apropriadamente, forçando a bomba, que acaba estragando. Sem falar que pode sujar o sistema de ignição eletrônica. Risco de multa - o conserto deste problema pode custar mais de dois ou três tanques cheios, o que obviamente não compensa o risco. Ainda mais porque a falta de combustível nas vias públicas pode gerar infração de trânsito, segundo o artigo 26 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), pois define que é responsabilidade do condutor certificar-se de que o carro tenha condições de chegar a seu destino. Esta irregularidadeprevê multa de R$ 130,16, a remoção do veículo e quatro pontos na carteira do motorista. Em caso de pane seca, há algumas medidas que devem ser tomadas. Em primeiro lugar, é importante retirar o veículo da via trafegável. Assim, se evita congestionamentos e se diminui os riscos de acidentes por estar parado na via. Depois, chame um guincho. Se o motorista possui seguro, praticamente todos os planos cobrem este tipo de situação e as companhias levam gasolina até o local do sinistro, enviando a utilização guin-

cho imediatamente para retirar seu veículo da via. Se possível, avalie se o carro segue apto para andar quando for abastecido, ou se algum reparo será necessário. Entretanto, o melhor a se fazer é evitar a pane seca abastecendo o veículo assim que o mostrador apontar ¼ de combustível no tanque.

Dicas do especialista • Fique alerta ao painel! O nível da reserva pode variar entre 5 e dez litros, dependendo do modelo do veículo. • O ideal é de que o motorista mantenha o nível de combustível próximo ou acima do ¼ do volume do tanque do veículo. • Confira no manual do proprietário quantos litros cabem no tanque de combustível do seu veículo. • Evite ficar na reserva.


www.pecicero.com.br


Competição

D

as 21 provas programadas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para a temporada 2018 da Fórmula 1, 13 acontecerão no segundo semestre. A primeira delas é o GP da Áustria, na pista de Spielberg, no dia 1º de junho. A derradeira do calendário será a de Yas Marina, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, em 25 de novembro. Nesta parte final do calendário, está o GP Brasil – penúltima do ano –, em Interlagos (São Paulo/SP), no dia 11 também de novembro. As primeirascorridas de 2018 da principal categoria do automobilismo mundial fo-

O QUE VEM POR AÍ! F1, Stock Car, Rally dos Sertões: veja o que de melhor os principais campeonatos e eventos do automobilismo internacional e nacional oferecem no segundo semestre


ram marcadas por disputas mais acirradas em relação às últimas temporadas, processo já iniciado no ano passado – e marcou novamente o equilíbrio entre a Mercedes e a Ferrari na briga pelo título de melhor equipe do mundo na temporada. O mesmo ocorreu na luta para ver quem levanta a taça no final do ano entre os pilotos protagonistas: o ferrarista e alemão Sebastian Vettel e o inglês da equipe alemã Lewis Hamilton. Coadjuvante nesta história está a Red Bull Racing, com os pilotos Daniel Ricciardo e Max Verstappen. Pelos resultados obtidos por ambos e pela equipe nas últimas corridas realizadas, ela no mínimose consolidará comoa terceira força do campeonato. Entretanto, não será surpresa se a escuderia austríaca evolua ainda mais após às tradicionais “férias” de agosto da categoria e entre na

No roteiro, muitas belezas naturais, mas que exigirão alto nível técnico dos atletas e resistência das máquinas.

CALENDÁRIO F12º SEMESTRE 2018 • 1º de julho - Spielberg, Áustria  • 08 de julho - Silverstone, Inglaterra  • 22 de julho - Hockenheim, Alemanha • 29 de julho - Budapeste, Hungria  • 26 de agosto - Spa-Francorchamps, Bélgica  • 02 de setembro - Monza, Itália  • 16 de setembro - Marina Bay, Cingapura  • 30 de setembro - Sochi, Rússia  • 7 de outubro - Suzuka, Japão  • 21 de outubro - Austin, EUA  • 28 de outubro - Cidade México, México  • 11 de novembro - São Paulo, Brasil  • 25 de novembro - Yas Marina, Abu Dhabi

CALENDÁRIO STOCK CAR - 2º SEMESTRE 2018 • 05 de agosto - Corrida do Milhão • 19 de agosto – A ser divulgado • 09 de setembro - Cascavel (PR) • 23 de setembro - Velo Città (SP) • 21 de outubro – Tarumã (RS) • 04 de novembro – A ser divulgado • 09 de dezembro – Interlagos (SP)

Auto Revista Ceará -

59


briga direta com Ferrari e Mercedes pelos títulos do campeonato. É difícil, sim! Mas não impossível! Stock Car A Stock Car, a mais importante e tradicional categoria do automobilismo nacional, como em todo ano promete muita emoção para a segunda e decisiva segunda metade do campeonato. Tanto é que, para dar início ao calendário do segundo semestre da temporada, está programada a Corrida do Milhão, talvez - por questões claras - uma das mais valorizadas pelos melhores pilotos em atividade no País. Segundo a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), ele ocorre no dia 5 de agosto, no Autódromo Internacional de Goiânia (GP). Duas semanas depois, segundo o calendário divulgado no site oficial da entidade, ocorrerá mais uma etapa – porém, sem local definido. Isso, antes de chegar a Cascavel (PR), no dia 9 de setembro. A próxima para-

60 - Auto Revista Ceará

da será na pista do Velo Cittá, em Mogi das Cruzes (SP), em 23 de setembro. A reta final do campeonato começa em 21 de outubro, em Tarumã, no Rio Grande do Sul, prossegue em 4 de novembro (local indefinido) e termina em 9 de dezembro, novamente em Interlagos. Off Road A 26ª edição do Rally dos Sertões será realizada de 18 a 25 de agosto. A prova parte de Goiânia (GO) e chegará em Fortaleza (CE). Serão sete etapas, com passagem pelo Distrito Federal e estados da Bahia, Tocantins e Piauí, além de Goiás e Ceará. Os melhores pilotos e navegadores do País percorrerão cerca de 3.500 quilômetros, sendo 2.130 cronometrados.

No roteiro, muitas belezas naturais, mas que exigirão alto nível técnico dos atletas e resistência das máquinas, que disputam nas categorias Carros (Cross Country e Regularidade), Motos (que tem a novidade da categoria Self), Quadriciclos e UTVs. A maior prova off road do Paísterá um pouco de tudo: serras, areias pesadas, e a pura caatinga. “Passaremos por estados fantásticos, num roteiro com características originais do Rally dos Sertões e grandes desafios pela frente”, afirma Marcos Moraes, diretor-geral do Sertões 2018. Segundo ele, a megaestrutura da prova possui 1.700 pessoas diretamente envolvidas, entre competidores, equipes de apoio, imprensa e organização.


Componente

A do carro Ligado a conforto, segurança e aparência do veículo, o parabrisa precisa de atenção para se manter em bom estado

E

le é o que pode ser chamado de linha de frente de qualquer modelo. Não só pela posição, mas porque precisa suportar variações de temperatura, enfrentar a resistência do ar e resistir a eventuais objetos ou pedras que venham a colidir com o carro em movimento para assegurar ao motorista boa visibilidade. Só com essa introdução dá para ter ideia da importância do parabrisa para o bom funcionamento de um veículo.

62 - Auto Revista Ceará

Por isso, o ideal é se preocupar um pouco com sua manutenção, para não passar pelo aborrecimento de trocá-lo. Farias Neto, gerente comercial da Vidroautos Fortaleza, afirma que essa operação é complicada e arriscada. “Nos carros atuais, o vidro é colado na lataria do carro. É muito difícil tirá-lo inteiro com essa cola de poliuretano, ele pode trincar”, explica. Por isso, o ideal, em caso de rachadura ou arranhão, é tentar o conserto. No primeiro caso, ou seja, rachadura no parabrisa, é possível fazer o conserto com uma aplicação de resina que irá preencher o minúsculo espaço formado na divisão e evitar que o vidro continue trincando e diminuir sensivelmente aquele brilho que se forma quando um vidro racha. Auto Revista Ceará procurou três empresas para ver como o problema é resolvido. A solução tem diferenças entre cada uma delas. Segundo Adeilton Lima, instalador de vidros do O Borrachão, as recu-

perações operadas por ele seguem até o limite de 3 cm. Já na Vidroautos, a distância coberta sobe para 10 cm. Em outra empresa consultada, a Autoglass, o gerente Vanderson Sousa afirma que o limite também é 10 cm, mas se o cliente quiser, o serviço é feito em rachaduras maiores. “Nesses casos, nós pedimos o registro da autorização do cliente, porque a loja não pode garantir que a rachadura não vai voltar”. Segundo ele, algumas pessoas assumem o risco porque querem fazer uma tentativa antes de trocar o vidro todo. Essa troca de vidro, vale ressaltar, é um prejuízo significativamente maior. Para se ter ideia, o custo de uma recuperação fica entre 100 e 120 reais, em média, para um carro nacional compacto, enquanto o parabrisa novo custa entre R$ 300,00 e R$ 500,00. “Se o carro for um importado, o valor do vidro sobe para mil reais. E em um superesportivo, como uma Ferrari, pode chegar a R$ 10 mil”, afirma Farias Neto.


Outro problema recorrente né parabrisa é o dos arranhões, seja por flanelinhas, por limpeza inadequada ou pelo limpador com defeito. Dentre as empresas pesquisadas, apenas a Vidroautos realiza o serviço de retirada. Mas assim como no caso da rachadura, há limite para obter bons resultados. Farias Neto explica que se o sulco do arranhão for muito fundo, daqueles que se percebe pelo toque, não é possível fazer a correção. Ele explica que se o polimento for muito grande, pode gerar “um grau” no vidro, ou seja, uma concavidade que pode distorcer as imagens. Contra as rachaduras, é difícil se prevenir, já que elas acontecem de fenômenos absolutamente imprevisíveis. Mas alguns arranhões dá para evitar. Os especialistas consultados dão dicas. Se for limpar o vidro com jornal, certifique-se de que não há resquícios de areia ou poeira, porque o papel, nesses casos, irá funcionar como uma lixa. E mantenha-se sempre atento aos limpadores, verificando a cada seis meses se a borracha está bem conservada.

Saiba mais sobre o parabrisa Uma das principais características do vidro da frente do carro é que desde a década de 1990 ele é laminado, ou seja, é feito em uma espécie de “sanduíche” com duas lâminas de vidro e uma película plástica chamada PVB (polivinil butiral). Isso evita que o parabrisa estilhace em cima das pessoas, em caso de batida. O PVB também é usado como reforço, no caso de vidros blindados. Além de proteger contra o vento, o parabrisa também pode oferecer mais isolamento de ruídos. É possível, com o devido tratamento - também com o PVB, fabricar o chamado vidro acústico, capaz de garantir mais tranquilidade no interior do veículo. E há também os hidrofóbicos, ou seja, vidros que, mediante um tratamento com produtos específicos, repelem os líquidos, melhorando a visibilidade.

Auto Revista Ceará -

63


Recursos Humanos

Competição com as redes socias e o papel do líder

Izabel Bandeira Psicóloga e coach (izabelband@hotmail.com)

Estar atento aos limites do uso de ferramentas de mídias com os avanços da Internet é importante para colocar regras na busca pelo sucesso no trabalho

É

fato comprovado e inevitável que as redes sociais estão cada vez mais presentes na vida de todos nós. As diversas transformações ocorridas nos sistemas informacionais como celulares, tablets e computadores apresentam rápidas consequências, principalmente quanto à facilidade em que a comunicação entre indivíduos é realizada. Transformações assim acompanham e fazem parte de nosso cotidiano, trazendo ganhos de tempo e praticidade ímpar. Apesar de nos ajudar ao longo das tarefas do dia-a-dia, o uso contínuo e desnecessário de algumas ferramentas eletrônicas pode nos trazer prejuízos, quando não houver controle pessoal sobre o seu uso. Hoje, na esfera profissional, fica notório que, em muitas organizações, há a existência de relações conflituosas entre gestores e geridos, motivadas pelo excesso de atenção disponibilizada pelos profissionais para com os seus aparelhos eletrônicos (quando em horário de trabalho). Assim sendo, um dos recentes questionamentos enfrentados pelos gestores nessa década é: como administrar a interferência dos meios sociais na produtividade de meus colaboradores? Antes de mais nada,

64 - Auto Revista Ceará

o líder empresarial deverá ter em conta de que a atividade a ser desempenhada por cada colaborador em relação a sua função na organização deverá estar clara para ambos os lados (empresa e profissional). É a partir daí que serão possíveis as cobranças por resultados, monitoramento da produtividade e, se for o caso, a inserção de limites. Fato ainda é que o planejamento e o acompanhamento de forma tempestiva da produtividade do funcionário se darão através de uma comunicação clara entre as partes. Comunicação essa que será a ferramenta utilizada pelo corpo gestor da empresa no estabelecimento de critérios claros e preventivos. Embora a imposição de limites seja vista de forma aceitável, é necessário lembrar aos gestores que, voltando-se a um modelo de gestão por resultados, mais importará o fato da entrega do compromisso acordado do que horas despendidas no ambiente de trabalho. Assim sendo, o balizador entre o tempo dedicado pelo colaborador a uma eventual rede social quando em horário de trabalho dependerá diretamente de seu rendimento na organização. É fato preocupante, portanto, casos em que funcionário passe a não

apresentar resultados satisfatórios, abalados por clara influência da perca do foco no trabalho oriundo de interações constantes na mídia social. Como consequência, caberá ao gestor utilizar novamente da ferramenta comunicação (feedback) para impor limites e sugerir uma mudança de comportamento. Há de ter em mente que as redes sociais continuarão a existir por um tempo a perder de vista. Dessa forma, fará parte das atribuições do gestor estar sempre preparado para estabelecer critérios de produtividade e, quando exigido, limites que contribuam diretamente para a manutenção da produtividade empresarial, tendo o cuidado de não distorcer acentuadamente a cultura organizacional e/ou a corrente motivação dos colaboradores.    Assim como as tecnologias, reinventar-se diariamente se tornou uma obrigação de todos: colaboradores, gestores e empresários. Cabe à nós, portanto, garantir o propósito pelo o qual desempenhamos funções diversas da melhor forma possível. É hora de pensarmos nos resultados. É hora de nos atualizarmos, de vivermos o futuro, claro, de forma consciente e sustentável. Até breve!


Legislação

Olho aberto, senão dói no bolso! Ser multado no trânsito pode representar muito prejuízo e dor de cabeça. Por isso, confira a tabela completa dos valores e punições em caso de infração

V

ocês sabem o quanto custa infringir uma lei de trânsito? Muitos motoristas só sabem o quanto tomar uma multa é prejuízo quando dói – e como dói – no bolso. Uma dor que ficou maior ainda desde novembro de 2016, quando as infrações leves, média, graves ou gravíssimas cometidas nas ruas, avenidas e estradas de todo o País tiveram os valores reajustados entre 52% e 66%. Assim sendo, a multa hoje mais “barata” custa R$ 88,38 e a mais cara (organizar a interrupção da circulação da via sem autorização), R$ 17.608,20. Segundo o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o valor a ser pago por infrações classificadas como gravíssimas passou de R$ 191,54 para R$ 293,47. Já as multas consideradas graves foram ajustadas para R$ 195,23. Anteriormente, o valor dessa penalidade era de R$ 127,69. Para infração média, o valor passou de R$ 85,13 para R$ 130,16. As infrações leves, que custavam R$ 53,20, foram para R$ 88,38. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), os valores das multas não eram reajustados há mais de 15 anos.

