Page 52

ESTRATÉGIA

COMO PREPARAR SUA TI PARA GRANDES DATAS DO E-COMMERCE Marcus Wittmann é Desenvolvedor de formação e arquiteto de sistemas por paixão. Se especializou posteriormente na gestão estratégica de times técnicos. Iniciou sua carreira atuando no setor financeiro e posteriormente sentiu a necessidade de migrar para um ambiente onde a tecnologia tivesse uma maior influência e participação nas decisões de negócio, migrando assim para o segmento de comercio eletrônico onde atua há mais de 10 anos. Participou da estruturação, rearquitetura e substituição de plataformas de grandes empresas do varejo online e recentemente aceitou ao desafio de reestruturar a área de tecnologia do Grupo Buscapé. Marcus Wittmann CTO do Buscapé Company marcus@buscapecompany.com

52

ECBR

mes que participaram da campanha, configurando também um ambiente de dinamismo nas execuções e celeridade para implementar eventuais mudanças de rumo.

Preparativos A decisão de quando iniciar os preparativos pode ser tomada levando em conta a criticidade do aumento do volume esperado perante o volume normal, do tamanho da sua operação e da relevância que aquela data tem para seu negócio. Na Black Friday de 2016, por exemplo, os nossos preparativos começaram seis meses antes. Nesse momento, serão definidos os detalhamentos da campanha em reuniões multidisciplinares que devem se manter até a data do evento. No caso da Black Friday, no Buscapé, em 2016, promovemos 16 encontros entre TI e Negócio. Esses encontros dão vazão a uma rotina de treinamento e envolvimento preliminar dos ti-

Esse mapeamento deve ser realizado em conjunto entre a área de negócio e o time de tecnologia para que ambos estejam alinhados quanto ao cronograma, à dinâmica da promoção e ao plano de trabalho dos próximos meses.

Entendendo e detalhando a campanha Os principais fatores a serem levados em conta na campanha são dinâmica de preços, selos e filtros, modelo de página do evento (é uma página nova, estática etc.), quantidade de ofertas e hora de início e pico de divulgação. Esses pontos devem sempre ser levados em consideração em coerência com a definição das seguintes expectativas: • Quais são as metas esperadas para a campanha? • Qual o volume de acessos esperado durante o pico? • Qual o mínimo de funcionalidades para atender às expectativas de negócio?

Testes de carga Uma das etapas mais importantes desse preparativo são os testes de carga. Com eles, é possível simular o ambiente da forma mais fidedigna possível, utilizando os inputs e alinhamentos previamente realizados como meta do time de tecnologia. Aqui, devemos efetivamente pensar como o usuário, mapeando seu comportamento, definindo os sistemas críticos

foto - shutterstock - g-stockstudio

S

Se você tem uma loja virtual, naturalmente não tira o olho do calendário. Além de garantir que as coisas funcionem no dia a dia, manter-se atento e preparado para grandes datas do e-commerce é essencial para alavancar as vendas, fidelizar clientes e ganhar robustez nos resultados. Períodos especiais, entretanto, demandam esforços também especiais. Este artigo tem o objetivo de estruturar uma breve – mas poderosa – check list para bombar sua estrutura técnica e prepará-la para grandes volumes de tráfego, mantendo a operação plena e capaz de atender a toda demanda. Em suma, esse planejamento baliza-se em três grandes momentos: o plano de ação envolvendo preparativos técnicos e de negócio, o Dia “D” (que no Buscapé chamamos de dia “B”), que efetivamente é o período em que sua plataforma está recebendo as sobrecargas, e o pós-evento.

O e-commerce conquistou a indústria!  
O e-commerce conquistou a indústria!  
Advertisement