Page 1

PARA USO DOS CORREIOS

Mudou-se Desconhecido Recusado Falecido Ausente Não procurado Endereço Insuficiente Não existe o número indicado Informação escrita pelo porteiro ou síndico Reintegrado ao Serviço Postal em ___/___/___ Em ____/____/____ _____________________ Responsável

ano 11 • número 15 • agosto de 2010

Telefone/Fax: (19) 3491-7000 • Caixa Postal 1820 – 13360-000 – Capivari – SP www.editoraeme.com.br • vendas@editoraeme.com.br • blog.editoraeme.com.br

IMPRESSO

LANÇAMENTOS Um olhar sobre a honestidade

Ser honesto é apenas uma questão religiosa, de consciência ou de integridade moral? Leia sobre no novo livro de Donizete Pinheiro Nas considerações iniciais sobre o livro, o autor comenta que “quanto mais informações temos sobre a vida, em seus diversos aspectos, mais a nossa capacidade de observar, analisar, refletir e concluir se amplia”. Com o objetivo de auxiliar neste aprendizado, ele elaborou uma obra original sobre honestidade. Conheça aqui mais sobre a obra e sobre o autor.

páginas 2 e 3

Para falar com Deus

José Lázaro Boberg Dissertações • 14x21 cm • 176 pp. • R$ 19,00

Reflexões sobre o texto “Calma”, do espírito Emmanuel, psicografado pelo médium Chico Xavier e publicado no livro Palavras de vida eterna. São sugestões suaves e consoladoras, que trazem calma ao coração aflito e conscientização de que, mesmo diante das difíceis situações, nunca estamos sozinhos.

Obsessão sexual – uma porta para a loucura Luiz Gonzaga Pinheiro Doutrinário • 14x21 cm • 184 pp. • R$ 19,50

Importante relato do atendimento espiritual de Isabelle, jovem reencarnada no Ceará e que, aos vinte anos de idade, já é vítima de severa obsessão sexual. Dona de um bordel na França do século XIX, na figura de madame Rose, escravizava adolescentes e jovens mulheres, obrigando-as ao exercício sexual. O ódio e a sede de vingança, porém, a encontraram depois do desencarne e a acompanham até os dias de hoje.

TAMBÉM NESTA EDIÇÃO NOVAS EDIÇÕES

Sucessos dos escritores cearenses Francisco Cajazeiras e Luiz Gonzaga Pinheiro

página 4

OK!

Li e gostei

Comentários de leitores sobre livros de Geziel Andrade e Pedro Santiago/Dizzi Akibah

página 3

André Luiz

O best-seller Nosso Lar será apresentado nos cinemas de todo o país em setembro

página 4 1


LANÇAME

Editorial Olá! Mais uma edição do Leitor EME, recheada de informação e novidades para você. Na entrevista deste mês você vai conhecer o escritor paulista Donizete Pinheiro e o seu mais recente lançamento, o livro de reflexões Um olhar sobre a honestidade. Vai conhecer ainda outros lançamentos e as novas edições da Editora EME, que estão saindo do forno, além de comentários de leitores sobre dois dos nossos livros. Na última página você vai ler sobre a repercussão, na grande mídia, da figura e da obra psicográfica de Chico Xavier, e saber o que a Editora EME já lançou e está preparando sobre estes importantes livros. Aguarde a próxima edição. E conte sempre com a Editora EME!

Expediente Leitor EME é um boletim informativo da Editora EME, distribuído gratuitamente Editor: Arnaldo Divo Rodrigues de Camargo Jornalista responsável: Rubens Toledo – MTb 13.776 Diagramação: Editora EME Fotolitos e impressão: Gráfica EME Tiragem desta edição: 3.200 exemplares Vendas: (19) 3491-7000 vendas@editoraeme.com.br

SAL

Serviço de Atendimento ao Leitor Queremos saber a sua opinião! Envie suas críticas, sugestões e dúvidas para o e-mail sal@editoraeme.com.br ou ligue para (19) 3491-7000.

TWITTER Visite-nos! www.twitter.com/EditoraEME

2

O autor Donizete Aparecido Pinheiro da Silveira é casado com Alcione, com quem teve os filhos Guilherme, Danilo e Cinthia e o neto Lorenzo. Magistrado há 28 anos, atual­ mente é titular da Vara da Infância e Juventude de Marília, no interior de São Paulo.

