Issuu on Google+

Pãoda Vida Liturgia para cada dia

Ano X - nº 120 | Janeiro 2014

s rio o tá tríci n d e m i Pa , oc Co Fre ini d de cia S


Seja um benfeitor dos Seminaristas da Comunidade Shalom Contribua para a formação de novos padres para a Igreja Tel.: (85) 3308.7446 | seminaristas@comshalom.org


Índice Liturgia de Janeiro............................................... 06 Ritos da Missa..................................................... 204 Prefácios.............................................................. 211 Orações Eucarísticas......................................... 220 Celebração da Palavra.................................... 233 Ofício da Imaculada Conceição.................... 236 Ladainha da Santíssima Virgem....................... 243 INTENÇÕES DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO Oferecimento Deus nosso Pai, eu te ofereço todo o dia de hoje, minhas alegrias e sofrimentos, em reparação de nossas ofensas, em união com o coração de teu Filho, Jesus, que continua a oferecer-se a ti, na Eucaristia, pela salvação do mundo. Que o Espírito Santo, que guiou a Jesus, seja meu guia e meu amparo neste dia, para que eu possa ser testemunha do teu amor. Com Maria, mãe de Jesus e da Igreja, rezo especialmente pelas intenções do Santo Padre para este mês: Geral: Autêntico desenvolvimento econômico Para que seja promovido um autêntico desenvolvimento econômico, respeitoso da dignidade de todas as pessoas e de todos os povos. Missionária: A unidade querida por Cristo Para que os cristãos de diferentes confissões possam caminhar para a unidade querida por Cristo.


Pãoda Vida Liturgia para cada dia

Ano X – nº 120 – Janeiro 2014

Coordenação Geral: Pe. Francisco Denys Lima da Costa Coordenação Executiva: Filipe Cabral Coordenação Editorial: Carolina Fernandes Comentários: Seminaristas da Comunidade Católica Shalom Revisão: José Ricardo F. Bezerra – Tâmisa Costa – Irlanda Aguiar Projeto Gráfico: Carolina Fernandes Editoração e Capa: Kelly Cristina

Estrada de Aquiraz – Lagoa do Junco – Aquiraz/CE – 61.700-000 Tel.: (85) 3308.7403 assinaturas1edicoes@comshalom.org – suportecomercial@comshalom.org www.edicoesshalom.com.br


Maria Santíssima, Mãe de Deus “Vós tendes, ó Maria, autoridade de Mãe para com Deus, e por isso alcançais também o perdão aos mais abjetos pecadores. Em tudo vos reconhece o Senhor por sua verdadeira Mãe e não pode deixar de atender a cada desejo vosso.” (Santo Afonso Maria de Ligório)

Começamos hoje um novo ano e o iniciamos invocando a bênção do Senhor, como ouvimos na primeira leitura do livro de Números: “Que o Senhor... te conceda a paz!” (6,26). Pedimos a bênção implorando a intercessão de Maria, Mãe de Deus. Esta solenidade foi a primeira Pão da Vida | Janeiro 2014

3


festa mariana que apareceu no calendário ocidental. Surgiu na Igreja oriental e chegou a Roma no século VI. Há indícios de que essa festa teria surgido junto da dedicação da Basílica de Santa Maria no Foro Romano, que é uma das primeiras igrejas dedicadas à Nossa Senhora na cidade eterna. Na reforma litúrgica de Paulo VI, transferiu-se para o dia 1 de janeiro a festa da Divina Maternidade de Maria, que outrora se celebrava a 11 de outubro. Antes dessa reforma, que foi feita depois do Concílio Vaticano II, no primeiro dia do ano, celebrava-se a memória da circuncisão de Jesus no oitavo dia do Seu nascimento, como sinal da submissão à lei, da sua inserção oficial no 44

povo eleito. No domingo seguinte, celebrava-se a festa do nome de Jesus. Os vestígios destas celebrações são notórios no trecho do Evangelho proclamado neste dia. Lucas narra que oito dias depois do nascimento, o Menino foi circuncidado e foi-lhe dado o nome de Jesus, “indicado pelo anjo antes de ter sido concebido no seio materno” (Lc 2,21). Os títulos de Mãe de Deus e de Santa Virgem são os mais antigos e deles derivam todos os outros títulos dados a grande Theotokos no oriente e no ocidente. “Virgem mãe, Filha de seu Filho, humilde e mais sublime que toda criatura, objeto fixado por um eterno desígnio de amor” (Dante). De Maria, aprendemos a receber o Menino que nos foi dado

