Page 1

#34 FEVEREIRO OS FILMES E OS ARTISTAS FAVORITOS AO OSCAR SÃO PAULO RECEBE MOSTRA DE TIM BURTON A ATRIZ AGATHA MOREIRA ESTREIA NA SAPUCAÍ

pernambuco O ESTADO DONO DO CARNAVAL MAIS DEMOCRÁTICO DO BRASIL OFERECE ROTEIROS COM UMA ATRAENTE COMBINAÇÃO DE NATUREZA, ARTE, HISTÓRIA E LAZER


AZUL MAGAZINE #34

Sumário

F E V E R E I RO 2 016

DESTINOS

76 106

76

Pernambuco

90

Arraial D’Ajuda

101

Jalapão

Um roteiro que reúne natureza, arte, história e lazer

As principais atrações do ensolarado balneário baiano

O ator Bernardo Velasco sugere o que fazer no destino

EM FOCO

90 116 010 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

106

Agatha Moreira

116

Thomaz Bellucci

122

Sociedade

126

Avatim

A atriz prepara-se para nova novela e estreia na Sapucaí

Os treinos pré-olímpicos do tenista número 1 do País

Brasileiros que contribuem para um mundo melhor

Aromatizantes para lojas e produtos corporais


Sumário 28

32

36

14 Editorial 16 Expediente 18 Colaboradores 4 CANTOS

26 28 32 36 40 44 46

44

Agenda Exposição Cinema Música Teatro Dança TV

HIGHLIGHTS

54 58 60 62 64 66 68

54

Gastronomia O Quarto 5 Perguntas Take 5 Vitrine Olhar Azul Colunas

Mário Magalhães Mara Salles Denise Campos de Toledo

AZUIS

58 012 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

64

130 Conquistas 133 Novidades 136 Linhas de Ônibus 138 Experiência Azul 141 Mapa de Rotas 146 Panorâmica


SHOP ONLINE WWW.JOHNJOHNDENIM.COM JOHNJOHNDENIM‎

JOHNJOHNDENIM‎


Editorial Pontualidade reconhecida Caro leitor,

Antonoaldo Neves P RESIDENTE

014 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

RETRATO: DIVULGAÇÃO

Celebramos em janeiro outro marco em nossa Somente em 2015, a UniAzul, a universidade história: somos a empresa de baixo custo mais corporativa da companhia, ministrou mais de 23 pontual do mundo! Em relatório anual publicado mil cursos voltados a diversas áreas da empresa, pela Official Airline Guide (OAG), principal insti- como manutenção, pilotos, comissários, aerotuição independente de monitoramento de pon- portos, call center, entre outras. Nosso centro é tualidade, nossa companhia assume a liderança um dos maiores da América Latina e uma grande global de voos dentro do horário na categoria referência no ensino e na gestão do conhecimento low-cost, com índice de pontualidade superior a aeronáutico no País. 91%. Além disso, também ficamos A UniAzul é o único centro entre as três melhores no ranking bra si lei ro a abr iga r, por que engloba todas as companhias exemplo, quatro simuladores O RESULTADO OBTIDO próprios de voo, que funcionam aéreas do mundo. Nesta edição da Azul Magazi- COLOCA EM EVIDÊNCIA 20 horas por dia, possibilitando ne, entrevistamos o presidente da que nossos pilotos treinem em NOSSOS VALORES E O OAG, John Grant, que falou sobre altíssimo nível. Também conta TRABALHO PAUTADO com ampla infraestrutura que o trabalho da instituição, que tem NA CONSIDERAÇÃO acesso a estatísticas de mais de 900 permite, inclusive, que alguns E NO RESPEITO COM companhias aéreas em cerca de 4 cursos sejam feitos a distância. mil aeroportos nos cinco continenEstamos muito felizes e NOSSOS CLIENTES” tes. Com 80 anos de experiência no orgulhosos por mais esta consegmento, ela é a maior referência de pontualidade. quista. Ela reflete o trabalho impecável de nossos Nossos investimentos em pessoas, tecnologias mais de 10 mil Tripulantes, que se dedicam de e processos foram essenciais para alcançarmos forma exemplar e contribuem para o sucesso essa alta performance operacional. O resultado da companhia. obtido coloca ainda mais em evidência nossos Agradeço a você, Cliente Azul, pela confiança valores e o trabalho pautado na consideração e no e pela preferência de voar conosco. Desejo uma respeito com nossos Clientes. boa leitura e um excelente voo!


vai de graçaSM Com apenas 15.000 pontos você vai ganhar uma noite gratuita em mais do 7.700 hotéis.* vai ligeiroSM 3.000 pontos mais uma quantia em dinheiro

ganhe um prêmio em um hotel Wyndham Rewards.*

vai fundoSM 1.000 pontos com toda estadia qualificada ou 10 pontos por cada dólar que gastar ou aquele que for maior.* Wyndham Rewards é o programa de fidelidade da Wyndham Hotel Group.

Inscreva-se agora, acessando WyndhamRewards.com e comece a aproveitar todos os benefícios.*


COMUNICAÇÃO E MARCA Diretora de Comunicação e Marketing Claudia Fernandes Gerente de Comunicação Gerente de Produto Coordenador de Comunicação Diretor de Arte

Carolina Constantino Renata Florenzano Fabio Abud Nemo Sampaio

MARKETING Gerente de Marketing Beatriz Spira Coordenador de Marketing voeazul.com.br

facebook.com/AzulLinhasAereas

Francisco Almeida twitter.com/azulinhasaereas

DIRETORIA

EDITORIAL Editora Bruna Tiussu

Diretor Executivo

bruna.tiussu@azulmagazine.com.br

Editora-assistente

Repórter

PUBLICIDADE

Marina Azaredo

Gerentes de Contas

ana.matozo@azulmagazine.com.br

andre.graciotti@azulmagazine.com.br

Sandra Torre sandra.torre@azulmagazine.com.br

Luiza Vieira

Simone Montenegro simone@azulmagazine.com.br

Coordenadora Comercial

Thais Lutti thais.lutti@azulmagazine.com.br

Estagiárias

Ana Paula Matozo

André Graciotti

luiza.vieira@azulmagazine.com.br

Produtora Executiva

Rodrigo Ferrari rodrigo@azulmagazine.com.br

marina.azaredo@azulmagazine.com.br

Editor de Arte

@azulinhasaereas

Paula Rezende paula@azulmagazine.com.br | 11 3254 9895

Representantes de Vendas FTPI

Camila Nardi camila.nardi@azulmagazine.com.br

Sofia Franco

Andrea Medrado (RJ) andreamedrado.rio@ftpi.com.br | 21 3852 1588

Cristiane Prataviera (PR)

sofia.franco@azulmagazine.com.br cristiane.curitiba@ftpi.com.br | 41 3026 4100

Tratamento de Imagens e Pré-impressão Produção Gráfica Revisão

Luciana Mir (DF) Everaldo Guimarães lucianamir.brasilia@ftpi.com.br | 61 3035 3750

Ronaldo Spagnuolo (MG) ronaldo.minas@ftpi.com.br | 31 2105 3609

Vitor Soares Loren Rodrigues (PE) loren.nordeste@ftpi.com.br | 81 2128 4350

Paulo Vinicio de Brito Yuri Laurentino (PE) yuri.nordeste@ftpi.com.br | 81 2128 4350

COLABORADORES Texto: Flávia Ribeiro, Livia Deodato, Wagner Machado Foto: Adriano Fagundes, Álvaro Fráguas, Edson Lopes Jr., Fernando Young, Julia Rodrigues, Leo Aversa, Paulo Pampolin, Xico Buny Ilustração: João Lauro Fonte Produção de Moda: Bernardo Biaso, Igor Migon Styling: Felipe Veloso Maquiagem: Carla Biriba

Representante de Vendas EUA

Marcela Miranda (Flórida) marcela.miranda@azulmagazine.com.br | 1 407 701 0738

DISTRIBUIÇÃO

AZUL MAGAZINE

#34 FEVEREIRO OS FILMES E OS ARTISTAS FAVORITOS AO OSCAR SÃO PAULO RECEBE MOSTRA DE TIM BURTON A ATRIZ AGATHA MOREIRA ESTREIA NA SAPUCAÍ

Leia também no tablet. O app da Azul Magazine está disponível para os sistemas iOS e Android

pernambuco

Gerente de Distribuição/Circulação

Carlos Melo carlos.melo@azulmagazine.com.br

FINANCEIRO/ADMINISTRATIVO Diretora Financeira

O ESTADO DONO DO CARNAVAL MAIS DEMOCRÁTICO DO BRASIL OFERECE ROTEIROS COM UMA ATRAENTE COMBINAÇÃO DE NATUREZA, ARTE, HISTÓRIA E LAZER

Valquiria Gomes Vilela valquiria.gomes@azulmagazine.com.br

AZUL MAGAZINE

VOEAZUL.COM.BR

#34 FEVEREIRO OS FILMES E OS ARTISTAS FAVORITOS AO OSCAR SÃO PAULO RECEBE MOSTRA DE TIM BURTON A ATRIZ AGATHA MOREIRA ESTREIA NA SAPUCAÍ

Gerente Administrativa

PROJETO GRÁFICO André Graciotti

Thuany Tirapani

IMPRESSÃO CTP, Impressão LOG & PRINT e Acabamento Gráfica e Logística S.A. Tiragem

70.000 exemplares

thuany@azulmagazine.com.br

pernambuco O ESTADO DONO DO CARNAVAL MAIS DEMOCRÁTICO DO BRASIL OFERECE ROTEIROS COM UMA ATRAENTE COMBINAÇÃO DE NATUREZA, ARTE, HISTÓRIA E LAZER VOEAZUL.COM.BR

Assistente Financeira

Bruna Veiga bruna.veiga@azulmagazine.com.br

A ZU L LIN H AS AÉR EA S BRA SI LEIR AS

F E V E R E I RO 2 016

F EV ERE IRO 2 016

AZ U L LI N H AS AÉ RE AS B R AS I LE I R AS

34

34

Foto da capa Julia Rodrigues

Azul Magazine não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos assinados. As pessoas que não constam do expediente da revista não têm autorização para falar em nome de Azul Magazine ou retirar qualquer tipo de material para produção de editorial caso não tenham em seu poder uma carta atualizada e datada, em papel timbrado, assinada por pessoa que conste do expediente.

Editora Ferrari LTDA. CNPJ – 11.052.806/0001-40 Endereço – Av. Paulista, 2200, 23º andar Consolação. CEP 01310-300 11 3254 9950

A Azul Magazine é uma publicação mensal da Editora Ferrari LTDA. com conteúdo desenvolvido pela Azul Magazine, uma parceria entre as empresas Azul Linhas Aéreas e Editora Ferrari. 016 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


Carmen Steffens


Colaboradores Julia Rodrigues FOTÓGR AFA

A fluminense radicada em São Paulo acredita que uma boa foto depende mesmo é de um olhar apurado. Colabora em títulos como Elle, Claudia e Contigo e dedica-se ao seu estúdio recém-inaugurado, Cachalote. É dela a imagem de capa desta Azul Magazine, bem como os registros que ilustram a reportagem sobre as belezas pernambucanas.

Flávia Ribeiro J O R N A L I S TA

Repórter esportiva desde 1997, passou por veículos como Lance!, O Dia e Extra. Hoje atua como freelancer e entre suas grandes coberturas mais recentes estão os Jogos Olímpicos de Londres e os Jogos PanAmericanos de Toronto. Aqui, assina a entrevista com o tenista Thomaz Bellucci.

Paulo Pampolin FOTÓGR AFO

FOTÓGR AFO

O carioca morou durante 20 anos em Nova York, estudou na School of Visual Arts e colabora até hoje em publicações como Condé Nast Traveller, Clam Magazine e People. Para esta edição fotografou as atrações de Arraial D’Ajuda, na Bahia. 018 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Fernando Young FOTÓGR AFO

Navega entre as linguagens da cinematografia e do contraste de luz para compor seus trabalhos. Já clicou artistas como Fernanda Montenegro e Caetano Veloso. São dele os retratos de Agatha Moreira, atriz que estreia este mês na Sapucaí.

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

Adriano Fagundes

Começou sua carreira em 1996, venceu duas vezes o prêmio Leica-Fotografe e foi finalista do prêmio Conrado Wessel de Fotografia Publicitária. Tem trabalhos publicados em revistas do Brasil, da França, dos Estados Unidos e da Croácia. Colabora nesta Azul Magazine com os retratos do chef Tadashi Shiraishi, do restaurante paulistano UN.


Melhor

Melhor

Melhor

Cheeseburger

Hamburger

Melhor

Melhor Carne

Sobremesa

Restaurante do Sul do Brasil

Gazeta do Povo 2014 Veja 2014 Gula 2009

Veja 2014

Veja 2012 Gazeta do Povo 2011 Guia Brasil 4 Rodas 2011

Veja 2013 Gazeta do Povo 2012

Guia Brasil 4 Rodas 2010

Chef 5 Estrelas de Curitiba

Chef do Ano

Restaurateur do ano

Melhor

Gazeta do Povo 2012 (Hors-Concours)

Gazeta do Povo 2012 Gula 2011 Veja 2011

Guia Brasil 4 Rodas 2009

Gazeta do Povo 2015

(Hors-Concours)

Adega

(Hors-Concours)

Melhor

Carta de Vinhos Prazeres da Mesa 2014 Guia Brasil 4 Rodas 2013 Veja 2013

CONHEÇA NOSSOS NOVOS RESTAURANTES:

MIAMI BEACH - OCEAN DRIVE, 1412

RIO DE JANEIRO - NYCC/BARRA SHOPPING • CUIABÁ-MT • CASCAVEL-PR GUARAPUAVA-PR • JOINVILLE GARTEN SHOPPING-SC • LAGES-SC • TAUBATÉ-SP

ENCONTRE UM DOS NOSSOS 63 RESTAURANTES:

restaurantemadero.com.br


PRÓXIMAS INAUGURAÇÕES (SOON):

SYDNEY - GEORGE ST, 100

DOHA - QATAR

BRASÍLIA-SHOPPING ID • CAMPINAS • CRICIÚMA • PORTO ALEGRE SÃO JOSÉ-SHOPPING ITAGUAÇU • VILA VELHA • VITÓRIA


PROCURANDO

O LUGAR PRA FICAR? DIÁRIAS DIÁRIAS A A PARTIR PARTIR DE DE ,00

307

R$

São Paulo Vila Olímpia. Ibirapuera. Aeroporto Internacional de Guarulhos.

OUR WORLD IS YOUR PLAYGROUND RESERVE JÁ: PULLMANHOTELS.COM


28 Exposição Mostra em SP convida a um passeio pelo universo de Tim Burton

32 Cinema Os principais filmes e artistas na disputa pelo Oscar 2016

4 cantos

36 Música Os Rolling Stones vêm ao Brasil para shows em três cidades

32

FOTOS: COLEÇÃO PARTICUL AR DE TIM BURTON/DIV. ( TIM BURTON); DIVULGAÇÃO

28


4 CANT OS | A G E N D A

dia

5

Psycho Carnival

fevereiro

CURITIBA, PR

Há 17 anos no calendário da capital paranaense, a edição 2016 do festival promete um carnaval com muito rock. Durante os quatro dias de programação, bandas icônicas da cena psychobilly internacional (uma mistura de rock’n’roll com rockabilly) garantem o agito, como Guana Batz, Frantic Flintstones, Meantraitors e Cenobites. Entre os grupos nacionais estão Sick Sick Sinners, Ovos Presley, Brown Vampire Catz e Kráppulas. JOKERS PUB, R. SÃO FRANCISCO, 164, CENTRO, CURITIBA. SEX. (5). A SEG. (8), ÀS 20H30. 41 3324 2351

JOKERS.COM.BR

dia

12

dia

6

Gramado in Concert GRAMADO, RS

O violonista norte-americano Brett Deubner é a grande atração da segunda edição do festival que leva à cidade gaúcha orquestras, bandas sinfônicas, grupos de câmaras e solistas nacionais e internacionais. A Rua Coberta, o Lago Negro, a Igreja de São Pedro e a Praça das Etnias, entre outros pontos importantes do destino, servem de cenário para as apresentações, que seguem até o dia 21 deste mês.

Mardi Gras – Universal Studios ORLANDO, FL

Fall Out Boy (foto), Shawn Mendes, Adam Lambert, Jessie J e Diana Ross são algumas das atrações já confirmadas para a festa realizada no principal parque da Universal. Até 16 de abril, o complexo da Flórida oferece 14 shows, além do tradicional desfile de carros alegóricos. O projeto presta homenagem ao secular Mardi Gras de Nova Orleans. Para completar a experiência, o French Quarter Courtyard serve receitas da culinária cajun, típica da Luisiana.

ESPAÇOS PÚBLICOS DE GRAMADO, DE 12 A 21 DE FEVEREIRO. GRÁTIS GRAMADOINCONCERT.COM.BR

UNIVERSAL STUDIOS FLORIDA, 6000 UNIVERSAL BLVD, ORLANDO. DE 6 DE FEVEREIRO A 16 DE ABRIL. A PARTIR DE US$102 O INGRESSO PARA O PARQUE, QUE DÁ DIREITO AOS SHOWS DO EVENTO UNIVERSALORLANDO.COM.BR

dia

13 dia

10

Cinema Humanista – Irmãos Dardenne BRASÍLIA, DF

Até o dia 29 deste mês, a mostra exibirá 22 filmes produzidos pelos belgas Luc e Jean-Pierre Dardenne, cujo trabalho é marcado pelo naturalismo, pela ausência de trilha sonora e pela câmera muito próxima dos atores. Dentre os títulos selecionados estão os dois laureados com a Palma de Ouro do Festival de Cannes, Rosetta (1999) e A Criança (2005), além de Dois Dias, Uma Noite (2014; foto), que rendeu a Marion Cotillard oito premiações como melhor atriz. CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL, SCES TRECHO 2, LOTE 22, ASA SUL, BRASÍLIA. DE 10 A 29 DE FEVEREIRO. QUA. A SEG., DAS 9H ÀS 21H. R$4

026 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

61 3108 7600

BB.COM.BR/CULTURA

Anime Festival Summer BELO HORIZONTE, MG

Ponto de encontro dos amantes da cultura geek, o festival chega a sua 12ª edição com uma programação vasta. Concurso de cosplay, partidas de RPG, estandes com ilustrações e mangás, feira de fanzine, palestras e apresentações de bandas compõem a agenda do sábado e do domingo. Este é o primeiro dos quatro eventos dedicados ao gênero na cidade – há ainda o Party (maio), o Winter (agosto ou setembro) e o Tradicional (novembro). MINASCENTRO, R. DOS GUAJAJARAS, 1022, CENTRO, BELO HORIZONTE. SÁB. (13) E DOM. (14), DAS 13H ÀS 20H. ENTRE R$50 E R$60 31 3217 8800

ANIMEFESTIVAL.COM.BR

FOTOS: MAURICIO VALL ADARES/DIV. (OS PARAL AMAS DO SUCESSO); LIGIA RIZERIO/DIV. (JAM NO MAM); RAFAEL CAVALLI/DIV. (GRAMADO IN CONCERT); CARLOS BARRIOS/DIV. (SOUTH BEACH WINE & FOOD); LUCAS FREITAS/DIV. (ANIME FESTIVAL SUMMER); ANDRE RÊGO/DIV. (BRA ZILIAN MOUNTAIN FESTIVAL); DIVULGAÇÃO

ENTRE R$40 E R$520 (O PACOTE COM AS QUATRO NOITES)


Música

Cinema

Esporte

TV

Dança

Literatura dia

13

Exposição

Teatro

Outros

JAM no MAM SALVADOR, BA

A área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia é transformada em palco para shows aos sábados, no fim de tarde – este mês, haverá sessões nos dias 13, 20 e 27. Comandadas pela banda oficial do projeto e seus convidados, as apresentações chamam a atenção pela pluralidade sonora, com muita percussão, jazz, frevo, blues e swing. De quebra, o público ainda aproveita uma das mais belas vistas da Baía de Todos os Santos. MUSEU DE ARTE MODERNA DA BAHIA, AV. CONTORNO, S/Nº, SOLAR DO UNHÃO, COMÉRCIO, SALVADOR. SÁB. (13, 20 E 27), DAS 18H ÀS 21H. R$7

dia

19

71 3241 2983

JAMNOMAM.COM.BR

Paralamas Trio SÃO PAULO, SP

Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone fazem duas apresentações especiais na capital paulista depois de três décadas de seu último show com a formação original da banda – o tecladista João Fera entrou no grupo em 1987. O trio executará os maiores sucessos de sua trajetória, como Alagados e Lanterna dos Afogados, além de músicas que o influenciaram ao longo dos anos, tal qual Tempos Modernos, de Lulu Santos, e Little Wing, de Jimi Hendrix. TEATRO J. SAFRA, R. JOSEF KRYSS, 318, BARRA FUNDA, SÃO PAULO. SEX. (19) E SÁB. (20), ÀS 21H30. ENTRE R$100 E R$220

11 2626 0243

TEATROJSAFRA.COM.BR

dia

24

South Beach Wine & Food MIAMI, FL

Chefs de origens diversas marcam presença na 15ª edição do festival gastronômico que agita a cidade da Flórida – o peruano Gastón Acurio, o francês Alain Ducasse, o argentino Francis Mallmann e o israelense Michael Solomonov são alguns dos que assinam jantares temáticos. Degustações e brunches à beira-mar, seminários e festas completam a programação dos cinco dias de evento. ESPAÇOS DIVERSOS DE MIAMI, DE 24 A 28 DE FEVEREIRO. HÁ ATIVIDADES GRATUITAS E OUTRAS QUE CUSTAM ATÉ US$500

dia

26

1 877 762 3933

SOBEFEST.COM

Brazilian Mountain Festival CORUPÁ, SC

A cidade catarinense sedia durante três dias o evento que promove atividades e competições de esportes outdoor. A principal delas é a trail running, prova de corrida de montanha com percursos que variam de 5km a 60km. Há ainda modalidades de corrida noturna, mountain bike, cross duathlon e cross triathlon, além de opções de lazer para toda a família, como muro de escalada, cinema ao ar livre e acampamento. SEMINÁRIO DE CORUPÁ, R. PADRE GABRIEL LUX, 900, SEMINÁRIO, CORUPÁ (LOCAL DA RETIRADA DOS KITS). DE 26 A 28 DE FEVEREIRO. INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 12. ENTRE R$130 E R$530 47 3375 1194

TRCBRASIL.COM

027


Universo fantástico

O MIS, EM SÃO PAULO, INAUGURA NO DIA 4 DESTE MÊS UMA MOSTRA EM HOMENAGEM AO CINEASTA NORTE-AMERICANO TIM BURTON, COM FOTOGRAFIAS, ESBOÇOS E BONECOS QUE REPRESENTAM TODAS AS FASES DE SUA CARREIRA Por MARINA AZAREDO

A próxima exposição a causar burburinho – e filas gigantescas – na capital paulista já tem data marcada para começar. No dia 4 deste mês, personagens estranhos com figurinos exóticos vão invadir o Museu da Imagem e do Som, palco de algumas das exibições mais disputadas dos últimos anos, na mostra O Mundo de Tim Burton. Desenhos, esboços, pinturas, fotografias, storyboards e bonecos que fazem parte da filmografia do cineasta norte-americano, conhecido por longas como Edward Mãos de Tesoura (1990), A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005) e A Noiva Cadáver (2005), poderão ser apreciados até 15 de maio. Originalmente montada no MoMA, em Nova York, em 2009, a exposição foi 028 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

recolhida pelo diretor após passar por apenas três outros lugares. Em 2014, no entanto, ele decidiu permitir novamente sua exibição, mas somente em cidades e museus que tivesse interesse em conhecer. Desde então esteve em locais como Praga, na República Tcheca, Tóquio, no Japão, e Brühl, na Alemanha, onde ficou em cartaz até o mês passado. O MIS será a primeira instituição da América Latina a receber o projeto. E ele chega em versão inédita, com uma nova divisão das seções originalmente criadas. “Aqui os visitantes literalmente entrarão no mundo do cineasta. Os itens estão agrupados em salas temáticas, segmentadas por sentimentos como medo, humor, felicidade e melancolia.

