Page 1

C贸digo do livro

27367COL05


expedições geográficas - 6o ao 9o ano

planejamento interativo »caro professor A construção de uma educação de qualidade se dá quando refletimos sobre as necessidades dos professores do segundo ciclo do Ensino Fundamental e as particularidades das escolas públicas de todo o país. Aliado a isso, procuramos desenvolver estratégias para inovar com metodologias eficientes para fazer a diferença na vida de milhões de alunos. Para colaborar com as principais metas educacionais, elaboramos um conjunto completo de soluções didáticas e serviços educacionais para tornar o seu dia a dia em sala de aula mais prático e eficiente. Por isso, desenvolvemos este Planejamento interativo para facilitar a preparação das aulas e dinamizar o ensino, aliando conteúdo e tecnologia na medida certa. Assim, você pode planejar a melhor maneira de distribuir os conteúdos ao longo

»calendário 2014

do ano letivo para atingir os objetivos propostos em cada unidade. Além disso, você pode visualizar de forma prática todos os recursos que estão à sua disposição para enriquecer a abordagem dos conteúdos e diversificar a forma de avaliação do aprendizado. Entre os recursos oferecidos, preparamos atividades diversificadas, infográficos, conteúdos multimídia e sugestões de avaliações que podem ser encontrados ao longo do livro do aluno, no Guia do professor ou no portal Moderna Digital. Outro grande diferencial é a Sala dos Professores Moderna, onde você poderá compartilhar experiências durante todo o ano com uma rede de educadores de todo o país. Acesse: http://saladosprofessores.moderna.com.br É dessa forma que esperamos estar ao seu lado todos os dias para garantir uma educação de qualidade para nossos alunos.


>>

organização do material

>> objetivos Aqui, você localiza as principais finalidades exigidas para a assimilação dos conteúdos da unidade.

>> temas transversais

O livro aberto facilita a localização da unidade na obra.

EXPEDIÇÕES GEOGRÁFICAS

6O ANO

»UNIDADE 1:

>> recursos oferecidos

MEIO

ADE C LID

BIENT AM

E

PLURA

ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO NO ESPAÇO GEOGRÁFICO TURAL UL

Ícones indicam sugestões de temas transversais que você pode abordar na unidade, como meio ambiente, saúde, ética e cidadania, pluralidade cultural, orientação sexual e educação para o consumo.

>> página de abertura

CONTEÚDO Espaço e paisagem. • O espaço e as pessoas. • Paisagem. • O lugar. Orientação no espaço geográfico. • A importância da orientação. • A orientação pelos astros. • A orientação pela bússola. Paralelos e meridianos. • A rosa dos ventos e a localização. • Os paralelos terrestres. • Os meridianos terrestres. Latitude e longitude. • Latitude e longitude: as coordenadas geográficas. • A altitude. Bagagem de ferramentas: Leitura de paisagem. Encontros: O céu segundo os índios. Desembarque em outras linguagens: Monteiro Lobato e a Geografia.

OBJETIVOS 1. Abordar os conceitos de espaço natural e espaço geográfico. 2. Compreender o conceito de paisagem e a importância da posição do observador para sua caracterização. 3. Abordar os diferentes tipos de orientações geográficas. 4. Explorar a utilização da bússola. 5. Compreender o sistema de coordenadas geográficas. 6. Explorar os conceitos de latitude e longitude terrestre.

RECURSOS OFERECIDOS Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

- Orientação e localização no espaço geográfico (p. 12-13).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

- O professor de Geografia e a educação cartográfica (p. 48).

Visualize nesse quadro os recursos complementares que o livro e o site oferecem para enriquecer e dinamizar a sua prática em sala de aula.

Sugestão de atividade complementar:

- 2, 3 e 4 (p. 47).

Atividades site:

Pausa para o cinema:

- - A marcha dos pinguins.

7. Abordar os conceitos de altitude e altura.

AVALIAÇÃO

>> conteúdo Neste quadro, você confere os eixos essenciais que devem ser trabalhados na unidade.

Estação Ciências:

Suplemento para o professor:

• O lugar mais frio do mundo (p. 19).

• Sugestão de atividade complementar “Exercício de projeção escalar” -1 (p. 46).

• A Terra é um ímã? (p. 28).

Site: • Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Estação História: • Rali Paris-Dacar e o GPS (p. 39).

ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS Faça a leitura de imagens com os alunos e incite-os a identificar quais são os elementos naturais e quais são os elementos sociais e humanos presentes na paisagem. Em seguida, discuta os conceitos de espaço natural e espaço geográfico. Discuta a noção de paisagem e apresente a atividade do site “A marcha dos pinguins”. Discuta com a classe a paisagem apresentada no filme. Como avaliação, sugira a atividade da Estação Ciências, “O lugar mais frio do mundo”, que pode ser feita em duplas. Aborde os pontos cardeais e a orientação pela bússola. Mostre uma bússola para os alunos e aproveite para explicar de que modo esse objeto é capaz de promover a orientação. Como atividade, aplique as atividades complementares 2, 3 e 4, que tratam da orientação no espaço geográfico de maneira lúdica. Discuta em que consiste a rosa dos ventos. Aborde os paralelos e os meridianos terrestres e, em seguida, explore as noções de latitude e longitude.

10

A partir do texto da Estação História, peça para que os alunos elaborem uma redação a partir da questão que ali é colocada. Com a atividade da seção Desembarque em outras linguagens, promova uma relação entre Monteiro Lobato e a Geografia de forma que os alunos percebam como foi construído o vocabulário geográfico, contribuindo, assim, com a formação deles no âmbito da compreensão conceitual dos termos. Após a leitura do texto da seção Encontros, discuta com a classe as possibilidades de ‘leitura’ do céu, oferecendo à turma as diferentes perspectivas do saber e, desse modo, fortalecendo a premissa de que o conhecimento não está apenas nas mãos da civilização ocidental ou letrada. Como avaliação, em grupos, aplique o exercício de projeção escalar. E como avaliação individual, aplique as avaliações contidas no site e a atividade da Estação Ciências, “A Terra é um ímã?” .

PLANEJAMENTO INTERATIVO

>> orientações pedagógicas Diversifique suas aulas com indicações de uso dos conteúdos e recursos, a partir das sugestões do Guia e recursos didáticos e da vivência em sala de aula.

>> avaliação Sugere conteúdos especiais, atividades e provas prontas para imprimir no site, a fim de promover o acompanhamento do aprendizado de sua turma.


expedições geográficas - 6o ao 9o ano

organização da unidade do livro Esta coleção possui uma organização regular, planejada para facilitar o trabalho em sala de aula. É dividida em oito Unidades, cada uma com quatro Percursos (capítulos), totalizando 32 Percursos.

>> Abertura de Unidade

>> Aquecendo A minisseção Aquecendo visa sondar os conhecimentos prévios dos alunos e estimular o interesse nas temáticas abordadas ao longo da Unidade.

Por meio da exploração de um infográfico ou um jogo de imagens e um texto introdutório, a abertura da Unidade apresenta o que será tratado nos quatro Percursos seguintes.

>> Percurso Os Percursos apresentam conteúdos organizados de forma clara, em títulos e subtítulos que facilitam a compreensão dos temas. As informações são apresentadas por meio de diferentes linguagens, mesclando textos, mapas, gráficos, tabelas, ilustrações e fotos. As atividades direcionam a observação e a interpretação desses elementos.

Glossário Apresenta o significado de termos pouco comuns ou desconhecidos para os alunos.

Seções laterais Sugerem livros, vídeos e sites que ajudam a aprofundar e complementar o estudo.


>>

www.modernadigital.com.br >> Estações Apresentam textos de revistas, jornais, livros e sites, que desenvolvem os temas transversais e complementam o conteúdo do Percurso. Dividem-se em quatro tipos: Estação Socioambiental, Estação Cidadania, Estação História e Estação Ciências. As atividades promovem a reflexão e estimulam o debate.

>> Estação Socioambiental

>> Estação Cidadania Traz textos que possibilitam a reflexão sobre problemas ligados à realidade e a discussão sobre medidas e soluções.

Aborda temas sociais e ambientais e desenvolve a compreensão das relações entre espaço geográfico, sociedade e ambiente.

>> Estação História Trata dos aspectos históricos de um determinado tema para enriquecer seu estudo. O texto, com as atividades, busca reforçar as relações entre espaço geográfico e tempo histórico.

>> Estação Ciências Por meio dos textos dessa estação, o aluno vai refletir sobre o papel da ciência, da tecnologia e da inovação para o desenvolvimento da sociedade.


expedições geográficas - 6o ao 9o ano

organização da unidade do livro >> Infográfico Os infográficos podem aparecer tanto na abertura como no meio de um Percurso. Eles são ótimos recursos gráfico-visuais por integrarem imagem, gráfico e texto, apresentando dados e informações de maneira sintetizada. Sempre vêm acompanhados de questões relevantes sobre o que foi proposto.

>> conteúdo multimídia Indicações de objetos educacionais digitais favorecem um aprendizado eficiente.

>> Seções de fechamento de Percurso Essas seções procuram ampliar, por meio de textos e atividades, o repertório cultural dos alunos e o conhecimento de técnicas e procedimentos utilizados na Geografia. São três seções diferentes: Bagagem de ferramentas, Outras rotas e Encontros.

>> Outras rotas Esta seção possibilita conhecer lugares diferentes, que tenham significado religioso, cultural, arquitetônico etc., ampliando os horizontes culturais.

>> Bagagem de ferramentas Aqui são apresentados procedimentos específicos da Geografia e técnicas de estudo e pesquisa que permitem aprimorar o trabalho individual e em grupo.

>> Encontros Apresenta aspectos do cotidiano de diferentes povos, etnias ou personagens, privilegiando a diversidade étnica cultural. Propõe uma reflexão sobre a importância da diversidade e do respeito à diferença.


>>

www.modernadigital.com.br

>> Atividades As atividades sempre aparecem em páginas duplas no final dos Percursos pares. Visam à releitura e revisão dos conteúdos, à aplicação dos conhecimentos adquiridos, à interpretação de mapas, gráficos, tabelas e textos e estimulam a reflexão a respeito do que foi estudado. São divididas em cinco subseções.

>> Explore Atividades que exploram diferentes linguagens, como textos, imagens, tabelas, gráficos, charges etc.

>> Revendo conteúdos São atividades de releitura e revisão de conteúdos. Frequentemente apresenta questões diretas que levam o aluno a fixar os tópicos estudados.

>> Investigue Propõe pesquisas individuais ou em grupo para aprofundar o que foi estudado.

>> Leituras cartográficas Atividades envolvendo a linguagem cartográfica. Estimulam a habilidade de leitura e interpretação de mapas, que podem estar associados a gráficos, tabelas, perfis etc.

>> Pratique Propõe atividades que exigem execução de procedimentos, como elaboração de mapas, desenhos, gráficos etc.

>> Desembarque em outras linguagens É uma seção que fecha as Unidades ímpares. Apresenta o trabalho de artistas e outras personalidades por meio de temas ligados ao conteúdo estudado. A abordagem é interdisciplinar e as linguagens, variadas, geralmente são ligadas às artes e à literatura. Breve apresentação da personalidade tratada e seu trabalho.

>> Caixa de informações e Interprete Atividades de releitura e interpretação que estimulam a compreensão do assunto. As informações são interpretadas e relacionadas com a Geografia.

Apresenta uma linha do tempo com a biografia do artista ou uma síntese de suas obras.

Apresenta a expressão artística ou a linguagem que o artista representa.

>> Mãos à obra Essa seção possibilita pôr em prática a linguagem apresentada.


expedições geográficas - 6o ao 9o ano

suplemento para o professor >> orientações pedagógicas Sugere propostas para iniciar um tema novo, enfatizando articulações e retomadas de conteúdos do livro.

>> sugestões de leitura para o professor Auxilia o trabalho do professor em assuntos específicos. Em certos casos, os textos aprofundam conteúdos não desenvolvidos no livro ou propostas de leitura relacionadas à temática da Unidade.

>> sugestão de atividades complementares Oferece recursos diversos para o professor utilizar conforme seu planejamento ou estratégia particular de trabalho. São atividades destinadas à pesquisa, ao debate e ao trabalho em equipe.

>> respostas e comentários Sugestões de respostas das atividades do livro texto. As respostas e orientações das questões orais encontram-se na própria página do livro-texto.


conteúdo digital »OBJETOS EDUCACIONAIS DIGITAIS A Moderna traz inovação com conteúdo sob medida para as necessidades das escolas públicas. Por isso, o professor conta com ferramentas multimídia, como vídeos, animações e mapas interativos que falam a língua dos alunos, enriquecendo suas aulas ou as tarefas extraclasse. Acesse nosso portal e confira todos os recursos oferecidos, em avaliação pelo MEC.

»portal moderna digital www.modernadigital.com.br

Expedições geográficas

6

Expedição 6 1 Orientação e Expedição 1 -- Clima Orientação e vegetação e localização localização natural no no espaço espaço geográfico geográfico

Melhem Adas Sérgio Adas

Percurso 12 - Teoria da deriva continental Percurso 23 12 - Terra: A Terra: grandes aspectos paisagens físicos gerais vegetais e das placas tectônicas

Para ir além Como funciona a floresta “Há dez mil anos, acerca da metade da superfície continental da Terra era coberta por árvores. Hoje, menos de um terço dessa área (ou seja, 4 bilhões de hectares) contém florestas. E essa área está se reduzindo rapidamente: em todo mundo, mais de 400 mil hectares de floresta são derrubados ou degradados por semana. As árvores são cruciais para o bem-estar de nosso planeta e desempenham papel vital no controle do clima e dos ciclos aquáticos. Suas folhas absorvem dióxido de carbono (CO2) — um gás que é liberado pela queima de combustíveis como a madeira, o óleo e o petróleo, e que contribui para as mudanças climáticas. O gás é em seguida convertido (ou fotossintetizado) em açúcares nutrientes, que são armazenados e usados pela árvore em crescimento. Graças à sua capacidade de absorver dióxido de carbono e filtrar outros poluentes, as árvores ajudam a manter o ar limpo e a reduzir o risco de aquecimento da Terra.

A Moderna oferece serviços educacionais que facilitam o dia a dia em sala de aula e potencializam o uso dos livros com materiais específicos para cada disciplina.

>> Para ir além

>> Pausa para o cinema

Atividades especiais abordam temas relevantes para aprofundamento dos temas estudados.

Trechos de filmes e documentários com temáticas relacionadas ao estudo aproximam a Geografia da linguagem cinematográfica.

RADAR 1

Guiné-Bissau: vida política conturbada 1 Antecedentes históricos A República da Guiné-Bissau, com 36.125 km2 (figura 1), é menor que o estado do Rio de Janeiro (43.690 km2). É um país de incipiente desenvolvimento econômico e social — renda per capita de 540 dólares; baixo IDH (0,353); expectativa de vida média de 48,8 anos; alta taxa de mortalidade infantil por mil nascidos vivos (92‰); elevada taxa de analfabetismo (48,8%) — e com histórico político recente marcado por guerras civis e diversos golpes de Estado. Figura 1. Guiné-Bissau 14ºO

Bula

de

Uno

Mais de 100.000

Rio T o

Bubaque

População

Rio

Gra

Altitude (metros) 200 0

Pitche

sa

Ca

Rio

Gabú

m

Bafafá

12ºN

Bambadinca Galomaro

Fulacunda

Xitole de Buba

Buba

Rio

ba

l

Boé

i bal m

Empada

Co

Quebo

Bedanda

Catió

GUINÉ

N

Cacine

OCEANO ATLÂNTICO

>> radar

rum

n

Mais de 10.000 Menos de 10.000

Indicações de sites interessantes para estimular o hábito de pesquisa do aluno.

Tite Bolama Rio

Sonaco

Gamamudo

Nhacra

Prábis Bissau

Caravela

Pirada Contuboel

Mansôa Porto Gole

Rio Mansôa

Safim Quinhámel

>> navegar é preciso

ar mb i

Farim Mansabá

Bissorã

pos

u

ba

c he

Ri o

Cacheu Canchungo Caió

Rio

Bigene Ca

Ca nj a

SENEGAL

São Domingos Susana

20 km

Fonte: Capital: l’encyclopédie du monde 2006. Paris: Nathan, 2005. p. 300.

A chegada dos portugueses ao seu território data do período das grandes navegações marítimas dos séculos XV e XVI, que tinham o objetivo de descobrir o caminho para as Índias, ampliar o comércio, fundar feitorias ou entrepostos comerciais no litoral africano e fazer o tráfico de escravos. No século XIX, as feitorias europeias na África já não atendiam plenamente aos interesses de Portugal e de outros Estados europeus (figura 2). Assim, servindo-se de seus poderosos exércitos, invadiram territórios africanos — e também asiáticos —, disputando entre si a apropriação de espaços territoriais e suas respectivas populações, transformando-os em colônias europeias. Do controle informal ou indireto que possuíam sobre as feitorias, passaram para o controle formal direto (figura 3). EXPEDIÇÕES GEOGRÁFICAS • MELHEM ADAS • SÉRGIO ADAS

1

Conteúdos extras permitem ao professor optar por diferentes abordagens durante o planejamento de aulas.

Conheça também no site:

Atendimento ao Professor

0800 770 7653 redes.moderna.com.br

A revista que pensa a educação.


expedições geográficas

6o ano

»Unidade 1:

MEIO

BIENT AM

E

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

Orientação e localização no espaço geográfico

Conteúdo Espaço e paisagem. • O espaço e as pessoas. • Paisagem. • O lugar. Orientação no espaço geográfico. • A importância da orientação. • A orientação pelos astros. • A orientação pela bússola. Paralelos e meridianos. • A rosa dos ventos e a localização. • Os paralelos terrestres. • Os meridianos terrestres. Latitude e longitude. • Latitude e longitude: as coordenadas geográficas. • A altitude. Bagagem de ferramentas: Leitura de paisagem. Encontros: O céu segundo os índios. Desembarque em outras linguagens: Monteiro Lobato e a Geografia.