O que é infração de trânsito? Quando alguém não observa qualquer preceito do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), da legislação complementar ou das resoluções do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), fica caracterizada a infração de trânsito. A comprovação da mesma pode ser feita por declaração de autoridade de trânsito, por aparelho eletrônico, por algum dispositivo audiovisual ou por qualquer meio tecnologicamente disponível. Segundo o CTB, além das normas de circulação, estão relacionados alguns artigos que dizem respeito às infrações de trânsito. As principais cometidas são o excesso de velocidade e o fato de não se respeitar a sinalização. O CTB prevê penalidades, como advertência por escrito, multa, suspensão do direito de dirigir, apreensão do veículo, cassação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e a obrigatoriedade de frequentar um curso de reciclagem. A indicação do condutor é permitida em lei e pode ser feita toda vez que o proprietário do veículo for notificado de uma multa que foi cometido por outro motorista.

Valores das Multas de Trânsito NOME DA INFRAÇÃO Dirigir veículo sem possuir CNH

VALOR DA MULTA GRAVIDADE PONTOS SUSPENDE A CNH? R$ 880,41 Gravíssima

7

Não

R$ 1.467,35 Gravíssima

7

Não

Dirigir com CNH de categoria errada

R$ 880,41 Gravíssima

7

Não

Dirigir com CNH vencida + 30 dias

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Gravíssima

7

Não

Gravíssima

7

Não

Gravíssima

7

Não

Dirigir veículo com CNH cassada

Dirigir sem usar lentes corretoras de visão

Dirigir sob influência de álcool

R$ 293,47 R$ 293,47 a R$1467,35 R$ 293,47 a R$1467,35 R$ 2.934,70

Gravíssima

7

Suspende a CNH

Recusar o teste do bafômetro

R$ 2.934,70 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Entregar a direção a pessoa do artigo 162 (sem CNH) Permitir que pessoa nas condições do artigo 162 dirija

66 - Auto Revista Ceará


NOME DA INFRAÇÃO

VALOR DA MULTA GRAVIDADE PONTOS SUSPENDE A CNH?

Entregar direção a pessoa habilitada sem condições de dirigir

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Deixar o condutor ou passageiro de usar o cinto de segurança

R$ 195,23

Grave

5

Não

Transportar crianças de forma irregular Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança Dirigir ameaçando os pedestres ou os demais veículos

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Leve

3

Não

R$ 2.934,70 Gravíssima

R$ 88,38

7

Suspende a CNH

Jogar água sobre os pedestres ou veículos

R$ 130,16

Média

4

Não

Atirar do veículo ou abandonar na via objetos ou substâncias

R$ 130,16

Média

4

Não

Disputar corrida

R$ 2.934,70 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Realizar manobra perigosa

R$ 2.934,70 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Condutor envolvido em acidente que deixar de prestar socorro Condutor envolvido em acidente não adotar medida de segurança no local Condutor envolvido em acidente não facilitar o trabalho da perícia

R$ 1.467,35 Gravíssima

7

Suspende a CNH

R$ 1.467,35 Gravíssima

7

Suspende a CNH

R$ 1.467,35 Gravíssima

7

Suspende a CNH

R$ 1.467,35 Gravíssima

7

Suspende a CNH

R$ 1.467,35 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Condutor envolvido em acidente se recusar a mover o veículo do local Condutor envolvido em acidente não prestar informações para o bolet Deixar de prestar socorro à vítima de acidente quando solicitado Deixar o condutor, envolvido em acidente sem vítima, de remover o veículo Reparar veículo na faixa de rolamento quando for possível a remoção

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

Reparar veículo nas demais vias quando for possível a remoção

R$ 130, 16

Média

4

Não

Ter seu veículo imobilizado na via por falta de combustível

R$ 130, 16

Média

4

Não

Estacionar o veículo nas esquinas

R$ 130, 16

Média

4

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

Estacionar veículo afastado da guia da calçada (+1m)

R$ 195,23

Grave

5

Não

Estacionar veículo em desacordo com o CTB

R$ 130,16

Média

4

Não

Estacionar veículo na pista

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Estacionar veículo sobre hidrantes de incêndio

R$ 130,16

Média

4

Não

Estacionar veículo nos acostamentos Estacionar veículo no passeio, faixa de pedestre, ciclovia ou ciclo-faixa Estacionar veículo em garagem

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

Estacionar veículo impedindo a movimentação de outro veículo

R$ 130,16

Média

4

Não

Estacionar veículo em fila dupla

R$ 195,23

Grave

5

Não

Estacionar o veículo em cruzamento

R$ 195,23

Grave

5

Não

Estacionar o veículo em parada de ônibus

R$ 130,16

Média

4

Não

Estacionar o veículo nos viadutos, pontes e túneis

R$ 195,23

Grave

5

Não

Estacionar o veículo na contramão de direção

R$ 130,16

Média

4

Não

Estacionar o veículo pesado em aclive ou declive sem calço

R$ 195,23

Grave

5

Não

Estacionar o veículo em desacordo com a sinalização

R$ 195,23

Grave

5

Não

Estacionar o veículo em locais proibidos (placa: Proibido Estacionar)

R$ 130,16

Média

4

Não

Estacionar veículo afastado da guia da calçada (50cm-1m)

Auto Revista Ceará -

67


NOME DA INFRAÇÃO Estacionar o veículo em locais proibidos (placa: Proibido Parar e Estacionar) Parar veículo nas esquinas

VALOR DA MULTA GRAVIDADE PONTOS SUSPENDE A CNH? R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

R$ 130,16

Média

5

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

Parar veículo na área de cruzamento

R$ 130,16

Média

5

Não

Parar veículo nos viadutos, pontes e túneis

R$ 130,16

Média

5

Não

Parar veículo na contramão de direção

R$ 130,16

Média

5

Não

Parar veículo em locais públicos (placa - Proibido Parar)

R$ 130,16

Média

5

Não

Parar veículo sobre a faixa de pedestres na mudança de sinal

R$ 130,16

Leve

3

Não

Transitar na faixa direita, exclusiva para um tipo de veículo

R$ 88,38

Leve

3

Não

Transitar na faixa esquerda, exclusiva para um tipo de veículo

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Deixar de conservar o veículo na faixa correta

R$ 130,16

Média

4

Não

Deixar de conservar o veículo na faixa da direita

R$ 130,16

Média

4

Não

Transitar pela contramão em via de mão dupla, salva ultrapassagem

R$ 195,23

Grave

5

Não

Transitar pela contramão em via de sentido único

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Transitar em locais e horários não permitidos

R$ 130,16

Média

4

Não

Transitar ao lado de outro veículo perturbando o trânsito

R$ 130,16

Média

4

Não

Deixar de dar passagem para veículo em serviço de urgência

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Seguir veículo em serviço de urgência

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 2.934,70 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Grave

5

Não

Parar veículo afastado da guia da calçada (50cm-1m) Parar veículo afastado da guia da calçada (+1m) Parar veículo em desacordo com o CTB Parar veículo na pista Parar veículo na faixa de pedestre

Forçar passagem entre veículos Deixa de guardar distância de segurança

R$ 195,23

Transitar com o veículo em local proibido (calçadas, ciclovias, etc.)

R$ 880.41 Gravíssima

7

Não

Transitar em marcha ré, salvo para pequenas manobras seguras

R$ 195,23

Grave

5

Não

Desobedecer às ordens de autoridade competente de trânsito

R$ 195,23

Grave

5

Não

Deixar de sinalizar a parada do veículo ou mudança de direção

R$ 195,23

Grave

5

Não

Não mudar de pista com antecedência para dobrar

R$ 130,16

Média

4

Não

Deixar de dar passagem pela esquerda, quando solicitado

R$ 130,16

Média

4

Não

Ultrapassar pela direita Ultrapassar pela direita veículo de transporte coletivo parado para embarque Deixar de guardar distância lateral (1m50cm) ao ultrapassar bicicleta

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

Ultrapassar veículo pelo acostamento

R$ 1.467,35

Gravíssima

7

Não

Ultrapassar veículo em intersecções e passagens de nível

R$ 1.467,35

Gravíssima

7

Não

Ultrapassar pela contramão em curvas, declives e aclives

R$ 1.467,35

Gravíssima

7

Não

Ultrapassar pela contramão, veículo nas faixas de pedestres

R$ 1.467,35

Gravíssima

7

Não

Ultrapassar pela contramão, veículo em pontes, viadutos ou túneis

R$ 1.467,35

Gravíssima

7

Não

Ultrapassar pela contramão, veículo para por impedimento à circulação

R$ 1.467,35

Gravíssima

7

Não

68 - Auto Revista Ceará


NOME DA INFRAÇÃO Ultrapassar em faixa amarela contínua

VALOR DA MULTA GRAVIDADE PONTOS SUSPENDE A CNH? R$ 1.467,35

Gravíssima

7

Não

Não aguardar no acostamento a oportunidade de cruzar a pista Ultrapassar cortejo, préstito, desfile e formações militares sem autorização Executar operação de retorno em locais proibidos pela sinalização Executar retorno nas curvas, aclives, declives, pontes, viadutos e túneis Executar retorno entrando na contramão da via transversal

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

Executar retorno com prejuízo de circulação ou de segurança Executar operação de conversão à direita ou à esquerda em locais proibidos Avançar o sinal vermelho de semáforo ou de parada obrigatória

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

Transpor bloqueio viário sem autorização

R$ 195,23

Grave

5

Não

Deixar de adentrar às áreas destinadas à pesagem de veículos

R$ 195,23

Grave

5

Não

Evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio

R$ 195,23

Grave

5

Não

Transpor, sem autorização, bloqueio viário policial Ultrapassar veículos em fila, parados em sinal luminoso ou qualquer obstáculo Deixar de parar o veículo antes de transpor linha férrea

R$ 293,47

Gravíssima

7

Suspende a CNH

R$ 293,47

Grave

5

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

Deixar de parar o veículo por agrupamento de pessoas (passeatas)

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

Deixar de parar o veículo por agrupamento de pessoas (cortejos)

R$ 195,23

Grave

5

Não

Deixar de dar preferência a pedestre que se encontre na faixa

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

Não deixar pedestre concluir a travessia, mesmo com sinal verde Deixar de dar preferência a portadores de deficiência, crianças, idosos e gestantes Deixar de dar preferência a pedestre quando houver iniciado a travessia Deixar de dar preferência a pedestre que esteja atravessando a via transversal para onde se dirige o veículo Deixar de dar preferência em interseção a veículo circulando por rodovia, rotatória ou que venha da direita Deixar de dar preferência nas interseções com sinalização de “Dê a Preferência” Entrar ou sair de áreas lindeiras sem as precauções de segurança Entrar ou sair da fila de veículos estacionados sem dar preferência de passagem a pedestre e a outros veículos Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

Transitar em velocidade superior à máxima permitida de 20% até 50%

R$ 195,23

Grave

5

Não

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 50%

R$ 880,41

Gravíssima

7

Suspende a CNH

Transitar em velocidade inferior à metade permitida Deixar de reduzi a velocidade ao se aproximar de passeatas, aglomerações, cortejos, préstitos e desfiles Deixar de reduzir a velocidade onde o trânsito esteja sendo controlado por agente Deixar de reduzir a velocidade ao aproximar-se de calçada ou acostamento

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

Auto Revista Ceará -

69


NOME DA INFRAÇÃO VALOR DA MULTA GRAVIDADE PONTOS SUSPENDE A CNH? Deixar de reduzir a velocidade ao aproximar-se de interseção R$ 195,23 Grave 5 Não não sinalizada Deixar de reduzir a velocidade nas vias rurais cuja faixa de R$ 195,23 Grave 5 Não domínio não esteja cercada Deixar de reduzir a velocidade quando houver má visibilidade R$ 195,23 Grave 5 Não Deixar de reduzir a velocidade quando houver animais na pista

R$ 195,23

Grave

5

Não

Deixar de reduzir a velocidade em declive

R$ 195,23

Grave

5

Não

Deixar de reduzir a velocidade para ultrapassar ciclista Deixar de reduzir a velocidade perto de grande movimentação de pedestres (escolas, hospitais, etc.) Portar no veículo placas de identificação irregulares

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 293,47

Gravíssima

7

Não

R$ 130, 16

Média

4

Não

Transitar com o farol desregulado ou com luz alta

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

Fazer uso de luz alta em vias providas de iluminação pública Deixar de sinalizar a via quando tiver de remover o veículo da pista ou permanecer no acostamento Usar buzina em desacordo com o estabelecido pelo CONTRAN

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 88,38

Leve

3

Usar SOM no veículo em volume não autorizado pelo CONTRAN

R$ 195,23

Grave

5

Não Retenção do veículo para regularização

Conduzir veículo com placa ou qualquer elemento de identificação violado ou falsificado Transportar passageiros em compartimento de carga

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Conduzir veículo sem qualquer uma das placas de identificação

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Conduzir veículo que não esteja devidamente licenciado

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

Conduzir veículo com descarga livre silenciador defeituoso Conduzir veículo com registrador de velocidade viciado ou defeituoso, quando obrigatório Conduzir veículo adesivado, salvo quando autorizado pelo CTB Conduzir o veículo com vidros cobertos por películas, painéis decorativos ou pinturas Conduzir o veículo sem acionar o limpador de para-brisa sob chuva Conduzir o veículo com defeito de iluminação, de sinalização ou com lâmpadas queimadas Transitar com o veículo derramando combustível ou lubrificante ou qualquer objeto que traga risco Transitar com veículo com excesso de peso

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 88,38

Leve

3

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

R$ 195,23

5

Não

Transitar com veículo com lotação excedente Conduzir veículo sem os documentos obrigatórios referidos no CTB Deixa de efetuar o registro do veículo no prazo de 30 dias Falsificar ou adulterar documento de habilitação e identificação do veículo Recusar-se a entregar os documentos à autoridade Deixar o responsável de promover a baixa de veículo irrecuperável ou definitivamente desmontado

70 - Auto Revista Ceará

Grave


NOME DA INFRAÇÃO Deixar de atualizar o cadastro de registro do veículo ou de habilitação do condutor Fazer falsa declaração de domicílio para fins de registro, licenciamento ou habilitação Conduzir moto sem usar capacete com viseira ou óculos e vestuário de acordo com o CONTRAN Conduzir moto transportando passageiro sem o capacete ou fora do assento correto Conduzir moto fazendo malabarismo ou empinando

VALOR DA MULTA GRAVIDADE PONTOS SUSPENDE A CNH? Leve

3

Não

R$ 293,47 Gravíssima

7

Não

R$ 293,47 Gravíssima

7

Suspende a CNH

R$ 293,47 Gravíssima

7

Suspende a CNH

R$ 293,47 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Conduzir moto com faróis apagados

R$ 293,47 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Conduzir moto transportando menor de 07 anos

R$ 293,47 Gravíssima

7

Suspende a CNH

Conduzir moto rebocando outro veículo

R$ 195,23

Grave

5

Não

Conduzir moto sem segurar o guidom com ambas as mãos

R$ 195,23

Grave

5

Não

Conduzir moto transportando carga incompatível Conduzir moto efetuando transporte remunerado em desacordo com a lei Utilizar a via para depósito de mercadorias, materiais ou equipamentos, sem autorização Não acender as luzes de posição à noite quando estiver parado para embarque ou carga de mercadorias Deixar de manter acesa luz baixa a noite

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 195,23

Grave

5

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

Deixar de manter acesa luz baixa de dia nos túneis e nas rodovias Deixar de manter acesa luz baixa de dia e de noite, tratandose de ciclomotores Deixar de manter a placa traseira iluminada à noite Utilizar o pisca-alerta, exceto em imobilizações ou situações de emergência Dar sinal de luz, salvo para alertar ultrapassagem

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

Dirigir o veículo com o braço do lado de fora Dirigir veículo transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas Dirigir veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais Dirigir veículo com apenas uma das mãos, salvo quando necessário

