Page 1

Princesa Diana


Era uma vez as três irmãs “Capuchinho”: Matilde, Catarina e Laurina, os dois irmãos gémeos: Leo e Bruno, Oriana Branca de Neve, a princesa perdida Diana, Letícia Rapunzel, Francisca a bruxinha sorridente e o João o anão feliz. Viviam em harmonia numa freguesia chamada Seixal, na ilha da Madeira.


Certo dia, estava a princesa Diana, sentada na sua varanda, a olhar para as ondas do mar, quando subitamente passou por ali uma carruagem cintilante. Esta fĂŞ-la parar, entrou e seguiu o seu destino atĂŠ ao interior da Floresta Laurissilva.


Quando os habitantes souberam que a princesa aproveitou a boleia daquela estranha carruagem, ficaram muito preocupados… As irmãs “Capuchinho começaram logo a chorar, pois temiam que algo de mau lhe pudesse acontecer e, além do mais, já desde pequena que a princesa estava perdida da sua família e fora acolhida nesta simpática freguesia.


Os irmãos gémeos, assim que souberam do sucedido, arregaçaram as mangas e decidiram seguir o rasto da carruagem.


A Letícia Rapunzel e a Oriana Branca de Neve decidiram procurá-la no Chão da Ribeira, uma vez que sabiam que aquele lugar era o seu preferido.


O João, o anão feliz, decidiu pegar na sua bola de cristal e pedir ajuda à Francisca a bruxinha sorridente que através da poção mágica conseguissem ver onde estava a princesa Diana. E de facto conseguiram! Para lá chegarem num instante, a bruxinha Francisca ofereceu boleia, na sua vassoura voadora, ao João o anão que ficou muito feliz. Quando se preparavam para partir, rompeu uma feroz tempestade que os impediu de avançar.


Entretanto, os irmãos gémeos já muito cansados e molhados decidiram parar para descansar.


Subitamente, surgem duas sombras que ao aproximarem-se dos manos pareciam-lhes familiares.

Afinal de contas estas eram a Oriana Branca de Neve e a LetĂ­cia Rapunzel que acabaram por os ajudar.


Assim que a tempestade acalmou, saíram daquele buraquinho e decidiram ir juntos à procura da princesa. De repente, surgiu um clarão do céu que os impedia de avançar.


Perante tal luminosidade, surge a linda princesa Diana, cheia de gotas de ĂĄgua que ao colocar os pĂŠs no chĂŁo, transformara as gotas em diamantes cintilantes.


Todos voltaram s達os e salvos e muito felizes para o Seixal. A princesa Diana, para agradecer o gesto de amizade e de carinho que a freguesia teve para com ela, ofereceu um diamante a todos os habitantes.


Por fim, esta atitude trouxe muita riqueza Ă quela freguesia, pois todos os dias, vinham turistas de todo o mundo para conhecerem o castelo da bondosa e linda princesa Diana.


Vitória, vitória e assim termina a nossa história.

Área de Projeto – “Era uma vez…” História coletiva dos alunos do 3.º e 4.º ano da EB1/PE do Seixal Ano letivo 2012/2013

"Procura-se princesa Diana"  

História coletiva 3.º e 4.º ano Professora - Carla Osório EB1/PE do Seixal 2012/2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you