Page 1


Nei Naiff

Tar么, Arte & Terapia Colorindo a vida!


Publicado em 2015 pela Editora Alfabeto Supervisão geral: Edmilson Duran Revisão de texto: Luciana Papale Ilustrações: © Lo Scarabeo Srl – Italy Capa e diagramação: Décio Lopes

DADOS INTERNACIONAIS DE CATALOGAÇÃO DA PUBLICAÇÃO

Naiff, Nei Tarô, Arte & Terapia – Colorindo a vida!/Nei Naiff | 1ª Edição | São Paulo | Editora Alfabeto | 2015. ISBN 978-85-98307-25-1 1. Tarô 2. Arte divinatória 3. Místicismo 4. Livros para colorir I. Título.

Todos os direitos reservados, proibida a reprodução total ou parcial desta obra, sem a expressa autorização por escrito da editora ou do autor, seja quais forem os meios empregados, com exceção da resenhas literárias, que podem reproduzir algumas partes do livro, desde que citada a fonte. Este texto é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha programática e ideológica das pessoas envolvidas no processo de edição. A Editora não se responsabiliza por qualquer cancelamento ou pela ocorrência de danos ou prejuízos a terceiros divulgados no livro.

EDITORA ALFABETO Rua Protocolo, 394 | CEP 04254-030 São Paulo/SP | e-mail: edmilson@editoraalfabeto.com.br Tel: (11)2351.4168 | Fone/Fax: (11)2351.5333 www.editoraalfabeto.com.br


Dedico este livro aos que buscam paz interior!


Sumário Introdução..................................... 9

Arcanos Menores

O que é o tarô?............................. 11 Como usar este livro?................... 12 Já colori tudo, e agora?................. 13 Arcanos Maiores Mago...................................... 14 Sacerdotisa............................... 16 Imperatriz............................... 18 Imperador................................ 20 Sacerdote................................. 22 Enamorado.............................. 24 Carro...................................... 26 Justiça..................................... 28 Eremita................................... 30 Roda da fortuna....................... 32 Força....................................... 34 Pendurado............................... 36 Morte...................................... 38 Temperança............................. 40 Diabo..................................... 42 Torre....................................... 44 Estrela..................................... 46 Lua......................................... 48 Sol.......................................... 50 Julgamento.............................. 52 Mundo.................................... 54 Louco...................................... 56

| 7 |

Pajem de Ouros........................ 58 Cavaleiro de Ouros.................. 60 Rainha de Ouros...................... 62 Rei de Ouros............................ 64 Ás de Ouros............................. 66 Dois de Ouros.......................... 68 Três de Ouros........................... 70 Quatro de Ouros...................... 72 Cinco de Ouros........................ 74 Seis de Ouros........................... 76 Sete de Ouros........................... 78 Oito de Ouros.......................... 80 Nove de Ouros......................... 82 Dez de Ouros........................... 84 Pajem de Espadas..................... 86 Cavaleiro de Espadas................ 88 Rainha de Espadas................... 90 Rei de Espadas......................... 92 Ás de Espadas........................... 94 Dois de Espadas....................... 96 Três de Espadas........................ 98 Quatro de Espadas................. 100 Cinco de Espadas................... 102 Seis de Espadas....................... 104 Sete de Espadas...................... 106 Oito de Espadas..................... 108 Nove de Espadas..................... 110


Nei Naiff

Dez de Espadas...................... 112 Pajem de Copas...................... 114 Cavaleiro de Copas................ 116 Rainha de Copas.................... 118 Rei de Copas.......................... 120 テ《 de Copas........................... 122 Dois de Copas........................ 124 Trテェs de Copas......................... 126 Quatro de Copas.................... 128 Cinco de Copas...................... 130 Seis de Copas......................... 132 Sete de Copas......................... 134 Oito de Copas........................ 136 Nove de Copas....................... 138 Dez de Copas......................... 140 Pajem de Paus........................ 142

