Issuu on Google+

Lançamento EME

Editorial Olá! Na entrevista deste mês, você vai conhecer um pouco sobre a médium Dauny Fritsch, prestes a completar 90 anos de idade, com mais de 50 dedicados ao exercício da mediunidade. Ela conversou conosco pelo telefone, e falou também sobre seu novo livro, Retorno ao passado, do espírito William. Além de comentários de leitores sobre dois dos nossos livros, você vai conhecer mais dois lançamentos recentes, vai ler sobre dois sucessos do autor Jamiro dos Santos Filho e sobre a importância da divulgação do Espiritismo por meio do livro espírita. Folheie, aproveite mais esta edição do Leitor EME e aguarde a próxima! E lembre-se: você pode contar sempre com a Editora EME!

Expediente Leitor EME é um boletim informativo da Editora EME, distribuído gratuitamente Editor: Arnaldo Divo Rodrigues de Camargo Jornalista responsável: Rubens Toledo – MTb 13.776 Diagramação: Editora EME Fotolitos e impressão: Gráfica EME Tiragem desta edição: 3.200 exemplares Vendas: (19) 3491-7000 vendas@editoraeme.com.br

SAL

Serviço de Atendimento ao Leitor Queremos saber a sua opinião! Envie suas críticas, sugestões e dúvidas para o e-mail sal@ editoraeme.com.br ou ligue para (19) 3491-7000.

Visite-nos! www.facebook.com/EditoraEME www.twitter.com/EditoraEME

2

A médium

Em São João Del Rey, MG, acompanhava as reuniões espíritas em sua casa, quando o

pai, Rodolpho Fritsch, médico, farmacêutico e tenente do Exército, realizava sessões públicas de estudo do Evangelho, passes e curas, além de distribuir remédios e pomadas que fabricava, seguindo sua especialidade. Mas somente no Rio de Janeiro, a partir de 1959 no Centro Espírita “Discípulos de Jesus”, ao lado da médium Olímpia

Belém (autora do livro mediúnico Jerusa), viria a desenvolver a mediunidade. “Sempre gostei de ler, desde pequena. E comecei a escrever já na escola, como redatora do jornal, continuando depois que mudei para o Rio, em 1942”, comenta a médium. Com mais de 50 anos de serviços na mediunidade,

A obra tem diversos livros publicados pela Editora EME, destacando-se os romances, O estranho pedido (espírito Cícero), Os segredos do velho mosteiro (espírito El Monge), Torturada por amor, Sombras no horizonte, Minha cruz, minha luz e o lançamento (os quatro do espírito William).

Entrevista com a autora Quais são as suas atividades no movimento espírita? No momento estou afastada, apesar de continuar o trabalho de psicografia em casa. Mas eu frequentei o Centro Espírita “Discípulos de Jesus” (com a médium Olímpia Belém), a Congregação Espírita “Francisco de Paula”, e por mais de trinta anos uma casa espírita do Méier. No primeiro dia em que conversei com a Olímpia – 2 de abril de 1959 –, ela me disse: “Você tem que trabalhar a partir de hoje. Sua mediunidade está atrasada.” Eu então respondi que nunca tinha trabalhado, ao que ela concluiu: “Mas então vai trabalhar agora.” E colocou-me pra trabalhar em passes. E o trabalho de psicografia? Um tempo depois a Olímpia me disse: “Você vai fazer psicografia.” E eu comecei em casa exercitando. Todos os dias eu rabiscava alguma coisa, até que um dia eu escrevi “Paz e vitória”. E desse dia em diante eu passei a psicografar, e ainda hoje estou trabalhando em romances. Já foram publicados cerca de 15 livros. Qual a importância do Espiritismo em sua vida? Se eu não fosse espírita, eu não aguentaria viver. Durante toda a vida acreditei em reencarnação, e qualquer circunstância difícil que eu enfrentasse, era muito mais fácil de superar. E a mediunidade é a grande alegria que eu encontrei em minha vida. Foi nela que eu encontrei conforto em muitas horas.

