Issuu on Google+

C贸digo de Conduta Empresarial


índice

Palavra do Presidente

03

1

Abrangência

04

2

Objetivos

05

3

Identidade Organizacional

06

4

Clientes

07

5

Comunicação Comercial

08

6

Governança Corporativa

09

7

Fornecedores

11

8

Público Interno

13

9

Comunidade

16

10 Governo e Sociedade

17

11 Imprensa

18

12 Meio Ambiente

20

13 Concorrentes

22

14 Gestão do Código

23

Código de Conduta Empresarial


PALAVRA DO PRESIDENTE

Com o objetivo de refletir os pilares do comportamento moral e dos princípios éticos que sustentam suas atividades, a EBM apresenta o seu Código de Conduta Empresarial. Este é o resultado do trabalho de todos os membros do comitê de Responsabilidade Social da EBM que, em parceria com o SESI, se empenharam para desenvolver este documento. Sem dúvida, temos em mãos um material que irá auxiliar nosso trabalho e servirá como guia de conduta. Este Código explicita os princípios nos quais os colaboradores da EBM devem se basear, tanto para orientar seu trabalho e relações dentro da empresa no dia a dia, como para também elevar a qualidade de nossos produtos e serviços e ampliar nossa participação no mercado. A EBM se orgulha de conduzir suas atividades de forma honesta e íntegra, com uma relação pautada pela confiança, ética e transparência com nossos clientes, colaboradores, acionistas, governo, fornecedores e comunidade. Desenvolvemos nossas ações com base no respeito à diversidade humana e cultural, apoiando e incentivando práticas que contribuam para o desenvolvimento sustentável e crescimento social, cultural, ambiental e ético de toda a sociedade. Tenho certeza de que este Código de Conduta Empresarial contribuirá para o fortalecimento de uma nova cultura na EBM, focada na responsabilidade social, promovendo o desenvolvimento sustentável em todos os âmbitos e projetos onde atuamos. Posicionar a EBM como a melhor em seu segmento é um desafio que exige profissionalismo e conduta responsável em todas as nossas atividades. Este documento é uma inspiração para que nossa conduta seja um exemplo para toda a sociedade.

Elbio Moreira Presidente

Código de Conduta Empresarial

03


1 ABRANGÊNCIA

O presente Código de Conduta Empresarial aplica-se a todos os colaboradores dos diferentes níveis hierárquicos e terceiros da EBM. O Código aborda assuntos que direcionam e normatizam os relacionamentos que fazem parte do dia a dia da empresa e contempla a forma de agir e administrar os negócios junto aos principais públicos com os quais se relaciona:

04

Acionistas;

Clientes e consumidores;

Todos os profissionais da empresa;

Governo e sociedade;

Fornecedores e parceiros;

Concorrentes;

Comunidade.

Código de Conduta Empresarial


2 objetivos

O Código de Conduta Empresarial da EBM retrata as políticas e os principais direcionadores de relacionamento que a empresa constituiu como finalidade para melhoria dos seus negócios, e tem como principais objetivos:

Retratar a visão, missão e valores da empresa para que seus profissionais ajam de maneira correta, justa e respeitosa em relação aos comprometimentos organizacionais da EBM;

Orientar o relacionamento entre os profissionais da EBM e os diversos públicos com os quais lidam diariamente, além de explicitar a estes públicos a postura social que nossos profissionais devem ter;

Formalizar os compromissos éticos da empresa para se comunicar de forma consistente com todos os parceiros;

Oferecer aos profissionais da EBM diretrizes e orientações de referência individual e coletiva sobre como agir em momentos de tomada de decisões difíceis e/ou relevantes, reduzindo os riscos de interpretações subjetivas quanto aos aspectos morais e éticos.

Código de Conduta Empresarial

05


3

identidade organizacional

Missão: •

“Realizar empreendimentos imobiliários que aprimorem a qualidade de vida das pessoas”.

Visão: •

“Crescer sendo a melhor opção do cliente na busca por um produto imobiliário, remunerando adequadamente os acionistas do negócio.”

Valores:

06

Ética

Responsabilidade Sócioambiental

Solidez

Transparência

Inovação

Valorização do Ser Humano

Excelência no Relacionamento com o Cliente

Qualidade nos Produtos e Serviços

União Organizacional

Código de Conduta Empresarial


4 clientes Política: A EBM preza pela confiança, transparência e ética na relação com seus clientes.

