Page 1

REVISTA

ALIMENTOS - BEBIDAS - COSMÉTICOS

EMBALAGEM & TECNOLOGIA

Revista Trimestral Edição 30

A REVISTA DO SETOR DE EMBALAGEM

biO2 ORGANIC LANÇA SACHÊS DE SUPERFOODS - Atrações da innovapack reúnem interesses de profissionais que desenvolvem embalagens para alimentos e bebidas - 10 Razões para inovar na embalagem - Com fecho por giro “twist-to-lock”, tampa Twist é a mais recente solução da Aptar para mercados de tratamentos faciais e dermocosméticos - Fispal Tecnologia e Instituto Mauá de Tecnologia firmam parceria para oferecer consultoria gratuita para indústrias de Alimentos e Bebidas durante seis meses

WWW.EMBALAGEMETECNOLOGIA.COM.BR FACEBOOK.COM / REVISTAEMBALAGEMETECNOLOGIA 1


2


3


Índice ORGANIC LANÇA 18 biO2 SACHÊS DE SUPERFOODS

forte” - Produtores 32 “Cachaça visam o mercado de

A SIDEL MATRIX COMBI, 19 COM A REFRES NOW AUMENTA CA-

Tecnologia e Instituto 34 Fispal Mauá de Tecnologia firmam

bebidas Premium

PACIDADE DE PRODUÇÃO EM 40% E REDUZ CONSUMO DE ENERGIA PELA METADE

parceria para oferecer consultoria gratuita para indústrias de Alimentos e Bebidas durante seis meses

Atrações da innovapack

06 reúnem interesses de

profissionais que desenvolvem embalagens para alimentos e bebidas

08

Ball Embalagens para Bebidas América do Sul tem novo CEO

09

BASF anuncia cooperação com a HP Indigo

Tirolez lança mais dois produtos para compor a Linha Lanche e apresenta novas embalagens abre-fácil

10

PREPARA 8ª EDIÇÃO 12 ABIEF DO FÓRUM LATINO-AMERI-

CANO DE EMBALAGENS PLÁSTICAS FLEXÍVEIS

lança nova linha de 14 Adecol metaloceno para embalagens

Cone Jundiá ganha 19 Gran nova embalagem!

38 Mupy dá um “Up” no visual!

mais recente solução da Aptar para mercados de tratamentos faciais e dermocosméticos

com novidades na 40 Copra Naturaltech

elegante e contem22 Design porâneo marca as novas garrafas do vinho Marcus James

Razões para inovar na 44 10embalagem

conquista o Troféu 24 Eastman Roberto Hiraishi 2017

Design & Strategy re48 Narita desenha marca de cerveja americana

de cama26 Embalagem da única é destaque na cadeia de leites

participa da 28 Milliken FISPAL Food Service

2017 com clarificante que proporciona maior transparência em embalagens termoformadas em polipropileno

recebe prêmio Dia17 Bemis mond Award por embala-

lança CLP de 30 Schmersal segurança compacto e

gem de frios Soltíssimo, da Sadia

Embalagens 2017

fecho por giro “twist20 Com to-lock”, tampa Twist é a

Bemis apresenta tendências de embalagens durante a feira FCE Cosmetique e Pharma, em São Paulo

16

anuncia vencedores 36 DuPont do Prêmio de Inovação em

de fácil instalação

Participe de nossas redes sociais e fique informado em tempo real! FACEBOOK.COM / REVISTAEMBALAGEMETECNOLOGIA

Correção:

Correção atualizada dos dados da empresa Markem-Imaje no Anuário 2017. Markem-Imaje: Soluções Completas em Marcação, Codificação e Rastreabilidade Industrial. Impressoras Industriais, Datadoras, Codificadoras. Impressoras ... Al. Araguaia, 2104 – 5º Andar, Conj. 51 e 52 - Alphaville Industrial – Barueri – SP Tel: (11)3305-9455 www.markem-imaje.com.br brasil@markem-imaje.com

Embalagem & Tecnologia é uma revista técnica de circulação nacional, direcionada às indústrias e fabricantes de Alimentos, Bebidas e Cosméticos, traz informações e tecnologias importantes para o desenvolvimentos e manutenção das empresas.

Publicação: Trimestral Distribuição: Indústrias e Fabricantes de: Alimentos, Bebidas e Cosméticos

Editora Casa Grande Ltda Me Amparo - SP Mobile: 11-95956-5767

Diretor Presidente: Eric Mitsuo Toguchi Dept. Com. e Mkt: Elizabeth Cabral Comercial: editoracasagrande@outlook.com Mobile: 11-95956-5767 Redação: redacaoeditoracasagrande@outlook.com Contato geral: editoracasagrande@outlook.com www.embalagemetecnologia.com.br

*As matérias, artigos assinadas por colaboradores, são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar necessariamente a opinião da revista. As opiniões expressas no veículos da Editora Casa Grande são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

4


5


Atrações da innovapack reúnem interesses de profissionais que desenvolvem embalagens para alimentos e bebidas Profissionais de design, P&D, criação, entre outros, terão atividades especiais e contato com as principais inovações do segmento

6

A innovapack, único encontro focado em design, tendências e inovação para a embalagem final de alimentos e bebidas, que acontece em paralelo à Food ingredients South America (FiSA), apresenta a seus visitantes uma programação que reforça seu papel exclusivo no mercado latino-americano. As feiras reúnem juntas cerca de 11.100 visitantes da indústria alimentícia de 22 a 24 de agosto, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. Entre os destaques está o Espaço Design, um espaço de consultoria gratuita com as principais agências que oferecem soluções a embalagens. Dessa forma, os participantes poderão apresentar dúvidas sobre a concepção de produtos, questões sobre a funcionalidade das criações, comunicação visual, entre outros temas. Criada como palco para inovações que devem nortear os próximos lançamentos, a Packaging Innovations Gallery promoverá os principais conceitos de embalagens para alimentos e bebidas, como uma vitrine premium aberta ao público da innovapack e da FiSA. “Como os eventos reunidos somam mais de 11 mil pessoas, todos esses profissionais, como gestores de marketing, de P&D, de produtos, técnicos de embalagens, engenheiros de alimentos, profissionais de compras, entre outros, poderão conhecer as soluções e inovações que devem revolucionar a oferta para o público final nos próximos anos”, avalia Fernando Alonso, gerente dos eventos.

para profissionais que buscam atualização, como a sessão Sustentabilidade: Novas Oportunidades para Embalagens, Regulamentação, Tendências e Inovações em Tecnologias para Embalagens. Serviço: innovapack 2017 De 22 a 24 de agosto de 2017, das 13h às 20h Local: Transamerica Expo Center Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – São Paulo (SP) Site: www.innovapackexpo.com

A innovapack também oferece aos visitantes o Seminar Sessions, sessões de 30 minutos com acesso gratuito de visitantes, além de sediar as Conferências innovapack, desenvolvidas após uma extensa pesquisa de mercado sobre os assuntos mais importantes do setor

Sobre a innovapack A innovapack é o único encontro da América Latina focado em soluções de embalagem final para a indústria alimentícia. O público encontrará o que

há de mais atual em tendências, design e inovação para esse segmento. O encontro reúne fabricantes, fornecedores e distribuidores dessa cadeia com profissionais ligados ao marketing de produto, como diretores e gerentes de marca, engenheiros de alimentos e embalagens, além de pessoas que atuam nos setores comerciais e de trade marketing, design, processos, custos e compras. Sobre a FiSA A Food ingredients South America, que está na 21ª edição, é a mais completa plataforma de conteúdo e negócios para a indústria de ingredientes alimentícios da América Latina. A Feira reúne a cada ano cerca de 11 mil profissionais qualificados, nacionais e internacionais, de 36 países.


Sobre a UBM: UBM é a maior empresa organizadora de eventos B2B no mundo. Nosso profundo conhecimento e paixão pelos setores da indústria que servimos nos permitem criar experiências valiosas onde as pessoas atingem seu sucesso. Em nossos eventos, as pessoas criam relacionamentos, fecham acordos e crescem seus negócios. Nossos mais de 3.750 funcionários, com sede em mais de 20 países, atendem mais de 50 diferentes setores da indústria. No Brasil, atuamos nos setores da saúde, logística, ingredientes alimentícios, construção civil, construção naval e metroferroviária. Essa rede de relacionamento global com pessoas apaixonadas e líderes de eventos oferecem oportunidades únicas para que os empresários alcancem suas ambições.

7


Ball Embalagens para Bebidas América do Sul tem novo CEO Profissionais de design, P&D, criação, entre outros, terão atividades especiais e contato com as principais inovações do segmento A partir de maio, Carlos Pires, atual Vice -Presidente de Operações da Ball Embalagens para Bebidas América do Sul, assume o cargo de CEO da Ball na região. Pires está na empresa desde 2001, onde já passou pelos cargos de Gerente de Qualidade, Lean Enterprise e EHS, além de Gerente Regional de Operações e Diretor Industrial. Anteriormente, trabalhou nos setores Aeroespacial, de Eletrodomésticos e Automotivo. Pires é Master Black Belt de Lean Six Sigma, com formação em Engenharia de Materiais, Análise de Falhas e Gestão Empresarial. Sua base de trabalho será o escritório central, no Rio de Janeiro, de onde o executivo terá a missão de conduzir as 14 plantas de Brasil, Argentina e Chile, além dos dois centros de distribuição, no Brasil e no Peru. Segundo o novo CEO, a Ball Embalagens para Bebidas América do Sul seguirá trabalhando para que a lata de alumínio continue sendo a opção mais versátil na cadeia de bebidas. “Me sinto muito honrado em liderar nossa região, posicionando a lata como a embalagem mais sustentável da cadeia de bebidas, em todos os aspectos. É estimulante pertencer a uma organização onde a melhoria contínua é vivenciada todos os dias e se traduz em inovações constantes, qualidade e liderança de mercado”, completa Carlos Pires. O cargo de Vice-Presidente de Operações será ocupado por Anderson Stéfano, que atuava como Gerente Regional e está na companhia desde 1991. O atual CEO da América do Sul, Carlos Medeiros se muda para os Estados Unidos, onde será o CEO da Ball Embalagens para Bebidas Américas do Norte e Central.

8

Sobre a Ball Corporation A Ball Corporation fornece soluções inovadoras e sustentáveis de embalagens para clientes de bebidas, alimentos e produtos domésticos, bem como tecnologias e serviços aeroespaciais e outros para o governo dos EUA. A Ball Corporation e suas subsidiárias empregam 18.450 pessoas ao redor do mundo e registraram vendas líquidas de U$ 9,1 bilhões em 2016. Para mais informações, acesse www.ball.comou comunique-se conosco pelo Facebook ou Twitter.


BASF anuncia cooperação com a HP Indigo Colaboração estratégica para o desenvolvimento de soluções em adesivos à base de água A BASF iniciou recentemente uma colaboração estratégica com a HP Indigo, a maior fabricante mundial de impressoras digitais. As duas empresas irão colaborar para o desenvolvimento de soluções em adesivos à base de água para embalagens flexíveis, especialmente adaptadas para os requisitos do processo HP Indigo ElectroInk, um processo de impressão digital altamente flexível e rápido. Os sistemas de adesivos à base de água da BASF são uma alternativa ambientalmente compatível e economicamente vantajosa às tecnologias convencionais, quando se trata de laminação de embalagens flexíveis para alimentos. Os sistemas de laminação Epotal® oferecem vantagens significativas em relação aos adesivos à base de solventes e sem solventes. Além de uma menor pegada de carbono, tais sistemas proporcionam maior flexibilidade e etapas de produção mais rápidas devido ao seu design exclusivo de polímero. “A HP está constantemente em busca de um tempo de resposta mais rápido para aumentar o valor das aplicações em impressão digital”, afirma Nurit Raccah, Gerente de Negócios de Etiquetas e Materiais de Embalagens da divisão Indigo da HP. “Esta colaboração estratégica com a BASF, líder na indústria de adesivos, demonstra nosso compromisso contínuo de oferecer aos clientes HP Indigo soluções completas com uma melhor performance”. Soluções em adesivos da BASF para a impressão digital Indigo

A expansão da impressão digital da HP Indigo para embalagens flexíveis exigiu a validação de vários adesivos com o sistema HP Indigo ElectroInk. Assim, a BASF desenvolveu várias soluções de laminação para impressão digital, incluindo adesivos para laminação seca para embalagens de alimentos. “Recentemente, desenvolvemos adesivos inovadores à base de água, com alta performance para tintas digitais: o Epotal® DP3820X e o Basonat® LR 9056”, explica Axel Weiss, Gerente de Marketing de Dispersões para Adesivos Industriais da BASF na Europa. “Em combinação com o HP Indigo Pack Ready Coating estes adesivos permitem a produção de embalagens de sachês com melhor qualidade de laminação”, diz.