Elementos sempre presentes na obra de Tim Burton”, explica André Sturm, diretor-executivo e curador geral do museu paulistano. Para a concepção da versão brasileira, a curadora independente Jenny He esteve algumas vezes em São Paulo acompanhando o processo de idealização e montagem. “Tínhamos ouvido coisas maravilhosas sobre o MIS e suas mostras recentes. Estamos felizes com o fato de a premiére na América Latina ser nesse espaço que tem feito um trabalho tão bom”, afirmou ela, em visita à cidade, em dezembro. Os cerca de 500 itens expostos revelam a história e as inspirações do cineasta. Entre os destaques estão

FOTOS: MATEJ DIVIZNA /DIV. (RETRATO); COLEÇÃO PARTICUL AR DE TIM BURTON/DIV. (OBRAS); DIVULGAÇÃO

4 CANT OS | E X P O S I Ç Ã O


Na página anterior, Tim Burton. Nesta página, em sentido horário, obras em exibição na mostra: Rodeado (1996); Menina Azul com Vinho (1997); Escultura para Menino Balão (2009); O Mundo do Menino Mancha (1998)

storyboards do livro O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias (1997), os primeiros curtas (realizados no início da década de 70 e nunca lançados), desenhos feitos em guardanapos e esboços do personagem de Johnny Depp em Edward Mãos de Tesoura. Em paralelo à exposição, o museu oferece cinco cursos que abordarão temas como a carreira, o universo fantástico e a música nos filmes de Tim Burton. Após o sucesso das mostras sobre Stanley Kubrick, David Bowie (que morreu no mês passado) e O Castelo Rá-Tim-Bum – que bateu o recorde de público, com 410 mil visitantes –, O Mundo de Tim Burton é a mais recente aposta do MIS para atrair paulistanos e turistas. E revelou-se certeira: antes mesmo da abertura, não havia mais ingressos disponíveis para várias datas neste mês. Nas redes sociais, o êxito também promete se repetir, com fotos sendo compartilhadas incessantemente. Uma escultura inspirada em Edward Mãos de Tesoura ficará na área externa do museu. Corra para garantir a sua selfie.

O Mundo de Tim Burton Museu da Imagem e do Som, Av. Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo. De 4 de fevereiro a 15 de maio. Ter. a sex., das 11h às 20h; sáb., das 9h às 21h; dom, das 11h às 19h. Entre R$12 e R$40 11 2117 4777 MIS-SP.ORG.BR

CINCO FILMES PARA ENTENDER A OBRA DE TIM BURTON

Os Fantasmas se Divertem (1988) Foi com esta comédia fantástica que o diretor chamou a atenção da indústria cinematográfica

Batman (1989) O filme de estreia da franquia do homemmorcego foi orçado em US$35 milhões e arrecadou mais de US$400 milhões em todo o mundo

Edward Mãos de Tesoura (1990) Deu início à parceria com o ator Johnny Depp, que perdurou por mais sete produções

Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas (2003) Por conta da semelhança física com o protagonista Albert Finney, o ator Ewan McGregor foi eleito para viver o personagem na fase jovem

A Noiva Cadáver (2005) O filme sobre um jovem que se casa por engano com uma noiva cadáver e vai conhecer a Terra dos Mortos foi indicado ao Oscar de melhor animação

029


4 CANT OS | E X P O S I Ç Ã O

ARTE EM FOCO SAIBA MAIS SOBRE OS DESTAQUES DE MUSEUS E ESPAÇOS CULTURAIS Por BRUNA TIUSSU

Relação intrínseca O Cântico das Criaturas, famosa canção de Francisco de Assis escrita em meados de 1220, serve de linha condutora para Natureza Franciscana, mostra que será inaugurada na capital paulista no dia 27 deste mês e permanecerá em cartaz até 5 de junho. Os 30 trabalhos selecionados pelo curador Felipe Chaimovich conectam-se de alguma forma aos elementos naturais citados no texto, tais como o sol, as estrelas, a água e o fogo.

Contribuições inspiradoras

MAM, PARQUE IBIRAPUERA, AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL, S/Nº, IBIRAPUERA,

O Itaú Cultural abre seu calendário de exposições de 2016 com a Ocupação Person, uma homenagem ao cineasta, roteirista e publicitário Luiz Sérgio Person, morto precocemente em um acidente de carro em 1976, aos 39 anos. Fotos, documentos e projeções lançam luz sobre seu trabalho no cinema – destaque para o roteiro original de O Caso dos Irmãos Naves (1967) – e no teatro, com detalhes que remetem ao Auditório Augusta, espaço da vanguarda paulistana fundado em 1973 por ele e Glauco Mirko Laurelli. A mostra fica em cartaz de 20 de fevereiro a 3 de abril.

SÃO PAULO. TER. A DOM., DAS 10H ÀS 17H30. R$6 (GRÁTIS AOS DOMINGOS) 11 5085 1300

MAM.ORG.BR

ITAÚ CULTURAL, AV. PAULISTA, 149, CERQUEIRA CÉSAR, SÃO PAULO. TER. A SEX., DAS 9H ÀS 20H; SÁB. E DOM., DAS 11H ÀS 20H. GRÁTIS ITAUCULTURAL.ORG.BR

União de três olhares Exemplares da atualidade Quase 30 nomes – como o do brasileiro Marcellvs L. (foto) e os dos alemães Kitty Kraus e Michael Wesely – têm seus trabalhos expostos em Zeitgeist – A Arte da Nova Berlim, mostra idealizada pelo Instituto Goethe que dá ênfase à produção da mais recente geração de artistas radicados na capital alemã. As pinturas, fotografias, performances e instalações que compõem o mosaico de obras em exibição acabaram de chegar à capital fluminense e por lá ficam até o dia 4 de abril. CCBB RIO DE JANEIRO, R. PRIMEIRO DE MARÇO, 66, CENTRO, RIO DE JANEIRO. QUA. A SEG., DAS 9H ÀS 21H. GRÁTIS

21 3808 2020

030 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

CULTURABANCODOBRASIL.COM.BR

A partir da percepção do trio de curadoras formado por Marília Panitz, Polyanna Morgana e Marisa Mokarzel, a exposição Vértice faz um recorte na coleção de Sérgio Carvalho pautado nos temas Relatos, Construções e Assombros. Em cartaz em São Paulo do dia 4 deste mês até 27 de março, a mostra conta com cerca de 200 obras – selecionadas de um total de mais de 1.500 – de importantes artistas brasileiros contemporâneos, como Nelson Leirner, Antonio Dias, José Rufino e Farnese de Andrade (foto). CENTRO CULTURAL CORREIOS, AV. SÃO JOÃO, S/Nº, VALE DO ANHANGABAÚ, SÃO PAULO. TER. A DOM., DAS 12H ÀS 19H. GRÁTIS 11 3227 9461

CORREIOS.COM.BR

FOTOS: ACERVO FAMÍLIA PERSON/DIV. (OCUPAÇÃO PERSON); VICENTE DE MELLO/DIV. (VÉRTICE ); ULISSES CAPELLET TI/DIV. (NATUREZ A FRANCISCANA); DIVULGAÇÃO

11 2168 1776


4 CANT OS | C I N E M A

E o Oscar vai para… Por MARINA AZAREDO

AS PRINCIPAIS CATEGORIAS: Melhor filme

Melhor ator

Melhor atriz

Melhor diretor

Melhor animação

A Grande Aposta Ponte dos Espiões Brooklyn Mad Max: A Estrada da Fúria Perdido em Marte O Regresso O Quarto de Jack Spotlight

Bryan Cranston (Trumbo) Matt Damon (Perdido em Marte) Leonardo DiCaprio (O Regresso) Michael Fassbender (Steve Jobs) Eddie Redmayne (A Garota Dinamarquesa)

Cate Blanchett (Carol) Brie Larson (O Quarto de Jack) Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso) Charlotte Rampling (45 Anos) Saoirse Ronan (Brooklyn)

Alejandro G. Iñárritu (O Regresso) Tom McCarthy (Spotlight) George Miller (Mad Max: A Estrada da Fúria) Adam McKay (A Grande Aposta) Lenny Abrahamson (O Quarto de Jack)

Anomalisa O Menino e o Mundo Divertida Mente Shaun, o Carneiro As Memórias de Marnie

032 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

FOTOS: AIDAN MONAGHAN/DIV. (PERDIDO EM MARTE ); KERRY HAYES/DIV. (SPOTLIGHT ); GEORGE KRAYCHYK (O QUARTO DE JACK); DIVULGAÇÃO

COM 12 INDICAÇÕES, O REGRESSO, DE ALEJANDRO GONZÁLEZ IÑÁRRITU, TEM TUDO PARA SER O GRANDE CAMPEÃO NA PREMIAÇÃO MAIS IMPORTANTE DA INDÚSTRIA CINEMATOGRÁFICA, MARCADA PARA O DIA 28 DESTE MÊS


Em sentido horário, cena de Spotlight; Tom Hardy como protagonista de Mad Max; registro de O Quarto de Jack; Leonardo DiCaprio no papel do explorador de O Regresso; Emory Cohen e Saoirse Ronan em Brooklyn; e Matt Damon como o astronauta de Perdido em Marte

Leonardo DiCaprio é o nome da vez no Oscar. Recebendo sua quinta indicação, depois de feitos elogiados que não lhe renderam a estatueta, especula-se que no dia 28 deste mês a Academia finalmente vai reconhecer seu talento premiando-o pela atuação em O Regresso. No filme de Alejandro González Iñárritu, ele interpreta um explorador que é atacado por um urso e abandonado pelos companheiros durante uma expedição no Velho Oeste. O trabalho já lhe rendeu o Globo de Ouro, entregue no mês passado. Desde sua primeira indicação, como coadjuvante de Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador (1993) até quando concorreu a melhor ator pelo trabalho em O Lobo de Wall Street (2014), DiCaprio tem figurado na lista dos favoritos ao Oscar, mas continua aguardando a vitória. Provavelmente a atuação em O Regresso – o filme é campeão de indicações desta edição, concorrendo em 12 categorias – deve mudar isso. Porém, ele terá de superar candidatos fortes, como Eddie Redmayne, o protagonista transexual de A Garota Dinamarquesa, e Matt Damon, no papel de um astronauta, em Perdido em Marte, longa com sete indicações. Na briga por dez prêmios, Mad Max: A Estrada da Fúria vem logo atrás de O Regresso. Além de melhor filme, disputa na categoria melhor diretor e em outras áreas técnicas. A protagonista Charlize Theron, no entanto, foi esnobada pela Academia. As favoritas ao título de melhor atriz são Cate Blanchett, que interpreta uma homossexual em Carol, e Brie Larson, cuja atuação como uma

mãe que vive com o filho em um espaço de sete metros quadrados, em O Quarto de Jack, arrebatou o Globo de Ouro. Iñárritu é a aposta mais óbvia no prêmio de melhor direção. Se as previsões se confirmarem, ele levará para casa as estatuetas de melhor filme e melhor direção pela segunda vez consecutiva – Birdman foi o grande laureado do ano passado. Seu concorrente mais sólido é George Miller, por Mad Max. E correndo por fora vem Lenny Abrahamson, de O Quarto de Jack, que sequer era cotado para figurar na lista de indicados. Embora o brasileiro Que Horas Ela Volta? não tenha conseguido uma vaga entre os aspirantes a melhor filme estrangeiro, o País não ficou de fora do Oscar. Do cineasta Alê Abreu, O Menino e o Mundo – premiado em 2014 na mostra de Aneccy – obteve um lugar entre os cotados a melhor animação, uma surpresa na categoria que tem como grande favorito Divertida Mente, da Pixar. Entre os estrangeiros, o húngaro O Filho de Saul, de László Nemes, que também já levou o Globo de Ouro, é o que tem maiores chances de abocanhar o prêmio. A história de um judeu que busca dar um enterro digno ao filho em meio aos horrores de um campo de concentração deve conquistar a Academia, afeita a produções sobre o Holocausto. A boa notícia é que grande parte dos títulos indicados ao Oscar ainda está em cartaz ou deve entrar nas salas brasileiras nas próximas semanas. O Regresso e O Filho de Saul, por exemplo, estreiam no dia 4 deste mês. Já A Garota Dinamarquesa está previsto para o dia 11. Hora de os fãs correrem para os cinemas e atualizarem suas apostas.

Oscar 2016 Transmitido ao vivo pela TNT, no dia 28 de fevereiro, a partir das 20h30

033


4 C ANT OS | C I N E M A

TELA GRANDE FIQUE POR DENTRO DAS PRINCIPAIS ESTREIAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DO MÊS Por MARINA AZAREDO dia

25

Assassinatos misteriosos dia

11

dia

11

Ator versátil

Desventuras de um anti-herói

Em Um Suburbano Sortudo, nova comédia de Roberto Santucci, Denílson (Rodrigo Sant’anna) é um carismático camelô do Rio de Janeiro cuja vida muda quando seu até então desconhecido pai biológico morre e lhe deixa toda a sua fortuna. Ele passa por situações hilárias enquanto tenta se adaptar à rotina de luxo e regalias. Além do protagonista, Rodrigo interpreta cinco outros personagens do longa.

Deadpool narra a história do mercenário Wade Wilson (Ryan Reynolds), que arrisca curar-se de um câncer com uma estranha experiência científica. Mas, além de se recuperar, ganha poderes e um raro senso de humor, o que o faz adotar o alter ego de Deadpool e ir atrás do homem que conduziu o experimento e quase destruiu sua vida. A brasileira Morena Baccarin (do seriado Homeland) está no elenco.

034 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

FOTOS: BL AKE T YERS/DIV. (PRESSÁGIOS DE UM CRIME ); JOE LEDERER/DIV. (DEADPOOL); AGATHA A. NITECK A /DIV. (A GAROTA DINAMARQUESA); PEDRO CURI/DIV. (UM SUBURBANO SORTUDO); DIVULGAÇÃO

O diretor brasileiro Afonso Poyart – de 2 Coelhos (2012) – estreia em Hollywood com o thriller policial sobrenatural Presságios de um Crime. O filme traz o agente especial do FBI Joe Merriwether (Jeffrey Dean Morgan) que, de mãos atadas frente a uma série de homicídios sem pistas concretas, recorre à ajuda de seu ex-colega, o médico aposentado John Clancy (Anthony Hopkins). Colin Farrell e Abbie Cornish completam o elenco.


100 95 75

dia

11

25 Questão de gênero

Cinebiografia do pintor 5 Einar Mogens Wegener (Eddie Redmayne), A 0Garota Dinamarquesa foca na relação amorosa do artista com Gerda (Alicia Vikander), apesar de ele se identificar, de forma velada, com o universo feminino. Quando seu instinto fala mais alto, ele resolve ser a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de sexo e passa a usar o nome de Lili Elbe. A direção é de Tom Hopper, de O Discurso do Rei, vencedor do Oscar de melhor filme em 2011. dia

18

Drama intimista Filmado em 3D, Tudo Vai Ficar Bem – novo longa de ficção do cultuado Wim Wenders – narra os acontecimentos após o dia em que o escritor Tomas (James Franco) briga com a namorada (Rachel McAdams), dirige sem rumo sob uma tempestade de neve e acaba atropelando e matando uma criança. Afetado pela tragédia, ele não consegue mais ter uma vida tranquila. Charlotte Gainsbourg e Peter Stormare completam o elenco. 100 95

pipocas 75

A atriz francesa Isabelle Huppert virá a Goiânia para a mostra O Amor, a Morte e as Paixões, que exibirá 100 filmes entre os dias 13 e 17 deste mês nos cinemas do Shopping Bougainville e do Centro Cultural Oscar Niemeyer

Em 2015, cinco filmes arrecadaram mais de US$1 bilhão de bilheteria: Star Wars: O Despertar da Força; Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros; Os Vingadores: Era de25Ultron; Velozes e Furiosos 7; e Minions 5 0


4 CANT OS | M Ú S I C A

FOTO: KEVIN MA ZUR/DIV. (ROLLING STONES); RUI MENDES/DIV. (CHUCK HIPOLITHO); JORGE BISPO ( TONY BELLOT TO)

À esquerda, os Rolling Stones; abaixo, à esquerda, Chuck Hipolitho, da banda Vespas Mandarinas; e à direita, o titã Tony Bellotto

Uma legião de fãs OS ROLLING STONES VOLTAM AO BRASIL APÓS DEZ ANOS PARA SHOWS EM TRÊS CIDADES E CAUSAM FRISSON ENTRE OS ROQUEIROS Por WAGNER MACHADO

Com mais de 50 anos de estrada, os Rolling Stones iniciam neste mês uma turnê na América Latina que inclui quatro shows em três cidades brasileiras. A aguardada notícia causou rebuliço na legião de “stonesmaníacos” do País, muitos deles astros da música nacional. Mesmo tendo assistido à performance de Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts outras vezes, o guitarrista dos Titãs Tony Bellotto sabe que não conterá a emoção. “Serei, de novo, conduzido às lágrimas pelos riffs de Keith Richards e os trinados de Mick Jagger”, prevê ele, que abriu a turnê do grupo em 2006, em sua passagem pelo Brasil. “Eu os conheci rapidamente no camarim. Os caras são mitológicos. Não dá para ficar normal ao lado deles”, diz. Assim como o titã, o ex-VJ da MTV e atual guitarrista e vocalista da banda Vespas Mandarinas, Chuck Hipolitho, não mede palavras para descrever o que o quarteto britânico representa. “Depois de vê-los ao vivo, tenho a impressão de que ninguém mais pode dizer que tem uma banda de rock enquanto eles estiverem na ativa”, diz ele, que assistiu à primei-

036 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

ríssima apresentação dos Stones em terras brasileiras, em 1995. “Depois da música de abertura, Not Fade Away, eles emendaram Tumbling Dice e as luzes se acenderam. Foi o momento mais marcante da minha vida em um show de rock.” Embora nem sempre tenha sido unanimidade, hoje a idolatria pela banda contagia quase todo músico de rock brasileiro. O líder do RPM, Paulo Ricardo, confessa que na primeira vez em que ouviu Rolling Stones não gostou, mas não tardou a se converter à “stonesmania”. “Eles praticamente inventaram a coisa toda, e não influenciaram apenas quem veio depois, mas também a cultura e os costumes de seu tempo”, resume. Apesar da idade média de 71 anos dos integrantes do grupo, tudo indica que a pedra está longe de parar de rolar.

Olé Tour 2016 no Brasil 20/2 RIO DE JANEIRO Estádio do Maracanã, R. Professor Eurico Rabelo, Maracanã. Às 21h30. Entre R$260 e R$900

24 E 27/2 SÃO PAULO Estádio do Morumbi, Pça. Roberto Gomes Pedrosa, 1, Morumbi. Às 21h. Entre R$260 e R$900

2/3 PORTO ALEGRE Estádio Beira-Rio, Av. Padre Cacique, 891, Praia de Belas. Às 21h. Entre R$350 e R$900 ROLLINGSTONES.COM/TICKETS


AZUL E HERTZ.

A COMPANHIA PERFEITA PARA TODOS OS DESTINOS. Quem voa Azul sempre tem descontos especiais na Hertz.

RESERVAS: hertz.com.br/azul (11) 2246 - 4300 (grande São Paulo) 0800 701 7300 (demais localidades) Ou vá direto a uma loja da Hertz e apresente o seu cartão de embarque. Consulte nossas promoções e descontos especiais online. /hertzbrasil

@hertz_brasil

@hertzbrasil

A NOVA E DIVERSIFICADA FROTA HERTZ ESTÁ NAS PRINCIPAIS CIDADES E AEROPORTOS. * As condições da parceria são válidas somente para locações no Brasil. A Hertz não garante a escolha de modelo, cor, placa e disponibilidade de veículos e GPS. O cartão de embarque da Azul utilizado nos últimos 30 dias deve ser apresentado na retirada do veículo. Imagem do veículo meramente ilustrativa. Respeite a sinalização de trânsito.


4 CANT OS | M Ú S I C A

OUÇA ESSA OS PRINCIPAIS LANÇAMENTOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DO MÊS Por SOFIA FRANCO

Diva arrojada

Performances sonoras A cantora e compositora Sia aproveitou canções escritas por ela para outros artistas em seu sétimo disco, This Is Acting. As músicas que compõem o trabalho foram descartadas pelos intérpretes a quem eram destinadas, como Rihanna, Demi Lovato, Beyoncé e Shakira – o primeiro single, Alive, faria parte do álbum 25 de Adele, mas acabou não entrando no CD. Por isso a australiana decidiu conceituar o projeto como uma atuação, assumindo outras vozes.

Depois de muito mistério e da divulgação de teasers breves, o oitavo disco de Rihanna chega às prateleiras. ANTI tem seu encarte todo em braille e traz ousadas canções pop e R&B, como os singles Bitch Better Have My Money e Four Five Seconds, feito em parceria com Paul McCartney e Kanye West – este assina a produção executiva do trabalho. A turnê mundial do álbum começa no dia 26 deste mês, nos Estados Unidos.

playlist Barbara Ohana

Combinações inusitadas

Realeza pop

Monument Röyksopp & Robyn

Os americanos do Panic! at the Disco acabam de entregar seu quinto álbum de estúdio, com 11 faixas inéditas. Brendon Urie lidera a banda nos vocais do disco batizado de Death of a Bachelor, que ousa misturar rock alternativo, eletrônico e sons orquestrais. Um bom exemplo é a música-título, que começa diretamente com uma homenagem a Frank Sinatra e traz batidas de R&B unidas ao arranjo dos metais.

Looking Up, primeiro single divulgado de Wonderful Crazy Night, dá o tom brincalhão e alegre do novo trabalho de Elton John, seu 33º álbum de estúdio. Para os mais fãs, o cantor e compositor inglês preparou a edição limitada Super Deluxe, com quatro faixas bônus – o box inclui dois CDs, um LP e uma revista de 20 páginas com imagens produzidas pelo fotógrafo alemão Juergen Teller, letras das canções e retratos do artista.

Video Girl Fka Twigs

038 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Modern Man Arcade Fire High By The Beach Lana Del Rey Heroes/Helden David Bowie

FOTOS: ADERI COSTA /DIV. (BARBARA OHANA); CHRISTOPHER POLK /GET T Y IMAGES/DIV. (RIHANNA); MARY ELLEN MAT THEWS/DIV. (SIA); DIVULGAÇÃO

CANTORA


ESTREIA DO RADISSON BLU O PRIMEIRO NA REGIÃO DE MINAS GERAIS. RADISSON BLU TRAZ AS NOVIDADES EM DESIGN PARA O BRASIL. APRESENTANDO 160 APARTAMENTOS. OLEGÁRIO PÁTIO BAR E RESTAURANTE. ÓTIMAS SALAS DE EVENTOS. SERVIÇOS YES I CAN!SM. INTERNET CORTESIA. ICÔNICO. ESTILOSO. SOFISTICADO. BELO HORIZONTE. TÃO VOCÊ.

