Page 1

Aut matizar Residências • Prédios • Escritórios • Náutica • Hotelaria Publicação

da

Editora

do

Administrador

Ano

V

Número

8

Julho

/

Setembro

2012

Casa Cor 2012

Automação de condicionador de ar Tecnologias na Predialtech 2012 Shopping Center: eficiência energética Case predial: automação sem fio Capa_AR08_02.indd 1

8/3/12 4:46 PM


Untitled-2 1

7/24/12 4:36 PM


Carta ao Leitor

Uma automação mais detalhada

J

Nossos produtos e eventos: Seminário

á podemos dizer que são, praticamente, inúmeras as opções em equipamentos e tecnologias para automação residencial e predial, que já começa a ser vista como uma ferramenta necessária e que

traz muitos benefícios para o usuário como economia de energia, maior praticidade no dia a dia, segurança em relação a vários itens, redução de desperdício, entre tantos outros benefícios. Além disso, no setor corporativo, estas tecnologias ganham corpo e espaço nos novos projetos e certificações, passando a ser, cada vez mais, um item de grande interesse na arquitetura mundial. Para apoiar todos estes avanços, a Revista Automatizar – Residências, Prédios, Escritórios, Náutica & Hotelaria tem o objetivo de detalhar e explicar como todas estas tecnologias podem ser incorporadas na construção civil brasileira. Nesta edição, como parte do nosso trabalho, mostramos a presença da automação na Casa Cor SP que, embora ainda pouca explorada, contribui para a divulgação destas soluções. Há também uma primeira cobertura da Predialtech e um estudo sobre a economia gerada com a automatização de condicionadores de ar. Cases de automação de central de água gelada em shopping centers e sistemas automatizados em condomínio de luxo são outros destaques desta edição. Outras notícias sobre o setor você acompanha em www.revistaautomatizar.com.br Boa leitura a todos! Simone Martins Souza Editora simone@artsim.com.br

Painéis Setoriais 2012 Objetivo e estrutura do evento:

Conteúdo:

Os Painéis Setoriais mostram soluções técnicas em composites, poliuretano ou plásticos de engenharia para diversos setores industriais

Cerca de seis palestras técnicas, ministradas pelos patrocinadores, focarão, matérias-primas e tecnologias para um determinado setor industrial. Cada palestra terá cerca de 40 minutos. Os palestrantes podem complementar o conteúdo apresentado através da distribuição de material técnico aos participantes

Público: O evento tem um público estimado entre 80 e 100 profissionais. De acordo com a metodologia dos Painéis Setoriais, a participação é gratuita ao público, entretanto dirigida e exclusiva para profissionais de cada setor industrial

Benefícios do Patrocinador:

www.revistaautomatizar.com.br

1) Palestra técnico-comercial de cerca de 40 minutos 2) Distribuição de material técnico e/ou comercial aos participantes 3) Colocação de banner no local do evento 4) Divulgação de seu logotipo em todos os materiais de divulgação do evento 5) Publicação da cobertura da palestra de sua empresa na Revista Composites & Plásticos de Engenharia ou Revista Poliuretano

Mídias de Divulgação:

8e9

1) Convite na Revista Composites & Plásticos de de Engenharia 2) Convite na Revista Poliuretano 3) Convites/releases/comunicados técnicosPlaza on line Salguero 4) Site www.tecnologiademateriais.com.br Buenos Aires - Argentina (divulgação do evento) 5) Materiais de apoio distribuídos no evento (crachá, cronograma, ficha de contatos, entre outros) 6) Logo em dois banners no dia do evento 7) Releases pós-evento (assessoria de imprensa) 8) Cobertura na Revista Composites & Plásticos de Engenharia ou Revista Poliuretano 9) Certificado de participação 10) Site www.tecnologiademateriais.com.br (cobertura do evento)

Novembro

2011

Mostre seus produtos para o público sul-americano

A primeira edição do Congreso Sudamericano de Composites, Poliuretano y Plásticos de Ingeniería acontecerá em novembro deste ano em Buenos Aires, na Argentina, e reunirá fabricantes Objetivos dediversos marketing deste de peças de países. Será evento: um evento inédito, que congregará novas tecnologias, as 1) melhorias O grande destaque dos produtivas Painéis Setoriais é a seletividade do público. Por ser gratuito ao público direcionado, soluções disponíveis, reuniões de negócios e exposição dee produtos controlamos os participantes segundo os critérios da organização. Isto garante uma apresentação direta da tecnologia de sua empresa a profissionais com potencial de uso

Automatizar

Carta ao Leitor_AR08_01.indd 3

Nos dias 8 e 9 de novembro deste ano, das 8h30 às 17h, será realizado o primeiro Congreso Su2) Este tipo de evento permite que os profissionais de sua empresa contatem, em um único dia, cerca de 80 damericano de Composites, Poliuretano y Plásticos de Ingeniería no centro de eventos Salguero clientes ou potenciais clientes Plaza, em Buenos Aires, Argentina. O objetivo deste congresso é apresentar matérias-primas e de3) Um resumo da tecnologia de sua empresa será publicado em uma das revistas da Editora, o que permite a mais soluções em aequipamentos materiais auxiliares para a fabricação de peças em composites, divulgação plena todos os leitoresesul-americanos da Revista poliuretano ouresumo plásticos de engenharia. As palestras serão realizadas simultaneamente em 3 salas 4) Este mesmo também será disponibilizado na internet (1 sala para composites, 1 para poliuretano e 1 para plásticos de engenharia). Durante os dois dias de evento, os participantes terão acesso a uma extensa gama de novidades (ou tecnologias de destaque) para a fabricação de seus produtos. Haverá tradução simultânea português/espanhol ou inglês/espanhol.

3

8/3/12 6:25 PM

Paralelamente às palestras, será realizado o Table-top, uma área de mesas de exposição e atendi-


Índice

12

18

Predialtech

Veja algumas das tecnologias que foram apresentadas na Predialtech, realizada em São Paulo, SP. Empresas mostraram suas novidades para iluminação, áudio e vídeo, segurança, etc. Novas soluções serão apresentadas na próxima edição

Condicionadores de ar

Acompanhe os resultados de um estudo realizado com a automatização de condicionares de ar em salas de aulas localizadas dentro do bloco de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Mato Grosso. Carmelina Suquerê de Moraes e Roberto Apolônio, autores deste trabalho, explicam os equipamentos utilizados e detalham os resultados

16

Condomínio

Veja como o Residencial Unique empregou a automação para atingir maior conforto, segurança e economia aos moradores. Abrange desde maiores níveis de segurança até os mínimos detalhes de conforto

24

Casa Cor SP

Como em anos anteriores, a automação esteve presente, mas de forma pouco explorada. Um ambiente em especial, a Casa do Futuro, deu maior destaque aos sistemas integrados de automação. Confira as propostas apresentadas

Entre em contato

Índice de anunciantes

Recebimento de exemplares

Bticino...........................................2ª capa

cristiane@artsim.com.br Serviços/Consultas

consultoria@artsim.com.br Redação/Releases

Automatizar 2013.................................. 07 CCN Automação .................................. 15 Heading................................................. 23

michelle@artsim.com.br

SBUS Automação................................. 27

Publicidade

Revista Automatizar ............................. 31

consultoria@artsim.com.br Cursos

tamara@artsim.com.br

Expo Estádio......................................... 32 Cybertronics.......................................... 35 Legrand................................................. 36

4

Automatizar

Indice_AR08_01.indd 4

8/3/12 6:12 PM


ou ,

Expediente

17

nça

ão

Shopping Centers

Redução de 14% no consumo de energia foi o resultado conseguido pelos processos de automação no Shopping Iguatemi Campinas, que decidiu automatizar a Central de Água Gelada (CAG). Este empreendimento vem se modernizando para atender o crescente fluxo de visitantes

A Revista Autmotizar-Residências, Prédios, Escritórios, Náutico e Hotelaria é uma publicação da Editora do Administrador Ltda., uma empresa do Grupo ArtSim, distribuída para engenheiros e arquitetos, decoradores e designers, projetistas e integradores, e fornecedores de equipamentos para automação residencial e predial. Diretora de Redação Simone Martins Souza (Mtb 027303) simone@artsim.com.br Marketing e Eventos Tamara Leite • Tabatha Magalhães Representantes de Vendas Bernardo Nogales Rosely Pinho Administrativo/Financeiro Danilo Silva Circulação Cristiane Shirley Guimarães

32

e o.

Ponto de Vista

E por falar em mostras de arquitetura e decoração, profissionais do setor opinam sobre o que deve ser apresentado, destacam os eventos que mais exploram positivamente a automação e se posicionam quanto à divulgação do trabalho do integrador

Projeto Gráfico e Diagramação Elisângela Souza Hiratsuka • Marcelo Marcondes Marin Internet André Tavares de Oliveira Pré-impressão ArtSim Proj. Gráfi cos Ltda. Tel.: 11 3779.0270 • www.artsim.com.br Tiragem 6.000 exemplares DISTRIBUIÇÃO DIRIGIDA: Nacional

03 06 07

Carta ao leitor E-mails e consultas Calendário dos eventos AUTOMATIZAR 2013 Confira os seminários técnicos do próximo ano

08

Notícias Leia as novidades sobre as empresas e certificações do segmento de automação residencial e predial

22

Setor elétrico Conheça algumas das tecnologias que serão apresentadas na ENIE 2012, a ser realizada em São Paulo. O evento é reconhecido como um dos principais pontos de encontro das empresas e profissionais do segmento de sistemas elétricos industriais e prediais

Editora do Administrador Ltda. Administração, Redação e Publicidade R. José Gonçalves, 96 - Vila Andrade 05727-250 - São Paulo – SP - PABX: (11)2899-6381 www.revistaautomatizar.com.br É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer matéria desta publicação sem autorização prévia da Editora do Administrador. Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores. As opiniões expressas nestes artigos não são necessariamente adotadas pela Revista Automatizar. A Revista também não se responsabiliza pelo conteúdo divulgado nos anúncios, mesmo os informes publicitários. Circulação julho/setembro de 2012 Periodicidade Trimestral Capa Casa do Futuro, crédito de Claudio Fonseca

Automatizar

Indice_AR08_01.indd 5

5

8/3/12 6:12 PM


E-mails e Consultas

Sou diretor de automação

Favor informar o que

Gostaria de saber quanto custa

O que faço para

de uma empresa do ramo

precisamos fazer para

a assinatura da revista? Estou

assinar a revista e

e gostaria de saber como

recebermos a Revista

iniciando minha empresa de

obter os exemplares

faço pra assinar a revista

Automatizar. Cesar

automação residencial e tenho

anteriores? Alexandre,

automatizar. Alexandro Marcos

Antunes, Forma&Estilo.

interesse. Evandro Pires da

Proccel.

de França Ferraz, Easynet.

Silva,Fechou! Soluções Inteligentes

Tenho interesse em assinar a

Estou criando uma empresa nova de

Gostaria de saber a

Revista Automatizar. Qual o

desenvolvimento de software para

possibilidade de assinar

procedimento para eu receber

automação residencial/predial, entre outros.

a revista. Qual o valor

periodicamente a mesma?

Gostaria de saber como eu faço para assinar

da anuidade? E o que é

Fábio Roberto Secco , Celesc

a Revista Automatizar? Fabricio Braoios

necessário fazer? Lucas

Distribuição.

Azevedo, EngSoft Consultoria em TI.

Mateus Silva

Conheci sua revista pela internet e fiquei muito

Gostaria de

Gostaria de assinar a revista, mas não

interessado nela. Não imaginava uma publicação

receber esta revista

tenho empresa constituída. Estou iniciando

deste nível no Brasil. Gostaria de saber como

mensalmente como

trabalhos como autônomo na área de

faço para adquirir exemplares avulsos como o

faço? Jorge Seiki de

automação residencial. A revista será

nº5 da casa da Ana Hickman. Agradeço desde já

Lima

de grande importância. Luciano Tedeschi ,

pela atenção. Felipe Delazzeri, Punto Mobile

Estou desenvolvendo um

Sou técnico em automação e

Sou engenheiro elétrico e atuo na área de

projeto na faculdade sobre

estudante de arquitetura. Quero

automação industrial. Estou interessado no

automação residencial e

assinar essa revista. Como faço?

mercado de automação residencial.Gostaria

gostaria muito de conhecer a

Luiz Filipe Pacheco Eibel , Prefeitura

de saber o que é necessário para receber a

Revista Automatizar. Luciano

Municipal de Sao Leopoldo

Revista Automatizar. Milton Koester, Former

Roberto de Lemes

6

engenheiro mecatrônico

Treinamento e Projetos

Recentemente realizei o cadastro no site a fim de

Sou coordenador do curso

Gostaria de saber como

receber a Revista Automatizar. Até o momento não tive

de engenharia eletrônica da

realizo a assinatura da Revista

nenhuma resposta. Gostaria de saber a possibilidade

UTFPR-Campus Toledo-PR.

Automatizar, custos e formas

de realizar a assinatura da revista, visto que é uma

Gostaria de saber como assinar

de pagamento. Desde já

das únicas publicações especializada do setor. Ricardo

a revista. Vilmair Wirmond, VRW

obrigado. Lucas, HL Automação

Ferreira, NeoTec Serviços

Projetos e Automação

Residencial.

