Page 1

TÉCNICA INDUSTRIAL

REVISTA

ALIMENTOS - BEBIDAS - COSMÉTICOS Editora Casa Grande Ltda Revista do setor de embalagem para alimentos, bebidas e cosméticos

EMBALAGEM &TECNOLOGIA

Ano IV - 2013 Edição16

www.embalagemetecnologia.com.br

A REVISTA DO SETOR DE EMBALAGEM

Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira A ampliação da utilização de automação na indústria transforma os processos de produção e gera diversos benefícios para as fábricas

A nova fonte de Sachês Embalagens de vidro: sinais de mudanças Lata amassada não compromete a qualidade dos alimentos Demand Moments. A importância dos momentos de consumo na montagem da estratégia competitiva w w w . e m b a l a g e m e t e c n o l o g i a . c o m . b r


REVISTA

TÉCNICA INDUSTRIAL

EMBALAGEM &TECNOLOGIA

12

Embalagens de vidro ...................

Sinais de mudanças. O mercado de embalagens é sempre muito dinâmico e acirrado e quem não muda acaba ficando atrasado na competição.

14

A nova fonte de Sachês ...........

A Grand Pack dá um grande salto com a mudança e ampliação de sua fábrica.

Jandaia ................................................. Novidades nas embalagens do suco.

22

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Natura lança SOU ......................... Inovação ...............................................

24

SIG Combibloc lança campanha com foco em inovação.

28

Embalagem moderna, prática, leve, fácil de usar

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////// ///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Prêmio ABRE ....................................

42

Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira 2013 reconhece os destaques do setor

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Abre e fecha fácil .......................... ///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Demand Moments ......................... A importância dos momentos de consumo na montagem da estratégia competitiva

53

Design diferenciado e tampa abre e fecha-fácil são destaques do Leites Crioulo

36

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Lata amassada ................................

54

Lata amassada não compromete a qualidade dos alimentos.

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Vigor e Jofer ......................................

18

desenvolvem juntas, embalagem especial para produto premium ///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Rexam inova ..................................... Rexam inova em tecnologia de impressão de rótulos e tamanhos de embalagens

40

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Náilons e vidro .................................

16

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Tetra Pak e Braskem ...................

08

Náilons e vidro apontam tendências para embalagens de alimentos e bebidas

Celebram acordo de fornecimento de plástico verde I’m green™ para as camadas protetoras das embalagens cartonadas no Brasil

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Embalagem & Tecnologia é uma revista técnica de circulação nacional, direcionada às indústria e fabricantes de Alimentos, Bebidas e Cosméticos, traz informações e tecnologias importantes para o desenvolvimentos e manutenção das empresas.

Diretor Presidente: Eric Mitsuo Toguchi Dep. Com. e Mkt: Elizabeth Cabral

Publicação: Trimestral Distribuição: Indústrias e Fabricantes de: Alimentos, Bebidas e Cosméticos.

Imprensa: redacao@editoracasagrande.com.br

Editora Casa Grande Ltda Me São Bernardo do Campo Tel: (11) 2669-8563 / 2669-8564 / 96584-6043

06

Comercial: comercial@editoracasagrande.com.br 11-2669-8563 / 2669-8564

Rep. Comercial: Beth Agatão Contato geral: Tel: (11) 2669-8563 / 96584-6043 contato@editoracasagrande.com.br www.embalagemetecnologia.com.br

*As matérias, artigos assinadas por colaboradores, são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar necessariamente a opinião da revista. As opiniões expressas no veículos da Editora Casa Grande são de responsabilidade exclusiva de seus autores

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Fispal Tecnologia ...........................

80

Recebe mais de 64 mil visitantes e decisores de compra qualificados

Jornalista colaboradora: Sara Puerta Matérias:

A nova fonte de Sachês ................................

14

A Grand Pack dá um grande salto com a mudança e ampliação de sua fábrica.

Inteligência Artifical ......................................

32

A ampliação da utilização da automação na indústria transforma os processos de produção e gera diversos benefícios para as fábricas


Tetra Pak e Braskem

celebram acordo de fornecimento de plástico verde I’m green™ para as camadas protetoras das embalagens cartonadas no Brasil

Em uma iniciativa inédita na indústria de embalagem cartonada, Tetra Pak utilizará o polietileno de baixa densidade de fonte renovável, em todas as embalagens produzidas no Brasil

P

osicionando o Brasil como palco de uma grande inovação na indústria de embalagem cartonada, a Tetra Pak®, líder mundial em soluções para processamento e envase de alimentos, acaba de anunciar o acordo com a Braskem, maior empresa petroquímica das Américas, para o fornecimento de polietileno de baixa densidade (LDPE) I’m greenTM feito a partir de cana-de-açúcar, para compor as camadas protetoras de suas embalagens no Brasil. A partir de 2014, a Tetra Pak® pretende usar o plástico verde como componente das camadas de suas embalagens produzidas no Brasil. A mudança para o polietileno verde significará que 100% das embalagens da Tetra Pak® produzidas no Brasil, aproximadamente 13 bilhões, serão compostas por cerca de 82% de materiais provenientes de fontes renováveis. “O novo acordo com a Braskem demonstra o nosso compromisso de trazer

08

Nigro, Presidente da Tetra Pak® Brasil e Vice-Presidente para Américas Central e Sul - Carlos Fadigas, Presidente da Braskem - Dennis Jönsson, Presidente e CEO do Grupo Tetra Pak®

inovações ambientais aos nossos clientes e é mais um passo em nossa jornada para desenvolver embalagens 100% renováveis”, afirma Dennis Jönsson, Presidente e CEO do Grupo Tetra Pak®. A Braskem usará etanol derivado da cana-de-açúcar para produzir eteno, que depois será convertido em polietileno de baixa densidade, tendo exatamente as mesmas propriedades técnicas do polietileno produzido a partir de fontes fósseis, com benefícios ambientais de um material proveniente de fonte renovável. “O polietileno verde I’m greenTM possui as mesmas características do polietileno tradicional, como ser inerte, resistente e reciclável, com a vantagem de ter origem renovável, o que contribui para a redução das emissões de gases de efeito estufa através da absorção de CO2 da atmosfera durante o processo de crescimento da cana-de-açúcar”, explica Carlos Fadigas, Presidente da Braskem, ressaltando que a expansão da linha de produtos verdes reforça o compromisso da companhia de agregar

valor à cadeia por meio do desenvolvimento sustentável. Desde 2008, a cadeia de custódia do papel é certificada pelo Forest Stewardship Council® (FSC®), o que significa que todo o papel utilizado como matéria-prima nas embalagens da Tetra Pak® é proveniente de áreas florestais manejadas de forma responsável, permitindo ao consumidor monitorar toda a cadeia que envolve a produção do papel da embalagem, desde o plantio das árvores até o produto final. A Tetra Pak® foi o primeiro fornecedor de embalagens de alimentos líquidos no mundo a utilizar plástico verde em seus produtos com o lançamento de Tetra Brik® Aseptic 1000, com a tampa StreamCap™, produzida com o polietileno de alta densidade (HDPE) feito a partir de cana-de-açúcar, fornecido pela Braskem, em 2011. No início do mês de junho, a companhia anunciou a disponibilidade global da tampa Lightcap™ 30 também feita a partir do plástico verde.


Embalagens stand up pouch 100% polietileno chegam às prateleiras

mexicanas

Ação é resultado de uma parceria entre a Dow, a Printpack e a Tyson para atender à demanda do mercado por embalagens mais sustentáveis

A

caba de ser colocado à disposição do consumidor mexicano o Stand-Up Pouch 100% polietileno (SUP 100% PE) para carne de frango congelada. O produto é resultado de uma parceria entre a Dow, a Printpack e a Tyson México, proprietária de marca e líder global no segmento. As três empresas já consideram o projeto bem sucedido. Os detalhes da parceria foram definidos em menos de seis meses, devido ao esforço em equipe das três companhias. “Graças ao entusiasmo e conhecimento compartilhados por todos, o produto chegou à etapa comercial em tempo recorde”, diz Charly Eid, gerente de Cadeia de Valor e Desenvolvimento de Negócios da Dow. “Trata-se de um excelente modelo para projetos futuros”, ressalta.

Valor Agregado - Sustentabilidade

O Stand Up Pouch, embalagem flexível que fica em pé, é um modelo que está em constante crescimento, devido a seus benefícios de visibilidade em gôndola, leveza e praticidade, mas não é facilmente reciclável quando feito com materiais com baixa compatibilidade, que é o mais tradicional no mercado. Porém, a Dow inovou ao desenvolver o Stand-Up Pouch 100% polietileno, criando mais uma solução para a cadeia que busca soluções mais sustentáveis. “O principal

10

diferencial é que oferecemos fácil reciclabilidade”, afirma Dolores Brizuela, gerente de Marketing para Embalagens de Alimentos e Especialidades da Dow na América Latina.

que nos ajuda a alcançar nossos objetivos de responsabilidade social. Certamente fará parte de nosso portfólio de soluções”, afirma.

A estrutura 100% polietileno oferece o valor adicional de ser totalmente reciclável nas comunidades onde há fluxos de reciclagem de polietileno. Esse atributo único permite que esta embalagem inclua o símbolo de reciclagem internacional reconhecido no mundo todo, o que se traduz em uma alternativa diferenciada e atrativa para os consumidores.

Embalagens SUP 100% PE

A tecnologia do SUP 100% PE também agrega valor aos processos das empresas envolvidas com essa inovação e com o modelo para carne de frango congelada nas prateleiras mexicanas, contribui para ampliar as metas corporativas de sustentabilidade da Printpack e da Tyson e, ao mesmo tempo, aumentar suas participações de mercado. “Sem dúvida queremos ampliar o uso desse tipo de embalagem em todas as linhas da Tyson”, declara Raul Velasco, Diretor Comercial da Tyson no México. “É uma grande conquista e um importante passo que damos como fabricantes”, conclui. Rudolf Schaich, Gerente de Desenvolvimento de Mercado da Printpack México, concorda. “O stand-up pouch 100% polietileno é um produto extremamente interessante

As embalagens SUP 100% PE são flexíveis, oferecem excelente visibilidade na prateleira e são uma alternativa muito mais leve quando comparadas com embalagens rígidas. O modelo permite que sejam adicionados acessórios para que sejam oferecidas ao consumidor conveniências como facilidade de abertura e fechamento para manter a crocância e o frescor dos alimentos, tampas ou bicos direcionais.

Além disso, a solução oferece: Selagem íntegra e forte para evitar vazamentos, principalmente para líquidos e alimentos gordurosos; Resistência ao impacto e à perfuração (para que não ocorram falhas durante a armazenagem, transporte, tempo de prateleira e manuseio); Melhor adaptação para a conformação da embalagem com diferentes formatos; Facilidade de reciclagem devido à composição monomaterial; Embalagens que não requerem etiquetas, uma vez que o filme pode ser impresso com altíssima qualidade.


Por Assunta Napolitano Camilo

Embalagens de Vidro: sinais de mudanças

Neste texto utilizamos como fonte o capítulo do livro: Embalagens: Design, Materiais, Processos, Máquinas e Sustentabilidade do Instituto de Embalagens. Mais informações acesse: www.institutodeembalagens.com.br

Hoje, sua versatilidade tem sido colocar a prova uma vez que se trata de material que permite assumir formas e aplicações variadas, desde as mais simples, até as mais complexas e tecnológicas, nas embalagens com design moderno, que valorizam ainda mais o seu conteúdo; em estruturas fantásticas que mais parecem obras de arte.

O mercado de embalagens é sempre muito dinâmico e acirrado e quem não muda acaba ficando atrasado na competição. Observando qualquer gráfico da evolução dos percentuais de cada material, é notável que a indústria de vidro vem perdendo market share para opções mais leves e competitivas e estão investindo em inovação para obter melhores margens

C

riado pela natureza e descoberto quase que por acaso, o vidro atravessou séculos, difundindo seus atributos e adaptando-se aos mais diversos usos.

Recentemente a rede de supermercados Extra, realizou durante um final de semana, a venda de refrigerantes de vidro pelo mesmo preço do material concorrente, sem a necessidade do consumidor levar a sua garrafa vazia. A campanha foi um sucesso e resta saber o que será feito com os vasilhames e se no futuro próximo os consumidores vão readquirir a cultura de levá-los para troca-los por bebida nova!

E em função de uma conjuntura de mercado, felizmente já começam a chegar ao mercado grandes inovações que agregam o que há de mais atual. Atento as grandes tendências o setor se reinseriu em algumas categorias que praticamente haviam perdido, usando alguns de seus atributos mais relevantes. A sustentabilidade é uma delas, assim tem feito campanhas para retomarem o mercado de refrigerante e cervejas.

12

• Outra característica que a indústria investiu foi na forte campanha de reutilização. Aqui o foco foram campanhas de promocionais, do tipo compre mais e leve para casa o pote de vidro. A consumidora adora, pois as embalagens vazias de vidro podem ser utilizadas para armazenar qualquer outro alimento ou até mesmo objetos;


O apelo da saudabilidade do vidro, que um material inerte permitiu que houvesse o retorno de algumas marcas de leite para garrafas de vidro como a Cooper. Dentro de regiões de pequenas áreas geográficas essa opção é bem viável e se sustenta economicamente. A Danúbio apostou no posicionamento de uma nova linha de iogurtes sem lactose em potinhos de vidro, pela diferenciação. Trouxe também a praticidade, já que após aberto consumo o produto pode ser fechado novamente, caso não seja consumido em sua totalidade considerando que o vidro é fabricado com elementos naturais, protegendo os produtos e dispensando a utilização de conservantes adicionais. Atende a todos os requisitos exigidos para o acondicionamento de líquidos e alimentos para o consumo humano, além de ser inerte (o vidro não reage quimicamente).

Na Itália, encontrarmos na geladeira de um supermercado o suco Skipper com um destaque “100% Brasil”. O splash chamou minha atenção e li que se tratava de um suco feito na Itália a partir de frutas brasileiras. A garrafinha além de bonita era decorada com rotulo termoencolhivel e tinha a tampa verde com security botom, fechando com cor e segurança e chave de ouro e posicionando o produto como Premium e saudável. Em Portugal encontramos uma embalagem de refrigerante de limão, o Frize, que é torcida levando a imaginar a fruta sendo espremida para termos o suco.

Na Lituânia, as cervejarias brindam seus consumidores e recorrem à embalagem também para atrair mais compradores. A Kalnapilis utiliza uma bela garrafa alongada com relevos de ramos de trigo, um diferencial notável.

Por ser neutro, o produto não sofre alteração de sabor, odor, cor ou qualidade. Além disso, é impermeável, por não ser poroso, funcionando bem como uma barreira contra qualquer agente exterior, mantendo assim os produtos frescos, aumentando o shelf-life (vida de prateleira) dos produtos, e sendo uma excelente opção de embalagem resistente em vários aspectos, inclusive a mudanças bruscas de temperatura, cargas verticais e umidade o que não representam problemas para as embalagens de vidro. Na recente viagem que realizamos à Europa, tivemos a oportunidade de ver algumas embalagens inovadoras e diferentes que bem podiam servir de inspiração para nossa indústria de vidro e de consumo nacional.

Notem a embalagem do refrigerante russo Laimon (assim mesmo...como se lê!) O tom do verde é marcante e mesmo com certa transparência, os fabricantes utilizaram relevos negativos para decorar a garrafa com bolinhas que lembram os limões usados no refrigerante

A cerveja Saku Kodu Olu da Estônia optou pelo sistema silk screen de decoração transferiu a arte de uma tela de poliamida, para a superfície de um frasco, através da raspagem de tinta vitrificável (inorgânica) que se fixa à superfície do frasco e depois de cura em ultravioleta (UV) ou em forno fixa. Para esse tipo de processo é comum também a utilização de tintas orgânicas que são curadas em UV ou em fornos. O resultado foi muito interessante e inusitado por ser pouco utilizado. As garrafas de Vodka, como a Chopin da Polônia tem apostado na Foscação,- que se trata de um ataque químico à superfície externa dos frascos de vidro transmitindo um aspecto opaco e sedoso, para obter resultados que produzem um jogo de fosqueamento e brilhos em partes selecionadas e é sempre surpreendente. Outras como a Ciroc da França em apliques de insertos. Os molhos e temperos como o Trest B ou as geleias como a DidaBoza da Croácia ou a Tusso de Israel com elegantes embalagens de vidro, posicionam automaticamente os produtos no alto da gôndola com Premium.

Sem dúvida, em termos de embalagem de cerveja a Cmapblu da Letônia chamou muito mais a atenção. Optaram por um design muito particular, bojuda e mais baixa que remete delicadamente a um barril. No mínimo comunica a diferença!

Inovar em qualquer indústria é sempre um desafio! Na indústria de embalagens de vidro também, no entanto, sempre pode ser feita alguma mudança capaz de tornar o material, os produtos ou até mesmo a categoria mais competitiva, uma vez que a inovação deve atender aos anseios dos consumidores, sendo mais sustentável ambiental, social e econômica para os fabricantes, mais conveniente, mais bonita, mais saudável e mais segura, o importante sempre é que Embalagem melhor. Mundo melhor. O acervo das imagens registradas na última pesquisa da Europa está no clube da Embalagem. Acesse www.clubedaembalagem.com.br e de inspire no desenvolvimento de novos projetos.

Na França observamos que quase todas as categorias de iogurtes e sobremesas (até de Creme Brulee) estão acondicionadas em lindos potinhos de vidro, alguns inclusive colecionáveis. Outra constatação foi referente a leveza apresentada nas garrafas francesas. Para atender a tendência de conveniência exigida pelos consumidores, as embalagens de vidro eram menores e bem mais leves, como a da cerveja Kronenburg. Sem falar da facilidade da abertura com a tampa abre fácil ou de rosca.

que também podem variar desde uma leve tonalidade até a total opacidade.

Uma das características mais interessantes do vidro é a cor. Os vidros podem apresentar desde o mais puro incolor até infinitas cores,

Crédito: Assunta Napolitano Camilo: Diretora da FuturePack - Consultoria de Embalagens e do Instituto de Embalagens - Ensino & Pesquisa. Profissional de embalagens há 30 anos. Pesquisa feiras e PDVs do mundo desde 1986. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Coordenadora dos livros: Embalagens Flexíveis; Embalagens de Papelcartão; Guia de embalagens para produtos orgânicos; Embalagens: Design, Materiais, Processos, Máquinas & Sustentabilidade. Coordenadora do Kit de referências de Embalagens. Membro do Conselho Científico-Tecnológico do ITEHPEC

13


A nova fonte de

Sachês A Grand Pack dá um grande salto com a mudança e ampliação de sua fábrica.

A nova estrutura foi idealizada para ter fluxo unidirecional e dessa forma, agilizar a produção e atender às exigências regulatórias. Com o aumento de sua capacidade, a Grand Pack se firma como uma das mais importantes empresas deste setor, realizando envase em sachês, strip, flow-pack e stand-up pouch para os segmentos de cosméticos, alimentícios e correlatos. Dentre os serviços prestados, o mais procurado é o Full Service, que consiste na realização de todas as etapas do processo de produção de sachês para o cliente, abrangendo desde a aquisição do produto, laminado, cartucho/caixa de embarque até o envase. Neste processo, a Grand Pack entrega o produto finalizado.

14

Aparecida Rondelli, diretora comercial, afirma a grande “vantagem neste tipo de serviço, pois otimiza os processos,

garante a qualidade do produto final e o controle dos insumos.

As novas instalações da Grand Pack foram projetadas com espaços exclusivos para produção de cada linha de produto. Contando com um laboratório altamente equipado para a análise de embalagens em relação à resistência e análises microbiológicas. Todo material é devidamente checado antes do envase, eliminando todo e qualquer risco de contaminação.

E

ste ano foi marcado por uma grande mudança para a empresa Grand Pack. Sua nova sede em Diadema, passa a atuar em uma área com mais de 10 mil m² e terá a capacidade de produzir mais de 100 milhões de sachês por mês.


ATUAÇÃO DIVERSIFICADA Segundo Aparecida Rondelli, a ampliação da fábrica foi uma necessidade frente ao crescimento do mercado que já visualiza as vantagens dos sachês e suas pontecialidades, indo além de uma ferramenta de marketing para amostragem. Podemos afirmar que um dos fatores para o aumento da utilização de sachês é a facilidade que eles representam para a introdução de um produto novo no mercado, além de reduzirem custos de logística e produção quando se refere à embalagem de venda.

Para o setor de cosméticos, o uso de sachês está difundidos em quase todos os tipos de produtos, principalmente em xampus, hidratantes, linha de tratamento facial e corporal, protetores solares, maquiagens, etc sendo uma solução prática para o uso em academias, viagens, praia, entre outros.

MAIS QUE UMA DOSE Em maio deste ano a Grand Pack em parceria com a Aptar, lançou no mercado brasileiro o modelo Cosm’in, um sachê com tampa fabricado em PE natural. Esse é com certeza, um conceito que alavanca o uso da embalagem, para muito além da amostragem. Dessa forma o sachê deixa de ser monodose, permitindo que o produto possa ser utilizado mesmo depois de aberto. A Grand Pack fez investimentos para produzir a novidade no Brasil, importando equipamentos especiais para este tipo de envase. Assim viabilizou com menor custo uma embalagem com tecnologia francesa. Com essa nova tecnologia, é possível inserir válvulas com tampas no próprio laminado. As amostragens já estão sendo produzidas e muitas empresas estão interessadas em inovar na divulgação ou comercialização de seus produtos.

