Issuu on Google+


2

Superstock/Other Images–Brasil

UNIDADE

Investigar o passado

Tony Lilley/Alamy/Other Images

Brinquedos dos anos 1940.

Carrinhos de brinquedo dos anos 1960.

28

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 28

12/07/12 14:00


Garry Gay/Alamy/Other Images

Brinquedos dos anos 1980.

1. Esses objetos são do passado ou do presente? Espera-se que o aluno responda que são do passado.

2. Quem estuda o passado?

Resposta pessoal. O aluno poderá indicar, por exemplo, o cientista ou o pesquisador.

3. Será que existe uma maneira de estudar o passado? Como é? Resposta pessoal.

29

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 29

12/07/12 14:00


Escrever o passado, escrever a História

James Marshall/Corbis/Latinstock

H. Armstrong Roberts/Corbis/Latinstock

Você já aprendeu que todas as pessoas têm uma história e que ela começa no momento do seu nascimento. Fazem parte da história de vida de cada pessoa os acontecimentos que ela vive (como viagens, festas, atividades do dia a dia etc.), seus documentos pessoais (como o de identidade, o boletim escolar etc.), suas lembranças, seus brinquedos, suas roupas etc.

Essa é uma das fotografias que dona Lourdes mostra à neta: jogando bolinha de gude com seus amigos do bairro em 1951, quando tinha 11 anos.

Essa foi sua primeira máquina de escrever, ganhada no ano de 1961. A máquina de escrever possibilitou que textos fossem escritos por meio do uso de teclas, que, ao serem apertadas, imprimiam letras, números e sinais diretamente no papel.

H. Armstrong Roberts/Retrofile/Getty Images

SSPL/Getty Images

Dona Lourdes nasceu em 1940. Em 2011, aos 71 anos, ela conta suas lembranças para sua neta Cíntia. Para isso, utiliza um álbum com fotografias.

Essa fotografia, de 1972, mostra o aniversário de 8 anos de Sérgio, filho de dona Lourdes e pai de Cíntia.

30

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 30

12/07/12 14:00


Dawidson França

Mas existe um tipo de pesquisador responsável por estudar o passado dos seres humanos e escrever a história deles. É o historiador. Assim como os detetives, os historiadores procuram suas “pistas”, que são os vestígios deixados pelas pessoas ao longo do tempo. Esses vestígios são chamados de fontes históricas.

1. Complete as frases a seguir. historiadores a) Os passado dos seres humanos.

são pesquisadores que estudam o

b) Os vestígios deixados pelas pessoas ao longo dos anos são chamados fontes históricas

de

c) Escrever o passado é escrever a

. História

d) Podemos contar a história de cada pessoa desde o seu

. nascimento

.

2. Observe as fotografias e leia as legendas da página ao lado. Em seguida, anote na linha do tempo os anos em que alguns fatos aconteceram na vida de dona Lourdes. 1940

1951

1961

1972

Nascimento

Brinca com os amigos

Ganha uma máquina de escrever

Aniversário do filho

31

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 31

12/07/12 14:00


As fontes históricas Qualquer vestígio humano pode ser uma fonte histórica: cadernos, lápis, roupas, brinquedos, cartas, jornais, e-mails, quadros, fotografias, móveis etc. Porém, para estudar melhor cada fonte, os historiadores dividiram-nas em grupos, pois cada uma é estudada de um jeito diferente.

Livro de Arnoldus Montanus com 250 gravuras sobre a América, publicado em Amsterdam, na Holanda, em 1671.

Álbum com fotografias do início do século XX.

Página da Gazeta do Rio de Janeiro, de 1808. Esse foi o primeiro jornal do Brasil.

Coleção Brasiliana Itaú

ontes escritas: bilhetes, agendas, cadernos, cartas, revistas, jornais, F livros, leis etc. são considerados fontes escritas porque têm predomínio de textos escritos. Coleção Brasiliana Itaú

◆◆

Coleção Brasiliana Itaú

ontes visuais: pinturas, desenhos, fotografias, mapas, vídeos etc. são F considerados fontes visuais porque neles predominam as imagens. Imagebroker/Alamy/Other Images

◆◆

Passaporte de Manuel Crioulo, um escravizado de Pernambuco, 1641. Esse documento o autorizava a ir até o Rio de Janeiro.