Gostaria de receber a

Sou projetista e gostaria

Nos últimos anos, tenho conseguido incluir a automação

programação de eventos.

de ver matérias sobre o

em vários dos meus trabalhos, em função da maior

O seminário de tecnologias

uso de novas tecnologias

oferta de tecnologias e melhor preço. A Revista também

para hotéis e hospitais foi

para controle de acesso.

tem ajudado muito, mostrando as soluções oferecidas

excelente. Francisco C.

Edilson M. Chargas, São

pelo mercado. Parabéns pelo trabalho inédito. Vanessa C.

Ribeiro, Rio de Janeiro, RJ.

Paulo, SP.

Orselhas, São Paulo, SP.

Automatizar

Emails_AR08_01.indd 6

8/3/12 4:48 PM


Aut matizar 2013 Residências • Prédios • Escritórios • Náutica • Hotelaria

Evento No próximo ano, o AUTOMATIZAR - Seminário sobre soluções para automação residencial, predial, corporativa, náutica e de hotelaria. Confira a programação* abaixo:

MARÇO

AUTOMATIZAR SÃO PAULO, SP

SISTEMAS RESIDENCIAIS, PREDIAIS, CORPORATIVOS E NÁUTICOS

MAIO

AUTOMATIZAR RIO DE JANEIRO, RJ

SOLUÇÕES CORPORATIVAS

SETEMBRO

AUTOMATIZAR RECIFE, PE

SISTEMAS RESIDENCIAIS, PREDIAIS, CORPORATIVOS E NÁUTICOS *Esta programação poderá ser alterada sem aviso prévio

Objetivo Estes eventos, todos gratuitos ao público, têm o objetivo de divulgar os benefícios que a automação residencial e predial confere a diversos tipos de edificações. Também é foco deste evento mostrar cases de utilização e a infraestrutura oferecida pela indústria brasileira, a fim de facilitar a inclusão destes sistemas nos projetos de integradores, arquitetos, engenheiros, light designers e interior designers, entre vários outros profissionais de todo o Brasil.

Participe Sua empresa pode participar, apresentando os sistemas e equipamentos disponibilizados ao mercado, e contatando cerca de 100 profissionais que desejam conhecer mais sobre a automação residencial e predial. Entre em contato e conheça as formas de participação.

Contato Tel. (11) 2899-6381

consultoria@artsim.com.br

Informações sobre o AUTOMATIZAR 2011 estão disponíveis em www.revistaautomatizar.com.br anuncio_mala_automatizar_2013.indd 1

8/3/12 4:50 PM


Schneider Electric

Notícias

Nova linha de interruptores e comandos elétricos

Sinônimo de durabilidade e economia

A Schneider Electric (São Paulo, SP) apresentou a Prime Lunare Lumen, uma nova linha de interruptores e comandos elétricos. Indicada para residências e outros ambientes como escritórios e hotéis, as novas placas acetinadas e interruptores trazem leveza e modernidade. Em versão mais suave e eficiente, os produtos mantêm o padrão de qualidade e possuem tratamento UV para evitar o amarelamento natural e permitir que a aparência original dure por mais tempo. Uma grande vantagem da solução é a redução de tempo e custo para instalação. “Os produtos desta linha foram elaborados dentro do conceito ‘faça você mesmo’, permitindo ao consumidor que já tenha a linha Prime Lunare instalada renovar a aparência de sua instalação elétrica apenas trocando a placa e/ou interruptores sem a necessidade de mudar todos os mecanismos já existentes. Mais informações - www.schneider-electric.com. Leia a nota completa em www.revistaautomatizar.com.br

Chega ao mercado brasileiro, a partir do segundo semestre, uma ótima alternativa para a substituição das lâmpadas halógenas Halopar, a LampLED Super Value, da Osram. A novidade vem disponível em duas versões: PAR 30, que consome apenas 15W de potência, e PAR38, de 17W. Ambas são mais econômicas que suas versões halógenas, respectivamente Halopar 30 de 50W e Halopar 38 de 75W. Essa nova fonte de luz com tecnologia LED tem vida útil de 25 mil horas, além de economizar mais de 70% de energia com relação às anteriores. Outras vantagens é que o lançamento não possui mercúrio em sua composição e não emite raios UV ou infravermelho. A LED Super Value Par30 e Par38 têm facho de abertura de 40º, base E26 e está disponível na cor warm white.

Integração domótica num piso piloto de Pamplona

Condomínio residencial sustentável

A espanhola Ingeniería Domótica finalizou uma integração de domótica em um piso piloto que habilitou a empresa Jana Reformas em suas instalações de Pamplona. O objetivo do piso piloto é o de que o cliente de Jana Reformas veja com seus próprios olhos os acabamentos e materiais estipulados antes de começar a reforma de seu lar. Ao mesmo tempo em que o cliente vê banheiros suspensos, pratos de ducha nivelados com o chão, torneiras embutidas, luzes indiretas, fossas de gesso, portas corrediças ou distintos tipos de madeira e cerâmica, também vê com o auxílio da domótica como seu futuro piso tornará sua vida mais fácil, segura e eficiente. Foram integrados na domótica a regulação e o controle de luzes indiretas e lâmpadas, assim como o controle das persianas, da climatização e do ambiente sonoro. Tudo isso controlado por meio de uma tela touch-screen ao toque ou um iPad.

O condomínio Reserva Domaine Eco Residence deve ser finalizado em 2013, seguindo premissas sustentáveis. O conjunto contará com 83 casas e serão aplicadas opções ecologicamente corretas para a gestão de resíduos e produção energética. O projeto foi idealizado pelo grupo de engenharia GMR e está localizado em uma área nobre de Ribeirão Preto, cidade do interior paulista. As residências contarão com sistemas individuais de aquecimento solar para água e todos os cômodos possuirão sistema de iluminação por sensores de presença, que reduzem o desperdício energético. O condomínio ainda disponibiliza aos moradores diversas áreas comuns, como playground e salão de festas. Para manter essas estruturas em funcionamento, bem como manter a iluminação das ruas, será utilizado um sistema híbrido de obtenção energética. A tecnologia contará com um sistema eólico, capaz de gerar cinco quilowatts, e um fotovoltaico de 0,81 kW, atuando simultaneamente. O conjunto também será estruturado para tratar e reaproveitar a água da chuva.

Maior demanda por videovigilância

8

Lançamentos Discabos AVLife AVLife

Um levantamento feito pela Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança) revelou que a cidade de São Paulo possui mais de 1 milhão de câmeras de segurança. O número corresponde a cerca de um equipamento para cada grupo de dez paulistanos. Aproximadamente 53% das câmeras estão concentradas no Sudeste, 22% no Sul, 12% no Centro Oeste, 9% no Nordeste e apenas 4% na Região Norte. Somente a Polícia Militar tem 272 câmeras espalhadas pelas ruas de São Paulo. A associação afirma, ainda, que o número total dos equipamentos deve triplicar nos próximos anos, acompanhando uma tendência mundial. E, para atender a crescente demanda, a Vault lançou a solução NUUO Titan NVR, com capacidade para processar uma grande quantidade de transferência de dados, aumentando o desempenho de gravação para 64 câmaras de 2 megapixel. Com o Titan NVR, o usuário pode selecionar o perfil de menor largura de banda para visualização remota, eliminando o engarrafamento de fluxo de rede sem afetar os vídeos gravados. Além disso, ele consegue sincronizar contas de usuários e eventos críticos em 100 servidores, 400 canais de visualização ao vivo e 100 canais de reprodução simultânea, com poder de gravar e monitorar um grande número de câmeras Megapixel. Mais informações - www.vaultbr.com

O espelho conversor HDMI via CAT5 ganhou o IR(sinal infravermelho) e agora pode enviar o sinal junto com o HDMI, para controlar o seu equipamento de outro ambiente. O espelho envia o sinal HDMI + IR a até 30 metros de distância, mais do que os 20 metros, que é o máximo que um cabo consegue levar o sinal Full HD. É uma excelente solução para casos com dificuldade de passar os cabos através de uma tubulação ou conduíte, já que o cabo de rede é mais fácil de passar e de montar a ponta no local, além de ter um ótimo custo beneficio. Mais informações - www.discabos.com.br

Projetos especiais A Somfy lançou um site exclusivo para profissionais da edificação. O espaço traz informações sobre os produtos e as soluções Somfy para edifícios comerciais, fachadas bioclimáticas e referências de obras nacionais e internacionais. Mais informações - www.somfyarchitecture.com.br

Automatizar

Noticias_AR08_01.indd 8

8/3/12 4:51 PM


Notícias

Com base em seu sucesso ao facilitar as iniciativas móveis para clientes corporativos, a Symantec anunciou atualizações significativas em seu portfólio de soluções móveis, a fim de viabilizar implementações de e-mail no celular com segurança, iniciativas de aplicativos móveis e programas BYOD (Bring Your Own Device, ou Traga o seu Próprio Dispositivo na sigla em português).Com essas atualizações, a Symantec agora oferece uma plataforma corporativa mais abrangente, com recursos aprimorados em gerenciamento de dispositivos e aplicativos, além de proteção contra ameaças. “Como parte do próximo estágio de suas iniciativas BYOD, empresas no mundo inteiro estão nos informando que querem aumentar sua adoção de dispositivos Android. Estamos reunindo um conjunto completo de soluções de segurança e gerenciamento para essa plataforma. Com os acréscimos recentes ao nosso portfólio de produtos de gerenciamento de dispositivos móveis e dados/aplicativos, a Symantec está oferecendo uma plataforma completa para viabilizar a visão de mobilidade dos CIOs”, afirmou Anil Chakravarthy, vice-presidente sênior do Grupo Enterprise Security da Symantec.

Gerenciamento total A Conduvox apresenta o Ipervoice, um sistema versátil que gerencia o controle de acesso integrado, sistemas tecnológicos (CCTV, alarmes de invasão, alarmes de incêndio) e muitas outras funções, tudo através do sistema de videofone. É o primeiro sistema digital com fiação compatível com IP CAT5 e protocolo dedicado, com número de ramais limitado. É o sistema ideal para simplificar a instalação em condomínios residenciais e comerciais. Mais informações - www.conduvox.com.br Conduvox

Produtividade móvel com novos recursos de proteção

Economia de energia em hotéis Os hotéis espanhóis poderiam economizar cerca de 287 milhões de euros por ano com um acompanhamento e controle inteligente em tempo real do consumo de energia no interior dos edifícios, o que significaria um abatimento de, no mínimo, 25% na conta de energia e uma economia média de um euro diário por apartamento, segundo dados do “Instituto Tecnológico Hotelero” (ITH) e o grupo consultor de Engenharia e serviços de energia “Euroconsult”.

Sistema de vídeo portaria

A Yale, marca da Assa Abloy, está trazendo para o Brasil seu lançamento mundial: a fechadura digital Yale Real Living, solução de segurança que pode ser operada através de senha numérica, sem o uso de chaves (sistema keyless). Com ela, é possível trancar a porta esquecida aberta sem precisar voltar para casa; abri-la para os esquecidos ou ainda controlar, em tempo real e remotamente, através do seu gadget, qual o status do momento: aberta ou fechada. Ficam, assim, dispensadas as “deixadas” de chaves nas portarias ou com vizinhos. Dentre as muitas inovações tecnológicas incorporadas às novas fechaduras, destaca-se a possibilidade de operarem em conjunto com sistemas de automação residencial que utilizem os protocolos de comunicação Zigbee ou Zwave. Desta maneira, é possível interligar a fechadura ao sistema de automação da residência. Mais informações www.yalelafonte.com.br

2Voice é o novo sistema de dois fios não polarizados para instalar as funções de primeira classe de uma forma fácil. Foi projetado por instaladores através do seu trabalho diario. De acordo com as exigências do mercado, traduz as necessidades em inovações e vantagens e, com apenas dois fios – e realmente nada mais –, a partir do painel de entrada para a estação de apartamento, realiza todas as funções com até 4096 usuários, além de ser um sistema rápido e de fácil programação. Permite intercomunicação livre e controle de ciclo de duas câmeras. Não requer a substituição dos cabos, e renovação de monitores e painéis de entrada existentes na construção, instalação ou restauração, Com soluções flexíveis, é ideal para aplicações que vão desde moradias até blocos de apartamentos em complexos residênciais. Mais informações - www. conduvox.com.br

YALE

Abertura de portas por tablets e smartphones

Motor Oximo com detecção de obstáculo

Nos dias 2 e 3 de agosto, a STRUXI promoveu treinamentos comercial e técnico, respectivamente, em sua sede em Santo André, na Grande São Paulo. O treinamento comercial teve como objetivo orientar as vendas de sistemas de automação predial e de distribuição de áudio e vídeo, proporcionando às revendas o contato com novas tecnologias e com os lançamentos das marcas comercializadas pela empresa. No dia 3, o treinamento técnico apresentou as características das soluções de automação predial e de distribuição de áudio e vídeo, com ênfase em projetos, instalação e programação. Fez parte do programa a introdução ao protocolo KNX, a norma aberta global para residências e controle predial, que favorece a interligação de soluções de diversos fabricantes. Mais informações - atendimento@struxi.com.br

A Somfy traz ao Brasil o novo motor Oximo para persianas integradas, que conta com uma tecnologia exclusiva: quando a persiana está sendo fechada e há algum obstáculo que possa impedir o fechamento da peça, o motor volta à posição inicial, protegendo pessoas e evitando a danificação da peça. O motor Oximo é acionado via rádio frequência RTS (Radio Technology Somfy), o que garante mais segurança e maior alcance do controle remoto. Mais informações - www.somfy.com.br

SOMFY

Treinamentos técnico e comercial

Automatizar

Noticias_AR08_01.indd 9

9

8/3/12 4:51 PM


Notícias

Áudio e vídeo One For All

Borne automático

Atenta ao mercado varejista brasileiro, que hoje fatura mais de R$ 700 bilhões, segundo a Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), a Universal Eletronics, por meio de sua marca One for All, anuncia sua chegada ao Brasil. A marca, que possui um market share mundial de 40%, espera atingir uma receita de R$ 30 milhões no país, trazendo um amplo portfólio de controles remotos universais, antenas de TV, suporte para TV, cabos HDMI, fones de ouvido e carregadores universais. A partir da parceria com grandes distribuidores e os principais varejistas do mercado, inclusive no e-commerce, os produtos da marca já estão disponíveis em todo o país.