15


No mercado brasileiro, 76% do vidro é utilizado pela indústria de bebidas.

Náilons e vidro apontam tendências para embalagens de alimentos e bebidas

Já os náilons têm elasticidade e permitem diversos tipos de aplicação

N

o primeiro dia de Congressos Técnicos da Fispal Tecnologia, a Abividro (Associação Técnica Brasileira das Indústrias Automáticas de Vidro) e a UBE, indústria de materiais, apresentaram um panorama dos avanços e tendências para aplicação de vidro e náilon no desenvolvimento de embalagens para alimentos e bebidas. De acordo com Ana Paula Bernardes, gerente de Projetos da Abividro, no mercado brasileiro, 76% do vidro é utilizado pelo mercado de bebidas; 17% no de alimentos; 3% no setor farmacêutico e 4% destinam-se aos mercados de higiene, limpeza e cosméticos. “O vidro nos remete a embalagens premium, que proporcionam ao consumidor uma sensação estética, de conservação e segurança. É um material inerte, que não libera bisfenol A, por exemplo”. No Brasil, 60% do vidro utilizado estão em bares, hotéis, restaurantes ou similares. Bernardes apresentou pesquisa sobre a percepção dos consumidores nos Estados Unidos e na América Latina, no ano de 2011, na qual se constatou que 90% dos consumidores consideravam o vidro a opção de embalagem mais saudável, outros 74% viam o vidro como invólucro de produtos de “tradição e experiência”, 64% associavam o material à sustentabilidade. O vidro permite o reuso, e é 100% reciclável. Por isso, um quilo de caco de vidro se transforma em um quilo de vidro novo, sem perda alguma. Mesmo um dos maiores entraves do vidro, seu peso, é foco de avanços.

16

Em 10 anos, segundo a gerente de Projetos, empresas brasileiras já conseguiram redução de até 40% no peso de embalagens de vidro. Assim como o vidro, o uso da poliamida ou náilons na indústria de embalagens também vem ocupando uma parcela importante no mercado brasileiro e mundial. Na palestra de Carlos Catarozzo, engenheiro e executivo de Vendas e Marketing para América Latina da UBE, ele traçou uma linha estabelecendo a trajetória histórica do metal para o vidro, do vidro para plásticos rígidos e então para os flexíveis. “Décadas atrás, as embalagens eram maiores e tinham menos importância na vida cotidiana. A tendência agora é que elas sejam ‘vendedores silenciosos’, tragam eficiência e protejam os produtos. Em alguns lugares do mundo, já existem embalagens transparentes para sopas que são introduzidas diretamente na panela, onde se dissolvem”. Catarozzo apresentou outras tendências que devem ganhar cada vez mais espaço nas prateleiras, todas produzidas com poliamidas: bag inbox, espécie de garrafa flexível na qual se comercializam vinhos, com resistência e manutenção do aroma; milk bags, leite tipicamente de saquinho, mas com tecnologia de processamento UHT e embalagens inteligentes para, por exemplo, armazenamento de queijos. “Elas permitem que o queijo respire, ou seja, mantém-se o processo de maturação, liberando CO2, sem deixar outros gases entrar”.


Vigor e Jofer

desenvolvem juntas, embalagem especial para produto premium

A

embalagem para Queijo Faixa Azul desenvolvida em parceria entre Jofer e Vigor, recebeu no último dia 18 de setembro o conceituado Prêmio ABRE - Associação Brasileira de Embalagens.

O projeto inicial era considerado um desafio em virtude do produto apresentar variações consideráveis no dimensional, surgindo a necessidade de criar uma embalagem que se adequasse ao formato queijo, permitisse o acesso visual ao consumidor e o mantivesse inviolável e imóvel na distribuição e exposição no PDV. Dessa forma, para garantir a ótima estrutura e bom acabamento, foi produzida com revestimento em papel cartão duplex Klafold, impressão 4x0 cores, verniz base d´água, cortada e vincada. Possui também estrutura interna com berço em microondulado que oferece resistência e garante a integridade ao produto, assim como o lacre adesivo que assegura o posicionamento e a inviolabilidade.

Seu design especial em formato de diamante e design gráfico que reúne cores e acabamentos especiais, agregam sofisticação e destacam o produto no PDV. Além da parceria no desenvolvimento, a embalagem também é fornecida pela Jofer já pré-montada, o que facilita e reduz o custo na linha de produção. “A embalagem, na categoria, representa uma grande ruptura de conceito, consi-

18

Parceria criou embalagem que traduz o requinte do produto embalado, além de garantir sua segurança no transporte e PDV

derando a padronização existente para queijos e a simbologia de reciclagem utilizada”, explica Lenize Menegazzo do departamento de Pesquisa & Desenvolvimento de Embalagens da Vigor. A princípio foi criada como edição limitada, porém, devido à grande aceitação e sucesso nas vendas, chegou a ser produzida três vezes mais do que seu volume inicial e com expectativas de novas produções como item de linha. O produto originalmente foi concebido para o varejo, entretanto, em razão de seu design presenteável foi comercializado no B2B com demanda espontânea. “Procuramos analisar o produto e adequar cada projeto com o objetivo de traduzir de maneira fiel a qualidade do produto embalado a fim de atender às expectativas do nosso cliente e levar a melhor solução ao público-alvo, este é nosso grande desafio. Estamos felizes com o prêmio e com o alcance dessa ferramenta importante de

marketing. A excelente aceitação já havia sido percebida através das gôndolas e agora recebemos em forma de troféu”, comemora Silvia Laluce Coordenadora de Desenvolvimento e Criação da Jofer Embalagens.


Soluções para

RFID

As novas soluções também melhoram consideravelmente as propriedades gráficas das etiquetas

C

om o objetivo de melhorar a identificação de etiquetas RFID (identificação por rádio frequência) especialmente em produtos como perfumes, jóias, cosméticos, acessórios e utilidades domésticas, a Avery Dennison apresenta uma nova família de tags e soluções de RFID cuja aplicação melhora a flexibilidade, durabilidade, eficiência, velocidade e capacidade gráfica destas etiquetas. Como explica Eduardo Costa, Desenvolvimento de Mercado da divisão RBIS (Retail Branding and Information Services), “a nova linha inclui rótulos para itens contendo metal e líquidos; etiquetas de codificação mais rápidas e com maior sensibilidade de leitura; e tags robustas para uso em aplicações de vestuário e em ambientes agressivos”. Para tal, a Avery Dennison trabalhou com parceiros líderes no mercado como NXP, Impinj e EM Marin para criar soluções mais versáteis e de alta performance em RFID, atendendo a aplicações que tradicionalmente não tinham acesso a esta tecnologia. As novas soluções também melhoram consideravelmente as propriedades gráficas das etiquetas, possibilitando aos designers criações que atendam às expectativas do

20

mercado global. Entre as soluções estão os novos rótulos RFID AD-451m5 produzidos a partir de um processo exclusivo da Avery Dennison que consiste em utilizar um inlay RFID (feito com um chip Impinj Monza 5 IC) ligado a uma fina camada de espuma com duas vezes a largura da capa e capaz de ser impressa numa impressora de transferência térmica padrão. Depois que a etiqueta é impressa, o forro pode ser removido, expondo um revestimento adesivo. A etiqueta é dobrada ao meio e com as partes aderentes grudadas umas às outras, embutindo o topo do rótulo, com duas camadas de espuma por baixo dele. Um outro forro, ligado à camada de espuma inferior, pode então ser removido, expondo uma camada adesiva que é utilizada para fixar a etiqueta ao produto. Outra solução é a etiqueta AD-318m5 projetada para produtos que contenham metais ou líquidos. Ela é pequena, tem uma antena de 41,4 mm X 16 mm, e destina-se a artigos em que o espaço disponível para colocar uma etiqueta é limitado como jóias, embalagens farmacêuticas e roupas íntimas. Já os inlays AD-234eM, AD-382eM e AD-

-319eM são de três tamanhos diferentes: 70 mm X 14,5 mm; 30 mm X 50 mm; e 41,4 mm X 16 mm, respectivamente. Eles foram projetados para aplicações de RFID que exigem maior durabilidade; podem ser costurados em peças de roupa ou usados em situações de alto impacto como aplicações automotivas e industriais. A Avery Dennison também apresenta os inlays modelos AD-235u7 e AD-370u7, projetados com uCode 7 ICs, para uma codificação mais rápida (a uma taxa de 100 itens por milissegundo). “A maior sensibilidade das novas tags ajuda o varejista a capturar mais facilmente leituras de mercadorias nas prateleiras, movendo um leitor portátil rapidamente perto dos itens etiquetados com RFID”, conclui Costa. Vale lembrar que a divisão RBIS da Avery Dennison é líder global em soluções RFID para roupas e calçados, com um faturamento de US$ 1,5 bilhão. Sua missão é oferecer para o mercado soluções inteligentes, criativas e sustentáveis que ajudem as marcas a melhorar sua performance desde a empresa até o ponto de venda.


NOVIDADES NAS EMBALAGENS DOS SUCOS

Elas ficaram mais modernas, sem perder suas características principais

JANDAIA

As embalagens de 1 litro e de 200ml do Chá Verde e do suco Polli Frutti também foram repaginadas

A

primeira grande mudança é que agora todas as embalagens dos sucos da Jandaia têm o QR-Code (símbolo em inglês para resposta rápida), que através de um smarthphone e um software de leitura leva o usuário para hot site exclusivo, com informações do produto e da empresa. Além disso, elas também trazem os endereços do site e das redes sociais onde a Jandaia está. As alterações deram pequenos toques de modernidade às embalagens e foram feitas de forma diferente em cada grupo de produtos. Nos sucos mistos não houve mudanças radicais, afinal a Jandaia quer que o consumidor continue reconhecendo seus produtos. A novidade é que agora elas trazem a imagem de uma maçã, afinal esses sucos ganharam um néctar de maçã, dando um delicioso toque da fruta ao produto. Para o diretor de relacionamento, da A+, agência de publicidade da Jandaia, a grande

22

novidade ficou mesmo para a linha de sucos enriquecidos com Ômega 3. “Podemos dizer que a grande mudança em embalagem aconteceu nos produtos da linha Néctar enriquecidos com Ômega 3. As novas embalagens trazem mais cores, que remetem as frutas, e elementos visuais que lembram a textura desses néctares. Foram utilizados elementos que ressaltam as informações de que esses sucos são fontes de Vitamina C, contém DHA Ômega 3 e não têm conservantes”. A mudança foi feita para manter a Jandaia sempre jovem. “Somos uma empresa muito tradicional, afinal são 70 anos de existência, no entanto, somos contemporâneos, estamos em redes sociais, nossos produtos têm QR-Code, por isso, nossas embalagens sempre ganham toques de modernidade, sem perder suas principais características, afinal são elas que nos fazem ser reconhecidos por nossos fieis consumidores nas gôndolas dos supermercados”, comenta Eduardo Figueiredo, CEO da empresa.

QR-Code


SIG Combibloc

lança campanha com foco em

INOVAÇÃO

A companhia materializa o conceito:

inovar é aliar novas tecnologias às suas necessidades

A

SIG Combibloc apresentou ao mercado brasileiro na Fispal Tecnologia 2013 suas principais novidades em embalagens cartonadas assépticas para alimentos e bebidas.

Tema da nova campanha da empresa, a inovação sempre foi prioridade da SIG - e agora é mostrada ao público por meio de três novos produtos: combidome, drinksplus e combiblocEcoPlus. “Estes lançamentos colocam a SIG em um patamar totalmente diferenciado, de pura inovação e inédito no mercado”, afirma Luciana Galvão, gerente de Marketing da SIG Combibloc para a América do Sul. A combidome, também lançada na Fispal 2013, combina as características de uma embalagem cartonada com os benefícios de uma garrafa. Por conta de seu formato, estabilidade e facilidade de escoamento do produto, a nova

24

embalagem é muito amigável para o consumidor. Ela é fácil de manusear e evita derramamentos e respingos na hora de servir. Já a tecnologia drinksplus permite o envase de produtos com até 10% de pedaços de frutas, vegetais ou cereais, como flocos de coco, nozes etc. Os pedaços podem ter até seis milímetros de comprimento e largura, o que faz com que a tecnologia possibilite o desenvolvimento de novos conceitos de produtos. “Estes conceitos estão alinhados às principais tendências do mercado de bebidas: por um lado, os consumidores querem alimentos saudáveis, e, por outro, buscam novas experiências sensoriais, interessantes e diferentes. Pedaços naturais de frutas, vegetais e cereais são valiosos para uma dieta balanceada, além de serem percebidos pelos consumidores como especiais por sua consistência única”, explica Luciana. A ou-

tra novidade é a embalagem combiblocEcoPlus que possui uma estrutura especial que reduz a emissão de CO2 quando comparada a uma embalagem convencional de mesmo volume e formato. O segredo está no uso de uma nova composição de cartão e em uma camada especial de poliamida ultrafina. A nova embalagem pode ser dotada da tampa combiCap, que pesa apenas 1,85 grama; isto significa que o uso de matéria-prima para sua produção também é reduzido. Luciana Galvão explica que a campanha é humanizada por meio das fisionomias de um homem e uma mulher. “A imagem conceito da embalagem combidome se funde com os rostos, mostrando a conexão de uma nova tecnologia com atendimento personalizado aos clientes. Isto porque temos uma equipe dedicada que trabalha permanentemente para trazer inovação no tempo certo”, afirma.


Minalba e Indaiá reduzem

emissão de plástico

novos investimentos privilegiam sustentabilidade, mudam formato e peso das embalagens e permitem redução no uso do plástico

A

s fábricas da Minalba e da Indaiá, marcas da maior empresa de água mineral no Brasil, estão colhendo os frutos dos investimentos realizados em sustentabilidade. O processo de melhoria contínua das embalagens fizeram com que a empresa reduzisse em 2,2 mil toneladas nos últimos três anos a utilização de plástico em suas garrafas de água mineral. “Todas as novas linhas de produção que estão sendo instaladas para a ampliação das fábricas levam em conta a questão da sustentabilidade, isso tem um impacto direto na redução do peso das embalagens da Minalba e da Indaiá” diz Francisco Sales, gerente industrial da superintendência de águas do Grupo Edson Queiroz, maior envasador de água mineral do país.

Com isso, as garrafas de água sem gás de 500 ml da Minalba e da Indaiá passaram de 18g para 13,8g. Todas as outras embalagens tiveram seus pesos reduzidos. Rótulos e tampas também ganharam novas versões menores, mais finos e mais leves que os anteriores. “A redução pode ser ainda maior, já que temos como adequar nossos equipamentos para que produza garrafas de água sem gás de 500 ml com apenas 12g de plástico”, revela Sales. Para isso, porém, a companhia precisa de uma autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), que regula o setor. Essa forma de produção que dispensa a estocagem em silos de garrafas vazias antes de serem envasadas já é utilizada nos EUA, na Europa e no Brasil o grupo foi o primeiro a pedir para produzir nesse sistema, porém, até agora o DNPM ainda não se manifestou. As mudanças, porém, não se limitam à redução do peso da garrafa. A companhia também acaba de iniciar a produção com uma nova tampa de apenas 1,7g para garrafas de água sem gás de 1,5 litro. Essas tampas substituem a anterior que pesava 2,8g. A mudança proporcionará uma economia de 44,2 toneladas de plástico por ano apenas nesse formato de embalagem. Nos próximos meses a evolução deve abranger toda a linha de produtos sem gás e

26

aumentar ainda mais a economia de plástico. Além disso, foi retirado o pigmento das embalagens para facilitar a coleta seletiva e adotado o reuso da água de rinsagem nos processos de refrigeração dos equipamentos. A espessura do plástico filme que embala os pacotes de garrafas também foi reduzida. O próximo alvo da companhia agora é a redução do garrafão de 20 litros. Deve entrar em operação em 2013 uma nova linha de produção na fábrica de Santa Rita (PB) que vai reduzir em mais de 15% a utilização do policarbonato, plástico utilizado na fabricação dessas embalagens. Com isso, os garrafões de 20 litros devem passar das atuais 900g para 750g num futuro próximo. Isso significa uma redução adicional de 145 toneladas de plástico. Esses novos garrafões devem começar a ser distribuídos principalmente nas Regiões Norte e Nordeste envasados com água mineral Indaiá. Após o fim de sua vida útil de três anos, essas embalagens retornáveis, são destruídas e enviadas para reciclagem. A redução do peso das embalagens e, consequentemente, a utilização de plástico nas garrafas é uma preocupação contínua da companhia e começou a mais de 15 anos dentro da empresa. “Inicialmente, a redução de custos era o fator mais importante nesse processo. Porém, de alguns anos para cá, a preocupação com sustentabilidade se tornou fundamental no dia a dia da companhia e acabou se tornando um incentivo até maior do que a economia gerada, por isso, passou-se a investir mais fortemente nesse processo e a medir os resultados”, afirma o gerente industrial da Minalba e da Indaiá. Os investimentos realizados nas três fábricas do grupo localizadas em Campos do Jordão (SP), Dias D’Ávila (BA) e Santa Rita (PB) foram aplicados em compras de novos equipamentos e adequação do maquinário instalado, mas sempre tendo em vista a necessidade de redução do peso das embalagens.


Natura lança SOU e tem embalagem moderna, prática, leve, fácil de usar Pioneira em seus processos, produtos e expressões, SOU re-significou todo o ciclo de desenvolvimento dos produtos focando suas escolhas no que é essencial para oferecer qualidade com menos impacto ambiental.

A

sociedade já começou a discutir novos jeitos de consumir e viver a vida. Atitudes cotidianas e o próprio consumo estão sendo reinventados: estão mais colaborativos, mais compartilhados, mais otimistas, com escolhas pautadas em sentido e propósito. Em todo o mundo, surgem movimentos criativos que trazem a prática desse novo modelo de consumo para a agenda dos cidadãos comuns. Modelos que propõem um consumo mais inteligente e menos consumista, com menos excessos. Foi nesse contexto que nasceu SOU. Uma marca que acredita que, para transformar o modo de consumir, precisamos envolver as pessoas.

Uma marca que aborda o consumo consciente sem vilanizar o ato de consumo e que convida a fazer novas escolhas para consumir melhor: reduzindo o desperdício e valorizando o essencial. Uma marca que não aponta o dedo nem faz discurso. Dialoga. E manda um convite para todos: e aí, topa fazer parte de uma história nova? Chegou SOU, uma linha pioneira que convida a consumir de um jeito novo, conciliando o prazer individual com a vida do planeta. São produtos para corpo e cabelo desen-

28

volvidos a partir de um processo inteligente, que reduz materiais para gerar menos lixo, menos desperdício e menosimpacto ambiental. Porque, para SOU, o essencial é o que está dentro: fórmulas que oferecem qualidade máxima, muito prazer sensorial e uma deliciosa fragrância. Suas embalagens têm um design inteligente, que utiliza menos matéria-prima e aproveita até a última gota de cada produto. SOU aposta que consumir com prazer e sem desperdício, pensando em si, no outro e no mundo, é consumir de um jeito novo. “SOU evolui o compromisso Natura com o desenvolvimento sustentável. Há muitos anos oferecemos e incentivamos o uso de refis, vegetalizamos nossas fórmulas, usamos ingredientes de fonte renovável e valorizamos a biodiversidade brasileira. Temos compromisso com a redução das emissões de carbono e incluímos a tabela ambiental em nossos produtos. O desenvolvimento sustentável é uma crença fundamental, que guia todas as nossas ações e decisões, e, sem dúvida, o consumo consciente é um fator-chave nessa jornada. SOU adota um pensamento integrado, que considera e questiona cada etapa do processo, buscando sempre a valorização do que é essencial para oferecer máximo prazer e qualidade, conciliados com melhores alternativas para a redução do desperdício e do impacto ambiental. Estudamos a cadeia de ponta a ponta para otimizar recursos, ganhar eficiência e

reduzir impacto ambiental emcada etapa do processo. Assim foi possível chegar a soluções para SOU que geram menos lixo, menor gasto de energia, menos transporte e, consequentemente, menos poluição. Isso tudo também gerou uma economia no processo, o que nos possibilitou oferecer preços mais econômicos. Queremos democratizar a sustentabilidade, ampliar o convite a um novo consumo e oferecer toda a qualidade Natura para muito mais gente”, detalha Fabiana Pellicciari, diretora de SOU da Natura. O protagonismo inspirou o nome da linha. SOU, quando lido sob outro ponto de vista, transforma o singular em plural: NÓS. “SOU inspira o protagonismo e traz consciência para o nome. Torna o sujeito protagonista do coletivo e carrega o seelingline da marca SOU para todos NÓS”, simplifica Fabiana. FÓRMULA: SOU tem tudo o que é importante para atender os benefícios valorizados pelo consumidor com máximo prazer e qualidade Natura, mas sem excessos. A diretriz para o desenvolvimento dos produtos foi trazer o que é essencial - fórmulas que priorizam o uso de matérias-primas de origem renovável, hidratação 24h, textura envolvente, deliciosa fragrância. Por isso, a fórmula de SOU possui menor número de ingredientes, não tem corante e traz fragrância com assinatura olfativa única para toda a linha. A fragrância foi desenvolvida por Veronica Kato, perfumista in house da Natura, em parceira com perfumistas internacionais especialistas em produtos de uso diário.


