Issuu on Google+

Ano 2 • Edição 22 • Março/14 • Distribuição Gratuita

INSS 2237-6169

VEJA TAMBÉM:

Entrevista com Leila Maria Beltramini


“Primeiro aprenda a ser um artesão. Isso não impedirá você de ser um gênio.” (Eugène Delacroix)

Í N DÍ NIDCI CEE

E X P E D I E NT E 4 Editorial

18 Educação Profissões do futuro

5 Cursos Cursos EaD gratuitos

Ano 2 • Edição 22 • Março/14 • Distribuição Gratuita

20 Informação Fusão entre gigantes

7 Entrevista Leila Maria Beltramini, doutora em Bioquímica

21 Carreira Melhorando sua carreira

INSS 2237-6169

VEJA TAMBÉM:

Entrevista com Leila Maria Beltramini

Ano 2 • Edição 22 • Março 2014 A EaD em Revista é uma publicação mensal do Grupo Blue de Comunicação. Esta publicação não se responsabiliza por ideias e conceitos emitidos em artigos e/ ou matérias assinadas, que expressam apenas o pensamento de seus autores, não necessariamente a opinião da revista. Editora Chefe Aline Campos aline.eadrevista@gmail.com Jornalista Responsável Aline Campos de Barros MTB 60967-SP

9 Comportamento D 65% responde em pesquisa que mulher de roupa curta merece ser atacada 15 Curiosidades Comer de três em três horas é importante 16 Internet Tendências da internet para os próximos 10 anos

23 Sustentabilidade Campanha Edukatu 24 Notícias Estudo aponta que cerca de 175 milhões de jovens não conseguem ler 28 Tecnologia Dicas de aplicativos 29 Turismo Machu Picchu

Jornalistas Caroline Paiva carolinepaiva.jornalista@hotmail.com Flora Pagliara flora.bluecomunicacao@gmail.com Comercial Eleni Aparecida eleni.bluecomunicacao@gmail.com Projeto Gráfico e Diagramação Suzy Suzuki suzysuzuki@yahoo.com.br

Foto: Divulgação

Colaboraram nesta edição ABE-EAD Ipae Abed Hoper Mario Mastrotti Tiragem 20 mil exemplares Impressão DG Gráfica

Machu Picchu

Contato

DESTAQUES Blue Comunicação Rua Cantagalo, 689 - Tatuapé São Paulo - SP - CEP: 03319-000 Tel: (11) 2615-5424 www.grupoblue.com.br

Capa 10 Marco Civil da Internet

Parceria

Fontes desta edição

www.viagem.uol.com.br | www.machupicchu.com.br www.uol.com.br | www.viajeaqui.abril.com.br Wikipédia | www.piadas.org www.todospelaeducacao.org.br | www.pontodoead.com.br www.brasil.gov.br | www.epocanegocios.globo.com www.estadao.com.br | www.g1.globo.com www.veja.abril.com.br | www.super.abril.com.br

A ABE-EAD é adepta do Copyleft. Todas as matérias aqui publicadas podem ser livremente reproduzidas, desde que citada a fonte. Março -14

EaD 3


EE DDI T OI RTI AOL R I A L

“O melhor modo de encontrar a si mesmo é se perder servindo aos outros.” (Mahatma Gandhi)

Nesta edição, como matéria principal falamos sobre o Marco Civil da Internet, com certeza você ouviu falar muito dele nesses últimos dias. Abordamos este tema da forma mais simples e descomplicada possível, para você entender de uma vez por todas o que de fato muda com esta aprovação. Entrevistamos o presidente da abe-ead Ricardo Holz e fizemos alguns questionamentos sobre o marco civil da internet e a relação com os estudantes, e também o questionamos sobre a nova lei da meia entrada. Esta edição está repleta de dicas interessantes como: Cursos gratuitos totalmente EaD; Profissões que serão tendências no futuro; Dicas de aplicativos; Cursos para melhorar sua carreira e muito mais. Tenha uma ótima leitura! Aline Campos

Se liga!

O estudo realizado pela empresa de tecnologia americana Akamai  em 2013, mostra que países como Malásia, México e Cingapura têm a velocidade média da internet banda larga maior que a do Brasil. Na Coreia do Sul, onde foi detectada a média mais alta, a velocidade é cinco vezes maior. 4 EaD Março -14


“Se compreendêssemos, nunca mais poderíamos julgar.” (André Malraux)

C U RC USRO S SOS

Cursos EAD gratuitos A Escola Virtual, portal dedicado a educação via EAD da Fundação Bradesco, oferece  cursos a distância de forma gratuita e com carga horária que podem chegar até  117h, um importante diferencial em relação a maioria dos outros cursos não pagos. Atualmente, estão disponíveis para aprendizagem as áreas de: ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA: Administração e Planejamento de Finanças Pessoais;  Análise de Balanços; Contabilidade Empresarial; Matemática Financeira. BANCO DE DADOS: Administrando e Armazenando Dados com SQL Server 2005; Modelagem de Dados; Projetando e Implementando Dados com SQL Server 2005. APERFEIÇOAMENTO/ COMPORTAMENTAIS: Comunicação Escrita; Criança + Segura na Internet;  Currículo sem Segredo;  De Acordo com o Novo Acordo; Dinâmicas e Testes na Seleção; Economia de Energia; Entrevista: Como encará-la!;  Introdução ao e-Learning;  Postura e Imagem Profissional; TI na Educação. GOVERNANÇA DE TI: Estratégia de Negócios; Fundamentos de COBIT; Fundamentos de Governança de TI; Gestão de Estra-

Como se inscrever nestes cursos?

