Issuu on Google+

PARA USO DOS CORREIOS

Mudou-se Desconhecido Recusado Falecido Ausente Não procurado Endereço Insuficiente Não existe o número indicado Informação escrita pelo porteiro ou síndico Reintegrado ao Serviço Postal em ___/___/___ Em ____/____/____ _____________________ Responsável

ano 10 • número 7 • outubro de 2009

Telefone/Fax: (19) 3491-7000 • Caixa Postal 1820 – 13360-000 – Capivari – SP www.editoraeme.com.br • vendas@editoraeme.com.br • blog.editoraeme.com.br

IMPRESSO

LANÇAMENTOS Por que estou assim? Novo romance ditado por Dizzi Akibah mostra como a Doutrina Espírita, ao adentrar nos lares, pode contribuir para o despertar do amor em todos os corações Quantos equívocos são cometidos pela busca do poder, da riqueza e da sensualidade? Para o nosso progresso, porém, a Justiça Divina nos dá uma grande oportunidade de reparar o passado: a reencarnação, um dos principais temas abordados no lançamento Por que estou assim? Conheça nesta edição um pouco sobre a obra, o espírito e o médium.

páginas 2 e 3

A cura pela fé Ricardo Orestes Forni Autoajuda • 14x21 cm • 184 pp. • R$ 18,00 Analisando com uma visão espírita todo o material que estudou e esclarecendo a participação dos espíritos nas curas, Ricardo Orestes Forni valoriza a necessidade do equilíbrio no dia a dia, tanto no cuidado com o corpo, quanto no cuidado com as emoções, e indica qual o melhor caminho para a cura.

Na outra face da vida Terezinha Zízi da Silva • Maria José Azevedo-Zezé (espírito) Juvenil • 15,5x21,5 cm • 96 pp. • R$ 18,00 Em depoimentos agradáveis e cheios de emoção, a jovem Zezé narra a sua própria história na espiritualidade, num dos seus retornos para a outra face da vida. A valorização dos acontecimentos simples do cotidiano e o entendimento da realidade espiritual mostra como é possível ser cada dia mais feliz.

TAMBÉM NESTA EDIÇÃO NOVA EDIÇÃO

Perguntas e curiosidades sobre mediunidade são tratadas em nova edição da Editora EME

página 4

AGENDAS

OK!

Li e gostei

Comentários dos leitores sobre os livros Terapia da paz e Perispírito de Geziel Andrade

página 3

2010

Novas edições das tradicionais agendas da Editora EME são apresentadas ao público

página 4 1


LANÇAME

Editorial Nesta nova edição do Leitor EME você vai conhecer melhor o médium baiano Pedro Santiago e o espírito Dizzi Akibah, parceiros na psicografia do mais recente romance mediúnico da Editora EME: Por que estou assim? Vai conhecer também as novas edições e os demais lançamentos da editora, que incluem as edições 2010 das tradicionais agendas Todo Dia, Renascer e Chico Xavier, esta última prestando homenagem ao centenário de nascimento do médium mineiro. E aproveite para ler comentários de outros leitores sobre dois dos nossos livros. Esperamos que nosso boletim seja cada vez mais útil para você, leitor, e para você, divulgador, nas atividades com o livro espírita. Conte sempre com a Editora EME! E até o próximo mês.

Expediente Leitor EME é um boletim informativo mensal da Editora EME, distribuído gratuitamente Editor: Arnaldo Divo Rodrigues de Camargo Jornalista responsável: Rubens Toledo – MTb 13.776 Diagramação: Rafael Carlo Carara Fotolitos e impressão: Gráfica EME Tiragem desta edição: 3.500 exemplares Vendas: (19) 3491-7000 vendas@editoraeme.com.br

SAL

Serviço de Atendimento tendimento ao Leitor Queremos saber a sua opinião! Envie suas críticas, sugestões e dúvidas para o e-mail sal@editoraeme.com.br ou ligue para (19) 3491-7000.

