Issuu on Google+

abastecimento 43 • jan/fev 2014

a revista do varejo de vizinhança

Edição 43 | jan/fev 2014 | ano 7 | R$ 13,90 | www.revistaabastecimento.com.br

Panorama Economia pede atenção ao caixa e ao reajuste de preços

Indústrias estão otimistas com as vendas para o período e lojistas deverão ficar atentos para os itens que o consumidor procura

Capa: páscoa | panorama | de olho na copa | anuário

De olho na Copa 21 dicas para o varejista se dar bem durante o maior evento futebolístico

Anuário Guia destaca fornecedores de equipamentos e de serviços para melhorar a operação da loja

CAPA 43.indd 1

23.01.14 17:34:51

PG.SIMPLES.indd 2

13/01/2014 12:33:25

PG.SIMPLES.indd 3

13/01/2014 12:33:50

sumario abastecimento 43 • jan/fev 2014

s u m á r i o

8 Sua opinião

a REvista do vaREjo dE vizinhança

Espaço para o leitor Edição 43 | jan/fev 2014 | ano 7 | R$ 13,90 | www.revistaabastecimento.com.br

10 Portal

O que você encontra na versão eletrônica da revista na internet panorama economia pede atenção ao caixa e ao reajuste de preços

indústrias estão otimistas com as vendas para o período e lojistas deverão ficar atentos para os itens que o consumidor procura

12 Produtos

As novidades nas gôndolas do varejo

de olho na copa

foto: anderson souza

capa: páscoa | panorama | de olho na copa | anuário

21 dicas para o varejista se dar bem durante o maior evento futebolístico

anuário Guia destaca fornecedores de equipamentos e de serviços para melhorar a operação da loja

CAPA 43.indd 1

16 de olho na copa

21 dicas para o varejista não perder vendas durante o evento 62 Negócios

Notícias sobre a economia e a cadeia de abastecimento

23.01.14 17:35:30

Abastecimento 43

64 fique por dentro

Como obter um melhor resultado na seção de FLV 66 Ponto Final

Cristian Arriagada, da 3M, e as ações da empresa no varejo 14

Promoção Varejistas premiados em concurso cultural de aniversário da revista ABASTECIMENTO conhecem a fábrica da Garoto

22

CAPA Indústrias se preparam para as vendas no período pascal e o varejo para oferecer os itens que os clientes buscam

30

gerenciamento por categorias

fotolia

Mix adequado ao perfil de consumo da região ajuda a incrementar a comercialização de produtos matinais 34

panorama Especialistas afirmam que comerciantes deverão ficar atentos a possíveis calotes e ao reajuste de preços dos itens neste ano

40

reforma Modernização da loja exige materiais apropriados ao negócio e que garantam a segurança e deem conforto aos frequentadores

45

guia de fornecedores Anuário de empresas de equipamentos e de serviços para ajudar o varejista a melhorar a operação no dia a dia

65

evento Confira os principais destaques da maior feira de varejo do mundo, realizada em Nova York, nos Estados Unidos

4 www.revistaabastecimento.com.br

sumarioNOVO.indd 4

jan/fev 2014

23.01.14 17:41:22

Template_AnĂşncio.indd 1

27/01/2014 13:58:51

carta ao leitor c a r t a   a o   l e i t o r

Editora Brasileira do Comércio Rua Apeninos, 1.126 | 04104-021 | São Paulo - SP Fone: (11) 5572-1221 | Fax: (11) 5572-5335 /5572-1221 ramal 235 ebc@ebceditora.com.br | www.ebceditora.com.br

Boas notícias para o ano

Diretor-Presidente Vicente Puerta: vicente@ebceditora.com.br Diretora-Editorial Claudia Rivoiro: claudiarivoiro@ebceditora.com.br

N

em bem o ano começou e já estamos apresentando aos nossos leitores um assunto que é de grande interesse para eles, a Páscoa, ocasião que adquire uma importância ainda maior pelo fato de que, de algum tempo para cá, a atividade comercial a ela associada não está mais se restringindo à compra e venda de ovos e outros produtos de chocolate, pois passou a incluir outros ingredientes e produtos que não podem faltam no almoço pascal. De fato, espremida entre duas datas de forte apelo festivo, o Carnaval e a Copa do Mundo, a Páscoa, agendada neste ano para 20 de abril, exigirá dos pequenos e médios varejistas olhos de lince para perceberem o que o consumidor procura e o quanto ele quer pagar por isso, e também muito empenho em lançar mão de sua criatividade para faturar. A repórter Rúbia Evangelinellis conseguiu um verdadeiro milagre nessa grande reportagem de capa, pois a indústria, embora pretenda manter sigilo dos seus lançamentos até meados de fevereiro, deu algumas pistas do que poderemos vir a encontrar nos pontos de venda. E por falar na Copa do Mundo de Futebol, que começará em 12 de junho, na capital paulista, fomos ouvir atacadistas e representantes da indústria, que deram aos varejistas dicas valiosas, que lhes permitirão vender mais e obter mais lucro nessa época em que grande número de pessoas, daqui e de fora, estarão circulando pelo País por causa do calendário dos jogos. Outra novidade que trazemos nesta edição é um anuário de fornecedores, de grande utilidade para quem pretende montar ou reformar a loja. Em mais de 15 páginas, você poderá encontrar nomes, telefones, endereços e sites de um grande número de empresas. A fim de acompanhar esse guia, preparamos uma matéria para orientar o leitor sobre como proceder na hora de construir ou de reformar. São boas ideias que mudam o visual do ponto de venda e podem fazer muita diferença. Não perca tempo e mãos à obra. O que podemos esperar de 2014? Você já sabe? Bola de cristal nós não temos, mas ouvimos especialistas em economia e consultores que já estão fazendo as suas apostas com base nos cenários que vislumbram. Quer saber mais? Aproveite o que preparamos nas páginas a seguir e boa leitura!

Editor Cristiano Eloi: cristiano@ebceditora.com.br Redação redacao.db@ebceditora.com.br Repórteres Rúbia Evangelinellis: rubia@ebceditora.com.br Vivian Ortiz: vivian.ortiz@ebceditora.com.br Revisão Newton Roberval Eichemberg Criação e Produção Fábio Geríbola: fabio@ebceditora.com.br Manoel Mendonça: mano.mendonca@ebceditora.com.br Produção Gráfica Ronaldo Secundo: ronaldo@ebceditora.com.br

Portal newtrade Repórter Andréia Martins: andreiamartins@ebceditora.com.br Webdesign Anderson Souza: souza@ebceditora.com.br Mídias Digitais Gabriel Baldin: gabriel@ebceditora.com.br

Marketing Jorge Brolio jorge.brolio@ebceditora.com.br

Gerência de Clientes Especiais Jorge Rodrigues: jorge@ebceditora.com.br José Paulo Basílio: jose.paulo@ebceditora.com.br Marcos Monaco: monaco@ebceditora.com.br Representantes SP Interior: Tânia Nassif: tania.nassif@ebceditora.com.br RJ/ES/PR/SC, Norte e Nordeste: Priscila Marinho: priscila.marinho@ebceditora.com.br

Relacionamento Leitores/assinaturas/circulação Fernando Mendes: relacionamento@ebceditora.com.br Fale conosco: (11) 5572-1221 - (11) 5908-8390 redacao.db@ebceditora.com.br Gerência Administrativa/Financeira Simone Vargas: simone@ebceditora.com.br Jornalista Responsável Cristiano Eloi – MTb 38.052

CLAUDIA RIVOIRO Diretora-editorial

6 www.revistaabastecimento.com.br

cartaleitor.indd 6

ricardo bakker

Periodicidade: bimestral - Circulação: nacional - Tiragem: 60.000 exemplares Distribuição dirigida - Impressão: Abril Gráfica Esta revista é destinada a proprietários, sócios e gerentes de pequenas e médias lojas do varejo independente, mercados com até dez checkouts.

Apoio

Filiada ao

rrc

jan/fev 2014

23.01.14 15:15:03

UM GRANDE ENCONTRO DE OPORTUNIDADES, INOVAÇÃO E NEGÓCIOS PARA SUA EMPRESA.

8 A 11 DE ABRIL DE 2014

PARQUE DE EVENTOS

BENTO GONÇALVES | RS | BRASIL

HORÁRIO: DAS 14H ÀS 21H

11ª EDIÇÃO

www.envasebrasil.com.br

Salões Integrados:

Evento Paralelo:

A feira dos fornecedores de tecnologia, produtos e serviços para indústria de vinho, espumante, cerveja, refrigerante, suco, água mineral, laticínios e derivados, cachaça, destilados, alimentos e outros.

MAIS DE 5.000 INDÚSTRIAS DE BEBIDAS CONVIDADAS. RESERVE JÁ O SEU ESPAÇO NESTE GRANDE ENCONTRO. Contatos: RS (54) 3452-9135 / SP (11) 5572-1221 Patrocínio Master:

Patrocínio:

Hotéis Oficiais:

Agência Oficial:

Realização:

o p i n i ã o

ABASTECIMENTO 42 s nov/dez 2013

s u a

A REVISTA DO VAREJO DE VIZINHANÇA

Edição 42 | nov/dez 2013 | ano 6 | R$ 13,90 | www.revistaabastecimento.com.br

Parabéns para a matéria publicada na seção Ponto Final na edição 42 da revista. Dirceu Forti Filho – Capivari/SP Gostei muito da edição 42, que traz a pesquisa “Marcas em Destaque”. Bons textos e de fácil leitura e entendimento. João Pedro dos Reis – Teresina/PI

AS CAMPEÃS DO VAREJO CAPA: AS CAMPEÃS DO VAREJO/MARCAS EM DESTAQUE 2013 | VERÃO

Lendo a revista ABASTECIMENTO, edição 42, soube do prêmio recebido pela EBC Editora, através de seu portal Newtrade, concedido pela GS1 Brasil. Ficamos felizes em saber que estamos trabalhando com profissionais reconhecidos pelo mercado. Parabéns para a equipe! Severino dos Ramos de Carvalho – executivo da Aspad – Associação Paraibana de Atacadistas e Distribuidores – João Pessoa/PB

“Marcas em Destaque 2013”, da ABAD/Nielsen, pesquisa 101 categorias de 11 cestas de produtos para ajudar as lojas a saber o que o consumidor deseja comprar no ponto de venda

VERÃO

Como trabalhar o mix na estação mais quente do ano para tirar o melhor proveito comercial

CAPA 42.indd 1

12.11.13 17:18:37

Abastecimento 42 nov/dez de 2013

Gostaria de sugerir uma matéria que abordasse como preparar o ponto de venda para o mês da Copa do Mundo de Futebol. Sílvia Marcolino – Santos/SP Nota da Redação Confira nesta edição uma matéria especial sobre o tema com dicas fáceis de serem implantadas. Bom proveito! A ABASTECIMENTO é uma revista que nos ajuda no dia a dia do negócio. Não deixe de trazer matérias variadas e de fácil entendimento. Silmara da Costa e Silva – São Vicente/SP Gosto muito da seção Na Prática, mas ultimamente não tem sido publicada. Não deixem de fazer essas matérias, que são bons exemplos. Vitória Aparecida dos Anjos – Salvador/BA Nota da Redação Está anotada a sua sugestão. Na próxima edição publicaremos a seção novamente. Aguarde. Sempre que leio a ABASTECIMENTO aproveito alguma dica para o meu pequeno negócio em Fortaleza/CE. Gosto muito da revista e espero continuar a recebê-la. Valdinei da Cruz – Fortaleza/CE Conheci a revista em visita a um cliente e apreciei muito a publicação por tratar o varejo de maneira dinâmica e clara. Parabéns! Ciro Marques dos Anjos – Recife/PE Gostaria de sugerir uma reportagem sobre como trabalhar a seção Bazar, indicando, por exemplo, quais produtos destacar, onde colocá-los, se há boa rentabilidade, enfim um raio X completo. João Paulo Lins – Bauru/SP Nota da Redação Publicaremos na próxima edição uma matéria completa sobre o tema. Aguarde!

8 www.revistaabastecimento.com.br

sua opiniaoNOVO.indd 8

fale com a gente Anuncie na revista e no site Mostre a sua empresa e o seu mix de produtos aos varejistas do setor mercearil de todo o Brasil anunciando na revista ABASTECIMENTO e no site www. revistaabastecimento.com.br. Entre em contato com o Departamento Comercial da EBC por carta, pelo fax (11) 5572-5335, pelo telefone (11) 5572-1221 ou pelo e-mail comercial.ab@ebceditora.com.br. Assinaturas individuais e corporativas Consulte a nossa área de Relacionamento para conhecer a tabela da EBC. Faça a sua assinatura agora mesmo e receba a AB já no próximo mês. Discuta as reportagens com sua equipe e envie comentários para a redação. Envie suas cartas e sugestões A revista Abastecimento quer conhecer a sua opinião. Envie suas críticas e sugestões para a revista abastecimento, Rua Apeninos, 1.126, CEP 04104-021, São Paulo, SP, ou pelo e-mail ebc@ebceditora. com.br. Com a sua participação, faremos da AB uma revista cada vez mais útil para o mercado varejista.

jan/fev 2014

23.01.14 15:13:35

MONANGE_AN_TRADE_HID_REV_DISTRIBUICAO_205X275MM.indd 1

23/09/13 15:10

portal

p o r t a l

Ronaldo Iabrudi é o novo presidente do GPA

+acessadas

O primeiro trimestre é o melhor período para a indústria especializada em materiais escolares faturar mais. Saiba qual é a perspectiva de vendas da empresa Cadernos Jandaia com a chegada da Volta às Aulas e como ela atua no varejo.

divulgação

O Índice Bem-Estar Brasil, calculado pela FGV – Fundação Getulio Vargas, reuniu fatores cotidianos dos consumidores e listou a prioridade do brasileiro em cinco quesitos por área, como as de consumo, segurança e governança.

reprodução

divulgação

O executivo assume o lugar de Enéas Pestana, que renunciou ao cargo em 20 de janeiro. Iabrudi foi contratado pelo Casino, controlador do GPA, em junho de 2013, para ser diretor e representante do grupo francês no Ronaldo Iabrudi: escolha do Casino Brasil. Iabrudi foi responsável pela integração entre o Grupo Casino e seus acionistas no País. O novo presidente do GPA é psicólogo, formado pela PUC – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

As notícias campeãs de acesso do portal newtrade em dezembro Atacado

Varejo

Tecnologia

fotos: divulgação

Indústria

Reckitt importa Consinco lança linha de comando de voz preservativos para CD

os 250 maiores varejistas do mundo

Mandamentos do empresário digital

A Reckitt Benckiser traz ao mercado nacional os preservativos mais vendidos no mundo. A marca Durex detém 42% das vendas mundiais desse segmento e é considerada sinônimo de categoria na Europa e nos Estados Unidos. A companhia investirá na comunicação a respeito da importância do bem-estar sexual e fortalecerá a presença na mídia, além de ações diretas no ponto de venda.

A receita dos 250 maiores varejistas do mundo superou 4,3 trilhões de dólares no último ano fiscal encerrado (de junho de 2012 a junho de 2013), de acordo com o relatório “Global Powers of Retailing 2014”, da Deloitte. Pela primeira vez, o relatório traz a lista das 50 maiores varejistas on-line do mundo e constatou que 3/4 delas (39 empresas) estão presentes entre as 250 maiores.

Muitas pessoas mergulham de cabeça em uma loja virtual, de olho em um grande negócio, pois ouviram um empreendedor contando que deu muito certo para ele. Mas como, atualmente o mundo online é muito competitivo, esse tipo de iniciativa requer muito planejamento e, principalmente, capital dedicado para começar o empreendimento.

A empresa traz ao Brasil o sistema Di.Vo de voice picking. Desenvolvido na Itália pela Di.Tech, empresa especializada em sistemas de gestão para o segmento de distribuição, o produto é um módulo de software que pode ser agregado ao sistema de gestão de depósitos (WMS), possibilitando comandar todas as operações do CD por comando de voz.

10 www.revistaabastecimento.com.br

ab portalnovo.indd 10

jan/fev 2014

23.01.14 15:06:56

Template_AnĂşncio.indd 1

28/01/2014 16:58:29

produtos p r o d u t o s

Beleza Sem maquiagem Com tecnologia patenteada de viscose e poliéster, a Belliz traz para o mercado seus novos Lenços Removedores de Maquiagem. Prático, o produto contém vitamina B5 e extrato de Aloe Vera em sua composição, o que lhe ajuda a remover as maquiagens mais difíceis, além de limpar, tonificar e hidratar a pele. Cada unidade contém 25 lenços. “Produto de altíssima qualidade, ele une embalagem atraente, sofisticada e elegante a um posicionamento de preço abaixo dos das demais marcas existentes no mercado”, garante Renata Moura, gerente de Marketing da empresa.

Fotos: divulgação

Bebidas 1 Edição limitada Em uma releitura de sua tradicional e icônica garrafa, a Absolut Vodka lança uma nova edição limitada, a Absolut Originality. Nela, cada unidade ganha um remake por meio da fusão de uma gota de azul cobalto adicionada ao vidro cristalizado, resultando em uma versão sofisticada do recipiente. A exclusividade das peças será representada pelo número de série marcado em cada rótulo. “Inspiramo-nos no artesanato tradicional de vidro da Suécia e agora o disponibilizamos para o mundo. E o que começou como um experimento terminou com quatro milhões de peças de arte exclusivas”, afirma Rafael Souza, grouper da marca no Brasil.

12 www.revistaabastecimento.com.br

lançamentos.indd 12

Dentes Copa do Mundo Para celebrar a ocasião única que o País viverá em 2014, a Johnson & Johnson anuncia o lançamento da sua linha exclusiva com o tema da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Os modelos escolhidos são a escova adulta Reach Eco Essencial e a infantil Reach Essencial Júnior. “O brasileiro é apaixonado por futebol e nós, como patrocinadores oficiais do evento, queremos festejar juntos. Para isso, unimos essa paixão com o nosso comprometimento em prol da melhoria da saúde bucal dos brasileiros, tornando a rotina da escovação ainda mais divertida”, destaca Ronaldo Art, gerente de Mercado para a categoria de Oral Care.

Bebidas 2 Sucos prontos Visando manter em 2014 os bons resultados obtidos até agora, a Bela Ischia decidiu investir no mercado de sucos prontos com o lançamento de dois novos sabores tropicais: Graviola e Acerola. Ambos são oferecidos ao mercado em edição limitada, restrita ao verão, e são comercializados em embalagens Tetra Pak de um litro. De acordo com Renata Tilli, diretora de Marketing, a empresa investiu aproximadamente 400 mil reais no desenvolvimento dos dois itens. “Escolhemos os sucos prontos de graviola e acerola por serem frutas tropicais que têm a cara da época mais quente do ano”, afirma.

jan/fev 2014

23.01.14 18:05:04

produtos p r o d u t o s

Candies Nova versão A Lacta aposta no lançamento do Bis Big, chocolate da mesma família do Bis, criado especialmente para consumo individual, em particular para ser consumido durante deslocamentos. Encontrado nas versões Chocolate ao Leite e Chocolate Branco, a novidade vem em uma unidade de tamanho grande, o que proporciona uma mordida a mais para o consumidor, pois cada pedaço corresponde a uma unidade e meia da versão original. Fernanda Pincherle, gerente de Marketing do produto, destaca o formato inédito do chocolate. “Além disso, seu preço é extremamente competitivo e vai levar a marca a novos pontos de venda e a novas ocasiões de consumo”, diz.

Caixa Sexo seguro A DKT do Brasil, detentora da marca de camisinhas Prudence, acaba de lançar o preservativo Extra Lubrificado Anatômico. Marcado pela inovação, praticidade e preço competitivo, o novo item chega às gôndolas em embalagens com três unidades de camisinhas, acompanhadas de três sachês de lubrificante de silicone. “Com essa embalagem, é possível adquirir uma espécie de kit completo, que atende às necessidades dos consumidores sem causar nenhum constrangimento, além de estimulá-los à prática do sexo seguro”, ressalta Denise Santos, gerente de Marketing da empresa.

Inovação Minibarrinhas Focando na compra por impulso junto aos checkouts, a General Brands traz ao mercado o chocolate Camp em embalagens de 5 g. Saboroso, o produto é produzido com um teor de 100% de cacau, nos sabores Chocolate Branco e Chocolate ao Leite, e foi criado depois que uma pesquisa de mercado feita pela empresa indicou o desejo do consumidor, principalmente o consumidor infantil, por um novo formato de chocolate. O lançamento poderá ser encontrado em pontos de venda de todo o País, com ênfase nas padarias e nos supermercados em geral.

Portfólio Personagens clássicos A Dori Alimentos decidiu apostar no licenciamento de produtos e utilizar os personagens da Warner Bros. Consumer Products em seu portfólio. Com isso, chegam ao mercado três produtos: Disqueti Maxxi, Amendoim Confeitado sabor Paçoca, e Granulados da linha Happy Mania. “Os personagens vão somar muito em carisma e afetividade aos nossos produtos”, afirma Jean Carlos Paiva, gerente sênior de Marketing da Dori. “Estamos convencidos de que essa estratégia vai render muitos frutos, tanto em vendas como em valorização da marca.” jan/fev 2014

lançamentos.indd 13

www.revistaabastecimento.com.br

13

23.01.14 12:20:51

promocao p r o m o ç ã o

Doce viagem Cinco varejistas premiados foram conhecer a fábrica da Chocolates Garoto, patrocinadora do concurso cultural comemorativo dos sete anos da revista ABASTECIMENTO Por Andréia Martins

Varejistas e acompanhantes aproveitaram a visita à fabrica da Chocolates Garoto, em Vitória/ES

E

m 2013, a revista ABASTECIMENTO completou sete anos de publicações voltadas para o pequeno e médio varejo. Nesse período, ofereceu aos seus leitores informações, dicas e entrevistas especiais, que enriqueceram o trabalho do empreendedor dessa área de atuação. Para celebrar a data, a revista promoveu um concurso cultural, patrocinado pela Chocolates Garoto, em que foram escolhidas cinco frases que relacionam o chocolate à Copa do Mundo, que acontecerá em junho deste ano em nosso País. Os vencedores ganharam uma viagem à Vila Velha/ ES, onde puderam conhecer as instalações da companhia e aproveitar as  belezas naturais da cidade. “A ação reforça nossa estratégia de nos aproximarmos dos varejos de bairro. A empresa valoriza o pequeno ponto de venda

14 www.revistaabastecimento.com.br

garoto.indd 14

e escuta as preocupações e ideias que nele se manifestam, podendo assim melhorar tanto o nosso relacionamento como as nossas vendas, pois, afinal, ambos os lados querem melhorar suas margens de faturamento”, explica Rodrigo Maingué, gerente de Trade Marketing da Chocolates Garoto. Proprietário do Minersol Supermercado, Alceu Pereira comemorou ao saber que estava na lista dos cinco selecionados para visitar as instalações. “Um dia, antes de fechar a loja, pegamos a revista e, em uma brincadeira, decidimos participar do sorteio. Os funcionários deram sugestões e, assim, montamos a frase que posteriormente seria escolhida entre as melhores”, revela o dono do varejo localizado em Rio Negrinhos/RS. Ao conhecer o local, o empresário ficou surpreso com o processo de

jan/fev 2014

23.01.14 18:13:19

fabricação dos chocolates. “A gente acha que é uma fábrica normal e quando entra vê a imensidão que está por trás da caixa de bombons. É interessante a maneira como os funcionários trabalham, com profissionalismo e higiene”, diz. Pereira observou atentamente as práticas desenvolvidas pela companhia a fim de adotálas na sua loja.