Portfolio da BASF para adesivos industriais A BASF oferece soluções à base de água que permitem aos clientes converter seus sistemas de adesivos à base de solventes em sistemas ambientalmente eficientes à base de água. As tecnologias de adesivos da BASF para a indústria de embalagens flexíveis combinam padrões de alta performance com benefícios econômicos e ambientais. A série Epotal® CF permite a laminação de embalagens de uso geral até sachês. Sobre a divisão de Dispersões e Pigmentos da BASF A divisão de Dispersões e Pigmentos da BASF desenvolve, produz e comercializa uma gama de pigmentos de alta

qualidade, resinas, aditivos e dispersões de polímeros em todo o mundo. Essas matérias-primas são usadas em formulações para revestimentos e tintas, impressão e embalagem de produtos, produtos químicos para construção, adesivos, colagem de fibras, plásticos, papel, bem como em aplicações eletrônicas, tais como monitores. Com seu portfólio de produtos abrangente e vasto conhecimento da indústria, a divisão de Dispersões e Pigmentos oferece aos seus clientes soluções inovadoras e sustentáveis e os ajudam a avançar em suas formulações. Para maiores informações sobre a divisão de Dispersões e Pigmentos, visite http://www.dispersions-pigments.basf. com. Sobre a BASF Na BASF, nós transformamos a química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com a proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 112 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 5 segmentos: Químicos, Produtos de Performance, Materiais e Soluções Funcionais, Soluções para Agricultura e Petróleo e Gás. A BASF gerou vendas de mais de € 58 bilhões em 2016. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurich (AN). Para mais informações, acesse: www.basf.com.br.

9


Tirolez lança mais dois produtos para compor a Linha Lanche e apresenta novas embalagens abre-fácil Com o lançamento de Queijo Coalho e Queijo Reino, linha fica ainda mais completa. Embalagem traz vantagens para consumidor e varejista A Tirolez, uma das mais tradicionais marcas de laticínios do País, aumenta a sua Linha Lanche com mais dois produtos: Queijo de Coalho e Queijo Reino, ambos em embalagem abre-fácil termoformada com 220g. A marca apresenta também as novas embalagens abre-fácil termoformadas para todas as versões de seus produtos desta linha. Os lançamentos são alguns dos destaques no estande da empresa durante a Apas 2017, evento realizado em São Paulo entre 2 e 5 de maio. A embalagem abre-fácil, que já é utilizada na linha de queijos Minas Frescal, passa a acondicionar também: Queijo Prato, Queijo Prato Light, Queijo Prato Zero Lactose Light, Queijo Mussarela, Queijo Mussarela Light e Queijo Mussarela Zero Lactose Light. Com a adição agora do Queijo de Coalho Tirolez e do Queijo Reino Tirolez, a linha fica ainda mais completa. Os produtos nas versões Tradicionais, Light e Light Zero Lactose passam a ter peso médio de 380g cada, enquanto que o lançamento apresenta peso médio de 220g. Os produtos já existentes da Linha Lanche poderão ser encontrados na embalagem abre- fácil, no pequeno e grande varejo de todo o Brasil. Já os lançamentos começaram a chegar ao mercado em abril. O sucesso com as embalagens abre-fácil da linha Minas Frescal foi tão grande que a Tirolez iniciou a expansão para outros produtos de seu portfólio. Ou-

10

tro ponto positivo para os varejistas é a melhor exposição dos produtos na gôndola”, explica Luiza Hegg, coordenadora de marketing da empresa. Muito conhecido do Nordeste, onde é oferecido como presente no Natal e durante as festas de São João, o Queijo Reino tem apresentação tradicional em forma de bola, acondicionado em uma lata de aço. “Nosso intuito é facilitar o consumo do produto no dia a dia, não apenas no Nordeste, mas também no restante do Brasil, para que este queijo delicioso se torne cada vez mais conhecido e apreciado”, explica Luiza Hegg, gerente de marketing da Tirolez. Já o Queijo de Coalho é muito versátil, por não derreter quando aquecido. “No Nordeste, é muito comum encontrar este queijo em sua versão tradicional, que é circular. Mas no Sul e Sudeste ele costuma ser vendido em palitos, para grelha ou churrasco. A ideia do Queijo de Coalho em formato Lanche é que o consumidor possa utilizar de outras maneiras, em fatias ou tirinhas, por exemplo, conforme a receita”, destaca Luiza A nova linha Lanche com embalagem abre-fácil passa a ser composta por um total de 8 produtos, entre light, tradicional e zero lactose. Fazem parte dela os queijos mais versáteis na cozinha, que podem ser utilizados em lanches, saladas, canapés, molhos, incrementando pratos principais ou até em sobremesas.

Conheça a Linha Lanche com embalagem abre-fácil da Tirolez: • Queijo de Coalho (220g) • Queijo Reino (220g) • Queijo Prato Tradicional (380 g) • Queijo Prato Light (380 g) • Queijo Prazo Zero Lactose Light (380 g) • Queijo Mussarela Tradicional (380 g) • Queijo Mussarela Light (380 g) • Queijo Mussarela Zero Lactose Light (380 g)

Sobre a Tirolez Fundada há 37 anos, a Tirolez é uma das mais tradicionais marcas de laticínios do País, a empresa dispõe de seis fábricas e um Centro de Distribuição em São Paulo. Suas fábricas localizamse em Minas Gerais (Tiros, Arapuá e Carmo do Paranaíba), em São Paulo (Monte Aprazível e Lins) e Santa Catarina (Caxambu do Sul). Os produtos Tirolez possuem grande aceitação no mercado brasileiro em razão da elevada qualidade. Tal característica decorre, entre outras causas, do leite de alta qualidade que utiliza em sua produção e do cuidado artesanal e o carinho que dedica a seus produtos durante todas as etapas de produção. O portfólio da empresa é composto por mais de 90 itens e pode ser encontrado em todo o Brasil.


Informações sobre a embalagem 1 – Quais são os materiais utilizados nas embalagens? Resposta: São utilizados filmes extrusados desenvolvidos especificamente para contato direto com o alimento tais como: polietileno (PE), copolímero de poliamida (PA) entre outros. 2 – As embalagens são recicláveis? Resposta: Sempre que possível a Tirolez procura migrar os seus produtos para opções de embalagens recicláveis, como é o caso das embalagens abre fácil utilizadas na linha lanches. 3 – Quem foi a agência responsável pelo design e layout da embalagem? Resposta: A agência foi a A10 4 – Quem é o fornecedor da embalagem e do rótulo? Resposta: As embalagens são com-

postas por dois filmes: filme tampa e filme fundo. Os fornecedores são: PARNAPLAST e BEMIS, respectivamente. 5 – Qual o tipo de impressão utilizada no rótulo? Resposta: Usamos impressão flexográfica. 6 – Quais são os diferenciais da embalagem abre-fácil para o consumidor e para o varejista? Resposta: Além de prática e higiênica, a embalagem é mais resistente e fácil de abrir, não necessitando de tesoura. O queijo pode ser mantido no pacote após o consumo e como a embalagem tem fundo transparente, o consumidor pode ver o que está levando para casa. Já para os varejistas, o ponto positivo é a valorização dos queijos na gôndola.

7 – Qual a importância para a empresa em estar atenta às inovações de embalagens? E o quanto isso é importante? Resposta: A Tirolez investe em todo o processo, desde a fabricação do queijo até chegar ao ponto de venda. Neste processo a embalagem é essencial, pois é o ponto de partida para o consumidor identificar os produtos Tirolez e conhecer os diferenciais dos nossos queijos. Investimos em P&D para apresentar embalagens que proporcionem sempre praticidade e segurança na hora do consumo.

11


ABIEF PREPARA 8ª EDIÇÃO DO FÓRUM LATINO-AMERICANO DE EMBALAGENS PLÁSTICAS FLEXÍVEIS Entre os palestrantes confirmados para o evento do dia 29 de Junho estão o economista do Banco Itau, Fernando Gonçalves e o especialista internacional em varejo, Ronald Sasine A ABIEF (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis) realizará pelo 80 ano consecutivo, o Flex - Fórum Latino-Americano de Embalagens Plásticas Flexíveis, agendado para 29 de Junho, das 8:00 às 12:30 horas, no Tryp São Paulo Iguatemi Hotel, no Itaim Bibi, em São Paulo. Sob o tema central “Repensando estratégias: o comportamento das embalagens na nova economia”, o evento pretende repetir o sucesso das edições anteriores e reunir 200 profissionais entre transformadores, brand owners, fornecedores de matérias-primas, insumos e equipamentos, institutos de pesquisa e agências de criação de embalagens. O Fórum Flex 2017 acontecerá na mesma semana da Fispal Tecnologia. Como explica Herman Moura, empresário e Presidente da ABIEF, “o Fórum está alinhado a uma estratégia maior da entidade de oferecer conteúdo relevante para o setor, promovendo oportunidades de negócios a partir da apresentação de tendências em produtos, e novos modelos de negócio e de posicionamento empresarial. Também é uma oportunidade única para refletir sobre as mudanças no Brasil e no mundo e repensar estratégias e ações.”

12

E completa: “A abertura do evento pelo mestre em economia e economista do Itau, Fernando Gonçalves, reflete a importância de entendermos o momento econômico atual e tentarmos, de alguma forma, reunir subsídios para criar estratégias empresariais alinhadas à nova realidade econômica e social e ao novo ambiente de negócios.” Herman destaca ainda a importância de conhecer tendências e tecnologias que agreguem valor ao negócio de embalagem flexível, como as que serão apresentadas pela Esko, e entender as necessidades do varejo que, a cada dia, tem um papel mais relevante no desenvolvimento de embalagens que atendam às necessidades da cadeia de suprimento e do consumidor final. Sobre tendências e anseios do varejo, o especialista internacional, Ronald Sasine, da consultoria norte-americana Hudson Windsor, LLC - Retail Packaging Strategy & Execution, apresentará a palestra “As mudanças no varejo e seu impacto nas embalagens”. Ainda na abertura do evento, Otávio Carvalho, da Maxiquim, apresentará os resultados do mais recente estudo de mercado, feito com exclusividade para a ABIEF, e que radiografa as indústrias petroquímica e de flexíveis no Brasil.

O especialista em desenvolvimento de embalagens e branding, Manoel Müller, da Müller Camacho, será o moderador. O Fórum Flex 2017 conta com o patrocínio da Braskem e Feiplastic/Reed Exhibitions. Informações e inscrições acesse www.abief.org.br. Sobre a ABIEF Com 40 anos de atividades, a ABIEF (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis) tem por objetivo fomentar o mercado nacional de embalagens plásticas flexíveis. A Associação também tem incorporada às suas atividades o fomento à exportação e a preservação ambiental a partir do Programa de Qualidade e Consumo Responsável de Sacolas Plásticas. A entidade reúne empresas de todo o Brasil fabricantes de filmes monocama, coextrusados e laminados; filmes de PVC e de BOPP; sacos e sacolas; sacaria industrial; filmes shrink e stretch; rótulos e etiquetas; stand-up pouches; embalagens especiais.


