Page 1

Jornal Paroquial

uerigma

Abril | 2014

Ano V - nº 04

Paróquia São Pio X - Camaragibe / PE

Ressurreição "Ide depressa e dizei aos discípulos que ele ressuscitou dos mortos" (Mt 28,7)

Ressurreição X Reencarnação

No âmbito religioso sempre paira a dúvida a respeito da ressurreição e da reencarnação.

Palavra Pastoral

Jornada Mundial da

Juventude Semana Santa

No próximo dia 13 de abril, domingo de Ramos, a Igreja celebra a XXIX Jornada Mundial da Juventude, em Roma.

Mural


02

Carta ao Leitor Caro Amigo Leitor, e ste m ê s d e

N

abril a Igreja celebra a Páscoa do Senhor, festa da Ressurreição, tempo de vida e esperança. A Páscoa é preparada pelo tempo da Quaresma e pela Semana Santa, principal semana para a vida da Igreja. Confira a matéria sobre a JMJ 2014, as notícias do mural Paroquial, a Palavra Pa s t o r a l e t a m b é m u m a matéria explicando a diferença entre Ressurreição e Reencarnação. Boa Páscoa!

Equipe Querigma.

Jornal Paroquial

uerigma Direção

Correção Final:

M. do Carmo Lima

M. do Carmo Lima José Cordeiro Gabrielly Gonçalves

Edição e Diagramação: Edijalme Moura Bruno Mateus

Tiragem: 1.500 exemplares

Palavra Pastoral Ao longo da nossa complexa e desafiadora existência humana – quer em nível pessoal, quer em nível comunitário/social - são inúmeras as situações em que a vida fica dolorida, e fragilizada e diminuída. São, assim, as muitas situações de morte que nos acompanham tornando o existir uma “não-vida”. Por outro lado, mesmo em meio à “não-vida”, queremos e buscamos sair de tal estado existencial para reencontrarmos a alegria do viver, saborearmos a beleza e grande do mistério da vida humana de modo mais intenso possível! É, pois, no contexto desta dinâmica que marca o cotidiano e a História da existência humana que a Páscoa se insere como um acontecimento no qual, diariamente, dizemos um forte e sonoro “não” à morte e ao mal (e todas suas expressões) e abraçamos a Vida e, com esta, refazemos a opção pela solidariedade, por um estilo comedido no uso dos bens materiais, pelo respeito às diferenças, etc., etc. No sentido cristão, na Páscoa, celebramos o grande acontecimento por meio do qual Jesus, pela sua entrega na Cruz, venceu a Morte, reduzindo-a um mero instante a partir do qual ingressaremos na eternidade. Desta forma, a Páscoa é o acontecimento central da nossa vida cristã e, neste sentido, em cada Celebração Eucarística, o próprio Jesus atualiza sua entrega pela humanidade, por nós seus discípulos e discípulas. Ainda, na Eucaristia, bendizemos ao Pai pelas conquistas pascais que, com a força do Espírito, conseguimos realizar a cada dia e nos fortalecemos para o enfrentamento de tantos males que ameaçam a dignidade da vida humana, inclusive, a deplorável chaga do tráfico humano no qual tal a dignidade de filhos e filhas de Deus é vilipendiada na medida em que órgãos dos corpos de crianças, jovens e adultos são vendidos como mercadoria bem como, estes são

utilizados como mão-de-obra escrava e, ainda, estas nossas irmãs e irmãos são aprisionados para serem sexualmente explorados. Daqui a alguns dias, muitos de nós participaremos da grande FESTA DA PÁSCOA pela décima vez, outros pela vigésima, outros pela sexagésima e outros beirando à centésima vez... Não importa a quantidade de vezes que, liturgicamente, iremos celebrar a Páscoa neste ano de 2014. Na verdade, o fundamental é que celebremo-la como se fosse a primeira e, ao mesmo tempo, a derradeira Páscoa neste peregrinar terrestre. Quando assim acontecer, não só, liturgicamente, vibraremos cantando aleluias e hosanas ao Ressuscitado como - nos dias, semanas e meses que se seguirão à noite e o dia da Páscoa - seremos mais prestativos para atender aos apelos por um cristianismo mais comprometido com a transformação da sociedade, seremos mais compassivos, mais generosos; não mais agrediremos nem mataremos nossas mulheres, tampouco abusaremos sexualmente dos nossos próprios filhos nem ficaremos indiferentes às necessárias e pacíficas manifestações por mais saúde, mais educação e mais justiça social para que – ganhando ou perdendo a copa mundial – nosso Brasil seja campeão em vida com dignidade para todos os brasileiros e brasileiras! Uma abençoada e FELIZ E SANTA PÁSCOA para cada um de vocês que fazem parte das vinte comunidades que integram a Comunidade Paroquial “São Pio X” – a começar pela “São Judas Tadeu”, passando por “São Francisco” e “São Sebastião” e chegando às de “Santo Antônio” e “Senhora Sant´Ana” - bem como para todos os que habitam esta Terra dos Camarás!