A revista nos ajuda muito, pois foca no pequeno empreendedor e não nas grandes redes. Ficamos atentos às matérias, que trazem valiosas dicas

Lembranças

Esmeraldo Júnior, do Júnior Supermercados, de Chã Grande/PE

anderson souza

Segundo ponto turístico mais visitado de Vila Velha, a fabrica da Chocolates Garoto promove o Chocotour, passeio realizado nas instalações da empresa, e onde os visitantes conhecem a linha de fabricação e o Museu da Garoto.  “O grande fluxo de turistas que visitam o Estado faz o tour na fábrica. Isso gera uma boa aproximação com o consumidor, que entende como a produção funciona e reconhece a seriedade da companhia com relação à segurança alimentar e também com relação aos funcionários”, afirma Maingué. Depois do passeio, os visitantes chegaram à loja, onde são comercializadas as suas marcas tradicionais, bem como seus lançamentos. “O diferencial da lojinha é a experiência que o consumidor realiza ao encontrar em um único local o portfólio da Garoto. Isso, no pequeno varejo, às vezes não faz sentido. Alguns produtos não são feitos para esse canal, como os itens vendidos por atacado, mas aqui, em um ambiente agradável, são encontrados 100% dos produtos da Garoto”, comenta o gerente. No local, é possível montar a famosa caixa amarela da marca. “De acordo com a preferência do cliente, pode-se comprar avulsos os bombons e montar um mix ideal e pessoal”, diz. O local funciona como um laboratório, no qual a empresa pode entender se é melhor colocar um determinado produto na prateleira de cima ou na de baixo. “Com a visita dos clientes, colhemos informações por meio de perguntas para sabermos o que eles acharam das disposições dos produtos, das embalagens e das novidades”, avalia o executivo. Com grande participação de vendas no varejo de vizinhança, a companhia mudou a maneira de abastecer o canal, e, por isso, investe na comunicação direta com esses clientes por meio de publicações especializadas. “Mudamos o modelo de distribuição normal graças ao atacado e aos distribuidores locais. Agora

temos um modelo mais caro, mas que presta um melhor serviço ao varejista, e que se chama broker. O trabalho dele consiste em ser um representante Garoto terceirizado, que emite o pedido do cliente varejista com uma nota fiscal da empresa. Desse modo, podemos ter o controle de gestão sobre a política de preços para conseguir oferecer uma vantagem de custos competitivos com o grande varejo e poder entender e trabalhar melhor a loja de bairro com materiais específicos”, explica Maingué. Nos últimos dois anos, mais de 70% dos investimentos direcionados ao varejo resultaram em materiais ao varejo de um a dez checkouts (caixas). O gerente de Trade Marketing comenta que é importante manter esse contato com ele também por intermédio dos meios de comunicação. “A revista ABASTECIMENTO tem-se revelado uma ferramenta de importância fundamental, que nos conecta e nos faz chegar a mais de 60 mil pontos de venda do País. Lemos suas edições para sabermos, em primeira mão, quais são as tendências e os pedidos que ocorrem nesse canal”, ressalta. Quem confirma o discurso de Maingué é o empresário Esmeraldo Júnior, proprietário do Júnior Supermercados, de Chã Grande/PE, que também participou dessa viagem. “A revista nos ajuda muito, pois foca no pequeno empreendedor e não nas grandes redes. Ficamos atentos às matérias, que trazem valiosas dicas relacionadas ao mercado em que atuamos.”

Na fábrica da Garoto, premiados e acompanhantes receberam atenção especial jan/fev 2014

garoto.indd 15

www.revistaabastecimento.com.br

15

23.01.14 12:19:54

deolhonacopa

d e  o l h o  n a  C O P A

Torcida em campo: otimista com uma boa campanha da seleção brasileira, o varejo projeta boas vendas

A

expectativa para o evento, que se realizará entre os meses de junho e julho de 2014 no Brasil, é muito grande e o cenário é positivo para o setor de alimentos e bebidas. Uma pesquisa realizada em 2013 pelo SPC-Brasil e pela CNDL – Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas para a ocasião da Copa das Confederações mostrou que 43% dos empresários entrevistados declararam estar se preparando para a Copa do Mundo de Futebol de maneira diferente do que fizeram na Copa das Confederações, em 2013. A CNDL e o SPCBrasil também divulgaram, neste ano, uma pesquisa apontando que, embora a inadimplência deva subir em 2014, setores como os de alimentos e bebidas, que não dependem de vendas a prazo, não deverão ser afetados. A fim de driblar os concorrentes e de acertar em cheio o carrinho do consumidor, os lojistas precisam ficar atentos às 21 dicas exclusivas que a revista ABASTECIMENTO buscou junto à indústria e aos atacadistas distribuidores,

16 www.revistaabastecimento.com.br

copa.indd 16

responsáveis pela comercialização de produtos ao pequeno e médio varejo. José do Egito, presidente da ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores e diretor da Jotujé Distribuidora, do Ceará, lembra que, em primeiro lugar, não podemos nos esquecer das lições aprendidas durante a Copa das Confederações, quando o excesso de otimismo levou a um superdimensionamento dos estoques. Além disso, a queda do movimento nos dias dos jogos não foi corretamente levada em consideração. “A partir dessa experiência, planejamento é a palavra-chave. Outra iniciativa importante será a de manter o clima festivo, decorando a loja com itens alusivos à Copa. No Nordeste, haverá o São João Verde e Amarelo, pois a principal festa nordestina será celebrada no mês dos jogos. Para embalar os foliões e torcedores, e ajudar a manter o movimento da loja, sugere-se usar as cores nacionais na decoração julina, junto com bandeirinhas dos países que virão disputar os jogos”, indica.

jan/fev 2014

23.01.14 18:16:34

Com a bola toda 21 dicas para ações de marketing e de apoio tecnológico que contribuirão para o sucesso das vendas do pequeno e do médio varejo durante a Copa do Mundo de Futebol em 2014 Por Adriana Bruno

1

Estoque

Manter o estoque abastecido é fundamental em qualquer época. Porém, durante a Copa do Mundo, a atenção deverá ser redobrada. “O varejista deve planejar as compras com foco no evento com, no mínimo, 30 dias de antecedência”, diz José de Sousa Vieira, do Mervil Mercantil Vieira, distribuidor em Alagoas

2

Além de antecipar as compras, é preciso planejar o volume de compras. Esse ajuste no volume de compras deve ser aproximadamente 30% maior, variando de acordo com a categoria. “Por outro lado, é sempre bom lembrar-se do risco de estoque encalhado após o evento. Por isso, é preciso tratar bem as con-

dições no momento da compra, pois alguns fornecedores podem oferecer a possibilidade de troca”, orienta Leonardo Severini, diretor do Atacado Vila Nova, de Minas Gerais.

3 4

O que não se pode admitir é que ocorra ruptura em gôndola. Portanto, cuidado com o estoque e com o abastecimento da loja!

Categorias

As categorias que, para os atacadistas, têm maior potencial de vendas durante o evento incluem bebidas alcoólicas e não alcoólicas, snacks, carnes e demais itens para churrasco, como carvão, descartáveis, produtos para petiscos em geral e pipoca. jan/fev 2014

copa.indd 17

www.revistaabastecimento.com.br

17

23.01.14 18:16:56

deolhonacopa

d e  o l h o  n a  C O P A

5

As características regionais devem ser sempre levadas em consideração na hora de fechar o pedido de compras para as vendas do período. “Cada varejista deve voltar sua atenção para a realidade de sua loja e para o perfil dos consumidores, mas o fato é que alguns itens, com certeza, terão suas vendas aumentadas. Por exemplo, em algumas regiões do País não se faz comemoração alguma sem um churrasco. Por isso, nessas regiões, itens como carvão e carne não podem faltar. Finalmente, um item simples e que poderia ser negligenciado, mas que certamente terá grande saída são as pilhas. Lembremos que o tradicional aparelho de rádio ainda é muito popular na maior parte do País”, diz José do Egito.

6

Por falar em regionalização, Natasha Braga, gerente de Marketing do Grupo Riograndense, que atua no Rio Grande do Norte, alerta para o aumento no consumo de produtos de limpeza e higiene pessoal em algumas regiões que têm maior potencial turístico. “A cidade de Natal tem uma particularidade: como será sede da Copa e, consequentemente, terá um grande número de feriados, vamos ter uma demanda extra de produtos de limpeza, pois será um ‘segundo’ veraneio e as casas de praia estarão cheias!! O segmento de higiene pessoal também deverá ser lembrado, pois teremos um grande fluxo de turistas na cidade”, comenta.

7

Abastecimento

O trabalho dos promotores não pode parar na loja. Uma gôndola bem abastecida é palavra de ordem e para que esse trabalho seja mais eficaz, o varejista tem a tecnologia a seu favor. “O abastecimento será o maior desafio dos varejistas neste semestre, pois é indispensável que neste período ele mantenha suas gôndolas abastecidas e otimize seu estoque de produtos. Esta será a meta de todos e, por isso,

18 www.revistaabastecimento.com.br

copa.indd 18

eles precisam trabalhar em conjunto com seus fornecedores para que os custos sejam reduzidos e a eficiência no abastecimento aumente”, diz João Batista dos Santos, diretor-presidente da Acácia Consultoria.

8

Em especial, a tecnologia precisa ser utilizada de modo a tornar a comunicação entre as empresas um processo rápido e simples. Ferramentas integradas constituem a solução mais indicada para um abastecimento eficiente. “Essa integração permite que os fornecedores sejam avisados da possível falta de um produto, considerando o volume de venda e o consumo”, adverte Santos.

9

Produtos como o Spymarket e o Controle de Entregas estão no mercado para ajudar os fornecedores dos varejistas a monitorarem suas entregas e as reposições das mercadorias, além de se integrarem com outros software que monitoram as vendas nos checkouts dos varejistas. “Com essas ferramentas integradas, a venda e, principalmente, a reposição das mercadorias ficam mais eficientes, pois não se trabalha apenas e isoladamente cada etapa de um processo, mas, isto sim, todos os processos em tempo real, diminuindo muito os possíveis pontos de falhas”, afirma o vice-presidente.

10

Produtos temáticos

A indústria apostou em itens como sandálias, sorvetes, chicletes, bolas, canetas, bandeiras, cadernos, camisetas e chaveiros, e a adaptação das informações veiculadas por esses itens à ocasião, bem como a distribuição desses produtos, agora alusivos à Copa do Mundo, está a todo o vapor. “O fator psicológico é determinante na hora da compra e, por isso, o varejo deve ter na loja produtos com a marca do evento. A compra por impulso vai fazer a diferença neste mo-

jan/fev 2014

23.01.14 18:20:39

14

Ambientação da loja

mento”, indica Leonardo Severini, lembrando que esse tipo de produto tem grande aceitação e apelo emocional junto ao público.

11 Equipe

Além da equipe, a loja deve estar no clima do campeonato. Por isso, é essencial investir na decoração de gôndolas, caixas e corredores. “Há coisas simples que podem ser feitas, como a colocação de bandeiras e bandeirolas, e a preparação de destaques em pontas de gôndolas. Além disso, é aconselhável separar alguns produtos para oferecê-los em promoções especiais da Copa”, orienta José Costa, diretor da JC Distribuição, de Goiás.

O uso de uniformes diferenciados, que podem ser apenas uma camiseta ou até mesmo um detalhe no vestuário do dia a dia, é muito importante. Mas o que é ainda mais importante é que o varejista precisa levar em conta que a equipe de sua loja tem de estar no clima do evento e transmitir isso para o cliente.

12

15 Preços

É comum que o varejista se lembre de realizar ações focadas no cliente/ shopper e se esqueça um pouco do cliente interno. “Por isso, sugerimos ações que mantenham a motivação dos colaboradores, como disponibilizar um local agradável para que a equipe possa acompanhar os jogos. Decore uma sala com motivos da Copa, ofereça lanches, refrigerantes, pipocas. O colaborador feliz e motivado é um patrimônio da empresa e precisa ser valorizado”, diz José do Egito.

Abastecimento contínuo: gôndolas devem estar preparadas para atender à demanda no período

"Os preços precisam continuar agressivos, a não ser que haja a iminência de ruptura, sem possibilidade de reabastecimento, o que todo varejista é craque em executar. O ganho será com o aumento do volume físico da venda, em termos de quantidade de produto", indica Leonardo Severini.

13

Assim como acontece em datas como o Natal e o Dia das Mães, as lojas precisam estar preparadas para receber um layout diferenciado, mas sem estar entupido de excessos, como indica Natasha Braga, da Riograndense. “Excessos como poluição visual e muitos pontos extras podem gerar dificuldade de fluxo e provocar desconforto no consumidor que trafega pela loja. O varejo deve identificar as categorias com maior potencial de vendas em sua região e dar atenção diferenciada a elas, colocando sempre em evidência os produtos que irão gerar mais fluxo. Deve, além disso, priorizar vendas casadas.”

paulo pepe

Layout

jan/fev 2014

copa.indd 19

www.revistaabastecimento.com.br

19

23.01.14 18:38:51

deolhonacopa

d e  o l h o  n a  C O P A

16

Comunicação

Tradicionalmente, o atacado tem um vínculo muito próximo ao pequeno e médio varejo. Esta proximidade permite ao varejista se preparar melhor para datas sazonais mais importantes. "As tendências, as ofertas e a comunicação nas lojas de atacado indicam o rumo, as apostas e as melhores oportunidades para aquele período sazonal. O varejista que acompanha esse movimento tende a obter maior sucesso e a não errar na comunicação, no mix e nos preços praticados", indica Marcelo Pinheiro, gerente de Marketing do Tenda Atacado, de São Paulo.

Jogos são uma boa desculpa para encontros de amigos e de familiares, onde se consomem churrascos e bebidas. Por isso, tenha o açougue sempre preparado com diversos cortes específicos para essa finalidade

17

Vínculos com a marca

É importante que o varejista se lembre sempre de que a Copa do Mundo é na verdade uma grande oportunidade para aproximar e reforçar o vínculo entre sua marca e seus parceiros, fornecedores e clientes, acredita Marcelo Pinheiro. "Ações pontuais podem alavancar vendas imediatas, mas não teremos uma Copa do Mundo por mês para garantir o resultado, nem orçamento ilimitado. A dica é aproveitar o momento de otimismo e criar o maior número de parcerias com fornecedores e importantes oportunidades de contatos que, por sua vez, devem gerar recall para os períodos seguintes e maior valor para a empresa", diz.

Essa época será fundamental para se criar experiências de marca. “O consumidor estará em um momento feliz e, se for devidamente ativado, fará associações positivas das marcas presentes no evento. A melhor ativação é aquela que se processa “corpo a corpo”, e que reserva um espaço, no qual possa contar com um promotor para interagir com o consumidor final, promovendo uma experiência de consumo diferenciada”, orienta Marcelo Pinheiro.

20 www.revistaabastecimento.com.br

copa.indd 20

paulo pepe

18

jan/fev 2014

23.01.14 18:26:50

19

Ações promocionais

Esta é uma oportunidade ímpar para se desenvolver ações promocionais, pois não há tema melhor do que o apelo da Copa do Mundo de Futebol e ainda mais no Brasil! A afirmação é de José de Sousa Vieira, que reforça a mensagem: “O atacado e o varejo independente devem se unir para fazer um bom investimento na oferta de certos produtos-focos durante o período. A melhor dica é destacar pontos extras de produtos para atraírem a atenção dos consumidores, além de se preparar tabloides e outras formas de comunicação visual na loja e ao redor dela”, comenta.

20

Ações promocionais são sempre bem-vindas e o varejista pode e deve contar com a parceria e o apoio de seus fornecedores, em especial durante eventos de grande porte como a Copa. “Mas o lojista, individualmente, também pode usar a criatividade para realizar ações bemsucedidas”, diz José do Egito.

21

Promoções e sorteios que tenham como prêmios produtos com motivos da Copa sempre fazem sucesso, em especial entre adolescentes e crianças. “O varejista precisa se lembrar de que a Copa realizada no Brasil é um evento marcante e que muitas pessoas vão querer colecionar itens que lembrem esse momento. Prêmios como camisetas, bonés, squeezes, porta-garrafas, bolsas térmicas, bolas e copos, entre outros itens, certamente despertarão interesse e poderão impulsionar as vendas”, afirma José do Egito. jan/fev 2014

copa.indd 21

www.revistaabastecimento.com.br

21

23.01.14 18:37:50

capa c a p a

Páscoa mais rentável Indústrias esperam contabilizar neste ano um volume de negócios superior ao registrado em 2013, entre 3% e 10% Por Rúbia Evangelinellis

22 www.revistaabastecimento.com.br

pascoa.indd 22

sxc

E

spremida entre duas datas de forte apelo festivo, o Carnaval e a Copa do Mundo, a Páscoa, agendada neste ano para 20 de abril, exigirá dos pequenos e médios varejistas olhos de lince para perceberem o que o consumidor procura e o quanto ele quer pagar por isso. Além disso, exigirá que se empenhem em lançar mão de sua criatividade para faturar. A indústria tem fé em que neste ano o resultado poderá ser melhor do que o obtido em 2013, quando a comemoração ocorreu no primeiro trimestre, período em que o orçamento do brasileiro está mais apertado. Executivos apostam em um crescimento que deverá ficar entre 3% e 10% e, junto com consultores, dão dicas que poderão ajudar o varejo de vizinhança a faturar mais com a data. Em razão de um acordo formado com a Abicab – Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados, dejan/fev 2014

23.01.14 12:10:12

talhes sobre os lançamentos serão divulgados no Salão de Páscoa em 18 de fevereiro, após o fechamento desta edição. Mas, a seguir, falam sobre o que esperam da ocasião e dão sugestões ao pequeno e médio varejista sobre como podem aproveitar o período para aumentar o número de vendas de chocolates, destacando fatores importantes que influenciam a comercialização nesta época. Na indústria de doces Montevérgine, a produção para a Páscoa prossegue em meio à preocupação com fatores que poderão inibir o consumo. Um deles é o aumento de custo de matérias-primas como manteiga, licor de cacau e leite. “A manteiga, que cheguei a pagar entre 7 mil reais e 8 mil reais a tonelada em 2013, hoje está na faixa de 20 mil reais, por influência do dólar, da safra e do aumento de consumo no exterior”, explica João Rafael Alterio, diretor da empresa. A segunda grande preocupação é com a concorrência imposta pela Copa do Mundo de Futebol. “São esperadas ofertas de cerveja e de outros produtos em campanhas alusivas ao torneio, bem como distribuição de brindes. Esse movimento pode tirar um pouco o brilho da Páscoa, apesar de ter a força de uma festa religiosa e tradicional”, crê o empresário. Apesar dos temores, a empresa começa a entregar as encomendas antes do Carnaval, as quais são, em sua maioria, de pequenos ovos para grandes redes. “O brasileiro precisa ser otimista, sempre. Isso vale para quem produz artigos para festa, como chocolate. Vamos trabalhar os pontos de venda com ofertas e promoções. E esperamos aumentar em 10% o volume de vendas na Páscoa deste ano”, diz o empresário. A data responde por 17% do faturamento anual da cinquentenária companhia. A Montevérgine destina 25 produtos para a data, sendo 23 direcionados às crianças. Para os adultos, há dois ovos “apinhados” de cerejas, de 250 g e 450 g (com a fruta na casca).

Em geral, as fabricantes têm perspectivas otimistas sobre o movimento e a comercialização de chocolates nos estabelecimentos varejistas espalhados por todo o País, que devem privilegiar a boa exposição para atrair o consumidor

jan/fev 2014

pascoa.indd 23

www.revistaabastecimento.com.br

23

23.01.14 12:10:40

capa c a p a

Para aumentar o número de vendas • Procure manter os funcionários bem informados sobre os produtos necessários para a preparação de ovos e de outros doces caseiros.

• Verifique se os fabricantes oferecem capacitação para a equipe de atendimento e aulas gratuitas de culinária para os consumidores.

• Não deixe faltar os ingredientes para o preparo dos alimentos da época. Cuide para que o cliente encontre tudo de que precisa na loja, não tendo por isso necessidade de recorrer ao comércio vizinho.

• Dê sugestões para a preparação de cardápios e pratos. • Monte ilhas com opções de embalagens de ovos. • Mantenha o controle de qualidade na área de armazenamento, procurando igualmente controlar os ataques de pragas e a temperatura ambiente.

• Exponha os ovos em displays, gôndolas e ilhas de caixas. Se houver espaço, faça parreiras com altura mínima de 2,10 m para evitar que os ovos amassem ou quebrem.

• Deixe os alimentos longe dos artigos de higiene e limpeza, e também dos grãos, que podem passar a eles carunchos.

“Nossa linha é basicamente infantil, lúdica e recheada de brinquedinhos. Entre as novidades, há uma bolsinha para as meninas, que imita a da mamãe. Lançamos essas bolsinhas no Natal e já recebemos pedidos para a Páscoa. Também temos miniovos, caminhões, trens e ônibus com coelhos levando ovos. Investimos em lançamentos e na reformulação das embalagens. A gente sempre procura criar um ambiente diferente para meninas e meninos”, diz João Rafael, explicando que no varejo a linha infantil custa de três a dez reais.

Alívio no bolso Por sua vez, a Top Cau espera, neste ano, aumentar em 5% as vendas na Páscoa, totalizando 8,5 milhões de ovos comercializados. O otimismo está relacionado com a data da comemoração, período em que os consumidores esperam obter alívio no orçamento, depois do pagamento dos presentes de Natal, do IPTU, do IPVA e de materiais escolares. “No ano passado, o mercado sentiu os efeitos da data comemorada no primeiro trimestre, com retração de cerca de 5% nas vendas em razão do forte calor e do comprometimento dos brasileiros com as contas. Para a Top Cau, não foi tão ruim. As vendas se mantiveram”, explica Alaís Valentini Fonseca, gerente de Marketing, reforçando que a Páscoa representa 50% dos negócios concretizados durante o ano. Um dos pontos fortes da empresa é o sistema de produção e distribuição, sendo que

Os consumidores não querem ir a quatro mercados para comprarem os ingredientes. Por isto, a variedade no sortimento de produtos é importante

divulgação

Daniel Bettin, diretor-comercial e de Marketing da Mavalério

24 www.revistaabastecimento.com.br

pascoa.indd 24

jan/fev 2014

23.01.14 12:10:50

60% do total fabricado se destina, com exclusividade, a três grandes redes do varejo: Lojas Americanas, Carrefour e Walmart. Outros 40% são comercializados de maneira pulverizada, para pequenos e médios varejistas. O maior volume de vendas, equivalente a 70%, está concentrado nas Regiões CentroOeste, Sudeste e Sul, e é justificado pela proximidade com a Top Cau, instalada em São Paulo, e pelo tradicional consumo de produtos associados à data. A respeito dos lançamentos, a companhia guarda segredo e antecipa apenas a informação de que haverá cerca de nove em uma linha de 36 produtos. Entre as dicas para os pequenos varejistas, Alaís recomenda a exposição dos itens com antecedência de 30 dias e de maneira gradual. “Comece com miudezas, apresentando primeiro os miniovos e coelhinhos de chocolate. Assim, o estabelecimento passa ao consumidor a ideia de que vai trabalhar com produtos da Páscoa, sem ocupar muito espaço nas gôndolas, no estoque e, possivelmente, sem atrapalhar o trânsito de clientes que procuram outras mercadorias”, diz. A executiva também recomenda que os varejistas voltem sua atenção para a escolha do portfólio, tomando como base o histórico de vendas da loja e preços competitivos. Feita a primeira exposição, o ideal é apresentar a linha completa 20 dias antes da data, quando o consumidor está focado na compra de ovos. “Nesse momento, a loja tem de se vestir de

O ideal é que os varejistas comecem a expor os produtos com uma antecedência de 30 dias e de maneira gradual, ou seja, para que os consumidores se acostumem com o portólio de produtos durante o mês

Páscoa e apresentar novidades, principalmente para as crianças”, recomenda. Ainda que prefira fazer segredo sobre a previsão de negócios, lançamentos e investimentos realizados na linha de Páscoa, a Mondelez International, herdeira dos negócios da Kraft, dá a dica de quais ovos não podem faltar na cesta de pedidos dos pequenos varejistas ao revelar quais são os campeões de vendas. Entre as 20 marcas mais comercializadas, nove são da Lacta. A lista é liderada por Sonho de Valsa e Diamante Negro, seguidos de Laka, Bis, Grandes Sucessos (a caixa), SpiderMan, Barbie e Ouro Branco. Segundo a empresa, a Lacta responde por 36,5% de todo o consumo nacional, com mais forte atuação no Estado de São Paulo e na Região Sul.

