Page 1

Eaton Power Quality Customer Magazine Issue 3 • 2009

Ensaio de carga Green é o mais

completo para economizar energia Pag 6

Sem energia = sem entregas de mercadoria Pag 4

Plug and play: Soluções chave-na-mão para Data Centre Pag 9


Eaton Corporation A Eaton Corporation é uma empresa diversificada especializada na gestão de energia com um volume de vendas de 15.4 mil milhões de dólares em 2008. A Eaton é líder mundial nos seguintes ramos : sistemas eléctricos para a qualidade, continuidade e gestão de energia; componentes, sistemas e serviços hidráulicos para a indústria e equipamento móvel; sistemas de alimentação de combustível para o sector aeroespacial, sistemas hidráulicos e pneumáticos para aviões comerciais e militares; sistema de propulsão e transmissão para camiões e automóveis para optimização da performance e segurança, bem como para a redução do consumo de combustível. A Eaton tem 70 mil funcionários e comercializa os seus produtos em mais de 150 países em todo o mundo. Para mais informações visite o site www.eaton.com A divisão Eléctrica da Eaton tem uma elevada importância a nível mundial no sector do controlo, da distribuição de energia, dos sistemas de alimentação ininterrupta e dos produtos e serviços em automatismos industriais. As marcas com a actividade eléctrica de Eaton, entre as quais MGE Office Protection SystemsTM, Powerware®, Holec® e MEM®, Santak® e Moeller®, oferecem soluções orientadas para os clientes de PowerChain Management® para responder às necessidades de energia dos mercados industriais, institucionais, governamentais, empresas públicas, sector terciário, utilização doméstica, IT, instalações críticas e mercado OEM a nível mundial.

Região EMEA - Europa, Médio Oriente, África Sede Europa, Médio Oriente, África Morges, Suiça Tel. +41 21 811 4600 Escritórios principais Médio Oriente & África Montbonnot, França Tel. 00 33 4 76 00 65 00 mea-area@eaton.com Algéria El-Mouradia, Alger Tel. +213 21 69 40 07 NorthAfrica@eaton.com Bélgica Bruxelas Tel. +32 (0) 2 348 44 10 Belgium-info@eaton.com Região Ásia Central e Cáucaso Almaty, Kazakistão Tel. +7 727 3172543 MiddleEast@eaton.com

Alemanha Achern Tel. +49 7841 604 0 infogermany@eaton.com

Portugal Lisboa Tel. +351 21 421 74 30 geral@eaton.com

Grécia Atenas Tel. +30 210 7454 336 7

Rússia Moscovo Tel. +7 495 981 37 70 UPSRussia@eaton.com

Itália Milão Tel. +39 02 955 421 MarketingEmlp@eaton.com Jordânia Amã Tel. +962 6 53 714 29 MiddleEast@eaton.com Martinicas Fort de France Tel. +596 42 58 09 mea-area@eaton.com

Arábia Saudita Riade Tel. +966 1 2795215 MiddleEast@eaton.com Eslováquia Bratislava Tel. +421 244 637 046 UPSInfoSlovakia@eaton.com Espanha Barcelona Tel. +34 902 104 220 info.es@eaton.com

República Checa Praga Tel. +420 234 769 500 UPSInfoCzech@eaton.com

Médio Oriente, África Oriental & Ásia Central Dubai, Emirades Árabes Unidos Tel. +971 4 881 1933 MiddleEast@Eaton.com

Dinamarca Herlev Tel. +45 368 67 910 UPSSalesDenmark@eaton.com

Países Baixos Dordrecht Tel. +31 (0) 78 652 16 80 netherlands-info@eaton.com

Suécia Kista Tel. +46 8 598 940 00 infosweden@eaton.com

Egipto Cairo Tel. +202 246 18 5 21 NorthAfrica@eaton.com

Norte de África & Países de língua oficial francesa Casablanca, Morocco Tel. +212 5 22 95 77 40 NorthAfrica@eaton.com

Tunísia Tunis Tel. +216 71205073 NorthAfrica@eaton.com

Finlândia Espoo Tel. +358 9 452 661 Myynti@eaton.com França Les Ulis Tel. 0 800 33 68 58 onduleurfrance@eaton.com 2

Noruega Kolbotn Tel. +47 23 03 65 50 salesnorway@eaton.com Polónia Varsóvia Tel. +48 22 320 38 00 upssalespoland@eaton.com

África Sub-Sariana Abidjan, Cote D’Ivoire Tel. +225 212 415 12 SubsaharanAfrica@eaton.com

Turquia Istanbul Tel. +90 216 663 61 09 MiddleEast@eaton.com UK and África do Sul Slough, Inglaterra Tel. +44 (0) 1753 608 700 acukpowerware@eaton.com

