Page 1

Telefone: (19) 3491­‑7000 Vivo 99983­‑2575 (WhatsApp) Claro 99317­‑2800 | Tim 98335­‑4094 Caixa Postal 1820 – 13360­‑000 – Capivari-SP editoraeme.com.br • atendimento@editoraeme.com.br

Ano 18 • número 84 • Setembro de 2017 Editora EME - 35 anos

LANÇAMENTOS Admirável mundo em que vivemos É possível transformar nosso ambiente, basta um pouquinho mais de esforço por parte de cada espírito, encarnado ou desencarnado Somos responsáveis por todo bem que fazemos e também por todo mal que advém da nossa omissão e comodismo diante de circunstâncias conflitantes que geram mal-estar e desconforto particular ou coletivo. E deixaremos para as novas gerações um lugar de paz e harmonia, onde o bem predomine e todos se elevem rumo à perfeição. Páginas 2 e 3

Paixão e sublimação –

A história de Virna e Marcus Flávius Ana Maria de Almeida • Josafat (espírito) Romance mediúnico • 14x21 cm • 192 páginas • R$ 33,90 Da ascensão do Império Romano à chegada do espiritismo no Brasil, Virna e Marcus Flávius, almas enlaçadas por imensurável amor, serão submetidos ao cadinho das experiências e das provações, e serão lapidados através das múltiplas experiências na carne no rumo da perfeição.

Triunfo de uma alma

Recordações das existências de Yvonne do Amaral Pereira Ricardo Orestes Forni Biografia • 14x21 cm • 200 páginas • R$ 33,90 Yvonne do Amaral Pereira teve imensa força interior para realizar o triunfo de uma alma em sua última reencarnação. Mais do que uma homenagem, este livro é um importante alerta a todos nós viajantes na estrada evolutiva, sobre a colheita da semeadura que realizamos na posse de nosso livre-arbítrio.

TAMBÉM NESTA EDIÇÃO

OK!

Li e gostei

Neste espaço, leitores comentam obras da EME. Saiba o que eles acharam de nossos livros Página 3 IMPRESSO

José Lázaro Boberg lança O evangelho de Maria Madalena em Noite de Autógrafos no Paraná Página 4


Editorial Olá, tudo bem? O espiritismo apresenta a Terra como um planeta escola, onde aprendemos importantes lições para nosso progresso espiritual; um planeta hospital, onde almas doentes se internam para cuidar da saúde espiritual, e um planeta de provas e expiações, onde, em algum momento, todos os seus habitantes enfrentarão agruras e sofrimentos de acordo com a sua necessidade. Sabedor desta situação, Wilson Czerski nos apresenta Admirável mundo em que vivemos. O livro afasta as previsões catastrofistas e lembra que não só os seres vivos evoluem do ponto de vista físico e moral, mas também os mundos, incluindo a Terra. Confira esta e outras dicas de leitura nesta edição!

Expediente Leitor EME é um boletim informativo da Editora EME, distribuído gratuitamente Editor: Arnaldo Divo Rodrigues de Camargo Jornalista responsável: Rubens Toledo – MTb 13.776 Jornalista: George De Marco Diagramação: VBenatti Impressão: Gráfica EME Tiragem: 3.200 exemplares Vendas: (19) 3491­‑7000 Vivo (19) 99983­‑2575 Claro (19) 99317­‑2800 atendimento@editoraeme.com.br As respostas das entrevistas e os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, e não refletem necessariamente a opinião da Editora EME.

Missão, visão e valores Missão: transformar vidas para melhor, por meio de conteúdos que proporcionam crescimento, evolução e liberdade, baseados nos princípios espíritas de caridade e imortalidade da alma. Visão: ser a mais relevante editora de espiritualidade, com excelência em atendimento. Valores: dedicação – entusiasmo – profissionalismo – transparência – responsabilidade social – espiritualidade 2

LANÇAME

O autor WILSON CZERSKI nasceu em 1955, em Ponta Grossa (PR). Militar aposentado da Aeronáutica e formado em administração de empresas. É casado e tem três filhos. Especialista em meteorologia, administrador de empresas e microempresário, Wilson tornou-se espírita em 1977. Participante ativo do

movimento espírita, iniciou como colunista no jornal O Paraná. Fundou a Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná (ADE-PR) e foi diretor de parcerias da Associação Brasileira de Divulgadores do Espiritismo (ABRADE). É editor e articulista do jornal Ação Espírita, participa do