Cautela A Village também espera que o coelho traga em 2014 um resultado um pouco melhor de vendas do que o registrado na Páscoa de 2013, com crescimento entre 3% e 4%. Segundo Reinaldo Bertagnon, diretor de Vendas, o momento exige otimismo moderado. “O cenário econômico pede cautela e as pessoas ainda estarão sentindo os efeitos dos gastos do primeiro trimestre e das compras de fim de ano, sem contar com o calor intenso. Se tivermos esse aumento de vendas, isso já será muito bom”, diz. Porém, Bertagnon entende que faz parte do jogo correr riscos, ainda que eles sejam

Investimos em opções de presentes econômicos que agradam a adultos e crianças. O lojista tem de pensar em opções de compra para todos os tipos de público

vicky furtado

Ricardo Heineck, diretor de Marketing da Docile

jan/fev 2014

pascoa.indd 25

www.revistaabastecimento.com.br

25

27.01.14 13:09:26

capa c a p a

O pequeno e médio varejo precisa se transformar em uma fábrica de sonhos, e montar cenários que revelem a magia da Páscoa e agucem os sentidos, estimulando-os a realizar as compras. Luciana Barreto, diretora de Novos Negócios da Smollan, agência multinacional sediada em Joanesburgo, na África do Sul, e que atua há 82 anos no mercado, sendo especializada em marketing no varejo, aconselha os comerciantes para que façam uma exposição correta dos produtos de modo a não atrapalhar as demais compras, principalmente em espaços onde não cabem parreiras. “Uma das alternativas é criar cenários, como ninhos de ovos e sugestão de pratos para celebrar o almoço pascal, usando caixas descartáveis ou mesas pequenas decoradas. O importante é chamar a atenção dos clientes com imagens, montadas de maneira econômica, que estimulem vendas espontâneas de diversos produtos ali expostos”, diz a consultora da agência, que avalia oportunidades no mercado brasileiro desde 2010, com 450 mil pontos de venda sob sua gestão e 45 mil empregados em vários países do mundo. Luciana recomenda: é possível ganhar com as negociações estabelecidas junto aos fornecedores, e com promoções divulgadas em tabloides, que aumentam o tíquete médio de compras diminuindo a dependência do lojista com relação ao chocolate. “Isso pode ser feito com azeitonas, bacalhau, bebidas e outros itens. O lojista precisa saber usar a ocasião para oferecer outras mercadorias da loja.” É preciso lançar mão de ferramentas que estimulem as compras a partir de todos os sentidos: visão, tato, olfato, audição e paladar. Por exemplo, uma sugestão é perfumar o ambiente com aroma de chocolate. “Isso pode ser feito em uma loja da Disney e em um mercado de vizinhança. O ponto de venda tem de oferecer o sonho do consumo, caso contrário o que vale é a compra racional, ou seja, o preço cobrado.”

26 www.revistaabastecimento.com.br

pascoa.indd 26

divulgação

Crie um ambiente de sonho com economia

O varejista precisa fazer com que a loja dele se vista de Páscoa e apresente novidades, principalmente as voltadas para as crianças Alaís Valentini Fonseca, gerente de Marketing da Top Cau

moderados, para quem lucra em datas sazonais, seja indústria ou varejo. A Páscoa é responsável por 30% do faturamento anual e é a segunda data mais importante do calendário comercial da Village. Só perde para o Natal. A indústria prepara cinco novidades, entre ovos e bolos, dentro de um conjunto de cerca de 20 itens. A linha infantil responde por 60% dos negócios. Para evitar o encalhe de mercadorias, o executivo sugere aos comerciantes para que usem de criatividade a fim de chamarem a atenção dos consumidores. “Não há como evitar as sobras. É preciso apostar na data e ir à luta para atrair o cliente. Uma das dicas é associar a data à Copa, pensar em uma Páscoa verde-amarela”, acrescenta.

jan/fev 2014

23.01.14 18:46:15

anderson souza

Além dos ovos industrializados, o pequeno e médio varejo pode investir na venda de ingredientes para o preparo do produto de maneira artesanal

Barras para doces e ovos Fabricante de barras e gotas de chocolate indicadas para a confecção de ovos caseiros, trufas e cobertura de vários tipos de doces, a Mavalério aposta em uma comercialização de Páscoa 20% maior que a obtida em 2013. Ela tem a expectativa de vender mil toneladas, correspondendo a 10% de sua produção anual. A negociação voltada para a data começou em novembro e deverá se estender até março, quando se espera que o calor e as despesas deem uma trégua aos consumidores. A indústria apresenta 12 itens recomendados para a ocasião e garante que os preços foram mantidos. As opções estão nas linhas Chocolatier (que promete mais cremosidade), Premium (que tem coberturas com gordura vegetal fracionada que dispensam o choque térmico e dão mais estabilidade ao chocolate, sendo encontradas em barras e gotas), coberturas Práticas (mais resistentes ao calor) e a linha Raspar e Colorir (barras também recomendadas para decoração, em formato de caracóis e cascas de árvores). Mesmo que os produtos tenham saída du-

Com criatividade e ações que chamem a atenção da clientela, é possível evitar o encalhe de mercadorias. Uma das opções que os executivos sugerem consiste em aproveitar a Copa do Mundo de Futebol e decorar a loja de verde e amarelo

rante o ano inteiro, Daniel Bettin, diretorcomercial e de Marketing, considera fundamental que os pequenos estabelecimentos tenham os produtos nas gôndolas antes que as vendas de ovos esquentem. Isso porque as barras devem ser vistas como ingredientes de quem prefere preparar os doces para destinálos a presentes ou para vendê-los e reforçar a renda doméstica. Outro cuidado consiste em manter a equipe de atendimento da loja com informações técnicas para ajudar os clientes na escolha dos itens, que têm indicações específicas. “Oferecemos aos consumidores cursos para profissionais de lojas e de culinária. Em 2013, realizamos 3.600 aulas gratuitas. Nossos produtos exigem conhecimento técnico”, diz o executivo. A empresa atende cerca de 6 mil pontos de venda e atua em nível nacional. Segundo Bettin, é importante o lojista manter um mix sortido de produtos. “Os consumidores não querem ir a três ou quatro mercados para comprar os ingredientes”, acrescenta. Especializada em guloseimas, a Docile quer resgatar o tempo em que na cesta de Páscoa jan/fev 2014

pascoa.indd 27

www.revistaabastecimento.com.br

27

23.01.14 18:47:19

capa c a p a

Conta na ponta do lápis Reinaldo Messias, consultor do Sebrae-SP – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo, recomenda aos comerciantes que, antes de fecharem o pedido, façam um análise de suas reais necessidades de compra para evitar que ocorram grandes sobras de mercadorias e, ao mesmo tempo, para agradar à freguesia. “É importante saber o que comprar, e quando, onde, de quem e por quanto comprar”, resume. Trocando em miúdos, é preciso oferecer, sim, produtos tradicionais, como ovos, barras, bombons e bolos, além dos lançamentos, mas que sejam adequados ao perfil dos clientes da região. “Eles precisam estar ajustados ao gosto e ao bolso de quem frequenta a loja. É importante investir mais nos itens básicos e tradicionais sem deixar faltar os que serão bombardeados na mídia, principalmente

divulgação

Reinaldo Messias: análise e planejamento

os que têm as crianças como alvo”, diz. O especialista também recomenda que seja feita uma pesquisa de preços e que o fechamento dos pedidos ocorra no prazo máximo de 45 dias, sem antecipar a negociação. “São produtos perecíveis, onerosos e com saída concentrada nas vésperas da Páscoa. O tempo certo para fechar a compra depende da disponibilidade de recursos do comerciante e das condições mais adequadas oferecidas pelos fornecedores”, acrescenta. Para adquirir fôlego de caixa no curto intervalo de tempo de que dispõe para vender as mercadorias, Messias recomenda que ele faça a negociação do prazo de pagamento e, se possível, a entrega fracionada. Dessa maneira, explica, ele pode pensar em reforçar o estoque um mês antes da data comemorativa e conceder descontos nas últimas semanas. “Faça com que a Páscoa também seja uma ocasião para gerar vendas de outros produtos. Além disso, é preciso pesquisar o preço praticado pela concorrência. Por isso, é importante estudar com que margem de preço você vai trabalhar, para não afugentar os clientes”, sugere. Outra recomendação do consultor está em combinar a aquisição de produtos consagrados com novas marcas, de valores mais acessíveis.

também entravam balas, pirulitos, gomas e outros docinhos juntamente com o chocolate. O primeiro passo nessa direção foi dado em 2013, quando a companhia lançou um kit de produtos em embalagem no formato de coelho. Animada com o retorno, a direção investiu agora no lançamento da Caixa de Desejos, com produtos da linha. Ricardo Heineck, diretor de Marketing da empresa, aposta na boa aceitação dos dois itens, ambos com preço sugerido de seis reais. “Investimos em opções de presentes econômicos que agradam a adultos e crianças. O lo-

28 www.revistaabastecimento.com.br

pascoa.indd 28

jista precisa pensar em opções de compra para aqueles que têm intolerância à lactose ou que preferem guloseimas a chocolates, como os pequenos e os pré-adolescentes”, acrescenta. Ao investir na data, a companhia também pretende apresentar parte da linha de produtos. “Com os dois mix, oferecemos uma amostra do que temos de melhor em produtos inovadores”, acrescenta. Com 22 anos de existência, a Docile tem portfólio com 160 itens, atua em todo o território brasileiro e produz, aproximadamente, 1,5 milhão de quilos de guloseimas por mês.

jan/fev 2014

23.01.14 18:50:20

Líquido e certeiro Fabricantes de ingredientes e de bebidas apostam em alta de até 15% sxc

I

ndústrias que produzem ingredientes para o preparo de doces, pratos salgados e bebidas para o almoço pascal também apostam na data para aumentar as vendas em abril. A Zaeli Alimentos espera ampliar a comercialização de achocolatado, coco (ralado e em fiapos, mistura para bolo, azeitona e azeite. Rodrigo Sanches, gerente de Marketing, explica que, tradicionalmente, a comemoração ajuda a alavancar os negócios contabilizados no mês. “Estamos otimistas e esperamos elevar em 15% o resultado conquistado em 2013.” A empresa, que tem 80% da carteira de clientes concentrada no varejo de pequeno e médio porte, investe em ações diretas nas lojas, por exemplo, na instalação de pontos de venda extras e em ilhas com produtos da marca para aumentar a rentabilidade do varejista. “Também fazemos concurso cultural entre os consumidores. Quem escrever a frase mais bonita sobre a data leva para casa o Zaelinho, nosso mascote”, diz Sanches. Por sua vez, a Vinícola Salton estima que terá uma alta entre 12% e 15% nas vendas de Páscoa, com base no desempenho que obteve em 2013. Na linha de frente, estão os frisantes Lunae e os vinhos finos Classic (que vão do seco ao suave). Com as duas famílias de produtos, a empresa entende que consegue agradar a diferentes paladares e preparar terreno para o inverno, quando o consumo de vinho aumenta. Para Cleber Slaifer, diretor de Vendas, dois fatores contribuem para

As indústrias que produzem os itens destinados à celebração do domingo de Páscoa projetam vender neste ano maiores volumes desses itens do que venderam no ano passado

a expectativa positiva: o crescimento da linha Classic, hoje com seis opções, e a boa aceitação da categoria dos frisantes. “Atendo desde o consumo de entrada até o especializado. O frisante é leve, frutado e agrada principalmente a jovens e mulheres”, avalia o executivo. A Cereser espera ampliar em 11% os negócios na data em relação ao mesmo período do ano passado, alavancando as vendas dos vinhos Dom Bosco, mesa e tipo Seleção. José Fontelles, diretor-comercial, acredita que a data servirá para aumentar as vendas dos novos rótulos de vinhos finos Massimiliano Assemblage.  “O volume comercializado na Semana Santa é superior ao que é vendido no inverno. Cerca de 17,6% dos pedidos de vinhos se concentram nos meses de março e abril”, conta Fontelles. A importadora La Violetera, sediada em Curitiba, acredita que terá a chance de elevar entre 40% e 50% o número de vendas durante os 30 dias que antecedem a comemoração. As vedetes do período são as azeitonas, os azeites e o bacalhau, cujo volume de comercialização duplica no período. “São produtos de alto valor agregado para o varejo, de perfeita combinação e muito consumidos na ocasião. Esperamos que a Páscoa – tradicionalmente, a segunda data mais importante para a empresa – nos proporcionará um resultado 10% a 15% melhor do que o registrado no ano passado”, estima Félix Boeing Júnior, vicediretor-geral. jan/fev 2014

pascoa.indd 29

www.revistaabastecimento.com.br

29

23.01.14 15:21:12

GERENCIAMENTOPOROCATEGORIAS G E R E N C I A M E N T O   P O R   C A T E G O R I A S

Para começar bem o dia Evitar rupturas e adequar o mix ao perfil de consumo do shopper são medidas muito importantes para que o varejista garanta o sucesso de venda das categorias de produtos matinais

D

esde a simplicidade de um mero cafezinho até a complexidade de uma mesa farta, com direito a sucos, bolos, pães, lácteos, frutas e cereais, sem esquecer nem mesmo das muitas opções supérfluas, o famoso café da manhã do brasileiro passa por muitas variações em função de inúmeros fatores, que incluem condição social e financeira, gosto, idade, hábitos, costumes pessoais, costumes regionais e – por que não? – o tempo de que o cliente dispõe para realizar essa refeição em casa. Para Cláudio Czapski, CEO da Associação ECR Brasil, a fim de gerenciar a categoria e de obter bons resultados de venda, o primeiro passo consiste em identificar o consumidor, seu perfil e seus hábitos de consumo. Só depois disso, deve-se pensar no mix adequado. “A solução de compra apresentada pela loja precisa se basear nos hábitos das pessoas que nela se abastecem. É muito importante que o varejista tenha um entendimento mais profundo das necessidades desse shopper”, diz. O consultor ressalta que, por exemplo, ele precisa, na medida do possível, obter informa-

30 www.revistaabastecimento.com.br

gerenciamento categoria.indd 30

ções que lhe permitam saber se ele tem, em seu público, clientes com restrições alimentares, para os quais talvez seja preciso oferecer produtos diet e light. Ele também precisa estar atento a clientes que procuram pães de diferentes tipos e funcionalidades, produtos que agradem às crianças e também às pessoas que buscam hábitos mais saudáveis. “Além disso, ele precisa levar em conta a regionalização, pois, em cada região do País, os hábitos alimentares têm particularidades e devem ser levados em consideração pelo lojista. Não adianta oferecer um produto que sai muito bem em um lugar, mas não tem público na região em que sua loja está instalada. Esses são alguns dos passos necessários para se gerenciar tais categorias”, comenta Czapski. Também é preciso pensar sobre – e planejar bem – a política de marcas na loja. Para Czapski, o ideal é pensar em cada produto ou grupo de produtos considerando-o como uma oferta de soluções para o shopper. “Hoje, a variedade de determinadas categorias, como a de lácteos, é imensa, e quanto menor for a loja, menos espaço

fotolia

Por Adriana Bruno

jan/fev 2014

23.01.14 12:08:26

Hábito matinal constante dos brasileiros, o pãozinho integral é uma das opções para quem busca uma vida mais saudável

haverá para abrigar tantos produtos. Portanto, é preciso estabelecer critérios de escolha para o que se vai vender, e também para o que deixará de ser oferecido”, orienta. E, por falar em lácteos, Sabrina Gama, gerente de Trade Marketing do Mercado Interno da Brasil Foods, comenta que foram o maior poder aquisitivo do brasileiro e a busca por alimentos saudáveis que impulsionaram o consumo de lácteos no País em 2013, e que, ao deixar a gôndola mais bem organizada e com os produtos expostos corretamente, o gerenciamento por categorias facilita o processo de compra do shopper, fazendo com que ele adquira mais e melhores produtos. Ela diz que o procedimento de exposição dos produtos refrigerados adotado pela maior parte dos clientes é a exposição por categoria, seguindo a sequência das seguintes subcategorias: Leite Fermentado, Petit Suisse, Sobremesas, Naturais/ Copos, Diet/Light, Funcionais, Líquidos e Polpas. “Iniciamos o fluxo com as categorias de maior valor agregado e terminamos com as categorias de maior volume. Fizemos alguns estudos comparativos e verificamos que, quando a exposição de refrigerados é por marca, temos um aumento significativo na categoria como um todo, pois o shopper pode ter uma visão, por assim dizer, ‘panorâmica’ de todo o portfólio de produtos, inclusive com as inovações das marcas, e encontrar todos os produtos de suas marcas preferidas em um só lugar”, orienta Sabrina Gama. Com o gerenciamento por categorias, o acompanhamento realizado pelo promotor junto à gôndola também se torna mais efetivo, minimizando rupturas e quebras, e isso vale para todo o segmento de matinais, desde o café (que deve incluir as versões em pó, os granulados instantâneos, os pré-prontos, como o

O varejista também precisa estar atento a clientes que procuram pães de diferentes tipos e funcionalidades, produtos que agradem às crianças e também às pessoas que buscam hábitos mais saudáveis

jan/fev 2014

gerenciamento categoria.indd 31

www.revistaabastecimento.com.br

31

23.01.14 12:08:36

GERENCIAMENTOPOROCATEGORIAS G E R E N C I A M E N T O   P O R   C A T E G O R I A S

cappuccino, e os com leite, entre outros, o que também inclui as cápsulas para máquinas de café), e abrangendo os lácteos, frios, pães, bolos, biscoitos, cereais, sucos e frutas. Grande número de pesquisas comprova que o brasileiro está consumindo mais e experimentando novos produtos, o que o leva a introduzir na rotina alimentar de sua família itens que antes não faziam parte de sua cesta de compras. Isso abriu um leque para que, por exemplo, seu café da manhã passasse a se incrementar com itens como lácteos e frios. Segundo Sabrina Gama, o mercado de frios, que vinha crescendo no Brasil a taxas muito elevadas, está apresentando queda em volume nos últimos dois anos. Ela informa que as categorias de maior volume dentro dos frios são as mortadelas e os presuntos, mas as categorias de frios saudáveis, como os qualificados como light, os salames, os frios especiais e os fatiados também compõem esse mercado. “O varejo é o canal mais representativo: 97% do volume nele comercializado provém da venda de peças inteiras para fatiamento no PDV”, explica. Aliás, só os frios já se constituem em uma categoria destino para grande parte dos shoppers. Pesquisas constatam que muitos consumidores estão substituindo refeições como o jantar por

Os frios já se constituem em uma categoria destino para grande parte dos shoppers. Pesquisas constatam que muitos consumidores estão substituindo refeições como o jantar por lanches mais rápidos

É preciso levar em conta a regionalização, pois, em cada região do País, os hábitos alimentares têm particularidades e devem ser levados em consideração pelo lojista

divulgação

Cláudio Czapski, CEO da Associação ECR Brasil

32 www.revistaabastecimento.com.br

gerenciamento categoria.indd 32

lanches mais rápidos. Também foi verificado que aumenta a quantidade média de frios vendida em horários noturnos, depois da jornada de trabalho. Além disso, como vimos que a compra do produto é feita por porções, e como ocorre a manipulação do produto, seu tempo de validade do produto na prateleira, estando ele sujeito a constante exposição às condições ambientes enquanto é submetido ao processo de fatiamento acaba sendo mais curto, o que impossibilita sua compra para estocagem. Dessa maneira, os consumidores, se estiverem habituados ao consumo desses frios, voltam sempre ao PDV para reposição. A fim de estimular a compra, a consultora orienta que é preciso manter o ponto de venda sempre abastecido com esse produto, ou seja, é preciso que ele já apareça fatiado em bandejas para agilizar sua compra pelo consumidor. “A aparência do produto é um forte estímulo de compra para a categoria. E na loja onde a maior parte da compra é feita por meio de pedidos que se solicita ao balconista, é extremamente importante que ele esteja bem informado a respeito do produto/marca que está vendendo. O balconista pode influenciar muito a compra de frios. Além disso, temos produtos que, conforme indicam pesquisas, estimulam o apetite no PDV, como o cheirinho da mortadela sendo fatiada na hora”, orienta. Porém, quando se fala em café da manhã, é impossível separar a dupla pão e manteiga (ou margarina). E não se esqueça de que a margarina é usada não apenas para o consumo final, mas também como ingrediente para a preparação de outros itens do café da manhã, como bolos. Segundo Sérgio Mobaier, diretor de Marketing de Alimentos & Ingredientes da Bunge Brasil, o café da manhã é a principal ocasião para o consumo da categoria, o qual é feito acompanhando pães, torradas e bolachas. No Nordeste, principal mercado da categoria, há alguns hábitos diferentes, como o consumo da tapioca, do inhame e do cuscuz, cujas receitas também requerem o uso da margarina. “A categoria oferece versões específicas para o uso culinário, que recorre a elas para o preparo de bolos e refeições, e que, portanto, vão além do consumo no momento do café da manhã. A margarina é uma das categorias mais importantes desse segmento, tendo alta participação de mercado e estando presente em 98% dos lares, o que demonstra sua enorme importância no dia a dia da alimentação dos brasileiros”, diz.

jan/fev 2014

27.01.14 13:11:35

divulgação

O café da manhã é a principal ocasião para o consumo da categoria, o qual é feito acompanhando pães, torradas e bolachas Sérgio Mobaier, diretor de Marketing de Alimentos & Ingredientes da Bunge Brasil

A margarina é uma das categorias mais importantes desse segmento, tendo alta participação, presente em 98% dos lares

fotolia

Rupturas no balcão e no estoque, falta de cuidado na maneira como os produtos são expostos na gôndola, e na maneira como são organizados no PDV, e desobediência ao período de validade dos produtos são coisas que não podem acontecer na loja. A indústria pode fornecer informações valiosas sobre cada categoria, e por isso pode ajudar o varejo, até mesmo por meio do atacadista, a entender melhor como funciona cada categoria. Mas, de qualquer maneira, o trabalho realizado diariamente na loja deve ser criterioso e rigoroso. O gerenciamento por categorias, como afirma Sabrina Gama, potencializa os resultados comerciais do varejista concentrando os esforços na entrega de maior valor agregado ao shopper. “Além disso, também é possível estimular a compra dos vários produtos que compõem as categorias dentro do segmento de produtos matinais divulgando os produtos por meio de encartes, ações promocionais, destaque para lançamentos e, até mesmo, exposições diferenciadas”, afirma Sabrina. E uma vez que a atividade de gerenciar é fundamental para promover as vendas, Sérgio Mobaier reforça a recomendação segundo a qual os pequenos e médios supermercados devem evitar rupturas na categoria, principalmente nas prateleiras. “Eles devem se ater ao planejamento

do abastecimento para que esse atenda à demanda da loja. Em segundo lugar, devem se ater ao sortimento. Entender o perfil da freguesia é ideal para definir o mix da loja. Dispor de, ao menos, duas ou três marcas, nas versões regular, com e sem sal, mais uma voltada para a salubridade, é o que recomendamos”, diz. Mobaier ressalta que, antes de pensar em gerenciamento por categorias, os pequenos e médios mercados têm de trabalhar o desenvolvimento.  “Melhorar a exposição, a precificação e o abastecimento para evitar rupturas e portfólio de marcas, e também melhorar as condições de refrigeração do produto, são ótimas iniciativas para que se obtenha, sem recorrer a grandes complexidades, excelente performance da categoria na loja”, explica. No caso de frios, ela diz que nos balcões de fatiamento, as peças (produto antes do fatiamento) devem ser expostas nas proximidades do produto fatiado para que o shopper possa saber a marca do frio exposto. “Orientamos sempre para que o produto esteja acondicionado em bandejas com as etiquetas de preço e de identificação do produto (tipo e marca, fornecidos pelo fabricante). Para os produtos já embalados de fábrica, sempre sugerimos o uso de gancheiras, as quais permitem que o produto fique ao alcance tanto da visão como das mãos”, recomenda Sabrina Gama. O importante é lembrar que gerenciar por categorias é um trabalho constante e permanente, e que deve estar em sintonia com as mudanças do mercado e do comportamento de consumo. jan/fev 2014

gerenciamento categoria.indd 33

www.revistaabastecimento.com.br

33

23.01.14 12:08:56

panorama

p a n o r aa m m aa

Atenção e cautela

dremstime

Hora da verdade: varejista precisa usar a criatividade para atrair um consumidor mais endividado

Especialistas alertam: com o cenário econômico que se desenha para este ano, aumenta a necessidade de os comerciantes ficarem atentos ao caixa, ao reajuste de preços e a possíveis calotes Por Rúbia Evangelinellis

34 www.revistaabastecimento.com.br

balanço.indd 34

jul/ago2014 jan/fev 2013

24.01.14 15:26:22

I

nflação, inadimplência e juros em alta. Três indicadores de que 2014 vai exigir jogo de cintura dos pequenos e médios varejistas. Economistas e consultores dão dicas de como os donos dos estabelecimentos podem se preparar para enfrentar possíveis apertos econômicos até dezembro. Ainda que não tenham bola de cristal, eles entendem que o momento exige cautela, contas organizadas, precificação adequada e também ações criativas para atrair os clientes, principalmente a classe média popular, para a qual se prevê crescimento. Veja a seguir, sob a forma de tópicos, as recomendações dos especialistas.

com firmeza em duas ações simultaneamente: fortalecer o contato direto estabelecido com os clientes e aprender como capitalizar as promoções feitas pela indústria. Em outras palavras, os lojistas precisam focar na fidelização, fortalecer o contato com a freguesia – diferencial favorável que eles têm quando comparados com as grandes redes de varejo – e estampar, com eficiência, o material que destinarão às promoções. “Os comerciantes de bairro conhecem os clientes e deverão se aproximar mais deles. É aconselhável que perguntem sobre suas famílias, que os cumprimentem pelos seus aniversários. Também é importante que se apropriem das promoções dos fabricantes, utilizando inclusive merchandising em seus estabelecimentos”, conclui.