A Pial Legrand oferece ao mercado o borne automático para conexão dos fios e cabos 3 vezes mais rápida, com ganho de 32% em tempo e produtividade na instalação do conjunto. Garante conexão segura e confiável, uma vez que o borne trava os condutores automaticamente, proporcionando uma força de retenção mais homogênea, não permitindo que fios e cabos se soltem. Possibilita a utilização de fios e cabos de bitolas diferentes no mesmo borne e não requer a preparação da ponta do fio para instalar. Mais informações – www.piallegrand.com.br

Crescimento do mercado de LED Entre os dias 18 e 20 de setembro acontece, em Munique, Alemanha, o Strategies in Light Europe, evento que mostrará, na prática, o rápido crescimento do mercado de LED no mundo. O encontro oferece uma plataforma para as melhores oportunidades de negócios e um fórum para que os participantes possam compartilhar ideias e experiências sobre as últimas tecnologias disponíveis no mercado.

Refletor com superled A empresa Key West lançou o refletor com superled, fabricado com tecnologia em SMD, que oferece sustentabilidade e inovação em iluminação green. Proporciona melhor desempenho com benefício da eficiência energética, mais brilho, durabilidade, a economia com a redução do gasto energético (consumo de 25W). Permiti a utilização em áreas internas ou externas. 

DN Automação e DIMEP A DN Automação fechou contrato de distribuição com a Dimep e passa a oferecer aos seus revendedores a distribuição de uma nova linha de produtos para atender a obrigatoriedade do Sistema de Registro de Ponto Eletrônico (SRPE), conforme a portaria 1510/09 do MTE(Ministério do Trabalho e Emprego).

Axyon firma parceria com Lutron A Axyon, empresa especializada na distribuição de soluções de duas áreas convergentes – áudio & vídeo e segurança & redes–, anunciou acordo comercial com a fabricante americana Lutron, para comercializar toda sua linha de soluções de automação de controles de iluminação, com foco em ambientes corporativos. Dentre os diversos produtos da fabricante, a principal linha a ser comercializada no Brasil será a Energi Tripak, que possibilita o controle de múltiplos espaços individuais como salas de reuniões e gabinetes, através de sensores de presença e luminosidade que proporcionam economia em luz artificial, sem perder a luminância ideal para o ambiente. “Como cada ambiente requer um tipo de lâmpada e um foco distinto, é realizada uma consultoria na qual um estudo do local é feito para a identificação da melhor solução, gerando benefícios customizados e maior eficiência energética. Depois do sistema implantado, a economia de energia pode chegar a 60% ou mais, o que também minimiza o impacto ambiental e proporciona um retorno do investimento”, afirma Rodrigo Martini, diretor comercial da Axyon. Mais informações - www.axyon.com.br

Calendário de feiras » SET 2012 Broadcast & Cable - Feira Internacional de Tecnologia em Equipamentos e Serviços para Engenharia de Televisão, Radiofusão e Telecomunicações » 21 a 23/agosto de 2012 – São Paulo, SP » Eletron - Feira Brasileira da Indústria Elétrica, Eletrônica e Automação Industrial » 22 a 25/agosto de 2012 – Rio de Janeiro, RJ » Feira e Congresso Internacionais de Soluções Sustentáveis » 14 a 16/agosto de 2012 – São Paulo, SP » Feira Internacional da Indústria Elétrica e Eletrônica » 7 a 10/agosto de 2012 – Belo Horizonte, MG » Brazil Consumer Eletronics Expo » 14 a 16/agosto de 2012 – São Paulo, SP » Feira Int. de Segurança e Proteção » 3 a 5/outubro de 2012 – São Paulo, SP » Feira Int. de Prevenção e Combate à incêndio » 3 a 5/outubro de 2012 – São Paulo, SP » Feira de Tecnologias para Infraestrutura e Construção Civil » 24 a 27/outubro de 2012 – Curitiba, PR

10

Automatizar

Noticias_AR08_01.indd 10

8/3/12 4:51 PM


Notícias

Lâmpadas LED

LEED em Santa Catarina

A Avant lançou mais duas opções em lâmpadas LED: as lâmpadas LED PAR High Power e LED AR111 High Power. Ambas são ideais para aplicação em áreas que requerem iluminação dirigida e com elevada definição de cores, sendo altamente eficientes para destacar objetos e detalhes dos ambientes. As novas lâmpadas de LED podem ser utilizadas tanto em ambientes residenciais como comerciais, em estantes, jardins de inverno, vitrines, hotéis, restaurantes, bares, teatros, museus e cinemas, entre outros locais.

Procel Edifica Redução do consumo energético, atendimento a ABNT/NBR-16401, aplicação do Regulamento Técnico (RTQ-C) do Procel Edifica, além da garantia de eficiência energética são alguns dos pontos que estão sob a responsabilidade do projetista no processo da eficiência energética para recebimento da Etiqueta de Eficiência Energética em Edificações para edifícios comerciais, de serviços e públicos em um projeto de ar-condicionado, dentro do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) do Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia. Por esta razão, o Departamento Nacional de Empresas Projetistas e Consultores (DNPC) da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava) quer sensibilizar profissionais envolvidos no processo e destacar pontos importantes para o cumprimento das exigências no processo de etiquetagem de edifícios comerciais. Segundo o presidente do DNPC, o engenheiro Fábio Pires Takacs, a responsabilidade é grande quando se trata de um projeto de ar condicionado e sua ligação direta com a eficiência energética, assim como o recebimento da etiqueta. Pelo critério estabelecido na metodologia de avaliação, o ar condicionado tem o peso de 40% na pontuação, o que comprova a relevância da fase de desenvolvimento do projeto, momento em que são definidos os sistemas a serem usados, bem como a seleção dos equipamentos e componentes, fatos estes que determinam o desempenho energético da instalação, assim como influência direta sobre a pontuação a ser obtida neste requisito.

Empreendedora AQUA A Even Construtora e Incorporadora acaba de se tornar uma Empreendedora AQUA – certificação brasileira de alta qualidade ambiental, operada pela Fundação Vanzolini, que orienta e avalia o processo de gestão e a qualidade ambiental dos empreendimentos. A partir de agora, todos os empreendimentos residenciais lançados na cidade de SP, construídos pela Even, serão concebidos e preparados para a certificação AQUA nas fases Programa, Concepção e Realização, que vão desde o planejamento da construção até a entrega aos clientes.   Adaptada a partir da certificação francesa HQE (Haute Qualité Environnementale), o AQUA foi introduzido no Brasil em 2008 e é reconhecido internacionalmente por entidades que fazem parte da Sustainable Building Alliance – aliança internacional que tem como propósito acelerar a adoção de práticas de construção sustentáveis e que envolve as organizações Fundação Vanzolini (Brasil), ITC CNR (Itália), Qualitel (França), VTT (Finlândia), BRE (do Reino Unido), GBCI (Estados Unidos) e CSTB (da França).

Desempenho energético das janelas Em Portugal, a Adene assinou um protocolo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes (ANFAJE), que permite a avaliação de desempenho energético de janelas, através do Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos (SEEP). O consumidor poderá escolher, de acordo com o desempenho energético, os produtos que, além de aspectos ligados ao conforto nas habitações, permitem reduzir os consumos energéticos e custos associados à climatização. O desenvolvimento da metodologia de avaliação do desempenho energético das janelas tem como responsável o ITeCons da Universidade de Coimbra. O sistema voluntário de etiquetagem permite o consumidor final comparar produtos de acordo com o desempenho energético e reflexo no consumo de energia dos edifícios.

O edifício comercial Office Green, lançado pelo Grupo Pedra Branca e pela Espírito Santo Property Brasil (ESPB), na Pedra Branca, região metropolitana de Florianópolis, será o primeiro prédio verde em Santa Catarina. O empreendimento, projetado com plantas flexíveis e conjuntos de 40 a 1.000 metros quadrados por andar, recebeu a pré-certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) de construção sustentável, concedida pelo Conselho de Construção Sustentável dos EUA (USGBC). O empreendimento, com características tecnológicas e sustentáveis, defende o conceito de urbanismo sustentável, integrando uma preocupação com os pedestres, com as construções sustentáveis e a qualidade dos espaços públicos, além de toda uma infraestrutura de alta performance desenvolvida para as áreas de tecnologia e saúde. Atualmente, no Brasil, existem 42 edifícios com certificação LEED e 441 em busca do selo de sustentabilidade, segundo dados do Conselho de Construção Sustentável do Brasil (GBC Brasil). Depois de concluído, no fim de 2013, o Office Green deve ser o primeiro a conquistá-lo em Santa Catarina.

Automação na Leroy Merlin Desde junho, a rede Leroy Merlin está vendendo a Linha Host em seis unidades. As lojas de Interlagos, LarCenter, Marginal Tietê, Morumbi, Raposo Tavares e Ricardo Jafet contam com um ambiente automatizado, durante um ano, para que os clientes possam ver e testar eles mesmos os benefícios que a automação residencial pode trazer: economia,segurança e conforto, tudo de maneira sustentável. A simplicidade é o grande diferencial dessa nova linha que, com apenas três tipos de dispositivos, automatiza iluminação, ar condicionado, TVs, aparelhos de DVDs, e muito mais. Essa é uma característica que se estende até sua comercialização: um kit com os três dispositivos pode ser adquirido por R$ 3.750,00, incluindo a instalação por um técnico certificado Host. Basta ir até a loja, comprar o kit e marcar a instalação. Não é necessária nenhuma alteração de infraestrutura, já que a central se comunica via wireless com os dispositivos e tem um alcance de 20 metros, mesmo com obstáculos no caminho. É possível ainda expandir o kit Host, já que ele tem capacidade para até 32 dispositivos.

Automatizar

Noticias_AR08_01.indd 11

11

8/3/12 4:51 PM


Exposição

Produtos expostos na Predialtech Confira a participação de algumas empresas na terceira edição da Predialtech, em São Paulo, SP AMCP-Xtend A empresa destacou os seguintes tópicos de automação industrial: distribuição de áudio multroom, distribuição de vídeo multroom, sistemas de repetição de sinais infravermelho, caixas acústicas de embutir e Bookshelf, sistemas de iluminação cênica, integração da automação via Ipad/Iphone e linha de equipamentos retro, amplificador valvulado e relógio valvulado.

Schneider Electric Os destaques da empresa foram a solução de automação KNX, que traz economia de energia, e o sistema de controle de iluminação Unica Lighting Control (UCL). Além do estande, a empresa também participou no espaço da Aureside (Associação Brasileira de Automação

Unica Lightning Control (UCL)

Caixas acústicas de embutir

Solução de automação KNX

12

Residencial), com apresentação de palestras sobre temas do setor, como soluções para automação residencial e predial, explorando o potencial do KNX e suas aplicações, entre outros. Os visitantes puderam conferir as vantagens do KNX, solução que integra diversas funcionalidades como iluminação, ar condicionado, cortinas, entre outras, proporcionando conforto e favorecendo a personalização de projetos. “Todas as funções do KNX também estão disponíveis por controle remoto, telas touch screen, iPads e celulares como iPhones. Outra vantagem está na aplicação, que pode ser feita nas infraestruturas já existentes”, afirmou Rogério Garcia Ribeiro, coordenador de novos negócios para o canal projeto da Schneider Electric Brasil. Outro destaque da companhia foi a Unica Lighting Control (ULC), sistema de controle de iluminação que pode ser acionado com apenas um toque, por controle remoto ou teclado de parede. Com ele é possível criar e armazenar quatro cenários pré-programados, além de controlar individualmente cada um dos seis circuitos ligados a ele. A ULC proporciona ainda redução no consumo de energia, uma vez que a iluminação pode

ser dimerizada, aumentando a vida útil das lâmpadas. Outro diferencial é que o sistema também pode gerenciar diversos tipos de lâmpadas LED. Struxi A Struxi marcou presença com lançamentos e novas parcerias. Demonstrou sua linha completa de soluções das marcas JUNG e OPUS, focando em algumas novidades, como o SmartControl – controlador KNX compacto que funciona ao estilo de um smartphone – e o FP 701 Client, aplicativo para iPad, iPhone e iPod. Também comunicou ao mercado suas novas parcerias, uma vez que a empresa se tornou distribuidor autorizado de dois fabricantes europeus de interface completa para automação e distribuição de áudio com integração com KNX, respectivamente a Isimplex e a Eissound. Em seu estande, montou um ambiente integrando as soluções de automação e sistema multi-room de áudio e vídeo, mostrando FP 701 Client