NA AMÉRICA L AT I N A

RESERVE AGORA Radisson Blu Belo Horizonte, Rua Lavras, 150, Savassi, Belo Horizonte, MG, Brasil Fone: (31) 3658-3500 reservas.rbhl@atlanticahotels.com.br radissonblubh.com.br Central de Reservas 0800 55 58 55 Grande SP (11) 3365-4775


|

T E AT R O

Drama atemporal SOB DIREÇÃO DE JORGE FARJALLA, LETÍCIA SPILLER E ROSAMARIA MURTINHO SOBEM AO PALCO EM NOVA MONTAGEM DE DOROTEIA, UMA DAS PEÇAS MÍTICAS DE NELSON RODRIGUES Por LUIZA VIEIRA

Letícia Spiller e Rosamaria Murtinho caracterizadas para o espetáculo Doroteia

O próprio Nelson Rodrigues definiu o texto absurdo e desagradável de Doroteia como uma “farsa irresponsável”. Escrita em 1949, a última de suas peças consideradas míticas – aquelas caracterizadas por temas de difícil aceitação social – narra a história de uma ex-prostituta decidida a abandonar velhos hábitos. Ela muda-se para a casa das primas, três viúvas feias e amarguradas, que exigem a destruição de sua beleza em troca do abrigo. Quase sete décadas após sua primeira encenação, a montagem chega mais uma vez aos palcos cariocas no dia 20 deste mês, desta vez com Letícia Spiller como a protagonista. A atriz, mais conhecida pelos papéis na televisão, faz sua estreia com um texto de Nelson Rodrigues. “É uma de suas peças mais difíceis e imagéticas. É preciso desconstruí-la para poder apresentá-la. E a personagem, para mim, representa o amor, que pode ser tão doce quanto avassalador”, filosofa. Ao seu lado, Rosamaria Murtinho é Dona Flávia, a líder entre as primas feias. Lembrada sempre por seus papéis de “madame”, não teve dúvidas de que esta era a personagem que faltava em sua trajetória. “Ela é megera, cheia de rugas, sem maquiagem, cabelos brancos. É a desconstrução da minha imagem mesmo. Uma mulher que não gosta de ninguém, nem dela mesma”, explica. Conduzido por Jorge Farjalla, o espetáculo tem um quê de encerramento de ciclo, já que era o texto que lhe faltava para completar suas encenações míticas de Rodrigues – Álbum de Família (1946), Anjo Negro (1947) e Senhora dos Afogados (1947) fecham a lista –, e marca a comemoração dos 60 anos de carreira de Rosamaria. “A Rosinha me ligou após assistir a uma peça minha dizendo: ‘me desconstrua’. Como não aceitar um convite desses, vindo de uma das principais atrizes do País?”, comemora o diretor. Alexia Dechamps, Dida Camero, Anna Machado e Jaqueline Farias completam o elenco, que conta também com um coro masculino criado por Farjalla, os Homens Jarro. Não presente na obra original, o elemento representa os indivíduos que passaram pela vida da ex-prostituta.

Doroteia Teatro Tom Jobim, R. Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, Rio de Janeiro. De 20 de fevereiro a 3 de abril. Qui. a sáb., às 21h; dom., às 20h. R$50 21 2274 7012 INGRESSORAPIDO.COM.BR

040 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

FOTO: CAROL BEIRIZ/DIV.

4 C ANT OS


4 CANT OS

|

T E AT R O

NOS PALCOS ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO DOS FESTIVAIS E AS ESTREIAS TEATRAIS Por LUIZA VIEIRA

Esqueletos no armário

Vida de estrangeiro

As Benevolentes (2006), premiado romance de Jonathan Littel, ganha espetáculo teatral brasileiro dirigido por Ulysses Cruz e marca a volta de Thiago Fragoso aos palcos. Em As Benevolentes – Uma Anatomia do Mal, o ator encarna Maximillian Aue, antigo membro da SS que participou da implantação de campos de concentração nazistas e de outros episódios que sinalizaram a ascensão e a queda do Terceiro Reich. Já envelhecido, ele decide contar sua trajetória de maldades sem nenhum indício de orgulho, mas também sem traços de arrependimento. Até o dia 28 deste mês.

A busca pelo autoconhecimento é o mote de Amarelo Distante, peça inspirada na obra do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu (1948-1996) e que tem texto e direção de Kiko Rieser. Em cartaz do dia 25 deste mês até 28 de abril, ela traz Matheus Monteiro no papel de um jovem que se muda para o exterior e enfrenta problemas como a falta de dinheiro e a saudade do Brasil e da família. A narrativa é baseada em experiências do próprio Caio, que se exilou em Londres nos anos 1970, onde escreveu um diário que mais tarde resultou nos contos Lixo e Purpurina e Anotações Sobre um Amor Urbano.

TEATRO ARTHUR RUBINSTEIN, R. HUNGRIA, 1000, CLUBE HEBRAICA, PINHEIROS,

TEATRO AUGUSTA, R. AUGUSTA, 943, CERQUEIRA CÉSAR, SÃO PAULO.

SÃO PAULO. SEX., ÀS 21H30; SÁB., ÀS 21H; DOM., ÀS 18H. ENTRE R$60 E R$80

QUA. E QUI., ÀS 21H. R$40

11 3151 4141

TEATROAUGUSTA.COM.BR

HEBRAICA.ORG.BR

Esperanças em ruínas

Duelo de crenças

Renato Borghi faz de seu apartamento, na Avenida Paulista, o palco de Fim de Jogo, montagem inédita da clássica obra do irlandês Samuel Beckett, escrita em 1957, no período pós-Guerra Mundial. Em cartaz até o dia 28 deste mês, ela apresenta o ator no papel de Hamm, um senhor cego e cadeirante que divide um abrigo com seus pais também portadores de necessidades especiais e Clov (Elcio Nogueira Seixas), um homem que tem uma estranha enfermidade que o impede de se sentar. Os quatro vivem isolados e parecem protagonizar um jogo de sobrevivência.

Quase simultaneamente à estreia do espetáculo londrino, a versão brasileira de 4000 Dias ou Abra seus Olhos entrou em cartaz em São Paulo no fim do mês passado e permanecerá até 27 de março. A peça do premiado dramaturgo inglês Peter Quilter se passa num hospital e foca três personagens: o artista plástico Michael (Kiko Pissolato), que se recupera de um acidente vascular e conta com a ajuda de seu companheiro Paul (Sergio Lellys) e de sua mãe Carol (Cláudia Mello). Com ideias e julgamentos diferentes, o trio busca a melhor forma de convivência. A direção é de Annamaria Dias.

ITAÚ CULTURAL, AV. PAULISTA, 149, BELA VISTA, SÃO PAULO – ESTE É O PONTO DE

TEATRO ALFA, R. BENTO BRANCO DE ANDRADE FILHO, 722, SANTO AMARO,

RETIRADA DO MAPA QUE LEVARÁ AO LOCAL DA APRESENTAÇÃO. QUI. A DOM., ÀS 20H.

SÃO PAULO. SEX., ÀS 21H30; SÁB. E DOM., ÀS 20H. R$70

GRÁTIS

11 2168 1777

042 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

11 5693 4000

TEATROALFA.COM.BR

FOTOS: ROGÉRIO LOUZ ADA /DIV. (AS BENEVOLENTES); PATRICIA CIVIDANES/DIV. (FIM DE JOGO); HELOISA BORTZ/DIV. (AMARELO DISTANTE ); PÁPRICA FOTOGRAFIA /DIV. (CINCO JÚLIAS); DIVULGAÇÃO

11 3018 8888

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K


Pânico na era digital Acostumado a escrever sobre os dilemas da juventude – é o autor do roteiro de Confissões de Adolescente – O Filme –, Matheus Souza embarca em um novo desafio teen ao assinar o texto e dirigir Cinco Júlias. Com estreia marcada para o dia 15 deste mês, o musical apresenta cinco garotas que veem suas vidas e seus segredos escancarados na internet após um ataque hacker aos bancos de dados das principais redes sociais. Diante de tal situação, elas debatem questões típicas da geração atual, que muitas vezes dá o mesmo peso ao mundo virtual e ao real. Até 5 de abril. TEATRO DAS ARTES, R. MARQUÊS DE SÃO VICENTE, 52, SHOPPING DA GÁVEA, RIO DE JANEIRO. SEG. E TER., ÀS 20H30. R$60 21 2540 6004

INGRESSO.COM

043


4 CANT OS | D A N Ç A

Dupla

comemoração

Por LIVIA DEODATO

FOTO: ARNALDO JG TORRES/DIV.

O BALLET STAGIUM CELEBRA 45 ANOS DE ESTRADA COM A APRESENTAÇÃO, DE DUAS MONTAGENS: O CANTO DA MINHA TERRA, INSPIRADA EM ARY BARROSO, E MANÉ GOSTOSO, UMA HOMENAGEM A LUIZ GONZAGA

Há 45 anos, em plena vigência da ditadura militar, uma companhia de dança nascia em São Paulo se despindo de tutus, lantejoulas e sapatilhas de ponta para dançar com o que fosse apenas essencial. Vestindo somente malhas, em meio a cenários minimalistas, o Ballet Stagium apresentou espetáculos que falavam sobre a cultura e o homem brasileiros e marcou época. “O fato de conseguir subsistir em meio à repressão militar já se configurava em um movimento muito forte da companhia”, diz Décio Otero, um dos diretores fundadores do grupo. Para iniciar as comemorações desse quase meio século de vida, a trupe estreou no fim de 2015 e agora volta a apresentar no dia 13 deste mês, em Jundiaí (SP), a montagem O Canto da Minha Terra (foto), inspirada no universo de Ary Barroso, natural de Ubá, 044 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Minas Gerais – portanto, conterrâneo de Décio. A decisão de criar um espetáculo em torno das composições e da história dessa figura nacional veio depois de perceber que muitos jovens da periferia onde o grupo se apresentava conheciam Aquarela do Brasil, mas não faziam ideia de quem era o autor da canção. “Sempre tivemos a preocupação de promover o resgate do que é nosso. Afinal, por que buscar lá fora se temos uma cultura riquíssima aqui dentro?”, justifica Marika Gidali, também diretora e fundadora do Stagium. Para a coreografia Décio fez uma extensa pesquisa em torno da obra de Ary, principalmente na produção dos anos 1940 e 1950, e trouxe preciosidades como Boneca de Piche, Os Quindins de Iaiá, Risque, Aquarela Mineira e No Rancho Fundo, interpretadas ao vivo pelas irmãs, também suas conterrâneas, Célia e

Celma Mazzei. “Ary foi um pouco antropofágico, ‘macunaimesco’. Tentou criar uma identidade nacional a partir de suas músicas”, explica o diretor. Além de O Canto da Minha Terra, o Stagium vai além na celebração de seus 45 anos e resgata outra apresentação: Mané Gostoso, de 2007, que presta homenagem a Luiz Gonzaga e tem trilha sonora exclusiva do grupo Quinteto Violado, volta a entrar em cartaz este mês, na capital paulista.

O Canto da Minha Terra Sesc Jundiaí, Av. Frederico Ozanan, 6.600, Jardim Botânico, Jundiaí, São Paulo. Sáb. (13), às 19h. R$25 11 4583 4900 SESCSP.ORG.BR

Mané Gostoso Caixa Cultural São Paulo, Pça. da Sé, 111, Centro, São Paulo. Sex. (19 e 26) e sáb. (20 e 27), às 19h15; dom. (21 e 28), às 18h. Grátis (ingressos distribuídos uma hora antes do espetáculo) 11 3321 4400 CAIXACULTURAL.COM.BR


Surpreender quem você ama.

#esseéoplano

A VIDA É MELHOR QUANDO VOCÊ ESTÁ BEM ACOMPANHADO. E ISSO INSPIRA A UNIMED A ESTAR SEMPRE AO SEU LADO.


4 CANT OS

|

TV dia

15

VEJA ESSA SAIBA QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS NOVIDADES DA PROGRAMAÇÃO DE TV Por SOFIA FRANCO dia

4

Ritmo frenético Delitos antológicos Episódios reais inspiram American Crime Story, nova série produzida por Ryan Murphy (de American Horror Story), que vai ao ar no FX toda quinta-feira, às 22h30. A primeira temporada se baseia no livro The Run of His Life: The People v. O.J. Simpson, de Jeffrey Toobin, e narra o julgamento do jogador de futebol americano acusado de matar a ex-mulher. Cuba Gooding Jr. interpreta o protagonista. Os bastidores da polêmica são vistos por meio dos advogados Robert Shapiro (John Travolta) e Robert Kardashian (David Schwimmer).

dia

O encontro das mentes criativas de Martin Scorsese, Mick Jagger e Terence Winter (de Família Soprano) deu origem a Vinyl, exibida na HBO à 0h de segunda-feira. A produção original mergulha fundo no mundo do sexo, das drogas e do rock’n’roll dos anos 1970 em Nova York. A narrativa acompanha o produtor musical Richie Finestra (Bobby Cannavale, foto), que tenta salvar sua gravadora, a American Century, durante o surgimento do punk, da disco music e do hip hop. A série conta também com Olivia Wilde, Ray Romano e Juno Temple no elenco.

dia

13

16

Carvão, sal grosso e muita carne estão no centro do novo reality show culinário do SBT, BBQ Brasil. O formato é uma versão do britânico BBQ Champ e promete escolher o melhor churrasqueiro amador entre 14 concorrentes. A apresentadora Ticiana Villas Boas (foto) lidera a equipe acompanhada por dois jurados: o chef Carlos Bertolazzi, do Hell’sKitchen – Cozinha Sob Pressão, e o especialista em churrasco Rogério Betti, à frente do açougue paulistano DeBetti. O programa vai ao ar aos sábados, às 21h30. 046 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Jogos e trapaças A trajetória do advogado de porta de cadeia Jimmy McGill, que aos poucos se tornou o inescrupuloso Saul Goodman, de Breaking Bad, continua a ser contada na segunda temporada de Better Call Saul. Bob Odenkirk, indicado ao Emmy e ao Globo de Ouro, volta ao papel do protagonista que acaba de conseguir uma oportunidade de emprego em um grande escritório. O que será que ele vai decidir? Seguir o caminho do mundo corporativo ou apostar em uma atuação negligente? A cada terça-feira, um novo episódio da série estará disponível na Netflix.

FOTOS: BEN LEUNER/NETFLIX /DIV. (BET TER CALL SAUL); LEONARDO NONES/DIV. (BBQ BRASIL); FX NET WORKS/DIV. (AMERICAN CRIME STORY ); DIVULGAÇÃO

Picanha e outros cortes


BISALAX CONTÉM BISACODIL. NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE DOENÇAS INTESTINAIS GRAVES. BISALAX (bisacodil) – Indicado nos casos de prisão de ventre. MS 1.0497.1168. Ref. Bula do Produto. Ago/2015. www.uniaoquimica.com.br. SAC 0800 11 15 59 SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO


e 6 a 12 d o ã ç a a d Início ingestão após a

horas


54 Gastronomia Novidade em SP, restaurante UN privilegia a clássica cozinha japonesa

58 O Quarto O charme da Pousada Azul Maria, no litoral Norte paulista

FOTOS: PAULO PAMPOLIN (RESTAURANTE UN); ANDRÉ DIB (CACHOEIRA DO TABULEIRO)

highlights

62

62 Take 5 Cinco cachoeiras incríveis para refrescar o corpo neste verão

54


HI GHLIGHT S | G A S T R O N O M I A

Técnica em prol do

clássico

DEPOIS DE LONGA TEMPORADA NO EXTERIOR, O JOVEM CHEF TADASHI SHIRAISHI VOLTOU A SÃO PAULO PARA INAUGURAR O UN, RESTAURANTE COMPROMETIDO COM A CULINÁRIA JAPONESA DE ORIGEM

Por BRUNA TIUSSU

Retrato PAULO PAMPOLIN

054 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Tadashi Shiraishi não faz temaki sem arroz, sushi com foie gras nem usa azeite trufado. À frente do UN, restaurante aberto há pouco mais de quatro meses na capital paulista, ele é um chef comprometido com a culinária japonesa clássica. E que preza, principalmente, por aquilo que lhe confere algum desafio técnico. “Não trabalhei duro por mais de uma década para fazer as mesmas coisas que as pessoas mostram por aí”, justifica ele, com uma determinação rara de se ver em um jovem de 29 anos. Toda essa firmeza é resultado de uma trajetória profissional intensa, que começou bem cedo. Decidido a fazer carreira na cozinha por influência da avó materna – “cresci admirando sua capacidade de reunir as pessoas ao redor da mesa” –, o paulistano descendente de japoneses, que matava aulas para fazer bicos em lanchonetes, conseguiu seu primeiro estágio aos 16 anos. Passou pelo Dô e pelo Nagayama, em São Paulo, até partir para Tóquio, onde se especializou em lamen e saquê. Pouco depois de voltar ao Brasil, recebeu o convite que habita os sonhos de quem se dedica à culinária japonesa: trabalhar com o chef-celebridade Nobu Matsuhisa. “Foram três anos sem descanso. Mas foi o lugar que conseguiu extrair o melhor de mim”, conta Tadashi, que cumpriu temporadas no Nobu de Mykonos, na Grécia, e no de St. Moritz, na Suíça.


FOTOS: DIVULGAÇÃO (PRATOS)

ENDEREÇOS

gastronômicos

Por

Tadashi Shiraishi

Kidoairaku É meu restaurante favorito. Um japonês com personalidade forte, que não abaixa a cabeça para qualquer tendência. R. SÃO JOAQUIM, 394, LIBERDADE, SÃO PAULO 11 3207 8569

Shin-Zushi Além de desenvolver sua habilidade técnica, ele aproveitou a vivência internacional para aprender como tocar um negócio. O plano de ter um restaurante próprio, afinal, era um projeto que o precoce chef-empreendedor já tinha no papel. Sua ideia era seguir no exterior até 2018, para então abrir uma casa no Brasil. Porém um de seus sócios, Alex Terada – o outro é Luigi Cardoso –, encontrou em 2014 o ponto ideal para a materialização do desejo: um sobrado no gastronômico bairro Jardins, em sua cidade natal. O achado antecipou a volta do chef e, desde então, todos os seus esforços foram alocados no UN. Mais especificamente em seu conceito. “Eu faço um caminho inverso ao dos demais cozinheiros. Proponho uma volta ao clássico que permite apresentar algo moderno. Tudo sem perder a essência.” Não por acaso, os destaques do cardápio são os próprios sushis e sashimis. “O sushi é tão clássico, técnico e complexo que está na frente de muita coisa”, explica.

No balcão da casa ele prepara os new style sushi e sashimi e o hamachi jalapeño sashimi, pratos que homenageiam a cozinha do Nobu, além de deliciosos tartar, tempuras e ceviches. Respeitando a sazonalidade dos produtos, Tadashi substitui ingredientes sempre que é preciso. O crispy rice de uni (ouriço), por exemplo, às vezes dá lugar ao de atum, assim como as vieiras e as sardinhas vão e voltam ao cardápio. Ele também preza por manter sua cozinha a partir de ingredientes que estão próximos a ele. Por isso utiliza arroz uruguaio e vinagre brasileiro – algas, wasabi, shoyu e peixe seco são as únicas iguarias que faz questão de importar do Japão. “O desafio está em utilizar o que todos descartam para fazer uma comida de qualidade”, afirma. Talento e técnica para isso ele já mostrou que tem.

UN R. Padre João Manuel, 1050, Jardins, São Paulo 11 3086 0066 UN-RESTAURANTE.COM

Na página anterior, Tadashi Shiraishi na escadaria do UN; e o chef montando um prato. Nesta página, em sentido horário, new style sashimi; hamachi jalapeño sashimi; e crispy rice de atum

Outro tradicional da culinária japonesa. Costumo ir lá para comer sushi. R. AFONSO DE FREITAS, 169, PARAÍSO, SÃO PAULO 11 3889 8700

Tan Tan Noodle Bar A casa recém-aberta é comandada por Thiago Bañares, um cara que estuda muito, adora o que faz e é bem completo. R. FRADIQUE COUTINHO, 153, PINHEIROS, SÃO PAULO 11 2373 3587

Pomodori Apesar de jovem, a chef Tássia Magalhães tem uma boa escola. Ela traz frescor à sua cozinha italiana. R. DR. RENATO PAES DE BARROS, 534, ITAIM BIBI, SÃO PAULO 11 3168 3123

055


HI GHLIGHT S | G A S T R O N O M I A

BOM APETITE CONFIRA AS MELHORES NOVIDADES DE BARES, RESTAURANTES E CAFÉS Por LUIZA VIEIRA

Valorização das raízes

MUJU RESTOBAR, R. CEL. BORDINI, 684, AUXILIADORA, PORTO ALEGRE 51 3328 0348 MUJU.COM.BR

MADERO STEAK HOUSE MIAMI, 1412 OCEAN DR., MIAMI BEACH, MIAMI 1 786 238 7305 RESTAURANTEMADERO.COM.BR

Moderno por inteiro O chef-celebridade Henrique Fogaça é o nome por trás do novo Jamile, restaurante instalado no Bixiga, tradicional bairro gastronômico de São Paulo. O amplo e alto salão tem paredes de tijolos aparentes, decoração que leva muito vidro, madeira e pedras e um balcão com vista da cozinha aberta – aliás, o melhor lugar da casa. Assim como o ambiente, os pratos servidos também seguem o conceito contemporâneo: o cupim do Sal, com mandioca e farofa de banana, o peixe do dia acompanhado de purê de banana-daterra e molho dill e o fettuccine negro com camarão, lula e polvo ao molho bisque são três dos mais pedidos. JAMILE, R. TREZE DE MAIO, 647, BIXIGA, SÃO PAULO 11 2985 3005

056 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

JAMILERESTAURANTE.COM.BR

FOTOS: K AKOWALDRICH/DIV. (MADERO); WALCYR MAT TOSO/DIV. (MUJU RESTOBAR); EDUARDO VIANA /DIV. (JAMILE)

Em expansão O Madero, tradicional rede paranaense de carnes e hambúrgueres, dá seus primeiros passos no exterior com a inauguração de uma filial em Miami, na Flórida. A unidade norte-americana – que recebeu investimentos de cerca de US$1,5 milhão – tem capacidade para 140 pessoas e mantém no cardápio as opções mais pedidas em solo brasileiro. De sua cozinha saem o palmito assado, o cheesebúrguer Madero, o l’entrecôte do chef Junior Durski e até mesmo o petit gâteau de doce de leite. A previsão da marca é seguir o processo de internacionalização com a abertura de dois restaurantes em Sidney, na Austrália, ainda neste ano.

Inspirado no sucesso do Taypá, em Brasília, e do Lima Restobar, no Rio de Janeiro, Marco Espinoza decidiu agora se aventurar na Região Sul. Há pouco mais de três meses, o chef peruano se uniu a dois sócios para abrir, na capital gaúcha, o Muju Restobar, dedicado exclusivamente à culinária de seu país natal. No vasto cardápio não faltam ótimas receitas de ceviches, tiraditos e causas (entrada feita à base de batata). Assim como os pratos principais da cozinha andina, como o lomo saltado, o ají de galina, o tataki de salmon (foto) e o exótico e saboroso olluquito con charque – uma espécie de batata típica dos Andes servida com carne seca de lhama ou alpaca.


O novo ingresso Unlimited Visits oferece entradas ilimitadas por 14 dias no SeaWorld, Aquatica, Busch Gardens e Adventure Island e inclui estacionamento grátis nos parques. Consulte também opções de pacotes de ingressos com Discovery Cove.

WWW.SEAWORLDPARKS.COM.BR ©2016 SeaWorld Parks & Entertainment, INC. Todos os Direitos Reservados.

Consulte seu Agente de Viagens


HI GHLIGHT S | O Q U A R T O

Magia litorânea Foi preciso um ano de varreduras pelo litoral Norte de São Paulo para que Ivana Kumpera e Bibiana Kumpera Siqueira encontrassem o local perfeito para instalar a sua Pousada Azul Maria. As irmãs paulistanas, que haviam passado boa parte da infância na região, só sossegaram quando deram de cara, oito anos atrás, com um terreno de 1.200 metros quadrados localizado na Praia da Baleia, em São Sebastião. Mais especificamente no Canto Mágico dessa porção de areia, área especialíssima por concentrar as melhores ondas, como as empreendedoras e surfistas fazem questão de frisar. 058 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

LOCALIZADA NO CANTO MAIS PRIVILEGIADO DA PRAIA DA BALEIA, NO LITORAL NORTE DE SÃO PAULO, A POUSADA AZUL MARIA OFERECE ACONCHEGO E MORDOMIAS EM MEIO A MUITO VERDE E A POUCOS PASSOS DO MAR Por BRUNA TIUSSU

Escolhido o local, a dupla tratou de levantar uma construção que combinasse perfeitamente com o misticismo e a calmaria do lugar. A proposta foi cumprida. Inspirada nas casas de palafitas de Bali, na Indonésia, a pousada esbanja madeira e muito, muito verde. Há jardins – superbem cuidados, é bom dizer – por todos os lados da hospedagem, o que dá uma sensação de aconchego extra nos dias quentes de verão. A valorização da natureza estendese aos quartos, sobretudo às suítes Marie – elas são oito, de um total de 17 –, que ganharam jardins verticais para enfeitar as paredes da varanda.