“O nosso desafio foi criar uma fragrância que fosse ideal para o uso diário, atendesse aos gostos de homens e mulheres e, ao mesmo tempo, combinasse com produtos de corpo, banho e cabelos”, explica Veronica. O coração olfativo único para toda a linha tem notas frescas de ervas na saída e notas de fundo com toques florais e cremosos, que trazem a sensação de cuidado. A intensidade das notas de fundo varia conforme a entrega funcional ou sensorial do produto.

gens convencionais. Para continuar evoluindo na redução de impacto ambiental e fechar a cadeia do produto, a Natura possui um projeto em andamento e lançou o Desafio Natura Campus de Embalagens Flexíveis, com o objetivo de conectar uma rede externa de pesquisadores para gerar e compartilhar conhecimento, convidando essa rede a nos ajudar com propostas para a reciclagem das embalagens de SOU.

EMBALAGEM: SOU tem embalagem moderna, prática, leve, fácil de usar e mínima. SOU é molinha e, por isso, é zero desperdício também para quem usa: permite usar até a última gota. O design inteligente de SOU foi inspirado na simplicidade das soluções naturais: a gota, a forma mais essencial que um líquido pode ter.

PROCESSO PRODUTIVO: Na maior parte das vezes, não sabemos como um produtofoi produzido, quais são seus ingredientes e matérias-primas ou o impacto que ele pode causar ao meio ambiente e à sociedade. Porém, em um mundo onde os desejos são infinitos e os recursos, finitos, cada escolha é fundamental e cada informação idem.

O formato é único para toda a linha, apenas com cores que diferenciam as categorias de produtos, facilitando a escolha e criando uma identificação rápida, intuitiva e natural - os verdes limpam, os azuis hidratam e os tons quentes, como vermelho, tratam. O design exclusivo e eficiente utiliza70% menos plástico e propicia 60% menos emissões de CO2 que a média das embalagens convencionais do mercado, além de gerar três vezes menos resíduo que as embala-

A Natura investiu em uma nova forma de produção, com algumas máquinas adquiridas exclusivamente para a fabricação de SOU. Usualmente, uma embalagem chega à fábrica em diversas partes - frasco, válvula, tampa, rótulo -; porém, no caso de SOU, a embalagem adquire seu formato final no mesmo local e ao mesmo tempo em que o produto é envasado. SOU chega à fábrica na forma de rolo de filme plástico; em seguida, entra em uma única máquina que sela o filme, corta no formato da embalagem, recebe o produto e coloca a tampa.

Para se ter uma idéia, por causa do formato em que recebemos a embalagem (em rolos de filme), para cada 1.000 embalagens vazias de SOU, seria possível transportar apenas 28 das embalagens tradicionais do mercado. Menos transporte significa menos gasto de combustível e poluição. “A padronização e a racionalização do uso de insumos diminuem o número de ingredientes sendo transportados e armazenados e otimizam o processo de fabricação dos produtos. Por ter um menor número de ingredientes, uma fragrância com assinatura olfativa única e não ter corante, foi possível reduzir o tempo de fabricação dos produtos, diminuindo o consumo de energia. Além disso, com ingredientes e processos otimizados, temos uma economia de água durante a limpeza dos reatores”, explica Fabiana.


Acelerando o ritmo da

laminação de embalagens flexíveis Por: Andres Salgado, Gerente de Marketing de Adesivos e Materiais Funcionais para a América Latina da Dow

D

esde o seu lançamento na década de 60, o desempenho dos adesivos sem solventes evoluiu muito, tanto nas aplicações gerais como embalagens para a conservação de alimentos secos, quanto no caso de embalagens que requerem maior resistência térmica ou química. Hoje, as exigências do mercado são cada vez maiores e os tempos de entrega cada vez menores, além da necessidade de embalagens mais complexas capazes de apresentar resultados satisfatórios em testes de qualidade mais e mais exigentes.

Atualmente, os convertedores buscam adesivos sem solventes inovadores que reduzam a brecha na velocidade de cura e desempenho entre a tecnologia base solvente e sem solvente. E isso já é uma realidade.

Nesse processo de evolução, o uso da tecnologia de adesivos sem solventes já tem superado o de tecnologias base solvente e base água no mercado latino-americano, devido aos menores custos com investimentos em máquinas de aplicação e baixo consumo de energia durante o processo de laminação. Os primeiros adesivos para cura rápida

O Mor-Free™ 980-CR85 foi projetado para uma ampla gama de aplicações, o que significa que não é necessário trocar o adesivo quando o processo de laminação inclui estruturas com altos requisitos, intercaladas com estruturas de desempenho geral. Em estruturas convencionais, como as de Polipropileno/Polipropileno transparente ou

A Dow, por exemplo, colocou no mercado o primeiro produto da linha de adesivos Fast Bond que promete acelerar a cura durante a laminação de embalagens com uma tecnologia que pode ser processada em altas velocidades de linha, permitindo realizar uma segunda laminação em menor espaço de tempo.

GRÁFICO 1

à necessidade de entrega imediata, o produto permitiu o corte em apenas quatro horas após a laminação. No caso de produtos que exigem estruturas mais complexas de embalagens feitas com substratos de PET, Nylon, Alumínio e outros, o Mor-Free™ 980-CR85 apresentou, além de cura rápida, versatilidade para uso em aplicações de médio e alto desempenho como Stand Up Pouches e embalagens para produtos que contenham itens agressivos em sua composição, cujas exigências de resistência térmica e química são maiores. Seguindo a tendência dos últimos desenvolvimentos na tecnologia sem solventes, o produto é compatível com diferentes tintas de impressão, o que reduz o risco de escorrimento da tinta. (VEJA GRÁFICO 2) Neste cenário de forte demanda por uma cadeia de produtos sustentáveis em seus diferentes aspectos, contribuir para a proteção do meio ambiente é também uma demanda que tem influenciado no desenvolvimento das soluções para adesivos. Assim, o novo adesivo é uma opção que permite a laminação de estruturas que hoje são feitas com adesivos base solvente, ajudando a diminuir a quantidade tanto de solvente residual na embalagem quanto de resíduos liberados durante os processos de fabricação. Avanços significativos como esse são possíveis somente a partir de estudos abrangentes e da colaboração entre especialistas do mercado de embalagens. Dessa forma, a cadeia encontra o equilíbrio adequado para obter cada vez mais um produto competitivo com vários benefícios.

GRÁFICO 2

apresentavam uma série de problemas que dificultavam sua comercialização. A cura era tão rápida que a reação muitas vezes ocorria nos rolos da aplicação ou gerava muito desperdício devido à aparência inadequada, resultado da má umectação dos substratos ou das tintas. Além disso, eram projetados para apresentar desempenhos específicos, o que levava à necessidade de troca do adesivo base conforme a estrutura a ser laminada. (VEJA GRÁFICO 1)

30

metalizado para aplicações de rótulos de sucos e tampas, comprovou-se uma redução do tempo de corte de pelo menos 50% comparado ao tempo médio de processamento oferecido atualmente pelos sistemas convencionais. Em estruturas de Polietileno/Polietileno, Poliéster/Polietileno destinadas às embalagens dos mercados de cuidados pessoais e cuidados domésticos, em que o tempo de resposta dos convertedores é fundamental devido


Inteligência ARTIFICIAL A ampliação da utilização da automação na indústria transforma os processos de produção e gera diversos benefícios para as fábricas

H

á cerca de 40 anos, quando foram implantados os primeiros robôs na indústria até o momento atual, sua utilização mudou muito as estruturas das manufaturas. De inicio, os investimentos e as inovações em tecnologia eram voltados em maioria para o setor automobilístico, e hoje a automação já está também difundida em outras áreas. De acordo com Geraldo Veronese, diretor da Pollux, empresa catarinense atuante há 17 anos na área de automação industrial e considerada uma das mais inovadoras do país, na última década a indústria no Brasil ganhou a cada ano de 700 a 800 robôs, sendo 90% voltados para a indústria automotiva. “Há um movimento atual para implantar mais robôs também nos processos industriais de fabricação de bens de consumo, e a Pollux, por exemplo, busca oferecer essas novas aplicações”, aponta.

Entre as principais aplicações típicas dos robôs industriais incluem fundição, pintura, soldagem, montagem, movimentação de cargas, inspeção de produtos, envase, embalagem, armazenamento de produtos e realização de testes, e com a possibilidade de todas as etapas integradas. A revolução que esses equipamentos oferecem, transformam as etapas dos processos de produção. São soluções que se tornam uma poderosa ferramenta de controle de qualidade e padrão. Na Pollux, a utilização de câmeras Cognex, por exemplo, aperfeiçoa a etapa de inspeção de diversos aspectos de uma embalagem e operação. A produção tem, dessa forma, um controle de qualidade padronizado. Essa checagem automatizada alcança, em outro nível, a confiança do consumidor, já que os produtos conseguem ter sua imagem preservada. Do lado das empresas, as vantagens também se apresentam em economia em reprocessos, redução de tempo da produção e do custo total operacional.

32

Com esse sistema de visão automatizado, é possível verificar a posição dos rótulos e contra rótulos, a leitura do lote e data de validade, em diversos tipos de impressão – laser, injet, ou por termo transferência, verificar o nível do envase, checagem de produto nas caixas, verificar tampa ou lacre de segurança, limpeza dos recipientes que serão envasados, controle do fechamento em embalagens de biscoitos e bombons, entre outros. Qualquer alteração apresentada, que esteja fora do padrão estabelecido pelo cliente, faz com que o produto seja rejeitado. Além disso, os robôs da empresa oferecem sistemas operacionais de manipulação de produtos - o pick and place, carregamento automático de máquinas, como as injetoras. “Para ampliar a atuação, a Pollux disponibilizou essa soluções tanto para a venda quanto para o aluguel, o que facilita o contrato dos equipamentos”, acrescenta Veronese.

Armazenagem Organizada

Em ritmo constante de crescimento também está a aplicação em automação para facilitar a logística nas empresas, seja com a movimentação de materiais – com células robóticas, ou por meio de softwares para gerenciamento da operação. Incluir robôs nas etapas armazenagem e distribuição das indústrias faz parte de uma nova realidade nas indústrias, com muito mais competitividade.

Somam-se aos mecanismos de movimentação, às visualizações de informação, estocagem e controles para entrega e distribuição. A empresa SEE Sistemas, que desenvolve soluções para armazenagem e movimentação de materiais para os clientes, oferece diversos equipamentos que usam tecnologia de robôs para facilitar a logística. Dessa forma, seus clientes ganham em produtividade e lucratividade. Segundo Antônio Sasso, gerente da empresa, para a indústria de alimentos e bebidas é essencial ter sistemas de paleatização automáticas feitas com células robotizadas ou paletizadores convencionais. “Oferecemos linhas totalmente integradas. Desde o encaixotamento até a paleatização, com opções para os armazéns convencionais e automatizados”, acrescenta Sasso. Pensando em ampliação de atuação, e podendo inserir seus sistemas em empresas de todos os portes, esse sistema de armazenagem automático de paletes que a SEE Sistemas deve criar consome menos espaço, comparado aos sistemas convencionais.

Robôs

• Posição dos rótulos e contra rótulos; • Leitura do lote e data de validade; • Verificação do nível do envase; • Envase • Movimentação e Armazenagem; • Checagem de produto nas caixas, verificar tampa ou lacre de segurança, limpeza e controle do fechamento;


Spiltag acaba de receber A CERTIFICAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA)

Luiz Gustavo Spila diretor da Spiltag

A

Spiltag, empresa que oferece produtos e soluções em embalagens PET para o segmento de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC), acaba de receber a certificação do Sistema de Gestão Ambiental (SGA), atendendo os requisitos da norma ISO 14001. Com a certificação, a empresa sediada em Marília, passa a operar dentro dos padrões internacionais - sendo uma das três únicas transformadoras de plástico que possuem a certificação no Brasil - controlando seus impactos sobre o meio ambiente, além de aperfeiçoar suas operações, desempenho e reduzir custos. Para conquistar a certificação, a Spiltag realizou uma série de melhorias internas incluindo inserção de coleta seletiva, projetos de adequação ambientais, destinação correta de resíduos, entre outros. Além disso, a empresa vem, desde 2012, mobilizando continuamente toda sua equipe para uma mudança cultural voltada ao meio ambiente. “Realizamos diversas campanhas internas com intuito de mostrar aos nossos colaboradores o valor da conscientização ambiental para o crescimento sustentável da empresa”, diz a supervisora do sistema integrado de gestão, Marcela Germano Colombo. A supervisora ainda ressalta a importância destas ações de consolidação das práticas

34

ambientais fora do ambiente empresarial. “No decorrer das campanhas, percebemos que grande parte dos funcionários acabaram levando e aplicando o que aprenderam sobre sustentabilidade em suas vidas pessoais. É um ciclo continuo”, comemora. Em plena fase de expansão de seus negócios, a Spiltag já possui o ISO 9001 e com a nova certificação faz planos para prospecção de novos clientes, cuja norma era requisito necessário para relacionamento. A Spiltag acaba de receber o certificado ISO 14001, o quão tornou-se importante para a empresa? Luiz Gustavo - É um marco na história da Spiltag. Pois, além de sermos uma das únicas três empresas transformadoras de plástico que possuem a certificação no Brasil, passamos a contar com todos os requisitos necessários para atender grandes empresas que também possuem o ISO e com isso a ampliamos ainda mais nossa área de atuação. A Spiltag tem seu foco somente em embalagens para cosméticos? Vocês pretendem expandir para outros segmento? Luiz Gustavo - Hoje 95% da produção da Spiltag é voltada para o setor de cosméticos, os outros 5% são de empresas de diferentes áreas como limpeza, produtos veterinários,

entre outros que encontram a funcionalidade necessária para seus produtos dentro dos frascos da linha Standard Spiltag. No momento não temos planos para mudarmos para outros segmentos, mas sim de expandirmos a nossa atuação dentro do setor HPPC, alcançando novos clientes em diferentes regiões dentro do Brasil e isso também inclui conquistar mercado de países vizinhos, como México e Colômbia. Além da fabricação das embalagens, a empresa tem um setor de pesquisa e desenvolvimento. Nos conte um pouco como funciona este setor dentro da empresa. Luiz Gustavo - O setor de Pesquisa & Desenvolvimento é um dos nossos grandes diferenciais frente à concorrência. O setor é totalmente focado em inovações em tecnologia e design e desenvolve projetos exclusivos de embalagens em 3D, além de apresentar mock-ups reais que permitem uma visualização detalhada do produto a ser desenvolvido. Clientes que desenvolvem projetos exclusivos conosco, contam com essa consultoria, aliada a tecnologia e conhecimento, propondo melhores caminhos e soluções. Todo o processo, desde a realização do projeto, até a entrega do pedido, ocorre com o acompanhamento do cliente, maximizando o sucesso de seus produtos.


Demand Moments A importância dos momentos de consumo na montagem da estratégia competitiva

E

ste é o momento mágico onde a relação acontece e os principais vínculos se estabelecem. É comum as empresas colocarem o foco da sua estratégia no seu próprio produto, na sua marca, no mercado onde ela compete e mesmo no consumidor que deseja atingir... Nossa abordagem neste artigo surgiu de um trabalho que realizei para uma indústria de embalagem que precisava apresentar inovações para um de seus clientes. Tem sido comum as empresas usuárias de embalagem convocarem seu fornecedores para eventos que se tornaram conhecidos por innovation day. Já participei como consultor em algum destes eventos e aprendi bastante sobre como proceder nestas ocasiões. As empresas que utilizam embalagens deixaram claro em pesquisas realizadas tanto pelo Comitê de Assuntos Estratégicos da ABRE como pelo Núcleo de Estudos da Embalagem da ESPM, que esperam receber sugestões e contam com a participação de

va, promovendo sentimentos de realização, proximidade e envolvimento emocional. Existe entretanto, um momento mágico onde o consumidor interage com o produto e obtém dele tudo aquilo que o levou a escolhê-lo e adquirí-lo. Neste momento, todas as possibilidades são criadas e o produto tem a chance de se estabelece na sua preferência e conquistar sua fidelidade. O momento de consumo precisa ser considerado como ponto fundamental na montagem da estratégia de um produto de consumo e de sua embalagem, especialmente aqueles de consumo recorrente. A embalagem precisa então ser compreendida como uma das ferramentas estratégicas que podem transformar favoravelmente este momento. Embalagens difíceis de abrir, que não servem bem o produto, não possuem a função re-fechamento, obrigando o consumidor a improvisar soluções para conservar a quantidade restante, estão comprometendo o desempenho do produto neste momento crucial.

Quando pensamos uma estratégia competitiva

foi criada e direcionada para o consumo familiar na residência, enquanto que a lata de alumínio foi posicionada para o consumo gelado em bares, lanchonetes e máquinas vending machine. Já as embalagens cartonadas de 200 ml foram posicionadas para o público infantil, especialmente na merenda escolar e também para o público adulto na função “to go”. Esta estratégia de posicionamento levou a marca Del Valle ao sucesso e a liderança de uma categoria que hoje tem expressão no ponto de venda. O momento de consumo é a hora da verdade do produto e o grande momento do consumidor. As grandes multinacionais que atuam no segmento de consumo incorporaram em sua estratégia de produto e embalagem o conceito “Demand Moment” que é como eles chamam o que estamos falando. Quem trabalha com embalagem precisa aprender a pensar neste momento e não apenas na embalagem. Se você quer que o seu produto participe com sucesso do momento de consumo, tem que ter uma estratégia para isso.

devemos dirigir o foco para o momento de consumo onde o consumidor realiza a experiência com o produto afinal, ninguém almoça duas vezes

seus fornecedores de embalagem para inovar e conseguir melhores proposições para seus produtos. As indústrias de embalagem precisam se conscientizar que seu papel está mudando rapidamente.

Ao contrário, embalagens que favorecem a utilização e proporcionam uma experiência agradável tem contribuindo para que os produtos que as utilizam conquistem posições de destaque no mercado.

Elas agora precisam se posicionar como parceiros estratégicos de seus clientes e não mais como fornecedoras de um insumo de produção que embora seja considerado importante, era entendido como apenas isso.

Tivemos a oportunidade de estudar na ESPM os efeitos de embalagens desta última categoria e verificar que produtos que proporcionam uma experiência sensorial agradável, levaram estes produtos inclusive a alcançar a liderança em suas categorias.

Segundo o professor do Núcleo de Estudos da Embalagem ESPM, o consumidor não é consumidor 24 horas por dia. Antes de ser um ser que consome ele é um ser humano que tem necessidades, sentimentos, desejos e espera que os produtos que escolhe lhe tragam gratificação tanto objetiva, respondendo positivamente às exigências que recaem sobre ele como subjeti-

Quando chegou ao Brasil, a Del Valle era além de totalmente desconhecida, integrante de uma categoria de produtos inexistente. Ela teve que partir do zero para construir a categoria “suco pronto para beber”. A estratégia da empresa foi fundamentada na utilização de embalagens focadas nos momentos de consumo e nos canais de distribuição. Assim, a embalagem longa vida de um litro

36

Fabio Mestriner * Professor Coordenador do Núcleo de Estudos da Embalagem ESPM. * Professor do MBA de Market da fundasse USP. * Autor dos livros Design de Embalagem Curso Avançado e Gestão Estratégica de Embalagem.


MWV Rigesa lança embalagens

Empresa inova no mercado de frigorificados e lança embalagem Fast Freeze™

Solução da empresa reduz o tempo de resfriamento, gera redução de custo operacional para o cliente e promove ganho de qualidade dos produtos

A

MWV Rigesa, umas das unidades de negócios da multinacional MWV no Brasil, lança uma nova embalagem para o mercado de frigorificados, a Fast Freeze™.

Fast Freeze™, uma exclusividade da empresa, é uma embalagem de papelão ondulado desenvolvida para o acondicionamento de aves inteiras, em cortes ou em bandejas. O novo modelo reduz o tempo de resfriamento do produto no túnel de congelamento. Conforme, Bárbara Almeida, Engenheira de Alimentos e Especialista de Produto da MWV Rigesa, a redução é possível em função do formato diferenciado da caixa, pois suas aberturas nas laterais e no seu comprimento facilitam a circulação e passagem

do ar. Com isso, promove impactos positivos no túnel de congelamento, que é o principal gargalo da produção de aves resfriadas e congeladas. O dorso no comprimento aumenta a estabilidade da caixa, reduzindo o risco de quebra durante manuseio, e os terradilhos garantem maior estabilidade no palete. A Fast Freeze™ oferece maior homogeneidade no congelamento, garantindo melhoria na qualidade do produto. Para frangos, por exemplo, o congelamento mais rápido evita o acúmulo de água na superfície da embalagem primária, garantindo maior segurança ao consumidor final. “Analisamos toda a cadeia produtiva desse segmento e sabemos que estamos ofere-

cendo ao mercado uma solução inovadora, de alta resistência à cadeia do frio, e que traz ganhos operacionais significativos para o cliente e para o meio ambiente”, finaliza Bárbara.