Não há pré-requisitos para a realização dos cursos, basta ter, no mínimo, 14 anos, possuir CPF e e-mail.  Para fazer a inscrição basta preencher o formulário de inscrição na Escola Virtual através do site www.fb.org.br.

tégia – BSC; Gestão de Processos – BPM; Gestão de Projetos 01 – Como trabalhar com projetos?;  Gestão de Projetos 02 – Como iniciar o trabalho com projetos?;  Gestão de Projetos 03 – Como Planejar o Escopo, Prazo e Orçamento do Projeto?;  Gestão de Projetos 04 – Como Planejar os demais aspectos do projeto?; Gestão de Projetos 05 – Como Executar, Monitorar, Controlar e Encerrar Projetos?;  Gestão Estratégica de TI – ITIL.

Requisitos; Expression Blend; Fundamentos das Aplicações Móveis;  HTML – Avançado; HTML – Básico;     Ilustração & Design Gráfico para Web;  Inovando com CSS; Introdução ao JavaScript; Introdução ao VB.Net; Lógica de Programação; Processo de Desenvolvimento de Software;  Programação em C#; Revisões,Verificações e Inspeções; Silverlight; System Design Overview; Teste e Resolução de Problemas; WebDesign.

SEGURANÇA: Segurança da Informação;  Segurança e Privacidade do Computador.

FOTOGRAFIA: Introdução à Fotografia Digital

DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS: Análise Estruturada de Sistemas;   Aplicações Java Mobile;  Aplicações Windows Mobile; C++ – Desenvolvimento   Orientado a Objeto; CMM – Sistema de Modelagem para Desenvolvimento de Software; Engenharia de Após receber o e-mail informando que o cadastro foi realizado com sucesso, o aluno deve informar o login e senha na página inicial, na área Acesso aos Cursos e Pronto! O aluno terá acesso ao conteúdo do curso desejado e poderá iniciar os estudos imediatamente.

INFORMÁTICA: Internet Explorer 8.0;  Introdução à Informática. INFRAESTRUTURA: Fundamentos de Rede. SISTEMAS OPERACIONAIS:   Microsoft Windows 7;  Microsoft Windows Server 2003; Microsoft Windows XP.’ A avaliação é realizada ao final do curso, após a conclusão de todos os módulos e navegação por todas as páginas. Ao obter, no mínimo, 70% de aproveitamento no curso, o aluno é aprovado e pode imprimir o Certificado de Conclusão. Março -14

EaD 5


EE XXP RPE R ESSÃO SSÃO

“Uma cabeça má arruina o corpo inteiro.” (Marquês de Maricá)

Frases “Há um descompasso entre o que se ensina e o que se testa nas avaliações.”

 "A educação tem que ser o principal foco do Brasil, precisamos avançar mais, com mais criatividade."

Lorin Anderson, pesquisador da Universidade da Carolina do Sul (EUA)

Ministro Gilberto Carvalho

“Se você for a uma escola infantil, não verá crianças ouvindo uma aula expositiva, elas aprendem fazendo. Mas depois disso, não. As circunstancias mudaram, a tecnologia também, mas a maneira como aprendemos, não” Eric Mazur, professor de Harvard

Cursos gratuitos do FGV Online atingem público diversificado

O Programa de Educação a Distância da Fundação Getulio Vargas (FGV Online), com patrocínio da Icatu Seguros, oferece desde 2011 cursos gratuitos em finanças pessoais. Os três primeiros deles – Como organizar o orçamento familiar, Como planejar a aposentadoria e Como fazer investimentos – já acumulam um total de 850 mil visitas, 520 mil inscrições e 270 mil certificados omitidos, atingindo sucesso junto a um público bem diversificado. Ano passado, esses cursos represen-

6 EaD Março -14

taram 23% de todas as inscrições em disciplinas gratuitas do FGV Online. “59% dos alunos são mulheres, mais de 40% são pessoas com idade entre 25 e 35 anos, um terço dos alunos mora no Estado de São Paulo, 46% são pessoas já graduadas, um terço é formado em Administração e 77% têm rendimento de até R$ 2 mil por mês”, informa o professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV/EAESP), Fabio Gallo, que preparou os cursos. Segundo ele, “o objetivo é discutir o

tema em vários fóruns, em um momento em que o país convive com inflação mais comportada e juros mais baixos”. O professor ainda cita pesquisas que indicam o desconhecimento da população sobre finanças. “A ideia é fazer com que as pessoas tenham mais embasamento sobre o assunto”, ressalta. Recentemente, o FGV Online lançou mais dois cursos gratuitos nessa linha: a versão avançada de “Como fazer investimentos” e “Como gastar conscientemente”. ■


“Uma cabeça má arruina o corpo inteiro.” (Marquês de Maricá)

E N T R EEN TVR IE SV I TS TA A

Leila Maria Beltramini A doutora em Bioquímica Leila Maria Beltramini não se contenta em apenas fazer ciência. Tão importante quanto isso é divulgar ao público leigo os avanços que ocorrem a todo momento nos campos da ciência, tecnologia e inovação. Mais do que isso, dedica-se também ao ensino de ciências a professores e alunos dos ensinos fundamental e médio.

