Page 1

REVISTA

ALIMENTOS - BEBIDAS - COSMÉTICOS

EMBALAGEM & TECNOLOGIA

Revista Trimestral Edição 28

A REVISTA DO SETOR DE EMBALAGEM

Inovações em embalagens de papelcartão Dow e Nordmeccanica anunciam tecnologia revolucionária em laminação de embalagens flexíveis Tetra Pak e Henkel inovam com lançamento de adesivo especial para embalagens de alimentos e bebidas Soluções para revestimentos de latas de alimentos livres de Bisfenol A (BPA)

WWW.EMBALAGEMETECNOLOGIA.COM.BR FACEBOOK.COM / REVISTAEMBALAGEMETECNOLOGIA 1


2


3


Índice Pak e Henkel inovam celebra um ano de 20 Tetra 30 Feva com lançamento de adesivo nova gestão com boas especial para embalagens de alimentos e bebidas

22

Soluções para revestimentos de latas de alimentos livres de Bisfenol A (BPA)

24

Testadas e aprovadas as marcas favoritas de barras de cereal da América Latina ganharam um impulso da Bosch

em embalagens 14 Inovações de papelcartão alavanca que 26 Arevolucionará o mundo e Nordmeccanica 10 Dow anunciam tecnologia

revolucionária em laminação de embalagens flexíveis

lança papel para 27 Zanders embalagem flexível e resistente a gorduras e óleos

Dennison lança Série 06 Avery Especialidades

Dachser Brasil impulsiona processo de desembaraço aduaneiro da Tetra Pak

08 12

Hércules lança nova embalagem no mercado

27

Tortinha Mil Folhas ganha nova embalagem

Vorus usa garrafa 28 Vodka Verallia na busca por diferencial de mercado

Participe de nossas redes sociais e fique informado em tempo real! FACEBOOK.COM / REVISTAEMBALAGEMETECNOLOGIA

Social apresenta nova 32 Club identidade visual e formato diferenciado

Bebidas inova em sua 34 Cini linha de produtos

40 light chega ao 36 Yakult Brasil

Combibloc lança 37 SIG display HERO, ideal para

embalagens mais altas, como a garrafa combidome

lança versão 3.0 40 NESCAU com menos açúcar e mais fibras

lança Quinoa e 42 Piracanjuba Linhaça + Chia nos sabores Mocaccino e Camomila

Embalagem & Tecnologia é uma revista técnica de circulação nacional, direcionada às indústrias e fabricantes de Alimentos, Bebidas e Cosméticos, traz informações e tecnologias importantes para o desenvolvimentos e manutenção das empresas.

Publicação: Trimestral Distribuição: Indústrias e Fabricantes de: Alimentos, Bebidas e Cosméticos

Editora Casa Grande Ltda Me Amparo - SP Mobile: 11-95956-5767

4

vendas da máquina para impressão de ráfia

Diretor Presidente: Eric Mitsuo Toguchi Dept. Com. e Mkt: Elizabeth Cabral Comercial: editoracasagrande@outlook.com Mobile: 11-95956-5767 Redação: redacaoeditoracasagrande@outlook.com Contato geral: editoracasagrande@outlook.com www.embalagemetecnologia.com.br

*As matérias, artigos assinadas por colaboradores, são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar necessariamente a opinião da revista. As opiniões expressas no veículos da Editora Casa Grande são de responsabilidade exclusiva de seus autores.


5


Avery Dennison lança Série Especialidades O portfólio de materiais autoadesivos, diferenciados, atende à diversas aplicações

Com a proposta de agregar valor aos produtos e ao negócio de seus clientes diretos (convertedores) e indiretos (end users), a Avery Dennison lançou a Série Especialidades de materiais autoadesivos com forte apelo visual e alta funcionalidade. As duas primeiras da Série, já lançadas e disponibilizadas para convertedores e end users, são “Identificação e Logística” e “Promoção e Varejo”. “A partir de um contato permanente com os clientes e de um monitoramento contínuo de vários mercados, identificamos os setores com maior demanda de rótulos autoadesivos especiais. E para atendê-los, organizamos as informações específicas sobre nossos materiais, de forma simples e prática”, explica Isabela Monteiro Galli, Diretora de Marketing e Vendas América Latina da Avery Dennison.

6

Assim, na Série Especialidades “Identificação e Logística” são oferecidos materiais autoadesivos que otimizam as etapas de identificação, rastreamento e transporte dos itens. Na sua maioria, são materiais robustos e versáteis, adequados ao rigor demandado pelas operações logísticas como lacres para caixas de papelão, etiquetas térmicas com maior resistência ao atrito, etiquetas duplo uso, bag tag para identificação de bagagens em aeroportos, pulseiras de identificação e etiquetas para bandejas de alimentos, especialmente de carnes. Como o nome sugere, a Série Especialidades “Promoção e Varejo” oferece materiais autoadesivos que ajudam a alavancar as vendas, tornando o produto mais atraente no PDV. “Diariamente as marcas disputam a preferência dos consumidores e os materiais da Avery Dennison garantem um visual

diferenciado e único para os produtos, além de funcionalidades que ampliam a experiência do consumidor com o produto, tornando-a ainda mais positiva”, explica Isabela. Fazem parte desta Série etiquetas que armazenam fragrâncias, materiais holográficos, etiquetas para a aplicação de tatuagens temporárias, blockout labels (etiquetas para corrigir informações ultrapassadas ou erradas), materiais resistentes a óleos, etiquetas dupla face e etiquetas de duplo uso (piggyback). “O lançamento da Série Especialidades reforça o expertise da Avery Dennison em desenvolver materiais para as aplicações mais desafiadoras do mercado, sempre com o objetivo de criar soluções vencedoras para os clientes diretos e indiretos e oferecer o melhor para o consumidor final”, conclui Isabela. As próximas séries a serem lançadas são Removíveis e Resseláveis e Linha Farmacêutica.


7


Dachser Brasil impulsiona processo de desembaraço aduaneiro da Tetra Pak Empresa de origem sueca de soluções em processamento e envase de alimentos chega ao topo do Ranking de Eficiência do Aeroporto de Viracopos

A Tetra Pak busca constantemente a melhoria contínua em seus processos de importação e exportação. Como resultado desse esforço, a empresa foi recentemente classificada em 1º lugar no segmento “Regime Especial Linha Azul”, no Ranking de Eficiência Logística de Viracopos / Campinas (SP). O ranking é baseado no tempo médio de liberação de carga de importação e é agrupado em diferentes segmentos. Este é o resultado de uma parceria bem desenvolvida entre a Tetra Pak e a Dachser Brasil - subsidiária local da empresa de logística sediada na Ale-

8

manha. Além de seu know-how e experiência em comércio exterior, a Dachser compartilha o mesmo conjunto de valores da Tetra Pak: visão de longo prazo, qualidade e inovação. Monitoramento de processos, identificação de gargalos e melhoria de processos, foram os fatores determinantes para essa conquista de acordo com Angel Santana, Managing Director Dachser Brasil. “A otimização e a coordenação dos processos internos, ligados e cronometrados com o regime aduaneiro no aeroporto, foram determinantes para a operação ser bem sucedida. Juntamente com a Tetra Pak, nos concentramos

em comunicações, atividades operacionais e maior eficiência”, explica Santana. Nos últimos dois anos, a Tetra Pak tem realizado progressos significativos na eficiência dos processos, obtendo por vários meses o segundo melhor tempo no desembaraço aduaneiro. “Os desafios são grandes, mas acreditamos que podemos, em parceria com a Dachser, evoluir cada vez mais. Estamos confiantes de que excelentes resultados como este continuarão a ser alcançados”, conclui Rosana Mello, Diretora de Suprimentos da Tetra Pak para o Norte, Central e América do Sul.