Cachaça Premium Gouveia Brasil

adota embalagem exclusiva da Verallia

Nova garrafa de 700 ml é da linha importada Selective-Line

A

guardente de cana tipicamente brasileira, a cachaça está se tornando uma bebida sofisticada, com atributos de qualidades sensoriais e de envase diferenciado. Seguindo esta tendência a Cachaça Premium Gouveia Brasil reformulou sua embalagem e adotou a garrafa de alto padrão da linha Selective-Line, da Verallia – divisão de embalagens de vidro do grupo Saint-Gobain. A nova garrafa de 700 ml é produzida com vidro extra-transparente em formato de nó de cana oferecendo aos consumidores um produto elegante e bonito. Segundo Roberto Brasil, um dos proprietários da Cachaça Gouveia Brasil, a produção segue a tradição de mais de cem anos da família. “Atualmente produzimos cerca de mil litros por mês de forma artesanal tomando cuidado com cada detalhe, desde o plantio da cana até o envase e rotulagem. A nova garrafa apresenta e realça a nobreza do nosso produto para este mercado premium”, afirma. A Selective-Line, nome da linha importada da França pela Verallia, possui modelos exclusivos e produzidos especialmente para os mercados de vinhos, uísques, licores, cachaças, águas, entre outras. As garrafas são feitas com matérias-primas selecionadas e por meio de um processo industrial diferenciado das demais. A Verallia oferece aos seus clientes a possibilidade de adaptar e personalizar as garrafas conforme suas necessidades. A linha supre a necessidade da indústria de bebidas, que precisa inovar para expandir seus mercados para o segmento de luxo, oferecendo bebidas sofisticadas em garrafas de alto padrão. Como partiu a ideia de fazer uma embalagem totalmente diferente do padrão? A garrafa escolhida pela Cachaça Gouveia Brasil faz parte da linha Selective Line da Verallia. Essa linha é composta por garrafas de design inovador que são produzidas com vidro extra-flint, o que lhes confere um visual único. A linha, importada da França, possui 26 modelos exclusivos com volumes entre 50 e 1750ml, produzidos especialmente para o segmento de bebidas Premium. A chegada da Selective Line no Brasil res-

38

ponde às aspirações dos fabricantes que buscam uma embalagem capaz de lhes abrir as portas do mercado de luxo. Seja em produtos Premium de seu portfolio ou em edições limitadas de seus produtos tradicionais. A linha valoriza a marca do cliente e é fundamental para que ela possa se posicionar corretamente nesse mercado. A SL, que já é sucesso em países como França, Portugal e EUA, mostra a capacidade da Verallia em inovar e combinar conceitos criativos com a mais alta qualidade técnica. No caso da garrafa da Cachaça Gouveia Brasil isso é notório: seu design evoca um nó de cana de açúcar, tornando-o especialmente atraente para os produtores de cachaças especiais. Qual é a origem da embalagem e há quanto tempo ela esta no mercado brasileiro? A linha Selective Line é importada da França e já está no mercado brasileiro desde 2010, com vendas crescendo a cada ano. Em 2013 temos notado um aumento muito grande da demanda devido a dois fatores: o crescimento do consumo de bebidas Premium no Brasil e os eventos internacionais que estão acontecendo por aqui - começando pela Copa das Confederações e finalizando em 2016 com as Olimpíadas do Rio. O momento é ideal para ser lançada uma edição especial de uma cachaça ou licor, por exemplo. O quão foi diferente produzir o molde para a fabricação da embalagem? O molde é apenas a parte final do processo de criação. Primeiro parte-se de uma ideia, seguida de um desenho virtual da garrafa em computador e de um mock-up. Tudo é feito no nosso Creativ’Lab, centro de inovação e criação, que fica na cidade de Pont-Sainte-Maxence, a 45 minutos de Paris. Nele recebemos clientes de todas as partes do mundo que querem transformar sua inspiração em um produto original e de altíssima qualidade. Qual tipo de matéria prima é usada para fabricar a embalagem? Além do vidro extra transparente, produzido com materiais selecionados que permitem a produção de uma nova garrafa, por tempo indeterminado, sem prejudicar a qualidade, a linha Selective Line usa esmaltes sem metais pesados e tintas orgânicas que atingem cores vivas em plena conformidade com as leis e regulamentos ambientais.


Rexam inova em tecnologia

de impressão de rótulos e tamanhos de embalagens

I

novar é uma diretriz que orienta a atuação da Rexam. Além de criar e produzir latas em formatos e tamanhos diferentes, a empresa é mestre no desenvolvimento de inovação tecnológica para embalagens de alumínio e foca seus projetos na personalização exclusiva das embalagens de cada cliente, uma ferramenta de marketing inteligente para impulsionar as vendas. Atualmente, o segmento de latas com formatos variados no mercado brasileiro representa de 25 a 30%. “A embalagem é uma das melhores e mais ágeis fontes de inovação para um produto. E no caso da lata, ela permite encantar o cliente por meio de 360º de área de exposição”,destaca Carlos Medeiros, presidente da Rexam na América do Sul. Uma das propostas aplicadas pela Rexam no desenvolvimento de embalagens é promover experiências diferentes para os consumidores das marcas, seja por meio da aplicação de uma tinta que muda de cor quando a bebida atinge a temperatura ideal para consumo ou de outra que faz com que a lata brilhe no escuro. “Percebemos que o consumidor final está muito aberto a essas inovações. A lata passa uma ideia moderna, ecológica e sustentável” comenta Medeiros. High Definition (HD): Solução inovadora para impressão de rótulos em latas de alumínio, que permite impressão com qualidade fotográfica em toda a área externa da embalagem. A tecnologia está disponível para

o mercado da América do Sul desde Janeiro de 2008. Laser Engraved: A tecnologia, normalmente utilizada em ações promocionais, consiste na gravação a laser, no verso do anel da tampa da lata, de informações numéricas ou alfanuméricas, com até 16 caracteres. Ela também permite aplicação de imagens no topo do anel. Tinta Termocrômica: Impressão de rótulos com tinta especial, que muda de cor quando a bebida atinge a temperatura ideal para consumo. Esta inovação representa uma importante estratégia para promover a diferenciação e destaque do produto, além de uma forma de aprimorar a experiência do consumidor final com a embalagem. A tecnologia está disponível para mercado da América do Sul desde Janeiro de 2008. Tinta UV: Utilização de tinta especial que faz a lata brilhar no escuro quando exposta à luz ultravioleta (UV), a conhecida luz negra das casas noturnas. Trata-se de mais uma novidade que a Rexam trouxe para o mercado de bebidas da América do Sul. A tecnologia está disponível para o mercado desde Novembro de 2008. Verniz Fosco/Soft Touch: Quando aplicado à lata, este verniz dá a impressão de que ela está gelada na gôndola, sendo um diferencial para os produtos. Além disso, é sensível ao toque.

Laser Engraved

Tinta UV

Rótulos Temáticos

Tinta Termocrômica

Tinta Fosca

Verniz Táctil

Rótulos Temáticos: Outro diferencial que a Rexam oferece aos clientes é a sua expertise na produção de rótulos temáticos, alusivos a festas, datas comemorativas, ações promocionais, dentre outros, que exploram o potencial de comunicação e marketing oferecido pela lata de alumínio. Os temas são os mais variados como carnaval, festas juninas, rodeios entre outros. Verniz Táctil: A lata ganha rugosidade em determinada área, o que confere um efeito especial ao toque. Cut out tab: Inovação que permite oferecer diferentes formas recortadas no anel da lata.

Tamanhos diferentes

Além das tecnologias de impressão, a Rexam inovou também no formato das latas. Atualmente, a empresa produz embalagens em sete tamanhos. Tradicionalmente usadas em energéticos, a embalagem “sleek”, por exemplo, tem crescido no mercado de cerveja. Muitas vezes, é a própria Rexam que sugere ao cliente a adoção de uma lata com tamanho diferente, tendo em vista especialmente um estudo do perfil do consumidor de cada bebida. O setor de desenvolvimento de produto da Rexam trabalha muito próximo ao objetivo do cliente. “Nós desenvolvemos um conjunto de soluções e criamos um produto que seja factível do ponto de vista fabril”, explica Medeiros.

Tamanhos Diferentes

Cut Out Tab

40


Mentadent Maximum Protection: Um design de Reverse Innovation

U

ma família que se expande e ganha cara nova!

Projetada pelo escritório de design Reverse Innovation, de Milão, a linha de cremes dentais Mentadent Maximum Protection, de Unilever, se apresenta ao mercado italiano com um restyling gráfico e duas novas variantes clínico-especialísticas, num total de quatro produtos de ultima geração para a completa higiene oral. Mentadent Maximum Protection é uma inovadora gama de pastas de dente inspiradas na ação do colutório e do fio dental. Além do projeto de new look para as referências de base - Maximum Protection e Maximum Protection Pure White - Reverse Innovation desenvolveu o design gráfico para as mais recentes versões subdenominadas Protezione Smalto (Proteção Esmalte) e Denti Sensibili (Dentes Sensíveis). Cada produto é caracterizado por um color coding distintivo e uma arquitetura gráficoestrutural que comunica em modo direto e incisivo suas propriedades. Foi ressaltado ainda o caráter clínico-científico intrínseco em toda a linha. Em se tratando de material, o pack é em PET; o tubo, em laminado prata. O resultado é uma gama de cremes dentais com alto impacto visual e imediato reconhecimento no ponto de venda.


Prêmio ABRE

2013

Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira 2013 reconhece os destaques do setor Os grandes destaques deste ano foram: Linha Brazilian Soul da Vinícola Aurora na categoria Competitividade Internacional Alimentos e Bebidas, Walmart Brasil como Empresa do Ano e Paulo Eduardo Pereira como Personalidade do Ano

A

ABRE – Associação Brasileira de Embalagem premia as embalagens que mais se destacaram ao longo do último ano como ícones de qualidade, tecnologia, design, funcionalidade e inovação, além de incentivar a eficiência dos processos, o desenvolvimento sustentável, entre outras iniciativas importantes para o crescimento e valorização das embalagens brasileiras. A novidade deste ano do Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira é o Módulo Competitividade Internacional, que faz parte de um importante projeto desenvolvido por meio de parceria entre a ABRE e a Apex-Brasil - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, denominado Design Embala, cujo objetivo é fortalecer o design de embalagem como diferencial competitivo dos produtos brasileiros para exportação.

42

O Módulo Competitividade Internacional, busca construir um portfólio de referências sobre a estratégia de posicionamento dos produtos brasileiros, avaliando a embalagem como ferramenta de competitividade para os produtos nacionais para exportação levando em consideração a agregação de valor ao produto a ser exportado e seu posicionamento estratégico, a qualidade da embalagem, sua funcionalidade e comunicação gráfica estratégica com foco nos mercados alvo, fortalecendo a marca Brasil. Nesta edição, foram aproximadamente 400 embalagens inscritas em 38 categorias, e avaliadas pela Comissão Organizadora, Comissão Julgadora e Conselho do Júri, tendo como resultado final três vencedores por categoria: OURO, PRATA e BRONZE. Os módulos foram agrupados em diferentes categorias, ressaltando, entre outros aspectos: Inovação, funcionalidade, qualidade, se-

gurança, apelo de venda e sustentabilidade. Entre os grandes destaques estão Linha Brazilian Soul da Vinícola Aurora na categoria Competitividade Internacional - Alimentos e Bebidas, Walmart Brasil como Empresa do Ano e Paulo Eduardo Pereira da agência ProDesign, como Personalidade do Ano.


Confira abaixo os vencedores de cada categoria.

Categoria Ouro Categoria Ouro Embalagem de Alimentos Doces Iogurte Grego Batavo

Embalagem de Alimentos Salgados Atum Salera

Embalagem de Bebidas Não Alcoólicas Suco Casa Madeira

Embalagem de Bebidas Alcoólicas Cachaça Gouveia Brasil

Vencedor Ouro: BRF Design: A10 Ideias que Transformam Convertedor: Plast Pack / Baumgarten / Carlos Cremer Comercial / Proverpack Brand owner: BRF 554

Vencedor Ouro: Salera Alimentos Design: Indústria da Imagem Design Convertedor: Gráfica Hélios / O-I / Rojek Brand owner: Salera Alimentos

Vencedor Ouro: Verallia www.verallia.com.br Convertedor: Verallia / Metiq Rótulos Silgan White Cap Brand owner: Casa Valduga

Vencedor Ouro: Verallia www.verallia.com.br Convertedor: BE Brindes / Mack Color / Premier Pack / Verallia Brand owner: Cachaça Gouveia Brasil

Embalagem de Cosméticos e Cuidados Pessoais SOU

Embalagem de Perfumes Perfumes quem disse, berenice?

Embalagem de Produtos em Geral Vedapren Fast

Embalagem de Família de Produtos Linha de Maquiagem Phebo

Vencedor Ouro: Natura www.natura.net Design: Tátil / Questto Nó Convertedor: Dixie Toga / Embalagens Flexíveis Diadema Brand owner: Natura

Vencedor Ouro: Wheaton www.wheatonbrasil.com.br Design: Matriz Escritório de Desenho Convertedor: Wheaton / Albéa / Kingraf / Aptar Brand owner: Grupo Boticário

Vencedor Ouro: Pande www.pande.com.br Design: Pande Convertedor: Basf / Clariant / Bomix Brand owner: Otto Baumgart

Vencedor Ouro: Casa Granado www.granado.com.br Convertedor: Kawagraf / Albéa / Alphacolor Brand owner: Casa Granado

Embalagem Promocional Schweppes 230 Anos

Sustentabilidade SOU

Embalagem de Food Service, Delivery e Take Away America Delivery – Embalagens

Design Gráfico de Alimentos Doces Latas Colecionáveis Talento

Vencedor Ouro: Coca-Cola Brasil www.cocacolabrasil.com.br Design: Ogilvy & Mather Convertedor: Rexam / Crown Cork / Metalic / Metal Can Fotolitos Especiais / Black Madre / Motor Niveo - Brand owner: Coca-Cola Brasil

Vencedor Ouro: Natura www.natura.net Design: Tátil / Questto Nó Convertedor: Dixie Toga / Embalagens Flexíveis Diadema Brand owner: Natura

Vencedor Ouro: Design com Z www.designcomz.com.br Design: Design com Z Convertedor: Ribeiro Santos Brand owner: Restaurante America

Vencedor Ouro: FutureBrand www.futurebrand.com Design: FutureBrand Convertedor: Bamko / Mack Color / Converplast Brand owner: Garoto


Design Gráfico de Alimentos Salgados Liggero

Design Gráfico de Bebidas Não Alcoólicas Schweppes 230 Anos

Design Gráfico de Cosméticos, Cuidados P., Saúde e Farmacêuticos Redesign Sempre Livre

Design Gráfico de Produtos em Geral Green By Missako

Vencedor Ouro: Narita Design www.naritadesign.com.br Design: Narita Design Convertedor: Romiti Brand owner: M. Dias Branco

Vencedor Ouro: Coca-Cola Brasil Design: Ogilvy & Mather Convertedor: Rexam / Crown Cork / Metalic / Metal Can Fotolitos Especiais / Black Madre / Motor Niveo Brand owner: Coca-Cola Brasil

Vencedor Ouro: Johnson & Johnson do Brasil www.jnjbrasil.com.br Convertedor: Canguru Brand owner: Johnson & Johnson do Brasil

Vencedor Ouro: Green By Missako www.greenbymissako.com.br Design: A10 Ideias que Transformam Convertedor: Antilhas Brand owner: Green By Missako

Design Gráfico Família de Produtos quem disse, berenice?

Design Gráfico – Redesign de Alimentos e Bebidas Marilan – Pit Stop

Design Gráfico – Redesign de Produtos em Geral York

Design Estrutural – Forma PacXpert

Vencedor Ouro: Matriz Escritório de Desenho www.matrizdesenho.com.br Design: Matriz Escritório de Desenho Convertedor: Kingraf / Antilhas Brand owner: Grupo Boticário

Vencedor Ouro: M Design www.mdesign.art.br Design: M Design Convertedor: Felinto Embalagens / Zaraplast Brand owner: Marilan Alimentos

Vencedor Ouro: Matriz Escritório de Desenho www.matrizdesenho.com.br Design: Matriz Escritório de Desenho Convertedor: Emibra Brand owner: Hypermarcas

Vencedor Ouro: Dow www.dow.com/brasil Design: Design Absoluto Convertedor: Ibema / Tradbor / ModenaPak / Avery Dennison / Dow Brand owner: Mactra

Design Estrutural – Funcionalidade Embalagem para Implantes Dentários

Tecnologia em Embalagens de Alimentos Smart Cap

Tecnologia em Embalagem de Bebidas Rótulo Adesivado

Tecnologia em Embalagens de Cosm., Cuidados Pessoais, Saúde.. Frasco 1000ml Max Vac Embramed

Vencedor Ouro: Neodent www.neodent.com.br Convertedor: FCC / Basf / Braskem Brand owner: Neodent

Vencedor Ouro: Revpack Tecnologia www.revpack.com.br Design: Revpack Tecnologia / Braskem / Geraldiscos / Lorenpet Convertedor: Emibra Brand owner: Predilecta Alimentos

Vencedor Ouro: Mazda Embalagens www.mazdaembalagens.com.br Design: Tátil Design Convertedor: Basf Brand owner: Coca-Cola Brasil

Vencedor Ouro: AB Plast www.abplast.com.br Convertedor: Eastman Chemical do Brasil / AB Plast Brand owner: Embramed

Tecnologia em Embalagens de Produtos em Geral Bandeja para Transporte de Placa

Marketing – Estratégia de Comunicação Encontre sua Coca-Cola Zero

Estudantes Octa Cooler MMA

Voto Popular Profissionais Se beber, vá de carona!

Vencedor Ouro: Waco Thermoforming Solutions www.waco.com.br Convertedor: Waco Brand owner: Continental

Vencedor Ouro: Coca-Cola Brasil www.cocacolabrasil.com.br Design: Ogilvy & Mather Convertedor: Rexam / Crown Cork / Latapack / Metalic Brand owner: Coca-Cola Brasil

Vencedor Ouro: Douglas Cardoso do Espasso Silva Universidade: Faculdade Oswaldo Cruz

Vencedor Ouro: Routhier & Darricarrère www.redvin.com.br Convertedor: Degrafica Impressos / Lorigraf Gráfica e Editora Brand owner: Routhier & Darricarrère

Voto Popular Consumidores Fragrância Linda Lindinha de O Boticário

Embalagem de MPEs (micro e pequenas empresas) Iandê – Linha Aisó

Competitividade Internacional Alimentos e Bebidas Linha Brazilian Soul

Competitividade Internacional Produtos em Geral x-liso

Vencedor Ouro: Grupo Boticário www.grupoboticario.com.br Design: Brainbox Design Convertedor: Wheaton / MWV Calmar / Albéa / Magistral Brand owner: Grupo Boticário

Vencedor Ouro: SA2 Design e Comunicação www.sadois.com.br Design: SA2 Design e Comunicação Convertedor: Impressora Mayer / ByPacking / Hertztampo / Insingt / Itali Brand owner: Iandê Cosméticos

Vencedor Ouro: Vinícola Aurora www.vinicolaaurora.com.br Convertedor: Owens-Illinois / Brazicolor / Trombini Embalagens Brand owner: Vinícola Aurora

Vencedor Ouro: Brazilian Secrets Hair www.braziliansecretshair.com.br Convertedor: Gráfica Santa Cruz Brand owner: Brazlian Secrets Hair


Categoria Prata Categoria Prata Embalagem de Alimentos Doces Ovos de Páscoa Gift – Marca Exclusiva Walmart Brasil

Embalagem de Alimentos Salgados Tomates Como Antigamente

Embalagem de Bebidas Não Alcoólicas Grenat Cafés Especiais

Embalagem de Bebidas Alcoólicas Lord 79

Vencedor Prata: Walmart Brasil www.walmart.com.br Design: Eba! Design Convertedor: Batistense Cartonagem Brand owner: Walmart Brasil

Vencedor Prata: O3 Design www.o3design.com.br Design: O3 Design Convertedor: Gráfica 43 Brand owner: Sakata Seeds Sudamerica

Vencedor Prata: HAL9000 Comunic. e Design www.hal9000.com.br Design: HAL9000 Comunicação e Design Convertedor: Lamipack Embalagens / Rangel Brand owner: Grenat Cafés Especiais

Vencedor Prata: Barão do Ouro www.lord79.com Design: Indústria da Imagem Convertedor: Premier Pack Brand owner: Barão do Ouro

Embalagem de Cosméticos e Cuidados Pessoais Coleção de Esmaltes Pink

Embalagem de Perfumes Projeto Bronze – Natura Una DeoParfum

Embalagem de Food Service, Delivery e Take Away Chocolate Classic Zero – Nestlé

Embalagem de Produtos em Geral Aerossol Expandido Wurth

Vencedor Prata: Casa Granado www.granado.com.br Convertedor: J. Sholna / Kawagraf / Alphacolor / Baralan Brasil Brand owner: Casa Granado

Vencedor Prata: Natura www.natura.net Design: Chelles & Hayashi Design / Inobi Convertedor: Aptar / Box Print Brand owner: Natura

Vencedor Prata: B+G, the Brand-in www.bmaisg.com.br Design: B+G, the Brand-in Convertedor: Converplast Embalagens Brand owner: Nestlé