B

eltramini é pesquisadora em Produtividade em Pesquisa do CNPq e Livre Docente pelo Instituto de Física de São Carlos-USP, onde é professora associada (sênior) junto ao grupo de Biofísica Molecular Sérgio Mascarenhas. Atua em duas áreas de pesquisa: Biofísica Molecular e Espectroscopia, com ênfase em estudos sobre Estrutura, Função e interação de Proteínas e Peptídeos com sistemas miméticos de membranas; Educação e Difusão de Ciências, com ênfase na área de Biologia Molecular Estrutural e Biotecnologia. Desde janeiro é professora visitante da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) junto aos campi de Sorocaba e São Carlos.

1.   A senhora é doutora em Bioquímica. Como surgiu seu interesse por esta área? Desde o curso de graduação imaginava seguir ensinando/pesquisando e à medida que cursava diferentes disciplinas me interessava por elas. A primeira foi bioquímica, depois fisiologia, depois imunologia até bioestatística, com toda matemática associada, aguçavam minha curiosidade. No último ano da graduação fui atrás de cursos de Pós Graduação na área de Imunologia, acabei chegando ao Instituto de Biologia

na UNICAMP, onde tive contato com pesquisa em imunoquímica, estudando estrutura de imunoglobulinas. Daí para a bioquímica foi um “pulinho”. Acabei estagiando no recém instalado (na época, 1975) laboratório de Química de Proteínas, Depto. Bioquímica da FMRP, para aprender técnicas da área e montá-las em Campinas. Bem, acabei entrando depois na PG deste Depto. onde fiz Mestrado, Doutorado, e um Pós Doc na área de Farmacologia Bioquímica. 2.   Além de pesquisadora renomada, a senhora dedica-se à divulgação científica. Os cientistas deveriam se preocupar em divulgar para o público leigo o resultado de suas pesquisas? O desenvolvimento social nos países onde o trinômio educação/ciência/ tecnologia não andam juntos é muito lento, e nosso desenvolvimento prova isso. Nós temos uma enorme dívida social porque fazemos pesquisas financiadas fundamentalmente com recursos públicos. Assim, a sociedade tem o direito de saber os resultados de nossos trabalhos, e esta informação tem que ser dada pelos cientistas, que podem ser auxiliados pelos jornalistas, pois a linguagem precisa ser adequada ao público que se destina.

3.   Neste mês comemora-se o Dia Internacional da Mulher. Pode-se dizer que, hoje, a mulher está plenamente engajada na área científica? Sim e não: hoje as mulheres estão plenamente engajadas em quase todas as áreas das ciências, porém nas exatas ainda há predomínio masculino, sem falar nos cargos de condução das políticas científicas onde somos minoria absoluta. 4.   Até pouco tempo era patente a discriminação contra a mulher no meio científico. “Ciência é coisa de homem”. Essa situação ainda perdura? Atualmente creio que esta visão esta um pouco mais minimizada. Mas se você pede para uma criança ou jovem Março -14

EaD 7


EE NNT RTE RV I ES T AV I S T A

“Se queres ser feliz amanhã, tenta hoje mesmo” (Liang Tzu)

desenhar um cientista a figura que aparece em mais de 90% dos casos é masculina, assim como na figura de professor predomina a feminina. 5. Como e quando surgiu seu interesse pela divulgação científica? Tenho que confessar que fomos “induzidos” a trabalhar com educação científica, porém sempre gostei de me envolver com organização de disciplinas para cursos de graduação. Em 19981999, com o edital da FAPESP dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão Científica (CEPID), os projetos eram um tripé que tinham que contemplar as três vertentes. Naquela época elaboramos a parte de Educação e DC de um dos CEPIDs que foram apoiados pela FAPESP. Elaboramos e executamos a proposta muito bem e sempre recebeu pareceres destacados nas avaliações de comitês nacionais e internacionais. Desde então temos atuado fortemente nesta área, difundindo não só nosso trabalho, mas de outros grupos que se dedicam à DC no Brasil. 6.   A senhora participa de um projeto desenvolvido no Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) onde são utilizados recursos interati-

vos para estimular o aprendizado e o interesse de alunos do ensino fundamental e médio. Como isso é feito? Piaget e Vigostik demonstraram cientificamente que a experiência lúdica é insubstituível como método de aprendizagem, além de influir no ensino e formação do cidadão como um todo. Em resumo, procuramos despertar a curiosidade e orientar o estudante para que eles mesmos busquem a resolução dos desafios propostos através do método científico. Com a produção dos materiais procuramos dar ferramentas para os professores trabalharem diferentes temáticas em salas de aulas. Entendemos que a escola, através dos professores do ensino básico, podem incentivar o interesse e a curiosidade dos jovens pelas ciências. Assim investir e incentivar o professor, dando especial atenção aos cursos de formação de professores e aos de educação continuada, é também um de nossos alvos principais. Vemos a Universidade não só como formadora do professor, mas como parceira constante em sua educação continuada. Já no EIC os estudantes podem interagir com diferentes aspectos das ciências da natureza e perceber que os fenômenos não são específicos de uma única área, mas dependem do conhecimento de di-

... hoje as mulheres estão plenamente engajadas em quase todas as áreas das ciências, porém nas exatas ainda há predomínio masculino, sem falar nos cargos de condução das políticas científicas onde somos minoria absoluta.