13


Adecol lança nova linha de metaloceno para embalagens Adesivos CQ-4400 e CQ-4162 oferecem alto rendimento e resistência à oxidação com custo 10% menor que opções encontradas no mercado

Maior fabricante de colas e adesivos industriais com 100% capital nacional, a Adecol mantém seu DNA de empresa focada em lançamentos e inovações e lança uma nova linha de adesivos à base de polímeros de metaloceno para atender a demanda crescente da indústria de embalagens e linha final por soluções que agreguem qualidade, atendam suas necessidades de colagem e façam diferença na composição de preço do produto final. A partir deste cenário, e de diversos testes e pesquisas, foram formulados o CQ-4400 e CQ-4162, adesivos metaloceno com coloração branca e ótima performance, que oferecem alto rendimento na aplicação e resistência à oxidação, com um custo de até 10% menos do que as opções de metaloceno oferecidas no mercado atualmente. “O grande atrativo destes dois produtos sem dúvida é o custo reduzido para as propriedades que eles oferecem. Ambos cumprem perfeitamente o objetivo de colagem de embalagens, sejam caixas, cartuchos duplex e triplex, com ou sem tratamento”, revela Alexandre Kiss Segundo, diretor comercial da Adecol. A nova linha de metaloceno da Adecol estimula empresas que utilizam a tecnologia de resinas como o EVA devido a custos a experimentarem os benefícios do metaloceno. “Os adesivos à

14

Foto: divulgação Adecol. Legenda esq. p/ dir.: Nova Linha de Metaloceno, Laboratório Adecol

base de polímeros de metaloceno oferecem densidades menores do que os adesivos EVA e por isso geram um ganho de cerca de 15% em seu volume em relação ao peso quando comparados aos adesivos EVA. Agora, além disso e da capacidade de colagem, temos um estímulo de preço, já que temos um produto superior com custo mais acessível”, explica Kiss. Para outras finalidades, a Adecol também oferece linhas de metaloceno com funcionalidades, formulações e preços diferenciados. “Além de inovadora, a Adecol é uma empresa baseada no conceito de Taylor Made e por isso oferecemos um amplo portifólio para atender aos mais diversos tipos de segmentos e clientes”, finaliza o diretor comercial. A nova linha de metaloceno para embalagens será comercializada em sacarias de 10 e 25 kg e está disponível para exportação.

Sobre a Adecol Maior fabricante de adesivos industriais com capital nacional do País, a ADECOL tem inovação em seu DNA. Um dos seus diferenciais é trabalhar sob medida, desenvolvendo formulações específicas para diferentes demandas, que geram um portfólio amplo e flexível capaz de atender a inúmeros nichos de mercado. Presente nos mais diversos segmentos, do automobilístico ao setor de embalagens, a empresa produz 1,5 mil toneladas de adesivos por mês em 10 linhas. Atuando como um laboratório de desenvolvimento, adapta produtos e matérias-primas importadas para o cenário da América Latina. Em 2016, fechou faturamento em R$ 160 milhões com aumento de 25% em relação a 2015. Também em 2015, a empresa investiu R$ 2 milhões para dobrar a produção da linha de adesivos PUR com foco nos setores gráfico e moveleiro.


15


Bemis apresenta tendências de embalagens durante a feira FCE Cosmetique e Pharma, em São Paulo Evento é o principal do setor e reúne expositores responsáveis pelo desenvolvimento e produção de fármacos e cosméticos na América Latina ção perfeita da embalagem. O tubo laminado SilverGlam está disponível nos diâmetros: 22mm, 35mm e 50mm. “Além de funcionais, as embalagens com alto brilho chamam a atenção dos consumidores nas gôndolas e têm aumentado cada vez mais sua presença nos mercados de higiene pessoal e cosméticos”, explica Antonio Ponce, gerente de Marketing de Produtos de Consumo da Bemis.

Entre os dias 23 e 25 de maio, a Bemis, uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo, participa da FCE Cosmetique e Pharma, que reúne toda a indústria responsável por desenvolver e produzir fármacos e cosméticos na América Latina. A feira ocorre no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes (Km 1,5), e é organizada pela NürnbergMesse Brasil. Durante o evento, a companhia mostrará aos visitantes os benefícios do seu último desenvolvimento em tubos laminados, voltado ao segmento de cosméticos e higiene pessoal, o Silver Glam. Entre os diferenciais desta embalagem estão o altíssimo brilho, barreira à luz, oxigênio e vapor d’água, e efeito memória, que permite aos usuários o consumo total do produto, evitando desperdícios e proporcionando utiliza-

16

Já entre as tendências para o mercado de fármaco, a Bemis trará o Coldform Impresso desenvolvido para o medicamento Doril Enxaqueca, da Hypermarcas. Esta tecnologia permite que o coldform seja impresso e que, após a formação das cavidades, a impressão continue perfeita, sem distorções. Em conjunto com o blister impresso da tampa, o produto proporciona maior visibilidade nas gôndolas, fortalecendo ainda mais a marca do fabricante. Este tipo de embalagem é fabricado nacionalmente, mantendo as características de barreira à luz, oxigênio e umidade da estrutura convencional sem impressão. Outra tendência para esta edição da FCE será o Stick Pack, embalagem ideal para aplicações em dose única. O Stick Pack comporta produtos secos e líquidos de uso oral, é child proof (seguro para crianças), mais leve, possui múltiplos formatos e sistema de abertura fácil (easy open). “A dosagem única de fácil administração é uma tendência mundial, que está começando aqui

no Brasil”, afirma Luciana Dessoti, técnica de Aplicações da Bemis. Participação da Bemis na FCE Cosmetique 23 a 25 de maio de 2017-das 13h às 20h São Paulo Expo - Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 São Paulo – SP Stand da Bemis – nº H42 Sobre a Bemis A Bemis é uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo. Com sede em Neenah, Wisconsin (EUA), a companhia atende aos mercados de alimentos, bebidas, cosméticos, farmacêuticos, higiene pessoal, limpeza doméstica, médico-hospitalares e pet food com embalagens flexíveis, rígidas, cartonadas, tubos laminados e rótulos. A companhia conta com 18 mil funcionários em 60 unidades, localizadas em 12 países nas Américas do Norte e Latina, Europa e Ásia-Pacífico. Mais informações no site www.bemis.com.


Bemis recebe prêmio Diamond Award por embalagem de frios Soltíssimo, da Sadia Projeto foi premiado devido à sua tecnologia inovadora, que aumentou a data de validade do produto para 60 dias, reduzindo o desperdício de alimentos A Bemis, uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo, é uma das vencedoras do Diamond Award, prêmio realizado pela Área de Embalagens para Alimentos e Plásticos de Especialidades da Dow, que reconhece os melhores projetos desenvolvidos com o propósito de reduzir o desperdício de alimentos, um dos principais desafios globais. A Bemis foi premiada pelo projeto para a embalagem de frios Soltíssimo, da Sadia. A embalagem do Soltíssimo é de abertura fácil e com refechamento (sistema abre-fecha), para que o produto continue fresco, sem precisar ser transferido para outro recipiente para armazenagem, como um porta-frios. A tecnologia aplicada, do filme de alta barreira aliado ao fechamento hermético e atmosfera modificada, aumenta o shelf life do produto e elimina o tempo de manuseio nos centros varejistas. Por ter fundo semirrígido termoformado, a embalagem se tornou mais segura quanto a perfurações durante o transporte e, também, no ponto de venda. A tecnologia adotada nesta embalagem permite multiplicar o prazo de validade do produto por cerca de 6 vezes. E, após a abertura, o seu sistema de refechamento ainda permite manter a validade por mais alguns dias. “A embalagem de Soltíssimo é inovadora e sustentável, pois é usada até o consumo final do produto, e

não descartada assim que aberta, como ocorria antes. Ela também permite maior tempo de conservação. Recebemos esse prêmio com muito orgulho, pois mostra que estamos no caminho certo, pensando nos benefícios que podemos levar ao consumidor final por meio do uso da tecnologia”, afirma Carlos Santa Cruz, presidente da Bemis na América Latina.

Prêmio – O prêmio Diamond Award, da Dow, é pioneiro na América Latina. Lançado em 2016, com o objetivo de incentivar o desenvolvimento de embalagens inovadoras que ajudam a reduzir o desperdício de alimentos e que gerem impacto positivo em toda a cadeia de valor. Acelerando assim a implementação de práticas sustentáveis mundiais.

17


biO2 ORGANIC LANÇA SACHÊS DE SUPERFOODS Super alimento de beterraba e açaí agora em embalagem prática A biO2 ORGANIC, marca de alimentos naturais e orgânicos, expande sua linha de superfoods com um super lançamento: a versão em sachê do Superfood Beet e do SuperFood Açaí. A nova versão dos Superfoods é perfeita para ser consumida fora de casa, quando se está na correria do dia a dia.

dientes importantes para este momento. São eles: beterraba em pó, maca peruana, guaraná em pó e maltodextrina proveniente da mandioca. Energéticos e estimulantes, cada um destes alimentos desempenha uma função importante para a performance da prática esportiva.

A biO2 lançou essa nova versão pensando na facilidade do consumo desses produtos para os seus consumidores que, muitas vezes praticam esportes ao ar livre, e necessitam de praticidade para fazer as refeições de pré e póstreino. O novo sachê é perfeito para levar na mochila ou colocar na mala para usar em viagens.

Superfood BEET: É perfeito para ser consumido na refeição pré-treino, pois combina ingre-

18

Onde encontrar: www.lojabio2.com.br Lojas Decathlon e Pão de Açúcar Preço sugerido: R$ 7,00 /cada

Superfood AÇAÍ É uma ótima opção de pré-treino ou opção para complemento energético durante treinos mais longo ou intensos que necessitam de uma energia extra. A sugestão é diluí-lo em água, água de coco ou suco de frutas de acordo com necessidades individuais. Outra opção muito prática é associá-lo ao suplemento proteico para ser consumido na refeição pós-treino garantindo o aporte necessário de energia para o início do processo de regeneração muscular.

Sobre a biO2 Organic A biO2 tem em seu DNA a tecnologia de ponta da indústria de alimentos sem utilizar ingredientes e aditivos artificiais. Os alimentos biO2 são naturais, orgânicos e vegetarianos, sem lactose, sem glúten e livres de qualquer ingrediente artificial, como corantes, aromas, adoçantes artificiais, conservantes e xarope de glicose. A marca investe em pesquisas e no desenvolvimento


COM A SIDEL MATRIX COMBI, A REFRES NOW AUMENTA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO EM 40% E REDUZ CONSUMO DE ENERGIA PELA METADE Após um investimento significativo em 2011 na maior Combi para refrigerantes da Sidel até então construída, a Refres Now, produtora argentina da marca de bebidas Manaos, instalou recentemente uma nova solução de sopro-enchimento-fechamento. Com a nova Sidel Matrix™ Combi, a Refres Now pode esperar uma economia aproximada de 45% no consumo de energia. Também se prevê uma redução expressiva no consumo de água e uma melhoria de 40% na capacidade total de produção da fábrica.

Gran Cone Jundiá ganha nova embalagem! A Sorvetes Jundiá acaba de lançar as novas embalagens da linha Gran Cone. Os sorvetes da marca que vem na casquinha: Gran Cone Brigadeiro e Gran Cone Crocante, agora possuem identidade visual completamente renovada com cores mais alegres, vibrantes e comunicação mais jovem e moderna. O fechamento do cone também mudou, o globo plástico transparente foi trocado pelo selo laminado, tornando o manuseio e a abertura do sorvete muito mais práticos. Os Gran Cones podem ser encontrados em diversos pontos de venda ao redor do Brasil e também na Loja Sorvetes Jundiá, localizada nos Jardins, em São Paulo. O preço sugerido é de: R$ 4,50 a unidade.