Entrevista com o autor Qual sua motivação para escrever Admirável mundo em que vivemos? Qual objetivo desta obra? Como articulista de vários periódicos espíritas e leigos, ao longo de quatro décadas completadas no dia 19 de junho, quando estreei uma coluna no jornal “O Paraná”, de Cascavel-PR, sempre tive a preocupação de analisar os acontecimentos do dia a dia das pessoas sob o prisma do conhecimento espírita. Toda forma de divulgação da doutrina espírita, dentro dos padrões éticos e que respeitem os conteúdos da codificação, são muito importantes. Entretanto, não consigo desvincular a veiculação doutrinária teórica das conexões com o lado prático. O objetivo do livro é fornecer ao leitor ferramentas analíticas presentes no Espiritismo capazes de explicar racionalmente uma enorme gama de problemas que afetam a vida das pessoas. Faça um resumo do que os leitores encontrarão neste livro. O livro está dividido em nove capítulos e 49 tópicos, começando pela vida em nosso planeta e as perspectivas de vida inteligente em outros mundos do Cosmo. Falo da trajetória do “átomo ao arcanjo”, do papel da dor e das paixões em nossas vidas. Outro capítulo é dedicado à saúde que considero talvez

a coisa mais importante na vida dos indivíduos. Ali faço considerações especiais sobre a eutanásia. Sexualidade é o assunto seguinte. Destaque para o avanço da legislação que permite a interrupção voluntária da gravidez e os bebês anencéfalos. A grande preocupação de Allan Kardec estava na educação. Costumo adaptar uma máxima espírita para afirmar que fora dela, a educação, não há salvação. Trato dela com preocupação especial do que oferecemos – ou deixamos de oferecer – à nossa juventude atual. Contemplei também religião e política, inclusive, as manifestações nas ruas. Afinal, o espírita pode ou deve participar delas? Dinheiro é outro problema sério em nossas vidas. Dizem até que ele não é problema, mas solução. Pois é problema quando não se tem e também quando se tem. Como equilibrar o seu uso? No penúltimo capítulo abordo problemas sociais diversos: exemplos de humildade em figuras reais; a fome no mundo, os serial killers. E, por fim, o meu tema predileto que são as questões envolvendo o destino e o livre-arbítrio num ligeiro retrospecto e novos casos após a publicação do meu livro anterior pela EME, Destino: determinismo ou livre-arbítrio?. Como a doutrina espírita pode contribuir para tantos conflitos que assolam o mun-

do? E como podemos participar dessa transformação e fazer a diferença no círculo em que vivemos? Em geral o progresso intelectual antecede o moral. Esclarecendo gradualmente os homens sobre os grandes problemas da existência como sua origem, natureza, objetivo da vida material e sua destinação, espera-se que o passo seguinte seja uma ação consciente de um número crescente de indivíduos no sentido de construção da felicidade social a partir de uma postura que contemple o trilhar não só pelo desenvolvimento de virtudes próprias, mas da inclusão do outro pela união, tolerância e solidariedade. A Terra já chegou ao seu “tempo de transição”? E o que seria esse “tempo”? Existem indícios, exemplos práticos, de que esta transição está se operando? A Terra está, sim, já numa fase de transição. Os sinais são muitos, basta “olhar com os olhos que veem”. Mas não podemos, ainda, especular sobre o quanto ela vai durar e pormenores das vicissitudes com que teremos de nos defrontar. Penso que os indícios estão tanto em fatos isolados como no panorama geral. Aliás, prefiro ficar com esta última. É o mentor Emmanuel que compara as experiências que o nosso mundo está pas-


ENTO EME programa “Espiritismo na TV” e realiza palestras. Além desta obra, publicou dois livros espíritas e dois não espíritas. Pela EME, lançou Destino: determinismo ou livre-arbítrio?. Nesta entrevista, Wilson nos fala sobre seu livro Admirável mundo em que vivemos, lançamento da Editora EME. Confira:

sando a uma casa em reforma. Muitos acontecimentos nefastos em nada diferem do que a humanidade já experimentou em outras épocas. O detalhe está no aspecto moral que parece retroceder lamentavelmente de um lado, porém, em outro, nos faz manter a certeza de que estamos andando para frente e não para trás. E que mensagem deixaria aos nossos leitores? Que aproveitemos ao máximo cada dia da nossa existência, desta oportunidade valiosíssima de estarmos aqui neste admirável mundo em que vivemos. Com todas as suas mazelas, a Terra, bela e acolhedora, apenas padece do mal de abrigar seres ainda muito imperfeitos que desrespeitam o próprio lar e não respeitam sequer a si mesmos. Temos que enfrentar os problemas humanos enquanto humanos sem perder de vista o espírito. O mundo não vai melhorar enquanto não nos melhorarmos e, principalmente, se nós não trabalharmos para melhorá-lo. Não é tarefa de Deus fazer isso. A responsabilidade é nossa. Deus nos traçou um destino ao nos criar: evoluir e ser feliz. Mas só chegaremos lá se fizermos a parte que nos compete. Mãos à obra, portanto! Leia a entrevista completa em nosso BLOG: http://blog.editoraeme.com.br/

A obra

OK!

Li e gostei

Admirável mundo em que vivemos Wilson Czerski Doutrinário • 14x21 cm 272 páginas • R$ 36,90

Tratando de diversos assuntos relacionados ao planeta Terra à luz da doutrina espírita, como evolução, saúde, sexualidade, educação, política, entre outros, em uma análise dos problemas humanos, o autor traz sua contribuição para tantos conflitos que assolam o mundo e que atravessam gerações, sempre mostrando de que forma poderemos, através

de nosso comportamento e de nossas atitudes, contribuir para o avanço do nosso planeta. É, portanto, uma tentativa de conscientização e ao mesmo tempo um alerta para nós e para as futuras gerações, em busca de um admirável mundo melhor.

Trecho da obra Jesus já alertou sobre a necessidade dos escândalos. E os espíritos superiores completam: às vezes há necessidade de se atingir o excesso do mal para que se insurja contra ele, compreenda-se que ele não interessa a ninguém, ou, pelo menos, à maioria, porque é em detrimento desta maioria que a minoria a ele se entrega. No linguajar popular, chegou-se ao fundo do poço. De tão ruim e por não se ter como descer mais, torna-se obrigatória a tentativa de subida. Exemplos atuais desta afirmativa observamos em relação aos índices da violência urbana e a avalanche de corrupção que assola o país. Infelizmente as mudanças não são como se desejaria. Em ambos os casos, testemunhamos algo mais próximo de reações espasmódicas do que a cura propriamente dita. Ocasionalmente, diante de tanta insegurança e iniquidades, especialmente a criminalidade, instituições sociais dos mais variados segmentos unem-se e mobilizam algumas

centenas de milhares de pessoas, principalmente nas grandes cidades, em movimentos pela paz. Há manifestações diversas, a mídia dá cobertura, lideranças contribuem com planos e sugestões, o governo promete verbas para conter a onda de rebeliões nos presídios e aparelhamento dos órgãos repressores. Quanto à corrupção, quando o clamor popular derrubou um presidente da República, parecia ser o sinal da grande virada. Estão aí os fatos para nos desmentir. E, de certa forma, nos desesperançar. Num momento, um Senado conspurcado por fraudes, intrigas e muitas mentiras onde seus líderes máximos, da época e anterior, estavam envolvidos, cada um a seu modo. (...) Crise moral profetizada por Rui Barbosa quando disse que o homem um dia sentiria vergonha de ser honesto. Trecho extraído do capítulo A corrupção e a lei de causa e efeito

A HISTÓRIA DE LOLA GOMES Pude notar com a leitura como ocorre a evolução. Que em cada vida se tem uma trajetória. É a lei da vida, a cada existência uma nova luta. Tudo para o nosso crescimento espiritual. E vi a importância de buscar auxílio na prece, diante de nossas dificuldades. E que tudo o que nos acontece é com a permissão de Jesus. É ele também que nos permite ajudar, crescer e compreender os caminhos que devemos seguir. Silmara Conceição de Souza Silva – São Paulo/SP

OS ESPÍRITOS, A MÚSICA CELESTE E A MÚSICA TERRENA A Editora EME publica vários livros que gostaria de ler. Esse do Geziel Andrade, aliando música e espiritismo, é muito bom. Amilard da Silva Nunes Filho – Rio de Janeiro/RJ 3