8 EaD Março -14

Procuramos despertar a curiosidade e orientar o estudante para que eles mesmos busquem a resolução dos desafios propostos através do método científico.

ferentes disciplinas. A interdisciplinaridade faz parte do cotidiano em nossos clubes de ciências. 7. Quais os principais problemas que o pesquisador brasileiro enfrenta quando faz divulgação científica? A falta de reconhecimento pela maioria de seus pares no trabalho realizado. Outro aspecto são poucos os recursos financeiros destinados a este tipo de atividade, particularmente em algumas FAPs Estaduais. 8.   O que é mais gratificante: fazer ciência ou divulgação científica? No meu caso os dois lados são gratificantes, inclusive porque também fazemos ciência na DC. Formar jovens cientistas e vê-los “alcançarem seus voos” é gratificante. Já a educação científica para nossa população, no tocante à formação do cidadão comum, tem o poder de instruí-lo e torná-lo um membro mais crítico e consciente em nossa sociedade. ■


“Trabalhe para o minuto e não para o ano.” (J.B. O Reilly)

C O M P O RC OTMAP OMR TEA MNE T O NTO

Para 65%, mulher de roupa curta merece ser atacada, mostra pesquisa do Ipea

C

ausou espanto entre os próprios pesquisadores do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o fato de que 65% dos entrevistados disseram concordar com a frase "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas", algo que deixa claro para autores do trabalho a forte tendência de culpar a mulher nos casos de violência sexual. A pesquisa, divulgada é batizada de Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS). O trabalho se baseou na entrevista de 3.810 pessoas, residentes em 212 municípios brasileiros no período entre maio e junho de 2013. Para autores, um número significativo de entrevistados parece considerar a violência contra a mulher como uma forma de correção. A vítima teria responsabilidade, seja por usar roupas provocantes, seja por não se comportarem "adequadamente". A avaliação tem como ponto de partida o grande número de pessoas que diz concordar com a frase: se mulheres soubessem se comportar, haveria menos estupros. O trabalho indica que 58,5% concordam com esse pensamento. A resposta a essa pergunta apresenta variações significativas de acordo com algumas características. Residentes das regiões Sul e Sudeste e os jovens têm menores chances de concordar com a culpabilização do comportamento feminino pela violência sexual. A pesquisa não identifica características populacionais que determinem uma postura mais tolerante à violência, de forma geral.

A pesquisa do Ipea também revela que a maior parte dos brasileiros se incomoda em ver dois homens ou mulheres se beijando. Dos entrevistados, 59% relataram desconforto diante da cena. A relação afetiva entre pessoas do mesmo sexo também não tem uma aceitação expressiva. Das pessoas ouvidas, 41% disseram concordar com a frase "um casal de dois homens vive um amor tão bonito quando entre um homem e uma mulher" e 52% concordam com a proibição de casamento gay. O levantamento identificou, no entanto, um avanço na aceitação do princípio da igualdade dos direitos de casais homossexuais e heterossexuais. Metade dos entrevistados concorda com a afirmação de que casais de pessoas do mesmo sexo devem ter mesmos direitos de outros casais.

Brasileiro acredita que marido que bate na esposa deve ir para a cadeia

Os primeiros resultados, no entanto, indicam que morar em metrópoles, nas regiões mais ricas do País, ter escolaridade mais alta e ser mais jovem aumentam a probabilidade de valores mais igualitários e de intolerância à violência contra mulheres. Autores avaliam, porém, que tais características têm peso menos importante do que a adesão a certos valores como acreditar que o homem deve ser cabeça do lar, por exemplo.

A pesquisa ainda mostra que 91% dos entrevistados concordam total ou parcialmente com a prisão dos maridos que batem em suas esposas. O estudo alerta, no entanto, que é prematuro concluir, com bases nesses dados, que a sociedade brasileira tem pouca tolerância à violência contra a mulher. "Há uma ambiguidade do discurso", afirmam os autores. Dos entrevistados, 63% disseram concordar com a ideia de que "casos de violência dentro de casa devem ser discutidos somente entre membros da família". ■ Março -14

EaD 9


M ATÉRIA DE CAPA MATÉRIA DE CAPA

“A burrice é contagiosa - o talento, não.” (Agripino Grieca)

Marco Civil da Internet Saiba como isso afeta você

O Marco Civil da Internet foi aprovado dia 25/03/2013, na Câmara dos Deputados, quase por unanimidade. A proposta seguirá para o Senado e ainda pode sofrer alterações, mas com a versão mais recente do texto é possível ter uma ideia de como esse projeto pode afetar a sua vida na internet. 10 EaD Março -14

A proposta equivale a uma “Constituição”, com os direitos e deveres dos internautas e das empresas ligadas à web. O deputado e relator do texto, Alessandro Molon (PT-RJ), afirmou após aprovação na Câmara que o marco dará aos internautas a “garantia à privacidade e à liberdade de expressão, que eles não têm hoje”.