19


Com fecho por giro “twist-to-lock”, tampa Twist é a mais recente solução da Aptar para mercados de tratamentos faciais e dermocosméticos Com um simples movimento, tampa bloqueia completamente o fecho do dispenser. Conceito inovador permite que consumidores abram e fechem embalagens utilizando apenas uma das mãos uma única torção, bloqueia completamente o fecho do dispenser. Utilizando apenas uma das mãos, os consumidores são capazes de abrir e fechar a embalagem com rapidez, praticidade e segurança. Com design atraente e intuitivo, além experiência de dispensação personalizada, Twist foi projetado para emitir um “clique” audível ao abrir e fechar, proporcionando conforto e conveniência. A solução ainda conta com design premium, que a diferencia de outros sistemas de fechamento do mercado, como Flip Top e rosca.

Embalagens com fechos básicos e que não garantem acesso rápido, prático e seguro ao produto, estão entre os maiores inconvenientes enfrentados por consumidores de diversas categorias. Quando se deparam, no entanto, com soluções que facilitam o manuseio, esses mesmos clientes costumam atribuir um conceito positivo à marca. Entendem que ela se preocupou em facilitar as suas vidas e valorizar o bem mais precioso da atualidade: o tempo. Preocupada em antecipar as expectativas do mercado, a Aptar desenvolveu a tampa Twist, com fechamento por giro “twist-to-lock”, para bisnagas, que acaba de chegar ao mercado brasileiro. Adequada às necessidades dispensadoras de diversos segmentos, a solução apresenta um conceito inovador: com

20

Em sintonia com as demais soluções do portfólio de tampas da Aptar, Twist conta com opções estéticas variadas, proporcionando diferenciação no PDV a diversas categorias de produtos dos mercados de beleza: tratamentos faciais, dermocosméticos, maquiagem, cuidados para o corpo, proteção solar, entre outros. Os benefícios às empresas são: embalagem acessível, integrada e com aparência premium, valor agregado ao produto final, facilidade de personalização, grande área de comunicação e fácil envase. Já para o consumidor final, as vantagens são: facilidade de utilização e transporte, gestual único, limpeza intuitiva e interativa, e forte apelo visual. Aptar – Líder no setor global de sistemas dispensadores, a Aptar tem sede em Crystal Lake, Illinois, e possui plan-

tas industriais espalhadas pela Europa, Ásia e Américas do Norte e do Sul, totalizando 47 unidades industriais situadas em 17 países. No Brasil, a multinacional conta com unidades nos municípios de Cajamar e Jundiaí, em São Paulo, e em Maringá, no Paraná. Com forte presença nos mercados de fragrâncias, cosméticos, cuidados pessoais, cuidados com o lar, alimentos, bebidas e farmacêuticos, a Aptar tem mais de meio século de expertise na criação e inovação de embalagens para consumidores em todo o mundo. A divisão Beauty + Home é uma parceira específica de soluções em sistemas de distribuição de embalagens para os mercados de beleza, cuidados pessoais e cuidados com a casa. Estruturada por campos de aplicação, a área antecipa as expectativas dos mercados globais e locais, visando proporcionar diferenciação de marca para os clientes e praticidade com valor agregado aos usuários finais.


21


Design elegante e contemporâneo marca as novas garrafas do vinho Marcus James Embalagens foram desenvolvidas pela Verallia em mais uma parceria com a Vinícola Aurora

A consagrada linha de vinhos Marcus James está de cara nova. O alto padrão da bebida foi mantido, mas a Vinícola Aurora decidiu utilizar embalagens diferenciadas, capazes de valorizar ainda mais o produto nas gôndolas. Para essa missão, contou novamente com o apoio de uma velha parceira: a Verallia, fabricante de embalagens de vidro para alimentos e bebidas. “Estávamos em busca de uma garrafa diferente, elegante e exclusiva”, explica Lourdes Conci da Silva, Gerente de Marketing da Vinícola Aurora. A partir daí, as duas empresas trabalharam juntas para dar cara nova ao produto. No final, chegaram a uma embalagem elegante e contemporânea, que reproduz toda a sofisticação da bebida. A Vinícola Aurora não esconde a satisfação. “O resultado final atingiu nossos objetivos. Temos certeza de que a novidade agregará valor para a marca e impulsionará as vendas do Marcus James, que estimamos tenha

22

crescimento de 5% para 2017”, diz Lourdes. Catarina Peres, Supervisora de Marketing da Verallia, destaca que a longa parceria entre as duas empresas colaborou para o sucesso do resultado final. “A Vinícola Aurora tem diversos produtos com as nossas garrafas, entre elas a linha de vinhos Aurora Reserva e Varietal e as linhas de vinho de mesa Country Wine e Sangue de Boi”, conta. “O know-how adquirido nos permite conhecer ainda melhor as necessidades do cliente, facilitando e muito para que o desenvolvimento de novos modelos atenda as suas necessidades”, afirma. As novas garrafas foram apresentadas ao público entre 02 e 05 de maio na APAS Show, maior feira supermercadista do Brasil, com ótima recepção do público. Já a chegada nas gôndolas de todo o Brasil deve ficar para o segundo semestre deste ano.

uma das três maiores fabricantes mundiais de embalagens de vidro e oferece soluções inovadoras, personalizadas e sustentáveis para a indústria de alimentos e bebidas. Seu modelo de negócio é constituído pela combinação da força da sua rede mundial - com presença industrial em 13 países, presença comercial em 46 países, além de cinco centros técnicos e 13 centros de desenvolvimento de produtos – e da proximidade mantida com seus mais de 10 mil clientes em todo o mundo. No Brasil, a Verallia possui três fábricas localizadas nas cidades de Campo Bom (RS), Porto Ferreira (SP) e São Paulo e ainda disponibiliza aos seus clientes um Centro de Criações para o desenvolvimento de novos produtos. Em 2016, a Verallia produziu aproximadamente 16 bilhões de garrafas e potes de vidro no mundo e obteve vendas líquidas de 2,4 bilhões de euros.

Sobre a Verallia A Verallia é um grupo independente e

Para mais informações: www.verallia.com.br


23


Eastman conquista o Troféu Roberto Hiraishi 2017 A empresa ganhou com os frascos dos sabonetes líquidos de O Boticário, criadas com a The Glass Polymer™ família de materiais cosméticos

A Eastman Chemical Company é novamente uma das ganhadoras do Troféu Roberto Hiraishi 2017, realizado pela Revista Embanews. Vencedora na categoria Matérias-Primas ou Insumos para Embalagem, subcategoria Matéria-Prima Principal para Embalagem (desenvolvimento ou aplicação), a companhia foi premiada pelas embalagens dos sabonetes líquidos - Desejos Incríveis e Sonhos de Natal, com design desenvolvido pelo grupo Boticário e produzido com a resina da família The Glass Polymer™, tecnologia inovadora da Eastman. O Troféu Roberto Hiraishi é realizado anualmente e avalia diferentes aspectos das embalagens produzidas pelas empresas, como sustentabilidade, design, tecnologia e inovação. Os frascos premiados foram lançados no final de 2016, em comemoração as festas de fim de ano. A matéria-prima utilizada tem aparência similar ao vidro, o que proporciona mais brilho e sofisticação ao produto. Por ser produzida em resina, a embalagem possui resistência mecânica anti-

24

quebra e antirriscos. The Glass Polymer família de materiais cosméticos tem mais durabilidade porque não quebra. Também é livre de Bisfenol A. Manipulação variada Esse tipo de material permite ser pigmentado, metalizado, hot stamped e impresso, e, também, pode ser aplicado com adesivos e por ultrassom. Desse modo, O Boticário conquistou mais liberdade para criar o design desejado, com um apelo visual forte e com mais benefícios funcionais para o consumidor final. “Quando estávamos na fase de desenvolvimento, tínhamos certeza que a família The Glass Polymer ofereceria as soluções certas para o projeto de O Boticário. A flexibilidade que os nossos materiais oferecem é perfeita para esse mundo dos cosméticos, que precisa trabalhar com o encanto, para ajudar o consumidor a criar uma relação de fidelidade com o item e gerar memória emocional”, comenta Rogério Dias, gerente regional do negócio de Plásticos Especiais da Eastman para a América Latina. “É muito gratificante vermos nosso

trabalho ser reconhecido por uma revista tão importante para a nossa indústria. Essa parceria com O Boticário é a prova da versatilidade do nosso polímero. O resultado desse projeto foram dois frascos lindos, diferenciados, curvilíneos, e de grande identificação com o público. A embalagem proporcionou ao produto mais um atributo, ele é também um item aspiracional de decoração e um convite a uma experiência sensorial”, celebra Alessandra Lancellotti Ribeiro, Market Development Manager – Specialty Plastics da Eastman. A entrega do prêmio é hoje 18 de maio de 2017. Sobre a Eastman: A Eastman é uma empresa global de materiais avançados e aditivos especiais que produz uma ampla gama de produtos encontrados em itens que as pessoas usam todos os dias. Com um portfólio de negócios especializados, a Eastman trabalha com seus clientes para oferecer produtos e soluções inovadoras, mantendo um compromisso com a segurança e com a sustentabilidade. Suas abordagens orientadas pelo mercado são favorecidas por plataforma de tecnologia de classe mundial e de suas posições de liderança em atrativos mercados finais, tais como transporte, construção civil e produtos de consumo. A Eastman se concentra em criar valor consistente e superior para todos os interessados. Como uma empresa globalmente diversificada, a Eastman atende clientes em mais de 100 países e, em 2016, obteve receitas de aproximadamente US $ 9,0 bilhões. A empresa está sediada em Kingsport, Tennessee, EUA e, emprega, aproximadamente, 14.000 pessoas em todo o mundo. Para obter mais informações, visite www.eastman.com.


O Centro de Tecnologia de Embalagem organizou este ano um curso que tem o objetivo de mostrar novas abordagens relativas ao processo produtivo de embalagens

AGENDE-SE! Informações sobre o evento estão disponíveis no link abaixo: http://www.ital.agricultura.sp.gov.br/cetea/eventos/17_cel/cel2017_apresentacao.htm

25


Embalagem de camada única é destaque na cadeia de leites Novo formato de embalagem traz mais facilidade na reciclagem das garrafas de leite longa vida garrafa, tornando o processo de reciclagem mais fácil do que outras soluções já existentes no mercado. “São necessários menos estágios de separação para que ela volte a ser uma garrafa novamente utilizável”, explica o diretor geral da Plastipak, Dinis Mota. No Brasil, 51% das embalagens PET são recicladas, segundo o Censo da Reciclagem do PET de 2016 e nas empresas a preocupação com o meio ambiente está sempre em pauta. Para o setor de embalagens o tema se tornou um dos principais direcionamentos na hora de inovar e melhorar os produtos do mercado. A nova tecnologia foi apresentada na Feiplastic, um importante evento para o setor que aconteceu de 03 a 7 de abril no Expo Center Norte em São Paulo.

A nova solução chamada monolayer desenvolvida para a linha de leites UHT resulta em uma embalagem de cor e camada única 100% sustentável e reciclável. Esta tecnologia já foi adotada pela Leite Jussara e busca atender as necessidades do consumidor e do meio ambiente, viabilizando ainda mais o consumo responsável de leites no Brasil. As novas embalagens possibilitam o chamado ciclo “back to bottle” em que a reciclagem volta para a própria

26

Com resultados favoráveis à natureza e para as futuras gerações, o ciclo conta com a participação de todos os elos do sistema para promover esse reuso: Plastipak, que desenvolve a embalagem; Leite Jussara, que envasa; e a empresa de reciclagem GlobalPET que transforma em PCR (material resultante da reciclagem do pet que passa por um processo validado de descontaminação) e comercializa para reutilização. Cerca de um terço do faturamento de toda a indústria brasileira de garrafas PET provém da reciclagem. “A sustentabilidade está intrínseca em todas as ações da companhia, assim como a inovação”, afirma Dinis. Para ele é importante evoluir junto com as necessidades dos consumidores e do planeta. “Por esse motivo, a Plastipak é uma empresa B2C2B, que significa pri-

meiro entender as necessidades do mercado consumidor para depois desenvolver e conceber as melhores soluções que atendem as necessidades de toda a cadeia”, finaliza. Sobre a Plastipak A Plastipak é uma empresa referência em qualidade e tendências de embalagens plásticas rígidas no desenvolvimento de preformas, frascos e potes em resina PET e HDPE. Oferecendo soluções completas e inovadoras para os mercados de bebidas, alimentos, higiene pessoal e limpeza, industrial e automotivo, a Plastipak possui tecnologias exclusivas, tais como o PET Barriers, Thermoshape, DirectObjectPrint e Diamond Clear. Líder em inovações para a indústria de embalagens, com mais de 1.000 patentes ao redor do mundo, a empresa opera em mais de 43 fábricas, em 5 continentes. Com uma área de desenvolvimento e inovação exclusiva para o Brasil, os clientes Plastipak contam com a tradição e confiança de uma empresa global que completa 50 anos de mercado no próximo ano e com a dedicação e exclusividade do atendimento de um time local. Mais que uma solução completa em embalagens, a Plastipak cria produtos que inspiram escolhas e promovem soluções que envolvem marcas e corações. A Plastipak foi fundada em 1967 e está sediada em Plymouth, Michigan.