Vencedor Prata: Brasilata www.brasilata.com.br Convertedor: CSN / Brasilata Brand owner: AP Winner

Embalagem de MPEs (micro e pequenas empresas) Atum Salera

Embalagem Promocional Latas Comemorativas Lacta 100 Anos

Embalagem de Família de Produtos Natura Aquarela

Sustentabilidade Embalagem Tipo A da Linha Embalare Compacta

Vencedor Prata: Salera Alimentos Design: Indústria da Imagem Convertedor: Gráfica Hélios / O-I / Rojek Brand owner: Salera Alimentos

Vencedor Prata: B+G, the Brand-in www.bmaisg.com.br Design: B+G, the Brand-in Convertedor: Metalgráfica Itaquá / Alcan Alumínio do Brasil Brand owner: Mondelēz

Vencedor Prata: Natura www.natura.net Design: Tátil Convertedor: Albéa / Rexam / Impacta / CartonDruck Brand owner: Natura

Vencedor Prata: Embalare Embalagens Flexíveis www.embalare.com.br Convertedor: Embalare Embalagens Exclusivas Brand owner: Renault do Brasil

Design Gráfico de Alimentos Doces Grego – Batavo

Design Gráfico de Alimentos Salgados Atum Salera

Design Gráfico de Bebidas Não Alcoólicas Cappuccino #Pronto 3 Corações

Design Gráfico de Cosméticos, Cuidados Pessoais, Saúde e Farm. Iandê – Linha Aisó

Vencedor Prata: A10 Ideias que Transformam www.a10.com.br Design: A10 Ideias que Transformam Convertedor: Plast Pack / Baumgarten / Carlos Cremes / Proverpack Brand owner: BRF

Vencedor Prata: Indústria da Imagem www.industriadaimagem.com.br Design: Indústria da Imagem Convertedor: Gráfica Hélios / O-I / Rojek Brand owner: Salera Alimentos

Vencedor Prata: Pande www.pande.com.br Design: Pande Convertedor: Tetra Pak Brand owner: Grupo 3 Corações

Vencedor Prata: SA2 Design e Comunicação www.sadois.com.br Design: SA2 Design e Comunicação Convertedor: Impressora Mayer / ByPacking / Herztampo / Insingt / Itali Brand owner: Iandê Cosméticos


Design Gráfico de Família de Produtos Linha Scott Household

Design Gráfico – Redesign de Alimentos e Bebidas MID Vira Shake

Design Gráfico – Redesign de Produtos em Geral Linha Profissional Ingleza

Design Estrutural – Forma SOU

Vencedor Prata: Pande www.pande.com.br Design: Pande Convertedor: Ibratec Brand owner: Kimberly-Clark

Vencedor Prata: Komm Design www.komm.com.br Design: Komm Design Convertedor: Embalagens Flexíveis Diadema Brand owner: Ajinomoto do Brasil

Vencedor Prata: Ingleza www.ingleza.com.br Convertedor: Maxcor Brand owner: Ingleza

Vencedor Prata: Natura www.natura.net Design: Tátil / Questto Nó Convertedor: Dixie Toga / Embalagens Flexíveis Diadema Brand owner: Natura

Design Estrutural – Funcionalidade Agecare Olhos

Tecnologia em Embalagens de Cosméticos, Cuid., Saúde e Farm. Sacola Holográfica O Boticário

Competitividade Internacional Alimentos e Bebidas Cambraia Cafés

Vencedor Prata: Mantecorp www.mantecorpskincare.com.br Convertedor: Aptar / C-Pack Brand owner: Mantecorp (Hypermarcas)

Vencedor Prata: Antilhas Embalagens www.antilhas.com.br Convertedor: Suzano Papel e Celulose / Antilhas Brand owner: Grupo Boticário

Vencedor Prata: Cambraia Cafés www.cambraiacafes.com Design: Do Design-s Design e Marketing Convertedor: Santa Rosa Embalagens Flexíveis Brand owner: Cambraia Cafés

Categoria Bronze Categoria Bronze Embalagem de Alimentos Doces Linha DociGummies Formatos

Embalagem de Alimentos Salgados Queijo Faixa Azul 18 Meses de Maturação

Embalagem de Bebidas Não Alcoólicas Água Mineral Mormaii

Embalagem de Bebidas Alcoólicas Weber Haus Cachaça Extra Premium Lote 48

Vencedor Bronze: Converplast www.converplast.com.br Convertedor: Converplast Brand owner: Docile

Vencedor Bronze: Jofer www.jofer.com.br Convertedor: Jofer / Klabin Brand owner: Vigor

Vencedor Bronze: O3 Design www.o3design.com.br Design: O3 Design Convertedor: Inan Plásticos Brand owner: Mormaii

Vencedor Bronze: Cachaçaria Weber Haus Design: Visiograf Criação Gráfica Convertedor: Cristaleria Raiar Aurora / Giordani e Hartmann / Brisa Embalagens / Automação Indústria Gráfica Brand owner: Cachaçaria Weber Haus

Embalagem de Cosméticos e Cuidados Pessoais Linha Panvel Spa

Embalagem de Perfumes Make Me Fever 100ml

Embalagem de Food Service, Delivery e Take Away Fish and Chips La Carioca

Embalagem de Produtos em Geral Revisão de Cartelas Blister para Ganchos Command

Vencedor Bronze: Zandei Plásticos www.zandei.com.br Design: Up Design / Lifar Convertedor: Braskem / Zandei Brand owner: Panvel Farmácias

Vencedor Bronze: Lavezzo Cosmográfica www.lavezzo.com.br Design: Olymayer Arte e Comunicação Convertedor: Grupo Suzano / Lavezzo Brand owner: Mahogany

Vencedor Bronze: 6D www.6d.com.br Design: 6D Convertedor: Bufra Brand owner: La Carioca Cevicheria

Vencedor Bronze: 3M do Brasil www.3M.com.br Design: WR Comunicação Marketing Design Convertedor: Kawagraf / Elastofilm Brand owner: 3M


Embalagem de MPEs (micro e pequenas empresas) Seu Momento Dunati

Embalagem Promocional Panettone Brasilgrafica 2012

Embalagem de Família de Produtos Embalagem Qoy

Sustentabilidade Nova Linha Natura Plant

Vencedor Bronze: Dunati www.dunati.com.br Design: Carrara & Carrara / Mendes Martins Convertedor: Floriprint Brand owner: Dunati Produtos Alimentícios

Vencedor Bronze: Brasilgrafica www.brasilgrafica.com.br Design: Team Creatif Convertedor: Klabin / Kurz do Brasil / Brazillaser / Brasilgrafica Brand owner: Brasilgrafica

Vencedor Bronze: 2Pontos Comunicação www.2pontos.com.br Design: 2Pontos Comunicação Convertedor: Papirus / Kingraf Brand owner: Qoy

Vencedor Bronze: Natura www.natura.net Design: Chelles & Hayashi Design Convertedor: BrasAlpla / Albéa / Baumgarten / Dixie Toga / Indeplast Brand owner: Natura

Design Gráfico de Alimentos Doces Moça Docinhos

Design Gráfico de Alimentos Salgados Tomates como Antigamente

Design Gráfico de Bebidas Não Alcoólicas Grenat Cafés Especiais

Design Gráfico de Cosméticos, Cuidados Pessoais, Saúde e Farm. HAVOC

Vencedor Bronze: Pande www.pande.com.br Design: Pande Convertedor: Metalúrgica Mocóca Brand owner: Nestlé

Vencedor Bronze: O3 Design www.o3design.com.br Design: O3 Design Convertedor: Gráfica 43 Brand owner: Sakata Seeds Sudamerica

Vencedor Bronze: HAL9000 Comunicação e Design www.hal9000.com.br Design: HAL9000 Comunicação e Design Convertedor: Lamipack Embalagens / Rangel Brand owner: Grenat Cafés Especiais

Vencedor Bronze: DBH – Pub. e Propaganda Design: Vicente Staffico / DBH – Pub.e Propaganda Convertedor: Lavezzo / Suzano / R&Q Emb. Brand owner: NeoNutri Suplemen. Nutricionais

Design Gráfico de Família de Produtos Linha Faça Você Mesmo

Design Gráfico – Redesign de Alimentos e Bebidas Juréia

Design Gráfico – Redesign de Produtos em Geral Projeto Transformer – Renovação Natura Plant

Design Estrutural – Forma Mini Ovos de Páscoa Lacta

Vencedor Bronze: Tramontina Garibaldi www.tramontina.com Design: Tramontina Garibaldi / Alopra Estúdio Convertedor: Rota Indústria Gráfica Brand owner: Tramontina Garibaldi

Vencedor Bronze: Di20 Design & Arquitetura www.di20.com.br Design: Di20 Design & Arquitetura Convertedor: JR Clicheria / Rica Plast / Aranha Brand owner: Biguá Alimentos

Vencedor Bronze: RAF Design www.rafdesign.com.br Design: RAF Design / Chelles & Hayashi Design Convertedor: Baumgarten / Dixie Toga Brand owner: Natura

Vencedor Bronze: Mondelēz Brasil www.mondelezinternational.com.br Design: Narita Design Convertedor: Emplal Embalagens / Graffo Soluções em Embalagens / Brasilgrafica Brand owner: Mondelēz Brasil

Design Estrutural – Funcionalidade Cristal 1L

Tecnologia em Embalagens de Cosméticos, Cuid. Pessoais, Saúde Fragrância Linda Lind. de O Boticário

Competitividade Internacional Alimentos e Bebidas Petit Gateau 1,2kg

Vencedor Bronze: Coca-Cola Brasil www.cocacolabrasil.com.br Design: Tátil Design Convertedor: Plasc Embalagens / America Tampas / Engepack Brand owner: Coca-Cola Brasil

Vencedor Bronze: Wheaton www.wheatonbrasil.com.br Design: Brainbox Design Convertedor: Wheaton / MWV Calmar / Gráfica Magistral / Albéa Brand owner: Grupo Boticário

Vencedor Bronze: Mr. Bey Sobremesas Premium www.mrbey.com.br Design: I10as Comunicação Convertedor: Gráfica Litoband Brand owner: Mr. Bey Alimentos


Krones apresenta um

novo conceito de técnica de rotulagem

A

Krones lançou uma série construtiva completamente nova para satisfazer as crescentes exigências impostas à tecnologia de rotulagem. A partir de agora, todas as rotuladoras da Krones, com exceção da Sleevematic, serão configuradas por um único sistema de componentes modulares. Uma máquina base padrão e disponível em vários tamanhos construtivos combina-se com conjuntos rotuladores, sejam eles de instalação fixa ou intercambiáveis por sistemas de acoplamento. O conceito expansível da máquina base é universal até o ponto de ser possível trocar,

no futuro, os conjuntos de instalação fixa por conjuntos intercambiáveis. As variantes de disposição da máquina, ou seja, a localização da entrada e saída das embalagens, também podem ser modificadas posteriormente, com integração de sistemas de con-

52

A partir de agora, todas as rotuladoras da empresa, exceto a Sleevematic, serão configuradas por um único sistema de componentes modulares

trole dos rótulos. As máquinas com conjuntos rotuladores intercambiáveis recebem o nome Ergomodul. As máquinas com conjuntos de instalação fixa para rotulagem com cola fria recebem o nome Ergomatic, para rotulagem auto-adesiva (Autocol), para rotulagem com adesivo termofusível com etiquetas envolventes carimbadas (Canmatic), assim como para rotulagem com adesivo termofusível com etiquetas envolventes desde a bobina (Contiroll). Custos, flexibilidade, qualidade, ergonomia, segurança e proteção ao meio ambiente foram as principais considerações para este novo desenvolvimento tecnológico da Krones.

Na área de custos, os critérios prioritários são os investimentos, a manutenção, os custos de energia e de consumo de materiais. A nova série construtiva de rotuladoras oferece um TCO baixo devido aos menores cus-

tos para a montagem e transporte, à redução do consumo de energia, aos intervalos de manutenção menos frequentes e à falta de necessidade de lubrificação. O aumento da produtividade da máquina é resultado de um maior grau de eficiência, de tempos de troca de formato menores, de maior segurança de suas funções e de uma operação aperfeiçoada. As rotuladoras possuem mais flexibilidade graças às suas disposições variáveis e à instalação posterior de estação de acoplamento que permite a troca dos conjuntos rotuladores. Além de tudo isso, a máquina prescinde de uma placa de mesa, o que facilita o acesso ao carrossel da máquina de todos os seus

lados. A troca dos elementos de suavização dos rótulos também foi simplificada, uma vez que já não se requerem fixadores verticais entre a mesa das embalagens e a torre da máquina.


Design diferenciado e tampa

abre e fecha-fácil

são destaques do Leites Crioulo

A

indústria de alimentos Latco lança no mercado nacional os Leites Crioulo, produtos premium que integram o variado mix da marca, formado ainda por queijos (mais de 50 tipos, entre os tradicionais, minas, parmesão, provolone, de coalho e especiais), requeijões e manteigas.

O sistema de envase asséptico e as embalagens cartonadas dos novos leites são fornecidos pela SIG Combibloc. A máquina CFA 812, com tecnologia de ponta, oferece alta flexibilidade e possui capacidade para envasar até 12 mil embalagens por hora. Os Leites Crioulo vêm em embalagens longa vida no formato combifitMidi de 1 litro, com tampa de rosca de ação única combiSwift, que permite abrir a embalagem com um único giro, e fechar novamente quantas vezes forem necessárias. Enriquecidos com vitaminas A e D, os Leites Crioulo são fabricados nas versões integral e desnatado com design diferenciado, direcionados principalmente a um público A e B e têm em seu conceito uma mescla de wellness aliado à qualidade. “Os Leites Crioulo oferecem ao mercado uma experiência única, proporcionada pelo tripé preço diferenciado, qualidade superior e saudabilidade”, explica a diretora da Latco, Larissa Rocha.


Lata amassada

não compromete a qualidade dos alimentos Película interna flexível acompanha a deformação da embalagem e protege o conteúdo com segurança

Com a evolução da tecnologia para embalagens, a lata de aço se tornou ainda mais segura e resistente. No caso dos enlatados, por exemplo, como molho de tomate e seleta de legumes, a lata protege e conserva os alimentos de maneira única impedindo falsificações e o contato com fatores externos, que podem acelerar reações químicas indevidas e alterar o sabor e as propriedades nutricionais. Além disso, mesmo quando amassada, a embalagem de aço não compromete a qualidade dos alimentos. Segundo Thais Fagury, gerente executiva da Abeaço (Associação Brasileira de Embalagem de Aço), as latas de aço são revestidas por uma película protetora elástica que acompanha e resiste à deformação. “Porém não devemos consumir embalagens perfuradas ou estufadas, pois pode indicar falha no processamento do produto”, completa Thais.

Confira alguns alimentos enlatados superpráticos para ajudar na rotina do dia a dia: - Molho de tomate - Milho - Ervilha - Cenoura - Beterraba - Seleta de legumes - Feijoada - Grão-de-bico - Lentilha - Salsicha - Manteiga

- Pêssego - Figo - Ameixa - Achocolatado - Leite condensado - Creme de leite - Leite em pó - Pescados (sardinha, atum, salmão, bacalhau, anchova, camarão, entre outros)

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

MWV Rigesa lança embalagem com a Turma da Mônica. Novidade traz as personagens em impressão de alta definição A Turma da Mônica foi escolhida para ilustrar as novas embalagens para 1.5kg de mamão papaya baby da UGBP Produção e Exportação Ltda. A novidade foi desenvolvida pela MWV Rigesa e já está sendo comercializada nas grandes redes varejistas do Brasil. De acordo com Paulo França, coordenador de vendas da filial da MWV Rigesa em Vila Velha, ES, e responsável pela negociação, a nova embalagem traz impressões em alta definição e qualidade, utilizando até cinco cores e também a aplicação de verniz UV, que garante acabamento especial ao produto. “Esse é o grande diferencial e apelo comercial da embalagem. Utilizamos nossa tecnologia de impressão chamada Rigegraphics®, de alta resolução”, destaca. O projeto foi desenvolvido pela área de Serviços Técnicos da Divisão de Embalagens de Papelão Ondulado da MWV Rigesa, em

54

parceria com a Mauricio de Sousa Produções. “A MWV teve o desafio de adaptar a caixa ao perfil da embalagem para gerar interatividade com o consumidor - no caso, as crianças. O layout ficou sob responsabilidade da Mauricio de Sousa”, explica Alexandro Sartori, projetista sênior de embalagem da MWV Rigesa. A nova embalagem possui o selo do PEFC maior sistema de certificação florestal do mundo, que assegura a utilização de matéria-prima proveniente de florestas 100% plantadas e de um processo de fabricação baseado em práticas sustentáveis. Saúde e diversão aliadas Com o objetivo de chamar a atenção das crianças para uma alimentação mais saudável, as caixas foram criadas em um formato especial. “Após o consumo do produto a caixa se transforma em um palco. A criança pode recortar os personagens

da Turma da Mônica e criar seu teatro”, explica Paulo França. Assim, também é possível estimular a criatividade e a imaginação durante as brincadeiras. A caixa segue o conceito “embalagem que vira brinquedo”, trabalhado pela Mauricio de Sousa Produções em seus produtos licenciados, e traz as quatro personagens principais da Turma: Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali.


Tetra Pak® comemora “FSC® Friday” e anuncia novo marco da certificação de suas embalagens no Brasil Em 2013 mais de cinco bilhões de embalagens com o selo do FSC® já foram produzidas no país

N

o dia 27 de setembro aconteceu o “FSC® Friday”, evento anual dedicado à celebração das florestas e à promoção do manejo florestal responsável.

Para comemorar a data, a Tetra Pak® anuncia um novo marco de produção de suas embalagens com o selo FSC® (Forest Stewardship Council). Até agosto deste ano, mais de cinco bilhões de embalagens já foram produzidas no Brasil com o registro da certificação. A expectativa é que até o final do ano este número chegue a mais de nove bilhões de embalagens com o selo.

A certificação garante que o papel utilizado como matéria-prima das embalagens é proveniente de áreas florestais manejadas de forma responsável, permitindo ao consumidor monitorar toda a cadeia que envolve a produção do papel da embalagem, desde o plantio das árvores até o produto final. No Brasil, desde junho de 2008 as embalagens produzidas nas unidades da Tetra Pak® em Ponta Grossa (PR) e Monte Mor (SP) utilizam papel certificado FSC® fornecido pela Klabin. A inclusão do selo nas embalagens é feita conforme solicitação dos clien-

56

tes e cresce cada vez mais, demonstrando o interesse destes em comunicar o seu compromisso com as questões ambientais. De acordo com Fernando von Zuben, Diretor de Meio Ambiente da Tetra Pak®, a empresa está atenta a todo o ciclo de vida da embalagem e se empenha na educação dos públicos e na disseminação da importância da matéria-prima certificada, do correto manejo florestal e da preservação da biodiversidade. “Devemos aproveitar cada oportunidade para conscientizar as pessoas”, completa Fernando.

imagem, o que reforça a importância desta comunicação nas embalagens.

Pesquisa De acordo com recente estudo realizado pela Tetra Pak®, 37% dos consumidores de todo o mundo buscam regularmente selos ambientais nos produtos, sendo que 54% deles confiam nas informações contidas nas embalagens.

Sobre a Certificação FSC® O Forest Stewardship Council (FSC®) é uma organização internacional com o objetivo de promover o manejo responsável das florestas do mundo. É umas das principais organizações a estabelecer padrões globais no gerenciamento florestal. O sistema FSC® garante de maneira independente uma rastreabilidade (cadeia de custódia) dos produtos desde a floresta até os pontos de venda. A obtenção da certificação FSC® permite aos clientes da Tetra Pak usar o selo da FSC® em suas embalagens tornando pública sua preocupação com o uso dos recursos florestais no qual seja privilegiado o respeito ao meio ambiente e aos trabalhadores.

Este número representa um aumento de quase 20%, em comparação com as opiniões de 2011. Além disso, em todo o mundo, um em cada cinco consumidores reconhece o selo do FSC®, e associa a imagem com uma gestão florestal sustentável. No Brasil, 90% dos representantes da indústria e 23% dos consumidores reconhecem o selo do FSC® e sabem qual o significado da

FSC® Friday O FSC® Friday é um evento anual dedicado à celebração das florestas e à promoção do manejo florestal responsável ao redor do mundo. Nesse dia, as pessoas são convidadas a olhar para os produtos de madeira e papel que consomem e procurar pelo selo FSC®, pensando nos benefícios sociais e ambientais que o mesmo representa. Saiba mais no Site e no Facebook.


