Issuu on Google+

01

#

Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01

Realização:

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013

Pavilhões da Festa da Uva, em Caixas do Sul: estimativa é de que 25 mil pessoas passem pelo local

Plastech Brasil começa com muitas novidades

A

Plastech Brasil já se consolidou como uma importante feira do setor plástico brasileiro. Em sua quarta edição, os pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul, recebem nesta semana um evento com muitas novidades, como a presença de expositores de outros países, a estreia do Recicla Plastech Brasil e o Projeto Comprador, do programa Think Plastic Brazil. Entre os dias 27 e 30 de agosto, 400 marcas ficam em exposição para um público estimado em 25 mil pessoas. A edição 2013 da Plastech Brasil marca a internacionalização da feira criada pelo empresário Orlando Marin, que depois de anos na direção da Simplás- Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho, assume a presidência do evento. “Num momento de tantas incertezas no mercado, tivemos a felicidade de ver consolidada uma feira que desde sua idealização, há mais de meia década, é organizada diretamente pelos próprios empresários

que vivem o dia a dia do segmento plástico. O Simplás sempre esteve preocupado em proporcionar investimentos minimizados para a locação de espaços, serviços diferenciados e, principalmente, a oportunidade para geração de negócios. Independentemente de tamanho e de onde estão localizadas as empresas expositoras, seja no Brasil ou Exterior”, comenta Marin. Para 2013, estima-se que aproximadamente R$ 370 milhões sejam investidos pelo segmento plástico do Rio Grande do Sul em novas máquinas e equipamentos, conforme levantamento dos sindicatos locais junto a associados. Considerando-se o total de 481 empresas da Serra Gaúcha, é possível projetar um aporte de mais de R$ 170 milhões só na região sede da Plastech Brasil, que concentra mais de 40% de todo plástico transformado no estado e gera mais de 13 mil empregos diretos, utilizando mais de 4 mil unidades de máquinas e equipamentos. Os segmentos expostos incluem matérias-primas e produtos básicos, máquinas,

equipamentos e acessórios, moldes e ferramentas, instrumentos, controle e automação, transformadores de plástico, serviços e projetos técnicos, publicações técnicas, entidades e instituições. O público esperado é de 25 mil pessoas, um crescimento em relação às edições anteriores (2007: 150 expositores, 11 mil visitantes; 2009: 220 expositores, 18 mil visitantes e 2011: 250 expositores, 22.351 visitantes).


Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01

EXPEDIENTE

SIMPLÁSGESTÃO 2013-2016 DIRETORIA EFETIVOS: Presidente – JAIME LORANDI 1º Vice-presidente – GELSON DE OLIVEIRA 2º Vice-presidente – PLÍNIO ROBERTO PAGANELLA 1º Secretário – RICARDO ALEXANDRE POLO 2º Secretário – HELOISA R. KUHN BROLIATO 1º Tesoureiro – REMO JOÃO BOFF 2º Tesoureiro – JOSEMAR BOEIRA MARTINS SUPLENTES: EUGÊNIO JOSÉ RAZZERA GUIOVANE MARIA DA SILVA IRINEU BOSCHETTI IVONIR HENRIQUE BERTOLLO LEOCÁDIO ANTONIO NONEMACHER MILTON PANIZZON ORLANDO ANTONIO MARIN CONSELHOFISCAL EFETIVOS: DAVID ANTONIO PISTORELLO LOURENÇO STANGHERLIN OSMAR ANTONIO PIOLA SUPLENTES: JOBEM DONADA MAURÍCIO PAGNO MOACIR BISI DELEGADOSREPRESENTANTES EFETIVOS: JAIME LORANDI ORLANDO ANTONIO MARIN SUPLENTES: GELSON DE OLIVEIRA PLINIO ROBERTO PAGANELLA

Conceitual - Publicações Segmentadas Av. Ijuí, 280 - CEP 90.460-200 - Bairro Petrópolis Porto Alegre - RS Fone/Fax: 51 3062.4569 - Fone: 51 3062.7569 Direção: Sílvia Viale Silva Edição: Melina Gonçalves - DRT/RS nº 12.844 Redação: Brigida Sofia Consultor de Redação: Júlio Sortica Departamento de Marketing: Izabel Vissotto Departamento Financeiro: Letícia Dias Departamento Comercial: Débora Moreira e Magda Fernandes Design Gráfico & Criação Publicitária: José Francisco Alves (51 9941.5777)

