Page 1


A edição de Maio da CooperAção foi preparada especialmente para você conhecer exemplos de superação, persistência, empreendedorismo e diversos outros adjetivos que fazem um verdadeiro vencedor. A matéria de capa desta edição fala sobre a Gincana que aconteceu em Belo Horizonte que teve em sua festa de encerramento a entrega do Troféu Destaques 2010. O evento foi um sucesso, ainda mais por permitir a integração e a troca de experiências entre os empreendedores cooperados. Nas próximas páginas, separamos alguns artigos onde você vai saber como está o avanço do empreendedorismo na internet, pelas palavras do especialista em e-commerce, Dailton Felipini. Fique por dentro também das opiniões do consultor de marketing, Marcelo Miyashita, sobre pós-venda. Você vai saber porque ele acredita ser tão importante investir nela. Destaques dos blogs Sucesso Cooperado e Sempre Motivado, indicação de uma leitura fantástica e a letra de uma das músicas que mais motivam as pessoas em todo o mundo. Essa é a CooperAção deste mês! Leia, informe-se e divirta-se com a CooperAção.

Projeto Gráfico e Editorial Interação - Interatividade Corporativa (81) 3325-3322 | contato@interacao.com


Matéria

Empreendedorismo na Internet:

O momento é Agora!

No Brasil, o faturamento evoluiu de meio bilhão de reais em 2001, para mais de R$ 13 bilhões de reais em 2010. Isso representa um crescimento superior a 2.300% em apenas uma década.

04

A Internet alterou de muitas maneiras o nosso comportamento, inclusive, na forma como realizamos compras. O consumidor definitivamente adotou a compra on-line e devido, principalmente, à conveniência e a economia, comprase cada vez mais pela Internet. Isso significa uma excelente oportunidade para quem deseja montar um empreendimento neste novo canal de comercialização e tem conhecimento e competência para fazê-lo. O e-commerce vem crescendo de forma avassaladora em todo o mundo. Jeff Bezos, CEO da Amazon, prevê que o ecommerce deve atingir entre 10% a 15% do comércio ame-

ricano nos próximos 10 anos, fato que, se confirmado, levará o faturamento anual do setor nos Estados Unidos a um valor superior a meio trilhão de dólares. No Brasil, o faturamento evoluiu de meio bilhão de reais em 2001, para mais de R$ 13 bilhões de reais em 2010. Isso representa um crescimento superior a 2.300% em apenas uma década. Alguém conhece outro setor que tenha crescido com tamanha magnitude? Outro indicador extremamente positivo é o crescimento no número de consumidores on-line que saltou de pouco mais de um milhão em 2001 para estimados 23 milhões em 2010, conforme ilustrado pelo gráfico abaixo.


COOPERAÇÃO

Para o empreendedorismo na Internet, esse é o melhor momento. Conforme ilustrado pelo quadro acima o mercado representado pela Internet já é expressivo, mas no início da década mal passávamos de um milhão de consumidores, justamente num período em que a chamada “Internet eufórica” fervilhava de projetos e sonhos ainda insustentáveis. Hoje, com mais de vinte milhões de pessoas comprando de forma rotineira pela Internet, o quadro está totalmente favorável. É claro que, quando tivermos, 40 ou 50 milhões de compradores, vai ser ainda melhor. O problema é que, quando esse momento chegar, o comércio eletrônico não será mais novidade, e algumas das vantagens atuais terão desaparecido. O conhecimento estará mais disseminado, muitos empreendedores estarão estabelecidos, já não haverá tantos nichos de mercado à disposição e assim por diante. Logicamente, o grau de incerteza será menor, mas em contrapartida a competição será muito mais acentuada. Por essa razão, agora é o melhor momento para o empreendedorismo na Internet, e os números do e-commerce mostram isso de forma cabal.