O poder de consumo da classe C deverá crescer neste ano. Renato Meirelles, presidente do Instituto Data Popular, estima que as famílias da nova classe média, a qual agrega integrantes com renda mensal entre 320 reais e 1.120 reais, deverão movimentar 1,2 trilhão de reais no comércio. Em 2013, esse grupo registrou 1,02 trilhão de reais em compras e representou 53,8% dos consumidores, o que corresponde a 104 milhões de pessoas. Prevêse que agora essa porcentagem subirá para o patamar de 55%, alcançando um contingente de 111.522.709 pessoas. No entanto, o especialista entende que o consumidor da classe C está chegando a 2014 mais amadurecido, sabe o que quer levar para casa e aprendeu a comparar preços. “Na prática, isso significa que ele vai aumentar seus gastos no mês, mas também que irá intensificar a pesquisa entre duas ou três marcas preferidas, ainda que para isso tenha de ir mais vezes às compras. Ele está mais criterioso na escolha dos produtos. É um consumidor menos deslumbrado e tem como sinalizador de preços baixos os valores cobrados pelas marcas líderes”, resume o publicitário. Meirelles prevê para 2014 a ocorrência de um clima de consumo otimista na chamada classe média popular, e também aposta na ocorrência de um crescimento de 1,8% na economia. “Se existisse um G-20 (grupo que agrega as 20 nações mais poderosas) da classe média, o Brasil seria a 17a maior das nações”, diz. Em sua opinião, para cativar esse público, o pequeno e médio varejista têm de investir

divulgação

Consumo popular

O consumidor vai aumentar seus gastos no mês, mas ele está mais criterioso na escolha dos produtos e nas suas pesquisas. Ele é um cliente menos deslumbrado e tem como sinalizador de preços baixos os valores cobrados pelas marcas líderes Renato Meirelles, presidente do Instituto Data Popular

jan/fev 2014

balanço.indd 35

www.revistaabastecimento.com.br

35

24.01.14 15:27:11

panorama

p a n o r a m a

Administração do Varejo) da FIA – Fundação Instituto de Administração. Com o crédito mais restrito e os juros em alta, dois fatores inibidores de captação de dinheiro em bancos e que podem comprometer o consumo, o comerciante precisa reduzir o risco de enfrentar dificuldades financeiras. “O varejo tem poder de geração de caixa e também de gerar resultados positivos. O comerciante precisa ter noção do quanto possui em dinheiro livre. Esse tipo de controle dá tranquilidade e permite ver se sobram ou faltam recursos”, acrescenta. Eventualmente, ele pode até mesmo fechar o mês no vermelho para poder recorrer a investimentos ou preparar estoques para consumo sazonal, como se espera que ele o faça em vista da Copa do Mundo de Futebol, desde que tenha um retorno logo em seguida. “Não adiante jogar no escuro, é preciso saber o passo que se pode dar”, conclui.

Caixa no azul

Mercado na zona leste de São Paulo: foco na geração de caixa

Crédito ao consumidor

paulo pepE

A melhor maneira de os pequenos e médios comerciantes conduzirem os negócios em um cenário pontuado de incertezas consiste em manter a atenção constantemente voltada para o movimento de caixa e conferir, tintim por tintim, o movimento de entrada e saída de dinheiro. Para evitar o risco de entrar no vermelho, e para manter a conta na ponta do lápis, o ideal é fazer uma planilha, contabilizando despesas e recebimentos programados para os próximos seis meses. “A montagem pode dar um pouco de trabalho, mas depois é fácil atualizá-la diariamente. Com esse tipo de controle, é possível programar gastos extras com promoções, exposições de produtos e reformas da loja, fazer uma reserva de caixa e estimar o quanto é possível faturar, sem ter de se recorrer a empréstimos. É importante não gastar além do valor disponível”, recomenda o economista Nuno Fouto, coordenador de pesquisas do Provar (Programa de

36 www.revistaabastecimento.com.br

balanço.indd 36

Com as famílias mais endividadas, os comerciantes precisam redobrar a atenção com a contabilidade. A previsão de alta de juros e de crédito restritivo pode gerar impacto negativo nas vendas e aumentar o risco de inadimplência, uma vez que restringe o poder de compra dos brasileiros. Donato Stillo, diretor de Operações da Intervalor, que atua na prestação de serviços relacionados ao ciclo de crédito e cobrança para instituições financeiras, administradoras de cartões e empresas de diversas áreas, como telecomunicações, construção civil e serviços, recomenda aos varejistas para que avaliem a necessidade de compras, evitando, dessa forma, o estoque excessivo de mercadorias, que as leve a ultrapassar o prazo necessário. O ideal é que o varejista incentive as vendas à vista para evitar possíveis calotes. “Sugiro aos comerciantes o aprimoramento das consultas junto aos órgãos de proteção ao crédito a fim de avaliar melhor a condição de crédito do cliente”, diz. Fernanda Della Rosa, assessora econômica da Fecomercio-SP – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo, também sugere ao lojista para que estimule o pagamento das compras com cartão de crédito, inclusive com a opção do parcelamento.

jan/fev 2014

24.01.14 15:27:34

os grandes fabricantes e oferecem itens cuja qualidade se ombreia às deles. “Por exemplo, nas categorias de pães de queijo e de pães de alho, há casos de pequenas empresas que se tornaram cases de sucesso”, destaca. Segundo informou, os pequenos fabricantes, devidamente regularizados, são fiscalizados pela vigilância sanitária e, para melhorar, mostram-se abertos a experiências de consumo, oferecendo inclusive preços mais competitivos. “O varejista pode combinar a elaboração de uma pesquisa de mercado de baixo custo em conjunto com o fornecedor, pedindo aos clientes para experimentarem e avaliarem o produto. É possível, por exemplo, fazer a pesquisa com uma única marca de macarrão, oferecendo o alimento a dez clientes. Se cada pacote custa 2,50 reais, o custo de toda a pesquisa será de apenas 25 reais. É um negócio em que todos ganham”, explica.

“É um modo de o estabelecimento se blindar contra a inadimplência, ainda que isso tenha um custo”, diz a especialista, referindo-se à taxa de manutenção cobrada dos lojistas pelas administradoras, e que está em torno de 5%. A economista alerta ainda os que recebem cheque dos clientes, pois esse instrumento de pagamento não oferece nenhum tipo de garantia. “O risco é muito grande, principalmente em períodos em que a população está endividada. Muitas lojas já deixaram de aceitar cheques”, acrescenta.

Novas marcas Celina Ramalho, professora da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da FGV – Fundação Getulio Vargas, recomenda aos comerciantes que trabalham com alimentos, bebidas e outros artigos não duráveis para que fiquem atentos às novas marcas e aos produtos inovadores, produzidos por pequenos fornecedores, que se defrontam com

divulgação

Inflação

Produtos ligados à Copa do Mundo deverão impulsionar as vendas de várias categorias. As lojas precisam utilizar a exposição conjunta de produtos que se combinam em pontos extras, com sinalização e cartazes Francisco da Silva de Souza, consultor de lojas de vizinhança

Dentro do atual cenário macroeconômico, a inflação apresenta-se como um indicador de grande importância. Seu indexador leva em conta dois grandes grupos de produtos e/ou serviços, um deles relativo à prática de preços livres e o outro à de preços controlados (onde entram as tarifas públicas, como passagens de ônibus e de metrô, e preços de combustível). Segundo Orlando Assunção Fernandes, doutor em Teoria da Economia da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, o problema está no fato de os preços livres aumentarem em torno de 8% (grupo em que estão os alimentos e bebidas, e que subiu 8,48% em 2013), enquanto o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação oficial do governo medida pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, ficou em 5,91% e tem previsão de subir até 6,01% em 2014. Como o quadro deverá permanecer o mesmo nos próximos meses, o especialista alerta para a necessidade de os comerciantes monitorarem a demanda e evitarem o acúmulo de estoques. “Trata-se de um ano de transição política e de eleição, e em que não se deve esperar grandes mudanças na condução da economia. Por hora, o que se vê é um consumo aquecido e pressão para aumento dos preços”, prevê. jan/fev 2014

balanço.indd 37

www.revistaabastecimento.com.br

37

27.01.14 13:12:58

panorama

p a n o r a m a

locais de marcas nacionais que inovem a gestão de compras, que promovam a reposição automática de produtos e que levem em consideração o histórico de vendas, a sazonalidade, os eventos locais, o crescimento das categorias e o limite financeiro de compras das lojas. “Produtos que estão na mídia e que são ligados à Copa do Mundo deverão impulsionar as vendas de várias categorias. As lojas precisam utilizar o cross merchandising (exposição conjunta de produtos que se combinam) em pontos extras, com sinalização e cartazes”, recomenda. Mas Francisco Silva também alerta para a necessidade de encomendar um volume de mercadorias adequado ao porte e à demanda do estabelecimento, a fim de não “sangrar” o caixa.

Reposição de mercadorias

Gestão profissional

Varejo na zona sul de São Paulo: estoque sempre abastecido

dreamstime

Em tempos em que a economia exige cautela, o varejo precisa se mostrar flexível para fazer a reposição das mercadorias, ainda que isso implique em concordar com centavos de aumento de preço. O consultor Francisco da Silva de Souza, especialista em lojas de vizinhança, defende a renovação do sistema e critica o amadorismo demonstrado em algumas negociações, nas quais impera, apenas e tão somente, o valor cobrado pela mercadoria: “Esse tipo de mentalidade dificulta ações e parcerias com distribuidores e torna comum a imagem da prateleira vazia.” Segundo informou, deve-se levar em consideração, além do preço, a assistência oferecida pelo fornecedor ao ponto de venda e novos métodos de reposição, passando pela gestão das categorias, pela eficiência da exposição, por ofertas de degustação e por outras ações que incrementem a venda dos produtos na loja, exceto para commodities como óleo, açúcar e café. O especialista recomenda ao varejo independente a adoção de parcerias com distribuidores

38 www.revistaabastecimento.com.br

balanço.indd 38

Altamiro Borges, presidente da ABGroup, consultoria especializada na cadeia de abastecimento, entende que o momento econômico exige sobretudo a profissionalização do varejista de pequeno e médio porte. “Muitos não sabem onde comprar mais barato e acham difícil fazer as contas para obter a garantia da margem de lucro e dos preços. É uma situação complicada, e que se agrava quando se observa a volatilidade dos preços e também a que o corre dentro de um novo cenário, com as indústrias cobrando mudanças nos pontos de venda”, explica. O especialista espera que, nos próximos meses, os fabricantes tomem uma atitude firme, capaz de tornar as lojas mais atraentes e de colocar as contas em ordem. “O pequeno varejo terá de mostrar adequação em exposição de produtos, mix, layout e preços corretos. As mudanças favorecem o pequeno comércio, especialmente aquele que está organizado. Quem não estiver em ordem, verá muita gente querendo mandar no estabelecimento. Há varejistas que falam muito bem em precificação, mas não sabem realizá-la. Acredito que o período que se estenderá até 2020 será uma época de construção de melhores práticas no varejo, principalmente no de pequeno porte.” Para quem está atrasado, Borges sugere atitudes proativas, ou seja, que peça ajuda aos fornecedores, ouça o mercado e copie modelos de negócios lucrativos iguais ao seu. “É preciso que o dono da loja assuma o papel de gestor”.

jan/fev 2014

24.01.14 15:28:25

Template_AnĂşncio.indd 1

20/01/2014 14:42:14

reforma

Banho de loja Equipamentos adotados devem ser adequados ao negócio, aumentando o conforto e a segurança dos clientes Por Adriana Bruno

S

e você não gosta de entrar em uma loja bonita, bem organizada e iluminada, com equipamentos novos e bem cuidados, e nem se sente bem quando está em um lugar assim, é melhor não continuar a leitura! Isso porque o assunto que vamos abordar agora é exatamente a modernização das lojas, a importância desse impacto visual na concepção da ideia que o consumidor faz do ponto de venda e o que é necessário para o varejista alcançar resultados positivos com o investimento em layout e equipamentos tecnologicamente mais modernos e eficientes. Sim, o consumidor percebe e valoriza tudo isso. Mas não basta escolher móveis bonitos e colocá-los na loja. Mas primeiro deve-se reconhecer com clareza que o mais importante para a escolha de um equipamento é a adequação e a valorização do produto exposto. “No que se refere ao espaço disponível, é preciso garantir a livre circulação dos clientes e, dependendo do tamanho da loja, a circulação de carrinhos também deve estar garantida. Portanto, os equipamentos não devem impedir o fluxo. Em sua maioria, esses equipamentos são modulares, apresentando várias larguras, profundidades e alturas, o que lhes permite adequação perfeita aos diferentes espaços”, comenta Jovita V. Torrano, arquiteta e

40 www.revistaabastecimento.com.br

modernização de loja.indd 40

fotos: divulgação

r e f o r m a

Padaria do Sumerbol, de Indaiatuba/SP: itens em madeira proporcionam sensação de aconchego e valorizam a exposição

diretora do Espaço Novo Arquitetura. Com o projeto de uma reforma ou construção, é possível planejar os espaços para maximizar as vendas, distribuindo os produtos de maneira a aumentar o conforto e a segurança do cliente, e facilitar a visão da loja e o acesso ao projeto. “O objetivo que se tem em vista é o de desenvolver um ambiente mais favorável à venda por impulso, casando de maneira adequada os setores da loja de modo que se tenha uma logística de compra onde um produto puxa a venda de outro”, diz Luiz Eduardo Marinho, gestor do Departamento Comercial e de Marketing da Sibéria Projetos. Para ele, se montarmos uma loja personalizada, que se destaca em um mercado cada vez mais competitivo, aliando estratégias de merchandising bem implementadas com o conforto proporcionado pela loja, poderemos obter um retorno positivo em vendas, em fidelização de clientes e na conquista de novos públicos. “O cliente que atinge um alto grau de fidelização é aquele que concentra a maior experiência de compra positiva possível, e hoje ela está muito pouca ligada apenas a preços baixos. Conforto, facilidade para encontrar categorias de produtos, organização inteligente o bastante para facilitar a decisão entre um produto e outro, bom atendimento, cuidados com

jan/fev 2014

23.01.14 11:53:46

a higiene da loja, equipamentos adequados e boa iluminação tornaram-se características extremamente importantes para a loja poder proporcionar um acolhimento adequado ao novo consumidor brasileiro”, diz. A reforma de uma loja é sempre bem recebida pelo cliente, pois ela o faz sentir-se valorizado. “A troca de equipamentos velhos e até mesmo danificados significa um cuidado que o cliente vai perceber, mas essa substituição, que normalmente exige custos elevados, deve estar acompanhada por algum outro elemento, que evidencie mais impacto e modernidade. A troca da comunicação visual ou uma nova pintura, em cores mais modernas, complementa e valoriza uma reforma. Uma simples troca de lâmpadas ou o acréscimo de pontos de luz para destaque dos novos equipamentos são ações que agregam valor a uma reforma e nem sempre exigem custos elevados”, diz Jovita. Quando decidir reformar ou montar uma loja de vizinhança, o varejista precisa lembrar-se de adotar a estratégia que exercerá menos impactos adversos nos resultados da empresa. É importante saber quais são os produtos-chave que serão trabalhados naquele ponto, os hábitos de consumo do público-alvo, os níveis de qualidade exigidos e a periodicidade das compras rea-

No projeto de uma reforma ou construção, é possível planejar os espaços para maximizar as vendas, distribuindo os produtos de maneira a aumentar o conforto e a segurança do cliente, e facilitar a visão da loja

lizadas pelos seus consumidores, para só então prosseguir com a reforma do estabelecimento. É preciso lembrar que os mercados têm-se tornado cada vez mais uma conveniência indispensável para o consumidor, principalmente aqueles de micro e pequeno porte. Feita essa análise, é preciso ter a preocupação de demonstrar todo o mix de produtos, em sintonia com a análise de mercado, para só então tomar a decisão estratégica. “É importante ter em mente que o mínimo de equipamentos que um supermercado precisa instalar inclui os seguintes: gôndolas com prateleiras modulares para diversificar a exposição dos produtos; balcão de checkout com leitoras de código de barras; computadores com sistema de PDV e impressoras de cupom fiscal; e balcões refrigerados de autosserviço para congelados, frios, lacticínios, frutas e verduras. Se você optar por manter açougues, lembre-se dos balcões refrigerados e de todos os equipamentos para corte e armazenagem das carnes, e também dos balcões secos e quentes. Há igualmente a opção de manter expositores promocionais modulares para os corredores do supermercado, que podem ser destinados a diferentes tipos de produtos e sazonalidades”, orienta Jean Fábio de Oliveira, consultor do Sebrae-SP – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo. jan/fev 2014

modernização de loja.indd 41

www.revistaabastecimento.com.br

41

23.01.14 11:53:56

reforma r e f o r m a

Modernizar é fundamental Todo investimento requer um retorno e, de acordo com Luiz Eduardo Marinho, o aumento mínimo de faturamento, depois de concretizado o projeto de reforma da loja, incluindo a troca de gôndolas e balcões, chega a 30%. “Esta é uma verdade simples: só há três maneiras de melhorar a lucratividade de um supermercado: atrair novos consumidores para o supermercado; fazer com que os clientes já fidelizados passem a comprar mais (aumentando o tíquete médio); e diminuir o custo operacional do supermercado. Com um projeto e planejamento bem feitos, é possível atingir esses três objetivos”, destaca. A modernização dos equipamentos é fundamental para a valorização de uma loja, que tanto pode estar com equipamentos velhos e danificados como com equipamentos inadequados ao produto exposto. “Ambos os casos desvalorizam o produto causando má impressão e provocando um impacto direto nas vendas, que irão diminuir. O cliente tem uma percepção muito clara das condições de limpeza da loja, do cuidado na exposição e da facilidade para encontrar os produtos. Por isso, o equipamento certo e em bom estado contará muitos pontos para uma boa experiência de compra”, comenta. Um exemplo de modernização da loja é o Supermercado Sumerbol, de Indaiatuba, no interior paulista. Inaugurado em 2009 e com uma área de venda de dois mil metros quadrados, alguns setores de destaque na loja passaram por um processo de atualização, o que trouxe modernidade ao supermercado. “A troca dos equipamentos foi a principal responsável pelo impacto na mudança. Na padaria e na adega,

42 www.revistaabastecimento.com.br

modernização de loja.indd 42

optou-se por equipamentos em madeira, que proporcionam uma sensação de aconchego e valorizam os produtos expostos, além de criar uma identidade mais rica para o mercado”, conta Jovita, responsável pelo projeto. A arquiteta também diz que, normalmente, uma loja precisa ser reformada e/ou modernizada de cinco em cinco anos. “Nesse intervalo de tempo temos de analisar se necessitamos de uma grande reforma envolvendo um aumento da área de vendas com acréscimo de novas seções ou, simplesmente, se precisamos modernizar a imagem da loja: comunicação visual, pintura, ambientação e fotos são alguns dos itens que “envelhecem” mais depressa. Porém, gôndolas e balcões refrigerados, em boas condições de uso e submetidos a manutenções periódicas e preventivas, têm uma vida bem maior, devendo-se ressaltar que uma manutenção preventiva e feita com profissionais qualificados é o melhor caminho para se manter a durabilidade desses equipamentos”, avalia.

O bem necessário

Maranhão Supermercados, em São José do Rio Preto/SP: seção de FLV possibilita diferentes formas de exposição

Como já dissemos, planejar é a chave de tudo o que se relaciona a uma reforma ou abertura de loja. E, nesse processo, o varejista deve destinar recursos, uma espécie de poupança, para uma futura troca de equipamentos da loja. Aliás, equipamentos mais novos tendem a economizar energia, além de apresentarem design mais moderno e de serem tecnologicamente mais aperfeiçoados e mais confiáveis do que aqueles que já estão ativos na loja há anos e anos. Porém, antes de efetuar a compra, é preciso levar em consideração uma série de fatores e, principalmente,

jan/fev 2014

24.01.14 11:27:24

pensar em como tal equipamento será usado e atenderá às necessidades de cada setor da loja. Por exemplo, para o setor de perecíveis, é preciso pensar em todo o sistema de trabalho na loja, procurando atender à demanda de estocagem e à exposição dos produtos. Por sua vez, no açougue, deve-se sempre contar com equipamentos como Serra-Fita, Picador e Amaciador, freezer ou câmara frigorífica para estoque e movimentação diária, todos adequados à norma NR12. Além disso, é preciso dispor de um local adequado e bem preparado para o funcionamento da área de desossamento e manipulação, a qual está hoje sujeita a diversas obrigações às quais ela precisa obedecer para obter autorização de funcionamento da vigilância sanitária, e nada disso fará diferença alguma se não tivermos uma boa exposição do produto, geralmente em três balcões, sendo um para carne de boi, um para porco e outro para salsicharia, todos em temperatura que varia de 0ºC a 5ºC. “Para o setor de padaria e fiambreria, é fundamental estar atento às condições da exposição, devendo-se utilizar equipamentos que realmente mostrem o produto e conservem sua qualidade. Expositores refrigerados para tortas e confeitaria ajudam a elevar o lucro líquido para o setor, assim como expositores secos para pães de sal e massa doce também são indispensáveis. Assim como são indispensáveis os equipamentos para produção, como massadeira, cilindro, forno e pelo menos um fatiador de frios automático ou semiautomático, todos em acordo com as normas NR-12”, indica Luiz Eduardo Marinho.

Não pode faltar Para a abertura de uma loja de vizinhança, é preciso ter uma clara visão das seções que a loja terá, pois há equipamentos básicos que atendem com perfeição à exposição de todos os tipos de produtos. Por exemplo: •G  ôndolas, para produtos de mercearia, perfumaria e limpeza, são as melhores opções, pois têm uma grande flexibilidade na regulagem das prateleiras, permitindo acomodar os diferentes produtos com o máximo de aproveitamento de espaço. Fabricadas em várias cores, elas podem personalizar a loja, harmonizando-se com o restante da ambientação. •E  quipamentos refrigerados são ideais para laticínios, hortifrútis, carnes e itens de rotisseria e de confeitaria. São modulares, e o mercado oferece grande variedade de tamanhos e alturas, existindo modelos tanto para o autosserviço como para o serviço. Esses equipamentos requerem casas de máquinas, mas há modelos nos quais os motores estão acoplados no próprio equipamento. •E  quipamentos congelados, para a exposição de produtos congelados, podem ser verticais, com portas ou em forma de ilhas. As ilhas são mais “vendedoras”, mas alguns produtos necessitam de portas, por exemplo, os sorvetes. •V  ascas, para abrigar os hortifrútis, podem ser de madeira ou de metal. Elas permitem a exposição de grandes volumes, e até o uso de cestos para as frutas delicadas. •S  e a loja tiver padaria, o ideal é recorrer a equipamentos de madeira e sob medida, que valorizam melhor o produto. •S  empre aconselho dar um charme extra à loja, introduzindo mesas nas circulações, e móveis mais rústicos em pontas de gôndolas, ou até mesmo a adaptação de alguns elementos decorativos, como tonéis antigos, que serão usados como expositores. Esses elementos personalizam a loja e proporcionam uma sensação de aconchego ao ambiente.