EDITORIAL

Bem-vindos à terra das oportunidades DIVULGAÇÃO

02

S

eja bem-vindo à terra da maior concentração de indústrias de material plástico do Brasil. Em um raio de 45 quilômetros na Serra Gaúcha, cerca de 500 empresas de micro, pequeno, médio e grande porte faturaram aproximadamente R$ 2,7 bilhões em 2012. Só nos oito municípios abrangidos pelo Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) estão concentrados 43% de todo plástico transformado no Rio Grande do Sul. Do total aproximado de 220 mil toneladas processadas, 77 mil correspondem a resinas recicladas. Esta é a terra da Plastech Brasil 2013. Quase 10 anos depois de a ideia haver começado a germinar em nosso sindicato, podemos constatar seu acerto. Neste 27 de agosto estaremos abrindo uma feira com 400 marcas em exposição para um público estimado em 25 mil visitantes. E a certeza de estar proporcionando investimentos minimizados para a locação de espaços, serviços diferenciados e, principalmente,a oportunidade para geração de negócios. Independentemente do tamanho e de onde estão localizadas as empresas expositoras, seja no Brasil ou no Exterior. A Plastech Brasil ganhou contornos de grande potencializador de negócios para o mercado regional. Muitas vezes, micro e pequenos empresários da

“Quase 10 anos depois de a ideia haver começado a germinar em nosso sindicato, podemos constatar seu acerto. Neste 27 de agosto estaremos abrindo uma feira com 400 marcas em exposição para um público estimado em 25 mil visitantes.”

região –e aqui falando não só da Serra, mas do Sul do país como um todo – não têm condições de participar de feiras em São Paulo, ou no Exterior. Neste cenário,a Plastech Brasil surge como um catalisador de atenções e oportunidades extremamente viável. Consolidamos uma feira com capacidade para oxigenar o setor, que recebe gente de todo o país e tem caráter internacional – reconhecida,inclusive, pelo Governo do Estado. Reconhecimento, aliás, que talvez seja o maior patrimônio construído na jovem história desta feira. A própria cadeia do plástico identifica a Plastech Brasil com uma relação custo-benefício altamente vantajosa. Na edição anterior, em 2011, a média de negócios realizados durante o evento chegou a quase R$ 4mil por metro quadrado locado. Para este ano, estimamos crescimento de 20% a30%. Com este olhar positivo, de valorização de quem trabalha e produz,saudamos e damos as boas-vindas a todos os participantes de uma das maior esfeiras setoriais do país organizada por um sindicato. O Simplás, aliado a todosos seus parceiros e apoiadores, te acolhe. E faz votos de ótimos negócios na Plastech Brasil 2013. OrlandoMarin, diretor do Simplás e presidente da Plastech Brasil


03

Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01

Centro de Atendimento ao Expositor (CAEX): Célia Marin e Greice Dallegrave - Fones: (54) 8135.1182 / (54) 9176.9751

SERVIÇOS Rodadas de Negócios do Sebrae: As rodadas ocorrem no dia 28 de agosto, das 14h às 19h. Há compradores de médias e grandes empresas para conhecer produtos e serviços de expositores e das empresas da região Espaço Happy Business: uma oportunidade para estreitar relacionamentos e fechar negócios a partir das 21h, quando se encerra a feira, em área de conforto, com música ambiente, vinhos da Serra Gaúcha e opções de alimentação. Rodadas de negócio internacionais do programa Think Plastic Brasil: Dia 29, das 14h às 19h. Em 2013, esta será a única edição do Projeto Comprador realizado pelo programa Think Plastic Brasil fora de São Paulo. Serão cinco compradores internacionais com foco no mercado de embalagens. Já estão confirmadas as companhias Solla (Colombia), Carozzi (Chile) e Attesa Holding (EUA). Nesta mesma ação, em 2011, 38 empresas associadas ao Programa participaram das rodadas e o evento gerou expectativa de quase US$ 2 milhões em negócios. Cartão Clube do Expositor: os expositores recebem junto com a credencial um cartão personalizado, com seu nome e da empresa, e um folder. Nesse folder estão listados cerca de 100 estabelecimentos conveniados à Plastech Brasil oferecendo vantagens exclusivas nos segmentos de alimentação, vida noturna, compras e serviços. Sala Vip: espaço exclusivo a expositores que oferece serviços como cabeleireiro, manicure, bar e quick massage. Seminário de Tecnologia de Transformação de Plásticos: Quarta edição do seminário para estudantes e profissionais da área de polímeros promovido pelo Senai. Ocorrerá entre 28 e 30 de agosto, na Agência de Educação Profissional Senai do Plástico. O endereço é Rua Giacomo Zatti, 2614, bairro Nossa Senhora de Fátima. As vagas são limitadas e as inscrições gratuitas. Mais informações pelo fone (54) 3028.7005 ou email senai.plastico@senairs.org.br. Confira entrevista sobre o evento na página 6. Workshop de Materiais Poliméricos UCS/ Plastech Brasil: Evento inédito. Cada workshop terá apresentação de diferentes temas por 15 a 20 minutos, com objetivo de divulgar atividades desenvolvidas na área de materiais poliméricos. Os trabalhos serão apresentados entre 28 e 30 de agosto, durante a feira, no estande da UCS.