Dailton Felipini é mestre e graduado em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo. Professor de comércio eletrônico na Universidade Mackenzie. Pesquisador, especialista em e-commerce, consultor e editor do site www.e-commerce.org.br. 05


Virando o jogo através do Empreendedorismo! Desde junho de 2009, o blog Sucesso Cooperado veio com o interesse de mostrar as portas que podem ser abertas pela internet, principalmente pelo e-Commerce, relatando casos de empreendedores de visão que mudaram de vida e obtiveram sucesso por investir nesse mercado que só cresce. Nesta edição, a CooperAção dá destaque ao artigo postado no blog sobre dois estudantes desempregados que se tornaram profissionais e donos do próprio negócio:

06

Dois jovens com nível superior, investindo numa pósgraduação e desempregados. Parece que a história se repete, mas são mesmo inúmeros os casos de pessoas que se esforçam para obter uma formação de qualidade e se deparam com um panorama que não esperavam: o da falta de oportunidades. Se há quem acredite que o país ainda não sabe valorizar devidamente seus estudantes, também há quem não se acomode e jogue a frustração de lado para correr atrás de um plano B. Essa é a história de Carlos Correia e Camila Campos, um casal de namorados mineiros, prova viva de que empreender é uma opção que dá certo. O que chama a atenção no caso de hoje é que, mais que simplesmente buscar uma alternativa, Carlos e Camila decidiram transformar o problema em solução de uma maneira muito interessante: sem sair do ramo para o qual estavam se preparando, passaram de profissionais em busca de colocação no mercado a donos do próprio negócio.


COOPERAÇÃO “Tinha alguns planos de investimento, busquei por formação na área empresarial, fiz vários cursos e então conheci a cooperativa. É difícil permanecer no comércio convencional, então a internet se apresentou como uma excelente oportunidade. Com os treinamentos e o suporte que recebemos, tudo fica mais fácil. Hoje concilio minha vida com o comércio eletrônico”, conta Carlos. Camila, que relata ter ficado desempregada por três anos, também descobriu na internet a chance de sair da estagnação profissional: “Embora a competitividade no mercado seja alta, sempre haverá lugar para pessoas inovadoras. Vale a pena investir no seu potencial e buscar seus objetivos. Se não há oportunidades, você pode criálas. E se por muitas vezes trabalhamos bem para os outros, do que somos capazes quando nos tornamos os donos do nosso próprio negócio?”. Conscientes da dinâmica do mercado, ambos investem continuamente em conhecimento e formação: “O sucesso não vem sem esforço, depende de muito trabalho, dedicação e conhecimento. Com três meses, já vamos chegar à casa das 40 mil visitas. É preciso acreditar na ferramenta que se tem em mãos, dedicar-se, trabalhar duro e, então, colher os bons resultados”.

Proprietários do Clica Saúde MG, eles investem em publicidade voltada para a área da saúde através da divulgação de serviços e da elaboração de um guia que serve de referência para a população. Além disso, também levam ao ar dicas de bem-estar e, em parceria com o Ministério da Saúde, passam adiante informações sobre as principais campanhas de vacinação e combate a epidemias. Como se não bastasse, ainda reservam um espaço para causas sociais e apoio a entidades. Para muito breve, pretendem lançar uma loja virtual que comercializará produtos hospitalares para um público que vai de hospitais e clínicas até o consumidor final. “É maravilhoso gerenciar o próprio negócio! Empreender, definitivamente, é algo para quem saber o que quer da vida, tem sonhos e pretende realizálos!”. Parabéns, Carlos e Camila, pelas conquistas e pela história tão alegre quanto inspiradora.

Acesse o Blog Sucesso Cooperado e conheça outras histórias de sucesso!