M A T É R I MAA TDÉ REI A CD EAC P A APA

“Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem?” (Confúcio)

Veja a seguir como o Marco Civil da Internet pode, de fato, afetar a sua vida.

Neutralidade

Se aprovado como está, o Marco Civil garantirá a neutralidade da rede, segundo a qual todo o conteúdo que trafega pela internet é tratado de forma igual. Em uma comparação simples, o marco garantirá que a sua internet funcione como a rede elétrica (não interessa se a energia será usada para a geladeira, o micro-ondas, a televisão) ou os Correios (o serviço cobra para entregar a carta, sem se importar com o conteúdo dela). As empresas de telecomunicações que fornecem acesso (como Vivo, Claro, TIM, NET, GVT, entre outras) poderão continuar vendendo velocidades diferentes - 1 Mbps, 10 Mbps e 50 Mbps, por exemplo. Mas terão de oferecer a conexão contratada independente do conteúdo acessado pelo internauta e não poderão vender pacotes restritos (preço fechado para acesso apenas a redes sociais ou serviços de e-mail). Atualmente, a neutralidade é prevista em um regulamento da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Alguns usuários, no entanto, reclamam da prática de "traffic shaping", em que a velocidade de conexão é reduzida após uso de serviços "pesados", como vídeo sob demanda ou download de torrents (protocolo de troca de dados, geralmente utilizado para baixar filmes). O novo texto do Marco Civil prevê que o tráfego pode sofrer discriminação ou degradação em situações específicas: "priorização a serviços de emergência" (como um site que não pode sair do ar, mesmo com muito acesso) e "requisitos técnicos indispensáveis à prestação adequada dos serviços e aplicações" (caso das ligações de voz sobre IP, que precisam ser entregues rapidamente e na sequência para fazerem sentido). Para que haja exceções à neutralidade, é necessário um decreto presidencial depois de consulta com o CGI (Comitê Gestor da Internet) e a Anatel. "O fim da neutralidade teria um impacto negativo, dificultando que as pessoas divulgassem suas produções e informações. Se o princípio fosse quebrado, as empresas de telecomunicações privilegiariam o tráfego de dados delas mesmas ou de suas associadas [pagantes] em detrimento a outros conteúdos. Com isso, um blogueiro seria prejudicado em relação a grandes empresas com maior poder econômico", afirmou Flávia Lefèvre, consultora da organização de defesa do consumidor Proteste para área de telecomunicações.

O Marco Civil da Internet é uma iniciativa legislativa, surgida no final de 2009, para regulamentar a Internet no Brasil, prevenindo que indivíduos sejam vigiados sem mandado, que dados não possam ser guardados de forma a prejudicar a privacidade dos usuários e garantindo a neutralidade da rede por meio da previsão de princípios, garantias, direitos e deveres de quem usa a rede, e da determinação de diretrizes para a atuação do Estado através do poder judiciário, como controlador de conteúdo da rede e de seus usuários.

Privacidade

Em 2013, depois das denúncias sobre espionagem nos EUA, a presidente Dilma Rousseff pediu urgência constitucional para a tramitação do projeto. Com isso, a questão da privacidade ganhou destaque no texto. Se aprovado da forma como está, o Marco Civil garante a inviolabilidade e sigilo do fluxo de comunicações via internet e também das conversas armazenadas – esse conteúdo pode ser legalmente acessado, no entanto, mediante ordem judicial. Na prática, suas conversas via Skype e aquelas mensagens salvas na conta de e-mail não poderão ser violadas, a não ser em casos envolvendo a Justiça.  Veridiana Alimonti, conselheira do CGI e advogada do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), explica que a Constituição já prevê o sigilo das ligações telefônicas, mas o Marco Civil torna essas determinações mais completas e específicas para o ambiente digital. Março -14

EaD 11


M ATÉRIA DE CAPA MATÉRIA DE CAPA

“É perigoso ter razão quando o governo está equivocado.” (Voltaire)

A especialista destaca ainda a importância do princípio da finalidade, segundo o qual as empresas só poderão utilizar os dados para o propósito pelo qual foram coletados. Se não estiver previsto que as informações serão expostas em anúncios publicitários, por exemplo, isso não poderá ser feito sem o consentimento do usuário. Flávia, da Proteste, afirma que será possível pedir indenização no caso dessa violação. Ela exemplifica: "Se você recebe publicidade via e-mail de uma instituição que não conhece, pode questioná-la sobre onde coletou seus dados. Se eles foram passados por alguma empresa para a qual você não deu essa autorização, cabe tomar uma atitude". O marco prevê ainda que a autorização para o uso dessas

informações deverá ocorrer de forma destacada das demais cláusulas contratuais. "É importante ler os termos de uso, mas eles precisam ser compreensíveis. Não podem ser textos enormes, com letras pequenas", defende Veridiana. Um ponto ainda considerado polêmico é a obrigatoriedade de o provedor de aplicações de internet armazenar por seis meses todos os registros de acesso que você fez naquele serviço (ex: sua conta de e-mail) – atualmente, essa prática é opcional e não há um prazo pré-determinado. Veridiana defende que a privacidade fica mais garantida quando o armazenamento é uma alternativa e não uma obrigação (isso porque a prática teoricamente só será adotada por aqueles que têm uma estrutura adequada para isso).