2

O médium

Pedro Santiago nasceu em 1943, na cidade de Serrinha (Bahia). Jornalista e radialista aposentado, atuava como locutor e apresentador na Rádio

Educadora de Salvador, onde reside atualmente. Casado com Maria do Carmo, conhecida como Carminha, tem com ela duas filhas: Celiane e Melina. Na sua busca por ensinamentos espirituais, conheceu e identificou-se com a Doutrina Espírita. Mais tarde, ao conhecer sua esposa, que já era espírita, recebeu dela todo o apoio, dedicando-se ambos ao aprofunda-

mento dos estudos doutrinários. No meio espírita, dedica-se ao esclarecimento em sessões de desobsessão e é palestrante há cerca de trinta anos. A psicografia surgiu em 1990, quando recebeu, pelo espírito Dizzi Akibah, o primeiro romance, Raboni – novos rumos, complementado com um segundo volume, Raboni – caminhos de redenção. Do mesmo espírito, psicogra-

Entrevista com o médium Como conheceu o Espiritismo? Ainda bem jovem eu mantinha um forte desejo de saber sobre a criação da alma. As respostas que me eram dadas por religiosos de outros credos não me satisfaziam e geravam outras, acerca da Justiça Divina. Só depois de aceitar um convite, trinta e oito anos atrás, de um colega de trabalho, para assistir a uma palestra no centro espírita que ele costumava frequentar, motivado, passei a examinar as obras de Allan Kardec, inicialmente na condição de pesquisa. Mas, logo que encontrei respostas para os meus questionamentos, tratei de levar a sério e estudar com bastante vontade. Até aí, eu buscava apenas a teoria. A prática, porém, teve seu início quando conheci minha esposa, na época já espírita, de quem recebi todo apoio necessário. Qual a importância do Espiritismo em sua vida? A importância está na mudança contínua do modo de viver, na certeza da imortalidade, nas lições de respeito, fraternidade e amor, que a convivência (principalmente com os mais difíceis) nos faculta, no valor da vida como chama divina, nas noções inerentes à finalidade do existir e finalmente, na ventura de me sentir, realmente, filho de Deus. De que forma a mediunidade auxilia no seu cotidiano?

Além da convicção de que nunca estou sozinho, auxilia-me mostrando a importância da disciplina na prática mediúnica. Qual a principal motivação para escrever Por que estou assim? Antes de ditar o conteúdo do livro, o espírito Dizzi Akibah passou-me mentalmente uma síntese da história. Percebendo que ela versava sobre a reencarnação, a Justiça Divina e a lei de causa e efeito, passei a escrevêla de imediato. Você tem informações sobre quem é o espírito Dizzi Akibah e qual a sua ligação com ele? Dizzi Akibah viveu na Sicília ao tempo de Jesus, a quem conheceu pessoalmente, como revela nos livros Raboni – novos rumos e Raboni – caminhos de redenção. Segundo informações dele mesmo, é um espírito muito ligado ao Brasil, desde antes do descobrimento, quando certa vez, desencarnado, esteve no território que seria mais tarde a nação brasileira. Depois disso, reencarnou em Portugal, mas veio para o Brasil, ainda colônia, para lecionar em um dos primeiros colégios, localizado em Salvador. Mais tarde, reencarnou como escravo numa senzala, em obediência à lei de causa e efeito. A minha ligação atual é de afinidade, mas, segundo ele mesmo, somos velhos conhecidos, desde quando ele, minha

esposa e eu fomos componentes de uma mesma família, numa existência na Arábia. Como é o trabalho de psicografia com Dizzi Akibah? Enquanto ele dita o conteúdo do livro, transmite com bastante nitidez as imagens dos locais, dos personagens e também o tom da voz de cada um deles. Durante a narração, eu identifico a sua voz, cuja sonoridade me é bastante agradável, e apesar de falar frase a frase, o faz com bastante rapidez, sem, contudo, dificultar o acompanhamento pela escrita. Nos diálogos, ele silencia; além das imagens que começam a aparecer, a exemplo de um vídeo, registro também o tom de voz de cada um dos personagens. Sinto-me numa condição comparável à que registramos durante um desdobramento consciente. Quanto tempo levou para concluir esta obra? Dezoito meses, já que na época ainda não havia me aposentado. O que o espírito deseja transmitir aos leitores com essa obra? O cumprimento da justiça divina, o efeito benéfico do perdão, a assistência através da espiritualidade sob o comando do Divino Mestre, e a eficácia do amor no restabelecimento da paz. Quais são seus próximos projetos?