07


08


Nos meses de fevereiro e março de 2010, a unidade de Belo Horizonte da ECOOPERTEC, foi movimentada pela GINCANA DESTAQUES 2010 ECOOPERTEC-BH, cujo objetivo fora: reunir, fomentar negócios, inspirar, promover a integração e a troca de experiências entre os empreendedores cooperados, além de destacar o aspecto social dos nossos trabalhos com a realização de campanhas em prol de entidades e regiões carentes de Minas Gerais. Quatro equipes se movimentaram na realização das tarefas: GRUPO ÁGUIA, FÊNIX, COOPERAÇO e EVOLUTION, cujas lideranças se empenharam em envolver o maior número possível de empreendedores, em iniciativas tão diferentes quanto estimulantes, que incentivaram os participantes a desenvolverem

sua criatividade, liderança, visão de futuro e percepção inovadora. Como resultado direto, tivemos a formação de empreendedores cada vez mais preparados para enfrentar o mundo dos negócios e triunfar na consecução de seus objetivos. Este trabalho também nos permitiu identificar aqueles que vêm se destacando no mercado mineiro, explorando as possibilidades de negócios representadas pelas RODADAS DE NEGÓCIOS presenciais, bem como as oportunidades que estão à espera de todos através da nova ECONOMIA DIGITAL, além, é claro, de promover seu próprio crescimento pessoal e profissional, através dos seminários, workshops, treinamentos e cursos on-line disponibilizados pela ECOOPERTEC.

09


Da esquesrda para direita: Fabian Machado, Deomari Fragoso, Tony Rocha, Rodrigo Diniz e Paulo Fragoso.

No período de 02 meses em que a Gincana foi realizada, a ECOOPERTEC-BH realizou 9 RODADAS DE NEGÓCIOS, com freqüência semanal, o que representou a participação de mais de 380 expositores, cerca de 3.000 visitantes e uma expectativa de geração de negócios de valor superior a meio milhão de reais, conforme resultado apontado por pesquisa qualitativa realizada. No aspecto social, destacamos a parceria com o Instituto Pedro Arthur – Brasil sem Meningite, que recebe

10

contribuição semanal oferecida pelos empreendedores que participam de nossas atividades de negócios, representada pela entrega de uma mini-van utilizada pelo Instituto no deslocamento de cadeirantes e atividades relativas aos trabalhos desenvolvidos pela entidade. Uma contribuição importantíssima para a sobrevivência do Instituto, o que representa milhares de vidas de brasileirinhos salvas anualmente por essas ações. Sobre outro prisma, cada EQUIPE se organizou em suas regiões e desenvolveu campanhas com o objetivo de mobilizar não só os empreendedores participantes, mas toda a sociedade civil organizada. Daí, tivemos iniciativas como: CAMPANHA DO AGASALHO, ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS NA REDE SUPERMERCADISTA, PEDÁGIO FRATERNAL, JOGO DAS ESTRELAS, SHOWS BENEFICENTES e tantas outras que resulta-


COOPERAÇÃO

Ao lado, fotos de empreendedores que receberam o Troféu Destaques 2010, e a participaçÃo da dupla João Celles e Doriel.

ram na arrecadação total e distribuição de mais de: • 20.000 peças de roupas, agasalhos e calçados; • meia tonelada de alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal; • realização de rua de lazer, distribuição de lanches e serviços de utilidade pública como corte de cabelo, além de muito carinho e atenção, atendendo diretamente mais 300 pessoas, na sua maioria crianças em situação de risco social; • criação de um centro

de inclusão social e digital para crianças carentes, em Divinópolis, com a doação de 10 computadores, interligados em rede e conectados à internet; • mobilização de cerca de 40 empreendedores da cidade de Pára de Minas, para a doação de sangue, congestionando o atendimento do HEMOMINAS da região. Além das atividades realizadas diretamente junto à população carente, várias entidades, ONGs e associações humanitárias foram