Pão da Vida | Janeiro 2014


na noite do Natal. Na sua escola, podemos captar com o coração aquilo que os olhos e a mente não conseguem compreender sozinhos, nem podem conter. Este é o caminho de fé de Maria, acolher mesmo sem nada compreender, desejando apenas corresponder à vontade de Deus. Ela é Mãe e modelo da Igreja que acolhe com fé a Palavra divina e se oferece a Deus como terra fecunda. A festa da Mãe de Deus marca o Dia Mundial da Paz. O fundamento da nossa paz é “a certeza de contemplar em Jesus Cristo o esplendor da face de Deus, de ser filhos no Filho e ter, assim, na estrada da vida, a mesma segurança que a criança sente nos braços de um Pai bom e onipotente” (Bento XVI).

“É possível percorrer o caminho da paz? Podemos sair desta espiral de dor e de morte? Podemos aprender de novo a caminhar e percorrer o caminho da paz? Invocando a ajuda de Deus, sob o olhar materno da Salus Populi romani, Rainha da paz, quero responder: ‘Sim, é possível para todos!’" (Papa Francisco). Maria é a Mãe Virgem que mostra o Menino Jesus aos pastores de Belém, que rejubilam e louvam o Senhor (cf. Lc 2,20). Este mistério, a Igreja o renova para os homens de todas as gerações, ao mostrar-lhes o rosto de Deus a fim de que, com Sua bênção, eles percorram o caminho da paz. Feliz ano novo! Shalom! Vinicius Cordeiro Ribeiro

Assessoria Litúrgico-Sacramental da Comunidade Shalom

Pão da Vida | Janeiro 2014

5


Janeiro

01

6

QUARTA-FEIRA

Santa Mãe de Deus, Maria Solenidade (Branco | Ofício solene próprio)

Pão da Vida | Janeiro 2014


Dia 01 Celebramos hoje, no mundo inteiro, o Dia Mundial da Paz e a Solenidade da Santa Mãe de Deus, Maria. Ela é quem nos ensina a encontrar esta paz que, muito além da ausência de guerras, é fruto de um encontro pessoal com o Deus Vivo. Maria, melhor que ninguém, pode ensinar-nos a encontrar o Senhor. Ela, verdadeiramente, é Mãe de Deus porque é Mãe do Filho. Honrando-a, o Filho é mais glorificado.

Antífona da entrada Salve, ó Santa Mãe de Deus, vós destes à luz o Rei que governa o céu e a terra pelos séculos eternos.

Ou:

(Cf. Is 9,2.6; Lc 1,33)

Hoje surgiu a luz para o mundo: O Senhor nasceu para nós. Ele será chamado Admirável, Deus, Prín-

cipe da paz, Pai do mundo novo, e o seu reino não terá fim.

Oração do dia Ó Deus, que pela virgindade fecunda de Maria destes à humanidade a salvação eterna, dai-nos contar sempre com a sua intercessão, pois ela nos trouxe o autor da vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T: Amém. No Livro dos Números, o Senhor, por meio de Moisés, ensina uma bênção a ser dada aos filhos de Israel. Na segunda leitura, o apóstolo Paulo afirma a filiação do povo de Deus, que o chama de Pai. No Evangelho, vemos Maria, que, envolta no mistério divino, guardava e meditava tudo em seu coração.

Pão da Vida | Janeiro 2014

7


Dia 01

I Leitura

(Nm 6,22-27)

Leitura do Livro dos Números – O Senhor falou a Moisés, dizendo: “Fala a Aarão e a seus filhos: Ao abençoar os filhos de Israel, dizei-lhes: ‘O Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti! O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!’ Assim invocarão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei”. – Palavra do Senhor. T: Graças a Deus.