ENTO EME A obra fou ainda Laços de amor eterno, Sem nunca dizer adeus e Um dia no passado. Pelo espírito Magdalas, com a participação de Dizzi Akibah, psicografou O sonho de Zaira. Nas horas livres, gosta de ler, pesquisar e ouvir músicas, preferencialmente instrumentais. E quando deseja relaxar e meditar, vai para a praia Ponta de Areia, na Ilha de Itaparica, também na Bahia.

Colocar-me sempre à disposição da espiritualidade para tarefas inerentes às experiências já conquistadas, concluir um livro que estamos escrevendo e rearrumar a casa mental, agora na condição de aposentado, para servir com mais tempo e dedicação na casa espírita onde atuo. Deixe um comentário final para o leitor. Não se deixe conturbar diante do cenário assustador mostrado em imagens depreciadoras que chegam pela TV. Elas geram medo, insegurança, fobias diversas, depressão e, não raras vezes, o desencanto para com a própria vida. Mais proveitoso é meditar sobre o bem desenvolvido no silêncio da bondade dos que socorrem crianças órfãs ou abandonadas; dos que renunciam a si mesmos e anonimamente dedicam a sua vida aos mais necessitados; dos sem-número de heróis da doação, desconhecidos da mídia; nas mães que, vitimadas pelo abandono dos seus companheiros, passam a dedicar a sua vida tão somente aos filhos; nos cientistas que dedicam a maior parte das suas vidas à procura dos meios de amenizar o desespero gerado por moléstias; na bondade sincera daqueles que, mesmo vivendo em estado de extrema pobreza, sabem dividir um pão. O bem é paz, é alegria, é esperança, é confiança, é fé, é amor, é Deus! Fique com Ele!

OK!

Li e gostei

Por que estou assim?

Pedro Santiago/Dizzi Akibah (espírito) Romance mediúnico • 15,5x21,5 cm • 264 pp. • R$ 25,00 A história inicia-se no século XX, nas proximidades de Brasília, contando a história de Deolindo, que sofre de sérias deformidades no corpo e vive numa velha cama desde o nascimento. Ao conhecer Leda, um novo mundo se abre para ele. A espiritualidade o coloca em contato com a história de Julian, jovem francês que, guiado por um espírito obsessor, fora levado a participar da primeira Cruzada, no século XI, passando a apresentar, a partir de então, um comportamento voltado à perversidade e colocando a perder a sua e a vida de outras pessoas. Deolindo e Julian são, na verdade, o mesmo espírito!

Perispírito: o que os espíritos disseram a respeito

Trecho da obra Ela entrou e ficou observando aquele corpo minguado e deformado. Mas, logo que dirigiu o olhar ao rosto de Deolindo, foi tomada por forte emoção. Puxou uma cadeira, sentou-se bem em frente e percebeu que ele abria e fechava os olhos, quase sem parar. Momentos depois, ele abrandou o olhar e gotas de lágrimas começaram a rolar rosto abaixo. Ela, então, falou, tentando se comunicar com ele: – Meu nome é Leda. Se você me ouve, pisque os olhos duas vezes. Depois de alguns minutos olhando-a, ele correspondeu ao seu pedido. – Acho que gostei de você – falou emocionada. – E você, gostou de mim? Ele voltou a piscar. Leda fechou os olhos e começou a pensar: – Eu conheço este olhar. Tenho certeza que já o vi antes. Mas onde, meu Deus? Nisso, passou a sentir-se leve

e, como se estivesse flutuando, percebeu, em desdobramento, que se encontrava em um casarão bem em frente ao mar, onde, pela janela, via-se o movimento das ondas, que provocavam um forte barulho ao se chocarem em um rochedo a alguns metros da casa. Em seguida, viu entrar, porta adentro, um rapaz jovem... O desdobramento foi interrompido no momento em que os irmãos de Deolindo cumprimentaram-na, conforme vimos anteriormente. (...) Antes de sair, ela dirigiu-se mais uma vez a Deolindo: – Posso voltar a vê-lo? Pisque duas vezes. Ele aquiesceu e ela, impressionada, seguiu com o velhinho Uruan. Logo que se afastaram da casa, ela disse, segurando o braço do ancião: – Quero falar sobre a minha impressão. Quer ouvir? Trecho extraído do capítulo 4, “Retribuindo a visita”, páginas 47 e 48.