11


COOPERAÇÃO beneficiadas pelas campanhas, como: • APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) de Betim; • ASAPAC (Associação de Amparo a Pacientes com Câncer) de Divinópolis; • ARCA (Associação de Reintegração de Crianças e Adolescentes) de Betim; • Fundação HEMOMINAS (Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais) de Pará de Minas; • Instituto Pedro Arthur – Brasil sem Meningite de Belo Horizonte. As campanhas e doações tiveram larga cobertura da imprensa local, tanto da mídia impressa quanto televisa, validando o empenho de todos os envolvidos. Como encerramento oficial das atividades da GINCANA, foi realizada, no dia 31 de março, uma grande festa de entrega do troféu DESTAQUES 2010 – ECOOPERTEC BH, com cerca de 200 participantes presentes, em um momento de descontração, confraternização e comemoração das conquistas já realizadas e das que estão por vir. Nesta ocasião foram premiados aqueles que se destacaram em seus segmentos, já em 2010, mostrando que a AÇÃO é a característica mais importante de quem tem espírito empreendedor e visão de futuro. Veja a lista dos premiados abaixo: DESTAQUE 2010 – LOJA VIRTUAL PRODUTOS PRÓPRIOS ANA MARIA LEITE www.estradadasflores.com.br DESTAQUE 2010 – WEB-SITE INOVAÇÃO WELLINGTON ALEXANDRE www.encontraveiculos.com.br DESTAQUE 2010 – PARCERIA LOGÍSTICA EXPRESS JOAO EVANGELISTA www.mercadounico.com.br Em várias categorias, muitos empreendedores se destacaram e foram reconhecidos e aplaudidos por todos os presentes no evento.

DESTAQUE 2010 – RODADAS DE NEGÓCIOS FABIANA EIKE www.gaiavirtual.com.br DESTAQUE 2010 – SUPERAÇÃO PESSOAL OMÁRIO DESTAQUE 2010 – PORTAL DE PUBLICIDADE ADRIANO SILVA www.mixbetim.combr DESTAQUE 2010 – EMPREENDEDOR SENIOR EMERSON REIS

12


COOPERAÇÃO Foram premiados também cooperados que estão tendo reconhecimento nacional no desenvolvimento das suas atividades, mostrando que o verdadeiro empreendedor lança mão de todas as ferramentas disponíveis e se mantém determinado e persistente, mesmo frente aos obstáculos e desafios, ainda que precise recuar ou encontrar desvios, até atingir sua meta. Além do tradicional entusiasmo dos empreendedores da eCoopertec, a participação da dupla João Celles & Doriel, numa apresentação intimista dos seus maiores sucessos, agitou ainda mais o evento.

Na sequência, o DJ NOGUEIRA assumiu as picapes, colocando todo mundo para dançar com o show “Mistura Fina”, apresentando o melhor som das paradas norte americana, européia e nacional. Realmente um evento especial para ficar na memória de quem faz os negócios acontecerem em Minas Gerais e se prepara para plantar e colher os resultados de um ano fantástico (que está apenas começando) para quem está, de verdade, comprometido com o seu empreendimento, e sempre em busca da superação nos negócios.

13


Matéria

Pós-venda, por favor! Por Marcelo Miyashita*

É fazer-se notado! Não simplesmente ser notado, mas ser notado por suas qualidades, habilidades e competências. Não é ser o chamado “puxa- saco”.

14

Como consultor de marketing e palestrante, viajo muito a trabalho pelo país. Hospedo-me em diversos hotéis, dos mais econômicos aos mais sofisticados, recebendo, no geral, um bom atendimento por onde passei. Claro, adequado a proposta de nível de serviços de cada local e ao seu posicionamento. Ocasionalmente, inconvenientes acontecem, mas nada que um problema pontual afete o meu apreço. Só que eu tenho um hábito que, assumo, virou mania durante as minhas hospedagens: o de preencher os questionários de avaliação de qualidade de serviços. Sempre os preencho, não posso ver um pela frente que vou já marcando minhas impressões e, quando há um espaço disponível, dissertando minhas opiniões sobre o que achei dos serviços. Eu busco fazer a minha parte como cliente, fornecendo informações, parâmetros e referências

à direção do hotel. E imagino que eu não deva ser o único. Acredito que muita gente, e, claro, não precisa ser especialista em marketing de serviços para isso, preenche os questionários que ficam disponíveis em diversos locais, principalmente dentro do guia de serviços presentes nas suítes. Para as organizações hoteleiras, essas informações são valiosas para avaliarem suas operações de serviços. Pois, óbvio, são os hospedes que recebem os serviços, usam e verificam sua eficiência e prestatividade. Diferentemente da venda de um produto, que por ser físico, pode ser testado e avaliado dentro da fábrica pelas áreas de controle; na venda de serviços, que é um processo, é o cliente que cumpre essa função. Por mais que o atendimento e uma gerência próxima possa perceber variações de serviços dentro da qualidade proposta, é o clien-