Revista do cliente Eaton Power Quality

Versão electrónica da revista disponível em www.eaton.com/powerquality

Publicado por Eaton EMEA Eaton Power Quality Oy Koskelontie 13, 02920 Espoo, Finlandia Tel. +358 9 452 66 1 Fax +358 9 452 66 396 www.eaton.pt Editor chefe Anita Putkinen anitaputkinen@eaton.com Gestor de Edição Elisa Ylinen elisa.ylinen@conexio.fi Editorial PR Agency Conexio Layout KPL Graphics kari.lehkonen@kpl.fi ISSN 1795-9314


Editorial

Maior potência, menor perda Segundo especialistas do mercado das UPSs, o mercado mundial tem experimentado uma transição de uma topologia tradicional baseada em transformadores para uma tecnologia sem transformadores, que é actualmente o design dominante para UPSs trifásicas online. Para a Eaton, a mudança é ainda mais significativa: lançámos a nossa primeira UPS trifásica sem transformador há mais de dez anos e temos permanecido na linha da frente dessa tendência desde então. Em comparação com os designs de topologia tradicional, a nossa UPS sem transformador tem apenas metade do peso e ocupa apenas 60 por cento da área, resultando numa redução dos custos de materiais e transporte e, a longo prazo, de sustentabilidade. A sustentabilidade é também resultado do desenvolvimento da Eaton de tecnologias inovadoras de redução energética, que são aplicadas em produtos tais como a nossa mais recente UPS trifásicaa Eaton 9395 de 1100 kVA, a maior UPS sem transformador no mercado de dupla conversão. Mais informações na página 11. É um facto reconhecido que a importância dos Data Centre está a aumentar globalmente. Apesar deste mercado ter sido afectado pela crise financeira global, prevê-se a sua recuperação no futuro, graças à continua necessidade de uma computação de grande escala. Na verdade, as tendências emergentes na computação potenciam o crescimento dos chamados Collocation Centres, e diferentes tipos de organizações perceberam as vantagens de colocarem os equipamentos críticos nas mãos de Data Centre geridos profissionalmente. Um Data Centre com múltiplos utilizadores, não pode arriscar ter qualquer espécie de distúrbio de alimentação energética; estes Data Centre têm de garantir uma total fiabilidade em todos os momentos. E é aqui que os vastos conhecimentos do Large Systems Group da Eaton realmente brilham leia mais nas páginas 6–8. E não nos estamos a esquecer das necessidades das salas de servidores ou dos Data Centre de menor dimensão: as nossas soluções para Data Centre, recentemente lançadas, estão projectadas para fornecer a data centre de várias dimensões, todos os equipamentos necessários para a protecção energética - tudo num pacote completo e simples de encomendar. Vire a página 9 para saber mais! Esperamos que goste desta publicação de alta potência da PowerNews, Anita Putkinen Editor-in-Chief 3


Success stories

Sem energia = sem entregas de mercadoria

A inoperacionalidade causada pelo mau funcionamento da fonte de alimentação está fora de questão quando se trata do negócio diário no mundo dos bens de consumo. A cadeia multinacional de retalho alimentar Delhaize Group, equipou o seu mais recente centro de distribuição semiautomático, em Zellik, na Bélgica, com uma UPS da Eaton para garantir o funcionamento contínuo do centro.

om mais de 140 anos de história e raízes firmes em solo belga, o Delhaize ganhou a confiança dos seus consumidores como cadeia de distribuição alimentar fiável, em 3 continentes. Apesar da longa tradição desta cadeia, ela não permaneceu inalterada face ao aumento da concorrência e às crescentes exigências de eficiência, impostas ao mercado alimentar. As tendências deste mercado têm obrigado as cadeias a apostar, cada vez mais, na automatização dos processos de armazenamento e distribuição. Na Bélgica, o Delhaize tem protegido os seus supermercados contra falhas de energia , desde há vários anos. As UPSs monofásicas, fornecidas pela MGE Office Protection Systems, têm protegido os seus terminais de caixa, em 136 supermercados por todo o país. Quando o Delhaize decidiu construir o seu primeiro centro de distribuição semiautomático na Bélgica, sabiam a quem recorrer – à Eaton.