32

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 32

12/07/12 14:00


ontes materiais: objetos em geral, como móveis, roupas, construções, F máquinas, ferramentas de trabalho, são considerados fontes materiais. Museu da Inconfidência, Ouro Preto/Foto: Rômulo Fialdini

Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro/Foto: Rômulo Fialdini

◆◆

Telefone usado entre os anos de 1891 e 1910.

ontes orais: gravações de depoimentos e entrevistas com pessoas são F consideradas fontes orais. Elas se baseiam no relato oral de pessoas que contam suas lembranças.

Nitro Imagens

◆◆

Urna de eleição utilizada em cerca de 1750, na região do atual estado de Minas Gerais.

Gravação de uma entrevista. Fotografia de 2006.

33

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 33

12/07/12 14:00


a) fonte visual

c) fonte oral

b) fonte escrita

d) fonte material

d

Máquina de costura, data desconhecida.

a

Ilustração infantil.

Silvio Ribeiro/AE

d

Documentos da década de 1870. Rob Bartee/Alamy/Other Images

Entrevista de 2008.

Ronnie McMillan/Alamy/Other Images

b

Garrafas de refrigerante, década de 1980.

Coleção Brasiliana Itaú

c

Richard Nowitz/Getty Images

Adrian Sherratt/Alamy/Other Images

1. Anote qual é o tipo de fonte histórica que cada imagem representa, de acordo com a indicação abaixo.

a

Cosmografia de Sebastian Münster, 1540.

2. Se você tivesse de estudar a história de um colega de sala de aula, quais poderiam ser suas fontes? Espera-se que o aluno faça referência a uma grande diversidade de fontes, como fotografias, depoimentos de familiares, desenhos, roupas, objetos pessoais, cadernos, RG etc.

3. Em revistas e jornais, pesquise imagens que poderiam ser usadas como fontes históricas por um historiador. Organize as imagens e monte um cartaz separando as fontes conforme os quadros. Fontes escritas

Fontes visuais

Fontes materiais

Fontes orais

34

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 34

12/07/12 14:01


Ler e compreender Vamos exercitar o olhar sobre as fontes visuais com estas imagens.

Fotografia de 1880.

2

Lambert/Archive Photos/Getty Images

Album/akg-images/Archie Miles/Latinstock

1

Fotografia de 1945.

1. Identifique tudo o que possa lhe dar alguma informação sobre as crianças retratadas. Siga o roteiro. a) Qual é a data de cada imagem?

1: 1880; 2: 1945.

.

b) Como as crianças estão vestidas? Na imagem 1, o menino está com um tipo de jaqueta com gola branca, de bermudas, meias que chegam quase até os joelhos e sapatos de cano alto. Na imagem 2, a menina usa vestido, sapatos e meias na altura da canela, um laço de fita no cabelo e tem, possivelmente, uma pulseira no pulso esquerdo.

c) Aparecem brinquedos na cena? Quais? Sim. Na imagem 1, é possível identificar um cavalinho de madeira e, na imagem 2, lousa e bonecas. A menina também segura um livro.

d) Agora complete as frases: bonecas

◆ Ainda

◆ No passado, era comum as crianças usarem botas e sandálias, enquanto

hoje muitas crianças brincam com como há setenta anos.

hoje a maior parte das crianças usa

tênis ou chinelos

.

35

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 35

12/07/12 14:01


Registros históricos Por que usamos roupas? Na nossa sociedade, mulheres e homens se vestem da mesma maneira? Será que eles se vestiram sempre como se vestem hoje? E em outros lugares do mundo? As roupas são fontes materiais e também podem nos ajudar a entender a transformação e a permanência de alguns comportamentos ao longo do tempo. 1. Observe as imagens e descreva o modo de vestir das mulheres retratadas há cerca de 150 anos.

Retrato de Lady Middleton, de Franz Xaver Winterhalter. Óleo sobre tela, 1863.

2

Christie's Images/Corbis/Latinstock

The Bridgeman Art Library/Keystone

1

Camponesa com cesta de peixe, de Pierre Marie Beyle. Óleo sobre tela, cerca de 1858-1902.

Fotografia 1:

A mulher usa um vestido luxuoso, joias e enfeites.

.