COOPERAÇÃO

te que usa, testa e, sim, avalia. Só que sabemos, a maioria dos hospedes não tem essa mania. Mas tem opiniões. E amigos. E gostam de falar, bem ou mal. E assim vão construindo pelo boca-aboca a reputação do estabelecimento, influenciando colegas e fixando uma imagem no mercado. Por essas duas razões, do controle de qualidade e da reputação, os questionários de avaliação não podem ser tratados como subserviços ou mera rotina administrativa. E é essa a impressão que eu tenho como cliente, que ninguém gabaritado irá ler minhas respostas e quando ler será apenas para servir como fonte para a construção de planilhas e gráficos de desempenho que vão rechear uma apresentação em PowerPoint. Feedback para o cliente, que é bom, nada. Posso estar enganado, me baseio na minha experiência como cliente e nas opiniões de vários amigos e colegas que também compartilham a mesma impressão. De todas as vezes que eu preenchi questionários e sempre marcando (quan-

do há a opção) que gostaria de receber uma resposta, dá para contar nos dedos de uma mão quando recebi uma ligação ou um simples e-mail. Parece que na hotelaria muito esforço é despendido para manter a operação rodando e pouco se trabalha no que chamamos de pós-venda. O pós-venda em qualquer operação de serviços é fundamental. E é muito mais que tabular um questionário e até responder casos mais críticos. Pós-venda é a oportunidade para aprender com o cliente. E para aprender tem que conversar, fornecer feedback, abrir-se para o diálogo para aprofundar-se nas questões negativas e positivas. Afinal, uma coisa é entender que o atendimento da recepção levou nota 6 numa escala de 0 a 10. Outra coisa é entender o porquê. Quando se sabe o motivo, abre-se a possibilidade da reparação, do ajuste de um processo e da melhoria nos detalhes. Pois clientes enxergam e dão valor a detalhes que normalmente passam desapercebidos pela gestão. Questionários de avaliação não podem ser um fim em

Pós-venda é a oportunidade para aprender com o cliente.

15


É preciso ter profissionais especializados cuidando dessa ponta do iceberg.

si mesmo. E também não podem ser o único canal de atendimento a reclamações, dúvidas, sugestões e elogios. É preciso ter profissionais especializados cuidando dessa ponta do iceberg. Uma área de pós-venda para receber as opiniões dos clientes, entrar em contato com eles, ouvir, responder, explicar e agradecer. E aprender muito, funcionando como uma ouvidoria. Buscando soluções para os problemas levantados e fazendo circular as opiniões dos clientes dentro da organização para

mobilizar e manter atentos todos os profissionais que atuam na linha de frente. Uma organização para se tornar competitiva e inovadora precisa aprender com seus erros e acertos. Aperfeiçoando e aprimorando. E não há como fazer isso sem a ajuda de clientes que se dispõem a informar e explicar. Até porque, em tempos de Internet como mídia social, se a empresa não se dispor a ouvir, o cliente encontrará onde publicar sua visão, em fóruns, blogs, portais e comunidades. Aí já viu.

*Marcelo Miyashita é consultor e palestrante da Miyashita Consulting. E professor de Marketing de Serviços na pós-graduação da Cásper Líbero, no MBA da PUC-Cogeae e no GVpec da FGV-EAESP.

16


www.