Objetivos 1. Abordar os conceitos de espaço natural e espaço geográfico. 2. Compreender o conceito de paisagem e a importância da posição do observador para sua caracterização. 3. Abordar os diferentes tipos de orientações geográficas. 4. Explorar a utilização da bússola. 5. Compreender o sistema de coordenadas geográficas. 6. Explorar os conceitos de latitude e longitude terrestre.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- Orientação e localização no espaço geográfico (p. 12-13).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- O professor de Geografia e a educação cartográfica (p. 48). Sugestão de atividade complementar:

-- 2, 3 e 4 (p. 47).

Atividades site:

Pausa para o cinema:

-- “A marcha dos pinguins”.

7. Abordar os conceitos de altitude e altura.

avaliação Estação Ciências:

Suplemento para o professor:

• O lugar mais frio do mundo (p. 19).

• Sugestão de atividade complementar “Exercício de projeção escalar” -1 (p. 46).

• A Terra é um ímã? (p. 28).

Site: • Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Estação História: • Rali Paris-Dacar e o GPS (p. 39).

Orientações Pedagógicas Faça a leitura de imagens com os alunos e incite-os a identificar quais são os elementos naturais e quais são os elementos sociais e humanos presentes na paisagem. Em seguida, discuta os conceitos de espaço natural e espaço geográfico. Discuta a noção de paisagem e apresente a atividade do site “A marcha dos pinguins”. Analise com a classe a paisagem apresentada no filme. Como avaliação, sugira a atividade da Estação Ciências, “O lugar mais frio do mundo”, que pode ser feita em duplas. Aborde os pontos cardeais e a orientação pela bússola. Mostre uma bússola para os alunos e aproveite para explicar de que modo esse objeto é capaz de promover a orientação. Como atividade, aplique as atividades complementares 2, 3 e 4, que tratam da orientação no espaço geográfico de maneira lúdica. Discuta em que consiste a rosa dos ventos. Aborde os paralelos e os meridianos terrestres e, em seguida, explore as noções de latitude e longitude.

12

A partir do texto da Estação História, peça para que os alunos elaborem uma redação a partir da questão que ali é colocada. Com a atividade da seção Desembarque em outras linguagens, promova uma relação entre Monteiro Lobato e a Geografia de forma que os alunos percebam como foi construído o vocabulário geográfico, contribuindo, assim, com a formação deles no âmbito da compreensão conceitual dos termos. Após a leitura do texto da seção Encontros, discuta com a classe as possibilidades de ‘leitura’ do céu, oferecendo à turma as diferentes perspectivas do saber e, desse modo, fortalecendo a premissa de que o conhecimento não está apenas nas mãos da civilização ocidental ou letrada. Como avaliação, em grupos, aplique o exercício de projeção escalar. E como avaliação individual, aplique as avaliações contidas no site e a atividade da Estação Ciências, “A Terra é um ímã?” .

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»Unidade 2: DE

PLURA

SAÚ

ÉTICA

CIDADA

ADE C LID

TURAL UL

E

A NI

BIENT AM

E

MEIO

Elementos básicos de cartografia

Conteúdo

Objetivos

Recursos oferecidos

A Cartografia.

1. Aprender a ler e a interpretar mapas.

Conhecimentos prévios:

• Do desenho ao mapa.

2. Compreender o trabalho com dados numéricos utilizando gráficos.

-- Vendo a Terra do espaço (p. 46-47).

• A representação da Terra. A escala. • O mundo no papel. • A escala em mapas e plantas. A representação gráfica do relevo. • O relevo da Terra. • A representação do relevo. Os gráficos. • A representação de dados.

Leitura de infográfico:

Estação Cidadania:

3. Explorar a aplicação do globo terrestre, do planisfério e dos mapas digitais para cada objetivo que se busca na representação do planeta Terra.

-- Os gráficos: informação visual para a ação (p. 71).

4. Abordar o conceito de escala numérica e de escala gráfica e sua utilização na elaboração de representações cartográficas.

-- Alfabetização cartográfica (p. 53).

5. Explorar o relevo terrestre e suas representações cartográficas.

Atividades site:

6. Abordar os principais elementos que compõem um gráfico.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

Conteúdo multimídia:

-- Elementos do mapa. Para ir além:

-- Como fazíamos sem mapas.

Outras rotas: Yusuhara, a cidade em cima da nuvem.

avaliação Estação Socioambiental:

Site:

• A soja ameaça o Parque Indígena do Xingu (p. 55).

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Pesquisa:

• Os primeiros ‘cartógrafos’ da humanidade.

Orientações Pedagógicas Discuta com os alunos a importância da cartografia tanto para a localização das pessoas quanto para a elaboração de projetos hidrográficos, rodoviários e ferroviários. A partir da leitura do texto “Como fazíamos sem mapas”, oriente os alunos a elaborarem uma pesquisa acerca dos primeiros ‘cartógrafos’ da humanidade para, posteriormente, em sala de aula, discutirem os resultados que obtiveram. Apresente o conteúdo multimídia “Elementos do mapa” e, em seguida, exponha aos alunos um globo terrestre, um planisfério e um mapa digital e incite a classe a diferenciar a eficácia e a utilização de cada instrumento em diferentes casos. Exponha o conceito de escala e discuta as representações do relevo. Para introduzir a representação de dados, aplique a atividade da Estação Cidadania que, além da discussão sobre a aplicação dos

planejamento interativo

gráficos de colunas de barras, de linha e circulares, dá margem para o debate sobre as condições de higiene dos hospitais brasileiros. Nesse momento, você pode relatar um pouco as exigências que eram outrora feitas em termos de esterilização, descarte de seringas e agulhas e manipulação do lixo hospitalar e o que hoje é determinado pelo Ministério da Saúde para os setores hospitalares. Ao final, será possível identificar, também no caso brasileiro, a importante redução de mortes decorrentes de infecções hospitalares. Como avaliação, oriente os alunos na leitura do texto da Estação Socioambiental e, a partir de uma pesquisa acerca da condição atual do Parque do Xingu e de seu entorno, sugira que, em grupos, confeccionem um mapa do Xingu utilizando ou a escala numérica ou a escala gráfica, representando, por meio de diferentes cores, o desmatamento ao redor da floresta e as lavouras identificáveis. Individualmente, aplique as avaliações contidas no site.

13


expedições geográficas

6o ano

»Unidade 3: ADE C LID

TURAL UL

PLURA

BIENT AM

E

MEIO

A Terra: aspectos físicos gerais

Conteúdo

Objetivos

A Terra no Sistema Solar. • O planeta Terra. • A forma da Terra. • As zonas de iluminação. A Terra em movimento. • O movimento e o tempo. • O movimento de rotação: os dias e as horas.

A história da Terra.

-- A história da Terra (p. 74-75).

2. Discutir as zonas de iluminação da Terra.

Suplemento para o professor:

3. Abordar os movimentos terrestres de rotação e de translação.

-- Ensino de Geografia e outras linguagens (p. 58).

4. Explorar a relação entre a inclinação do eixo terrestre e as estações do ano.

-- A história da Terra.

6. Introduzir uma discussão sobre as eras geológicas.

Teoria da deriva continental e das placas tectônicas. Encontros: Os iorubás e o tempo. Bagagem de ferramentas: Elaboração de linha do tempo.

Conhecimentos prévios:

1. Introduzir as principais noções do planeta Terra e sua localização no Sistema Solar.

5. Compreender as esferas terrestres e a formação da Terra.

• O movimento de translação: o tempo em anos.

Recursos oferecidos Leitura de infográfico:

Leitura complementar:

Conteúdo multimídia: Atividades site:

Pausa para o cinema:

-- “Viagem ao centro da Terra”.

7. Abordar os aspectos internos do planeta Terra e a teoria das placas tectônicas.

Desembarque em outras linguagens: Claude Monet.

avaliação Site:

Estação História:

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

• A conquista do satélite da Terra (p. 78).

Suplemento para o professor:

• Sugestões de atividades complementares (p. 58).

Orientações Pedagógicas A partir da leitura de imagens, introduza aos alunos a história da formação do Sistema Solar e da Terra e apresente o conteúdo multimídia “A história da Terra”. Questione-os acerca da fragmentação da Pangeia. É importante que eles questionem sobre a aparente ‘estabilidade’ das placas tectônicas e sobre a continuidade da separação dos continentes. Aborde o planeta Terra no contexto do Sistema Solar e dos estudos empreendidos pelos cientistas com o auxílio dos satélites. A partir da explicação do formato da Terra e das zonas de iluminação, incite a classe a formular teorias para as diferenças de horário entre os países, assim como as diferenças de clima. Sugira a leitura do texto da Estação História e oriente os alunos a elaborarem uma HQ sobre os antecedentes da missão Apolo 11. Quais foram os diálogos dos astronautas com suas famílias; o que comeram antes de embarcarem em direção à Lua: podem ser elementos para essa composição. Quando os trabalhos estiverem

14

prontos, organize uma atividade de troca entre a turma, em que cada aluno lerá a HQ que seu colega fez e, então, ao final, após todos terem lido as histórias de todos, seja possível a organização de uma HQ da classe inteira. Aborde os movimentos de rotação e de translação terrestre e aplique, como avaliação, as atividades complementares que possibilitam interação prática com os conteúdos apresentados até aqui. Explore as eras geológicas. Apresente o trecho do filme “Viagem ao centro da Terra”, que se encontra no site, e desdobre a estrutura interna da Terra, bem como as teorias da deriva continental e das placas tectônicas. Com a atividade da seção Desembarque em outras linguagens, promova a discussão sobre a relação do impressionismo de Claude Monet com a captura do processo de modificação da paisagem. Como avaliação, você pode utilizar as propostas apresentadas no site.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»Unidade 4: CIDADA

ÉTICA

E

A NI

BIENT AM

E

MEIO

O relevo continental: agentes internos

Conteúdo As formas do relevo continental e os agentes do modelado.

Objetivos

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios:

• Relevo e sociedade.

1. Explorar as principais forças que agem no interior da Terra e compreender de que maneira elas modificam a paisagem terrestre por meio de fenômenos.

-- O interior da Terra e a modificação da superfície (p. 104-105).

• Os agentes do modelado terrestre.

2. Abordar as principais formas de relevo.

Suplemento para o professor:

3. Explicar em que consistem os dobramentos e de que modo eles se relacionam com as placas tectônicas.

-- O ensino do relevo no contexto da educação científica e geográfica (p. 63).

4. Introduzir os diferentes tipos de falhas.

-- Formação de caldeiras. -- O que são falhas?

• As principais formas do relevo.

Os dobramentos. • O que são dobramentos? • As placas tectônicas e os grandes dobramentos. As falhas e os terremotos. • O que são falhas? • Os terremotos. • Os sismógrafos e a intensidade dos terremotos. O vulcanismo.

5. Compreender o processo que dá origem ao vulcanismo e as consequências advindas do fenômeno, tanto turísticas quanto catastróficas.

• O magma em movimento.

Leitura de infográfico:

Leitura complementar:

Conteúdo multimídia:

Atividades site: Navegar é preciso:

-- Painel global Monitoramento da Terra em tempo real.

• O vulcanismo e o relevo. • A atividade vulcânica e os solos. • Onde ficam os vulcões? Bagagem de ferramentas: Leitura de rochas. Outras rotas: Aclimatando-se à altitude.

avaliação Estação Socioambiental:

Atividades site:

Jornal impresso:

• Os reflexos distantes.

Para ir além:

• O Parque Nacional da Chapada Diamantina (p. 108).

Site:

• Pompeia, a cidade soterrada pelo Vesúvio.

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Orientações Pedagógicas Comece com a leitura do infográfico da página 104, explorando a relação do interior da Terra com sua crosta. Apresente o conteúdo multimídia do site e explique a formação de caldeiras. Discuta as principais formas de relevo e instigue os alunos a falar sobre os tipos de relevo que conhecem, e se conseguem classificar o relevo predominante da cidade em que vivem. Sugira a leitura do texto da Estação Socioambiental e peça para que a classe, após uma pesquisa prévia, apresente uma redação sobre os parques nacionais brasileiros: quais são os principais parques e o que leva as autoridades responsáveis a ‘criar’ um parque nacional.

em quais localidades eventos naturais estão acontecendo em tempo real e qual a intensidade deles. Esse momento é bastante importante para que os alunos percebam que a crosta terrestre está em movimento constante, pois nesse site eles identificarão vários tremores de terra de baixa intensidade acontecendo. Caracterize os problemas advindos da erupção vulcânica, bem como de que maneira os vulcões funcionam como atrativo turístico, movimentando a economia de regiões vulcânicas.

Aborde o conceito de dobramentos e também sua relação com as placas tectônicas. Apresente o conteúdo multimídia “O que são falhas?” e, com a leitura de imagens da página 120, discuta com a classe o resultado provocado no relevo.

Sugira uma pesquisa, em formato de jornal impresso, sobre o importante vulcão em atividade Etna, que traga para o leitor quais foram as medidas adotadas pela população e pelo governo local para conviver com a ameaça vulcânica. A essa ‘reportagem’, os alunos deverão contrapor uma outra sobre a antiga cidade de Pompeia, que foi devastada pelo vulcão Vesúvio.

Introduza o conceito de terremotos e tsunamis. Nesse momento, você pode sugerir uma atividade oriunda do site “Painel global”: os alunos identificam

Para fechar a unidade, indique a leitura do texto de Para ir além e a resolução dos exercícios propostos.

planejamento interativo

15


expedições geográficas

6o ano

»Unidade 5: PARA O

UCAÇÃ ED

O

NSUM CO O

BIENT AM

E

MEIO

O relevo continental: agentes externos

Conteúdo A ação do intemperismo, das águas correntes e das águas oceânicas sobre o relevo. • Nada se perde, tudo se transforma. • O intemperismo. • As águas correntes.

Objetivos 1. Abordar de que modo os agentes externos atuam na superfície do planeta e modificam as formas de relevo.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Parque Nacional da Chapada Diamantina (p. 134-135). Leitura de infográfico:

2. Compreender a ação das águas correntes, dos rios e das águas oceânicas na transformação do relevo.

-- A ação das águas correntes (p. 138-139).

• A ação dos seres vivos.

3. Explorar o conceito de erosão e dos seres vivos nas mudanças sofridas pelo relevo.

-- A dimensão ambiental da educação geográfica (p. 68).

O relevo do Brasil.

4. Abordar o relevo brasileiro.

-- A ação das águas correntes.

5. Compreender a importância da hidrografia brasileira para o país.

Atividades site:

• A ação das águas oceânicas. A ação do vento, das geleiras e dos seres vivos sobre o relevo. • A ação do vento. • A ação das geleiras.

• Um relevo de altitudes modestas. • Importância do estudo do relevo. A hidrografia do Brasil.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

Conteúdo multimídia:

Pausa para o cinema:

-- “Espelho d’água: uma viagem no rio São Francisco”.

• A importância dos rios. • Brasil: um país de grandes recursos hídricos. Outras rotas: Faça a sua geleira. Desembarque em outras linguagens: Frans Krajcberg.

avaliação Estação Cidadania:

Site:

• Água doce e limpa: de “dádiva” à raridade (p. 163).

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Atividades site: Para ir além:

• História e relevo.

Orientações Pedagógicas Discuta com os alunos o conceito de intemperismo. Apresente o conteúdo multimídia “A ação das águas correntes” e discuta com a classe o infográfico da página 138. A partir da leitura do infográfico, questione a classe acerca de episódios de deslizamentos ocorridos no Brasil e sobre métodos preventivos que auxiliem a evitar as tragédias advindas da ação das águas. Explore as transformações advindas das ações das águas oceânicas no relevo, como as falésias, as praias e as restingas, opondo essas transformações às transformações provocadas pelas águas correntes e pela ação humana. Explore a erosão como fruto da ação do vento e o papel dos seres humanos como o maior agente de alteração do modelado terrestre. Fale sobre a erosão glacial. Sugira a leitura do texto de Para ir além e, a partir dele, divida a sala em grupos de quatro alunos, que deverão apresentar para o restante da classe uma pesquisa sobre o relevo e a hidrografia das cidades citadas no texto, que nasceram das atividades dos tropeiros. Assista com a classe ao trecho

16

do filme “Espelho d’água: uma viagem no rio São Francisco” e questione os alunos sobre a importância desse rio para a região que ele banha; aproveite esse momento para explicar em que consiste o projeto de transposição do rio São Francisco e quais as etapas desta transposição já foram concluídas. A partir da leitura do texto da Estação Cidadania, como avaliação, peça para que os alunos elaborem, em formato de um fôlder publicitário, sugestões criativas e viáveis para a preservação da água doce no Brasil. Com a atividade da seção Desembarque em outras linguagens, promova a discussão da arte desenvolvida por Frans Krajcberg e verifique junto aos alunos o que eles entendem por sustentabilidade e arte ecológica. Aproveite para pensar com a classe qual o papel do Brasil no cenário mundial em relação à preservação ambiental. Nesse sentido, é importante que os alunos percebam que justamente porque nosso país é composto pela Amazônia e pelo Pantanal, ou seja, possui uma biodiversidade riquíssima, deveria ser um exemplo no cuidado de suas espécies animais e vegetais. Por fim, aplique as avaliações disponíveis no site.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»Unidade 6:

PARA O

UCAÇÃ ED

ÉTICA

O

NSUM CO

E

BIENT AM

O

CIDADA A NI

E

MEIO

Clima e vegetação natural

Conteúdo O clima. • Tempo atmosférico e clima. • O clima. Os climas do mundo e do Brasil. • Os climas do mundo. • Os climas do Brasil. Terra: grandes paisagens vegetais. • Vegetação natural ou nativa. Brasil: formações vegetais naturais.

Objetivos 1. Investigar os fatores que compõem o clima e suas relações com a vegetação e a ocupação do espaço geográfico. 2. Compreender a ação de fatores geográficos no clima. 3. Explorar os climas encontrados pelo mundo e no Brasil. 4. Abordar as grandes paisagens vegetais do planeta Terra. 5. Investigar as formações vegetais naturais brasileiras.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográficos:

-- Clima e ocupação humana (p. 168-169). -- O clima e os fatores geográficos (p. 176-177).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Tratamento crítico das temáticas físico-naturais (p. 73).

Conteúdo multimídia:

-- O clima e os fatores geográficos.

Atividades site: Para ir além:

• Ocupação humana e diminuição da vegetação natural.

-- Como funciona a floresta?