Clever Pack desenvolve tampa de garrafa que põe em prática novo paradigma em sustentabilidade Simples assim, as Clever Caps são tampinhas que já saem de fábrica com duas vidas

C

riadas na Clever Pack, por dois inventores brasileiros, as Clever Caps foram desenvolvidas conforme os preceitos do Ecodesign. Em sua primeira versão comercial (novos modelos, tamanhos e formatos estão por vir), além de montarem entre si, elas também são compatíveis com gargalos comerciais e blocos de montar existentes no mercado. Tal versatilidade faz com que mesmo uma única tampa já seja útil como elemento de construção, de diversos itens de uso prático no dia-a-dia, como cadeiras, luminárias, divisórias de escritório ou até brinquedos. “Reciclar é bom. Reusar é ainda melhor”, afirma . Bastante otimista, o inventor Cláudio Patrick Vollers, CEO da Clever Pack, acredita que as Clever Caps são um importante marco no desenvolvimento de embalagens sustentáveis, tanto por agregarem os três pilares da sustentabilidade (ecologicamente corretas, socialmente justas e economicamente viáveis), como por colocarem em prática, de forma palpável, o conceito de reuso de materiais. Conforme Vollers: “Com as Clever Caps não há necessidade de reciclagem. As tampas já saem de fábrica com uma segunda vida e podem ser simplesmente reutilizadas, sem gasto adicional de energia nem emissão de gases ou resíduos poluentes”.

e desenhos industriais, a empresa objetiva uma rápida expansão dos negócios por meio de licenciamento de empresas locais e internacionais. Também antevê que as Clever Caps serão utilizadas como instrumentos didáticos para estimular a consciência ecológica, bem como elementos para construção de diversos utensílios. Ainda inéditas no mercado mundial, seu primeiro lançamento será realizado no segmento de águas minerais. A primeira aparição pública “ao vivo” das novas tampas está programada para o mês de outubro. A Clever Pack é uma empresa brasileira no segmento de embalagens inovadoras.

Além da sustentabilidade, são também pilares nas linhas de soluções da empresa: segurança, melhor usabilidade e baixos custos de produção. Fundada há apenas quatro anos, a Clever Pack já acumula uma série de prêmios nacionais e internacionais, incluindo a seleção como uma das 10 embalagens mais inovadoras em 2010, na Feira Pack Expo International (Estados Unidos) para sua tampa de segurança contra abertura por crianças. Seu portfolio de desenvolvimento compreende ainda tampas com lacres que evidenciam violação e tampas com travas contra abertura acidental.

Outro inventor das Clever Caps que não esconde entusiasmo é o especialista em patentes Henry Suzuki. Para Suzuki, um interessante diferencial dessa primeira versão comercial das Clever Caps é a sua compatibilidade com blocos de encaixe “Lego”. “O fato das Clever Caps serem compatíveis com os blocos de montar mais populares do mundo aumenta infinitamente suas aplicações. Ao mesmo tempo reduz o risco de que elas se tornem uma moda passageira ou uma bugiganga que as pessoas guardarão por um tempo e depois jogarão fora”. Os planos de negócios da Clever Pack não se restringem ao Brasil nem ao segmento de produtos para o público infantil. Amparada por um significativo portfólio de patentes

58

Luminária


Vitrine Etikor Rótulos | Impressos

Tiliform Rótulos | Impressos

A Etikor produz rótulos adesivos em diversos materiais, incluindo martelé e vergê, dentre outros, com aplicação de diferentes acabamentos, como relevo e numeração sequencial, garantindo um visual original e elegante.

A unidade de Rótulos do Grupo Tiliform possui um parque industrial independente e equipamentos de alta tecnologia para a produção gráfica. No Brasil, foi a pioneira em seu segmento a adquirir uma máquina importada de corte a laser, proporcionando infinitas possibilidades de formato de rótulos. Além do corte a laser, possui acabamento com cold stamping, hot stamping e verniz, além de recursos de específicos para segurança como tintas reagentes, papéis de segurança exclusivos Tiliform, cortes de segurança e recursos gráficos. Possui um Sistema de Gestão da Qualidade certificado NBR ISO 9001, além de Sistema de Gestão de Segurança Empresarial (embasados na NBR 15540 e NBR ISO 27001), para proporcionar também a confecção de soluções gráficas em flexografia para impressos e produtos de segurança. Alguns produtos: Rótulos de venda, Rótulos de Identificação, Rótulos com acabamentos especiais, Adesivos (para caderno, promotores de vendas e promocionais), Etiquetas Informativas, Etiquetas Personalizadas e Etiquetas de Segurança.

Tel: 54 3229-1077 www.etikor.com.br

Tel: 0800-7079-990 www.tiliform.com.br

///////////////////////////////////////////////////////////////////////

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Viappiani

Centenário

Rótulos | Impressos

Rótulos | Impressos

A Viappiani do Brasil adquiriu a divisão Bic Label da Pimaco a qual atua a mais de 50 anos no setor de rótulos auto-adesivos. A empresa faz parte agora do Grupo CTI Invest AG, e tem seu potencial de investimento ampliado. Adota como filosofia uma mentalidade ágil, moderna e competitiva.

Bobinas, saquinhos e papéis, papelcartão, embalagens para doces, laminados, rótulos para garrafa pet, caixas e cartuchos, cartelas, micro-ondulados.

Tel: 14 3711-6000 www.centenario.com.br Tel: 21 2450-9780 www.viappiani.com.br ///////////////////////////////////////////////////////////////////////

Thalls Tampas A Thalls tem como meta a conquista e fidelização de seus parceiros comerciais. O fato da empresa ter um ótimo índice de satisfação, evidencia a nossa preocupação em se manter cada vez mais ativos. Dessa forma nosso comprometimento é com a qualidade e a satisfação dos clientes, ganhando em diferencial de competitividade.

Tel: 11 2432-4567 www.thalls.com.br

60

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Metalgráfica Palmira Embalagens de aço Embalagens de aço de vários formatos e tipos na linha promocional e alimenticia.

Tel: 32 3251-3571 www.palmira.com.br


Vitrine Centerfix

Embali

Rótulos | Impressos

Embalagens | Bisnagas

Alimentício e Bebidas

A Embali conta com o mais avançado sistema de produção e com profissionais altamente qualificados, o que possibilita sua incrível capacidade de produção, agilidade nos prazos, flexibilidade de negociação e ampla vantagem tecnológica nos segmentos em que atua.

Rótulos confeccionados para utilização em todo o segmento alimentício, valorizando seu produto no ponto de venda. Com acabamento de alto nível, ideal para embalagem de catchup, maionese, molhos, temperos, doces, geléias e os mais diversos tipos de alimentos. Rótulos e Etiquetas fabricadas para suportar variação de temperaturas. Especiais para micro-ondas e freezer.

Linha de Produtos: • Alimentício • Farmacêutico • Cosmético • Coletor Universal • Pet • Tampas Tel: 27 4009-3832 www.embali.com.br

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Rótulos produzidos para vários segmentos de bebidas. Confeccionados em papel próprio para vinhos, papel couchê, hot stamping, filme transparente com impressão reversa, resistentes à umidade.

Vidraria Anchieta

Cosméticos

A Vidraria Anchieta vem, ao longo de seus 57 anos de dedicação aos seus clientes, investindo em pessoal e em tecnologia para garantir uma linha de produtos de alta qualidade e direcionando seus esforços para atender as novas tendências do mercado de embalagens de vidro. (Alimentos, Cosméticos)

Rótulos impressos em filmes como BOPP, PE, Poliéster, em branco, transparente ou metalizado. Impressos em cores de cromia ou cores especiais Pantone e metalizadas. Aplicação de hot stamping, cold stamping e calço branco. Rótulos fabricados com as melhores matérias-primas e insumos que garantem a qualidade do seu produto. Rótulos com duplaface tendo a possibilidade de rótulo conjugado com o contra-rótulo. Tel: 11 4122-2988 www.centerfix.com.br

//////////////////////////////////////////////////////////////////////

Fascreen Rótulos | Impressos

Embalagens de Vidro

A empresa lança anualmente novos modelos com o intuito de disponibilizar aos seus clientes uma grande variedade de formas e tamanhos em frascos de vidro. Baseada no seu compromisso em adotar procedimentos que não sejam nocivos ao meio ambiente, a Vidraria Anchieta utiliza gás natural como combustível em seu forno e um sistema de lavagem onde se eliminam as partículas, estando em concordância com as leis de preservação vigentes. Atualmente, para produzir embalagens de vidro para perfumes, cosméticos e alimentos, a empresa trabalha com um forno com capacidade para 83 toneladas diárias, o qual alimenta máquinas I.S. automáticas equipadas para a produção em até 4 gotas. Tel: 11 2090-0670 www.vidrariaanchieta.com.br

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Globalplast Embalagens | Bisnagas

A decoração do frasco com rótulos auto-adesivos bem impressos acabam por proporcionar uma valorização ao produto. Rótulos impressos em cromia com verniz UV, hot stamping nos mais diversos frontais como: Couche especial, laminados, poliéster, Bopp, etc. Tel: 11 3845-2936 www.fascreen.com.br

62

A bisnaga Globoplast se destaca no segmento por oferecer mais do que máxima qualidade, mas também por nosso potencial decorativo e agilidade no desenvolvimento garantindo aos nossos clientes grande apelo de marketing em seus produtos e apresentação diferenciada. Além dos benefícios garantidos e apresentação do produto, a Globoplast oferece soluções adequadas a diferentes aplicações com bisnagas de 19 mm a 50 mm aplicadas a Hidratantes, Óleos Corporais, Tônicos Capilares, Maquiagem, Xampus e Condicionadores, Gels e outros. Tel: (11) 4156-8400 www.globoplast.com.br


Notas Nova embalagem da Ducoco Nova embalagem de 330 ml foi projetada para oferecer mais conforto na hora de beber

Ensacadores Autobag proporcionam velocidade e precisão para o empacotamento industrial Automated Packaging Systems, líder mundial em sistemas de empacotamento de alta confiabilidade apresenta o sistema de empacotamento Autobag® AB 180™ projetado para aplicações de empacotamento industrial, que inclui prendedores de peças, peças elétricas, acessórios para encanamento e muitas outras pequenas peças utilizadas no empacotamento. O AB 180 opera com a velocidade de até 80 sacos por minuto, sendo ideal para empacotar produtos de pequeno a médio tamanho em sacos com até 28 cm de largura e 56 cm de comprimento. O sistema está disponível ensacador independente e pode ser combinado com uma impressora em linha por transferência térmica para formar a configuração Print-n-Pack™ completa. Essa impressora aplica gráficos, texto e códigos de barras diretamente na embalagem, eliminando a necessidade de uma operação separada de rotulação.

Pensando na comodidade dos consumidores, a Ducoco Alimentos e Bebidas, uma das principais empresas do setor no país, adotou a embalagem cartonada com tampa DreamCap da Tetra Pak® para a Água Ducoco de 330 ml. O tamanho e formato são ideais para facilitar o consumo de água de coco na escola, no trabalho, na faculdade, no parque, acompanhando as atividades do dia a dia. O modelo de fechamento DreamCap, vencedor de prêmios mundiais, foi ajustado à geometria da boca após diversos estudos. A nova embalagem garante conforto e fluxo ideal do líquido na hora de beber água de coco, pois evita que o líquido espirre e derrame. A tampa mantém a higiene do gargalo para o consumo imediato, além de conter lacre antiviolação. “A Ducoco procura sempre aprimorar tanto os produtos quanto suas embalagens para oferecer qualidade e conforto ao consumidor”, explica Daniela Guizelini Denizo, gerente de Marketing da Ducoco. //////////////////////////////////////////////////////////////////////

Casa Rex ganhar o primeiro Pentaward de Ouro do Brasil A Casa Rex acaba de ganhar o primeiro Pentaward de Ouro do Brasil, o maior prêmio mundial de design de embalagens, recebido pela linha desenvolvida para Anto’, tradicional marca italiana de ingredientes em conserva. O prêmio é um marco não apenas para a casa, mas também uma conquista de âmbito nacional, contribuindo para a disseminação do design brasileiro dentro do cenário mundial. Além do ouro, a linha de embalagens “Hora do Chá” da Brigaderia também recebeu um Pentaward de Bronze. Resultando em um total de 6 Pentawards em 6 anos de sua participação, fazendo da casa a mais premiada pela competição no país. A cerimônia de premiação ocorreu neste Sábado, dia 21 de setembro em Barcelona

64

O AB 180 é ideal para operações de carregamento manual, ou operação totalmente automatizada usando contadores, balanças e transportadoras Autobag ou de terceiros. A configuração, a armazenagem e o recall da tarefa podem ser facilmente acessados pela interface de usuário AutoTouch™, que também fornece acesso ao diagnóstico de bordo, dados de produtividade e muito mais. Trocas frequentes de produto são realizadas em menos de dois minutos usando os sacos pré-

-abertos em rolo. Há uma grande variedade de tipos de filmes disponível, desde os de resinas de Polietileno de Baixa Densidade Linear (LLDPE) aos materiais coextrudados à prova de gordura/água. Os sacos para o Autobag estão disponíveis em es tilos simples, ou personalizados à pedido do cliente como com perfurações para pendurar e compartimentos, e podem ser pré-impressos em até 10 cores, produzindo uma embalagem que atrai a atenção do consumidor.

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Lançamento Milainox Máquina rotativa Dosadora, envasadora e seladora automática para líquidos em copos plásticos de 200ml e 300ml, com fechamento através de tampa de alumínio termo-soldável, produção 7500 Und. / Hora. CARACTERÍSTICAS - M-75 • Envasa e sela automaticamente copos, para líquidos e iogurte sem polpa. • Produtividade: 7500 unidades/hora • Revestida em aço inox AISI-304 escovado e acabamento sanitário • Executa automaticamente as operações de alimentação de copos e tampas na mesa rotativa • Temperatura de soldagem: 4 a 360° C. • Diâmetro máximo do copo: 75mm; • Altura máxima do copo: 125mm; • Acionamento moto-elétrico: Trifásico 220v/60hz • Painel de comando eletroeletrônico com botoeiras para acionamento e controle das operações; • Consumo máximo de energia elétrica: 1,9 Kw/h. • Dispensa mão de obra especializada em pneumática para manutenção. • Baixo custo de manutenção / peças reposição a pronta entrega. • Interrupção automática da colocação de tampas na ausência de copos, reduzindo o desperdício de materiais. • Redução de mão de obra para operação do equipamento (01 operador atende 02 máquinas)


Notas Avery Dennison anuncia certificações de origem de seus materiais

A

Avery Dennison Corporation (NYSE:AVY) formalizou a política global da empresa de promover a busca e o uso de papéis de origem controlada. A política já está disponível no site da empresa na seção Reports and Downloads (Relatórios e Downloads). “Como líder em materiais para rótulos autoadesivos e embalagens, temos a responsabilidade de ajudar nossos clientes e a indústria a tornarem-se mais sustentáveis”, explica Dean Scarborough, presidente e CEO da Avery Dennison. “Nossa política nos norteará a utilizar materiais de origem controlada e certificada, além de usá-los mais eficientemente em nossas operações e desenvolver produtos cada vez mais verdes.” Desenvolvida com o suporte da organização não governamental internacional Rainforest Alliance, a política da Avery Dennison compromete-se a: • identificar as fontes de celulose, fibra natural e papel usadas nos materiais e soluções de rotulagem e embalagem; • assegurar que seus fornecedores sigam práticas de manejo sustentável das florestas; • avaliar e premiar a performance ambiental de seus parceiros na cadeia produtiva; • tentar maximizar o uso de material reciclado e fibras com operações certificadas pelo FSC® (Forest Stewardship Council®); • buscar alternativas à utilização de fibras de fontes duvidosas.

A Avery Dennison está trabalhando com especialistas externos em certificação, incluindo a Rainforest Alliance, para determinar o risco para a cadeia de suprimentos da empresa de uso de madeira ilegal ou de formas irresponsáveis de extração. A empresa também trabalha para desenvolver sistemas e procedimentos para documentação, verificação e relatórios sobre a atuação dos fornecedores.

“Revisaremos nossa política e nossos compromissos regularmente para garantir que eles reflitam os padrões industriais e estejam baseados em evidências científicas,” completa Scarborough. “Nossa meta é ajudar a minimizar os impactos ambientais e sociais de nossas decisões de suprimento em todo o ciclo de vida do papel.” O portfólio da Avery Dennison, inclusive no Brasil, já inclui materiais com certificação FSC (Forest Stewardship Council); materiais contendo entre 10% e 100% de material reciclado pós consumo; e a utilização de fibras provenientes de fontes alternativas, como bagaço de cana-de-açúcar e linter de algodão. Além disto, 49 plantas da Avery Dennison aderiram à cadeia de custódia do FSC; somente as operações certificadas com o selo FSC CoC podem ter produtos com a marca FSC.

Soluções para o Brasil

A operação da Avery Dennison no Brasil segue os mesmos objetivos e metas globais em relação à sustentabilidade de produtos e sistemas. Agora, o Centro de Distribuição da empresa na região Nordeste, por exemplo, também está apto a comercializar os produtos com a certificação FSC. “Desta forma, agora temos três Centros de Distribuição aptos no país: Jaboatão dos Guararapes (PE), Vinhedo (SP) e Porto Alegre (RS)”, lembra Ronaldo Mello, vice presidente do Grupo de Materiais da Avery Dennison na América do Sul. A empresa também apresenta para o mercado local um novo portfólio de produtos em rolos certificados. Com isto, mais de 30 novos produtos foram somados ao portfólio atual, totalizando 38 produtos com a certificação FSC. “Nossa equipe continua trabalhando para que novos produtos sejam disponibilizados para o mercado em breve”, diz Mello. Outro ponto positivo é que o Brasil possui diversas florestas com a certificação FSC. “Dados do próprio FSC indicam 7.276 milhões de hectares certificados na modalidade de manejo florestal, envolvendo 95 operações de manejo, entre áreas de florestas nativas e plantadas. O país ocupa o 5º lugar no ranking total do sistema FSC.” complementa Mello: “Na modalidade de cadeia de custódia, o Brasil conta com aproximadamente 961 certificados, com uma taxa de crescimento de um novo empreendimento certificado a cada dia.”

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Henkel lança adesivo hotmelt com temperatura de aplicação mais baixa do mercado Comparado aos hotmelts convencionais, o TECHNOMELT COOL SUPRA 100 reduz em até 50% o consumo de energia

L

íder global em adesivos, selantes e tratamento de superfícies, a Henkel apresenta o novo adesivo hotmelt TECHNOMELT COOL SUPRA 100 para a indústria de embalagem. Com temperatura de aplicação de 100°C, é o hotmelt com a temperatura de aplicação mais baixa de sua classe no mercado. Esta inovação da Henkel lança extrema eficácia na produção de embalagens, ao mesmo tempo em que também promove a sustentabilidade nas operações para os clientes. Testes de produção realizados por

66

fabricantes de bens de consumo na Europa demonstraram que a baixa temperatura de aplicação do produto reduz em até 50% o consumo de energia comparado aos hotmelts convencionais. Além da baixa temperatura de aplicação de 100°C e alta força adesiva, o novo hotmelt é igualmente caracterizado pela adequabilidade no processo de selagem, fechamento de embalagem e montagem de bandeja. Assim como todos os produtos da linha do Technomelt, o TECHNOMELT COOL SUPRA 100 é adequado para a aplicação na indústria de alimentos.

Ampla janela de aplicação permite embalagens a quente e a frio Um adicional oferecido pelo TECHNOMELT COOL SUPRA 100 é sua grande resistência ao calor e flexibilidade às temperaturas baixas, o que capacita seu uso tanto para aplicações a quente quanto a frio. A baixa temperatura de aplicação proporciona também a inicialização mais rápida do aplicador e o desgaste dos componentes da máquina é reduzido de maneira significativa. Deste modo, o TECHNOMELT COOL SUPRA 100 economiza parte do funcionamento do equipamento e aumenta a eficácia da produção.


SmartLase C150: Exclusiva e patenteada SCT SmartLase Code Technology

A

codificadora SmartLase série C, produzida pela Markem-Imaje, oferece a configuração adequada para as indústrias de alimentos e bebidas, qualquer que seja a velocidade de sua produção, o tamanho ou o substrato do produto, trazendo ampla variedade de lentes, cabeças e fontes. Com a inovadora tecnologia laser patenteada SmartLase Code Technology - SCT, é projetada para mercados de alimentos desidratados, congelados e chocolates, por exemplo, que necessitam codificar em papel e para indústria de bebidas, em garrafas PET, sem risco de perfurar, mesmo os substratos mais finos. A tecnologia SCT permite realizar linhas, curvas e pontos com uma perfeita qualidade de impressão, resultando num desempenho de marcação 30% superior em relação aos padrões de mercado. Com até 99,9% de taxa de disponibilidade, 30% de aumento do tempo de vida útil do codificador (devido à redução dos ciclos de trabalho), o uso da SmartLase C150 aumenta a taxa de produção, operando a uma temperatura de até 45ºC, graças à otimização do resfriamento da cabeça e do controlador sem ar da planta.

A SmartLase C150 chega a imprimir 900 caracteres por segundo, trabalhando a uma velocidade de 125m/minuto,10W com tubo CO2, codificando em produtos estacionários ou em movimento. É resultado de um projeto sustentável que utiliza mais de 80% de materiais recicláveis para adotar iniciativas ecológicas. Na indústria alimentícia a capacidade de impressão pode chegar a 120 caracteres por código, com informações legíveis e permanentes que garantem a rastreabilidade e a prevenção ao desvio de produtos nesses setores. Com design modular e compacto (2 módulos separados: controlador é integrado com a interface e cabeça do laser), a SmartLase C150 se adapta facilmente às linhas de produção e pode ser instalada com facilidade e segurança.