Qual a principal motivação para escrever Retorno ao passado? Eu comecei a pensar muito no sofrimento do William no livro Minha cruz, minha luz, pensando que só poderia ser o reflexo de alguma encarnação anterior. E aí ele começou a escrever comigo, esclarecendo a situação. E a psicografia demorou cerca de seis meses, sem nenhuma dificuldade. O que o espírito William deseja transmitir aos leitores com esta obra? A ideia de que o sofrimento quase sempre é justo, porque estamos pagando dívidas do passado, às vezes muito distante, mas que ainda está na nossa mente. Uma dívida que não pode ficar em aberto. Acredito que este seja o objetivo dele: mostrar que o ser humano pode se transformar, se purificar, ser resignado se quiser. E pode sofrer tudo, imaginando que nós mesmos devemos ser os responsáveis. Durante a psicografia, você teve contato com os personagens e com o ambiente da história? Foi como se eu estivesse assistindo a um filme, vendo as cenas acontecerem. Vendo os ambientes, os personagens... E tem horas que eu chorava junto. Este foi um livro que me emocionou muito, e eu o releio sempre, quando quero aliviar a cabeça. E vivo toda a obra! O livro fala do magnetismo pessoal, utilizado pelo barão Negrus Mont para manipular

as pessoas. Essa é uma característica comum? Eu tenho provas que muitas vezes o magnetismo de uma pessoa pode auxiliar, sumindo com uma dor de cabeça, por exemplo, como já aconteceu comigo. Acredito que existam pessoas com essa capacidade, e se você está enfraquecido, pode sim ser manipulado. Eu mesmo já tive uma situação em minha vida, que tive a impressão de estar sendo controlada. Mas depois que eu aprendi a me proteger, não aconteceu mais. Você tem alguma relação com as histórias transmitidas pelo William? Em tudo o que eu escrevo, eu encontro um pedaço da minha vida. Acredito que o romance ajuda muito as pessoas a vencer as situações da vida. Você lê aqueles dramas que as pes­soas enfrentam e encontra na vida real pessoas vivendo aquilo. Todo romance tem um quadro da vida real, mas eu não tenho informação direta da minha relação com as histórias. Então você acredita que os romances têm tanta importância quanto os livros de estudo da doutrina? Acredito que sim. Eu li muitos livros do André Luiz e de outros autores, li muitas coisas, mas no romance encontrei muito mais lição e muito mais fortalecimento da fé, da resignação, da renúncia. Penso que o romance focaliza mais, prende mais a atenção da pessoa. Quando minha mãe perdeu a visão, eu lia

para ela muitos romances do Chico Xavier, e aquilo era um grande conforto para ela. E a doutrina espírita pode contribuir com o entendimento das dificuldades do dia a dia? Ah, perfeitamente! Eu tenho a impressão que outra religião não me segurava não. Com a crença na reencarnação, na ajuda da espiritualidade, na explicação de porque estamos vivos, encontramos a sustentação para as nossas vidas. Alguma coisa mudou na sua compreensão da vida, durante a escrita dos seus livros? Para mim existiu grande mudança. Eu passei a compreender tudo o que acontece com relação às amizades, ou mesmo ao afastamento delas. A entender a situação de outras pessoas que não conhecia e que acabam gostando mais de nós do que nossos próprios parentes. Eu passei a entender muita coisa. E estou psicografando um novo livro agora... Psicografando e chorando com a história. Deixe um comentário final para o leitor. Desejo que os leitores procurem sempre o conforto da vida na leitura de um livro. Um romance espírita. E que compreendam melhor ainda, aprofundando-se com O Livro dos Espíritos e sempre consultando também O Evangelho segundo o Espiritismo. Esta é a força que nós recebemos da espiritua­ lidade para suportar todos os reveses da vida humana.

OK!