Delhaize Group: • Cadeia multinacional de retalho alimentar belga, fundada em 1867 • Actividade em 3 continentes – 6 países: Bélgica, Grécia, Indonésia, Luxemburgo, Roménia, Estados Unidos • 2.684 lojas em todo o mundo (no final de Junho de 2009) • O maior mercado é E.U.: com 1.587 lojas em seis insígnias (no final de Junho de 2009) • Aprox. 141.000 empregados, volume de negócios de 19 mil milhões de Euros em 2008

4

“Tivemos uma experiência excelente com a MGE Office Protection Systems, bem como com os níveis de serviço oferecidos. Quando se fundiram com a Eaton, para nós tornou-se obvio que deveríamos prosseguir com esta parceria, agora numa escala mais abrangente, para garantir a protecção de energia nos nossos sistemas com a Eaton Power Quality “, afirmou Didier Jacobs, Engenheiro de Manutenção do Delhaize, na Bélgica.

te: o guindaste não consegue recolher a mercadoria, visto não estar posicionado na altura correcta. Isto tem um grande impacto sobre a configuração geral “, explica Jacobs. “Após uma interrupção de energia, o sistema necessita de 24 horas para conseguir repor todos os guindastes em funcionamento – e são mais de trinta no total.”

Centro de Distribuição como ponto crucial

Delhaize escolheu a UPS 9395 da Eaton, com uma potência de 825 kVA. “Temos uma linha directa de alta voltagem exclusiva para o centro de distribuição. A UPS 9395 de 825 kVA foi a escolha perfeita para nós: é suficientemente potente para proteger todos os nossos guindastes contra as anomalias de energia, mesmo que de curta duração. Ficámos muito impressionados com o design de dupla conversão e com a tecnologia paralela Hot Sync® da 9395 - características estas que garantem uma maior fiabilidade da energia para as nossas necessidades. Agora já não precisamos de nos preocupar com as eventuais perdas de produtividade que advêm da instabilidade da energia eléctrica. “ A 9395 está em pleno funcionamento no centro desde o início de Setembro de 2009. Este projecto demorou seis meses desde o seu início até à sua conclusão. “Escolhemos a Eaton, pelas suas comprovadas capacidades na gestão de projectos, rapidez de reacção, excelente relação qualidade/preço e acompanhamento. A relação funciona sem incidentes – tal como já acontecia com a MGE Office Protection Systems “, salienta Jacobs. 

Os Centros de distribuição são um dos pontos cruciais no processo de entrega de encomendas. Quanto mais automatizado se torna o centro de distribuição, melhor capacidade terá de responder de forma confiável aos desafios do ramo alimentar. “O nosso novo centro de distribuição é altamente automatizado: temos guindastes automáticos que recolhem e agrupam os produtos, para depois os carregarem nos camiões, que se encarregam de os distribuir por todas as nossas lojas na Bélgica e Luxemburgo, seis ou sete dias por semana “, diz Jacobs. Cada quebra de energia, flutuação ou pico, pode afectar os equipamentos sensíveis do centro automatizado, com consequências drásticas ao nível dos custos e prazos de entrega. “A precisão de elevação do guindaste tem de ser perfeita para garantir o seu correcto funcionamento. As falhas de energia provocam graves danos no funcionamento destes guindastes, pois podem causar alteração de alguns milímetros no seu posicionamento. Qualquer diferença pequena, tem consequências enormes na próxima recolha do guindas-

Eaton 9395 comprova o seu valor


O novo centro de distribuição da Delhaize, na Bélgica, está pronto para entrar em acção. Didier Jacobs (direita) e Jan van Dijk da Eaton estão muito satisfeitos com o resultado.

55


Tecnologia

Habilidades superiores , performance de topo

Ensaio de carga Green é o mais

completo para economizar energia Equipa dos LSG da EMEAnas Instalações de testes em Helsinki, Filândia: Juha Lantta (da direita), Tapani Airila, Matias Vasarainen, Janne Paananen, Teppo Henttonen e Teemu Paakkunainen.

A Eaton não só elevou as suas tecnologias de produto a uma fina arte; eles destacaram-se no fornecimento de energia e na redução de custos na sua produção e nos sistemas de teste. Vamos dar uma olhada no que está a acontecer no Grupo de Grandes Sistemas e nos seus mercados por todo o mundo.

6

Grupo de Grandes Sistemas (Large Systems Group – LSG) da Eaton , fundado no início de 2008 para apoiar projetos de extensos Data Centre na Europa, no Médio Oriente e em África (EMEA), definitivamente atingiu o alvo: apesar do actual decréscimo económico, não há fim à vista para o crescimento dos Data Centre. O conceito de um grupo individual fornecer soluções à medida a grandes clientes foi testado nos EU durante vários anos e ficou comprovado merecer cada cêntimo. O feedback recebido na EMEA até agora é igualmente positivo. “O que um cliente necessita é de um parceiro com o qual possa discutir detalhadamente cada necessidade. Quanto maior a