Famosos e entidades divulgam apoio ao Marco Civil da Internet em redes sociais O projeto do Marco Civil da Internet ganhou apoio nas redes sociais de celebridades, blogueiros e entidades. Entre os que defendem a aprovação do projeto estão o cantor e ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, os humoristas Rafinha Bastos e Gregório Duvivier, e o ator Wagner Moura. Um 'tuitaço' com a hashtag 'EuQueroMarcoCivil' foi promovido pela aprovação do texto na Câmara dos Deputados. Ao mesmo tempo, opositores ao projeto tuitaram com a hashtag 'TodosContraMarcoCivil' para criticar o projeto.

Cumprimento de leis brasileiras

O texto final do Marco Civil excluiu um artigo que obrigava empresas estrangeiras a instalarem no Brasil seus datacenters (centros de dado para armazenamento de informações). Por outro lado, reforçou o artigo 11, que determina o cumprimento das leis brasileiras por parte de companhias internacionais, mesmo que elas não estejam instaladas no Brasil. Se colocado em prática, isso invalidará o argumento daqueles que se recusavam a entregar dados, mesmo mediante ordem judicial, sob alegação de que as informações estavam armazenadas em datacenters no exterior. Ou seja: o usuário pode exigir que as empresas de internet de sua escolha trabalhem de acordo com as leis nacionais (inclusive no caso de processos e batalhas na Justiça). 

12 EaD Março -14

Recentemente, por exemplo, em um caso que ameaçou bloquear o Facebook no Brasil, a companhia teria alegado não ser responsável pelo gerenciamento de conteúdo e da infraestrutura do site no país. A incumbência seria da competência do Facebook Inc e Facebook Ireland, localizados respectivamente nos Estados Unidos e na Irlanda. "A legislação brasileira tem que se aplicar para a proteção de dados de brasileiros que contratam esses serviços no Brasil e que estão tendo a sua privacidade violada inclusive por empresas que exploram economicamente a sua atividade no país", disse Molon. Segundo ele, muitas vezes o argumento era: "Não somos obrigados a seguir a legislação brasileira porque armazenamos esses dados em outro país". Na ocasião, o relator classificou a situação como inadmissível.


“Viajar é fazer uma jornada para dentro de si mesmo.” (Dena Kaye)

Mesmo os principais partidos que se opunham aos principais pontos do Marco Civil da Internet terminaram por se alinhar aos princípios previstos no relatório de Alessandro Molon (PT-RJ) - neutralidade de rede e liberdade de expressão. Governo abriu mão dos datacenters no Brasil, mas garantiu a aprovação com a manutenção dos pilares do PL 2126/11. Texto, agora, vai para o Senado.

M A T É R I MAA TDÉ REI A CD EAC P A APA

Criador da web apoia Marco Civil da Internet

O britânico Tim Berners-Lee, responsável pela "programação" que criou a rede mundial de computadores, divulgou uma carta de apoio ao Marco Civil da Internet.

Exclusão de conteúdo

A exclusão de conteúdo só pode ser solicitado por ordem judicial – assim, não fica a cargo dos provedores a decisão de manter ou retirar do ar informações e notícias polêmicas. Portanto, o usuário que se sentir ofendido por algum conteúdo no ambiente virtual terá de procurar a Justiça, e não as empresas que disponibilizam os dados. "Com o intuito de assegurar a liberdade de expressão e impedir a censura, o provedor de aplicações de internet somente Tim Berners-Lee poderá ser responsabilizado civilmente por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros se, após ordem judicial espe"Espero que com a aprovação dessa lei, o Brasil solidifique cífica, não tomar as providências para [...] tornar indisponível sua reputação orgulhosa como líder mundial na democracia o conteúdo apontado e progresso social e como infringente." ajude a inaugurar uma O tratamento é dinova era – aquela em ferenciado para a chaque os direitos dos cimada "vingança pordadãos do mundo são nô" (divulgação não protegidos por leis de autorizada na internet direitos digitais", esde conteúdo sexual). creveu. Nesses casos, o particiBerners-Lee des. pante ou seu representacou ainda que o tante legal deve enviar Marco Civil foi feito Tim Berners-Lee, Criador da Web uma notificação para com a ajuda de usuo provedor de aplicaários, "como ocorreu ções (ex: Facebook ou Google), que tem de tornar esse mate- com a Web", e que esse processo inclusivo e participativo ajurial indisponível. dou a criar uma lei que equilibra direitos e deveres dos cidaRenato Opice Blum, especialista em direito digital, faz dãos, empresas e governos na internet. uma crítica a essa diferenciação. "Se vale para uma pessoa, Senado promete votar o quanto antes o Marco Civil da Indeveria valer para todo mundo. Mas com certeza isso ainda ternet no Brasil. A informação foi confirmada pelo presidente será discutido. E os juízes têm autonomia para interpretar os da Casa, Renan Calheiros. O projeto foi aprovado pela Câmacasos de forma mais ampla", afirmou.  ra depois de três anos de tramitação. ■

“Se o Marco Civil for aprovado,

sem mais demora ou alteração seria o melhor presente de aniversário possível para os usuários da Web brasileira e mundial

Março -14

EaD 13


O Primeiro Grande Evento de Educação a Distância do Ano!