Conduta Ética: Para garantir uma relação de qualidade, em cumprimento à política de relacionamento com clientes estabelecida acima, os colaboradores da EBM deverão seguir as seguintes diretrizes: 4.1 Servir aos clientes com ênfase na qualidade, na produtividade e na inovação com responsabilidade social, ambiental e com pleno respeito às leis e regulamentos de cada região de atuação; 4.2 Comprometer-se a manter absoluto sigilo em relação às informações dos clientes da empresa; 4.3 Não aceitar presentes ou favores oferecidos pelos clientes; 4.4 Não utilizar informações privilegiadas dos clientes e da empresa para obter ganhos pessoais; 4.5 Não aceitar suborno de clientes para obtenção de decisão de compra de produtos ou contratação de serviços; 4.6 Os clientes EBM poderão solicitar a inclusão, alteração e exclusão de seus dados do banco de informações da empresa; 4.7 Avaliar e responder as questões apresentadas pelos clientes em prazo compatível com os padrões da empresa; 4.8 Não prestar qualquer tipo de serviço aos clientes da EBM que represente conflito de interesse com os negócios da empresa; 4.9 Todas as despesas para clientes como: brindes, ofertas, presentes, alimentação, transportes, etc. devem respeitar os limites financeiros previamente aprovados pela Diretoria competente.

Código de Conduta Empresarial

07


5

COMUNICAÇÃO COMERCIAL

Política: Por meio da Comunicação Comercial, a EBM busca influenciar positivamente a sociedade na transmissão e formação de valores, informações sobre seus produtos e padrões éticos.

Conduta Ética: As peças publicitárias criadas pela EBM devem ser analisadas e respeitadas conforme a Declaração Universal dos Direitos Humanos e os valores da empresa, sendo a empresa inteiramente contra propagandas que: 5.1 Coloquem crianças, adolescentes, homens ou mulheres em situação preconceituosa, constrangedora, desrespeitosa ou de risco; 5.2 Tenham qualquer sentido discriminatório de sexo, raça, cor, idade, classe ou religião; 5.3 Expresse algum sentido desrespeitoso a qualquer indivíduo em qualquer situação.

08

Código de Conduta Empresarial


6

GOVERNANÇA CORPORATIVA

Política: A gestão de negócios da EBM é alicerçada pelos princípios de transparência, equidade, prestação de contas e de responsabilidade corporativa.

Conduta Ética: Com base nos princípios de Governança Corporativa, a EBM preza pelas seguintes condutas:

Transparência 6.1 A comunicação com os acionistas é pautada por transparência, uma vez que a EBM disponibiliza todas as informações pertinentes, como: fatos relevantes, comunicados e notícias, estimativa de lucros e demonstrações contábeis completas; 6.2 Contribuições e participação para campanhas eleitorais: os acionistas poderão participar e/ou contribuir (desde que devidamente declaradas junto aos órgãos competentes) de/com campanhas políticas, tendo como critério o auxílio aos candidatos que têm compromisso com o desenvolvimento sustentável do setor imobiliário.

Equidade 6.3 Os acionistas atuam orientados por princípios que sustentam uma cultura organizacional dirigida para a valorização das pessoas, comprometida com uma política de benefícios e salários alinhada com a de mercado ou superior.

Prestação de contas 6.4 Há, por parte dos acionistas, a garantia de confiabilidade e clareza na prestação de contas ao público interno e externo; 6.5 O balanço da empresa é auditado por empresa idônea, garantindo transparência e confiabilidade dos dados.

Código de Conduta Empresarial

09


6

GOVERNANÇA CORPORATIVA

Responsabilidade corporativa A EBM entende a Responsabilidade Social como forma de gestão integrada, ética e transparente da empresa com todos os públicos de interesse, promovendo os direitos humanos e a cidadania; respeitando a diversidade humana e cultural; não permitindo a discriminação, o trabalho degradante, o trabalho infantil e escravo; contribuindo para o desenvolvimento sustentável; incentivando e valorizando as práticas de voluntariado e para a redução da desigualdade social. Para isto, estabelece algumas diretrizes de atuação baseadas na cultura da Responsabilidade Social: 6.6 Incorporar e disseminar internamente os conceitos de Responsabilidade Social como parte de sua cultura de gestão empresarial; 6.7 Promover o desenvolvimento social sustentável, englobando a conciliação entre eficiência econômica, equidade social e equilíbrio ecológico; 6.8 Promover valores de Responsabilidade Social que elevem a reputação da empresa e implementar ações capazes de gerar valor para as pessoas, para o meio ambiente e para a sociedade; 6.9 Estruturar, divulgar, implementar e incentivar a prática do voluntariado entre os colaboradores, levando em consideração as motivações e competências pessoais de cada um e os critérios e metas estabelecidos pela empresa, além de oferecer oportunidades que desenvolvam a capacidade de liderança dos voluntários, de forma a qualificar a sua atuação social; 6.10 Estabelecer estratégias que abranjam propostas relacionadas ao desenvolvimento sustentável.