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 130,16

Média

4

Não

Dirigir veículo utilizando-se de fone de ouvidos

R$ 130,16

Média

4

Não

R$ 293,47 Gravíssima Gravíssima R$ 5.869,49 20X Gravíssima R$ 17.608,20 60X

7

Não

Bloquear a via com o veículo Usar veículo para interromper a circulação da via sem autorização Organizar a interrupção da circulação da via sem autorização Conduzir bicicleta em calçada onde não seja permitida à sinalização de trânsito específica

R$ 88,38

R$ 130,16

Média

Não Não Não

Fonte: https://eutenhodireito.com.br/tabela-2018-valores-tipos-multa-de-transito/

Auto Revista Ceará -

71


Componentes I

Tudo sobre o

Respeitar o que recomenda o fabricante sobre o uso do óleo lubrificante significa mais vida útil para o motor, economia de combustível e menos emissão de poluentes

N

a hora de comprar lubrificante para trocar o óleo do carro, da motocicleta ou do caminhão é fundamental saber escolher o produto certo. “Assim o motorista não gasta dinheiro de forma errada e não corre o risco de danificar o motor do veículo no futuro. Por isso, é importante prestar atenção nas informações contidas na embalagem”, alerta Fábio Silva, coordenador técnico da TOTAL Lubrificantes do Brasil, gigante mundial do setor de petróleo.  Mas qual é o óleo lubrificante indicado para o seu veículo? Mineral, sintético ou semissintético? Qual é o seu desempenho? E a viscosidade? Essas são al-

gumas das perguntas mais frequentes no momento da compra de um lubrificante automotivo? Ter as respostas corretas e seguir o indicado pela montadora é importante para se escolher o produto mais adequado para o veículo. O primeiro passo é diferenciar os três tipos de óleo presentes no mercado. Como já dito, mineral, sintético e semissintético. O primeiro é produzido a partir de combinação de óleos básicos minerais obtidos pelo processo de refino do petróleo e aditivos. É o tipo de lubrificante mais comum, utilizado desde os primórdios da evolução dos motores movidos a gasolina ou diesel. Ele é mais barato, atende as exigências de motores mais antigos e, por isso, exige trocas mais frequentes. Já o lubrificante sintético, é produzido a partir de combinação de óleos básicos sintéticos e aditivos. O moderno processo de produção dá a ele características mais robustas que os óleos minerais. Ele possui melhor performance em condições severas de uso, como trânsito pesado das grandes cidades. Boa parte do especialistas diz que é a melhor relação custo x benefício para os motores modernos - apesar do cus-


to elevado -, por oferecer durabilidade à máquina. O semissintético, por sua vez, é elaborado por aditivos e pela mistura proporcional de óleos minerais e sintéticos, e reúne as melhores propriedades de cada tipo. Esta categoria apresenta performance otimizada para as novas tecnologias de motores produzidos no País. Ele proporciona boa relação custo x benefício, possui durabilidade entre os minerais e sintéticos e geram economia de combustíveis. Classificação A API (American Petroleum Institute) é uma organização que estabelece os requisitos mínimos de desempenho para os óleos lubrificantes para motores, classificando-os em dois grupos: para motores leves, casos de álcool, gasolina e GNV, e para pesados, movidos a

diesel. A classificação da entidade é estabelecida e determinada por um conjunto de duas letras apresentadas na embalagem. A primeira letra sempre é S para lubrificantes de motores leves (gasolina, álcool e GNV) e C para lubrificantes para motores a diesel. A segunda sempre se refere a severi-

dade do mesmo. Quanto maior a letra (seguindo a sequência do alfabeto), mais robusto é o lubrificante. Ou seja, um produto API SL é tem resistência maior do que um SJ que, por sua vez, não é tanto assim quanto a um SM. O mesmo vale para veículos a diesel. Lubrificantes CI-4 são mais de-


senvolvidos que um CH-4. Como se pode notar, o “I” vem depois do “H” no alfabeto. Assim, é especialmente importante seguir a recomendação do fabricante – contida no manual de cada veículo. Viscosidade Indica a fluidez do óleo à determinada temperatura. Um lubrificante flui com mais dificuldade no frio do que no calor. Quem define a viscosidade de cada óleo lubrificante é o grau SAE – criado pela Society of Automotive Engineers ou Sociedade dos Engenheiros Automotivos. Quanto maior o grau SAE do óleo, maior a viscosidade. Portanto, um lubrificante SAE 40 é menos viscoso que um SAE 50. Justamente pela capacidade de se adequar às temperaturas, a maioria dos carros trabalha com óleos multiviscosos. Cada veículo precisa de viscosidade de óleo específica, de acordo com o tipo de motor, uso, quilometragem e temperatura ambiente. Portanto, é importante verificar a viscosidade do lubrificante por meio da classificação SAE. “Todo produto possui números junto à letra W, da palavra em inglês winter, que significa inverno em inglês. Por exemplo, na sigla 5W-40, o primeiro número indica a viscosidade do óleo em baixas temperaturas, quando o motor ainda está em repouso, enquanto o segundo número aponta a viscosidade do óleo a 100°C, quando o veículo já está em movimento. O motorista pode conferir qual é a viscosidade ideal ao consultar o manual do veículo”, afirma Fábio Silva. Então, como saber qual a classificação API ou viscosidade SAE ideais para o carro? A resposta é objetiva: como disse o especialista, pelo manual do proprietário. Além destas especificações, esse instrumento de informação sobre as normas especí-

76 - Auto Revista Ceará

ficas, segundo as montadoras, que o óleo lubrificante deve atender. Vale lembrar que o que está escrito no livreto é a indicação feita após inúmeros testes e anos de pesquisa para o desenvolvimento de cada carro. Embalagem O recipiente no qual é vendido o óleo lubrificante está repleta de números, siglas e palavras complicadas. Eles mostram o que é o óleo lubrificante e para que serve. A embalagem, assim, traz informações essenciais para se escolher a opção mais adequada para cada veículo e

entender porque um determinado produto é mais preciso que outro. A classificação SAE classifica o lubrificante  pela sua viscosidade. Ela se divide em dois grupos: os monoviscosos e os multiviscosos (representados por dois números, por exemplo, “10W-30”), mais usados hoje devido a sua capacidade de adequação da viscosidade dependendo da temperatura. O primeiro número, no exemplo acima 10W, indica a viscosidade em baixa temperatura, que é crítica para a partida do motor. Quanto mais baixo este número, maior será a fluidez do óleo lubrificante em baixa temperatura, o que proporciona maior proteção na partidas à frio. Já o segundo número, diz respeito a viscosidade em alta temperatura (por exemplo, 30 ou 40), que proporciona a formação de película adequada para uma boa lubrificação com o motor quente. Por isso, reiterando, na hora de escolher o óleo lubrificante,  consulte sempre a recomendação do fabricante do veículo, pois este é quem define a viscosidade mais apropriada para o projeto e durabilidade, economia de combustível e redução de emissão de poluentes do motor do veículo.


TABELA

PREÇOS SEMINOVOS

O

MeuCarango é o site automotivo Nº1 do Nordeste. Nosso banco de dados é um dos mais atualizados e utilizados para a precificação de veículos 0km, seminovos e usados em todo o país. Os valores publicados fazem parte do Índice WebMotors, que é tabulado a partir de critérios estatísticos e com base nos anúncios de veículos praticados no portal. O MeuCarango conta com mais de 17 mil anúncios ativos, sendo o maior acervo deste tipo na região. As informações aqui publicadas devem ser consideradas apenas como referência e são de propriedade do Grupo WebMotors, sendo vedada a sua reprodução sem o consentimento da marca.