“Verdade, em assuntos de religião, simplesmente é a opinião que sobreviveu.” (Oscar Wilde)

CAMINHOS PARA A CONSOLIDA A Ç Ã O DA E A D

24 a 26 de abril

SEMINÁRIO NACIONAL

Universidade Anhembi Morumbi Campus Vila Olímpia Rua Casa do Ator, 275

São Paulo - SP

DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Mais informações:

abed@abed.org.br - Tel: 11 3275-3561

REALIZAÇÃO

www.abed.org.br/seminario2014


“Na violência, esquecemos quem somos.” (Mary McCarthy)

C U R I OC SU RII D ADE OSIDADE

Entenda por que é importante comer de três em três horas

C

omeçamos pela primeira refeição do dia: o café da manhã. Ela é uma das três mais importantes, perdendo apenas para o almoço e jantar; é uma refeição que deveria preencher 25% das necessidades calóricas diárias e na maioria dos casos não recebe a importância que deveria. O organismo já está a pelo menos oito horas em jejum e por incrível que pareça gastamos de 40 a 60 kcal por hora de sono, com isso assim que acordamos, necessitamos de "combustível" para retomar as atividades e iniciar um dia. A primeira refeição mantém o nível de glicemia no sangue que é fundamental para começar bem o dia. A falta dessa refeição pode causar sintomas como mal-estar, tremores, tonteiras e falta de concentração. A ausência do café da manhã pode aumentar os riscos, já comprovados por estudos científicos de obesidade, colesterol alto e diabetes. Os estudos mostram que quem faz o café da manhã tende a consumir menos calorias durante o dia do que quem não tem esse hábito. Mas muitas pessoas deixam de tomar um café da manhã completo alegando falta de tempo. Se você se enquadra nessa característica, deixe preparado na noite anterior um sanduíche e um suco, por exemplo. Se não tem fome, procure comer menos à noite, assim vai sentir mais fome ao acordar. Inclua no seu café da manhã, uma fonte de carboidratos como pães e biscoitos, dando preferência sempre ao integral, um de proteínas um queijo magro

ou uma pastinha à base de soja ou um ovo e uma fruta que pode ser na forma de suco que é fonte de vitaminas de minerais essenciais para dar disposição no começo do dia. A partir do café da manhã o correto

é fazer um lanche de três horas em três horas, isso mantém a taxa de glicose (o açúcar do sangue) regulada e o metabolismo ativo, tudo o que o organismo precisa para emagrecer de forma saudável. Ficar muitas horas sem se alimentar faz com que as taxas de glicose, o açúcar do sangue, sofra picos quando você se alimenta, isso faz com que o organismo libere de forma exagerada um hormônio chamado insulina, que promove o estoque de gordura na região abdominal. Além disso, leva a quadros de hipoglicemia, que é a diminuição dos níveis de glicose. Isso se traduz em mal-estar,

sensação de desmaio, etc. Com isso, o organismo 'pede' desesperadamente uma fonte rápida de glicose para que os níveis sejam aumentados e essa fonte é o doce. Então, tudo passa a ser um círculo vicioso e a compulsão pelo doce uma situação cada vez mais comum.  Então não se engane, ficar sem comer, não vai fazer com que emagreça mais rápido, pelo contrário, o organismo trabalha de modo inteligente. Isto é, se não tem comida, também ele guarda; reserva que já tem que são os depósitos de gordura. Com isso aquela gordurinha que está em excesso vai ficar onde ela está para suprir a necessidade de energia do organismo, porque ele não sabe quando você vai se alimentar e precisa sobreviver. Por isso, nos lanches da manhã e da tarde invista na fruta, castanhas, amêndoas, frutas secas... Ah, e não se esqueça da água! A ingestão de líquidos também é um ato esquecido pela grande maioria das pessoas, e ela é essencial, pois não podemos esquecer que o corpo humano é formado em sua maioria por água e necessita desse componente para um bom funcionamento. A falta de hidratação mostra logo sintomas como intestino preso, pele e cabelos sem brilho, e pode resultar em longo e médio prazo em cálculos renais e infecções urinárias. Por isso, se alimente regularmente de três em três horas, beba pelo menos dois litros de água por dia para que o organismo esteja sempre nutrido e em equilíbrio. ■ Março -14

EaD 15


INTERNET

INTERNET

“Na política, os ódios comuns são a base das alianças.” (Alexis de Tocqueville)

Tendências da internet para os próximos 10 anos

Há 25 anos, Tim Berners-Lee divulgava a proposta daquilo que daria origem à rede mundial de computadores. Em comemoração à data, o Pew Research Center (PRC) promoveu uma pesquisa na qual mais de 2.500 especialistas indicaram tendências que devem guiar a rede nos próximos 10 anos. As respostas mais comuns foram reunidas num documento. A seguir, veja o que eles acreditam que deve acontecer com a internet até 2025. 16 EaD Março -14


“Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.” (Carlos Drummond de Andrade)

I N T EI NRT ENR NEETT

A rede invisível Para os especialistas entrevistados pelo PRC, a internet vai ficar cada vez mais parecida com a eletricidade - que move o mundo hoje quase sem ser vista. "Não pensaremos em 'ficar online' ou 'olhar na internet' - apenas estaremos online", afirmou Joe Touch, diretor do Instituto de Ciência da University of Southern California.