“Estamos residindo em Marília, cidade onde Alcione e eu vivemos desde a infância. Ficamos cerca de 20 anos fora e para cá voltamos em 2005”, comenta. Natural de Vera Cruz, também no interior de São Paulo, é espírita desde a infância. Sempre atuou em órgãos do movimento espírita e atualmente está vinculado ao Núcleo

Espírita Amor e Paz, onde participa das atividades doutrinárias e mediúnicas e atua como editor do jornal Ação Espírita, que criou e coordena há quase duas décadas. É também vice-presidente da USE Intermunicipal de Marília. Mantém ainda o site www.mariliaespirita.jor.br Autor do CD de mensagens Tempo de paz e dos livros

Entrevista com o autor Quando surgiu seu interesse pela literatura? Desde a juventude me interessei pela leitura, mas especialmente pelos livros espíritas, que contribuíram para a minha formação literária. O que mais gosta de fazer em seu tempo livre? Não tenho muito tempo livre, mas o que sobra do trabalho e da família dedico ao movimento espírita, o que para mim é uma grande alegria. Como conheceu o Espiritismo? Fui levado a conhecer o Espiritismo aos nove anos, quando minha mãe procurou um centro espírita por conta da mediunidade do meu pai. Logo comecei a participar da mocidade espírita e iniciei o meu aprendizado nas reuniões e nas leituras em casa. Qual a importância do Espiritismo em sua vida? O Espiritismo é fundamental na minha vida, contribuiu para a formação da minha personali­ dade e me sustenta nas lutas atuais. Com a reencarnação, a lei de causa e efeito, a imortalidade e a comunicabilidade dos espíritos, não tenho dúvidas sobre a justiça e a misericórdia de Deus, confiando que vale a pena amar e perseverar na busca do bem. Você é médium? De que forma a mediunidade auxilia nos livros? A minha mediunidade é muito sutil e intuitiva. Quando escrevo textos, percebo as ideias fluírem com certa naturalidade,

evidência da contribuição espiritual. É na elaboração de poesias que percebo essa influência com mais clareza, pois comumente surgem os temas e algumas rimas, competindo-me dar o acabamento. Qual a principal motivação para escrever o livro Um olhar sobre a honestidade? Alguém o incentivou a desenvolver este trabalho? Esse livro foi escrito por sugestão do meu filho Guilherme, que na época trabalhava em São Paulo, numa editora. Indignado com certas posturas desonestas, sugeriu-me que escrevesse alguma coisa a respeito. Na hora não dei importância, porque o tema é muito delicado para se escrever, especialmente porque não me considero perfeito. A ideia, no entanto, ficou rodando na cabeça, até que concluí que o estudo do tema seria importante para mim mesmo, pois a honestidade é uma virtude que todos devemos desenvolver plenamente. Quais autores serviram de base para a sua pesquisa? Num primeiro momento, fiz uma rápida pesquisa sobre livros tratando do assunto, mas nada encontrei de específico, nem mesmo na literatura espírita, senão textos esparsos aqui e ali, além de alguma coisa para crianças. Todo o texto filosófico, portanto, é fruto de minhas reflexões, calcadas nos conhecimentos espíritas e jurídicos, e reforçadas pela minha experiência como espírita há mais de 40 anos e juiz há 28 anos.

Teve alguma surpresa ou dificuldade para realizar o livro? A grande surpresa foi perceber o desencadear dos temas, que se sucediam numa lógica e que me estimulavam a prosseguir. A grande dificuldade foi abordar assunto tão difícil de forma objetiva e simples, para que todos pudessem compreender o meu pensamento e o meu desejo de contribuir para o aprimoramento do espírito, sem ser a palmatória do mundo. Qual a importância de praticarmos a honestidade em nosso dia a dia? Como menciono no livro, a honestidade não é apenas uma questão religiosa, mas uma conduta indispensável à paz social, porquanto garante relações seguras, respeitosas e confiáveis, ampliando os laços de fraternidade. Como o Espiritismo contribui no processo de conhecermos a nós mesmos e convivermos harmoniosamente? Quando nos convida ao autoconhecimento, o Espiritismo ensina que todo o processo de crescimento deve ter por base a nossa realidade interior, seja ela qual for, para corrigirmos os maus hábitos e desenvolvermos as virtudes. Isso permite que eu me expresse com naturalidade, perdoando os meus deslizes mas exigindo maior disciplina para a prática do bem. Ao adequar-me à lei de Deus, viverei em harmonia comigo mesmo e com o próximo, sendo feliz e contribuindo para a felicidade de todos.


ENTO EME

OK!