9


Dow e Nordmeccanica anunciam tecnologia revolucionária em laminação de embalagens flexíveis Desenvolvido em conjunto para solucionar os desafios atuais do processo de laminação, o SYMBIEX™ é uma tecnologia inovadora de adesivos de cura ultarrápida que, combinada com o equipamento Duplex SL One Shot™ , possibilita corte em 90 minutos e transformando a eficiência da conversão A Dow e a Nordmeccanica SpA, acabam de anunciar o lançamento de uma tecnologia revolucionária de laminação que combina avanços tanto na parte de adesivos como em m a q u i n ário. A SYMBIEX™ de cura ultrarrápida é uma nova geração de adesivos sem solvente que em combinação com a inovadora tecnologia de laminação Duplex SL One Shot™ da Nordmeccanica, redefine o processo de laminação de embalagem oferecendo aos convertedores os melhores avanços em eficiência, menor tempo de cura e diminuição significativa do prazo de entrega da embalagem final. “Conseguimos lançar essa tecnologia revolucionária apenas 18 de meses depois de assinar o acordo de desenvolvi-

10

mento conjunto com a Nordmeccanica o que é algo excepcional”, garante Yasmin Gomez, gerente de Marketing da Dow Adesivos para Embalagens, Produtos Têxteis e Higiênicos na América Latina. “Esta rapidez foi possível porque combinamos o conhecimento técnico da Dow em desenvolvimento de adesivos com o vanguardismo das máquinas da Nordmeccanica, e o resultado traz uma das maiores inovações já conseguidas em laminações para embalagens em 50 anos”. “Com a parceria entre Dow e Nordmeccanica foi possível reinventar o processo de laminação sem solvente e lidar com suas limitações fundamentais. Um exemplo é combinar a cura ultrarrápida, que exige um adesivo de ação imediata, com excelente maquinabilidade útil que exige um adesivo de ação mais lenta”, afirma Mateus Cipro, líder técnico para adesivos da Dow na América Latina. Neste sentido, ele lembra que com a SYMBIEX™ e a laminadora Duplex SL One Shot™ é possível cortar em apenas 90 minutos após a laminação em comparação ao padrão atual que pode variar de 12 horas até 24 horas. “É uma inovação que traz uma revolução no mercado de adesivos de laminação”.

Outros benefícios incluem:

* Melhorias na eficiência da conversão: sem preocupações com o dosador e nem com a vida útil do produto em máquina (Pot Life); * Custo de utilização mais baixo: redu-

ção na parada do processo e no inventário do material curado; * Capacidade para formatar uma embalagem em menos de um dia após a laminação e conseguir cumprir as mais exigentes legislações para os alimentos no espaço de um dia para a maioria das estruturas laminadas; * Alta velocidade de laminação inclusive em estruturas metalizadas e com folhas de alumínio, em comparação com a tecnologia sem solvente convencional; * Ausência de névoa e melhor molhabilidade; * Sem resíduos de adesivos/consumo total de máquina; * Possibilidade de checagem da força de adesão em 30 minutos após a laminação.

Laminação de embalagens redefinida Comparado com uma linha convencional de laminação, a laminadora Duplex SL One Shot™ apresenta um sistema diferenciado para lidar com os processos de laminação sem solvente, possibilitando que, no processo de laminação, dois componentes do adesivo levem o máximo de tempo possível para entrar em contato. Com duas estações independentes de laminação de alta precisão, os dois filmes são pressionados juntos somente no NIP (ponto de laminação) onde


ocorre a cura do adesivo. Esse processo elimina a necessidade de uma unidade de mistura e quaisquer preocupações ligadas à vida útil e oferece um tempo reduzido de paragem da linha, além de facilidade de limpeza. “A nova tecnologia conseguiu não só superar as limitações da vida útil, deslocando o início da reação química para o NIP, como também desenvolver os mais rápidos adesivos sem solvente produzidos com dois componentes vistos no mercado hoje”, afirma Yasmin Gomez. Antes desse projeto de tecnologia, se um convertedor precisasse fornecer laminados com um tempo de resposta rápido ele teria que usar um método de cura de base solvente, base água ou alguma outra alternativa de cura. Os adesivos SYMBIEX™ e o DUPLEX One -Shot™ fornecem excelente aderência sem Compostos Orgânicos Voláteis (em inglês VOCs), grande redução no consumo de energia e cura rápida possibilitando uma entrega mais ágil.

Acelerando a Inovação para o Mercado “A inovação está no cerne de tudo aquilo que a Dow faz e confere suporte ao compromisso da empresa de trazer conhecimento técnico e soluções avançadas aos nossos clientes”, lembra Yasmin Gomez, da Dow. “Essa tecnologia revolucionária redefine os padrões atuais em adesivos solventless, possibilitando aos convertedores impulsionar a inovação rumo à cadeia de valor por meio de um processo de laminação mais simples e mais flexível, aumentando sua competitividade e capacidade de resposta para atender às necessidades do mercado acelerado dos dias de hoje.” “A inovação também está no DNA do Grupo Nordmeccanica”, destacou Antonio Cerciello, presidente do Nordmeccanica Group. Nós estamos constantemente pensando fora da caixa, dirigindo nossos esforços na elaboração de um novo design, de novas tecnologias e novas vantagens para os

convertedores. Sempre fomos inovadores, estando na vanguarda de nossa indústria, e é isso que nos torna diferentes. Tenho orgulho em colaborar com uma parceria tão essencial como a da Dow; é o que precisamos dentro de um ambiente complexo para continuar aportando inovação com confiabilidade e eficácia.

11


Hércules lança nova embalagem no mercado Marca traz modernidade na comunicação, “splashes”de leite e frases de incentivo

A marca Hércules, que pertence ao Grupo ZDA, está lançando o novo layout das embalagens dos leites integral, semi e desnatado. Desenvolvida pela agência Quest, a nova comunicação é mais atraente devido às suas cores vibrantes e a um reforço de valores da empresa, tais como felicidade, força, confiança e equilíbrio. “Estamos inovando, tornando a embalagem mais comunicativa e moderna. Incluímos hashtags e, cada um dos três produtos possui uma frase de incentivo, sem falar no “splash” que destaca o percentual de gorduras de cada tipo de leite: 0% é o desnatado, 1% é o semi desnatado e o 3% o integral”, explica Eloizi Dedemo, Gerente de Marketing do Grupo ZDA. O novo layout do leite integral conta ainda com Ad on Pack em parceria com a Tetra Pak, que destaca a importância da sustentabilidade e o cuidado com o meio ambiente. As embalagens são formadas por seis camadas de materiais, sendo quatro de

12

polietileno, papel e alumínio. Unidas, elas formam uma barreira que impede a entrada da luz, água, ar e microorganismos, o que permite que o sabor, o aroma e as características nutricionais permaneçam intactos. Para comunicar esta novidade aos consumidores a empresa irá iniciar uma campanha de mídia na TV no interior de São Paulo com o mote “Como o leite veio parar na caixinha?”. Os anúncios divertidos irão responder esta dúvida, além de assegurar a qualidade do leite Hércules. As embalagens trazem as frases: Pratique carinho e atividade física regularmente com a #aforçadoleite, para o leite integral que é vermelho; Aqui tem equilíbrio e confiança com a #forçadavida, para o semidesnatado com caixinha verde; e Brinque mais e deixe e seu dia mais leve com a #vivafeliz, para o desnatado que é a caixinha azul.

O creme de leite Hércules também ganhou nova roupagem com um azul royal vibrante e que destaca os 20% do índice de gordura em sua fórmula. Isso propicia mais consistência ao produto e permite que os pratos feitos com o creme de leite Hércules fiquem mais encorpados e saborosos. A nova embalagem também traz 12 receitas diferentes em seu verso.


13


Inovações em embalagens de papelcartão por Assunta Napolitano Camilo O que é inovação? Por que se tornou algo tão importante no momento atual? Por que inovar em embalagens? Quais são as inovações relevantes em embalagens de papelcartão? Inovação é realizar ou produzir algo novo, um produto ou um processo, diferentemente da criatividade que apenas gera ideias. A velocidade das informações e das mudanças atuais impõe que as empresas inovem e criem novos produtos que podem até “matar” seus produtos atuais. Melhor fazer você mesmo, antes de outro. A escolha é simples: inovar ou morrer. Inovar por meio das embalagens é muitas vezes mais simples e econômico e, além disso, a comunicação com o consumidor é imediata e direta. Inovação em embalagens é o motor da competitividade e a chave para um futuro próspero. É importante lembrar que toda vantagem competitiva tem tempo de validade e, dessa forma, inovação deve fazer parte da gestão do negócio, no seu dia a dia. Como disse Philip Kotler em 1954: “A sobrevivência das empresas reside na sua capacidade de inovação e diferenciação por meio das novas Marcas, Conceitos e Embalagens”. Há muitas metodologias e ferramentas possíveis de serem empregadas, tais como: • Funil de inovação; • Cocriação (podendo envolver fornecedores, colaboradores, clientes e até mesmo concorrentes); • Matriz de inovação; • Radar de inovação; • Brainstorming; • Design thinking, entre outros. Dentro do portfólio de cursos do Ins-

14

tituto de Embalagens®, realizamos anualmente o Workshop de Inovação, no qual discutimos essas ferramentas e apresentamos as últimas inovações e novidades no que se refere a embalagens. Neste artigo abordamos as inovações em embalagens de papelcartão, que têm criado novas oportunidades e ciclos de crescimento para as empresas convertedoras (gráficas) e para as usuárias dessas embalagens. Vamos conhecer algumas delas:

• A impressão digital possibilita a produção de pequenos lotes de embalagens, até mesmo individualizados, como nos equipamentos da HP Indigo® e da AGFA®. Um bom exemplo é o deste arroz orgânico Trü RootsTM: foram quatro versões impressas em impressão digital na HP Indigo®, série 20000.