Ótima leitura para quem está fazendo ou fez os cursos de Aprendizes do Evangelho, Médiuns ou Passes. Explicações claras e fáceis de entender. O sistema de perguntas e respostas auxilia muito nas explicações, tornando um assunto a princípio difícil em algo prazeroso e interessante. BENEDITO BRANCO DA CUNHA mora em São José dos Campos/SP

Terapia da paz

Como diz o próprio autor “é uma verdadeira terapia da paz”, porque enquanto lemos estas páginas, vamos refletindo sobre tantas atitudes erradas e sobre nossa conduta perante certos fatos. Nestas páginas somos convidados ao aprimoramento dos verdadeiros valores da alma. Adorei este livro! Obrigada! LILIANE GERALDA BOTELHO mora em Abaeté /MG

3


AGENDAS 2010

Aguarde! Em breve será lançada uma nova edição, com conteúdo revisto e ampliado, do livro Doenças, cura e saúde à luz do espiritismo, escrito por Geziel Andrade, paulista de Mogi Mirim, mestre e doutor em economia, autor de quinze livros publicados pela Editora EME, sendo três deles em parceria com Ariovaldo Cavarzan.

Editora EME lança as edições 2010 das suas tradicionais agendas*. Com um projeto gráfico mais moderno e uma nova seleção de frases e textos, as agendas

para 2010 já estão disponíveis. Todas elas trazem calendário, agenda de reuniões diárias e

mensais e espaço para anotações importantes. Escolha a sua e presenteie familiares e amigos!

Todo Dia 2010 Um dia por página, com belos pensamentos e reflexões. 13,5x18,5 cm 368 páginas

brochura • R$ 26,00

espiral • R$ 26,00

luxo • R$ 29,00

brochura • R$ 24,00

espiral • R$ 24,00

luxo • R$ 27,00

brochura • R$ 24,00

espiral • R$ 24,00

luxo • R$ 27,00

Renascer 2010 Belos pensamentos e reflexões espíritas.

Na apresentação da nova edição, Geziel comenta que a Editora EME solicitou “uma revisão completa da obra, com a ampliação do texto anteriormente publicado. Julgo que a providência foi acertada, em função das inesgotáveis contribuições que o Espiritismo presta nos campos da medicina e da profilaxia da alma.” E continua: “Assim, o leitor encontrará nesta nova edição uma reafirmação daqueles ensinamentos da Doutrina Espírita apresentados nas edições anteriores, mas também um enfoque maior nas recomendações que concorrem para a cura e a preservação da saúde, tanto da alma, quanto do perispírito e do corpo material. As atitudes e condutas morais elevadas, que garantem a preservação do estado de saúde, ganharam aqui um enfoque mais abrangente, por serem importante campo de atuação da Doutrina Espírita.” O último lançamento de Geziel Andrade foi o livro Perispírito: o que os espíritos disseram a respeito, que já está na 3ª edição.

4

13,5x18,5 cm 256 páginas

Chico Xavier 2010 Edição em homenagem ao centenário de nascimento de Chico Xavier, com mensagens e textos psicografados pelo médium e casos relatados por diversos escritores sobre esse grande trabalhador espírita. 13,5x18,5 cm • 256 páginas

*Nas compras acima de 50 exemplares, serão fornecidos preços especiais para os distribuidores, os centros espíritas, as bancas e livrarias. Ligue e consulte!

NOVA EDIÇÃO A Editora EME lança uma nova edição deste sucesso de Luiz Gonzaga Pinheiro, que apresenta as perguntas mais constantes e as curiosidades mais imediatas. Na primeira parte encontra-se um resumo dos questionamentos que estiveram em evidência nos últimos anos. Na segunda são apreciados alguns conceitos e interpretações tidos como verdadeiros por leigos, porém sem

respaldo nas obras de Allan Kardec. São questões do cotidiano, mas que, devido à falta de estudo, acabam por contaminar a divulgação correta.

Mediunidade – tire suas dúvidas

Luiz Gonzaga Pinheiro Mediunidade • 14x21 cm • 192 páginas • R$ 19,00


Leitor EME • Número 07 • Outubro de 2009