A obra Suave inspiração, Respostas espíritas, Para uma vida saudável e Tempo de paz, publicou pela Editora EME, além deste lançamento, o livro de mensagens Terapia da paz. Também contribuiu com artigos para os livros Rumos para uma nova sociedade, publicado pela USE-SP e A destinação do Brasil, publicado pelo Idefran.

O que mudou na sua compreensão sobre as virtudes do ser humano, durante a elaboração do livro? É preciso um olhar de maior compreensão para com a natureza humana. Somos todos espíritos em evolução e o processo de aprimoramento é difícil e demorado. Trazemos ainda sombras imensas de um passado infeliz e a libertação só se faz com muita disciplina e perseverança. Não significa, porém, conivência com o mal, que deve ser erradicado por meio de eficiente processo educativo, incluindo-se, se necessário, a energia de contenção. Principalmente, constatei que devo me aprimorar em muitos aspectos, empregando vigilância e maior disciplina de pensamentos. O que deseja transmitir aos leitores com esta obra? Meu desejo é que o leitor possa meditar sobre essa virtude e que de alguma forma as minhas reflexões possam ser úteis à sua felicidade. Quais são seus próximos projetos? Estou fazendo algumas reflexões sobre as epístolas de Paulo, mas é um trabalho de longo prazo. Deixe um comentário final para o leitor. Prossigamos no aprendizado das coisas superiores, essenciais ao espírito, pensando, falando e agindo no bem, e assim estaremos contribuindo para que a felicidade possa logo ter morada entre nós.

Li e gostei

Um olhar sobre a honestidade Donizete Pinheiro 14x21 cm • 176 pp. • R$ 19,50 Nestas reflexões, o autor demonstra como podemos ser melhores no dia a dia e como é possível ter uma convivência harmoniosa. Ele considerou oportuno elaborar um livro que estimulasse a prática da honestidade e, juntamente com ela, de muitas outras virtudes necessárias para o nosso crescimento. Em capítulos curtos, objetivos e de leitura agradável, podemos encontrar um caminho para a prática constante da honestidade, conhecendo um pouco sobre amizade, sinceridade, certo e errado, bem e mal, sexo e muito mais.

Doenças, cura e saúde à luz do espiritismo

Trecho da obra Ainda que alguns relutem, o casamento ou a convivência em par é inerente ao ser humano. De uma forma ou de outra, estamos sempre procurando alguém para dividir a cama, as preocupações, os problemas e as realizações, enfim, para se construir juntos uma vida. (...) O casamento deveria ter por base o amor, um sentimento maior que enlaça as pessoas, proporcionando crescimento e felicidade. Contudo, não poucos estão é preocupados em fazer um “bom casamento” no sentido social e financeiro, objetivo que não revelam de forma alguma. Podem até ter algum sentimento pelo outro, mas que na balança dos interesses pesa menos. (...) O casamento por interesse ficou conhecido como o “golpe do baú”. É uma desonestidade sem tamanho, pois atinge a família, importante sustentáculo da sociedade, e fere os sentimentos mais sublimes daquele que se entrega por amor. Mentir sobre o passado, ocul-

tar a condição pessoal, seduzir e engravidar são expedientes utilizados para vincular e casar. Por conta disso, a legislação civil brasileira estabelece algumas regras de proteção, determinando, por exemplo, o obrigatório regime de separação de bens para o casamento de maiores de sessenta anos e de menores de idade. (...) Nos tempos modernos, casa­ ‑se inclusive para se burlar a lei e se conseguir vantagens ilícitas. Por exemplo, para que alguém possa se beneficiar de pensão a ser deixada por um moribundo; ou para poder ser aceito em outro país, que permite a permanência em suas terras do estrangeiro casado com pessoa dali. Sinceridade, honestidade e sentimentos verdadeiros são indispensáveis para se consolidar um casamento seguro e capaz de gerar a felicidade. Trecho extraído do capítulo “O casamento”, páginas 99 a 101.

Esse livro abre nossa mente em relação a nossas atitudes e pensamentos, mostrando como recebemos a influência dos mesmos interferindo em nossa saúde. Mostra-nos a importância do perispírito, como ele atua e como ele movimenta nossas vidas. Edma Pereira de Araújo mora em Pindamonhangaba/SP

Por que estou assim? É um romance diferente dos outros, por sua maneira clara e precisa, sem delongas no meio da história, e que vem ilustrar os impasses de nossas trajetórias e a solução para as mesmas, possível apenas com o reconhecimento do Ser Supremo. O livro aumentou ainda mais minha responsabilidade com a minha vida e a de meus irmãos em Deus. Vanessa Rosa mora em Uberlândia/MG

3


Participe! Nos dias 21 e 22 de agosto, São Paulo vai receber o 6º ENLIHPE – Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo, que terá como tema central “O Espiritismo visto pelas áreas de conhecimento atuais”. O Encontro, que reunirá trabalhos de pesquisadores de todo o país, é fruto da parceria entre a LIHPE e o CCDPEECM (Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo – Eduardo Carvalho Monteiro).