Cavaleiro de Paus................... 144 Rainha de Paus...................... 146 Rei de Paus............................ 148 テ《 de Paus............................. 150 Dois de Paus.......................... 152 Trテェs de Paus........................... 154 Quatro de Paus...................... 156 Cinco de Paus........................ 158 Seis de Paus........................... 160 Sete de Paus........................... 162 Oito de Paus.......................... 164 Nove de Paus......................... 166 Dez de Paus........................... 168 Verso das Cartas..................... 171 Autor.......................................... 173 Obras do autor........................... 174

| 8 |


Introdução Lembro com carinho de meus estudos de tarô no início da década de 1980, quando usava de todos os recursos para desvendar aqueles símbolos, que à época, eram misteriosos para mim. Gravava em voz alta a leitura de vários livros, para dias ou meses depois, escutar repetidamente ao dormir. Era uma técnica mnemônica muito em voga, ditando que durante o sono também poderíamos aprender! O problema era a limitação de 90 minutos para a gravação da fita K-7, mas cheguei a comprar um gravador de fita de rolo que podia reter até quatro horas de leitura. Hoje seria mais fácil, gravando um livro inteiro em um arquivo MP3, tocando em um minúsculo aparelho que poderia estar debaixo do travesseiro. Do mesmo modo, para melhor aprendizado, recorria a pintura das cartas. Muitas vezes fotocopiava em preto e branco alguns tarôs e os coloria a gosto, ao mesmo tempo em que estudada cada símbolo. Era comum ver tarólogos, artistas plásticos ou psicólogos se utilizando do tarô com abordagens terapêuticas da cor, seja pela cromoterapia ou pelo esoterismo. Sim, a técnica não é nova, nem modismo, apenas poucos a utilizavam e o material era bem caseiro. O que mais me marcou na técnica de colorir as cartas do tarô, seja para estudo ou terapia, foi perceber o grau de integração que eu conseguia rapidamente com o significado de cada carta. Isso me motivou a estudar cada vez mais o tarô como fonte de autoconhecimento e autoajuda. Ainda hoje encontro alguma taróloga ou artista plástica utilizando os mesmos moldes de aprendizado com as cores e, embora achem que o trabalho é pouco difundido, sempre incentivo a continuarem com as técnicas. Acredito que ao estudar o tarô em um processo sinestésico (ler, gravar, ouvir, colorir), acrescido de pesquisas, cursos com muitos tarólogos e prática em feiras esotéricas, tenha fornecido um conjunto importante de informações, evidenciando minha sensibilidade com a dinâmica das cartas de tarô. Nesse preâmbulo, desenvolvi estruturas importantes (algumas inéditas, outras reorganizadas) que foram descritas em minha principal obra sobre o assunto: | 9 |


Nei Naiff

a trilogia Estudos Completos do Tarô. Destaco a estrutura Nei Naiff de tarô (caminhos entre os arcanos), a diferença de estudo das literaturas existentes (simbologia e hermetismo), técnicas de leitura (planos, atributos) ou métodos (básico, europeu, americano), além de revelar a dinâmica de fluxo oracular (arcano sucessor e ressoante). Atualmente, esses conceitos estão tão difundidos que muitos nem percebem a influência que minhas obras tiveram na nova geração de tarólogos brasileiros e portugueses. Os textos desta obra faziam parte da primeira edição do livro Tarô, oráculo e terapia (ed. Elevação, 2003), que ao ser reestruturado e lançado com o título Tarô, oráculo e métodos (ed. BestSeller, 2014), foi apartado para o presente trabalho. O tarô Harmonious que ilustra os arcanos deste livro, servindo de base para colorir, foi gentilmente cedido pela editora Lo Scarabeo, Turim, Itália — visite o site www.loscarabeo.com. Trata-se de um tarô baseado nas ilustrações do pintor inglês Walter Crane (1845-1915), organizado por Ernest Fitzpatrick e lançado em 2005. Suas cartas remetem ao período vitoriano e toda arte inglesa do século XIX, também é conhecido como o tarô da cartomante Lady Victoria Westwood. Anseio que esta obra com técnicas de autoajuda e pintura dos arcanos, a primeira do gênero lançada no Brasil, seja de grande valia e motivação para todos que estudam o tarô ou apenas desejem entender um pouco mais da própria vida. Ela também é uma homenagem a todos aqueles que ao longo dessas décadas continuaram a elaborar cursos colorindo as cartas do tarô ou as utilizando para o autoconhecimento.