Fotografia 2:

A moça usa um vestido simples e carrega uma cesta de peixe.

.

◆◆

Converse com os colegas: essas mulheres pertencem ao mesmo pois há várias diferenças no modo de vestir que grupo social? Por quê? Não, indicam que elas pertencem a grupos sociais diferentes: nobreza e campesinato (grupo dos camponeses).

36

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 36

12/07/12 14:01


 forma de se vestir também está relacionada com a cultura de cada A povo.

Martin Harvey/Corbis/Latinstock

1

GM Photo Images/Alamy/Other Images

Fotografia de 2008.

2

Michele Burgess/Alamy/Other Images

3

Fotografia de 2006.

Fotografia de 2007.

2. Relacione o número de cada fotografia acima a uma destas legendas. 2

1

O sári é um pano comprido, cheio de enfeites e bordados, que as mulheres indianas enrolam no corpo.

O uso de brincos longos e colares e o colorido das roupas são característicos das mulheres africanas do povo massai.

Roupas de lã, enfeitadas com figuras variadas, são encontradas em trajes típicos de mulheres peruanas. Elas também usam poncho, 3 uma espécie de capa, e gorro para se proteger do frio.

3. Destaque as peças do Jogo de Memória dos diferentes modos de vestir do passado e do presente da página 5 do Material Complementar. Com a ajuda do professor, forme uma dupla e comecem a jogar.

37

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 37

12/07/12 14:01


Patrimônio histórico e cultural

Rogério Reis/Pulsar Imagens

As construções também podem ser consideradas fontes históricas, pois revelam aspectos importantes do passado. Elas fazem parte do nosso patrimônio histórico e cultural. Muitas pessoas moram e trabalham em construções antigas, feitas há muito tempo. Em muitos casos, os donos dessas construções ou os responsáveis por elas têm de preservar suas características. Isso significa que não podem, por exemplo, alterar seu estilo, ou seja, as características externas da construção.

O Museu Histórico de Sergipe (à direita) fica na praça de São Francisco, no município de São Cristóvão, Sergipe. A praça é considerada patrimônio cultural da humanidade desde 2010. Fotografia de 2010. patrimônio histórico e cultural: patrimônio significa “herança paterna”, ou seja, bens recebidos dos pais. Já o patrimônio histórico e cultural é uma riqueza que o povo recebe das gerações anteriores, grupos de pessoas que viveram em épocas diferentes no passado. Deve ser conservado para que as pessoas possam conhecer a história da comunidade, seus costumes, tradições, modos e condições de vida.

38

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 38

12/07/12 14:01


Margarida Neide/Agência A Tarde/AE

Os documentos escritos, as fotografias, as obras de arte, os objetos, as construções, as praças e outros locais públicos possuem grande valor, pois guardam informações sobre a história da sociedade. Também merecem atenção especial as festas populares e outras manifestações artísticas, como danças, músicas e filmes, além de brincadeiras. Eles formam o patrimônio histórico e cultural da sociedade.

Roda de capoeira em Salvador, estado da Bahia. Fotografia de 2008. Em 15 de julho de 2008, a capoeira foi oficializada como patrimônio cultural brasileiro pelo governo federal.

Troca de ideias Respostas pessoais.

1. Existem construções antigas onde você mora? Quais? Elas estão bem conservadas? 2. Por que é importante preservá-las? 3. Como você pode contribuir para a preservação do patrimônio histórico e cultural? Conte aos colegas e ao professor.

39

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 39

12/07/12 14:01


Museus

Rogério Cassimiro/Folhapress

Você já foi a um museu? Em sua opinião, para que existem museus? Muitas pessoas pensam que nos museus só há objetos que ninguém usa mais. Mas isso não é verdade. Os museus são lugares repletos de informações sobre o modo de vida de pessoas e de animais de outros tempos, por exemplo. Eles também expõem objetos e imagens relacionados com a nossa vida e a vida de outros povos e culturas, em diferentes épocas.

Crianças observam esqueletos de animais em sala dedicada aos dinossauros no Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, na cidade de São Paulo. Fotografia de 2005.