Espaço de frios e de laticínios do Maranhão Supermercados: ilha permite atendimento de vários clientes ao mesmo tempo jan/fev 2014

modernização de loja.indd 43

www.revistaabastecimento.com.br

43

24.01.14 11:27:43

reforma

divulgação

r e f o r m a

A troca de equipamentos velhos e danificados significa um cuidado que o cliente vai perceber (...) São ações que agregam valor ao estabelecimento Jovita Torrano, diretora do Espaço Novo Arquitetura

Adega do Sumerbol: proposta valoriza a seção

44 www.revistaabastecimento.com.br

modernização de loja.indd 44

Outro exemplo de empresa que investiu em bons equipamentos para inaugurar uma nova loja é o Maranhão Supermercados. O Grupo Maranhão inaugurou uma loja em 2010, em São José do Rio Preto/SP, com mais de 1.100 metros quadrados de área de vendas, destinando-a a atender um público diferenciado. “A loja prioriza o conforto do cliente com seus corredores largos e áreas aconchegantes, que incluem um café instalado no meio da loja. Os equipamentos foram concebidos junto com o layout, o qual foi cuidadosamente concebido para expor os produtos da melhor maneira e facilitar a reposição de grandes quantidades. Logo na entrada, a seção de hortifrútis apresenta grandes vascas, que possibilitam diferentes formas de exposição. A ilha de frios central permite o atendimento de vários clientes ao mesmo tempo, não fechando a visibilidade da loja”, conta a arquiteta responsável pelo projeto, Jovita. Em tempos de forte concorrência, modernizar a loja é mantê-la competitiva. “ Pensando em mercado, essa é uma maneira de conquistar e de manter clientes ativos, e pensando em negócio, é uma maneira de manter a empresa valorizada”, finaliza Oliveira.

jan/fev 2014

23.01.14 11:54:35

G

uia de fornecedores

Adesivos Alça/fita Aplicadores de etiquetas Armários Assadeiras Balanças Bancadas Bandejas Caixas de madeira Caixas de papelão Carros/carrinhos Centrífugas Chapas Checadores de peso codificadores Coifas Congeladores Controles de pragas Datadores Desencaixotadoras Digitalizadores Embaladoras Embalagens a vácuo Embalagens cartonadas

47 47 47 47 48 48 48 48 48 49 49 49 50 50 50 51 51 51 51 51 51 51 52 52

Embalagens de papelão Embalagens metálicas Embalagens para freezer Embalagens para micro-ondas Embalagens para pratos prontos Estantes Fôrmas Fornos Frascos Galões Garrafas Lacres Mesas numeradores Paletizadores Plásticos bolhas Plastificadoras Recicladoras Sacolas de papel Sacolas plásticas Seladoras Sopradores de ar Tags jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 45

www.revistaabastecimento.com.br

52 53 53 54 54 55 55 55 56 56 56 57 57 58 58 59 59 59 59 60 60 60 60

45

24.01.14 11:42:48

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

Tudo o que você precisa Saiba quais são as empresas de equipamentos e de serviços em sua região, pois elas podem ajudá-lo a modernizar a sua loja e a melhorar a sua operação Da Redação

N

este ano, a revista ABASTECIMENTO abre o calendário editorial com uma grande novidade para os pequenos e médios varejos de vizinhança de um a nove caixas espalhados por todo o Brasil. Trata-se do Guia de Fornecedores de Equipamentos e de Serviços, que traz telefone e endereço das principais empresas que atuam na área e que prestam atendimento a essas lojas. “O objetivo do Guia é nortear, e ser uma referência, para a escolha das empresas que prestam serviços ou fornecem equipamentos para as lojas pequenas e médias, que, muitas vezes, têm carência desse tipo de informação ou de prestação de serviço direcionada”, diz Fernando Mendes, responsável pelo Data Trade, banco de dados que reúne as informações da EBC Editora, que edita a revista ABASTECIMENTO. O propósito que nos levou a editar o Guia de Forne-

46 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 46

cedores de Equipamentos e de Serviços, que será anual e publicado sempre em janeiro/fevereiro, é o de servir de veículo para consulta permanente aos pequenos e médios empresários na hora de escolher os equipamentos e os balcões de refrigeração, da padaria e do açougue, as gôndolas da seção de frutas, legumes e verduras, os equipamentos de caixas e os sistemas tecnológicos da frente de loja e da retaguarda. “Com o tempo, queremos trazer mais empresas e reunir uma grande quantidade de informações úteis, que transformem esse Guia em uma verdadeira bíblia, capaz de orientar efetivamente os pequenos e médios lojistas, ajudando-os a se modernizarem, reformarem suas lojas e continuarem competitivos e atuantes em suas regiões”, afirma Mendes. Confira, a seguir, os destaques que podem ajudá-lo na organização e na operação do dia a dia da sua loja e na atração de mais consumidores ao seu PDV.

jan/fev 2014

24.01.14 11:43:00

Adesivos Aaron Rótulos & Etiquetas - Rua Edmilson Pinheiro, 10 Distrito Industrial II - CEP 61760-000 - Eusébio/CE % (85) 32602666 - aaron@aaron.ind.br - www.aaron.ind.br

Aplicadores de etiquetas Amplexo do Brasil - Rua Landmann, 465 - Costa e Silva CEP 89217-420 - Joinville/SC % (47) 3027-1161 - sec.com@ amplexodobrasil.com.br - www.amplexodobrasil.com.br

 degraf - Rua Vicente de Carvalho, 168 - Cambuci - CEP 01521A 020 - São Paulo/SP % (11) 2067-9999 - vendas@adegraf.com. br - www.adegraf.com.br

 plipack - Rua Eduardo Medon, 909 - Santa Sofia - CEP 13477A 230 - Americana/SP % (19) 3469-3141 - vendas@aplipack.com.br - www.aplipack.com.br

Baumgarten Gráfica - Rua Henrique Weise, 299 - Salto Weissbach - CEP 89032-510 - Blumenau/SC % (47) 3321-6666 central@baumgarten.com.br - www.baumgarten.com.br

 rame Automação - Rod. SC 401, KM 1 - Celta - SL 3.12 - CEP B 88047-400 - Florianópolis/SC % (48) 3239-2290 - brame@brame. com.br - www.brame.com.br

E diprint - Rua Bernardo Dornbusch, 1.683 - Vila Lalau - CEP 89256-100 - Jaraguá do Sul/SC % (47) 3275-2857 - comercial@ ediprint.com.br - www.ediprint.com.br

 Z Brasil - Rua Luiz Alegritti, 206 - Licorsul FN CEP 95700-000 - Bento Gonçalves/RS % (54) 3052-0404 fnzbrasil@fnzbrasil.com.br - www.fnzbrasil.com.br

Flexoprint - Rodovia BR 376, KM 189 - CEP 86990-000 Marialva/PR % (44) 3232-8100 - contato@flexoprint.com.br www.flexoprint.com.br

L ogipack - Rua Miguel Patrício de Souza, 400 - Ceará CEP 88815-188 - Criciúma/SC % (48) 3046-9300 contato@logipack.com.br - www.logipack.com.br

 ráfica Ipê - Rodovia Celso Garcia Cid, 2.222 - CEP 86188-000 G Cambé/PR % (43) 3174-4000 - www.graficaipe.com.br

Mitri Equipamentos - Rua Demétrio de Marco, 0-260 - Dist. Ind. III - CEP 17280-000 - Pedeneiras/SP % (14) 3283-3200 - mitri@ mitri.com.br - www.mitri.com.br

Printek Etiquetas e Rótulos - Rua José Machado Filho, 22 Civit II - Serra/ES % (27) 3245-4566 - printek@printek.com.br - www.printek.com.br S oft Color - Estrada do Capão Bonito, 1.071 - Vila Maria de Lourdes - CEP 07263-010 - Guarulhos/SP % (11) 2489-8800 softcolor@softcolor.com.br - www.softcolor.com.br T iliform - Av. Joaquim Marques Figueiredo, 1-121 - Distrito Industrial - CEP 17034-290 - Bauru/SP % (14) 2109-3993 embalagem@tiliform.com.br - www.tiliform.com.br Alça/fita 3M do Brasil - Rod. Anhanguera, KM 110 - Nova Veneza - CEP 13001-970 - Sumaré/SP % (19) 3838-7000 - faleconosco@ mmm.com - www.3m.com.br  nay Fitas - BR 116, KM 147, 16.537 - CEP 95059-520 - Caxias A do Sul/RS % (54) 3026-4055 - anay@abay-fitas.com.br - www. abay-fitas.com.br E delstein RTI - Rua Cápua, 47 e 49 - Salas 3 e 4 - Vila Metalúrgica - CEP 09220-760 - Santo André/SP % (11) 4997-0360 contato@edelstein-rti.com.br - www.edelstein-rti.com.br V emar - Av. Dr. Armando Pannunzio, 680 - Cerrado - CEP 18050-000 - Sorocaba/SP % (15) 4009-8198 - vemarbrasil@ vemarbrasil.com.br - www.vemarbrasil.com.br

Sommax - Av. Manoel da Costa Lima, 605 - Jd. Ipiranga - CEP 79080-800 - Campo Grande/MS % (67) 3342-6007 administracao@sommaxetiquetas.com.br www.sommaxetiquetas.com.br  STM - Rua Três Martelos, 161 - Vila Carrão - CEP 03406-110 São Paulo/SP % (11) 2091-6344 - contato@stm.ind.br www.stm.ind.br Systematic - Rua Dr. Alfredo de Francesco, 114 - Jardim Sarapiranga - CEP 13212-876 - Jundiaí/SP % (14) 4525-9229 comercial.brasil@systematic.com.br - www.systematic.com.br Armários América Inox - Rua Josias Silveira Camargo, 381 - Vila Santa Catarina - CEP 13466-326 - Americana/SP % (19) 3406-1080 www.americanainoxonline.com.br  imapi - Av. Paulicéia, 1.350 - CEP 07743-130 - Caieiras/SP % (11) C 4441-6766 - cimapi@cimapi.com.br - www.cimapi.com.br Mafran - Av. 21 de Março, 200 - Distrito Industrial CEP 18560-000 - Iperó/SP % (15) 3269-8100 - mafran@mafran. com.br - www.mafran.com.br  onte Castelo - Rua Alcebíades Tonin, 176 - Dist. Ind.- CEP 99700M 000 - Erechim/RS % (54) 3321-4950 - www.montecastelo.com.br

jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 47

www.revistaabastecimento.com.br

47

24.01.14 11:43:10

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

S uperfecta - Avenida Dr. José Luiz Cembranelli, 1.865 Jd. Sônia Maria - CEP 12080-700 - Taubaté/SP % (12) 3621-7721 superfecta@superfecta.com.br - www.superfecta.com.br

Zero Grau - Rua Jean Emile Favre, 746/748 - IPSEP CEP 51190-450 - Recife/PE % (81) 3471-2775 www.zerograuequipamentos.com.br

Tecnopão - Rua Vitória, 353 - Jardim São Jorge - CEP 13460-000 - Nova Odessa/SP % (19) 3476-5641 - contato@tecnopao.com.br www.tecnopao.com.br

Bancadas Aliment - Rua Hortências, 46 - CEP 13486-183 - Limeira/SP % (19) 3713-6300 - www.aliment.com.br

Assadeiras Assapan - Rua Padre Costa, 3A - Vila Matilde - CEP 03541-070 - São Paulo/SP % (11) 2798-1260 - assapan@assapan.com.br - www. assapan.com.br

 limaquip - Rod. BR 459, KM 101 - CEP 37550-000 - Pouso K Alegre/MG % (35) 3422-0032 - www.klimaquip.com.br

 - Rua Alba, 1.066/1.076 - Vila Santa Catarina - CEP 04346-000 ECO São Paulo/SP % (11) 5563-2452 - www.eco.com.br  ercopan - Rua Lopes Coutinho, 467 - Belenzinho - CEP 03054M 010 - São Paulo/SP % (11) 2618-1006 - vendas@mercopan.com.br - www.mercopan.com.br Balanças Alfa Instrumentos - Rua Coronel Mário de Azevedo, 138 CEP 02710-020 - São Paulo/SP % (11) 3952-2299 - vendas@ alfainstrumentos.com.br - www.alfainstrumentos.com.br  alanças Formosa - Avenida Dr. Eduardo Cotching, 1.137 - CEP B 03356-000 - São Paulo/SP % (11) 2674-6511 - balancasformosa@ balancasformosa.com.br - www.balancasformosa.com.br Codiflex Máquinas e Equipamentos - Estrada Fazenda Sul Brasil, KM 2 - Caetetuba - CEP 12940-972 - Atibaia/SP % (11) 4412-9913 vendas@codiflexmaquinas.com.br - www.codiflexmaquinas.com.br DWA - Rod. BR 470, KM 91, 2.118 - Ascurra - CEP 89138-000 Santa Catarina/SC % (47) 3383-3000 - vendas@dwa.ind.br www.dwa.ind.br Filizola - Rua João Ventura Batista, 450 - Vila Guilherme - CEP 02054-100 - São Paulo/SP % (11) 4007-1178 - filizola@filizola.com. br - www.filizola.com.br Ishida Brasil - Av. Juruá, 606, Cj. B - CEP 06455-010 - Alphaville/SP % (11) 2117-6869 - contato@ishidabrasil.com.br - www.ishidabrasil. com.br S CM - Rua Medina, 160 - Jardim Maria Dirce - CEP 07242-020 Guarulhos/SP % (11) 2486-3387 - contato@scmmaquinas.com.br - www.scmmaquinas.com.br  rano - Rua Irmão Pedro, 709 - Vila Rosa - CEP 92020-550 U Canoas/RS % (51) 3462-8700 - admin@urano.com.br www.urano.com.br

48 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 48

Bandejas Alfapack - Av. Amando Bei, 115 - Bonsucesso - CEP 07175-000 - Guarulhos/SP % (11) 2437-7630 - alfapack@alfapack.com.br www.alfapack.com.br  oaventura Representações - Rua João de Deus, 84 - Água B Branca - CEP 32371-420 - Contagem/MG % (31) 3471-5227 boarep@boarep.com.br - www.boarep.com.br ClickPast - Rua Guaianazes, 462 - CEP 01204-000 São Paulo/SP % (11) 3331-8697 - contato@clickplast.com.br www.clickplast.com.br Ecopack - Av. Torquato Tapajós, KM 14, S/N - Turumã CEP 69048-660 - Manaus/AM % (92) 2123-8900 ecopack@ecopack.com.br - www.ecopack.com.br J in Embalagens - Rua Rui Idelfonso Martins Lisboa, 690 Chácara Campos dos Amarais - CEP 13082-020 - Campinas/SP % (19) 3246-1240 - jin@jin.com.br - www.jin.com.br L ogitek - Rua Princesa Cristina, 100 - Jardim Império CEP 26225-730 - Nova Iguaçu/RJ % (21) 2697-1636 vendas@logitek.com.br - www.logitek.com.br  il Plast - Av. Moinho Fabrini, 1.161 - CEP 09862-000 M São Bernardo do Campo/SP % (11) 4343-4434 - falecom@ milplastsbc.com.br - www.milplastsbc.com.br  lastlab - Rua Sanatório, 733 - Madureira - CEP 21370-041 - Rio P de Janeiro/RJ % (21) 3095-4496 - diretoria@plastlab.com.br www.plastlab.com.br  yda - Alameda Wyda, 109 - Jardim Éden - CEP 18086-390 W Sorocaba/SP % (15) 2101-7500 - wyda@wyda.com.br - www. wyda.com.br Caixas de madeira Arpecma - Rua São José do Paraíso, 230 - Parque das Nações CEP 07243-550 - Guarulhos/SP % (11) 2480-2724 cotacao@arpecma.com.br - www.arpecma.com.br

jan/fev 2014

24.01.14 11:43:22

 efab Embalagens - Estrada São Judas, 35 - Jd. das Oliveiras N CEP 06817-170 - Embu/SP % (11) 4785-5050 embalagens@nefab.com.br - www.nefab.com.br Caixas de papelão Anhembi Embalagens - Av. Benedito Isaac Pires, 3.605 - Jardim Maranhão - CEP 06716-030 - Cotia/SP % (11) 4243-2020 vendas@anhembiembalagens.com.br www.anhembiembalagens.com.br  artonagem São Luiz - Av. Wilson Sábio de Mello, 2.710 - Distrito C Industrial - CEP 14406-052 - Franca/SP % (16) 3720-0005 atendimento@cartonagemsaoluiz.com.br www.cartonagemsaoluiz.com.br Embrart Embalagens - Rua Senador Accioly Filho, 725 - Cidade Industrial - CEP 81310-000 - Curitiba/PR % (41) 3347-3060 vendas@embrart.com.br - www.embrart.com.br Flora Indústria De Embalagens - Rua Dr. Afonso Vergueiro, 770 - Vila Maria - CEP 02116-001 - São Paulo/SP % (11) 2954-2822 www.floraembalagens.com.br  erica Embalagens - BR 116, KM 50, 2.800 - N. Sra. de Lourdes M CEP - Caxias do Sul/RS % (54) 3222-0222 - merica@merica.com. br - www.merica.com.br Paraibuna Embalagens - Av. Antônio Simão Firjan, 1.205 - Distrito Industrial - CEP 36092-000 - Juiz de Fora/MG % (32) 2102-4000 www.paraibuna.com.br  oloni - Estrada dos Bandeirantes, 3.560 - Jacarepaguá - CEP 22775P 112 - Rio de Janeiro/RJ % (21) 2427-0240 - www.poloni.com.br S eta Embalagens - Rod. SC 301, 2.255 - Dona Francisca - CEP 89290-000 - São Bento do Sul/SC % (47) 3203-1900 - seta@ setaembalagens.com.br - www.setaembalagens.com.br V TN Embalagens - Rod. PR 218, KM 8 - CEP 86720-970 Arapongas/PR - % (44) 3251-1333 - www.vtnembalagens.com.br Carros/carrinhos América Inox - Rua Josias Silveira Camargo, 381 - Vila Santa Catarina - CEP 13466-326 - Americana/SP % (19) 3406-1080 www.americainoxonline.com.br

 ozix - Avenida Dimas Machado, 118 - Tubalina - CEP 38413C 291 - Uberlândia/MG % (34) 3231-9700 - cozix@cozix.com.br - www.cozix.com.br Estrutezza - Rodovia Anhanguera, KM 224,5 - Porto Ferreira - CEP 13660-000 - Porto Ferreira/SP - (19) 3589-3400 estrutezza@estrutezza.com.br - www.estrutezza.com.br Fritomaq - Rua Joaquim Afonso de Souza, 701 - Casa Verde Alta - CEP 02543-000 - São Paulo/SP % (11) 2239-6310 fritomaq@fritomaq.com.br - www.fritomaq.com.br Inoxul - Rua José Capistrano, 1a Travessa, 77 - Pinhão Roxo CEP 37480-000 - Lambari/MG % (35) 3271-1223 inoxul@inoxul.com.br - www.inoxul.com.br J JU Equipamentos - Rua Eduardo Luís Trindade, 75 - Vila Espanhola - CEP 02566-010 - São Paulo/SP % (11) 2256-4023 www.jjuequipamentos.com.br  ercopan - Rua Lopes Coutinho, 467 - Belenzinho M CEP 03054-010 - São Paulo/SP % (11) 2618-1006 vendas@mercopan.com.br - www.mercopan.com.br P Pienk - Rua Bernardo Mascarenhas, 778 - Fábrica CEP 36080-000 - Juiz de Fora/MG % (32) 2102-4241 vendas@ppienk.com.br - www.ppienk.com.br Centrífugas AJM - Rua Santos, 2.649 - Vila Carvalho - CEP 14075060 - Ribeirão Preto/SP % (16) 3969-6776 - falecom@ ajmequipamentos.com.br - www.ajmequipamentos.com.br Incalfer - Rua Cecília, 147 - Vila Esperança - CEP 03651-040 São Paulo/SP % (11) 3296-7700 - incalfer@incalfer.com.br www.incalfer.com.br  iróg - Avenida Sanatório, 1.957 - Pq. Edu Chaves P CEP 02238-000 - São Paulo/SP % (11) 2242-6315 pirog@pirog.com.br - www.pirog.com.br Separatori - Alameda dos Goivos, 106 - Pq. Vista Alegre CEP 17020-630 - Bauru/SP % (14) 3231-1247 adm@separatori.com.br - www.separatori.com.br

Cozil - Rua Botucatu, 200-A - CEP 08576-660 - Itaquaquecetuba/SP % (11) 2832-8080 - vendas@cozil.com.br - www.cozil.com.br

Sidmaq - Avenida 12 de Junho, 121 - Jardim Triunfo CEP 07170-330 - São Paulo/SP % (11) 2436-6196 sidmaq@sidmaq.com.br - www.sidmaq.com.br

 ozilândia - Avenida Aricanduva, 6.333 - Jd. Santa Terezinha - CEP C 03527-000 - São Paulo/SP % (11) 2727-2626 - vendas@cozilandia. com.br - www.cozilandia.com.br

V almaq - Avenida Vereador Pimenta Marques, 141 - Distrito Industrial - CEP 14300-000 - Batatais/SP % (16) 3662-8614 valmaq@valmaq.ind.br - www.valmaq.ind.br

jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 49

www.revistaabastecimento.com.br

49

24.01.14 11:43:32

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

 S Usinagem - Rua L8 com Av. V8, QD 20, LT 20 - Setor Papilon W Park - Aparecida de Goiânia/GO % (62) 3277-4110 - wssandro@ brturbo.com.br - www.wsusinagem.com.br Chapas Berta - Rua Pedra Sabão, 190 - CEP 02066-120 - São Paulo/SP % (11) 2901-1514 - berta@berta.com.br - www.berta.com.br  rusfort - Rua Duzentos, 1.175 - Rio Branco - Jardim das B Bromélias - CEP 88350-752 - Brusque/SC % (47) 3350-3973 brusfort@brusfort.com.br - www.brusfort.com.br Cartonagem Imediata - Av. Josefino Gonçalves da Silva, 191 Goiânia - CEP 31950-020 - Belo Horizonte/MG % (31) 34663523 - imediata@imediata.net - www.imediata.net Duplicopy - Rua Guaicurus, 504 - Lapa - CEP 05033-001 São Paulo/SP % (11)2133-2155 - venda@duplicopy.com.br www.duplicopy.com.br E mbanor - Estrada Jurumurim, 506 - Canjica - Salto/SP - % (11) 4028-8822 - embanor@embanor.com.br www.embanor.com.br

S unnyvale - Rua Quatá, 547 - Vila Olímpia - CEP 04546043 - São Paulo/SP % (11) 3048-0100 - vendas@sunnyvale. com.br - www.sunnyvale.com.br Tecnomaq - Rua Apucarana, 91 - Pinheirinho CEP 81900-430 - Curitiba/PR % (41) 3098-8582 contato@maquinastecnomaq.com.br www.maquinastecnomaq.com.br Valpack - Rua Wadia Jafet Assad, 171 - Cj. 3 - Assunção CEP 09850-090 - São Bernardo do Campo/SP % (11) 4512-1749 - assistencia@valpackms.com.br www.valpacks.ind.br Codificadores Aleusa - Rua José de Alencar, 54 - Vila Sofia - CEP 04671030 - São Paulo/SP % (11) 5685-2325 - aleusa@aleusa.com. br - www.aleusa.com.br  nser Brasil - Rua Arabutan, 161 - CEP 90240-470 - Porto A Alegre/SC % (51) 3377-7613 - vendas@anserbrasil.com.br www.anserbrasil.com.br

F lexocom - Rod. Flávio de Carvalho, 67 - Vila Santana - CEP 13273-000 - Valinhos/SP % (19) 3881-4222 www.flexocom.com.br

Gold & Silver - Rua Arapoti, 276 - Emiliano Perneta - CEP 83324-330 - Pinhais/PR % (41) 3033-3330 - goldsilver@ goldsilverautomacao.com.br - www.goldsilverautomacao. com.br