Bagagem de ferramentas: Climograma: um recurso para interpretar o clima.

avaliação Estação Socioambiental:

Estação Cidadania:

Estação História:

Site:

• Moradias em área de risco (p. 178).

• Vamos plantar uma árvore? (p. 201).

• Ceará: nos campos da seca (p. 185).

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Estação Ciências:

• Os desafios para a preservação da biodiversidade (p. 193).

Orientações Pedagógicas Oriente os alunos a fazerem a leitura do infográfico da abertura, levando-os a perceber de que modo aspectos como a altitude, a distância do mar e o tipo de vegetação exercem influência direta no clima da região. Explique em que consistem as massas de ar, os fatores geográficos e a ação humana na configuração climática. Sistematize os conceitos apreendidos por meio da resolução dos exercícios propostos no infográfico, que articula a influência dos fatores geográficos no clima, e também discuta o conteúdo multimídia do site. Sugira a leitura do texto da Estação Socioambiental e debata com a classe o problema da moradia no Brasil, analisando questões socioeconômicas. Nesse momento, aproveite também para discutir a desigualdade regional que o Brasil comporta na distribuição da população em áreas urbanas ou rurais e nas áreas de risco. Ou seja, toque na questão

planejamento interativo

de que há determinadas áreas geográficas brasileiras em que a concentração de moradias precárias é maior que em outras, e questione a turma acerca de quais fatores geram essa desigualdade habitacional. Apresente os climas do mundo e do Brasil. Explore a leitura do texto da Estação História e convide os alunos a, em grupos, elaborarem um teatro de fantoches que tenha como tema ‘a relação entre seca e fome’. Sugira a leitura do texto “Como funciona a floresta” e peça para que, em duplas, os alunos discutam e resolvam os exercícios propostos. Explique as grandes paisagens vegetais do mundo e do Brasil. Na avaliação da seção Estação Ciências, a partir da leitura do texto, peça para que os alunos confeccionem cartazes informativos com desenhos sobre as espécies animais e vegetais brasileiras que estão em extinção. Discuta com os alunos o texto da Estação Cidadania e, se for possível, promova com eles a plantação de flores e árvores na escola e nos bairros vizinhos.

17


expedições geográficas

6o ano

»Unidade 7:

Extrativismo e agropecuária CIDADA

ÉTICA

MEIO

E

A NI

BIENT AM

E

O

UCAÇÃ ED

PARA O

NSUM CO

O

Conteúdo O extrativismo. • O que é extrativismo? • Tipos e formas de extrativismo. • Reservas extrativistas no Brasil. O extrativismo mineral. • Tipos de extrativismo mineral. • A indústria mineral no mundo. • O extrativismo mineral e os impactos socioambientais. A agricultura. • A agricultura e as condições naturais. • Os sistemas de produção agrícola. • A organização da produção agrícola brasileira. • A agricultura e os impactos ambientais. A pecuária. • As formas de criação de gado. • A pecuária no Brasil. Desembarque em outras linguagens: Chris Jordan.

Objetivos 1. Compreender a diferença entre extrativismo vegetal e agricultura. 2. Abordar a diferença entre garimpagem e indústria extrativa mineral. 3. Explorar as condições naturais que possibilitam a produção agrícola. 4. Abordar os principais aspectos da pecuária.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- A natureza como fonte de vida (p. 204-205).

Suplemento para o professor: Leituras complementares:

-- Texto 1: Novos caminhos de leitura, novos letramentos (p. 79). -- Texto 2: O infográfico e suas potencialidades educacionais (p. 80).

Conteúdo multimídia:

-- A natureza como fonte de vida.

avaliação Estação Socioambiental:

Atividades site:

Estação Ciências:

• Natureza é vida.

Estação Socioambiental:

Sugestões de atividades complementares (p. 78).

Para ir além:

• Perfumes da floresta (p. 209).

Suplemento para o professor:

• A história das joaninhas da Austrália (p. 227). • Com estímulo oficial, floresta vira capim (p. 231).

Orientações Pedagógicas Promova uma discussão com a classe sobre a imagem que abre a unidade, na página 204, e, além de discutir sobre os recursos naturais, aproveite para falar sobre o skate como esporte e também como alternativa de meio de transporte. Após a exibição do conteúdo multimídia, explore de que modo a natureza é absolutamente indispensável a toda atividade humana. Aborde as formas de extrativismo. Sugira a leitura do texto da Estação Socioambiental e peça para que os alunos elaborem uma redação sobre os problemas do extrativismo predatório. Explique em que consistem as reservas extrativistas brasileiras e sua importância para a economia sustentável. Aplique a atividade do site “Natureza é vida”, cujo objetivo é fazer pensar acerca da imprescindibilidade da preservação da natureza para a continuação da vida humana na Terra, uma vez que absolutamente todos os objetos que nos cercam encontram sua origem na natureza.

18

Aborde o extrativismo mineral e destaque os impactos socioambientais de tal prática. Explore a organização da agricultura brasileira e a influência do clima, do solo e do relevo na produção agrícola do Brasil. Sugira a resolução dos exercícios propostos pela Estação Ciências, que trata da possibilidade de proteger as lavouras dos danos causados por pragas sem o uso de pesticidas, mas com agentes naturais. Discuta as formas de criação de gado e os sistemas de criação pecuária, focando nos tipos predominantes no Brasil. Com a leitura do texto da Estação Socioambiental, proponha que os alunos elaborem, individualmente, mapas da Amazônia Legal, utilizando os conceitos de escala vistos na Unidade 2, e delimitem com cores a área de desmatamento com a finalidade de pasto para a pecuária. Com a atividade Desembarque em outras linguagens, apresente a proposta artística de Chris Jordan para tratar do consumismo mundial e promova uma discussão sobre os hábitos dos brasileiros em relação ao descarte em local inadequado de produtos domésticos em bom estado.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»Unidade 8:

Indústria, sociedade e espaço PLURA

ÉTICA

MEIO

CIDADA

ADE C LID

TURAL UL

E

A NI

BIENT AM

E

O

UCAÇÃ ED

PARA O

NSUM CO

O

Conteúdo Do artesanato à manufatura e à indústria moderna. • As formas de produção. • Tipos de indústrias. Indústria: transformações sociais e impactos ambientais. • As mudanças na sociedade e na paisagem. • Indústria e impactos ambientais. • ONGs e meio ambiente. Indústrias e fontes de energia. • A importância das fontes de energia. • Os combustíveis fósseis. • A energia elétrica. • Fontes sustentáveis de energia. A atividade industrial no Brasil. • Histórico. • A distribuição espacial da atividade industrial. Encontros: Artesanato e cultura. Bagagem de ferramentas: Aprendendo a fazer uma pesquisa. Outras rotas: São José dos Campos: centro da tecnologia aeroespacial do Brasil.

Objetivos 1. Investigar de que modo ocorreu o desenvolvimento da atividade industrial ao longo da história. 2. Explorar as formas de produção: artesanato, manufatura e a indústria. 3. Caracterizar as mudanças provocadas na sociedade e na paisagem consequentes das revoluções industriais. 4. Abordar as fontes de energia. 5. Explorar as fontes sustentáveis de energia. 6. Determinar a constituição da indústria brasileira e sua distribuição espacial pelo país.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- Indústria, sociedade e espaço (p. 236-237). -- Linha do tempo sobre a evolução industrial brasileira desde 1900 (p. 264-265).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- O trabalho com filmes, documentários e desenhos animados nas aulas de Geografia (p. 85).

Conteúdo multimídia:

-- A usina solar. -- Histórico da atividade industrial no Brasil.

Atividades site:

Pausa para o cinema:

-- “A síndrome da China”.

avaliação Estação Cidadania • Energia: a ordem é economizar (p. 251).

Suplemento para o professor: Sugestões de atividades complementares (p. 84).

Atividades site: Para ir além:

• Obsolescência programada.

Orientações Pedagógicas Por meio da leitura da linha do tempo da página 236, instigue os alunos a exporem as principais transformações que eles observam no que diz respeito ao funcionamento dos objetos que, atualmente, fazem parte de nosso cotidiano, como o telefone, o rádio e o automóvel. Aproveite esse momento para desdobrar a importância da energia elétrica em nosso dia a dia e ponha em questão a ‘inesgotabilidade’ desse recurso. Aborde as formas de produção e comente de que modo as revoluções industriais interferirão no modo de produção industrial e na vida do operário. Explore os impactos ambientais advindos da intensificação da industrialização, bem como de que modo ela trouxe o surgimento de novas classes sociais. Com a leitura do texto da Estação Cidadania, sugira que os alunos façam um seminário em grupos com os resultados de uma pesquisa sobre quais são os aparelhos domésticos que mais despendem energia elétrica e quais são aqueles que menos consomem o recurso. O objetivo é que eles compreendam por

planejamento interativo

que o mecanismo de alguns aparelhos consome mais energia que outros e que percebam terem papel importante na preservação do planeta. Apresente o trecho do filme “A síndrome da China” e interrogue a classe acerca dos conhecimentos de que ela dispõe sobre a energia nuclear. Aproveite para discutir o conteúdo multimídia “A usina solar” e explore o funcionamento de uma usina que produz energia desse tipo. Com o conteúdo multimídia “Histórico da atividade industrial no Brasil”, será possível discutir o processo de industrialização brasileira e as consequências ambientais que o país enfrenta atualmente. Proponha as atividades complementares, que abordam o problema do consumismo e da degradação ambiental. Com a atividade do site “Obsolescência programada”, resuma o problema de um desenvolvimento industrial calcado no descarte prematuro de eletrodomésticos.

19


expedições geográficas

7o ano

»UNIDADE 1:

PLURA

ÉTICA

CIDADA

ADE C LID

TURAL UL

E

A NI

BIENT AM

E

MEIO

O território brasileiro

Conteúdo

Objetivos

Localização e extensão do território brasileiro. • Como localizar o território brasileiro? • Pontos extremos do território brasileiro. • Latitudes e diversidade de paisagens naturais. • Os fusos horários. A formação do território brasileiro. • A formação territorial. A regionalização do território brasileiro. • O que é regionalizar. • Brasil: regionalização oficial. • Os complexos regionais. Domínios naturais: ameaças e conservação. • Os domínios morfoclimáticos. • Impactos ambientais sobre os domínios morfoclimáticos do Brasil. • As Unidades de Conservação. Bagagem de ferramentas: Como calcular as horas por meio de um mapa de fusos horários. Outras rotas: Jalapão. Desembarque em outras linguagens: Araquém Alcântara.

1. Compreender o mecanismo geográfico de localização do território brasileiro. 2. Explorar os conceitos de hemisfério e de zona térmica no que diz respeito à localização do Brasil. 3. Abordar a diversidade das paisagens naturais do Brasil. 4. Explorar os fusos horários presentes no território nacional. 5. Compreender a história de formação do território brasileiro. 6. Introduzir o conceito de regionalização e de complexo regional. 7. Abordar os domínios morfoclimáticos do Brasil.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- País de dimensões continentais (p. 12-13).

Estação Cidadania:

-- A situação dos indígenas no Brasil (p. 25).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Os quatro Brasis... (p. 45).

Conteúdo multimídia:

-- País de dimensões continentais. -- A história das divisões do território brasileiro.

Atividades site: Para ir além:

-- Medição do tempo. -- Os hotspots.

avaliação Suplemento para o professor:

Estação História:

Sugestão de atividade complementar:

• A história das divisões do território brasileiro (p. 30).

• 1, 2, 3 e 4 (p. 45-46) .

Site: • Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Orientações Pedagógicas Apresente o conteúdo multimídia “País de dimensões continentais” e explore uma comparação entre as dimensões do território brasileiro e as de outros países. Verifique os conhecimentos prévios dos alunos, procurando ressaltar o fato de que, embora o Brasil tenha uma dimensão continental, existe uma coesão linguística que, efetivamente, é impressionante. Aproveite esse momento para tecer um paralelo entre o Brasil e países pequenos como, por exemplo, a Suíça e a Bélgica, que possuem mais que uma língua oficial. Aborde os fusos horários brasileiros e sugira a atividade do site “Medição do tempo”. Após a leitura do texto, os alunos deverão resolver os exercícios propostos sobre fusos horários, tendo como auxílio, o planisfério que está junto com o texto. Aborde a história da formação do território brasileiro, insistindo para a grande diferença numérica da população indígena desde a conquista do Brasil pelos portugueses, até os dias atuais. Sugira como atividade a Estação Cidadania, que aborda as práticas governamentais em relação à população indígena.

20

Introduza o conceito de regionalização e apresente o conteúdo multimídia “A história das divisões do território brasileiro”. Debata com a turma as mudanças cartográficas pelas quais o país passou e quais seriam os impactos dessas mudanças na vida dos habitantes dos Estados que tiveram suas áreas politicamente modificadas. Como avaliação, peça para que, individualmente, os alunos respondam às questões da Estação História e entreguem ao professor. Explique em que consistem os domínios morfoclimáticos e aplique a atividade do site “Os hotspots”. Essa atividade refere-se a uma região com grande biodiversidade que se encontra ameaçada em sua conservação. Aproveite esse momento para discutir a situação de algumas paisagens naturais brasileiras, como o cerrado e a caatinga. Como avaliação, aplique as Atividades complementares que tratam tanto de questões indígenas, quanto dos impactos ambientais nos domínios morfológicos brasileiros. Se achar conveniente, aplique as propostas de avaliação do site.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 2:

E

CIDADA

ÉTICA

IENTA OR

TURAL UL

PLURA

O SEX ÇÃ

A NI

ADE C LID

L UA

BIENT AM

E

MEIO

A população brasileira

Conteúdo Brasil: distribuição e crescimento da população. • Brasil: país populoso e pouco povoado. • A distribuição da população pelo território brasileiro. • O censo. • O crescimento da população brasileira. • Natalidade e fecundidade em queda. • Redução da mortalidade e aumento da expectativa de vida. Brasil: migrações internas e emigração. • O que é migração. • O êxodo rural. • Deslocamentos temporários de população. • Emigrantes brasileiros. População e trabalho: mulheres, crianças e idosos. • A população segundo os setores de produção. • Mulheres e desigualdades no mercado de trabalho. • O trabalho infantil no Brasil. • A pirâmide etária do Brasil. Brasil: diversidade cultural e os afro-brasileiros. • Brasil: país de muitos povos e culturas. • Grupos formadores da população brasileira. • Os brasileiros nos censos do IBGE. • Os afro-brasileiros no Brasil atual. Encontros: A migração por quem a viveu.

Objetivos 1. Compreender alguns aspectos constituintes da população brasileira.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

2. Abordar a dicotomia entre país populoso e pouco povoado.

-- A evolução da população brasileira (p. 42-43).

3. Abordar a distribuição da população pelo território brasileiro.

-- Mortalidade infantil (p. 51).

4. Introduzir o conceito de censo.

Suplemento para o professor:

5. Abordar os novos aspectos do Brasil em relação à queda da taxa de natalidade, à redução da mortalidade e ao aumento da expectativa de vida da população.

-- A diversidade cultural: algumas reflexões (p. 51).

6. Compreender os processos de migrações internas e emigração no Brasil. 7. Abordar a dinâmica da população brasileira em relação à maior participação feminina no mercado de trabalho e aos efeitos do envelhecimento da população. 8. Desenvolver questões ligadas à diversidade cultural brasileira.

Estação Ciências:

Leitura complementar:

Conteúdo multimídia:

-- A evolução da população brasileira. -- Brasil: principais fluxos migratórios.

Atividades site: Para ir além:

-- Gravidez na adolescência. -- Preconceito e discriminação.

avaliação Relatório:

Estação Cidadania:

• Agora sou um censor.

• Desigualdades de gênero e cor (p. 70).

Estação Socioambiental:

Suplemento para o professor:

• Migrações compulsórias, lugar e territorialidades na construção de hidrelétricas (p. 56).

Sugestão de atividade complementar:

• 1 e 2 (p. 52).

Orientações Pedagógicas Apresente o conteúdo multimídia “A evolução da população brasileira” e discuta com os alunos o significado de crescimento populacional. Aborde aspectos geográficos, como urbanização, para falar sobre concentração populacional. Desmembre a díade ‘país populoso e pouco povoado’ que se aplica ao caso brasileiro, procurando estabelecer uma comparação com outros países. Introduza o conceito de censo e, então, aplique como avaliação um relatório com o tema “Agora sou um censor”. Nessa avaliação, os alunos deverão, em grupos, fazer uma pesquisa com outras classes da escola, levantando os seguintes dados: a quantidade total de alunos da classe, a quantidade de meninos e de meninas, e então, saber desses alunos, acerca da ocupação de seus pais. Após terem elaborado esse levantamento, cada grupo apresentará os resultados para o restante da classe e, então, será possível saber qual é a preponderância de gênero entre as classes pesquisadas, bem como referente ao trabalho exercido pelos pais dos alunos.

planejamento interativo

Sugira a atividade do site, cujo texto trata da temática “gravidez na adolescência”. Aproveite o momento para verificar o conhecimento que os alunos possuem acerca desse assunto e sobre os métodos contraceptivos. Aplique a Estação Ciências e, então, discuta com os alunos quais foram suas respostas na resolução das questões. Explique a diferença entre migração interna e emigração, questionando os alunos quais deles são filhos de pais oriundos de outros Estados ou de outros países. Aplique a avaliação da Estação Socioambiental e peça para que, individualmente, os alunos elaborem uma redação a partir das duas questões propostas. Aborde o papel atual da mulher no mercado de trabalho brasileiro e discuta com a classe quais são as perspectivas que eles têm em relação ao trabalho de suas mães. Aborde a diversidade cultural brasileira. Introduza a questão do papel ocupado pelos negros na sociedade atual e aplique a avaliação da Estação Cidadania. Sugira a atividade “Preconceito e discriminação”, que trata dos preconceitos ainda existentes no Brasil contra os negros. Por fim, aplique as Sugestões de atividades complementares que tratam de diversidade e diferença.