Smart Control

Automatizar

Exposicao_AR08_01.indd 12

8/3/12 6:05 PM


ent

Exposição a integração de ambientes e sistemas com o uso do protocolo KNX – padrão europeu para a gestão técnica de instalações, que facilita a integração com inúmeros produtos de controle disponíveis no mercado. Apresentou o SmartControl, um controlador compacto que funciona nos mesmos moldes de um smartphone, com menus deslizantes operados pelo desilizamento do dedo sobre a tela táctil colorida, ampliando os níveis de conforto no lar também para as futuras gerações de usuários. O controlador se integra à vasta gama de soluções de controle da Jung e, como seu design elegante e sóbrio combina com as molduras das séries LS, integra-se ao espaço onde estará instalado. O sistema de menu intuitivo baseado em “Smart User Interface do Smart-Control favorece a identificação dos ícones e cursores de controle de iluminação, temperatura ambiente ou cortinas, em tempo real em uma sala específica ou na casa toda, acessando as principais funções de uma instalação KNX de maneira simples, intuitiva e familiar, bastando apenas apontar o dedo sobre os ícones para abrir ou fechar os menus. Para acionar um controle de intensidade da luz, por exemplo, é suficiente deslizar os dedos sobre a imagem do cursor como nas telas de celulares. Já o FP 701 Client – aplicativo para iPad, iPhone e iPod da JUNG – favorece a utilização do sistema KNX, pois permite acessar e controlar, via conexão IP, todas as funções de uma instalação KNX como se estivesse utilizando uma tela sensível ao toque instalada na parede de um ambiente para as funções de luzes,

persianas, ar condicionado e alarmes, entre outros. LJFL A empresa mostrou o extensor HDMI da marca Atlona via cabo de rede, que permite estender o sinal de vídeo até 40 metros com alta qualidade, facilitando a transmissão de dados para longas distâncias em locais onde é difícil passar cabo HDMI. Apresentou, também, o projetor 3D com projeção a curta distância GT750E e o projetor de LED de 2000 ansilumens e 20 mil horas de lâmpada ZW210ST da marca Optoma. IHC Technologies Distribuidora oficial da Global Caché no Brasil, a IHC Technologies mostrou a linha de produtos Global Caché iTach, GC-100 Network Adapters e os seus associados foram exclusivamente projetados para possibilitar a utilização de todas suas funcionalidades de forma fácil e flexível, quando conectados à equipamentos eletrônicos a rede WiFi ou TCP/IP, para aprimorar a automação, monitoramento e o controle dos mesmos. Baseados em sistemas abertos e padrões da indústria, são considerados dispositivos ultra-compactos, que cabem em qualquer lugar e são de fácil instalação. Eles são capazes de converter informações de determinada rede instalada a seus dispositivos e fazer a transmissão em questão de segundos através de infravermelho, serial e contato a seco. Além disso, possuem saídas seriais para o controle de sistemas de iluminação ou receivers (RS 232), contatos secos para o controle de portões, bombas e piscinas e saídas infravermelho que permitem o controle de equipamentos eletrônicos de áudio, vídeo e adicionais (TV,

Projetor GT750E

Extensor HDMI

Projetor de LED

DVD, BluRay, persianas, ar, condicionado, entre outros) e podem ser conectados a rede wireless (WIFI) e TCP/IP. As inúmeras funcionalidades que os equipamentos Global Caché oferecem são possíveis através do software iHomeClub, também distribuído pela IHC Technologies. Também apresentou as linhas Maestro Wireless, RadioRa2, HomeWorks e Grafic Eye, da Lutron, o sistema de automação residencial por comando de voz, 3NYX Voice, que aprimorou suas funcionalidades e agora possui uma simpática avatar para deixá-lo ainda mais interativo, e o o iHomeclub by iRule, novo software de automação residencial para Android, Kindle e iOS. Home Manager A empresa mostrou um sistema de automação

Controle por iPad ou iPhone

Automatizar

Exposicao_AR08_01.indd 13

13

8/3/12 6:05 PM


Exposição residencial de alta tecnologia, com base em módulos sem fio, evitando reformas para implantar o sistema. Permite controlar diversos dispositivos como luzes, tomadas, motores (piscina, irrigação), cortinas/persianas, ar condicionado e equipamentos de áudio e vídeo, além de integração com sensores de temperatura e movimento. Câmeras de monitoramento também estão integradas no sistema de automação, possibilitando gravações e detecção de movimento. É possível acessar o sistema tanto na residência quanto remotamente por computadores, tablets ou smartphones, com aplicativos gratuitos no Android Market e Apple Store. Munddo Com o crescimento do mercado de tablets e smartphones, a Munddo tem buscado produtos de alta tecnologia para trazer ao Brasil e encontrou na Polônia um parceiro que oferece uma solução para automação residencial e predial robusta, fácil de instalar e de usar. “Estamos trazendo ao mercado brasileiro uma solução de automação com alta tecnologia, para facilitar a vida das pessoas e criar ambientes sustentáveis, com foco em redução do consumo de energia, conforto e segurança para o lar e para empresas”, explica Vinicius Bastos, diretor executivo da Munddo.A Munddo mostrou o Fibaro, um sistema de automação residencial e predial de fácil instalação, com possibilidade de expansão, e inteligência na administração de ações, controle de acesso, monitoramento, automação de tarefas, segurança, acesso remoto, entre outros recursos, com redução de até 30% no consumo de energia. Segundo a empresa, o Fibaro é mais do que um

14

Fibaro: redução de até 30% no consumo de energia

controle de iluminação, áudio e vídeo, é um novo conceito em automação residencial sem fio que pode realizar desde um simples agendamento de tarefas até o monitoramento dos filhos ou funcionários por GPS, aviso por notificações (Push no iPhone, por exemplo), integração com o sistema de alarme, vídeo porteiro e câmaras, incluindo controle de acesso e outros recursos. Pode ser facilmente integrado com outros dispositivos. Pode ser instalado atrás de interruptores, pulsadores e tomadas. Como utiliza a rede Z-Wave para se comunicar com os módulos de forma bidirecional, instantânea e sem atuar na frequência de 2.4 Ghz, não sofre interferência de redes Wi-fi, Bluetooth e telefones sem fio. Compatível também com sistemas iOS e Android, a inteface tem um design discreto, elegante e fácil de usar. A inteligência do sistema foi desenvolvida com rede neural. Os módulos, apesar de miniatura, suportam grande potência e permitem utilizar os interruptores ou pulsadores existentes nos ambientes, sem necessidade de ajustes ou aquisição de novos equipamentos. Todos os módulos do Fibaro foram desenvolvidos para economizar energia.

A energia consumida por eles é muito pequena. O sistema é compatível com os mais variados tipos de lâmpadas, incluindo LEDs e fluorescentes. Uma lâmpada incandescente consome por volta de 60W, enquanto que uma de LED, em torno de 3W. Fibaro possui um módulo exclusivo, o Bypass, que permite a dimerização de lâmpadas de baixa potência, como as de LED, mais econômicas, com duração maior e que estão presentes no mercado de iluminação mundial. Hayden Divulgou os produtos de aspiração central, mostrando a completa linha de centrais de aspiração, tomadas, mangueiras, acessórios e outros opcionais. Esta tecnologia se destica tanto a áreas residenciais como comerciais.

Confira, na próxima edição, outras tecnologias expostas na Predialtech. Estas novidades também estão disponíveis em www.revistaautomatizar.com.br

Automatizar

Exposicao_AR08_01.indd 14

8/3/12 6:05 PM


Untitled-3 1

7/18/11 11:28 AM


Condomínio

Casas de luxo automatizadas

Enquanto a automação já é utilizada como diferencial de vendas em apartamentos e residências de médio porte, nas edificações de luxo passa a ser uma exigência

16

O

Residencial Unique (São Paulo, SP) é um condomínio composto por cinco casas de altíssimo padrão, automatizadas com sistema de software e hardware próprios, isto é, programas desenvolvidos exclusivamente para atender as necessidades dos moradores deste condomínio, visando assim atingir maior conforto, segurança e economia aos moradores. O projeto deste condomínio abrange desde maiores níveis de segurança até os mínimos detalhes de conforto. As casas foram construídas a 45 graus em relação à rua, ficando desta forma isolada, visando dar uma maior individualidade e privacidade aos moradores e, também com esta finalidade, foi utilizado vidro acidado nas varandas. As casas possuem sistema de automação LogIQ, desenvolvido especialmente para o Residencial Unique, que permite abrir as persianas das janelas e cortinas, aquecer o piso, ligar banheiras, programar a irrigação, controlar a iluminação e, ainda, criar cenários personalizados, bem como acionálos remotamente. Cada casa possui um painel touchscreen, com a planta da casa em 3D, o que permite ao morador, com apenas alguns toques, controlar toda a sua casa, além de ter acesso ao interfone e a câmera da portaria,

facilitando assim a identificação e interlocução com os visitantes. As casas têm entradas de água, gás, energia, telefonia e dados individuais, bem como a rede de água pluvial e esgoto individuais até o limite do condomínio. Além da portaria convencional, o condomínio apresenta um sistema de segurança inovador, uma vez que o operador do sistema gerencia toda a movimentação do condomínio como central de atendimento, gravação de dados, transmissão de voz e atuação online, que está localizado, fisicamente, a 3 km do condomínio, trazendo ao morador muito mais segurança. Sendo assim, todas as imagens das câmeras e demais informações ficam armazenadas nesta central remota, não havendo, portanto, a possibilidade do computador ser danificado ou, ainda, o HD ser furtado. O acesso para o centro de medição ou a retirada do lixo é feito através de dispositivo mecânico, que se comporta como eclusa impedindo que as portas sejam abertas simultaneamente. As leituras do consumo de gás e energia elétrica são feitas remotamente, por um sistema de telemetria. O condomínio possui, ainda, controle biométrico para entrada dos moradores e credenciados, com a opção de horários prédeterminados.

Automatizar

Condominio_AR08_01.indd 16

8/3/12 4:56 PM


Shopping Centers

Eficiência energética

Shopping Iguatemi Campinas economiza energia por meio de processos de automação

A

o longo dos últimos anos, o Iguatemi Campinas vem se modernizando para atender o crescente fluxo de visitantes com eficiência e menor impacto possível ao meio ambiente. Esse processo de modernização chegou em um dos ‘órgãos vitais’ para a operação de um shopping, a Central de Água Gelada (CAG). Composta basicamente por resfriadores de água, ou chillers, a CAG, em termos operacionais, representa para um shopping o maior custo com manutenção, como também gastos com energia elétrica. No segundo semestre de 2011, o Iguatemi Campinas decidiu por automatizar todo o processo, tornando-o mais inteligente e eficiente. E recorreu aos recursos fornecidos pela Johnson Controls, multinacional americana especialista em soluções de eficiência energética e sustentabilidade para edifícios e instalações.

O shopping já conta com as seguintes medidas sustentáveis: • Gestão de resíduos • Instalação de sensores e automação do sistema de ar condicionado • Eficiência energética aplicada ao sistema de bombeamento de água gelada • Utilização de chillers com frequência variável, o que aumenta a eficiência dos mesmos em baixas cargas • Controle do consumo de água potável e da geração de esgotos, por meio de torneiras econômicas com sensores, vasos eficientes, aferição de hidrômetros e “caça-vazamentos” • Reaproveitamento de água de chuva • Resfriamento automático de parte do telhado com água do sistema de reaproveitamento de água instalado no shopping. • Redução das emissões de carbono e resíduos • Instalação de escadas rolantes com velocidade variável, ou seja, a velocidade diminui automaticamente quando não há utilização da mesma e aumenta na presença de pessoas