Paema Embalagens - Estrada para Pinto Bandeira, S/N - Barracão - CEP 95700-000 - Bento Gonçalves/RS % (54) 2102-9500 paema@paema.com.br - www.paema.com.br

Inkjett - Rua Cap. Argemiro Monteiro Wanderley, 160 - CEP 81130-160 - Curitiba/PR % (41) 3022-5533 - hsa@inkjett. com.br - www.inkjett.com.br

Penha - Rua Com. Funabashi Tokuji, 170 - Jd. Ivete - CEP 13972160 - Itapira/SP - (19) 3863-9100 - info@penha.com.br www.penha.com.br

Promapack - Rua dos Crisântemos, 91 - Vila Tijuco - CEP 07091-260 - Guarulhos/SP % (11) 2472-1100 - atendimento@ promapack.com.br - www.promapack.com.br

S alute - Rua Guarapari, 171 - Vila Varella - CEP 08558-410 Poá/SP % (11) 4634-5922 - salute@salute-embalagens.com.br www.salute-embalagens.com.br

 rotemon - Rua São Sebastião, 506 - 10o andar P CEP 14015-040 - Ribeirão Preto/SP % (16) 3610-4155 Protemon@protemon.com.br - www.protemon.com.br

Checadores de peso Brapenta - Rua Barão do Rio Branco, 753 - CEP 04753-001 São Paulo/SP % (11) 5641-3410 - comercial@brapenta.com.br www.brapenta.com.br

S alazar Componentes - Rua Constança, 149 - Vila Metalúrgica - CEP 09220-250 - Santo André/SP % (11) 4976-2682 - salazar@salazarcomponentes.com.br www.salazarcomponentes.com.br

Embrapac - Avenida Jaguaré, 344 - CEP 05346-000 São Paulo/SP % (11) 3714-5733 - comercial@embrapac.com.br www.embrapac.com.br

T ecFag - Av. Affonso José Aiello, 6-10 - Vila Aviação CEP 17018-520 - Bauru/SP % (14) 3223-2120 vendas@tecfag.com.br - www.tecfag.com.br

L enke - Rua Professor João Marinho, 193 - CEP 04007-010 São Paulo/SP % (11) 3884-4266 - vendas@lenke.com.br www.lenke.com.br

TECHMASTER - Rua Arabutan, 161 - CEP 90240-470 - Porto Alegre/RS % (51) 3377-7613 - vendas@techmastersul.com. br - www.techmastersul.com.br

50 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 50

jan/fev 2014

24.01.14 11:43:43

Coifas Vent Norte - Avenida Gustavo Adolfo, 792 - CEP 02209-000 - São Paulo/SP % (11) 2987-3645 - ventinorte@terra.com.br www.ventinorte.com.br Congeladores Cruzado Máquinas - Rua de Santana, 211 - Centro - CEP 20230-260 - Rio de Janeiro/RJ % (21) 2252-8610 - cruzado@ cruzadomaquinas.com.br - www.cruzadomaquinas.com.br Unimap - Avenida Comendador Camilo Júnior, 2.655 - Jardim Ibiti do Paço - CEP 18086-000 - Sorocaba/SP % (15) 3228-3335 - contato@unimap.com.br - www.unimap.com.br Controles de pragas Asseio - Rua Haroldo Pacheco e Silva, 197 - Lapa - CEP 05055030 - São Paulo/SP % (11) 3868-0020 - comercial@asseio.com. br - www.asseio.com.br  io Praticci - Av. Pres. Arthur da Silva Bernardes, 1.979 - Portão B - CEP 80320-300 - Curitiba/PR % (41) 3275-0606 - biopraticci@ biopraticci.com.br - www.biopraticci.com.br  iomax - Rua Aristides Giusti, 145 - Unileste - CEP 13422-192 B Piracicaba/SP % (19) 3124-3600 - biomax@biomax-mep.com. br - www.biomax-mep.com.br Datadores Aleusa - Rua José de Alencar, 54 - Vila Sofia - CEP 04671-030 São Paulo/SP % (11) 5685-2325 - aleusa@aleusa.com.br - www. aleusa.com.br

Rool - Rua México, 1.234 - Parque Industrial I CEP 17606-010 - Tupã/SP % (14) 3496-5757 vendas@rool.com.br - www.rool.com.br Salazar - Rua Diepe, 149 - Vila Metalúrgica - CEP 09220-250 - Santo André/SP % (11) 4976-2682 contato@salazarcomponentes.com.br - www. salazarcomponentes.com.br Sunnyvale - Rua Quatá, 547 - Vila Olímpia - CEP 04546-043 - São Paulo/SP % (11) 3048-0100 - vendas@sunnyvale.com.br www.sunnyvale.com.br Desencaixotadoras Arbras - Rua Gérson Andreis, 575 - Distrito Industrial - CEP 95112-130 - Caxias do Sul/RS % (54) 3289-8800 - arbras@ arbras.com.br - www.arbras.com.br Zegla - Travessa José Serafim Fedatto, 277 - Cx. Postal 754 Borgo - CEP 95700-000 - Bento Gonçalves/RS % (54) 3455-3868 - zegla@zegla.com.br - www.zegla.com.br Digitalizadores Roland - Rua San José, 780 - Parque Industrial San José CEP 06715-862 - Cotia/SP % (11) 3500-2600 - sac@rolanddg. com.br - www.rolanddg.com.br Embaladoras Alfatech - Rua João Eloy Cardoso, 123 - Boqueirão CEP 81750-000 - Curitiba/PR % (41) 3045-8081 - vendas@ alfatechctba.com.br - www.alfatechctba.com.br

 ronzesul - Rua Ricardo F. Nunes, 476 - Bela Vista - CEP 94810B 580 - Alvorada/RS % (51) 3483-1134 - vendas@bronzesul.com. br - www.bronzesul.com.br

 rasia Comercial e Importação - Rua Coronel Antônio B Marcelo, 202 - Brás - CEP 03054-040 % São Paulo/SP - (11) 22929985 - info@brasialtda.com.br - www.brasialtda.com.br

 odiflex Máquinas e Equipamentos - Estrada Fazenda Sul C Brasil, KM 2 - Caetetuba - CEP 12940-972 - Atibaia/SP % (11) 4412-9913 - vendas@codiflexmaquinas.com.br - www. codiflexmaquinas.com.br

 andytec - Av. Paulo Roberto Cunha Santos, 1.829 - Industrial C CEP 38402-266 - Uberlândia/MG % (34) 3222-3001 - contato@ candytec.com.br - www.candytec.com.br

 odmarc - Rua Débora Paschoal, 363 - Jardim Lourdes - CEP C 04328-030 - São Paulo/SP % (11) 5021-4893 - codmarc@ codmarc.com.br - www.codmarc.com.br

Carlos A. Wanderley - Av. Brig. Faria Lima, 1.685 - 2o andar, Cj. 2-A - CEP 01452-001 - São Paulo/SP % (11) 38122577 - carloswanderley@carloswanderley.com.br - www. carloswanderley.com.br

E.D.S. Pack - Rua Nhonho de Lima, 71 - Suzano - CEP 08635165 - São Paulo/SP % (11) 4746-9664 - edspack@edspack.com. br - www.edspack.com.br

Epet do Brasil - Rua Pixurim, 40 - Vila Marieta - CEP 03617-210 - São Paulo/SP % (11) 2076-0021 - ricardo.chorovicz@epet.ind. br - www.epet.ind.br

 arkem Imaje - Alameda Caiapós, 900 - Tamboré - CEP 06460M 110 - Barueri/SP % (11) 3305-9455 - cpereira@markem-imaje. com - www.markem-imaje.com.br

Indumak - Rua José Theodoro Ribeiro, 165 - Cx. Postal 84 - CEP 89258-000 - Jaraguá do Sul/SC % (47) 2106-0555 - indumak@ indumak.com.br - www.indumak.com.br

jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 51

www.revistaabastecimento.com.br

51

24.01.14 11:43:54

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

 awamac - Rua Santa Clara, 215 - Vila Paraíso - CEP 07241-260 K - Guarulhos/SP % (11) 2446-0724 - kawamac@kawamac.com. br - www.kawamac.com.br Raumak Máquinas - Rua Araquari, 136 - Ilha da Figueira - CEP 89258-170 - Jaraguá do Sul/SC % (47) 3370-4540 - raumak@ raumak.com.br - www.raumak.com.br Ulma Packging - Rua José Getúlio, 579, Cj. 22 - Aclimação - CEP 01509-001 - São Paulo/SP % (11) 4063-1143 - info@ ulmapackaging.com.br - www.ulmapackaging.com.br V alpack - Rua Wadia Jafet Assad, 171, Cj. 3 - Assunção - CEP 09850-090 - São Bernardo do Campo/SP % (11) 4512-1749 assistencia@valpackms.com.br - www.valpack.ind.br Embalagens a vácuo Alviplast Embalagens Plásticas - Rua Maria Cândida, 619 Vila Guilherme - CEP 02071-011 - São Paulo/SP % (11) 23660024 - embalagens@alviplast.com.br - www.alviplast.com.br

Ulma Packaging - Rua José Getúlio, 579, Cj. 22 - Aclimação - CEP 01509-001 - São Paulo/SP % (11) 4063-1143 - info@ ulmapackaging.com.br - www.ulmapackaging.com.br Embalagens cartonadas Acrescente - Rodovia Hermenegildo Tonoli, 700 - Itupeva - CEP 13295-000 - São Paulo/SP % (11) 2948-8237 - grupoacrescente@ grupoacrescente.com.br - www.grupoacrescente.com.br Adonis - Rua do Acetato, 189 - Distrito Industrial - Abdo Najar - CEP 13474-763 - Americana/SP % (19) 3471-5600 - sac@ graficaadonis.com.br - www.adonis.com.br Antilhas - Al. Antilhas, 140 - Tamboré - CEP 06544-080 Santana de Parnaíba/SP % (11) 4152-1100 - atendimentocliente@ antilhas.com.br - www.antilhas.com.br Ápice Gráfica - Rua Major Carlo Del Prete, 1.420 CEP 09530-001 - São Caetano do Sul/SP % (11) 4221-7000 apice@apicegrafica.com.br - www.apicegrafica.com.br

Cosplastic - Rod. BR 153, KM 6,5, QD 71A, LT 8 - Vila Brasília - CEP 74911-410 - Aparecida de Goiás/GO % (62) 3219-4600 cosplastic@cosplastic.com.br - www.cosplastic.com.br

Artsoft - Avenida Dom Pedro I, 882 - Dr. Antônio Petráglia CEP 14409-180 - Franca/SP % (16) 3727-5256 - atendimento@ artsoftsg.com.br - www.artsoftsg.com.br

Deltaflex Embalagens - Rua Holanda, 263, SL 311 - CEP 86181-230 - Cambé/PR % (43) 3035-6300 - vendas@ deltaflexembalagens.com.br - www.deltaflexembalagens.com.br

 arbieri Embalagens - Av. Presidente Tancredo Neves, B 3.099 - Castelo - CEP 31330-430 - Belo Horizonte/MG % (31) 3464-4049 - vendas@embalagensbarbieri.com.br - www. embalagensbarbieri.com.br

Descartável Embalagens - Av. Interlagos, 3.455 - Interlagos CEP 04661-300 - São Paulo/SP % (11) 5633-5678 - descartavel@ descartavel.com.br - www.descartavel.com.br  G Embalagens - Rua Machado de Assis, 706 - Zona 6 - CEP H 87015-580 - Maringá/PR % (44) 3028-5968 - comercial@ hgembalagens.com.br - www.hgembalagens.com.br ICB Packing - Rua Manuel Jacinto, 877 - Vila Morse - CEP 05624001 - São Paulo/SP % (11) 3501-5875 - vendas@icbpacking.com. br - www.icbpacking.com.br Incoplast - Rua Padre Auling, 595 - Distrito Industrial - CEP 88730-000 - São Ludgero/SC % (48) 3657-3000 - marcelo@ incoplast.com.br - www.incoplast.com.br Inflex - Av. Marcelino Pires, 8.555 - Vale São Francisco - CEP 79833-001 - Dourados/MS - (67) 2108-5900 - contato@inflex. com.br - www.inflex.ind.br Intervac - Rua Camberra, 60 - CEP 03357-010 - São Paulo/SP % (11) 2673-0303 - intervac@intervac.com.br www.intervac.com.br

52 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 52

Bela Cor Embalagens - Rua Dr. Joaquim Gomes de Souza, 209/227 - Jd. Pinheiros - CEP 05596-100 - São Paulo/SP % (11) 3735-0188 - vendas@belacorembalagens.com.br www.belacorembalagens.com.br Big Mark - Rua dos Ciclames, 155 - Vila Prudente - CEP 03146010 - São Paulo/SP % (11) 2341-6500 - vendas@big-mark.com - www.big-mark.com Box Print - Av. dos Municípios, 5.238 - CEP 93700-000 - Campo Bom/RS % (51) 2111-1311 - boxprint@boxprint.ind.br - www. boxprint.ind.br Centenário Indústria Gráfica - Av. Gilberto Filgueiras, 1.200 - Alto Boa Vista - CEP 18706-240 - Avaré/SP % (14) 3711-6000 qualidade@centenario.com.br - www.centenario.com.br Embalagens de papelão Anhembi Embalagens - Av. Benedito Isaac Pires, 3.605 - Jardim Maranhão - CEP 06716-030 - Cotia/SP % (11) 4243-2020 vendas@anhembiembalagens.com.br www.anhembiembalagens.com.br

jan/fev 2014

24.01.14 11:44:04

 ahiapack Embalagens - Rua Dr. Barreto, 354 - Jd. Aeroporto B - CEP 42700-000 - Lauro de Freitas/BA % (71) 3379-9600 comercial@bahiapack.com - www.bahiapack.com  ox Print - Av. dos Municípios, 5.238 - CEP 93700-000 B Campo Bom/RS % (51) 2111-1311 - boxprint@boxprint.ind. br - www.boxprint.ind.br  oxSul Embalagens - Rua Irmão G. Leão, 1.208 - Industrial B - CEP 93510-230 - Getúlio Vargas/RS % (54) 3341-4694 boxsul@boxsul.com.br - www.boxsul.com.br  R Pack - Estrada da Grota Funda, 448 - Guaratiba - CEP B 23020-220 - Rio de Janeiro/RJ % (21) 3156-0713 - contato@ brpack.com.br - www.brpack.com.br

- CEP 13318-000 - Cabreúva/SP % (11) 4529-1000 www.crownembalagens.com.br Iguaçú - Rua Pedroso Alvarenga, 1.284 - 9o andar - Itaim Bibi - CEP 04531-913 - São Paulo/SP % (11) 3077-4200 - contato@ metaliguacu.com.br - www.metaliguacu.com.br Litografia Valença - Estrada Adhemar Bebiano, 2.806 Inhaúma - CEP 20766-720 - Rio de Janeiro/RJ % (21) 25992000 - vendas@lvalenca.com.br - www.lvalenca.com.br Meister - Rua Duque de Caxias, 527 - CEP 89201-460 Joinville/SC % (47) 3433-3133 - meister@meister.com.br www.meister.com.br

 rasemba - Rua Monte Azul Paulista, 389 - CEP 02883-050 B São Paulo/SP % (11) 3972-2182 - grupobrasemba@brasemba. com.br - www.brasemba.com.br

Metalgráfica Itaquá - Estrada do Bonsucesso, 1.960 - Rio Abaixo - CEP 08579-000 - Itaquaquecetuba/SP % (11) 4648-2699 - industrial@metalgraficaitaqua.com.br - www. metalgraficaitaqua.com.br

 rasil Embalagens - Rua Mondaí, 48 - Velha B CEP 89041-230 - Blumenau/SC % (47) 3325-1161 www.brasilembalagens.com.br

 talgráfica Renner - Rod. RS 118, 6.511 - CEP 94100-420 Me Gravataí/RS % (51) 3489-9700 - vendas@metalgrafica.com.br - www.metalgraficarenner.com.br

Caldense Embalagens - Av. Mansur Frayha, 1.173 - Ponte Preta - CEP 37704-355 - Poços de Caldas/MG % (35) 3697-3700 - caldense@caldenseembalagens.com.br www.caldenseembalagens.com.br

 araindustrial - Alameda da Serra, 420 - Cj. 507 - CEP 34000P 000 - Nova Lima/MG % (31) 3286-4300 - www.paraindustrial. com.br

Cartonagem Imediata - Av. Josefino Gonçalves da Silva, 191 - Goiânia - CEP 31950-020 - Belo Horizonte/MG % (31) 34663523 - imediata@imediata.net - www.imediata.net Cartonagem Líder - Av. Presidente Tancredo Neves, 2.163/2.177 - Castelo - CEP 30840-535 - Belo Horizonte/MG % (31) 3476-8033 - cartonagemlider@oi.com.br www.cartonagemlider.com.br Embalagens metálicas Aro Embalagens Metálicas - Rua Duque Barcelar, 63 Cumbica - CEP 07224-160 - Guarulhos/SP % (11) 2412-7207 - lccovelo@aro.com.br - www.aro.com.br  Label - Rod. Vinhedo-Viracopos, KM 79 - CEP 13280-000 CCL - Vinhedo/SP % (19) 3876-9300 - ccllabel@ccllabel.com.br www.ccllabel.com.br Cerviflan - Rua Indubel, 357 - Pq. São Luiz - CEP 07170-353 - Guarulhos/SP % (11) 3787-7666 - cerviflan@cerviflan.com. br - www.cerviflan.com.br Crown - Rod. Dom Gabriel P. Bueno Couto, s/n, KM 80,24

Embalagens para freezer Boaventura Representações - Rua João de Deus, 84 - Água Branca - CEP 32371-420 - Contagem/MG % (31) 3471-5227 boarep@boarep.com.br - www.boarep.com.br Centenário Indústria Gráfica - Av. Gilberto Filgueiras, 1.200 - Alto Boa Vista - CEP 18706-240 - Avaré/SP % (14) 3711-6000 qualidade@centenario.com.br - www.centenario.com.br Delpak - Rod. Raposo Tavares, 950, KM 25 - Granja Viana CEP 06707-000 - Cotia/SP % (11) 4612-3522 - delpak@delpak. com.br - www.delpak.com.br Formar Plásticos - Rua Álvares Cabral, 717 - Serraria - CEP 09981-030 - Diadema/SP % (11) 2191-3655 - vendas@formar. com.br - www.formar.com.br Galvanotek - Rua Leonilda Maffacioli Baldasso, 326 CEP 95185-000 - Carlos Barbosa/RS % (54) 3461-9500 gelvanotek@gelvanotek.com.br - www.gelvanotek.com.br  Good Pack - Rua Vinte e Quatro de Fevereiro, 658 - Casa Branca - CEP 09015-610 - Santo André/SP % (11) 4433-2400 goodpack@goodpack.com.br - www.goodpack.com.br

jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 53

www.revistaabastecimento.com.br

53

24.01.14 11:44:13

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

 olly Express - Rua do Trigo, 75 - Penha - CEP 21011-690 P - Rio de Janeiro/RJ % (21) 2584-1830 - pollyembalagens@ pollyembalagens.com.br - www.pollyembalagens.com.br  oly-Vac - Av. das Nações Unidas, 21.313 - Santo Amaro - CEP P 04795-924 - São Paulo/SP % (11) 5693-9988 - poly-vac@polyvac.com.br - www.poly-vac.com.br RMB Embalagens - Rua Newton Laporte, 159 - Santa Felicidade - CEP 82415-020 - Curitiba/PR % (41) 3544-9500 - rmb@ rmbembalagens.com.br - www.rmbembalagens.com.br São Tomás Embalagens - Rua 22, QD 41, LT 27 - Jardim Oriente - CEP 72870-122 - Valparaíso de Goiás/GO % (61) 3627-4096 www.saotomasembalagens.com.br Embalagens para micro-ondas Boaventura Representações - Rua João de Deus, 84 - Água Branca - CEP 32371-420 - Contagem/MG % (31) 3471-5227 boarep@boarep.com.br - www.boarep.com.br

Embalagens para oriental food Arte Embalagens - Av. República Argentina, 2.326 - CEP 80610-260 - Curitiba/PR % (41) 3022-8878 - contato@ arteembalagens.com - www.arteembalagens.com  oaventura Representações - Rua João de Deus, 84 B Água Branca - CEP 32371-420 - Contagem/MG % (31) 34715227 - boarep@boarep.com.br - www.boarep.com.br Clichetec Embalagens - Av. Colombo, 7.395 - CEP 87020001 - Maringá/PR % (44) 3224-9828 - embalagens@clichetec. com.br - www.clichetec.com.br  elpak - Rod. Raposo Tavares, 950, KM 25 - Granja Viana D - CEP 06707-000 - Cotia/SP % (11) 4612-3522 - delpak@ delpak.com.br - www.delpak.com.br F ormar Plásticos - Rua Álvares Cabral, 717 - Serraria - CEP 09981-030 - Diadema/SP % (11) 2191-3655 - vendas@formar. com.br - www.formar.com.br

 elpak - Rod. Raposo Tavares, 950, KM 25 - Granja Viana - CEP D 06707-000 - Cotia/SP % (11) 4612-3522 - delpak@delpak.com. br - www.delpak.com.br

Galvanotek - Rua Leonilda Maffacioli Baldasso, 326 CEP 95185-000 - Carlos Barbosa/RS % (54) 3461-9500 galvanotek@galvanotek.com.br - www.galvanotek.com.br

F ormar Plásticos - Rua Álvares Cabral, 717 - Serraria - CEP 09981-030 - Diadema/SP % (11) 2191-3655 - vendas@formar. com.br - www.formar.com.br

Good Pack - Rua Vinte e Quatro de Fevereiro, 658 - Casa Branca - CEP 09015-610 - Santo André/SP % (11) 4433-2400 goodpack@goodpack.com.br - www.goodpack.com.br

Galvanotek - Rua Leonilda Maffacioli Baldasso, 326 - CEP 95185-000 - Carlos Barbosa/RS % (54) 3461-9500 - galvanotek@ galvanotek.com.br - www.galvanotek.com.br

 eiwa - Rod. Presidente Dutra, 203,3 - Portão - CEP 07400M 970 - Arujá/SP % (11) 4654-7100 - atendimento@meiwa.com. br - www.meiwa.com.br

Good Pack - Rua Vinte e Quatro de Fevereiro, 658 - Casa Branca CEP 09015-610 - Santo André/SP % (11) 4433-2400 - goodpack@ goodpack.com.br - www.goodpack.com.br

 olly Express - Rua do Trigo, 75 - Penha - CEP 21011-690 P - Rio de Janeiro/RJ % (21) 2584-1830 - pollyembalagens@ pollyembalagens.com.br - www.pollyembalagens.com.br

 olly Express - Rua do Trigo, 75 - Penha - CEP 21011-690 P - Rio de Janeiro/RJ % (21) 2584-1830 - pollyembalagens@ pollyembalagens.com.br - www.pollyembalagens.com.br

 MB Embalagens - Rua Newton Laporte, 159 - Santa R Felicidade - CEP 82415-020 - Curitiba/PR % (41) 3544-9500 rmb@rmbembalagens.com.br - www.rmbembalagens.com.br

RMB Embalagens - Rua Newton Laporte, 159 - Santa Felicidade - CEP 82415-020 - Curitiba/PR % (41) 3544-9500 - rmb@ rmbembalagens.com.br - www.rmbembalagens.com.br S ão Tomás Embalagens - Rua 22, QD 41, LT 27 - Jardim Oriente - CEP 72870-122 - Valparaíso de Goiás/GO % (61) 3627-4096 www.saotomasembalagens.com.br  arpack Plásticos - Al. Joaquim Eugênio de Lima, 696, Cj. 93/94 St - Jd. Paulista - CEP 01403-000 - São Paulo/SP % (11) 3149-5555 diniz@starpackplasticos.com.br - www.starpackplasticos.com.br