21


expedições geográficas

7o ano

»UNIDADE 3:

ÉTICA

E

CIDADA A NI

BIENT AM

E

MEIO

Brasil: da sociedade agrária para a urbano-industrial

Conteúdo A urbanização brasileira. • O que é urbanização? • Brasil: taxas de urbanização regionais e estaduais. • Brasil: urbanização tardia, mas acelerada. • Causas da urbanização no Brasil. • O processo de urbanização. Rede, hierarquia e problemas urbanos. • A rede urbana. • As categorias e funções urbanas. • A hierarquia urbana. • A conurbação. • As Regiões Metropolitanas. • A megalópole em formação. • Movimentos sociais urbanos. A industrialização brasileira. • O Brasil pré-industrial. • Fatores favoráveis à industrialização do Brasil. • Concentração e relativa desconcentração industrial. O espaço agrário e a questão da terra. • A importância da agropecuária no Brasil. • A geografia agrícola do Brasil. • A pecuária. • Pecuária intensiva e extensiva. • Desigualdade no campo. • Movimento dos trabalhadores rurais. Desembarque em outras linguagens: Otávio e Gustavo Pandolfo.

Objetivos 1. Apresentar as transformações importantes no Brasil que permitiram a passagem da economia e sociedade agrária para a urbano-industrial. 2. Compreender o processo de urbanização brasileiro em seus momentos históricos. 3. Explorar de que modo se estrutura a hierarquia urbana. 4. Abordar os processos de conurbação e de formação de megalópole. 5. Caracterizar os fatores favoráveis à industrialização brasileira. 6. Explorar a importância da agropecuária para o Brasil.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Vista aérea de Fortaleza; colheita mecanizada em plantação de algodão (BA); vista de uma indústria têxtil em Fortaleza (p. 74-75). Leitura de infográfico:

-- Problemas urbanos (p. 88-89).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- A relação cidade-campo: o trabalho no campo e o trabalho na cidade (p. 57). Sugestão de atividade complementar:

-- 1, 2 e 3 (p. 58).

Conteúdo multimídia: -- Problemas urbanos.

Atividades site: Pausa para o cinema:

-- “Os anos JK: uma trajetória política”. Para ir além:

-- Diferenças entre produção convencional e agroecológica.

avaliação Estação História:

Suplemento para o professor:

• Cidades brasileiras e Patrimônios da Humanidade (p. 81).

Sugestão de atividade complementar:

• 4, 5, 6, 7 e 8 (p. 58).

Redação: • Resolvendo problemas consequentes da urbanização.

Orientações Pedagógicas Aborde o conceito de urbanização, e desmembre a ideia de que o Brasil apresenta uma urbanização tardia, mas acelerada. Comente as causas da urbanização brasileira. Nesse momento, verifique com os alunos quais deles têm pais ou avós que são oriundos do campo (se for uma classe urbana) e quais possuem parentes que fizeram o caminho inverso, ou seja, moravam na cidade e passaram a viver no campo (no caso de uma classe da zona rural). Discuta com a turma o processo histórico de urbanização e sugira como avaliação a Estação História. Os alunos deverão ler o texto dessa seção e, em grupos, fazer uma pesquisa sobre um dos Patrimônios Mundiais da Humanidade que existem no Brasil. Eles deverão confeccionar maquetes que representem o patrimônio e apresentar para o restante da classe os resultados de suas descobertas. Com essa atividade, será profícua uma discussão sobre a preponderância de locais urbanos considerados como patrimônios, bem como o papel da Unesco no Brasil e no mundo. Retome a questão da urbanização, abordando os conceitos de conurbação e de megalópole. Discuta, a partir do infográfico, os principais problemas advindos

22

da urbanização. Nesse momento, abra um debate sobre a formação de favelas, a segregação espacial e a precariedade dos transportes públicos e da rede de tratamento de esgoto. Apresente o conteúdo multimídia do site e sugira como avaliação uma redação na qual os alunos desdobrarão, individualmente, uma proposta para a resolução de um problema urbano. Explore a industrialização brasileira, com enfoque para os fatores que promoveram a expansão da indústria. Assista com a classe à atividade do site “Os anos JK: uma trajetória política”, tomando como fio condutor para a discussão posterior o projeto de urbanização do cerrado do país com a construção de Brasília. Aborde a importância da agropecuária para o Brasil, elencando o país como um dos principais produtores de materiais agropecuários do mundo. Sugira como atividade o Para ir além, que continua a discussão sobre a produção agrícola e agroecológica. Por fim, sugira como atividade os exercícios 1, 2 e 3 da Atividade complementar, que sintetizam os conhecimentos dessa unidade e, como avaliação, peça para que os alunos entreguem as resoluções dos exercícios 4, 5, 6, 7 e 8 da mesma atividade.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 4:

E

CIDADA

ÉTICA

TURAL UL

PLURA

ADE C LID

A NI

BIENT AM

E

MEIO

Região Norte

Conteúdo

Objetivos

Região Norte: localização e meio natural.

1. Abordar os aspectos físicos da Região Norte.

• Região Norte ou Amazônia? • Aspectos físicos gerais.

2. Compreender a estrutura do maior complexo fluvial do mundo, que se localiza na Região Norte.

Região Norte: a construção de espaços geográficos. • A construção do espaço geográfico – de 1500 a 1930. • A construção do espaço geográfico – após 1930. • Os governos militares e os novos rumos da colonização da Amazônia. Amazônia: conflitos, desmatamento e biodiversidade. • A entrada do grande capital na Amazônia Legal em tempos recentes. • O desmatamento da Amazônia. • A biodiversidade da Amazônia. Amazônia: o desenvolvimento sustentável. • Organização não governamental (ONG). • O desenvolvimento ecologicamente sustentável. • As reservas extrativistas. Bagagem de ferramentas: Aprendendo a fazer um mapa pictórico. Encontros: Cipó artístico.

3. Explorar a construção do espaço geográfico da Região Norte. 4. Abordar questões ligadas à colonização da Amazônia. 5. Compreender de que modo o desmatamento da região amazônica está atualmente ligado à expansão da pecuária local. 6. Introduzir o conceito de biodiversidade e discutir os problemas que o Brasil precisa enfrentar para a preservação de sua biodiversidade. 7. Explicar em que consiste o desenvolvimento sustentável.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Vista aérea de fazenda de gado em área desmatada da Floresta Amazônica, próxima ao município de Caracaraí, RR (p. 108-109). Leitura de infográfico:

-- O maior complexo fluvial do mundo (p. 114-115).

Estação Socioambiental:

-- A Amazônia das estradas avança sobre a Amazônia dos rios (p. 124).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Uso de música no ensino de Geografia (p. 63).

Estação Cidadania: -- Carne legal (p. 131).

Conteúdo multimídia: -- O maior complexo fluvial do mundo.

Atividades site: Para ir além:

-- Quando as leis são importantes. Pausa para o cinema:

-- “Tainá 2 - A aventura continua”.

avaliação História em quadrinhos:

Suplemento para o professor:

• A Bacia Amazônica.

Sugestão de atividade complementar:

• 1, 2 e 3 (p. 63-64).

Pesquisa: • Desafios da Transamazônica.

Orientações Pedagógicas Diferencie a Região Norte da Amazônia. Destaque o relevo e a hidrografia da Região Norte. Com a leitura do infográfico, caracterize o maior complexo fluvial do mundo. Ressalte a importância econômica e ecológica dos rios da Bacia Amazônica. Apresente o conteúdo multimídia “O maior complexo fluvial do mundo” e discuta com os alunos a importância desse complexo para a geração de energia elétrica para todo o país. Como avaliação, sugira que a turma, individualmente, elabore uma história em quadrinhos sobre os aspectos que mais chamaram a atenção nessa discussão. Explique em que consiste a predominância do clima equatorial úmido na Região Norte e de que modo podemos caracterizar a vegetação dessa região. Explique em que consistiu a construção do espaço geográfico ao longo dos anos de 1500 a 1930 e aborde a importância do extrativismo do látex para a região. Explore a colonização da Amazônia e os projetos governamentais elaborados com o objetivo de povoar e desenvolver o Norte do país. Fale acerca do projeto de construção da rodovia Transamazônica e peça para que os alunos façam uma pesquisa sobre a história de tal rodovia, com ênfase para o estado atual da construção e quais seriam os benefícios caso a obra fosse definitivamente terminada.

planejamento interativo

Aplique a atividade da Estação Socioambiental e retome a discussão sobre as estradas e rodovias da região Amazônica. Aborde os conflitos existentes na Amazônia e aplique a atividade da Estação Cidadania “Carne legal”. Relacione o projeto do ministério público federal com o desmatamento da Amazônia e discuta por que os pecuaristas preferem desmatar para aumentar seus rendimentos a investir em tecnologia para aumentar os lucros com os rebanhos que já possuem, sem a necessidade do desmatamento. Explique em que consiste a biodiversidade e a biopirataria. Aplique o Para ir além “Quando as leis são importantes”, que discute a questão dos lucros obtidos a partir das descobertas e dos processos produtivos obtidos por meio dos recursos naturais exclusivos de um país. Aborde o desenvolvimento sustentável e sua importância para a preservação do meio ambiente e para o desenvolvimento econômico do país. Como avaliação, aplique a Sugestão de atividade complementar, que sistematiza a elaboração cartográfica vista na Bagagem de ferramentas com as discussões sobre os projetos para a região amazônica. Por fim, apresente o trecho do filme “Tainá 2 - A aventura continua” e promova um debate que articule os aspectos naturais, econômicos e sociais da Amazônia.

23


expedições geográficas

7o ano

»UNIDADE 5:

PLURA

DE

ADE C LID

TURAL UL

SAÚ

BIENT AM

E

MEIO

Região Nordeste

Conteúdo Região Nordeste: o meio natural e a Zona da Mata. • A diversidade no Nordeste. • As sub-regiões do Nordeste. • A Zona da Mata: localização e condições naturais. • Zona da Mata: as metrópoles. • Zona da Mata: aspectos gerais da economia. O Agreste. • O Agreste: localização e condições naturais. • As cidades do Agreste. • Agreste: economia. O Sertão. • O Sertão: localização e condições naturais. • O Rio São Francisco. • Sertão: economia. • As questões sociais e políticas da seca. O Meio-Norte. • O Meio-Norte: localização e condições naturais. • Meio-Norte: construção inicial do espaço. • As capitais regionais e outras cidades. • Meio-Norte: economia. Encontros: Os pescadores do sul da Bahia. Outras rotas: Parque Nacional Serra da Capivara. Bagagem de ferramentas: Elaboração de mural. Desembarque em outras linguagens: O Sertão de Graciliano Ramos: do local ao universal.

Objetivos 1. Explorar os aspectos físicos da região Nordeste. 2. Identificar as sub-regiões do Nordeste e suas características naturais, sociais e econômicas. 3. Caracterizar o agreste nordestino. 4. Caracterizar o sertão nordestino.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Pequeno produtor de cebola irrigada na área rural do município de Salgueiro, PE (p. 140-141). Leitura de infográfico:

-- Nordeste: desigualdade em queda (p. 150-151)

Estação Ciências: -- O melhoramento genético do algodoeiro (p. 155).

Suplemento para o professor:

5. Explorar o problema da seca: as questões sociais e a política da seca.

-- A importância da esfera literária na área de Geografia (p. 69).

6. Caracterizar o meio-norte nordestino.

-- Sobrevivência em regime de bode solto (p. 163).

Leitura complementar:

Estação Socioambiental: Conteúdo multimídia: -- Nordeste: desigualdade em queda.

Atividades site: Para ir além:

-- Programa Cisternas.

avaliação Composição musical:

Confecção de maquetes:

• A economia da Zona da Mata nordestina.

• Os alunos deverão confeccionar maquetes que retratem as sub-regiões nordestinas.

Elaboração de fôlder:

• O uso consciente da água.

Orientações Pedagógicas Apresente o Nordeste como a primeira região brasileira a ter sido ocupada e explorada economicamente pelos portugueses, a partir do século XVI. Explique quais foram os critérios utilizados para a divisão do Nordeste em quatro sub-regiões. Caracterize a Zona da Mata a partir de sua localização e condições naturais. Apresente as metrópoles da Zona da Mata e explore os aspectos gerais da economia dessa região. Como avaliação, sugira que os alunos elaborem, em grupos, uma composição musical que fale sobre a economia da Zona da Mata, cujo tema pode ser a produção açucareira ou a produção de cacau. Após o tempo estabelecido pelo professor para a conclusão do trabalho, cada grupo apresentará para o restante da classe a composição musical que fez. Faça a leitura do infográfico com os alunos e debata com a turma as questões colocadas a partir da interpretação das imagens e dos dados ali presentes. Apresente o conteúdo multimídia “Nordeste: desigualdade em queda” e promova uma discussão entre os alunos sobre a atuação do governo para a redução da desigualdade nordestina. Aproveite o momento para questionar

24

quais são os motivos que tornam a região Nordeste a mais sujeita a situações de miséria. Explore as principais características naturais do agreste nordestino e aplique a atividade do site “Programa Cisternas”. O texto dessa atividade explora o programa que auxilia a contornar o problema da escassez de água na região. Assim, debata com a classe a importância da preservação e da economia de água. Como avaliação, sugira que, individualmente, os alunos confeccionem fôlderes que articulem a conscientização do consumo consciente da água. Aborde a economia do agreste e sugira a atividade da Estação Ciências, que trata da plantação de algodão de fibra colorida. Articule essa atividade com a questão da sustentabilidade ligada ao desenvolvimento econômico. Apresente o Sertão e fale sobre a importância do Rio São Francisco. Sugira a atividade da Estação Socioambiental e discuta com os alunos em que consistem as comunidades de fundos de pasto. Caracterize o Meio-Norte. Aborde os principais aspectos da economia da região. Como avaliação final, peça para que, em grupos, os alunos elaborem maquetes que caracterizem o relevo, o clima, a hidrografia e a vegetação de uma das sub-regiões do Nordeste.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 6:

E

CIDADA

ÉTICA

TURAL UL

PLURA

ADE C LID

A NI

BIENT AM

E

MEIO

Região Sudeste

Conteúdo

Objetivos

Região Sudeste: o meio natural.

1. Explorar o meio natural da região Sudeste.

• Aspectos do meio natural. Região Sudeste: ocupação e povoamento. • O início do povoamento. • Da Vila de São Paulo para o interior. • A mineração e a produção de espaço. • A cafeicultura e a produção de espaços geográficos no Sudeste. Região Sudeste: a cafeicultura e a organização do espaço. • A expansão da cafeicultura em direção ao interior de São Paulo. • A cafeicultura e a imigração estrangeira. Região Sudeste: população e economia.

2. Compreender a importância das bacias hidrográficas do Sudeste para a geração de energia elétrica. 3. Abordar a ocupação e o povoamento da região Sudeste. 4. Explorar a relação existente entre a mineração e a produção de espaço no Sudeste. 5. Abordar o papel da cafeicultura para o desenvolvimento econômico do Sudeste brasileiro. 6. Investigar os aspectos da população e da economia atuais do Sudeste.

• População.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Vista da cidade de Ouro Preto, interior de Minas Gerais (p. 176-177). Leitura de infográfico:

-- Sudeste: concentração no setor de serviços (p. 198-199).

Estação História:

-- A Estrada Real (p. 187).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Mídias eletrônicas e o ensino de Geografia (p. 76).

Conteúdo multimídia:

-- Sudeste: concentração no setor de serviços.

Atividades site: Para ir além:

-- Rio de alma. -- A mineração e a agricultura no século XVIII.

• Economia.

avaliação Pesquisa:

• A produção cafeeira atual do Brasil no contexto econômico mundial.

Estação Cidadania:

Pesquisa:

• Em forma de jornal impresso, os alunos deverão apresentar uma pesquisa sobre o significado da descoberta do pré-sal para o Brasil.

• Condições de trabalho nos canaviais. O que mudou? (p. 201).

Orientações Pedagógicas Apresente os principais aspectos naturais da região Sudeste. Aborde a mata Atlântica e a mata Tropical, enfatizando o problema do longo desmatamento que essas áreas sofreram. Explore a hidrografia da região Sudeste e aplique a atividade Para ir além “Rio de alma”. A partir da leitura do texto dessa atividade, promova uma discussão sobre os aspectos físicos do Rio Tietê. Aborde o povoamento da região Sudeste e discorra sobre o papel que a mineração teve para o crescimento populacional da região. Sugira a leitura do texto proposto pela Estação História e discuta os aspectos históricos para o desenvolvimento econômico da região Sudeste. Aborde a importância da cafeicultura para o desenvolvimento econômico. Como avaliação, encomende uma pesquisa, em grupo, na qual os alunos deverão situar a produção atual da cafeicultura brasileira em relação a outros países. É importante que, com os resultados da pesquisa, seja possível

planejamento interativo

promover um debate sobre a nova conjuntura mundial, em que a produção de café do Brasil perdeu certo espaço para a produção de outros países. Explique de que modo as ferrovias e a cafeicultura foram responsáveis pela produção de espaços geográficos no Sudeste. Sugira a atividade do Para ir além “A mineração e a agricultura no século XVIII”, que faz uma contraposição entre a mineração e a cana-de-açúcar. Faça a leitura do infográfico com a turma e ressalte os principais aspectos econômicos da região. Apresente o conteúdo multimídia do site e discuta a importância do setor de serviços para a região. Como avaliação, aplique as atividades da Estação Cidadania e debata a importância da segurança e da formalização do trabalho no Brasil. Aborde o papel da pecuária para a economia da região, bem como do extrativismo mineral. Como avaliação, sugira que os alunos façam uma pesquisa em forma de “jornal impresso sobre o pré-sal”.

25


expedições geográficas

7o ano

»UNIDADE 7:

PLURA

ÉTICA

CIDADA

ADE C LID

TURAL UL

E

A NI

BIENT AM

E

MEIO

Região Sul

Conteúdo Região Sul: o meio natural. • Aspectos do meio natural. Região Sul: a construção de espaços geográficos. • Ocupação europeia da Região Sul. Região Sul: problemas ambientais. • A produção de espaços geográficos e a natureza. • Região Sul: desmatamento. • Principais problemas ambientais. Região Sul: população e economia.

Objetivos 1. Conhecer as características do meio natural e o processo de construção de espaços geográficos da Região Sul. 2. Compreender os principais aspectos da ocupação europeia, das reduções jesuíticas e do bandeirismo na Região Sul. 3. Explorar os problemas ambientais da Região Sul. 4. Abordar a população e a economia da Região Sul.