10

Código de Conduta Empresarial


7 fornecedores

Política: O processo de compras da EBM tem como finalidade suprir a organização com um fluxo seguro de materiais e serviços para atender às necessidades da empresa e otimizar seu custo global, além de assegurar requisitos de competitividade, qualidade, segurança dos bens adquiridos e melhoria contínua dos relacionamentos da empresa com os parceiros. A EBM aposta na transparência e no desenvolvimento em conjunto com nossos fornecedores de forma a manter uma relação próxima, duradoura e equilibrada. Com essas relações a EBM procura alcançar uma parceria e cooperação entre as partes, sem prejuízos dos princípios da livre iniciativa e da lealdade na concorrência, esperando também do fornecedor o respeito total por padrões profissionais e éticos.

Conduta Ética: Princípios para as relações de confiança e compromissos éticos com nossos fornecedores no desenvolvimento do processo de aquisição de materiais e serviços: 7.1 Selecionar e contratar fornecedores com base em critérios técnicos, profissionais e éticos, estabelecidos em procedimento interno; 7.2 Seguir o processo de compras, considerando a ética, transparência das regras e as decisões tomadas com foco em preço, prazo, entrega e qualidade;

Código de Conduta Empresarial

11


7 fornecedores 7.3 Não violar jamais o sigilo das informações obtidas dos fornecedores; tampouco os mesmos poderão fornecer externamente informações sigilosas tratadas e negociadas com a EBM; 7.4 Oferecer o mesmo tratamento e oportunidade a fornecedores em situação equivalente ou similar. Em casos de restrição, deverão ser analisados embasamentos técnicos, prazos, qualidade dos produtos e serviço, bem como as condições comerciais existentes entre fornecedor e EBM; 7.5 Estabelecer uma relação ética e transparente com os fornecedores e garantir um ambiente livre de qualquer favorecimento para si ou para outrem; 7.6 Não receber de nenhum fornecedor, seus representantes ou colaboradores, qualquer tipo de comissão, favor, gratificação, entretenimento ou qualquer item de valor que seja dado em troca de obtenção de favorecimento por parte da EBM. Com ressalva, é permitida a aceitação de brindes pelos colaboradores da EBM no valor máximo de R$ 100,00, desde que não tenha como objetivo obter tratamento favorável para os fornecedores e não pareça ser suborno, propina, retribuição ou outro tipo irregular de pagamento; 7.7 Nenhum fornecedor contratado pela empresa tem autorização para falar com a imprensa sobre os projetos que realizou, está realizando ou realizará com a companhia, sem autorização prévia do departamento de Comunicação; 7.8 Não contratar empresas que utilizem mão de obra infantil e/ou escrava; 7.9 Contratar apenas fornecedores que obedeçam à legislação vigente e/ou aplicável à sua atividade, inclusive a trabalhista, a previdenciária, a fiscal e a ambiental.

12

Código de Conduta Empresarial


8

público interno

Política: O sistema de gestão de recursos humanos (RH) da EBM valoriza o potencial humano e gera ambiência organizacional favorável à motivação das pessoas, levando-as a contribuir e se comprometer com a excelência do desempenho e dos resultados organizacionais.

Conduta Ética: Para garantir o cumprimento da política de gestão de pessoas estabelecida na EBM, os colaboradores, a EBM e os públicos que se relacionam com a empresa deverão seguir as seguintes diretrizes: 8.1 Não ser preconceituoso em relação a raça, cor, sexo, idade, estado civil, aparência, portadores de HIV/AIDS, gênero, origem geográfica, aparência física, orientação sexual, religião, trabalhadores terceirizados, classe social ou deficiência física; 8.2 Não ter condutas que causem qualquer tipo de constrangimento; humilhação; desrespeito; assédio (moral ou sexual); intimidação ou agressão de modo físico, verbal, moral ou psicológico; 8.3 Não comercializar mercadorias no ambiente de trabalho ou exercer atividades que não condigam com as suas funções na empresa; 8.4 Não manter relacionamento afetivo, na mesma área/obra, entre os pares ou entre colaboradores cuja relação seja de subordinação;

