Page 1


2


3


4


5


6


7


Publicação mensal do GRUPO BOXCOM DIRETOR RESPONSÁVEL Alessandro Rios - MTB 31.649 DIRETORA ADMINISTRATIVA Kelly Rios DEPTO. COMERCIAL Fabiano Rios Juliana Siqueira ASSESSORIA JURÍDICA Dr. Daniel Figueira de Barros PUBLICIDADE 19 3039.7509 contato@revistacondominios.com IMPRESSÃO Gráfica Mundo TIRAGEM 6.000 exemplares PERIODICIDADE Mensal CIRCULAÇÃO Distribuição gratuita em 96 condomínios PONTO DE VENDA Revista Condomínios Rua Alferes Franco, 920 | Sala 4 | Centro Limeira - SP Os anúncios e informes publicitários são espaços adquiridos pelos anunciantes e seu conteúdo é de inteira responsabilidade de cada um deles, cabendo à Revista Condomínios apenas reproduzi-los nos espaços comercializados. A opinião dos colaboradores não reflete necessariamente a opinião da revista. Matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

Editorial

Alessandro Rios

GRUPO

alessandro@revistacondominios.com

Leia a Revista Condomínios pela internet: www.grupoboxcom.com.br

8

’’

O momento é de festa. Aos poucos, vamos tirando o pé do acelerador para brindar o novo ano. Para muitos, o momento também é de balanço, reflexão. Uma antiga lenda árabe nos ensina a esculpir as coisas boas que nos acontecem em uma pedra. Já as coisas ruins podem ser escritas na areia do mar mesmo. É bom que as ondas levem embora tudo aquilo que não nos agrada. Já o que há de bom deve ser perpetuado. Nós da Revista Condomínios também aproveitamos esse momento para refletir sobre nossa trajetória, tirando lições dos nossos acertos, e erros também. Felizmente, o balanço que fazemos de 2012 é muito positivo. A Revista Condomínios ganha novos leitores a cada mês e a Revista Conceito se confirma a cada ano como a melhor revista de arquitetura e design da nossa região. Por tudo isso, somos extremamente gratos a Deus, a você, caro leitor, e a todos que nos acompanham nessa jornada. Desejamos a todos um Feliz Natal e um Ano Novo de muita saúde, paz e prosperidade... Tenha uma ótima leitura e até 2013!

Kelly Rios

kelly@revistacondominios.com


ÍNDICE

18 Música

Saiba como escolher o instrumento certo para o seu filho

COLABORADORES

26 Pet

20 Enrico Ferrari Ceneviz

Estado de São Paulo é o que mais gasta com animais de estimação

24 Mayra Rodrigues Pinto Piccinini 31 Dr. Luis Amaral M. Di Paolo

34 Festa infantil

Você já imaginou fazer o aniversário da sua filha em um salão de beleza?

86 Conceito 2013

43 Cássia Reis 44 Lucas Brum 48 Valter Garcia Júnior 49 Tony dos Santos

Confira a cobertura do maior evento de arquitetura e design da região

52 Dr. Roberto Canton 73 Dr. Luiz Ricardo Menezes Bastos 79 Dra. Stella M. F. Pranzetti Vieira

96 Capa

Estrela de “Como Aproveitar o Fim do Mundo” fala sobre carreira e vaidade

110 Oscar Niemeyer

85 Fabiana Massaro e Alessandra N. Queiroz 93 Dra. Patrícia Milaré Lonardoni 101 Andréa C. Bombonati Lopes 113 Émerson Camargo

Homenagem a um dos arquitetos mais importantes do mundo

74

32

108

Capa ALINNE MORAES (ATRIZ) FOTO: JORGE RODRIGUES JORGE/CZN

9


Reflexão

Consumo x natureza Especialista traça um paralelo entre campanhas de incentivo ao consumo e a preservação do meio ambiente por Fátima Cardoso* | Ilustração: Divulgação

O

10

frenesi que atingiu o País com a onda da

pradores correram para gastar US$ 423 milhões ao

Black Friday gerou muitas críticas quanto

longo de um período de quatro dias (lá a onda dura

a possíveis engodos para o consumidor,

mais tempo).

mas poucos pensaram no imenso impacto am-

O próprio nome do dia de liquidações parece ter

biental que essa explosão consumista causou. Nos

origem em danos ambientais. Segundo a Wikipe-

Estados Unidos, onde surgiu a Black Friday, as esta-

dia, o nome Black Friday surgiu na Filadélfia, onde

tísticas existem e os números dão uma ideia do ta-

foi originalmente usado para descrever o tráfego de

manho da tragédia. Mais de 240 milhões de com-

muitas pessoas e congestionamentos – e seu con-


sequente aumento da poluição - no dia que marcava

aponta que dois terços dos consumidores em seis pa-

o início das compras de Natal pós-feriado de Ação de

íses acreditam que “como sociedade, precisamos con-

Graças. É verdade que o Cyber Monday, a versão onli-

sumir muito menos para melhorar o meio ambiente

ne do frenesi de compras intensivo na segunda-feira

para as gerações futuras” (66%). A maioria diz também

após o feriado, emite 50 vezes menos carbono do que

se sentir “mais responsáveis quando compra produtos

a Black Friday, mas este estudo leva em conta apenas a

que são bons para o meio ambiente e a sociedade “

economia de emissões com o transporte para a com-

(65%). Os resultados são baseados em uma pesquisa

pra de bens. Falta incorporar a quantidade de bens comprados (com todas as embalagens) e os produtos descartados na troca por novos.

online com 6.224 consumidores

ESTÍMULO ÀS COMPRAS DIFICULTA PRÁTICA DE CONSUMO RESPONSÁVEL

no Brasil, China, Índia, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos, realizada entre setembro e outubro de 2012.

Essa realidade mostra as

Não serão os consumidores

dificuldades de se promover um consumo responsá-

que vão mudar a maneira como as coisas funcionam.

vel. O estímulo ao consumo é muito maior do que a

O consumo excessivo é um vício estimulado exata-

preocupação com o meio ambiente. Mesmo assim,

mente por campanhas como a Black Friday. São as

um estudo recente, realizado pelas consultorias publi-

empresas - que muitas vezes dizem estar comprome-

cado pela BBMG, GlobeScan e SustainAbility, mostra

tidas com as próximas gerações - que precisam repen-

que os consumidores têm alguma noção de que pre-

sar seu comportamento.

cisam rever o comportamento consumista. O relatório Rethinking Consumption (Repensando o consumo)

* Fátima C. Cardoso é jornalista, com Pós-Graduação em Ciência Ambiental

11


12


13


Palácio dei Priori” virou ponto turístico depois do sucesso de “Crepúsculo”

Turismo

VOLTERRA

Que tal um passeio pela cidade de Crepúsculo? por Felipe Mortara/AE | foto: Shutterstock

U

14

m tour pelos cenários trilhados pelos vampiros

Dobrávamos esquinas de mais de dois mil anos en-

de Crepúsculo pediria uma noite fria e com lua

quanto a guia brasileira Cristina - temos compatriotas até

cheia a iluminar as ruelas medievais de Volterra,

na pequenina Volterra - contava a história de Bella (Kris-

cidadezinha na Toscana que aparece no capítulo Lua

ten Stewart) e Edward (Robert Pattinson), o casal da saga.

Nova, o segundo da saga cinematográfica. O frio estava

Primeira parada: Porta San Francesco, construída pe-

lá. Já a lua não teve chance de se mostrar: chovia de-

los etruscos por volta do século 1.º a.C., a entrada da par-

sagradavelmente. E um ventinho insistente de gelar a

te fortificada da cidade, protegida por 7 quilômetros de

espinha soprava de quando em quando.

muralhas e onde não entram carros. Nem na ficção. Os


ATORES CARACTERIZADOS TORNAM A EXPERIÊNCIA MAIS REAL estacionamentos costumam ficar cheios - mas há sempre

Uma porta se abre, velas indicam o caminho escada

uma vaguinha para carro de galã. Dali em diante seguimos

abaixo. Passo a passo, o clima fica tenso. Ruídos que lem-

pela Via Franceschini, deserta às nove da noite, quase nos

bram gritos ecoam. Chegamos a uma cisterna romana do

sentindo personagens da saga. O vento parecia assoviar

século 1.º a.C., com cerca de 10 metros de comprimento

pelas estreitas vielas molhadas.

por quatro de largura, com teto baixo e abobadado. A luz

Mais alguns passos e alcançamos a Praça dei Priori (que fica na vizinha Montepulciano), símbolo da arquitetura me-

fraca vem apenas de um candelabro com quatro enormes velas vermelhas sobre a mesa.

dieval e cenário de um festival vampiresco no episódio, com

Há dois vultos, com mantos de cetim e capuzes, e um

todos vestidos com mantos vermelhos. Diante do Palácio

terceiro, que desce as escadas. As mulheres gritam en-

dei Priori pode-se muito bem imaginar o vilão Aro (Michael

quanto os três se reúnem na ponta da mesa, e, com taças

Sheen) organizando seus banquetes à base de sangue.

de líquido vermelho nas mãos, começam o “ritual”.

Cuidado! A guia aplica um susto em todos, só para

Desta vez não havia guarda-chuva para me proteger

lembrar que a temática é vampiresca. No Vicolo Mazzoni,

do mico. Uma mulher toda coberta me puxou até a mesa,

ela tenta animar o pessoal e convoca dois do grupo para

onde me deitou. Eu ria, ela tentava me assustar. Confes-

representarem Edward e Bella na cena em que a moça dá

so que senti um misto de nervosismo e constrangimento

de cara com o amado no beco estreito. Fiz cara de guarda-

quando percebi que estava sendo mordido no pescoço.

chuva e fui poupado de bancar o galã. Eu mal sabia o que

Mas as gargalhadas depois valeram a pena. E não, não virei

me esperava.

vampiro. Pelo menos por enquanto.

15


16


17


Dicas

Futuros músicos Fabricantes de instrumentos criam produtos específicos para crianças; conheça orientações para acertar na escolha por Valéria França/AE | foto: Shutterstock

O

18

paulistano Lucas Borges, de 9 anos, já fala

compatíveis com as crianças. E, segundo profes-

em ter uma banda quando crescer. Usa

sores de música, facilitam o aprendizado e não

jaqueta de couro, calça jeans desbota-

comprometem o desenvolvimento físico dos

da e bracelete de roqueiro. E o mais importante:

alunos. Violino, violão e bateria também são en-

Lucas tem uma guitarra de verdade, porém 1/4

contrados em lojas especializadas na versão kids.

menor do que a convencional feita para adultos.

“Tive alunos na escola que choravam quando

Instrumentos como o de Lucas acabam sen-

ensaiavam em casa. Quando conversava com as

do mais leves, confortáveis e anatomicamente

mães, descobria que estavam tocando em gui-


tarras grandes demais para o tamanho deles. Acaba-

quesito que influencia na qualidade do som. Não dá

vam forçando muito braços e mãos para alcançar as

para comprar um instrumento de compensado, por

cordas da guitarra e desenvolviam lesões”, diz Sérgio

exemplo.”

Sciotti, sócio da escola de música Art Livre.

Muitas escolas preferem começar a iniciação

Apesar de menores, esses instrumentos têm pre-

musical com o piano, considerado um instrumento

ço de gente grande. “Uma boa guitarra sai por entre

completo, por ser mais melódico. “Os alunos preci-

R$ 800 e R$ 1,5 mil”, afirma Wanderson Bersani, de

sam aprender teoria e as notas da clave de fá e de sol,

41 anos, coordenador pedagógico da Escola de Música

base musical para qualquer instrumento”, diz Sciotti.

e Tecnologia, que indica as

TESTE A AFINAÇÃO

marcas Gibson, Zaganin, Ya-

E EVITE COMPRA DE

pequeno. “Daí a dica é partir

maha e Tagima. “É possível

INSTRUMENTOS PELA INTERNET

para os teclados de pelo me-

até encontrar instrumentos mais baratos, mas eles não

duram. Por isso, é melhor investir um pouco mais.” Na hora da compra, é importante tomar alguns cuidados para não cair em conversa de vendedor.

Só que não existe piano

nos 5/8 com tecla sensitiva. Há aparelhos que, indepen-

dentemente da força usada para pressionar a tecla, têm a mesma intensidade de som”, diz Sciotti. Um aparelho desses custa cerca de R$ 400.

“Examine o braço da guitarra ou do violão. Ele não

“Aparelhos ruins nunca afinam”, explica Sciotti.

pode estar empenado, nem que seja de leve”, explica

Por isso, um instrumento musical não deve ser com-

Bersani. “Evite também comprar instrumentos pin-

prado pela internet. Testá-lo faz parte do processo de

tados. A tinta pode camuflar o tipo de madeira, um

escolha.

19


Artigo

Novo Código de Processo Civil punirá locatário por falta de pagamento de condomínio Enrico Ferrari Ceneviz Diretor geral do Grupo Mercúrio

Diariamente, estamos pesquisando e nos atualizando

Manaus, é 25%. Os dados são

ra dos Deputados - prevê que

do Secovi.

o inquilino que atrase o paga-

quanto à legislação condomi-

Os levantamentos mostram

mento seja executado na Justi-

sas e Ciências Contábeis Especializa-

nial e um dos assuntos mais

que provavelmente a taxa de

ça e tenha o nome incluído nos

ção em Administração de Condomínio,

discutidos nos últimos tempos

condomínio é preterida em

cadastros do Serviço de Prote-

diz respeito à taxa de inadim-

relação a outras contas no or-

ção ao Crédito (SPC) e da Serasa.

plência nos condomínios. Em

çamento doméstico. O proble-

Em Limeira, o novo código

algumas capitais, esse índice

ma toma uma dimensão maior

também deve provocar queda

tem apresentado números ex-

quando o imóvel não é próprio

nos índices de inadimplência.