Informações adicionais podem ser encontradas no site: www.plastipak.com


27


Milliken participa da FISPAL Food Service 2017 com clarificante que proporciona maior transparência em embalagens termoformadas em polipropileno NX UltraClear®confere ao polipropileno (PP) altíssima transparência, aliando aspectos ideais para embalagens alimentícias, incluindo o uso em micro-ondas, a vantagens ambientais e comerciais do material. De acordo com Edmar Nogueira, gerente técnico da Milliken, “embalagens transparentes permitem que o consumidor possa verificar ainda nas gôndolas dos supermercados ou das lojas de conveniência o aspecto geral dos ingredientes das refeições prontas ou semi-prontas”. Segundo uma pesquisa encomenda pela empresa a um instituto americano, há ainda uma “necessidade emergente” demonstrada pelos consumidores de que essa alimentação seja “conveniente”, “rápida” e “saudável”. “Isso importa diretamente na qualidade e segurança da embalagem, pois terá de resistir pelos caminhos percorridos entre o freezer, a sacola (para a casa ou para o trabalho) e o fogão (ou micro-ondas), explica Nogueira. Fazer refeições fora de casa virou necessidade e hábito de boa parte dos brasileiros. É um mercado que movimentou no ano passado R$ 154 bilhões, segundo a ABIA (Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação), e tem fôlego para crescer ainda mais. Os principais atores desse segmento estarão na FISPAL Food Service 2017 - 33ª Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar. Entre eles, a Milliken, empresa global de especialidades químicas, revestimento e materiais de alto desempenho, que levará ao evento um dos seus produtos mais inovadores para embalagem de alimentos: o clarificante concentrado NX UltraClear®.

28

A Fispal Food Service 2017 acontece de 6 a 9 de junho, em São Paulo, no Expo Center Norte. O NX UltraClear® proporciona às embalagens em polipropileno (PP) altíssima transparência, ideal para recipientes cujo conteúdo precisa estar protegido e à vista do consumidor, além de poder ser usado em forno micro-ondas.

As vantagens de usar o PP estão na baixa pegada de carbono durante a produção da resina, baixa densidade do material e altos valores de recuperação de energia. De acordo com a Milliken o PP consome uma menor quantidade de energia durante sua produção, quando comparado com outros plásticos, e sua baixa densidade resulta em menor volume de resíduos.

A ação do clarificante é capaz de superar o tradicional aspecto translúcido do PP em embalagens termoformadas (moldadas em altas temperaturas), criando uma transparência similar àquela do PET e PS (poliestireno), mas com os benefícios ambientais e de desempenho do material.

É um plástico ideal para a economia circular. A diferença de peso entre embalagens de PP e outros materiais está normalmente entre 15% e 20% a menos para o polipropileno. A resistência ao calor do PP permite o uso em micro-ondas agregando conveniência à embalagem.


Além do uso em termoformagem o clarificante Millad NX8000®, presente no concentrado, também é utilizado em outras aplicações como frascos, utensílios domésticos e outros recipientes. A Fispal Food Service é o maior evento do setor de alimentação fora do lar, sorveteria e cafeteria profissional da América Latina. Contará com mais de 1.500 marcas expositoras e serão apresentadas novidades, tendências e soluções em máquinas, equipamentos, alimentos, bebidas, cozinhas profissionais, ingredientes, acessórios, utensílios, móveis, decoração, higiene e limpeza profissional, grãos, refrigeração, logística e transporte, aditivos e insumos, automação comercial, embalagens, uniformes e outros serviços afins. Sobre a Milliken A Milliken é uma empresa de inovação que explora, descobre e cria formas de melhorar a vida das pessoas desde 1865. Em seus laboratórios e centros de desenvolvimento e de aplicação em todo o mundo há cientistas e engenheiros que criam revestimentos, especialidades químicas e aditivos, e tecnologias de coloração que transformam a expe-

riência das pessoas com os produtos, desde plásticos automotivos até itens para crianças. Com um expertise multidisciplinar, que inclui revestimentos de piso e materiais de performance, os colaboradores da Milliken trabalham diariamente para agregar valor à vida das pessoas, melhorar a saúde e a segurança, e tornar o mundo mais sustentável.

A Milliken lidera há muito tempo o caminho do investimento no conhecimento, empregando mais de 100 PhDs e acumulando mais de 2.200 patentes nos EUA e mais de 5 mil patentes no mundo todo, desde sua fundação em 1865. Para mais informações, visite www.millikenchemical.com ou www.milliken.com.

29


Schmersal lança CLP de segurança compacto e de fácil instalação Controlador de Segurança PSC1 tem comunicação própria de até quatro CPUs e sua programação é feita em blocos funcionais Multinacional alemã líder mundial em sistemas de segurança para máquinas industriais, a Schmersal apresenta os novos Controladores de Segurança PSC1, indicados para aplicação em setores como metalúrgico, farmacêutico, embalagens, robôs e máquinas em geral. A novidade consiste em controladores compactos programáveis e módulos de expansão I/O para processamento de sinal seguro para botões de paradas de emergência, interruptores de portas de segurança, cortinas de luz e outros dispositivos de segurança eletrônicos ou eletromecânicos. Além disso, é possível monitorar diferentes áreas de risco com segurança. Usando a interface de comunicação em rede, conexões com os principais protocolos fieldbus do mercado podem ser estabelecidas. “O CLP de Segurança PSC1 da Schmersal é compacto e modular, ideal para qualquer tipo de aplicação de segurança. Expansível remotamente, a solução tem comunicação própria de até quatro CPUs e sua programação é feita em blocos funcionais”, explica João Pedro Alvise, gerente de produtos da Schmersal. Certificado pela TÜV Rheinland Alemã, o lançamento da Schmersal tem comunicação em rede feita por meio dos principais protocolos de mercado. Com saídas transistoriza-

30

das de até 2A, o CLP de Segurança PSC1 conta com monitoramento de rede serial com até 31 dispositivos de segurança eletrônicos. Seu monitoramento de encoder recebe sinais de aceleração, velocidade e posição. Para mais informações sobre os Controladores de Segurança PSC1 acesse: http://www.schmersal.com. br/nc/produtos/novidades/produto/action/detail/product/controlador-de-seguranca-modular-programavel-psc1/ Sobre a Schmersal Multinacional alemã líder mundial em sistemas de segurança para máquinas industriais, a Schmersal também desenvolve soluções em automação e tecnologia para elevadores. Com mais de 25 mil produtos e presente em 17 países, a empresa tem fábrica na cidade de Boituva, no interior de São Paulo, além de linhas de produção na Alemanha, China e Índia. A companhia conta com a Academia Schmersal, criada para capacitar profissionais ligados à segurança industrial para atender as especificações técnicas exigidas pela Norma Regulamentadora 12. A Schmersal também integra o ranking “Melhores Empresas para se Trabalhar no Brasil”, de acordo com pesquisa realizada pela consultoria Great Place to Work (GPtW). www.schmersal.com. br.


31


“Cachaça forte” - Produtores visam o mercado de bebidas Premium Com o novo momento da Cachaça, cada vez mais estratégias são utilizadas para elevar bebida, focando em processos de envelhecimento com diferentes tipos de madeiras, alta qualidade e embalagens diferenciadas

O mercado de bebidas vem acompanhando ponto a ponto o crescimento do interesse por destilados considerados nobres. Com forte potencial de expansão na preferência do consumidor, os produtores de Cachaça buscam cada vez mais estratégias para elevá-la à categoria Premium e, dessa forma, estarem páreo a páreo com whiskies e runs nas melhores prateleiras. Antes estigmatizada, a Cachaça vem ganhando caráter sofisticado, que vai desde o processo de produção até as embalagens e rótulos que seguem modelos diferenciados, muitas vezes com design exclusivo.

32

Um exemplo é a Microdestilaria Hof, que trabalha com a melhor Cachaça da região do Circuito das Águas Paulistas, bidestilada na microdestilaria de forma tradicional e descansada naturalmente. Martin Braunholz, fundador da Hof, explica o sucesso da empresa e o que o torna competitivo. “Trazemos um conceito contemporâneo de produção em escala reduzida, com criações de receitas originais, mantendo a harmonização das propriedades marcantes dos ingredientes”. Há variadas opções de alta qualidade e extremamente complexas deste des-

tilado tipicamente brasileiro, que contam com diversas camadas de aromas e sabores, capazes de agradar aos paladares mais exigentes. Produzir cachaça, principalmente de maneira artesanal, é uma maneira de investir em um negócio com grande potencial de crescimento. Devido à expansão mercadológica, a bebida pode ser encontrada nos mais diversos tipos de bares, restaurantes, hotéis e casas noturnas de todo o país, inclusive nos ambientes mais refinados. As cachaças de alambique estão em um processo de namoro com os consumidores das classes A e B. O fato de serem produzidas artesanalmente em proprie-


dades rurais é um grande diferencial na experiência de consumo do produto envelhecido em barris de madeira. Segundo dados da ABRABE – Associação Brasileira de Bebidas – a Cachaça tem apresentado crescimento no mercado internacional, sendo o terceiro maior destilado do mundo. A bebida também ocupa posição de destaque no mercado nacional, no qual o volume corresponde a 50% no segmento de destilados. É o segundo maior mercado de bebidas alcoólicas no Brasil, atrás apenas da cerveja. Reconhecida como tipicamente brasileira, ela se tornou aposta do setor de destilados. “Para aqueles que já estão posicionados com sua marca dentro do mercado de Cachaça, é um bom momento para apostar na diversificação do negócio como uma maneira de aumentar o faturamento. Isso tem acontecido com parte dos fabricantes e tem proporcionado ao consumidor uma melhor experiência com os produtos do segmento”, conta Alexandre Bertin, presidente da Confraria Paulista da Cachaça. Processo de envelhecimento O envelhecimento da Cachaça é uma prática que agrega cores, sabores e aromas diferenciados. São utilizados barris de madeiras nativas, que possibilitam a modulação e caracterização da Cachaça envelhecida, permitem elaboração de blends de duas ou mais espécies e aumentam a complexidade aromática da bebida. O uso de madeiras nacionais e seus blends dão originalidade à Cachaça com atributos de sabores únicos e reconhecíveis. As principais madeiras brasileiras que envelhecem Cachaça são: Amendoim, Jequitibá, Araruva, Cabreúva ou Bálsamo, Jequitibá Rosa, Cerejeira ou Amburana, Grápia, Ipê-roxo, Castanheira, entre outras. Algumas delas são consideradas ideais para a fabricação de tonéis de armazenamento, pois conferem pouca coloração e interação com a Cachaça, outras aportam cores mais intensas e aromas facilmente reconhecíveis e são consideradas ideais para fabricação de barris de envelhecimento.

Dois tipos de madeira que vem ganhando destaque e conquistando a preferência dos consumidores são a Castanheira e a Amburana, de acordo com Lélida Maria Cardoso de Oliveira Assis, sócia proprietária da Cachaçaria Melicana.