Código de Conduta Empresarial

13


8

público interno

8.5 Não consumir bebida alcoólica ou drogas durante o expediente, bem como não ficar sob efeito destes durante a jornada de trabalho; 8.6 Garantir a confidencialidade dos dossiês dos colaboradores; 8.7 É permitido realizar comemorações (atividades comemorativas relacionadas a casamento, aniversários, despedidas, boas-vindas) desde que fora do horário de expediente; 8.8 Manifestações e/ou campanha política, sindical ou religiosa nas dependências da empresa são permitidas somente com autorização prévia da diretoria; 8.9 Todos os colaboradores devem se tratar com dignidade e respeito; 8.10 A empresa deve utilizar como critério para a ascensão profissional de seus colaboradores a competência individual, não utilizando critérios de favorecimento ou que envolvam qualquer tipo de discriminação; 8.11 A EBM deve buscar o desenvolvimento das competências profissionais de cada indivíduo através de sua política de capacitação e treinamento; 8.12 Escutar e compartilhar informações conforme necessário, respeitando a confidencialidade das mesmas; 8.13 Os ex–colaboradores da EBM devem garantir a confidencialidade das informações obtidas durante o período de prestação de serviços; 8.14 A empresa reconhece os sindicatos como representantes legítimos dos colaboradores, buscando diálogo permanente para a continuidade das relações harmoniosas e produtivas; 8.15 É expressamente proibido retirar e/ou utilizar qualquer tipo de material (cerâmica, cimento, papelaria etc.) e ferramentas (maquita, espátula, furadeira, notebooks, celulares, dentre outros) da obra e/ou do escritório para fins particulares;

14

Código de Conduta Empresarial


8

público interno

8.16 Não é permitido contratar familiares de colaboradores em 10 grau – pai, mãe, filhos(as), irmãos(ãs), cônjuges, primos(as), tios(as) e sobrinhos(as), no mesmo departamento e ou grupo hierárquico; 8.17 A EBM investigará, pronta e rigorosamente, todos os fatos que envolvam suspeita de fraude, furto e roubo; 8.18 A empresa não contrata menores de 18 anos, de acordo com a lei (a não ser sob a condição de menor aprendiz) ou utiliza qualquer forma de trabalho forçado (ou análogo ao escravo) e repudia toda organização que tenha esta prática; 8.19 A EBM prima pela pontualidade nas reuniões, treinamentos, jornada de trabalho etc. Caso houver necessidade de se ausentar de algum compromisso, sempre avisar os envolvidos com antecedência; 8.20 A indicação de candidatos para vagas existentes na empresa é permitida e deve ser avaliada dentro dos critérios estabelecidos, sem que haja qualquer tipo de favorecimento para o candidato, independentemente do cargo, função ou posição ocupada por quem fez a indicação; 8.21 Utilizar as salas de bate papo e e-mails corporativos somente para fins profissionais; 8.22 Respeitar a boa convivência no ambiente de trabalho e o espaço dos colegas, mantendo seus pertences nos limites de sua mesa; atentando-se para o volume da voz durante conversas presenciais ou por telefone no ambiente de trabalho. Os colaboradores podem utilizar áudio desde que façam uso do fone de ouvido e que este uso não atrapalhe a rotina; 8.23 Os colaboradores devem respeitar os padrões internos estabelecidos durante a execução das atividades.

Código de Conduta Empresarial

15


9 comunidade Política: A prática da responsabilidade social faz parte dos princípios e políticas da EBM. A empresa acredita que o cuidado com as comunidades e o meio ambiente onde atua é de fundamental importância para o desenvolvimento da sociedade.

Conduta Ética: A fim de garantir eficiência na prática da responsabilidade social, a EBM compromete-se a: 9.1 Manter o bom relacionamento entre obras, vizinhos e transeuntes, proposta que é traduzida em nossa política de relacionamento com a comunidade do entorno; 9.2 Utilizar-se de procedimento padrão para visitar seus vizinhos imediatos antes do início das edificações, realizando vistorias prévias e divulgando seu canal de comunicação com a vizinhança: o Programa Obra Amiga do Vizinho (atendimento@ebm.com.br / 0800 606 3500 / 0800-606 3000); 9.3 Manter canais abertos com a imprensa e com a comunidade, disponibilizando as informações necessárias ao esclarecimento e divulgação de suas ações, informando de forma clara e transparente sobre os impactos gerados por suas obras; 9.4 Identificar oportunidades de melhorias nos processos com o objetivo de minimizar os impactos socioambientais causados por nossas operações; 9.5 Incentivar a preservação da cultura.