40

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 40

12/07/12 14:01


Juca Martins/Olhar Imagem

Guga Matos/JC Imagem

Museu do Mamulengo em Olinda, estado de Pernambuco. Fotografia de 2007. Mamulengo ou fantoche é um tipo de boneco usado em peças de teatro. O Museu do Mamulengo tem mais de 1 700 bonecos do Brasil e da América Latina.

Crianças no Museu Afro Brasil, em São Paulo, estado de São Paulo. Fotografia de 2007. Esse museu preserva e promove o patrimônio cultural brasileiro, africano e afro-brasileiro.

1. Na sua cidade existem museus? Respostas pessoais.

2. Se existem, o que eles expõem?

3. Se você já visitou um museu, conte aos colegas e ao professor como foi. 4. Observe as fotografias das páginas 40 e 41. Em seguida, ligue o nome do museu ao tipo de objetos que ele preserva, de acordo com as imagens.

Museu de Zoologia

fantoches

Museu do Mamulengo

esqueletos de animais

Museu Afro Brasil

patrimônio afro-brasileiro

41

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 41

12/07/12 14:01


Ler e compreender

Leia este texto.

Roberto Weigand

Os anos passam. Um dia a gente aparece procurando um documento, mexe aqui, mexe ali... e o que acontece? Na gaveta mais baixa da velha cômoda ou penteadeira, a gente sempre acha antigas lembranças, velhas brincadeiras. José Carlos B. de Aragão. Aventuras no fundo da gaveta. Belo Horizonte: Miguilim/SEC, 1991. s.p.

1. Marque com um X qual é o tema do poema. A descoberta de uma velha penteadeira. X

A descoberta de lembranças e brincadeiras antigas.

2. Sublinhe no texto um verso que indique a passagem do tempo.

O aluno poderá indicar “Os anos passam“, “antigas lembranças‘‘, “da velha cômoda ou penteadeira” ou “velhas brincadeiras”.

3. Pinte o quadro que indica a brincadeira mais antiga. Jogar pião.

X

Brincar de video game.

4. Converse com um adulto que more com você e peça a ele que lhe ensine uma brincadeira da infância dele. Depois, ensine-a a seus colegas de sala de aula e brinque com eles. Resposta pessoal. 5. Que tipo de fonte histórica você utilizou para fazer a atividade anterior? Fonte escrita.

Fonte material.

X

Fonte oral.

42

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 42

12/07/12 14:01


Vamos retomar

Ilustrações: Dawidson França

1. Leila escolheu guardar alguns objetos que lembram a sua infância.

a) Os objetos que a menina escolheu podem ser considerados fontes históricas? Por quê? Sim, porque podem ajudar a contar sobre os tipos de objeto que as crianças usavam na época da infância de Leila.

b) Procure no diagrama os objetos encontrados por Leila. Circule no quadro com a cor indicada pelo tipo de fonte histórica. fonte escrita

fonte visual

fonte material

Fotografia: fonte visual; bicho de pelúcia: fonte material; livro e agenda: fontes escritas.

◆◆

fotografia

◆◆ livro

◆◆

bicho de pelúcia

◆◆ agenda

W

F

O

T

O

G

R

A

F

I

A

B

T

Y

Ç

Ú

N

K

R

J

X

E

O

G

Q

C

Z

G

Ç

M

L

S

B

I

C

H

O

D

E

P

E

L

Ú

C

I

A

V

N

B

E

D

U

W

N

Z

F

L

I

D

O

V

G

M

X

Ç

T

G

E

D

I

T

K

F

O

T

R

O

P

R

T

C

E

B

A

P

A

R

U

Y

H

O

P

X

43

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 43

12/07/12 14:01


X

X

X

Crianças brincando de amarelinha em Goiás. Fotografia de 2009.

Teatro Ópera de Arame em Curitiba, estado do Paraná. Fotografia de 2001.

Sony Pictures Classics/Direção: Walter Salles/Fotografias: Walter Carvalho

Bonecos de barro, artesanato feito por pessoas que vivem em Caruaru, estado de Pernambuco. Fotografia de 2010.

Diomedia

Juca Martins/Pulsar Imagens

Heudes Regis/JC Imagem

2. Marque com um X as fotografias que podem representar o patrimônio histórico cultural do Brasil.

X

Cartaz de Central do Brasil, filme brasileiro de 1998, dirigido por Walter Salles.