De acordo com o Instituto Brasileiro da Cachaça – IBRAC, são 40 mil produtores e 4 mil marcas de cachaça no mercado nacional alocadas, principalmente, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais e Paraíba.

“A Cachaça armazenada na Castanheira não sofre muita interferência da madeira e, com isto, dizemos que ela é a verdadeira Cachaça brasileira de alambique. No caso da Amburana, por ter aroma adocicado e o sabor baunilha que vem da madeira, sem adição de açúcares, ela passa um sabor adocicado muito apreciado principalmente pelas mulheres e iniciantes em degustação de Cachaças”, explica Lélida.

O IBRAC estima que a capacidade instalada no Brasil é de 1,2 bilhões de litros/ ano. A Cachaça é a segunda bebida mais consumida no país, perdendo somente para a cerveja, que é uma bebida fermentada. Entre as bebidas destiladas, detém preferência absoluta entre os brasileiros.

Já a Cachaça Seleta conquistou a liderança no mercado mundial de Cachaças artesanais pelo gosto forte e persistente. É armazenada em tonéis de Amburana e conta com processo de fermentação natural, sendo o fermento a base de fubá de milho. A Middas Cachaça possui duas versões em seu portfólio: a prata, armazenada em tonéis de Amendoim do campo e a ouro, Middas Reserva, envelhecida por dois anos em barris de Carvalho de primeiro uso. Para atrair ainda mais os consumidores, a marca aposta também na embalagem. “A garrafa da Middas é importada da indústria francesa Saverglass, famosa por fornecer frascos com design inovador para o mercado mundial de bebidas alcoólicas. O ouro, que vem anexado a bebida deve ser misturado quando a garrafa é aberta transformando-a não só visualmente, mas trazendo ao seu paladar a mais pura sensação de prazer e luxo”, conta Leandro Dias, CEO da Middas Cachaça. Mercado da Cachaça

Seu consumo é quase 5 vezes maior que o do whisky (348 milhões de litros) e da vodca (270 milhões de litros). O Brasil possui capacidade instalada de produção de 1,2 bilhão de litros anuais, sendo 70% cachaça industrial e 30% cachaça artesanal (alambique). Atualmente, são mais de 40 mil produtores (5 mil marcas), sendo que as micro-empresas representam 99% deste universo. “Com tantas opções de qualidade, os consumidores terão cada vez mais a possibilidade de melhores experiências sensoriais com a Cachaça, já que poderão comprar mais rótulos e descobrir a riqueza dos sabores”, declara Rafael Araujo, Co-Founder da Cachaçaria Nacional. A empresa é a maior loja de Cachaças Online do mundo e oferece mais de 1000 rótulos de Cachaças artesanais de alambiques das principais regiões produtoras do Brasil, além de acessórios para degustação, barris/dornas e linha gourmet. Outros dados importantes são sobre o aumento das exportações da bebida em 2016. Segundo informações divulgadas pelo IBRAC, as exportações de Cachaça cresceram 4,62% em valor e 7,87% em volume, totalizando US$ 13,93 milhões e 8,3 milhões de litros. Mais de 60 países já consomem o “ouro líquido brasileiro”, especialmente Alemanha, EUA e Paraguai.

O faturamento do setor cachaceiro alcançou R$5,95 bilhões em 2013, quando foram produzidos 511,54 milhões de litros da bebida, de acordo com o Sistema de Controle da Produção de Bebidas da Receita Federal – SICOBE, responsável por controlar a produção das principais empresas formais do setor.

33


Fispal Tecnologia e Instituto Mauá de Tecnologia firmam parceria para oferecer consultoria gratuita para indústrias de Alimentos e Bebidas durante seis meses A parceria também engloba o inovador projeto do primeiro demonstrador real da Indústria 4.0 para o setor de A&B, um dos destaques da 33.ª Fispal Tecnologia, Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria de Alimentos e Bebidas, que acontece de 27 a 30 de junho, no São Paulo Expo Uma parceria entre o Instituto Mauá de Tecnologia e a Fispal Tecnologia oferecerá o serviço de consultoria gratuito para micro, pequenas e médias empresas que tiverem interesse em aproveitar esse benefício por seis meses. A ação acontece durante a Fispal Tecnologia, Feira Internacional de Tecnologia para as Indústrias de Alimentos e Bebidas, de 27 a 30 de junho, no São Paulo Expo, na capital paulista. Na feira, haverá um espaço de 300 m2 destinado ao primeiro demonstrador da Indústria 4.0 para setor de A&B, com uma linha de produção real já alinhada aos ambientes da indústria 4.0. No espaço do demonstrador, os visitantes interessados no programa terão a oportunidade de efetuar suas inscrições para participar do processo seletivo, que será realizado por especialistas do Instituto Mauá de Tecnologia. Com essa ação, a Fispal Tecnologia e a Mauá, visam fomentar o setor, proporcionando as pequenas e médias indústrias a oportunidade de receber uma consultoria sem custos, além de mostrar a importância de estruturar o negócio para crescimento da lucratividade e da melhoria no processo produtivo. As indústrias selecionadas terão acesso a um plano de melhorias de processo

34

e de produto, que visa ao aumento de produtividade e competitividade. O programa é dividido em duas fases. A primeira ocorrerá durante os três dias da feira, no ponto de atendimento do Instituto Mauá de Tecnologia. Os representantes das empresas interessadas poderão preencher um questionário que será submetido à avaliação técnica pelos profissionais da Mauá. A segunda fase terá início após o evento, no Instituto Mauá de Tecnologia, no Campus de São Caetano do Sul. As três empresas selecionadas participarão de um workshop para desenvolver atividades práticas com propostas de cronograma de implementação dos projetos de melhorias das plantas. Nos seis meses seguintes, receberão visitas mensais de professores da Mauá, que acompanharão de perto o desenvolvimento dos projetos e possíveis ajustes. No final do período, um relatório conclusivo será encaminhado à Informa Exhibitions. Além dessa oportunidade, as indústrias também poderão interagir com sistemas para identificar quantos estágios faltam para chegar à indústria 4.0.

O SIMULADOR DA INDÚSTRIA 4.0 Localizado numa área de 300m², o espaço possibilitará que os visitantes se encontrem dentro de uma linha de produção, quando se explanarão as tecnologias aplicadas aos processos produtivos de um ambiente da Indústria 4.0. O demonstrador promoverá uma inédita experiência de acompanhar uma futurística linha de produção, que entregará um produto customizado. “Os visitantes da Fispal Tecnologia terão a oportunidade de acompanhar de perto uma fábrica totalmente automatizada, que entregará um produto exclusivo, conforme as preferências do consumidor. É uma antecipação do futuro da indústria mundial, cada vez mais atenta às necessidades de seus clientes”, explica Clélia Iwaki, diretora da Fispal Tecnologia. O Coordenador do curso de Engenharia de Produção do Instituto Mauá de Tecnologia, prof. Antonio Cabral, reforça a importância de mostrar cada vez mais o que é a Indústria 4.0. “A Manufatura Avançada, também conhecida por indústria 4.0, está atualmente no centro do debate mundial sobre produtividade e inovação dos meios de produção”, comenta. O pioneiro demonstrador da Indústria


4.0 para o setor de Alimentos e Bebidas tem como patrocinadores na categoria Diamante as empresas ABB, OMRON, Perfor e Schneider Eletric; na categoria Ouro Alphaquip, Furnax, Phoenix Contact, Rockwell Automotive, Siemens, Thermo Fisher e TOTVS; na categoria Prata a empresa Multivac e, na categoria Bronze, Beckhoff, Bonfiglioli, Burkert, Cobra Correntes, Dohler, Magnoflux, Sick, Cargomax na Categoria Bronze, Comprint e São Rafael.

INDÚSTRIA 4.0 NO FÓRUM FISPAL TECNOLOGIA Simultaneamente à Feira, em 27 e 28 de junho, ocorrerá o Fórum Fispal Tecnologia, que contará com a presença de grandes profissionais do segmento em palestras, estudos de caso e debates que abordarão a melhoria na gestão Industrial e o aumento de produtividade. A Indústria 4.0 também receberá destaque na programação, com uma série de apresentações sobre o tema. O maior encontro do setor das indústrias de Alimentos e Bebidas da América Latina contará com a participação de mais de 440 expositores, que apresentarão novidades, tendências e soluções em máquinas para embalagem, marcação e codificação, embalagens, processos, equipamentos e acessórios, automação e logística. Mais informações em www.fispaltecnologia.com.br. O credenciamento para os visitantes já está disponível, por meio de cadastro no site da feira.

35


DuPont anuncia vencedores do Prêmio de Inovação em Embalagens 2017 Homenageados destacam compromisso da indústria de embalagens com sustentabilidade, personalização e solução para desafios globais DuPont anunciou os vencedores da edição 2017 do Prêmio de Inovação em Embalagens, destacando empresas que têm demonstrado grandes avanços tecnológicos em embalagens para atender às demandas diversas e particulares de consumidores nos vários mercados ao redor do mundo. Neste ano, o prêmio Diamante, a mais alta honraria, foi concedido ao Colete de Água Fritz™, que permite a pessoas nos países em desenvolvimento transportar facilmente e com segurança até cerca de nove quilos (20 libras) de água. O júri considerou que essa é uma solução pronta para um importante problema mundial, que foi desenvolvida levando em conta um sentido de bem maior. O colete é antimicrobiano, ergonômico e reutilizável. “O Prêmio de Inovação em Embalagens demonstra como a indústria de embalagens está sendo criativa, comprometida e ágil ao abordar questões globais e as demandas dos consumidores”, afirma Bernard Rioux, líder global de embalagens da DuPont Performance Materials. “Os vencedores deste ano apresentaram soluções inovadoras para armazenamento de alimentos, fermentação de produtos alimentícios, artigos de beleza premium, novos materiais para embalagem voltados para a geração Millennials e muito mais. Essa competição traz à tona o melhor de todos na indústria de embalagens, e estamos entusiasmados para ver o nível de inovação subindo a cada ano.” Em seu 29º ano, o Prêmio DuPont de Inovação em Embalagens é a mais tradicional competição global com júri independente que celebra a inovação e a

36

colaboração em toda a cadeia de valor e é reconhecido mundialmente como o principal programa de premiação no setor. A competição internacional homenageia inovações que se destacam em termos de design, materiais, tecnologia e processos. Um painel independente de especialistas em embalagens avaliou cerca de 150 inscrições de 24 países e reconhece aquelas que se destacam nas categorias de avanço tecnológico, embalagens responsáveis e experiência aprimorada do usuário. Além do prêmio citado acima, os jurados premiam cinco finalistas na classe Diamante, nove vencedores na classe Ouro e seis vencedores na classe Prata com base na “excelência” em uma, duas ou três categorias de avaliação. “O Prêmio DuPont de Inovação em Embalagens é interessante pela natureza global da competição. É objetivo, não há exigência para usar materiais da DuPont e não há nenhuma taxa de inscrição”, comenta o jurado David Luttenberger, CPP, diretor global de embalagens do Mintel Group 2 Ltd. “A DuPont aborda uma grande variedade de disciplinas especializadas na comissão julgadora para assim ter realmente uma perspectiva ampla envolvendo os setores de design, engenharia, varejo, conversão e academia. Isso nos ajuda a reconhecer o que é importante e o que é valioso em termos de embalagens.”

