Page 1

Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Manual de

POESIA (Edição Especial) Professor

Hugo Nascimento Veloso

1


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

© 2015, Edições Universidade Sénior Contemporânea

Universidade Sénior Contemporânea do Porto Rua Nova do Tronco, nº 504 4250-339, Porto, Portugal Telf: (+351) 964 068 452 / (+351) 964 756 736 Email: usc@sapo.pt www.usc.no.sapo.pt Hugo Nascimento Veloso hugonascimentoveloso@gmail.com Impressão e Acabamento Nativartes, Vila Nova de Gaia ISSN: 1647-8703 Março de 2015

MANUAL DE POESIA

2

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

ÍNDICE Miss pé de Chinelo .............................................................................................................................. 5 Lágrima ............................................................................................................................................... 7 Que continue o espectáculo ................................................................................................................ 8 Quero Tudo ....................................................................................................................................... 10 Galgando quilómetros .......................................................................... Erro! Indicador não definido. Homenagem ao povo do Chile .............................................................. Erro! Indicador não definido. Como as coisas são para lá das aparências .......................................... Erro! Indicador não definido. Sem título .............................................................................................. Erro! Indicador não definido. Acorda, menina linda ............................................................................ Erro! Indicador não definido. Iniciais BB .............................................................................................. Erro! Indicador não definido. Poesia em imagem ................................................................................ Erro! Indicador não definido. Por causa de … ..................................................................................... Erro! Indicador não definido. Outono .................................................................................................. Erro! Indicador não definido. O Criador do Criador ............................................................................. Erro! Indicador não definido. Novelos da Paixão ................................................................................. Erro! Indicador não definido. Alquimia Erótica .................................................................................... Erro! Indicador não definido. Estou Mais Perto de Ti porque Te Amo ................................................. Erro! Indicador não definido. Referência ............................................................................................. Erro! Indicador não definido. Bucólica ................................................................................................. Erro! Indicador não definido. Pátria..................................................................................................... Erro! Indicador não definido. Impressão Digital .................................................................................. Erro! Indicador não definido. António Gedeão .................................................................................... Erro! Indicador não definido. Cantiga da velha mãe e dos seus dois filhos ......................................... Erro! Indicador não definido. Em todas as ruas te encontro................................................................ Erro! Indicador não definido. Na hora de pôr a mesa, éramos cinco................................................... Erro! Indicador não definido. Poesia .................................................................................................... Erro! Indicador não definido. Pai & Filho ............................................................................................. Erro! Indicador não definido. Silogismos ............................................................................................. Erro! Indicador não definido. Soneto 130 ............................................................................................ Erro! Indicador não definido. Novelos da Paixão ................................................................................. Erro! Indicador não definido. Não entres docilmente nessa noite serena ........................................... Erro! Indicador não definido. Perícia Na Delícia .................................................................................. Erro! Indicador não definido. Fruta Estranha....................................................................................... Erro! Indicador não definido. A lua de Tabriz....................................................................................... Erro! Indicador não definido.

MANUAL DE POESIA

3

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Viagem dentro de ti .............................................................................. Erro! Indicador não definido. Mil Anos ................................................................................................ Erro! Indicador não definido. Não estás cansada? .............................................................................. Erro! Indicador não definido. Porque a noite ....................................................................................... Erro! Indicador não definido. Fica aqui comigo ................................................................................... Erro! Indicador não definido. O monte dos vendavais ......................................................................... Erro! Indicador não definido. Dá-me um beijo ..................................................................................... Erro! Indicador não definido. As virgens que fazem muito caso do tempo ......................................... Erro! Indicador não definido.

MANUAL DE POESIA

4

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Miss pé de Chinelo Whitey Ford (E.U.A.) Tradução, adaptação e recriação de Hugo Nascimento Veloso Unhas roídas, unhas partidas, Verniz descascado, Cabelo mal pintado, Jóias foleiras, Roupa de gosto duvidoso E ainda assim, bela, belíssima! Vive num parque de campismo de quinta categoria, O soutien aparece através da camisa de alças regateada na feira Princesa da miséria Miss pé-de-chinelo Beleza bruta Pedra por lapidar Fragrância a mel, canela e côco no meio do fedor do esgoto a céu aberto. Caminha por sobre um tapete de seringas, preservativos usados e latas amassadas de cerveja Das 11 às 5 da tarde, é vê-la naquele café gorduroso, Atrás do balcão, preparando e servido pão com carne. Casou com o seu amor de infância, Seu primeiro e único amor.