54 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 54

Embalagens para pratos prontos Braspack - Rod. PE 60, KM 12 - CEP 55590-000 - Ipojuca/PE % (81) 3311-4200 - vendas@braspack.com.br - www.braspack. com.br Colosso Embalagens - Av. Prestes Maia, 539 - CEP 09930-270 - Diadema/SP % (11) 4043-3200 - contato@centralcolosso. com.br - www.centralcolosso.com.br  elpak - Rod. Raposo Tavares, 950, KM 25 - Granja Viana D - CEP 06707-000 - Cotia/SP % (11) 4612-3522 - delpak@ delpak.com.br - www.delpak.com.br

jan/fev 2014

24.01.14 11:44:25

T revisan Embalagens - Rua César Cantú, 186 - Vila Prudente - CEP 03137-120 - São Paulo/SP % (11) 29655150 - embalagens@embalagenstrevisan.com.br - www. embalagenstrevisan.com.br Estantes Brusinox - Rua Gregorio Diegoli, 125 - Cx. Postal 281 - CEP 88351-350 - Brusque/SC % (47) 3351-0567 - brusinox@ brusinox.com.br - www.brusinox.com.br  ozix - Avenida Dimas Machado, 118 - Tubalina - CEP C 38413-291 - Uberlândia/MG % (34) 3231-9700 - cozix@ cozix.com.br - www.cozix.com.br F ritomaq - Rua Joaquim Afonso de Souza, 701 - Casa Verde Alta - CEP 02543-000 - São Paulo/SP % (11) 2239-6310 fritomaq@fritomaq.com.br - www.fritomaq.com.br Grupo Nestis - Rua Weebn, 250 - Área Industrial CEP 18120-000 - Mairinque/SP % (11) 4246-1200 atendimento@gruponestis.com.br www.gruponestis.com.br Longa - Avenida das Monções, 151 - Itaqui - CEP 18540-000 - Porto Feliz/SP % (15) 3262-8100 - longa@longa.com.br www.longa.com.br Mercopan - Rua Lopes Coutinho, 467 - CEP 03054-010 São Paulo/SP % (11) 2618-1006 - vendas@mercopan.com. br - www.mercopan.com.br  onte Castelo - Rua Alcebíades Tonin, 176 - Distrito M Industrial - CEP 99700-000 - Erechim/RS % (54) 3321-4950 - www.montecastelo.com.br Pratecom - Rua Plínio Dionísio de Freitas, 315 - Jd. São Roberto - CEP 03978-780 - São Paulo/SP % (11) 3385-1590 - pratecom@pratecom.com.br - www.pratecom.com.br Refenge - Rua Belisário Pena, 335 - CEP 21020-010 Rio de Janeiro/RJ % (21) 2290-1997 - refenge@refenge. com.br - www.refenge.com.br Versus - Rua Doutora Maria Augusta Saraiva, 75 - Vila Olímpia - CEP 04545-060 - São Paulo/SP % (11) 3842-5323 - comercial@versusbr.com.br - www.versusbr.com.br Fôrmas Adanisco - Estrada Prefeito Bento Rotger Domingues, KM 40, 4.255 - CEP 06868-800 - Itapecerica da Serra/SP % (11) 4165-2031 - vendas@adanisco.com.br www.adanisco.com.br

 oaventura Representações - Rua João de Deus, 84 B Água Branca - CEP 32371-420 - Contagem/MG % (31) 3471-5227 boarep@boarep.com.br - www.boarep.com.br  arber Embalagens - Rua Olavo Vergílio dos Santos, 3 - Jd. C Marabá - CEP 04775-220 - São Paulo/SP % (11) 5666-6558 carber@carber.com.br - www.carber.com.br Good Pack - Rua Vinte e Quatro de Fevereiro, 658 - Casa Branca CEP 09015-610 - Santo André/SP % (11) 4433-2400 - goodpack@ goodpack.com.br - www.goodpack.com.br J andaplast - Rua Jandaia do Sul, 816 - Emiliano Perneta - CEP 83324-440 - Pinhais/PR % (41) 3653-4143 - jandaplast@ jandaplast.com.br - www.jandaplast.com.br J in Embalagens - Rua Rui Idelfonso Martins Lisboa, 690 - Chácara Campos dos Amarais - CEP 13082-020 - Campinas/SP % (19) 3246-1240 - jin@jin.com.br - www.jin.com.br L ingraf - Est. Prefeito Bento Rotger Domingues, KM 40 - 4.255 - CEP 06868-800 - Itapecerica da Serra/SP % (11) 4165-2031 vendas@lingraf.com.br - www.lingraf.com.br Macalé - Rua Humberto de Campo, 42 - Santa Terezinha - CEP 36045-450 - Juiz de Fora/SP % (32) 3224-3035 - macale@macale. com - www.macale.com Park Embalagens - Av. Gal. Francisco Glicério, 1.632 - Centro - CEP 08674-002 - Suzano/SP % (11) 4745-0889 - contato@ parkembalagens.com.br - www.parkembalagens.com.br Polly Express - Rua do Trigo, 75 - Penha - CEP 21011-690 Mercado São Sebastião/RJ % (21) 2584-1830 - pollyembalagens@ pollyembalagens.com.br - www.pollyembalagens.com.br Fornos Asvotec - Rodovia Cônego Cyriaco Scaranelo Pires, KM 1 Jd. Chapadão - CEP 13190-000 - Monte Mor/SP % (19) 3879-8777 - asvotec@asvotec.com.br - www.asvotec.com.br Brascheff - Rua Jalil Abib, 170 - Éden - CEP 18087-107 Sorocaba/SP % (15) 3228-2016 - contato@brascheff.com.br www.brascheff.com.br Cia Universo - Rua Pedroso da Silva, 659-A - CEP 08080-040 São Paulo/SP % (11) 3675-5354 - luniverso@terra.com.br www.luniverso.com.br  oldmix - Rua Monsenhor Manuel Gomes, 6 - São Cristóvão C CEP 20931-670 - Rio de Janeiro/RJ % (21) 3147-1000 - coldmix@ coldmix.com.br - www.coldmix.com.br

jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 55

www.revistaabastecimento.com.br

55

24.01.14 11:44:41

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

E lenco do Brasil - Avenida Monteiro Lobato, 1.169 - CEP 07112-000 - Guarulhos/SP % (11) 2409-9522 - consulta@ elecodobrasil.com.br - www.elecodobrasil.com.br E letrothermo - Est. do Corredor, 4.777 - Bairro do Corredor - CEP 08586-000 - Itaquaquecetuba/SP % (11) 4646-3333 - eletrothermo@eletrothermo.com.br www.eletrothermo.com.br F abfer - Avenida Francisco Carlos Merlos, 2.640 - Distrito Industrial - CEP 14808-010 - Araraquara/SP % (16) 33347040 - fabiano@fabfer.com.br - www.fabfer.com

Diadema/SP % (11) 4072-5353 - bompack@bompack.com. br - www.bompack.com.br E mbali - Rua das Hortências, 3 a 12 - Independência - CEP 29148-900 - Cariacica/ES % (27) 4009-3832 - embali@ embali.com.br - www.embali.com.br Galões Embalagens Pet - Av. Paraná, 8.215 - Parque Alto do Paraná - CEP 87502-000 - Umuarama/PR % (44) 3624-7546 contato@embalagenspet.com.br www.embalagenspet.com.br

J . Poliano - Rua Catumbi, 413 - Belenzinho - CEP 03021000 - São Paulo/SP % (11) 2693-0997 - jpoliano@jpoliano. com.br - www.jpoliano.com.br

E ngratech - Av. Armando Mario Tozzi, 363 - CEP 13830000 - Jaguariúna/SP % (19) 3837-8100 - atendimento@ grupoengra.com.br - www.grupoengra.com.br

J ung - Rua Bahia, 3.465 - Salto - CEP 89031-002 Blumenau/SC % (47) 3327-0000 - jung@jung.com.br www.jung.com.br

F rascolex - Rua Dra. Sílvia Leme, 220 - Belenzinho - CEP 03047-020 - São Paulo/SP % (11) 2618-2122 - tatiane@ frascolex.com.br - www.frascolex.com.br

Frascos AB Plast - Rua Blumenau, 1.030 - América - CEP 89204250 - Joinville/SC % (47) 3451-9103 - vendas@abplast. com.br - www.abplast.com.br

F Z Plásticos - Av. Coronel Victor Cândido de Souza, 30/40 Distrito Industrial - CEP 15130-000 - Mirassol/SP % (17) 3253-7000 - fzplasticos@fzplasticos.com.br www.fzplasticos.com.br

ABC Embalagens - Rua Bahia, 251 - Canhema - CEP 09941740 - Diadema/SP % (11) 4071-2929 - embalagens.abc@ gmail.com - www.soprar.com.br

 reif - Av. das Nações Unidas, 21.102 - Santo Amaro - CEP G 04795-910 - São Paulo/SP % (11) 5694-9700 - vendas. santoamaro@greif.com.br - www.greif.com.br

AC Pack - Rua Vapabussú, 150 - Jardim Aeroporto - CEP 04632-010 - São Paulo/SP % (11) 5032-0330 - acpack@ acpack.com.br - www.acpack.com.br

Lanus - Rua das Samambaias, 46 - Jd. Recanto Sombra do Ipê - CEP 06513-200 - Santana de Parnaíba/SP % (11) 41546106 - lanus@lanus.com.br - www.lanus.com.br

Agace Embalagens - Rua Taciba, 509 - Jabaquara - CEP 04350-000 - São Paulo/SP % (11) 5031-4490 - contato@ agaceembalagens.com.br - www.agaceembalagens.com.br

 gal Embalagens - Rua Mário Marchetti, 146 Le Embu-Mirim - CEP 06853-140 - Itapecerica da Serra/SP % (11) 4667-7125 - comercial@legalembalagens.com.br www.legalembalagens.com.br

Alpha Plast - Av. Lourenço Bellolli, 1.429 - CEP 06268-110 - Osasco/SP % (11) 2789-2850 - alphaplast@alphaplast. com.br - www.alphaplast.com.br Armazém da Embalagem - Av. Getúlio Vargas, 4.250 Centro - CEP 92010-010 - Canoas/RS % (51) 3426-1221 - comercial@aembalagem.com.br www.aembalagem.com.br  ag Pack - Av. Bernardo Vasconcelos, 1.782 - Ipiranga B CEP 31150-000 - Belo Horizonte/MG % (31) 3426-2424 bagpack@bagpack.com.br - www.bagpack.com.br Bompack - Av. Prestes Maia, 483 - Centro - CEP 09930-270 -

56 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 56

Oroplast - Rua Maria Aparecida Cardia, 330 - Vila Friburgo - CEP 04781-010 - São Paulo/SP % (11) 5521-7366 oroplast@oroplast.com.br - www.oroplast.com.br  osil Embalagens - Rua Laércio Nazareno, 236/298 - Jardim R Ottawa - CEP 07230-620 - Guarulhos/SP % (11) 2085-4140 rosil@rosil.com.br - www.rosilembalagens.com.br Garrafas Armazém da Embalagem - Av. Getúlio Vargas, 4.250 Centro - CEP 92010-010 - Canoas/RS % (51) 3426-1221 - comercial@aembalagem.com.br www.aembalagem.com.br

jan/fev 2014

24.01.14 11:44:54

 CL Label - Rod. Vinhedo Viracopos, KM 79 - CEP 13280-000 C - Vinhedo/SP % (19) 3876-9300 - ccllabel@ccllabel.com.br www.ccllabel.com.br

 phacolor - Av. Piracema, 1.411, Mod. 2 - Tamboré - CEP Al 06460-030 - Barueri/SP % (11) 4195-3131 - alphacolor@ alphacolor.com.br - www.alphacolor.com.br

Cimplast Embalagens - Av. Dr. Mauro Lindemberg Monteiro, S/N - Vila Simões Almeida - CEP 06278-010 - Osasco/SP % (11) 3601-2004 - cimplast.saopaulo@cimplast.com.br - www. cimplast.com.br

Artvac Embalagens - Av. Prefeito Nilson Vilela, 750 Esperança - CEP 37190-000 - Três Pontas/MG % (35) 32659600 - artvac@artvac.com.br - www.artvac.com.br

 olosso Embalagens - Av. Prestes Maia, 539 - CEP C 09930-270 - Diadema/SP % (11) 4043-3200 - contato@ centralcolosso.com.br - www.centralcolosso.com.br Embagel - Rua Capotiraguá, 5 - Jardim Eliane - CEP 03577120 - São Paulo/SP % (11) 2253-9966 - embagel@embagel. com.br - www.embagel.com.br Embalagens Pet - Av. Paraná, 8.215 - Parque Alto do Paraná - CEP 87502-000 - Umuarama/PR % (44) 3624-7546 contato@embalagenspet.com.br www.embalagenspet.com.br Embalavi - Rua Anselmo de Lima Filho, 360 - Barracão 1,2,3 - Orleans CIC - CEP 81290-250 - Curitiba/PR % (41) 38880055 - embalagens@embalavi.com.br www.embalavi.com.br E mbali - Rua das Hortências, 3 a 12 - Independência - CEP 29148-900 - Cariacica/ES % (27) 4009-3832 - embali@ embali.com.br - www.embali.com.br Embrapack Embalagens - Rua Gracyra Resse de Gouveia, 1.791 - Jardim Piemont - CEP 32689-372 - Betim/MG % (31) 3529-2900 - vendas@embrapack.com.br - www.embrapack. com.br V idraria Anchieta - Rua Evangelina, 921 - CEP 03421-000 São Paulo/SP % (11) 2090-0666 - anchieta@vidrariaanchieta. com.br - www.vidrariaanchieta.com.br Lacres Aaron Rótulos & Etiquetas - Rua Edmilson Pinheiro, 10 Distrito Industrial II - CEP 61760-000 - Eusébio/CE % (85) 3260-2666 - aaron@aaron.ind.br - www.aaron.ind.br

Brastampas - Rua Silvério Augusto Tavares, 127 - Polvilho - CEP 07770-000 - Cajamar/SP % (11) 4448-7444 brastampas@brastampas.com.br - www.brastampas.com.br  lichetec Embalagens - Av. Colombo, 7.395 - CEP 87020C 001 - Maringá/PR % (44) 3224-9828 - embalagens@ clichetec.com.br - www.clichetec.com.br  ontratil Embalagens - Rua São Martinho, 139 - Cumbica C CEP 07231-160 - Guarulhos/SP % (11) 2842-1199 - vendas@ contratil.com.br - www.contratil.com.br  PR Embalagens - Rua Sebastião de Souza Silva, 17 - Laguna C - CEP 06795-030 - Taboão da Serra/SP % (11) 4786-7608 cprembalagens@uol.com.br - www.cprembalagens.com.br  elgo - Rod. Raposo Tavares, KM 25,3 - CEP 06708-000 D - Cotia/SP % (11) 4612-0011 - atendimento@delgo.com.br www.delgo.com.br Mesas Alfatech - Rua João Eloy Cardoso, 123 - Boqueirão - CEP 81750-000 - Curitiba/PR % (41) 3045-8081 - vendas@ alfatechctba.com.br - www.alfatechctba.com.br  ubuit Máquinas - Avenida Amâncio Gaiolli, 825 D Bonsucesso - Guarulhos - CEP 07251-250 - Guarulhos/SP % (11)2489-4699 - edir@dubuit.com.br - www.dubuit.com.br E mbrapac - Av. Jaguaré, 344 - Jaguaré - CEP 05346-000 - São Paulo/SP % (11) 3714-5733 - vendas@embrapac.com.br www.embrapac.com.br IMSB Máquinas - Rua Agnese Morbini, 380 - Pomarosa - CEP 95700-000 - Bento Gonçalves/RS % (54) 3455-7200 imsb@imsb.com.br - www.imsb.com.br

Adesão Etiquetas - Rua Pelotas, 681 - Vila Mariana - CEP 04012-002 - São Paulo/SP % (11) 5084-9009 - atendimento@ adesaoetiquetas.com.br - www.adesaoetiquetas.com.br

L ukei - Rua Sanazer Mardiros, 558 - Presidente Altino - CEP 06210-135 - Osasco/SP % (11) 3683-6640 - lukei.vendas@ gmail.com - www.lukei.com.br

Adespoint - Rua Serra de Jairé, 895 - Belenzinho - CEP 03175010 - São Paulo/SP % (11) 2602-5733 - comercial@adespoint. com.br - www.adespoint.com.br

Milainox - Rua Dona Maria, 156 - Pauliceia - CEP 13424160 - Piracicaba/SP % (19) 3447-8950 - atendimento@ milainox.com.br - www.milainox.com.br

jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 57

www.revistaabastecimento.com.br

57

24.01.14 11:45:04

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

 PS Processos Industriais - Rua Bom Retiro, 119 - São M Benedito - CEP 38022-280 - Uberaba/SP % (34) 3314-2842 mps@mps.ind.br - www.mps.ind.br

Almeida Martins - Av. José Alves de Oliveira, 710 - Fazenda Grande - CEP 13213-105 - Jundiaí/SP % (11) 2621-9023 - vendas@ almeidamartins.com.br - www.almeidamartins.com.br

 elpas Máquinas Envasadoras - Rua José Maria de Abreu, 154 N - Jd. Palmares - CEP 04457-080 - São Paulo/SP % (11) 5611-2751 - nelpas@nelpas.com.br - www.nelpas.com.br

Arbras - Rua Gérson Andreis, 575 - Distrito Industrial - CEP 95112-130 - Caxias do Sul/RS % (54) 3289-8800 - arbras@ arbras.com.br - www.arbras.com.br

numeradores A. Baumhak - Rua Bruna, 150 - Água Rasa - CEP 03370-000 - Agua Rasa/SP % (11)2671-1788 - vendas@abaumhak.com.br www.abaumhak.com.br

Carlos A. Wanderley - Av. Brig. Faria Lima, 1.685 - 2o andar, Cj. 2-A - CEP 01452-001 - São Paulo/SP % (11) 38122577 - carloswanderley@carloswanderley.com.br - www. carloswanderley.com.br

Amaro - Rua Otto Abry, 71 - Sala 1 - Água Verde - CEP 89037250 - Blumenau/SC % (47) 3325-1982 - atn.numeradores@ gmail.com - www.amaronumeradores.com

Equiplast - Rod. SC 446, KM 23 - Santa Luzia - CEP 88840-000 - Urussanga/SC % (48) 3465-1148 - equiplast@equiplast-sc.com. br - www.equiplast-sc.com.br

Datec - Rua General Dionizio Cerqueira, 340 - Gutierrez CEP 30430-140 - Belo Horizonte/MG % (31) 3192-2288 info@datec.com.br - www.datec.com.br

Fadri - Rua Gastão do Rego Monteiro, 539 - Jd. Bonfiglioli CEP 09667-030 - São Paulo/SP % (11) 3731-5212 fadri@fadri.com.br - www.fadri.com.br

Diginove - Alameda dos Jaúnas, 28 - Moema - São Paulo/SP CEP 04522-020 % (11) 2365-6169 - suporte@diginove.com.br www.diginove.com.br

Filpemack Embalagens - Rua Alfredo Bernardo Leite, 255 - Taboão - CEP 09667-030 - São Bernardo do Campo/SP - (11) 4178-5018 filpemack@filpemack.com.br - www.filpemack.com.br

Gragh Time - Rua Coronel Antônio Marcelo, 233 - Brás CEP 03054-040 - São Paulo/SP % (11) 2796-4044 grafphtimemaquinas@terra.com.br - www.graphtime.com.br

FlexLink - Av. Aruanã, 120 - Tamboré - CEP 06460-010 Barueri/SP % (11) 4196-3400 - info.br@flexlink.com.br www.flexlink.com.br

Guitha - Rua Dr. Miguel Viera Ferreira, 7 - CEP 09370-820 Mauá/SP % (11) 4544-1013 - vendas@guitha.com.br www.guitha.com.br

Gimak - Rod. Guilherme Jensen, KM 16 - Massaranduba - CEP 89708-000 - Santa Catarina/SC % (47) 3379-2323 - vendas@ gimak.com.br - www.gimak.com.br

Ink Number - Rua Cel. Antônio Marcelo, 209 - Brás - CEP 03054040 - São Paulo/SP % (11) 2292-9291 - www.inknumber.com.br

Indumak - Rua José Theodoro Ribeiro, 165 - Cx. Postal 84 - CEP 89258-000 - Jaraguá do Sul/SC % (47) 2106-0555 - indumak@ indumak.com.br - www.indumak.com.br

 . Massari - Av. Dep. Cantídio Sampaio, 4.699 - Brasilândia M - CEP 02860-001 - São Paulo/SP % (11) 3972-1064 - web@ mmassari.com.br - www.mmassari.com.br  etalgrav - Av. das Nações, 2.064 - CEP 09270-400 - Santo M André/SP % (11) 4975-7529 - metalgrav@metalgrav.com.br www.metalgrav.com.br Quimagraf - Rua Prof. José M. Higgers, 644 - Boqueirão CEP 81650-250 - Curitiba/PR % (41) 3376-2991 vendas@quimagraf.com.br - www.quimagraf.com.br Paletizadores Adpack - Av. Júlio Renner, 51 - Senai - CEP 95780-000 Montenegro/RS % (51) 3649-3574 - adpack@adpack.com.br - www.adpack.com.br

58 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 58

 agnoflux - Rua Lorena, 365 - Santo Antônio - CEP 16200-812 M - Birigui/SP % (18) 3642-3899 - contato@magnoflux.com.br www.magnoflux.com.br  esal - Rua Giovani Grando Filho, 80 - CEP 95700-000 M Bento Gonçalves/RS (54) 2102-6400 mesal@mesal.com.br - www.mesal.com.br Refrinox - Avenida Jerimanduba, 756 - Jaraguá - CEP 05181-000 - São Paulo/SP % (11) 3941-0931 - refrinox@refrinox.com.br www.refrinox.com.br S unnyvale - Rua Quatá, 547 - Vila Olímpia - CEP 04546-043 - São Paulo/SP % (11) 3048-0100 - vendas@sunnyvale.com.br www.sunnyvale.com.br

jan/fev 2014

24.01.14 11:45:20

Plásticos bolhas Aleplast - Rod. SC 470, KM 223.82 - Pavilhão A - Borgheto - CEP 95720-000 - Garibaldi/RS % (54) 3455-1000 aleplast@aleplast.com.br - www.aleplast.com.br  lpha Pack - Rua Wilson Messias, 139 - Jardim Adriana II A CEP 07135-170 - Guarulhos/SP % (11) 2406-0349 - alpha. pack@yahoo.com.br - www.alphapack.com.br

Recicladoras Ability Equipamentos - Rua Frederico Pollo, 497 - Vila Jones CEP 13465-580 - Americana/SP % (19) 3405-3420 - ability@ ability.ind.br - www.ability.ind.br  AWS Brasil - Rua Waldemar Kost, 225 - Hauer - CEP 81610-100 - Curitiba/PR % (41) 3013-3650 - aws@awsbrasil.com.br - www. awsbrasil.com.br

Converplast - Av. Julia Gaiolli, 1.052 - Bonsucesso CEP 07251-500 - Guarulhos/SP % (11) 2462-1177 marketing@converplast.com.br - www.converplast.com.br

Carnevalli - Av. Guinle, 160 - Cumbica - CEP 07221-070 Guarulhos/SP % (11) 2413-3811 - carnevalli@carnevalli.com www.carnevalli.com

 staq Embalagens - Rua Manoel N.E. Furtado, 92 D CEP 11350-040 - São Vicente/SP % (13) 3464-2907 vendas@dstaqembalagens.com.br www.dstaqembalagens.com.br F lax Fitas Adesivas - Rua Sarandi, 71 - Jacaré - CEP 20975080 - Rio de Janeiro/RJ % (21) 2195-0000 - vendas3@flax. com.br - www.flax.com.br Mipel Fitas Adesivas - Av. Miguel Stéfano, 371 - Saúde CEP 04301-010 - São Paulo/SP % (11) 5584-0080 - mipel@ mipelembalagens.com.br - www.mipelembalagens.com.br Mult Tape Adesivos - Av. Maranhão, 640 - São Geraldo - CEP 90230-040 - Porto Alegre/RS % (51) 3371-8500 atendimento@multtape.com.br - www.multtape.com.br Nefab Embalagens - Estrada São Judas, 35 - Jd. das Oliveiras - CEP 06817-170 - Embu das Artes/SP % (11) 4785-5050 embalagens@nefab.com.br - www.nefab.com.br PH Embalagens - Rua Albertina Maria Quadros, 95 - CEP 88135-130 - Palhoça/SC % (48) 3342-3439 - phembalagens@phembalagens.com.br - www. phembalagens.com.br Plastificadoras ASMR - Rua Manoel de Oliveira Falcão, 390 - Vila das Belezas - CEP 05777-100 - São Paulo/SP % (11) 5817-9760 - atendimento@asmr.com.br - www.asmr.com.br Brasil Equip. Gráficos - Rua Maria Carlota, 987 - Vl. Esperança - CEP 03647-000 - São Paulo/SP % (11) 2693-3169 - brmaquinas@brmaquinas.com.br - www. brmaquinas.com.br Radial Tecnograf - Av. Montemagno, 2.781 - Vila Formosa - CEP 03371-000 - São Paulo/SP % (11) 2024-6313 radial@radial.com.br - www.radial.com.br