Marca/Modelo

Versão

2014

2015

2016

2017

Marca/Modelo

AUDI

R$153.663

R$174.850 R$212.198

Celer

1.5 Mpfi 16V Flex 4P Manual

R$25.900

R$27.594

Qq

1.0 Mpfi 12V Gasolina 4P Manual

R$73.518

R$83.326

Z4

R$78.057

R$85.920

CHERY

Q3

R$89.473 R$89.233

1.8 Tfsi Sedan Ambit 20V Gas 4P Aut

R$114.900

R$88.950

R$101.553

1.8 Tfsi Sportb Amb 16V Gas 4P Aut

R$80.006

R$92.433

R$103.957

Tiggo

R$121.098 R$132.497

1.4 Tfsi Attraction Gasolina 4P S Tronic

R$103.233 R$123.900 R$313.409

R$20.960

2.0 16V Gasolina 4P Automático

R$40.447

R$43.625

2.0 16V Gasolina 4P Manual

R$33.996

R$40.077

Agile

1.4 Mpfi Effect 8V Flex 4P Manual

R$36.467

Camaro

6.2 2Ss Conversível V8 Gasolina 2P Aut

CHEVROLET

2.0 Tfsi Coupé Amb 2P Gas S-Tronic

R$181.477 R$188.533

2.0 Tfsi Coupé Attract 2P Gas S-Tronic

R$165.386 R$191.663

6.2 2Ss Coupé V8 Gasolina 2P Aut

R$153.250

R$168.940

6.2 Ss Coupé V8 Gasolina 2P Aut

R$156.472

R$164.600

116I

1.6 16V Turbo Gasolina 4P Automático R$70.072

R$78.478

6.2 V8 Gasolina Fifty Coupé Aut

220I

2.0 Cat Gp 16V Tur Activeflex 4P Aut

R$71.755

R$81.255

225I

2.0 Cat Sport Gp 16V Tur Gas 4P Aut

R$28.733

BMW

2.0 Gt Sport 16V Turbo Gas 4P Autom

R$119.613 R$133.711 R$120.950 R$133.900 R$105.200

2.0 Sport 16V Turbo Act Flex 4P Aut 328I

2.0 Sport Gp 16V Tur Act Flex 4P Aut

R$99.000

2.0 Gp 16V Gasolina 4P Automático

R$111.063

R$187.578

R$313.700

Captiva

2.4 Sidi 16V Gasolina 4P Automático

R$64.617

Celta

1.0 Mpfi Advantage 8V Flex 4P Manual

R$24.782

R$107.200 R$145.384 R$166.567

1.0 Mpfi Ls 8V Flex 2P Manual

R$18.195

R$107.204 R$122.020

1.0 Mpfi Ls 8V Flex 4P Manual

R$25.255

R$111.666 R$135.639

1.0 Mpfi Lt 8V Flex 2P Manual

R$25.950

2.0 Sport Gp 16V Activeflex 4P Automático

R$115.780

R$129.459 R$163.321 R$179.767

528I

2.0 M Sport 16V Gas 4P Automático

R$140.925

R$154.933 R$191.760

535I

3.0 M Sport 24V Gas 4P Automático

R$201.600

R$197.971 R$232.034

540I

3.0 24V Turbo GasM Sport Automático

2017

R$20.208

1.0 Mpfi Act 12V Gasolina 4P Manual

1.4 Tfsi Ambiente Gasolina 4P S Tronic 3.0 Tfsi Amb V6 24V Gas 4P Tiptronic

TT

R$112.950

2016

2.0 16V Turbo Gas Sdrive20i Aut

1.4 Tfsi Sport Attr 16V Gas 4P S-Tronic R$67.898 1.4 Tfsi Sedan Attr 16V Gas 4P S-Tronic R$73.530 R$79.962

2015

R$198.200 R$224.563

A1

1.8 Tfsi Sedan 20V Gas 4P Automático

2014 R$148.011

A3

1.4 Tfsi Spor Ambi 16V Gas 4P S-Tronic

Versão 3.0 35I M Sport 4X4 24V Gas 4P Aut

1.0 Mpfi Lt 8V Flex 4P Manual

R$24.653

R$26.570

Classic

1.0 Mpfi Advantage 8V Flex 4P Manual

R$25.200

R$27.200

1.0 Mpfi Ls 8V Flex 4P Manual

R$25.145

R$26.999

R$28.954

Cobalt

1.4 Mpfi Lt 8V Flex 4P Manual

R$35.850

R$36.880

R$48.230

R$46.900

1.4 Mpfi Ltz 8V Flex 4P Manual

R$37.924

R$40.340

R$53.997

R$52.945

1.8 Mpfi Lt 8V Flex 4P Manual

R$36.123

R$38.868

R$371.263

M 135I

3.0 24V Turbo Gasolina 4P Automático R$137.283

R$153.967 R$189.667

1.8 Mpfi Ltz 8V Flex 4P Automático

R$38.245

R$43.328

R$56.605

R$59.599

M235i

3.0 I6 24V Turbo Gasolina 2P Autom

R$176.938 R$208.178

1.8 Mpfi Ltz 8V Flex 4P Manual

R$36.876

R$40.958

R$52.598

R$57.315

M3

3.0 Sedan 6Cil. Gasolina 4P Automático

R$332.250 R$358.300

1.8 Lt 16V Flex 4P Automático

R$55.876

R$59.183

R$68.274

R$409.578 R$462.150

1.8 Lt Sport6 16V Flex 4P Automático

R$52.263

R$59.568

R$66.208

R$101.433 R$148.748 R$165.091

1.8 Lt Sport6 16V Flex 4P Manual

R$48.113

R$56.897

M6

4.4 Gran Coupé V8 32V Gas 4P Aut

X1

2.0 16V Turbo Act Sdrive20i 4P Aut

X3

R$324.600

Cruze

2.0 16V T Act Sdrive20i X-Line 4P Aut

R$159.324 R$166.465

1.8 Ltz 16V Flex 4P Automático

R$55.665

R$63.265

2.0 16V T Act Xdrive25i Sport 4P Aut

R$167.923 R$187.265

1.8 Ltz Sport6 16V Flex 4P Automático R$57.375

R$63.633

R$70.933

2.0 16V Turbo Gas Sdrive20i Gp 4P Aut

R$154.583 R$165.930

1.4 Mpfi Ls Cs 8V Flex 2P Manual

R$32.032

R$32.662

R$36.711

R$38.700

1.4 Mpfi Sport Cs 8V Flex 2P Manual

R$32.988

R$37.226

R$41.399

R$44.967

1.0 Mpfi Ls 8V Flex 4P Manual

R$32.241

R$33.623

R$34.565

2.0 20I 4X4 16V Gasolina 4P Aut 2.0 20I X Line 4X4 16V Gas 4P Aut

78 - Auto Revista Ceará

R$118.567

Montana

R$147.337 R$161.673 R$191.967 R$147.699 R$171.933 R$198.300

Onix

R$69.618


2015

2016

1.0 Mpfi Lt 8V Flex 4P Manual

R$34.499

R$33.941

R$38.471

1.4 Mpfi Lt 8V Flex 4P Automático

R$39.000

R$39.203

R$46.627

1.4 Mpfi Lt 8V Flex 4P Manual

R$34.623

R$38.064

R$40.754

1.4 Mpfi Ltz 8V Flex 4P Manual

R$39.640

R$41.118

R$46.535

1.0 Mpfi Lt 8V Flex 4P Manual

R$35.157

R$38.073

R$41.498

1.4 Mpfi Lt 8V Flex 4P Automático

R$40.162

R$42.005

R$48.599

1.4 Mpfi Lt 8V Flex 4P Manual

R$40.100

R$41.475

R$47.013

1.4 Mpfi Ltz 8V Flex 4P Automático

R$42.522

R$44.783

R$50.175

1.4 Mpfi Ltz 8V Flex 4P Manual

Marca/Modelo

Prisma

S10

Sonic Spin

Tracker

Versão

2014

Marca/Modelo

R$50.475 R$49.920

C3 Picasso

R$48.808 R$54.989

1.4 Mpi Cargo Flex 2P Manual

R$36.289

R$41.020

1.8 Mpi Adventure 16V Flex 4P Manual R$51.308

R$57.736

R$57.678

1.8 Mpi Cargo 16V Flex 2P Manual

R$43.968

R$47.220

R$53.800 R$100.960

2.8 Ls 4X4 Cs 16V Turbo D 2P Manual

R$69.925

R$78.450

2.8 Lt 4X4 Cd 16V Turbo D 4P Autom

R$92.362

R$97.200

2.8 Ltz 4X2 Cd 16V Turbo D 4P Aut

R$98.671

R$106.732 R$118.263

2.8 Ltz 4X4 Cd 16V Turbo D 4P Aut

R$100.331

R$110.871 R$122.435 R$144.925

1.6 Lt 16V Flex 4P Automático 1.6 Ltz Sedan 16V Flex 4P Automático 1.8 Advantage 8V Flex 4P Automático

R$41.786

R$44.845

1.8 Lt 8V Flex 4P Automático

R$40.166

R$45.157

R$49.564

1.8 Lt 8V Flex 4P Manual

R$38.110

R$40.293

R$45.921

R$52.195

1.8 Ltz 8V Flex 4P Automático

R$45.915

R$48.758

R$56.292

1.8 Ltz 8V Flex 4P Manual

R$45.200

R$45.787

R$50.480

1.8 Mpfi Fre 4X2 16V Flex 4P Manual

R$53.545

R$40.736

R$50.276 R$62.423

1.8 Mpi Essence 16V Flex 4P Manual

R$44.154

R$45.617

R$52.392

1.4 Mpi Furgão 8V Flex 2P Manual

R$35.233

R$36.644

R$46.145

Freemont

2.4 Emotion 16V Gas 4P Autom 2.4 Precision 16V Gas 4P Automático

R$74.059

Grand Siena

1.4 Mpi 8V Flex 4P Manual

R$37.160

R$36.314

1.4 Mpi 8V Tetrafuel 4P Manual

R$36.696

R$41.143

R$44.933

R$36.625

1.4 Mpi Attractive 8V Flex 4P Manual

R$35.243

R$37.966

R$39.824

1.6 Mpi Ess 16V Flex 4P Automatiz

R$35.133

R$40.135

R$42.150

1.6 Mpi Essence 16V Flex 4P Manual

R$35.725

R$39.576

R$43.324

1.4 Mpi Attractive 8V Flex 4P Manual

R$35.976

R$37.103

R$41.297

R$61.579

1.6 Mpi Ess 16V Flex 4P Automatiz

R$36.115

R$40.799

R$47.153

R$56.848

1.6 Mpi Essence 16V Flex 4P Manual

R$35.390

R$38.623

R$45.415

1.8 Mpi Adv 16V Flex 4P Automatizado R$38.184

R$42.265

R$51.680

1.8 Mpi Adventure 16V Flex 4P Manual R$38.397

R$47.625

R$51.500

1.8 Absolute 16V Flex 4P Automatiz

R$41.026

R$44.630

R$60.933

R$93.992 R$109.980 R$123.825

1.4 Mpi Furgão H Work 8V Flex 2P M

R$58.095 Idea

R$68.246 R$74.842

Linea

R$52.863 R$63.567 R$90.173

1.8 Mpfi Ltz 4X2 16V Flex 4P Automát R$61.000

R$69.986

2.8 Ltz 4X4 16V T Diesel 4P Automát

R$115.583

R$134.997 R$149.118 R$176.909

1.8 Blackm 16V Flex 4P Automatiz

3.6 Ltz 4X4 V6 Gas 4P Automático

R$92.283

R$105.280

1.8 Essence 16V Flex 4P Automatizado R$39.547

R$40.569

R$49.604

1.8 Essence 16V Flex 4P Manual

R$37.784

R$40.713

R$42.470

1.5 Live 8V Flex 4P Manual

R$49.468 R$40.282

R$46.900

1.6 Exclusive 16V Flex 4P Manual

R$39.826

R$45.323

1.6 Exclusive At 16V Flex 4P Autom

R$43.900

1.5 Attraction 8V Flex 4P Manual

R$51.996

R$54.263

Mobi

1.0 8V Evo Flex Like. On Manual

Palio

1.0 Mpi Attractive 8V Flex 4P Manual

R$29.867

R$31.251

R$34.693

1.6 Mpi Sport 16V Flex 4P Automatiz

R$34.959

R$38.930

R$43.930

1.6 Mpi Sporting 16V Flex 4P Manual

R$34.578

R$39.476

R$37.938

R$43.778 R$52.198

R$36.843

R$38.804

R$46.227

1.8 Mpi Adv Week 16V Flex 4P Autom

R$39.472

R$45.811

1.8 Mpi Adv Week 16V Flex 4P Manual R$40.140

R$49.422

R$51.695

1.4 Attractive 8V Flex 4P Manual

R$33.078

R$38.675

R$42.945

1.6 Essence 16V Flex 4P Automatizado R$34.907

R$39.433

R$41.931

1.6 Essence 16V Flex 4P Manual

R$34.841

R$38.966

R$42.665 R$47.109

1.5 Origine 8V Flex 4P Manual

R$34.340

R$37.007

R$39.569

R$45.161

1.5 Tendance 8V Flex 4P Manual

R$32.663

R$37.075

R$42.020

R$45.807

1.6 Exclusive 16V Flex 4P Automático

R$38.963

R$40.134

R$49.134

R$53.472

1.6 Picasso Exclusive 16V Flex 4P Aut

R$39.698

R$46.060

1.5 Flex Gl Manual

R$32.720

1.8 Sporting 16V Flex 4P Automatizado R$35.660

R$42.293

1.5 Flex Glx Manual

R$33.671

1.8 Sporting 16V Flex 4P Manual

R$39.794

R$39.929

R$44.813

1.6 Flex Exclusive Bva

R$37.882

R$43.297

1.0 Mpi El 8V Flex 4P Manual

R$27.977

R$31.200

R$32.963

R$41.567

R$38.195

C4 Grand Picasso

2.0 16V Gasolina 4P Automático

R$60.923

C4 Lounge

1.6 Exclusive 16V Turbo Flex 4P Aut 2.0 Mpfi Tendance 16V Flex 4P Manual

R$44.233

Siena

1.4 Mpi El 8V Flex 4P Manual

R$36.348

R$37.825

R$47.777

R$43.924

1.4 Mpi Working Ce 8V Flex 2P Manual R$37.257

R$36.463

R$39.536

1.4 Mpi Working Cs 8V Flex 2P Manual R$32.382

R$36.698

R$35.849 R$50.529

R$73.868

R$52.141

R$59.797

1.6 Mpi Trekking Cd 16V Flex 3P Man

R$44.667

R$45.982

R$105.500

1.8 Mpi Adv Ce 16V Flex 2P Man

R$43.496

R$46.102

R$99.954

R$103.133

R$81.633

R$32.298

1.4 Mpi Working Cd 8V Flex 3P Manual R$41.967

R$62.720

R$50.000

1.6 So Chic 16V Turbo Int Gas 4P Aut

R$60.300

1.4 Mpi Attractive 8V Flex 4P Manual Strada

1.6 Intensive 16V Turbo Gas 4P Aut 2.0 La Luna 16V Gas 4P Automático

Punto

2017

R$58.050 R$42.790

Fiorino

R$35.933

R$53.198

Toro

2.0 16V Turbo Diesel Volcano 4Wd Aut

Uno

1.0 Evo Vivace 8V Flex 2P Manual

R$23.588

R$25.000

R$25.848

1.0 Evo Vivace 8V Flex 4P Manual

R$24.718

R$26.726

R$26.732

FIAT

Bravo

R$40.289

1.8 Sporting 16V Flex 4P Automatizado R$41.215

R$46.422

R$87.433

1.6 Flex Exclusive Manual

500

1.8 Essence 16V Flex 4P Manual

R$51.945

R$42.220

2016 R$50.499

R$37.971

R$81.400

1.6 Flex Glx Bva

C4 Picasso

2015

1.4 Mpi Attractive 8V Flex 4P Manual

Doblò

R$41.116

1.6 Exclusive 16V Flex 4P Automático

C3

2014

R$41.870

CITRÖEN Aircross

Versão

1.8 Essence 16V Flex 4P Automatizado R$43.263

1.8 Sporting 16V Flex 4P Manual

2.8 Ls 4X4 Cd 16V Turbo D 4P Manual R$77.460

1.8 Mpfi Lt 4X2 16V Flex 4P Automát Trailblazer

2017

R$56.567

R$112.597

1.4 Cabrio 16V Flex 2P Automático

R$53.198

R$60.847

1.0 Evo Way 8V Flex 4P Manual

R$28.914

R$31.480

R$34.172

1.4 Cabrio 8V Flex 2P Automatizado

R$53.473

R$54.732

1.4 Evo Sporting 8V Flex 4P Manual

R$31.900

R$35.339

R$40.125

1.4 Cabrio 8V Flex 2P Manual

R$51.233

R$55.171

1.4 Evo Way 8V Flex 4P Manual

R$29.215

R$33.389

R$33.508

1.4 Cult 8V Flex 2P Automatizado

R$35.900

R$46.352

1.4 Cult 8V Flex 2P Manual

R$36.890

R$44.993

1.6 Freestyle 16V Flex 4P Manual

R$48.927

R$52.990

R$63.338

1.4 16V T-Jet Gasolina 4P Manual

R$46.850

1.6 Se 16V Flex 4P Manual

R$45.250

R$49.745

R$58.072

FORD Ecosport R$64.492

Auto Revista Ceará -

R$60.565

79


2015

2016

2.0 Se 16V Flex 4P Powershift

R$47.849

R$52.370

R$60.965

2.0 Titanium 16V Flex 4P Powershift

R$51.188

R$58.619

R$65.447

2.0 Titanium Plus 16V Flex 4P Power

R$51.233

R$58.754

Edge

3.5 Limited Awd V6 24V Gas 4P Aut

R$102.585

Fiesta

1.5 S Hatch 16V Flex 4P Manual

R$34.996

R$39.361

R$41.358

1.6 Se Hatch 16V Flex 4P Manual

R$34.297

R$40.028

R$44.681

1.6 Se Sedan 16V Flex 4P Manual

R$33.100

R$46.523

R$48.930

Azera

3.0 Mpfi Gls V6 24V Gasolina 4P Aut

R$80.408

R$85.114

R$123.233

1.6 Se Sedan 16V Flex 4P Powershift

R$40.887

R$47.682

R$52.195

Elantra

2.0 Gls 16V Flex 4P Automático

R$58.357

R$64.160

R$73.604

Marca/Modelo

Focus

Fusion

Versão

2014

1.6 TitHatch 16V Flex 4P Powershift

R$40.709

R$47.228

R$57.567

1.6 Se 16V Flex 4P Manual

R$46.805

R$54.125

R$59.345

1.6 Se 16V Flex 4P Powershift

R$49.980

R$56.133