Vencedores do Prêmio DuPont de Inovação em Embalagens 2017

VENCEDOR DA CLASSE DIAMANTE

Colete de água Fritz™ (Solutions Inc., Estados Unidos)

FINALISTAS DA CLASSE DIAMANTE

“Pizza Pod” compostável (Zume Pizza, Estados Unidos) Plantic™ R: Material para embalagem reciclável e renovável com barreira ultra-alta Kuraray (Plantic Technologies Ltd., Austrália)


Recipientes PET de 15 litros autoempilháveis, agroquímico, sustentáveis e de baixo peso (Dow AgroSciences, Alemanha)

Minitaça de sorvete de 140 ml: Fechamento PP em rótulo moldado com colher. Copo de papelão e selagem Alu/PE (FRONERI, Brasil)

Latinha Peelfit™ (CROWN Food Europe, França)

Abuse Bag Cryovac® OptiDure™ (Sealed Air, Estados Unidos)

Freshtag Insignia (Insignia Technologies, Reino Unido)

Granola Goes Nuts da PepsiCo – Embaladora de fluxo marcada por laser direcional (PepsiCo e Printpack, Estados Unidos)

Processo digital de decoração 3D para dobrar caixas e rótulos de Marrs Printing & Packaging (MGI, Estados Unidos) Sachê de repelente MosquitoPaQ™ OUTDOOR ZONE no-bite SPATIAL (PPi Technologies GROUP, Estados Unidos) VENCEDORES DA CLASSE OURO

Realização de design com tecnologia de ponta eleva produtividade e reduz impactos (AMOREPACIFIC, Coreia do Sul)

Nova embalagem combinando tradição e ciência (CJ Cheiljedang, Coreia do Sul)

Skol Beats Secret – Garrafa vermelha (Owens Illinois, Brasil)

Vento™: Embalagem avançada de café com sistema integrado de desgaseificação (Amcor Flexibles, Suiça)

37


VENCEDORES DA CLASSE PRATA

Impressão direta de objetos para decoração de embalagens (Plastipak Packaging, Inc., Estados Unidos)

Farmacy Beauty – Máscara de hidratação antioxidante renovável com mel (VP+C, Estados Unidos)

“FUJI . M . O”, embalagem flexível para impressora a jato de tinta híbrida de rotogravura (FUJI TOKUSHU SHIGYO CO., LTD, Japão)

Embalagem tátil para Kellogg’s® NutriGrain® Bakery Delights (Bemis Company, Inc., Estados Unidos)

How2Recycle®, nova geração de etiquetas sobre reciclagem para embalagens (GreenBlue, Estados Unidos)

Embalagem Vitaminwater® leve de cerca de 567 gramas com tecnologias PowerStrap™ e Active Hinge™ (Amcor Rigid Plastics, Estados Unidos)

Mupy dá um “Up” no visual! A tão adorada embalagem de saquinho, que virou ícone da marca, ganhou um novo visual, mais moderno e divertido. O novo conceito, desenvolvido em parceria com a FutureBrand São Paulo, também será aplicado nas opções em caixinha. As embalagens mais modernas da bebida à base de soja com suco de frutas, que tem 40 anos de história, chegam às gôndolas nos próximos meses em opções já conhecidas pelo público: Tetra Pak 200 ml e 1 litro, saquinho de 200 ml e sabores maçã, morango, uva, maracujá, abacaxi, limão, pêssego e tangerina. Sobre a Agronippo: Fundada há quase 50 anos, é pioneira em alimentos orientais no Brasil. Os produtos são saudáveis e altamente reconhecidos por sua qualidade incomparável. É pioneira em pesquisas com broto de feijão Mung no país, em 1971 desenvolveu o primeiro Tofu pasteurizado do mundo, com conceito revolucionário de embalagens, que não utiliza conservantes. Também inovou no lançamento da primeira bebida à base de soja com suco de frutas do mercado brasileiro, o Mupy.

38


39


Copra com novidades na Naturaltech A Copra vai levar para o evento o mais completo portfólio de produtos do coco. Além da tradicional linha de Óleo de Coco, que consolidou a marca, a empresa mostrará duas novidades exclusivas: os primeiros Chips de Coco orgânico do mercado, nos sabores Natural, Açúcar de Coco e Cebola, e o Óleo de Coco em Spray, que chegou para facilitar a vida de culinaristas e de quem gosta de cozinhar, com praticidade e qualidade. disponível em 200 ml e 500 ml, Óleo de Coco Extravirgem Orgânico, com 200 ml e 500 ml, sachê individual de Óleo de Coco Extravirgem com 15 ml e Óleo de Coco Virgem em embalagem com 500 ml.

Chips de Coco Orgânico Eles chegaram para agradar aos mais diversos paladares. São deliciosos, saudáveis e nutritivos, perfeitos para saciar a fome entre uma refeição e outra. E mais: são veganos, não contêm glúten e zero de gorduras trans! Os Chips da Copra vêm em embalagem de 20 gramas, quantia apontada como ideal pelos nutricionistas para ingestão diária.

O produto está disponível nos sabores: Natural (112 calorias), Cebola e Salsa (139,8 calorias) e Açúcar de Coco (138 calorias), em embalagem com 20 g, no display com 10 unidades.

Principais características do Chips de Coco Copra · primeiro Chips Orgânico do país. Contém certificação; · embalagem de 20g, dosagem recomendada pela área de Nutrição; · disponível em três sabores: Natural, Cebola e Salsa e Açúcar de Coco; · produto Vegano; · zero % de Gorduras Trans; · Óleo de Coco em Spray.jpgsem Glúten; · saudável, nutritivo e delicioso.

40

Óleo de Coco em Spray Copra É uma opção prática e econômica para uso na cozinha. Com ele é fácil untar formas, assadeiras, chapas e panelas, inclusive as de teflon. É ideal também para finalização de preparações doces e salgadas. O Óleo de Coco em Spray Copra não contém glúten, zero % de gorduras trans e é sem sabor. Está disponível em embalagem com 147 ml. Cada borrifada de 1 segundo libera 1 ml do produto, o que corresponde a 8 calorias. A embalagem tem aspersor para facilitar e promover a pulverização.

O Óleo de Coco Extravirgem Copra é uma rica fonte de glicerol, ácidos graxos e triglicerídeos de cadeia média, como o ácido láurico, ácido caprílico, ácido cáprico, ácido mirístico e ácido palmítico, dentre outros. Possui baixa quantidade de ácidos graxos insaturados, contém quantidades consideráveis de vitamina E compostos fenólicos com atividade antioxidante.

Graças ao uso de tecnologia, exclusiva da Copra, o produto não endurece, como naturalmente ocorre com o Óleo de Coco Extravirgem, quando exposto a temperaturas mais frias.

Óleo de Coco Copra sem Sabor AF 3D COPRA OLEO COCO SEM SABOR 200 OLEO DE COCO SEM SABOR 500ml Óleo de Coco Sem Sabor Copra nas versões 200 ml e 500 ml

Óleo de Coco A linha de Óleo de Coco Extravirgem, carro-chefe da empresa, é apresentada nas versões: Óleo de Coco Extravirgem,

Extraído da polpa do coco, sem glúten, 0% gorduras trans, rico em ácido láurico, fonte de TCM (triglicerídeo de cadeia média), não contém conservantes. Excelente opção para uso culinário, na gastronomia, confeitarias e food service em geral. Substitui outros óleos vegetais em preparações como frituras, assados e refogados, pois tem capacidade de suportar altas temperaturas sem sofrer Manteiga de Coco.jpgmodificação nutricional.


41


Manteiga de Coco Copra Alimento natural, elaborado 100% com polpa do coco seco integral. Disponível em embalagem sustentável de vidro com 210 g. É excelente fonte de fibras, 1,0 g de fibra para cada 10 g, isenta de lactose, Zero Açúcar, sem conservantes e sem aditivos químicos, zero glúten e 0% gorduras trans.

Açúcar de Coco Copra Com baixo índice glicêmico, o Açúcar de Coco Copra, sucesso entre o público que busca mais saúde na alimentação, também caiu no gosto dos profissionais da gastronomia, culinária e nutricionistas, que criam cada vez mais receitas com o ingrediente. AF 3D COPRA ACUCAR COCO 350 SIMPL (4)pCOPRA AÇÚCAR COCO 100gsache de açucar 5g (1)m O Açúcar de Coco Copra é um produto 100% natural e sem retrogosto. Disponível nas seguintes embalagens: pote de vidro com 350 g, que pode ir à mesa como um açucareiro, stand-up pouch com 100 g e display com 30 sachês de 5 g. O Açúcar de Coco Copra não altera o sabor final da receita. * Uma colher de chá (5 g) de Açúcar de Coco tem 19 calorias.

42

Farinha Coco Copra Mock Up Farinha de coco 400g.jpgdisponível em novas embalagens de 100 g e 400 g Mock Up Farinha de coco 100g.jpgÉ rica em fibras, ácido láurico e cáprico. A Farinha do Coco é uma importante aliada na culinária para os celíacos. Não contém glúten e serve 100% como substituta da farinha de trigo em receitas culinárias. Além disso, ela é rica em fibras. Por exemplo, duas colheres de chá da Farinha de Coco possuem, em média, 12% do valor diário recomendado. Também disponível em embalagem institucional, voltada à indústria e ao food service.

Linha de Leite de Coco Copra - embalagem stand-up pouch O Leite de Coco Copra uso Profissional, embalagem stand-up pouch, 1,023 litros e 20% gordura, e o Leite de Coco Copra Tradicional, stand-up pouch 200 ml, são os primeiros da categoria nesse tipo de embalagem O produto extraconcentrado, com 20% de gordura é Ideal para o mercado food service, padarias, lojas de atacado e varejo. Leite de Coco Copra Tradicional Disponível em embalagens de vidro com 200 ml e 500 ml

Suplementos Nutricionais - linha de Cápsulas Copra AF 3D SUPLEMENTO VITAMINA 500 SIMPLAF 3D OLEO PEIXE 1000 SIMPLAF 3D OLEO CARTAMO 1000 SIMPLAF 3D OLEO ABACATE 1000 SIMPLAF 3D OLEO CHIA 500 SIMPL AF 3D OLEO COCO CARTAMO SIMPLAF 3D OLEO LINHACA 1000 SIMPLAF 3D OLEO PRIMULA 500 SIMPLAF 3D OLEO COCO EXTRAVIRGEM 1000 SIMPLAF 3D OLEO COCO CHIA

Linha de Coco Ralado A linha de Coco Ralado da Copra é composta por várias versões de embalagens e diversas granulometrias. Os produtos são obtidos a partir do endosperma do fruto da palmácea (cocos nucifera L.) adequadamente selecionados, despolpados, despeliculados, triturados conforme sua granulometria, desidratado, envasados e armazenados à temperatura ambiente sem incidência solar direta no produto. Destinados ao consumidor doméstico.


43


10 Razões para inovar na embalagem * Por Fabio Mestriner Não creio que seja necessário explicar porque a inovação é importante nos desafiadores tempos em que vivemos, onde a similaridade tecnológica e a abundância de produtos concorrendo numa mesma categoria e a crescente infidelidade dos consumidores se tornaram um inferno na vida das empresas que competem no mercado de consumo, em especial aquelas que precisam conquistar o comprador nas gôndolas do autosserviço, onde os produtos estão dispostos lado a lado, em confronto direto com seus oponentes. Todos que têm a responsabilidade promover produtos sabem a vantagem de oferecer algo que seja percebido pelos consumidores como “diferente” daquilo que estava sendo ofertado até então. A inovação na embalagem não precisa ser algo que ainda não existia, necessita ser apenas diferente dos concorrentes diretos, já que todo produto compete numa categoria, é nela que o “novo” necessita ser apresentado e percebido. E por que é importante inovar na embalagem? Primeiramente, porque coisas iguais não tem valor diferente. Produtos similares tendem a ter o mesmo preço. Esta situação favorece as marcas estabelecidas cujo aval atribui um diferencial de custo que faz com que, segundo uma pesquisa da Nielsen, 75% dos líderes das principais categorias de consumo do Brasil, sejam mais caros que seus concorrentes. Se a empresa não é a marca líder da sua categoria, a inovação é a forma mais eficiente de agregar valor e melhorar a competitividade. Se for a marca líder, precisa manter uma dinâmica constante de inovação para impedir que esta aconteça por seus concorrentes. Por outro lado, é muito caro e difícil inovar no produto. A Coca-Cola tem mais de 100 anos e sua fórmula original continua secreta, no entanto, é uma das empresas que mais inovam nas embalagens. Existem produtos que não tem