Envie suas dúvidas

pressivos. Em São Paulo, por

e sim alugado. Embora o inqui-

Atualmente, temos registrado

exemplo, o número de ações

lino seja o responsável legal

índices em torno de 6,5% - ín-

Acesse nossa página na internet: www.grupomercurio.com.br

na Justiça por falta de paga-

pela taxa, quando não é paga é

dice inferior ao registrado em

mento da taxa de condomínio

o proprietário que tem de arcar

outras capitais, como mostra-

Na Divisão Administração de Condomínios, envie sua pergunta pelo campo “Contato”. As dúvidas mais frequentes serão selecionadas e publicadas nas próximas edições.

aumentou 3,98% em outubro

com o prejuízo.

do anteriormente. De qualquer

Bacharel em Administração de Empre-

Qualidade e Produtividade www.grupomercurio.com.br

20

em relação a setembro deste

Para enfrentar a questão, o

forma, a mudança é positiva e

ano. No Rio de Janeiro, a taxa

novo Código de Processo Civil

representa um incentivo a mais

de inadimplência de condomí-

(CPC - PL 8.046/10) - que tramita

para quem gostar de andar

nios residenciais é 10,17%. Em

na Comissão Especial da Câma-

com suas contas em dia.


21


Direitos

Voo cancelado

Especialista explica qual a melhor maneira de lidar com isso por Mônica Nóbrega/AE | foto: Shutterstock

N

o último mês, muitos passageiros tiveram de

com embarque marcado para o dia exato da paralisa-

lidar com situações atípicas nos aeroportos. O

ção a chance de adiar ou antecipar a viagem sem custo

protesto de trabalhadores em Portugal, Espa-

adicional. Caso fique sabendo do cancelamento já no

nha e Argentina resultou em atrasos e cancelamentos

aeroporto, o passageiro deve ser acomodado em ou-

de voos. Em casos assim, o que fazer para minimizar

tro voo, mesmo que de outra empresa.

transtornos e prejuízos?

22

Segundo o advogado do Instituto Brasileiro de De-

Como a greve é anunciada com alguma antece-

fesa do Consumidor (Idec) Flávio Siqueira Júnior, pas-

dência, cabe à companhia aérea oferecer ao viajante

sagens adquiridas no Brasil, mesmo que de empresas


estrangeiras e pela internet (em sites de companhias que

Nas compras feitas via agência de viagens, a situação

têm representante no País), estão submetidas às regras da

é mais favorável ao consumidor. Segundo Siqueira Júnior,

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

do Idec, a agência deve absorver o prejuízo. É o que a

Assim, após uma hora de atraso, o viajante tem direito

maioria não faz. Mais comum é os empresários colocarem

a comunicação via telefone ou internet. Com duas horas, a

equipes a postos para avisar com antecedência os passa-

empresa deve fornecer lanche ou voucher para refeição. Da

geiros, remarcar bilhetes, fazer novas reservas de hotéis

quarta hora em diante, o passageiro pode escolher entre pedir

(pagas pelo viajante). Ajuda,

hospedagem para esperar o

PASSAGEIRO DEVE SER

próximo voo, cancelar o bilhete

ACOMODADO EM OUTRO VOO,

e receber o valor integralmente,

MESMO QUE DE OUTRA EMPRESA

ou remarcar a viagem. O fato é que o voo cance-

mas não é a postura preconizada pelos órgãos de defesa do consumidor. Em casos não previstos pela lei e que envolvam empresas nacionais ou estabelecidas no

lado dá início a uma bola de neve de prejuízos que nem

País, o Código de Defesa do Consumidor prega equilíbrio

sempre têm solução. O viajante pode perder diárias de

na divisão do prejuízo entre cliente e fornecedor. Você

hotel já pagas por não conseguir alterar a data da reserva;

reclama na própria empresa e aguarda a resposta. O pró-

transfers e passeios agendados; ingressos. São casos em

ximo passo é recorrer ao Procon (procon.sp.gov.br), que

que não há muito o que fazer a não ser contatar o presta-

tentará um acordo. Se não for possível, o Juizado Especial

dor do serviço, explicar a situação e tentar um acordo que,

Cível permite recorrer à justiça sem ter de contratar ad-

ao menos, alivie as perdas.

vogado.

23


Saúde

A ACUPUNTURA ESTÉTICA Mayra Rodrigues Pinto Piccinini Formada em enfermagem, com pós-graduação em enfermagem do trabalho e pós-graduação em Acupuntura Sistêmica, pós-graduação em acupuntura estética facial e corporal. Fones: 8137.6311 ou 3701.4446

24

A acupuntura estética trabalha não só a alteração estética que o paciente reclama, mas também o desequilíbrio que os gerou. Além de promover a melhora/resolução estética desejada pelo paciente, obtém-se a harmonização dos órgãos e sistemas relacionados. A acupuntura estética é praticamente livre de riscos, ao contrário dos procedimentos cirúrgicos. Os resultados obtidos com a acupuntura são naturais, não levando a modificações de fisionomia comumente encontradas em outros procedimentos estéticos, que deixam a face sem personalidade e sem expressão. Não há necessidade de cuidados pré ou pós-procedimento, estando o paciente livre para seguir com sua rotina normal.

Facial - Rugas e linhas de expressão - Flacidez - Manchas de pele -Cravos, acne - Olheiras -Corporal - Gordura Localizada - Flacidez - Estrias cutâneas - Celulite - Cicatrizes hipertróficas e queloides Como funciona? Diferentes técnicas e formas de aplicação da acupuntura são utilizadas para tratar as mais diversas alterações inestéticas. Quando necessário, realiza-se a harmonização energética de órgãos e sistemas que possam estar causando esses problemas estéticos.

Facial: estímulo à neoformação e organização das fibras de colágeno; equilíbrio da tensão da musculatura facial, promovendo a melhora da flacidez e das linhas de expressão; aumento da circulação e melhora da drenagem de líquidos, entre outros. Corporal: estímulo à neovascularização e formação de tecido profundo e superficial sobre estrias cutâneas; redução de líquido nas células de gordura, trabalhando efetivamente em gordura localizada; melhora da circulação sanguínea e linfática, atenuando/resolvendo a celulite; tonificação da musculatura abdominal e dos membros, possibilitando a tonificação e definição muscular sem hipertrofia, entre outros.


25


Pet

“Vaidade” animal

Paulistas são os que mais gastam com animais de estimação; crescimento do setor estimula surgimento de novas lojas por Camila Brunelli e Juliana Deodoro/AE | foto: Shutterstock

S

ão Paulo é o Estado onde mais se gasta com

26

tante será movimentado no Estado.

animais domésticos: R$ 1 em cada R$ 3 gastos

Para a diretora de Atendimento e Planejamento

no País com pets é desembolsado por paulis-

de Geonegócios do Ibope Inteligência, Márcia Sola,

tas. É o que mostra pesquisa realizada pelo Ibope

a grande participação do Estado já era esperada. “É

Inteligência, com dados do Instituto Brasileiro de

o maior em população, em PIB e em potencial de

Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o estudo, só

consumo.”

neste ano os brasileiros deverão gastar R$ 5,92 bi-

Apenas o consumo domiciliar foi considerado.

lhões com animais de estimação e 32% desse mon-

Foram analisadas compras de animal doméstico,


vacina, banho e tosa, gastos com veterinário, ração, xampu, brinquedos e acessórios. O Ibope aponta que o consumo por habitante desses produtos será de R$ 36,31 neste ano, 13% mais que em 2011. O gasto per capita anual específico do paulista é de R$ 47,46, frente aos R$ 46,76 do ano passado. De acordo com a pesquisa, 49,86% de quase R$ 1,9 bilhão que circula no Estado são gastos pela classe B, ou seja, famílias com renda média de R$ 4.500. Para Márcia, a participação da classe C - com renda familiar entre R$ 1 mil e R$ 2.500 - foi uma das principais sur-

supermercados e lojas de construção.”

presas do estudo. “Há um consumo realmente signifi-

São inúmeros produtos, entre rações, petiscos,

cativo dessa camada, que é uma família que a gente

brinquedos, roupas e acessórios. Até mesmo o mer-

não espera que gaste com esse tipo de produto, que

cado estético tem crescido, com a oferta de serviços

pode até ser considerado supérfluo.”

cada vez mais curiosos. Para se ter uma ideia, uma

A proliferação de lojas especializadas de produtos

loja chega a oferecer aos clientes aplicação de unhas

pet é um reflexo da força desse mercado. De acordo

de vinil (entre R$ 70 e R$ 99), banhos tonalizantes e

com Márcia, o que vem ocorrendo é uma qualificação

escovas de chocolate ao leite ou branco (entre R$ 25

da estrutura de varejo. “Foi o que já aconteceu com

e R$ 45), dependendo da preferência do animal.

27


28


29


30


Saúde

GLAUCOMA Dr. Luis Amaral M. Di Paolo | Oftalmologista | Consultório: 3451.8575 Glaucoma é uma lesão progressiva do ner-

através de consultas periódicas com o oftalmo-

vo óptico, relacionada ao aumento da pressão

logista é que conseguimos controlar o glauco-

intra-ocular. Não existe um valor exato de pres-

ma através de tratamentos específicos.

são intra-ocular que cause ou não lesão ao nervo óptico. Em alguns casos, mesmo com níveis de pressão considerados normais, existe lesão; em outros, considerando-se que a pressão está um pouco aumentada, não ocorre esta lesão. Este

Segundo pesquisas da Sociedade Brasileira de Glaucoma em parceria com o Ibope: -50 milhões de brasileiros nunca foram ao oftalmologista; -1/3 dos entrevistados com mais de 40 anos

aumento geralmente não apresenta sintomas, é

desconhece completamente o glaucoma;

lento e progressivo. Com o decorrer do tempo,

-13% desconhecem que glaucoma pode causar

haverá uma perda de campo visual, inicialmente

cegueira;

periférica, tendendo a um “afunilamento” deste

-57% dos entrevistados desconhecem que a

campo, com visão central e posteriormente per-

cegueira causada pelo glaucoma não pode ser

da total da visão (cegueira).

revertida nem mesmo com tratamentos ou ci-

Não existe regressão da perda visual depois de instalada. Não é possível recuperação. Portanto, somente com um diagnóstico precoce

rurgia; -66% desconhecem que o glaucoma não tem cura.

Informações: www.drluisamaral.com.br

31


Auto

BMW M5 Esportivo alemão traz luxo e emoção a 250 km/h por Diego Ortiz/AE | foto: Divulgação/BMW

E

m “Matrix”, filme de 1999, Neo, personagem

Ao entrar no sedã, o motorista é envolvido

interpretado por Keanu Reeves, tem de es-

pelo luxo. O excelente acabamento e nível de

colher entre a pílula azul, que o manterá

equipamentos (os itens de segurança, por exem-

sob a ilusão criada por máquinas, e a vermelha,

plo, incluem controles eletrônicos de tração e

que trará à tona verdades que ele desconhece.

estabilidade, freios ABS e muitos air bags) dão a

No caso do BMW M5, o efeito é inverso e o cho-

impressão de se estar a bordo de um “mero” carro

que de realidade, surpreendente. É preciso ter

de luxo. Entre os detalhes, há LEDs na parte inter-

R$ 558.950 para levar o esportivo alemão para

na e externa das portas.

casa e, sim, ele vale cada centavo.

32

Mas a letra M no conta-giros, manopla de


esportiva da BMW, faz lembrar que há muita energia prestes a ser liberada. Basta ajeitar volante, bancos e espelhos e acionar o botão de ignição para o M5 mostrar por que é um dos carros mais cobiçados do mundo. O urro do despertar do motor V8 de turbos gêmeos é gutural e excitante.

FICHA TÉCNICA

câmbio e volante, cuja costura traz as cores da divisão

Preço sugerido - R$ 558.950,00 Motor - 4.4, V8, 32V, gasolina Potência - 560 cv a 6.000 rpm Torque - 69,4 mkgf a 1.500 rpm Câmbio - Automático, sete marchas 0 a 100 km/h - 4,4 segundos Velocidade máxima - 250 km/h (limitada) Peso - 1.870 quilos

Antes de sair para devorar o asfalto, o BMW permite que sejam feitos alguns ajustes finos por meio

tentar correr para o lado. Mas o controle de tração,

de botões no console. É possível escolher a intensida-

cujo alerta pisca alucinadamente no painel, faz o carro

de de atuação da direção e da suspensão, controlar o

seguir em linha reta.

giro do motor e até o tempo de abertura das válvulas.

Bastam 4,4 segundos para o M5 chegar a 100 km/h.

Essas opções fazem parte do modo Sport Plus - há ain-

Se não fosse limitada eletronicamente a 250 km/h, a

da o Sport e o Comfort.

velocidade máxima seria de 305 km/h!

Surge uma reta livre que convida a pisar firme no

E não é difícil supor que seria possível chegar a esse

acelerador. O câmbio automatizado de sete velocida-

patamar com conforto e tendo o carro completamen-

des e dupla embreagem avança por conta própria e

te sob controle.

os 69,4 mkgf de torque, disponíveis a partir de 1.500

O mais potente M5 desde que a versão foi criada,

giros, jogam o esportivo para a frente, apoiado sobre

em 1985, é também o mais econômico. Segundo a

os 560 cv.