FOTOS: DIVULGAÇÃO

Na página anterior, detalhe da cama e da pintura exclusiva da suíte Marie. Nesta página, ao lado, o ofurô de sua varanda; abaixo, um tiê-sangue, pássaro típico da fauna local; e, no pé da página, a piscina da pousada

O espaço ainda possui um ofurô com sistema de iluminação diferenciado, cujos leds de tons variados ajudam no relaxamento, como se você estivesse num tratamento de cromoterapia. As luzes, a água quente, os sais de banho e a brisa que vem de fora formam um ambiente difícil de ser abandonado. Mas o quarto ainda guarda outros bons atrativos. Seu interior chama a atenção pela discrição: decoração neutra, pé-direito alto, teto de madeira, uma pintura delicada (e exclusiva) próximo à cama, luminárias rústicas e banheiro amplo, com dois potentes chuveiros e amenities Natura. A hora do sono é agraciada com a escuridão e o silêncio absolutos, “mordomias” alcançadas por causa das três camadas de portas que separam o espaço da varanda. Melhor, porém, não dormir demasiado. O café da manhã na Azul Maria é servido até as 11h e merece toda a

BOA VIDA LITORÂNEA Para o corpo A pousada possui uma sala de massagens e oferece tratamentos como shiatsu e drenagem linfática. É preciso agendar na recepção

Bom apetite Apesar de ter como foco principal os hóspedes, o restaurante da Azul Maria é aberto ao público nos fins de semana. Serve delícias como a caldeirada de frutos do mar e o risoto de polvo e beterraba

Magrela A Azul Maria tem bicicletas para que seus visitantes explorem a Praia da Baleia e região também numa divertida pedalada

Alta categoria Ainda mais luxuosa que a Marie, a suíte Mariah – há três dela na pousada – é ideal para famílias. Acomoda quatro pessoas e possui uma jacuzzi

atenção do hóspede. Além dos pães, das geleias e do iogurte natural preparados na casa, frutas frescas, água de coco (servida no próprio fruto verde), sucos e café compõem um desjejum tipicamente litorâneo. De novo, a dica é não abusar. Faça uma refeição moderada pois a piscina e a praia estão a poucos passos dali. Enquanto a primeira atrai por conta das espreguiçadeiras acolchoadas e instaladas ao seu redor, a segunda desperta o interesse simplesmente por ser... a Praia da Baleia. Com pouco mais de 2km de extensão – área razoável para abrigar os guarda-sóis de todos os habituês, sem disputa por espaço –, tem mar na temperatura ideal e areia fininha. E hóspedes da Azul Maria contam com serviço de praia completo. Sem falar nas ondas, que ali no Canto Mágico se exibem com formatos e tamanhos especiais.

Pousada Azul Maria Av. Deble Luiza Derani, 2.156, Praia da Baleia, São Sebastião, São Paulo. Entre R$700 e R$2.500 12 3863 6454 AZULMARIA.COM.BR

059


H I GHLIGHT S | 5 P E R G U N T A S

Palco verde

UNIR MÚSICA, TEATRO, CINEMA E SUSTENTABILIDADE É A PROPOSTA DO PRODUTOR CULTURAL ALEXANDRE OSIECKI, NOME POR TRÁS DO FESTIVAL PSICODÁLIA, REALIZADO DURANTE O CARNAVAL NUMA FAZENDA NO INTERIOR DE SANTA CATARINA Por LUIZA VIEIRA

Rio Negrinho, município de pouco mais de 40 mil habitantes, no interior de Santa Catarina, é há alguns anos o destino de carnaval de quem gosta de bons shows e programação cultural de qualidade – e dispensa as marchinhas e os sambas-enredos. Desde 2010, A Fazenda Evaristo, cuja área soma 500 mil metros quadrados, sedia o Psicodália, festival que começou em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, 15 anos atrás, e já passou por outras cidades de Santa Catarina e do Paraná. Com uma localização privilegiada – a 120km de Curitiba e a 270km de Florianópolis –, o evento 060 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

espera para esta edição, realizada de 5 a 10 deste mês, um público de mais de 6 mil pessoas. “Quem gosta de rock, jazz e blues, por exemplo, não teria para onde ir nesse feriadão. Então oferecemos outro estilo de som, outro tipo de festa”, comenta Alexandre Osiecki, idealizador do Psicodália. John Kay & Steppenwolf, Elza Soares, Nação Zumbi, Cidadão Instigado, Naná Vasconcelos e Terreno Baldio são algumas das mais de 40 atrações confirmadas, numa grade que também conta com oficinas, peças teatrais e exibições de documentários, curtas e longas-metragens.

FOTOS: RAFAEL DORTA /DIV. (RETRATO); HAROLDO SABÓIA /DIV. (CIDADÃO INSTIGADO); NICOL AS PEDROZO/DIV. (PL ATEIA); L ARI L ARÁ /DIV. (EX TERNA); DIVULGAÇÃO

Nesta página, em sentido horário, duas atrações do Psicodália 2016: Elza Soares e Cidadão Instigado; e o idealizador do festival, Alexandre Osiecki. Na página ao lado, registros do público em edições anteriores


Psicodália 2016 Fazenda Evaristo, R. Afonso Koehler, s/nº, Rio dos Bugres, Rio Negrinho. De 5 a 10 de fevereiro. R$420 (passaporte único, válido para todos os dias) PSICODALIA.COM.BR

1 2

Como começou o Psicodália? Ele surgiu em 2001. Um amigo ofereceu sua chácara em Angra dos Reis para uma “festa”, e consegui reunir algumas bandas e gente conhecida. Foram cerca de 150 pessoas e percebi que todos tinham gostado e até esperavam mais. Lembro-me que a grana era bem pouca, fizemos cartazes à mão, com xerox e lápis de cor. Não tínhamos noção de que se tornaria um festival de grande porte. Ele reuniu em 2015 mais de 6 mil pessoas.

Ele sempre foi realizado durante o carnaval? Não. Começamos em outros feriados. Depois passamos para o carnaval só porque nos daria mais dias para o evento. Mas notamos que havia muita gente que queria uma viagem alternativa para fugir da folia e da agitação, e que a programação musical diferenciada era um grande atrativo. Trazemos bandas de pop, rock e jazz. Foge do ritmo tradicional do carnaval. Fora toda a tranquilidade por conta da área verde da fazenda.

4 5 3

Quais os critérios usados na escolha das atrações? Com as bandas mais conhecidas focamos no gosto pessoal – além de mim, há duas pessoas trabalhando na organização. E não procuramos só os que estão em alta. Resgatamos nomes fora de cena, mas que ainda têm público. É bom prestar uma homenagem em vida, e não só valorizar a obra das pessoas depois que elas morrem. No ano passado, por exemplo, tivemos Júpiter Maçã, e foi demais. E veja o que lhe aconteceu depois, infelizmente. Como vou a muitos festivais consigo ainda acompanhar as novidades. Porque também é importante dar visibilidade a quem está começando.

Quais as vantagens de realizar o festival em uma fazenda? Nesses anos todos nunca tivemos uma ocorrência de violência. As pessoas voltam, impressionadas com a paz que paira no ar. São dias de descanso em contato com a natureza, com trilhas, lagoas, cachoeiras e uma tirolesa de 500m de extensão. O pessoal acampa – são cinco áreas de camping arborizadas – e come bem. Temos bares e praça de alimentação funcionando 24 horas por dia e uma ótima infraestrutura.

Há uma preocupação com o meio ambiente? Cinco dias de festa geram lixo. Todo o lixo produzido no evento é processado em nossa própria composteira. E buscamos promover a conscientização do público. A pessoa que vive essa realidade por alguns dias, no festival, chega a sua casa e separa o lixo. É um pontapé inicial. Ao longo dos anos, também buscamos soluções para diminuir resíduos, como o uso de copos reutilizáveis e de produtos artesanais embalados em papel, e não em plástico. Ao final de cada edição temos um relatório que nos diz a composição desse lixo. O Psicodália é uma microcidade e procuramos entender o seu ciclo da melhor forma. 061


HI GHL IGHT S | T A K E 5

Duchas ao ar livre

UM DOS ESPETÁCULOS MAIS IMPRESSIONANTES DA NATUREZA, AS CACHOEIRAS ATRAEM OS OLHOS – E AS CÂMERAS – E AGUÇAM A VONTADE DE SE REFRESCAR. PARA NOSSA SORTE, O BRASIL ABRIGA CENTENAS DE QUEDAS-D’ÁGUA PROPÍCIAS PARA O BANHO. CONFIRA CINCO QUE VOCÊ DEVE EXPERIMENTAR Por BRUNA TIUSSU

Santa Bárbara (GO)

FOTO: CHEMA LL ANOS

No vasto cardápio de cachoeiras do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, esta é de longe a que mais impressiona pela coloração. Suas águas ao estilo Caribe ficam especialmente translúcidas durante a manhã, quando os raios solares incidem sobre o poço. Vale reservar alguns minutos para a contemplação – mas a maior parte do tempo deve mesmo ser gasta num banho revigorante.

Buracão (BA) No extremo Sul da Chapada Diamantina, no município de Ibicoara, fica esse belo monumento baiano. Depois de uma caminhada leve, de 3km, chega-se a um cânion que esconde a cachoeira de 85 metros. É preciso, então, cair na água e nadar por um corredor de paredões para, enfim, desfrutar de uma das mais incríveis (e geladas) duchas naturais do País. 062 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Boca da Onça (MS) Para alcançar a maior corredeira do Mato Grosso do Sul (com 157 metros de altura) é preciso vencer a pé o trajeto de 4km. Desafio mediano graças às outras dez quedas que compõem o caminho e funcionam como aperitivos aos turistas. Ao chegar ao destino final, aproveite para recuperar a energia no poço límpido.

Capelão (MA) Um dos principais atrativos do complexo da Pedra Caída, na Chapada das Mesas, a quedad’água tem como primeiro chamariz a exclusividade: é comum encontrar o local disponível só para você. Depois, vêm as rochas negras, que são a base da corredeira de tons quase transparentes, as bromélias e as orquídeas que enfeitam o entorno.

Tabuleiro (MG) Localizada na região da Serra do Cipó, é a terceira maior queda-d’água do Brasil – despenca de impressionantes 273 metros, compondo uma longa e estreita corredeira. Além de poder ser apreciada do alto, conta com uma trilha leve, de 3,5km, que leva até a base, onde o poço de 20 metros de profundidade aguarda o visitante.


HIGHL IGHT S | V I T R I N E

A cerveja da Dog Beer tem sabores de carne e frango, não contém álcool nem gás carbônico e não prejudica a saúde do cachorro. Para o churrasco de domingo. R$9,99 DOGBEER.COM.BR

Para o momento de descanso, a divertida casinha da Guisa Pet é feita de polipropileno, material que facilita a limpeza e não retém odores. R$169,99 PETZ.COM.BR

Artigos animais

OS BICHOS DE ESTIMAÇÃO TÊM GANHADO ACESSÓRIOS CADA VEZ MAIS ESTILOSOS E FUNCIONAIS PARA O SEU DIA A DIA. VEJA UMA SELEÇÃO DE ITENS PARA AJUDAR NO TRANSPORTE, NA ALIMENTAÇÃO E NOS CUIDADOS COM O SEU PET

Sem conservantes e corantes artificiais, a lata de comida da Pet Delícia ajuda numa alimentação saudável para cães e gatos. Picadinho de carne e frango com maçãs são duas das opções de sabores. R$9,90 PETDELICIA.COM.BR

064 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

O arranhador de MDF, que também funciona como cama e casa, é confeccionado sem nenhum prego – tudo é encaixado e colado. Tem 60cm de comprimento, 40cm de largura e 36cm de altura. R$344 RONRON.COM.BR

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Edição THAIS LUTTI Produção CAMILA NARDI


Da grife Jorge Bischoff, o colar de metal e couro possui correntes ajustáveis para se adaptar a pescoços de animais de diferentes tamanhos. R$149 JORGEBISCHOFF.COM.BR

Moderna, a cama cilíndrica da Bartô e Filló pode ser feita de madeira escura ou clara e apresenta acabamento de verniz acetinado. Mede 40cm de altura e 50cm de largura. R$799,90 BARTOEFILLO.COM.BR

De poliuretano, a guia com mola absorve o tranco da puxada e aguenta até 275kg. Com revestimento interno de neoprene, pode ser lavada na máquina, já que não tem peças soltas. R$119 ZEEDOG.COM.BR

Da Pet Games, marca que fabrica brinquedos funcionais, o tabuleiro de damas tem como objetivo estimular o instinto de caça: o cão deve encontrar a ração sob o copo destravando as 12 cartolas com o focinho, a boca ou as patas. R$155 PETLOVE.COM.BR

O sabonete da Granado foi desenvolvido para manter os pelos saudáveis. Em três versões, oferece benefícios como controlar a oleosidade, auxiliar no tratamento de sarna e cuidar de peles sensíveis. R$4,50 cada

O lançador de snacks da Chalesco é a brincadeira perfeita para deixar o bichinho ativo e disciplinado. Feito de plástico, está disponível também na cor azul. R$29,99 AMERICANAS.COM.BR

GRANADO.COM.BR

065


HIGHLIGHT S | O L H A R A Z U L

@bripasseri BA Com o lado ‘moleca’ aflorado: nem os barquinhos atracados na praia escapam!

@dadrocha AM Às margens do Rio Negro encontrei Francisco com seu bichinho de estimação, Gabriel

Instantâneos CONFIRA AQUI ALGUNS DOS MELHORES CLIQUES FEITOS PELOS CLIENTES AZUL

@cleytoncac SC Eis que a Azul nos leva até o Beto Carrero World para voltarmos a ser crianças!

@tiagoamaral77 AL Em Piaçabuçu, o peixe de cada dia. Ou o sustento de toda uma existência

066 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

@gibelli_photography RJ Passeando pelo meu Brasil e compartilhando com o mundo o que o Rio tem de maravilhoso!


O Melhor da Comida Brasileira @esquecimeulogin MG Serra do Cipó: ideal para os amantes do turismo de aventura e das belas cachoeiras

@renataleaobarretto MG 2016 começa com a esperança de dias melhores e mais chances de ver o pôr do sol

Oferecemos uma ampla variedade no sistema de buffet, com saladas e vegetais frescos, pratos quentes, grande variedade de carnes, grelhados, um delicioso pudim, aquele doce de leite e muito mais. FALE QUE VEIO DE AZUL E GANHE 10% DE DESCONTO

+ 1 BRINDE ESPECIAL

ORLANDO: (407) 354-2507

@hernandesmilena SP Tudo Azul na primeira viagem da Maria Clara rumo à cidade de Marília

Quer ver sua foto na próxima edição da revista? Use a hashtag #azulmagazine no Instagram

5458 International Dr, Orlando, FL 32819

MIAMI: (305) 375-0992 129 South East 1st Ave, Miami, FL 33131 Insta

facebook.com/camilasrestaurante instagram/camilasrestaurant www.camilasrestaurant.com


HI GHL IGHT S

COLUNA Mário Magalhães

Figurinha carimbada

S

Mário Magalhães é jornalista e escritor. Recebeu 25 prêmios jornalísticos e literários. Foi ombudsman da Folha de S.Paulo. Quando criança, dizia que no futuro sua profissão seria “passageiro de avião”

068 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

RETRATO: LEO AVERSA

abe o Fulano, “amigo pessoal” do Beltrano? Quem colecionou álbuns das antigas não Só pode mesmo ser pessoal, pois amizade ignora que “figurinha carimbada” é expressão impessoal seria a de pato com jacaré. Dos empregada amiúde com sentido avesso ao origiescribas mais pernósticos aos mais coloquiais, nal. Neymar é figurinha carimbada na seleção, muitos caem na esparrela do “amigo pessoal”. dizem. Pelo contrário, ele é arroz de festa, por Pretendem informar que, além de determinadas ser sempre convocado. Figurinhas carimbadas identidades, como a de sócio ou correligionário, os aparecem pouco. Como as dos álbuns, impressas personagens cultivam vínculos afetivos. Nesse em quantidade reduzida. caso, basta chamar de amigo. Os modismos também mal“Amigo pessoal” pertratam os tímpanos. O problema tence à família do “um verde “emblemático” não é a palavra ‘NÃO RESISTIU’ É OUTRO dadeiro”. “Uma verdadeira solitária. E sim o abuso nausemultidão” constitui fraude ante. Quando dá para encaixar VÍCIO VOCABULAR. ou excesso. Se é multidão, “emblemático’’, não perdem a NINGUÉM MORRE MAIS, basta uma palavra. Se não viagem. O cachorro fez cocô na E PONTO. ANTES, TEM é, verdadeira se presta a rua? O gesto é emblemático do DE NÃO RESISTIR, PARA funcionamento intestinal do ludibriar. Quem já viveu o horror sabe a barra que ENTÃO BATER AS BOTAS” bicho. O dono limpou a sujeira? Comportamento emblemático é, não precisa evocar “um verdadeiro horror”. O que seria um horror de dos cidadãos conscientes. Não limpou? Cretinice mentirinha? Há exceções compreensíveis, como emblemática de egoísmo. “um verdadeiro amigo”, em contraste com o “Não resistiu” é outro vício vocabular. Ninguém falso amigo. Na arte, vale como recurso poético morre mais, e ponto. Antes, tem de não resistir, para e retórico. Jorge Ben Jor cantou “um verdadeiro então bater as botas. O sujeito levou 91 tiros, não resistiu e morreu... Não resistem a um “não resistiu”. gol de placa”. Advérbios não escapam. O infeliz foi “cruel“Vítima fatal” soa pior ainda. Fatal, ensina mente torturado”. Haverá tortura não cruel? “Eu, o Houaiss, significa que mata, funesto. Alguém ou alguma coisa é vítima de fatalidade. Não particularmente”, o orador pronuncia, antes de é fatal, e sim vítima de acidente fatal, ataque pontificar sobre tudo e todos. Pura redundância. fatal, ignorância fatal. A vítima seria fatal se, “Eu, coletivamente, acho isso e aquilo’’ seria esdepois de escorregão fatal, despencasse do 22º tranho. “Eu, fantasmagoricamente”, cairia bem nas bocas do Pluft e do Gasparzinho. “Eu, parandar e esmagasse um transeunte na calçada. ticularmente” é atentado ao bom gosto, e não Vítima porque foi vítima do escorregão; fatal, exibição de sabedoria. porque matou.


HI GHL IGHT S

COLUNA Mara Salles

Nossa mistura é a farofa

A

Mara Salles é chef do restaurante Tordesilhas, em São Paulo

070 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

RETRATO: DIVULGAÇÃO

mandioca é o pão do Brasil e está pro- farofa de nossa história. Depois foi dada a largada fundamente enraizada nos hábitos para uma infinidade de combinações que nunca alimentares de seu povo, sem qualquer pararam de evoluir. Gordas formigas abatidas distinção étnica, etária ou de classe social. De na hora da desova, frutas, vegetais, charques e suas raízes, além de muitos subprodutos, extrai- peixes são sempre matérias-primas para um de se a fundamental farinha de mandioca. Foi do índio nossos pratos prediletos: a farofa. que herdamos as diferentes técnicas para produzi-la. Assim como a paçoca moída no pilão, ela tem São centenas as variedades de técnica de preparo brasileiríssima mandiocas esparramadas nessa e é mistura fundamental. Junto enorme dimensão continental com o arroz e o feijão compõe o TALVEZ A FAROFA brasileira e, por consequência, são prato nosso de cada dia e revela o muitas as técnicas e os saberes caráter vigoroso e misturado de SEJA A MAIS PURA aplicados em sua fabricação. Fanosso povo. EXPRESSÃO DESSE rinhas secas e gomadas, na Bahia; Comida de improviso, vai NOSSO CARÁTER grossas e ácidas, na Amazônia; generosamente aproveitando as DESCONTRAÍDO sobras de ontem, alimentando finíssimas e clarinhas, no Sul; flocadas, no Sudeste... visitas que chegam sem avisar, E INVENTIVO” Em regiões mais pobres, a casa fazendo render o pouco que se tem de farinha é, em geral, uma extensão da própria em casa e se reinventando a todo momento. moradia. Há também a produção em sistema de Falando de nós mesmos, costumamos dizer que pequenas cooperativas em espaços um pouco para tudo arrumamos um jeitinho, o famoso mais estruturados, no centro da comunidade. jeitinho brasileiro. Talvez a farofa seja a mais Deles saem os mais ricos e delicados produtos. pura expressão desse nosso caráter descontraído Boa parte de nossas farinhas ainda é produzida e inventivo. dessa forma artesanal, mas a indústria precisa Farofa e farofada também são palavras que complementar a enorme demanda dos farofeiros. expressam comportamento: reunião de pessoas Provavelmente foram os tropeiros os primei- numa mescla de euforia e desordem. Além da ros a enriquecê-la com ingredientes de substância, divina crocância, o que mais encanta na farofa é que pudessem alimentá-los em longas jornadas. sua facilidade em se misturar, em tomar para si Arriscaríamos dizer que o feijão com farinha e o gosto dos molhos, em engrossar o caldo, saciar toucinho teria sido uma das primeiras receitas de a fome e encher a boca de alegria.


CRAVOSAN (peróxido de benzoíla) - Indicado no tratamento tópico da acne vulgar. MS Medicamento conforme RDC ANVISA Nº 199/2006. AFE Nº 1.00.497-7. Ref. Bula do Produto. Jan/16. CRAVOSAN É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO

SAC 0800 11 15 59 |

www.uniaoquimica.com.br


HI GHL IGHT S

COLUNA Denise Campos de Toledo

A crise que se arrasta

A

Denise Campos de Toledo é jornalista especializada em economia, comentarista da Rádio Jovem Pan e da TV Gazeta, além de palestrante, escritora e editora do site economiaemfoco.com.br

072 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

RETRATO: ROBERTO SEBA

s primeiras semanas de 2016 não trouE uma inflação de dois dígitos acaba também tendo xeram grandes alterações em relação às um efeito inercial, com todo mundo querendo reperspectivas para a economia brasileira. cuperar as perdas nos preços, contratos e saláO calendário mudou, mas ainda temos um cenário rios. Difícil segurar isso com juros mais altos, como bem parecido com o de 2015. Apesar de uma ou pretende o Banco Central. Na prática, pode servir outra medida de estímulo do governo e do dismais pra mostrar que está fazendo alguma coisa. curso de compromisso com o ajuste fiscal, não Sem muita margem de manobra, o governo vai há, na realidade, um projeto melhor estruturado apagando um incêndio aqui e outro ali. Garante para colocar as coisas em ordem. um resultado melhor, administra os principais A sensação é de que vamos problemas, mas a crise não vai ter mais do mesmo. Outro ano acabar de uma hora para a outra. difícil, com inflação elevada, Em condições normais já não O CERTO É QUE A CRISE juros nas alturas, restrições, seria fácil, com as limitações AINDA VAI SE ARRASTAR impostas pela situação polítiencarecimento do crédito e desemprego aumentando. A eco- POR UM BOM TEMPO. DÁ ca fica ainda mais difícil. nomia nacional perdeu pilares Porém, maior eficiência e ATÉ PARA AMENIZAR AS importantes, como a meta mais clareza de objetivos na PROJEÇÕES RUINS PARA fiscal e de inflação, e está difícil gestão da economia podem ESTE ANO, MAS NÃO reconstruí-los. O governo, até gerar mais confiança, o que hoje por amarras políticas e limitaé muito importante para que se REVERTER A SITUAÇÃO” ções legais, não consegue fazer consiga estabelecer perspectios cortes de despesa que seriam necessários para vas melhores para o País. Falta de confiança atraviabilizar o superávit das contas públicas. Corta inpalha do consumo aos investimentos, financeiros vestimentos até em áreas prioritárias, como saúde e empresariais. Movimentos que poderiam gerar e educação, mas nada que assegure a meta fiscal de mais atividade ficam, então, travados. 0,5% – aliás, uma meta bem modesta. Também tem O certo é que a crise ainda vai se arrastar por problemas do lado da receita. Apesar do aumento um bom tempo. Dá até para amenizar as projeções da carga de impostos, a arrecadação não reage por ruins para este ano, mas não reverter a situação. O causa da queda das atividades. jeito é cada um tentar conviver da melhor forma Já a inflação ganhou resistência com o aumento possível com essa expectativa e torcer para que do custo das empresas, que impede uma contenção as previsões estejam erradas. Quem sabe assim maior de preços, mesmo com a queda de consumo. 2016 acaba sendo um ano melhor.


