Page 22

FULL COMMERCE

PORQUE É A HORA DO FULL COMMERCE NO BRASIL?

O 22

ECBR

Cristiano Athayde é Gerente de full commerce na Via Varejo, responsável pelas estratégias voltadas para B2B, B2C e marketplace, além de fulfillment e store in store. Possui mais de 15 anos de experiência como gestor de Projetos, Produto e Operações.

O desenvolvimento e o crescimento do marketplace, liderados pelos maiores varejistas e plataformas online no Brasil, ressaltam grandes desafios para a sustentabilidade dos negócios e credibilidade das suas marcas perante seus clientes finais. Se, por um lado, a entrada de lojistas reduz a necessidade de empregar recursos na compra de produtos e traz ampliação de sortimento com agilidade, em outra perspectiva, a satisfação do cliente fica vulnerável à capacidade desse mesmo lojista de realizar a entrega dentro do prazo estipulado. Em um contexto de negócios cada vez mais inovador, no qual o consumidor valoriza (muito)

a relação com a marca, uma parte relevante da experiência de compra do cliente está nas mãos dos lojistas credenciados no marketplace. Atualmente, a participação das vendas de lojistas dentro dos negócios online dos principais varejistas ultrapassa a casa dos 25% em faturamento e 35% em quantidade de pedidos. Isso significa que aproximadamente 1/3 dos clientes das principais bandeiras de e-commerce do País possuem experiência de compra que compreende a participação do lojista de forma relevante. Esse número deve subir ainda mais, podemos estimar que atinja o patamar de 50% em dois anos. Diante disso, os lojistas sofrem

ilustração - shutterstock - Cybrain

Cristiano Athayd Gerente de full commerce na Via Varejo

O e-commerce conquistou a indústria!  
O e-commerce conquistou a indústria!  
Advertisement