MINHA ESCOLHA É VIVER. De novo Em Minha escolha é viver, Fátima Moura conta a história de dois irmãos de temperamentos muito diversos, porém unidos por uma grande e sólida amizade. Até que, de repente, eles se veem às portas de um caminho muito perigoso – o das drogas. Apesar de ser uma história escrita para adolescentes, o livro serve como um grito de alerta aos pais e responsáveis pela educação de jovens e crianças. Este ‘grito de alerta’ é tão importante que Minha escolha é viver está recebendo uma nova edição, a quinta, o que deixou a autora muito feliz. “Todos os livros são extremamente importantes, mas este se torna um pouco mais importante porque fala de um assunto bastante atual entre nossas crianças e jovens, que é a dependência química”, disse Fátima. A preocupação da autora faz sentido: de acordo com a Sociedade de Pediatria de São Paulo, a experimentação de drogas está sendo muito precoce, o que aumenta as chances de dependência.

Durante a 38ª Jornada Espírita de Jacarezinho, Boberg lança seu novo livro

N

o dia 12 de agosto deste ano, o professor, advogado e empresário José Lázaro Boberg lançou sua 19ª obra literária, O evangelho de Maria Madalena, em Noite de Autógrafo durante a 38ª Jornada Espírita de Jacarezinho, no Centro Espírita João Batista, localizado neste município paranaense. Na obra, o autor busca reconstruir a verdade sobre Maria Madalena, personagem bíblica contemporânea de Jesus Cristo, identificada como prostituta e pecadora, o que é rebatido veementemente pelo autor. Considerado apócrifo pela Igreja Católica, que o aboliu da relação dos Evangelhos Canônicos (Mateus, Marcos, Lucas e João), o verdadeiro evangelho de Maria Madalena foi encontrado no Egito, no século 4. Segundo Boberg, com base nestes textos históricos encontrados é possível narrar episódios da vida de Jesus, contados pela própria Madale-

na. “Ela teria sido apóstolo de Jesus e a única que não perdeu a fé depois de sua morte”, explica o autor e historiador. Embora o lançamento oficial do livro tenha acontecido na Noite de Autógrafos em Jacarezinho, a obra, publicada pela Editora EME, já está em sua segunda edição. A primeira foi esgotada e a segunda já tem cerca de três mil cópias vendidas antes do lançamento. Pedidos chegam diariamente de vários lugares do Brasil. O estudo responde questões sobre o que dizem a respeito de Madalena os evangelhos canônicos (oficiais) e os apócrifos, condenados pela Igreja, sendo seus seguidores perseguidos e mortos. “Eram cristãos que pensavam de ‘modo diferente’. Daremos uma nova visão sobre a história que perdurou até hoje, de que ela teria sido pecadora (no sentido de meretriz). É ponto fundamental nos estudos. Para alguns pesquisadores, ela poderia ter sido a criadora do cristianismo, pois

foi com ela que se ‘iniciou’ a fé que crê na chamada ressurreição, sem qualquer comprovação científica. Certamente o leitor vai se surpreender com os comentários sobre a essência deste texto cristão gnóstico”, explica o autor. “Como se trata de pesquisas científicas feitas por PhDs em estudo de religião, a obra trará uma ‘reviravolta’ sobre a imagem que se criou em torno dela. Haverá um resgate sobre as verdades e as lendas que se construíram sobre a figura feminina mais importante do cristianismo”, conclui Boberg, que já escreveu ao todo 19 livros. O 20º já está no prelo, com lançamento previsto para 2018: O evangelho Q. Segundo o autor, foi esta obra que inspirou os evangelistas Lucas e Mateus a escrever seus evangelhos. Os títulos O evangelho de Judas e O evangelho de Tomé também são de autoria de José Lázaro Boberg. *Fonte: NPDiário

O evangelho de Maria Madalena José Lázaro Boberg Estudo • 14x21 cm • 256 páginas R$ 34,90 José Lázaro Boberg busca reconstruir a verdade

Serviço de Atendimento ao Leitor Queremos saber a sua opinião! Envie suas críticas, sugestões e dúvidas para o e­‑mail sal@editoraeme.com.br ou ligue para (19) 3491­‑7000. Visite‑nos! www.facebook.com/EditoraEME www.twitter.com/EditoraEME

sobre Maria Madalena, uma das personagens femininas mais fortes da literatura antiga e que está presente nas reflexões espíritas. O que dizem os outros evangelhos? Ela foi esposa de Jesus? Foi prostituta? Foi a verdadeira fundadora do cristianismo?

Leitor EME - Setembro 2017 - nº 84  

Lançamentos de livros da Editora EME - Setembro de 2017

Advertisement