BMW, o supercarro pode rodar 7,8 km/l. Uma lição de

As rodas de trás (a tração é traseira) teimam em

responsabilidade que merece aplausos.

33


Empresarial

Cuca Maluca Salão de beleza infantil agora também realiza festas de aniversário da Redação

I

34

magine uma festa infantil em que a aniversa-

tas infantis é uma tendência em São Paulo e Cam-

riante possa se arrumar em um salão de bele-

pinas. Agora, isso também está disponível em

za junto com as amigas e ainda participar de

Limeira”, comentam as proprietárias da empresa,

um desfile de moda? E o melhor: tudo isso em

Graziela Caratti Lima e Débora Zulske Penedo de

único lugar, com segurança e acompanhamento

Barros.

de monitoras. Pois essa é a nova proposta do sa-

A ideia é permitir que a menina viva uma expe-

lão de beleza Cuca Maluca, na Rua Humaitá, 590,

riência inovadora e divertida. Primeiro, a aniversa-

Centro. “A locação de salões de beleza para fes-

riante e suas amigas fazem maquiagem e cabe-


A IDEIA É PERMITIR QUE AS CRIANÇAS TENHAM UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA E DIVERTIDA

Débora e Graziela - Cuca Maluca

lo. Tudo isso com produtos adequados ao público

ção de três a quatro horas, pode ser acompanhada

infantil. “Elas se divertem bastante. Algumas capri-

pelos pais. Esse serviço é indicado para meninas de

cham tanto no visual que ficam parecendo verda-

quatro a doze anos e participam da festa em média

deiras princesas”, revela Débora.

quinze crianças.

Em seguida, elas participam de um desfile de

Além de festas infantis, a Cuca Maluca também

moda com as amigas. “Geralmente, elas trazem as

oferece outro serviço bem interessante: o Dia de

trocas de roupa e os sapatos de casa. É uma grande

Princesa. “É ideal para formaturas. A mãe deixa a

festa. Elas se comportam como se fossem grandes

filha se arrumando aqui no salão, enquanto corre

modelos”, cita Graziela. As crianças também podem

atrás de outras coisas”, afirma Débora.

optar por brincadeiras (dança da cadeira, passa anel), videokê e videogame. O salão providencia a decoração, os salgadinhos, doces, refrigerantes e o bolo. A festa, que tem dura-

A Cuca Maluca mantém o serviço de corte de cabelo infantil, e conta ainda com serviços de manicure e depilação para o público adulto. Informações: 2114.3414.

35


36


37


38


39


Tendência

MENOS ENROLAÇÃO

Influenciadas pelo cinema e pela publicidade, empresas de filmagem passam a fazer vídeos de casamento mais curtos e objetivos por Nataly Costa/AE | foto: Divulgação

A

40

entrada da noiva, o discurso do padre,

cinema e imagens que parecem de filme.

o beijo. O momento da valsa, a mesa de

Boa parte dessa evolução se explica pelos

doces, a festa. Antes, cada segundo do

profissionais que entraram no mercado recen-

casamento era minuciosamente captado pela

temente. Vindos da publicidade, do cinema, da

câmera, para depois ser reproduzido, cheio de

fotografia e da TV, deram uma linguagem mais

redundância, nos videocassetes da família. Esses

descolada a um produto antigo. Por outro lado,

vídeos mudaram. Estão mais curtos, com edição

as cerimônias também ficaram mais informais e

dinâmica e trilha sonora moderna, qualidade de

pedem um registro igualmente descontraído.


cerimônia. Terminam com a festa e a animação dos noivos e dos convidados. Para ficar mais fácil de mandar por e-mail ou postar nas redes sociais, é comum que cada vídeo tenha um teaser, uma versão menor com os melhores momentos para ser posta no YouTube e compartilhada no Facebook. Um teaser tem de 30 segundos a 3 minutos. Vídeos completos dificilmente passam dos 20 minutos. Como um curta-metragem ou um clipe, ser rápido e gostoso de ver é a grande pedida. “Recebo casais com trauma de ir à casa de amigos ou parentes e ter Também se popularizou o uso de câmeras como

de assistir a um vídeo de uma hora”, conta Luísa Gua-

Canon 5D - preferida dos cineastas e fotógrafos -, Go-

nabara, da produtora A Cereja, de São Paulo. “Hoje,

Pro - que filma de qualquer ângulo - e até a volta de

o vídeo de casamento tem muito mais influência da

filmes como o Super-8, que deixam o vídeo com tex-

publicidade e da moda do que de eventos sociais”.

tura de antigamente.

Algumas empresas de Limeira e região já aderiram

Em vez de já começarem na igreja, os vídeos par-

à nova tendência em vídeos de casamento. A ideia é

tem do making-of dos noivos: maquiagem, arruma-

priorizar a história de amor do casal. O casamento em

ção da gravata. Depois, os melhores momentos da

si é apenas pano de fundo.

41


CLAREAMENTO DENTAL

42

1-O QUE É O TRATAMENTO CLAREADOR DENTAL?

CLAREADOS?

resultados mais evidentes e duradouros, mas de-

O clareamento dental consiste no uso de subs-

De maneira geral, sim. Não se faz o clareamento

pende muito da disciplina do paciente e submete

tâncias oxidantes (gel) que possuem baixo peso

em pacientes menores de 16 anos (por não terem

as gengivas e mucosas ao contato com o gel (limi-

molecular e, portanto, conseguem difundir-se

ainda todo o maturamento das estruturas den-

tando sua indicação aos fumantes e aos pacientes

na estrutura dental e aí quebrarem as moléculas

tais), em gestantes, em fumantes severos, em pa-

com história positiva para cânceres).

gigantes dos pigmentos orgânicos, que são res-

cientes com história familiar positiva para câncer

O outro método é aquele realizado em con-

ponsáveis pelo escurecimento dental. As primei-

de boca, garganta, esôfago e estômago e em pa-

sultório durante uma ou duas sessões de 01 hora.

ras publicações científicas datam de 1989, e de lá

cientes com xerostomia (diminui-

Aí utiliza-se o gel em maiores con-

para cá muito se desenvolveu nessa modalidade

ção do fluxo salivar) causada pelo

centrações, porém, com isolamento

de tratamento.

uso de fármacos de ação central.

das gengivas e mucosas da boca e

2-O CLAREAMENTO DENTAL ENFRAQUECE OS

4-QUAIS SÃO OS MÉTODOS PARA

garganta do paciente. Essa modali-

DENTES?

O CLAREAMENTO DENTAL?

dade permite um maior controle do

Nas concentrações adequadas as soluções cla-

O clareamento dental sempre é

clareamento, pois é possível se apli-

readoras não afetam a estrutura dental. Elas só

feito através do uso dos peróxi-

quebram as moléculas orgânicas dos pigmentos

dos de hidrogênio ou de carbamida. Em menores

de-se até clarear um dente isoladamente), e ainda

e não modificam as moléculas inorgânicas (mine-

concentrações, podem ser utilizados pelo pacien-

evitar o contato com as mucosas, trazendo maior

rais) dos dentes. O que ocorre é uma micro-limpe-

te em sua casa durante 10 a 20 dias. Para esse mé-

segurança. Além disso, não se depende da discipli-

za do esmalte e dentina. Porém, é indispensável

todo caseiro confeccionam-se moldeiras flexíveis

na do paciente, que apenas recebe o tratamento.

que haja uma pré-avaliação e monitoramento

de silicone perfeitamente adaptadas às arcadas

Os dois métodos levam a resultados equiva-

profissional realizado por um cirurgião- dentista.

para conter o gel em seu interior por algumas

lentes, porém em velocidades diferentes. Para ca-

3-TODAS AS PESSOAS PODEM TER SEUS DENTES

horas diárias. Esse método geralmente alcança

sos mais difíceis pode-se associar as duas técnicas.

car mais onde mais se necessita (po-


Design de Interiores

DORMITÓRIOS Cássia Reis | Designer de Interiores | 9115.5495 | 3011.2091 Podemos dizer que este ambiente é o mais “pessoal”

nar, até a fase em que podem ser acrescentadas as mesas

contra a parede será mais bem explorado. Estudar passa

numa residência. Nele dormimos e acordamos. É nele que

para atividades motoras. Cores mais tranquilas são reco-

a ser o segundo enfoque deste ambiente. Mesa na altura

teremos nosso último contato com o mundo exterior, e

mendadas para uma atmosfera mais repousante. Piso de

de 75 cm, cadeira confortável, computador, e toda a pa-

primeiro contato com o novo dia. Por isso, aquilo que ve-

tato agradável será mais do que apreciado por quem vai

rafernália que começa a fazer parte da vida de um futuro

mos ao nosso redor, o que percebemos e sentimos nesse

engatinhar e brincar sobre ele. Iluminação por abajur ou

adolescente.

ambiente, é muito importante. Pode ser um espaço para

iluminação geral com dimmer funcionarão bem. Um pro-

4 ) 11 a 13 anos: é a fase em que será muito impor-

dormir, um refúgio para estar sozinho, para relaxar, e ainda

jeto mais focado em combinação de cores e texturas pode

tante a participação do adolescente no projeto. Os quartos

para o relacionamento pessoal.

ser uma opção melhor do que uma solução temática. Cus-

passarão a ter mais personalidade, tornando-se refúgio.

tará menos e durará mais, já que visualmente tenderá a

Garanta uma ventilação boa e iluminação natural para

cansar menos.

uma atmosfera sadia. Os aparatos eletrônicos continuam

Na maioria dos projetos, os ambientes mais “sociais” das casas são mais valorizados ou mesmo enfatizados. É impor-

a aumentar, e as características dos detalhes decorativos

tante que cada dormitório seja realmente o reflexo daqueles

2 ) 4 a 6 anos: o berço poderá evoluir para uma cama

que dormem nesse espaço e não uma solução impessoal. Ilu-

normal. Trocador e cadeira para amamentar serão substi-

minação natural e ventilação são fundamentais. Poder abrir as

tuídos por uma mesa para brincar e estudar. Será neces-

5 ) Acima dos 13 anos: o dormitório é mais um terri-

janelas pela manhã, deixar o sol entrar e o vento “limpar” o ar

sário maior espaço, de acesso fácil, para armazenagem

tório. Devem desaparecer os vestígios da infância. Já que

acumulado durante a noite é fantástico.

começam a mudar.

de brinquedos. Quanto mais acessíveis os brinquedos

os adolescentes nesta fase têm seus ídolos, o quarto é seu

Neste mês, vamos falar um pouco sobre os dormitó-

estiverem para as crianças, maior a chance de ensiná-las

santuário. Sua personalidade deverá estar nos detalhes e

rios infantis e juvenis, pois são, na maioria dos casos, mais

a guardá-los. Manter espaço no chão para jogos e brinca-

até mesmo na cor das paredes. Enfatiza-se a necessidade

complexos, podendo ocorrer diferentes atividades nesses

deiras é boa opção. Podem surgir a TV, os jogos, os CDs e

de armazenagem de fácil acesso. A decoração das paredes

ambientes. A cada três anos, aproximadamente, as crian-

qualquer outro eletrônico.

passa a ser bastante personalizada por quadros, pôsteres

ças tendem a mudar suas necessidades. Portanto, podemos dividir essas necessidades em cinco fases básicas: 1 ) 0 a 3 anos: repousar, dormir, amamentar, armaze-

3 ) 7 a 10 anos: uma bicama poderá ser adicionada

ou qualquer outra referência importante para o adoles-

para os eventuais amigos que começarão a passar a noi-

cente. O importante é respeitarmos o seu espaço... o seu

te. Portanto um visual mais sofá com almofadas e cama

mundo... que nesse momento é o seu quarto.

43


Artigo Lucas Brum

Editor de imagens da TV Record e comentarista de entretenimento

O HOBBIT: UMA JORNADA INESPERADA

Já faz (acredite) dez anos que os livros de

son rodou o primeiro capítulo da nova trilogia

Tolkien chegaram aos cinemas trazendo um

a 48 quadros por segundo. O cinema tradicio-

novo jeito de contar histórias épicas e arrema-

nal a que estamos acostumados trabalha a 24.

tar milhões de fãs. Peter Jackson se lançou de

O que isso significa na linguagem dos leigos?

vez no mercado de blockbusters com a trilogia

Um longa com imagens velozes, trazendo uma

Senhor dos Aneis. Ganhou, enfim, o Oscar de

velocidade de imagem que lembra a televisão.

Melhor Filme e Diretor com o terceiro capítulo,

É algo que assusta um pouco de início, mas

O Retorno do Rei. O neozelandês transformou

que funciona bem. No entanto, não devemos

as linhas burocráticas de Tolkien em diversas

esperar que isso se torne um padrão como as

senta anos mais jovem, está Martin Freeman. O

horas de batalhas memoráveis, planos abertos

resoluções de TV’s HD ou o uso do 3D (enfia-

ator faz sucesso na BBC no papel de Watson da

de montanhas geladas e criou um novo pa-

do goela abaixo para salvar grandes estúdios).

série Sherlock e sua escolha é mais que apro-

drão de computação gráfica. Agora, o diretor

Vale ressaltar que O Hobbit a 48fps está dis-

priada.

se arriscou a gravar o prequel da série com O

ponível apenas em cinemas selecionados. A

Há ainda o retorno de Ian McKellen no

Hobbit: Uma Jornada Inesperada. A sensação

cidade que mais recebeu cópias neste novo

papel de Gandalf e Cate Blanchett como Ga-

de “somos velhos amigos” ao assistirmos os

padrão foi São Paulo, que conta por exemplo

ladriel. O Hobbit é mais infantil que os filmes

primeiros minutos do longa é quase simbióti-

com dois cinemas IMAX. Campinas também

(e livros) anteriores, mas traz a essência de

ca. Toda a identidade da Terra-Média está de

recebeu cópias em alta velocidade, então é só

Tolkien que os fãs tanto aprenderam admirar. É

volta, mais jovem e até mais colorida. Com

se programar.

o grande filme da temporada e deve se trans-

uma taxa de frames diferenciada, Peter Jack-

44

No papel de Bilbo Bolseiro, dessa vez ses-

formar na maior bilheteria do ano.