Sempre Motivado .com.br

Aprenda a motivar seus funcionários em sete passos. O Blog Sempre Motivado volta a ocupar um lugar de destaque na CooperAção. Em um de seus mais recentes posts, o blog fala de motivação, que é um fator indispensável para o sucesso de qualquer projeto e principal assunto do Sempre Motivado. Dentre diversos pontos, a motivação precisa ser causa e consequência de desenvolvimento profissional e de um bom ambiente de trabalho para os envolvidos. Mas para muitos empreendedores e donos de micro e pequenas empresas fazer com que os funcionários se engajem numa idéia ou numa simples tarefa com bastante entusiasmo é um dos grandes desafios da gestão de pessoas, pois qualquer dose a menos - ou mesmo o excesso – de estímulo pode causar sérios danos ao rendimento do seu projeto. A satisfação e felicidade dos seus funcionários são determinantes para o andamento do seu projeto, que certamente se desenvolverá de maneira mais proveitosa e eficaz se todos os elementos estiverem

trabalhando de forma agradável e integrada. Foi por isso que o portal sobre pequenas empresas da revista norte-americana Inc. elaborou, com o auxílio de especialistas da área motivacional, sete passos para motivar e agradar seus colaboradores (acertando na medida!) e fazer todo mundo gostar do que faz, levantar a bandeira do seu negócio e levá-lo ao sucesso.

Leia aqui as sete dicas na íntegra e aplique-as na sua empresa para motivar seus funcionários! (clique)

Fonte: Inc. e Blog dos Empreendedores

17


COOPERAÇÃO

a c i Ind

A CooperAção tem o prazer de contar com a indicação de mais um grande líder dentro da eCoopertec: o comendador, embaixador da ONU no Brasil e diretor da unidade do Recife, Felipe Lapa. Ele atendeu ao nosso pedido e dá uma sugestão de leitura de um dos livros mais vendidos no mundo. Com a palavra, Felipe Lapa: Poucos Conseguem, mas todos querem ficar ricos. Durante 20 anos Napoleon Hill, autor de Quem Pensa Enriquece, se dedicou e descobriu a fórmula dos milionários. Bem de perto, ele acompanhou a formação das 500 maiores fortunas do mundo. Ao lado de Theodore Roosevelt, John Rockefeller e Henry Ford, dentre outros, o autor encontrou 15 características comuns a todos os grandes vencedores.

18

traduzidos em riquezas ou outros objetos materiais.

Para quem já está habituado com leituras sobre a ação do pensamento através do poder da crença, este livro apenas reforça e “explora” essa idéia, ou melhor, essa importante característica e possibilidade da nossa existência. Aliás, mesmo para quem já está habituado a esses estudos e costuma tentar praticar uma postura positiva diante da vida, o livro Quem Pensa Este livro é outro clássico da Enriquece pode ser útil para literatura de autoajuda. É um complementar seus estudos e dos maiores bestsellers do essa é, mais ou menos, a posmercado editorial, com mais tura com a qual quis lê-lo. de 30 milhões de exemplares vendidos no mundo. Quem Pensa Enriquece é muito citado por Robert Kiyosaki, Podemos resumir o livro em autor de vários livros sobre torno do seguinte conceito: educação financeira, dentre os quais o famoso Pai Rico, Os pensamentos tornam-se Pai Pobre. Mas este livro aqui ferramentas poderosas quan- resenhado não é um livro de do se unem os propósitos educação financeira, e sim de definidos, persistência e um educação mental, de educaardente desejo de serem ção dos nossos pensamentos.


É um livro para nos alertar sobre nossas inúmeras faltas conosco mesmos devido ao nosso desconhecimento das importantes possibilidades de crescimento e autodesenvolvimento das quais nos mantemos alheios. Tem pouco ou nada a ver com a idéia popular que se tem do pensamento positivo. Vai muito além, de forma bem prática. No livro Quem Pensa Enriquece o autor discorre com bastante propriedade sobre aspectos mentais e psicológicos tais como o DESEJO, a FÉ, a AUTOSUGESTÃO, a IMAGINAÇÃO, a DECISÃO, a PERSISTÊNCIA, o SUBCONSCIENTE, o SEXTO SENTIDO, o MEDO, e também sobre a importância de adquirirmos conhecimento especializado, de termos um PLANEJAMENTO e sobre a importância do SEXO como fator de equilíbrio e redirecionamento do nosso potencial mental, enfim, é uma verdadeira viagem pelos meandros da mente e da natureza humana, chamando a atenção para fatores os quais ignoramos e que entretanto poderíamos melhor utilizar em nosso favor.

