Page 64

62

A PROCLAMAÇÃO DE BAHÁ'U'LLAH

Não permitas que os abjetos governem e dominem aqueles que são nobres e dignos de honra, nem deixes os magnânimos à mercê dos indignos e desprezíveis, pois foi o que vimos ao chegarmos na Cidade (Constantinopla), e disso damos testemunho. Encontramos entre seus habitantes alguns que possuíam grandes fortunas e viviam em meio a excessiva riqueza, enquanto outros estavam em extrema necessidade e pobreza abjecta. Isso mal convém à tua soberania e é indigno de tua condição. Aceita Meus conselhos e esforça-te para governar os homens com eqüidade, a fim de que Deus exalte teu nome e faça espalhar a fama de tua justiça em todo o mundo. Acautela-te, para não engrandeceres teus ministros às expensas de teus súditos. Teme os suspiros dos pobres e dos justos, os quais, ao romper do dia, lamentam sua sina; e sê para eles um soberano benigno. Eles, verdadeiramente, são teus tesouros na terra. Cumpre a ti, portanto, salvaguardar teus tesouros dos assaltos daqueles que te desejam roubar. Investiga seus afazeres e assegura-te, todos os anos, ou melhor, todos os meses, de suas condições, e não sejas dos que descuidam de seu dever. Põe diante de teus olhos a infalível Balança de Deus e, como se estivesses em Sua Presença j pesa nesta Balança tuas ações cada dia, a cada momento de tua vida. Julga-te a ti mesmo antes de seres chamado para o juízo, no dia em que nenhum homem terá as forças para se manter em pé por temor a Deus, o Dia em que os corações dos desatentos haverão de tremer. Compete a todo rei ser tão bondoso como o sol, que ajuda o crescimento de todos os seres e dá a

A Proclamação de Bahá'u'lláh aos Reis e Líderes do Mundo  

Há mais de um século e meio atrás, Bahá'u'lláh, Fundador da Fé Bahá'í, proclamou, em linguagem clara e inconfundível, aos reis e governantes...

Advertisement