45


Saúde

Dor de cabeça

Causa pode estar relacionada a tensões musculares; nesse caso, a melhor alternativa são sessões de massagem por Juliana Piola* | Ilustração: Shutterstock

A

46

o longo da vida, muitas doenças costu-

devido a fatores como má postura durante muito

mam bater à nossa porta. Escolher um

tempo, falta de água no corpo, sinusite ou rinite,

caminho que nos dê mais vitalidade e

má alimentação, sono, muito tempo no computa-

equilíbrio é sempre a melhor opção. Sabe-se que,

dor, levantamento de peso de forma errada, entre

cerca de 75% das dores de cabeça têm a origem

muitas outras coisas.

na musculatura tensa do trapézio, elevador da

Boa parte da população costuma procurar um

escápula, masseter, têmporas, esternocleidomas-

tratamento alternativo, como a massagem - que

toideo e romboide. Estas dores podem aparecer

tem efeito relaxante na musculatura, para as dores


de cabeça. Se as dores de cabeça têm a sua origem

tilho ativo que irradia dores para a cabeça. Pode ser

na musculatura tensa, pode ser que a massagem cure

tratado com massagem com bons resultados. Apare-

a dor totalmente ou alivie bastante.

ce por causa de muito tempo na frente do computa-

Uma sessão de 30 minutos de massagem pode ter

dor, por exemplo, ou por má postura;

o mesmo efeito de analgésicos na melhora da dor de

- Dor na testa e em volta dos olhos. Origem: Pode

cabeça. Sem as desvantagens do remédio, que, usa-

ser o músculo suboccipital e/ou o músculo esterno-

do com frequência, piora o quadro e torna o proble-

cleidomastoideo. Pode ser um ponto de gatilho na

ma crônico.

musculatura ativa ou tensão que diminui ou prende

É muito raro que uma dor de cabeça seja sinto-

a circulação de sangue no pescoço;

ma de uma doença muito grave, que diferentemen-

- Dor nas têmporas acima das orelhas. Origem: Pode

te da enxaqueca, esse tipo de cefaleia não provoca

ser o músculo masseter ou as têmporas devido ao

náusea, vômito e sensibilidade à luz. Claro, é sempre

bruxismo ou estresse;

bom procurar um médico especialista para descobrir

Uma das massagens mais indicadas é a relaxan-

o que gera a dor, especialmente se a dor de cabeça

te. Trata-se de um conjunto de manobras manuais

aparece com frequência.

que são efetuadas especialmente nas costas, braços,

As formas mais comuns de dores de cabeça cau-

pernas e abdome. Ajuda no alívio de tensões psico-

sadas por tensão muscular são:

lógicas como o estresse e a ansiedade, proporciona

- Dor acima das orelhas, perto das têmporas, como se

alívio de tensões musculares e uma ótima sensação

tivesse um capacete apertando. Origem: Pode ser o

de bem estar corporal

músculo trapézio, o músculo que fica lateral e dorsal no pescoço. Ele pode conter um tipo de ponto de ga-

*Juliana Piola é fisioterapeuta dermatofuncional.

47


Artigo

E-COMMERCE DE MODA Valter Garcia Junior Administrador de Empresas com especialização em e-commerce. Site www.cakeweb.com.br Fone: (19) 8117-2187

48

Há cinco anos o segmento de moda era uma fatia insignificante no mercado de e-commerce brasileiro. Poucas marcas acreditavam que haveria público para essa categoria, já que o hábito de tocar e experimentar as peças estava enraizado na cultura de compra dos brasileiros. Após anos comprando eletrônicos e livros, o consumidor começou a usar sua experiência no mundo online para se arriscar na categoria de moda. O aumento do poder aquisitivo da população e a maior acessibilidade às tendências de moda internacionais impulsionaram o consumo de roupas, calçados e acessórios, tendo como principais consumidores as mulheres.

Outro fator fundamental para o sucesso de produtos de moda na internet foi o esforço dos varejistas para compensar a ausência do toque com informações detalhadas sobre tecido, medidas, fotos de alta resolução e fotos em manequins para mostrar o caimento das peças. Tudo isso fez com que o consumidor passasse a comprar com mais confiança. A tendência do mundo online como um todo é tornar-se cada vez mais visual, e este é um apelo fortíssimo para o e-commerce de Moda. Imagens e vídeos vão estar mais presente nas experiências de compras, e o conceito de marca e estilo vão ditar quais serão as regras de comunicação e

perfil de navegação dos usuários da categoria. De acordo com a 25°edição do relatório Webshoppers, a categoria de moda já se estabeleceu como a quinta mais vendida no e-commerce brasileiro, chegando até mesmo a ocupar a quarta posição durante as vendas de Natal. A conclusão é de que o mercado vive um momento promissor. Para os varejistas que atuam somente no offline, ainda há tempo de ingressar para o comércio eletrônico e garantir uma fatia neste mercado que tem expectativa de encerrar 2012 com um faturamento na ordem de R$ 23,4 bilhões. Fonte: ecommerce news


Miami para todos os gostos e bolsos É impossível ficar entediado em Miami. A variedade de atividades

nos agressivas ao bolso, o Aventura Mall tem a vantagem da boa va-

se estende à vida noturna agitada da cidade. O estilo exótico e interna-

riedade de marcas, com mais de 250 estabelecimentos. O bairro Art

cional de Miami resplandece ainda mais durante a noite, quando mo-

Deco é um dos lugares mais bacanas de Miami Beach. South Beach

delos, estrelas do rock e artistas famosos se misturam aos residentes

possui mais de 800 edifícios construídos no estilo arquitetônico Art

locais na balada. Mas, se Miami convida à diversão, também convida

Deco, nos anos 20. Os edifícios mais famosos estão na Ocean Drive, na

às compras. Boa parte de sua fama como paraíso das compras deve-

Collins Ave. e Washington Ave.

-se aos seus outlets. Porém, eles não ficam nos bairros badalados de

Ir a Miami Beach e não conhecer a Ocean Drive é como ir a Co-

Miami, e sim nas cidades vizinhas. No entanto, o acesso até eles é fácil.

pacabana e não passear na Av. Atlântica. Suas lindas praias, mar

Pode-se ir de carro, ônibus, trem ou van. O maior e mais visitado deles é

azul, bares e cafés à beira-mar são ótimos para sentir todo o clima

o Sawgrass Mills, a cerca de 50 quilômetros de Miami, nos subúrbios de

único e descontraído. Finalmente, para quem viaja com crianças, é

Fort Lauderdale. Com 350 lojas não importa o que estiver procurando, é

interessante conhecer o Miami Museum of Science & Planetarium

bem provável que encontre por lá. São várias opções de restaurantes e

ou o Miami Children’s Museum: um espaço muito divertido para

fast-foods, além de cinema e boliches. O Bal Harbour Shops reúne um

aprender e brincar com atividades sobre o mar e conchas gigantes.

bom número das lojas mais sofisticadas do mundo, como Christian

Finalmente, o Addrienne Arsht Center for the Performing Arts of

Dior, Gucci, Prada, Versace e Tiffany & Co. Com bosques, laguinho e

Miami-Dade-County foi inaugurado em 2006, com projeto arquite-

obras de arte, nem parece um shopping center.O Village of Merrick

tônico moderno e é o grande espaço cultural de Miami. Lá acon-

Park é outro destino para quem gosta de etiqueta e pode pagar por

tecem grandes espetáculos de ballet, ópera, musicais da Broadway,

isso. São três andares com mais de 100 lojas. Com opções de lojas me-

concertos, peças e festivais de jazz. Confira!

A equipe da Ideia Viagens deseja a todos seus amigos e clientes um Natal com saúde e paz. Agradecemos e amizade e confiança em nosso trabaho!

49


Música

O fim do Barão Vermelho Nesta entrevista, o cantor e guitarrista Roberto Frejat confirma o fim de uma das bandas mais bem sucedidas do Brasil por Igor Giannasi/AE | foto: Divulgação

M

50

ais do que o reconhecimento do trabalho

de a descriminalização das drogas e confirma o fim

solo, o lançamento do CD e DVD “Frejat

do Barão Vermelho.

- Ao Vivo Rock in Rio” traz uma satisfação

Como foi a sensação de fazer esse show no Rock in

pessoal ao músico. No palco do festival, na apre-

Rio, agora na carreira solo, tendo já participado do

sentação do ano passado, o filho Rafael, de 16 anos,

festival duas vezes com o Barão?

tocou guitarra ao seu lado nas músicas “Malandra-

Tem um lado diferente, porque esse show consoli-

gem” e “Amor pra Recomeçar”. Nesta entrevista, ele

da um reconhecimento do meu trabalho individual

fala sobre seu relacionamento com os filhos, defen-

depois de dez anos. Reconhecimento no sentido de


droga é um problema de saúde, não policial. O custo que a droga traz para a sociedade tem de ser, vamos dizer assim, tratado, conduzido ou reduzido por meio de políticas de apoio a dependentes e que isso tem de ser feito justamente com o dinheiro que a droga recolheria com o imposto da venda. Não só sou a favor da descriminalização, como a favor da oficialização da venda de drogas. Como um remédio de tarja preta é vendido na farmácia, acho que se pode vender cocaína e maconha lá também. Quando o Barão volta do recesso? eu estar no palco onde estava a primeira linha do pop

A gente deve fazer alguns shows para comemorar os

rock brasileiro, fazendo um show que o público rea-

30 anos do nosso primeiro disco e, depois disso, cada

ge de uma maneira muito presente. E o fato de eu ter

um segue seu caminho.

tocado também com meu filho no palco me dá um

Volta definitiva não deve ter?

prazer muito grande. Minha mulher e minha filha es-

Não acontecerá uma volta definitiva, pelo menos para

tavam ali na plateia. Então, tem um momento pessoal

mim. O Barão já fez o que tinha de fazer. Hoje, no mo-

ali muito bacana.

mento em que a gente retorna para estar no palco

Qual é a sua posição em relação à descriminalização

junto, é muito mais a celebração de uma obra cons-

das drogas?

truída do que propriamente a possibilidade de se criar

Sou a favor da descriminalização das drogas. Acho que

mais um passo artístico e autoral.

51


Saúde

Álcool e drogas Dr Roberto Canton

Graduação médica e Residência em Psiquiatria Especialista em Dependência Química pela UNIAD/UNIFESP Consultórios Limeira 19 3713-7030 Rua: Dr Trajano de Barros Camargo, 1876 Leme 19 3554-5370/3554-1434 Rua: Joaquim Mourão, 537

As consequências relacionadas

80% dos tabagistas iniciaram o uso

vez que o acesso dessa população

ao uso de substâncias psicoativas

do cigarro antes dos 18 anos de ida-

ao álcool se dá em diversos meios,

pela população, sejam elas lícitas

de. O número é acompanhado de

entre eles, nos locais de comércio

ou ilícitas, apresentam-se na atua-

dados relacionados ao álcool, em

que não cumprem a determinação

lidade como um grave problema

que cerca de 48,3% dos jovens de

da lei e no próprio ambiente familiar.

de saúde pública. A dependência

12 a 17 anos já fizeram uso na vida

Segundo: a predominante dis-

ou o abuso de drogas colocam-se

de álcool e 5,2% apresentam de-

tância e o silêncio que a socieda-

como fatores de risco para diversas

pendência, segundo o CEBRID.

de e suas instituições reservam ao

ocorrências danosas ao indivíduo

Levando-se em conta que es-

problema das substâncias ilícitas,

e à sociedade, tal como incremen-

tas são substâncias lícitas e por lei

tão grave quanto o primeiro, mas

to de mortes violentas, violência

teriam sua venda proibida a meno-

que estabelece com este uma rela-

doméstica, prejuízo e até perda da

res de 18 anos, esta situação abre a

ção estreita e por vezes quase uma

capacidade produtiva, bem como

discussão em dois pólos.

continuidade. Se não conseguimos

doenças físicas e mentais.

52

Primeiro: coloca-se em foco a

“proteger” nossa juventude do uso

O início do uso de substâncias

maneira paradoxal que a sociedade

daquelas substâncias que lícitas

psicoativas se dá, predominante-

lida com o uso de substâncias psi-

vendidas esquina, como fazer, en-

mente, na adolescência. Cerca de

coativas lícitas entre os jovens, uma

tão, com o acesso às drogas ilícitas?