76 Pernambuco O melhor do estado nos quesitos natureza, lazer, história e arte

90 Arraial D’Ajuda Dias de sol e mar no disputado balneário do Sul da Bahia

destinos

FOTOS: JULIA RODRIGUES (PERNAMBUCO); ADRIANO FAGUNDES (ARRAIAL D’AJUDA)

76

101 Jalapão Seis atrações do parque do Tocantins, por Bernardo Velasco

90


DES T INOS | P E R N A M B U C O

Pernambuco em quatro atos Por LUIZA VIEIRA

P

ernambuco é terra de superlativos. No litoral, doceiras passam anunciando suas cocadas como as melhores da América Latina. Em conversas de grupos de amigos ouve-se que não há povo mais sorridente que o dali. Sua capital abriga a maior avenida em linha reta do planeta, a Caxangá, e também carrega a alcunha de Veneza brasileira, por ser cortada por rios. Alguns atributos, em especial, são defendidos com unhas e dentes pelos moradores, como o fato de o Estado ser o berço do frevo e do maracatu e dono do maior bloco de carnaval do mundo. É no dia 6 deste mês,

Fotos JULIA RODRIGUES

sábado de Zé Pereira, que o Galo da Madrugada ganha as ruas de Recife dando largada à folia mais democrática do País – sim, mais um superlativo. No quesito turismo, a lógica não é diferente. Pernambuco possui atrativos para todos os tipos de viajantes e é um dos poucos estados brasileiros a oferecer roteiros compactos, que podem ser explorados durante o ano todo e abrangem natureza, arte, história e lazer num raio de menos de 150 quilômetros de distância. Ficou curioso? Embarque com a gente numa viagem que contempla o melhor de Recife, Olinda, Porto de Galinhas, Praia dos Carneiros e Goiana, os destinos mais carismáticos do Estado.


A partir da capital Recife, aventure-se em uma viagem que contempla o melhor da arte, do lazer, da história e da natureza do estado nordestino, que ainda presenteia o turista com o carnaval mais democrático do País

Obras expostas em um dos pátios da surpreendente Oficina Brennand, em Recife


D EST INOS | P E R N A M B U C O

À esquerda, Mosteiro de São Bento, em Olinda; abaixo, os tradicionais bonecões do carnaval; e, no pé da página, registro dos foliões nas ladeiras da cidadezinha. Na página ao lado, o escultor Francisco Brennand, em sua oficina; e o Paço do Frevo, em Recife

Recife e Olinda É uma via de mão dupla: Recife inspira a arte e a arte inspira a cidade. Basta um passeio nas redondezas da Praça do Marco Zero, em seu Centro Histórico, para se deslumbrar com construções monumentais, como a Torre Malakoff e a Bolsa de Valores. Uma breve caminhada também é suficiente para se perceber que tal propensão faz surgir, a cada dia, belas misturas de vertentes artísticas. Tanto que em 2015 o muralista paulistano Kobra decidiu estampar o rosto de Luiz Gonzaga, eterno ícone pernambucano, no colorido painel de 77 metros que ocupa toda a lateral do prédio da Prefeitura da capital. Nada menos que a maior imagem pintada em um edifício da América Latina. Combinações curiosas – e certeiras – como essa também foram a fórmula de sucesso de dois dos mais recentes museus instalados na região. Ambos 078 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

investem em tecnologia ultramoderna para abordar temas clássicos da cultura do Estado. No Cais do Sertão, Gonzagão é novamente o mote: seu repertório serve de fio condutor para a exposição que pede a interação do público em cada etapa. Com proposta semelhante e sem economizar nas atrações multimídias, o Paço do Frevo apresenta a relação afetiva que o pernambucano tem com o estilo musical. Recife possui outra dupla de endereços que vem alavancando sua vocação para as artes: a Oficina Brennand e o Instituto Ricardo Brennand, a 20 minutos do centro. O primeiro é o ateliê do escultor Francisco Brennand. Aos 88 anos, caminhando a passos um pouco trôpegos, ele vai diariamente ao espaço para dar forma àquilo que lhe serve de inspiração. A temática de suas peças de cerâmica passeia pelas tragédias gregas e pela Roma antiga e muitas

PALOMA AMORIM/DIV.

Dupla inspiradora


vezes celebra o renascimento – o que justifica uma sexualidade aflorada. O local é um verdadeiro oásis, com obras espalhadas por jardins bem cuidados. Em meio a esse ambiente tão especial, surge a pergunta: por que celebrar o calamitoso? “Quando se é um artista você tenta revelar a tragédia existencial em seu trabalho. Se tudo estivesse bem, eu não teria nada para fazer. Simplesmente viveria”, responde ele.

C A R N AVA L 2 016 RECIFE

REC-BEAT

dia

MARCO ZERO

5 6 7 8 9

OLINDA

(CAIS DA ALFÂNDEGA)

Maestro Forró Otto Elba Ramalho Naná Vasconcelos

–––

A definir

Lenine Nena Queiroga Maestro Duda

A definir

Homem da Meia-Noite Bumba Meu Bowie Eu Acho É Pouco

Fundo de Quintal Jorge Aragão Antonio Carlos Nóbrega

Karina Buhr Naná Vasconcelos

Bloco da Saudade Equanto Isso na Sala da Justiça

Nação Zumbi O Rappa Jota Quest

Duda Brack Francisco El Hombre Moh! Kouyaté

Clube Elefante de Olinda Pitombeira dos Quatro Cantos

Maestro Forró Elba Ramalho Alceu Valença

Liniker Johnny Hooker Maite Hontelé

Encontro dos Bonecos Gigantes

O fundador do instituto vizinho é seu primo, Ricardo, que dispõe de todo um palácio para expor sua coleção particular. Além de abrigar o maior conjunto privado de pinturas do holandês Frans Post, exibe tapeçarias, esculturas, livros, mobiliários, mapas e uma gigantesca seleção de armas brancas, que aproximam o público da cultura de diversos países. Já em Olinda, cidade irmã de Recife, é a arte popular que fala mais alto. Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade desde 1982, ela abriga ao longo de suas ladeiras mais de 70 ateliês de profissionais que se dedicam a pintura, escultura, gravura, além da confecção dos adorados bonecões do carnaval. Pode chegar, bater na porta e apreciar os mestres trabalhando. Alguns desses espaços são de artistas cuja fama ultrapassa as fronteiras do Estado. Um exemplo é João Câmara – paraibano de nascimento, mas pernambucano de coração –, autor de célebres quadros cujos retratos se destacam pelo realismo. Instalados em casarões com arquitetura colonial, os ateliês “brigam” pela atenção do turista com os monumentos históricos. As igrejas por si só – são 19 no total, além de cinco capelas – formam um roteiro dos mais completos, com exemplares que datam do século 16. O tour colonial completa-se com a visita ao Museu de Arte Sacra de Pernambuco, no Alto da Sé, e deve ser finalizado por ali mesmo, com o desfrute do mais lindo pôr do sol da região. Uma belíssima obra de arte da natureza.

*Programação divulgada até o fechamento desta edição 079


D EST INOS | P E R N A M B U C O

Porto de Galinhas Curtição litorânea

080 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


Na página anterior, em sentido horário, Pontal de Maracaípe; caldinho de peixe e casquinha de siri do restaurante Peixe na Telha; e passeio de bugue pela orla. Nesta página, à esquerda, mergulho nas piscinas naturais do balneário; e, abaixo, turistas na praia principal de Porto de Galinhas

Na areia, vê-se um corredor de altos coqueiros que fazem sombra perfeita e compõem aquela panorâmica litorânea que pede um registro. No mar de águas ora azuis, ora esverdeadas, as jangadas enfileiradas somadas aos corais vistos desde o rasinho não deixam o turista guardar a câmera (ou o celular). O cenário de Porto de Galinhas é assim: naturalmente belo, fotogênico e perfeito para ser aproveitado em família ou entre amigos. A 60km ao Sul de Recife, o balneário pertence ao município de Ipojuca e é um dos mais concorridos quando a ideia é curtir dias à beira-mar com lazer que não exige grandes esforços. Isto porque a máxima por ali é desfrutar de suas famosas piscinas naturais, e o único que tem de trabalhar para isso acontecer é o jangadeiro que leva os visitantes até elas. Quem sobe na embarcação de Selva tem o privilégio de fazer o passeio na companhia de um especialista na região. Nascido em Ipojuca, aprendeu desde cedo a entender e respeitar o vaivém da maré. O ofício de levar tu-

ristas até as áreas mais privilegiadas da costa foi ensinado pelo pai e, mais que um condutor, ele assume a função de guia e explica quais daqueles peixes que nadam à vontade são os sargentinhos, as castanhetas e as caraúnas. Desnecessário dizer que tanto crianças quanto adultos têm dificuldade em abandonar as piscinas naturais. Mas Porto de Galinhas guarda diversão também em terra firme. Na luta pela preservação do cavalo-marinho, o Projeto Hippocampus mantém um centro de visitação no vilarejo que explica as características da espécie e conta com aquários repletos de exemplares do bichinho. Conhecer o habitat dos cavalosmarinhos, o Rio Maracaípe, também é uma opção. A maneira mais divertida é saindo de bugue da Praia de Muro Alto, passando por toda a orla de Porto de Galinhas até chegar à sua margem. Dali, outros jangadeiros desbravam as águas doces do rio rumo ao encontro com o mar, num roteiro cheio de mangues, onde é possível avistar os animais próximos a troncos e raízes.

O tour termina na praia e vale desembarcar para aproveitar a paisagem deslumbrante desse local chamado Pontal de Maracaípe. Dá para curtir o rio e o mar, além de deixar a criançada à vontade na beira d’água enquanto desfruta-se de algumas horas em um pedacinho de areia paradisíaco e quase exclusivo. Ao cair a noite, todos em Porto de Galinhas têm destino único: o Centrinho. Lojas que vendem de roupas a bolos de rolo e pequenas galerias ficam lado a lado com opções gastronômicas para todos os gostos. Menus dos restaurantes clássicos, como Beijupirá e Peixe na Telha, focam nos pescados, mas ainda há boas casas de culinárias italiana e brasileira, creperias, cafés, bares e sorveterias. E para diversão noite afora o cardápio também é amplo: o Birosca da Cachaça promete música ao vivo diariamente, o Lua Caliente tem forró às sextas-feiras e sertanejo aos sábados e o Brisa Pub promove baladinhas mais ecléticas, até o sol raiar. Junte energia e não deixe a curtição acabar. 081


D EST INOS | P E R N A M B U C O

Praia dos Carneiros Paraíso tropical

Nos últimos anos, Porto de Galinhas tem disputado os turistas que buscam sombra e água fresca com outra faixa de areia do litoral pernambucano: a Praia dos Carneiros. Ainda mais ao Sul da capital – são 97km de distância –, o destino chama a atenção por quesitos tão simples quanto brisa fresca, areias branquinhas e mar verde-esmeralda com águas mornas. Sobretudo por contar com porções ainda pouco exploradas, que dão a sensação de estarmos em um refúgio tropical preservado. Do tipo que todo amante da natureza gosta. 082 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Este quê de rusticidade e exclusividade é percebido logo na chegada à praia, que possui apenas um acesso público – os outros são controlados por funcionários. Sua faixa de areia começa exatamente onde termina a Praia de Tamandaré, município ao qual pertence. Uma vez à beira-mar, a vibe local não tarda a tomar conta do visitante: nada de pressa para curtir o sol, o mar que renova as energias e a exuberante natureza que toma conta do destino. Não espere, porém, isolamento completo. Desde que foi “descoberta” há pouco mais de uma década, por

viajantes adeptos da região, Carneiros têm ganhado pousadas e restaurantes que convidam a estender a estada sem deixar a desejar nos quesitos serviço e conforto. O Bora-Bora e o Beijupirá (o mesmo de Porto de Galinhas) são duas das opções gastronômicas mais conhecidas com pé na areia e a oferta de ótimas espreguiçadeiras. Os frutos do mar predominam nos cardápios e são bem acompanhados de uma água de coco gelada. Pa ra melhor desfruta r deste paraíso pernambucano, vale embarcar em um tradicional passeio de catamarã.


Na página anterior, a orla estonteante da Praia dos Carneiros. Nesta página, em sentido horário, catamarã usado nos passeios turísticos; Capela de São Benedito; e banho de argila na Ilha do Coqueiro Solitário

PRODUTOS

LOCAIS

Cartola A sobremesa de banana e queijo de manteiga coberta com açúcar e canela em pó é um ícone pernambucano. Deve ser servida quentinha para a fatia de queijo derreter

Um dos pontos do roteiro é a Capela de São Benedito (ou Igrejinha dos Carneiros), construída em 1931 e com grande parte de sua estrutura preservada. Instalada na beira do mar, tornou-se objeto de desejo de casais do Brasil inteiro que para lá rumam para trocar alianças. Depois, a embarcação segue para mais um privilégio da natureza local, a Ilha do Coqueiro Solitário. Ali, um banho de argila tem incrível efeito revigorante. A sensação é de que voltamos até mais leves para o barco. A última parada do tour é nos bancos de areia que formam enormes piscinas naturais no meio do

oceano, ideais para um demorado mergulho com snorkel. Como nessa praia o tempo parece render mais, toda sua faixa de areia de cinco quilômetros ainda merece ser aproveitada numa caminhada sossegada. De um lado, os coqueirais embelezando a paisagem e, do outro, o mar que convida a longos mergulhos. Para mais contemplação das águas límpidas do oceano, atividades como kitesurfe e stand up paddle caem muito bem, principalmente à tardinha, quando o sol começa a se despedir e dá charme extra à panorâmica de Carneiros.

Xilogravura A técnica desenvolvida com a literatura de cordel é uma das principais expressões artísticas do Estado – J. Borges é o grande nome de referência desta arte. Há exemplares à venda em feiras de artesanato

083


D EST INOS | P E R N A M B U C O

Em sentido horário, parte do Conjunto Carmelita; capela de um antigo engenho da cidade; e sítio de ecoaventura Aparauá

Goiana

Atmosfera colonial

As belas torres de igrejas vistas logo na chegada a Goiana, a 60km ao Norte de Recife, é o primeiro indício de sua herança colonial. Construções que datam dos séculos 17, 18 e 19 são riquezas conservadas desse município que já foi um dos mais importantes do Estado, com mais de 90 engenhos de açúcar. São tantos casarões reunidos em seu Centro Histórico que ele foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1938, quatro décadas antes do tombamento de Olinda. Bater perna por lá é como voltar ao Brasil de antigamente. Principalmente durante a visita a espaços como o Conjunto Carmelita, uma antiga vila 084 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

operária do século 17 que mantém suas casinhas originais, e o Paço Municipal Heroínas de Tejucupapo, antigo prédio do poder executivo da cidade. Por ali também ficam as sedes de duas bandas filarmônicas: a Curica, fundada em 1848 e intitulada Patrimônio Vivo de Pernambuco, e a Saboeira, com atividades ininterruptas há mais de 160 anos. Quanto aos antigos engenhos, infelizmente não há opções abertas à visitação. Os que foram preservados são propriedades particulares – mas se bater a curiosidade, da porteira deles dá para avistar casa-grande e senzala ainda de pé. Um que hoje está acessível ao público, o Massaranduba do Norte,

foi transformado no sítio de ecoaventura Aparauá, com trilhas, nascentes e piscinas naturais. Perfeito para uma tarde de descanso próximo à natureza. O clima bucólico e rústico se estende até as praias de Goiana, que se dividem ao longo de cinco povoados: Carne de Vaca, Pontas de Pedra, Catuama, Barra de Catuama e Atapuz. Frequentado basicamente por moradores, o mar limpo e transparente lembra o do Caribe e deixa o visitante boquiaberto. E até debaixo d’água existe história: alvo de mergulhadores e pouco explorado pelo turismo de massa, o Vapor Bahia, que ali naufragou em 1887, é outra das grandes relíquias da cidade.


solution

do. a z i r o Ser val que o S S i É Sta. i u q n o me c

Com a Localiza, eu tenho sempre um carro novo disponível na hora e lugar que preciso. Posso até escolher o modelo, porque eles sabem minhas preferências. É isto que me encanta: receber um tratamento diferenciado, ser recompensado com diárias e upgrades, ganhar tempo com Atendimento Express, comodidade com o check-in pelo meu celular e conveniência no check-out, com um motorista me levando ao meu terminal de embarque nos principais aeroportos. Isso sim é exclusividade. Localiza Fidelidade. A gente reconhece o quanto você é especial. Conheça em www.localiza.com/fidelidade Consulte condições.

Baixe o novo App da Localiza e conheça os benefícios.


D EST INOS | P E R N A M B U C O

ONDE FICAR

ONDE COMER

COMO IR

Internacional Palace Hotel

Parraxaxá

Localizado na orla da Praia de Boa Viagem, possui quartos com uma estonteante vista do mar. O café da manhã inclui quitutes locais, como cartola, tapioca e bolo de rolo, e é servido também de frente para a praia.

O bufê a quilo é dominado por receitas regionais: carne de sol, feijão-verde, bode guisado, farofa de charque, mungunzá, bolo de rolo, entre outros. Há ainda grande variedade de saladas e grelhados preparados na hora.

A Azul opera voos diários para Recife a partir das principais localidades do Brasil. Há frequências diretas saindo de cidades como Fortaleza, Natal, São Paulo (Aeroporto de Guarulhos), Campinas e Belo Horizonte (Aeroporto de Confins).

AV. BOA VIAGEM, 3722, BOA VIAGEM, RECIFE 81 4009 2500

LUCSIMHOTEIS.COM.BR

4003 1118

VOEAZUL.COM.BR

AV. FERNANDO SIMÕES BARBOSA, 1200, BOA VIAGEM, RECIFE

Pousada do Amparo A charmosa hospedagem fica no Centro Histórico de Olinda e cada um de seus 17 apartamentos tem decoração exclusiva. Conta com spa, piscina e restaurante de culinária contemporânea. R. DO AMPARO, 199, CENTRO, OLINDA 81 3439 17499

POUSADADOAMPARO.COM.BR

Village Porto de Galinhas O resort pé na areia possui parque aquático, espaço kids e bom atendimento. As noites são animadas: há boate e jantares temáticos. GRANJA SÃO JUDAS TADEU, S/Nº, IPOJUCA 81 3552 2945 VILLAGEPORTODEGALINHAS.COM.BR

81 3463 7874

PARRAXAXA.COM.BR

Patuá Seguindo a atmosfera de Olinda, o local é todo colorido e tem uma varanda ideal para refeições a dois. Serve pratos bem elaborados com ingredientes nordestinos, como peixes, queijo de coalho, carne de sol e cordeiro. R. BERNARDO VIEIRA DE MELO, 79, RIBEIRA, OLINDA 81 3055 0833

RESTAURANTEPATUA.COM.BR

Peixe na Telha O prato que leva o nome da casa é o seu carro-chefe e vale a pedida: peixe branco servido na telha, com molho e pirão. Tradicional ponto gastronômico de Porto de Galinhas, serve ainda moquecas e camarões na moranga que fazem sucesso.

Bangalôs do Gameleiro AV. BEIRA MAR, 40B, PORTO DE GALINHAS, IPOJUCA

Instalado em uma antiga fazenda à beiramar, oferece chalés e apartamentos. Os jardins, bem cuidados, exibem árvores nativas, como mangueiras e cajazeiras. PRAIA DOS CARNEIROS, S/Nº, TAMANDARÉ 81 3676 1421

PRAIADOSCARNEIROS.COM.BR

Hotel Ponta de Pedras A hospedagem teve suas portas abertas recentemente na Praia Pontas de Pedra, em Goiana. Todos os quartos possuem varanda com vista do mar. LOTE 18-A, QUADRA B, PRAIA DE PONTAS DE PEDRA, GOIANA 81 3616 1113

HOTELPONTADEPEDRAS.COM.BR

086 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

81 3552 1323

PEIXENATELHA.COM.BR

40 03 1181

Bora-Bora Típico bar de praia, com espreguiçadeiras e guarda-sóis na areia e cardápio focado nos frutos do mar – a iguaria mais vendida é o camarão preparado com quatro queijos e servido no coco verde. PRAIA DOS CARNEIROS, S/Nº, TAMANDARÉ 81 99164 0673

BBCARNEIROS.COM.BR

Recife

nal no Internacio Sete noites m café e co l, te Ho e Palac porto e para o aero traslado de INAS) SAÍDA EM 12

/3 (DE CAMP

a partir de

10x R$200

sem juros


D EST INOS | P E R N A M B U C O | F A Z E N D O A M A L A

Urbano e natural APOSTE EM PEÇAS BÁSICAS E VERSÁTEIS PARA EXPLORAR OS MUSEUS, AS RIQUEZAS HISTÓRICAS, AS PRAIAS E AS PAISAGENS DE RECIFE E SEUS ARREDORES Edição THAIS LUTTI Produção CAMILA NARDI Foto XICO BUNY

6

1

4 7

3 2

5

088 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


8

1 Escova de cabelo Marco Boni. R$65,30

9

MARCOBONI.COM.BR

2 Dirty body spray Lush. R$117,40 LUSH.COM.BR

3 Desodorante Mont Blanc. R$115 SEPHORA.COM.BR

4 Caixa de som Flip 3 JBL. R$799 JBLAUDIO.COM.BR

5 Sunga Aramis. R$219 ARAMIS.COM.BR

6 Top sider Mr. Cat. R$249,90 MRCAT.COM.BR

7 Camiseta Alexandre Herchcovitch. R$259 HERCHCOVITCH.COM.BR

8 Camisa Levi’s. R$329,90 LEVI.COM.BR

9 Camiseta Divino Cafajeste. R$79 DIVINOCAFAJESTE.ILURIA.COM

10 Bermuda de linho United Colors of Benetton. R$239 BR.BENETTON.COM

10

AGRADECIMENTO: PARANATEX (FUNDO DE TECIDO DE ALGODÃO) – PARANATEX.COM.BR

089


D EST INOS | A R R A I A L D ’ A J U D A

Um clichê

ENCAN

Típico destino do Sul da Bahia, Arraial D’Ajuda tem praias exuberantes, o sol sempre presente, um Centro Histórico com boas opções gastronômicas e a simpatia inigualável do povo local. O que mais você precisa para curtir dias de descanso? Por SOFIA FRANCO Fotos ADRIANO FAGUNDES


TADOR C harme é a palav ra de ordem em Arraial D’Ajuda. O pequeno d i s t r ito de Por to Seguro, lar de cerca de 11 mil pessoas, reúne tudo aquilo que o imaginário popular espera do litoral Sul da Bahia: praias magníficas, belas construções históricas, gastronomia de primeira e, claro, a conhecida simpatia do povo baiano. Tais predicados, somados ao clima sempre firme, colocam o destino na lista dos mais cobiçados no Brasil para

dias de sol e mar. Porque às vezes um clichê é a melhor pedida. Chegar a Arraial é a primeira experiência cheia de graça. Apesar de estar a apenas 7km de Porto Seguro, há que se cruzar o Rio Buranhém de balsa em uma viagem que proporciona a vista de suas águas desembocando no mar, o que já dá um gostinho da natureza exuberante da região. A paisagem, digna de cliques, não atrai só brasileiros: durante a travessia, sotaques múltiplos deixam claro que a internacionalização do balneário vai de vento em popa.


