Page 1

INGLÊS

PARA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL


Sandra Bassani

Danilo Carvalho

INGLÊS

PARA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

São Paulo 2012


Copyright © 2012 by Editora Baraúna SE Ltda Capa Alexandre Bobbio ale_bobbio@hotmail.com Diagramação Jonatan Gonçalves de Brito Revisão Henrique de Souza

Priscila Loiola CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ _______________________________________________________________

B319i

Bassani, Sandra Inglês para automação industrial / Sandra Bassani, Danilo Carvalho. - São Paulo : Baraúna, 2011. Contém glossário Inclui bibliografia e índice ISBN 978-85-7923-428-6 1. Língua inglesa - Estudo e ensino. 2. Língua inglesa - Inglês técnico. 3. Automação industrial - Terminologia. I. Carvalho, Danilo. II. Título. 11-8311.

CDD: 428.24 CDU: 811.111’243

08.12.11 19.12.11

032085

_______________________________________________________________ Impresso no Brasil Printed in Brazil DIREITOS CEDIDOS PARA ESTA EDIÇÃO À EDITORA BARAÚNA www.EditoraBarauna.com.br Rua Januário Miraglia, 88 CEP 04507-020 Vila Nova Conceição - São Paulo - SP Tel.: 11 3167.4261 www.editorabarauna.com.br www.livrariabarauna.com.br


DEDICATĂ“RIA

A Jomar e Nicole, alegrias da minha vida... Sandra


AGRADECIMENTOS

Aos professores Ralf Mageski, Leandro Bueno, Erlon Cavazzana, Adjuto Martins Vasconcelos Júnior, Claudinei Pereira Gonçalves e Edemir Carlos Camargo de Menezes, do Ifes campus Linhares-ES, por terem contribuído com seu conhecimento técnico para a organização desta obra. A Leonardo Pegorette, Alexandre Bobbio e Lucas Nogueira Lorenzoni, por terem feito o “test drive” dos exercícios.


SUMÁRIO

INTRODUÇÃO .................................................................... 11 APRESENTAÇÃO ................................................................. 13 UNIDADE 1 - ESTRATÉGIAS DE LEITURA LESSON 1 Identificação de Cognatos ....................................................... Identificação de Pistas Tipográficas .......................................... Language Spot: Artigos Indefinidos – A/An ............................. Artigo Definido – The.....................................

15 17 19 19

LESSON 2 Identificação de Estrangeirismos .................................................21 Skimming...................................................................................22 Scanning.....................................................................................23 Language Spot: Falsos Cognatos .............................................. 24 LESSON 3 Prediction (prever o significado) .............................................. 30 Uso do dicionário .................................................................... 31 Language Spot: Palavras de Duplo Sentido .............................. 37 UNIDADE 2 - O QUE É AUTOMAÇÃO? LESSON 1 Industrial Automation …………………….................……… Language Spot: Grupos Nominais – parte 1 …………………. LESSON 2 Process Automation …………………………………………. Language Spot: Grupos Nominais – parte 2 ………..…….......

40 44 48 51

LESSON 3 Condition Monitoring Solutions ……………………………. 55 Language Spot: Preposições ……….……..….……….……… 59


UNIDADE 3 - INSTRUMENTATION (FUNDAMENTALS AND APPLICATION) LESSON 1 Instrumentation – Fundamentals and Application ................... 64 Language Spot: Prefixos e Sufixos …......…………………...... 68 LESSON 2 The Use of Instruments in Industrial Processes ……………… 76 Language Spot: Conjunções ..……………………………….. 81 LESSON 3 Instrumentation Graphical Symbols ........................................ 84 Language Spot: Pronomes Demonstrativos ….………………. 94 Pronomes Relativos ……………..….... 95 UNIDADE 4 - SENSORS (FUNDAMENTALS AND TYPES) LESSON 1 What is a Sensor? …………………………………………..... 99 Language Spot: Pronomes Pessoais ………………….…….... 103 Pronomes-Sujeito ……………………………………103 Pronomes-Objeto……………………………………104 LESSON 2 Types of Sensors – parte 1 ………………………………….... 106 Language Spot: Pronomes e Adjetivos Possessivos ……..……. 110 LESSON 3 Types of Sensors – parte 2 ………………………………….. 114 Language Spot: Verbo ser/estar – Presente Simples ……….… 118 UNIDADE 5 - SENSORS (APPLICATIONS) LESSON 1 Position Sensors – parte 1 …………………………………... 124 Language Spot: Verbo haver/existir – Presente Simples …...... 128 LESSON 2 Position Sensors – parte 2 ………………………………….. 132 Language Spot: Verbo ser/estar – Passado Simples ….……..... 136 Verbo haver/existir – Passado Simples …………………........ 138


LESSON 3 Sound Sensors ……………………………………………… 141 Language Spot: Presente Simples do Indicativo …………….. 144 UNIDADE 6 – TRANSDUCER AND TRANSMITTER (FUNDAMENTALS AND APPLICATION) LESSON 1 Transducer …………………………………………………. 151 Language Spot: Passado Simples – parte 1.………….…......... 156 LESSON 2 Transmitters ……………………………………………….. 162 Language Spot: Passado Simples – parte 2 ………..………... 166 LESSON 3 Types of Transmitters ……………………………….……… Language Spot: Usos do ING ………………………...……. UNIDADE 7 - CONTROL SYSTEMS (FUNDAMENTALS AND APPLICATION) LESSON 1 Introduction to Control ……………………………………. Language Spot: Futuro Simples do Indicativo ……………....