53


54


55


56


57


Entenda o que é uma Escola Bilíngue: Nosso projeto para 2013 Em 2013, será implantada no Colégio Novo Acadêmico a Escola Bilíngue que será oferecida aos alunos de todos os níveis da Educação Infantil e Ensino Fundamental. Os alunos terão 10 aulas semanais em inglês no período contrário ao ensino regular. A fim de esclarecer algumas dúvidas, selecionamos as perguntas mais frequentes em relação ao Ensino Bilíngue: 1. Qual a melhor idade para se iniciar a Educação Bilíngue? Quanto antes, melhor. A infância é o melhor período para a aquisição de um segundo idioma. O contato com outra língua, associado a técnicas pedagógicas adequadas, auxilia os alunos na compreensão de conceitos, na dedução de regras e amplia a capacidade analítica, exatamente por promover uma percepção multifacetada de valores linguísticos e culturais. 2. O meu filho vai aprender naturalmente o português e o inglês? A criança começa a aprender a língua com a rotina do dia a dia na escola. Quando ainda bebê, não tem o seu vocabulário formado, aos poucos começa a compreender as coisas que ouve, incorporando e repetindo as palavras. Muitas vezes, coloca palavras que ele mesmo inventa. Depois a criança filtra as palavras e começa a fazer sentenças completas para se comunicar. Com as línguas isso também acontece. A criança consegue discernir uma da outra e as separa perfeitamente, tornando-se bilíngue. 3. Como ocorre a inserção de elementos de outra cultura para a criança? O contato com outras línguas é um fator enriquecedor do currículo. Ao mesmo tempo em que se valorizam os aspectos de identidade e cultura nacionais, contempla-se a pluralidade cultural linguística. A Escola Bilíngue visa formar cidadãos preparados para atuar no mundo moderno. O particular e o universal são trabalhados com bastante eficácia, inclusive porque a barreira da língua já é ultrapassada no cotidiano da sala de aula. 4. Os pais precisam necessariamente falar o segundo idioma? Não. Não é exigido que os pais utilizem o inglês em casa, em situações cotidianas com seus filhos. Porém, quando algum membro da família domina o segundo idioma, o contato da criança com o inglês fora da escola pode ser maior e isso potencializa o aprendizado. Os pais podem criar situações para que a criança tenha mais

58

contato com a língua inglesa. Não se pode esquecer que a criança está em uma fase de desenvolvimento pleno e que deve adquirir o máximo de informações, o que acontece com maior naturalidade na língua que se domina. 5. Posso matricular meu filho no Fundamental I e II sem ele jamais ter tido uma educação bilíngue? Sim. O processo de ensino do inglês se desenvolve na escola e os alunos que têm contato com o segundo idioma apenas nesse ambiente atingem, com o passar do tempo, níveis satisfatórios e proficiência suficiente para participar da rotina de imersão na língua inglesa. No caso de alunos que ingressam mais tarde, a escola oferece uma aceleração com material adequado e por tempo a ser determinado em cada caso. O nível de exigência do professor com relação ao inglês será menor para esses alunos e vai aumentando na medida em que eles aprimoram seu conhecimento da segunda língua. 6. Como se desenvolvem as atividades no dia a dia? Com professores fluentes em inglês e material da Pearson (o mesmo adotado por nativos em escolas americanas e/ou britânicas), cada nível de ensino terá sua rotina. Além de aprender a língua inglesa, os alunos também aprendem em inglês conteúdos que envolvem ciências, história, sociologia e matemática. Na Educação Infantil estarão sempre presentes: música, leitura, jogos, brincadeiras e atividades lúdicas. O Ensino Fundamental conta com músicas, leitura, jogos, atividades de grupo, produção escrita e atividades com DVD. Em cada semana haverá atividades diferentes, despertando sempre o interesse dos alunos. 7. Haverá exames de proficiência internacional para comprovar qual é o nível de inglês do meu filho? O aluno receberá um certificado de que cursou a escola bilíngüe ao final de cada ciclo. A cada 2 anos, os alunos podem prestar exames de proficiência oferecidos pela Pearson, que comprovam oficialmente o domínio da língua em todas as habilidades. Todo o material adotado pelo Colégio Novo Acadêmico também conta com diversas ferramentas, através das quais o professor consegue avaliar seus alunos e identificar o que foi aprendido por eles, são os chamados “assessments”.


8. Qual a importância e vantagens de se ter uma Educação Bilíngue? Por causa da globalização necessitamos obrigatoriamente saber mais de um idioma. Em especial, a língua inglesa que é hoje um padrão internacional de comunicação. Não falar inglês não é mais aceitável profissionalmente. A educação bilíngue torna o processo de aprendizagem da segunda língua muito mais natural. Além disso, existem pesquisas comprovando que o ensino bilíngue estimula mais o cére-

bro das crianças, resultando em um desenvolvimento intelectual mais rápido e completo, sendo que a criança exposta a duas línguas terá mais facilidade de aprender uma terceira ou quarta língua. Na educação bilíngue, a criança lida com as diferenças de idiomas e culturas desde pequena. Estar exposta a situações do dia a dia em inglês é como estar morando em país de língua inglesa. *Agende uma visita no Colégio Novo Acadêmico para informações adicionais.

O Colégio Novo Acadêmico está preparado para a Escola Bilíngue. Todas as placas de identificação do Colégio, bem como a mini cidade do Trânsito foram identificadas nos 2 idiomas (inglês/português) para que as crianças se familiarizem com a língua inglesa diariamente de modo natural. Inovação, qualidade diferenciada e ludicidade estão sempre presentes nos projetos da Família Novo Acadêmico. Feliz Natal! Merry Christmas!

DICA DE LEITURA

Charles na escola de dragões

Inspirado no poema “O albatroz”, do francês Charles Baudelaire, a obra mostra a história de Charles, um pequeno dragão que acaba de ingressar na escola e que foge aos padrões de seus colegas de classe que lhe provocam o tempo todo. Charles é franzino, tem asas e pés enormes, não consegue voar e não cospe fogo em seu caderno, como manda a professora. Mas, em um dado momento, ele se liberta. Autor: Alex Cousseau Páginas: 48

DICA DE FILME

Dinossauro Há 65 milhões de anos, quando os dinossauros ainda viviam neste planeta, o iguanodonte Aladar vive o drama de ter sido separado de sua espécie ainda dentro do ovo. Por sorte, ele nasce aos cuidados do clã de lêmures, ao qual pertencem o travesso Zini e a bondosa Plio. Quando um meteoro colide com a Terra seu lar é destruído. Aladar, com sua nova família, precisam unir-se a um grupo de dinossauros para uma jornada rumo a um local seguro. Faixa etária: Livre para todas as idades Gravadora: Walt Disney World

COLÉGIO NOVO ACADÊMICO | Via Dep. Laércio Corte, 3.000 | Chácara Boa Vista da Graminha | Limeira SP | Fone: 3404-4720 | www.colegionovoacademico.com.br

59


Comportamento

CHEF POR ACASO

Com a popularização dos espaços gourmet, cresce a procura por aventais; em São Paulo chefs renomados aproveitam para lançar grifes próprias por Valéria França/AE | Ilustração: Disney Pixar | foto: Marakuthai

M

60

ais do que um acessório protetor da rou-

Muito diferente dos trajes sérios usados em ho-

pa, o avental virou item fashion do armá-

téis e restaurantes mais tradicionais, eles podem ser

rio de qualquer gourmand. Não importa

encontrados em lojas especializadas em objetos

a idade nem o sexo de quem pretende pilotar a

para casa, como Coisas da Doris, e até mesmo em

cozinha: há modelos masculinos com frases e de-

restaurantes. Muitos chefs lançaram linhas assinadas.

senhos bem-humorados, modelos mais femininos,

É o caso de Renata Vanzetto (foto ao lado), de 24

com estampas e laçarotes, que seguem a tendên-

anos, do Marakuthai, nos Jardins, bairro nobre na re-

cia da moda, e modelos para os pequenos chefs

gião oeste de São Paulo, conhecida por amarrações


de lenços na cabeça, colares e outros enfeites, mesmo quando está à frente das panelas. “Acabei bolando uma linha para as amigas, que reclamavam a falta de um avental bonito e prático, que servisse tanto para receber os convidados como para cozinhar.” A chef fez oito modelos, com tecidos estampados e cheios de bossa. Como são customizados, um nunca é igual ao outro. Custam de R$ 50 a R$ 120. Para quem leva a gastronomia mais a sério, fez duas domas (modelo que vai até o meio da perna) moderninhas dupla face. “Desde que fizemos uma cozinha gourmet em casa, esse virou o espaço preferido para receber os amigos.

Chicas. O mais barato, o modelo mirim, sai por R$ 70; o mais caro, para adultos, custa R$ 140.

Quando a gente cozinha não dá para abrir mão do

“Para quem vai usar o avental profissionalmente,

avental, mas tem de ser um que combine com o meu

sempre indico que seja feito de puro algodão”, diz Lili

visual”, diz a apresentadora de TV Tatyana Ceratti, que

Barros, proprietária da Fashion Chef, loja que fornece

comprou um com estampa de oncinha. “Quando mi-

uniformes para vários restaurantes. “O algodão é uma

nha filha viu, quis um igual.”

matéria-prima mais segura. Ele não propaga o fogo

A chef Carla Pernambuco também desenvolveu uma coleção de aventais, à venda no restaurante Las

como o poliéster, por exemplo. Mas, se for um modelo mais para fazer um charme, tudo bem”, completa ela.

61


62


63


Moda

Calvin Klein

De peças íntimas a perfumes; conheça a trajetória do homem que criou uma das marcas mais famosas do mundo da moda por Flavia Guerra/AE | Fotos: Divulgação

H

64

á cerca de dez anos Calvin Klein (foto na pág.

mais icônicas carreiras da moda mundial. Suas cria-

seguinte) não dirige mais a marca que leva

ções e campanhas sempre provocativas traduzem o

seu nome. Hoje, a grife que traduz como

american way de ser cool, fashion e despreocupado

poucas o estilo de vida contemporâneo, em que o

ao mesmo tempo. Não por acaso, o estilista vendeu

mínimo é o máximo da sofisticação, tem o brasileiro

em 2002 seu império construído com o aporte inicial

Francisco Costa à frente. Mas os 70 anos do estilista,

de US$ 10 mil por US$ 739 milhões.

comemorados no dia 19, servem de pretexto para

De uma pequena loja de casacos fundada no

se lembrar dos momentos memoráveis de uma das

York Hotel há 44 anos ao império da moda minima-


lista, Klein percorreu uma trajetória única. Poucos no-

casada com ele de 1986 a 2006). Kelly trabalhou com o

mes da moda conseguem o feito de serem reconhe-

marido por vários anos e foi a responsável pelo investi-

cidos desde o mais rapper dos consumidores até as

mento da marca em underwear.

mais sofisticadas jetsetters. Exemplo da popularidade

Obviamente não foi só de reinventar lingeries e

da marca? Quem não se lembra da cena em que Marty

cuecas que o nova-iorquino descendente de hún-

McFly (Michael J. Fox) vira Calvin em De Volta para o

garos fez carreira. Klein também reinventou a forma

Futuro (1985)? Tudo porque a mocinha Lin-

de se fazer, usar e vender a sportswear, dos

da McFly (Wendie Jo Sperber), que vivia em

já clássicos perfumes, passando pelas linge-

1955, vê Calvin Klein bordado em sua cueca.

ries que traduzem o máximo do conforto da

É por essas e outras que a moda underwe-

mulher descomplicada, mas sexy. Modelo

ar nunca mais foi a mesma após as boxes Cal-

perfeito para este conceito? Kate Moss, que

vin Klein. Quando se pensa em Calvin Klein

estrelou seu primeiro anúncio para a marca

pensa-se ainda na icônica box. Usada por

ainda adolescente.

Mark Wahlberg no provocativo anúncio dos

Além de Moss, garota problema que en-

anos 90, em que o ator ‘segurava suas partes’,

carnou o espírito das fotos sexies e provoca-

a peça se tornou tão popular que Marci (filha do esti-

tivas da grife, Klein sempre escolheu a dedo os rostos

lista com sua primeira mulher, Jayne Centre Klein, com

de suas campanhas. E assim alavancou a carreira de

quem viveu de 1964 a 1974) chegou a dizer que “toda

muitos De Moss a Gwyneth Paltrow, passando por

vez que ia dormir com alguém, tinha de dar de cara

Sandra Bullock, Julia Roberts, Zoe Saldana, Eva Men-

com o nome do pai na cueca dele”. Segundo o estilista,

des e, mais recentemente, Lara Stone (foto na pág.

a culpa é da socialite e fotógrafa Kelly Rector Klein (foi

anterior), as divas foram muitas.

65


66


67


Escada construída com cristais Swarovski

Moda e decoração Moda e Decoração estão cada vez mais en-

linho, que é muito elegante. Almofadas ador-

trosadas. As tendências da Moda estão passan-

nadas com tachas e cristais podem ser usadas

do com facilidade para a decoração, aliás com

no seu living ou nos quartos de seus filhos.

muita rapidez. Estilistas famosos já desenvol-

Agora a bola da vez são os cristais. Eles vie-

vem objetos de decoração com a mesma per-

ram com tudo para ficar na decoração e estão

sonalidade, e desenvolvem texturas parecidas

nos puxadores, nas torneiras e até inseridos

com tecidos como o linho e shantung para es-

nos revestimentos de banheiros. Claro que

tampar os closets e outros móveis.

tudo deve ser dosado corretamente.