• A utilização do recurso de “Realidade aumentada” tem sido frequente em todo tipo de embalagem e materiais promocionais. Alimentos com embalagens animadas e interativas são conhecidos por meio de Food 2.0, uma poderosa ação de marketing principalmente voltada aos Millennials (grupo de jovens que nasceram depois de 1980). A Lunchables Uploaded TM tem realizado diversas campanhas usando este recurso para entreter os consumidores no momento da refeição.

• A “realidade aumentada” transforma interações da marca, criando memoráveis experiências de entretenimento para os consumidores. Isso pode ser implementado em campanhas longas, curtas ou em andamento, as quais incluem cupons, jogos ou outros tipos de conteúdo oculto para impressionar os consumidores.

• Outra proposta interessante e também redonda é a que ganhou um prêmio da respeitada Pro Carton™. A marca alemã ChocOlé™, da empresa DeBeukelaer™, usou uma inovadora embalagem para apresentar um novo produto: um biscoito em palito coberto de chocolate. Trata-se de uma embalagem cilíndrica, tipo fundo e tampa. O fundo tem uma segunda camada para permitir o encaixe da tampa e se transforma num objeto para servir o produto. A aposta rendeu à empresa um excelente posicionamento e a conquista de fiéis consumidores. • Na última feira internacional de ali


mentos e bebidas da Alemanha, a ANUGA 2015, outra empresa alemã, a Küchle, apostou numa inovação de produto usando uma embalagem papelcartão, o bolo pré-pronto Shake the Cake™. A proposta é um bolo que pode ser preparado num copo de papelcartão após agitar a mistura em pó e levá-la ao micro-ondas por 70 segundos. O bolo é delicioso e rapidamente contagiou a “moçada” que busca conveniência, sabor e sobretudo uma experiência diferente! • Outra novidade que despertou interesse na ANUGA 2015 foi a embalagem que na verdade é um utensílio de fabricar Spätzle (tipo de macarrão artesanal alemão que lembra o nhoque italiano, porém é menor). A embalagem tem furos na base e, ao ser aberta e pressionada, libera a massa no formato e a deixa cair em água fervente. Assim, em apenas 3 minutos, sem lavar pratos, sem o uso de equipamentos de cozinha e muita diversão, se cozinha o Spätzle. O conceito e o design da embalagem foram criados por Sebastian Wiener. Ver o vídeo em: http://frizle.com/.

de real de diferenciar seus produtos e atrair os consumidores, que preferem a embalagem à base de celulose, por ser renovável. Na visita à feira ISM (Sweets and Snacks), na Alemanha em fevereiro de 2015, pudemos conhecer novas aplicações da solução da empresa Hörauf, que pertence ao Grupo Optima, também alemão. A proposta, conhecida como Carton Can, ou lata de papelcartão, agora está disponível em variados formatos (quadrados, redondos, sextavados e retangulares) para atender a diferentes necessidades dos consumidores e ajudar as empresas a usarem o que lhes for mais conveniente. Por exemplo, se o produto é um suco ready to drink, ou seja, pronto para beber, o redondo é uma excelente pedida, pela similaridade com a proposta das latas de alumínio. Se for um leite em pó, que sempre foi em lata de aço quadrado, então a melhor solução para manter a identidade talvez seja o formato quadrado. Essa opção também é importante em função do aproveitamento dos paletes.

A empresa Flextrus®, que pertence ao grupo mundial AR Packaging®, desenvolveu o PaperLite®, um tipo de base (fundo de bandeja) para embalagem termoformada. O papelcartão torna a aparência da embalagem mais atraente, graças a seu toque sedoso e agradável. A apresentação da embalagem com papelcartão (material natural e renovável) confere às marcas oportunida-

Se a escala de produção for grande, é uma vantagem competitiva e deve ser considerada. É relevante lembrar também que se trata de uma embalagem de baixo peso específico e com opção de reciclagem amplamente conhecida e disponível. A novidade já está sendo utilizada pela Nestlé e outras marcas importantes em produtos granulados, como cafés, do-

ces, cereais, grãos, salgadinhos, coco ralado e chás. As paredes multicamadas têm propriedades de barreira, preservam o aroma e o sabor e mantêm os produtos crocantes e frescos por mais tempo, mesmo no uso diário, pois o refechamento é bem eficiente. A embalagem traz ainda uma nova experiência possível para os consumidores sempre ávidos por inovações. Produtos em pó como leites e chocolates também podem usar a nova tecnologia de envase. Muitos produtores de bebidas aderiram ao sistema para atrair, sobretudo, os jovens, atendendo com conveniência. Em qualquer situação, o pouring (dispenser do produto) é fácil e agradável. O conceito de envase é de produção in line, ou seja, em linha, e em ffs (form fill and seal), ou seja: a partir de material em rolos (que dependem da barreira desejada), as latas de papel cartão são produzidas e entregues ao final da linha cheias de pós, líquidos ou produtos granulados. Vários processos de enchimento são possíveis por meio dessa técnica. Dependendo do produto, a altura da lata final é regulável e pode ser adaptada em apenas alguns minutos, na sequência do processo. Depois disso, o produto é envasado e fechado (selado). Também é possível adaptar linhas de embalagem de transporte na sequência do envase, dependendo da necessidade de automatização que a linha precisar.

15


• A empresa Belle France™ utiliza outro conceito para o envase seguro da sua tapioca: num cartucho com fechamento tipo flit top, após o envase do produto, é selado um papel resinado para vedá -lo. • Para atender a febre de “amostras grátis”: algumas enviadas por correio e outras encartadas em revistas e nos pontos de vendas para serem adquiridas por cupons ou como brindes no caso de compras de um determinado produto. A empresa americana Xela Pack™ que trabalha com “contract Packaging”, ou seja, fornece o serviço de embalar ou processar as embalagens, já que as pequenas amostras exigem um equipamento de grande porte que só se justifica para altas quantidades. O modelo de negócio, após tantos anos de mercado, inclui até a possibilidade de desenvolvimento de design e de produto que se ajuste ao tipo de embalagem proposto. A proposta de embalagem se apresenta como mais sustentável que outras em função de usar como base o papel, ou seja, fonte renovável de matéria-prima principal (em média, 75%), com estruturas de papel/alumínio/poli ou papel/ poli oferecidas em tamanhos que variam de 5 ml a 30 ml. Utilizada para produtos líquidos e viscosos, bem como comprimidos, pós e granulados, é comum no mercado de