| 10 |


O que é o tarô? O tarô é um conjunto de 78 cartas que representam estágios da vida (afetiva, financeira, profissional, social, familiar, espiritual), podendo revelar os acontecimentos futuros ou ajudar no autoconhecimento. As cartas são denominadas arcanos (mistérios, enigmas) e estão divididas em dois grandes grupos: 22 arcanos maiores ou principais, que simbolizam o macrocosmo, e 56 arcanos menores ou auxiliares, que representam o microcosmo. Os arcanos principais se reportam ao universo das concepções, planos e desejos; já os auxiliares indicam o mundo das definições, formas e realizações. Formando, assim, um alfabeto simbólico. Todas as cartas têm nomes, conteúdo e alegorias bem definidas, quase inalteráveis — por isso difere de uma centena de baralhos cartomânticos. Atualmente há dezenas de concepções artísticas sobre o mesmo simbolismo (imagens arquetípicas), todos originados e estilizados da matriz arquetípica do tarô marselhês. O poder espiritual do tarô se encontra em seus símbolos, não no baralho/ papel em si, pois suas imagens evocam vibrações transcendentais que ligam o homem ao mundo divino. A magia do tarô, em seu modo adivinhatório, está na escolha aleatória das cartas para uma abertura específica ao formalizar alguma questão. Já o aspecto terapêutico ou de autoajuda pode se produzir de vários modos, incluindo a autoanálise ou a meditação. Enquanto na primeira modalidade solicitamos ao universo divino uma orientação, na segunda, buscamos entender a natureza humana. Sua história é controversa, há os que dizem ser originário de terras faraônicas, e outros, relatam ser de tradição zíngaro. Porém, o fato é que temos somente registros e documentos a partir do renascentismo. Já teve quadro, música, ópera, jogos lúdicos, tudo baseado no tarô, cujo uso não foi proibido, tampouco escondido! Passou ao longo de seis séculos divertindo reis, nobres e plebeus; contudo, a arte adivinhatória se fortaleceu nos dois últimos séculos. Nunca houve tanta produção literária como nas últimas décadas, e o número de tipos de baralhos chega a centenas atualmente. | 11 |


Como usar este livro? Escolha um arcano de sua preferência ou siga sua sequência lógica. Leia o significado, reflita sobre as perguntas enquanto pinta as cartas! Use as cores que desejar, o modo que achar mais conveniente, crie e recrie. Tudo influi na pintura: a criatividade, o estado emocional, o planejamento, o momento de vida. No fim, o que vale é pintar! Colorir é um modo de extravasar emoções, eliminar bloqueios, fazer fluir o que há de melhor no coração. Colorir faz bem à saúde, conduz à paz interior, traz alegrias. Colorir desenvolve a percepção, a intuição e até autocura, preparando assim, o esteio para o autoconhecimento. Atenção • Se você já tem familiaridade com os significados das cartas, poderá fazer uma reciclagem, ou ainda, aprender novas linguagens e possibilidades de uso. Neste trabalho em particular, empregamos técnicas terapêuticas de autoajuda, tentando elaborar questões que levem ao equilíbrio. Contudo, observe que estamos fornecendo “conselhos”, então, solicitamos algo “que não possuímos”. • Note duas análises distintas em cada arcano: uma se refere às atitudes atuais e não se relaciona diretamente à carta; a outra, ao conselho sugerido, apontando o significado do arcano. Por exemplo, Sacerdotisa indica para ficar quieto, refletir e planejar mais; pois certamente estaria sendo tagarela, comentando o que não devia e essa atitude poderia prejudicar. Já a Torre indica perdoar o passado, pois estaria sofrendo pelas perdas.