• População.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Vista da cidade de Florianópolis (p. 206-207). Leitura de infográfico:

-- Avicultura integrada (p. 236-237).

Estação Ciências:

-- Prevenção de desastres (p. 214).

Estação Socioambiental:

-- Os faxinais e a preservação (p. 227).

Conteúdo multimídia:

-- Avicultura integrada.

Atividades site: Para ir além:

• Economia.

-- Comunidades quilombolas do Paraná.

Encontros: Os cipozeiros de Garuva.

Pausa para o cinema:

Desembarque em outras linguagens: Sylvio Back.

-- “A missão”.

avaliação Pesquisa:

Suplemento para o professor:

Jornal televisivo:

• 1 e 2 (p. 81-82).

Sugestão de atividade complementar:

• Colônias de imigrantes no Sul do Brasil. • Frangos criados de forma integradora e frangos criados ao ar livre.

Orientações Pedagógicas Caracterize os aspectos naturais da região Sul do Brasil. Aborde o clima subtropical sulino e sua relação com a produção agrícola e o desenvolvimento econômico da região. Sugira a atividade da Estação Ciências “Prevenção de desastres” e discuta com a classe de que modo o conhecimento científico pode auxiliar na prevenção de desastres naturais. Aborde a importância da hidrografia da região Sul, ressaltando o papel da Usina Hidrelétrica de Itaipu para a geração de energia. Explique como se deu a construção dos espaços geográficos no Sul do país e enfatize o papel dos jesuítas e do bandeirismo nesse processo. Discuta com a classe o papel das imigrações europeia e japonesa para o desenvolvimento econômico e populacional da região Sul. Aplique como avaliação uma pesquisa sobre as “colônias de imigrantes no Sul do Brasil”. Os alunos, em grupos, deverão pesquisar como se encontram configuradas as colônias de estrangeiros na região Sul, nos dias de hoje. Cada grupo deve escolher uma colônia para elaborar sua pesquisa. Posteriormente, os resultados devem ser apresentados e discutidos com o restante da classe.

Aborde o problema do desmatamento da região Sul e identifique a Mata Atlântica e a Mata das Araucárias. Aplique a atividade da Estação Socioambiental e discuta com a turma a importância dos faxinais para a preservação da vegetação local e os problemas decorrentes da extinção desse tipo de produção agrossilvipastoril. Aplique a atividade do Para ir além “Comunidades quilombolas do Paraná”, que trata do contingente de população negra na região Sul. Discuta com a classe a composição étnica dos habitantes do Sul do Brasil, bem como a concentração populacional na zona urbana e na zona rural. Discuta de que modo é estruturada a economia do Sul e, a partir da leitura do infográfico e da apresentação do conteúdo multimídia “Avicultura integrada”, sugira uma avaliação em forma de seminário, no qual os alunos devem apresentar em formato de jornal televisivo quais são os aspectos que diferenciam a avicultura baseada em integradores daquela em que os frangos são criados ao ar livre. Aborde o extrativismo mineral e faça a Pausa para o cinema, apresentando o trecho do filme “A Missão”, que trata das missões jesuítas no Sul do Brasil. FInalize com a seção Desembarque em outras linguagens.

26

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 8:

MEIO

SAÚ

DE

BIENT AM

E

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

Região Centro-Oeste

Conteúdo

Objetivos

Região Centro-Oeste: localização e meio natural. • Aspectos do meio natural. Região Centro-Oeste: fatores iniciais da construção de espaços geográficos. • Os primeiros exploradores. • A Estrada de Ferro Noroeste do Brasil e a articulação com o Sudeste. • Até meados do século XX, um povoamento escasso. Região Centro-Oeste: a dinamização da economia. • O avanço da ocupação territorial. • Infraestrutura e integração regional. • Região Centro-Oeste: a organização atual do espaço geográfico. Bagagem de ferramentas: Pesquisa por meio de entrevista estruturada. Região Centro-Oeste: população, economia e meio ambiente. • Crescimento da população. • Crescimento do PIB. • Centro-Oeste: economia em plena expansão. • O extrativismo. • Indústria. Outras rotas: Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga.

1. Conhecer a diversidade dos aspectos naturais e o processo de ocupação e produção de espaços geográficos na Região Centro-Oeste. 2. Explorar a biodiversidade da região pantaneira do Centro-Oeste brasileiro. 3. Abordar os principais aspectos da economia do Centro-Oeste. 4. Compreender o papel determinante da hidrografia da região Centro-Oeste para seu desenvolvimento populacional e econômico. 5. Abordar os principais problemas ambientais do Centro-Oeste decorrentes do modelo econômico agroexportador.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Vista da cidade de Goiânia (p. 244-245). Leitura de infográfico:

-- Pantanal (p. 252-253).

Estação História:

-- A Guerra do Paraguai -1864-1870 (p. 249).

Estação Cidadania:

-- Planejamento integrado (p. 268).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Territorialidades goianas e o ensino de Geografia (p. 86).

Conteúdo multimídia:

-- Pantanal.

Atividades site: Para ir além:

-- Goiânia (GO): segregação socioespacial na cidade planejada.

avaliação Confecção de cartazes:

Atividades site:

• As espécies da fauna e da flora pantaneira.

Para ir além: • O ecoturismo no Pantanal.

Pesquisa:

Site:

• Edifícios de Brasília.

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Orientações Pedagógicas Apresente a região Centro-Oeste a partir de seus aspectos naturais, como o relevo, o clima, a hidrografia e a vegetação. Aplique a atividade da Estação História “A Guerra do Paraguai” e discuta a importância da hidrografia na região Centro-Oeste entre os séculos XVIII e XXI para o desenvolvimento econômico do local. Em seguida, faça a leitura do infográfico com a turma e discuta acerca da biodiversidade do Pantanal. Apresente o conteúdo multimídia “Pantanal” e ressalte de que modo os pecuaristas lidam com o ciclo natural de cheias e secas da região. Sugira como avaliação a confecção de cartazes informativos sobre espécies da fauna e da flora do Pantanal. Os alunos deverão, individualmente, confeccionar cartazes a partir de pesquisa prévia acerca do ciclo natural de alguma espécie encontrada no Pantanal. Posteriormente, os cartazes podem ser afixados pela escola. Discuta os principais fatores que deram início à construção de espaços geográficos no Centro-Oeste, como a mineração e a construção da linha telegráfica entre Cuiabá e a região do Rio Araguaia, comandada pelo Marechal Cândido Rondon. Aplique como atividade o Para ir além “Goiânia (GO): segregação socioespacial

planejamento interativo

na cidade planejada”, que discute a segregação na cidade de Goiânia. Promova um debate entre os alunos que seja capaz de movimentar as principais ideias do texto. Discuta o papel dos irmãos Villas Bôas na criação do Parque Nacional do Xingu. Explore a importância dessa reserva para a preservação dos territórios indígenas e da cultura dos índios. Aborde a construção de Brasília atrelada ao desenvolvimento e ao povoamento da região Centro-Oeste. Como avaliação, sugira que, em grupos, os alunos pesquisem sobre a história de um edifício de Brasília. Cada grupo deverá apresentar seus resultados para o restante da classe, com o auxílio de maquetes, cartazes ou aparato multimídia. Devem ser exploradas questões ligadas à arquitetura do edifício e aos objetivos de funcionalidade da construção. Aborde a infraestrutura que permite a integração da região Centro-Oeste. Aplique a atividade da Estação Cidadania “Planejamento integrado” e discuta principalmente o significado de “políticas públicas”. Explore o modelo econômico agroexportador da região Centro-Oeste e as consequências desastrosas que esse tipo de economia pode gerar para a biodiversidade do meio ambiente. Como avaliação, aplique a atividade do Para ir além “O ecoturismo no Pantanal” e uma das duas propostas de avaliação do site.

27


expedições geográficas

8o ano

»UNIDADE 1:

MEIO

BIENT AM

E

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

Espaço mundial: diversidade e regionalização

Conteúdo Os continentes e os oceanos. • Os continentes. • Os oceanos e suas áreas. Estados e população do mundo. • Estado, nação e território. • O mapa político do mundo está definido? • A população mundial. Outras rotas: Vaticano, o menor Estado do mundo. Diferentes modos de ver o mundo. • Vários mundos em um só. • O mundo físico. • O mundo das sociedades humanas. Outras regionalizações do espaço mundial. • Países desenvolvidos e subdesenvolvidos. • Primeiro, Segundo e Terceiro Mundos. • Países do Norte e países do Sul. • Regionalização segundo níveis de desenvolvimento. O caráter transitório das regionalizações. Desembarque em outras linguagens: Um só mundo, muitos olhares: o mapa-múndi de Vik Muniz.

Objetivos 1. Abordar os continentes e os oceanos que compõem o globo terrestre. 2. Explorar as maneiras de regionalizar o mundo com base em aspectos físicos e em critérios de desenvolvimento econômico, científico e tecnológico. 3. Compreender em que consistem os conceitos de Estado, nação e território e de que modo a população mundial se encontra distribuída pelo globo terrestre. 4. Abordar as desigualdades no desenvolvimento tecnológico, no PIB e no IDH entre os países do globo.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- Identidades nacionais (p. 12-13).

Estação Socioambiental:

-- Da magia à destruição (p. 17).

Estação História

-- Segunda divisão da ONU (p. 23).

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Território e interações escalares (p. 46).

Atividade site:

Pausa para o cinema:

-- “Adeus, Lênin”.

5. Explorar as classificações socioeconômicas e segundo níveis de desenvolvimento em relação aos países.

avaliação Resenha:

Atividade site:

Criação de um país:

• Espaço mundial: diversidade e regionalização.

• Elaboração de uma resenha do livro “O velho e o mar”, de Ernest Hemingway.

Para ir além:

• Em grupos, os alunos elaborarão de maneira criativa as condições de possibilidade de administração e organização de um país novo.

Orientações Pedagógicas Inicie essa unidade com a leitura do infográfico da página 12, questionando os alunos acerca dos símbolos retratados ali. Discuta com a turma os símbolos nacionais do Brasil. Aborde as áreas dos continentes e dos oceanos e aplique a atividade da Estação Socioambiental “Da magia à destruição”. Discuta com a classe esse texto e peça para que respondam às questões a ele ligadas. Como avaliação, sugira que os alunos leiam o livro de Ernest Hemingway, “O velho e o mar”, e elaborem uma resenha individual sobre a obra. Posteriormente, promova um debate que articule as impressões dos alunos sobre o livro e sobre o texto lido na Estação Socioambiental, levando em consideração a degradação atual das águas oceânicas. Discuta a diferença conceitual entre Estado, nação e território e sugira a atividade da Estação História “Segunda divisão da ONU”. Após o debate do texto com a turma, sugira uma avaliação em grupo em que o objetivo é criar um país. Cada grupo deverá apresentar (com o auxílio de painéis,

28

maquetes, fôlderes, entre outros) os mecanismos de organização do país criado. O nome do país, a estrutura de governo, a religião e a língua oficiais, a moeda corrente e os aspectos físicos e populacionais devem compor a apresentação de cada grupo. Após essa atividade, proponha uma discussão que torne possível à classe fazer uma analogia com a grande estrutura administrativa que cada país deve possuir para ‘funcionar’. Explore o significado de PIB e de IDH, abordando as significativas diferenças nos índices entre os diferentes países do globo. Proponha a avaliação do site Para ir além, “Espaço mundial: diversidade e regionalização”, que apresenta uma tabela atualizada que discute a nova classificação dos países, no que se refere ao IDH. Apresente o trecho do filme “Adeus, Lênin” e discuta de que modo uma família alemã lida com a mudança do antigo regime de governo socialista para o capitalismo. Finalize com a seção Desembarque em outras linguagens.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 2:

UCAÇÃ ED

PLURA

ÉTICA

O

PARA O

NSUM CO

ADE C LID

O

CIDADA

TURAL UL

E

A NI

BIENT AM

E

MEIO

Mundo global: origens e desafios

Conteúdo

Objetivos

Origens e bases do mundo global. • Nunca estivemos tão próximos. • Como tudo começou: as economias-mundo. • As quatro fases da globalização e o sistema-mundo. • Transportes e telecomunicações: os motores tecnológicos da globalização. Encontros: Índios usam internet para defender seus direitos. A economia global. • Fluxos de mercadorias: o comércio global desigual. • A fábrica global e a nova divisão internacional do trabalho. Bagagem de ferramentas: Como interpretar um mapa de fluxo? Globalização e meio ambiente. • Os debates internacionais sobre meio ambiente. • Principais problemas ambientais do século XXI. Crises e desigualdades no mundo global. • Efeito estufa: de fenômeno natural a desafio da humanidade. • Energia e meio ambiente. • A produção e o consumo desiguais dos recursos naturais. • Modelo econômico versus meio ambiente.

1. Compreender alguns aspectos do mundo global e conectado nos dias atuais. 2. Explorar as quatro fases da globalização.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- Fluxos marítimos comerciais (p. 48-49).

Conteúdo multimídia: -- Fluxos marítimos comerciais. -- Os tipos de poluição.

3. Abordar alguns aspectos da configuração atual da economia global.

-- Mergulhe nessa: dicas de uso da água (p. 68).

4. Compreender os impactos da globalização nas causas ambientais.

-- Breve histórico da energia eólica no mundo (p. 73).

5. Abordar as desigualdades e as crises no mundo globalizado.

Estação Cidadania:

Estação Ciências:

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Gráficos no processo de ensino­ ‑aprendizagem de Geografia (p. 52).

avaliação Pesquisa:

Maquetes:

• A difusão da internet em países “à margem” do mundo global.

• De que modo a energia elétrica pode ser produzida através de fontes limpas?

Atividade site: Para ir além:

• O aproveitamento de energia eólica.

Orientações Pedagógicas Oriente a leitura do infográfico “Fluxos marítimos comerciais”, instigando os alunos a interpretarem de que modo a dinâmica marítima comercial se delineia. Em seguida, apresente o conteúdo multimídia do site, explorando a importância das rotas Canal do Panamá, Estreito de Gibraltar, Canal de Suez, Mar Vermelho e Estreito de Málaca. Explore o conceito de mundo global e globalização, identificando as origens desse processo. Aborde as quatro fases da globalização e inicie uma discussão com a classe acerca dos países que se encontram à margem desse processo, como Cuba e Coreia do Norte. Encomende uma pesquisa em grupo sobre a difusão da internet em Cuba, China, Coreia do Norte, Afeganistão, Irã e Iraque. Cada grupo deve escolher um desses países para investigar quais são as restrições que os governos conferem à internet, bem como quais são os sites mais acessados. Com os resultados da pesquisa em mãos, cada grupo os apresentará para o restante da classe para que, no final, seja possível o desdobramento de um debate que articule os pontos de vista dos alunos. Desmembre o que são transnacionais, ressaltando o poder de tais empresas pelo mundo. Explique em que consiste a nova divisão internacional do trabalho, explorando o papel das transnacionais no quesito ‘descentralização de produção’.

planejamento interativo

Aborde o problema do desemprego estrutural, inerente ao mundo global com seus avanços tecnológicos. Introduza alguns problemas ambientais decorrentes da globalização. Apresente o conteúdo multimídia “Os tipos de poluição” e discuta com os alunos maneiras viáveis de desenvolvimento sustentável. Relate os resultados das discussões da Eco 92 e da Rio +10, ressaltando os problemas atuais que o Brasil enfrenta para a preservação da biodiversidade e das reservas hidrográficas e florestais. Aplique a atividade da Estação Cidadania “Mergulhe nessa: dicas de uso da água” e discuta acerca do uso consciente de água potável. Aborde o problema do efeito estufa para o meio ambiente e explique de que modo tal mal pode ser combatido. Aplique a atividade da Estação Ciências “Breve histórico da energia eólica no mundo”, que discute as origens do emprego de energia eólica para a geração de eletricidade. Sugira como avaliação a atividade do Para ir além, cujo texto discute a energia eólica como alternativa energética. E, então, como avaliação final, você pode pedir para que os alunos apresentem maquetes explicativas sobre a geração de energia, por meio de fontes limpas.

29


expedições geográficas

8o ano

»UNIDADE 3:

E

CIDADA

ÉTICA

TURAL UL

PLURA

ADE C LID

A NI

BIENT AM

E

MEIO

América: natureza e herança colonial

Conteúdo América: posição geográfica, relevo e hidrografia. • América: o primeiro mapa. • Área territorial e posição geográfica. • Regionalização com base na posição das terras do continente. • O relevo e o povoamento. • Hidrografia, transporte fluvial e povoamento. Outras rotas: Lago Titicaca. Clima e vegetação. • América: fatores que exercem influência no clima. • Os tipos de clima e as formações vegetais da América. A conquista da América pelos europeus. • A apropriação das terras americanas pelos europeus. • Os povos nativos. Outras regionalizações da América. • As várias formas de estudar a América.

Objetivos

Recursos oferecidos

1. Conhecer as principais características naturais do continente americano.

Conhecimentos prévios:

2. Compreender alguns critérios de regionalização do continente americano.

-- A Rodovia Pan-americana (p. 78-79).

3. Explorar de que modo está constituído o povoamento da América. 4. Abordar a latitude e as altitudes do relevo que influenciam o clima do continente americano. 5. Explorar os tipos de clima e de vegetação da América. 6. Explicar o processo de conquista da América pelos europeus. 7. Abordar o modo de vida dos índios nativos da América: maias, incas e astecas.

Leitura de mapa e imagens: Leitura de infográfico:

-- A América pré-colombiana (p. 100-101).

Estação História:

-- Os Andes e as civilizações pré­ ‑colombianas (p. 105).

Conteúdo multimídia:

-- América: aspectos físicos. -- A América pré-colombiana.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Weblog como recurso didático no ensino de Geografia (p. 58). Sugestão de atividade complementar:

-- 1 (p. 59).

Desembarque em outras linguagens: Gutzon Borglum.

avaliação Relatório:

• Os alunos deverão elaborar um relatório sobre uma catástrofe natural ocorrida no continente americano, nos últimos dez anos.

Atividade site: Para ir além:

• Geleiras da Patagônia são as mais ameaçadas do planeta.

Orientações Pedagógicas Discuta a posição geográfica do continente americano com o auxílio de um mapa-múndi. Explore a regionalização da América em América do Norte, América Central e América do Sul.