2.0 Se Plus 16V Flex 4P Powershift

R$50.749

2.0 Titanium 16V Flex 4P Powershift

R$59.316

2.0 Tit Plus 16V Flex 4P Powershift 2.0 Titanium 16V Híbrido 4P Automát

Mustang

1.8 16V Flex Ex 4P Automático

R$85.229

1.8 16V Flex Exl 4P Automático

R$91.298

1.8 16V Flex Lx 4P Automático

R$75.899

1.8 16V Flex Lx 4P Manual

R$77.956

2017

HYUNDAI

R$130.225

R$131.833 R$154.637 R$37.910

R$41.354

R$58.000

1.6 Comfort Plus 16V Flex 4P Autom

R$39.567

R$42.923

R$50.484

R$54.726

R$62.197

1.6 Comfort Plus 16V Flex 4P Manual

R$34.350

R$38.765

R$44.020

R$63.407

R$76.732

1.6 Comfort Style 16V Flex 4P Autom

R$41.845

R$44.909

R$50.714

R$50.598

R$61.410

R$65.585

R$74.931

1.6 Comfort Style 16V Flex 4P Manual

R$38.219

R$39.263

R$45.266

R$44.694

R$87.798

R$96.795

R$112.663 R$132.330

1.0 Comfort Plus 12V Flex 4P Manual

R$39.267

R$39.532

R$43.598

2.0 Titanium Awd 16V Gas 4P Automát R$77.926

R$88.920

R$106.138

1.0 Comfort Style 12V Flex 4P Manual

R$40.067

R$39.672

R$44.627

2.0 Titanium Fwd 16V Ga 4P Automát

R$91.563

R$88.630

1.6 Comfort Plus 16V Flex 4P Manual

R$39.836

R$42.263

R$47.310

R$99.633

R$113.633

1.6 Comfort Style 16V Flex 4P Autom

R$43.267

R$47.233

R$52.238

R$73.741

R$79.422

1.6 Comfort Style 16V Flex 4P Manual

R$39.420

R$43.598

R$49.488

1.0 Se Plus 12V Flex 4P Manual

R$33.846

R$35.433

R$39.100

1.6 16V Premium Flex 4P Automático

R$42.630

R$48.671

R$57.768

1.0 Sel 12V Flex 4P Manual

R$32.900

R$36.880

R$39.729

1.6 16V Premium Flex 4P Manual

R$41.734

1.5 Se 16V Flex 4P Manual

R$35.276

R$36.815

R$42.238

1.6 16V Style Flex 4P Automático

R$41.900

R$48.573

R$55.293

1.5 Se Plus 16V Flex 4P Manual

R$35.425

R$38.900

R$42.500

1.6 16V Style Flex 4P Manual

R$40.797

R$43.975

R$50.481

1.5 Sel 16V Flex 4P Manual

R$37.160

R$38.890

R$40.291

1.0 Se 12V Flex 4P Manual

R$34.134

R$36.967

R$37.567

2.5 Longo Com Caç 4X2 16V 130Cv Turbo Intercooler Diesel 2P Manual

R$62.950

1.0 Se Plus 12V Flex 4P Manual

R$35.433

R$55.600

R$59.900

R$65.227

1.5 Se 16V Flex 4P Manual

R$36.867

R$38.823

R$42.327

2.5 Longo Sem Caç 4X2 16V 130Cv Turbo Intercooler Diesel 2P Manual

1.5 Se Plus 16V Flex 4P Manual

R$37.432

R$40.898

R$42.952

1.6 Mpfi 16V Flex 4P Automático

R$53.055

1.5 Sel 16V Flex 4P Manual

R$38.227

R$44.514

R$42.957

1.8 Mpi 16V Gasolina 4P Automatico

R$55.557

R$63.013

R$71.854

R$76.923

3.7 Coupé V6 24V Gas 2P Automatico

R$76.478

R$188.293

R$67.496

R$260.500

R$76.230

R$81.483

R$88.063

R$108.333

2.5 Xls 4X2 Cd 16V Flex 4P Manual

R$63.397

R$69.074

R$77.297

R$88.267

2.5 Xlt 4X2 Cd 16V Flex 4P Manual

R$69.514

R$75.638

R$81.688

3.2 Limited 4X4 Cd 20V Diesel 4P Aut

R$100.149

R$116.233 R$133.354 R$107.398 R$119.415 R$140.297

R$96.163

City

1.5 Dx 16V Flex 4P Automático

3.5 Ex V6 24V Gasolina 4P Automático R$88.927

Hr

I30

1.8 Mpi 16V Gas Série Limi 4P Aut

Santa Fé Tucson

R$49.227

1.5 Ex 16V Flex 4P Automático

R$48.306

R$58.467

R$66.644

R$58.896

R$69.900

1.5 Exl 16V Flex 4P Automático 1.5 Lx 16V Flex 4P Automático

R$49.520

R$55.600

R$61.187

1.8 Lxs 16V Flex 4P Automático

R$53.823

R$57.823

R$64.466

1.8 Lxs 16V Flex 4P Manual

R$49.900

R$54.626

2.0 Exr 16V Flex 4P Automático

R$61.501

2.0 Lxr 16V Flex 4P Automático

R$58.552

R$63.971

R$93.733

R$97.096

2.0 Exl 4X2 16V Flex 4P Automático

R$88.592

2.0 Exl 4X4 16V Flex 4P Automático

R$89.060

2.0 Lx 4X2 16V Flex 4P Automático

R$80.530

1.4 Dx 16V Flex 4P Manual

R$38.089

1.4 Lx 16V Flex 4P Automático

R$46.767

1.4 Lx 16V Flex 4P Manual

R$40.665

1.5 Ex 16V Flex 4P Automático

R$46.221

R$84.263 R$72.482

R$84.675

R$100.286

R$71.780

3.3 Mpfi 4X4 7 Lug V6 Gas 4P Aut

R$110.140

R$127.333 R$148.578

3.3 Mpfi 4X4 V6 Gas 4P Automático

R$102.175

R$110.587 R$129.247

2.0 Mpfi Gl 16V 2Wd Gas 4P Manual

R$44.763

2.0 Mpfi Gls 16V 2Wd Flex 4P Autom

R$48.125

R$48.463

R$58.236

R$67.290

2.0 Mpfi Gls Base 16V 2Wd Flex 4P Aut

R$58.702

2.0 Mpfi Gls Top 16V 2Wd Flex 4P Aut

R$57.970

JAC J2

1.4 16V Gasolina 4P Manual

R$20.933

1.4 16V Jetflex 4P Manual J3

R$26.663

1.4 16V Gasolina 4P Manual

R$24.970

1.4 Turin 16V Gasolina 4P Manual

R$25.829

1.5 S 16V Flex 4P Manual

R$74.362

2.4 Si 16V Gasolina 2P Manual

R$56.097

2.0 Mpfi Gls 16V 2Wd Gas 4P Autom

R$59.960 R$41.963

2.0 16V Flex 4P Automático 2.0 Mpi 4X2 16V Flex 4P Automático

R$43.100

R$77.678

2.0 Mpfi Gls 16V Flex 4P Automático

R$110.730 R$133.675

1.5 Dx 16V Flex 4P Manual

80 - Auto Revista Ceará

Hb20x

Ix35

2.2 Xls 4X4 Cd 16V Diesel 4P Manual

R$76.300

Hb20s

R$39.197

R$332.667

3.2 Xlt 4X4 Cd 20V Diesel 4P Aut

Fit

2016 R$65.085

R$35.474

2.4 Ex 16V Gasolina 4P Automático

Crv

Hr-V

2015 R$56.450

3.3 Mpfi V6 4Wd Gasolina 4P Autom

Accord

Civic

2014

1.0 Comfort Style 12V Flex 4P Manual

5.0 Gt Prem Coupé V8 32V Gas 2P Aut Ranger

Versão 1.5 Exl 16V Flex 4P Automático

Grand St Fé

2.5 16V Flex 4P Automático

Ka +

Marca/Modelo

Hb20

2.0 Tit Plus 16V Híbrido 4P Automát Ka

2017

1.5 Turin S 16V Flex 4P Manual

R$73.267

R$30.434 R$26.530

J5

1.5 16V Gasolina 4P Manual

R$30.127

J6

2.0 16V Gasolina 4P Manual

R$34.648

2.0 16V Gasolina 7 Lugares 4P Manual

R$34.960

R$114.641 R$120.983

2.0 16V Jetflex 7 Lugares 4P Manual 2.0 Diamond 16V Gasolina 4P Manual

R$29.510

R$30.910 R$43.463

R$40.163 R$36.458

JAGUAR F-Pace R$55.309

R$60.553

R$68.077

2.0 16V Turbo Diesel Prestige Awd 4P Automático

R$290.563


Marca/Modelo Xe

Versão

2013

2014

2015

2016

2.0 16V Si4 Turbo Gas Pure 4P Aut

R$158.213 R$174.673

2.0 16V Si4 Turbo Gas R-Sport 4P Aut

R$177.297 R$192.632

JEEP Cherokee

3.2 Limited 4X4 V6 24V Gas 4P Autom R$121.691

R$156.169

LIFAN

3.2 Longitude 4X4 V6 24V Gas 4P Aut

R$129.360

530

3.2 Trailhawk 4X4 V6 24V Gas 4P Aut

R$156.597

2.0 Sport 4X2 16V Gaso 4P Aut

R$64.997

Grand Cherokee

3.0 Limited 4X4 V6 24V Tur D 4P Aut

R$174.814

3.6 Laredo 4X4 V6 24V Gas4P Autom

R$130.828

R$154.521

R$130.495

R$176.967

1.5 16V Gasolina 4P Manual

R$32.975

1.3 16V Gasolina 2P Manual

R$34.362 R$32.511

1.8 16V Gasolina 4P Manual

R$39.052

R$45.173

1.8 Vip 16V Gasolina 4P Manual

R$42.293

R$46.684

MERCEDES BENZ

1.8 16V Flex Limited 4P Automático

R$79.963

1.6 Turbo Style 16V Gas 4P Automático R$80.292

R$87.938

2.0 16V Turbo Di Long 4P 4X4 Aut

R$100.797 R$109.018

1.6 Turbo Urban 16V Gas 4P Automát

R$89.683

A 200

R$101.567

1.6 Turbo 16V Flex 4P Automático

R$92.639

1.6 Turbo 16V Gasolina 4P Automático

R$91.156 R$106.475

R$109.754 R$121.738

A 250

2.0 Sport Turbo Gas 4P Automatizado

R$116.541

R$124.299 R$153.627 R$184.120

3.6 Sport 4X4 V6 12V Gas 2P Aut

R$140.660

A 45 Amg

2.0 16V Turbo Gas 4P Automatizado

R$171.429

R$215.300 R$250.814

3.6 Unlim Sport 4X4 V6 Gas 4P Aut

R$170.750

Amg Gt

4.0 V8 Turbo Gasolina 7G-Dct

Carnival

3.5 Ex V6 24V Gasolina 4P Automatico

Cerato

1.6 E.294 Sedan 16V Gasolina 4P Aut

R$60.967

R$67.460

B 200

R$118.415 R$104.896

C 180

R$58.963

1.6 Sport Turbo Gas 4P Automático

R$103.548

1.6 Cgi Coupe 16V T Gas 2P Autom R$64.126

1.6 Cgi Flex Avantgarde 7G-Tronic

1.0 Ex 12V Flex 4P Automático

R$35.963

R$38.765

R$43.320

1.6 Cgi Flex Exclusive 7G-Tronic

1.0 Ex 12V Flex 4P Manual

R$30.600

2.4 16V Gasolina Ex Automático

R$72.597

R$79.198

2.4 S.263 4X2 16V Gas 4P Automático

R$71.763

R$81.760

C 200 R$156.333

R$100.567

R$93.498

C 250

R$125.117 R$141.100

1.6 Cgi Sport 16V Turbo Gas 4P Aut

R$85.933

1.8 Cgi Avantgarde 16V Gas 4P Aut

R$90.088

1.8 Cgi Turbo Sport 16V Gas 4P Aut

R$85.256 R$100.967

1.8 Cgi Sport Turbo 16V 2P Autom

R$112.725

3.5 V6 Gasolina Ex 7L 4Wd Automático R$99.909

R$111.633

1.6 Ex 16V Flex 4P Automático

R$47.448

R$72.314

R$73.125

2.0 Cgi Sport Coupé T 16V Gas 2P Aut

Sportage

2.0 Ex 4X2 16V Flex 4P Automático

R$83.124

R$90.266

R$102.900 R$122.583

2.0 Cgi Sport Turbo 16V Gas 4P Aut

2.0 Lx 4X2 16V Flex 4P Automático

R$77.938

R$82.083

R$88.648

2.0 Lx 4X2 16V Flex 4P Manual

R$73.675

2.0 Lx 4X4 16V Flex 4P Automático

R$74.449

R$103.717

R$83.067

LAND ROVER

R$130.280 R$137.428 R$159.299

1.8 Cgi Sport 16V Gas 4P Automático

Soul

R$96.118 R$125.584 R$139.997

2.0 Cgi Avantgarde 16V Gas 4P Aut

R$107.940

R$83.978 R$109.900 R$119.945 R$139.103

R$56.910

R$38.567

R$75.698

1.6 Cgi Avantgarde 16V T Gas 4P Aut

R$56.817

R$37.293

R$637.250 R$687.333

1.6 Turbo 16V Flex 4P Automatizado

1.6 Sx 16V Flex 4P Automático

3.5 S.670 V6 4X4 24V Gas 4P Aut

R$676.333

4.0 V8 Turbo Gasolina S 7G-Dct

3.3 Ex V6 24V Gasolina 4P 7 Lug Aut

R$215.236 R$222.600 R$107.267

R$160.200 R$173.529 R$205.557

C 300

2.0 Cgi Gas Anniversary Ed 7G-Tronic

R$213.632

C 43 Amg

3.0 V6 Gas Coupé 4Matic 9G-Tronic

R$342.800

C 450

3.0 V6 Gas Amg S 4Matic 7G-Tronic

R$268.436

C 63 Amg

4.0 V8 Turbo Gas Sedan 4P Automático

R$392.480

4.0 V8 Turbo S Gas Sedan 4P Aut 3.0 Black 4X4 V6 24V Bi-Tur Di 4P Aut

R$283.327

6.2 Sedan V8 Gasolina 4P Automático

R$425.725 R$266.667

3.0 Hse 4X4 V6 24V Bi-Turbo Di4P Aut R$244.050

R$272.243 R$325.198

3.0 S 4X4 V6 24V Bi-Turbo D 4P Aut

R$202.330

R$219.750

1.6 Urban 16V Flex 4P Automático

3.0 Se 4X4 V6 24V Bi-Turbo Di 4P Aut

R$255.248

R$248.997 R$284.200

1.6 Urban 16V Gasolina 4P Automático

R$114.848

2.0 16V Si4 Turbo Gas Hse 4P Aut

R$175.600 R$194.365

1.6 Vision 16V Flex 4P Automático

R$127.467 R$139.616 R$155.390

2.0 16V Si4 T Gas Hse Luxury 4P Aut

R$202.195 R$202.000

1.6 Vision 16V Gasolina 4P Automático

R$124.925

2.0 16V Si4 Turbo Gas Se 4P Aut

R$160.200 R$181.559

2.0 16V Td4 Turbo Diesel Hse 4P Aut

R$228.667 R$253.873

2.2 16V Sd4 Turbo Diesel Se 4P Auto

R$205.574

Cla 200

Cla 250

1.6 First Edition Turbo Gas 4P Automat R$142.567 R$128.450 R$147.567

2.0 Cgi Gasolina Sport 4Matic 7G-Dct 2.0 Sport 16V Turbo Gas 4P Automát

R$159.450 R$179.963 R$197.993

Cla 45 Amg

2.0 16V Turbocharged Gas 4P Aut

R$181.698

Cls 350

3.5 Cgi V6 Gasolina 4P Automático

2.0 Dynamic Tech 4Wd 16V Gas 4P Aut R$177.184

R$191.666

Cls 400

3.0 V6 Gasolina 4P Automático

R$235.475 R$267.667

2.0 Prestige 4Wd 16V Gas 4P Autom

R$154.597

Gla 200

1.6 Cgi Adv 16V Turbo Flex 4P Autom

R$111.598 R$128.775 R$139.157

2.0 Dynamic 4Wd 16V Gas 4P Autom

R$153.792 R$147.411

2.0 Prestige Tech 4Wd 16V Gas 4P Aut R$155.771 2.0 Pure Tech 4Wd 16V Gas 4P Aut Range Ro Sp

R$278.267

R$76.828

2.5 K788 4X2 Cs Turbo Diesel 2P Man

Range R Evoq

2016

R$156.995

R$66.945

3.5 V6 24V Gasolina 4P Automático

Discovery Sp

2015

2.0 Luxury 4X4 16V Turbo Gas 4P Aut

1.8 16V Flex 75 Anos 4P Automático

Cadenza

Discovery 4

2014

R$169.725 R$203.725 R$235.720

1.8 16V Flex 4P Manual

2.5 K-2500 4X2 Cs Tur Dies 2P Manual R$52.043

Sorento

Foison X60

3.6 Limited 4X4 V6 24V Gas 4P Aut

Bongo

Picanto

2013

1.5 Talent 16V Gasolina 4P Manual

R$73.798

2.0 16V Tur Die Trailhawk 4P 4X4 Aut Wrangler

Versão 2.0 F-Sport 4X4 16V Turbo Ga 4P Auto

Rx350 F-Sport 3.5 V6 24V Gasolina 4P Automático

Compass

Renegade

Marca/Modelo Nx 200T

R$134.484

R$219.310 R$256.267 R$300.160 R$188.900

1.6 Cgi End 16V Turbo Flex 4P Autom R$147.113

3.0 Hse 4X4 V6 24V Bitur D 4P Autom R$298.498 3.0 Hse 4X4 V6 24V T D 4P Autom

R$331.800

R$338.572 R$392.333

3.0 Se 4X4 V6 24V Bitur D 4P Autom

R$289.900

R$369.267

Gla 250

R$141.130 R$155.340

1.6 Cgi Style 16V T Flex 4P Automático

R$113.320 R$121.933 R$137.633

1.6 Cgi Vision 16V Turbo Gas 4P Aut

R$120.120

2.0 16V Turbo Gas Enduro 4P Automát 2.0 16V Turbo GasSport 4P 4Matic Aut

R$161.313 R$209.420

Auto Revista Ceará -

81


Marca/Modelo

Gla 45 Amg

Versão

2014

2015

2016

2017

2.0 16V Turbo GasSport 4P Automático

R$143.575 R$168.326 R$191.629

2.0 16V Turbo Gas Vision 4P Automáti

R$131.573

2.0 16V Turbo Gasolina 4P Automático

R$216.967 R$249.600

Glc 250

2.0 Cgi Gas Sport 4Matic 9G-Tronic

Glc 43 Amg

3.0 V6 Gasolina 4Matic 9G-Tronic

Gle 63 Amg