Foi implantado o software Metasys V, que tem como função tornar os prédios mais inteligentes por meio de controle integrado dos sistemas de conforto, iluminação e segurança. No caso da CAG, o Metasys V é programado para que o acionamento, funcionamento e desligamento de equipamentos e do sistema de ar condicionado sejam feitos de forma adequada. Além do Metasys, a Johnson Controls instalou o chiller York YK de 1000 Tr com tecnologia de velocidade variável no compressor centrifugo. Redução de 14% no consumo de energia O sistema de automação trouxe inúmeros benefícios. Além da instalação convencional de periféricos e softwares, a equipe de instalação e integração teve o cuidado de desenvolver uma lógica de controle dos sistemas de ar condicionado e iluminação para que fosse possível monitorar a performance energética e térmica dos chillers e as tendências climáticas por meio de uma estação meteorológica integrada ao BMS (Building Management System – Sistema de Gerenciamento Predial), possibilitando tomadas de decisão antecipada a variações bruscas de temperatura e umidade. Para atingir um nível elevado de otimização, foram necessárias a implementação de rotinas, tais como setpoint de saída de água gelada automático, vazão variável no sistema de água gelada, controle de temperatura de água de condensação através do sistema de seis torres equipadas com variadores de frequência, sistema de iluminação com acionamento por nível de iluminação e por ordem de importância, e necessidade do local a ser iluminado, entre outras. O parceiro da Johnson Controls na execução do projeto foi a RecomService, que atua no

mercado de refrigeração há mais de 25 anos. O engenheiro Fábio Moacir Korndoerfer destaca que o sistema implementado possibilita a elaboração de relatórios gerenciais automáticos online a respeito do gerenciamento energético do empreendimento. “Por meio de uma única tela no sistema BMS, o cliente gerencia índices de performance que foram implementados visando avaliar se estão dentro dos parâmetros estabelecidos previamente. Mesmo sendo mínima a intervenção de operadores, foi feito um treinamento específico com toda equipe para que oportunidades diárias de economia sejam capturadas e, posteriormente, praticadas”. Os resultados foram sentidos logo nos primeiros meses, com uma média de 14% de economia de energia. Tal economia significa que o prazo de retorno do investimento, conhecido também como “pay back” se dará em menos de dois anos. Próximo passo: um futuro sustentável Sustentabilidade faz parte da estratégia de negócios da Iguatemi em todas as suas dimensões. Nos últimos dez anos, o grupo tem implementado soluções para aumentar a economia de água, reduzir o consumo de energia e incrementar a reciclagem de resíduos em todos os empreendimentos. A unidade Campinas é uma das mais evoluídas dentro do grupo e o objetivo é se tornar o primeiro shopping do Brasil a obter certificados de sustentabilidade. Tem, ainda, outros projetos em andamento como o aumento da eficiência energética com a construção de espaços que aproveitam a luz natural, uso de vidros insulados refletivos que reduzem a necessidade de ar condicionado, e a utilização de lâmpadas de alta eficiência e reatores eletrônicos. Automatizar

Shopping_AR08_01.indd 17

17

8/3/12 4:58 PM


Condicionadores de ar

O uso racional da energia elétrica com a automatização de condicionadores de ar Carmelina de Moraes e Roberto Apolônio*

A

s edificações possuem um lugar de destaque no consumo total da energia elétrica. Investimentos focados em eficiência energética são justificados pelo aumento cada vez maior no consumo da energia elétrica. O setor de construção civil é responsável pelo consumo de 30% de todos os recursos extraídos da natureza, representando globalmente 40% de toda energia consumida, 25% do consumo de água e 12% do uso da terra, além de gerar 25% dos resíduos sólidos e ser causador de cerca de 30% das emissões de GEE1 no planeta [1]. Além disso, estudos mostram que os edifícios públicos apresentam oportunidades significativas de redução de custos e de economia de energia através de um melhor gerenciamento da instalação. A referência [1] relata que o comportamento irresponsável das pessoas pode aumentar em até 33% os gastos energéticos de um prédio, enquanto o comportamento mais consciente sobre os impactos de suas decisões pode reduzir os custos energéticos de um prédio em até 32%. O conceito de eficiência energética não está relacionado ao racionamento de energia; pelo contrário, tem relação com o uso racional da energia elétrica. Uma instalação é dita energeticamente eficiente, quando consegue minimizar o uso da energia, ou seja, assegura condições para o emprego da energia elétrica com menor gasto e sem perda de qualidade [2]. Neste sentido, na Lei 10.295 de 17 de outubro de 2001, o poder executivo estabelece níveis máximos de consumo específico de energia, ou mínimos de eficiência energética de máquinas e aparelhos consumidores de energia fabricados ou comercializados no país [3]. A Lei nº 9.991 de 24 de julho de 2000 estabelece que as empresas concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica devem aplicar um percentual mínimo da receita operacional líquida de 0,5% em Programas de Eficiência Energética (PEE), segundo regulamentos da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) [4]. Referência [5] em pesquisa aponta que o elevado consumo nas edificações ocorre em decorrência do projeto não levar em consideração o conforto térmico, transferindo ao condicionador de ar o papel de corrigir este desconforto. Assim, os estudos comprovaram que um sistema simples de automatização pode gerar economia significativa de energia elétrica. Tratando-se de condicionadores de ar, a utilização

18

exacerbada deste aparelho se deve ao clima local, isto é, pela zona bioclimática na qual a edificação está inserida. Em pesquisa, referência [6] aponta que a satisfação dos alunos com o ambiente físico das salas de aula está mais diretamente relacionada às condições de temperatura do que de iluminação. Existem estratégias que podem ser empregadas como ventilação natural, resfriamento evaporativo, porém estas estratégias não podem ser aplicadas em todas as zonas e em todos os períodos do ano, levando assim a necessidade do uso do condicionador. A cidade de Cuiabá está inserida na zona bioclimática 7, com temperatura média anual de 26,8°C, com média das máximas de 42°C e médias das mínimas de 15°C, umidade relativa do ar média de 78% e insolação total média de 2.179 horas conforme referência [7]. De acordo com a carta bioclimática, a insuficiência das estratégias passivas para o clima de Cuiabá deve ser suprida em 8,55% das horas de desconforto com o condicionador de ar. Dessa forma, o controle no acionamento de aparelhos condicionadores de ar pode alcançar economias significativas no consumo final da energia elétrica. Este artigo apresenta os resultados das medições do consumo da energia elétrica de cinco salas de aulas, antes e após automatização dos condicionadores de ar. Área de estudo O estudo se concentra em salas de aulas condicionadas localizadas dentro do bloco de Engenharia Elétrica dispostas no campus da Universidade Federal de Mato Grosso. As salas de aula possuem condicionadores de ar do tipo split, aparelhos estes que foram instalados recentemente. A edificação é composta por dois pavimentos. No pavimento térreo existem salas de aulas e laboratórios e no pavimento superior, somente salas de aulas. O quadro principal de distribuição de energia encontra-se dentro do laboratório de eficiência energética, local onde foram conectados os medidores de energia para realizar as medições iniciais (Figura 1a). O quadro terminal que alimenta os condicionadores de ar encontra-se localizado no pavimento superior (Figura 1b), responsável por levar os circuitos terminais a nove condicionadores de ar. Outros nove condicionadores de ar são alimentados por um segundo quadro terminal de localizado simetricamente ao primeiro, porém sem implementação da automatização.

Automatizar

Condicionadores de ar_AR08_01.indd 18

8/3/12 4:59 PM


Condicionadores de ar a

b

Figura 1. Quadro principal de distribuição de energia e quadro terminal que alimenta dos condicionadores de ar

A. Materiais Para a realização das medições de energia elétrica foi utilizado um analisador de energia MARH-21, instalado no quadro de entrada de energia dos condicionadores de ar. O medidor foi programado para medir e registrar as principais grandezas elétricas como: tensão, corrente, potências, fator de potência, com intervalo de integralização de 15 minutos. A pesquisa prevê a automatização individual dos condicionadores de ar em função da previsão de ocupação das salas de aulas. Para tal, serão empregados módulos de automação com funções pré-definidas cujo principal objetivo é de facilitar a execução das tarefas e a reprogramação semestral de ocupação das salas. Entretanto, a automatização implementada até o presente momento faz uso somente de chaves magnéticas e programadores horários conforme Figuras 2 e 3. Nessa primeira etapa de implementação da automatização, o principal objetivo é de evitar o uso dos aparelhos em horários não previstos para atividades dentro do campus, tais como: horário de almoço, intervalo entre aulas e após as 22h. A escolha em automatizar o funcionamento somente dos condicionadores de ar se deu pelo fato de serem os aparelhos de maior consumo dentro de uma edificação pública, e, por conseguinte, suscitar maiores economias. Além disso, a automatização dos condicionadores de ar requer menos interferência na instalação elétrica, pois o sistema é instalado próximo ao quadro terminal. Para tanto, o módulo contendo as chaves magnéticas e programador horário foi instalado próximo ao quadro terminal dos condicionadores de ar conforme a Figura 2.

19 de outubro de 2010, isto é, trinta dias de medições, a fim de obter uma média diária mais condizente. As medições ocorreram no período de setembro a outubro durante o período letivo, que particularmente nessa Instituição de ensino o horário de atividade é das 7h30 até às 22h. Foram selecionadas cinco salas de aulas nas quais existe um total de nove condicionadores de ar de 31.200 BTU/h, 3100 W; somente uma delas possui um único aparelho no pavimento superior para a implementação da automatização, pois são as maiores salas, consequentemente o consumo delas são maiores de comparados com as demais. Para análise do emprego da automatização em condicionadores de ar, foi instalado um sistema que permite o ligamento e desligamento de acordo somente com o horário dos turnos das aulas, isto é, das 7h30 às 11h30, das 13h30 às 17h30, das 18h às 22h. Para isso, o módulo descrito controla as salas de aulas do pavimento superior, denominadas salas 118, 119, 120, 121 e 122. As medições após a automatização foram realizadas no período de 8 de agosto a 4 de outubro de 2011. Porém, devido às interrupções nos serviços na Instituição que aconteceu de 24 de agosto a 12 de setembro de 2011, foram considerados 15 dias de medições no mês de agosto e 15 dias do mês de setembro, isto é, 8 de agosto a 23 de agosto e 14 de setembro a 27 de setembro respectivamente, completando assim um total de 30 dias não consecutivos de medições do ano de 2011. Resultados Com os valores obtidos através das medições, foram construídos gráficos que demonstram o comportamento da demanda de potência ativa e consumo, antes e após a automatização dos condicionadores de ar. Análise Energética - Na edificação em estudo a demanda média medida, isto é, a média de cada 15 minutos de medição dentro do horário de utilização das salas representou 8,09 kW referentes a nove condicionadores de ar localizados nas salas a serem automatizadas. A unidade consumidora do objeto de estudo possui tarifa verde no subgrupo A4, que representa, segundo a concessionária local, a cobrança de um valor de demanda de 11,22 R$/ kW. Tratando-se de consumos, conforme a Tabela I é possível perceber, de acordo com as medições efetuadas, consumos fora do horário previstos para ocupação das salas. Tabela I. Consumo de energia elétrica no período de um mês de medição

Período Figura 3. Detalhe do quadro de comando dos condicionadores de ar

Figura 2. Quadro terminal e quadro de comando dos condicionadores de ar

B. Métodos Para a análise do consumo foram instalados medidores e registradores de energia, um em cada um dos quadros que alimentam os condicionadores de ar. As medições foram realizadas no período de 20 de setembro a

Consumo (kWh)

7:31 às 11:30

906,04

11:31 às 13:30

527,14

13:31 às 17:30

1.153,42

17:31 às 18:00

131,64

18:01 às 22:00

853,07

22:01 às 7:30

768,74

Total

4.340,10

O consumo fora do horário previsto para a ocupação das salas corresponde a 32,89% do consumo total medido, isto

Automatizar

Condicionadores de ar_AR08_01.indd 19

19

8/3/12 4:59 PM


Condicionadores de ar é, são 1.427,53 kWh. Caso se empregue um sistema que venha acionar o ligamento/desligamento destes aparelhos conforme os turnos das aulas, isto é, das 7h30 às 11h30, 13h30 às 17h30 e 18h às 22h este valor seria em princípio de economia de energia. Evidentemente, esse valor varia em função das estações e condições climáticas, período de recesso das atividades, etc. Porém, em pelo menos nove meses do ano há que proporcionar uma economia apreciável. De acordo com a Figura 4, mostra-se que o consumo ultrapassou 300 kWh em um dia útil e consumo nulo nos fins de semana (domingo), o que era esperado.

Figura 6. Medição de potência ativa (kW) a partir das 18h do dia 22 de setembro até às 7h30 do dia 24 de setembro de 2010

Análise da automatização- As medições após a automatização dos condicionadores de ar, com o ligamento/desligamento de acordo com o horário de uso das salas, demonstraram uma demanda média de 7,03 kW, referentes a cinco salas de aulas monitoradas. Conforme Tabela II, anula-se o consumo fora do horário de uso previsto para as salas de aulas. Figura 4. Consumo de energia elétrica do período de medição do ano de 2010

Conforme a Figura 5, a demanda máxima medida, ou seja, a cada 15 minutos de medição ultrapassou 15 kW e a demanda mínima ultrapassou a 10 kW.

Tabela II. Consumo de energia elétrica no período de um mês de medição

Período Consumo

(kWh)

7:31 às 11:30

836,56

11:31 às 13:30

0

13:31 às 17:30

1.056,47

17:31 às 18:00

0

18:01 às 22:00

748,15

22:01 às 7:30

0

Total 2.641,18

18

De acordo com a Figura 7, observa-se que o consumo máximo foi ligeiramente superior a 160 kWh, e em pelo menos cinco dias o consumo chegou 140 kWh. Esses valores estão abaixo das medições anteriores devido não haver consumo fora do horário das aulas.

Figura 5. Demanda do horário de utilização das salas no período de medição

Para análise de um dia crítico de medição, foi selecionado o dia 23 de setembro de 2010, bem como, as últimas horas do dia 22 e as horas iniciais do dia 24 de setembro de 2010, onde foram alisadas suas cargas a cada 15 minutos de medição. Através desses dados, pode-se perceber durante todo o dia 23 de setembro que a demanda ultrapassou 12 kW sem qualquer desligamento nos intervalos dos turnos. O que permitiu identificar a necessidade de controles de acionamentos, para evitar assim gastos desnecessários. Ao analisar a Figura 6, se considerarmos uma carga de 14,0 kW ligada durante duas horas, das 11h30 às 13h30, são 28 kWh consumido fora do horário de utilização das salas que pode ser solucionada através de controle pelo horário de funcionamento das salas.