16

Código de Conduta Empresarial


10

GOVERNO E SOCIEDADE

Política: A EBM reconhece que a sociedade na qual está inserida como parte interessada é importante em seus processos decisórios. Dessa forma, seus colaboradores e fornecedores devem agir com responsabilidade e em conformidade com os princípios éticos na defesa da imagem e da reputação da EBM sempre e quando estiverem participando de atividades junto à sociedade.

Conduta Ética: Os princípios norteadores que fundamentam o relacionamento entre a EBM, o Governo e a Sociedade ressaltam os seguintes pontos: 10.1 Transparência e respeito à legislação pertinente durante a ocorrência de doações para campanhas políticas e eleitorais; 10.2 Respeito a todas as regras contidas na legislação vigente; 10.3 Contribuição para uma sociedade justa e democrática, pagando seus impostos em dia e tornando suas decisões e ações transparentes; 10.4 Reconhecimento da legitimidade das entidades políticas e respeito em relação à participação político-partidária de seus colaboradores; 10.5 Comprometimento em dar transparência e dialogar com a comunidade onde está inserida, além de contribuir e apoiar o seu desenvolvimento através de ações de cooperação; 10.6 Participação em projetos sociais governamentais; 10.7 Participação em fóruns empresariais específicos do setor de construção; 10.8 Não utilização de poder econômico para influenciar contribuições de outras empresas, fornecedores, distribuidores e outros parceiros.

Código de Conduta Empresarial

17


11 imprensa

Política: O relacionamento da EBM com a imprensa é pautado pela verdade e transparência nas informações. O departamento de Comunicação (ECC) da empresa tem a responsabilidade de atendê-la com clareza e presteza, zelando pela imagem e reputação da EBM e fornecendo informações institucionais e sobre produtos sempre que necessário.

Conduta Ética: A EBM prima pelas seguintes condutas com a imprensa: 11.1 Confiabilidade das informações transmitidas à imprensa, garantindo que todos os comentários, declarações ou pronunciamentos em nome da empresa sejam feitos somente por pessoas autorizadas; 11.2 As pessoas selecionadas para conceder entrevistas e ser porta-vozes da empresa são: diretores e presidência. Demais colaboradores não estão autorizados a dar declarações ou conceder entrevistas sem prévia autorização do Departamento de Comunicação;

18

Código de Conduta Empresarial


11.3 O fornecimento de imagens, fotografias e informações em geral para a imprensa deverá ser feito exclusivamente pelo Departamento de Comunicação, diretores e presidência; 11.4 Em caso de acidentes e eventualidades nas obras ou escritórios a EBM tratará o acontecimento de forma clara e transparente, informando primeiramente os familiares dos envolvidos e em seguida os colaboradores da empresa. Com a imprensa a empresa informará o que ocorreu e quais providências serão tomadas. Garantirá que todas as informações sejam de caráter informativo e verdadeiro.

Em qualquer eventualidade que envolva a imprensa, deverá ser feito contato imediatamente com:

Departamento de Comunicação: Assistente de Comunicação Institucional – (62) 4001-3500

Código de Conduta Empresarial

Assessoria de Imprensa:

Goiânia: Comunicação Interativa – (62) 3097-1406 Brasília: Profissionais do Texto - (61) 3327-0050

19


11 12

meio imprensa ambiente

Política: A política ambiental da EBM tem como premissa compatibilizar as atividades de construção civil com o uso racional dos recursos naturais necessários ao seu processo fabril, minimizar os impactos ambientais decorrentes de sua atuação e respeitar a legislação ambiental vigente.