Li e gostei

Retorno ao passado

Dauny Fritsch • William (espírito) 16x23 cm • 272 pp. • R$ 28,00 William apresenta os lances emocionantes da sua própria história, retratando duas existências. Possuidor de um intenso magnetismo, que utiliza para o mal, o barão Negrus Mont atrai junto a si espíritos desocupados e infelizes, dispostos a prejudicar seus desafetos. Vítimas há séculos do rancor do barão, esses desafetos seguem sendo manipulados por ele. Porém, neste retorno ao passado, temos também a presença de Anahys, uma alma desprendida, que reencarna entre eles para ser um elo, ajudando-os sempre com seu amor. Vamos conhecer dois momentos distintos das vidas desse grupo de espíritos.

O perispírito e suas modelações

Trecho da obra Um casal amoroso passeava de mãos dadas pelos bosques em juras de amor. Ele, o cavalheiro Arthur Creslley, da guarda real de sua majestade, com 38 anos, um garboso oficial de cabelos pretos e olhos claros. Seu semblante parecia de um lorde em maneiras e elegância, sem afetação. Ela, uma jovem dos seus 22 anos, cabelos negros, sedosos, pele acetinada, dona de lindos olhos castanhos, era uma beleza suave e quando sorria parecia que o mundo se inclinava diante dela. Formavam um belo par romântico, apesar de ser oficial da guarda real e ela, filha única de um fabricante de vinho, um dos mais procurados na região. A jovem Frances esquecia-se de tudo quando, de mãos dadas, passeava com o noivo pelos bosques floridos e perfumados. Vivia aquele idílio puro e amoroso, enquanto se preparava o enxoval com todo o esmero. Os dois ignoravam todo mal, pois o amor que os unia era o essencial para o viver. Naquela tarde

quando regressavam do passeio, a carruagem apresentou um defeito estranho numa das rodas, e, enquanto o cocheiro providenciava o conserto eles passea­vam observando a riqueza das flores que revestiam as árvores, porém, uma chuva delas caiu sobre Frances, como um despertar. Ela sentiu um arrepio e se agarrou ao noivo, apavorada. Neste exato momento, rica parelha passava e o cocheiro recebia ordem numa voz imperiosa: – Pare aqui! A carruagem de possantes cavalos negros foi retida por mãos firmes. Frances e Arthur se assustaram e seguiram para seu veí­culo, quando novamente foram retidos pela voz do barão. – Precisa de ajuda? Arthur sentiu o pavor nas mãos geladas da noiva retendo a sua. Inclinou-se respeitoso e agradeceu: – Obrigado, senhor! Já está resolvido. Trecho extraído do capítulo “A deusa dos sonhos”, páginas 15 e 16.

Primeiro li O homem que veio da sombra e não tive dúvida de que o livro tinha sido escrito para mim. Logo em seguida li O amor está entre nós e pensei que a linguagem estava realmente perfeita. Ao ler O perispírito e suas modelações mudei minha forma de entender a doutrina dos espíritos, e percebi que este era o estudo que precisava seguir. Sou enfermeira e professora universitária. JULIANA PEDROSA KORINFSKY­ mora em Petrolina/PE­­­­

O amor pelos animais Confesso que o livro deixou-me muito emocionado pela sua metodologia de abordagem. Um livro muito bem escrito, com referências, histórias, casos e citações. Leitura fácil, que atinge, com certeza, o entendimento de todos os leitores. ANTONIO TADEU ­MINGHIN mora em São José do Rio Preto/SP