Perfil

Integrante do Product Identification Group – PIDG da Dover Co. a Markem-Imaje fornece soluções completas para marcação e codificação com avançadas tecnologias a jato de tinta, transferência térmica, laser, grandes caracteres em alta definição e Print&Apply, para a marcação de embalagens primárias, secundárias, pallets, em vidro, papel, papelão, plástico, alumínio, PET, etc.


Notas Owens-Illinois desenvolve linha de garrafas sustentáveis para microcervejarias Com catálogo específico O-I investe no mercado de cervejas artesanais com garrafas dedicadas ao perfil do negócio nacional De olho nesse mercado, que atualmente conta com mais de 200 microcervejarias, a Owens-Illinois, parceira das marcas líderes no setor de bebidas, desenvolveu um catálogo exclusivo com garrafas que atende às demandas dos produtores microcervejeiros. No total, são oferecidas seis opções de embalagens no portfólio da empresa com diferentes tamanhos e capacidades e que têm como vantagem uma ampla área de rotulagem, permitindo ao produtor cervejeiro estampar a singularidade de sua marca. O destaque desse catálogo fica a cargo das garrafas Cerveja ECO 330 e Cerveja ECO 600. Essas embalagens são significativamente mais leves, pensado 185 e 300 gramas respectivamente, e são produzidas sob o conceito sustentável da linha Leve+Verde da Owens-Illinois. As embalagens da linha são de 18 a 25% mais leves em comparação com outras do mesmo formato e produzidas a partir da mesma matéria-prima, além de promover uma economia de 20% no consumo de energia e menos emissão de CO² na atmosfera em sua produção e transporte.

A Crown expande o portfólio no Brasil para atender ao aumento na demanda por variedade A líder em embalagens tem agora a mais extensa linha de latas no país A variedade de embalagens é importante no mercado brasileiro de bebidas. Nele, as marcas continuamente procuram novos formatos que ajudarão seus produtos a se destacarem no ce-

nário competitivo. Embora a lata de 355 ml seja o padrão do setor já há muitos anos, cerca de um quarto de todas as latas fabricadas no Brasil atualmente têm tamanhos alternativos[1]. A CROWN Embalagens Metálicas da Amazônia S.A., uma subsidiária da Crown Holdings, Inc. (NYSE: CCK) (Crown) (www.crowncork.com), expandiu sua série com o lançamento de uma nova lata sleek de 425 ml, dando à empresa o maior portfólio de embalagens de bebidas disponível no Brasil. As marcas de bebidas continuam a ampliar sua fatia do próspero mercado brasileiro, sempre introduzindo inovações nos produtos e novas opções de embalagens”, diz Rinaldo Lopes, Presidente da CROWN Embalagens Metálicas da Amazônia S.A. “Fomos os primeiros a oferecer a lata de 550 ml no Brasil para atender às exigências dos clientes; a lata de 425 ml é outro tamanho comercializado para atuar junto a clientes de bebidas energéticas, cervejas e refrigerantes que desejam um formato exclusivo para suas

marcas.” Além dos formatos mais novos e da lata padrão de 355 ml, a Crown fabrica latas sleek estilizadas de 269 ml, 310 ml e 355 ml que ajudam a diferenciar as marcas nas prateleiras. A Crown também fornece latas maiores como a de 475 ml, dando um total de sete tamanhos diferentes em sua linha de produtos no Brasil. As latas de bebida feitas de alumínio podem trazer vários benefícios, como leveza e rapidez de resfriamento, às marcas que procuram ampliar a fidelidade do consumidor e a fatia de mercado. As latas de bebidas também são 100% e infinitamente recicláveis. Desde 2001, o Brasil é líder mundial na reciclagem de alumínio[2]. Os números mais recentes da Associação Brasileira de Fabricantes de Latas Altamente Recicláveis mostram que 98,3% de todas as latas de alumínio são recicladas no Brasil. A variedade vai além do tamanho das latas e inclui as tampas para bebidas. No Brasil, a Crown produz a tampa para bebidas SuperEnd®, que reduz o uso de metal em 10%. A Crown também oferece a 360 End™, conhecida no Brasil como “copaço”, em que a tampa inteira é removida e a lata se transforma em um copo. A Crown opera no Brasil desde 1942 e tem uma presença forte com fábricas de latas de bebidas em Cabreúva, Estância e Ponta Grossa, além de uma fábrica de tampas para bebidas em Manaus. Em 2013, a Crown anunciou a construção de uma nova instalação de latas de bebida em Teresina (PI) e deverá iniciar sua comercialização em 2014.

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Molhos para Salada Castelo em embalagem promocional A edição limitada inclui produtos da linha tradicional e Leve Vita em frasco de 236ml, com 50ml grátis A Castelo Alimentos, uma das principais marcas do segmento de vinagres e temperos, leva às gôndolas dos supermercados os molhos para salada da sua marca em embalagem promocional de 236ml, sendo 50ml grátis, ou seja, o consumidor só paga por 186ml. A edição limitada de Molhos para Salada Castelo está disponível nas versões Parmesão, Caseiro, Rosé, Italiano, Limão e Balsâmico, além de toda a linha Leve Vita, composta por molhos com menos calorias e ricos em fibra nos sabores Chá Verde com Limão, Iogurte com Hortelã e Mostarda com Mel. O objetivo da ação é oferecer ao mercado uma alternativa vantajosa e com giro garantido, pois estimula os consumidores a experimentarem os nove sabores de molhos para salada da Castelo Alimentos. A campanha vai até o final dos estoques. Ficha técnica: Design do rótulo: Projeto Integrado Packing Design Artes Gráficas Gráfica: Flexoprint Tampa: Revpack Frasco: Premium Plastic Embalagens

70


Notas Tetra Pak aposta no segmento de feijão pronto para temperar A expectativa da empresa é que, nos próximos cinco anos, 15% dos 15 bilhões de pratos de feijão consumidos anualmente no Brasil sejam vendidos em embalagens longa vida

A soluções para processamento e envase de alimentos, aposta no desenvolvimento do feijão pronto para temperar em embalagem longa vida no Brasil. A expectativa da empresa é que do total de 15 bilhões de pratos do produto consumidos anualmente no País, cerca de 15% do volume seja comercializado em embalagens cartonadas. A aposta da multinacional sueca é resultado de anos de pesquisa. A Tetra Pak® realizou um amplo estudo sobre a alimentação dos brasileiros e identificou o feijão como um dos alimentos considerados mais importantes não só na mesa dos consumidores, como também para a cultura brasileira. “Com o feijão em caixinha, estamos disponibilizando aos consumidores uma opção de alimento saudável, com a segurança e a praticidade da embalagem longa vida e com o mesmo teor nutricional que o feijão cozido na panela de pressão”, afirma Eduardo Eisler, Vice-Presidente de Estratégia de Negócios da Tetra Pak® para América Central e Sul. Um diferencial importante dentro do desenvolvimento do feijão pronto em embalagem longa vida, destaca Eisler, é o fato de que chega às prateleiras sem tempero, contendo apenas feijão e água. “A pesquisa nos mostrou que o ponto mais importante para o consumidor é o tempero. Ou seja, o consumidor não quer perder tempo no longo processo de cozimento, mas faz questão de manter seu próprio tempero e seu toque pessoal”.

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Silgan apresenta tampa VersaSeal para evitar desperdício na hora de servir Fabricante ainda oferece as tampas twist-off 58 mm e twist-off 38 mm para o segmento de lácteos A Silgan White Cap do Brasil, associada da Abeaço (Associação Brasileira de Embalagem de Aço), apresenta a tampa exclusiva VersaSeal para pote VersaFlow produzido pela O-I. O conjunto inovador contém um suave bico na borda que traz elegância e praticidade ao envase e, além de evitar desperdício de alimentos acumulados em torno das bordas dos frascos, facilita na hora de servir sopas, molhos, azeites, caldas etc.

A fabricante também lançou recentemente, para o segmento de lácteos, as tampas twist-off 58 mm e twist-off 38 mm, ambas com botão de segurança, impressas com alta tecnologia e sofisticação gráfica, que garantem a segurança alimentar do conteúdo envasado e valorizam a apresentação dos produtos no ponto de venda.


Notas As Novas Embalagens da CCGL são Ilustradas pela Fescher Neoilustração

Phisalia moderniza embalagens e amplia portfólio de produtos A PHISALIA, que desenvolve cosméticos e produtos de higiene pessoal para bebês e público infanto-juvenil, participou da Beauty Fair 2013 para apresentar ao mercado algumas novidades em suas linhas de produtos. A empresa lançou mais uma fragrância na linha TRÁ LÁ LÁ Baby, a Bem Estar, e uma nova rotulagem para toda esta série. Além da mudança nos rótulos, a Phisalia apresentou, com exclusividade, a nova fragrância Bem Estar, de TRÁ LÁ LÁ Baby, que se junta às já conhecidas Hidrata e Suave como opção de cuidados para os pequeninos - todas sem corante e com fórmulas aprovadas pelos especialistas (dermatologistas e ofatlmologistas).

A equipe da Fescher produziu duas novas composições, criadas pela Duas Designers através da agência Paim, para as novas embalagens de leite em pó e UHT da CCGL (Cooperativa Central Gaúcha Ltda). Nas embalagens, foi representado um típico cenário rural, com animais saudáveis e pastos verdes iluminados pela luz do sol. Esta tranquilidade foi obtida tanto por uma minuciosa escolha de cores quanto por um primoroso cuidado de composição. E, para representar o “splash” de leite, houve uma grande atenção com os brilhos e as translucências. Com tantos detalhes reunidos, a Fescher Neoilustração se diz orgulhosa com o resultado do trabalho. Estas novas imagens já podem ser encontradas no mercado e também no site da CCGL.

/////////////////////////////////////////////////////////////////////

Cachaça Linda volta ao mercado e utiliza garrafa da Verallia Em meados dos anos 50, a Cachaça Linda foi lançada no Brasil. Agora, décadas mais tarde, a bebida retorna ao mercado em edição limitada, fabricada pela Casa Di Conti, envasada na garrafa da Verallia – divisão de embalagens de vidro para alimentos e bebidas do Grupo Saint-Gobain.

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Farmax relança linha Hidraderm e embalagens têm identidade visual desenvolvida pela OBAH Design Os sabonetes líquidos, sabonetes esfoliantes, sabonetes íntimos, sabonete em barra glicerinado e loções hidratantes apresentam novas fórmulas e identidade visual desenvolvida pela OBAH Design. Segundo a gerente de marketing da Farmax, Flávia Amaral, as mudanças nas embalagens da linha marcam os 33 anos da marca e mostram que a empresa está atenta às tendências, buscando surpreender seus clientes.

Serão produzidas 55 mil garrafas de 750 ml da nova versão, com rótulos numerados e que exibem a famosa imagem da ‘musa inspiradora’ da marca.

Outros produtos de outras linhas da marca com embalagens, também assinadas pela OBAH, serão lançados até o final deste ano.

No site da Cachaça Linda (www.cachacalinda. com.br), o consumidor pode adquirir a edição limitada da bebida nas opções luxo, em caixa de madeira e comum.

Sobre a embalagem A OBAH redesenhou o logo e as embalagens da linha de sabonetes e hidratantes Hidraderm, da Farmax, destacando os principais atributos dos produtos e criando uma comunicação envolvente e eficiente para a marca. Frescor, limpeza e hidratação predominam na nova identidade que combina suavidade e sentidos, reproduzindo e contrapondo os conceitos de leveza e intensidade de boas sensações. Grafismos, cores em aquarela, linhas gráficas e ícones explicativos exploram o lado sensorial dos consumidores e fortalecem a presença da marca no segmento de cuidados pessoais.

72


Notas Colônia Jequiti Platinum traz DuPont™ Surlyn na tampa

Giullians renova identidade de seus licores com garrafa exclusiva da Owens-Illinois

Material foi escolhido por seu brilho, transparência, liberdade de design e sofisticação

Empresa com mais de 15 anos de tradição de bebidas finas – traz ao mercado sua linha de licores artesanais em novas e exclusivas embalagens Owens-Illinois

DuPont™ Surlyn®, resina utilizada em tampas e recipientes de marcas líderes do mercado de cosméticos, foi o material escolhido pela Jequiti - uma das maiores empresas de cosméticos do Brasil para compor a tampa da nova fragrância masculina na marca. Desenvolvida especialmente para o Dia dos Pais, a colônia Jequiti Platinum traduz o estilo e a atitude do homem contemporâneo, que não abre mão da sofisticação. A embalagem da nova colônia traduz o lado exclusivo e contemporâneo que todo o homem procura na escolha de um perfume. Para dar continuidade ao layout do frasco, a equipe de design de embalagens da Jequiti optou pela resina DuPont™ Surlyn® na tampa. “O material oferece elegância, sofisticação, resistência e segurança ao produto. Por ser flexível, Surlyn® é o material que mais se assemelha ao vidro, trazendo características importantes especialmente em transparência e brilho”, explica José Boaventura, gerente de Marketing da divisão de Polímeros para Embalagem e Produtos de Consumo da DuPont Brasil. Mariana Nogueira, gerente de P&D Embalagens Jequiti, ressalta que a resina da DuPont foi a que melhor atendeu todas as exigências técnicas do projeto. “Demandávamos uma peça que proporcionasse a perfeita continuidade entre a tampa e o frasco, dando impressão de homogeneidade na embalagem. Além de oferecer um visual moderno e arrojado ao produto, DuPont™ Surlyn® proporciona transparência, segurança e resistência que queríamos para a tampa deste produto”.

/////////////////////////////////////////////////////////////////////

Embalagens foram desenvolvidas pela Brainbox Design Estratégico

As novas garrafas dos licores Giullians fazem parte da linha Covet, desenvolvida pela Owens-Illinois para atender às demandas do crescente mercado Premium para alimentos e bebidas. As embalagens dessa linha possuem design arrojado, qualidade superior e mais transparência e brilho. Esses atributos despertam a atenção do consumidor, agrega valor e diferencia o produto já nos pontos de vendas. “Nossa empresa procura transmitir a excelência de seus produtos de forma completa, desde a embalagem até a qualidade das bebidas. O resultado dessa dedicação é confirmado através da satisfação de nossos clientes que cada dia mais valoriza nossos produtos”, completa Daniel Góes, presidente da Giullians. A Giullians está localizadano município de São Roque, a 60 quilômetros da cidade de São Paulo, e fabrica suas bebidas de forma artesanal e com ingredientes exclusivos. Os licores Giullians estão disponíveis nos sabores Chocolate, Leite, Cereja, Amêndoas, Menta, Café, Pequi, Anis, Milho e Alcachofra e já podem ser encontrados nas principais redes de varejo do País. //////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Casa Rex desenvolveu o redesign de marca, embalagens e communication identity de Glysolid Através dos anos Glysolid tem construído um grande espaço na vida das mulheres, sendo principalmente reconhecida por sua icônica lata vermelha de creme para as mãos. No entanto, sua imagem era vista como antiquada pelos consumidores, e portanto uma atualização era necessária. A identidade foi construída com base na herança visual da marca e de seu status clássico já consolidado, unindo sua icônica lata vermelha a novos visuals aspiracionais. Ao traduzir os principais atributos visuais da lata vermelha para sua nova identidade, potencializamos sua iconicidade a todos os formatos, fortalecendo a linha como um todo, e ao mesmo tempo reforçando o papel único da lata dentro da identidade e seu portfólio, criando uma linha unificada e relevante para os consumidores de hoje. “A nova estrutura de marca é icônica e distinta, evocativa da sua tradicional lata vermelha, criando uma forte identidade que mantém seu apelo clássico; ao mesmo tempo em que sua nova

fonte tipográfica, com bordas mais arredondadas e a uma terminação mais suave para o “y”, introduz traços mais femininos, e novos visuals aspiracionais ilustram os benefícios funcionais individuais de cada produto, criando uma forte diferenciação, e introduzindo um apelo mais suave e alinhado aos códigos visuais contemporâneos da categoria.”, comenta Gustavo Piqueira, proprietário da Casa Rex e diretor criativo do projeto.

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Puro Sabor apresenta nova identidade visual

As embalagens foram desenvolvidas pela Brainbox Design Estratégico e o projeto não só foi inspirado na explosão de cores da nova coleção como também utilizou as cores dos produtos. O resultado são embalagens lindas que ainda mostram, logo de cara, quais são as novas cores que as consumidoras vão adorar.

74

A logomarca e as embalagens das versões de 250g e 500g foram reformuladas com traços modernos, cores fortes que transmitem movimento, calor e graça, para atrair ainda mais a atenção dos consumidores nos pontos de venda. Para fazer essa mudança, a marca realizou pesquisa com consumidoras dos estados do Ceará e da Bahia com o objetivo de aprofundar o entendimento do papel da margarina na vida dos consumidores.


Notas Rexona Men lança tecnologia inovadora

Harald investe no lançamento de novas embalagens

Novo design é assinado pela Pininfarina

Reposicionamento da empresa estende sua nova identidade corporativa para todas as suas linhas de produtos

A nova embalagem dos antitranspirantes Rexona Men aerossol foi desenvolvida em parceria com o Estúdio Pininfarina, uma das mais famosas empresas de design do mundo, que se tornou ícone do universo masculino por desenhar carros de luxo como Ferrari e Maserati nos últimos 80 anos. A nova embalagem não é só um novo look; traz diversas melhorias, como a modificação do aplicador do produto que agora tem tamanho maior e vem em borracha em alusão à superfície de pneus; a nova trava de fechamento com melhor possibilidade de manuseio; a visualização do mecanismo interno de disparo, o que intensifica a experiência de uso; um spray com sonorização intensificada e por fim, um chassi redesenhado para maior resistência do frasco. “Acreditamos que esta seja uma parceria de sucesso, pois traz aos nossos consumidores a união da eficácia de Rexona Men às credenciais de alta engenharia e tecnologia da Pininfarina”, afirma Bruno Francisco, diretor da categoria de desodorantes da Unilever. O que mudou: Chassis: redesenhado para maior resistência do frasco e design arrojado permitindo a visualização do mecanismo interno de disparo, além do uso da cor vermelha remetendo aos grandes projetos de design de carros esportivos da Pininfarina. Anel de Travamento: novo anel de travamento com maior acessibilidade para o manuseio e com som do click mais audível, o quê garante o travamento. Botão atuador: Em tamanho maior e em borracha o que remete à superfície de pneus e ao design da Pininfarina.

////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Bony Açaí lança sua nova embalagem produzida pela Rexam A lata foi produzida pela Rexam A lata utiliza tinta ultravioleta branca que faz a lata brilhar no escuro quando exposta à luz negra. O rótulo conta ainda com impressão HD e usa de forma inédita tinta metálica roxa e verniz perolizado que, juntos, dão um aspecto premium ao produto. A nova embalagem ja está disponível nos mercados desde agosto.

76

A Harald vai mudar as embalagens de todos os seus produtos. Essa alteração está acontecendo gradualmente e faz parte do projeto de reposicionamento da marca. A primeira fase desse projeto ocorreu no ano passado, quando a empresa completou 30 anos. Na ocasião, a Harald teve seu logotipo atualizado de acordo com a nova identidade corporativa que traduz sua liderança, principalmente no mercado de coberturas. O novo layout desenvolvido para padronizar todas as suas embalagens tem a predominância da cor vermelha que remete ao universo do chocolate e facilita a associação dos produtos com a marca Harald. Contudo, cada linha possui identidade e cor próprias para facilitar sua identificação.

Mattavelli produz embalagens dos Chocolates Premium Mendoá

Embalagens e materiais promocionais dos Chocolates Premium “Mendoá”, lançados recentemente no mercado, foram produzidos pela Mattavelli Gráfica e Editora com matérias-primas especiais atóxicas e inodoras aprovadas por órgãos nacionais e internacionais como CETEA, FDA e ISEGA. De roupagem sofisticada, assim como os chocolates, as embalagens foram produzidas em papel triplex 250g/m² com laminação fosca e detalhes em verniz UV com reserva e hot stamping ouro. Com um departamento especializado no desenvolvimento e aprimoramento de embalagens, ainda disponibiliza para as indústrias de alimentos impressão com tinta atóxica certificada e produtos exclusivos como o verniz Opaque 832 e o papel almofada. O verniz Opaque, criado e patenteado pela Mattavelli, é ecologicamente correto e biodegradável, proporciona o mesmo efeito da laminação fosca e custa até 50% menos.

////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Languiru apresenta nova embalagem “abre-fácil” do leite Longa Vida As gôndolas dos supermercados já estão oferecendo o leite Longa Vida (UHT) da Languiru envazado na nova embalagem “abre-fácil” (Flexi Cap). Em parceria com a TetraPak, a cooperativa teutoniense desenvolveu uma embalagem cartonada com tampa especial, utilizada para as versões Integral, Semidesnatado e Desnatado. A nova embalagem é mais fácil e prática para abrir, sem a necessidade de utilizar objetos cortantes. Além disso, seu sistema facilita o manuseio e protege o leite na geladeira. Tecnologia TetraPak Os testes, com a parceria da empresa TetraPak, foram iniciados no mês de junho, com ajustes da planta industrial da Laticínios Languiru. O envase do leite na nova embalagem é feito por máquina com sistema de última geração e capacidade produtiva de oito mil litros por hora, dois mil litros por hora a mais que a capacidade da outra máquina já utilizada na Languiru. “A nova tecnologia permite à cooperativa aumentar significativamente sua capacidade de produção e eficiência, contribuindo para a qualidade de atendimento aos clientes e ainda apresentando um diferencial na própria embalagem, com produto seguro para atender às expectativas do mercado consumidor. Aliamos ao leite com a qualidade Languiru a praticidade da embalagem ‘abre-fácil’”, destaca o gerente da Indústria de Laticínios Languiru, instalada no município de Teutônia, Lauri Reinheimer.

