Page 1

Administração

Uma Visão Contábil 2ª edição


Professor Procópio

Administração

Uma Visão Contábil 2ª edição

São Paulo 2010


Copyright © 2010 by Editora Baraúna SE Ltda Capa Dario Luiz Martins Foto Guilherme Macedo Carvalho Projeto Gráfico Aline Benitez Revisão Vanise Macedo

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ ________________________________________________________________

C797p

Cunha, Rogério Procópio da Administração - Uma visão contábil / Rogério Procópio da Cunha. 2ª edição - São Paulo : Baraúna, 2010. Inclui bibliografia ISBN 978-85-7923-219-0 1. Administração. 2. Contabilidade. 3. Negócios. I. Título. 10-3563.

CDD: 310.09 CDU: 39.9

________________________________________________________________ Impresso no Brasil Printed in Brazil DIREITOS CEDIDOS PARA ESTA EDIÇÃO À EDITORA BARAÚNA www.EditoraBarauna.com.br Rua João Cachoeira, 632, cj.11 CEP 04535-002 Itaim Bibi São Paulo SP Tel.: 11 3167.4261 www.editorabarauna.com.br


Dedicatória

A DEUS, por proporcionar caminhos repletos de LUZ e FELICIDADE. À minha esposa e aos filhos, que me apoiaram em todos os momentos. Aos meus pais, que me ensinaram o amor e o respeito a todos. Às minhas irmãs que, direta ou indiretamente, contribuíram para a realização desta obra. Aos alunos do Curso de Administração da Etec Guaianazes de hoje e de sempre, que são metas de vida profissional, pois este trabalho foi construído e desenvolvido com o apoio de todos eles. Aos professores Djalma Luiz da Silva, Priscila Balbina, Roberto Alexandre Urtado e Valéria Racero Pimenidis pelo incentivo desde o início para que este trabalho se concretizasse. Aos amigos que vamos encontrando nos caminhos da vida, minha eterna gratidão, pelo apoio e ajuda. A todos que, de uma maneira ou de outra, que contribuíram para a realização de mais esta etapa da minha profissão e satisfação de vida. MUITO OBRIGADO! Rogério Procópio da Cunha


Para fins didรกticos, estamos desprezando todos os centavos dos valores que mencionamos do transcorrer deste trabalho.


Sumário

Introdução. . . . . . . . . . . . . . . . . 13 ™™ Conceito de Administração . . . . . . . . . . . . . . . 15 ™™ Funções Administrativas . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15

Capítulo 1 . . . . . . . . . . . . . . . . . 19 ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™

Conceito de Contabilidade. . . . . . . . . . . . . . . . . Finalidade da Contabilidade . . . . . . . . . . . . . . . Usuários da Contabilidade. . . . . . . . . . . . . . . . . Para quem é mantida a Contabilidade. . . . . . . . Pessoa Física . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pessoa Jurídica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Conceito de Patrimônio . . . . . . . . . . . . . . . . . . Bens. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Direitos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Obrigações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Representação Gráfica do Patrimônio. . . . . . . . Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

21 21 21 21 21 22 22 22 23 23 25 25

Capítulo 2 . . . . . . . . . . . . . . . . . 29 ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™

Patrimônio Líquido . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31 Aspecto Qualitativo e Quantitativo. . . . . . . . . . 31 Formação do Patrimônio . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32 Situações Líquidas Patrimoniais . . . . . . . . . . . . 32 Explicação da Expressão Balanço Patrimonial. . . 34 Equação Patrimonial – Resumo . . . . . . . . . . . . 35 Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36


Capítulo 3 . . . . . . . . . . . . . . . . . 41 ™™ Atos Administrativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43 ™™ Fatos Administrativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43 ™™ Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50

Capítulo 4 . . . . . . . . . . . . . . . . . 57 ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™ ™™

Capital. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Reservas de Lucros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Prejuízos Acumulados/Lucros . . . . . . . . . . . . . . Origens de Recursos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Aplicação de Recursos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Contas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Classificação das Contas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . Função das Contas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Despesas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Receitas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

59 59 60 60 60 61 61 61 61 61 62

Capítulo 5 . . . . . . . . . . . . . . . . . 67 ™™ Balanço Patrimonial. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 69 ™™ Grupos de Contas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 69 ™™ Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72

Capítulo 6 . . . . . . . . . . . . . . . . . 73 ™™ Raciocínio do Débito e do Crédito . . . . . . . . . . 75 ™™ Alguns Princípios de Convenções Contábeis. . . 76 ™™ Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78


Capítulo 7 . . . . . . . . . . . . . . . . . 79 ™™ ™™ ™™ ™™

Plano de Contas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81 Dados para elaboração de um Plano de Contas. . 81 Modelo Simplificado de Plano de Contas . . . . . 83 Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 89

Capítulo 8 . . . . . . . . . . . . . . . . . 91 ™™ Método das Partidas Dobradas . . . . . . . . . . . . . 93 ™™ Desvendando o Débito e Crédito. . . . . . . . . . . . 93

Capítulo 9 . . . . . . . . . . . . . . . . 101 ™™ ™™ ™™ ™™

Escrituração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Lançamento Contábil. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Elementos Essenciais para um Lançamento. . . Livros de Escrituração Contábil. . . . . . . . . . . .