necessidade, mais importante é ter um parceiro fiável, capaz de dirigir o projeto como um todo – não só fornecendo os materiais mas também fazendo toda a gestão do projecto, desde o seu planeamento, ao cálculo de preços, testes, documentação até ao serviço após-venda. Isto é onde reside a força do Grupo de Grandes Sistemas da Eaton: na capacidade de fornecer uma solução completa de energia de qualidade através de um só fornecedor,” diz Juha Lantta, Gerente do Grupo de Grandes Sistemas na EMEA. “Embora a atual queda económica tenha abrandado os projetos dos clientes, continuamos a investir em operações do LSG na EMEA. Estamos lenta mas seguramente a ganhar quota no mercado-alvo que estabelecemos, e actualmente estamos fornecendo dezenas de sistemas por ano “, diz Lantta. O emergir dos collocation centers por todo o mundo Um cliente LSG típico é uma empresa que já tem ou está prestes a construir um mega Data Centre com necessidades maciças de energia. Estes clientes incluem várias instituições financeiras, grandes fábricas, empresas de software e hardware e fornecedores de serviços de Internet. Um grupo de clientes especial é constituído pelas empresas de hosting cujo negócio central é a oferta de espaço de armazenamento de dados a outras empresas.


O número e o tamanho dos Data Centre destas empresas – conhecidos como collocation centers – está em constante crescimento já que cada vez mais empresas estão a alocar a sua informação crítica em locais fornecidos por prestadores de serviços externos. “Para dar uma ideia da dimensão do projecto, temos clientes de Data Centre, cujas necessidades de energia são superiores a 40 mil megawatts. Os seus Data Centre ocupam áreas equivalentes a vários campos de futebol “, delinea Lantta. Contudo, os Data Centres não são os únicos clientes do grupo LSG: sistemas de grandes dimensões são também entregues tanto a empresas industriais, bem como a hospitais, cujas exigências de energia estão actualmente aumentando. “Um exemplo digno de menção é a chamada UPS da Marinha, que representa um perfeito exemplo das soluções verdadeiramente à medida que podemos proporcionar. Estas UPSs, utilizadas em navios de cruzeiro que hoje em dia são como cidades flutuantes - têm de permanecer plenamente funcionais para proteger os equipamentos de navegação, a energia de emergência e iluminação, a automação do navio, a comunicação e outros sistemas críticos, independentemente da vi-

bração e variação de temperatura. Por exemplo, foram reforçadas as estruturas mecânicas e os amortecedores, entre outras características únicas. “ O Grupo de Grandes Sistemas da EMEA na Filândia também já entregou sistemas na Ásia e na região do Pacífico (APAC). “É um facto que os mercados em crescimento, como a China e a Índia, enfrentam uma necessidade crescente de obter energia mais fiável. É por isso que os grupos LSG na EMEA e nos EU, que já trabalham em estreita cooperação apoiando-se um a outro, também apoiam os mercados APAC,” diz Lantta. Poupando energia com uma carga electrónica O LSG foi recentemente melhorando a sua técnica de sistemas de teste para ir ao encontro dos requisitos dos sistemas de maior escala que precisam de quantidades enormes de energia na fase de testes. “A maioria dos grandes sistemas de UPS são testados presencialmente pelo cliente na fábrica. Isso serve para garantir que o desempenho do sistema UPS atende aos critérios previamente estabelecidos e que não haverá nenhuma surpresa quando o sistema for instalado no local. Em termos práticos, não há

nenhum negócio fechado sem que o desempenho do sistema seja exaustivamente testado e documentado”, diz Lantta. Desperdiçar muita energia não é, contudo, a direcção a seguir no mundo de hoje. É por isso que o LSG tem trabalhado numa recente inovação: o teste com uma carga electrónica que consome apenas uma quantidade mínima de electricidade. Tradicionalmente, a carga dummy usada nos testes transforma a energia consumida em calor, que geralmente é desperdiçada. Com a nova técnica green de teste é possível reciclar a energia através do próprio sistema e devolvê-lo à fonte de energia da fábrica. A quantidade de energia desperdiçada é substancialmente reduzida, já que a energia perdida é apenas o montante necessário para as unidades de teste funcionarem – 10% da necessidade energética total, no máximo. “Nós podemos agora testar sistemas realmente grandes, desta forma - sistemas de vários megawatts. Somos os primeiros a oferecer uma carga electrónica deste tamanho “, diz orgulhosamente Lantta, mas com razão. “Pode-se facilmente imaginar quanta energia é poupada no total, comparado com o método de teste tradicional, especialmente com cargas elevadas. Poupar energia conduz à redução de custos para o cliente. A sustentabi-

A técnica green de teste retira apenas 10% de carga da rede.

