Page 16

06_Capitulo06 (259

6

269):06 (259

292) 5.0

3/4/2011

3:38 PM

Page 259

Física das construções

Os objetos de construção estão sujeitos à diversas influências físicas. A física das construções tratada aqui também poderia ser denominada de proteção de obras. Nesse contexto, a proteção de obras tem a função de prevenir danos à construção já a partir de um cuidadoso planejamento da construção.

Física das construções/proteção de obras Proteção térmica DIN 4108 Lei de economia de energia EnEV Isolar Materiais de isolação térmica

Proteção contra umidade DIN 18 195 bloquear, vedar Agentes de vedação Materiais de vedação

Proteção acústica DIN 4109 barrar, absorver (absorção do som) Materiais absorventes para isolação acústica

Proteção contra fogo DIN 4102 Código municipal/ estadual de obras Exemplos de execução

6.1 Materiais de isolação, vedação e bloqueio Na área técnica de construções e de madeira só podem ser usados materiais de contenção, vedação e bloqueio normalizados ou certificados pelo órgão fiscalizador de obras. Os materiais de construção devem ser devidamente identificados: • Norma de fabricação • Classe do material quanto à reação ao fogo • Controle de qualidade Material

Materiais isolantes inorgânicose Perlita intumescente Espuma de vidro

Fibras isolantes de origem mineral e vegetal

Propriedades Reação ao fogo

Aplicação

A incombustível

Aditivo leve para revestimento de retenção do fogo Isolação do calor. Proteção contra umidade, Isolamento de telhado Como material solto para preenchimento de espaços vazios para isolação térmica, como placas resistentes ao tráfego para isolação térmica e sonora sob pisos contínuos, isolamento de paredes

Composição Norma de fabricação B combustível

resistente ao calor, envelhecimento e a ácidos, poroso incombustível, resistente à corrosão, poroso A1 absorvente do som, retentor de calor, incombustível, resistente à decomposição, fibroso A1 ou A2 ou B1

Resíduos de mica Espuma de vidro DIN 18 174 Fibras finas de vidro fundido, marga, escória de alto-forno DIN 18 165 DIN 18165-2 neu

Materiais isolantes orgânicos Espuma rígida de polies- Isolação térmica, tireno (PS) Isolação de passadas, (inclusive espuma extru- Isolação de telhado dada e particulada)

de óleo cru e comburente conformado em placas DIN 18 164 DIN 18164-2 nova

Espuma rígida de poliuretano (PUR)

estabilidade dimensional, resistente à putrefação, difícil de inflamar, repelente de água, poroso B1 Isolação térmica de telhados elástico sob oscilação de planos temperatura, resistente ao envelhecimento, poroso B1 ou B2 Isolamento de telhados, resistente à decomposição, Isolamento acústico, elástico, geralmente impregIsolamento de paredes nado, fibroso B2

com ou sem camadas com densidade de difusão gasosa em ambos os lados DIN 18 164 casca de cortiça moída em grânulos, aglomerada com resina e cortada em placas DIN 18 161

Placas leves de lã de madeira

Isolação térmica, forro perdido, suporte de reboco

lã de madeira de coníferas e aglomerante mineral DIN 1101

Placas de construção leves multicamadas

Revestimento adicional, paredes divisórias, suporte para reboco

Material isolante de cortiça

difícil de inflamar, absorvente de som, não resistente ao clima, resistente à flexão B1 (espessura acima de 25 mm) absorvente, difícil de inflamar, não resistente ao clima B1

núcleo de espuma sintética com uma ou duas placas leves de lã de madeira DIN 1104

259

Profile for Editora Blucher

Manual de Tecnologia da Madeira 2ª edição brasileira  

A escolha do conteúdo tecnológico, matemático, gráfico e de planejamento operacional desta coleção obedece aos planos didáticos básicos dos...

Manual de Tecnologia da Madeira 2ª edição brasileira  

A escolha do conteúdo tecnológico, matemático, gráfico e de planejamento operacional desta coleção obedece aos planos didáticos básicos dos...