169 172

179 183

LESSON 2 Control Specifications ……………………………………… 187 Language Spot: Números Cardinais e Ordinais …………….. 191 LESSON 3 System Identification ………………………………………. 196 Language Spot: Voz Passiva ………………….………..……. 199 UNIDADE 8 - PLC (PROGRAMMABLE LOGIC CONTROL) LESSON 1 Introduction to PLC ………………………………………... 205 Language Spot: Plural dos Substantivos …………………….. 209 LESSON 2 Program Work in a PLC ……………………………………. 212 Language Spot: Adjetivos e Advérbios …...………………….. 216


LESSON 3 Ladder Language, Timers and Counters ……………………. 220 Language Spot: Graus do Comparativo ……………………… 223 UNIDADE 9 - SCADA (SUPERVISORY CONTROL AND DATA ACQUISITION) LESSON 1 Introduction to SCADA ……………………………………. 229 Language Spot: O Superlativo ………………………………. 231 LESSON 2 Systems Concepts ………………………………………….. 235 Language Spot: O Caso Possessivo …...…………………..… 239 LESSON 3 Communication Infrastructure and Methods ……………….. 244 Language Spot: O Imperativo …………………………….... 247 UNIDADE 10 PRÁTICA DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS ............... 252 LISTA DE VERBOS IRREGULARES ................................. 283 GLOSSÁRIO TÉCNICO ..................................................... 287 REFERÊNCIAS .................................................................... 308


INTRODUÇÃO

Este livro foi elaborado com o objetivo de colocar o estudante ou leitor da área de Automação em contato com textos e vocabulário técnico em língua inglesa. Estimativas apontam que quase 90% de todos os textos impressos e digitais na área da Automação estão escritos em inglês, considerando-se também os manuais técnicos e as normativas internacionais. Reside aí a importância de se ganhar proficiência na leitura desse idioma. Saber inglês é fundamental para quem quer ser bem-sucedido nesse campo. Uma vez que não é fácil estudar inglês técnico ou com objetivos específicos fora da faculdade ou escola regular, depois de formados, muitos profissionais têm dificuldades para aperfeiçoar seus conhecimentos. Entretanto, é possível aprender bastante em livros e manuais voltados para o ensino de inglês técnico, de forma autônoma ou com grupos de estudo. É nesse contexto que se insere esta obra. A ideia principal não é que, ao final, o leitor seja capaz de ler e entender apenas os textos aqui apresentados, mas que ele se aproprie das estratégias e ferramentas linguísticas e gramaticais para ler outros textos, principalmente os que deverão ser utilizados pelos profissionais dessa área no dia a dia. 11


Uma vez que este livro está voltado para a proficiência em leitura, não serão contempladas as funções comunicativas, mas é importante que os interessados em dominar o idioma inglês busquem aperfeiçoar-se nas quatro habilidades básicas de falar, ouvir, ler e escrever. Essas habilidades darão suporte para o conhecimento do inglês técnico e proporcionarão uma formação mais completa, necessária aos profissionais, que geralmente visitam feiras, recebem clientes estrangeiros e participam de eventos na área.

12


APRESENTAÇÃO

Esta obra está dividida em dez capítulos sobre um tema específico. Cada capítulo se divide em três lições. As lições são subdivisões do assunto específico de cada capítulo e contêm textos, as estruturas gramaticais mais utilizadas e exercícios. Os textos vêm acompanhados de vocabulário técnico e exercícios de leitura e interpretação. As estruturas gramaticais estão apresentadas na seção denominada “Language Spot”. O foco não é a utilização da gramática para a elaboração de frases e textos em inglês pelo aprendiz brasileiro, o que exigiria uma abordagem mais aprofundada do assunto, mas sim a utilização do conhecimento da gramática como forma de facilitar a leitura. Aqueles que quiserem aprofundar-se na gramática devem consultar um material de referência próprio, pois neste espaço não se pretendem esgotar todas as possibilidades de uso das estruturas gramaticais. Os exercícios desta seção visam ao uso básico da gramática como forma de ganhar familiaridade com a estrutura do idioma e, assim, adquirir fluência na leitura. A primeira unidade traz as Estratégias de Leitura, 13


imprescindíveis para quem quer se iniciar na interpretação de textos. As unidades 2 a 9 trazem temas específicos da área de Automação, como Instrumentação, Sensores, Controle, PLC, entre outros. O capítulo 10 traz uma série de exercícios para ampliar a prática com a leitura e interpretação dos textos e o aperfeiçoamento dos conhecimentos gramaticais e do vocabulário técnico. Na parte final, encontram-se uma lista de verbos irregulares e um glossário de termos técnicos.

14


UNIDADE 1 ESTRATÉGIAS DE LEITURA

As estratégias de leitura são recursos que podem ajudar o leitor que não domina um determinado idioma a compreender pelo menos o assunto e as informações relevantes de um texto. As principais estratégias são: identificação de cognatos, observação de pistas tipográficas, identificação de estrangeirismos, prediction, skimming, scanning e uso do dicionário. Veja cada uma em detalhe nas lições a seguir. LESSON 1 1 - IDENTIFICAÇÃO DE COGNATOS Cognatos são palavras estrangeiras muito parecidas com as palavras do português. Essa semelhança ocorre principalmente na escrita, pois a pronúncia, na maioria das vezes, é bem diferente da grafia. São também chamados de “palavras transparentes”, e podem ser: a) Idênticos, cuja escrita é igual, ou com pequenas diferenças, como a ausência de acentos. Exemplos: radio, piano, hospital, hotel, sofa, nuclear, social, total, particular, chance, camera, inventor etc.

15

INGLÊS PARA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL  

Você precisa ler livros técnicos, manuais, textos instrutivos e normativos em inglês e está encontrando dificuldades? Esta obra foi feita pa...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you