5.5 V8 T Gas Coupé 4Matic 7G-Tronic

Glk 220

2.1 Cdi 4X4 Diesel 4P Automático

Sprinter

2.2 311 Cdi Furgão St 7.5 16V Bi-T

Marca/Modelo Pajero Tr4

R$234.394 R$351.600 R$589.333

R$75.180

R$88.474

R$89.947

R$99.645

R$120.866

2.2 415 Cdi Furgão 14 Bi-Turbo D Man

R$88.333

2.5 Sv Attack 4X2 Cd T ED i4P Manual R$76.151

R$88.450

2.2 415 Cdi Van 16 L 16V Bi-T D M

R$126.333

2.5 Sv Attack 4X4 Cd T El Di4P Aut

R$92.220

R$102.939

R$91.957

R$113.567

2.5 Sv Attack 4X4 Cd T El Di4P Man R$110.198

Livina

1.6 16V Flex 4P Manual

R$33.827

1.6 S 16V Flex 4P Manual

R$33.525

1.8 S 16V Flex 4P Automático

R$36.232

R$75.148 R$84.220

R$95.932

R$89.624

R$114.233 R$125.050

R$98.066

R$105.718 R$124.567

1.0 S 16V Flex 4P Manual

R$99.408

R$119.467

1.0 Sv 12V Flex 4P Manual

1.6 S Top 16V 184Cv Gas 4P Autom 1.6 S Turbo 16V 184Cv Gas 4P Aut

R$86.250

R$96.900

2.0 4X2 16V Gasolina 4P Automático

R$63.524

R$73.150

R$78.740

2.0 4X2 16V Gasolina 4P Manual

R$59.473

R$64.676

R$74.933

2.0 4X4 Awd 16V Gas 4P Automático

R$74.779

R$77.521

R$92.196

R$116.130 March

R$80.411

2.0 Oneill 4X2 16V Gas 4P Automático

R$79.220

2017

R$91.297 Sentra R$102.293

R$30.016 R$27.188 R$28.671

R$31.763

R$34.293

R$32.876

R$34.938

R$41.233

R$32.735

R$36.468

R$30.943

1.6 Sv 16V Flex 4P Manual

R$31.650

R$35.181

R$37.423

2.0 S 16V Flex 4P Manual

R$46.214

R$48.657

R$51.327

2.0 Sl 16V Flex 4P Automático

R$51.349

R$57.122

R$63.298

2.0 Sv 16V Flex 4P Automático

R$51.650

R$56.293

R$58.542

1.0 12V Flex 4P Manual

R$36.446

R$39.203

R$79.765

1.0 12V Flex S 4P Manual

R$38.627

R$42.224

R$119.098

1.6 16V Flex S 4P Manual

R$34.263

3.2 4X4 Cd 16V T Inter Diesel 4P Ma

R$105.738

1.6 16V Flex Sl 4P Manual

R$34.715

R$44.825

3.2 4X4 16V T Inter Diesel 4P Auto

R$124.160

1.6 16V Flex Sv 4P Manual

R$36.054

R$42.033

3.2 4X4 16V T Inte Diesel 4P Manual

R$83.630

R$93.633

2.4 Hls 4X2 Cd 16V Flex 4P Manual

R$60.660

R$64.584

R$71.665

3.2 Gls 4X4 Cd 16V T Inter D 4P Man

R$70.198

R$77.520

R$97.600

R$77.346

R$82.032

Versa

R$85.325

1.0 S 12V Flex 4P Manual

1.6 S 16V Flex 4P Manual

2.0 Awd Outdoor 16V Gas 4P Manual

R$116.600

PEUGEOT 2008

1.6 16V Flex Allure 4P Manual

R$58.598

1.6 16V Flex Crossway 4P Automático R$96.567

R$61.498 R$73.257

1.6 16V Flex Griffe 4P Automático

R$64.674

3.2 Hpe 4X4 Cd 16V T Inter D4P Aut

R$95.698

R$99.784

R$114.750 R$124.196

1.6 16V Flex Griffe 4P Manual

R$59.765

R$66.333

3.5 Hpe 4X4 Cd V6 24V Flex 4P Aut

R$75.373

R$81.796

R$90.807

1.6 16V Thp Flex Griffe 4P Manual

R$64.763

R$72.200

2.0 16V Gasolina 4P Automático

R$47.998

R$52.438

2.0 16V Gasolina 4P Manual

R$44.883

R$48.358

2.0 Cvt 16V Gasolina 4P Automático

R$48.766

R$56.511

2.0 Gt 16V Gasolina 4P Automático

R$53.963

R$60.537

2.0 16V Gasolina 4P Automático

R$112.124 207

1.4 Active 8V Flex 4P Manual 1.4 Sedan Active 8V Flex 4P Manual

R$28.004

208

1.5 Active 8V Flex 4P Manual

R$33.826

R$37.682

R$41.877

1.5 Active Pack 8V Flex 4P Manual

R$34.620

R$36.801

R$41.327

1.5 Allure 8V Flex 4P Manual

R$35.435

R$38.233

R$44.990

R$104.218

1.6 Griffe 16V Flex 4P Automático

R$38.267

R$48.672

R$52.563

R$168.200

1.6 Griffe 16V Flex 4P Manual

R$39.167

R$41.750

R$49.497

1.6 Allure Thp 16V Gasolina 4P Aut

R$51.597 R$85.236

R$54.326 R$67.498

R$73.463

R$73.267 R$70.442

3.0 Gt 4X4 V6 24V Gas 4P Automático R$112.667

R$77.935 R$92.634

R$173.600

3008

3.2 4X4 16V Turbo Inter D 4P Autom

R$133.558

3.2 Hpe 4X4 7 L16V T Inter D 4P Aut

R$151.843 R$162.011

3.2 Hpe S 4X4 7 L 16V T Inter D 4P A

R$150.960

3.2 Out 4X4 16V T Inter D4P Auto

308

R$26.818

1.6 Griffe Thp 16V Gasolina 4P Aut

R$56.225

R$71.248

1.6 Active 16V Flex 4P Manual

R$37.611

R$49.233

R$47.924

R$55.933

1.6 Griffe Thp 16V Gasolina 4P Aut

R$127.647 R$143.933

R$68.900

1.6 Roland Garros Thp 16V Gas 4P Aut R$50.125

R$57.263

2.0 Allure 16V Flex 4P Automático

R$47.978

3.2 4X4 16V Turbo Inter D 4P Autom

R$111.550

R$119.110 R$129.911

3.2 4X4 16V T Inter Diesel 4P Manual

R$101.660

R$100.498

308Cc

1.6 16V Turbo Gasolina 2P Automático R$94.231

3.2 Hpe 4X4 7 L16V T Inter D4P Aut

R$120.400

R$127.691 R$152.699

408

1.6 Business 16V Turbo Flex 4P Aut

3.5 Hpe 7 L 4X4 V6 24V Flex 4P Aut

R$29.925

1.6 Griffe Thp 16V Flex 4P Automático R$138.925

3.5 Hpe 4X4 7 L V6 24V Flex 4P Aut

Pajero Full

1.6 16V Flex Rio 2016 4P Xtronic

1.5 12V Turbo Gasolina 2P Automático R$70.925 R$89.963

R$80.300

Kicks

2.0 S Exclusive 16V Turbo G 2P Aut

2.2 4X4 16V Diesel 4P Automático

Pajero Dakar

R$57.922

2.5 Sl 4X4 Cd Turbo ElDiesel 4P Aut

2.0 Gt Awd Sedan 16V Gas 4P Autom

Pajero

R$54.997

R$92.000

3.2 Glx 4X4 Cd 16V T Inter D 4P Man

Outlander

2.0 4X4 16V 140Cv Flex 4P Aut

R$63.970

3.2 4X4 Cd 16V T Intercooler Di4P Au

Lancer

R$55.265 R$50.048

R$72.348

L200 Outdoor 2.4 4X2 Cd 16V Flex 4P Manual

L200 Triton

R$50.982 R$46.263

2.5 Sl 16V Gasolina 4P Automático

2.0 S Top 16V Turbo Gas 4P Aut

L200 Savana

2.0 4X2 16V 140Cv Flex 4P Aut 2.0 4X2 16V 140Cv Flex 4P Manual

2.5 S 4X4 Cd Turbo El Diesel 4P Man

2.0 S Top 16V Turbo Gas 2P Aut

Asx

2016

Altima

R$142.625

MINI

Countryman

2015

Frontier

R$136.543

2.0 Cgi Flex T119 Confort 9L Manual

Cooper

2014 R$116.100

NISSAN

2.2 Cdi D Van 415 Longo 16L Manual Vito

Versão 3.8 Hpe 4X4 V6 24V Gasolina 4P Aut

R$103.032 R$121.233

1.6 Griffe 16V Turbo Flex 4P Aut

R$40.876

R$59.282 R$68.920 R$73.912

R$135.597

R$149.900

1.6 Griffe 16V Turbo Gas 4P Autom

R$46.838

R$55.411

R$67.627

3.2 Hpe 4X4 16V T Inter D 4P Aut

R$135.448

R$159.958 R$194.873

2.0 Allure 16V Flex 4P Automático

R$40.646

R$48.930

R$67.563

2.0 Allure 16V Flex 4P Manual

R$42.897

82 - Auto Revista Ceará

R$128.263 R$155.333

Rcz

R$76.297

R$68.763

3.2 Hpe 4X4 16V T Inter D 2P Aut 3.8 Hpe 4X4 V6 24V Gas 2P Automático

R$58.860

1.6 16V Turbo Gasolina 2P Automático R$96.640

R$78.833


Marca/Modelo

Versão

2013

2014

2015

2016

Marca/Modelo

PORSCHE 718

911

Cayman

2.0 Premium 4X2 16V Gasolina 4P Aut

R$67.183

R$356.333

2.0 Premium 4X4 16V Gas 4P Autom

R$69.938

R$84.600

2.5 16V H4 Gasolina Boxster S Pdk

R$462.633

3.0 24V H6 Gasolina Carrera Pdk

R$523.980

3.8 Gt3 6 Cilindros 24V Gas 2P Aut

R$896.333

2.7 I6 24V Gasolina 2P Automático

R$301.280

3.4 S I6 24V Gasolina 2P Automático

R$343.600

3.6 4X4 V6 24V Gasolina 4P Tiptronic

R$266.300

S-Cross

Swift

R$46.218

2.0 4X4 16V Gasolina 4P Manual

R$39.767

Camry

3.5 V6 24V Gasolina 4P Automático

R$97.373

Corolla

1.8 Gli 16V Flex 4P Automático

R$59.083

R$71.225

1.8 Gli 16V Flex 4P Manual

R$49.183

R$64.297

R$57.297

R$64.133

R$76.374

R$93.294

1.0 Authentique 16V Flex 2P Manual

R$20.500

R$19.117

1.8 Xli 16V Flex 4P Automático

R$21.051

R$22.993

2.0 Altis 16V Flex 4P Automático

R$67.867

R$81.798

R$86.200

1.0 Expression 16V Flex 4P Manual

R$24.640

R$25.804

2.0 Xei 16V Flex 4P Automático

R$59.556

R$74.196

R$82.918

1.6 Dynamique 4X2 16V Flex 4P Man

R$42.613

R$46.516

1.6 Expression 4X2 16V Flex 4P Man

R$41.118

R$45.128

1.5 X Sedan 16V Flex 4P Manual

R$34.157

R$36.657

R$40.167

R$42.121

R$57.844

1.5 Xls 16V Flex 4P Manual

R$35.082

R$38.016

R$44.455

2.0 Dynamique 4X2 16V Flex 4P Aut

R$45.400

R$52.938

R$50.369

R$58.960

R$64.080

1.5 Xls Sedan 16V Flex 4P Manual

R$37.675

R$40.062

R$45.980

2.0 Dynamique 4X2 16V Flex 4P Man

R$44.577

2.0 Dynamique 4X4 16V Flex 4P Man

R$43.890

R$48.845

R$57.398

R$67.375

1.5 Xs 16V Flex 4P Manual

R$34.550

R$36.907

R$40.029

R$55.357

R$62.340

R$71.990

1.5 Xs Sedan 16V Flex 4P Manual

R$35.163

R$37.436

R$42.117

R$55.316

R$58.485

R$60.267

2.0 Dynamique 16V Flex 4P Automát

R$44.067

R$54.701

R$58.884

2.0 Dynamique 16V Flex 4P Manual

R$40.658

R$48.910

R$59.263

R$52.707

R$61.533

Etios

Etios Cross

1.5 16V Flex 4P Automático R$38.344

R$42.204

Hilux

2.7 Sr 4X2 Cd 16V Flex 4P Automático R$79.006

R$85.983

R$62.466 R$62.933

2.0 16V Flex Dynamique 4P Manual

1.5 16V Flex 4P Manual

R$69.630

R$72.098

R$65.143

Hilux Sw4

3.0 Sr 4X4 Cd 16V T Inter D4P Manual R$102.540

R$99.944

R$122.333

R$127.800

3.0 Srv 4X4 Cd 16V T Inter D4P Man

R$106.269

R$130.266

3.0 Srv Top 4X4 Cd 16V T Int D4P Aut R$124.357

R$128.674

2.7 Sr 4X2 16V Flex 4P Automático

R$99.263

R$51.496

2.0 Privilége 16V Flex 4P Automático

R$53.933

R$60.130

R$65.463

R$73.942

2.7 Sr 7 Lug 4X2 16V Flex 4P Automát

1.6 Express 16V Flex 3P Manual

R$28.325

R$39.900

R$36.150

R$41.467

2.8 Srx 4X4 7 L 16V T Int Di 4P Aut

1.6 Express 16V Flex 4P Manual

R$28.769

R$33.882

R$38.639

R$43.972 R$48.753 R$56.533

3.0 Srv 4X4 Cd 16V T Inter D 4P Aut

2.0 Gt Line 16V Flex 4P Automático

R$94.441

R$45.925

R$54.274

R$105.329 R$215.297

3.0 Srv 4X4 16V T Interr D 4P Aut

R$129.633

R$156.950

3.0 Srv 4X4 7 L 16V T Inter D 4P Aut

R$143.798

R$154.959

1.0 Authentique 16V Flex 4P Manual

R$33.667

R$30.324

R$37.197

1.0 Expression 16V Flex 4P Manual

R$33.400

R$32.075

R$35.843

R$39.987

Prius

1.8 16V Híbrido 4P Automático

1.6 Dynamique 8V Flex 4P Manual

R$34.606

R$39.425

R$42.621

R$46.145

Rav4

2.0 4X2 16V Gasolina 4P Automático

R$84.627

R$96.267

R$89.715

R$109.359

R$96.285

R$112.178

1.6 Expression 8V Flex 4P Automatiz

R$82.297

R$105.786

R$37.198

R$40.462

R$45.014

2.0 4X4 16V Gasolina 4P Automático

1.6 Expression 8V Flex 4P Manual

R$33.803

R$36.659

R$38.182

R$41.165

2.0 Top 4X2 16V Gas 4P Automático

1.0 Authentique 16V Flex 4P Manual

R$24.904

R$31.498

R$31.094

R$33.863

2.5 4X4 16V Gasolina 4P Automático

1.0 Expression 16V Flex 4P Manual

R$27.845

R$32.933

R$33.270

R$36.990

1.6 Expression 8V Flex 4P Manual

R$30.423

R$36.309

R$35.836

R$39.583

3.2 Tgv 4X4 16V Turbo D 2P Manual

1.6 Gt Line Limited Flex 4P Manual

R$32.288

R$42.567

R$47.267

3.2 Tgv 4X4 20V Turbo Inter D2P Man

R$113.300 R$114.360

1.6 Stepway 8V Flex 4P Manual

R$35.990

R$45.270

3.2 Xlt 4X4 20V T Inter Diesel 2P Man

R$109.817 R$120.567 R$120.433

SUBARU

T4

R$102.558

3.2 Bold 4X4 20V T Inter Di 2P Manual

R$122.748 R$81.097

VW 2.0 S 4X4 16V Gasolina 4P Automático R$80.127

R$88.260

2.0 Xt 4X4 16V Turbo Gas 4P Autom

R$106.831 R$126.132

R$88.633

2.0 Sedan Awd 16V Gas 4P Automático

R$98.900

Amarok

R$87.963

SUZUKI Grand Vitara

R$55.487

2.0 4X4 16V Gasolina 4P Automático

1.0 Authentique 16V Flex 4P Manual

R$56.845

Impreza

R$60.490

TOYOTA R$609.933

2.0 Dynamique Plus 16V Flex 4P Aut

R$75.126

R$72.647

1.6 Sport 16V Gasolina 4P Manual 1.6 Sport R 16V Gasolina 4P Manual

Sx4

R$276.100

1.6 16V Sce Flex Expression Manual

Forester

R$58.570

R$56.163

R$79.990

1.6 16V Flex Expression 4P Manual

Sandero

R$54.133

R$48.630

1.6 16V Vvt Gas Glx 4P Automático

R$62.156

Logan

R$51.066

1.3 4Sun 4X4 16V Gasolina 2P Manual

R$373.330

Duster Oroch 1.6 16V Flex Dynamique 4P Manual

Kangoo

1.3 4Sport 4X4 16V Gas 2P Manual

R$82.278

RENAULT

Fluence

R$53.293

1.6 16V Vvt Ga Glx 4P 4X4 Automático

R$353.333

3.4 Cayman S 320Cv Gas 2P Automatiz R$325.267

R$50.249

R$425.000

R$461.725

2.9 V6 4 E-Hybrid Pdk

R$48.845

R$63.900

3.6 S 4X4 V6 24V Gas 4P Tiptronic

Cayman S

1.3 4All 4X4 16V Gasolina 2P Manual

1.6 16V Vvt Gas Gls 4P 4X4 Autom

R$308.096 R$341.500

2016

R$81.600

1.6 16V Vvt Gasolina Gl 4P Manual

3.6 Gts 4X4 V6 24V Gas 4P Tiptronic 2.7 I6 24V Gasolina 2P Automatizado

Jimny

R$766.000

Panamera

Duster

2015

R$365.648

3.4 S I6 24V Gasolina 2P Automatizado R$329.114

Clio

2014 R$69.720

2.0 16V H4 Gasolina Cayman Pdk

3.4 Gts I6 24V Gasolina 2P Automático Cayenne

2013 R$60.448

2.0 16V H4 Gasolina Boxster Pdk

3.8 6 Cilindros 24V Turbo Gas 2P Aut Boxster

Versão 2.0 Limited Ed 4X2 16V Gas 4P Aut

2.0 4X2 16V Gasolina 4P Automático

R$58.743

R$62.992

2.0 4X2 16V Gasolina 4P Manual

R$54.021

R$62.718

R$72.884 Cross Up

