Issuu on Google+


Copyright © Lia Zatz Ilustrador Alexandre Teles Coordenação Editorial Editora Biruta Capa e Projeto Gráfico Rex Design 3ª edição - 2009

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro) Zatz, Lia Tenka, preta pretinha / Lia Zatz ; [ilustração Alexandre Teles]. — São Paulo : Biruta, 2007. — (Série Marrom de Terra) ISBN 978-85-88159-73-0 1. Literatura infanto-juvenil I. Teles, Alexandre. II. Título. III. Série. 07-4675

CDD-028.5

Índices para catálogo sistemático: 1. Literatura infantil 028.5 2. Literatura infanto-juvenil 028.5

Edição em conformidade com o acordo ortográfico da língua portuguesa. Todos os direitos desta edição reservados à Editora Biruta Ltda. Rua Coronel José Euzébio, 95 Vila-Casa 100-5 Higienópolis CEP 01239-030 – São Paulo – SP – Brasil Tels.: (11) 3081-5741 e (11) 3081-5739 E-mail: biruta@editorabiruta.com.br www.editorabiruta.com.br A reprodução de qualquer parte desta obra é ilegal, e configura uma apropriação indevida dos direitos intelectuais e patrimoniais do autor.


Você já viu criança gostar de mudar de casa? Não gosta, de jeito nenhum. Fica brava, bate o pé, briga com os pais. Era assim que Tenka estava. Morrendo de medo de não conseguir fazer amigos. Mas não demorou nem um mês de casa nova, e Tenka já era a menina mais gostada da turma da rua. Conquistou todo mundo, meninas e meninos. Quando se enchia de brincar de boneca e casinha com as meninas, ia jogar bola e andar de skate com os meninos. Tenka era a melhor amiga de cada menina e de cada menino da turma. Era quem ouvia os segredos e quem ia levar recado e bilhetinho, pra cá e pra lá.


O João chegava perto dela e falava: — Tenka, você que é um anjo, faz um favor pra mim? — Claro, pode falar. — Fala pra Clara que eu quero namorar com ela? A Clara chegava pra Tenka e falava: — Tenka, meu anjo da guarda, vou te contar uma coisa, mas você não conta pra ninguém, tá? — Claro, pode falar. — Sabe o que é? Acho que eu gosto do João, você acha que ele gosta de mim?


Tenka, preta pretinha