20

Figura 7. Consumo de energia elétrica do período de medição

De acordo com a Figura 8, a demanda mínima foi de 10 kW e a demanda máxima ultrapassou os 20 kW, identificando que a automação não afeta a demanda da energia contratada. A proposta de automatização irá trabalhar de maneira a evitar o consumo fora do horário de utilização das salas de aulas.

Automatizar

Condicionadores de ar_AR08_01.indd 20

8/3/12 4:59 PM


Condicionadores de ar

Figura 8. Demanda por energia elétrica do período de medição

De acordo com a Figura 9, percebe-se como o comando proposto atuou durante o dia, com o ligamento e desligamento conforme os turnos das aulas, ocasionando uma economia de 39,14% no consumo de acordo com as medições anteriores. Verifica-se uma variação na demanda no decorrer dos turnos, e isso ocorre devido à não-ocupação simultânea de todas as salas, e devido ao período do dia, isto é, no período vespertino as cargas térmicas serão maiores. Em princípio, no período vespertino a carga térmica é maior, o condicionador de ar irá funcionar por mais tempo até que se alcance a temperatura que foi regulada no termostato. Ao se igualarem, o termostato desliga o compressor, mantendo apenas a ventilação do ar condicionado.

Figura 9. Medição de potência ativa (kW) a partir das 18h do dia 22 de setembro até às 7h30 do dia 24 de setembro de 2011

Ressalta-se que o presente trabalho apresenta uma estratégia bastante simples para o uso racional da energia que é a automatização dos condicionadores, de modo que se evite o seu uso em períodos não necessários para melhoria das condições de conforto, que aliado ao emprego de equipamentos eficientes permite obter economias consideráveis na fatura da energia. Não basta o equipamento ser eficiente, é preciso uma utilização racional e eficaz com intuito de evitar desperdícios de energia elétrica. Conclusão O presente trabalho apresenta os resultados obtidos através da implementação de uma estratégia de automatização de condicionadores de ar bastante simples, que faz o uso de chaves magnéticas e programador

horário. A implementação foi realizada em cinco salas de aulas de uma Instituição de ensino superior que não possui qualquer tipo de controle sobre o uso dos aparelhos nas salas de aula. A estratégia consiste simplesmente em habilitar ou não o funcionamento dos condicionadores de ar. A partir dos resultados das medições após a implementação da automatização, conclui-se pela viabilidade da adoção da automação em condicionadores de ar como estratégia para controlar o uso dos aparelhos, evitando o consumo fora do horário das aulas. De acordo com as medições efetuadas antes da automatização, verificou-se um grande consumo e a inexistência de qualquer controle quanto ao uso dos condicionadores de ar. Os resultados alcançados mostram que em relação ao consumo de energia elétrica ativa os ganhos obtidos foram bastante significativos, obtendo-se uma redução em torno de 39% para os períodos analisados, com e sem automatização. Esse valor é variável e dependerá do período do ano e das condições climáticas, uma vez que o controle de temperatura é intrínseco do aparelho condicionador de ar. Deve-se ressaltar que o consumo também dependerá do ajuste da temperatura programada no aparelho, variável esta que não foi analisada no presente trabalho. Na continuidade desse trabalho, pretende-se analisar o consumo em função da disponibilização para ocupação das salas de aulas e na presença de pessoas no recinto. Referências

[1] Kasinski, A. “Tendências e Oportunidades na Economia Verde: Eficiência Energética”. Instituto de estudos para o desenvolvimento industrial. Centro de estudos em Sustentabilidade da EASP – Fundação Getúlio Vargas. São Paulo, 2010. [2] T. C. B. N. Assunção. “Avaliação de Eficiência Energética Residencial”. IV Congresso Brasileiro de Eficiência Energética. Juiz de Fora - MG, 2011. 6 pgs. [3] Lei N°10.295, de outubro de 2001, Dispõe sobre a Política Nacional de Conservação e Uso Racional de Energia e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 18 out. 2001. Lei N°9.991, de julho de 2000, Dispõe sobre realização de investimentos em pesquisa de desenvolvimento e em eficiência energética por parte das empresas concessionárias, permissionárias e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, julho. 2000. Standard C57. 19.1001995, Aug. 1995. [4] CASTRO, M. I. De. Aplicação da Technology Readiness Index para Definição de Escopo em Projetos de Automação Residencial. Dissertação (Mestrado em engenharia elétrica). Universidade Federal de Santa Goiás. Goiânia, 2009. [5] L.C. Durante, E. de C. Silva, e R. A. Júnior. Arquitetura escolar e conforto ambiental em Cuiabá-MT. Contribuições ao estudo em Conforto Ambiental na grande Cuiabá-MT. Vol 1. Cuiabá. EdUnic. 2009. [6] LEÃO, E. B. (2007). Carta bioclimática de Cuiabá, 147 f. Dissertação (Mestrado em física e meio ambiente) – Departamento de Física, Universidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá.

* Carmelina Suquerê de Moraes é mestranda do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental, na área de Conforto Ambiental e Eficiência Energética na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Roberto Apolônio possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Mato Grosso (1980), graduação em Economia pela Universidade Federal de Mato Grosso (1995), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1988) e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Uberlândia (2004). Atualmente é professor associado III da Universidade Federal de Mato Grosso.

Automatizar

Condicionadores de ar_AR08_01.indd 21

21

8/3/12 4:59 PM


Setor elétrico

Novidades na ENIE 2012 ENIE

R

Entre os dias 14 e 16 de agosto, a cidade de São Paulo sedia a 14º edição do ENIE 2012 - Encontro Nacional de Instalações Elétricas

Mais informações - www.arandanet.com.br

22

econhecido como um dos principais pontos de encontro das empresas e profissionais do segmento de sistemas elétricos industriais e prediais, o evento reunirá no Expo Center Norte cerca de 600 expositores, além de dedicar um pavilhão exclusivo a 40 empresas chinesas que apresentarão suas novidades em tecnologia ao mercado brasileiro. Confira algumas das tecnologias que serão expostas: Cobrecom: apresenta o cabo Superatox Flex HEPR, cujo diferencial é o uso em altas temperaturas (até 90°C em regime de trabalho, 130°C em regime de sobrecarga e 250°C em regime de curto-circuito). Na área de software, a empresa mostrará um aplicativo para o correto dimensionamento de cabos, que fornece ao usuário informações básicas sobre como cada modelo deve ser utilizado em projetos elétricos. Em seu estande, a empresa terá um laboratório de testes. Forcon: lançará a conexão de passagem para lajes de concreto, que pode ser usada para levar a instalação elétrica tanto para cima, para as tomadas, quanto para baixo, nos interruptores ou nas luminárias. Outro lançamento é a Caixa 4x2 para parede de blocos, com quatro pontos de fixação. Pelo sistema Forcon de instalação, as aberturas de furos são feitas com brocas diamantadas, fixadas sem a necessidade de cimento. Full Gauge Controls: apostando cada vez mais no segmento elétrico, a Full Gauge Controls terá como destaque o controlador de demanda e fator de potência PWR3200 Plus. Com 32 saídas totalmente configuráveis e comunicação com o software de

gerenciamento remoto Sitrad, o produto é capaz de medir, mostrar ao usuário e armazenar as diversas grandezas elétricas, contribuindo para a eficiência energética de empresas e indústrias. Grupo Intelli: mostrará o terminal TB (Terminal para Borne), utilizado para terminações de condutores flexíveis ou rígidos de cobre ou alumínio, e o conector CDPF (Conector Derivação Perfurante para Condutor Flexível), ideal para conexões por perfuração, dos condutores flexíveis isolados de alumínio e/ ou cobre, em redes e ramais de baixa tensão. Montar: no segmento de quadros de distribuição de energia de baixa tensão, a Montar traz uma linha totalmente customizável. Os modelos podem ser integrados ao layout dentro dos padrões e espaços que cada obra venha a exigir. Prodesmec: lançando sua linha de transporte e distribuição de energia, a Prodesmec apresentará ao mercado sua linha de barramentos resinados. Destinado ao transporte de médias e grandes potências, sua principal característica é o invólucro moldado em resina poliéster, possibilitando flexibilidade total na distribuição de energia. Unicoba: leva o multímetro digital True RMS HM-2920 (400 mV – 1000 V, 400 μA – 20 A). O instrumento possui proteção contra água e poeira, além de ser resistente a quedas. Durante o congresso, Luis Eduardo Caires, do IEEUSP abordará “Um estudo da aplicação de sistemas inteligentes nas instalações elétricas residenciais”.

Automatizar

Setor eletrico_AR08_01.indd 22

8/3/12 5:08 PM


Nosso objetivo é oferecer soluções para as instalações elétricas na construção civil predial, residencial, comercial, corporativa, hoteleira, hospitalar e industrial Somos o primeiro fabricante nacional de equipamentos para automação residencial e predial da linha Heading-Install

AUTOMAÇÃO AO ALCANCE DE SUAS MÃOS O Módulo Display Touchscreen CPTS funciona como uma central possibilitando o controle e monitoramento de vários pontos da casa. Possui a mesma função de um palm top, porém a diferença está questão da portabilidade. Suas principais características: • módulo com tela gráfica touchscreen e interface para rede Intall® • utiliza software próprio (versão GTwin) para a confecção das telas gráficas • alimentação de 12/24 Vcc Heading Produtos e Serviços Ltda Avenida do Anastácio, 1.039 - Pq. São Domingos - São Paulo - SP - fone: 11 3903-0099 - fax: 11 3904-6303 www.heading.com.br


Casa Cor

Exemplos de automação

Em mais uma edição, a Casa Cor e Casa Hotel 2012, realizadas em São Paulo, mostraram novamente ambientes com o uso de sistemas automatizados. O tema desta edição foi “moda, estilo e tecnologia”. Confira alguns dos 70 ambientes

24

Agência Conceito: o futuro, muito prático, do setor bancário

Agência Conceito, de Daniel Kalil, foi uma das novidades desta edição, que investiu em soluções tecnológicas como diferencial no atendimento. Considerado por muitos uma “Agência do Futuro”, a iniciativa foi criada utilizando como base fatores que englobam a interatividade, individualidade, sustentabilidade, acessibilidade e, até mesmo, o entretenimento. Explorando soluções tecnológicas de ponta, a Agência Conceito foi implantada para evidenciar que é possível oferecer um atendimento de qualidade, proporcionando uma experiência agradável a cada usuário que busca os serviços de uma agência bancária. O projeto foi realizado em parceria com a Cantarino Brasileiro e Relatório Bancário. Logo na entrada, a BSI Tecnologia disponibilizava um produto inovador para o credenciamento de pessoas, que coletava e cadastrava dados básicos dos visitantes, com tecnologia de reconhecimento facial, permitindo a identificação automática em outros ambientes da agência. O visitante também podia interagir com a solução

chamada “Vitrine Virtual”, para simular a aquisição de produtos bancários, como consórcios de veículos, seguros de vida e títulos de capitalização, além de captar respostas para um quiz sobre educação financeira, desenvolvido em parceria com a Boa Vista Serviços. Já a empresa Diebold apresentou com exclusividade um conceito totalmente novo, referente aos serviços oferecidos em terminais de autoatendimento, garantindo mais privacidade, ao investir em divisórias transparentes que ficam opacas automaticamente quando o cliente se aproxima do terminal. Porém, o grande diferencial está em poder efetuar transações em uma interface multitoque, que dificulta ainda mais qualquer tipo de fraude. Assim, o novo caixa eletrônico é formado por displays de LCD que acendem quando um usuário se aproxima, apresentando uma tela amigável que o conduz com facilidade até a função desejada. Ao lado, a TecBan, operadora da rede Banco 24 horas, trouxe um terminal que reconhece o

Automatizar

Casa Cor_AR08_01.indd 24

8/3/12 6:10 PM


Casa Cor

Joalheria, de Giselle Macedo e Patricia Covolo, apostou na sofisticação e elegância, mesclando moda, decoração, materiais ecológicos e tecnologia. “Criamos uma atmosfera sofisticada e elegante e ao mesmo tempo contemporânea”, explicou

Joalheria: iluminação proporciona maior conforto e sofisticação

Giselle. O ambiente mostrou os benefícios de automatizar a iluminação de ambientes comerciais, uma tendência que visa economia de energia, maior conforto no ambiente e melhor performance energética. O projeto foi feito pela Dlite. Restaurante Brasileiro, de Ricardo Rossi, apresentou diversos ambientes. Na recepção, um charmoso living com 2 sofás e uma lareira a gás da Construflama acolhia os convivas e foi destaque deste ambiente, que ainda acomodava área gourmet e área externa. O Restaurante Brasileiro continha sistema automatizado da iluminação feito pela Antares, que instalou um sistema Scenario, que permitia a criação de cenas especificas e dimerização de luz, podendo trabalhar com intensidades diferentes e proporcionando um ambiente com sensações térmicas distintas, além de uma expressiva economia de energia.