terísticas e/ou possibilidades que existem em nós, com as quais convivemos e muitas vezes com as quais nos atrapalhamos por não termos tido um ensinamento adequado sobre como manuseá-las. Afinal, como sempre digo, ao nascermos, fomos meio que “jogados” aqui e nem ao menos um manual de instruções para a vida ganhamos. Vamos vivendo aos trancos e barrancos aprendendo aqui e ali, mas sempre nos sentindo “incompletos” ou “incompententes” para lidar com os trâmites da existência. Recomendo este livro, pois tenho certeza que ele é um ótimo passo em direção ao autoconhecimento.

Se você observar esta lista dos itens tratados no livro, vai perceber que são carac19


Música Quem nunca admirou a força de vontade, dedicação, treino e persistência de Rocky Balboa? O famoso boxeador do filme Rocky, estrelado por Sylvester Stallone, ficou famoso por suas mensagens de determinação e garra passadas ao longo do filme. Para a terceira edição desse clássico, lançada em 1981, foi encomendada uma música que representasse muito bem esse enredo de vitórias no esporte e na vida. A música é Eye of the Tiger (Olhar do Tigre), da banda Survivor, que ficou popularmente conhecida como o hino do esporte. A CooperAção traz a tradução dessa música que, com certeza, ainda emociona a todos.

Eye of the tiger Risin’ up, back on the street Did my time, took my chances Went the distance, now I’m back on my feet Just a man and his will to survive So many times, it happens too fast You change your passion for glory Don’t lose your grip on the dreams of the past You must fight just to keep them alive It’s the eye of the tiger, it’s the thrill of the fight Risin’ up to the challenge of our rival And the last known survivor stalks his prey in the night And he’s watchin’ us all in the eye of the tiger Face to face, out in the heat Hangin’ tough, stayin’ hungry They stack the odds ‘til 20

we take to the street For we kill with the skill to survive It’s the eye of the tiger, it’s the thrill of the fight Risin’ up to the challenge of our rival And the last known survivor stalks his prey in the night And he’s watchin’ us all in the eye of the tiger Risin’ up, straight to the top Have the guts, got the glory Went the distance, now I’m not gonna stop Just a man and his will to survive It’s the eye of the tiger, it’s the thrill of the fight Risin’ up to the challenge of our rival And the last known survivor stalks his prey in the night And he’s watchin’ us all in the eye of the tiger (4x) The eye of the tiger


O Olhar do Tigre Crescendo, lá nas ruas Marquei meu tempo, aproveitei as minhas chances Viajei para a distância, e estou de volta com meus pés apenas um homem com seu desejo de sobreviver Tantas vezes, acontece tão rápido Você troca sua paixão por glória Não perca o foco nos sonhos do passado Você deve lutar para mantê-los vivos Isso é o olhar do tigre, é a emoção de lutar Se erguendo ao desafio do rival E o último sobrevivente persegue sua presa à noite E nos observa a todos do olho do tigre

E nos observa a todos do olho do tigre Erguendo-se, direto ao topo Teve coragem, conquistou sua glória Viajei para a distância e agora não vou parar Só um homem e seu desejo de viver Isso é o olhar do tigre, é a emoção de lutar Se erguendo ao desafio do rival E o último sobrevivente persegue sua presa à noite E nos observa a todos do olho do tigre O olhar do tigre O olhar do tigre

Cara a cara, aqui no calor Se aguentando, sempre faminto Eles colocam os obstáculos até que cheguemos às ruas Porquê nós matamos com a habilidade pra sobreviver Isso é o olhar do tigre, é a emoção de lutar Se erguendo ao desafio do rival E o último sobrevivente persegue sua presa à noite 21

Revista CooperAção - Ano II, ED. 05 - eCoopertec  

Revista da eCoopertec - Cooperativa de Tecnologia e Serviço.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you