2.0 Highline 4X4 Cd 16V T D 4P Aut

R$101.249

R$115.967 R$127.695

2.0 S 4X4 Cd 16V T Diesel 4P Manual

R$73.908

R$92.158

R$83.934

2.0 Se 4X4 Cd 16V T Diesel 4P Manual R$79.188

R$83.385

R$94.397

2.0 Trendline 4X4 Cd 16V T Dil 4P Aut R$98.175

R$106.558 R$114.330

2.0 Trendline 4X4 Cd 16V T D 4P Man R$81.638

R$91.778

1.0 Mpi 12V Flex 4P Automatizado

R$38.245

R$38.730

Auto Revista Ceará -

83


Marca/Modelo

Versão

2014

1.0 Mpi 12V Flex 4P Manual

2015

2016

2017

R$37.115

R$40.850

R$45.360

1.6 Mi 8V Flex 4P Manual

R$35.413

R$43.210

R$47.573

1.6 Mi Comfortl 8V Flex 4P Automatiz

R$37.130

1.6 Mi Comfortline 8V Flex 4P Manual

R$38.377

1.0 Tsi 12V Flex 4P Manual Crossfox

Fox

1.6 Mi Flex 8V 4P Automatizado

R$44.365

R$48.263

1.6 Mi Flex 8V 4P Manual

R$42.738

R$52.030

Marca/Modelo

Saveiro

Versão

2014

1.6 Cross Ce 16V Flex 2P Manual 1.6 Cross Ce 8V Flex 2P Manual

R$41.348

2015

2016

R$47.267

R$51.400

R$47.355

1.6 Msi Flex 16V 4P Automatizado

R$51.598

R$59.871

R$62.348

1.6 Msi Flex 16V 4P Manual

R$50.748

R$57.150

R$61.011

1.6 Mi Ce 8V Flex 2P Manual G.vi

R$37.345

R$36.776

1.6 Msi Comfortline 8V Flex 4P Autom

R$39.847

R$44.867

R$48.232

1.6 Mi Cs 8V Flex 2P Manual G.vi

R$30.284

R$31.494

1.6 Msi Comfortline 8V Flex 4P Manual

R$42.606

R$43.398

R$46.980

1.6 Msi Highline 16V Flex 4P Manual

R$42.415

R$45.817

R$49.065

1.6 Mi 8V Flex 4P Automatizado

R$39.998

R$53.560

1.6 Msi Pepper 16V Flex 4P Manual

R$44.630

R$46.650

R$52.339

1.6 Mi 8V Flex 4P Manual

R$42.021

1.6 Msi Trendline 8V Flex 4P Manual

R$37.894

R$44.298

R$43.519

1.6 Msi 16V Flex 4P Manual

R$86.963

R$107.963

Spacefox

R$31.200

R$57.590

1.6 Mi 8V Flex 4P Manual

R$38.276

1.6 Mi Highline 8V Flex 4P Manual

R$42.139

R$32.300

R$62.238

Fusca

2.0 Tsi 16V Gasolina 2P Automático 2.0 Tsi 16V R-Line Gas 2P Automático

R$84.432

Gol

1.0 Mi 8V Flex 2P Manual G.vi

R$22.743

R$25.767

1.6 Msi Comf 8V Flex 4P Automatiz

R$48.959

R$52.533

1.0 Mi 8V Flex 4P Manual G.vi

R$27.714

R$31.657

1.6 Msi Comfortline 8V Flex 4P Manual

R$47.997

R$59.075

1.6 Mi 8V Flex 2P Manual G.vi

R$30.867

R$32.633

1.6 Msi Highline 16V Flex 4P Manual

R$55.300

R$58.797

1.6 Mi 8V Flex 4P Manual G.vi

R$31.574

R$33.355

Tiguan

2.0 Tsi 16V Turbo Gasolina 4P Tiptronic R$102.725

R$123.933 R$117.814

2.0 Tsi R-Line 16V Turbo Gas 4P Tiptr

R$86.158

R$108.267

Touareg

3.6 Fsi V6 24V Gasolina 4P Tiptronic

R$133.841

R$189.998

Up

1.0 Mpi High Up 12V Flex 4P Manual

R$33.615

Golf

Jetta

R$83.100

1.6 Mi Startline Cs 8V Flex 2P Manual Space Cross

1.6 Mi Highline 8V Flex 4P Manual

R$35.707

R$37.474

1.4 Tsi Comfortline 16V Gas 4P Aut

R$66.200

R$72.810

1.4 Tsi Comfortline 16V Gas4P Manual

R$61.151

R$63.572

Passat

R$33.893

R$40.515

R$84.125

R$88.933

1.0 Mpi Move Up 12V Flex 4P Automat

R$34.420

R$35.663

R$42.523

1.4 Tsi Variant Highline 16V Gas 4P Aut

R$87.370

R$90.486

1.0 Mpi Move Up 12V Flex 4P Manual

R$33.314

R$31.597

R$38.424

1.0 Mpi Take Up 12V Flex 2P Manual

R$26.499

R$27.125

R$30.590

R$33.381

R$36.552

2.0 Tsi Gti 16V Turbo Gas 4P Autom

R$92.028

2.0 Comfortline Flex 4P Manual

R$55.378

2.0 Comfortline Flex 4P Tiptronic

R$59.914

2.0 Tsi Highline 211Cv Gas 4P Tiptr

R$72.143

R$101.819 R$118.169 R$67.580

R$70.095

R$62.856

R$69.093

Voyage

R$85.336

1.0 Mpi Take Up 12V Flex 4P Manual

R$30.600

R$30.175

1.0 Mi 8V Flex 4P Manual

R$31.188

R$33.024

1.0 Mi City 8V Flex 4P Manual

R$34.983

R$34.233

1.6 Mi 8V Flex 4P Manual

R$34.198

R$36.667

R$34.680

R$35.500

R$36.933

R$38.538

R$41.620

1.4 Last Edition 8V Flex 4P Manual

R$77.925

1.6 Mi City 8V Flex 4P Manual

1.4 Mi Furgão 8V Flex 3P Manual

R$37.560

1.6 Mi Comfortline 8V Flex 4P Manual

1.4 Mi Std 8V Flex 4P Manual

R$36.592

VOLVO

1.4 Mi Std Escolar 8V Flex 3P Manual

R$36.267

S60

1.4 Mi Std Lotação 8V Flex 3P Manual

R$36.445

2.0 16V Tsi Bluemotion Gas C 4P Dsg

R$120.600 V40

2.0 Fsi Dsg Gasolina 4P Automático 2.0 Tsi 16V Gasolina 4P Automatizado

R$110.580

R$91.627

2.0 Tsi Cc 16V Turbo Gas 4P Automat

R$99.247

R$114.600

3.6 Fsi Cc V6 24V Gas 4P Tiptronic

R$106.267

Passat Variant

2.0 Tsi 16V 211Cv Gas 4P Automático

R$81.596

Polo

1.6 Mi 8V Flex 4P Automatizado

R$35.350

1.6 Mi 8V Flex 4P Manual

R$35.297

1.6 Mi Sportline 8V Flex 4P Automatiz

R$39.293

1.6 Mi Sportline 8V Flex 4P Manual

R$38.500

1.6 Mi 8V Flex 4P Automatizado

R$35.365

Polo Sedan

R$49.627

1.4 Tsi Variant Comf 16V Gas 4P Aut

2.0 Trendline Flex 4P Tiptronic Kombi

R$41.015

2017

84 - Auto Revista Ceará

2.0 T5 Kinetic 16V Turbo Gas 4P Aut

R$36.318

R$102.700

2.0 T5 Mom 16V Turbo Gas 4P Aut

R$105.140 R$111.175

2.0 T5 R Design 16V Turbo Gas 4P Aut R$82.490

R$99.930

1.5 T3 Kinetic Gasolina 4P Automático

R$88.175

2.0 T5 Cross Country Awd Turbo Gasolina 4P Automático

R$95.820

R$100.993 R$114.997

2.0 T5 R Design Turbo Gasolina 4P Automático

R$89.214

R$103.630 R$119.223

V60

2.0 T5 Kinetic Turbo Gas 4P Automát

R$99.000

Xc60

2.0 T5 Dynamic Fwd Turbo Gas 4P Aut R$113.837

R$115.350

2.0 T5 Kinetic Gasolina 4P Automático

R$127.173 R$148.800

2.0 T5 Momentum Gas 4P Automático 2.0 T5 R Design Turbo Gasa 4P Autom

R$131.568 R$161.617 R$109.871

R$129.262 R$141.560


Novo Mercado Alexande Costa Cconsultor especializado em inovação para o setor automotivo, palestrante e diretor da Alpha Consultoria alpha@alphaconsultoria.net

Um novo mercado: Quem está preparado? Parte II - fábricas de autopeças Entenda o impacto do Novo Mercado em cada um dos elos da cadeia produtiva.

N

a minha última coluna apresentei uma tendência do NOVO MERCADO que está surgindo justamente no topo da cadeia automotiva que é onde estão as Montadoras. Nesse contexto o automóvel deixa de apenas um potencial receptor de peças de reposição para se tornar um fornecedor! Só que de dados! E, esse que será o principal capital na próxima década! Sim, nós teremos uma economia baseada em dados, e não mais em produtos! Fornecer peças para uma Montadora passa a ser apenas um contexto secundário para os fabricantes de autopeças. Seu novo modelo de negócio será fornecer a “Inteligência “ para as marcas de automóveis! Obviamente, nesse novo contexto serão beneficiados aqueles fabricantes de autopeças que são sistemistas, ou seja, participam do desenvolvimento de projetos em parceria com as Montadoras. Essas empresas terão a oportunidade de participar do negócio de dados

86 - Auto Revista Ceará

em sua fonte, garantindo a elas um grande diferencial competitivo. É certo que isso atingirá outros fabricantes de autopeças, inclusive os que se dedicam a atender apenas ao mercado de Aftermarketing. Um novo modelo de negócio está surgindo, com reflexo direto no segmento de Reposição Automotiva e isso passa a a ser uma questão de sobrevivência para essas empresas em um futuro não tão distante. Seu maior desafio daqui pra frente será identificar onde estão os dados em seu negócio e entender como utilizar isso em seu benefício e gerar renda. O impacto disso será ainda maior no segmento de Reposição Automotiva onde o fabricante de autopeças assume papel vital na cadeia, suprindo os distribuidores e revendedores com as produtos. Mas, nos próximos anos, o Fabricante de Autopeças se tornará um dos maiores fornecedores de dados e informação para sua cadeia de clientes. Imagine que além de peças, a Fabri-

ca municie o distribuidor com dados e informações que possam ser utilizados como ferramentas de apoio as vendas. Isso não é uma visão futurista. Muito pelo contrário! Os dados já estão circulando por ai, a todo momento. O que o Fabricante fará é tratar esses dados, organizando-os e transformando em informação! Essa será sua maior moeda de troca dentro do mercado. E, cabe a Fábrica de autopeças tomar para si essa inovação! Pois é dela a responsabilidade sobre a cadeia de reposição e deve partir dela as informações! Isso ajudará a manter o fluxo correto de informações , partindo do fabricantes, para o distribuidor, seguindo para a oficina e chegando ao cliente final. Se não houver a iniciativa dos Fabricantes no sentido de assumir essa responsabilidade dentro da cadeia é certo que outros agentes tomarão para si essa missão. E aí, se perderá uma grande oportunidade de gerar receita! Sejam bem vindos ao Novo Mercado!


Novo Olhar Claudio Araujo claudioaraujo@secrel.com.br www.exitotreinamento.com.br

Estrutura organizacional O organograma empresarial é de fundamental importância para o bom desempenho de todos os setores de uma companhia, não importa seu tamanho

G

ostaria de resgatar neste texto o velho e conhecido organograma empresarial como instrumento importante para eficiência das empresas, o que para alguns pode ser considerado uma ferramenta ultrapassada. E para organizações a falta de entendimento da real estrutura pode gerar dispersões e desperdícios significativos junto a todos os colaboradores. A pirâmide é a figura geométri-

88 - Auto Revista Ceará

ca que caracteriza uma empresa e nesta imagem podemos segmentar três níveis de funcionalidade: o nível operacional, que é a base da pirâmide; o nível gerencial, que é o meio da pirâmide, e o topo da pirâmide, que tem como função cuidar das estratégias da empresa, ou seja, sua direção. Em experiências recentes de consultoria, tenho notado que muitas empresas acabam somente percebendo a existência do nível estratégico quando realiza o desenho do organograma. Esta realidade provoca lentidão no processo de decisão e baixo aproveitamento do grupo de colaboradores com capacidade de liderança e gestão operacional. Outro problema que fica nítido na ausência do desenho do organograma é a deficiência de setores fundamentais ao funcionamento sistêmico (Comercial, Operacional, RH e Financeiro). Na verdade, a empresa acaba tendo um desenho alinhado

às melhores práticas de seu proprietário/gestor. Caso o gestor tenha perfil comercial, o desenho acaba tendo o perfil alinhado ao comercial; se este ponto forte do gestor for finanças isso acaba tendendo para o outro lado. Logo, alguma área acaba ficando ineficiente. Na verdade, o organograma deverá contemplar setores para promover um equilíbrio de suas funções estratégicas, gerencial e operacional. Este equilíbrio deve ocorrer com as áreas de marketing, operações, recursos humanos e finanças. Nada de pensar que isso é coisa de grande empresa. Independente do porte, a estrutura é fundamental, assim como Missão, Visão e Valores. A estrutura organizacional não pode finalizar no papel. Ela deve ser ferramenta de entendimento dos colaboradores da empresa e ser respeitada e aplicada de forma rotineira. Bom trabalho nesta reflexão.


Evento

Troca de conhecimento Encontro reuniu representantes, distribuidor e fabricante para melhorar a troca de informações e o atendimento na cadeia produtiva de autopeças cantes, foi alcançado com sucesso. “Nossa avaliação é bastante positiva do encontro, porque aconteceram muitas contribuições”, conclui. Para a presidente da Rede Unir-CE, Eneida de Sá, o encontro também foi uma oportunidade de promover o conhecimento entre os 17 associados à rede e mostrar o trabalho que está sendo realizado para outros representantes que também podem se tornar futuros membros. “Eventos como este servem para divulgar, no mercado, que estamos investindo para nos especializar e atender melhor”, explica.

R

eunir todos os setores que atuam na cadeia de produção e distribuição de autopeças. Esse foi um dos objetivos do II Encontro Automotivo de Representantes Comerciais, realizado no dia 23 de maio no auditório do Sebrae Ceará. Promovido pela União dos Representantes de Assopeças do Ceará (Rede Unir-Ce), o evento teve como tema “Perspectivas e fortalecimento dos representantes comerciais de autopeças e motopeças do Estado do Ceará” e contou com o apoio do Sebrae Ceará e do Sistema Sincopeças Assopeças (SSA).