Salmo responsorial (Sl 66/67)

2. Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações. – R. 3. Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra! – R.

II Leitura (Gl 4,4-7)

R. Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção. 8

1. Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos. – R.

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas – Irmãos: Quando

Pão da Vida | Janeiro 2014


Dia 01

se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei, a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva. E porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abá – ó Pai! Assim, já não és escravo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro: tudo isso por graça de Deus. – Palavra do Senhor. T: Graças a Deus.

Aclamação (Hb 1,1-2)

R. Aleluia, Aleluia, Aleluia V. De muitos modos, Deus outrora nos falou pelos profetas; nestes

tempos derradeiros, nos falou pelo seu Filho. – R.

Evangelho (Lc 2,16-21)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo, os pastores foram às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura. Tendo-o visto, contaram o que lhes fora dito sobre o menino. E todos os que ouviram os pastores ficaram maravilhados com aquilo que contavam. Quanto a Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração. Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo que tinham visto e ouvido, conforme

Pão da Vida | Janeiro 2014

9


Dia 01

lhes tinha sido dito. Quando se completaram os oito dias para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus, como fora chamado pelo anjo antes de ser concebido. – Palavra da Salvação. T: Glória a vós, Senhor.

Oração dos fiéis PR: Com grande alegria, elevemos nossas preces a Deus por meio do coração materno de Maria. a) Para que cada homem e cada mulher experimentem a verdadeira paz que consiste no encontro com a pessoa de Jesus Cristo, rezemos ao Senhor: T: Senhor, escutai a nossa prece. b) Para que cessem a desunião nos lares, a inimizade entre os 10

homens e as guerras entre as nações, rezemos ao Senhor: c) Para que todo o povo de Deus, unido ao Santo Padre, o papa, sinal visível da paz de Cristo para o mundo, leve a Boa-nova a todos os homens, rezemos ao Senhor: d) Para que o amor filial a Maria, Virgem e Mãe, seja cada vez mais sinal de comunhão, rezemos ao Senhor:

(Conclusão por conta do presidente)

Sobre as oferendas Ó Deus, que levais à perfeição os vossos dons, concedei aos vossos filhos, na festa da Mãe de Deus, que, alegrando-se com as primícias da vossa graça, possam al-

Pão da Vida | Janeiro 2014


Dia 01

cançar a sua plenitude. Por Cristo, nosso Senhor. T: Amém.

Antífona da comunhão (Hb 13,8)

Jesus Cristo ontem e hoje, e por toda a eternidade.

Depois da comunhão Ó Deus de bondade, cheios de júbilo, recebemos os sacramentos celestes; concedei que eles nos conduzam à vida eterna, a nós que proclamamos a Virgem Maria, Mãe de Deus e Mãe da Igreja. Por Cristo, nosso Senhor. T: Amém.

Pão da Vida | Janeiro 2014

11


Janeiro

02

12

quinta-FEIRA

Ss. Basílio Magno e Gregório Nazianzeno

Bispos e doutores Memória (Branco | Ofício do dia de semana do Tempo do Natal)

Pão da Vida | Janeiro 2014


Dia 02 Os dois santos que a Igreja celebra neste dia foram amigos e tiveram as mesmas aspirações à santidade. Caminharam entre as coisas que passam e abraçaram as estáveis, a vida em Cristo. Eles foram monges e bispos que lutaram juntos contra o arianismo, a grande heresia da época.

Antífona da entrada O Senhor o escolheu para a plenitude do sacerdócio e, abrindo seus tesouros, o cumulou de bens.

Oração do dia Ó Deus, que iluminastes a vossa Igreja com o exemplo e a doutrina de São Basílio e São Gregório Nazianzeno, fazei-nos buscar humildemente a vossa verdade e segui-la com amor em nossa vida. Por nosso Senhor Jesus Cris-

to, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T: Amém. Aquele que permanecer com o Filho e com o Pai, confessando seu amor e sua misericórdia, terá a vida eterna, nos diz São João. O salmista proclama os prodígios do Senhor, convidando-nos a contemplar a salvação que vem de Deus. No Evangelho, João Batista afirma aos sacerdotes e levitas que não é o Messias, mas aquele que grita no deserto: “Aplainai os caminhos do Senhor”.