D EST INOS | A R R A I A L D ’ A J U D A

Turistas nacionais e estrangeiros que buscam uma faixa de areia com um quê de desértica rumam a Taípe, praia mais afastada do centro. Seu principal encanto está no jogo de cores: ela é cercada de falésias em tons que vão do vermelho ao branco e contrastam com o mar azul e o verde-escuro da Mata Atlântica. Nesse ambiente sossegado, com o vento batendo no rosto, o barulho das ondas é a trilha sonora ideal para um momento de contemplação. Ao Norte de Taípe – e no lado oposto das expectativas – fica Pitinga, a praia mais movimentada dali. Enquanto a orla reúne hotéis e pousadas para todos os gostos e bolsos, a areia abriga as barracas responsáveis pela oferta de espreguiçadeiras que fazem a alegria de quem anseia por um bronzeado perfeito. De tão famosas, algumas delas viraram pontos de encontro da juventude, sobretudo no verão. Um bom exemplo é o Parracho, que abriga o beach club Uiki Parracho, palco de concorridas festas em que o som vai do axé ao pop rock. Está com a família? Arraial também reúne opções que agradam a adultos e crianças. Além de boa estrutura para receber os visitantes, a Praia de Mucugê tem águas calmas, ideais para os pequenos. É dali também que se tem acesso ao Arraial D’Ajuda Eco Parque, alternativa divertida para um dia dentro d’água. Os mais radicais devem priorizar a tirolesa, que passa por cima das árvores e aterrissa na piscina, e o Quereimbaba, com dois toboáguas em estilo kamikaze cujas quedas são de 17 metros de altura. Já os mais contidos podem curtir a piscina de ondas Tupan e a flutuação pelo rio lento, com 426 metros de extensão. 092 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


Na página anterior, em sentido horário, a doceira Dona Zenilza; caipimaracujá servida no Uiki Parracho; e casinhas coloridas do centro do distrito. Nesta página, a Praia da Pitinga; e, abaixo, a flutuação no rio lento do Arraial D’Ajuda Eco Parque

Depois de muito deleite sob o sol, a dica é aproveitar o entardecer e conhecer a parte urbana do destino. Seu Centrinho Histórico acomoda casinhas coloniais coloridas, hoje transformadas em lojas, cafés e restaurantes. Também guarda importantes construções, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Ajuda, de 1551. Siga a tradição e, depois de fazer um pedido, amarre uma fitinha da santa padroeira em suas grades, como os visitantes costumam fazer. Basta rodear a igreja para chegar a um mirante de onde é possível ver o encontro do Rio Buranhém com o mar. É ali, de frente para uma das melhores panorâmicas de Arraial, que uma importante personagem local bate ponto. Há 20 anos, Dona Zenilza vende cocadas diariamente, sempre ao

entardecer. “Difícil mesmo é quebrar o coco e descascar. O resto é fácil”, brinca a doceira. Outra parada obrigatória é a Rua do Mucugê, verdadeiro centro de compras, diversão e boa gastronomia. As lojinhas, bares, sorveterias e baladas começam a abrir suas portas ao fim do dia, atraindo gente de todas as idades. Uma das principais novidades dali é a Praça Caminho do Mar, com programação musical com MPB, rock e blues, a partir das 20h. Orgulhosos de seu encanto, do gracioso calçamento de pedras e das fachadas alegres, os moradores trataram de intitular a via como “a rua mais charmosa do Brasil”. E o apelido pegou. Exageros à parte, combina muito bem com a atmosfera de Arraial D’Ajuda. 093


D EST INOS | A R R A I A L D ’ A J U D A

Em sentido horário, ambiente do Beat Beach; índio da Reserva da Jaqueira; Casa de Câmara e Cadeia; e passeio de bike pela Costa do Descobrimento

Múltiplas facetas

Nem só de agito ao som de axé vive Porto Seguro. Porta de entrada para quem pretende curtir férias em Arraial D’Ajuda, a cidade mescla praias para públicos distintos, opções de esportes à beira-mar e muita, muita história. Uma vez pela região, vale reservar um ou dois dias para conhecê-la melhor. Adeptos das atividades físicas encontram empresas instaladas nas praias que alugam equipamentos de stand up paddle e caiaques e promovem roteiros que unem ciclismo, caminhada e canoagem para desbravar partes da Costa do Descobrimento. Se a ideia é se exercitar com música, o destino deve ser Taperapuã, a praia mais procurada da cidade. É nela que estão os beach clubs que organizam shows e um circuito de luaus. O complexo Axé Moi conta com bailarinos dançando e 094 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

animando o público. Já o Beat Beach é uma alternativa mais tranquila, muito frequentada por praticantes de tênis de praia e futevôlei. E, para um mergulho mais a fundo no Brasil colonial, Porto Seguro também é pedida certa. No topo de uma falésia debruçada sobre a orla está a Cidade Histórica, local que foi o primeiro núcleo habitacional do País, do período em que os portugueses ali desembarcaram. O espaço abriga prédios e monumentos tombados, como o Marco do Descobrimento – trazido de Portugal por Gonçalo Coelho, em 1503 –, a Igreja de Nossa Senhora da Pena e a Casa de Câmara e Cadeia, que abriga o Museu de Porto Seguro, totalmente restaurado. É admirando a vista lá de cima que se entende o fascínio dessa terra que há séculos conquista quem ali chega.

UMA TARDE COM OS NATIVOS Preservação ambiental, afirmação cultural e ecoturismo são os objetivos da Reserva da Jaqueira, aldeia indígena pataxó localizada a 12km de Porto Seguro que recebe de braços abertos os turistas. A recepção é feita no quigeme, grande círculo coberto que é palco das principais manifestações da etnia. Durante a visita, é possível arriscar-se no arco e flecha, comprar artesanato, fazer trilhas para conhecer práticas de caça e cultivo de plantas medicinais e ainda experimentar o peixe assado na folha da patioba. Ao final, a comunidade convida todos a participar do Auê, ritual tradicional de agradecimento.


D EST INOS | A R R A I A L D ’ A J U D A

ONDE FICAR

ONDE COMER

PASSEIOS

Mar Paraíso Resort

Don Fabrizio

Arraial D’Ajuda Eco Parque

Construído em meio à Mata Atlântica, integra lazer, conforto e natureza. Tem vista da Praia do Mucugê, onde os hóspedes podem desfrutar de uma cabana exclusiva para curtir o melhor dessa faixa de areia.

A casa leva o nome de seu excêntrico proprietário, um italiano adepto do movimento slow food. De sua cozinha saem pratos resultantes do encontro de ingredientes brasileiros com técnicas da culinária mediterrânea.

Opção de diversão para toda a família, conta com brinquedos para crianças, piscinas variadas, toboáguas e atrações mais radicais para os corajosos. R$60 (CRIANÇAS COM ALTURA ENTRE 1 E 1,3

R. DO MUCUGÊ, 402, CENTRO, ARRAIAL D’AJUDA

METRO) E R$100 (ADULTO)

R. DO MUCUGÊ, 476, ARRAIAL D’AJUDA 73 3575 4400

MARPARAISORESORT.COM.BR

73 3575 2407

EST. DA BALSA, KM 4,5, ARRAIAL D’AJUDA.

73 3575 8600

ARRAIALECOPARQUE.COM.BR

Arraial D’Ajuda Eco Resort O bom gosto se faz presente em todos os ambientes, da ampla área comum às suítes. Conta com três bares e dois restaurantes que oferecem deliciosas releituras de receitas baianas tradicionais. PONTA DO APAGA FOGO, S/Nº, ARRAIAL D’AJUDA 73 3575 8500

ARRAIALRESORT.COM

Xáxá Grill & Xopperia

Bahia Active

As mesas ficam dispostas em um amplo deck de madeira, ao melhor estilo praiano. Do cardápio vale destacar as carnes e os frutos do mar servidos na chapa, o chope da casa e os vários rótulos de cervejas artesanais.

A empresa organiza roteiros pela Costa do Descobrimento que podem combinar pedalada, caminhada e canoagem. Oferece todos os equipamentos de segurança e guias especializados. R. MARECHAL DEODORO, 66, PACATÁ, PORTO SEGURO

R. DO MUCUGÊ, 301, CENTRO, ARRAIAL D’AJUDA 73 3288 2095

Toko Village Hóspedes optam por apartamentos ou casas de até três quartos, que possuem cozinha totalmente equipada e área de estar – algumas ainda têm varanda com vista do jardim. Além de estar a 200 metros da Praia do Mutá, o hotel dispõe de uma ótima piscina com terraço e deck com espreguiçadeiras. AL. DOS CORAIS, S/Nº, PRAIA DO MUTÁ, PORTO SEGURO 73 3677 1300

TOKOVILLAGE.COM

73 3575 1460

Flor do Sal Instalado na Praia da Pitinga, conta com uma enorme e elegante tenda branca e espreguiçadeiras concorridas. Para matar a fome, as apostas certeiras são as receitas com frutos do mar e as de influência tailandesa. PRAIA DA PITINGA, S/Nº, PITINGA, ARRAIAL D’AJUDA 73 3575 3978

Uiki Parracho Conforto e boa infraestrutura à beiramar são encontrados neste espaço, que prioriza a gastronomia brasileira e promove baladas no verão. No almoço aos domingos tem peixe assado em um buraco na areia, de acordo com o tradicional método de preparo indígena. EST. DA PITINGA, S/Nº, PITINGA, ARRAIAL D’AJUDA 73 3575 1944 40 03 1181

juda Arraial D’A ada Casa ites na Pous

Sete no café e nzala, com Grande & Se ra o aeroporto pa e de do trasla SAÍDA EM 3/4 NFINS) RIZONTE – CO

(DE BELO HO a partir de

10x R$116 ,90 sem juros

096 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

BAHIAACTIVE.COM.BR

XAXA.TUR.BR

UIKIPARRACHO.COM.BR

COMO IR A Azul opera voos diários para Porto Seguro a partir dos principais aeroportos do Brasil. A cidade está a apenas 7km do distrito de Arraial D’Ajuda – para chegar lá é preciso pegar uma balsa para atravessar o Rio Buranhém. 4003 1118

VOEAZUL.COM.BR


ALUGUE UM CARRO NA UNIDAS COM AS MELHORES TARIFAS E APROVEITE CADA KM.

KM LIVRE

frota nova e multimarca

mais de 190 pontos de atendimento

unidas.com.br

0800 121 121

facebook.com/unidasoficial

· Presença nos principais aeroportos do país. · Tarifa com tudo incluso: km livre, proteção ao veículo e taxa. · Reserva on-line em apenas 4 passos. Respeite os limites de velocidade. Antes de efetivar a reserva, consulte no site os requisitos para alugar e conduzir veículo.


D EST INOS | A R R A I A L D ’ A J U D A | F A Z E N D O A M A L A

1

2

4

5

6 3

098 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


1

Vestido de crochê Intimissimi. R$159 INTIMISSIMI.COM

2

Bata Dress To. R$249 DRESSTO.COM.BR

3

Shorts de sarja Forum. R$264 FORUM.COM.BR

4

Atmosfera baiana

Creme sem enxágue para o cabelo Haskell. R$30 HASKELLCOSMETICOS.COM.BR

5

PREPARE-SE PARA CURTIR SOL, MAR E O CLIMA RELAX DE ARRAIAL D’AJUDA COM ROUPAS DESPOJADAS, PRODUTOS PARA CUIDAR DO CABELO E DO CORPO E UMA BOA LEITURA

Xampu a seco Batiste. R$35 BATISTE.COM.BR

6

Edição THAIS LUTTI Produção CAMILA NARDI Foto XICO BUNY

Sandálias de borracha Piracaianas. R$215 PIRACAIANAS.COM

7

Creme para as mãos Touch the Sky The Beauty Box. R$19,90 THEBEAUTYBOX.COM.BR

8

Óculos Osklen. R$897 OSKLEN.COM

9

8

Protetor labial Lip Ice. R$19,90 LIPICE.COM.BR

10 Livro Feng Shui – O Poder de Atrair

7

Harmonia e Prosperidade, de Silvana Occhialini. Editora Benvirá. R$44,90

9

11

SARAIVA.COM.BR

11 Biquíni Track&Field. R$98 cada peça

10

TF.COM.BR

12 Lenços de linho SouQ. R$149 cada SOUQSTORE.COM.BR

12

AGRADECIMENTO: REGAT TA TECIDOS (FUNDO DE TECIDO DE LINHO E ALGODÃO) – REGAT TATECIDOS.COM.BR

099


#QUEROVOAR

Como muitos sabem, na última década nossa aviação comercial viveu uma verdadeira revolução. Passamos de 30 milhões de passageiros transportados pelas empresas nacionais em 2002 para 102 milhões em 2014. Também ampliamos consideravelmente os postos de trabalho, passando de 29 mil em 2002 para 60 mil empregos diretos atualmente.

Esse fenômeno ocorreu, principalmente, pela diminuição do preço das passagens, que, em 2002, tinham o valor médio de R$ 580,00 e, atualmente, estão em R$ 330,00. Hoje somos o terceiro maior mercado doméstico do mundo, temos pontualidade superior à dos Estados Unidos e o menor extravio de bagagens (metade da média global).

ESSAS CONQUISTAS SÃO DE TODOS E MERECEM SER MANTIDAS! VERDADES SOBRE A NOSSA AVIAÇÃO Por que às vezes é mais barato viajar para fora do que pelo Brasil?

#1. Combustível com valor até 50% acima da média mundial O preço para abastecer as aeronaves aqui é um dos mais altos do planeta. Os impostos em voos domésticos são mais altos do que nos voos internacionais. Exemplo: um voo de São Paulo para Brasília paga 25% de ICMS. Já um voo de São Paulo a Buenos Aires (internacional) é isento de ICMS.

#2. Taxas reajustadas muito acima da inflação As empresas aéreas pagam para usar os aeroportos e seus serviços. Tudo o que é utilizado (radar, transporte de bagagens, uso da pista etc.) é pago, e os valores têm sido reajustados bem acima da inflação.

LIÇÃO DE CASA As empresas aéreas têm trabalhado para minimizar os impactos da crise econômica: corte de despesas, revisão de orçamentos, melhorias na gestão. Propostas foram encaminhadas ao governo federal e aos governos estaduais, sem qualquer pedido de subsídio. Temos uma aviação de qualidade internacional, e o justo é pagar os nossos encargos com o mesmo parâmetro utilizado no mundo.

O QUE PEDIMOS Acesse

www.abear.com.br/querovoar e compartilhe as nossas mensagens.

CONTAMOS COM O SEU APOIO Diante disso e da elevação dos custos com infraestrutura e operações, que são diretamente atrelados ao dólar (leasing de aeronaves, manutenção no exterior etc.), em 2015 teremos um aumento de despesas seis vezes maior que o de receitas. Por isso a sua voz é fundamental. Contamos com a sua colaboração para manter a nossa aviação no ar e com a mesma qualidade que os nossos passageiros conhecem.

Queremos continuar atendendo cada vez melhor, alcançar mais destinos e beneficiar mais gente.


DEST INOS | E U F U I

Jalapão

RETRATO: JEFF SEGENREICH/DIV.

por Bernardo Velasco

Cenário inesperado AS CACHOEIRAS E AS SERRAS DO JALAPÃO IMPRESSIONARAM O ATOR BERNARDO VELASCO, DESTAQUE DA NOVELA OS DEZ MANDAMENTOS, DA RECORD. ELE APONTA A POTÊNCIA NATURAL COMO CARACTERÍSTICA PRINCIPAL DO DESTINO Em depoimento a LUIZA VIEIRA

Quando conheci o Jalapão, no Tocantins, mal sabia do que se tratava. Eu já havia escutado falar sobre o parque estadual, lembrava que era de difícil acesso, longe de grandes cidades, mas nada além disso. E para lá fui, em 2014, para um trabalho fotográfico. Estávamos em um grupo grande e rodamos a região durante dois dias. Em cada ponto turístico que parávamos eu me surpreendia mais. Lembro-me que, depois da primeira noite que dormimos em uma pousadinha, acordamos cedo para ver o amanhecer na Pedra Furada, um dos ícones locais. Subimos na formação rochosa quando ainda estava escuro e o céu foi clareando à medida que o sol surgia em nossa frente. Foi uma experiência linda! Outra característica memorável é a água dos rios, límpida e com temperatura agradável. A Cachoeira da Formiga, por exemplo, tem um piscinão cristalino e não muito fundo logo depois de sua queda-d’água. Ideal para se refrescar no calor intenso. No segundo dia, nós almoçamos na casa de um morador que serve refeições para visitantes. Era tudo muito simples, mas muito gostoso. Depois, para fechar a viagem com chave de ouro, fomos assistir ao pôr do sol nas dunas, cujo tom de alaranjado parece brilhar. O local tem vista da Serra do Espírito Santo, a principal atração da região. Apesar da breve experiência por lá, posso dizer que o Jalapão é um lugar incrível, muito diferente de tudo o que eu já tinha visto. Certamente é um destino perfeito para quem curte natureza, aventura e cenários únicos.


D ES T INOS | E U F U I

Confira as dicas de Bernardo Velasco para curtir o melhor do Jalapão Mesmo que você não saiba nadar, vale criar coragem para experimentar o rafting nas corredeiras do Rio Novo, o principal da região. Como tudo é acompanhado de perto por guias especializados e você utiliza todos os acessórios de segurança necessários, as três horas de percurso são de pura diversão!

1 Rafting no Rio Novo 2 Cachoeira da Velha 3 Mirante da Pedra Furada

1

4 Dunas 5 Serra do Espírito Santo 6 Cachoeira da Formiga

2 É a maior do Jalapão, com 15 metros de altura. Composta de duas quedas-d’água com formato de ferradura, tem um visual incrível. Ali perto fica a Prainha, uma faixa de areia fininha, banhada pelo Rio Novo, que é sucesso absoluto.

102 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

3 Por conta da ação do vento a rocha ganhou este buraco que a fez famosa. Você pode contemplar o pôr do sol dali mesmo ou encarar uma pequena trilha até o seu mirante, que tem uma das vistas mais bonitas da região.


Fica em Mateiros, uma das três cidades que funcionam como ponto de apoio aos turistas. Sua água é verde translúcida – dá para ver várias espécies de peixes que vivem ali – e seu poço é cercado de árvores altas e palmeiras nativas. Para quem quer ficar mais é permitido fazer piquenique e acampar.

6

Há agências de turismo que operam o trekking até a Serra, que se inicia por volta das 4h30, já que a ideia é terminar a subida antes de o sol nascer. Leva-se cerca de uma hora para alcançar seu topo e, uma vez lá, basta escolher a melhor pedra para se sentar e desfrutar da panorâmica.

5

ILUSTRAÇÃO: JOÃO L AURO FONTE

4

Devido à coloração que mistura o laranja e o dourado, as dunas tornaramse cartão-postal do Jalapão – e um cenário inesquecível. Se tiver fôlego vale subir no topo de uma delas (algumas chegam a ter 40 metros de altura) para apreciar a paisagem e o pôr do sol.

103


106 Agatha Moreira Atriz faz seu début no carnaval do Rio e já tem novo papel na telinha

116 Thomaz Bellucci A rotina de treinos e as ambições do tenista que vai às Olimpíadas

emfoco

122 Sociedade Uma lista de iniciativas em prol de um mundo mais democrático

106

FOTOS: FERNANDO YOUNG (AGATHA MOREIRA); LEO AVERSA ( THOMA Z BELLUCCI)

116


PRODUÇÃO EXECUTIVA: THAIS LUTTI; ST YLIST: FELIPE VELOSO; MAQUIAGEM: CARL A BIRIBA; PRODUÇÃO DE MODA: BERNARDO BIASO E IGOR MIGON

E M F OC O | A G A T H A M O R E I R A

E

106 A Z U L M A G A Z I N E | 1 2 . 2 0 1 5


Após o sucesso em Verdades Secretas, a atriz Agatha Moreira conquista um papel de destaque na próxima novela das 19h da Globo e debuta neste mês na Marquês de Sapucaí como musa da escola Unidos de Vila Isabel

Nasce uma

STRELA Por MARINA AZAREDO Fotos FERNANDO YOUNG

107


E M FOCO | A G A T H A M O R E I R A

Agatha Moreira posa para fotos sem economizar nos adereços e na maquiagem

E

ram 8h de uma segunda-feira quando a menina chegou sonolenta ao estúdio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Com cara de quem acabou de acordar, cumprimentou a equipe e se sentou na cadeira da maquiadora. Fechou os olhos, recostou a cabeça e se deixou enfeitar: spray nas madeixas, corretivo nas olheiras, base na pele, sombra nas pálpebras, esmalte nas unhas. Por fim, um batom cor de vinho nos lábios carnudos. Foi neste momento que, ao som de lounge music, das conversas entre o fotógrafo e os produtores de moda e do arrastar de móveis e objetos, desapareceu a garota e surgiu a Agatha Moreira que o Brasil conheceu no ano passado, na novela Verdades Secretas. Ou a Giovanna, nome da modelo arrogante que ela interpretou no folhetim de Walcyr Carrasco. O fato é que, com a boca em destaque e o cabelo esvoaçante, ficou difícil dissociar Agatha de Giovanna. E a menina sonolenta... Bem, esta todos já haviam esquecido.

108 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 5


AGRADECIMENTOS: BARRASTUDIO (BARRASTUDIO.COM.BR) E ZIM COLOR – PÓ COLORIDO (ZIMCOLOR.COM)

Aos 24 anos, a carioca é uma das apostas da Globo entre jovens atrizes. Depois de começar em Malhação (2012), passar por Em Família (2014) e estourar em Verdades Secretas (2015), ela terá um papel de destaque na próxima novela das 19h da emissora, Haja Coração, com estreia marcada para maio. Também vem conquistando o mercado publicitário – recentemente tornou-se portavoz da L’Oréal Paris, ao lado de estrelas como Grazi Massafera e Tais Araújo. E, como se não bastasse, neste mês faz sua primeira aparição em um desfile de escola de samba: será musa da Unidos de Vila Isabel, que entra na avenida na segunda-feira de Carnaval.

Agatha, porém, conserva um pouco do seu lado menina e tem até um quê de timidez e modéstia. “Quando um amigo do presidente da escola me convidou para desfilar eu achei que era mentira”, conta. Quem lhe entregou a faixa de musa foi Sabrina Sato, rainha de bateria da agremiação, em um ensaio em outubro passado. “Estou me preparando. Mas não esperem nenhuma Sabrina!”, pede ela, que fez aulas com uma passista para aprimorar o desempenho no samba. A carreira de Agatha começou parecida com a de várias adolescentes magras, altas e ambiciosas. Nascida em uma família de classe média de Olaria –

o pai era dono de loja de autopeças e a mãe, proprietária de veículo de transporte escolar –, bairro da Zona Norte do Rio, ela ouviu muito no colégio o apelido de “magrela beiçuda” antes de entender que o corpo esguio e os lábios voluptuosos eram, na verdade, predicados que podiam ser usados a seu favor. Incentivada pelos pais e por uma tia, que é mãe da também atriz Samara Felippo, participou de um concurso da agência Elite. “Por livre e espontânea pressão da família, acabei entrando na profissão”, diz. Desde sempre, “modelar” foi apenas uma maneira de ganhar dinheiro. “Nunca sonhei em ser uma top model.” 109


E M FOCO | A G A T H A M O R E I R A

110 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


POR LIVRE E ESPONTÂNEA PRESSÃO DA FAMÍLIA, ACABEI ENTRANDO NA PROFISSÃO. NUNCA SONHEI EM SER UMA TOP MODEL”

Mas, aos 17 anos, com o Ensino Médio completo e sem saber o que fazer da vida, a vontade de ser independente falou mais alto e ela saiu para desbravar o mundo. Primeiro, com uma temporada de três meses no Chile, onde descobriu o snowboard, hoje seu esporte preferido, depois com passagens por países como Japão, República Dominicana, Estados Unidos e Coreia do Sul. Um período de aprendizado intenso. “Quando você viaja sozinho, tem duas opções: amadurecer ou amadurecer”, afirma. Entre as experiências mais marcantes, destaca a de Seul, onde ficou por um semestre, justamente quando havia uma ameaça de conflito da Coreia do Sul com a do Norte. “Um dia, às 4h, eu vi todo o mundo deixando os prédios em fila e seguindo umas pessoas de chapéu vermelho. Achei que a guerra tinha começado e que eu seria bombardeada”, lembra. Descobriu, algumas horas depois, que se tratava apenas de um treinamento de evacuação da cidade. Os primeiros indícios de que os tempos de modelo não durariam muito vieram após a temporada sul-coreana, durante o ensaio da peça Sete Pecados Capitais que ela acompanhava a convite de um amigo. “Eu estava sentada quando a diretora, Neide Lira, pediu que eu subisse no palco para fazer a Gula. Acabei ficando com o papel.” Depois disso, já decidida a virar atriz, partiu para Nova York. O objetivo era juntar dinheiro, mas as coisas não deram muito certo. “O mercado lá é mais disputado e não consegui trabalhar como eu queria. Acabei ficando endividada com a agência.”

