Revista Petro & Química n°388

Page 70

Matéria de Capa

Retirada de instalações de plataforma fixa/www.gov.br/anp/pt-br/arquivos/palestras/VI-SOMA/Descomissionamento-Shell.pdf/Arquivo Petrobras

O

Descomissionamento ganha relevância em tempos de ESG

setor de petróleo e gás prevê uma atividade cresmandas dos acionistas, sem contar que uma operação de cente em descomissionamento, operações de abanabandono mal feita será cara para remediar, cobrando um dono de poços, e desmantelamento de plataformas. preço ambiental e outro, talvez pior, para a reputação das Boas práticas, normas e técnicas sólidas de abandono são empresas envolvidas. essenciais para a proteção ambiental – o que ganha relevânO abandono de poços isola para sempre as formações cia, em tempos de ESG. O avanço das tecnologias trouxe um novo significado ao “permanente”. O abandono de poços está tornando-se cada vez mais frequente à medida que campos atingem seus limites produtivos e econômicos – o custo do descomissionamento de cerca de 6.500 plataformas offshore do mundo é estimado entre US$ 29 a US$ 40 bilhões, ao longo das próximas três décadas. Sem contar as dezenas de milhares de poços onshore, que devem ser abandonados algum dia. Operadores responsáveis buscam equilibrar responsabilidades ambientais com o lucro das de- Ciclo de Vida de um Projeto de exploração e produção de petróleo

70

Petróleo & Gás

no 388