Claro que cada marca tem sua exclusividade

Esculturas em forma de animais, cobertos

e padronagem. E, por isso, as empresas usam

por cristais também personalizam a sua de-

top models como estratégia de marketing. Elas

coração. Essa tendência foi conferida na Áus-

trazem uma lembrança do chique e atual, pois

tria, diretamente da indústria mais famosa do

nada se atualiza mais do que a Moda.

mundo Swarovski, onde o setor de decoração

Podemos usar sim essas novas e ousadas padronagens de acabamentos, porém temos

está crescendo a cada dia e já tem um andar só para ela.

que ter cuidado para não deixar os ambientes

Ter cristal na decoração virou uma febre,

com muita informação. Os closets, por exem-

pode ser um detalhe em uma bandeja ou até

plo, podem ser executados em acabamento

nos degraus de uma linda escada! Você decide!

ALESSANDRA BUZOLIN ARQUITETOS Rua Senador Vergueiro, 995, Ed. Del Monde sl. 42 | Centro | Limeira Fones: 19 3442.7072 | 3704.6686 alessandrabuzolin.arquitetos@gmail.com

68


69


70


71


72


Artigo Dr. Luiz Ricardo Menezes Bastos

COMPROMISSOS

Médico

Novo ano, novos compromis-

te vários dias depois do prometido,

um piso, já há três dias arruma uma

sos. Uns dizem que vão parar de

ficou um pouco aquém do espera-

desculpa e diz que amanhã sem

Quem sabe teremos surpresas

fumar, outros dizem que vão ema-

do. Este ano, há dois meses conta-

falta vai fazer a entrega. E assim vai.

boas? Ou as pessoas, cansadas de

grecer.

dos minha esposa liga para solicitar

Tenho inúmeros outros exem-

tantas promessas, um dia comecem por conta própria a honrar os

que morre.

Mas gostaria que as pessoas

uma manutenção, a promessa é

plos. Ou seja, a regra é não res-

não só fizessem novas promessas,

que o responsável vai entrar em

peitar prazos, não honrar os com-

seus próprios compromissos, fa-

mas passassem a cumprir os com-

contato para agendar. Nunca li-

promissos. Meu pai me falava do

zendo uma corrente positiva e que

promissos que assumiram. Digo

gou. Outro prestador de serviços,

tempo em que se confiava no fio

sirva de exemplo a outros? Quem

isso, pois tenho percebido que

responsável pela única autorizada

do bigode. Hoje bigode está fora

sabe 2013 seja o ano do fim das

não cumprir os compromissos está

da região para a minha geladeira,

de moda, e honrar compromissos

promessas vagas, dos prazos adia-

virando a regra. Principalmente

ficou semanas a fio me enrolan-

também.

dos, da volta do respeito, da ho-

no comércio e nos prestadores de

do, até que finalmente resolveu o

Tenho a vaga esperança que

nestidade, das relações saudáveis

serviços, promete-se a entrega ou

problema em trinta minutos, sem

outros compromissos sejam cum-

entre os consumidores, vendedo-

o conserto para um dia, mas quem

necessidade de transportar o equi-

pridos no ano que vem. Aqueles

res, prestadores? A volta do fio do

diz que o prazo é respeitado?

pamento. Poderia ter feito isso na

assumidos pelos candidatos elei-

bigode?

mesma visita onde apresentou o

tos, que vão assumir em janeiro

Sonhar não custa nada. Um

um trabalho de marcenaria para

orçamento. Outro ainda, de uma

as prefeituras e câmaras de vere-

bom 2013 a todos, um Natal de

uma empresa muito conhecida da-

empresa que se intitula a melhor

adores. Esperarei em vão, dirão

esperanças renovadas e uma boa

qui de Limeira. Foi feito, logicamen-

da cidade, responsável por colocar

alguns, mas a esperança é a última

virada.

No ano passado encomendei

73


Televisão

Edson Celulari Ator comenta seu personagem e revela planos para depois da novela por Márcio Mello/AE | foto: Divulgação/TV Globo

A

74

pesar de ter participado da primeira versão

“Cambalacho”, “Sassaricando”, “Que Rei Sou Eu?”,

de “Guerra dos Sexos” com um persona-

“Deus nos Acuda”, “Fera Ferida”, entre outros.

gem pequeno, Edson Celulari acredita que

Você diz que Felipe, de “Guerra dos Sexos”, é um

agora a situação é diferente ao viver o divertido

personagem diferente de tudo o que já fez até

Felipe no remake de Sílvio de Abreu. Para o ator,

hoje. Isso torna o trabalho ainda mais desafiador?

o desafio de fazer humor em folhetim é maior

Acho que sim... Eu vejo um Felipe longe de mim,

que interpretar mocinhos como os que ele já deu

bem diferente. É um personagem que é compos-

vida em tramas como “Amor com Amor se Paga”,

to por uma personalidade e movimentos próprios.


A figura dele é uma coisa que eu nunca apresentei

veu. Foi a meu pedido, uma encomenda minha pra

em nenhum outro trabalho. Isso é muito bacana para

ele: “Capital Estrangeiro”. E eu viajei quase três anos

mim. A cada dia que venho para o estúdio gravar, te-

com a peça. Um sucesso! Foi um exercício de comé-

nho um prazer enorme em continuar contando essa

dia também bacana. O ator tem que ter possibilida-

história. Vale muito a pena. Eu saio de casa com a cer-

des, se permitir fazer musical, fazer comédia. E tem

teza de que estou contando de uma forma segura,

que ser divertido. Eu me divirto fazendo comédia,

realizando um bom produto que vai divertir a plateia.

drama e musical. Se comédia é difícil, musical então!

É isso.

Você tem que coordenar tudo ao mesmo tempo. E

Fazer esse personagem voltado para a comédia é

eu já estou programando um novo musical assim

um desafio a mais na hora de gravar as cenas e con-

que acabar a novela. Eu saio de um problema e entro

seguir alcançar o tempo do humor?

em outro (risos)

Eu acho tão difícil fazer comédia. Eu falei aqui para

E qual será esse projeto? Vai seguir a linha do musi-

um colega: ‘Por que os comediantes não ganham Os-

cal “Hairspray”?

car com trabalho de comédia?’. Porque é muito difí-

É um projeto do Miguel Falabella, uma adaptação

cil! E têm trabalhos brilhantes! E você fala: ‘Agora ele

que ele está fazendo de “Memórias de um Gigolô”.

ganha o Oscar’. Não. O vencedor é um drama. Eu não

Já virou minissérie na TV Globo alguns anos atrás. A

sei por que eles fazem isso. Enfim, eu adoro fazer co-

trama é uma São Paulo dos anos 1920 e se passa den-

média. É um exercício que fiz um número menor de

tro de bordéis, ao som de tangos. A ideia do Miguel

vezes, mas eu adoro! Tive a experiência com o Sílvio

(Falabella) é linda. Ele está desenvolvendo e a gente

de Abreu, aliás, a única peça de teatro que ele escre-

já está conversando há alguns anos.

75


76


77


78


Artigo

TEMPO DE NATAL Dra. Stella M. F. Pranzetti Vieira | Médica pediatra inicia.

também fatos que nos causaram

e procurar encontrar alegria e paz

seja uma data ou uma época do

Precisamos fazer da nossa

tanta tristeza vão perdendo a im-

todos os dias transformando a

ano, mas sim um sentimento. Já

vida um constante Tempo de

portância e a gente conclui que

nossa vida e a vida da nossa famí-

no final de novembro quando as

Natal no qual o amor e a soli-

não eram assim tão ruins como

lia, dos nossos amigos e de todos

luzinhas começam a se acender

dariedade predominem sobre

pareceram na época. Pensando

que nos cercam.

alguma coisa muda dentro de

quaisquer outros sentimentos

bem a gente percebe que valori-

Que este tempo não seja

nós. Ficamos mais sensíveis e tal-

tornando-nos capazes de supe-

za demais coisas que nos fazem

apenas de presentes sonhados e

vez mais humanos, mais preocu-

rar momentos difíceis e fazendo-

sofrer tanto e perder dias de paz

mesa farta mas também e princi-

pados com o próximo, mais tole-

nos fortes sempre.

Eu acredito que Natal não

e noites de sono e que um dia

palmente de reunir a família, dis-

rantes com as pessoas que nos

Claro que não é fácil e as ve-

não muito distante notamos o

tribuir abraços e sorrisos, beijar as

cercam e com certeza isto torna

zes ficamos tristes e desanimados

quanto eram pequenas, frente à

crianças e agradecer a Deus pela

o nossos dias muito melhores.

e tem momentos que parecem

grandeza da vida.

vida.

Só que todos estes sentimentos

insuperáveis mas mesmo estes

Mas eu acredito que tudo

Que o Natal seja um Tempo

não podem simplesmente desa-

passam. Não sei explicar como,

isto faz parte do nosso jeito de

feliz e que se perpetue todos os

parecer quando termina o ano.

mas sei que o tempo transforma

ser e é difícil mudar. Pelo me-

dias do novo ano. Vamos manter

eles precisam ser cultivados com

dor em saudade, mágoas e res-

nos neste Tempo de Natal vale

as luzinhas acesas iluminando o

muito cuidado para que sobrevi-

sentimentos em lembranças que

a pena deixar para traz tudo que

nosso caminho e que a Esperança

vam durante todo o ano que se

podem e devem ser perdoadas e

nos deixou tristes durante o ano

seja o sentimento a nos guiar.

79


Direitos

Bati o carro. E agora!

Em caso de colisão, anote a placa do outro veículo e tente uma negociação amigável; se não funcionar, acione a Justiça por Belisa Frangione/AE | Ilustração: Shutterstock

80

vendedor Júlio Beziaco trafegava pela Mar-

O

Em casos assim, a recomendação é anotar a placa

ginal Tietê quando, ao reduzir a velocida-

do outro carro. “É o dado mais importante para solu-

de, o Gol que guiava sofreu uma colisão na

cionar o problema. Seja de forma amigável ou não”,

traseira. O outro motorista informou dois telefones

afirma o diretor de Auto da Porto Seguro, Marcelo

para contato. “O primeiro não existia e o segundo

Sebastião.

era de outra pessoa”, conta. Como o veículo não ti-

O próximo passo é mensurar os danos e saber

nha seguro, o prejuízo ficou para a empresa onde

se o outro motorista bancará o conserto ou se será

ele trabalhava, que era dona do veículo.

preciso acionar a seguradora. “Vale tentar um acor-


Para casos iguais aos de Beziaco, Sebastião diz que o motorista deve acionar sua seguradora e passar os dados do carro causador da batida à companhia, que tentará localizar o responsável. Quem não tem seguro também deve juntar documentos para evitar dores de cabeça no futuro. “Registre um boletim de ocorrência no mesmo dia em que ocorreu a colisão”, sugere Rios. do. Se não for possível, deve-se guardar os recibos de

Causas de até 40 salários mínimos (R$ 25 mil) po-

despesas que teve e acionar a Justiça”, diz o consultor

dem ser levadas aos Juizados Especiais Cíveis de São

da reportagem e especialista em direito do consumi-

Paulo. Para valores até R$ 12,5 mil, o próprio interes-

dor Josué Rios.

sado pode fazer a reclamação diretamente no fórum.

É possível entrar com a ação se a seguradora não

Os tribunais também tratam de ações acima de R$

realizar o conserto em tempo hábil. “Principalmente se

25 mil. Nesses casos, é preciso contratar um advogado

o veículo que sofreu a colisão for utilizado para o tra-

e o autor terá de renunciar ao valor excedente.

balho”, explica Rios. “Anexe os recibos de gastos com

Os Juizados Especiais não admitem causas contra

transporte e um documento que comprove o que

empresas e órgãos públicos (federais, estaduais e mu-

você deixou de receber por causa dos dias parados.”

nicipais).

81


82


83


84


Arquitetura & Design

O ENCANTO DAS VELAS Fabiana Massaro e Alessandra N. Queiroz | www.atelier21.com.br | Fone: 3704.0083 Quem não se encanta ao se deparar com um ambiente todo decorado harmoniosamente com velas? Principalmente nessa época do ano, em que são tão comuns as comemorações e jantares especiais. Além de charmoso e instigante, o ambiente pode trazer vários benefícios a nossa vida, se soubermos escolher adequadamente a vela com a ocasião desejada. As velas são ferramentas poderosas para decorar ambientes, estimular sensações, fazer relaxamentos, através de seus aromas e cores, além de terem um custo acessível. É interessante saber então quais são alguns instintos causados por algumas cores de velas: Branca: Estimula a harmonia, paz, equilíbrio e a emoção.

caminhos. Amarela: Estimula a prosperidade financeira. Laranja: Estimula a autoconfiança, criatividade, entusiasmo e o progresso. Rosa: Traz energias positivas para assuntos afetivos. Verde Escuro: Ajuda a racionalizar e direcionar os pensamentos. Vermelha: Aumenta o ânimo, força e coragem, paixão e amor. Lilás: Instiga a intuição e a mediunidade. Pretas: Usada para purificar ambientes e quebrar magias. Marrom: Atrai dinheiro e prosperidade. Independente da crença ou religião, o que

Azul Claro: Tranquiliza e traz serenidade.

se comprova é o efeito sedutor que as velas

Azul Escuro: Estimula a abertura de novos

proporcionam, escolha a sua e arrase!

85


CONCEITO 2013 O EVENTO DO ANO

MARIA ZILDA BELLUZZO

REINALDO JACON

CASSIANA FAGOTI

LE ARAUJO

CAIO PELISSON CENEVIVA

FABIANA MAGALHÃES

CHRISTIANE POMPEO

86

Patrocinado pela Unimed Limeira, o coquetel de lançamento da Revista Conceito 2013 foi mais uma vez um grande sucesso. O evento reuniu os principais nomes do ramo da Construção Civil e de outros segmentos de mercado, em uma noite de gala. A festa, realizada no Maison Solano’s, contou com decoração clássica (Mion & Mercato San Lorenzzo) e uma apresentação especial da Banda Chapéu da Máfia. Parabéns a todos os participantes. Confira os flashes!