| 12 |


Já colori tudo, e agora? — Ótimo! Você construiu seu caderno de conselhos! Como usar? Pense em uma questão, um problema, uma situação, uma proposta ou apenas uma ideia, o que bem desejar! Vire o livro várias vezes e abra em uma página aleatoriamente. Leia o conselho! Lembre-se: não é previsão, é uma orientação! Eu acredito que conselhos valem mais do que previsões, pois nos fornecem uma direção para o bem-estar, prosperidade e equilíbrio pessoal. Solicitar aconselhamento é o caminho mais significativo do mundo espiritual, uma vez que sugere a melhor trajetória a ser desenvolvida para o sucesso de uma situação (seja a continuação ou a desistência).

| 13 |


Nei Naiff

Mago PALAVRAS-CHAVE Criar, iniciar, aspirar. CONSELHO Não aguarde o destino. A situação carece de muito diálogo, uma comunicação clara ou ainda buscar alternativa para alcançar os objetivos. Olhe a sua volta, veja quantas possibilidades existem! Abra seus horizontes, planeje melhor e siga em frente.

AUTOANÁLISE Medite enquanto colore o arcano:

Sou criativo(a)? Tenho iniciativa? Alcanço minha vontade?

| 14 |


Tarô, Arte e Terapia – Colorindo a vida!

| 15 |


Nei Naiff

Sacerdotisa PALAVRAS-CHAVE Refletir, analisar, conhecer. CONSELHO Analise com cuidado todos os fatos, ainda não é o momento de se expressar ou tomar posicionamentos, aguarde mais um pouco. Não se preocupe, não há problemas sérios; contudo, é necessário refletir e meditar sobre o que e como fazer.

AUTOANÁLISE Medite enquanto colore o arcano:

Sou observador(a)? Tenho planejamento? Consigo me concentrar?

| 16 |


Tarô, Arte e Terapia – Colorindo a vida!

| 17 |


Nei Naiff

Imperatriz PALAVRAS-CHAVE Deduzir, cumprir, produzir. CONSELHO O que está esperando? Não perca tempo com pensamentos desnecessários! Aja imediatamente, expresse, diga o que deseja, vá atrás! Apenas cuidado com a falta de objetividade naquilo que já escolheu como certo e garantido. Aproveite a chance!

AUTOANÁLISE Medite enquanto colore o arcano:

Sou decidido(a)? Tenho autoestima? Percebo minha prosperidade?

| 18 |


Tarô, Arte e Terapia – Colorindo a vida!

| 19 |


Nei Naiff

Imperador PALAVRAS-CHAVE Realizar, concentrar, poder. CONSELHO Que tal ser um pouco mais forte, assumindo a responsabilidade? Chegou o momento de ser uma pessoa mais enérgica e centrada. Seja mais rigoroso(a) com suas atitudes, não fraqueje, siga em frente, pois os caminhos estão abertos!

AUTOANÁLISE Medite enquanto colore o arcano:

Sou enfático(a)? Tenho autossuficiência? Atinjo o que ambiciono?

| 20 |


Tarô, Arte e Terapia – Colorindo a vida!

| 21 |


Nei Naiff

Sacerdote PALAVRAS-CHAVE Organizar, disciplinar, cumprir. CONSELHO Vamos colocar ordem no planejamento porque ele está muito confuso. O único caminho para a paz e o sucesso é a aceitação dos limites pessoais, respeitar a opinião alheia e, principalmente, agir dentro da legalidade moral ou jurídica.

AUTOANÁLISE Medite enquanto colore o arcano:

Sou organizado(a)? Tenho respeito ao próximo? Conheço meus limites sociais?

| 22 |


Tarô, Arte e Terapia – Colorindo a vida!

| 23 |


Leia os significados, pinte os arcanos e aprenda colorindo! Use as cores que desejar, inspire-se, crie e recrie. Colorir é um modo de extravasar emoções, fazer fluir o que há de melhor no coração, e ainda faz bem à saúde, aliviando o estresse, trazendo alegria. Colorir desenvolve a criatividade, a percepção e até a intuição! No fim, o que vale é pintar, estudar e se divertir!

ISBN 978-85-98307-25-1

www.editoraalfabeto.com.br

facebook.com/editoraalfabeto

9 788598 307251

Tarô, Arte & Terapia  

Leia os significados, pinte os arcanos e aprenda colorindo! Use as cores que desejar, inspire-se, crie e recrie. Colorir é um modo de extra...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you