I Leitura

(1Jo 2,22-28)

Leitura da Primeira Carta de São João – Caríssimos, quem é mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? O Anticristo é aquele que nega o Pai e o

Pão da Vida | Janeiro 2014

13


Dia 02

Filho. Todo aquele que nega o Filho, também não possui o Pai. Quem confessa o Filho, possui também o Pai. Permaneça dentro de vós aquilo que ouvistes desde o princípio. Se o que ouvistes desde o princípio permanecer em vós, permanecereis com o Filho e com o Pai. E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. Escrevo isto a respeito dos que procuram desencaminhar-vos. Quanto a vós mesmos, a unção que recebestes da parte de Jesus permanece convosco, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine. A sua unção vos ensina tudo, e ela é verdadeira e não mentirosa. Por isso, conforme a unção de Jesus vos ensinou, permanecei 14

nele. Então, agora, filhinhos, permanecei nele. Assim poderemos ter plena confiança, quando ele se manifestar, e não seremos vergonhosamente afastados dele, quando da sua vinda. – Palavra do Senhor. T: Graças a Deus.

Salmo responsorial (Sl 97/98)

R. Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. 1. Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória. – R. 2. O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça;

Pão da Vida | Janeiro 2014


Dia 02

recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel. – R. 3. Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai! – R.

Aclamação (Hb 1,1-2)

R. Aleluia, Aleluia, Aleluia. V. Depois de ter falado, no passado, aos nossos pais, pelos profetas, muitas vezes, em nossos dias Deus falou-nos por seu Filho. – R.

Evangelho (Jo 1,19-28)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João – Este foi o testemunho de João, quan-

do os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar: “Quem és tu?” João confessou e não negou. Confessou: “Eu não sou o Messias”. Eles perguntaram: “Quem és, então? És tu Elias?” João respondeu: “Não sou”. Eles perguntaram: “És o Profeta?” Ele respondeu: “Não”. Perguntaram então: “Quem és, afinal? Temos que levar uma resposta para aqueles que nos enviaram. O que dizes de ti mesmo?” João declarou: “Eu sou a voz que grita no deserto: ‘Aplainai o caminho do Senhor’ – conforme disse o profeta Isaías”. Ora, os que tinham sido enviados pertenciam aos fariseus e perguntaram: “Por que então andas batizando, se não és o Messias, nem Elias, nem

Pão da Vida | Janeiro 2014

15


Dia 02

o Profeta?”. João respondeu: “Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis, e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”. Isso aconteceu em Betânia além do Jordão, onde João estava batizando. – Palavra da Salvação. T: Glória a vós, Senhor.

Oração dos fiéis PR: Peçamos a Deus que nos conceda sua graça e sua bênção neste dia, dizendo todos juntos: T: Dai-nos, Senhor, a vossa graça. a) Aumentai, Senhor, a nossa fé, para que buscando a vossa santa vontade sejamos sempre construtores do vosso Reino: 16

b) Dai ao vosso povo e a todo o mundo a verdadeira paz e ensinai-nos com vosso exemplo a partilhar nossa vida e nossos bens com os mais necessitados: c) Que a exemplo de São Basílio e São Gregório Nazianzeno, a Igreja possa ser testemunha corajosa do Evangelho:

(Conclusão por conta do presidente)

Sobre as oferendas Nós vos oferecemos, ó Deus, este sacrifício de louvor ao comemorarmos os vossos santos; e confiamos que, por sua intercessão, nos liberteis dos males presentes e futuros. Por Cristo, nosso Senhor. T: Amém.

Pão da Vida | Janeiro 2014


Dia 02

Antífona da comunhão (Cf. Jo 10,11)

O bom pastor dá a vida por suas ovelhas.

Depois da comunhão Senhor nosso Deus, o sacramento que acabamos de receber alimente em nós aquela caridade ardente que inflamava São Basílio Magno e São Gregório Nazianzeno na dedicação constante à vossa Igreja. Por Cristo, nosso Senhor. T: Amém.

Pão da Vida | Janeiro 2014

17


Liturgia Pão da Vida - jan/14