Pe.LuisCarlosMarquesSousa,scj -VigárioParoquialdeSãoPioX

Expediente da Paróquia. Atendimento dos Padres: Pe. Luiz Carlos: Quarta-feira , das 09h as 11h Pe. Daniel: Quarta das 14h30 às 16h30 Pe. Carlos Fred: Quinta e Sexta-feira das 09h as 11h Mutirão de Confissão: Toda 1ª Sexta-feira do mês, na Matriz Secretaria: Terça a Sábado, das 08h as 11h30 e das 14h as 17h Fone: (81) 3458.6076 - E-mail: paroquia_saopiox@hotmail.com Site: www.paroquiasaopiox-pe.com.br


03

Ressurreição X Reencarnação PorCharlesAraújo.

N

o âmbito religioso sempre paira a dúvida a r e s p e i t o d a ressurreição e da reencarnação. Para alguns são coisas iguais. Para outros semelhantes. Para outros, enfim, totalmente diferentes e inconciliáveis. A nossa fé cristã fica com a última afirmação. A reencarnação é o ato de tomar um corpo novamente, isto é, após a morte a alma toma outro corpo diferente ao que lhe pertencia. Esse ato de tomar outro corpo, dependendo da doutrina espírita ou filosófica, pode s e r re e n ca r n a d o e m u m co r p o humano, animal ou vegetal.

Já a ressurreição é o ato de tornar a viver integralmente isto é, corpo e alma – sem voltar a morrer. Após a morte física, o ressuscitado tem a capacidade de voltar à vida sem morrer novamente. Torna-se um imortal. Vale, ainda, salientar a d i fe r e n ç a e n t r e r e s s u r e i ç ã o e reavivamento. O conceito de ressurreição já fora dado acima. Reavivamento é o fato de um morto voltar a viver, contudo, sua vida é passageira, ou seja, ele torna a morrer (exemplo disso é o reavivamento de Lázaro em Jo 11; o reavivamento da filha de Jairo em Mt 9, 18-26).

Por ser real e por condizer com o poder e a vontade de Deus, a fé cristã se estrutura partindo da Ressurreição. Não são só pelos milagres e palavras de Jesus que vivenciamos e anunciamos nossa fé, mas sim pela Ressurreição do Cristo. Se Ele não tivesse realizado nenhum milagre e se não tivesse falado nada, mas só ressuscitado, a nossa fé seria completa. Porque, a Ressurreição de Jesus Cristo nos dá a certeza de que a humanidade, pela imortalidade, pode alcançar a participação na eternidade de Deus

.

Jornada Mundial da Juventude PorJoséCordeiro.

N

o próximo dia 13 de abril, domingo de Ramos, a Igreja celebra a XXIX Jornada Mundial da Juventude, em Roma. Neste dia recordaremos os trinta anos da entrega da cruz do jubileu da Redenção aos jovens, símbolo da JMJ, dada pelo Papa João Paulo II. O Santo Padre, Papa Francisco, propôs como tema para as próximas Jornadas, até a Jornada Intercontinental na Cracóvia em 2016, a meditação das bemaventuranças. Para esse ano a escolhida foi: "Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu (Mt 5,3).

"Ao proclamar as Bemaventuranças, Jesus convida-nos a segui-Lo, a percorrer com Ele o caminho do amor, o único que conduz à vida eterna" (trecho da mensagem do Papa para a JMJ 2014). Para chegar à vida eterna é preciso ser pobre em es espírito, mas pobre no sentido de ser mendigo, necessitado de Deus. Para ser pobre em espírito é necessário se desapegar das coisas, ser verdadeiramente humilde. Para ser pobre em espírito é necessário reconhecer e socorrer os outros em suas necessidades. Para ser pobre em espírito é preciso aprender com os pobres, que nada tem para

oferecer, segundo os caminhos do mundo, mas são mestres nos caminhos de Deus, pois reconhecem suas necessidades. "Queridos jovens, Jesus interpelanos para que respondamos à sua p ro p o s t a d e v i d a , p a ra q u e decidamos qual estrada queremos seguir a fim de chegar à verdadeira alegria. Trata-se dum grande desafio de fé" (trecho da mensagem do Papa para a JMJ 2014). Tenhamos coragem, juventude, para percorrer esse caminho e que João Paulo II, padroeiro da JMJ, interceda sempre por nós.


04


arte Fazendo com

santidade

S V E Q S B I E R E Q N L J

C d ka

V N T M I B A M I

N U R E E F V R B G D

Z O L P V S C H E U R

S N R E J U U T O Q O L

V B C R T V L N R Y A Q

A T H O V D A U I I T A

L U R K R O D A O V I H

A I O A X A O J Q I P

R G S B U C P K Z Y A

C T H E T P A R S F B C

A U A E L S L A R C N O

S R Z N S I U V E N T O

I U A C X P A Ç B R

U N R T O O I E I P A

V O C O N C R Q T O F

S S H R B E T A Q U E

R B O G V C V Z M R

L R R C H E A A E

T O F O O C B Z S

C P I R A T A S

X Q R V U J O

U Z P G A L G

F R H E N R

A D I V

. Anéis de Formatura . Aliança ouro 18k . Correntes . Brincos . Pulseiras . Relógios Presentes . Troféus . Medalhas . Placas Jóias e Bijouterias Rua Vitória Régia, 120-B 1° Andar - Centro - Camaragibe . Gravações e Consertos em Jóias e Relógios 9934.4357 8473.3343 3458.7568 . Trocas de Pilhas cidoka.presentes@hotmail.com

Jornal Querigma Abril 2014  

Querigma Abril 2014 2014 - Ano V- Nº 04 Paroquia São Pio X - Camaragibe /PE

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you