Explique alguns aspectos históricos da conquista americana pelos europeus. Desmembre o conceito de capitalismo mercantil, importante para a compreensão da atividade econômica praticada na Europa entre os séculos XI e XVIII.

Apresente o conteúdo multimídia “América: aspectos físicos”, que aborda as principais características físicas do continente americano. Discuta a influência do relevo para a fixação de população. Aborde o papel do transporte fluvial para a circulação de pessoas e de mercadorias no continente americano.

Apresente o conteúdo multimídia “A América pré-colombiana” e, em seguida, oriente a leitura do infográfico da página 100, discutindo com os alunos o legado que os povos nativos nos deixaram. Promova uma discussão que coloque em questão os motivos pelos quais os primeiros habitantes da América foram dizimados pelos conquistadores europeus. Aproveite esse momento para, também, fazer um paralelo entre o Brasil e os outros países da América do Sul, no que diz respeito à descendência indígena e aos costumes indígenas enraizados no cotidiano.

Como avaliação, sugira que os alunos façam, individualmente, um relatório sobre alguma catástrofe natural (terremoto, maremoto, erupção vulcânica, ciclone) ocorrida nos últimos dez anos no continente americano. Nesse relatório, devem constar, além dos danos provocados, as explicações geológicas e/ou meteorológicas que deram início ao fenômeno natural. Aborde o clima e a vegetação da América e explore de que modo a ação humana vem influenciando o ciclo hidrológico do continente, contribuindo para a intensificação do efeito estufa.

30

Aplique a atividade da Estação História “Os Andes e as civilizações pré­ ‑colombianas”, que trata da organização dos povos nativos pré-incaicos. Aborde os diferentes tipos de regionalização da América e discuta os níveis de desenvolvimento e as características econômicas que também servem como critério de regionalização. Como avaliação, aplique a atividade do Para ir além, que discute os problemas ambientais que envolvem as geleiras da Patagônia.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 4:

PLURA

ÉTICA

CIDADA

ADE C LID

TURAL UL

E

A NI

BIENT AM

E

MEIO

América: países desenvolvidos

Conteúdo Estados Unidos: formação e expansionismo territorial. • Localização e divisão política. • A formação territorial. • Da Independência à conquista do oeste. • A expansão territorial e a política intervencionista. Encontros: Chefe Seattle -Tribo Suquamish. Estados Unidos: potência econômica. • O maior produtor, o maior consumidor. • Um gigante na agropecuária. • O espaço urbano-industrial. Estados Unidos: população e megalópoles. • A distribuição da população no vasto território. • Espaço urbano: as megalópoles. • Estados Unidos: a imigração ontem e hoje. • As minorias étnicas. Canadá: economia integrada ao Nafta. • O Canadá e os parceiros do Nafta. • A população canadense. • Panorama econômico do Canadá.

Objetivos 1. Explorar a formação de Estados Unidos e Canadá. 2. Abordar os principais aspectos naturais, populacionais, econômicos e sociais que caracterizam Estados Unidos e Canadá. 3. Compreender a organização do espaço geográfico e os espaços urbano-industriais e agropecuários dos territórios dos países desenvolvidos da América. 4. Abordar a participação dos Estados Unidos e do Canadá no bloco econômico Nafta.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Fotos de Upper East River ontem e hoje, da Times Square ontem e hoje e imagem de satélite de Nova York (p. 114-115). Leitura de infográfico:

-- As minorias étnicas (p. 140-141).

Estação Ciências:

-- Tecnologia e agricultura (p. 127).

Estação Cidadania:

-- As indústrias maquiladoras (p. 131).

Estação Socioambiental:

-- Terra devastada (p. 149).

Conteúdo multimídia:

-- Estados Unidos: expansão territorial – 1783-1853. -- As minorias étnicas dos Estados Unidos.

Atividades site:

Pausa para o cinema:

-- Um sonho distante. Para ir além:

-- O movimento negro nos Estados Unidos.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- O uso do Google Earth nas aulas de Geografia (p. 64).

avaliação Seminário: • A economia dos Estados Unidos e seus cinturões.

Confecção de cartazes: • Os alunos deverão confeccionar cartazes

explicativos sobre o papel de figuras como Malcolm X, Martin Luther King e os Panteras Negras na luta contra o preconceito e segregação raciais.

Composição musical: • As principais características do desenvolvimento dos Estados Unidos e do Canadá.

Orientações Pedagógicas Explore a divisão política dos Estados Unidos, bem como alguns aspectos históricos da formação territorial do país. Aborde a divisão entre o norte e o sul dos Estados Unidos, por meio da chave de colônias de povoamento e colônias de exploração. Explique de que maneira se configurou a independência dos Estados Unidos e introduza uma discussão sobre a Guerra de Secessão. Nesse momento, procure desmembrar um debate que busque, na diferença de colonização entre o norte e o sul, um dos elementos que serve para explicar as razões que levaram à guerra civil. Apresente o conteúdo multimídia “Estados Unidos: expansão territorial -1783-1853”, e explore as etapas mais importantes da expansão territorial dos Estados Unidos. Situe o país como grande potência econômica mundial, ressaltando a produção e o consumo que conferem o seu poder econômico. Aplique a atividade da Estação Ciências “Tecnologia e agricultura”, que discute o papel da tecnologia na agricultura dos Estados Unidos. Como avaliação, divida os alunos em grupos e peça para que cada um deles faça uma pesquisa sobre os cinturões agrícolas e industriais do território dos Estados Unidos e, posteriormente, a apresente em forma de seminário para o restante da classe. Debata com a classe o texto da Estação Cidadania e peça para que os alunos respondam às questões dessa seção. Articule as respostas dos alunos com questões referentes ao valor da mão-de-obra em países menos desenvolvidos.

planejamento interativo

Aborde a constituição das megalópoles dos Estados Unidos, explorando a concentração populacional ao longo do território do país. Explique o fluxo migratório dos Estados Unidos, articulando a questão com a apresentação do conteúdo multimídia “As minorias étnicas dos Estados Unidos” e com a leitura do infográfico da página 140. Verifique entre os alunos se alguns deles possuem parentes que migraram para os Estados Unidos em busca de melhores oportunidades de vida. Aproveite esse momento para discutir questões ligadas ao preconceito racial. Sugira a leitura do texto do Para ir além e, então, peça para que os alunos elaborem uma pesquisa sobre importantes personalidades que combateram a segregação e a discriminação racial nos Estados Unidos. Em grupos, os alunos devem confeccionar cartazes explicativos sobre Malcolm X, Martin Luther King e os Panteras Negras e afixá-los pela escola. Aborde a pluralidade linguística e cultural do Canadá e aplique a atividade da Estação Socioambiental, “Terra devastada”, que trata de questões ligadas ao desenvolvimento econômico e da poluição produzida com a extração de areia betuminosa. Como avaliação lúdica, peça para que, em grupos, os alunos elaborem uma composição musical que caracterize os principais aspectos do desenvolvimento dos Estados Unidos e do Canadá.

31


expedições geográficas

8o ano

»UNIDADE 5:

MEIO

BIENT AM

E

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

América: países emergentes

Conteúdo Brasil, México e Argentina: da industrialização tardia à inserção global. • As maiores economias da América Latina. • A industrialização tardia. México. • Regiões naturais. • População. • Economia. Outras rotas: Um tesouro asteca. Argentina. • Regiões naturais, uso da terra e recursos minerais. • População. • Indústria e energia. • Conflitos territoriais recentes. Brasil: conflitos e cooperação na Bacia Platina. • Das disputas territoriais à consolidação das fronteiras políticas. • Brasil e Argentina: da desconfiança à aproximação. • O Mercosul. Desembarque em outras linguagens: Diego Rivera.

Objetivos 1. Explorar as maiores economias da América Latina: México, Argentina e Brasil. 2. Compreender os fatores que levaram ao desenvolvimento industrial desses países. 3. Estudar as regiões naturais e os aspectos populacionais e econômicos de México e Argentina. 4. Abordar os impasses e as soluções que acompanharam a delimitação das atuais fronteiras e limites entre Brasil e os países platinos. 5. Explorar a integração econômica entre os países que compõem o Mercosul.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Puerto Madero, bairro nobre e centro financeiro de Buenos Aires, capital da Argentina (p. 154-155). Leitura de infográfico:

-- A subsidência na Cidade do México (p. 166-167).

Estação História: -- A televisão brasileira (p. 161).

Conteúdo multimídia: -- A subsidência na Cidade do México.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Elementos da análise geográfica crítica das cidades contemporâneas (p. 70). Sugestão de atividade complementar:

-- 1 (p. 71).

avaliação Construção de maquetes:

Pesquisa:

• Os alunos deverão construir maquetes que representem o fenômeno de subsidência que ocorre na Cidade do México.

• As artes latino-americanas.

Orientações Pedagógicas Explique os períodos da industrialização latino-americana. Exponha de que modo a crise de 1929 possibilitou o surgimento de fábricas nacionais. Aplique a atividade da Estação História “A televisão brasileira”, que discute a tecnologia aplicada ao desenvolvimento da programação televisiva nacional, bem como a ampliação da propaganda na TV. Aborde os principais aspectos físicos do México e sua população. Situe a capital mexicana Cidade do México como a maior metrópole das Américas e debata o rebaixamento do terreno dessa capital, com auxílio do infográfico da página 166 e do conteúdo multimídia “A subsidência na Cidade do México”. Como avaliação, peça para que, em grupos, os alunos construam maquetes que representem o fenômeno de subsidência e promova uma exposição dos trabalhos pela escola. Explique os principais aspectos da economia mexicana, enfatizando o destacado papel do país na produção de recursos minerais, como prata, chumbo e zinco. Explore os aspectos físicos da Argentina e a concentração populacional do país. Desmembre os conflitos territoriais existentes no país, com

32

destaque para o que ocorre entre a Argentina e o Reino Unido, referente à disputa pela administração das Ilhas Malvinas. Aborde os conflitos entre o Brasil e seus países vizinhos até a definitiva delimitação das fronteiras políticas. Explique em que consiste o Mercosul e quais as vantagens e desvantagens do mercado comum. Explore conceitos­ ‑chave como zona de livre-comércio, união aduaneira e mercado comum. Discuta com a classe os motivos pelos quais nem todos os países da América do Sul decidiram aderir ao Mercosul. Sugira a atividade complementar do Suplemento do professor (p. 71), que propõe a apresentação do filme “O filho da noiva”, que discute a crise na Argentina com seus efeitos sobre uma família de classe média de Buenos Aires. Utilizando como referência a atividade do Desembarque em outras linguagens, sugira que os alunos façam uma pesquisa sobre os principais artistas de México, Brasil e Argentina, explorando de que modo suas obras dialogam com o contexto histórico, econômico, geográfico e social no qual foram concebidas.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 6: CIDADA SAÚ

ÉTICA

E

A NI

BIENT AM

E

MEIO

América: economias de base mineral DE

Conteúdo Venezuela e Trinidad e Tobago Equador e Chile. Peru e Bolívia. Bagagem de ferramentas: Interpretação de pirâmide etária. Guiana, Suriname e Jamaica. Encontros: O reggae na Jamaica: origem e identidade de um povo.

Objetivos

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios:

1. Abordar os países americanos cuja base econômica reside na produção e exportação de recursos minerais.

Leitura de imagens:

-- Plataforma de exploração de gás natural na Venezuela; usina de gás natural na Bolívia; mina e unidade de processamento de cobre no Chile; mina de extração de bauxita na Jamaica (p. 192-193). Leitura de infográfico:

-- A corrente de Humboldt (p. 208-209).

2. Explorar as indústrias calcadas na exploração de produtos minerais.

Estação Socioambiental:

-- Equador ameaça abandonar preservação na Amazônia e pede ajuda (p. 206).

Conteúdo multimídia:

-- A corrente de Humboldt.

3. Abordar a desigualdade social existente nos países sustentados pela economia de base mineral.

Atividades site: Para ir além:

-- Caçadores da medicina perdida. Pausa para o cinema:

-- “Machuca”.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- O jornal e sua importância para o ensino de Geografia (p. 75).

avaliação Redação:

• Peru e Chile: pontos em comum e pontos distantes referentes à economia e à população.

Pesquisa:

• A interferência da altitude no desempenho de atletas brasileiros de alto nível.

Orientações Pedagógicas Aborde os aspectos físicos, populacionais e econômicos da Venezuela. Ressalte a atualidade dos acontecimentos políticos venezuelanos, com destaque para as mudanças ocorridas no país durante o período do governo de Hugo Chávez.

Aborde os aspectos físicos do Peru. Explore de que modo é constituída a sua população e a economia do país. Nesse momento, sugira como avaliação uma redação que articule os pontos comuns e distantes entre as economias e a população de Peru e Chile.

Explore os aspectos históricos, populacionais e econômicos de Trinidad e Tobago. Apresente os aspectos naturais de Equador e Chile, explorando a localização andina de tais países. Aborde a constituição étnica da população desses países, bem como sua situação econômica.

Apresente os principais aspectos naturais da Bolívia. Sugira uma avaliação que consiste em uma pesquisa sobre a influência da altitude no desempenho de atletas de alto nível. Os alunos deverão elaborar uma pesquisa com alguns dados sobre o desempenho de atletas brasileiros (jogadores de futebol, maratonistas, corredores, ciclistas, entre outros) em disputas esportivas no Brasil, contraposto ao desempenho dos mesmos atletas em disputas ocorridas na Bolívia e/ou Equador. O objetivo dessa pesquisa é criar a interdisciplinaridade entre os currículos de Geografia, Matemática e Ciências, mostrando aos alunos que o meio ambiente interfere diretamente no preparo físico das pessoas.

Aplique a atividade da Estação Socioambiental “Equador ameaça abandonar preservação na Amazônia e pede ajuda”, que traz aos alunos os problemas que o país enfrenta para a preservação de sua reserva petrolífera situada em área amazônica. Promova uma discussão sobre esse texto com a turma e, então, introduza a atividade do Para ir além “Caçadores da medicina perdida”, que discute a problemática da biopirataria. Oriente a classe na leitura do infográfico “A Corrente de Humboldt” e apresente o conteúdo multimídia do site, que permitirá a compreensão de como a Corrente de Humboldt influencia o clima de alguns países sul-americanos.

planejamento interativo

Explore os principais aspectos naturais e econômicos de Guiana, Suriname e Jamaica. Por fim, apresente o trecho do filme “Machuca” e promova um debate que articule as impressões dos alunos.

33


expedições geográficas

8o ano

»UNIDADE 7:

ÉTICA

E

CIDADA A NI

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

América: economias de base agropecuária

Conteúdo

Objetivos

Colômbia. • Localização geográfica. • Regiões naturais. • De colônia espanhola a país independente. • População. • Economia • Guerrilha e narcotráfico. Uruguai e Paraguai. América Central Continental e Insular. • Os dois conjuntos de países e territórios dependentes. • A América Central Continental. • A América Central Insular. Cuba. • País de terras baixas e clima tropical. • Da Revolução Cubana aos novos rumos políticos. • Os progressos sociais e as dificuldades econômicas. Outras rotas: Caleidoscópio cultural. Desembarque em outras linguagens: Juan Sisay e os pintores do Lago Atitlán (Guatemala).

1. Explorar os principais aspectos de Colômbia, Uruguai e Paraguai. 2. Abordar a América Central.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- Riqueza e pobreza no campo (p. 232-233).

Conteúdo multimídia:

3. Compreender a estruturação da economia desses países, cujo enfoque é a agropecuária.

-- Riqueza e pobreza no campo.

4. Abordar a atividade turística como importante fonte para o desenvolvimento econômico das ilhas do Caribe.

-- Pesquisa em Cuba.

Atividades site: Para ir além: Pausa para o cinema:

-- “Diários de motocicleta”.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Educação inclusiva: trajetória e características (p. 81).

avaliação Resenha:

Pesquisa:

• Os alunos deverão elaborar uma resenha do livro de José Arbex “Narcotráfico: um jogo de poder nas Américas”, seguido por um pequeno texto que exponha a opinião deles sobre o narcotráfico.

• Os gêneros musicais do Uruguai e do Paraguai.

Seminário: • Os territórios da América Central cuja administração está nas mãos de outros países.

Orientações Pedagógicas Com os alunos, faça a leitura do infográfico da página 232. Apresente o conteúdo multimídia “Riqueza e pobreza no campo” e discuta o modelo de agroexportação e a pobreza da América Latina. Explique a localização geográfica da Colômbia, bem como suas características naturais. Aborde os aspectos históricos da independência colombiana. Introduza uma discussão sobre a problemática da guerrilha e do narcotráfico na Colômbia, ressaltando o papel que as Farc e o ELN desenvolveram nos últimos anos no país. Como avaliação, sugira a leitura do livro “Narcotráfico: um jogo de poder nas Américas”, de José Arbex, e peça para que, individualmente, os alunos elaborem uma resenha da obra, seguida de um pequeno texto opinativo sobre o problema do narcotráfico. Se julgar conveniente, aborde questões ligadas não só ao tráfico de drogas, mas também ao papel destrutivo que o vício em entorpecentes causa ao ser humano. Introduza os alunos às principais características do Uruguai, o país da América do Sul com menor população. Caracterize a economia e a população uruguaias, ressaltando a agricultura e a criação de ovinos como principais fontes econômicas do país.

34

Apresente o Paraguai com suas características naturais e econômicas. Aborde os problemas gerados pela Guerra do Paraguai para o país e, como avaliação, peça para que, em grupos, os alunos façam uma pesquisa sobre os gêneros musicais típicos do Uruguai e Paraguai. Incite-os a valerem-se da criatividade e utilizarem recursos de áudio e vídeo para mostrarem à turma a variedade cultural desses países. Aborde os países da América Central Continental e Insular, explorando os aspectos naturais, econômicos e sociais desses países. Como avaliação, sugira que, em grupos, os alunos tracem uma pesquisa sobre um território da América Central, cuja administração se encontra sob a responsabilidade de outro país, e apresentem um seminário que apresente para o restante da classe o resultado da pesquisa. Apresente o trecho do filme “Diários de motocicleta” e, então, introduza os aspectos políticos, econômicos e naturais de Cuba. Discuta algumas questões históricas da ilha referentes ao alinhamento com a antiga União Soviética e o embargo econômico imposto pelos Estados Unidos. Aplique a atividade Para ir além, “Pesquisa em Cuba”, e promova um debate com a classe acerca das impressões dos alunos sobre o modelo socialista e ditatorial no qual o país se encontra fincado.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 8: CIDADA

ÉTICA

E

A NI

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

América: projetos de integração

Conteúdo

Objetivos

Hispano-americanismo e pan-americanismo.