44


como mudar radicalmente. O macarrão buscou sua diferenciação nos diversos formatos e a cerveja, apesar de haver uma lei na Alemanha, promulgada em 1.511, para garantir sua “pureza” e impedir que seja feita com ingredientes diferentes do que nela está especificado, existe hoje uma variedade incrível, mas as embalagens mantêm uma certa tradição. Estes exemplos mostram como é difícil, e muitas vezes bastante caro, inovar no produto, razão pela qual diferenciar a embalagem é mais fácil, rápido e barato. Não importa o tipo de mercadoria, todos podem receber uma embalagem diferente dos concorrentes e aumentar suas chances de ser escolhido e experimentado. O consumidor não separa a embalagem do conteúdo. O mais amplo estudo realizado no Brasil sobre a relação do consumidor com a embalagem revelou que, para ele, esta e seu conteúdo constituem uma única entidade, indivisível. Com base nesta revelação, a inovação da embalagem pode mudar a percepção do produto e posicioná-lo na vanguarda da evolução de uma categoria. Ainda que não seja o líder, um produto pode, pela sua nova embalagem, assumir a liderança. Isto já aconteceu diversas vezes e, nestes casos, foi possível observar que o consumidor prefere o produto que toma a iniciativa, atribui a uma atitude positiva que repercute no crescimento das vendas. A embalagem é um item de referência no processo de escolha. A frase acima faz parte das conclusões da mesma pesquisa já citada e foi resultado de uma análise realizada pelo Comitê de Estudos Estratégicos da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE). A inovação é importante porque faz com que o produto forneça ao consumidor, por meio de sua embalagem, uma referência de futuro, de atualidade, que está em sintonia com a evolução e o progresso material da sociedade onde vive. A pior coisa que pode acontecer a um produto é ser associado ao “atraso”, ao ter ficado para trás enquanto as coisas evoluíram ao seu redor. Isso é bem diferente da “tradição”, que é positiva, mas que só pode ser adotado por quem verdadeiramente a tem. Só o tempo constrói o valor da tradição, já o futuro é construído pela inovação. Só a marca não garante mais o sucesso do produto. Há alguns anos, uma marca

líder em diversas categorias convocou um painel de especialistas para avaliar as embalagens dos seus produtos frente aos seus concorrentes em três diferentes categorias. Ela buscava saber se suas embalagens eram melhores, piores ou iguais àquelas dos concorrentes. A meu ver, esta empresa fez o que todas deveriam fazer regularmente, pois desta forma aprendeu que caso suas embalagens fossem “inferiores” às de seus concorrentes, apesar do extraordinário poder de sua marca, ela estaria com problemas. Inovar na embalagem passou a ser um requisito do novo modelo competitivo, pois a qualquer momento alguém pode surgir na gôndola com algo novo e desequilibrar a competição a seu favor. A embalagem é a melhor forma de comunicar um diferencial e obter vantagem no PDV. Já está provado que uma boa mudança de embalagem aumenta as vendas e obriga, muitas vezes, os concorrentes a segui-la. Sabemos também que não adianta o produto apresentar algo novo se isso não é percebido de imediato pelos consumidores. Quem precisa explicar já larga em desvantagem, as mudanças e novidades têm que ser autoexplicativas e a embalagem é o meio mais eficiente de fazer isso.

marketing, recurso cada vez mais escasso, que faz com que quase 90% de tudo que encontramos em um supermercado não tenha investimento no marketing do produto. Mesmo grandes líderes de mercado têm dificuldades de investir em todos os produtos da linha, concentrando suas verbas nos carros-chefes e no institucional da própria marca. Por isso, investir na embalagem é uma forma eficiente de transmitir diferencial sem dispor de verbas de marketing, uma vez que o seu custo já está embutido no preço do produto. A embalagem é um recurso que a empresa tem dentro de casa e que pode ser utilizado para inovar na apresentação do produto fazendo valer todas as razões apresentadas até agora sem acrescentar novos custos. A inovação é percebida como valor. A GFK, umas das maiores empresas de pesquisa de mercado e comportamento dos consumidores tem uma frase que vale a pena repetir aqui: “O consumidor não compra preço, ele compra valor”. Não é preciso entender de whisky para, diante da gôndola, perceber quais são mais caros e mais baratos. Esta conclusão é feita diante de praticamente todas as prateleiras.

Quem chega por último precisa trazer algo novo se quiser ser visto. A pesquisa da Nielsen apresentada no Congresso Brasileiro de Embalagem mostrou que cerca de 80% dos produtos lançados no Brasil não conseguem permanecer no mercado.

Por fim, os produtos inovadores valem mais e obtém lucro maior. Esta é a razão pela qual as empresas investem milhões e focam suas estratégias na busca da inovação. As nove razões anteriores são suficientes para compreender porque investir em inovação na embalagem. Mas, de todas elas, a mais importante é o fato da embalagem representar um custo relevante na composição do produto. Grandes empresas no Brasil têm orçamentos anuais de embalagem que superam a casa dos R$ 2 bilhões. A embalagem não pode mais ser utilizada apenas para “carregar” o produto, ela contribui com o negócio da empresa e a melhor maneira de fazer isso é por meio da inovação. Modernizar a embalagem é a melhor forma de agregar valor, comunicar diferencial e obter vantagem competitiva no ponto de venda.

Os motivos dessa tragédia é o marketing insuficiente, a falta de inovação e o fato do produto não trazer valor percebido para o consumidor. A mercadoria perece por ser mais do mesmo e assim serem percebidos. Para ter “marketing suficiente” é preciso que haja verba de

*Fabio Mestriner é consultor da Ibema Papelcartão, professor de embalagem na ESPM e na Escola de Engenharia Mauá e autor dos livros “Design de Embalagem Curso Avançado” e “Gestão Estratégica de Embalagem”.

Se o produto trás algo inovador, a embalagem precisa confirmar isso. Já vi casos em que uma inovação, que custou milhões e gastou anos de pesquisa, falha em sua apresentação ao mercado por deficiência na embalagem. Não adianta inovar no produto se isso não for corretamente comunicado na embalagem. A inovação na embalagem é um item obrigatório no projeto de renovação do produto.

45


Danoninho lança formato inovador para lancheira que pode ficar até 5 horas fora da geladeira Danoninho Para Levar, em sachê, é uma opção nutritiva e prática para fazer parte de um lanchinho saudável, acompanhando as crianças onde quer que elas estejam de 40% de açúcar total em sua fórmula e que agora, pautada em ciência e técnicas inovadoras lança uma embalagem inovadora para a categoria: o Danoninho Para Levar. O novo produto pode permanecer até 5h fora da geladeira, o que ajuda os pais a garantirem a qualidade nutricional das lancheiras, além de estimular a autonomia no momento do lanche, através de sua embalagem, que é fácil de abrir e não requer colher - é só apertar! O lançamento faz parte de uma iniciativa global, como consequência dos resultados de estudos que mostraram dados alarmantes a respeito dos lanches das crianças em todo o mundo. No Brasil, o estudo Nutri-Brasil Infância II* apontou que as crianças brasileiras estão consumindo mais de 70% da quantidade de açúcar diária recomendada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) apenas nos lanches intermediários. A inadequação nutricional se agrava nos lanches realizados fora de casa, devido aos cuidados que alguns alimentos que deveriam compor a lancheira podem demandar para o consumo. O uso de utensílios domésticos para o descasque e corte de frutas e a demanda por refrigeração, nos casos dos lácteos, podem explicar a menor ingestão destes alimentos fora do domicilio, como mostrou o estudo sobre Lanches Intermediários de Crianças e Adolescentes Brasileiros**.

Danoninho, marca reconhecida pelo foco em crianças e comprometida com o desenvolvimento de produtos que atendam às suas necessidades nutricionais lança, após mais de dois anos de estudos e pesquisas,Danoninho Para Levar. Com as mesmas características nutricionais do famoso petit suisse da marca, o novo produto, em sachê, traz uma característica inovadora e que vai de encontro a uma necessidade clara: a possibilidade do consumo fora do lar, após algumas horas fora da geladeira. Desde sua origem, a marca estuda os hábitos alimentares das crianças, assim como os fatores que influenciam a escolha dos alimentos pelos pais. Foi a partir desses estudos que a marca reduziu no Brasil, desde 1999, mais

46

Os lanches intermediários devem ser vistos como aliados do bom desenvolvimento na infância, pois são uma oportunidade de consumo de alimentos com nutrientes como proteínas de boa qualidade, cereais, frutas e alguns minerais como o cálcio, essencial para o desenvolvimento infantil”, diz Professor Mauro Fisberg, do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto Pensi - Hospital Infantil Sabará. Danoninho Para Levar é uma opção saudável para compor o lanche, pois atende 26% da necessidade diária de cálcio***, além de conter vitamina D e outros minerais importantes. “O compromisso de Danoninho com o desenvolvimento infantil vai além da nutrição. O formato de sache e a durabilidade de 5h fora da geladeira permite que a criança leve para a escola e consiga comer sozinha. Momentos como esse são importantes para o desenvolvimento da autonomia infantil” comenta Andrea Gaeta, Diretora de Danoninho no Brasil. ”A marca tem como propósito encorajar a autonomia das crianças, pois acredita que ao desenvolver sua confiança, elas estarão mais preparadas para o futuro”.


47


Narita Design & Strategy redesenha marca de cerveja americana Agência brasileira foi a escolhida para redesenhar identidade visual da marca de cerveja americana Shock Top, da AB Inbev, e fortalecer posicionamento por meio de estudo proprietário o ponto de partida foi aprofundar o entendimento sobre o que a marca e seu posicionamento representava para os consumidores, para ajudar os executivos de marketing da marca a planejar os próximos passos da Comunicação. A imersão foi feita na Califórnia e na Flórida e ao final da jornada, a agência ressignificou a personalidade da marca construindo um vínculo mais genuíno e alinhado com os valores presentes na mente dos consumidores atuais.

Conhecida no mercado por criar projetos emblemáticos para grandes marcas, a Narita Design & Strategy foi escolhida pela AB Inbev em Nova Iorque para liderar a criação da nova identidade visual e linguagem da marca de cerveja Shock Top, uma das mais icônicas dos EUA. Segundo Mario Narita, CEO da agência, um dos fatores decisivos para a conquista do projeto foi a aplicação do Processo Límbico®, ferramenta proprietária de investigação da Narita, que faz uso da neurociência para identificar quais formas, cores e ideias acionam o Sistema Límbico (região cerebral responsável pelas nossas emoções), com objetivo de desenvolver a melhor estratégia e o design voltados para performance. “Foi um trabalho muito enriquecedor, pois, além do desafio de assumir um projeto tão estratégico para uma marca

48

americana, tivemos a oportunidade de visitar vários PDVs, degustamos cerveja com os consumidores americanos, além de conversarmos com parceiros e distribuidores da AB Inbev in loco. Vivemos de fato a cultura americana e nos aprofundamos bastante nesse mercado já consolidado de cerveja Craft, que representa 10,2% do total de cervejas vendidas no mercado americano”, conta Mario Narita, que também comemora a consolidação do Processo Límbico: “E ser no maior mercado mundial, que são os Estados Unidos, nos deixa ainda mais entusiasmados”. O projeto Para cada projeto, a Narita D&S formata o Processo Límbico de maneira a alcançar os mais precisos resultados, lançando mão das ferramentas que mais se adequam ao briefing e aos objetivos de investigação. No caso de Shock Top,

O trabalho também resultou na criação de um novo manifesto “Cheers to what’s ahead” e em uma nova identidade visual para todas as embalagens, materiais de ponto de venda, ativação, social media, etc. Na nova embalagem estão presentes elementos gráficos que remetem ao grafísmo maori/indígena/inca e ao handmade. O personagem da marca também evoluiu para traduzir o espírito leve, jovem e mais descontraído da marca. No último ano, a agência também foi escolhida para assinar a criação da nova identidade visual da cerveja coreana Cass Fresh, da InBev. Para mais informações, acesse: http://www.naritadesign.com.br http://www.shocktopbeer.com

e


49


50

Embalagem & Tecnologia Nº30  

E revista do setor de embalagem.