A parceria já possibilitou a publicação de livros como o Voluntários, de autoria de Jáder dos Reis Sampaio e coeditado pela Editora EME, que também publica, de Eduardo Carvalho Monteiro: Allan Kardec – o druida reencarnado, Marechal Ewerton Quadros – primeiro presidente da FEB, Sala de visitas de Chico Xavier, Sinal de vida na imprensa espírita, Victor Hugo e seus fantasmas e Vinícius – educador de almas.

O SUCESSO DA OBRA DE ANDRÉ LUIZ Os temas espíritas têm sido constantemente apresentados na grande mídia em 2010. O lançamento do filme Chico Xavier, em abril, assistido por mais de 3 milhões de pessoas, levou o Espiritismo e especialmente a figura de Chico Xavier para re­ vistas, jornais, internet e emis­ soras de rádio e televisão. Além disso, a Globo está 3 apre­­ DEsentando com grande sucesso a novela Escrito nas estrelas, diversas peças de teatro serão apresentadas este ano, e mais quatro filmes irão para as telonas. Dentre eles, dois são adaptações de obras do espírito André Luiz: E a vida continua, que será dirigido pelo ator Paulo Figueiredo, e Nosso Lar, o mais esperado depois de Chico Xavier. Nosso Lar, obra psicografada por Chico Xavier e lançada pela FEB Editora em 1944, já vendeu mais de 1,5 milhão de exemplares. O longa-metragem homônimo, adaptado

pelo cineasta Wagner Assis, mostra os primeiros anos do médico André Luiz no mundo espiritual, após sua morte. André Luiz apresenta rico material de estudo sobre a rea­ lidade espiritual. Seus livros são grandes referências para os espíritas e, agora, passarão a ser conhecidos pelo grande público. SETEMBRO NOS CINEMAS

NOVAS EDIÇÕES Depressão – doença da alma As causas espirituais da depressão Francisco Cajazeiras Saúde • 14x21 cm • 208 pp. • R$ 23,00 A Editora EME lança uma nova edição deste sucesso do médico cearense Francisco

O 6º ENLIHPE será realizado na sede do CCDPEECM e conta com o apoio da Editora EME. Mais informações em www.ccdpe. org.br

4

A Editora EME já publicou três estudos originais sobre a obra de André Luiz: Pessoas de André e Mentores de André Luiz, escritos por Isabel Scoqui e que retratam de forma inteligente e inspiradora mais de 100 personagens dos livros, além de Entrevistando André Luiz, do escritor Jamiro dos Santos Filho, os três baseados nos livros da série “A vida no mundo espiritual”. O filme Nosso Lar estreia no dia 3 de setembro e, no mesmo período, a Editora EME vai lançar uma obra inédita sobre o livro de André Luiz. Aguarde!

Cajazeiras. Quatrocentos milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão, apontam as estatísticas. Desse contingente, apenas um terço dos doentes tiveram o mal devidamente diagnosticado. O que é a depressão? Como diagnosticar? Quais as perspectivas futuras? Quais as possibilidades terapêuticas? É possível preveni-la? O autor procura esclarecer essas e outras dúvidas, mergulhando nas suas causas mais profundas – as espirituais.

Doutrinação: a arte do convencimento Luiz Gonzaga Pinheiro Doutrinário • 14x21 cm • 170 pp. • R$ 21,00 Esta obra, agora em nova edição, procura mostrar, de maneira clara, o que o doutrinador necessita para um melhor desempenho e como ele deve utilizar seus conhecimentos e valores na doutrinação de espíritos. Na parte prática, descreve casos onde o doutrinador atende e dialoga com espíritos. Enriquecendo o conteúdo, foram selecionados casos que permitiram relacioná-los com a vida e a obra de grandes vultos da literatura e da filosofia, o que tornou a obra ainda mais consistente e rica em detalhes.


Leitor EME • Número 15 • Agosto de 2010  

Jornal literário espírita e de lançamentos da Editora EME.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you