1. Compreender como funcionam as relações entre os países do continente americano.

• A formação dos Estados latino-americanos. • O hispano-americanismo de Simón Bolívar.

2. Explorar os ideais de unificação de Simón Bolívar e o pan-americanismo dos Estados Unidos.

• O pan-americanismo dos Estados Unidos e a América Latina. Integração nas Américas: rivalidades e cooperação. • Americanismos em tempos de globalização. • Cooperação e integração na América do Sul. O Brasil na América do Sul: fronteiras e integração física e energética. • Faixa de fronteira brasileira. • O papel estratégico das pontes internacionais. • América do Sul: integração física e energética. Brasil: liderança e tensões na integração sul-americana. • Brasil: potência regional. • Brasil: alguns impasses diplomáticos recentes na América do Sul. Bagagem de ferramentas: Como elaborar um storyboard.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- Cidades-gêmeas: pontos de integração nas fronteiras (p. 268-269).

Estação História:

-- Pindorama não é Pandora (p. 280).

Estação Socioambiental:

3. Abordar os tratados de cooperação e integração entre países da América do Sul.

-- Cidades de Tabatinga e Letícia: uso da água subterrânea (p. 290).

4. Explorar o conceito de cidades­ ‑gêmeas que se localizam entre o Brasil e os países vizinhos.

-- Cidades-gêmeas: pontos de integração na fronteira.

5. Compreender como o Brasil se tornou o líder econômico da América do Sul e quais são os impasses e tensões que cercam essa posição.

-- Diversidade, fracasso escolar e o papel do professor no contexto escolar (p. 85).

Conteúdo multimídia:

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

avaliação Peça de teatro:

• Os alunos apresentarão uma peça que tematize a intervenção dos Estados Unidos em problemas de países latino-americanos.

Confecção de fôlderes explicativos:

Elaboração de um projeto diplomático:

• Em grupos, os alunos deverão elaborar um projeto diplomático que apresente soluções para a resolução dos impasses enfrentados pelo Brasil em relação ao Equador, Bolívia e Paraguai.

• O papel da Petrobrás no Brasil e no mundo.

Orientações Pedagógicas Apresente o conteúdo multimídia “Cidades-gêmeas: pontos de integração na fronteira”, que trata das particularidades de algumas cidades-gêmeas localizadas na fronteira brasileira. Destaque a integração cultural e comercial que ocorre entre essas cidades limítrofes de diferentes países e ressalte os problemas decorrentes do comércio ilegal e do tráfico de drogas que ocorrem nas áreas fronteiriças. Explique de que modo ocorreu a formação dos Estados latino­ ‑americanos, destacando o projeto de união política, econômica e militar encabeçado por Simón Bolívar. Aborde as quatro fases do panamericanismo dos Estados Unidos em relação à América Latina. Explique quais são os objetivos da Alca e qual vem sendo sua atuação nos dias atuais. Sugira a leitura do texto da Estação História “Pindorama não é Pandora” e, a partir da discussão sobre o imperialismo dos Estados Unidos, sugira, como avaliação, que os alunos elaborem individualmente uma peça de teatro cujo tema seja a insistência dos Estados Unidos em intervirem nos problemas concernentes a outros países, em especial, nos de países latino-americanos.

planejamento interativo

Apresente as organizações regionais da América do Sul, abordando seus objetivos e desenvolvimento atual. Desmembre as fronteiras do Brasil com os outros países da América do Sul, ressaltando os principais problemas encontrados pelas autoridades nessas regiões, bem como desvencilhando a riqueza cultural que se estabelece nesses lugares. Aplique a atividade da Estação Socioambiental “Cidades de Tabatinga e Letícia: uso da água subterrânea”, que discute a apropriação indevida de água para o abastecimento das cidades fronteiriças. Explore a liderança brasileira na América do Sul, promovendo um debate sobre o relacionamento do país com seus vizinhos. Sugira, como avaliação, a elaboração de fôlderes explicativos sobre a função da Petrobrás no Brasil e em outros países do mundo. Explore os impasses diplomáticos recentes entre o Brasil e seus vizinhos Equador, Paraguai e Bolívia. Como avaliação, sugira que, em grupos, os alunos componham um projeto diplomático para resolver as questões energéticas que funcionam como desestabilizadores entre o Brasil e os outros países.

35


expedições geográficas

9o ano

ÉTICA

E

CIDADA

A NI

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

»UNIDADE 1: Mundo global: geopolítica e organizações internacionais Conteúdo

Objetivos

Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria. • O mundo multipolar e as guerras mundiais do século XX. • Mundo bipolar: da escalada ao fim da Guerra Fria (1947-1989). A nova ordem Mundial e os Estados Unidos. • Os Estados Unidos e o mundo unipolar. • A política unilateral de hiperpotência. • O terrorismo e o “11 de setembro”. • O terrorismo e a contrapartida dos Estados Unidos. Organizações internacionais mundiais. • A ONU: origens e objetivos. • Fundo Monetário Internacional. • O Banco Mundial. • A OMC. • Organizações internacionais privadas e não governamentais. Organizações internacionais regionais. • Organizações internacionais regionais. • Alianças culturais: principais OIs regionais. • Segurança e defesa: principais OIs regionais. • Economia e comércio: principais OIs regionais. Bagagem de ferramentas: Como representar fenômenos quantitativos em um mapa político. Desembarque em outras linguagens: Angeli: mais que desenhos, uma visão de mundo.

Recursos oferecidos

1. Compreender as principais transformações da segunda metade do século XX.

Conhecimentos prévios:

2. Abordar o fim da União Soviética e a crise do socialismo real.

-- Blocos econômicos (p. 44-45).

Leitura de imagens:

-- Conselho de Segurança das Nações Unidas reunido em debate aberto, no prédio da ONU, em Nova York, nos Estados Unidos (p. 12-13). Leitura de infográfico:

Estação História:

-- Muro divide Berlim (p. 18).

3. Explorar as principais organizações internacionais criadas com a ordem multipolar mundial.

Conteúdo multimídia:

4. Compreender as principais perspectivas de abordagem do mundo atual.

-- “Jean Charles”.

-- Blocos econômicos.

Atividades site: Para ir além:

-- A doutrina Truman (1947) e o plano Marshall (1948). Pausa para o cinema:

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- As tiras da Mafalda: conteúdos de Geografia na linguagem de quadrinhos (p. 48).

avaliação Confecção de cartazes:

• Os alunos deverão confeccionar cartazes criativos, utilizando uma linguagem fincada em metáforas e trocadilhos, que aborde os principais acontecimentos do período da Guerra Fria.

Site:

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Suplemento para o professor:

Sugestão de atividades complementares:

• 1 e 2 (p. 49).

Orientações Pedagógicas Aborde as guerras mundiais do século XX, explicando de que modo o nazismo alemão e o fascismo italiano estão relacionados a esse contexto bélico. Explique de que modo a Guerra Fria se constituiu entre os anos 1947-1989, procurando situar sob quais aspectos o Brasil sofreu os impactos desse período. Aplique a atividade da Estação História “Muro divide Berlim”, discutindo com a classe as implicações que a decisão da Alemanha em construir o Muro de Berlim provocou no cenário mundial da Guerra Fria. Aproveite para explorar o trocadilho do subtítulo da atividade “Decisão do governo da Alemanha Oriental de separar a cidade esquenta a Guerra Fria”, fazendo uma interdisciplinaridade com Português. Assim, como avaliação, peça para que os alunos, em duplas, de forma criativa, elaborem um cartaz com os principais acontecimentos do período da Guerra Fria, utilizando figuras de linguagem como a metáfora, bem como trocadilhos. Desmembre o fim da Guerra Fria e o rearranjo mundano em uma ordem multipolar e a supremacia econômica e militar dos Estados Unidos. Desmembre o conceito de terrorismo, de um lado, com a visão norte­ ‑americana relativa a tal fenômeno e, de outro lado, a repercussão terrorista

36

pelo restante do mundo. Leve os alunos a questionarem o próprio conceito de terrorismo. Explore os eventos mais recentes ocorridos na história norte-americana e mundial, como o ataque às torres gêmeas do 11 de setembro, a represália dos Estados Unidos ao Afeganistão e a invasão do Iraque, em 2003. Sugira a atividade Para ir além, “A doutrina Truman (1947) e o plano Marshall (1948)”, debatendo com a turma, de que modo essas duas intervenções do governo norteamericano contribuíram para o fortalecimento dos Estados Unidos como potência econômica e militar. Aborde a ONU e seus principais órgãos. Apresente o conteúdo multimídia “Blocos econômicos”, que apresenta os objetivos e os países-membros dos principais blocos econômicos, e, em seguida, realize com os alunos a leitura do infográfico das páginas 44-45, discutindo os objetivos de cada bloco e sua localização geográfica e econômica em relação ao mapa-múndi. Como avaliação, sugira as atividades do Suplemento para o professor (p. 49) e feche a unidade com a discussão do trecho do filme “Jean Charles”, que trata de ameaça terrorista sob o ponto de vista da produção cinematográfica nacional. Para finalizar, oriente a atividade da seção Desembarque em outras linguagens.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

O

PARA O

UCAÇÃ ED

ÉTICA

PLURA

CIDADA

O

E

NSUM CO

ADE C LID

A NI

DE

TURAL UL

SAÚ

»UNIDADE 2: Mundo: população e desafios globais Conteúdo

Objetivos

População mundial: ritmo de crescimento, desigualdade e migrações. • A distribuição da população mundial. • O crescimento da população mundial. • Populações: perfil interno e disparidades. • As migrações internacionais.

1. Abordar a distribuição da população mundial.

População mundial: cidades e consumo. • O crescimento da população urbana e as megacidades. • Cidades e hábitos de consumo mundializados. • As cidades globais. • Turismo e consumo dos lugares.

3. Abordar as principais cidades do planeta.

2. Explorar os territórios mais populosos do mundo.

4. Explorar as religiões mais difundidas pelo mundo.

Mundo: principais religiões. • Introdução. • Cristãos e islâmicos. • O hinduísmo. Outras rotas: A Cidade Velha de Jerusalém, Israel. Desafios humanos da ONU e de todos nós num mundo global. • Direitos humanos: ontem e hoje. • Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). • A epidemia de Aids na África Subsaariana. • A geografia do crime internacional.

5. Compreender os desafios a serem superados pela ONU e a população mundial a fim de garantir uma vida digna aos cidadãos do globo.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Obra “Diferentes pessoas com seus braços ao redor da Terra”, do italiano Alberto Ruggieri (p. 50-51). Leitura de infográfico:

-- A “pressão” migratória sobre os países desenvolvidos (p. 58-59).

Estação Socioambiental:

-- Alguns casos de “refugiados ambientais” (p. 57).

Estação Cidadania:

-- A religião, identidade cultural dos povos (p. 72).

Estação Ciências:

-- A terceira onda (p. 78).

Conteúdo multimídia:

-- A “pressão” migratória sobre os países desenvolvidos.

Atividades site: Para ir além:

-- O turismo e seus impactos socioculturais.

avaliação Seminário:

Site:

• Os principais conflitos mundiais atuais e a migração.

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Pesquisa: • As principais religiões praticadas no Brasil.

Orientações Pedagógicas Realize a leitura de imagens inicial para levantar os conhecimentos prévios dos alunos. Explore o gráfico da página 53 para abordar o crescimento da população mundial prevista até o ano de 2050. Discuta com a classe o significado das taxas demográficas nos países desenvolvidos e nos países subdesenvolvidos. Discuta o fluxo das migrações internacionais, salientando a migração dos refugiados de guerra. Aplique a atividade da Estação Socioambiental, que trata do problema referente aos habitantes da ilha de Tuvalu, reconhecidos como refugiados ambientais. Apresente o conteúdo multimídia “A ‘pressão’ migratória sobre os países desenvolvidos”, que mostra a origem dos principais fluxos migratórios e as causas da emigração, e oriente os alunos na leitura do infográfico das páginas 58-59. Discuta com a turma os principais problemas que se colocam sobre os países desenvolvidos no que concerne à migração por questões belicosas. Como avaliação, sugira que os alunos façam uma pesquisa sobre os principais conflitos atuais e sobre a migração nesses países. Em grupos, os alunos deverão apresentar um seminário sobre o país escolhido e sobre o processo migratório (causas, consequências, estimativa de idade e gêneros que mais migram) para que, então, seja possível estabelecer uma comparação entre o processo ocorrido em diferentes países. Aborde o crescimento da população urbana e a redução da população da zona rural. Questione os impactos sociais, econômicos e ambientais

planejamento interativo

que essa dinâmica tem causado no globo terrestre. Explique em que consistem os hábitos de consumo mundializados e a influência da propaganda para a consolidação de tais hábitos, assim como de que modo se elabora uma publicidade mundial para o consumo de produtos. Sugira a atividade Para ir além “O turismo e seus impactos socioculturais” e discuta os pontos positivos e negativos da prática turística para as populações locais. Aborde as principais religiões do planeta, como o cristianismo, o judaísmo, o islamismo, o hinduísmo e o budismo e aplique a atividade da Estação Cidadania, “A religião, identidade cultural dos povos”. Como avaliação, peça para que, em duplas, os alunos elaborem uma pesquisa sobre as principais religiões praticadas no Brasil, não deixando de fora os cultos afro-brasileiros. Nessa pesquisa, devem constar, além de uma história da constituição da religião, quais são os principais dogmas ou ensinamentos e também a porcentagem da população brasileira que é adepta de tal ou qual doutrina. Aborde os direitos humanos. Ressalte a importância desse conjunto de leis para a segurança da dignidade dos cidadãos do mundo. Aplique a atividade da Estação Ciências, que discute os avanços na pesquisa sobre uma vacina contra o HIV. Procure inserir essa discussão no contexto de uma problemática maior que diz respeito à epidemia de Aids na África Subsaariana. Nesse momento, aproveite para falar um pouco sobre os principais métodos de prevenção contra o vírus.

37


expedições geográficas

9o ano

CIDADA

ÉTICA

E

A NI

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

»UNIDADE 3: Europa: diversidade e integração Conteúdo Europa: meio natural. • Europa: continente ou península da Ásia? Europa: aspectos populacionais. • O crescimento demográfico. A construção da União Europeia. • Etapas da formação de uma potência econômica. A economia europeia. • União Europeia: poderoso bloco econômico. A “outra Europa”. Encontros: Sami, um povo indígena único na Europa. Outras rotas: Montanhas e música. Desembarque em outras linguagens: A arte na calçada de Julian Beever.

Objetivos

Recursos oferecidos

1. Explorar o meio natural da Europa. 2. Estudar os aspectos populacionais europeus, com ênfase para a dinâmica demográfica e a questão da imigração no continente.

Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- Fachada da sede da Comissão Europeia, na Bélgica. O órgão é responsável por colocar em prática as políticas comunitárias da União Europeia (p. 84-85). Leitura de infográfico:

-- Pobreza e disparidades econômicas na União Europeia (p. 106-107).

Estação Ciências:

-- Túnel Mont Blanc (p. 91).

Atividades site: Para ir além:

3. Explorar a formação da União Europeia.

-- Grécia constrói fosso na fronteira com a Turquia. -- A Europa: ator global.

4. Abordar a economia da Europa.

-- “O pianista”.

Pausa para o cinema:

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Refletindo sobre a diversidade que constitui nosso alunado (p. 60). Sugestão de atividades complementares:

-- 1 (p. 62).

avaliação Confecção de maquetes:

Site:

• O sistema de integração viário europeu.

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Produção artística:

• O conceito de cidadania.

Orientações Pedagógicas Aproveite a abertura da unidade para que os alunos conversem sobre o que já sabem sobre a União Europeia, relacionando as imagens e o mapa, além de problematizar os conteúdos que serão estudados. Aborde as regiões naturais europeias: Europa do Norte, Europa Oceânica e Continental e Europa do Sul, explicando o processo de regionalização dessas porções. Questione com a classe a interferência humana na paisagem natural europeia, procurando situar tanto as localidades que foram mais modificadas quanto aquelas que sofreram menos modificações. Oriente os alunos na leitura do texto da Estação Ciências e, como avaliação, sugira que eles façam uma pesquisa sobre o sistema de integração viário de algum país europeu. Em grupos, os alunos deverão pesquisar qual é o modo predominante de deslocamento das pessoas (ferrovias, hidrovias, autovias, aerovias) no país sugerido pelo professor para a elaboração do trabalho, e confeccionar uma maquete que represente o sistema viário. Cada grupo apresentará seu trabalho para o restante da classe e, ao final, será possível desenvolver um debate mais amplo, comparando os diferentes países para, então, tecer um link com a situação da integração das regiões do Brasil. Aborde o crescimento demográfico europeu, organizando um debate sobre o aumento da população idosa e as quedas da taxa de natalidade no continente,

38

e de que modo a economia e a configuração da sociedade estão afetadas com esses acontecimentos. Como atividade, aplique o Para ir além “Grécia constrói fosso na fronteira com a Turquia” e promova um amplo debate com a turma sobre os diferentes motivos que levam as pessoas a deixarem seus países de origem. Aborde a formação da União Europeia, desmembrando as etapas iniciais que desencadearam na formação de uma grande potência econômica. Discuta o texto da Estação Cidadania e, a partir dessa atividade, sugira como avaliação que, individualmente, os alunos façam uma produção artística (fôlder, música, poesia, bandeira, pintura, entre outros) sobre o conceito de cidadania. Se for possível, promova uma exposição dos trabalhos pela escola. Explique de que modo a economia europeia pode ser caracterizada, enfatizando o papel da União Europeia no mundo. Faça a leitura do infográfico com a classe, discutindo quais são as disparidades econômicas encontradas na União Europeia. Apresente um trecho do filme “O pianista” e discuta com a classe os efeitos que o nazismo provocou para a constituição econômica e social do continente europeu. Para finalizar, aborde a seção Desembarque em outras linguagens, que mostra que a arte também pode expressar a crítica social e política e participar do projeto de construção de um mundo melhor.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

ÉTICA

E

CIDADA A NI

ADE C LID

TURAL UL

PLURA

»UNIDADE 4: CEI e Europa Oriental

Conteúdo Do Império Russo à CEI. • Do Império Russo à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). • A economia soviética. • Da União Soviética à CEI. A Comunidade dos Estados Independentes. • A CEI. • CEI: área territorial, população e povos. • Conflitos territoriais e de nacionalidades. CEI: economia. • A integração econômica regional. • As desigualdades econômicas. • O cerco energético russo. Europa Oriental: países ex-socialistas. • A implantação do socialismo. • O fim do socialismo no Leste Europeu. Bagagem de ferramentas: Como ler e compreender um texto.