Restaurante brasileiro: som e iluminação

totalmente desmontável, feito em módulos que se encaixam como um jogo quebra-cabeças, a casa itinerante participou da Mostra Casa Cor RS, do Salão Pense Imóveis e Casa Cor SP. Com uma arquitetura limpa e o conceito de que o verdadeiro lar é aquele que abriga a família e as relações que se constrói dentro dele, o projeto não abriu

Paulo Falcão

correntista não mais pelo uso de senhas, e sim por características únicas das artérias das mãos, por meio da tecnologia Palm Vein, da Fujitsu, aliada a novos recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência. Para quem deseja abrir uma conta corrente, a Agência Bancária Conceito oferece uma solução em que a BSI Tecnologia integra equipamentos e sistemas de outros parceiros, como totens da Aris, com sistema de registro e reconhecimento de assinatura em uma tela sensível ao toque, evitando o uso de papel, com mecanismos de identificação biométrica. Equipamentos em vídeo da Samsung, sistema Saba de aprendizado à distância, canal de informações eletrônicas oferecido pela Mobbit, infraestrutura de servidores e notebooks da Dell, e a plataforma Flare, uma arquitetura de comunicações unificadas Avaya Aura, que oferece aplicativos integrados para uma grande variedade de aparelhos fixos e móveis, como tablet, também compõem o espaço. Através de um sistema adaptado, os usuários tiveram atendimento personalizado, com tecnologia biométrica de reconhecimento facial, proporcionando uma comunicação unificada e segurança nas transações efetuadas. Além do ATM, a agência disponibilizou outros canais de atendimento como internet, mobile e tablet. E, para oferecer a interatividade, o espaço disponibilizou conexão wi-fi, e vídeo wall associado ao Kinect, permitindo que o visitante, utilizando gestos com as mãos, avalie o seu comportamento como consumidor de crédito.

Novo Lar – A Casa do Futuro, de Betina Gomes, não se caracterizou somente como uma morada aconchegante, mas também itinerante, inovadora e sustentável. Um espaço

Automatizar

Casa Cor_AR08_01.indd 25

25

8/3/12 6:10 PM


Claudio Fonseca

Casa Cor

26

Casa do Futuro: ambiente destacou diversos sistemas automatizados

Novo Lar surpreendeu com mudança de móveis

se utiliza a cama para dormir. Em uma realidade onde o m² está supervalorizado, por que não pensar em um espaço que pode se transformar em um home office ou pista de dança? Já a sustentabilidade foi trazida à tona com o uso de placas fotovoltaicas que geram energia elétrica para ser consumida através de eletroeletrônicos de baixo consumo, iluminação feita com leds e o recolhimento da água da chuva para reaproveitar

Claudio Fonseca

mão de atender ao programa de necessidades dos possíveis moradores. Um dormitório, um home office, um espaço para diversão, closet, banheiro, living, home theater, cozinha, sala de jantar, espaço Zen e fitness, tudo isso em apenas 32 m². A tecnologia aparecia através da automação residencial que, além de controlar iluminação com vários cenários, temperatura, acionamento de persianas e toldo, permitia criar cenários totalmente distintos. Cenários de automação podiam ser criados onde ambientes totalmente distintos estavam pré-programados e a um simples toque se transformavam. Também se podia emitir gráficos de consumo de energia elétrica, água, gás, além da questão da segurança, tanto para válvulas contra vazamentos quanto um sistema de câmeras integrado onde o morador podia monitorar a casa 24h por dia, a distância. A possibilidade de ter ambientes que se transformam fisicamente conforme a necessidade também era possível graças à tecnologia. Uma cama de casal de 1,60 x 2,0 m ocupa uma área de 3,2 m². Este móvel tem um uso bem pontual dentro da dinâmica da casa. Basicamente

na irrigação das floreiras, na máquina de lavar roupas e no vaso sanitário. A interatividade também é outra tendência atual de comportamento. Sete câmeras em sistema integrado de TV monitoravam o espaço 24h por dia e transmitiam em tempo real para o mundo todo o que acontecia dentro e fora da casa. A casa era totalmente conectada. Através de um ipad ou iphone, o usuário podia controlar tudo: iluminação, áudio, vídeo, acionamentos de toldos e persianas, ar condicionado, motorização de móveis que transformam os espaços conforme as necessidades, Em relação ao espaço em si, para transformar 32 m² nestes distintos ambientes por um simples toque no ipad, foi trabalhada a motorização do mobiliário, onde o painel da cabeceira da cama descia sobre a mesma e transformava a área em um tablado, que é acessado através das mesas de cabeceira, que servem de degrau para subir nele. De dentro do armário saia uma mesa de trabalho onde o tampo é uma superfície touchscreen, sobre a qual se podia trabalhar. As luminárias que servem como abajur na cena Dormir eram braços articulados

Automatizar

Casa Cor_AR08_01.indd 26

8/3/12 6:10 PM

Anu


Casa Cor que se adaptavam à área de trabalho e funcionavam como luz de bancada. Quando se queria receber amigos para uma balada, a mesa não saía do armário e se criava uma iluminação de boate sobre o tablado. O piso do mesmo era revestido de placas de LED e nele estavam projetadas imagens, criando o cenário Balada. Para dormir, uma persiana rolô descia do teto e garantia a privacidade entre dormitório e sala, dividindo os espaços. O banheiro era um túnel de ônix mel, pedra translúcida, que faz cromoterapia, pois recebia iluminação de led no sistema RGB, sendo possível fazer a troca de cores. O fundo do banheiro era uma grande parede de vidro posicionada para a área externa. Ao trancar a porta, o mesmo deixava de ser transparente, ficando com aspecto jateado através de um processo iônico, dando privacidade ao ambiente.

Uma cabine de banho de última geração permitia conexão ao iphone paro acesso à internet, e-mails, músicas ou ainda para assistir um vídeo enquanto se toma banho (havia uma tela de LCD). Na área do quarto, havia uma varanda onde funcionavam simultaneamente Espaço Fitness e Espaço Zen. O fitness acontecia através de uma plataforma de exercício, uma espécie de esteira ergométrica embutida no piso.

Quarto do Bebê: câmaras de segurança acessadas por Ipad

Sonorização e iluminação faziam a transição entre estes dois cenários. Na sala, foram programados três cenários distintos: Estar/ Jantar, Cozinha e Home Theater. A ilha no meio do espaço dividia o living da cozinha. Sobre ela descia um telão para ser usado em conjunto com a chaisse retrátil do sofá no cenário de Home Theater. Toda a iluminação também se adaptava criando a atmosfera apropriada para

Aproveite

os benefícios

de ser um

integrador SBUS Automação Tenha a segurança de utilizar o mesmo sistema de automação do Burj Al Arab Hotel em Dubai Conheça nossas soluções para: Residências Incorporadoras Hotéis Corporações Prédios

Completa Baixo Custo

Robustez

Acabamento

Contingência

Automação Verde

Diferencial Tecnológico

www.sbus-automacao.com.br contato@sbus-automacao.com.br Tel.: [11] 3223-5007

Casa Cor_AR08_01.indd Anuncio SBUS 01.indd 1 27

Automatizar

27

8/3/12 6:10 10/25/11 1:42PM PM


Casa Cor assistir um filme. Essa mesma ilha possuía sobretampos que se afastavam em direção às extremidades, revelando um cooktop elétrico. Do tampo de pedra, subia uma coifa de bancada e a ilha se transformava em área de trabalho, dando apoio à bancada em fita, onde estava a cuba. Acabado o processo de cozinhar o espaço se transformava para o jantar. A coifa era recolhida para dentro do tampo de pedra e os tampos deslizavam encobrindo o cooktop. Das cabeceiras da ilha, saiam bandejas na altura de mesa de refeições, onde eram colocados os pratos e que servia de mesa de jantar. No tampo onde antes existia a cuba, deslizava um sobre tampo de madeira. Neste mesmo lugar, através de um rasgo na bancada de pedra, era possível subir um bar com bebidas. Em conjunto a isso, toda a iluminação, que no cenário cozinha era mais difusa e clara, se transforma lentamente em uma atmosfera mais aconchegante e refinada. Por fim, para receber os amigos para uma balada, abriam-se as portas em vidro que levavam à varanda e de baixo da bancada da cuba saia um gavetão com lareira ecológica a álcool embutida. Havia, ainda, um sistema de toldos retráteis, que cobriam esta área de varanda e eram acionados automaticamente através de sensores. Como possuía um sistema de captação de energia solar através das placas fotovoltaicas, podia-se conferir quanto desta energia era captada durante o dia e quanto era consumida neste mesmo período. Um sistema de baterias armazenava o residual desta energia. A automação foi feita pela Homesystems.

Home theater da Casa de Campo: áudio e vídeo, e iluminação Casa Cor

Lounge Gourmet Bar: sistema para comando por voz Casa Cor

uma vez que poderia ainda ser usado por alguns anos, mesmo depois que a recém-nascida crescesse - a única adaptação necessária seria a troca do berço por uma cama. Pensando também em deixar a mamãe sempre tranquila e segura, o principal recurso utilizado foi a automação, com projeto da ImportsBR. Havia câmeras de segurança que funcionavam no claro e no escuro, e podiam ser acessadas via Ipad. “Toda mulher trabalha fora hoje e precisa saber o que acontece com seu bebê durante o dia”, garantiu Mayra. Foi utilizado o sistema de automação Savant, que era responsável por controlar todos os equipamentos de áudio, vídeo, iluminação e câmeras. Neste ambiente foi instalado um sistema de áudio com caixas B&W, Receiver NAD e projetor Sim2. Para o sistema de iluminação, utilizou-se módulos de iluminação e key pads, da Scenario e, para o sistema de câmeras, foram empregadas câmeras Y-Cam (visão diurna e noturna ). Home theater da casa de campo, de Cristina Lopes, caracterizou-se

como um espaço compacto, ao mesmo tempo rústico e moderno, sem deixar a elegância de lado. Tinha iluminação primorosa, ressaltada pelo belíssimo lustre que ficava sobre a mesa da pequena sala integrada ao espaço. Outro material despojado empregado pela arquiteta foram caixotes de madeira utilizados em feiras livres. Após pintá-los com esmalte brilhante, a arquiteta montou uma estante de nichos modulada, que se espalha irregularmente pela parede avermelhada da saleta. Recebeu projeto da IHC Technologies, em conjunto com a Pix Solution, empresa de integração. O ambiente foi automatizado com os equipamentos para controle dos itens de áudio e vídeo (seis, no total), software IHomeClub para controle de iluminação, áudio e vídeo através do iPad, e Grafik Eye, da Lutron, para controle de quatro circuitos de iluminação do iPad. Lounge Gourmet Bar, de Márcio Nascimento, foi um espaço “três-em-um”, funcionando como

Quarto do bebê, de Mayra Lopes, apresentou um estilo moderno, imprimindo um novo conceito ao quarto do bebê. O ousado projeto transformou o ambiente em uma suíte, aliando a contemporaneidade urbana à delicadeza do bebê. Além disso, o ambiente trazia funcionalidade,

28

Automatizar

Casa Cor_AR08_01.indd 28

8/3/12 6:10 PM


Casa Cor Suíte Master: automação para conforto

restaurante, bar e lounge ao mesmo tempo. Ideia inovadora para hotéis, restaurantes e bares. Também teve projeto da IHC Technologies, em parceria com a empresa de integração Cetrele Automation. A automação continha um sistema 3NYX Voice para comando por voz, cinco dimmers da Insteon para controle de 5 circuitos de iluminação através do iPad, um keypad de oito botões para controle de cenários de iluminação, e um iTach Wifi 2 IR para controle de seis equipamentos de áudio e vídeo.

Celena Germer

Suíte Master, de Ana Bartira Brancante, foi um espaço íntimo, mas que também podia proporcionar a convivência de toda a família. Com soluções personalizadas e uma atmosfera mais familiar e descontraída, o ambiente estava totalmente automatizado. “Como exclusividade, a porta do meu armário de closet, que era composta por uma lona

com desenho personalizado impresso, abria verticalmente tipo rolô através de um comando automatizado via Ipad ou Iphone. Além disso, o sistema de iluminação, som e TV era todo comandado pelos mesmos tablets. A TV ficava embutida em uma divisória de vidro espelhado e, quando ligada, aparecia a imagem. Quando desligada, o painel virava espelho. A Suíte Master tinha uma controladora HC800, um receiver Onkyo 616, um Grafik Eye, uma interface Somfy para o armário, um ipad e seis caixas loud sq6 (IHC Technologies). Suíte Michel Teló, de Simone Goetcher, exibia sofisticação e elegância. O intérprete do hit do momento “Aí se eu te pego” foi um dos homenageados da Casa Hotel. A profissional transformou um espaço de 100 m², no Jóquei Clube de São Paulo, em um ambiente masculino, inspirado em um homem solteiro e bem sucedido. Com estilo contemporâneo e tecnológico,