94 - Auto Revista Ceará

Além de uma programação que incluiu quatro palestras (veja no fim do texto), o encontro foi uma oportunidade, para os representantes de obter informações e aumentar a qualidade dos seus serviços. “Nós pudemos ouvir as fábricas e os distribuidores para saber como melhorar nosso atendimento”, ressalta Elizamar Lima, vice-presidente do setorial de Representação de Autopeças do SSA. Joviano Gonçalves, analista do Sebrae responsável pelo acompanhamento das redes associativas, afirma que o principal propósito do evento, que é ouvir distribuidores e fabri-

Palestras: II Encontro Automotivo de Representantes Comerciais • Associativismo; Jack Schaumann (Diretor da 4Con Consultoria Empresarial) • A missão do representante comercial na visão do fabricante; Cesar Costa (Diretor Comercial da Wega Filtros) • A expectativa do distribuidor em relação ao representante comercial; Franklin Felício (Gerente de Compras do Grupo Bezerra e Oliveira) • A importância do representante no cenário atual; Francisco Philomeno Gomes Júnior (Diretor Sirecom/Corece).


Venturo Corretora de Seguros Emmanuel Martins Fone: (85) 98198.2525 e-mail: comercial@venturocorretora.com.br

Previdência privada A dúvida sobre nossa aposentadoria é pertinente e se antecipar planejando financeiramente sobre o futuro pode fazer toda a diferença

A

tualmente, o assunto aposentadoria é muito recorrente entre todos aqueles que trabalham no setor privado. As maiores preocupações são quando conseguiríamos nos aposentar e quanto iríamos receber, já que é muito difícil conseguir o valor máximo do INSS. Outro questionamento comum é se o trabalhador conseguirá manter seu padrão de vida. É nesse contexto que a previdência privada se apresenta como opção da conquista da independência financeira. Existem muitas informações envolvidas sobre esse tema, tais como mercado financeiro e Imposto de Renda (IR). Então, vamos apresentar e refletir sobre os principais pontos que fazem dessa alternativa uma boa opção de investimento de longo prazo. As aplicações realizadas na previdência privada são alocadas em fundos de investimento que funcionam como um veículo de acesso a diversos tipos de produtos do mercado financeiro, tais como títulos públicos, títulos privados, debentures, ações, entre

outros. Cada tipo de fundos se adequa a cada perfil de investidor, seja ele conservador, moderado ou agressivo. Aqui, verificamos alguns diferenciais, pois com contribuições a partir de R$ 100,00, o investidor já pode ter acesso a modalidades de investimento que só teria direito com montantes significativos em outras opções existentes no mercado. Além disso, a previdência é um produto muito flexível, pois é o único que permite ao investidor fazer mudanças entre fundos ou seguradoras sem que seja cobrado imposto de renda. Nos demais produtos do mercado, o cliente precisa fazer um resgate, pagar IR e depois reaplicar. Outro ponto positivo de aplicar em fundo de investimento é que existe um gestor capacitado para gerenciar as melhores estratégias de investimento para o cliente. Isto é, muito adequado para quem não tem conhecimento para aplicar diretamente no mercado. Podemos citar que a disciplina financeira também é um diferencial,

Consulte condições especiais associados

pois a aplicação é feita através de débito em conta ou boleto bancário, que favorece a efetivação dos investimentos. Uma das maiores vantagens da previdência está no Imposto de Renda, pois é a única opção de investimento que permite que os valores investidos no plano podem abater até o limite de 12% da base de cálculo na declaração de Imposto de Renda, possibilitando um benefício fiscal. Além disso, é possível escolher o tipo de tributação - progressiva ou regressiva -, para quando for realizado o resgate. Essas modalidades possibilitam ao investidor pagar 10% de IR ou até mesmo ser ressarcido em cem por cento do imposto tributado quando todos os demais tipos de investimento terão a alíquota mínima de 15%. A previdência privada é um assunto vasto e repleto de diversas variáveis. Para mais informações, entre em contato com a Venturo Consultoria, que certamente seus profissionais terão uma opção que se encaixa no seu perfil investidor.


Perspectiva de Mercado Flávio Portela Executivo e palestrante. Formado em Administração de Empresas com MBA em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral-SP flavio.portela@globo.com

Novo ciclo de crescimento A expectativa de mais vendas de veículos no mercado nacional é uma oportunidade para o setor de acessórios automotivos

C

om a retomada nas vendas da indústria automotiva no Brasil, já começamos a sentir a contínua evolução nas vendas de acessórios para veículos. Vivemos um novo período de retomada da economia e, a redução das taxas de juros voltam a estimular os financiamentos, alavancando a venda de carros 0 km que agora disputaram um novo momento dos brasileiros, que devem ser a cada dia mais atraídos pela competitividade e promoções. Esta disputa de mercado trará novamente para os fabricantes nacionais de veículos a busca por preços mais atrativos para chegar até o “bolso” deste consumidor ávido a realizar o sonho de ter um veículo com o seu perfil. A GM, líder em vendas no Brasil, já tem em seu planejamento para os próximos 5 anos priorizar a pro-

96 - Auto Revista Ceará

dução de veículos em plataformas com custos de produção mais baixos feitos para “mercados” chineses, ou seja, prontos para cenários hiper-competitivos. Carros mais “pelados” começam a predominar no showroom das concessionárias, abrindo para o mercado original e de reposição grandes oportunidades para a venda de acessórios modernos e inovadores. Destacamos que as concessionárias estão se preparando para atender estes consumidores com financiamentos dilatados e fortes ações promocionais, porém, as equipadoras e lojas de acessórios que estiverem bem preparados para manter a fidelidade do seu cliente sairão na frente devido ao grande relacionamento e atendimentos personalizados. Outro ponto que merece total rele-

vância neste nos primeiros 4 meses do ano é a aceleração nas vendas de veículos de 9 a 12 anos de uso, que cresceu 78% no período de janeiro a abril de 2018 comparados ao mesmo período de 2017. Como os consumidores de veículos seminovos, que com o aquecimento da economia migraram para a compra de veículos 0 km, uma grande parcela de brasileiros que ainda se recuperam da crise econômica, estão se movimentando na direção de veículos usados. Com este mercado novamente aquecido, os consumidores iniciam um novo processo de modernização de seus automóveis que passa por modernas sonorizações, Multimídias de última geração, lâmpadas de LED, rodas especiais, etc. Prontos para este novo ciclo de crescimento nas vendas de acessórios?


Ford Cargo Power 2431

MAIS FORÇA E AGILIDADE Caminhão médio ganha novo motor Cummins nas versões com transmissão manual de nove marchas ou automatizada Torqshift de dez escalonamentos

A

Ford Caminhões lançou o Cargo Power 2431 6x2, trucado estradeiro com novo trem de força que, segundo a montadora, com objetivo de melhorar a combinação de desempenho e economia da categoria para aumentar a rentabilidade do transportador. O modelo médio, com peso bruto total de 24 toneladas, é equipado com o novo motor Cummins ISB 6.7, de 306 cv – o mais potente do mercado na faixa de até 7 litros – e conta com a opção de transmissão manual ou automatizada Torqshift. O Cargo Power 2431 traz também aprimoramentos no cardã, no eixo

102 - Auto Revista Ceará

traseiro e na embreagem, reforçados para trabalhar com o torque maior do motor. Ele é resultado de um projeto de engenharia robusto que privilegia não só a durabilidade e versatilidade de aplicações, mas principalmente o custo-benefício para o cliente. Na prática, suas vantagens se traduzem em maior agilidade nas retomadas e segurança nas ultrapassagens, que aumentam a produtividade das viagens com a mesma eficiência no consumo de combustível. “O novo Cargo Power 2431 é um grande lançamento. Ele reforça a nossa proposta de trazer produtos inovadores para o mercado, com so-

luções focadas nas suas reais necessidades”, diz João Pimentel, diretor de Operações da Ford Caminhões na América do Sul. “O seu projeto foi desenvolvido a partir do desejo dos clientes do segmento. Ou seja, um veículo mais potente e eficiente sem abrir mão da economia, para ser líder do segmento”, reforça. O caminhão Cargo Power 2431 é produzido nas versões com transmissão manual de nove marchas ou transmissão automatizada Torqshift de dez marchas. Ele foi desenvolvido a partir de extensa pesquisa com transportadores nas principais rotas do Brasil, aprimorando as caracte-


rísticas que eles mais buscam no desempenho do veículo. O seu projeto é resultado de um trabalho de dois anos que envolveu 400 mil quilômetros de testes de desenvolvimento e durabilidade, tanto no Brasil quanto em regiões de altitude da América do Sul, usando a grande experiência da engenharia da Ford Caminhões. O novo motor ISB 6.7, com 306 cv (@ 2.100 rpm) e torque de 1.100 Nm é o mais potente do mercado na faixa de 7 litros e utiliza tecnologia avançada para oferecer torque elevado já em baixa rotação, disponível numa faixa ampla de 1.100 a 1.900 rpm. Com isso, garante maior agilidade nas retomadas e segurança nas ultrapassagens, com consumo igual ou menor que os modelos concorrentes. Outra vantagem do novo motor é o

sistema de tratamento de emissões com Arla. Além de favorecer o desempenho e a durabilidade do motor, ele tem maior tolerância à variabilidade do combustível e custo total menor comparado aos concorrentes com sistema EGR. Linha - o Cargo Power 2431 é o carro-chefe da nova linha de médios e pesados Cargo Power da Ford, composta por seis modelos equipados com o novo motor de 306 cv e capacidade de 17 a 31 toneladas de peso bruto total, com tração 4x2, 6x2, 6x4 e o inédito 8x2, que será apresentado em breve. Ela inclui os modelos Cargo Power 1731 rígido, Cargo Power 1731T cavalo-mecânico, Cargo Power 2631 6x4, Cargo Power 3131 6x4 e Cargo Power 3031 8x2 com transmissão manual ou automatizada Torqshift. A Ford também continuará a oferecer a opção do Cargo 2429 6x2 com motor de 290 cv, que foi o terceiro mais vendido do segmento no ano passado, com 1.007 unidades. “Nosso objetivo com o lançamento da linha Cargo Power é conquistar a liderança do segmento 6x2 e atingir participação média de 25% nos caminhões com chassi rígido”, afirma Guilherme Teles, gerente de Marketing da Ford Caminhões. A marca trabalha este ano com projeção de crescimento da ordem de 22% no segmento de caminhões com chassi rígido e

estima avanço de 43,5% no total da indústria, com 74.000 unidades. Oferta e assistência - como oferta especial de lançamento, a Ford firmou o compromisso de vender as primeiras 500 unidades do novo trucado de 306 cv pelo mesmo preço do modelo de 290 cv. Além disso, a marca disponibiliza programa de financiamento subsidiado para toda a sua linha 6x2, com condições especiais que facilitam a aquisição. Ele é oferecido na modalidade de crédito direto ao consumidor (CDC) com taxa de 0,96% para pagamento em 48 meses, com entrada de 20% e 90 dias de carência. O novo Cargo Power 2431 conta com a completa assistência pós-venda dos mais de cem distribuidores da Rede Ford Caminhões no Brasil, com conceito focado em rapidez, qualidade e preço justo. O modelo dispõe de um novo pacote de manutenção Ford Service que oferece três opções de contrato ao cliente, incluindo revisões (Class), revisões e itens de desgaste (Plus) ou assistência completa (Prime). O Cargo Power também já vem de fábrica com o sistema de telemetria Fordtrac ativado, que inclui funções de monitoramento e segurança, e contará futuramente com uma central de monitoramento para acompanhar o veículo em tempo real com equipe de apoio técnico.


Componente

Diesel com menos enxofre O Na busca para diminuir a poluição do ar e ter funcionamento mais uniforme do motor, combustível dos pesados vem ganhando eficácia com ajuda da filtragem

104 - Auto Revista Ceará

óleo diesel é um combustível muito importante, utilizado em motores de combustão interna e ignição por compressão, como em veículos rodoviários, ferroviários ou marítimos, bem como em máquinas agrícolas, industriais e geradores de eletricidade. Nos últimos anos, esse tipo de combustível vem se tornando cada vez mais eficiente e menos poluente, especialmente por causa da redução de seu teor de enxofre e dos prejuízos evitados com o combate à contaminação do diesel. Derivado do petróleo, o óleo diesel é composto de hidrocarbonetos, nitrogênio, enxofre e oxigênio. Com usos e aplicações diversos, ele pode ser encontrado em vários tipos no

mercado, que se diferem conforme sua concentração de enxofre, principalmente. O diesel S10, por exemplo, possui 10 ppm (partículas por milhão) de enxofre, ao passo que o diesel S500 apresenta 500 ppm, como o nome sugere. No Brasil, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vem incentivando, nos últimos anos, a redução da taxa de enxofre do óleo diesel utilizado no território nacional. Atualmente, para uso rodoviário, estão vigentes apenas o diesel S10 e o diesel S500, menos poluentes. Por outro lado, o diesel S1800 só pode ser aplicado em atividades não rodoviárias, como em mineração, ferrovias e termoelétricas.


A redução da taxa de enxofre do óleo diesel gera algumas diferenças. Além de emitir menos gases poluentes, há menor acúmulo de resíduos no motor e nas válvulas. Assim, a eficiência é mantida por mais tempo, com necessidade de intervenções e gastos com manutenção menos frequentes. Confira os principais aspectos a ser considerados para saber escolher a melhor taxa de enxofre do óleo diesel, conforme cada veículo ou forma de aplicação. O enxofre, emitido em partículas, é uma substância poluente, nocivo ao ar e à saúde humana e animal. Dessa forma, a taxa de enxofre do óleo diesel indica o quão poluente é o combustível. Sendo assim, o diesel S10 emite menos partículas poluentes do que o S500, por exemplo. O enxofre queimado entra em contato com o calor e a umidade do sistema. Isso amplia os riscos de corrosão das peças e de todo o equipamento. Assim, combustíveis com menor taxa de enxofre no óleo diesel, como o S10, podem aumentar a durabilidade do motor, reduzindo as chances de corrosão. O uso do diesel S10, com menor teor de enxofre, também possibilita o desempenho mais eficaz do motor. Isso se dá pelo fato de o S10 receber um refino diferenciado. Tal processo amplia o indicador de cetano, que permite melhor qualidade de ignição, otimização da queima de combustível e da partida a frio.

106 - Auto Revista Ceará

A importância da filtragem A filtragem é um dos métodos mais importantes para combate e prevenção da contaminação do óleo diesel, inclusive as causadas pelo enxofre. Atuando na redução do teor de água e na separação de partículas sólidas e outros contaminantes do óleo, esse processo restaura suas propriedades, garantindo o bom desempenho dos equipamentos. Além de ser um processo simples e eficiente, os resultados da filtragem do óleo diesel oferecem benefícios ao maquinário. Essa metodologia proporciona melhor rendimento do motor, prolongamento da vida útil das peças, ignição mais rápida e redução de custos com intervenções e manutenções desnecessárias. Um requisito essencial para o funcionamento correto de qualquer motor de combustão interna é a lubrificação constante das peças móveis do motor através de óleos que disponham do nível necessário de limpeza, de modo a evitar qualquer desgaste prematuro. O filtro de óleo permite purificação contínua do óleo, retendo partículas abrasivas resultantes do desgaste normal, bem como resíduos de sujeira e combustão. Os filtros de

óleo podem ser designados como “cartucho de filtro” no cárter. Ele é substituído por completo após a respectiva vida útil, em contrapartida da nova versão é apenas necessário substituir o cartucho no cárter. Ao aplicar as mais recentes tecnologias, empresas fabricantes de filtros oferecem produtos do mais elevado desempenho aos seus clientes de peças de reposição. As empresas fabricantes estão sob avaliação de eficácia constante e produzindo filtros cada vez mais compactos e leves, reduzindo assim a reciclagem e respeitando o meio ambiente.


Autorevistace 68  
Autorevistace 68  
Advertisement