3

A importância da divulgação do Espiritismo por meio do livro espírita “Há companheiros que se dizem contrários à divulgação espírita. Julgam vaidade o propósito de se lhe exaltar os méritos e agradecer os benefícios nas iniciativas de caráter público. Para eles, o Espiritismo fala por si e caminhará por si. Estão certos nessa convicção, mas isso não nos invalida o dever de colaborar na extensão do conhecimento espírita com o devotamento que a boa semente merece do lavrador. O ensino exige recintos para o magistério. O Espiritismo deve ser apresentado por seus profitentes em sessões públicas. A cultura reclama publicações. O Espiritismo tem a sua alavanca de expansão no livro que lhe expõe os postulados. A arte pede representações. O Espiritismo não dispensa as obras que lhe exponham a grandeza. A indústria requisita produção que lhe demonstre o valor. O Espiritismo possui a sua maior força nas realizações e no exemplo dos seus seguidores, em cujo rendimento para o bem comum se lhe define a excelência. [...] Allan Kardec começou o trabalho doutrinário publicando as obras da codificação e instituindo uma sociedade promotora de reuniões de palestras públicas, uma revista e uma livraria para a difusão inicial da revelação nova. [...] Não sabemos como estar no Espiritismo sem falar nele ou, em outras palavras, se quisermos preservar o Espiritismo e renovar-lhe as energias, a benefício do mundo, é necessário compreender-lhe as finalidades de escola, e toda escola, para cumprir seu papel, precisa divulgar.” Estas são algumas das palavras do espírito André Luiz no capítulo 37 do livro

Opinião espírita. É inegável a importância da divulgação do Espiritismo, principalmente por meio do livro espírita, e a Editora EME, desde a sua fundação, sempre incentivou e apoiou iniciativas neste sentido em todo o Brasil e até em outros países. Ainda em 1994, publicamos o trabalho pioneiro de José Antônio Castilho, intitulado A literatura espírita – seu estudo, sua divulgação. Resultado de longo trabalho de pesquisa e experiência de anos em feira, clube e banca do livro espírita, o livro é ainda um referencial para os que se interessam em conhecer melhor e divulgar a literatura espírita. Na primeira parte, apresenta um breve histórico sobre como se iniciou a doutrina espírita. A segunda traz breves comentários sobre obras e autores espíritas, notadamente os clássicos. E a parte final é composta de dicas sobre como fazer uma feira do livro espírita. Leitura imprescindível, como dizia o Castilho, “para todo aquele que ama ou passará a amar o livro espírita”. Em 2012, além de participar de eventos como a 3ª edição da Bienal do Livro de Minas Gerais, a Editora EME está apoiando a 22ª edição da Feira do Livro Espírita da Sociedade de Estudos Espíritas “3 de Outubro”, situada na Rua Clélia, 669, no bairro da Lapa, na capital paulista. Realizada de 29/09 a 07/10, a Feira marca os 22 anos de sucesso de um evento que se consolidou como um dos mais importantes para a divulgação do livro espírita na cidade de São Paulo. São milhares de títulos à venda, com excelentes descontos e um espaço especial para as crianças. O evento reúne dezenas de voluntários, além do

apoio de editores e distribuidores, e recebe anualmente milhares de pessoas, espíritas e simpatizantes do Espiritismo, que se envolvem também na programação doutrinária e artística, realizada em paralelo à feira. Comemorando os 62 anos de aniversário da instituição e tendo como tema central “Espiritismo, uma proposta de vida”, a programação contará, dentre outros, com Heloisa Pires, Astrid Sayegh, Julia Nezu, Luis Eduardo de Souza, Ercília Zilli, Adilson Pires Ferreira, Fátima Arnolde, Paula Zamp, Allan Vilches, Margarete Áquila, além dos autores da Editora EME Ivan René Franzolim,

Geziel Andrade e Cosme Laurindo da Silva. Cosme, que também integra a equipe da “3 de Outubro”, estará lançando seu primeiro livro, Duda na Cidade das Flores, que foi escolhido como Livro Infantil da Feira e será vendido com desconto especial. No livro, é possível acompanhar Duda, uma menina órfã carinhosa e inteligente, com um sorriso e um carisma encantadores, e cheia de indagações sobre o seu passado e o seu futuro. Para