MAPA


04

Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01

EXPOSITORES

Q

uem visitar a Plastech Brasil 2013 poderá conferir diversas tecnologias em máquinas, equipamentos e matérias-primas durante os quatro dias de feira. Confira algumas das principais novidades expostas:

Activas

A participação da Activas na Plastech Brasil 2013 é muito importante para os seus negócios e estratégias e tem como objetivos principais: estreitar o relacionamento com os clientes da região Sul e apoiar a expansão da feira que tem evoluído muito nas últimas edições e certamente estará entre as principais feiras do setor plástico na América do Sul, informa o diretor geral Laercio Gonçalves. A Activas tem filial em Caxias do Sul e avalia que este mercado da região Sul é muito importante para o crescimento da empresa. “Estaremos presentes na Plastech Brasil 2013 com um stand de 79m2, representando oficialmente as principais petroquímicas do país e do mundo, como: Braskem, Unigel, Innova, Eastman, Bayer, Kraton, Styrolution e Chem-Trend. Fornecemos resinas modificadas e coloridas da Actplus, uma empresa do Grupo Activas, que oferece soluções em masterbatches, aditivos, compostos e tingimentos e que fica localizada na cidade de Cotia, em São Paulo”, afirma. A Activas apresentará na Plastech 2013 o Agente de Purga produzido pela Chem-Trend, um produto de alta performance, que proporciona redução nos custos de produção, pois seu eficiente efeito de limpeza contribui com a vida útil e manutenção das máquinas dos clientes, evitando o desperdício e melhorando a eficácia de produção. Gonçalves diz que a feira que tem evoluído muito nas últimas edições e certamente estará entre as principais feiras do setor plástico na América do Sul. “Estaremos em nosso stand com uma equipe altamente especializada, treinada, motivada e sempre pronta a atender todos os clientes com satisfação. Com uma visão focada em processos, voltada para a melhoria contínua e nas melhores práticas de gestão do mercado, somos orientados à satisfação de nossos clientes e a uma estão profissional”, afirma.

Colorfix

Novas tendências, demonstração de produtos e fortalecimento da marca. Com esses objetivos a Colorfix Masterbatches marca presença na Plastech Brasil. Para o evento a empresa se prepara para apresentar um portfólio com os diversos produtos com destaque para a linha sustentável composta pelos produtos – Greenfix, Bactfix, Biofix, Coolerfix, Processfix, Process Plus, Purgfix, Selofix e Whitefix. Durante os quatro dias de feira, também está prevista a demonstração da linha de aditivo, o Processfix HP (high performance), que ao ser adicionado ao polipropileno traz benefícios em seu comportamento, resultando em grande melhoria de propriedades ótica, equilíbrio entre rigidez e impacto, tempo de ciclo, otimizando assim todo o processo de produção. “Traduzindo, isso significa que, dependo do maquinário utilizado, o ganho em produtividade em um único mês pode chegar a 30%. Entretanto, 10% de ganho no ciclo é certo, devido ao tempo de resfriamento ser menor”, explica o superintendente da empresa, Francielo Fardo. De acordo com o executivo, a região Sul hoje representa 40% no faturamento da empresa. “O transformador sul é muito exigente na qualidade de seus produtos, pois atende a grandes mercados consumidores como, por exemplo, São Paulo, tendo também seus produtos exportados para regiões como a do Mercosul, EUA e União Europeia. Estar em constante aperfeiçoamento e por dentro do que o mercado precisa é o nosso foco”, afirma. A Colorfix Masterbatches, empresa com 24 anos de atuação no mercado, oferece produtos e serviços diversificados para o mercado de transformação de plástico (injeção, sopro, extrusão, termoformagem, rotomoldagem, entre outros). A empresa, que está sediada em Colombo-PR (Região Metropolitana de Curitiba), atualmente, emprega cerca de 190 pessoas nas unidades de Colombo-PR, São Paulo (São Caetano) e Pernambuco (Distrito Industrial de Recife).

