Page 34

A administração do lar é a minha rotina. Independentemente de como seja o seu dia a dia, tenho certeza de que podemos concordar: é nele que vivemos. GLORIFIQUE A DEUS EM TUDO O QUE VOCÊ FIZER Eu sei que servir minha família é o mesmo que servir a Jesus e, ao administrar meu lar, devo trabalhar como para o Senhor. Colossenses 3.23-24 diz: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo.” Devemos considerar a gestão da nossa casa “como a criação de um organismo vivo que produz a paz de Cristo e a retidão de Deus”1. Declarações como essa me incentivaram muito. Eu já acreditava nas Escrituras ao exaltar o papel de uma dona de casa como algo de enorme valor. Não tive nenhum problema em ver o cuidado do lar de modo significativo à luz da eternidade. Perspectiva eterna? Feito. Contudo, e hoje? Como o “hoje” está incluído no escopo da eternidade? O comentário de Tripp me fez lembrar que a Bíblia tem muito a dizer sobre o ordinário. 1 Coríntios 10.31 diz: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.”. Sim! É claro que eu quero glorificar a Deus! Ele é o presente supremo de todo o universo, ele é digno de tudo o que há em mim. No cerne do meu ser, meu maior desejo é trazer glória a Deus. Conside32

Vislumbres da Graça - Gloria Furman  

Editora Fiel