7


95%

Electronic load

UPS 105%

100%

N

95%

N

10% 5%

5%

A técnica green de teste retira apenas 10% de carga da rede. 5% é necessária ao funcionamento da UPS, 5% para a carga de ensaio.

A área de testes de carga green.

lidade não só é tida em consideração na tecnologia de produtos, como também é uma parte inerente na nossa produção. A técnica green de teste demonstra o nosso compromisso para com a poupança de energia e a redução nas emissões de gases de efeito de estufa. “ “Naturalmente, se um cliente especificamente solicitar, nós também utilizamos resistores de carga tradicionais no teste”, acrescenta. Ajuste às necessidades exactas do cliente A nova técnica de teste é baseado na tecnologia de ponta da Eaton 9395 que permite o uso de uma carga electrónica. “A UPS testada conduz a carga eléctrica, dentro da qual a electricidade passa pelo rectificador e pelo inversor que é então devolvida à UPS. Por outras palavras, a técnica utiliza o rectificador e o inversor como bancos de carga e retira muito pouca potência a partir da rede. Durante o ensaio, a perda de energia é

Sistemas de larga escala precisam de quantidades enormes de energia na fase de testes. 8

de apenas 10%: 5% devido à UPS em teste, 5% devido à carga de ensaio”, explica Janne Paananen, Engenheiro de Aplicação Sénior no LSG na EMEA. “De facto, a carga de ensaio utiliza as capacidades técnicas da 9395. A mesma técnica de reciclagem de energia é também usado no teste de carga que pode ser realizado no local do cliente para testar a correcta performance e funcionamento da UPS e das baterias”, continua ele. Mais, a técnica green de teste permite o ajuste contínuo e variável das características de carga - incluindo a corrente de carga, o factor de potência, o desequilíbrio e a linearidade - para se ajustar às necessidades exactas de energia do cliente. A técnica permite que ambos os sistemas de 50 Hz e 60 Hz sejam testados. “Quando um cliente participa num ensaio de fábrica nas nossas instalações, somos capazes de verificar todas as características do sistema em circunstâncias diferentes em termos concretos e determináveis. Isto também acresce transparência à tomada de decisão: os clientes podem assistir a um ensaio antes de tomar uma decisão de compra “, diz Lantta. A nova área de testes de carga green nas instalações dos LSG na EMEA tem estado em utilização desde o início de 2009. Dezenas de sistemas já foram testados e satisfizeram várias exigências dos clientes. “Quem não gostaria de poupar energia e reduzir custos, ao mesmo tempo?” pergunta Lantta, sorrindo. 


As soluções chave- na- mão de Data Centre da Eaton fornecem uma proteção de energia all-inone para salas de servidores e Data Centre pequenos e médios. Esta nova oferta está agora disponível em toda a Europa, Oriente Médio e África (EMEA).

Soluções chave-namão para Data Centre Plug-and-play para o fornecimento de energia fiável Eaton rack enclosure

arantir o abastecimento de energia nos Data Centre pode ser tão simples como “plug and play”. A oferta recémlançada da Eaton de soluções chave- na- mão para Data Centre é constituída por um conjunto de seis soluções off-the-shelf incorporando todos os componentes necessários para a protecção de energia num ambiente de TI: uma UPS da Eaton, bastidores, monitorização ambiental e uma gama completa de unidades de distribuição de energia (ePDUs). As soluções flexíveis e adaptáveis adequam-se às necessidades ambientais dos Data Centre, garantindo um housing e um fornecimento de energia eléctrica de confiança. Poupar tempo e dinheiro Para os clientes da Eaton, a escolha de uma solução chave-na-mão, de protecção de energia, simples e flexível, significa uma significativa poupança em termos de tempo e dinheiro: A necessidade de um trabalho de configuração complicado é eliminada, dado que todas as partes individuais da solução pré-embalada são projectadas para trabalhar em conjunto como uma única entidade. Além disso, as encomendas morosas e onerosas de peças adicionais ou em falta são eliminadas, já que as amplas soluções proporcionam o serviço de housing conjuntamente com a qualidade e distribuição de energia para os equipamentos de TI. A aquisição de uma solução é rápida e fácil, já que é necessário apenas um part number para a requisição de cada solução completa. Além disso, um assistente técnico da Eaton pode configurar os equipamentos, o que significa que o cliente pode começar a desfrutar dos benefícios desta solução da Eaton de produtos de alta qualidade e segurança imediatamente. “Eaton pretende proporcionar aos seus clientes as melhores soluções possíveis, con-

