Page 89

enças e o envelhecimento precoce do organismo. “Acredita-se que por não terem o auxílio de produtos químicos para se defender das pragas, as plantas orgânicas trabalham em ritmo mais acelerado, produzindo maior quantidade de substâncias antioxidantes”, explica dra. Paula. MAIS SABOR Alimentos orgânicos também são mais nutritivos por serem produzidos em solos ricos de nutrientes e balanceados com adubos naturais. Por esse motivo, tendem a conservar, ainda, aroma intenso e ser mais saborosos. “Isso, certamente, faz com que devam ter preferência na mesa de pessoas em situações especiais, como é o caso de gestantes”, indica dra. Paula. Objetivando que todos os benefícios desses alimentos sejam aproveitados, no entanto, é importante consumi-los de maneira regular. Em outras palavras, precisam fazer parte diariamente de sua mesa ou sempre que possível. No que se refere a alimentos como tomates, morangos e pimentões, é praticamente lei que se faça a escolha pelos orgânicos, pois como é sabido, os que são produzidos de forma convencional são campeões no uso de agrotóxico e pesticida nas plantações. Na hora de escolher um alimento orgânico, preste atenção no selo de certificação para não levar gato por lebre. Esse

TRÊS EM UM Não confunda as bolas. Como se sabe, alimentos orgânicos são classificados assim devido à sua forma de produção, como a ausência de agrotóxicos no processo. Os integrais são grãos que não passam pelo processo de refinamento, conservando a totalidade de suas propriedades nutricionais. São especialmente boas fontes de fibras, essencial ao bom funcionamento do organismo. Já os funcionais oferecem benefícios diretos à saúde. Podem, por exemplo, reduzir o risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes. Não se engane: um mesmo alimento pode ser orgânico, integral e funcional, dependendo de suas características. Uma categoria não exclui a outra.

selo de identificação é fornecido pelas associações de agricultura orgânica ou órgãos competentes para classificá-lo. Já a sua higienização, preparo e cozimento são exatamente iguais aos de outros alimentos. “Apesar de não terem substâncias químicas, os vegetais orgânicos podem ser contaminados por bactérias ou vírus. Portanto, a boa higienização deles continua sendo lei”, avisa dra. Paula.

Consumindo alimentos orgânicos, a sua saúde agradece, assim como o planeta. A produção deles é sustentável, evitando a contaminação do solo e da água. Sem contar que a produção desses alimentos não despreza sistemas de responsabilidade social, principalmente na valorização da mão de obra que atua no cultivo. Não há, por exemplo, risco para a saúde de quem trabalha na lavoura de orgânicos.

Vale a pena conhecer No bairro Vila Nova Conceição, na capital paulista, existe um restaurante especializado em comida orgânica e funcional de dar água na boca: o Le Manjue. Um dos sócios é o ator Bruno Gagliasso. As panelas são comandadas pelo chef Renato Caleffi, também sócio do local. Além de levar em conta todos os conceitos da sustentabilidade e da boa saúde que gira em torno da preparação dos pratos, o restaurante, aberto inicialmente, em 2008, na Vila Madalena, prima pelo sabor. Há opções para vegetarianos. Vale a pena também navegar pelo site do lugar, que é um bom guia da cozinha orgânica e funcional. Traz, ainda, dicas de cursos de gastronomia afins e receitas, como a do jambalaya de shitake com alho-poró, para você preparar sua comida em casa. ENDEREÇO: Rua Domingues Fernandes, 608, Vila Nova Conceição, São Paulo/SP. • TELEFONE: (11) 3031- 2896. • FUNCIONA: segunda à quinta-feira, entre 11h30 e 23h30; sexta-feira, entre 11h30 e 00h00; sábado, entre 12h00 e 00h00; domingo, entre 12h00 e 17h00. •

R E V I S TA M A M M Y

WWW.LEMANJUE.COM.BR

89

Profile for Editora Mymag

VM - Mammy por Vera Moraes - 6  

VM - Mammy por Vera Moraes - 6