16

saúde e beleza, cosméticos e de higiene pessoal, além de itens para o lar, alimentares e outros, como nutricionais e suplementos dietéticos, bem como inúmeros outros tipos. Para os consumidores, é bem atraente o fato de terem uma “pegada ergonômica”, agradáveis e fáceis de abrir pela aba destacável. Antigamente, esse tipo de embalagem era mais utilizado em casos de amostras promocionais, porém agora é bem comum encontrá-la no mercado embalando produtos monodoses, como os “nutracêuticos” com a aprovação da FDA (Food and Drug Administration). Do ponto de vista de marketing, o processo de impressão permite até sete cores, excelente visibilidade na gôndola e forte apelo de sustentabilidade. O produto tem sido adotado por grandes empresas e redes, como o exemplo que é comercializado pela CVS™, gigante drugstore americana que usa a embalagem da Xela Pack™ como parte de ações de marketing para divulgação de novos produtos. • A One Glass™ é uma inovação que reinventou a maneira de vinhos de alta qualidade e cocktails serem apreciados. Graças ao seu design elegante e à embalagem robusta, pode ser transportado sem problemas, aonde quer que vá. Isso é estilo de vida em movimento, em uma prática embalagem monodose. Ideal como presente para amigos e família, para apreciar em casa ou em

movimento, a One Glass™ combina um design elegante com grande funcionalidade. É por isso que a embalagem foi agraciada com o prêmio de design Red Dot. Contempla ainda a questão da sustentabilidade ambiental, pois utiliza apenas componentes recicláveis. Devido ao revestimento especial do papelcartão, garante que os atributos sensoriais dos vinhos permaneçam inalterados ao longo do tempo. É claro que o preenchimento é feito sob condições atmosféricas cuidadosamente controladas, para evitar até mesmo a menor quantidade de oxidação. • Uma das embalagens premiadas na Pack Innovation da feira internacional francesa Emballage de 2014 foi da Locked 4 Kids™, que atende ao mercado de medicamentos: um cartucho em papelcartão com um berço interno em PET que fica travado. Para destravar, é preciso pressionar ao mesmo tempo duas travas do berço interno, o que só é possível com uma mão adulta, impossibilitando crianças de abrir. Tornou-se rapidamente uma embalagem de segurança. • A empresa Edelmann lançou um sistema de embalagem farmacêutica, em cooperação com a Schreiner Medipharm, líder na fabricação de rótulos especiais para a indústria farmacêutica: uma solução que incide sobre a aplicação de uma etiqueta-bula para o cartucho.


17


Essa etiqueta-bula de várias páginas coladas na embalagem tem a vantagem de que todas as informações sobre o produto e a medicação sejam facilmente acessíveis e visíveis em várias línguas. A embalagem continua íntegra mesmo após a abertura. O rótulo adere firmemente à bula no cartucho de medicamentos, e, graças à camada de película superior, é fácil de abrir e fechar novamente. O rótulo-bula também dispõe de tintas que mudam de cor de segurança para a comprovação de origem, ajudando no combate à falsificação. Além disso, a empresa desenvolve as carteiras para comprimidos. É uma espécie de carteira que se encaixa na bolsa ou no bolso. Essa proposta da Edelmann é conhecida como “embalagem-carteira”.

A Spectra Packaging™ desenvolveu recentemente uma nova tecnologia de impressão inteligente que ajuda a combater a falsificação da marca. Trata-se da impressão fluorescente Illuminate™, uma tecnologia de impressão invisível, que só pode ser revelada quando exposta à luz ultravioleta. É uma solução que agrega valor a marca, chama a atenção e confere maior segurança, pois permite combater o aumento dos problemas de falsificação da marca, que não só mancha a sua reputação, mas também resulta em perdas significativas de receita. De acordo com dados divulgados pelo Instituto de Harmonização do Mercado (IHMI), a falsificação de produtos movimenta aproximadamente £ 3,5 bilhões de prejuízos diretos anualmente para a indústria europeia de cosméticos. Este número equivale a quase 8% do total de vendas para a indústria cosmética e de cuidados pessoais na Europa.

• Na feira SIAL, uma embalagem de cogumelos ganhou um prêmio pelo inusitado, pois permite que os cogumelos se mantenham vivos, atendendo principalmente os consumidores que buscam produtos superfrescos para preparar seus pratos especiais. Recentemente, encontramos a mesma proposta à venda no Brasil, prova de que a globalização está forte e que lançamentos de além-mar chegam aqui cada vez mais rápido, portanto quem quiser estar na frente tem de se informar.

18

Outra consequência preocupante da falsificação de produtos são os potenciais riscos para a saúde dos consumidores. Produtos falsificados não estão sujeitos aos mesmos testes rigorosos que os produtos originais são submetidos antes de serem autorizados para o mercado. Os consumidores podem encontrar, muitas vezes, dificuldade de identificar a diferença entre o produto original e a imitação. Esta nova técnica de impressão irá ajudar com este problema crescente dentro da indústria. A nova tecnologia de impressão foi apresentada durante a feira Packaging Innovations, no Reino Unido, que aconteceu nos dias 24 e 25 de fevereiro de 2016.

Inovações em embalagens devem e podem ocorrer em vários pontos da cadeia de fornecimento, seja na matéria prima, nos acabamentos, na forma, na abertura ou fechamento, entregando conveniência, estilo (design), segurança, saúde e produtos sustentáveis. É importante estar atento às necessidades, inclusive as desconhecidas pelo consumidor final para surpreendê-lo e encantá-lo. Destacamos para encerrar este artigo um projeto da FuturePack® (www.futurepack.com.br), que entregou o espumante da Salton® em uma embalagem que transforma o momento do consumo, criando uma experiência única e memorável ao consumidor e seus convidados.

Sucesso a todos! Embalagem inovadora é melhor e promove um mundo melhor! Sempre! Se quiser mais informações e fotos dos produtos, é possível obtê-las no site: www.clubedaembalagem. com.br. Créditos: *Assunta Napolitano Camilo: Diretora da FuturePack – Consultoria de Embalagens e do Instituto de Embalagens – Ensino & Pesquisa. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Recebeu diversos prêmios, entre eles o de Profissional do Ano e o de Melhor Embalagem do Ano. Diretora do projeto Better Packaging Better World. Artigo baseado no capitulo da autora no livro Embalagens Papelcartão da coleção Better Packaging. Better World do Instituto de Embalagens, de 2016.


19


Tetra Pak e Henkel inovam com lançamento de adesivo especial para embalagens de alimentos e bebidas

A Tetra Pak, em parceria com a Henkel, líder em soluções de adesivos, selantes e tratamentos de superfícies, amplia o portfólio de adesivos para atender à crescente demanda da indústria de alimentos e bebidas por segurança alimentar, alta performance e qualidade. Um dos destaques é o novo Tetra Pak® TrayFix, um adesivo hot melt a base de poliolefina amorfa, de alta qualidade, para embalagens secundárias. O novo produto oferece redução de consumo na aplicação superior a 25% e alta estabilidade térmica. Além disso, o adesivo reduz a necessidade de limpeza das bombas, mangueiras, filtros e bicos dos equipamentos e aumenta a durabilidade dos componentes aplicadores, possibilitando o incremento do volume da produção. O Tetra Pak® TrayFix é indicado para máquinas de baixa e alta velocidade. De acordo com Edison Kubo, Diretor de Desenvolvimento de Negócios de Serviços Técnicos da Tetra Pak, a novidade tem um rendimento superior em relação a outras opções disponíveis no mercado. “Por apresentar excelente estabilidade térmica, o produto mantém

20

suas propriedades originais inalteradas por longos períodos quando aquecido”, afirma Kubo. Para André Baron, Head da divisão de Adesivos Industriais da Henkel, o diferencial do Tetra Pak® TrayFix está no fato dele ser produzido com matérias -primas de última geração, provenientes de fornecedores globais sustentáveis. “Há uma diminuição significativa do custo de manutenção de até 40%, dependendo do tipo da operação. É um adesivo leve e transparente, que aprimora a aparência da embalagem e garante a segurança alimentar para o consumidor final”, afirma o executivo. A necessidade do desenvolvimento de um portfólio completo de adesivos para aplicação em tampas, canudos e embalagens surgiu em 2010 com a parceria firmada globalmente entre a Tetra Pak e a Henkel. Cada produto criado passa por rigorosos requisitos técnicos para que entreguem o máximo de desempenho.