LOOK 1: CONJUNTO PAT PAT’S, BRINCOS SWAROVSKI; LOOK 2: ADEREÇO DE CABEÇA ACERVO, VESTIDO PAT PAT’S, SEGUNDA PELE ACERVO; LOOK 3: BODY CAPEZIO

111


E M FOCO | A G A T H A M O R E I R A

112 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


FOTOS: RAPHAEL DIAS/ T V GLOBO/DIV. (MALHAÇÃO); ARQUIVO PESSOAL

No alto da página, Agatha no Chile, onde conheceu o snowboard, e durante um trabalho quando era modelo. Acima, dois registros da atriz em cena na novela teen Malhação, em 2012

Um dia ela recebeu um e-mail chamando-a para um teste em Malhação. Não tinha recursos para voltar ao Brasil, mas resolveu gravar um vídeo e tentar a distância. Acabou sendo escolhida para viver a protagonista da novela. Quando soube que o papel era seu, sentou-se na calçada e chorou. No dia seguinte, avisou à agência que estava indo embora. Dois anos mais tarde, ganhou uma participação pequena em Em Família, e finalmente pôde mostrar todo o seu talento em 2015, como a modelo Giovanna de Verdades Secretas, que lhe deu a chance de contracenar com nomes como Marieta Severo e Reynaldo Gianecchini e lhe exigiu coragem e desenvoltura para ousadas cenas de nudez. “Agatha é uma atriz surpreendente, que interpreta de forma madura, apesar de sua idade. Eu a escalaria para qualquer personagem”, derrete-se Walcyr Carrasco, autor do folhetim das 23h.

A repercussão de sua atuação foi tão positiva que, antes mesmo do fim da novela, ela já havia garantido o próximo papel na Globo, em Haja Coração, remake de Sassaricando. A atriz interpretará Camila, personagem que foi de Maitê Proença na versão original, de 1987: “Será beeeem legal”, resume, arrastando-se no advérbio e preferindo não revelar muito sobre o novo trabalho. Com a explosão na TV, o teatro, lugar em que a Agatha modelo se descobriu atriz, ficou em segundo plano. “O palco é onde eu me renovo. Se eu fico muito tempo sem fazer nada no teatro bate um desespero. Mas não gosto de me dividir em duas coisas. Quando pego algo para fazer, faço com unhas e dentes. Prefiro uma coisa feita com excelência a duas mais ou menos”, justifica ela, reforçando que agora seu foco é a televisão. 113


FOTOS: PAULO BELOTE/ T V GLOBO/DIV. (EM FAMÍLIA); ELLEN SOARES/ T V GLOBO/DIV. (DANÇA DOS FAMOSOS); CAIUÁ FRANCO E ESTEVAM AVELL AR/ T V GLOBO/DIV. (VERDADES SECRETAS)

E M FOCO | A G A T H A M O R E I R A

Acima, à esquerda, Agatha no quadro Dança dos Famosos do Domingão do Faustão, no ano passado; à direita, em cena de Em Família (2014); ao lado, com Reynaldo Gianecchini, em Verdades Secretas (2015); e, abaixo, com parte do elenco do folhetim

ZOOM Novos ares Na volta definitiva ao Brasil, Agatha deixou Olaria e mudou-se para a Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, para ficar mais perto dos estúdios da Globo. Ela divide um apartamento com o namorado, o cineasta Pedro Nicoll, com quem está há três anos

Vocações

Dar o seu melhor parece ser mesmo uma diretriz de Agatha. Naquela manhã de segunda-feira, ela montou-se em glamour e fez caras e bocas – e que bocas! – diante das lentes do fotógrafo para, em seguida, despir-se de toda a elegância ao sujar o corpo inteiro com pó colorido. Sem qualquer indício de estrelismo. Após o último clique, trocou de roupa, tirou a maquiagem, enrolou o cabelo em um coque e voltou a ser a garota de algumas horas antes. De shorts e rasteirinha, saiu apressada do estúdio, falando baixo, sem chamar a atenção. Por trás da Giovanna e da musa do carnaval há uma menina de 24 anos que, languidamente, está se tornando uma estrela.

114 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

A atriz não chegou a fazer faculdade, mas diz que, na época da escola, cogitou estudar psicologia, design e cinema. “Eu sempre gostei de arte”, justifica

Disputa dominical Em 2015, também participou da Dança dos Famosos, quadro do Domingão do Faustão. Durante um mês teve de se dividir entre os ensaios do programa e as gravações de Verdades Secretas. Ela foi eliminada na fase em que dançou frevo

Estudos artísticos A atriz lamenta nunca ter tido tempo para investir em uma formação no teatro. “Emendei uma novela na outra e não consegui”, diz. Mas, entre os trabalhos, fez cursos curtos, como os de Camila Amado e Delson Antunes


Promoção

Cadastre-se em

vacomepoca.com.br e comece a planejar a sua próxima viagem! Consulte o regulamento no site

Certificado de Autorização CAIXA n° 6-3113/2015


E M FOCO | T H O M A Z B E L L U C C I

116 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


1

O número Principal tenista brasileiro da atualidade, Thomaz Bellucci prepara-se para brigar por uma inédita medalha olímpica nos Jogos Rio 2016. Enquanto isso, ele aquece a torcida nacional ao disputar dois importantes campeonatos neste mês: o Rio Open e o Brasil Open Por FLÁVIA RIBEIRO Fotos LEO AVERSA

C

oncentrado, quieto, não muito vibrante. Esta é a impressão inicial que se tem de Thomaz Bellucci, o tenista número um do Brasil. E é assim desde cedo. Em Pequim, em 2008, ele era um menino de apenas 20 anos estreando nas Olimpíadas e já passava essa imagem. Em Londres, aos 24, foi aos Jogos com a moral de quem já havia sido o 21º do ranking mundial. Agora, nos Jogos Olímpicos Rio 2016, nunca esteve tão preparado para uma boa participação: além da experiência de anos na elite do tênis mundial, contará com a torcida a seu favor.

Mesmo para um atleta considerado frio como ele, não vai dar para evitar o arrepio. Na verdade, em poucos minutos de conversa logo se nota que Bellucci não é tão seco quanto aparenta. É daqueles que guardam as emoções com ele. “Sou mais neutro. Tênis é um teatro, você não pode demonstrar para o adversário que está nervoso demais ou confiante demais. Mas jogando nas Olimpíadas do Rio vai ser difícil não vibrar. Eu gosto de jogar com a torcida. Ela ajuda sim. E por dentro eu sinto tudo”, comenta o tenista de 28 anos, que neste mês vai contar com o estímulo do público em dois importantes campeonatos realizados em solo brasileiro.

117


E M FOCO | T H O M A Z B E L L U C C I

O Rio Open será o primeiro deles. O evento vai tomar conta do Jockey Club da capital fluminense entre os dias 15 e 21. Em seguida, Bellucci emenda o Brasil Open, de 22 a 28, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo – ambos em quadra de saibro, sua favorita. As competições são duas grandes oportunidades para o atleta paulista, natural de Tietê, conquistar um torneio de simples da ATP (Associação de Tenistas Profissionais) no Brasil pela primeira vez. “São eventos especiais para mim. Perto da família, dos amigos, dos torcedores”, comenta ele, lembrando que o Brasil Open é da série ATP 250, enquanto o Rio Open é da ATP 500, que conta mais pontos para o ranking – uma vitória nesta categoria seria algo inédito em sua carreira. Falando em ranking mundial, o tenista terminou 2015 na 37ª colocação. Depois de um início de ano difícil, com uma série de derrotas, começou a engatar bons resultados a partir de 118 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

abril, com direito à conquista do quarto torneio de simples da ATP 250 em sua trajetória: após ganhar o de Gstaad, em 2009 e 2012, e o de Santiago, em 2010, foi campeão do de Genebra em maio passado – em duplas, venceu o de Stuttgart, em 2013. “Todas as finais de torneios da ATP que conquistei são a consagração de tudo aquilo pelo que trabalhei. Sou muito grato por esses momentos”, afirma ele, contando que os contratempos enfrentados lá no começo de 2015 foram consequências de uma mudança de treinador. “O João Zwetsch já tinha me treinado em 2010, voltei com ele em janeiro. Houve alterações na preparação e o resultado só chega depois de meses. Por isso tive uma queda de rendimento durante a transição, mas o resultado apareceu em abril. Desde então, vivo um ótimo momento”. Em 2010, Bellucci bateu na trave num de seus objetivos, que é ficar entre os 20 primeiros do ranking. Chegou a ser o 21º.

Às vésperas do Rio Open e do Brasil Open, Thomaz Bellucci posou para fotos entre um treino e outro, na capital fluminense


SOU MAIS NEUTRO, MAS JOGANDO NAS OLIMPÍADAS DO RIO VAI SER DIFÍCIL NÃO VIBRAR. GOSTO DE JOGAR COM A TORCIDA. E POR DENTRO EU SINTO TUDO”

Em 2016, pode novamente se aproximar, enquanto afina seu jogo pensando mais nas Olimpíadas. O atleta, no entanto, é cauteloso: “Tudo no tênis é em longo prazo. É difícil melhorar qualquer coisa em seis meses. Até agosto tenho que ajustar detalhes e chegar preparado aos Jogos. E claro que ficar entre os 20 também é uma meta. Mas passar dos 30 para os 20 é muito mais difícil do que dos 60 para os 50, por exemplo. A base é manter a consistência. E ter em mente que o ranking da ATP tem mais de 2 mil nomes. Eu quero o lugar dos 36 que estão na minha frente. Mas tem quase 2 mil caras que querem o meu”, compara. Bellucci não sabe exatamente quando o esporte se tornou seu objetivo maior. Na verdade, ele não se lembra da vida sem uma raquete na mão. O tenista, hoje com 1,88 metros de altura, ainda era bem pequeno e já brincava na quadra que os pais, amantes da modalidade, construíram na chácara da família. “Eu digo que jogo tênis desde que nasci. Meus pais jogavam socialmente, sempre gostaram muito do esporte. Mas comecei a ter aulas mais formais aos 7 anos”, relembra. 119


E M FOCO | T H O M A Z B E L L U C C I

Em sentido horário, o tenista no torneio de simples da ATP em Gstaad, em 2002, quando foi campeão; na comemoração da vitória da competição de Genebra, em 2015; e durante as Olimpíadas de Londres, em 2012

ZOOM Diferentes pisos Bellucci prefere as quadras de saibro, mais lentas. No entanto, a eleita para as Olimpíadas do Rio foi a rápida. “A escolha se deu por conta do calendário da ATP. Todos os torneios seguintes aos Jogos são em quadra rápida, então o evento tem que se encaixar. Eu prefiro saibro, mas me adapto bem a todas as superfícies”

Agora, depois de anos de práticas e conquistas, ele conhece bem seus pontos fortes e fracos e sabe exatamente o que tem de ser ajustado. Para isso, trabalha incessantemente, com três ou quatro horas diárias de treinos em quadra, além de preparação física, musculação e fisioterapia. “Tecnicamente sou um jogador completo. Consigo atuar bem em todas as superfícies, já fiz jogo duro com os dez primeiros do ranking. Meu ponto forte é o forehand, minha direita. Preciso melhorar minha aproximação da rede e ter mais consistência no saque”, avalia. Nas Olimpíadas, Bellucci adoraria ter a oportunidade de enfrentar o sérvio Novak Djokovic (atual 1º colocado do ranking), o espanhol Rafael Nadal (5º 120 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

no ranking) e, principalmente, o suíço Roger Federer (3º no ranking). Já jogou com os três, em outras situações. “Seria muito especial jogar com Federer na quadra central nas Olimpíadas do Rio”, comenta. Mas o tenista que ele mais admira já não joga mais. “O Guga foi número 1 do mundo e, mais do que isso, é muito querido fora das quadras. Antes dele, ninguém conhecia tênis no Brasil. É difícil chegar após um fenômeno como ele. As pessoas cobram muito. Porém, eu nunca quis ser o novo Guga. Sei que ele é melhor. E eu o admiro demais”, diz, com um sorriso sincero de fã. Assim como ele já vibrou muito por Guga, seus fãs marcarão presença em agosto para torcer pelo número 1 do Brasil nos Jogos do Rio.

Ele passa sete meses do ano em viagens, por conta do circuito da ATP. Nos cinco meses que está no Brasil costuma ficar quatro deles em sua casa, em São Paulo, e um no Rio de Janeiro, para treinamentos e competições, como o Rio Open. No pouco tempo de folga, aproveita para ficar com a namorada e curtir um churrasco na companhia dos amigos

Esporte no comando O tenista disputa cerca de 30 torneios por ano e diz que mudanças no jogo não são vistas de uma competição para outra. “É no dia a dia que você vê as sutilezas. O diferencial está aí, no treino cotidiano. Todo atleta de alto rendimento é perfeccionista, não sou diferente”, diz ele, que admite respirar tênis 24 horas por dia. “Eu não me desligo. Durmo pensando no treino, acordo avaliando o que comer para render melhor e almoço focando o descanso para poder treinar mais”

FOTOS: GASPAR NÓBREGA /GA ZETAPRESS/DIV. (LONDRES); ATP/DIV. (GENEBRA E GSTA AD)

Malas prontas


EM FOCO | S O C I E D A D E

Por um

Por MARINA AZAREDO Fotos ÁLVARO FRÁGUAS E SAMUEL ESTEVES

mundo

melhor

122 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


Insatisfeitos com o status quo, eles decidiram agir por conta própria para viver em uma sociedade mais agradável e democrática. Conheça histórias de brasileiros que colocaram a mão na massa em prol do bem comum

Iara e Eduardo Xavier, casal à frente do projeto Caçadores de Bons Naos ndoasn doasno Exemplos, que virou dnasod noasdn oasnd livro no onasiod fim de 2015 ioansd niaos ndiosando naiso diaso dnasnd asd a dasd

E

ra um fim de semana de 2008 quando os então administradores de empresa Iara e Eduardo Xavier, ao passar por uma estrada de terra do interior de Minas Gerais, tiveram o que chamam de “clarão”: decidiram largar emprego e estabilidade para sair em busca de pessoas que mudam o lugar onde vivem. “Estávamos cansados de ouvir notícia ruim. Por isso resolvemos pôr em prática a máxima de Gandhi: ‘seja a mudança que quer ver no mundo’”, conta Iara. Foram três anos amadurecendo a ideia, até que o casal colocou o pé na estrada em 2011 e nunca mais parou em casa – aliás, nem casa eles têm mais. Algumas das histórias dessa peregrinação estão no livro Caçadores de Bons Exemplos – Em Busca de Brasileiros que Fazem a Diferença (Editora Leya, R$34,90), lançado no fim de 2015, em que a dupla relata experiências vividas em 226 mil quilômetros de andanças, ao longo dos quais conheceu 1.150 projetos. A cada unidade vendida, uma outra é doada para alguma biblioteca pública. “Nosso trabalho é totalmente voluntário. O dinheiro acabou em 2013, então hoje contamos com a ajuda de quem cruza o nosso caminho”, explica Iara. O casal mineiro e os responsáveis pelas milhares de iniciativas visitadas – 50 delas devem virar minidocumentários em breve – são apenas alguns exemplos de gente que cansou de enxergar injustiças e lacunas deixadas pelo poder público e resolveu agir. “Cada vez mais os indivíduos estão assumindo papéis fortes e deixando de ser somente subordinados ao Estado. Até porque a verdade é que o Estado sozinho não consegue fazer tudo”, analisa Luciano Prates Junqueira, coordenador do curso de extensão em Gestão de Políticas Sociais da PUC-SP.

123


EM FOCO | S O C I E D A D E

Bom modelo dessa tendência é o Largo da Batata, na Zona Oeste de São Paulo. A região passou por uma reforma promovida pela Prefeitura, que a descaracterizou e deixou insatisfeitos muitos dos moradores das redondezas. Antes reduto de nordestinos e de casas de forró, o espaço se transformou numa imensa paisagem de concreto. “O momento em que tiraram os tapumes foi desolador. Não tinha uma árvore sequer”, lembra a urbanista Laura Sobral. Inconformada, ela decidiu começar um movimento para devolver a vida ao lugar. O início foi com um “leituraço”, em janeiro de 2014, com só sete 124 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

participantes. A partir dali, organizou atividades de cultura, esporte e lazer todas as sextas-feiras e a coisa tomou proporções tão grandes que ganhou nome: A Batata Precisa de Você. O coletivo, com mais de 11 mil curtidas no Facebook, é responsável também pela instalação do mobiliário urbano do largo – há bancos, plantas e até uma espécie de biblioteca. “A ideia é fazer uma nova história respeitando a antiga, propondo outros usos para o espaço”, diz Laura, que levou o projeto tão a sério que se casou no local, em março de 2015. Porto Alegre também vem assistindo a um movimento de ocupação do espaço público, mas motivado por

outras razões. O Vizinhança na Calçada, projeto da jornalista Carla Santos e da agenciadora de imóveis Liziane Lucas Teixeira, promove o encontro de amigos e moradores do bairro Cidade Baixa para diminuir seus índices de violência. Ao longo de 2015, foram quatro edições, sempre nos fins de semana, com atrações para crianças e adultos, como perna de pau, cama elástica, brinquedoteca e sorteio de brindes. “Tudo começou quando minha filha foi assaltada na porta de casa e descobri que havia acontecido o mesmo com vários vizinhos. A partir daí percebemos que tínhamos de ocupar a rua, pois ela é nossa, e não dos bandidos”, conta Carla.


FOTOS: JOSÉ LORVÃO/DIV. (CONEX ÃO LUSÓFONA); JOÃO MAT TOS/DIV. ( VIZINHANÇA NA CALÇADA); ARTUR BENCHIMOL /DIV. (FL AVIO MASSON)

Na página anterior, Laura Sobral, do projeto A Batata Precisa de Você. Nesta página, em sentido horário, Flavio Masson; criador do site Rangri; show da edição 2015 do Conexão Lusófona; e dois registros de eventos do Vizinhança na Calçada, que busca a ocupação da Cidade Baixa, em Porto Alegre, por seus moradores

Por vezes, no entanto, a vontade de transformar o mundo passa um pouco mais longe de casa. É o caso do publicitário paulistano Flavio Masson, que mora em Nova York há 16 anos e está à frente de uma série de negócios de inovação na cidade. Em 2013, ele decidiu aplicar sua expertise para ajudar seu país natal. “Sempre quis utilizar meu aprendizado no Brasil. Até que um dia, pedindo comida pela internet, tive a ideia de criar o Rangri”, explica. O site de delivery de refeições baseado em Curitiba destina metade de sua receita líquida para o Unicef ou para a Associação de Agricultura Orgânica. “A proposta é matar duas fomes: a de quem pede comida e a de quem não tem o que comer.” De além-mar também vem a atuação de Bruna Riboldi, jornalista que vive em Lisboa e é um dos nomes por trás do Conexão Lusófona, cujo objetivo é envolver os jovens e estimular a interculturalidade dos países de língua

PA R A

CONHECER Caçadores de Bons Exemplos CACADORESDEBONS EXEMPLOS.COM.BR

A Batata Precisa de Você LARGODABATATA.COM.BR

Vizinhança na Calçada FACEBOOK.COM/ VIZINHOSNACALCADA

Rangri RANGRI.COM.BR

Conexão Lusófona CONEXAOLUSOFONA.ORG

portuguesa. “Há 244 milhões de pessoas que falam português, mas existe pouca integração entre os povos. É preciso disseminar os conhecimentos de cada um”, defende a gaúcha que trabalha voluntariamente como editora do site do projeto. Entre as principais iniciativas está um festival de música com nomes relevantes do cenário lusófono, que já teve quatro edições em Lisboa e será levado para outros lugares em breve. Prova de que mudar o mundo, além de gratificante e recompensador, também pode ser divertido. 125


EM FOCO | M A D E I N B R A Z I L

FOTOS: TAIRONNY MAIA /DIV. (RETRATO, LINHA SABONETES); DIVULGAÇÃO

Os amigos Cesar Fávero e Mônica Burgos, sócios da marca Avatim

Água de cheiro 126 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

PAUTADA NO PILAR DA SUSTENTABILIDADE, A BAIANA AVATIM VENDE UMA LINHA COMPLETA DE AROMATIZANTES PARA CLIENTES CORPORATIVOS E PRODUTOS PARA O CORPO EM MAIS DE 60 LOJAS ESPALHADAS PELO PAÍS Por LUIZA VIEIRA


Em sentido horário, produtos da linha Terra Madre; um dos difusores de essência da marca; e sabonetes Cheiros da Bahia

Aos 30 anos, após o fim de seu casamento, a baiana Mônica Burgos decidiu mudar de casa e de ramo: foi para o Rio de Janeiro levando os três filhos e deixou a advocacia para se tornar consultora de moda. Durante as visitas às lojas em que oferecia seus serviços, notou que faltava a elas um aroma exclusivo, um cheiro que as representasse. O que a empresária percebeu, na verdade, foi um nicho ainda pouco explorado no Brasil: o do marketing olfativo. À época, mal sabia ela que havia encontrado o embrião de sua futura empresa, a Avatim. Pioneira no mercado de aromatizantes para clientes corporativos, a marca foi de fato fundada em 2002, só depois de Mônica ir a fundo no setor. Primeiro, ela achou uma fábrica de aromatizantes artesanais em Teresópolis, na região serrana do Rio. “Quando percebi essa lacuna, de não haver fragrâncias que perfumassem as lojas, comecei a oferecer cheiros exclusivos que pudessem significar cada empresa”, explica. Na sequência, voltou para Itabuna, sua cidade natal, com um carregamento considerável de produtos e passou a vendê-los de porta em porta. Dali eles logo chegaram à capital Salvador. Foi nesse período que Cesar Fávero entrou na jogada. “Ele já era meu amigo e, vendo essa situação, questionou se não seria possível melhorar a oferta”, lembra Mônica. “Se com uma embalagem feinha ela já vendia bastante, imagina com uma mais bonita?”, completa ele. Dessa amizade nasceram

66 lojas estão espalhadas pelo Brasil – oito delas são próprias

1 mil

revendedores comercializam a Avatim de porta em porta

380

produtos compõem o catálogo da marca, com itens para ambiente, corpo e banho

novas ideias, a ambição de montar uma indústria e, então, a sociedade na Avatim. Mais do que um nome bonito – significa cheiro da terra, em tupi-guarani –, ele carrega os valores propostos pela empresa: priorizar os elementos nacionais e ingredientes provenientes de extração sustentável. Localizada entre Ilhéus e Itabuna, a fábrica preza pelo selo de sustentabilidade para além das matérias-primas. Seus empregados são prioritariamente das comunidades ribeirinhas da região, população que recebe o auxílio de projetos sociais bancados pela marca. Todos voltados ao bem-estar dos funcionários, desde o subsídio para a construção da casa própria até o auxílio e o incentivo à educação, além de inclusão social.