Suíte Michel Teló: destaque para cabideiro rotatório

porém com o desafio de trazer o conforto de uma casa para dentro de um quarto de hotel. “O estilo Armani serviu como principal inspiração”, revelou a arquiteta. A influência da moda saiu das passarelas e percorreu os redutos mais variados, se mostrando presente no ambiente. O uso de uma paleta de cores discretas, que passeia por vários tons de cinza, dos mais claros aos mais escuros, davam as nuances e apontavam tendências tanto da moda quanto da decoração. Para quebrar a sobriedade Simone utilizou o amarelo, ressaltando a personalidade viva e alegre do cantor. Destaque para a área de home teather. Com design inovador e linhas retas, o sofá da marca italiana Italsofa esbanjava jovialidade e personalidade. Na extensão do quarto, quem chamava atenção era o painel da cabeceira, revestido com papel de parede importado da Espaço Paper e a cama embutida no piso, com rasgo iluminado, que dava um ar de descontração e tornava o ambiente mais descolado, ideal para um solteiro – atual fase do cantor. A iluminação da suíte foi de responsabilidade da ArteCristallo, que também forneceu o pendente Icon, do renomado designer italiano Valério Cometti. As persianas eram da Uniflex D&D Os recursos tecnológicos também marcaram presença: automação luminotécnica e home teather de última geração, executados pela Nextthouse e cabideiro rotatório no armário Criare, da Trefimet. Para o projeto da Nextthouse, foram utilizadas caixas de som B&W, iluminação Lutron integrada ao Control4, central de automação HC800 da Control4, amplificador de Zonas Control4, cabos de falantes, interconnects e HDMI, da Audioquest. Home Bar, de Aquiles Nicolas Kílaris, tinha várias peças e móveis com design exclusivo. A proposta do profissional foi criar Automatizar

Casa Cor_AR08_01.indd 29

29

8/3/12 6:10 PM


Casa Cor

Studio do um espaço adulto, inusitado, Pianista: cortinas criativo e cheio de “bossa”. automatizadas Uma grande bandeja flutuante e iluminada, onde copos repousavam a espera de bebidas e aperitivos era o destaque do ambiente Home Bar, de 25 m². A peça foi projetada especialmente para Casa Cor. “Muitas vezes as pessoas imaginam que design exclusivo e diferenciado é trabalho de profissionais estrangeiros para mostras internacionais. Na verdade, nossos projetos estão cheios de exemplos como este, onde um determinado objeto é pensado para um cliente específico”, afirma Kílaris. Produzida em inox e suspensa por uma haste, a peça acomodava taças coquetel, flûtes, tulipas e cálices, no centro de quatro poltronas. Abaixo dela, uma pequena mesa redonda foi colocada para servir de apoio àqueles que estivessem sentados no Home Bar. A designer de interiores Iara Kílaris, que assina a ambientação do Home Bar ao lado do arquiteto, trabalhou com uma palheta de cores fortes para imprimir personalidade ao espaço. Vermelho, preto, branco e cinza foram usados de forma harmoniosa na cortina xadrez que compõe o ambiente e nas poltronas e almofadas. O teto, com sanca aberta, foi iluminado e o ambiente estava completamente integrado com automação realizada pela empresa ihouse. Studio do Pianista, de Denise Barretto, reuniu arte, sofisticação e atemporalidade. Com base no desejo de exprimir Home Bar: projeto a ótica sensível de um homem, de iluminação

30

Denise criou um espaço amplo que integrava todos os ambientes, articulando a vida pessoal e profissional de um pianista. O penthouse de 160 m² refletia o perfil de um homem refinado que preza por espaços práticos e funcionais, combinados a peças de design exclusivo, obras de arte e uma coleção de instrumentos antigos. O espaço combinava elementos elegantes e eliminava qualquer tipo de exagero que pudesse influenciar na estética do ambiente. Por isso poucos móveis foram usados, apenas os essenciais, combinados a uma base neutra de cores para compor um projeto sofisticado, como o uso do preto, tons de cinza, terracota e cru. Mas mesmo com poucos elementos, o «Studio do Pianista” trazia peças inusitadas. Logo na entrada do espaço havia um jardim de seixos alinhado a uma revoada de pássaros em madeira sustentável, que se abria para o living da música; um ambiente decorado com uma estante de 3,80 m em acabamento de madeira ébano, enriquecida por uma coleção de esculturas, instrumentos musicais antigos e livros. O living da música trazia ainda outros diferenciais, como a preocupação de Denise quanto à acústica oferecida pelo ambiente e as tendências tecnológicas. O assoalho em couro soleta e cortinas em linhão, unidos ao forro com aberturas desiguais (a fim de “quebrar” as ondas sonoras) impedem a reverberação do som no espaço. Para total conforto do pianista, há automação no controle de som, iluminação (cenas) e nas cortinas, feita pela Fast Shop.

Casa da Montanha, de Cynthia Pimentel Duarte, procurou unir os ares da montanha e curtir um frio gostoso junto a uma lareira, com as facilidades e a elegância de uma residência de cidade. O projeto buscou sofisticação, tecnologia e interação entre os espaços, trabalhando, para isto, a mescla de cores com iluminação e materiais, o uso de tons terrosos sobre texturas e padrões inovadores, iluminação por LED integrada com automação, áudio e vídeo, e sobre um piso único revestido com porcelanato de última geração. Na sala do home theater, um sofá com chaise em couro amarelo no mesmo tom do papel de parede floral, um tapete Ziegler de cor cru, e uma composição de telas solares na cor off white com cortinas de seda no mesmo tom, proporcionavam harmonia ao ambiente. Em destaque o lustre transparente Bolero, do designer italiano Carlo Nason, vencedor do prêmio do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, e que levava folhas de prata na sua composição, criando um efeito único de sofisticação e elegância. Na sala de estar, Cynthia optou por móveis claros que conferiam a leveza, em contraponto com um tapete redondo na cor laranja, que dava um toque de ousadia e aconchego ao espaço. Para um momento de relaxamento e tranquilidade foi criada a Sala de Lareira. Toda revestida com papel de parede em tom ocre e iluminação por fitas e focos de led, conferiam um tom intimista e acolhedor. Tirando partido do pé direito alto, Cynthia criou uma divisória mais baixa separando o quarto

C

Automatizar

Casa Cor_AR08_01.indd 30

8/3/12 6:10 PM

PAU


Casa Cor Casa da Montanha: iluminação automatizada

do living, valorizando as tesouras do telhado pintadas na cor mexerica, e que proporcionavam a sensação de amplitude da casa. Para o quarto do casal foi escolhido um papel em listras com cores mais claras, mas seguindo a cartela adotada no projeto, deixando o local mais suave. As cortinas, em tons de azul, eram compostas por telas solares e painéis. Para o banheiro foi desenvolvida uma iluminação com fitas de led nas sancas e focos pontuais, combinada a uma charmosa persiana

translúcida que deixava passar a luz natural sem devassar. Seguindo a concepção de toda a casa, uma banheira de casal com hidromassagem foi instalada. No mobiliário, um bonito armário em madeira com gavetas e portas vazadas é o ponto alto. Todo o banheiro foi revestido com pastilha de porcelanato amarelo claro. O projeto visou obter uma integração de cores e texturas, valorizando os espaços e harmonizando os ambientes através de cada um de seus detalhes como papel de parede, iluminação, mobiliário,

Quarto da Jovem: iluminação em destaque

revestimentos, quadros e objetos expostos. A automação da iluminação foi realizada pela Fast Life. Quarto da Jovem, de Marilia Caetano, que decidiu apostar de forma criativa num espaço simples, aconchegante e ao mesmo tempo funcional. “Decidi investir em um ambiente com intervenções modernistas e que pudesse remeter à vida campestre”, revelou Marilia. Este ambiente contou com a iluminação totalmente automatizada da Hexsolutions.

Aut matizar Residências • Prédios • Escritórios • Náutica • Hotelaria

Pauta Editorial 2012 Conheça os temas da próxima edição da Revista Automatizar - Residências, Prédios, Escritórios, Náutica e Hotelaria

Edição outubro/dezembro 2012  Iluminação corporativa  Sistemas de comunicação/interfaces  Avanços da biometria  Entrevista: arquiteto  Cobertura Expo Predialtech

 Case 1: indústria hoteleira  Projetos de automação  Notícias nacionais e internacionais  Mostras  Case 2: utilização residencial Fechamento da edição: 5 de outubro de 2012

Confira outras notícias no site www.revistaautomatizar.com.br

Entre em contato para mais informações:

Mais informações: (55 11) 2899-6395 - consultoria@artsim.com.br Tel.: (11) 2899.6395 ou consultoria@artsim.com.br

PAUTA EDITORIAL AUTOMATIZAR 2012.indd 1 Casa Cor_AR08_01.indd 31

Automatizar

31

4:08 PM 8/3/12 6:10


Ponto de Vista

Mostras de arquitetura e decoração

32

Qual(is) mostra(s) melhor apresenta(m) as tecnologias de automação residencial? Por que? José Roberto Muratori, diretor da Marbie: “No meu ponto de vista, a maioria da mostras de arquitetura e decoração não colabora para a disseminação do conceito de automação nem ajuda os profissionais da área a destacarem o seu trabalho. Todo esforço de projeto, instalação, programação e acompanhamento dos profissionais de automação não são reconhecidos, já que os méritos são revertidos para o arquiteto ou decorador titular do espaço. Apresentações em apartamentos decorados (na fase de lançamento), showrooms e eventos específicos do setor são muito mais eficientes e produtivos.” Antonio Albano Martins Júnior, coordenador de produtos eletromecânicos da Yale La Fonte: “As principais mostras que apresentam as tecnologias de automação são aquelas relacionadas à decoração de ambientes, design de interiores e arquitetura. As feiras de segurança eletrônica ou similares também são meios interessantes de demonstrar os produtos.” Michele Pocione Rodrigues, coordenadora de comunicação da Somfy Brasil: “A Predialtec, por ser a única dedicada a este tema.” Ricardo Trauer, diretor da Iluflex: “Na minha experiência, os eventos Casa Cor e Morar Mais são eventos que trazem muito pouco retorno para os fabricantes de sistemas de automação. O retorno só existe para empresas que atendem diretamente o cliente final, neste caso, os integradores de automação residencial que já têm uma parceria com o arquiteto que faz a CASA COR

A Revista AutomatizarResidências, Prédios, Escritórios, Náutica e Hotelaria publica, em suas edições, coberturas sobre a presença de sistemas automatizados em mostras de arquitetura e decoração em todo o Brasil. Em algumas delas, verificase que as tecnologias de automação funcionam como enfeite ou marketing, sendo seus benefícios pouco divulgados e pouco apresentados para os visitantes. Confira como alguns profissionais do setor avaliam os resultados das mostras

Automatizar

Ponto de vista_AR08_01.indd 32

8/3/12 5:14 PM


A quarta edição da Expo Estádio em combinação com a segunda edição da Expo Esporte

21-23 Novembro 2012

Pavilhão Azul, Expo Center Norte, São Paulo O maior evento focado em design, construção, operação e equipamentos para instalações e campos esportivos. Em parceria com

www.expo-estadio.com.br | www.expo-esporte.com.br

21-23 de Novembro 2012 Pavilhão Azul, Expo Center Norte, São Paulo

Uma feira e conferência para espaços urbanos estéticos, confortáveis e seguros.

www.expo-urbano.com.br

info@real-alliance.com Ponto de vista_AR08_01.indd 33

+55 21 4042 8704 8/3/12 5:14 PM


mostra. O único evento que dá um retorno real para o fabricante é o evento Casa Viva, exemplo do que será realizado em Brasília no final deste ano.”

CASA COR

Ponto de Vista

Martins Júnior: “O mercado brasileiro está começando a conhecer os benefícios de automação, comodidades e facilidades. Ambientes modelos ou casas modelos seriam as formas ideais de se apresentar este tipo de solução, sempre mostrando sistemas funcionais e integrados. O foco da apresentação do ambiente modelo ou casa modelo deve ser dado de acordo com o público da mostra. No caso de uma feira ou evento mais voltado à segurança, o foco deve ser no controle de acesso e nas fechaduras; no caso de uma feira de áudio visual, dar ênfase à parte de som e home theater.” Michele: “São as soluções que buscam democratizar a automação residencial, levando o mercado a alcançar um público mais abrangente através da simplicidade sistêmica que atendam as necessidades dos usuários, promovendo sustentabilidade e a preços acessíveis. É importante dar atenção às novas tecnologias sem fio, novo cenário de economia na educação do uso residencial e custo mais acessível.”

MOSTRA BLACK

No cenário brasileiro atual, considerando o público que frequenta as mostras, quais as soluções de automação que mais se encaixam para serem apresentadas? Por que?

Em seu ponto de vista, quais as soluções de automação que devem estar presentes nestas mostras de arquitetura? Martins Júnior: “Geralmente, na área de arquitetura, a parte de ferragens é interessante, com soluções que levem ou direcionem à estética moderna, clean, a objetos não apenas decorativos, mas também funcionais.”   Michele: “Todo e qualquer sistema de automação pode ser apresentado em mostras de arquitetura. Todavia as mais adequadas são aquelas que possuem maior capacidade de tratar cenários de iluminação, valorizando os ambientes trabalhos por arquitetos e decoradores.”

EQUIPOTEL

Trauer: “Soluções que mostram uma facilidade de instalação e controle, como os sistemas sem fio e controle por iPad.”

Trauer: “Apenas controle de iluminação, áudio e vídeo, e persianas controlados por iPad ou Android.”

34

Automatizar

Ponto de vista_AR08_01.indd 34

8/3/12 5:15 PM


  

Instalação em casas já prontas e sem preparação para automação; 5 anos de garantia; Transmissão de dados pela rede elétrica, tecnologia UPB.

Maiores informações: Fone: (15) 3224-2555 www.cybert.com.br contato@cybert.com.br

Anuncio Cybertronics.indd 1

8/1/12 11:24 AM


Untitled-2 1

7/24/12 4:35 PM

Revista Automatizar Ed.08  

Revista especializada na divulgação das mais modernas tecnologias disponíveis no Brasil e no mundo sobre automação residencial, predial, esc...