ajudá-la a encontrar as respostas, Celina, sua mentora, vai guiá-la com muito carinho e paciência pela colônia espiritual Cidade das Flores. Duda vai encontrar também Elias, um amigo de infância que desencarnou de forma trágica, e que vai ajudá-la a desvendar o fascinante mundo dos espíritos. Michele Matos, uma das integrantes do departamento de comunicação da instituição, conhecido como DIC, comenta que, “por meio de uma linguagem simples e objetiva, o leitor vai se aprofundar na comunicação com os dois mundos, e entender de que forma Duda transformou seus medos e anseios em ferramentas para seu crescimento moral e espiritual”. “Para as crianças e jovens, é uma forma fácil de ter contato com assuntos como orfandade, morte, espíritos protetores, reencontro de familiares e amigos no mundo espiritual e a presença de Deus em nossas vidas. Pais e educadores espíritas encontrarão nesta obra uma história que vai ajudar na abordagem dos ensinamentos espíritas, sem parecer enfadonho ou cansativo”, ela complementa.

Mais informações sobre a Feira do Livro Espírita da “3 de Outubro” nos sites www.3deoutubro.org.br e www.tv3.org.br

4


Novas edições de sucesso Conheça a alma dos animais

Severino Barbosa Estudo espírita • 14x21 cm • 168 pp. • R$ 19,50

Despertado por casos presentes na mídia, o autor pesquisou em fontes seguras, como os livros de Kardec, Delanne, Denis e Bozzano, desenvolvendo um interessante trabalho, que aborda temas como a semelhança entre o homem e os animais, a inteligência, o psiquismo, as faculdades e os sentimentos dos animais.

Cora do meu coração

Mônica Aguieiras Cortat • Cora (espírito) Romance mediúnico • 16x23 cm • 344 pp. • R$ 26,00

Lançamento

Cinema No dia 14 de setembro estreou nos cinemas de todo o país o filme E a vida continua..., basea­do na obra homônima de André Luiz e Chico Xavier, publicada pela FEB Editora.

Comentários sobre obras de Jamiro dos Santos Filho A fórmula da felicidade

14x21 cm • 176 páginas • R$ 22,00

A desembargadora Gardênia Duarte e o advogado Joseval Carneiro lançaram, no início da noite do dia 20/08/12, o livro O quinto mandamento.

Cora, uma menina mestiça, nascida no século 19 no sul do Brasil, passa a viver junto de uma família tipicamente italiana. Ela tem um dom muito especial e, a cada passo de sua trajetória, vemos como é gratificante utilizar os talentos divinos na ajuda ao próximo. Encante-se você também com essa narrativa!

Depressão: doença da alma – as causas espirituais da depressão

Francisco Cajazeiras Estudo espírita • 14x21 cm • 208 pp. • R$ 23,00

Quatrocentos milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão. O que é a doença? Como diagnosticar? Quais as perspectivas futuras? Quais as possibilidades terapêuticas? É possível preveni-la? O autor procura esclarecer essas e outras dúvidas, mergulhando nas suas causas mais profundas – as espirituais.

Perispírito: o que os espíritos disseram a respeito

Geziel Andrade Estudo doutrinário • 16x23cm • 216 pp. • R$ 23,00

O autor realizou importante pesquisa em mais de 60 obras espíritas, iniciando pelas de Kardec. O livro se destaca por trazer os temas em forma de perguntas e respostas, possibilitando que os iniciantes da doutrina espírita estudem o assunto de forma objetiva, acompanhando a concordância das revelações.

Criança quer saber...

Fátima Moura (texto e ilustrações) Infantojuvenil • 20,5x20,5cm • 108 pp. • R$ 20,00

A cerimônia aconteceu na Sala de Convívio do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, e contou com a presença de vários desembargadores, do dirigente do Grupo Espírita Chico Xavier, Walter Hart, que fez comentários sobre a obra, de autoridades, familiares e amigos. O livro, escrito em parceria:­ Gardênia Duarte com o advogado e delegado aposentado Joseval Carneiro, faz uma análise do quinto mandamento apresentado por Moisés, “Não matarás”, e tem como temática central a valorização da vida, abordando os aspectos espirituais, filosóficos, antropológicos e sociais do aborto, eutanásia, homicídio e suicídio, tratando ainda da legislação acerca destes temas.