Parceria

Em 2010 foi firmada a parceria entre a Tetra Pak, líder mundial em soluções para processamento e envase de alimentos, e a Henkel, líder mundial em adesivos. O objetivo desta união é de-

senvolver um portfólio completo de adesivos para aplicação em tampas, canudos e embalagens secundárias Tetra Pak. Os adesivos desenvolvidos e fabricados pela Henkel são testados e aprovados por ambas as empresas. Além disso, o diferencial está na formulação, desenvolvida exclusivamente para atender aos mais rigorosos requisitos técnicos e entregar o máximo de desempenho e valor para cada aplicação. Através dessa parceria, novos produtos são desenvolvidos para atender um mercado mais exigente, que busca produtos diferenciados e que atendam às necessidades da indústria, agregando valor aos processos produtivos. Atualmente o portfólio de adesivos da Tetra Pak conta com os seguintes produtos: • Tetra Pak® TP 2335 (Standard Performance) e Tetra Pak® TrayFix 300 (Alta Performance): aplicação em caixas secundárias • Tetra Pak® StrawFix 100 (Alta Performance): aplicação em canudos Linha Tetra Pak® CapFix (Alta Performance): aplicação em tampas


21


Soluções para revestimentos de latas de alimentos livres de Bisfenol A (BPA)

As latas para acondicionamento de produtos possuem diversas vantagens: são leves, herméticas e estáveis. Isso possibilita seu uso em uma ampla gama de embalagens como de cosméticos e brinquedos e, particularmente, na indústria de alimentos. Resinas poliéster da linha DYNAPOL® da Evonik oferecem a necessária proteção interna e externa – completamente livre de Bisfenol-A. Você já tentou abrir uma lata sem tampa easy-open? Por aproximadamente 50 anos as pessoas usaram a criatividade para abrir as latas de alimentos. Levou todo este tempo para que o abridor de latas fosse inventado e patenteado, facilitando a vida de todos. Hoje, as pessoas podem acessar o inte-

22

rior das latas em um instante usando o abridor que já vem na tampa. E as latas são utilizadas para os mais diferentes mercados: brinquedos de crianças, alimentos ou polidores de sapatos. Estas tampas easy-open já provaram sua eficiência pois são leves e praticamente indestrutíveis, além de possuírem elevada resistência térmica, importante para a esterilização das latas de alimentos e elevada proteção do produto dentro da lata das influências externas, como potencial contaminação no transporte e oxidação. As resinas especiais DYNAPOL® da Evonik mantêm a condição anticorrosiva da embalagem, pois são utilizadas nos revestimentos internos das respectivas latas.

Tintas flexíveis Uma lata típica pode conter diversos tipos de revestimento – até 3 do lado externo e pelo menos 1 do lado interno. O revestimento exterior tem função principal decorativa e também protege a impressão colorida de possíveis danos. O revestimento interior protege, por exemplo, que o ácido do alimento ataque o metal, o que poderia contaminar o produto. A dificuldade em formular estes revestimentos depende da maneira como as latas foram produzidas. Primeiramente, o revestimento é aplicado numa chapa de metal ou alumínio plana e curado sob elevada temperatura. Após isso, com a chapa já pintada, as latas são conformadas/estampadas no formato necessário.


O revestimento, então, precisa ser flexível o suficiente para evitar fissuras, além de oferecer proteção e rigidez adequadas. As resinas poliéster DYNAPOL® da Evonik possuem esta capacidade e promovem ambas características – máxima proteção ao alimento e alta flexibilidade. Em latas de qualidade, cada uma das 3 camadas de revestimento exterior contém DYNAPOL® em sua formulação.

Proteção exterior e interior Uma dimensão completamente distinta de proteção é oferecida no revestimento interior das latas. Como diversos alimentos contêm ingredientes como ácido acético ou láctico, óleos e sais, as latas também devem ter resistência a estas substâncias. Se não, estes ácidos podem atacar o metal permitindo a oxidação que passará ao alimento. Muitos revestimentos internos de latas são fabricados com resinas epóxi que contêm intrinsicamente o Bisfenol A (BPA), substância tema de estudo há

muitos anos, suspeita de ser prejudicial à saúde. Por esta razão, cientistas e organizações responsáveis pela proteção ambiental estão chamando a atenção das autoridades sobre o uso de revestimentos livres de BPA. “Com a resina DYNAPOL®, oferecemos uma alternativa adequada para a proteção interior de latas metálicas”, diz Rainer Spittka, da área de serviços técnicos da Evonik. “Nosso objetivo é fornecer produtos sustentáveis que atendam às necessidades dos nossos clientes. Isso também é uma realidade com latas de alimentos particularmente agressivos, como, por exemplo, atuns e alimentos apimentados. “Nossos produtos também são totalmente livres de odor ou sabor ” complementa Spittka. As resinas da linha DYNAPOL® protegem o alimento no interior das latas sem comprometer o sabor. Após o alimento ser colocado na lata, esta será submetida por um processo de esterilização. Para prolongar a vida útil do alimento, as latas devem entrar em câmaras de esterilização a temperaturas ao redor de 130 °C e sob elevada pressão. Após este processo, a lata está pronta para a venda. Autoria: Thorsten Marin - Evonik Resource Efficiency - Alemanha thorsten.marin@evonik.com

23


Testadas e aprovadas as marcas favoritas de barras de cereal da América Latina ganharam um impulso da Bosch As plataformas de embalagens cartonadas altamente flexíveis reduzem o tempo de troca de uma hora para dez minutos

Quando essa fábrica de produtos de confeitaria da América Latina abriu suas portas pela primeira vez, ela mal podia imaginar que se tornaria um dos principais fornecedores do setor. Inicialmente, produzia apenas cookies e biscoitos de água e sal. Ao longo dos anos, passou a oferecer uma maior variedade de produtos, incluindo frios, biscoitos, chocolates, café, sorvete e massas.

Uma solução moderna para clássicos latino americanos

Entre seus produtos mais populares, estão suas marcas de chocolate e

24

barras de cereais. Para fazer frente às crescentes demandas de produção, o fabricante estava buscando uma maneira de migrar do processo manual de embalagem secundária para uma solução automatizada, mais rápida e mais confiável. A encartuchadora precisava ser flexível o suficiente para empacotar barras de diferentes formas e tamanhos em caixas de 6, 12 e 24 unidades sem longas paradas para trocas de formato e sem processos operacionais complicados. Além disso, esse aumento de produtividade teria que ser possível dentro do layout compacto das instalações de

produção já existentes. Durante a sua busca por uma tecnologia adequada, chamou a atenção da empresa a encaixotadora tipo toploader TTM da Bosch Packaging Technology. O fabricante já havia colaborado com o setor especializado em embalagem da Bosch e sabia que podia confiar na qualidade e na tecnologia de ponta de suas máquinas. Depois de considerar diferentes ofertas, o design de fácil operação à prova de falhas, trocas rápidas e totalmente reproduzíveis – bem como as possibilidades de alimentação flexíveis da TTM conquistaram a equipe


da América Latina. Inicialmente, as diferentes interfaces entre equipamento existente de embalagens flexíveis do tipo flow-wrap e da nova Sigpack TTM de carregamento superior representaram um desafio. Em estreita colaboração com a Bosch, foi desenvolvida uma interface sob medida que usava uma roda de alimentação adaptada às altas velocidades de conexão dos dois elementos da linha para assegurar um fluxo de produção constante e ininterrupto. O design funcional da Sigpack TTM deu agilidade ao transporte e a implementação foi rápida. Com o lançamento da nova linha, foi possível reduzir os tempos de troca de formato de produção de barras de cereal de uma hora para apenas dez minutos - um incremento considerável do tempo de operação.

Rápida, flexível e sob controle

Na sede da empresa, a nova interface personalizada garante que as embalagens de barras de cereais do tipo flow wrap sejam distribuídas a distâncias homogêneas e uniformes para o transportador de descarga do toploader. Fornecidas longitudinalmente, as barras em flowwrap são cuidadosamente recolhidas por uma roda de alimentação do tipo FWV que gira os produtos em 90 graus antes de colocá-los de lado em uma unidade de agrupamento PGR, prontos para o encaixotamento. A montagem das caixas de cartão pode ser o calcanhar de Aquiles das soluções

automatizadas de embalagem, já que pode deixar a produção mais lenta. Materiais cartonados e formatos difíceis de manusear podem reduzir o volume de produção, resultando em recipientes defeituosos e congestionando a linha de produção. A Sigpack TTM é projetada para eliminar esses problemas e atingir uma produção confiável, com peças de formato de troca rápida, configurações de formato totalmente reproduzíveis, posicionamento preciso das caixas de cartão e maior tempo entre a recarga de caixas cartonadas de selagem tripla. Uma vez que as caixas estejam montadas, a pinça de formato apropriado ao tipo de produto e embalagem retira as barras de cereais da unidade de agrupamento e as coloca na posição plana dentro das caixas. Em seguida, as caixas cheias são transportadas para a estação de colagem, onde são fechadas e descarregadas. Com capacidade de embalar barras de diversos tamanhos em quatro diferentes tamanhos de caixas a partir de sete diferentes configurações, a Sigpack TTM é um grande sucesso na fábrica da América Latina. O novo toploader permite um nível de flexibilidade e de produtividade sem precedentes em comparação aos procedimentos manuais utilizados anteriormente. O processo automatizado, as peças leves e a troca de formato sem uso de ferramentas permitem acelerar a mudança de produtos de 60 minutos para

