Page 11

PAUL SUSSMAN

Nove — Pi

s t a

m b r o

d e

Po

n o r d e s t e

d e

u s o

d a

1986 d e K u

Al

ke s i

,

b â n i a

Os russos estavam atrasados para o encontro, e a oportunidade climática adequada já se perdera. Grossas camadas de nuvens se dirigiam para leste, atravessando os montes Sar e escurecendo o céu no fim da tarde. Quando a limusine finalmente cruzou os portões do aeródromo, os primeiros flocos de neve começavam a cair. Nos dois minutos que o veículo levou para chegar ao Antonov AN-24 que estava à espera e parar diante da escada de embarque na traseira do avião, os flocos já haviam se transformado em uma nevasca, polvilhando o chão de branco. — Verfluchte Scheiße! — resmungou Reiter, dando uma tragada no cigarro e contemplando pela janela da cabine a tempestade que se adensava. — Schwanzlutschende Russen. Russos escrotos. A porta da cabine se abriu atrás dele e surgiu um homem alto, de pele escura, que vestia um terno aparentemente caro. Tinha os cabelos molhados e penteados para trás e exalava um forte odor de loção pós-barba. — Eles estão aqui — disse o homem, falando em inglês. — Liguem os motores. A porta se fechou outra vez. Reiter deu mais uma tragada no cigarro e começou a acionar os controles. Seus dedos manchados de nicotina se moviam com surpreendente agilidade sobre os painéis em frente e acima dele. — Schwanzlutschende Ägypter — vociferou ele. — Egípcios escrotos. À sua direita, o copiloto deu uma risada. Era mais jovem que Reiter, louro e bem-apessoado, exceto por uma grossa cicatriz no queixo, paralela ao lábio inferior. — Você espalha alegria e bondade onde quer que vá, Kurt — disse ele, virando-se no assento e olhando pela janela lateral da cabine. — Me pergunto como é possível caber tanto amor em um homem. 20

6a prova - o oasis perdido.indd 20

13/8/2012 11:29:29

O oásis oculto - Trecho  

Paul Sussman, falecido precocemente aos 45 anos em 2012, era considerado pela crítica um dos escritores de thriller mais inteligentes do séc...