Broliato

A Broliato encontra na Plastech Brasil 2013 uma oportunidade de expandir sua participação no mercado nacional, estando

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Nos corredores Superintendente da Colorfix, Francielo Fardo

presente em um importante evento que irá reunir a todos que procuram nos plásticos, soluções inteligentes para alguns dos mais diversos problemas relacionados a design, eficiência e menor custo. Atua como fabricante de componentes plásticos extrusados para os mais diversos bens de consumo, como Automóveis, Refrigeradores, Móveis, equipamentos aviários, equipamentos para pecuária, acabamentos prediais e residenciais, placas de comunicação visual, vedações de esquadrias, equipamentos hospitalares, portas de segurança, etc. “A Broliato é uma empresa de pequeno porte, dinâmica e competitiva que é reconhecida por sua agilidade, padronização e eficiência ao obter sucesso na parceira dos mais diversos projetos de bens de consumo que disputam os mais diversos e competitivos mercados. A Broliato busca incessantemente novas e melhores formas de fazer os mesmos e novos produtos, sem nunca se dar por satisfeita. Acreditamos que as possibilidades de maior eficiência são infinitas”, diz Maurício Broliato, sócio administrador. “Estamos lançando alguns modelos de Gaxetas para Vedações de Geladeiras e Freezers. Temos gaxetas com padrão de alta qualidade, sendo produzidas com material antifúngico, onde agregam valor estético, funcional e durabilidade incomparável ao produto final. Outro lançamento é o perfil Porta Palhetas, com design de rápido encaixe ao pedestal de microfones que serve para acoplar e retirar palhetas com muita eficiência e rapidez. Pos-


05

Caxias do Sul - Terรงa-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01


06

Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01

sui diversas cores, entre brilhantes, foscas e neons”, explica. Broliato diz que a Plastech Brasil já está consolidada como uma feira de grande importância na junção de todas as tecnologias, players e pormenores relacionados ao universo de quem faz plásticos e quer levar esta arte/ ciência ao infinito. “A customização completa de um componente pode ser feita desde a escolha das matérias primas, passando pelo design mais arrojado e funcional, e ainda através da escolha dos inúmeros acabamentos possíveis durante e após a manufatura do produto. A Broliato está sempre em busca de tecnologia e aperfeiçoamento para isso, e possui uma ferramentaria própria e profissionais capacitados para desenvolvimento dos produtos customizados. Somos uma empresa certificada ISO 9001:2008, localizada em Caxias do Sul/ RS. Queremos convidar a todos para participarem da Plastech 2013 e conhecerem ainda mais sobre as tecnologias e empresas atuantes neste segmento, promissor e indispensável em nossa atual sociedade”, afirma.

Karina

A KARINA fica em Guarulhos (SP) e atua há mais de 30 anos no setor de Termoplásticos. Possui clientes em todo o Brasil, América Latina, EUA, China, África do Sul e União Europeia. “Temos clientes importantes na região sul do Brasil, que significa praticamente 15% do nosso volume de faturamento”, diz o diretor comercial Edson Penido. A KARINA possui uma linha de produtos que é formada por Compostos de PVC, Especialidades Poliolefínicas e uma infinidade de cores de Masterbatches que são produzidos de acordo com as mais rigorosas normas e legislações nacionais e internacionais. Os produtos podem ser aplicados nos mais diversos segmentos como sacolas, embalagens flexíveis e rígidas, materiais descartáveis, perfis para

DIVULGAÇÃO

EXPOSITORES

Paulo Sérgio Leal, do Departamento Comercial da Rulli

construção civil, tubos e conexões, mangueiras, fios e cabos elétricos, calçados, vedantes, automobilístico, entre outros. “A Plastech Brasil é uma ótima oportunidade para rever muitos de nossos Clientes e recebê-los para uma conversa e até concretização de uma negociação”, afirma Penido.