DIÓGENES WOIGT

BRUNO BONADIMAN

CLÁUDIA CARVALHO

MARIÚSSA GOUVÊA

KAUE, TAINÁ E DU VOLF

ALESSANDRA N. QUEIROZ E FABIANA MASSARO

REGIANE PRADA ROQUE

CÁSSIA REIS

MIRELLA C. MARTINS


LUCIANE POZZI

ADRIANA HERGERT

SAMARA DE PAULA

BRUNA SPAGNOL

GUSTAVO POMELLA

MARIELA LENCIONI

REGINALDO VIEIRA

MARCO FONSECA

NOELI ARCARO BENEDETTI

BETTINA MORAES

CAMILA REATO

ALESSANDRA BUZOLIN

JAYME CHEQUE JR.

CIBELE PASTORI

JULIANA BINOTTI

CARLA SORG

FRANCISCO BORGES FILHO

MAURÍCIO MAITO AREDA

MARCELA SISCÃO E ALESSANDRA ARGENTON

FERNANDA BURGER

SOLANGE CARDOZO

GISELLE SURGE CORRÊA

DANIELA DANTAS

ALEX FABIANO MOREIRA

87


Dr. João Luiz Zaros e Dr. Carlos Roberto Nogueira dos Santos (Unimed)

Ivan Silva (Alves Grill)

Christian Germano (SCA)

88

Gustavo Zolezi (Vivenda)

Bruno e Paula Janine (Aço Base)

Gê e Nilza Portapila (Arte Estilo)

Sandro da Luz (Stuk Lajes)

Cynara Alvarenga (Vera Mattiazzo)

Martha Campos (Brazão)

Rúbia Pinheiro e Luciana Souza (Net Limeira)

Allan Salheb (Todeschini)

Roberlei Cidade e Vívian Batiston (Pool)

Roberto Viana e Carina Stefanelli (Água Doce Cachaçaria)

Sônia e Laércio Bottan (Ameridráulica)

Francisco Sacco e Adriana Rizzo (Sérgio’s Turismo)

Sueli (Vidraçaria Santa Luzia) e Rômulo (Criare)

Tailaine dos Santos e Gustavo da Mata (Jaguar)

André Machado (André Pinturas)

Marisa Mario (Simplismenti)

Rodrigo Cruz (Habitare)

Andressa Frugoli (Dioon)


Fabiano Medeiros (Inove Decore)

Carmelita Caran e Linete Beck (L Degan)

Rogério Delmondi e Lilian Cintra (Toda Casa e Espaço Barroco)

Celso Pinheiro e Paulo Gachet (Casimiro)

Elisabete e Edson Dalfré (Equus)

Viviane, Idayr e Enrico Ceneviz (Grupo Mercúrio)

Karina e João Manoel (Manjar do Marquês)

Daniela Cerchiari (Florense)

Juçara Martinatti e Hanaí Manfredi (Casa Jardim)

Marta e Fernanda Freire (Gráfica Mundo)

Vivane Magri e Luciano Fischer (Vivane Lustres)

João, Sineide e Sophia Franco (Raffinato)

Maurício dos Santos (Gianoto)

Mário Botion e Regina Botion (MC Botion)

Antonio Carlos Donatti e Antonio Carlos Donatti Jr. (Empreiteira Donatti)

Dr. Manoel Francisco de Oliveira Filho

Ricardo e Paulo Germano (DG Móveis)

Dorotéia e Gilmar Bonatti (Marmoraria Silva)

Ricardo Zacharias e Fabiana Bonzanino (CNA)

Adquira a melhor revista de Arquitetura & Design da região. Informações: 19 3445.5125

89


90


Edson Dalfré, DJ Dot Larissa e Elisabete Dalfré

A Equus realizou no dia 23 de novembro, no H1 Musicbar, um desfile com as novidades da coleção Primavera-Verão 2013. O evento contou com a participação das modelos da The Agency One e uma atração muito especial: a DJ Dot Larissa. Denominada Summer Secrets, a nova coleção abusa das cores, estampas, transparências, recortes e apliques. As novidades já estão disponíveis na Equus Limeira - Rua Senador Vergueiro, 339, Centro (Estacionamento Stop-Car Park/Rua Barão de Cascalho, 326). Informações: 3443-4255.

91


92


Nutrição

FORTALEÇA SUA SAÚDE NO VERÃO Dra. Patrícia Milaré Lonardoni | Nutricionista | Tel: 3443.3236 | patricia.milare@itelefonica.com.br O cuidado com a alimentação

e alho – o azeite-de-oliva extra-

causada pelo consumo de ali-

Para fugir do risco de intoxica-

pode evitar males comuns da es-

virgem é rico em vit. E, excelente

mentos contaminados por bacté-

ção, na hora de preparar o lanche

tação, como desidratação, doen-

para a pele, enquanto que o alho

rias que se desenvolvem quando

para viagem ou praia, escolha fru-

ças de pele (como micoses, candi-

estimula a função imunológica,

o alimento não é acondicionado

tas in natura, secas, barras de cere-

díase, herpes, e o grave câncer de

que ajuda no combate a infecções

sob refrigeração ou que não é

ais com até 90 kcal, cookies inte-

pele, entre muitas outras), viroses

e inflamações.

servido na temperatura correta

grais, biscoito de polvilho. Procure

e intoxicação alimentar.

•Suplementos probióticos –

ou, ainda, que é preparado com

levar o lanche em bolsas térmicas

Para evitar esses males, o me-

bactérias que recuperam a micro-

falta de higiene. No verão, pelo

ou isopores limpos.

lhor a fazer é reforçar o sistema

biota intestinal, o que faz o fungo

tempo quente, os alimentos es-

Também se hidrate correta-

imune. Para isso:

da candidíase se desenvolver me-

tragam mais rapidamente. Ao

mente. Além da água, consuma

•Use óleo de coco – para cozi-

nos e você absorver mais vitami-

se alimentar fora de casa, prefira

chás naturais gelados, de prefe-

nhar, sobre as frutas, sobre as sa-

nas e minerais para fortalecer sua

alimentos leves, sem molhos ou

rência, sem açúcar ou adoçado

ladas e nos sucos. Rico em ácidos

imunidade e combatê-los.

cremes e observe o aspecto do

da forma mais natural possível,

láuricos e caprílico, o óleo de coco

•Contra a herpes – coma me-

lugar e do manipulador antes de

sucos de frutas naturais e água-

tem atividade antiviral, antifúngi-

nos chocolate e castanhas, como a

comprar os produtos. E evite con-

de-coco.

ca e antibacteriana, que ajuda no

de caju, que aumentam a replica-

sumir frituras – além de não ser

Essa é minha dica para você e

combate a candidíase, micoses e

ção do vírus, e inclua no cardápio

saudável, não sabemos da quali-

sua família aproveitar com saúde

herpes.

alimentos como soja, peixe e ovos.

dade do óleo e se ele está sendo

essa quente, alegre e esperada es-

reutilizado !!

tação do ano.

•Tempere a salada com azeite

Já a intoxicação alimentar é

93


Negócios

EMPRESA FAMILIAR Quem foi que disse que esse tipo de empreendimento sempre dá problema; conheça dois casos de sucesso por Fernando Scheller | Ilustração: Divulgação

M

94

esmo com as geladeiras presentes em

de um produto em uma época em que o eletrodo-

quase todos os lares brasileiros, a lata

méstico era um luxo para boa parte dos clientes da

da manteiga Aviação ainda é um dos

empresa.

produtos mais vendidos do laticínio fundado em

Se essa realidade já foi superada, por que a ver-

1920. O atual diretor-presidente da empresa, Ge-

são em lata ainda existe? Segundo Resende Filho,

raldo Alvarenga Resende Filho, membro da ter-

por um motivo simples: a manteiga é mais gostosa

ceira geração da família fundadora, conta que a

em temperatura ambiente. Além de não ficar “pe-

lata nasceu como opção para alongar a validade

trificada” pela temperatura do refrigerador, o pro-


duto tem suas propriedades conservadas na latinha. “Sente-se melhor o gosto do sal”, explica. A lata ainda responde por 40% das vendas da manteiga Aviação - a liderança agora é das embalagens plásticas, mais baratas. No entanto, a velha latinha ainda determina toda a comunicação visual do laticínio da mineira São Sebastião do Paraíso, que já

ne na fabricação da mortadela. Os ingredientes co-

migrou para produtos como requeijão, doce de leite

mumente utilizados pela indústria alimentícia para a

e queijos. “Mas a manteiga ainda é 70% do negócio”,

“liga” do produto - como lecitina de soja e fécula de

diz Resende Filho, sem revelar dados de faturamento.

mandioca - estão banidos na Ceratti, que transferiu

Foi buscando a expansão sem trair a própria iden-

sua unidade produtiva da Região Sul de São Paulo -

tidade que outra indústria alimentícia, a paulista Ce-

mais especificamente onde fica a favela de Heliópolis

ratti, conseguiu se firmar no mercado desde 1921,

- para Vinhedo, no interior paulista.

ano em que foi aberto o primeiro açougue da família.

Benedetti, 58 anos, é membro da terceira geração

A empresa, que vai faturar mais de R$ 200 milhões em

da empresa e divide o comando com Bárbara Ceratti,

2013, está presente no varejo das Regiões Sul e Su-

33 anos, prima de segundo grau e representante da

deste e começa a chegar ao Norte e ao Centro-Oeste

quarta geração. Embora o portfólio da Ceratti tenha

como um produto de nicho, vendido em casas de

hoje 80 produtos, a receita original da mortadela

queijos e vinhos.

nunca foi modificada. “Talvez pudéssemos ter ven-

Uma das regras de ouro da companhia, segundo

dido mais no início (seguindo o resto da indústria),

o diretor Mário Ceratti Benedetti, é utilizar apenas car-

mas não acho que nos traria até aqui”, diz Benedetti.

95


Alinne

MORAES Depois de quatro anos trabalhando sem parar, atriz revela que é hora de descansar por Ana Paula Hinz/PopTevê | Fotos: Jorge Rodrigues Jorge/CZN

Longe da tevê desde o “remake” “O Astro”, Alinne Moraes volta a brilhar na série “Como Aproveitar o Fim do Mundo”, que brinca com as questões tragicômicas do apocalipse. Perto de completar 30 anos, Alinne Moraes conquistou o espaço profissional que sempre sonhou. Já trabalhou com grandes nomes do teatro e do cinema e tem alguns importantes papéis na tevê, como a homossexual Clara de “Mulheres Apaixonadas”, de 2003, a vilã Maria Sílvia de “Duas Caras”, que foi ao ar em 2007, e a paraplégica Luciana. “Meu sonho profissional foi realizado e continua sendo a cada dia”, afirma. Você tem emendado vários projetos. Pensa em parar para descansar depois da série? Com certeza! Até Deus teve descanso! Acho necessário porque sentei para conversar com os profissionais do escritório que cuida da minha carreira e vi que não tive nem um mês de férias em quatro anos. E aí percebi que tenho vivido a vida das minhas personagens melhor do que a minha própria. Talvez eu tenha sacrificado algumas coisas na minha vida por causa disso, mas, por outro lado, eu aperfeiçoei o meu trabalho. Agora preciso de um tempo para dirigir a minha vida e para pensar o que eu quero fazer daqui para frente. Mesmo com o desgaste, você aceitou esse papel. Por que? Depois de tanto tempo sem descanso, estou tão esgotada que sinto que não tenho mais nada para oferecer para os papéis. Não foi o caso da Kátia. Eu achei que podia dar algo para ela, mas no fim foi a personagem que me trouxe muitas

96


coisas positivas. O texto da Fernanda Young e do Alexandre Machado tem uma leveza e um humor tão grande, que eu estou sugando isso para mim. Também contou muito poder trabalhar com o José Alvarenga (diretor). Além de completar 30 anos em 2012, você também faz 10 anos de carreira na tevê. Como você faz para lidar com a fama e manter os pés no chão? A vaidade existe muito nesse meio e ela ajuda a levar você para lugares ainda mais altos. Mas chega uma hora que você amadurece e vê que isso não faz você ser diferente de ninguém. Eu não sou exemplo para nada, sou uma pessoa normal. Então, quero usar meu espaço para divulgar meu trabalho e não para dizer que estou com dor de dente ou algo assim. Os limites entre a vida pública e a privada são muito delicados, mas tento não dar corda para certas perguntas e abordagens.

97


O ex-piloto de Fórmula 1 Tarso Marques ao lado de seu veículo customizado El Camino 1

Hobby

Customização Conha a atividade de quem não abre mão da exclusividade por Thiago Lasco/AE | foto: Divulgação/AE

E

nquanto as ruas são tomadas por utilitários pre-

cido com o reality show “Overhaulin”, estrelado pelo

tos e sedãs prata, alguns motoristas se recusam

designer norte-americano Chip Foose.

a aderir ao bloco da monotonia. Eles querem

No Brasil, os principais expoentes da arte aprende-

um carro que mostre personalidade e não passe

ram colocando a mão na massa. Fernando Baptista, o

despercebido. Para atendê-los, profissionais especia-

Batistinha, começou a trabalhar na oficina do pai aos

lizados transformam modelos novos ou antigos em

12 anos.

obras-primas. O trabalho dos customizadores ficou mais conhe-

98

Quando o pai desativou a parte de funilaria e pintura, Batistinha assumiu a clientela e montou sua própria


oficina,em São Paulo, hoje com 22 funcionários. “Em dez anos, já são duas mil ordens de serviço.”

profissional possa entender os gostos do cliente e orientá-lo. É importante saber qual uso será dado ao carro ou

O ex-piloto de Fórmula 1 Tarso Marques trouxe uma

à moto. “Não adianta colocar um motor de 500 cv se o

Harley-Davidson desmontada da Inglaterra e juntou alguns

dono só quer passear”, explica Batistinha. “Moto baixa e

mecânicos para executar o serviço de personalização. Come-

longa precisa ser dura. Um banco alto de espuma é feio.