Conduta Ética: Os princípios e normas que orientam a relação entre a EBM e o Meio Ambiente englobam:

Gerenciamento de Resíduos Sólidos A EBM se empenha em destinar corretamente seus resíduos. A fim de garantir a realização desse compromisso, são realizadas as seguintes ações: 12.1 Em todas as obras da EBM vigora um plano de gerenciamento de resíduos sólidos da construção civil, documento que apresenta práticas de segregação, classificação e destinação final adequadas para o material residual produzido durante as atividades construtivas; 12.2 Mensalmente são realizadas auditorias internas, por pessoal capacitado, de forma a garantir a adequação de todas as obras aos preceitos ambientais da EBM;

20

Código de Conduta Empresarial


Consumo responsável de madeira A EBM tem um compromisso público com a compra responsável de madeira. Nosso principal objetivo é contribuir com o consumo adequado de produtos de origem florestal, indo além das obrigações legais existentes. Contamos, portanto, com o conjunto de medidas a seguir: 12.3 Comprar madeiramento certificado, atualizando anualmente suas metas; 12.4 Atuar como disseminadora de processos ambientais mais eficazes, orientando os fornecedores locais desse insumo a obterem a certificação requerida, de forma a garantir o fornecimento de madeira confiável a seus empreendimentos; 12.5 A empresa visa a não aquisição de insumos extraídos de florestas nativas, de origens desconhecidas ou comercializados ilegalmente. Para tanto, todos os fornecedores de madeira deverão ser avaliados criteriosamente na etapa de aquisição dos produtos; 12.6 Participar de comitês regionais voltados à discussão de questões ambientais; 12.7 Primar pelo uso de materiais sustentáveis na construção de seus empreendimentos.

Código de Conduta Empresarial

21


13 CONCORRENTES Política: A EBM preza por ações que colaboram com as práticas competitivas de mercado, de forma a garantir equidade nas relações com seus concorrentes.

Conduta Ética: A relação entre a EBM e os seus concorrentes é regida pelos princípios a seguir: 13.1 A concorrência leal deve ser elemento básico em todas as operações da empresa. É com base neste princípio que a competitividade das ações empresariais da EBM é exercida e aferida; 13.2 Todas as ações que possam ser interpretadas como anticompetitivas, monopolistas ou, de qualquer forma, contrárias à lei devem ser evitadas; 13.3 Não devem ser feitos comentários inverídicos sobre os concorrentes, nem que contribuam para a divulgação de boatos sobre eles; 13.4 Os concorrentes devem ser tratados com o mesmo respeito com que a EBM espera ser tratada; 13.5 Informações de propriedade da EBM não devem ser fornecidas a concorrentes; 13.6 Não se deve conseguir de forma imprópria segredos comerciais ou outras informações confidenciais de nossos concorrentes; 13.7 O relacionamento com colaboradores ou parceiros de nossos concorrentes deve ser pautado pelo respeito mútuo e observando-se as normas legais deste instrumento; 13.8 Diante de um fato ou acontecimento em que a EBM esteja sendo difamada pelos seus concorrentes é preciso manter a postura e altivez, apresentando-se dados técnicos em defesa da EBM sem usar de agressividade ou palavras de baixo calão.

22

Código de Conduta Empresarial


14

GESTÃO DO CÓDIGO

Para a gestão do Código de Conduta Empresarial da EBM foi criado um Comitê de Conduta Ética, cujas principais responsabilidades são: •

Revisar periodicamente este Código de Conduta ou quando necessário, seja para incluir ou adaptar conceitos e itens;

Garantir sigilo sobre as informações recebidas;

Receber, analisar, avaliar e deliberar sobre as informações de infrações do Código de Conduta, e enviá-las à Diretoria para sua apreciação;

Resolver conflitos éticos não previstos neste código e/ou não solucionados pela linha de comando da empresa;

Esclarecer dúvidas de interpretação do texto do Código de Conduta, bem como de eventuais dilemas éticos;

Divulgar as decisões tomadas diante às infrações do Código de Conduta.

Violações ao Código de Conduta, políticas e normas da EBM As infrações a este Código de Conduta estarão sujeitas a medidas disciplinares e/ou penalidades, com base na legislação trabalhista, civil ou criminal, conforme o caso. Tais violações estão sujeitas às ações disciplinares aplicáveis, independentemente do nível hierárquico.

Denúncias e manifestações Denúncias e manifestações (não é obrigatório se identificar) por parte de colaboradores ou de terceiros que tenham conhecimento de violações ao Código de Conduta, políticas e normas da EBM podem ser feitas através dos seguintes canais:

E-mail: etica@ebm.com.br Caixas de sugestões: disponíveis nas obras e escritórios Intranet: link disponível na página inicial As informações serão mantidas em sigilo absoluto.

Código de Conduta Empresarial

23


Novembro de 2011


Código de Conduta EBM