Rulli

A Rulli Standard, referência na produção de extrusoras de filme flexível e rígido, destaca-se há mais de cinquenta anos, disponibilizando aos transformadores equipamentos de ponta. “Procuramos oferecer aos nossos clientes não somente o melhor equipamento de extrusão, mais também soluções enfrentadas dia a dia no segmento”, diz Paulo Sérgio Leal do Departamento Comercial. Ele diz que a empresa é bem atuante na região Sul, devido ao grande número de transformadores localizados nesta área. “Todos sabemos que a rica região sul do Brasil destaca-se em inúmeras atividades individuais. Uma delas é a de extrusão de plástico. Indústrias modernas, líderes e operadores diferenciados

ajudam ainda mais a tornar este polo industrial um exemplo para o resto do Brasil”, avalia. “No sul do Brasil concentra-se o polo do descartável, sendo assim o maior número de extrusoras de rígidos estão instalados nestes estados. Visitas constantes são o foco na região para a amplitude dos negócios tanto em rígido como em flexível”, comenta. Na Plastech Brasil, será exposta uma extrusora de 2½ de alta e baixa densidade. Sua produção em baixa é de 200kg/h e em alta de 160kg/h, equipamento de fácil manuseio muito versátil e baixo consumo energético. “Participamos de todas as edições da Plastech, sempre no decorrer da feira nos encontramos com um grande número de nossos clientes, trocamos conhecimentos e aproveitamos a oportunidade para consolidar a nossa marca ainda mais entre os transformadores. Resultados de negócios se não obtidos como o esperado no evento sempre aparecem posteriormente”, garante Leal.

Shini

A Shini do Brasil é a filial da Shini Plastic Technology, empresa conceituada com mais de 40 anos no mercado de acessórios e periféricos para o mercado plástico. Para a Plastech Brasil, traz Alimentadores, Funis secadores, Desumidificadores, Moinhos, Dosadores de master, Robôs, entre outros produtos. “O Rio Grande do Sul é uma região em expansão, aonde muitas empresas inovadoras surgem todo dia. Conseguimos acompanhar o crescimento e fortalecimento de grandes líderes na região. A Shini do Brasil atualmente trabalha com expansão na região, contando com uma equipe qualificada, composta por assistência técnica, e vendedores que dão suporte ao que o cliente necessita”, diz o diretor comercial Klauber Vogel. “Acreditamos que a Plastech é um evento de suma importância para o empresário da Região Sul do país. Um evento objetivo que oferece o que há de inovação do mercado”, afirma Vogel.


07

Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01

EDUCAÇÃO

4º Seminário de Tecnologia de Transformação de Plásticos começa amanhã

E

m paralelo à Plastech Brasil, acontece 4º Seminário de Tecnologia de Transformação de Plásticos do SENAI DO PLÁSTICO Caxias do Sul. O evento começa amanhã e vai até sexta-feira na Agência de Educação Profissional Senai do Plástico (Rua Giacomo Zatti, 2614, bairro Nossa Senhora de Fátima), sempre pela manhã. Arley Galvani, Instrutor de Educação Profissional fala sobre o evento. O que os visitantes vão encontrar no 4º Seminário de Tecnologia de Transformação de Plásticos? Arley Galvani - O seminário foi idealizado com o intuito de gerar e difundir conhecimento, tecnologia nos processos de transformação de plásticos, é fruto de uma parceria entre SENAI, SIMPLÁS e Plastech Brasil. Nesta edição os visitantes encontrarão temas variados, desde matérias-primas e aditivos, novos processos e periféricos, até um tema que está gerando muita discussão que é a adequação das máquinas à NR 12 Como foi a escolha dos temas e dos participantes? Arley Galvani - Em relação aos temas, sempre procuram-se assuntos que tragam conhecimentos aos participantes e melhorias às suas respectivas

empresas. Nesta edição trouxemos empresas de São Paulo e do Rio Grande do Sul, referências em suas áreas de atuação. Qual o perfil do público esperado? Arley Galvani - O seminário é aberto ao público em geral, mas direcionado aos profissionais (técnicos, tecnólogos, compradores, líderes do setor) e estudantes da área Qual a importância de realizar o evento em paralelo à Plastech Brasil? Arley Galvani - Traz uma nova opção aos visitantes. Exatamente por ocorrer em um horário alternativo (na parte da manhã, enquanto a Plastech Brasil ocorre a tarde). Em muitos casos, os visitantes que participam da feira podem ter um tempo ocioso na parte da manhã e o Seminário preenche esta agenda do visitante.Também tornase uma excelente oportunidade de divulgar a Agência de Educação Profissional SENAI do Plástico, inaugurada em Dezembro de 2006, sendo a unidade mais recente do SENAI RS em Caxias do Sul. O visitante além das palestras do seminário, tem a chance de conhecer as instalações do SENAI do Plástico, suas máquinas, equipamentos e os cursos oferecidos nas áreas do plástico.