A melhoria dos equipamentos na indústria é feita de maneira gradual e contínua, permitindo atender a demanda de produção e exigências de qualidade. Para 2014 está prevista mais uma linha de envase Fexi Cap e uma terceira linha para 2015. As embalagens convencionais do leite UHT em caixinha e sachê continuam no mercado, principalmente para outros estados brasileiros. O Rio Grande do Sul será priorizado na comercialização da embalagem “abre-fácil”. Além da boa aceitação do leite Languiru, a expectativa é de que com a nova embalagem ocorra um novo aumento no share de mercado.


Notas Nova embalagem dos sucos da Juxx chegam ao mercado

Verallia confecciona novas garrafas para Casa Di Conti

Mudança faz parte da estratégia da companhia, que pretende padronizar a identidade visual

Embalagens foram elaboradas no “Dia da Criação”, encontro que reúne cliente e fabricante com o objetivo de definir o design do projeto

A marca de sucos Juxx, empresa pioneira na produção e comercialização de sucos funcionais no Brasil, apresenta a nova embalagem das caixas de 1 litro da linha de bebidas, começando pelo suco de blueberry, lançamento da empresa.

Em breve os consumidores dos produtos da Casa Di Conti, marca que há 15 anos lidera o mercado nacional de vermutes, com 31% das vendas no Brasil, irão notar as novas embalagens das bebidas Contini 500 ml, Conti Cola 290 ml, Conti Cola 1 litro e vodka Barkov. A responsável pela confecção das garrafas que em breve chegam às lojas é a Verallia - divisão de embalagens de vidro do Grupo Saint-Gobain.

A nova roupagem segue a estratégia da marca de trazer mudanças para seus consumidores e tem o objetivo de permitir que o consumidor identifique com mais facilidade os atributos da marca, como a funcionalidade e benefícios que o produto possui. O design é composto por cores sólidas, de acordo com a respectiva fruta do produto, e selos e certificações foram acrescentados para facilitar a identificação dos públicos que consomem produtos específicos, como alimentos funcionais. O novo design foi desenvolvido pela agência amz|mp para toda a linha de produtos – cranberry, romã, ameixa e cranberry com morango.

Para o consumidor, o aspecto visual do produto é peça fundamental, sendo assim, os profissionais da Casa Di Conti precisaram escolher a fabricante das novas embalagens com muito critério. “A Verallia é uma parceira de muitos anos. A facilidade de contato e a abertura para novos projetos foram os principais motivos da escolha. Além da qualidade do atendimento e dos produtos que são fabricados por ela”, conta Abilio Duarte Neto - Gestor de Marketing da Casa Di Conti. Para viabilizar o projeto, a Verallia recebeu em sua fábrica uma equipe da Casa Di Conti. Essa oportunidade que a fabricante de embalagens de vidro proporciona aos clientes, de participar diretamente da confecção das garrafas, é conhecida

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

A Pavioli tem design renovado //////////////////////////////////////////////////////////////////////

O St Marche lança patês com novas embalagens

O redesign da marca e o novo conceito de embalagens foram criadas pela Santo Expedito Desig Os 45 anos da Pavioli estão impressos na qualidade e praticidade de seus produtos, e, agora, com design renovado. O redesign da marca e o novo conceito de embalagens foram criadas pela Santo Expedito Design e Editoração e receberam cores vibrantes, aliando a tradição e a contemporaneidade. Especializada na produção de massas frescas, massas para pizzas e petiscos de trigo para as regiões Sul e Sudeste, a Pavioli lança sua nova marca e embalagens na ExpoAgas 2013. O redesign da marca e a renovação das embalagens chega para contribuir com a praticidade de seus produtos. “Queremos conectar nosso consumidor com nossa tradição, dando mais identidade à marca”, afirma a gerente de marketing da

O St Marche lançou patês marca própria com novas embalagens, de design moderno com oito cores, uma para cada sabor, azeitona, alho poró, peito de peru, gorgonzola, ervas finas, damasco com amêndoas, tomate seco e pistache com brie e mel, são embaladas em potes plásticos com lacre de alumínio e luva impressa em offset pela Fotoimpress.

78

como “Dia da Criação”. Durante o encontro entre as empresas, o produto é desenvolvido em parceria, dos primeiros esboços do design ao desenho definitivo. “(A visita) foi essencial para atender aos objetivos e estratégias que havíamos traçado para os produtos. Principalmente para o projeto do Contini 500 ml, pois a marca tem muita tradição no mercado e precisávamos que a garrafa seguisse o design da embalagem de 900 ml, que já é conhecida”, lembra Neto. Para ele, sem o processo do “Dia da Criação”, a confecção das novas garrafas seria mais demorada, fator que atrasaria a chegada dos itens ao cliente final. O gestor de Marketing ainda destaca que as novas embalagens darão “identidade forte e grande apelo visual” aos produtos. A expectativa da empresa é aumentar as vendas entre 10% e 15%.

Pavioli, Kalinca Kaufmann Kulpa. Para a diretora da Santo Expedito Design e Editoração, Claudia Machado, a marca mudou para acompanhar o consumidor e se adequar às suas expectativas. As embalagens receberam um design mais contemporâneo e atraente, com cores marcantes que vão do magenta ao verde limão. “A remodelação vai além da estética, queremos facilitar a visualização entre os produtos e facilitar a conexão com o público da Pavioli”, afirma. Para as embalagens dos Paviolitos, a Santo Expedito Design e Editoração contou com as produção dos artistas da Fescher Neoilustração. Os cinco diferentes sabores (Cebola e Salsa, Bacon, Churros, Queijo e Tradicional) foram ilustrados no estilo “cartoon”, criando forte identificação com o público alvo dos produtos. Com as novas embalagens, a Pavioli destaca sua tradição em inovar. Oferece, por meio de um novo design, a conveniência e a praticidade de produtos feitos com carinho e qualidade.


Notas Fescher ilustra novas embalagens de linha infantil da Josapar

A Indústria da Imagem assina o design de embalagem da linha de atuns Salera

A Fescher Neoilustração foi chamada pela agência Incomum para ilustrar o mascote das embalagens de uma nova linha de produtos lançada na marca Meu Biju da Josapar .

A Salera Produtos Gastronômicos acaba de lançar uma linha de atuns em conserva nas versões: atum em azeite de oliva, em molho de cardamomo picante, em molho de ervas finas, marinado em shoyo com gengibre e molho especial de tomate, atum e especiarias.

Batizado de Zinho , o simpático leãozinho recebeu uma atenção especial de brilho, volume e sombra, sendo projetado para que pudesse estar ambientado com os outros elementos das embalagens dos mingaus Meu BijuZinho. Mesmo sendo uma ilustração de origem 2D, o “fofinho” mascote interage com outras imagens 3D nas embalagens do produto apresentado em 3 diferentes sabores.

A embalagem se diferencia na apresentação do produto, que é envasado em um pote de vidro acondicionado em um cartucho com uma janela posicionada em uma das quinas, possibilitando múltiplas formas de apresentação no PDV. O design retrô, alinhado ao visual das embalagens de pescados no início do século XX, as cores variadas e atraentes para cada versão do produto, têm como resultado um design contem-

porâneo e com grande destaque no PDV, sem perder o aspecto rústico da produção de uma receita de família

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Jequiti apresenta nova embalagem para itens da linha Eu As embalagens, que antes tinham cores fortes, ganharam tonalidades doces e suaves, assim como as apaixonantes fragrâncias que garantem brilho e hidratação nos cabelos durante todo o dia.


29ª FISPAL TECNOLOGIA

RECEBE MAIS DE 64 MIL VISITANTES E DECISORES DE COMPRA QUALIFICADOS O EVENTO SE RENOVA A CADA EDIÇÃO, SENDO A PRINCIPAL FEIRA DO SETOR NA AMÉRICA LATINA

P

Para muitas empresas do setor de alimentos e bebidas o ano começa depois da Fispal Tecnologia - Feira Internacional de Embalagens, Processos e Logística para as Indústrias de Alimentos e Bebidas, que reuniu em sua 29ª edição duas mil marcas expositoras nacionais e 100 internacionais, de 16 países. De 25 a 28 de junho, mais de 64 mil visitantes qualificados e decisores de compra passaram pelo Pavilhão do Anhembi para conhecer as novidades e inovações em máquinas, equipamentos e produtos. O evento também vem se renovando a cada edição e este ano recebeu um número expressivo de 86 novos expositores.

“A marca Fispal participa ativamente da evolução da indústria de alimentos e bebidas nacional, sendo a principal feira para as empresas do setor”, afirma Clélia Iwaki, diretora da feira. A próxima edição está marcada para 3 a 6 de junho de 2014.

80

De grandes marcas a micro e pequenos empreendedores, a Fispal Tecnologia impacta nos resultados de negócios efetivados durante e pós-feira. “Não esperávamos um retorno tão positivo. Vendemos 12 máquinas, que representam cerca de R$ 1,5 milhão”, releva Rafael Granato, gerente comercial da Milainox. Bons contatos e concretização de vendas também foram comemorados pela Kawamac, que atingiu quase R$ 200 mil com a venda de dois equipamentos. “Em relação ao nível de procura, esta edição foi bem melhor do que a de 2012, e já fechamos o contrato para participar da feira em 2014”, afirma Donizeti de Almeida, diretor comercial.


“A organização da feira este ano está melhor que em outras edições da Fispal Tecnologia, com público mais qualificado e interessado em conhecer os produtos. Também tivemos um resultado de negócios superior, com vendas realizadas durante o evento. Cerca de 40% são clientes novos, especialmente de pequenos empreendedores que precisam automatizar a produção”, diz Alex Samsonas, gerente de marketing das empresas Fabrima e Masipack. Outras empresas participaram do evento com o objetivo de se apresentar ao mercado, a exemplo da Epson, que é referência no setor de informática. “Escolhemos a Fispal Tecnologia porque estamos há pouco tempo atuando com equipamentos de robótica e queremos tornar a marca conhecida no setor de alimentos e bebidas”, diz Giulio S. Barbieri, gerente de produto.

Durante a Fispal Tecnologia, 2.500 pessoas participaram da votação da categoria “Voto Popular Profissionais” da 13ª edição do prêmio ABRE da Embalagem Brasileira. “Por meio do Voto Popular é possível constatar os principais lançamentos de embalagens do mercado brasileiro, analisando as tendências dos diferentes materiais de embalagem, design estrutural, novas linguagens e identidade visual, o alinhamento entre famílias de produtos, dentre tantos outros fatores que demonstram a evolução do nosso setor, ano a ano”, afirma Luciana Pelegrino, diretora executiva da ABRE.

As revistas Embalagem & Tecnologia e a revista Alimentos & Bebidas, estiveram presentes fazendo cobertura da feira e a distribuição dos exemplares para os profissionais do setor que estiveram em seu estande.

Empresários e especialistas atuantes em todos os setores da indústria de embalagens para alimentos e bebidas (A&B) também tiveram a oportunidade de participar dos congressos que aconteceram durante a Fispal Tecnologia 2013, no Holiday Inn Park Hotel. Durante os três dias de evento, estratégias para redução de custo operacional, otimização da produção e inovação na indústria de A&B foram debatidas nos congressos Operações Industriais, Desenvolvimento de Embalagens. Entre os dias 25 e 27 de junho, 250 congressistas participaram dos debates. Na plenária de abertura, os executivos Carlos Eduardo Gouveia, da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Dietéticos e para Fins Especiais (ABIAD), Hélvio Collino, da Associação Brasileira da Indústria de Ingredientes (ABIAM), Luis Madi, do Instituto

de Tecnologia de Alimentos (ITAL), César Borges de Souza, vice-presidente da Caramuru Alimentos e Emilio Marques Jr., CFO para América Central e do Sul da Tetra Pak, discutiram os entraves e melhores práticas para aumentar o valor agregado dos produtos processados para exportações. “No mundo todo, os maiores produtores e exportadores de alimento focaram em valor agregado. Alemanha, Holanda, Estados Unidos, China, Índia, Austrália, Nova Zelândia. Isso significa investimento em alimentos processados. Mas o Brasil ainda não faz isso. Entre outros fatores apontados pelo presidente do ITAL para impulsionar o processamento de alimentos no país está o mapeamento das micro e pequenas empresas

alimentícias. Novas exigências de comunicação, rotulagem e venda de alimentos também mudarão os processos nas indústrias, a partir da notificação eletrônica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, prevista para 2013. Até então, o comunicado de início de fabricação de um produto era absolutamente físico e a informação distribuída nas agências locais da Anvisa o que dificultava o trabalho dos fiscais da agência nacional. “Agora as empresas do setor deverão fornecer muito mais informações, como composição, rotulagem nutricional, rótulo, alvará, laudos, entre outros itens que estarão centralizadas num banco de dados único”, afirmou Ana Maria Giandon, engenheira de alimentos da AMG Foods.

81


D

urante a Fispal Tecnologia, 2.500 pessoas participaram da votação da categoria “Voto Popular Profissionais” da 13ª edição do prêmio ABRE da Embalagem Brasileira. “Por meio do Voto Popular é possível constatar os principais lançamentos de embalagens do mercado brasileiro, analisando as tendências dos diferentes materiais de embalagem, design estrutural, novas linguagens e identidade visual, o alinhamento entre famílias de produtos, dentre tantos outros fatores que demonstram a evolução do nosso setor, ano a ano”, afirma Luciana Pelegrino, diretora executiva da ABRE.


A

presentar as novidades, conquistar novos clientes e fortalecer o setor de embalagem de aço, foram os objetivos traçados e alcançados pelas associadas da Abeaço (Associação Brasileira de Embalagem de Aço) - Silgan, Rojek e

Na 29ª Fispal (Feira Internacional de Embalagens, Processos e Logística para as Indústrias de Alimentos e Bebidas). O estande Vila do Aço contou com cerca de 2 mil visitantes entre os dias 25 e 28 de junho. Durante os quatro dias os associados receberam representantes de empresas em busca de novidades para incrementar as embalagens e tampas de seus produtos. “Nosso estande não parou um minuto, estava sempre com clientes e fornecedores. Levamos novidades, recebemos elogios e apareceram muitas empresas interessadas”, conta Eliane Romero, gerente Comercial da Silgan White Cap do Brasil. A Silgan apresentou a tampa exclusiva VersaSeal para pote VersaFlow, conjunto inovador que traz elegância, eficiência e praticidade ao envase de sopas, molhos, azeites, caldas etc, e levou lançamentos no segmento de lácteos com as tampas twist-off 58 mm e twist-off 38 mm, ambas com botão de segurança, impres-

sas com alta tecnologia e sofisticação gráfica. Além de reforçar o lançamento da tampa DEEP Silgan, com sua lateral mais alta e ampla, que oferece maior visibilidade à marca e destaca o produto final na gôndola. O balanço da Fispal 2013 também foi positivo para a Metalgráfica Rojek, que levou o sistema abre-fácil Rojek, com fechamento a alto vácuo para as embalagens food service, usadas, por exemplo, por restaurantes, bares, lanchonetes e padarias. A nova embalagem dispensa o abridor e facilita o manuseio com conforto e segurança. Com o sistema abre-fácil Rojek, é possível conservar melhor os alimentos envasados até mesmo em latas maiores e com praticidade. De acordo com Sandro Moreira, gerente comercial da Rojek, houve aumento de 10% a 15% de novas procuras e questionamentos sobre a lata e seu fechamento em comparação com a feira de 2012. “O objetivo principal da feira é receber os clientes, fortalecer o relacionamento e apresentar as novidades”, completa Moreira. Já a Princípia, que participou pela primeira vez do evento, também aprovou os resultados obtidos. “Os contatos que fizemos foram de qua-

lidade. Sem dúvidas valeu a pena participar da feira”, diz Adriana Alcerito Lima, diretora executiva da Princípia. A empresa apresentou três embalagens especiais recentemente lançadas no mercado com foco no segmento promocional para envasar desde roupas até chocolates. Uma delas é a Embalagem Luminária, que vem com furos com formato de estrela e uma vela para ser encaixada na tampa da lata, transformando-a em uma linda luminária. A Lata Vaso, com formato semelhante ao vaso de flores, vem com uma semente para ser plantada após o consumo de chocolates, biscoitos, e também a Embalagem Coração, lata com formato de coração que pode ser utilizada para guardar diversos utensílios e objetos.


FISPAL TECNOLOGIA

NORDESTE

PERNAMBUCO RECEBE A FISPAL TECNOLOGIA NORDESTE EM NOVEMBRO EVENTO APRESENTA NOVIDADES EM EMBALAGENS, MÁQUINAS E LOGÍSTICA PARA O SETOR DE ALIMENTOS E BEBIDAS

P

ernambuco se prepara para receber a Fispal Tecnologia Nordeste, entre os dias 5 e 8 de novembro, das 16h às 22h, no Centro de Convenções, no Recife. Organizada pela BTS Informa, segunda maior promotora de feiras do Brasil, a mostra é uma versão regional do maior evento do setor na América Latina, que acontece anualmente em São Paulo. A expectativa é que 70 marcas expositoras apresentem novidades em embalagens, processamentos e logística para as indústrias de alimentos e bebidas. O credenciamento já pode ser feito através do site http://www. fispaltecnologianordeste.com.br. A Fispal Tecnologia Nordeste tem como objetivo dar visibilidade a marcas que queiram expandir suas ações no mercado do Nordeste, oportunizando excelentes chances de negócios. “A feira é a única que traz lançamentos e tendências de tecnologia para os setores de alimentos e bebidas da região Nordeste”, ressalta o diretor regional da BTS Informa, Rodrigo da Fonte. A indústria na região é uma das que mais cresce em todo o País. Segundo dados do Banco Central, a economia do Nordeste foi menos suscetível aos impactos da crise mundial, apresentando taxas anuais do Produto Interno Bruto (PIB) superiores às registradas no Brasil, atingindo 1,7% na Bahia e 3,1% no Ceará. Em Pernambuco, o cresci-

mento foi de 3,8% e o Estado ainda possui a expectativa de receber cerca de R$ 16 bilhões nos próximos três anos, através de iniciativas como a Refinaria Abreu e Lima, o Estaleiro Atlântico Sul, a criação dos polos petroquímico, em Suape, e farmacoquímico, na Zona da Mata, além da transposição do Rio São Francisco. “O Nordeste tem se mostrado um excelente mercado, no qual temos alcançado bons resultados durante esses 10 anos de feira. Em 2013, já superamos 30% dos números obtidos em 2012”, destaca Rodrigo da Fonte. Em 2012, a Fispal Tecnologia Nordeste, juntamente com a Fispal Food Service Nordeste realizadas sempre simultaneamente, movimentaram mais de R$ 900 milhões em negócios e atraíram cerca de 25 mil visitan-

86

tes. Entre os expositores confirmados estão a Emifor Indústria de Alimentos, a Metalúrgica Italiano, a JSM Indústria e Comércio, a Tubarão Indústria e Comércio de Alimentos, a Engeltec Equipamentos, a Unirons Plásticos, a Jobdantas Service , a Igus do Brasil, a Raposo Pisos e Pinturas Epoxya e a Rimaq Indústria e Serviços de Máquinas.


55


3º Congresso Brasileiro de Bebidas acontecerá de 23 a 25 de outubro O mais importante evento do setor no País apresentará as principais inovações tecnológicas e de serviços para o segmento

A

Associação de Fabricantes de Refrigerantes do Brasil - Afrebras realizará o 3º Congresso Brasileiro de Bebidas - Confrebras, de 23 a 25 de outubro de 2013, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Neste ano, o maior evento do segmento de bebidas nacionais será realizado junto com a 5ª ExpoBev – Feira dos Fornecedores da Indústria de Bebidas. Entre congressistas e visitantes, são esperados mais de sete mil pessoas.

O Confrebras é realizado desde 2005 e tem por objetivo apresentar e debater as principais questões que envolvem o setor de be-

88

bidas. Neste ano, os participantes do evento poderão participar de palestras, fóruns e workshops a respeito de temas atuais como tributação, sustentabilidade empresarial, economia, concorrência e desafios futuros. As atividades contarão com a participação de autoridades políticas e econômicas de renome nacional, além de fabricantes e fornecedores da indústria de bebidas.

grado como o maior e mais importante evento do gênero. É um local ideal para a realização de novos negócios para as empresas”, afirma o presidente da Afrebras, Fernando Rodrigues de Bairros.

Durante o 3º Confrebras e a 5ª Expobev também serão expostas as principais inovações tecnológicas e de serviços para o segmento. “O Confrebras, por ser o fórum ideal para avaliações, discussões e reivindicações do setor como um todo, tem se consa-

Data: de 23 a 25 de outubro de 2013. Local: Centro de Exposições Imigrantes. Endereço: Rodovia dos Imigrantes Km 1,5. São Paulo/SP. Site: www.confrebras.org.br

Confrebras 2013 - Congresso Brasileiro de Bebidas e 5ª Expobev


Embalagem & Tecnologia - Nº16  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you