Com a produção em andamento, a ideia de adotar fragrâncias exclusivas se espalhou pelas companhias brasileiras, de Norte a Sul. O Hotel Copacabana Palace e grifes badaladas, como Ellus, Victor Hugo, H.Stern, Arezzo, Forum e Colcci, são apenas alguns dos clientes da Avatim. Depois de conquistar um público sólido, o próximo passo foi praticamente intuitivo. “As pessoas perguntavam se podiam usar os produtos no corpo de tanto que gostavam dos aromas”, diverte-se Mônica. Em 2008 a marca lançou sua primeira linha corporal – que já representa 40% de sua fabricação. Hoje, são mais de 300 opções entre óleos, esfoliantes, sabonetes, hidratantes e colônias, além de itens que prometem aromatizar outros “ambientes”, como as águas voltadas para roupas e os perfumes para carros. E a Avatim vai além: para o segundo semestre deste ano, o plano é lançar a linha de cuidado capilar, com xampu, condicionador e máscara de tratamento. Todos também com cheiros da terra.

avatim.com.br 127


130 Conquistas Companhia é a mais pontual entre as low-costs do mundo todo

133 Novidades Aeronave celebra a parceria de sucesso entre a Azul e a SKY

138 Experiência Azul

FOTO: DIVULGAÇÃO A ZUL

azuis

Confira dicas e sugestões para tornar sua viagem mais agradável

130


AZUIS | C O N Q U I S T A S

Azul é líder em pontualidade SEGUNDO O RANKING DA OFFICIAL AIRLINE GUIDE, A COMPANHIA FOI A MAIS PONTUAL DO MUNDO NA CATEGORIA LOW-COST EM 2015, ATINGINDO UM ÍNDICE DE 91,03% DE VOOS CUMPRIDOS SEM ATRASOS

130 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

A Azul começou o ano com um novo e excelente título: em 2015 foi a companhia aérea mais pontual do mundo na categoria low-cost, apresentando um índice de 91,03% de voos cumpridos sem atrasos – quando considerados decolagens e pousos realizados dentro de até 15 minutos do horário previsto. Os dados são da Official Airline Guide (OAG), principal instituição independente que faz o monitoramento da pontualidade de empresas aéreas. Se comparada a todas as companhias do mundo, independentemente de segmentos, a Azul também aparece numa posição de destaque: é a terceira melhor colocada quando o assunto é pontualidade. “O resultado alcançado em 2015 deixa ainda mais em evidência

nossos valores e o trabalho pautado na consideração, no respeito com nossos Clientes, e, acima de tudo, na segurança de nossas operações. Esta conquista é fruto de investimentos importantes em processos e pessoas que realizam diariamente um trabalho impecável, permitindo que todos os Clientes possam estar lá em cima dentro do horário previsto”, afirma Antonoaldo Neves, presidente da Azul. Para compor o ranking, a Official Airline Guide tem acesso a estatísticas de 900 companhias aéreas que atuam em cerca de 4 mil aeroportos, além de rastrear 110 mil voos diariamente. A seguir, John Grant, presidente da instituição, fala mais sobre o seu método de trabalho.


FOTOS: IAN JAMIESON /DIV. (JOHN GRANT); DIVULGAÇÃO A ZUL

1. Como a OAG alimenta sua base de dados? Nós temos o mais abrangente banco de dados sobre horários de voos do mundo, abastecido por mais de 900 companhias que nos mandam informações regularmente de 100 mil voos diários. Somos capazes de cruzar todas essas informações para maximizar a assertividade. É isso que sustenta a veracidade de nossos resultados. Em 2015, por exemplo, lidamos com 50 milhões de registros de voos, processamos 1,4 bilhão de pedidos e entregamos mais de 25 milhões de atualizações de voos programados por dia. Assim garantimos que nossos clientes pudessem passar dados corretos aos seus passageiros e melhorar sua performance. 2. Quais são os pré-requisitos para que uma empresa aérea ou um aeroporto faça parte do relatório? Temos mais de 900 companhias e cerca de 4 mil aeroportos listados. Para ser incluída na Liga da Pontualidade a empresa tem de enviar pelo menos 80% de seus horários de voos. No caso dos aeroportos, eles precisam somar mais de 3 milhões de decolagens previstas por ano. Na OAG nós acreditamos que a qualificação consistente seja fundamental, pois permite um melhor benchmarking e confere transparência ao processo. 3. Como os resultados do ranking

podem contribuir para a indústria aérea e suas empresas? A eficiência operacional é fundamental para as companhias, os aeroportos e os usuários do transporte aéreo. As pessoas planejam suas viagens a partir dos horários de voos divulgados pelas empresas e esperam que elas atendam suas expectativas. Nenhuma companhia, portanto, quer operar fora da programação. Elas entendem que corrigir erros de atrasos é muito importante. E para suprir esta expectativa as tecnologias de informação têm papel importante e seguem crescendo. O que significa que os dados são fornecidos segundo uma fonte segura, por meio de várias plataformas e com precisão. Como reunimos 50 milhões de registros por ano, possuímos uma grande quantidade de dados valiosos e análises para oferecer à indústria.

John Grant Presidente da Official Airline Guide

4. Qual a sua avaliação do desempenho das companhias aéreas em 2015? A performance de pontualidade tem melhorado nos últimos anos, mas os desafios enfrentados são imensos em algumas partes do mundo. Há países que compartilham espaço aéreo com autoridades militares, outros investem pesado em novas tecnologias, enquanto alguns governos trabalham em parceria para melhorar a comunicação e a "passagem" de aeronaves de um país para outro. Veem-se investimentos nessa área no mundo inteiro. Acima de tudo, a indústria está determinada a ser o mais pontual que puder. 5. A Azul foi a única empresa low-cost a atingir

um índice de pontualidade acima dos 90%. Como você avalia este resultado? É um feito incrível para uma companhia de baixo custo. Pontualidade significa um excelente desempenho e isso é o coração do negócio. Envolve a ação de terceiros e de fornecedores, tais como agentes de solo, empresas de reabastecimento e o próprio aeroporto, que apoia a Azul para alcançar esse sucesso. Essa conquista é fruto do trabalho duro de uma equipe unida.

6. Você já esteve no Brasil? O que mais gostou? Sim, estive algumas vezes e amo o país. Comecei minha carreira em uma companhia aérea que voava do Reino Unido para o Brasil. Em seguida, tornei-me consultor de aviação e trabalhei em um projeto relacionado ao início das operações internacionais de empresas brasileiras de baixo custo, por isso passei algumas semanas em São Paulo. Achei a cidade grande, frenética, realmente um lugar que funciona 24 horas por dia. Eu adoraria voltar e visitar a Amazônia. Ou ser convidado para os Jogos Olímpicos do Rio. Se alguém tiver um bilhete sobrando... estou aqui! 131


PUBLIEDITORIAL AZUL CARGO

Mande bem com Azul Cargo. A mais ágil e pontual no transporte de carga aérea. Com presença em mais de 3.500 municípios, o serviço de entregas expressas porta a porta da Azul Cargo já é referência no mercado e, assim como as operações da Azul, mantém a alta confiabilidade demonstrada desde o início das operações. Fator primordial para o sucesso da Azul Cargo é a segurança, o que norteia o modo com que manuseia e transporta suas remessas, além de ser o primeiro valor da companhia. Produtos com alto valor agregado recebem no transporte aéreo um tratamento seguro, com poucos transbordos, tempo mínimo de permanência em armazéns e entregas rápidas ao destinatário, evitando assim riscos de roubos, perdas e avarias. Os clientes da Azul Cargo contam com um alto padrão de atendimento pós-vendas.

Para remessas urgentes, que podem ser despachadas até duas horas antes da decolagem de um voo e retiradas até duas horas após a chegada.

Entrega em domicílio ou retirada da carga no dia seguinte ao dia do envio para remessas destinadas às capitais e principais cidades brasileiras.*

Indicado para cargas de maior volume, e que tenham um prazo mais flexível para a chegada ao destino.

Serviço customizado para clientes de e-commerce que tenham distribuição frequente de pequenas encomendas.

Garante entrega porta a porta ou retirada até as 10h horas da manhã do dia seguinte ao dia do envio. Consulte lista de cidades atendidas.

Tarifas reduzidas para documentos até 100g.

Para informações sobre localidades atendidas, endereços das lojas, horários de atendimento, horários limite de despacho, restrições e rastreamento das remessas, ligue (11) 4003-8399 ou acesse: azulcargo.com.br


AZU I S | N O V I D A D E S

FOTO: DIVULGAÇÃO A ZUL

Parceria Azul e SKY nos ares

NOVO JATO EMBRAER 195 EXIBE A MARCA DA OPERADORA DE TV POR ASSINATURA E SIMBOLIZA O ACORDO DAS DUAS EMPRESAS NA OFERTA DE UM PRODUTO EXCLUSIVO NO MERCADO DE AVIAÇÃO DA AMÉRICA LATINA

Desde o mês passado, a aeronave Embraer 195 com a pintura que celebra a parceria entre a Azul e a SKY tem percorrido os céus em rotas que cobrem todas as regiões do Brasil. O novo jato, de matrícula PR-AUQ, simboliza o sólido acordo entre as empresas na oferta de um produto exclusivo e gratuito no mercado de aviação da América Latina: a TV SKY ao vivo nos voos domésticos da companhia. Em pouco mais de três anos, a TV SKY nos aviões da Azul já teve mais de 45 milhões de espectadores. Ela está presente em 70 aeronaves (todos os modelos Embraer 195 e a maioria dos jatos Embraer 190), com mais de

40 canais disponíveis para serem transmitidos diariamente e ao vivo em aproximadamente 8,5 mil monitores widescreen individuais. "Com o apoio fundamental da SKY, a Azul oferece o melhor serviço de bordo do Brasil e garante uma experiência única a seus Clientes, fazendo com que se sintam em casa. A variada programação permite que todos os viajantes encontrem uma atração de acordo com seu gosto. O recebimento dessa aeronave envelopada com a marca SKY é a celebração de uma parceria que se renova ”, afirma Claudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação da companhia.

“Esta é uma parceria que tem muito do DNA inovador da SKY. Estamos felizes por poder ampliar esse projeto que agrega valor à viagem dos passageiros da Azul, levando programação ao vivo em pleno voo para todos os perfis de público”, completa Alex Rocco, diretor de Marketing da SKY. O jato Embraer 195 que estampa as cores e a marca da SKY é o último recebido pela companhia dentro do programa de aeronaves da geração atual (E1) da fabricante brasileira. As próximas a serem recebidas serão do modelo E195-E2, nova geração de jatos comerciais. A Azul é a maior operadora desse modelo 195 no mundo, com 88 aviões em sua frota.

133


A ZUIS | L I N H A S D E Ô N I B U S

Transporte exclusivo CLIENTES AZUL CONTAM COM VÁRIOS ÔNIBUS EM SÃO PAULO QUE FACILITAM O ACESSO AOS AEROPORTOS. CONFIRA AS ROTAS E OS HORÁRIOS

FOTO: DIVULGAÇÃO AZUL

A Azul oferece ônibus executivos gratuitos, com Wi-Fi e ar-condicionado, em lugares estratégicos no Estado de São Paulo. Entre a capital paulista e o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, a companhia opera linhas de 30 em 30 minutos. Para utilizar o serviço apresente seu cartão de embarque ou seu itinerário 15 minutos antes da partida do ônibus.

SÃO PAULO Campinas (Viracopos) Terminal Barra Funda (São Paulo-SP)

Shopping Tamboré (Alphaville) Shopping Eldorado (São Paulo-SP)

Sorocaba

Aeroporto de Congonhas (São Paulo-SP)

Aeroporto de Congonhas > Aeroporto de Viracopos > Aeroporto de Congonhas segunda a sexta

sábados

domingos

Congonhas > Viracopos

Viracopos > Congonhas

Congonhas > Viracopos

Viracopos > Congonhas

Congonhas > Viracopos

Viracopos > Congonhas

Saída

Chegada

Saída

Saída

Chegada

Saída

Saída

Chegada

Saída

4:00 5:00 6:00 7:00 8:00 9:00 10:00 11:00 12:00 13:00 14:00 15:00 16:00 17:00 18:00 19:00 20:00

5:30 6:30 7:30 8:30 9:30 10:30 11:30 12:30 13:30 14:30 15:30 16:30 17:30 18:30 19:30 20:30 21:30

5:45 6:45 7:45 8:45 9:45 10:45 11:45 13:45 14:45 15:45 16:45 17:45 18:45 19:45 20:45 21:45 22:45 23:45 0:45

4:00 5:30 6:30* 8:30* 10:30* 12:30* 15:00* 18:00 19:00*

5:30 7:00 8:00 10:00 12:00 14:00 16:30 19:30 20:30

6:15 8:15* 9:45 11:15* 12:15 13:15* 16:15* 17:15 19:15* 21:45 23:15*

4:30* 6:30 8:30* 10:00 12:00* 14:00 15:00* 16:00 18:30 19:30*

6:00 8:00 10:00 11:30 13:30 15:30 16:30 17:30 20:00 21:00

7:15 10:15 12:15* 13:45* 15:45* 17:15 19:15* 20:45 22:15* 23:15*

Chegada

7:15 8:15 9:15 10:15 11:15 12:15 13:15 15:15 16:15 17:15 18:15 19:15 20:15 21:15 22:15 23:15 0:15 1:15 2:15

Chegada

7:45 9:45 11:15 12:45 13:45 14:45 17:45 18:45 20:45 23:15 0:45

Chegada

8:45 11:45 13:45 15:15 17:15 18:45 20:45 22:15 23:45 0:45

*ônibus com parada no Shopping Eldorado 136 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


Shopping Eldorado > Aeroporto de Viracopos > Shopping Eldorado segunda a sexta Shopping Eldorado > Viracopos

sábados

Viracopos > Shopping Eldorado

Shopping Eldorado > Viracopos

domingos

Viracopos > Shopping Eldorado

Shopping Eldorado > Viracopos

Viracopos > Shopping Eldorado

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

4:30 5:30 6:30 7:30 8:30 9:30 10:30 11:30 13:30 14:30 15:30 16:30 17:30 18:30 19:30 20:30

6:00 7:00 8:00 9:00 10:00 11:00 12:00 13:00 15:00 16:00 17:00 18:00 19:00 20:00 21:00 22:00

6:15 7:15 8:15 9:15 10:15 11:15 12:15 13:15 14:15 15:15 15:45 17:15 18:15 19:15 20:15 21:15 22:15 23:15 0:15

7:45 8:45 9:45 10:45 11:45 12:45 13:45 14:45 15:45 16:45 17:15 18:45 19:45 20:45 21:45 22:45 23:45 0:45 1:45

4:00 5:30 7:00 9:00 11:00 13:00 15:30 18:30 19:30

5:30 7:00 8:30 10:30 12:30 14:30 17:00 20:00 21:00

5:45 8:15 9:15 11:15 13:15 16:15 17:45 19:15 20:45 23:15

7:15 9:45 10:45 12:45 14:45 17:45 19:15 20:45 22:15 0:45

5:00 7:00 9:00 10:30 12:30 14:30 15:30 16:30 18:30 19:30 20:00

6:30 8:30 10:30 12:00 14:00 16:00 17:00 18:00 20:00 21:00 21:30

5:45 9:45 12:15 13:45 15:45 17:45 19:15 20:15 21:15 22:15 23:15 0:15

7:15 11:15 13:45 15:15 17:15 19:15 20:45 21:45 22:45 23:45 0:45 1:45

Terminal Barra Funda > Aeroporto de Viracopos > Terminal Barra Funda segunda a sexta Barra Funda > Viracopos

sábados

Viracopos > Barra Funda

Barra Funda > Viracopos

domingos

Viracopos > Barra Funda

Barra Funda > Viracopos

Viracopos > Barra Funda

Saíd

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

4:00 5:30 6:30 7:30 8:30 9:30 11:00 13:00 14:30 15:30 16:30 17:30 18:30 19:30 20:30

5:30 7:00 8:00 9:00 10:00 11:00 12:30 14:30 16:00 17:00 18:00 19:00 20:00 21:00 22:00

6:15 7:15 8:45 9:45 11:45 13:45 15:45 16:45 17:45 19:15 20:45 21:45 22:15 23:15

7:45 8:45 10:15 11:15 13:15 15:15 17:15 18:15 19:15 20:45 22:15 23:15 23:45 0:45

4:30 5:30 6:30 9:00 11:00 14:30 16:00 17:30 19:00 20:00

6:00 7:00 8:00 10:30 12:30 16:00 17:30 19:00 20:30 21:30

6:15 7:15 7:45 8:45 10:15 12:45 13:45 16:45 17:15 19:15 21:15 23:45

7:45 8:45 9:15 10:15 12:45 14:15 15:15 18:15 18:45 20:45 22:45 1:15

5:30 7:00 8:30 10:30 13:00 14:30 15:30 16:30 18:00 19:00 19:30

7:00 8:30 10:00 12:00 14:30 16:00 17:00 18:00 19:30 20:30 21:00

7:15 9:45 12:15 13:45 15:45 17:45 19:45 20:45 21:45 22:45 23:45

8:45 11:15 13:45 15:15 17:15 19:15 21:15 22:15 23:15 0:15 1:15

Shopping Tamboré > Aeroporto de Viracopos > Shopping Tamboré segunda a sexta Tamboré > Viracopos

sábados

Viracopos > Tamboré

Tamboré > Viracopos

domingos Viracopos > Tamboré

Tamboré > Viracopos

Viracopos > Tamboré

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

Saída

Chegada

4:00 5:30 7:00 9:00 10:30 13:00 14:00 15:30 17:00 19:00 20:00

5:30 7:00 8:30 10:30 12:00 14:30 15:30 17:00 18:30 20:30 21:30

6:45 8:45 10:15 12:15 13:45 16:45 17:45 19:45 21:45 23:45

8:15 10:15 11:45 13:45 15:15 18:15 19:15 21:15 23:15 1:15

4:00 5:30 7:00 9:00 11:00 15:00 18:30 20:00

5:30 7:00 8:30 10:30 12:30 16:30 20:00 21:30

6:45 9:15 10:45 12:15 13:45 16:15 18:15 21:15 23:15

8:15 10:45 12:15 13:45 15:15 17:45 19:45 22:45 0:45

5:30 7:00 10:30 13:00 15:00 17:00 19:00 20:00

7:00 8:30 12:00 14:30 16:30 18:30 20:30 21:30

7:15 10:15 11:45 13:45 15:45 18:15 20:15 22:15 23:15

8:45 11:45 13:15 15:15 17:15 19:45 21:45 23:45 0:45

137


A ZUIS | E X P E R I Ê N C I A A Z U L

Experiência Bagagem

Azul

NESTA SEÇÃO, REUNIMOS ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA TORNAR SUA VIAGEM SEGURA, TRANQUILA E CONFORTÁVEL

Na hora de preparar sua mala, lembre-se: o limite total para bagagem despachada é de 23kg. A de mão deve pesar até 5kg e não pode conter objetos cortantes e inflamáveis.

TudoAzul Para garantir pontos no programa de vantagens informe sempre seu CPF em suas reservas ou na hora do check-in. Se você ainda não é Cliente TudoAzul, cadastre-se e ganhe 1.000 pontos de boas-vindas. VOEAZUL.COM.BR/TUDOAZUL/AZUL-MAGAZINE

Aeroporto A Azul recomenda que você chegue ao aeroporto pelo menos uma hora antes de seu embarque, no caso de voos nacionais. E duas horas antes, em viagens aos EUA.

Bem-Estar

Ônibus Azul

- Faça uma alimentação leve e hidrate-se bem antes de embarcar - Prefira viajar com roupas confortáveis - Caso se sinta mal durante o voo, se necessário, utilize o saquinho disponível no bolsão à sua frente - Se sentir um desconforto nos ouvidos devido à mudança de altitude, tampe o nariz e engula saliva algumas vezes.

Serviços de ônibus para o aeroporto estão disponíveis em São Paulo e Santa Catarina. Não é necessário fazer reserva. Apenas apresente seu cartão de embarque. Confira a tabela de horários em nossos canais de atendimento e no site.

138 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6

Documentos Sempre que viajar com a Azul, tenha em mãos um documento de identificação em bom estado e com foto. Apresente-o no balcão de check-in e no portão de embarque.


Dicas para o

check-in A AZUL OFERECE CINCO MANEIRAS DIFERENTES PARA REALIZAR O SEU CHECK-IN*. ESCOLHA A QUE MELHOR SE ADAPTA ÀS SUAS NECESSIDADES

Totem check-in Para os Clientes que preferem o método tradicional de check-in, a Azul disponibiliza totens de autoatendimento nos aeroportos.

SMS check-in

Web check-in

Basta enviar um SMS para o número 26990 com o localizador do voo ou o CPF do passageiro. Ao final do processo, o Cliente recebe um SMS com o link para o acesso ao cartão de embarque.

No site da Azul é possível fazer o check-in de forma rápida e simples a partir de 48 horas antes de seu embarque. Perfeito para quem tem fácil acesso a computadores e quer economizar tempo.

App check-in Com o aplicativo da Azul, disponível gratuitamente para os sistemas iOS e Android, o bilhete fica guardado no passbook do smartphone e é possível embarcar mostrando apenas a tela do aparelho.

Fast check-in Para utilizar esta opção é preciso apenas digitar o endereço FC.VOEAZUL.COM.BR no navegador do celular e inserir uma das quatro alternativas de informação: número do localizador, RG, CPF ou número do Tudo Azul.

Clientes com conexão para voos da United Airlines em Guarulhos devem dirigir-se diretamente ao Terminal 3. Não há necessidade de refazer o check-in e nem despachar novamente as bagagens

139


AZU I S | M A P A D E R O T A S

Nossos destinos

Internacional DomĂŠstico 141


AZU IS | M A P A D E R O T A S

Nossos destinos

142 A Z U L M A G A Z I N E | 0 2 . 2 0 1 6


143


PUBLIEDITORIAL TudoAzul

TudoAzul o programa de vantagens fácil de ganhar e fácil de viajar! No TudoAzul você ganha até cinco pontos a cada R$ voado. A partir de 1.000 pontos você pode obter descontos na passagem e, a partir de 5.000 pontos, pode resgatar viagem de graça para vários destinos em todo Brasil. Também é possível usar os pontos em viagens internacionais. Clientes TudoAzul também podem transferir pontos de seus cartões de crédito, pois temos promoções recorrentes e parcerias com os principais bancos do país, além de diversas empresas no varejo. Temos quatro categorias: TudoAzul, TudoAzul Topázio, TudoAzul Safira e TudoAzul Diamante.

TUDOAZUL

TOPÁZIO

SAFIRA

DIAMANTE

categoria inicial

4.000

8.000

20.000

Adquira o cartão TudoAzul Itaucard e ganhe 10% de desconto em todas as passagens da Azul

pontos qualificáveis

pontos qualificáveis

pontos qualificáveis

Chegou o Clube TudoAzul Por apenas R$ 30,00 por mês, você tem: • 1.000 pontos TudoAzul por mês • Acesso antecipado a promoções e passagens TudoAzul • Bônus ao transferir do cartão de crédito • Pontos qualificáveis mensais • Validade de um ano a mais nos pontos acumulados.

E vários outros benefícios. Saiba mais em: voeazul.com.br/tudoazulitaucard

Conheça alguns dos nossos parceiros Ganhe pontos mesmo quando não estiver voando:

Cadastre-se e ganhe 1.000 pontos voeazul.com.br/tudoazul/azul-magazine

Saiba mais em: https://tudoazul.voeazul.com.br/web/azul/clube (confira o regulamento completo no site)


AZUIS

PA N O R Â M I C A Edson Lopes Jr.

Encontro de tradição e inovação Durante a cobertura da primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, realizada em outubro de 2015, a enorme quantidade de smartphones utilizada pelos índios despertou a curiosidade e instigou os cliques do fotógrafo paulistano Edson Lopes Jr.. “Percebi que muitos deles possuíam celulares modernos e vários estavam munidos de paus de selfie. Achei interessante o fato de eles absorverem com tanta potência as nossas tecnologias”, comenta Edson. A competição, que teve Palmas, no Tocantins, como cenário, reuniu mais de 1.700 atletas de 24 etnias brasileiras e 23 estrangeiras. E a segunda edição do evento já tem data e local definidos. Será em 2017, no Canadá.


Leve

a vida maisleve.

Azul 34 completa  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you