Fale sobre as edições anteriores do evento, por favor. Arley Galvani - O Seminário de Tecnologia de Transformação de Plásticos foi idealizado em 2007, exatamente pensando em um evento que atendesse à demanda tecnológica da região. Nas edições anteriores foram trazidas palestras, principalmente de empresas que estavam expondo na Plastech Brasil. Em 2007, ano da 1ª edição, o público presente não atendeu às expectativas, sendo considerado baixo, situação semelhante à segunda edição; porém a terceira edição, em 2011, notou-se a presença não só de estudantes e técnicos, mas também de gerentes e diretores de empresas transformadorasde plásticos. Isso se deve à busca por novos palestrantes, alguns vindos de SP ou SC exclusivamente para ministrar as palestras no seminário. O fruto desta constante busca pela inovação e avanços tecnológicos está sendo colhido nesta 4ª Edição, pois no início da divulgação, já estavamos sendo questionados se este ano não ocorreria o seminário, os profissionais já estavam aguardando as palestras. Há uma semana do evento, mais de 2/3 das vagas disponíveis já estavam preenchidas.


08

Caxias do Sul - Terça-Feira - 27 de agosto de 2013 - # 01

RECICLAGEM

DIVULGAÇÃO

Recicla Plastech Brasil

O

Recicla Plastech Brasil propõe a conscientização ambiental e de uso racional da matéria plástica desde os primeiros anos de educação e erguerá uma usina de reciclagem em pleno pavilhão de exposições, num estande de 220m2. O objetivo é traduzir ao público em geral o processo de reciclagem dos diversos tipos de plástico e o que pode ser produzido a partir da utilização de resinas recicladas. Será demonstrado todo o processo de triagem dos diversos resíduos coletados durante o período de montagem e realização da Plastech Brasil. “Atualmente, o grande volume de lixo do mundo é produzido pela própria sociedade. A indústria, de sua parte, reaproveita tudo o que pode, afinal, desperdício é sinônimo de prejuízo. Hoje, o que requer uma mudança de comportamento é a produção e descarte de lixo doméstico”, afirma o presidente da Plastech Brasil e diretor do Simplás, Orlando Marin. Ao

final, serão produzidos 5,7 mil banquinhos com resina plástica totalmente reciclada. “A estréia do Recicla Plastech Brasil é uma iniciativa inédita no Sul do país, com área de exposição três vezes maior do que o similar apresentado no principal evento setorial do plástico da América Latina. Aqui em Caxias do Sul, trabalharemos em um estande de 220m2, enquanto em São Paulo o espaço foi de 70m2. É um projeto pelo qual temos um grande carinho”, pontua Marin. Coordenadora da Plastech Brasil e uma das idealizadoras da iniciativa inédita no sul do Brasil, Célia Marin enfatiza o caráter extensivo do Recicla Plastech Brasil, que terá ações de continuidade além da feira, no sistema público de ensino. “Estaremos divulgando o conceito de sustentabilidade, mostrando que os impactos ambientais e sociais podem ser minimizados quando se trabalha de forma responsável, engajando as pessoas e o meio ambiente. Durante a feira, serão produzidos

5,7 mil banquinhos com matéria-prima totalmente reciclada, que posteriormente serão doados a 30 escolas infantis da rede pública municipal de Caxias do Sul”, revela. Esta atividade será executada por uma associação de reciclagem da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca). A empresa Seibt – Soluções Para a Indústria do Plástico estará presente no projetoatravés de uma de suas linhas de recuperação de plásticos. E a Meggaplástico, através de injetora, produzirá os banquinhos. Também são parceiras desteprojeto as empresas Qualiterme Equipamentos de Refrigeração, a InealEquipamentos Periféricos para Indústria Plástica, a Star Seiki Brasil e aPlastlar Ltda. O Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos (Plastivida) e aUniversidade de Caxias do Sul (UCS) apresentarão todo o processo do ciclo doplástico e farão demonstrações de produtos que são originados a partir dareciclagem dos diferentes plásticos.


Diário da Plastech Brasil 2013 #01