Esta obra esclarece a pais, professores e evangelizadores, por meio das perguntas mais frequentes feitas pelas crianças e que são respondidas com base na doutrina espírita. Ideal para ser usado também no culto do evangelho no lar ou em qualquer momento onde o estudo possa ser empregado de forma direta e objetiva.

A oração pode mudar sua vida

José Lázaro Boberg Estudo espírita • 14x21 cm • 280 pp. • R$ 24,00 Será que a oração pode mesmo mudar as nossas vidas? Esse e outros questionamentos são esclarecidos minuciosamente pelo autor, que consegue explicar, de uma maneira simples, como a oração pode nos favorecer no trilhar do caminho sinuoso da vida terrena e esclarecendo sobre o poder do pensamento positivo.

Obra doutrinária espírita, estimula a reflexão sobre as implicações espirituais e sociais destes tipos de atentado contra a vida, valendo-se da longa vivência profissional dos autores. Fonte: Ascom / Fotos: Nei Pinto

Quando o carro da bela e jovem Evelina quebra na estrada, ela não faz ideia de como seus caminhos serão profundamente alterados para sempre. Socorrida pelo gentil Ernesto, Evelina logo fica sabendo que ambos estão indo para o mesmo hotel. Coincidência? Talvez, mas Ernesto não acredita em coincidências. Imediatamente eles desenvolvem uma amizade tão sólida, que persistirá depois da morte. Será ali, do outro lado da vida, que Evelina e Ernesto enfrentarão enormes dificuldades e desafios, onde não faltarão surpresas e surpreendentes revelações. Para saber mais sobre o filme, visite www.eavidacontinuaofilme.com.br A Editora EME publica obras que estudam os livros de André Luiz. Não deixe de conhecer: Pessoas de André, Mentores de André Luiz e Desistir da vida não é solução, de Isabel Scoqui; As surpresas da cidade espiritual Nosso Lar, da mesma autora em parceria com Marco Antônio Vieira; Aprendendo com Nosso Lar, de José Lázaro Boberg; e Entrevistando André Luiz, de Jamiro dos Santos Filho.

Força e determinação, coragem e fé são alguns dos muitos exemplos vividos pelo inesquecível Jerônimo Mendonça. Sua marcante biografia é roteiro de vivência no bem, apesar da vida paralisada numa cama. Como o leitor poderá constatar nas páginas inspiradas desta

obra de Jamiro, a vida de Jerônimo é exemplo marcante para a conquista de patamares de paciência e serenidade. Além do estímulo forte de sua própria presença física, paralisada nos movimentos, mas vibrante de entusiasmo na nobreza d’alma, Mendonça publicou livros, fundou instituições, viajou pelo país contagiando almas com seu verbo seguro e consolou corações sofridos por todo lugar onde esteve. Jerônimo Mendonça é dessas almas que precisamos buscar continuamente pela memória, pelo estudo de seus exemplos como roteiro de vida, e divulgar a nobreza desses comportamentos para influenciar beneficamente outras almas. Jamiro é dessas almas que se deixou contagiar pela bon-

dade e grandeza de Jerônimo. Afirmo com segurança e alegria que ele leva Jesus na alma. Sua simplicidade e humildade autorizam-me a falar dele com essa naturalidade, especialmente pelos exemplos pes­soais de desprendimento e amor ao próximo demonstrados. E foi o que igualmente aconteceu nesta obra. Jamiro ouviu sobre Jerônimo algo inesquecível, motivação e temática do livro, que deixo ao leitor descobrir em suas páginas. Uma história linda de humildade e amor, expressos por personagens tão distintos e incomparáveis como são Chico Xavier e Jerônimo Mendonça.