10 minutos - um aumento significativo no tempo de produtividade. Agora um único operador consegue operar, fazer a troca de formato e limpar a máquina, reduzindo a carga de trabalho. Com redução do desperdício e aumento da Eficácia Geral do Equipamento (OEE), a nova instalação é um imenso sucesso. Um sucesso imediato com benefícios duradouros Para o fabricante, a nova instalação não só incrementou a produtividade da produção, mas também aumentou consideravelmente a confiabilidade e a estabilidade do processo de embalagem. A inovadora bandeja de transporte da Sigpack TTM apresenta suportes individuais para cada caixa que podem ser ajustados conforme as necessidades específicas, o que significa que cada uma dessas caixas está sob total controle durante todo o processo. Dessa forma, o fluxo de produção não é interrompido, reduzindo o tempo de parada e propiciando um ambiente de produção livre de problemas. Adicionalmente, o desperdício de material de embalagens e produtos é minimizado e é possível assegurar um alto nível de qualidade em todas as etapas da produção. Com a infinidade de opções que o novo equipamento de embalagem secundária oferece, o fabricante de barras de chocolate e cereais está preparado para todas as eventuais mudanças na demanda do mercado.

25


A alavanca que revolucionará o mundo “Nova patente em sistema de abertura promete preencher lacuna fitossanitária com design prático e arrojado”

Vindo de um renomado escritório de advocacia situado em Ribeirão Preto -SP, foi lançado o projeto “Só patente” que é uma vitrine de inovações no segmento de Propriedade Intelectual e Patentes, dando total respaldo a inventores nas negociações, assim como no tramite junto ao INPI e publicações. São dezenas de patentes inovadoras não só no Brasil como em todo o mundo e visa criar valor à marca e a proposta de preencher a lacuna fitossanitária relativa ao invólucro, armazenamento e transporte do produto, evitando assim contato da parte externa da lata com o líquido acondicionado dentro do recipiente, eliminando qualquer risco de contaminação por leptospirose e outras impurezas ou bactérias deixadas por baratas, ratos, lagartixas, besouros na tampa da lata desde o armazenamento até o consumidor final. Com esse novo sistema, oferecemos maior segurança, praticidade e rapidez na abertura das latas, superando os

26

atuais modelos em vantagens e valor agregado à marca. Temos dezenas de outros modelos de latas visando proporcionar uma gama considerável de opções para os fabricantes do mercado em âmbito mundial. A primeira cerveja em lata foi lançada em 1935 na Virgínia (EUA) e em 1989 no Brasil. Fizemos um estudo e percebemos que há milhares e milhares de fabricantes de cerveja no mundo e há 81 anos as latas permanecem as mesmas e não inovaram. Tanto é verdade, que o sistema do órgão PCT busca em todo o planeta e nada “novo” foi encontrado, nem próximo que colidisse com as inovações desse inventor que representamos, diz Dr. Bruno Barcellos, advogado responsável pela área” . Dentre outras patentes, temos diversas com o intuito de trazer uma evolução na abertura de embalagens flexíveis e rígidas, sendo uma delas a do “sachê” para que o consumidor não se exponha a resíduos ao abrir o de ketchup e como ocorre muitas vezes, ao utilizar os “den-

tes” ou “instrumentos cortantes”. Há ainda copo de água descartável, tampa metálica e de plástico de refrigerante, novos sistemas de roscas inovadoras e diversas outras patentes todas em com aplicação imediata em todo o mundo, bastando para visualizar acessar o nosso site abaixo. Visite o site: www.sopatente.com


Zanders lança papel para embalagem flexível e resistente a gorduras e óleos Zanders, especialista global em soluções inovadoras de rótulos e embalagens, com sede em Bergisch Gladbach na Alemanha, lança os novos papéis de embalagens impermeáveis a gorduras para alimentos Zanbarrier OGR. OGR significa “oil and grease resistant” e significa resistente a óleo e gordura. Zanbarrier estará disponível no futuro ainda com outros tipos de barreira e completa a gama de papéis para embalagens flexíveis. Especial para produtos gordurosos, especialmente alimentos, Zanders desenvolveu o papel de contato flexível para alimentos Zanbarrier OGR e o apresenta pela primeira vez no FachPack de 2016. Zanbarrier OGR sem revestimento, resistente a gordura e óleo e à umidade. É apropriado para embalagens de fast food como kebap ou sacos de batatas-fritas, para wrapers de manteiga, como papel de separação de alimentos gordurosos e úmidos ou, por exemplo, laminação de pizza ou caixas de acondicionamento. Além da variante OGR, Zanders trabalha em outras barreiras, incluindo especialmente barreiras a óleos minerais, vapor de água e água ou proteção de aroma. “São nossas décadas de experiência no uso de tecnologias de alto desempenho

para o acabamento de superfícies, que permitem o teste e implementação de várias barreiras”, explica Jakob Jonsson, Diretor de Vendas da Zanders. “Assim, podemos ser flexíveis e fornecer soluções orientadas para as necessidades específicas dos nossos clientes. Com os nossos papéis de barreiras poderosas, oferecemos uma alternativa ecológica às embalagens de plástico”. Zanders completa, com seus papéis de barreira, a gama de papéis para embalagens flexíveis. Inclui também os papéis naturais Zankraft MF suavemente resistentes à umidade, alisados à máquina nas versões fosca, seda e brilhante, bem como as classes Zanflex revestidas em uma face com um acabamento brilhante. Como papéis de fibra virgem todos

os papéis para embalagens são distinguidos pelo elevado grau de pureza e segurança, e são, portanto, ideais para embalar alimentos como os cereais, açúcar, farinha, alimentos de padaria e confeitaria, bem como sopas instantâneas ou saquinhos de chá embalados individualmente. Além disso, eles podem ser utilizados para toda uma gama de outras áreas de aplicação, tais como a embalagem de alimentos para animais de estimação ou de tabaco, como papel de embrulho para sacos de compras ou para laminações. Como a gama completa, todos os papéis para embalagens flexíveis de Zanders são produzidos de forma sustentável e são certificados pelo FSC. Eles são recicláveis e compostáveis.

Tortinha Mil Folhas ganha nova embalagem Remodelação seguiu identidade visual da marca e deixou produto mais moderno Aliada às tendências mais modernas de design, a Arosa apresenta a sua já tradicional Tortinha Mil Folhas em uma nova embalagem. O pacote de 110g e com 15 unidades ganhou um ar mais clean, mostrando uma das muitas possibilidades de preparo que podem ser feitas utilizando a massa. Destaca-se ainda o espaço para o site onde o consumidor pode consultar receitas especialmente separadas para ele. A reformulação acompanhou a alteração da identidade visual da marca Arosa, seguindo a mesma paleta de cores – vermelho e branco -, linhas e formas. A Tortinha Mil Folhas da Arosa é prática e já caiu no gosto do brasileiro. Em

grandes ou pequenas dimensões, doce ou salgado, o ingrediente comporta todos os tipos de recheios, servido quente ou frio, dando, então, margem à criatividade na hora do preparo. Na cozinha, quando se fala em pratos fáceis de serem feitos com massa, poucos ganham no quesito versatilidade. Dentro do universo dos alimentos assados, pode-se prepará-los de diversas formas. São tortas, antipastos, aperitivos, petiscos e sobremesas, além de outras muitas opções de doces e salgados.

a empresa tem em seu site um espaço onde são publicados pratos que utilizam a massa. É possível acessar gratuitamente pelo endereço www.arosa.com.br/ingredient/familia -assados

A Tortinha Mil Folhas possibilita a criação de diversas receitas. Além de disponibilizar essa opção para o consumidor,