Environmental monitoring Eaton rack-mounted UPS

Software and connectivity

Eaton ePDU

As soluções chave-na-mão de Data Centres da Eaton incluem uma UPS da Eaton bastidores de TI, monitorização ambiental e uma gama completa de unidades de distribuição de energia (ePDUs).

juntamente com um valor de aquisição excepcional. Estas soluções chave-na-mão fornecem energia e funcionalidade para atender às necessidades dos nossos clientes. Os benefícios são consideráveis: a fiabilidade através da tecnologia das UPS e dos ePDUs da Eaton combinado com a segurança dos equipamentos de housing e monotorização. Essa oferta abrangente de soluções únicas oferecem uma instalação rápida, com um design modular e escalonável, para ir ao encontro das mais exigentes necessidades dos nossos clientes, de hoje e no futuro “, diz Stefan Coote, Product Manager, EMEA. Variedade de tamanhos para diferentes necessidades energéticas

As soluções XS, S e M, são adequadas para pequenas e médias empresas, servidores de rede com espaço limitado, servidores montados em rack e sistemas de armazenamento em rede, fornecendo entre 3000-5000 VA de potência. As soluções L, XL e XXL são adequadas para pequenos e médios Data Centres, ambientes de rede e sistemas de armazenamento, e atendem a necessidades de energia que vão de 12 kW a 60 kW N +1. As soluções chave-na-mão de Data Centres estão disponíveis com ou sem rack, proporcionando maior flexibilidade para o cliente. A oferta inclui equipamentos tanto da gama Powerware como da gama Pulsar. As soluções estarão disponíveis em toda a região EMEA no quarto trimestre de 2009. 

As soluções chave-na-mão de Data Centres da Eaton estão disponíveis em seis tamanhos. 9


Success stories

Energia ininterrupta 24/7

Citi confia na Eaton para proteger o seu centro de serviços pan-europeu A empresa de serviços financeiros globais Citi escolheu as UPSs 9390 da Eaton para proteger o seu Centro de Serviços e Vendas em Barcelona, contra as falhas de energia potencialmente prejudiciais. om mais de 200 milhões de clientes, em mais de 100 países, o Citi é uma das empresas mais conhecidas de serviços financeiros em todo o mundo. A empresa está há mais de 90 anos presente em Espanha e, serve hoje os seus clientes através de uma rede de mais de 100 agências que incluem, entre outros, os negócios do Citibank e CitiFinancial. As operações do Citi em Espanha têm um papel crucial na garantia de níveis de atendimento eficientes ao cliente por toda a Europa. Situado em Barcelona, o Centro de Serviços e Vendas do Citi, com mais de 1.000 colaboradores, presta suporte operacional e serviços de vendas nos negócios de consumo do Citi, em 20 países europeus e em 16 idiomas diferentes. Com um nível de funções tão importante para cumprir, o centro não pode correr riscos de falhas de energia nas suas instalações - que têm de estar em pleno funcionamento 24/7. 10

Para garantir a energia contínua e estável no seu centro, o Citi tem utilizado as UPSs da série Powerware, desde o seu início em 1999. “Em dez anos, a abrangência dos nossos negócios de consumo na Europa tem vindo a evoluir e o Centro de Serviços e Vendas de Barcelona expandiu. Estávamos por isso a necessitar de novas UPSs, de maior escala, capazes de garantir energia mais fiável ao Centro. As anteriores UPSs não forneciam redundância, o que era um risco para o nosso negócio em expansão“, lembra Juric Ozren, Asset Manager do Citi.

tam perfeitamente às nossas necessidades. A Eaton não só instalou as duas UPSs 9390, com uma gama de potência de 80 kVA, como também desactivou as UPSs já existentes “, explica Ozren. “A instalação teve de se realizar durante a noite, com a suspensão controlada dos sistemas eléctricos, para que as operações do Centro não fossem interrompidas. Para que isso fosse possível, tivemos de confiar nas velhas UPSs para garantir o tempo necessário aos backups. E, como se não bastasse, precisávamos de duas noites para a instalação. “

Instalação em duas noites

Redundância da 9390 como factor principal

O Citi necessitava de uma solução fiável, capaz de assegurar o tempo necessário para os backups do Centro de Serviços e Vendas. Outro dos desafios foram as condições para a instalação das UPSs: durante a instalação, tinha de ser garantida uma carga eléctrica ininterrupta para os processos críticos que nunca podem ser suspensos. Isto só foi possível durante a noite, quando a actividade do centro está reduzida a níveis mínimos. “O objectivo principal do projecto foi a instalação de duas UPSs de 80 kVA, com 20 minutos de duração de bateria, que se adap-