çaram a fazer projetos para amigos e as encomendas cres-

Se o cara só roda na cidade, podemos deixá-la mais bo-

ceram. Seu estúdio atualmente prepara carros, motos, aviões e até barcos. “Estamos customizando um iate de 130 pés.” A customização vai além do tuning. “Não é só botar néon,

nita. Se vai pegar estrada, tem

PERSONALIZAÇÃO TEM PREÇOS BEM VARIADOS, QUE PODEM CHEGAR A R$ 160 MIL

adesivo. Aqui você reestiliza a carroceria, arranca o assoalho, fabrica peças, às vezes desenha até o botão do vidro elétrico”, explica Marques.

de ser confortável”, afirma Marques. Mais que chamar a atenção, o bom projeto é atemporal. “Quando passar a moda, aquela roda vai ficar horrível se ela não

combinar com o projeto”, afirma Batistinha. Um projeto de customização pode levar poucos meses

Com isso, dá para combinar o visual de um carro antigo

ou mais de um ano. A duração depende do estado do veícu-

com tecnologia nova: motor moderno, suspensão, ar-condi-

lo e do grau de transformação. Já o preço pode variar bas-

cionado. “Você agrada o fã de época e quem quer um carro

tante. “Já vi Mavericks customizados valendo R$ 160 mil”, diz

bombado”, diz Batistinha.

Batistinha. Não se deve começar um projeto sem um bom

Cada projeto nasce de uma boa conversa, para que o

planejamento. “Senão, você gasta mais do que queria”, cita.

99


100


Artigo Andréa C. Bombonati Lopes Psicóloga e Psicanalista Rua Frederico Ozanan, 94 Fone: 8132-7989

Sapatinhos na janela

É bem possível que boa parte

decorado, que oferece ao outro o li-

Talvez pudéssemos nos lembrar que

E, ainda que o restinho de 2012 não

das crianças pequeninas de hoje não

vre-arbítrio para dispor como melhor

o natal é tempo de pôr os sapatinhos

lhe ofereça, leitor ou leitora, motivos

façam ideia do que a expressão acima

lhe aprouver. Sem crise, sem culpa,

na janela. De dar uma pausa e sair

para celebrar 2013; ainda que as raba-

significa. Já que nos tempos moder-

sem trabalheira, vamos simplificando

pelas ruas, não para compras, mas

nadas queimem, que a conversa e o

nos, tão mergulhados pelo digital,

o dia a dia corrido dessa época, a fim

apenas para apreciar o natal se apo-

abraço sejam insípidos, que o aroma

pelo tecnológico, pelo complexo

de que possamos dar conta de todas

derando das pessoas. Em meio a lojas

de família traga certo desencanto e

e pelo sofisticado que o futuro nos

as obrigações sociais que nos regem.

cheias, papai noel com seu sininho na

você se imagine buscando um único

oferece, até mesmo nós nos esque-

Ou nos convencer de que assim fi-

calçada, guirlandas, bolas e luzinhas,

momento de paz em meio à própria

cemos da simplicidade que habita

zemos. Os vale-presentes, os cartões

é possível flagrar, ainda, raras cenas

solidão; ainda que nada sobre entre

o ato de sonhar com um presente

virtuais, as mensagens automáticas

de ternura, que podem nos ensinar,

os pratos da mesa e os enfeites da

de natal. Hoje não esperamos que

são hábeis artifícios que nos livram da

que, a despeito de fartura, ostenta-

árvore, é possível lembrar-se de que,

os outros adivinhem nossos desejos;

agonia de escolher lembranças e es-

ção, luxo e reuniões, o natal é tem-

sempre haverá sapatinhos à espera

nos antecipamos e damos pistas dos

crever mensagens para quem muito

po de pôr a esperança fresquinha à

de que você se resolva a tirá-los do

mimos que gostaríamos de ganhar;

gostaríamos, mas para os quais não

mesa; de servir as antigas rabanadas

armário e colocá-los na janela. Pôr

não aguardamos que o outro nos

há tempo. Porque se trabalha mais

mergulhadas em abraço caloroso,

os seus sapatinhos na janela; ainda

surpreenda; o passeio ao shopping

do que se vive. Porque se fala mais

de arranjar travessas de conversas

que chova, ainda que neve. Ninguém

center para juntos ir às lojas e com-

do que se ouve. Porque se corre mais

demoradas ao molho de uma paz sa-

pode fazer isso por você, a não ser

prar o que será o ‘presente de natal’

do que se anda. Porque se consome

borosamente construída, de uma se-

você mesmo. E é esse movimento

é prática comum. Ou a quantia em

mais do que se necessita. E porque

renidade que aconchega, com aroma

que pode fazer a diferença no natal e

dinheiro, num envelope discreto ou

se sonha menos do que se deveria.

de família, de sagrado, de verdadeiro.

na nossa vida.

101


102


103


104


Homenagem a Marciel Oehlmeyer A Inove Decore sediou de 1º a 8 de dezembro a exposição “Alma e Arte”, com telas assinadas pelo saudoso Marciel Oehlmeyer. O artista plástico, que dominava vários estilos, tem diversos trabalhos espalhados não só pelo Brasil mas em várias partes do mundo. Com o fim da exposição na Inove Decore, as telas ficarão expostas na galeria localizada da Rua Humaitá, 44, Centro. Informações: 3034-3373. (da Redação)

105


106


107


Um brinde! Conheça mais sobre o vinho espumante: sinônimo de sofisticação nas grandes comemorações

O

espumante é um vinho que possui

grandes reis da França. A coroação acontecia

naturalmente um elevado nível de di-

na catedral de Notre-Dame de Reims, construí-

óxido de carbono que o faz borbulhar

da em 1225, e nas comemorações era servido

quando servido, favorecendo seu frescor. Ninguém sabe ao certo a origem desses fa-

108

champanhe. Por este motivo ficou conhecido como o vinho dos reis.

mosos vinhos, porém sua fama deve-se ao fato

Dom Perignon, um monge beneditino, de-

de que em Reims, cidade mais importante de

senvolveu um moderno método de produção

Champagne, foram coroados quase todos os

do champanhe em 1670 e por isso é chamado


como o Criador do Espumante. Mas é claro que isso

tes, não só no Vale dos Vinhedos onde está localizada

não é verdade! Porém, devido ao método criado por

a sua sede, mas também na região da Campanha (RS),

Perignon, muitos países começaram a desenvolver

onde são realizados os projetos Almadén e Bellavista

excelentes espumantes, entre eles o Brasil. E para

Estate, e na ensolarada região do Vale do São Francis-

nossa agradável surpresa, os espumantes brasileiros,

co, na Bahia, por meio da Vinícola Ouro Verde.

por estarem conquistando importantes prêmios em

O vinho espumante constitui ótima opção de har-

feiras internacionais, estão chamando a atenção dos

monização na culinária mun-

especialistas, ao ponto de fa-

OS ESPUMANTES BRASILEIROS

mosos profissionais da área

VEM CONQUISTANDO PRÊMIOS

já preverem que o Brasil será em breve o principal produ-

dial,

sendo

indispensável

nas melhores entradas, no acompanhamento de pratos

IMPORTANTES EM FEIRAS INTERNACIONAIS principais, e, enfim, possibili-

tor de espumantes de alta qualidade do Mundo.

ta finalizar o momento com beleza, requinte e nobreza.

Por todas essas características de sofisticação e le-

Os renomados espumantes brasileiros são produ-

veza, podemos dizer que não existe outra bebida de

zidos na região do Vale dos Vinhedos, Bento Gonçal-

tanta propriedade para brindar as grandes comemo-

ves (RS), origem dos melhores espumantes nacionais.

rações como os vinhos espumantes.

A Miolo Wine Group, maior produtora de vinhos finos do Brasil, elabora excelentes variedades de espuman-

Informações: 19 3556.9710 / manjardomarques.com.br

109


Linhas curvas, tão presentes nos projetos assinados por Niemeyer, também aparecem no projeto doado por ele a Limeira

Especial

Oscar Niemeyer O adeus ao gênio

T

anto já se falou e tanto há por falar sobre

ressaltou o caráter criativo e inovador de Nie-

o gênio Oscar Niemeyer. Só depois de sua

meyer. “Ele transpôs as curvas naturais da antiga

morte é que nós brasileiros tivemos a real

capital, Rio, para os prédios e monumentos de

noção da importância dele para a arquitetura

110

por Alessandro Rios | Fotos: Divulgação

Brasília”.

mundial. Seu legado vai ficar vivo na beleza de

Niemeyer, que completaria 105 anos em 15

suas obras e inspirar gerações, afirmou a Casa

de dezembro, nasceu no bairro de Laranjeiras,

Branca em um comunicado em que lamenta a

no Rio, se formou em arquitetura e engenharia

morte do arquiteto brasileiro. A nota também

na Escola Nacional de Belas Artes em 1934. Em


seguida, trabalhou no escritório dos arquitetos Lúcio

Nos anos 90 e 2000, a produção de Niemeyer

Costa e Carlos Leão, onde integrou a equipe do pro-

continuou em alta, com a inauguração do Museu de

jeto do Ministério da Educação e Saúde.

Arte Contemporânea de Niterói (RJ), o Museu Oscar

Por indicação de Juscelino Kubitschek

Niemeyer, em Curitiba, e o Auditório Ibi-

(1902-1976), então prefeito de Belo Horizonte,

rapuera, dentro do parque, em São Paulo.

Niemeyer projetou, no início dos anos 1940, o

Atualmente, em Santos, está em exe-

Conjunto da Pampulha, que se tornaria uma

cução o projeto de Niemeyer para o mu-

de suas obras brasileiras mais conhecidas.

seu Pelé. A previsão é de que a obra seja

Nos anos 50, projetou obras como o edifício

concluída ainda este ano.

Copan e o parque Ibirapuera, ambos em São

Limeira também possui um projeto

Paulo, além de comandar o Departamento

assinado por ele. Niemeyer doou para o

de Arquitetura e Urbanismo da Novacap, res-

município o projeto de um grande com-

ponsável pela construção de Brasília.

plexo esportivo, totalizando 160 mil me-

Ao lado de Lúcio Costa, ajudou a dar forma à

tros quadrados. Porém, a obra que seria erguida na

nova capital, concebendo edifícios como o Palácio

região do novo campus da Unicamp hoje tem futuro

da Alvorada e o Congresso Nacional. Inaugurada em

incerto. Com a cassação de Silvio Félix, prefeito que

abril de 1960, Brasília transformou a paisagem natu-

conseguiu a doação do projeto, ninguém sabe o que

ral do Brasil central em um dos marcos da arquitetu-

será feito do projeto. Será que um dia Limeira tam-

ra moderna.

bém terá uma obra assinada por Niemeyer?

111


112


Segurança

FIFA VAI CONTRATAR EMPRESAS DE SEGURANÇA PRIVADA Émerson Camargo

A FIFA (Federação Interna-

privada autorizadas pela Polícia

Esse conceito foi desenvolvido

Pós-graduado com especialização

cional de Futebol Associado)

Federal, que empregarão so-

na Colômbia para combate as

em Segurança Pública e Privada

será responsável pela seguran-

mente vigilantes com curso de

FARC (Força Armada Revolucio-

MBA em gestão estratégica de

ça nos espaços privados, em

extensão para grandes eventos

nária da Colômbia), quando as

negócios

estádios que sediarão a Copa

de acordo com o previsto no

forças armadas, as polícias, os

do mundo no Brasil em 2014.

artigo 70 da lei geral da Copa.

serviços públicos afins, a socie-

A segurança privada será em-

O presidente do COL/FIFA Jose

dade civil e a segurança privada

pregada em campos de treina-

Maria Marin ao abrir o seminá-

passaram a atuar integradas,

mento, hotéis e concentrações

rio da FIFA realizado em Porto

numa grandiosa sinergia. A se-

das seleções visitantes, hotéis e

Alegre, outubro 2012, legiti-

gurança integral requer o con-

escritórios da família FIFA, segu-

mou a operacionalização da

curso dos interesses públicos e

rança dos VIP expressão inglesa

segurança privada e ressaltou a

privados para combater crises

“Very Important Person” além

necessidade de formação de 50

de grandes proporções que as-

de fornecedores e patrocina-

mil vigilantes. Segundo Marin, a

sola o país ou, no caso do Brasil,

dores. Para prover a segurança

matriz de responsabilidades su-

para prover a segurança de um

nesses espaços, serão contra-

gere um novo conceito de se-

grande evento, como a Copa e

tadas empresas de segurança

gurança: “segurança integral”.

as Olimpíadas.

MBA em gestão de pessoas Fone 7802-5064 – ID 55*139*7222

113


114


115


Condominios ed_24  

Condominios ed_24