27


Vodka Vorus usa garrafa Verallia na busca por diferencial de mercado Produto premium da vinícola Salton se destaca pelo altíssimo grau de pureza A parceria de décadas entre a Vinícola Salton e a Verallia, fabricante de embalagens de vidro para alimentos e bebidas, ganha mais um capítulo. Na nova vodka Vorus, a vinícola apostou na confiança estabelecida ao longo dos anos de relacionamento com a Verallia para a criação de uma embalagem única, capaz de destacar o perfil premium da bebida. O ombro largo da garrafa de 1L remete à robustez que permeia todo o conceito de criação do produto, idealizado com base na cultura escandinava, principalmente em histórias épicas dos vikings, marcadas por conquistas, batalhas e demonstrações de coragem e honra. O próprio nome Vorus vem de uma variação da palavra vörös, originada do termo véres, que significa sangue. Segundo Luciana Salton, Diretora Executiva da vinícola, havia também a necessidade de a embalagem evidenciar o altíssimo grau de pureza de uma vodka destilada quatro vezes. “Por isso optamos por uma garrafa transparente”, explica. Ela salienta ainda a beleza e elegância da nova embalagem. “Essas características ajudam a passar ao consumidor todo o requinte de uma bebida premium como a vodka Vorus”, afirma. Catarina Peres, Supervisora de Marketing da Verallia, destaca a importância de desenvolver produtos exclusivos. “Esse tipo de embalagem garante enorme diferencial competitivo ao cliente, capaz de tornar seu produto muito mais chamativo nas prateleiras”, afirma. Segundo ela, a soma de uma embalagem moderna e inovadora com uma bebida diferenciada é a combinação perfeita para ganhar espaço no mercado. “Estamos muito felizes por colaborar com o sucesso de nossos clientes”, afirma. A vodka pode ser encontrada em todo o Brasil em duas versões: tradicional e aVorus Red Berries, com infusão de frutas vermelhas, como morango, framboesa, mirtilo e amora.

28


29


Feva celebra um ano de nova gestão com boas vendas da máquina para impressão de ráfia A tradicional fabricante de impressoras flexográficas está focada na área de projetos especiais, como o da linha para impressão de sacaria de ráfia Desde que reassumiu a FEVA – Máquinas Ferdinand Vaders (www.feva.com.br), há pouco mais de um ano, Ferdinando Vaders Jr. priorizou o desenvolvimento e a produção de impressoras flexográficas com diferenciais que otimizem o processo e tenham uma boa relação custo-benefício. Um bom exemplo é a linha Duplex, desenvolvida especificamente para a impressão de sacaria de ráfia. O diferencial, neste caso, são os dois tambores centrais que possibilitam a impressão de frente e verso, simultaneamente. A máquina pode imprimir com até 12 cores em ráfia e papel. “A equipe Comercial da FEVA identificou a carência de equipamentos que imprimissem frente e verso e garantissem qualidade para as embalagens de ráfia. Dessa forma nasceu o projeto especial da Duplex que imprime com 8, 10 e 12 cores e que está disponível para o trabalho com diversos formatos e configurações”, justifica Ferdinando. A linha Duplex para sacaria de ráfia da FEVA trabalha com o sistema doctor blade para cilindros anilox gravados a laser, o que garante uma alta qualidade de impressão e um set up bastante rápido. Sua velocidade de impressão chega a 300 metros/minuto e a repetição de impressão é de até 1.200 mm. O tamanho máximo da bobina de entrada e saída é de 1.500 mm de diâmetro. “Esta máquina é um sucesso. Desde que foi lançada já foram vendidos 07 equipamentos, inclusive para o mercado externo – Peru e Equador”, celebra o empresário. As vendas das linhas tradicionais da FEVA também tiveram um desempenho positivo. Nos últimos seis meses, foram comercializadas 20 máquinas das várias linhas.

30


31


Club Social apresenta nova identidade visual e formato diferenciado Com as mudanças, a marca pretende ganhar mais destaque nos pontos de venda e ampliar participação no pequeno varejo

Líder absoluta no segmento de crackers portáteis, Club Social chega ao mercado com uma nova identidade visual. A marca conta agora com embalagens mais modernas, impactantes e com maior diferenciação entre os sabores. Além disso, apresenta um novo formato, com quatro unidades, que começa a ser comercializado nas regiões no Nordeste, Sul e no estado de Minas Gerais. A inovação da identidade faz parte de um projeto global e resulta de diversas pesquisas com consumidores através de eye-tracking para testar e desenvolver a melhor composição visual, pensando tanto sob a perspectiva de exposição do produto nas gôndolas quanto dos elementos que ilustram os ingredientes nas embalagens. A reformulação demandou um trabalho conjunto de Club Social com as equipes da Dragon Rouge, agência responsável pelo projeto, de São Paulo, Paris, Nova York e Xangai. Com as mudanças visuais, a marca pretende ganhar mais destaque em relação aos concorrentes nos pontos de venda e manter-se conectada com o público jovem. “Club Social é uma marca que sempre se destacou pela inovação e irreverência. A nova identidade traz modernidade para a categoria e reflete a busca constante por renovação, através de uma linguagem visual autêntica e com estilo”, afirma Daniela Spila, gerente de Marketing de Club Social.

32

Lançamento

Para ampliar a presença no pequeno varejo, Club Social apresenta um formato exclusivo para esse canal, com quatro unidades. O produto chega às gôndolas com a nova arte visual e está disponível nos sabores Original e Integral nas regiões Nordeste e Sul e no estado de Minas Gerais. O lançamento integra a estratégia da marca de adequar o seu portfólio aos diferentes canais e necessidades dos consumidores. As embalagens serão precificadas, com recomendação de R$ 2,79 para Club

Social Original e R$ 2,99 para Club Social Integral, garantindo um desembolso menor para o público do pequeno varejo. “O novo formato aposta na quantidade ideal a um preço acessível, atendendo às necessidades dos consumidores deste canal”, afirma Spila. Atualmente, a marca está presente em mais de 33 milhões de lares e conta com um portfólio de produtos diverso, que varia entre Club Social Original, Integral, Sabores e Recheados.


33


Cini Bebidas inova em sua linha de produtos Mesmo consolidada, a centenária empresa paranaense não se acomoda no mercado

111 anos de história, consolidada no mercado e com uma linha de produtos de sucesso. Com esse perfil, muitas empresas estariam acomodadas, mas não foi esse o pensamento da paranaense Cini Bebidas, a fábrica de refrigerantes mais antiga do Brasil, que buscava aumentar sua participação no mercado nacional quando lançou, no final de 2015, sua primeira linha de latas. Com uma produção mensal que supera os 6 milhões de litros, a Cini Bebidas trabalha com mais de 50 produtos em sua linha, distribuídos em carbonatados e não carbonatados como água, sucos e chás. Para o projeto das latas,

34

lançadas em versões de 269 ml, a Cini apostou em três grandes sucessos de sua linha, antes disponibilizadas em garrafas de plástico e de vidro, bebidas que contribuíram para a consolidação da empresa no segmento e que carregam toda a sua tradição: Cini Gengibirra, Cini Framboesa e Cini Citrus. Para Rodrigo Marcon, CEO da Cini Bebidas, a linha de latas surgiu com o objetivo de levar produtos para locais onde a marca não estava presente, como restaurantes e lojas de conveniências. “Com o lançamento das latas, atendemos a um pedido do nosso público por embalagens de Cini de consumo ime-

diato. Aproveitamos a nossa logística para estarmos presentes em milhares de novos pontos de venda, ficando cada vez mais próximos do nosso público”, explica Marcon. Motivada pelo sucesso das primeiras latas, a empresa já planeja novos lançamentos para os próximos meses. De acordo com Fábio Holmes Cabral, diretor comercial da Cini, a empresa vislumbra ótimos resultados em curto e médio prazo a partir de diversas inovações. “Além dos novos produtos, estamos investindo de forma intensiva na capacitação e desenvolvimento dos nossos colaboradores e preparando grandes novidades para os consumidores


paranaenses. Com esses pilares continuaremos navegando firme em meio a crise do mercado brasileiro. Inovação e desenvolvimento humano é a formula do sucesso para a nova gestão”, detalha Cabral.

Inovar é crescer

De acordo com o professor do Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE), Rafael de Tarso Schroeder, especialista em Sustentabilidade, empreendedorismo e inovação, ações como a da Cini Bebidas reforçam a teoria de que inovar é a melhor maneira de crescer e se manter no mercado, mas ele destaca: inovar é correr riscos.

3. Discutir internamente: Todo processo de inovação requer mudanças, e toda mudança necessita de um planejamento.

6. Determinação: Inovação é um caminho sem volta, a partir do momento que você identificou essa necessidade em seu negócio, invista nela.

4. Criar a cultura de inovação: Criatividade é algo que você aprende. Portanto, os empresários devem investir e desenvolver os talentos que possuem dentro das corporações.