Sacolas de papel África Embalagens - Rua Barão de Ladário, 969 - Brás CEP 03010-000 - São Paulo/SP % (11) 2692-7071 africaembalagens@terra.com.br www.africaembalagens.com.br  ntilhas - Alameda Antilhas, 140 - Tamboré - CEP 06544-080 A - Santana de Parnaíba/SP % (11) 4152-1100 atendimentocliente@antilhas.com.br - www.antilhas.com.br Bela Cor Embalagens - Rua Dr. Joaquim Gomes de Souza, 209/227 - Butantã - CEP 05596-100 - São Paulo/SP % (11) 3735-0188 - vendas@belacorembalagens.com.br - www. belacorembalagens.com.br Bokos Embalagens - Rua Mato Grosso, QD 5, LT 20 e 21 Chácara Vera Cruz - CEP 72800-000 - Luziânia/GO % (61) 33363250 - bokos@bokos.com.br - www.bokos.com.br Carber Embalagens - Rua Olavio Vergílio dos Santos, 3 - Jd. Marabá - CEP 04775-220 - São Paulo/SP % (11) 5666-6558 carber@carber.com.br - www.carber.com.br Companhia das Embalagens - Rua dos Municípios, 17 - Vila Industrial - CEP 06516-315 - Santana de Parnaíba/SP % (11) 4161-0617 - atendimento@companhiadasembalagens.com.br www.ciadasembalagens.com.br  estaque Embalagens - Av. Mar da Irlanda, 239 - Intermares D - CEP 58310-000 - Cabedelo/PB % (83) 3248-2000 - vendas@ destaqueembalagens.com.br - www.destaqueembalagens.com.br E mbaforte - Rua Ildefonso José Cardoso, 6/34 - Vila Zamataro - CEP 07032-160 - Guarulhos/SP % (11) 2304-6288 - atendimento@embaforte.com.br www.embaforte.com.br Ideia Embalagens - Rua Zeferino Daniel Caseiro, 346 - Jd. Macaranã - CEP 19026-250 - Presidente Prudente/SP

jan/fev 2014

guia maior com abre.indd 59

www.revistaabastecimento.com.br

59

24.01.14 11:45:46

guia de fornecedores g u i a

d e

f o r n e c e d o r e s

% (18) 3221-0801 - vendas@ideiaembalagens.com.br - www.

ideiaembalagens.com.br Itália Embalagens - Rua Guaporé, 262 - Luz - CEP 01109-030 São Paulo/SP % (11) 3227-8754 - italiembalagens@globo.com - www.italiaembalagens.com.br Sacolas plásticas África Embalagens - Rua Barão de Ladário, 969 - Brás - CEP 03010-000 - São Paulo/SP % (11) 2692-7071 africaembalagens@terra.com.br - www.africaembalagens.com.br

Boaventura Representações - Rua João de Deus, 84 - Água Branca - CEP 32371-420 - Contagem/MG % (31) 3471-5227 boarep@boarep.com.br - www.boarep.com.br Brawel Máquinas - Rua Coronel Marques, 719 - Vila Carrão CEP 03440-005 - São Paulo/SP % (11) 2296-5651 - brawel@ brawel.com.br - www.brawel.com.br Caraça - Rua João Carnevalli, 35 - Vila Diva - CEP 03345-020 São Paulo/SP % (11) 2301-0913 - caraca@caraca.com.br - www. caraca.com.br

Alviplast Embalagens Plásticas - Rua Maria Cândida, 619 Vila Guilherme - CEP 02071-011 - São Paulo/SP % (11) 23660024 - embalagens@alviplast.com.br www.alviplast.com.br

Codiflex Máquinas e EquipAMENTOS - Estrada Fazenda Sul Brasil, KM 2 - Caetetuba - CEP 12940-972 - Atibaia/SP % (11) 4412-9913 - vendas@codiflexmaquinas.com.br - www. codiflexmaquinas.com.br

 aspel Embalagens - Via Industrial, 450 - Distrito Industrial I B CEP 13602-030 - Araras/SP % (19) 3541-8733 - baspel@baspel. com.br - www.baspel.com.br

E pet do Brasil - Rua Pixurim, 40 - Vila Marieta - CEP 03617-210 - São Paulo/SP % (11) 2076-0021 - ricardo.chorovicz@epet.ind. br - www.epet.ind.br

Boaventura Representações - Rua João de Deus, 84 - Água Branca - CEP 32371-420 - Contagem/MG % (31) 3471-5227 boarep@boarep.com.br - www.boarep.com.br

Sunnyvale - Rua Quatá, 547 - Vila Olímpia - CEP 04546-043 - São Paulo/SP % (11) 3048-0100 - vendas@sunnyvale.com.br www.sunnyvale.com.br

 inplal Plásticos - Rua Cabo Romeu Casagrande, 740 - Parque D Novo Mundo - CEP 02180-060 - São Paulo/SP % (11) 2954-9400 - vendas@dinplal.com.br - www.dinplal.com.br

Ulma Packaging - Rua José Getúlio, 579 - Cj. 22 - Aclimação - CEP 01509-001 - São Paulo/SP % (11) 4063-1143 - info@ ulmapackaging.com.br - www.ulmapackaging.com.br

 staq Embalagens - Rua Manoel N.E. Furtado, 92 - CEP D 11350-040 - São Vicente/SP % (13) 3464-2907 - vendas@ dstaqembalagens.com.br - www.dstaqembalagens.com.br E lectro Plastic - Rua Laguna, 457 - Santo Amaro - CEP 04728-900 - São Paulo/SP % (11) 5644-2000 - marketing@ electroplastic.com.br - www.electroplastic.com.br E mbalagens & Cia - Rua C, LT 11, QD 9 - Ourimar - CEP 29173037 - Serra/ES % (27) 3338-9969 - atacado@embcia.com.br www.embcia.com.br Fabriplas - Rua Tambaú, 1.106 - Pq. Industrial - CEP 14075-010 - Ribeirão Preto/SP % (16) 3626-0115 - fabriplas@fabriplas.com. br - www.fabriplas.com.br Seladoras Adpack - Av. Júlio Renner, 51 - Senai - CEP 95780-000 Montenegro/RS % (51) 3649-3574 - adpack@adpack.com.br - www.adpack.com.br Barbi - Rua José Carlos Massoco, 1.205 - CEP 13306-740 - Itú/SP % (11) 4024-0656 - barbi@barbi.com.br - www.barbi.com.br

60 www.revistaabastecimento.com.br

guia maior com abre.indd 60

Sopradores de ar ABC TecnologIA De Ar Quente - Rua Graciosa Trevisan Saltori, 120 - Jd. Nova Era - CEP 13280-000 - Vinhedo/SP % (19) 3826-4393 - info@abctecnologias.com.br - www. abctecnologias.com.br E pet do Brasil - Rua Pixurim, 40 - Vila Marieta - CEP 03617-210 - São Paulo/SP % (11) 2076-0021 - ricardo.chorovicz@epet.ind. br - www.epet.ind.br Instrutherm - Rua Jorge de Freitas, 264 - Freguesia do Ó - CEP 02911-030 - São Paulo/SP % (11) 2144-2800 - instrutherm@ instrutherm.com.br - www.instrutherm.com.br Tags Alphacolor - Av. Piracema, 1.411 - Mod. 2 - Tamboré - CEP 06460-030 - Barueri/SP % (11) 4195-3131 - alphacolor@ alphacolor.com.br - www.alphacolor.com.br Antilhas - Al. Antilhas, 140 - Polo Emp. Tamboré CEP 06544-080 - Santana de Parnaíba/SP % (11) 4152-1100 - atendimentocliente@antilhas.com.br www.antilhas.com.br

jan/fev 2014

24.01.14 11:45:55

Template_AnĂşncio.indd 1

27/09/2013 17:00:23

negocios n e g ó c i o s

por RÚBIA EVANGELINELLIS

351,5

mil novos postos de trabalho deverão ser criados ao longo deste ano, segundo cálculos realizados pelo economista Fabio Bentes, da CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. O resultado representaria um avanço sobre o ano passado, que deverá ter fechado com a criação de 292 mil postos de trabalho. “Na pesquisa, dois em cada três empresários estão dizendo que vão contratar pouco. Eu leio esse dado como uma taxa de contratações condizente com esse aumento mais moderado nas vendas”, disse Bentes

Loja do GPA: a receita do segmento alimentar foi de 31,6 bilhões de reais no ano passado

Ano positivo Grupo Pão de Açúcar cresce 16% em 2013 A receita líquida consolidada do Grupo Pão de Açúcar atingiu 16,887 bilhões de reais no quarto trimestre de 2013, um crescimento de 16,2% em comparação com os 14,5 bilhões de reais obtidos no mesmo período de 2012. No ano, a receita líquida subiu 13,7%, para 57,7 bilhões de reais. O segmento GPA Alimentar apresentou receita líquida de 9,2 bilhões de reais nos meses de outubro, novembro e dezembro, com expansão de 17,2% na comparação anual. No ano passado, a receita do segmento foi de 31,6 bilhões de reais, representando uma alta de 13,5%.

62 www.revistaabastecimento.com.br

Negocios.indd 62

Otimismo Empresa chilena continuará a investir no Brasil A varejista Cencosud planeja investir cerca de 425 milhões de dólares em 2014. A companhia chilena pretende expandir seu negócio na América Latina e espera obter entre 20,4 bilhões de dólares e 21,3 bilhões de dólares em receita neste ano, acrescentou em um comunicado realizado no início de janeiro. No Brasil, a companhia é dona das bandeiras GBarbosa, Bretas, Mercantil Rodrigues, Perini e Prezunic.

Expansão Grupo Super Nosso inaugura três unidades O Grupo Super Nosso, que inclui as bandeiras de supermercado Super Nosso e Apoio Mineiro, além da Distribuidora Dec Minas, inaugura três unidades já no primeiro trimestre deste ano, dois Super Nosso e um Apoio Mineiro por meio de um investimento de aproximadamente 11 milhões de reais. Ainda em 2014, outros dois supermercados do grupo também deverão abrir suas portas. Assim, a rede espera concluir o exercício com alta de 22% na receita bruta, somando 2 bilhões de reais. Embora a data exata da inauguração ainda não tenha sido revelada, o Super Nosso Santa Tereza, localizado em bairro de mesmo nome na parte leste de Belo Horizonte, começa a funcionar ainda em janeiro. De acordo com Rodolfo Nejm, superintendente do grupo, a localização é estratégica para os negócios da empresa, pois atinge um público até agora não atendido por um supermercado gourmet.

jan/fev 2014

24.01.14 11:49:15

negocios n e g ó c i o s

por RÚBIA EVANGELINELLIS

Alimentos alta de preços prejudica a Baixa renda A alimentação representou o maior peso na inflação para o consumidor de baixa renda em 2013, respondendo por 52% da alta de 4,98% do Índice de Preços ao Consumidor Classe 1 (IPC-C1) no ano passado. O índice é calculado pelo Ibre – Instituto Brasileiro de Economia da FGV – Fundação Getulio Vargas. Segundo André Braz, economista da FGV, preços monitorados, como o de energia elétrica e o de transportes, ajudaram a conter um avanço mais significativo do índice. A tarifa de energia caiu, em média, 16,68% em 2013, e o custo dos transportes recuou 2,21%.

11,7

milhões de reais é o montante aprovado pelo BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico a serem investidos pela CSD – Companhia Sulamericana de Distribuição na rede de supermercados Cidade Canção.O projeto prevê a implantação de três novas lojas no Paraná, duas em Maringá e uma em Paiçandu. Também será ampliada a unidade de Jandaia do Sul. A maior loja do projeto terá sistema de autoatendimento (self checkout), que agilizará o atendimento jan/fev 2014

Negocios.indd 63

www.revistaabastecimento.com.br

63

27.01.14 13:14:41

fique por dentro f i q u e

p o r

d e n t r o

Flávio Costa, consultor empresarial

Vantagens naturais Como realizar o gerenciamento por categorias na seção de frutas, legumes e verduras para obter melhores resultados

A

seção de FLV oferece muitas vantagens na- quais produtos têm o maior giro. Fique atento turais na exposição de seus produtos, pois, quanto ao estoque dessa seção, cujos produtos de acordo com a eficiência com que a in- têm validade entre três e dez dias. Além do mix e formação sensorial é comunicada, os sentidos do da profundidade, o programa de gerenciamento shopper são adequadamente aguçados, devendo- por categorias considera quatro categorias: Destino: Produtos geradores de fluxo, eles se se, para isso, é claro, fazer um uso conveniente de suas cores vibrantes e do ótimo odor desses itens, destacam quando o lojista quer ser referência, em o que exige uma manutenção periódica durante preço e qualidade, na região em que atua. Esses o dia para que seja constantemente conservada produtos são responsáveis por 5% a 7 % da coma sua boa aparência. Mas a escolha dessa seção posição das categorias. Rotina: Produtos geradores de lucro e de fluxo como típica para a abordagem da matéria não foi feita apenas com o propósito de destacar seu papel de caixa, eles ajudam a constituir e a consolidar a de grande importância para cativar o shopper, mas imagem do varejo na região, sendo responsáveis também pelo fato de que, entre os setores de servi- por 55% a 60% da composição das categorias. Sazonal: Produtos de ocasião, típicos de um ços citados, é no de FLV que se concentra o maior número de perdas, justamente por ser ele o único acontecimento ou de uma época específica, gesetor onde o cliente está em contato direto com a ram a sensação de mix amplo e respondem por 15% a 20% da compomercadoria perecível. sição da categoria. Em especial, o lojista O lojista deve se preocupar com Conveniência: Prodeve se preocupar com o mix dos itens expostos e com dutos que geram facio mix dos itens expostos e com a profundi- a profundidade dessa exposição. lidade de escolha e de Dependendo da loja e da região, compra. É a categoria dade dessa exposição. é fácil obter informações junto com a qual o lojista O mix, que define a variedade dos produaos fornecedores a respeito de pode trabalhar valores tos incluídos em uma quais produtos têm o maior giro agregados maiores e obter mais lucros, resseção, é muito bem pondendo por 15% a exemplificado em FLV, pois a atratividade da distribuição fica explícita 20% da composição da categoria. Dicas sobre conveniência: Trabalhar com na própria natureza dos produtos, por exemplo, na área das frutas: pera, laranja, maçã, uva, aba- frutas descascadas, cortadas e embaladas em pequenas porções, saladas prontas e combos, por caxi, e assim por diante. Quanto à profundidade, que se refere à di- exemplo, para yakisoba e caldo verde, legumes versidade de itens dentro de um mesmo tipo de picados, mesclados e descascados. Essas práticas produto, considere, por exemplo, o número de ajudam a fidelizar e agregam valor. Mas, para tipos de peras disponíveis no FLV. Hoje, no mer- isso, é necessário manter o produto refrigerado. Outra boa iniciativa consiste em fazer cartazes cado de São Paulo, temos aproximadamente sete tipos de peras, que são os mais comercializados. com explicações sobre produtos, indicando utiliPara o lojista de pequeno porte, fica inviável tra- dades culinárias, propriedades medicinais, grau de balhar com essa profundidade por motivos ób- salubridade. Por exemplo, de acordo com o site vios, como a escassez de espaço físico e o custo Minha Vida, que publicou uma pesquisa realizado estoque. Por isso, procure manter uma pro- da pela Universidade de Franca, a batata yacon fundidade de dois a quatro tipos de frutas, e a controla o diabetes e o colesterol, e aumenta a mesma regra para os legumes e as verduras. De- saciedade. Para mais informações acesse www.mipendendo da loja e da região, é muito fácil obter nhavida.com.br. É o tipo de informação que pode informações junto aos fornecedores a respeito de oferecer um interesse óbvio para o consumidor.

64 www.revistaabastecimento.com.br

fique por dentroNOVO.indd 64

.

Mande sua pergunta para o consultor pelo e-mail: redacao@ ebceditora.com.br

jan/fev 2014

23.01.14 11:47:02

evento

e v e n t o

Tendências do varejo A 103a Retail’s Big Show, realizada nos Estados Unidos, destaca a importância da adoção de um sistema integrado de vendas com cobertura de 24 horas

C

Maior feira do varejo do mundo, reuniu cerca de 30 mil visitantes em Nova York

divulgação

onsiderada a maior feira internacional do setor varejista, a 103a Retail’s Big Show, convenção da NRF – National Retail Federation, realizada de 12 a 15 de janeiro em Nova York, nos EUA, reuniu 520 expositores de mais de 80 países. O público visitante (estimado pelos organizadores em 30 mil participantes) incluiu cerca de 1.600 empresários e executivos brasileiros, que tiveram ali a chance de saber como é possível adotar estratégias capazes de encantar os clientes e manter um clima favorável para as compras. Na volta para casa, a principal lição aprendida no evento é a de que o varejo precisa investir em multicanais de vendas, incluindo o virtual, oferecendo a oportunidade para o consumidor comprar onde e quando quiser. “Não importa qual seja o ramo de atividade, o comerciante tem de buscar a integração dos canais de venda. Tanto o espaço físico é fundamental para quem tem comércio eletrônico como a internet é importante para o lojista tradicional. Uma pesquisa apresentada pela empresa francesa Monoprix (rede de supermercados) comprova que a pessoa que se utiliza de mais de um canal de compras gasta 30% a mais do que as demais”, explica Gustavo Carrer, consultor do Sebrae-SP – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo, que acompanhou um grupo de 126 empreendedores brasileiros. Essa missão incluiu visitas técnicas a empresas norte-americanas do varejo. Entre os cases emblemáticos de sucesso observados nos EUA, Carrer destaca a estratégia desenvolvida pela óptica Warby Parker, que começou vendendo pela internet. “A empresa mandava para a casa da pessoa cinco opções de armação para óculos de grau. O cliente fazia as

escolhas e devolvia os modelos descartados. Os dois sócios montaram então quatro lojas. Visitamos uma delas, no Soho, com design de livraria, e que fatura mais do que a joalheria Tiffany & Co. por metro quadrado.” Ricardo Pastore, da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, que também compareceu à feira, entende que os especialistas e as empresas ali presentes mostraram que a loja física permanece como a estrela do varejo, porém repaginada com recursos virtuais. “As novas tecnologias avançam rapidamente e consolidam sua presença no ponto de venda, considerado como um local de relacionamentos em centros comerciais abertos. São locais em que as lojas dispõem de infraestrutura completa, como garagem, calçadões, canteiros, espaço para eventos e lazer. A interatividade no PDV melhora o desempenho das vendas pela agilidade no atendimento e para obter informações, consultas e comparação de preços”, diz. Para Luiz Alberto Marinho, sócio-diretor da GS&BW, consultoria especializada em marketing de varejo e em shoppings, e que comandou uma missão de 250 brasileiros, a mensagem central transmitida pela feira foi de que passou o tempo em que o comerciante decidia sobre as compras e empurrava os itens para os clientes. “Quem está no centro dos negócios é o consumidor. A mudança faz o empresário buscar informações sobre o comportamento de compras dos clientes, que ditam as tendências de consumo”, explica.

jan/fev 2014

MRF.indd 65

www.revistaabastecimento.com.br

65

27.01.14 15:24:07

ponto final p o n t o   f i n a l

Cristian Arriagada

Jovens na mira Fabricante de grandes marcas, a norteamericana 3M foca nas crianças e adolescentes e destaca o Brasil em suas operações em todo o mundo

P

ara ser detentora de marcas que, com o passar dos anos, se tornaram sinônimos de categoria, uma empresa precisa empenharse na tarefa de manter a qualidade e a liderança de suas linhas no quesito inovação, sempre em busca de diferenciais que façam seus produtos se destacarem no mercado em que atuam. Fabricante de Durex e Post-it, a centenária 3M é uma companhia assim, pois a qualidade de seus itens lhe garante espaço consolidado no varejo nacional e constantemente ela lança mão de novidades. “Nossos produtos levam diferenciação para o ponto de venda”, reconhece Cristian Arriagada, gerente de Marketing e Vendas da empresa. Em dezembro passado, a 3M lançou mais de 100 produtos para as linhas Post-It e Scotch com fitas e blocos de anotações coloridos em tamanhos especiais direcionados ao público jovem, potenciais consumidores das marcas que ganham uma nova roupagem, mais colorida e chamativa. No Brasil desde 1946, a companhia norte-americana colocou em prática seu plano de expansão e, no ano passado, duplicou a capacidade do centro de inovação instalado em Sumaré/SP com um aporte de 13 milhões de dólares. O projeto, além dos lançamentos, faz parte de uma previsão de aumentar o faturamento dos atuais 2,9 bilhões de reais para 6 bilhões de reais até 2016.

Cristian Arriagada: produtos diferentes

66 www.revistaabastecimento.com.br

ponto finalNOVO.indd 66

Como os produtos são desenvolvidos? Eles levam tempo. Por exemplo, o último projeto, com mais de 100 itens de Post-It e  Scotch, durou nove meses. Isso é necessário para entendermos os desenhos e as embalagens, os mercados, o perfil do consumidor e a melhor forma de utilizar a comunicação direta com ele, e a indireta, por meio de distribuidores e varejistas.  Qual o peso do pequeno varejo para vocês? O mercado é atrativo para a empresa, pois precisamos atingir um consumidor que está se desenvolvendo, como as crianças na escola, e procuramos sempre ter um contato cada vez mais próximo com esse público. Lançamos muitos itens no fim de 2013 para intensificar essa estratégia. De que maneira? Os jovens gostam de produtos diferentes, coloridos e que lhes permitam criar e usar a imaginação. O canal de papelaria está em pleno desenvolvimento no Brasil e, aproveitando este momento, trazemos grandes linhas para ajudar o varejista a vender produtos para quem procura diferenciação.

divulgação

Por Andréia Martins

Qual é a importância das operações brasileiras nos negócios da companhia? O Brasil tem se destacado nos resultados da empresa, e isso faz com que os mais recentes lançamentos passem a acontecer simultaneamente com outros mercados. Procuramos aproveitar a Volta às Aulas e o Natal para demonstrar o produto e proporcionar ao consumidor maior acesso a ele. Usamos momentos importantes nos quais as pessoas gostam de mostrar o seu lado artístico.

Como os produtos são expostos? Os displays de lançamento são indispensáveis. Em um mercado que atinge todas as idades e sexos, vemos um consumidor potencial: o jovem. Por isso, temos linhas coloridas de Post-It e Scotch para atraí-lo. Além disso, como a categoria de fitas adesivas tem pouca diferenciação, trazemos um amplo portfólio, com produtos diferentes.

jan/fev 2014

23.01.14 11:43:21

LC_OLLA_ANUNCIO-TRADE_2013-12_AF.pdf

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

1

12/17/13

10:55 AM

Porque orque não pode faltar na sua loja! Nova tecnologia Neutraçúcar

TM

Reverte quase 2X mais lesões iniciais da cárie** Redução 20% maior no aparecimento de novas lesões de cárie** Reduz a cárie inicial quase pela metade* Fonte: *Yin W, Hu DY, Fan X, et al. J Clint Dent. 2013; 24 (Spec Iss A):A15-A22. / ** Dados em arquivo Colgate-Palmolive vs creme dental regular.

Novo Colgate Máxima Proteção Anticáries mais Neutraçúcar ™ Menos cáries e muito mais vendas!

LANÇAMENTO COM FORTE SUPORTE DE MÍDIA

Template_Anúncio.indd 1

COMERCIAL C OMERCIAL DE TV

INTERNET NTERNET

MATERIAL DE PDV

ANÚNCIO REVISTAS

ENDOSSO PROFISSIONAL

RELAÇÕES PÚBLICAS

08/11/2013 16:53:25


Revista Abastecimento - ED 43