MANUAL DE POESIA

5

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Ela vê nele o tipo com mais estilo do mundo, vê-o como um príncipe… O boné desbotado que ele sempre usa é, aos olhos dela, uma coroa, o fato de treino é como que um fato de bom corte. Miss pé-de-chinelo … Ajoelhado perante a princesa proletária A rainha do degredo A nobre refustedo Digo-te: Podias arranjar um gajo melhor que eu ! Tu que tão poucas posses tens, És a dona do meu coração Podias arranjar um gajo melhor que eu! Eu, um camionista, noite fora, estrada fora Ela, esperando-me, sentada na cadeira de praia que faz as vezes do sofá Princesa, a tua foto colada junto ao volante Faz-me feliz! Não preciso mais nada Abre-me a porta. Estou de volta!

MANUAL DE POESIA

6

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Lágrima Amar, mais do que um verbo é uma palavra em movimento Uma palavra dançante Cortando a minha respiração Impulso gentil e suave Mexe comigo e deixa-me mais leve Leve mas destemida a cada suspiro como uma Lágrima no fogo Noite, Durante a noite Flores negras desfloram corajosas enquanto respiro Flores negras desfloram Frescas no meu hálito A água é um espelho Como os meus olhos, Espelho mais fiel como uma Lágrima no fogo Elisabeth Fraser

(Inglaterra)

Tradução , adaptação e recriação de Hugo Nascimento Veloso

MANUAL DE POESIA

7

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Que continue o espectáculo Espaços vazios... Vidas em branco Vivemos para quê? Lugares abandonados Espaços por preencher … e para quê? Já sabemos como o filme da nossa vida acabará… De novo e de novo, Uma vez após outra, alguém me sabe dizer de que andamos à procura? Abro o jornal na página ímpar, Um herói, na página par, um crime inacreditável No palco da vida, quem nos vai ensaiar? Que continue o espectáculo! O espectáculo não pode parar! Por dentro o meu coração está a quebrar A minha maquiagem pode estar a desaparecer Mas o meu sorriso permanece... O que quer que aconteça, Assim será, deixarei tudo nas mãos do destino Uma outra melancolia, um outro romance fracassado Alguém sabe para que se vive?

MANUAL DE POESIA

8

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Em breve estarei virando essa última esquina. Lá fora amanhece uma vez mais… Como ontem, como amanhã Minha alma está pintada como as asas das borboletas E os Contos de fadas de ontem amadurecerão mas nunca morrerão

E, meus amigos, nos meus sonhos posso voar Enfrentarei tudo com um grande sorriso E nunca desistirei Vou jogar todas as fichas, Apostar tudo, encontrar vontade para continuar Que continue o espectáculo! O espectáculo não pode parar!

Freddie Mercury & Brian May (Inglaterra) Tradução, adaptação e recriação de Hugo Nascimento Veloso

MANUAL DE POESIA

9

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Quero Tudo

Quero tudo E quero agora sinto-me como uma Caçadora de aventuras numa rua deserta uma forasteira temerária Com luz nos pés Uma jovem guerreira gritando, Sem tempo para dúvidas e porquês, Não é muito o que peço, digo a mim mesma Tenho que achar um futuro, sai da minha frente se não és solução, és problema Ouçam todos, venham! Vou conseguir elaborar uma táctica infalível, só exijo o que sei que é meu! Ouçam-me! Aqui está o futuro sonhado na minha juventude … Tenho um caminho na mente Muito a fazer em apenas uma vida Não sou de ondes e porquês e mentiras Então quero viver tudo, Sim, viver tudo! Aqui está o futuro!... Brian May (Inglaterra) Tradução, adaptação e recriação de Hugo Nascimento Veloso

MANUAL DE POESIA

10

Hugo Nascimento Veloso


Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea do Porto

Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea

MANUAIS JÁ DISPONÍVEIS: Informática Internet Fotografia Digital História Universal Património Cultural – As Serras Património Cultural – Os Museus Nacionais Património Cultural – Os Mosteiros História do Porto Artes e Humanidades Poesia Poesia (Edição Especial) Inteligência Emocional Ritos e Mitos da Humanidade Relaxamento e Movimento Corporal

MANUAL DE POESIA

11

Hugo Nascimento Veloso

Manual de poesia ed especial (preview) hugo nascimento veloso edições da universidade sénior contemp  

Manual de Poesia - Edição Especial (preview) Hugo Nascimento Veloso Edições da Universidade Sénior Contemporânea © 2014, Edições Universidad...

Advertisement