7. Crise: É exatamente aí que surgem as oportunidades, principalmente em um cenário incerto econômica e politicamente, como a nossa atual realidade. Inovar é correr riscos e pequenas alterações podem promover, sim, grandes impactos.

5. Tire os negócios do papel: Não adianta planejar e não executar. Coloque as ideias em prática.

“Todo empreendedor deve entender dois pontos principais quando está à frente de um negócio: o cliente e o mercado. Modificar a forma de fazer negócios é um aspecto fundamental e que deve ser levado em conta quando o assunto é inovar. Não estamos falando aqui que as empresas precisam radicalizar, mas devem levar em conta o mercado em que atuam e o consumidor que atendem”, diz Schroeder. Para o especialista, toda inovação requer cautela, porém, detalhes simples podem fazer a diferença na hora de dar novos ares aos negócios. “O medo é um fator sempre presente para quem está acostumado a fazer as coisas sempre do mesmo jeito, mas toda inovação requer uma parcela de risco. Inovação e criatividade estão intimamente ligadas, portanto, muitas vezes, mudar a maneira como os negócios estão sendo conduzidos, mudar uma embalagem, dar um novo nome a um produto pode fazer a diferença. Além disso, rever preço e margem de lucro devem ser considerados, principalmente quando se trata de produtos que estão há muito tempo no mercado”, completa. Confira algumas dicas fundamentais do professor Rafael de Tarso Schroeder para empresas que estão no caminho da inovação: 1. Liderança consciente: O empresário precisa ficar atento à liderança e às mudanças cada vez mais rápidas. 2. Definição de objetivos: Você precisa analisar onde você está e para onde você quer ir.

35


Yakult 40 light chega ao Brasil Com 41% menos calorias, o novo leite fermentado da Yakult é ideal para pessoas que buscam mais qualidade de vida ou uma alimentação com restrição de calorias A Yakult do Brasil lançou dia 20 de julho, o leite fermentado Yakult 40 light. O novo produto, que possui o exclusivo microrganismo probiótico Lactobacillus casei Shirota, tem 41% menos calorias em relação ao Leite Fermentado Yakult tradicional e é direcionado a adultos de vida agitada, idosos e pessoas que precisam (ou querem) ter uma dieta com restrição de calorias. Para desenvolver um leite fermentado com menos calorias, a empresa reduziu e substituiu o açúcar da formulação original pela sucralose – um adoçante obtido da modificação do próprio açúcar, aprovado pelos mais rigorosos órgãos de controle do Brasil e do mundo. A sucralose não provoca cáries e não interfere nos níveis de glicemia ou na secreção de insulina. De acordo com o presidente executivo da Yakult do Brasil, Eishin Shimada, o lançamento do novo produto significa um novo amanhecer para a empresa. “Durante 40 anos, o consumidor brasileiro acreditou que o nosso leite fermentado era voltado para crianças. Desde o lançamento do Yakult 40, em 2001, temos trabalhado para mostrar que o leite fermentado da Yakult também contribui para melhorar a saúde e a qualidade de vida de adultos e idosos”, afirma. O executivo lembra que os brasileiros vivem em uma sociedade diferente de 50 anos atrás, quando o Leite Fermentado Yakult foi lançado no País. “Hoje, as pessoas têm vida agitada, fazem uso de muitos medicamentos e, por viverem mais, podem desenvolver doenças crônicas.

36

Inúmeros estudos já comprovam que 70% da imunidade humana é gerada pelo intestino. Por isso, a nossa responsabilidade é oferecer mais opções de leite fermentado para atender às necessidades de diferentes consumidores”, reforça o executivo Eishin Shimada. A filial brasileira investiu em tecnologia para manter o microrganismo probiótico Lactobacillus casei Shirota vivo e ativo no Yakult 40 light. Para isso, foi construída uma nova linha de produção de leites fermentados no Complexo Fabril de Lorena, interior de São Paulo, com equipamentos de alta tecnologia e recursos da ordem de R$ 50 milhões, provindos da Yakult do Brasil. “Desenvolvemos intensas pesquisas no Instituto Central Yakult, em Tóquio, com o que há de mais moderno em biotecnologia, para viabilizar o Lactobacillus casei Shirota em um produto com redução de calorias”, explica o presidente. Com o novo produto, a expectativa da Yakult é aumentar as vendas totais de leites fermentados em 10%. Para chamar ainda mais a atenção dos consumidores, o produto ganhou uma embalagem diferenciada, com tons de azul. “Estamos muito animados com este lançamento e acredito que o Yakult 40 light será um sucesso”, destaca Eishin Shimada. Para divulgar o novo leite fermentado aos brasileiros, a Yakult do Brasil lança uma campanha publicitária veiculada em canais de TV aberta e fechada e conta, ainda, com o trabalho porta a porta de mais de 5 mil comerciantes autônomas – que continuam sendo a principal força de vendas da empresa. Os consumidores também podem ad-

quirir o Yakult 40 light nas principais redes de supermercados do País. Além do leite fermentado Yakult 40 light, a empresa comercializa, desde 2014, a sobremesa láctea fermentada com Lactobacillus casei Shirota Sofyl Baunilha Light, com 44% menos calorias em relação ao produto original, lançado em 2002.


SIG Combibloc lança display HERO, ideal para embalagens mais altas, como a garrafa combidome Além de ser inovadora, esta embalagem secundária arante total proteção durante o transporte e ótima apresentação no PDV Com a bandeja HERO, um display inovador para embalagens cartonadas mais altas, como a garrafa cartonada combidome, a SIG Combibloc lança uma solução inédita no mercado. O design inteligente da bandeja HERO garante que as embalagens cartonadas permaneçam empilhadas e protegidas durante o transporte e sejam dispostas no PDV de uma forma atraente e de fácil manuseio. As embalagens secundárias para embalagens cartonadas devem atender a dois requisitos básicos. Primeiro, proteger as embalagens cartonadas durante o transporte nos paletes, e depois devem ser usadas para apresentar os produtos na gôndola. Segundo Georg Schulte, gerente de Projeto Downstream/Embalagem Secundária da SIG Combibloc: “Algumas vezes é difícil atender aos dois requisitos. Enquanto as caixas fechadas possam ser execelentes para o transporte e proteção das embalagens cartonadas, bandejas mais rasas garantem uma melhor apresentação e facilitam a pega pelo consumidor final. Com a nova bandeja HERO, garantimos uma solução que atende aos dois requisitos. Ao mesmo tempo, a bandeja tem um custo reduzido por utilizar menos papelão ondulado que o usado nas embalagens secundárias tradicionais; ela também não afeta os custos logísticos”. Com a bandeja HERO, a SIG Combibloc oferece uma solução que garante máxima proteção durante o transporte e boa apresentação e fácil remoção do produto no PDV. As bandejas são tão baixas na frente que praticamente todo o painel frontal da embalagem cartonada fica exposto, garantindo excelente visibilidade do produto. A parte traseira

A bandeja HERO é um display inovador, especialmente para embalagens mais altas, como a garrafa cartonada combidome, da SIG Combibloc. da bandeja é da mesma altura da embalagem cartonada, evitando amassamentos no transporte e permitindo que os paletes sejam empilhados em um número máximo de camadas. Na bandeja a formação é 2 X 4 embalagens cartonadas (empilhadas em 5 camadas), ou seja, é possível colocar 800 embalagens cartonadas, de 1 litro, em um palete padrão Euro. Para embalagens cartonadas longilíneas, está é uma solução única no mercado.

os custos de manuseio caem porque o produto pode ser vendido diretamente na bandeja ou até diretamente do palete; também há menos embalagem para descartar. E o consumidor também se beneficia com a apresentação atraente do produto e a facilidade de remoção da bandeja HERO”. As bandejas HERO, da SIG Combibloc, já são usadas em toda a Alemanha em lojas de conveniência. Outros lançamentos serão anunciados em breve.

Custos reduzidos, apresentação perfeita Georg Schulte completa: “Para os fabricantes de bebidas, a bandeja HERO ajuda a reduzir os custos com materiais de embalagem secundária, sem aumentar os custos logísticos. Para o varejo,

A SIG Combibloc é uma das principais fornecedoras mundiais de embalagens cartonadas e máquinas de envase para alimentos e bebidas. Em 2015, a empresa faturou € 1,720 bilhão, tendo cerca de 5 mil funcionários atuando em 40 países.

37


38


39


40

Embalagem & Tecnologia Nº28  

A revista do setor de Embalagem

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you