O Citi escolheu 9390 da Eaton pela sua capacidade de resolver todos os problemas de energia da rede básica, fornecendo energia limpa e contínua a todos os equipamentos críticos do Centro. A elevada eficiência online da 9390 - até 94 por cento - reduz custos de manutenção e aumenta o tempo de vida útil da bateria. “A elevada performance da UPS, permite que as operações se realizem com menor nível de aquecimento, reduzindo assim custos de climatização e prolongamento da vida útil dos componentes da UPS. Isto leva a uma


maior fiabilidade, disponibilidade e desempenho “, explica Juan Manuel López, Director comercial de UPSs trifásicas da Eaton. Eaton equipou as UPSs do Citi com a tecnologia em paralelo Hot Sync, que permite ter múltiplas unidades de UPS em paralelo, para garantir redundância ou aumento da capacidade, ou ambas. Com o sistema Hot Sync, as unidades de UPS podem dividir a carga e operar autonomamente, sem ligação para comunicação entre elas, o que elimina um ponto único de falha. A 9390 também utiliza uma tecnologia sofisticada para maximizar o estado e vida da bateria, isto é, a tecnologia ABM® da Eaton, que emprega um sistema de carga a três níveis para optimizar a duração da bateria e prevenir a sua corrosão. A 9390 está operacional desde Agosto de 2009. “A 9390 é exactamente o que precisávamos: maior fiabilidade, com possibilidade de adaptar o sistema às alterações de capacidade “, Juric Ozren conclui. 

O edifício histórico, onde está instalado o Centro de Serviços e Vendas do Citi em Barcelona, acolhe a sua nova residente - a 9390 da Eaton - com uma pequena ajuda de um guindaste.

Extensão da potência da gama Eaton 9395 Eaton lançou em Julho, uma solução líder em potência de 1100 kVA para a gama 9395.

A 9395 de 1100 kVA é a primeira UPS sem transformador desta dimensão no mercado de UPS com tecnologia de dupla conversão. Consegue ir ao encontro de necessidades energéticas tão altas como 4.4 MVA com um setup de quatro unidades UPS 9395 de 1100 kVA, parte da série Powerware, aumenta a potência do sistema de 825 kVA lançado em Janeiro deste ano. Potências de 1100 kVA estão direccionadas para os maiores Data Centre e outras aplicações com elevadas necessidades energéticas. “A 1100 kVA é a primeira UPS desta escala sem transformador no mercado de UPS de dupla conversão: é o maior sistema actualmente disponível. Graças à tecnologia Hot Sync da 9395, somos agora capazes de ir ao encontro de necessidades energéticas tão altas como 4.4 MVA com um setup de quatro unidades, com cada UPS a fornecer 1100 kVA,” diz Jari Nieminen, Gestor de Produto na Eaton Power Quality. O design modular também permite que a unidade seja utilizada tanto em modo de extensão de potência ou redundância. “O que é único nesta UPS multi-modular é que é automaticamente redundante. Por exemplo, se a carga é de 825 kVA, o sistema de 1100 kVA tem uma redundância automática de N+1. Se a carga aumenta, o modulo adicional de 275 kVA providencia o aumento de capacidade,” acrescenta Nieminen. A 9395 utiliza uma tecnologia sem

Tecnologia ACS agora conhecida como Variable Module Management System (VMMS) Tecnologia optimizada de dupla conversão – dada a conhecer inicialmente como Adaptive Capacity System, ou ACS, na edição anterior da PowerNews – é agora conhecida como Variable Module Management System (VMMS).

transformador que permite eficiências operacionais muito altas – tão altas como 94.5% – e uma dimensão e peso muito pequenos quando comparados com os seus concorrentes. Isto traduz-se num custo de utilização reduzido e numa poupança de espaço que se vai tornando cada vez mais notável à medida que se fala de necessidades de energia cada vez mais altas. Uma maior eficiência sem riscos Para além das tecnologias Hot Sync e da ABM de gestão de baterias, a 9395 emprega outras recentes e inovadores tecnologias da Eaton, incluindo o Energy Saver System e o Variable Module Management System (previamente conhecido como Adaptive Capacity System). “O Variable Module Management System, ou VMMS, oferece ao cliente benefícios excepcionais. Aumenta significativamente a eficiência da tecnologia de dupla conversão, permitindo que a UPS se ajuste à carga alimentada ao decidir quais os módulos de potência que estão em standby e quais os que alimentam os equipamentos a ela conectados,” salienta Nieminen. “A eficiência do sistema é uma das mais importantes características da UPS, afectando o consumo geral de energia de todo o sistema.. Com o VMMS, somos capazes de optimizar a eficiência mesmo dos maiores sistemas,” diz Nieminen. Para garantir o sistema operacional mais fiável, o sistema de 1100 kVA pode ser configurado para ter baterias separadas para cada módulo de potência de 275 kVA. Este setup elimina a possibilidade de um único ponto de falha devido a qualquer mau funcionamento das baterias.  11