3. Marque V para verdadeiro e F para falso em cada frase. F O historiador estuda o passado apenas através de fontes escritas. V

Os museus expõem objetos, imagens, sons e depoimentos de diferentes culturas e de diferentes épocas.

F

Somente as construções podem ser consideradas patrimônio histórico e cultural.

V Roupas e móveis podem ser encontrados em museus. V

Os museus existem porque é importante conhecer os modos de vida de um povo e preservar a sua história.

44

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 44

12/07/12 14:01


Sugestões Para ler Aventura no fundo da gaveta, de José Carlos B. de Aragão. Belo Horizonte: Editora Miguilim, 2002. Nesse livro, a gaveta que guarda objetos esquecidos representa nossa cabeça. De repente, há muito tempo fechada, ela se abre e oferece muitas lembranças importantes da vida de cada um. ◆◆

Bisa Bia, Bisa Bel, de Ana Maria Machado. São Paulo: Editora Salamandra, 2007.

Editora Salamandra

◆◆

Bel é uma menina cheia de imaginação e de perguntas sobre a vida. Uma fotografia antiga, encontrada por acaso em uma das faxinas da mãe, põe em cena a figura da Bisa Bia, sua bisavó criança, que vai lhe ensinar muita coisa sobre a vida. ◆◆

Deslembrar, de Luciano Pontes. São Paulo: Editora Larousse, 2009.

◆◆

Editora Escala

Trazer à memória, fazer recordar, rememorar, ter lembrança… tudo isso. A personagem desse livro — uma menina Lembrança — nos aparece alegre e triste, guardando sentimentos e sensações e nos deixando melhores a cada dia, a cada momento.

Um tesouro pra todos — Conversando sobre patrimônio cultural, de Newton Foot. São Paulo: Editora Escala, 2007. Esse livro traz a ideia de patrimônio cultural e exemplos de como ele é transmitido de geração a geração.

Para acessar ◆◆

Museu Paraense Emílio Goeldi As atividades do museu concentram-se no estudo científico dos sistemas naturais e socioculturais da Amazônia, bem como na divulgação de conhecimentos e do acervo relacionado à região. Disponível em: <www.museu-goeldi.br>. Acesso em: jun. 2012.

45

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 45

12/07/12 14:01


Jacky Naegelen/Reuters

Museus Uma das maneiras mais interessantes de realizar estudos é visitando museus. Em museus, você poderá aprender muito.

David R. Frazier Photolibrary, Inc./Alamy/Other Images

Khaled al-Hariri IE/ABP/Latinstock

Visitantes observam obras do Museu do Louvre, na cidade de Paris, na França. O Louvre é um dos maiores e mais famosos museus de arte do mundo. Fotografia de 2009.

Mulher observa objetos de mais de 5 mil anos no Museu de Damasco, na Síria. Fotografia de 2004.

Visitantes no Museu de Antropologia da Cidade do México, no México, observam objetos de pedra do povo asteca. Fotografia de 2007.

1. Em que países do mundo estão localizados os museus citados nestas páginas? Síria, França, México, Coreia do Sul, Brasil e Etiópia.

2. Quais desses museus você gostaria de conhecer? Por quê? Resposta pessoal.

46

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 46

12/07/12 14:01


Delfim Martins/Pulsar Imagens

Reuters/Kim Kyung-Hoon Latinstock

AfriPics.com/Alamy/Other Images

O Museu da Língua Portuguesa, localizado na cidade de São Paulo, no Brasil, foi criado para valorizar e preservar um patrimônio cultural nosso, a língua portuguesa. Fotografia de 2006.

Visitantes observando crânios no Museu Nacional da Etiópia, que abriga alguns dos esqueletos humanos mais antigos encontrados até hoje. Fotografia de 2008.

Crianças observando reconstrução de antigo navio de guerra em museu de Seul, capital da Coreia do Sul. Fotografia de 2005.

3. Que tal organizar, com os colegas e o professor, uma exposição em sala de aula? a) Escolham um tema a ser pesquisado e reúnam objetos, como documentos escritos, fotografias e peças de roupa, que vocês possam trazer à escola. b) Combinem a data com o professor e montem a exposição. Convidem colegas de outras salas para uma visita.

47

02-Plural_Historia3_Uni2_028a047.indd 47

12/07/12 14:01


Coleção Plural História