ORSON PETER CARRARA, expositor e escritor espírita

Felizes para sempre 14x21 cm • 160 páginas • R$ 21,00

Contam que um príncipe reuniu seu povo e, meditativo, comunicou-lhes a decisão de partir da aldeia. “Estarei em busca daquela com quem partilharei todos os anos de minha vida!”, disse ele. Iria percorrer outras terras, a fim de encontrar a companheira ideal, que lhe preenchesse os vazios da alma sonhadora! Decorridos cerca de vinte anos, eis que retorna o prínci-

pe à sua aldeia, sozinho e um tanto desolado. – Alteza, vemos que não estás acompanhado. Onde a princesa por quem tanto buscavas? – indagou um dos súditos. – Meu caro amigo. Encontrei, sim, aquela que seria a esposa perfeita para mim... – E então? – redarguiu o servo, intrigado. – O problema é que ela também estava em busca do esposo perfeito... Grande verdade, não? Esta obra se propõe a desvendar esse grande enigma – o da felicidade –, que os homens teimam em buscar fora de si mesmos. Aqui, o nosso autor, assessorado por uma bibliografia admirável, faz uma análise psicológica dos cônjuges diante de uma eventual crise financeira, diante de filhos-problema, diante do esposo tirano e autoritário ou da esposa intransigente...

E o escritor não se limita ao reduto conjugal. Mergulha, como verdadeiro terapeuta de casais, nas questões delicadas da parentela difícil, das rixas familiares, chegando às causas profundas, que não raro remontam a vidas passadas. Jamiro expõe também as chagas de muitos casais. Unidos, na aparência, embora coabitem o mesmo teto, têm entre si uma ponte de orgulho quase intransponível. Um verdadeiro muro de Berlim, que só poderá ser demolido à custa de muito amor e do perdão sublime. Este livro pode não ser o primeiro a tocar nas feridas profundas da vida a dois. Mas tem o mérito de trazer o texto espírita às diferentes faixas de público, com uma linguagem fácil e acessível. RUBENS TOLEDO, jornalista, compositor espírita, cantor e apresentador

Ano 13 • Número 36 • Outubro de 2012

Telefone/Fax: (19) 3491-7000 • Caixa Postal 1820 – 13360-000 – Capivari – SP www.editoraeme.com.br • vendas@editoraeme.com.br • blog.editoraeme.com.br

Lançamentos Retorno ao passado

Romance que retrata dois momentos distintos das vidas de um grupo de espíritos que, a cada encarnação, se dedica a superar o ódio que os une

O espírito William retorna, pela psicografia da médium Dauny Fritsch, para contar mais alguns lances da sua própria história, que foi também retratada no romance Minha cruz, minha luz. Muita emoção e muito aprendizado aguardam você nesta nova obra! Leia mais sobre a obra e a médium, numa entrevista especial.

páginas 2 e 3

O resgate de Camilo

Luiz Cezar Carneiro Rodrigues Romance espírita • 14x21 cm • 272 pp. • R$ 27,00

Conheça a história de Camilo, que renasce com hidrocefalia para, com essa experiência, apagar os traumas marcados pela sua participação na Segunda Guerra Mundial. O enredo leva o leitor a conhecer os acontecimentos vividos pelo personagem durante a guerra, quando reencontra um grande amor de outras existências.

Noite no cais – o mundo por trás da mediunidade

Eulália Bueno Romance espírita • 16x22,5 cm • 256 pp. • R$ 25,00

A personagem central desta obra vive uma infeliz noite no cais do porto de Santos. Thereza havia sido prostituta de luxo na cidade... Em paralelo, vemos as noites de disciplina e trabalho devotado das equipes, na luta contra a obsessão. Mas esta não é uma história de escuridão. Muito pelo contrário!

TAMBÉM NESTA EDIÇÃO

OK!

Li e gostei

Conheça a importância da divulgação do Espiritismo por meio do livro espírita

página 4 5

6

IMPRESSO

Comentários de leitores sobre livros de Luiz Gonzaga Pinheiro e Ricardo Orestes Forni

página 3

Orson Peter Carrara e Rubens Toledo falam sobre livros de Jamiro dos Santos Filho

página 6


leitor eme outubro 2012 ed36