Page 129

A PROCLAMACÃO DE BAHÁ'U'LLÁH

127

amorosa providência entre Meus servos, e as chaves do Meu favor para Minhas criaturas. Assim decretou o céu da Vontade de vosso Senhor, o Senhor da Revelação. Fosse qualquer homem provar a doçura das palavras que os lábios do Todo-Misericordioso se determinaram a pronunciar, êle, ainda que possuísse os tesouros da terra, recusaria estes todos, a fim de poder vindicar a verdade de apenas um de Seus mandamentos que reluzem sobre a Aurora de Sua generosa providência e misericórdia, Das Minhas Leis se pode inalar a doce fragrância das Minhas vestes, e através delas os estandartes da vitória serão implantados sobre os mais altos cumes. A Língua do Meu poder, falando do céu de Minha glória onipotente, dirigiu à Minha criação estas palavras: "Observai Meus mandamentos por amor à Minha Beleza". Feliz o devoto que tenha inalado a divina fragrância do Mais-Amado, emitida Dor estas palavras cheias do perfume de uma graça que nenhuma língua pode descrever. Por minha vida! Quem tiver sorvido, das mãos do Meu generoso favor, o vinho seleto da retidão, circundará Meus mandamentos que brilham sobre o Amanhecer da Minha criação. Não penseis que vos tenhamos revelado apenas um código de leis. Não, antes, deslacramos o Vinho seleto com os dedos do poder e da grandeza. Disso testemunha aquilo que a Pena da Revelação revelou. Meditai sobre isso, ó homens de percepção!... Sempre que Minhas leis apareçam, semelhantes ao sol, no céu da Minha Proclamação, devem ser obedecidas fielmente por todos, ainda que Meu decreto seja de tal natureza que faça romper-se o céu de toda religião. Êle faz qualquer coisa que queira. Êle escolhe; e a ninguém compete questionar Sua

A Proclamação de Bahá'u'lláh aos Reis e Líderes do Mundo  

Há mais de um século e meio atrás, Bahá'u'lláh, Fundador da Fé Bahá'í, proclamou, em linguagem clara e inconfundível, aos reis e governantes...

Advertisement