Page 123

A PROCLAMAÇÃO DE BAHÁ'U'LLÁH

121

dever daqueles investidos de autoridade exercer moderação em todas as coisas. Qualquer coisa que passe além dos limites da moderação deixará de exercer uma influência benéfica. Considerai, por exemplo, a liberdade, a civilização, e coisas semelhantes. Não importa com quanto favor sejam vistas por homens entendidos, se forem levadas a um extremo, sua influência sobre os homens será perniciosa... Queira Deus que os povos do mundo, em conseqüência dos altos esforços de seus governantes e dos sábios e doutos entre os homens, sejam induzidos a reconhecer seus melhores interesses. Por quanto tempo persistirá a humanidade em sua desobediência? Por quanto tempo continuará a injustiça? Por quanto tempo ainda haverão de reinar entre os homens o caos e a confusão? Por quanto tempo a discórdia agitará a face da sociedade? Ai! Os ventos do desespero sopram de toda parte e a luta que divide e aflige o gênero humano aumenta dia a dia. Os sinais de caos e convulsões iminentes podem agora ser discernidos, desde que a ordem vigente se mostra lamentavelmente defeituosa. Suplico a Deus — exaltada seja Sua glória — que desperte, pela Sua graça, os povos da terra, permita que o fim de sua conduta lhes seja proveitoso, e cs ajude a atingirem o que seja digno de sua posição.

i^J POVOS E RAÇAS que viveis em contenda! Volvei-vos para a união e deixai brilhar sobre vós o esplendor de sua luz. Reuni-vos et por amor a Deus, resolvi extirpar tudo o que motive entre vós a contenda. Assim o fulgor do grande Luminar do mundo envolverá toda a terra, e seus habitantes tornar-se-ão

A Proclamação de Bahá'u'lláh aos Reis e Líderes do Mundo  

Há mais de um século e meio atrás, Bahá'u'lláh, Fundador da Fé Bahá'í, proclamou, em linguagem clara e inconfundível, aos reis e governantes...