103 103 103 103

Capítulo 10 . . . . . . . . . . . . . . . 107 ™™ Saldo de uma Conta. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109 ™™ Fórmulas de Lançamentos . . . . . . . . . . . . . . . . 109 ™™ Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 112

Capítulo 11 . . . . . . . . . . . . . . . 115 ™™ ™™ ™™ ™™

Razonete. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Balancete de Verificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . Apuração de Resultado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

117 117 118 124


Capítulo 12 . . . . . . . . . . . . . . . 129 ™™ Demonstrações Contábeis . . . . . . . . . . . . . . . . 131 ™™ Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 137

Capítulo 13 . . . . . . . . . . . . . . . 139 ™™ Exercícios de Fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 141

Capítulo 14 . . . . . . . . . . . . . . . 157 ™™ Depreciação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159 ™™ Depreciação Acumulada. . . . . . . . . . . . . . . . . . 159

Capítulo 15 . . . . . . . . . . . . . . . 163 ™™ Conceito de Custos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 165 ™™ Classificação dos Custos. . . . . . . . . . . . . . . . . . 165

Acordar para Vencer! . . . . . . . . 167 Referências Bibliográficas . . . . . 171

12


Introdução

Devido à grande instabilidade vivenciada pelas empresas, o processo de planejamento tornou-se um instrumento importante no auxílio das tomadas de decisão, antecipando as possíveis restrições e amenizando seus resultados, quando não auferindo, transformando-os em benefícios. As decisões tomadas pelos gestores são responsáveis pelo cumprimento dos objetivos e da missão empresarial. Quanto mais eficazes forem as decisões tomadas, menores serão os efeitos dos impactos causados e, também, maior será o grau de cumprimento dos objetivos e da missão empresarial. A Administração surgiu como conhecimento científico; o seu grande problema era tornar o trabalho manual produtivo. Naquela época, o mundo dos negócios mudava lentamente, os produtos tinham ciclos de vida longos. Era um mundo que mudava bem devagar. Tudo que as empresas precisavam fazer era seguir uma rotina de trabalho comprovadamente eficiente durante anos e anos. Hoje , o mundo transforma-se rapidamente, os produtos são fabricados em grandes quantidades, distribuídos pelo mundo todo, saturando rapidamente os merca-

13


dos e sendo copiados por concorrentes. A empresa precisa inovar para sobreviver e, mais ainda, para prosperar. Os principais recursos para a inovação são as informações e as novas idéias. As empresas precisam da inteligência das pessoas para serem bem-sucedidas. O número de trabalhadores do conhecimento está sempre aumentando. O grande desafio da Administração, nos dias de hoje, é tornar o conhecimento das pessoas produtivo. Isso é muito mais difícil do que tornar o trabalho manual produtivo, pois o conhecimento é uma coisa intangível, não pode ser visto e é muito difícil de ser medido. Em tempo de processos informatizados e de concorrência acirrada, as empresas estão passando a valorizar um ativo muito valioso na era da informação: o Conhecimento. Bem intangível, a gestão eficiente do saber é perseguida pelas grandes corporações. Em específico, tratandose do meio acadêmico, os estudantes de Administração, além de suas disciplinas específicas, têm a oportunidade de terem contato com a ciência contábil, obtendo, assim, teoricamente e na prática, noções que contribuirão para a tomada de decisões nas empresas. Tais noções têm função relevante em função de subsidiarem aos estudantes desse curso conhecimentos preliminares no âmbito, desde a escrituração dos fatos empresariais, elaboração dos livros contábeis, fiscais e elaboração das demonstrações financeiras até a aquisição, por meio da ferramenta contábil, de noções de como analisar tais demonstrações financeiras e extrair destas as informações pertinentes à entidade, seja esta pública ou privada.

14


™™ Conceito de Administração - Dirigir recursos humanos, financeiros e materiais reunidos em unidades organizadas, dinâmicas e capazes de alcançarem os objetivos da organização e, ao mesmo tempo, proporcionarem satisfação àqueles que obtêm o produto/serviço e àqueles que executam o trabalho. Administrar significa, em primeiro lugar, ação. A administração é um processo de tomar decisões e realizar ações que compreende quatro eixos interligados: planejamento, organização, execução e controle. (MAXIMIANO, 2000, p.26) ™™ Funções Administrativas – Planejar, organizar, liderar e controlar. Planejar Chiavenato (2000, p.195) diz que: “O Planejamento figura como a primeira função administrativa, por ser aquela que serve de base para as demais funções. O Planejamento é a função administrativa que determina antecipadamente os objetivos que devem ser atingidos e como se deve fazer para alcançá-los.” O ato de planejar envolve sensibilidade ao mercado e à missão da organização além de vários métodos e técnicas que tornam o planejamento realmente eficaz. Assim a organização deixa de agir unicamente de maneira intuitiva e passa a atuar de forma profissional e focada facilitando seu desenvolvimento e sustentabilidade.

15


Admumavisaocontabil2 15  

Este trabalho é um resumo de todo o material acumulado e aplicado em sala de aula, onde resultou num material didático em que ilustra o ensi...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you