News

Certificação Green Leaf atribuído à Eaton BladeUPS

Spotlight:

Pascal Morel O segredo de um negócio de sucesso é o focus no cliente, desde o fabrico até ao serviço pós-venda. Pascal Morel, que é responsável pelos departamentos de Operações e de Serviços na Eaton divisão de Power Quality na região da EMEA, enfatiza a importância de estar próximo do cliente. Conte-nos a sua experiência. Juntei-me à Eaton com a aquisição da MGE Office Protection Systems em 2007. No total, estou na companhia à 13 anos, passei por diferentes áreas com funções de chefia no supply chain, engenharia industrial e operações, na Europa e Ásia. Antes de assumir as minhas actuais funções, trabalhei como responsável da plataforma em Senzala, na China, durante mais de cinco anos. Começou como Director de Operações no final de 2008. Quais são as suas responsabilidades? Sou responsável por todas as actividades operacionais da Eaton na divisão Power Quality na região da EMEA, incluindo a produção, supply chain, logística e qualidade. Englobando todas as fábricas na região - Helsínquia (Finlândia) para URSS, Bolor Regeis (UK) de sistemas DC para telecomunicações e Casablanca (Marrocos) para módulos de distribuição e magnéticos – bem como os respectivos escritórios e também dos nossos dois maiores centros de distribuição na região da EMEA. Actualmente, o nosso maior objectivo é harmonizar os processos operacionais na EMEA, partilhando boas práticas entre as equipas operacionais existentes e as novas que se uniram como resultado da aquisições da MGE Office Protection Systems e da Phoenixtec. A minha responsabilidade é manter a equipa da EMEA focalizada no objectivo principal: oferecer a mais elevada qualidade e disponibilidade dos nossos produtos, a um preço competitivo.

Desde Julho deste ano assumiu também funções de Director de Serviços. Quais são as suas principais tarefas? Sou responsável pela gestão dos serviços na EMEA, focalizado principalmente em harmonizar e fortalecer o serviço nesta região. Para este papel, influência também toda a minha experiência prévia em operações de forma a aperfeiçoar a logística no serviço, em áreas como nos processos de substituição, administração de peças sobressalente e assim por diante. O que é que um cliente de serviço valoriza? Temos diversos tipos de clientes, todos com requisitos e necessidades diferentes. Na EMEA, nós oferecemos aos clientes uma vasta gama de serviços, que vão desde a substituição de uma simples bateria para uma pequena UPS, até ao mais exigente contrato de assistência on site 24/7 de grandes sistemas UPSs. Temos uma equipa de aproximadamente 140 técnicos no terreno, altamente treinados que podem intervir depressa e eficazmente. Também confiamos em alguns parceiros nos países onde não temos presença directa. Como assegura que a Eaton disponibiliza o melhor nível de serviço? Queremos proporcionar ao cliente uma solução completa: além de produtos seguros, disponibilizamos serviços de qualidade e inovadores. A instalação e a manutenção têm um papel fundamental, garantem o mais alto nível de confiança para os clientes e mantendo o funcionamento do negócios. Quando desenvolvemos um produto, pomos uma forte ênfase na disponibilidade do serviço. O nosso objectivo é desenvolver produtos, que podem ser facilmente e muito eficazmente instalados, mantidos e reparados.

A Eaton BladeUPS é uma solução específica para Data Center, que permite escalabilidade de potência e autonomia para os servidores blade, sistemas de armazenamento e equipamentos TIs. Esta gama de produtos foi galardoada com a certificação Green Leaf, devido à elevada eficiência energética de 97%. A Eaton BladeUPS tem em média uma dissipação de calor de 65% e uma redução da pegada ecológica de 70%. Em termos ambientais, isto significa que o consumo de energia e os custos de refrigeração vão diminuir as emissões de carbono. A flexibilidade modular da UPS Eaton BladeUPS permite uma protecção eléctrica que pode ser expandida de 12 kW para 60 kW apenas num rack standard de 19’’. Ou seja, disponibiliza em menos espaço mais potência, com a possibilidade de expansão caso seja necessário. O logótipo Eaton Green Leaf é utilizado para identificar um produto, solução ou serviço da Eaton que ofereça benefícios ambientais excepcionais. Para encontrar mais informações, visite www.eaton.com/bladeups e www.eaton.com/sustainability/greensolutions

Eaton Power Quality Customer Magazine Issue 3/2009 Portuguese  

Eaton Power Quality Customer Magazine Issue 3/2009 Portuguese

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you