Objetivos 1. Conhecer os países da Comunidade dos Estados Independentes e da Europa Oriental. 2. Compreender a formação da União Soviética e a causa de seu desmembramento. 3. Estudar as principais características das ex-repúblicas soviéticas. 4. Compreender a situação política dos países do Leste Europeu.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

-- O Kremlin, sede do poder da Rússia, e da Catedral de São Basílio, na Praça Vermelha, em Moscou; Cidade de Alma Ata, atual Almaty, no Cazaquistão (p. 116-117).

Estação História: -- Países da cortina de ferro levarão mais de 10 anos para alcançar padrões da UE (p. 143).

Conteúdo multimídia: -- CEI: potência energética. -- Europa Oriental: situação política.

Atividades site: Para ir além:

-- Walesa: 30 anos depois do Solidariedade, o mundo ainda tem muito a fazer.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Competência leitora e ensino de Geografia (p. 70).

avaliação Site:

Pesquisa em formato de reportagem televisiva:

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

• A criação artística existente na União Soviética.

Redação:

• Pontos positivos e pontos negativos do desmembramento da União Soviética.

Orientações Pedagógicas Introduza a abertura da unidade questionando os alunos sobre qual característica da Rússia a distingue dos demais países que integram a CEI e a qualifica como potência regional. Aborde a expansão do Império Russo no século XVII e as transformações ocorridas com a Revolução Industrial Russa no século XIX. Explore a formação e expansão da URSS. Explique de que modo a economia soviética fez a transição do capitalismo para o socialismo e o que o novo modelo econômico socialista significou para o desenvolvimento do país. Contextualize a criação da CEI no cenário de desagregação da União Soviética. Como avaliação, sugira que os alunos façam uma pesquisa, em grupos, sobre o movimento artístico existente na União Soviética durante o período de sua existência. Posteriormente, os alunos deverão apresentar os resultados para o restante da classe em formato de uma reportagem televisiva. Instigue os alunos a pesquisarem o cenário da produção musical, pictórica, literária e cinematográfica da URSS e, após a apresentação de todos os grupos, promova um debate que coloque em questão a existência de um traço ou de uma temática comum entre as produções. Explique em que consistiu a criação da CEI, destacando os países pertencentes a essa organização. Destaque a pluralidade de povos que compõe a CEI e aborde os conflitos da Crimeia, Moldávia e no Cáucaso.

planejamento interativo

Explore de maneira mais aprofundada a economia da CEI, a integração econômica regional e suas desigualdades. Aborde em que consiste o uso estratégico que a Rússia adota em relação à energia e apresente o conteúdo multimídia “CEI: potência energética”, que explica a importância geopolítica e econômica das reservas de gás natural, carvão mineral e petróleo dos países da CEI. Por meio dessa apresentação, pretende-se que os alunos compreendam a importância geopolítica e econômica das reservas de gás natural, carvão mineral e petróleo dos países da CEI. Caracterize a Europa Oriental geograficamente. Explique os principais resultados que o fim do socialismo trouxe para o Leste Europeu. Apresente o conteúdo multimídia “Europa oriental: situação política” para explorar com os alunos os principais aspectos políticos atuais dos países dessa área. Oriente a atividade da Estação História, pedindo para que os alunos respondam às questões de interpretação do texto. Como avaliação individual, após a leitura do texto da seção Para ir além “Walesa: 30 anos depois do Solidariedade, o mundo ainda tem muito a fazer”, peça para que os alunos façam uma redação sobre os pontos que eles consideram positivos e negativos no desmembramento da União Soviética.

39


expedições geográficas

9o ano

E

ÉTICA

PLURA

ADE C LID

CIDADA

A NI

DE

TURAL UL

SAÚ

»UNIDADE 5: As grandes economias da Ásia Conteúdo

Objetivos

Ásia: diversidade física e cultural. • A diversidade natural. • População. O Japão e os Tigres Asiáticos. • Japão: país marítimo e potência mundial. • A Era Meiji e a economia japonesa hoje. • Os Tigres Asiáticos. China: o dragão asiático. • Por que dragão asiático? • Localização e divisão administrativa. • A população chinesa. • A economia chinesa depois da revolução socialista. • China: potência do século XXI? • Problemas atuais da sociedade chinesa. Encontros: Apelo pelos uigures: habitantes do Xinjiang. Índia: o país das diversidades. • De colônia britânica a país independente. • A população indiana. • Conflitos étnico-culturais e fronteiriços. • A economia indiana. Outras rotas: Museu de Xangai. Desembarque em outras linguagens: O jardim japonês de Shunmyo Masuno.

1. Descobrir as características naturais, populacionais e culturais do continente asiático. 2. Conhecer as grandes economias do continente asiático. 3. Abordar os países detentores do maior PIB da Ásia.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- A fábrica oriental (p. 146-147).

Estação Ciências:

-- Ponte Akashi-Kaikyo (p. 158).

Estação Socioambiental:

-- Dongtan, modelo chinês para as ecocidades (p. 176).

Conteúdo multimídia:

4. Explorar as desigualdades econômicas existentes entre os países asiáticos.

-- A fábrica oriental.

5. Explorar o conceito de Tigre Asiático ligado à segunda geração dos países pertencentes a essa categoria.

-- Água, fonte de tensão entre Índia e Paquistão.

Atividades site: Para ir além:

Pausa para o cinema:

-- “Sonhos”.

Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- Imagens de satélite: recurso didático para o ensino de Geografia (p. 77).

avaliação Apresentação teatral:

• Os alunos apresentarão uma peça de teatro inspirada no teatro kabuki japonês.

Cartazes de cinema:

Atividades site: Para ir além:

• CBERS – Satélite Sino-brasileiro de recursos terrestres.

Site:

• Bollywood, o cinema indiano.

• Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Orientações Pedagógicas Oriente os alunos na leitura do infográfico das páginas 146-147 e, em seguida, apresente o conteúdo multimídia “A fábrica oriental”, que apresenta o fluxo de bens destinados à fabricação de produtos nos países do leste e do sudeste da Ásia, que são consumidos em todo o mundo. Promova um debate com os alunos sobre o impacto que os materiais produzidos nos diferentes países asiáticos têm no contexto da economia mundial. Aproveite esse momento para explorar os conhecimentos prévios da classe sobre a participação da China, da Índia e do Japão no cenário tecnológico e têxtil. Aborde os aspectos naturais do continente asiático. Destaque o relevo da Ásia, situando a localização e a importância do Monte Everest e da Cordilheira do Himalaia. Destaque também a importância da hidrografia da Ásia, com seus rios extensos e caudalosos. Discuta a densidade demográfica e a diversidade cultural do continente asiático. Como avaliação, sugira que os alunos, em grupos, façam uma pesquisa sobre o teatro japonês kabuki e, então, encenem uma peça, com argumento próprio, inspirada no estilo kabuki. Explore as principais características naturais e populacionais do Japão. Aplique a atividade da Estação Ciências “Ponte AkashiKaikyo” e debata com a turma de que modo os projetos de infraestrutura podem adequar-se a questões socioeconômicas e físicas das regiões. Nesse momento, aproveite para inserir elementos da discussão atual brasileira sobre a temática. Aborde o conceito de Tigre Asiático e compare o desenvolvimento econômico e social dos tigres asiáticos da segunda geração com os índices de desenvolvimento

40

do Brasil. Explique em que consiste a ideia de dragão chinês, ligada à cultura ancestral e ao desenvolvimento econômico chinês. Aborde a divisão administrativa e a população chinesas. Explore o desenvolvimento da economia da China após a revolução socialista e em que medida o país adotou uma “política de portas abertas”, a partir de 1984. Aplique a atividade da Estação Socioambiental para discutir a produção energética na China. Apresente a diversidade religiosa, social, cultural e populacional da Índia e sugira a leitura do texto do Para ir além, “Água, fonte de tensão entre Índia e Paquistão”, promovendo um debate sobre a tensão entre esses dois países, bem como a questão da preservação da água como recurso natural indispensável à vida. Ressalte os aspectos econômicos da Índia e destaque a indústria cinematográfica indiana. Sugira como avaliação que, em grupos, os alunos elaborem cartazes de promoção de algum filme de Bollywood. Usando a criatividade, eles deverão confeccionar painéis que atraiam os espectadores para as salas de cinema. Apresente o conteúdo de Pausa para o cinema “Sonhos”, que traz um pouco da produção japonesa de cinema, e discuta com os alunos a importância de Akira Kurosawa para o cinema mundial e japonês. Como avaliação, aplique a atividade do Para ir além, “CBERS – Satélite Sino-brasileiro de recursos terrestres” e peça para que, individualmente, os alunos respondam às questões ali propostas. Para finalizar, organize a atividade da seção Desembarque em outras linguagens, que propõe, entre outras coisas, a análise dos jardins japoneses para questionar o distanciamento da população urbana em relação à natureza.

planejamento interativo


>>

www.modernadigital.com.br

»UNIDADE 6: Oriente Médio ÉTICA

CIDADA A NI

E

Conteúdo

Objetivos

Oriente Médio: aspectos físicos e humanos gerais. • Oriente Médio: uma visão eurocêntrica. • Localização geográfica. • Aspectos físicos. • População, religião e línguas. • Abundância de petróleo e escassez de terras férteis e água. O Oriente Médio e o petróleo. • Gosfo Pérsico: o “golfo do petróleo”. Israel e Palestina. • Antecedentes históricos. • A criação do Estado de Israel. • O radicalismo obstrui a paz. Os conflitos árabe-israelenses. • Mais de seis décadas sem paz. Bagagem de ferramentas: Como ler uma imagem de satélite.

1. Compreender os conflitos do Oriente Médio que abrangem o impasse entre árabes, palestinos e israelenses.

-- Vista panorâmica da Cidade de Kuait, maior cidade e capital do Kuait, às margens do Golfo Pérsico (p. 190-191).

2. Descobrir os principais aspectos físicos, populacionais e econômicos do Oriente Médio.

-- Oriente Médio: de Gondwana aos conflitos pelo subsolo (p. 195).

3. Entender por que as potências mundiais, como os Estados Unidos, têm demasiado interesse pela região.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de imagens:

Leitura de infográfico:

-- Mais de seis décadas sem paz (p. 210-211).

Estação Ciências: Suplemento para o professor: Leitura complementar:

-- A expressão “Oriente Médio” (p. 85).

Conteúdo multimídia: -- Mais de seis décadas sem paz.

Atividades site: Radar:

-- A Primavera Árabe. Pausa para o cinema:

-- “A caminho de Kandahar”.

avaliação Estação História: • Curdistão: a saga de uma nação sem Estado (p. 203). Relatório: • Confluências e oposições entre o cristianismo, o judaísmo e o islamismo.

Estação Cidadania: • Um vilarejo de dois países (p. 212). Site: • Duas propostas de avaliação prontas para imprimir.

Orientações Pedagógicas Explore a leitura de imagens da abertura da unidade para discutir qual a importância dos recursos naturais para o desenvolvimento econômico de um país. Peça para os alunos citarem exemplos de conflitos entre países causados por disputa de territórios ricos em recursos naturais. Aborde o conceito de Oriente Médio com referência ao eurocentrismo. Exponha as principais características físicas do Oriente Médio. Aplique a atividade da Estação Ciências, “Oriente Médio: de Gondwana aos conflitos pelo subsolo”, que trata da formação de jazidas de petróleo no Oriente Médio. Aborde a população da região, salientando a diversidade linguística e religiosa dos diferentes povos que ali habitam. Explique por que a água é uma das fontes de tensão permanente da região médio-oriental. Aborde a região do Golfo Pérsico e sua importância crucial para a produção mundial petrolífera. Como avaliação, oriente a leitura da Estação História e peça para que, individualmente, os alunos respondam às questões ali apresentadas. Reproduza um trecho do filme “A caminho de Kandahar” e discuta com a turma alguns aspectos da região que está sendo estudada.

planejamento interativo

Aborde aspectos históricos acerca dos conflitos existentes entre Israel e Palestina. Explore o processo de criação do Estado de Israel. Sugira como avaliação um relatório individual sobre as principais características que aproximam e afastam as religiões judaica, cristã e muçulmana. Os alunos deverão entregar seus relatórios utilizando imagens criadas por eles, que auxiliem na compreensão de seus textos escritos. Apresente o conteúdo multimídia “Mais de seis décadas sem paz”, que mostra as guerras e acordos de paz que marcaram a relação entre judeus e muçulmanos e, em seguida, faça a leitura de imagens, nas páginas 210-211. Promova um debate entre os alunos sobre os principais motivos que tornam a convivência entre árabes e israelenses problemática. Sugira a avaliação da Estação Cidadania. Após a leitura do texto “Um vilarejo de dois países”, peça para que os alunos elaborem uma redação sobre suas principais impressões do texto e emitam uma opinião sobre o posicionamento da ONU em relação aos conflitos entre israelenses e árabes. Sugira a atividade do Radar “A Primavera Árabe” e discuta com os alunos a efervescência desse movimento e a importância dele para a reflexão sobre os problemas do Oriente Médio, em escala mundial.

41


expedições geográficas

9o ano

E

ÉTICA

PLURA

ADE C LID

CIDADA

A NI

DE

TURAL UL

SAÚ

»UNIDADE 7: África: heranças, conflitos e diversidades Conteúdo

Objetivos

África: o meio natural. • Extensão e localização. • Relevo e hidrografia. • Clima. • A vegetação natural e a ação antrópica. A África e o imperialismo europeu. • O início da apropriação de territórios pelos europeus. • A apropriação do território. • O impacto do neocolonialismo na África. • O racismo: outro legado do colonialismo. • A descolonização africana. África: população, regionalização e economia. • África: o segundo continente mais populoso. • A distribuição da população. • A regionalização com base no critério étnico ou cultural. • A regionalização com base na economia. A África no início do século XXI. • Um continente fragilizado. Outras rotas: Nova biblioteca de Alexandria. Bagagem de ferramentas: Como interpretar uma anamorfose. Desembarque em outras linguagens: A África vista pela lente de Sebastião Salgado.

1. Explorar o meio natural africano. 2. Compreender de que modo países europeus no século XIX se instalaram em países africanos para implementarem colônias. 3. Conhecer as regionalizações da África e questionar os problemas que afligem o continente no século XXI.

Recursos oferecidos Conhecimentos prévios: Leitura de infográfico:

-- A nova classe média africana (p. 216-217).

Estação História: -- África do Sul (p. 229).

Estação Cidadania: -- Revoltas no mundo árabe (p. 246).

Conteúdo multimídia: -- A nova classe média africana.

Atividades site: Para ir além:

-- Grandes empresas alemãs criam projeto para gerar energia solar no Saara.

Suplemento para o professor: Leituras complementares:

-- A fundamentação dos projetos de trabalho (p. 92).

avaliação Pesquisa: • Uma perspectiva para abordar o deserto do Saara. Atividades site:

Seminário: • Os principais entraves para o desenvolvimento econômico e social africanos.

Radar:

• Guiné-Bissau: vida política conturbada.

Orientações Pedagógicas Apresente o infográfico da abertura da unidade e questione se a diminuição da pobreza na África pode ser explicada apenas pelo aumento da renda média per capita. Com auxílio dos gráficos, peça para os alunos relacionarem o aumento da classe média na África ao processo de urbanização no continente. Apresente o conteúdo multimídia “A nova classe média africana”, que traz um panorama do recente crescimento econômico da África. Aborde os aspectos físicos do continente africano e enfatize a importância do Rio Nilo para a população local. Aplique a atividade da seção Para ir além “Grandes empresas alemãs criam projeto para gerar energia solar no Saara” e, então, para continuar a discussão sobre essa região, sugira como avaliação que os alunos façam uma pesquisa sobre o deserto do Saara: população, relevo e fauna. Em um breve relatório, os alunos deverão explorar um aspecto sobre o qual mais se deteve sua atenção. Aborde o imperialismo europeu no continente africano, discutindo a partilha da África. Explore em que consistiu a política do apartheid na África do Sul. Aplique a atividade da seção Estação História, “África do Sul”, que discute o apartheid

42

nesse país. Aproveite esse momento para promover uma discussão sobre preconceito racial, incitando os alunos a exporem suas opiniões sobre a situação no Brasil. Explique de que modo está distribuída a população no continente africano. Explique os critérios de regionalização da África. Aborde a economia africana. Aplique a atividade da Estação Cidadania “Revoltas no mundo árabe” e discuta com a classe quais são as principais religiões praticadas no continente. Como avaliação, sugira a resolução das questões, individualmente, da seção Radar “Guiné-Bissau: vida política conturbada” e, como avaliação em grupos, peça para que os alunos apresentem em formato de seminário os principais entraves para o desenvolvimento social e econômico africanos como, por exemplo, as epidemias, a desnutrição e a miséria. Para finalizar, organize a atividade da seção Desembarque em outras linguagens, que propõe uma aproximação com a arte e a fotografia, além de uma proposta lúdica que incentiva os alunos a fotografarem particularidades do lugar em que moram, retratando tanto as dificuldades sociais como a sua superação. Organize uma exposição das fotos mais representativas na sala de aula.

planejamento interativo


43


Planejamento Interativo - Expedições Geográficas  

Planejamento Interativo - Expedições Geográficas

Planejamento Interativo - Expedições Geográficas  

Planejamento Interativo - Expedições Geográficas