Distâncias menores Um dos efeitos que deve se intensificar ainda mais com a expansão da internet é a aproximação e a cooperação entre pessoas de diversas partes do mundo. "Veremos mais amizades, romances, equipes e trabalhos em grupo globais", afirma Bryan Alexander, do Instituto Nacional para Tecnologia na Educação Liberal, dos EU.

Dados para decisão Outra tendência que promete se desenvolver nos próximos anos é a coleta ininterrupta de dados que, analisados, podem passar a influenciar mais nas tomadas de decisão. "Nós editaremos nosso comportamento mais rapidamente e inteligentemente", afirmou na pesquisa Patrick Tucker, autor do livro Naked Future.

Wearables e saúde Além de influenciar as decisões, a coleta constante de dados por meio de dispositivos online terá outro efeito colateral. Ela permitirá a detecção precoce da propensão a certas doeças. Nesta missão, os gadgets de computação vestível ou wearables (como o Google Glass) terão papel essencial. É esperar para ver.

Mais protestos O que hoje acontece na Ucrânia e na Venezuela será cada vez mais comum. A internet será cada vez mais uma ferramenta de mobilização social. "Podemos

esperar mais e mais levantes à medida que as pessoas se tornem mais informadas e aptas a comunicar seus temores", afirmou Rui Correia, diretor da ONG Netday Namibia.

Nações online Hoje, cyber-conflitos e Estado virtual parecem coisas de ficção científica. Porém, até 2025, fenômenos como esse podem virar realidade graças à internet. "O poder dos estados-nações para controlar todo homem dentro de limites geográficos pode começar a diminuir", afirmou ao PRC David Hughes, um dos pioneiros da internet.

Redes menores "Vai haver várias internets", afirmou ao PRC o escritor David Brin. De acordo com ele e outros especialistas, a existência de redes complementares à internet é uma tendência. Segundo o pioneiro da internet Ian Peter, o uso de canais alternativos será necessário por questões de segurança - entre outras razões.

Privacidade = luxo "Tudo - rigorosamente tudo - vai

estar à venda online", afirmou ao PRC Llewellyn Kriel, editor da TopEditor International Media Services. A consequência disso é um mundo menos seguro, no qual preservar a própria privacidade pode se tornar difícil. Muitos especialistas acreditam que a internet deve seguir esta tendência.

Ferramenta valiosa Com o aumento de sua importância, a tendência é que a internet se torne cada vez mais visada por governos e empresas. "Governos vão se tornar muito mais efetivos no uso da internet como instrumento de controle político e social", afirma Paul Babbitt, professor associado da Southern Arkansas University.

Educação O acesso universal ao conhecimento será o maior impacto da internet. Essa é a opinião de Hal Varian, economista que trabalha no Google. "A pessoa mais inteligente do mundo hoje pode estar atrás de um arado na Índia ou na China", afirmou ele. No futuro, esta pessoa estará conectada. ■ Março -14

EaD 17


EE DDU CUA ÇCÃA ÇÃO O

“A única forma de vencer uma discussão é evitá-la.” (Dale Carnegie)

10 profissões do (e com) futuro, segundo especialistas As demandas do mercado de trabalho evoluem no mesmo ritmo em que a sociedade e a economia. E, muitas profissões e carreiras que serão destaque daqui a 10 anos estão intimamente ligadas às tendências econômicas e sociais projetadas por especialistas e estudiosos. Confira as 10 profissões e carreiras que devem ganhar destaque em 10 anos, segundo 7 especialistas consultados. Gestor de ecorrelações Sustentabilidade é a palavra de ordem para o profissional de ecorrelações, boa oportunidade de trabalho para quem reúne conhecimento técnico ambiental (engenharia ambiental), de legislação do tema (direito ambiental) e também é bom em comunicação.  Este profissional vai se comunicar com grupos de consumidores, órgãos governamentais e outras empresas. É a pessoa que vai fazer o meio de campo entre a empresa e os diversos stakeholders em temas relacionados a sustentabilidade. Gestor de resíduos Outra profissão intimamente ligada à questão ambiental é gestão de resíduos. Direcionamento correto para os resíduos e a transformação do lixo em fonte de renda são as atividades primordiais do profissional. A formação do gestor de resíduos vai depender do tipo de indústria. Engenharia ambiental, engenharia química, biologia são algumas das áreas de formação adequadas para quem deseja seguir neste ramo. Engenheiro ambiental Se hoje já uma profissão em alta, a engenharia ambiental deve se firmar com uma das carreiras do futuro, de acordo com grande parte dos especialistas consultados. A questão da preocupação com o impacto no meio ambiente, tanto no setor da construção civil, como no setor industrial faz com que sejam necessários profissionais com conhecimento na área ambiental.

18 EaD Março -14

Engenheiro civil Os investimentos na infraestrutura devem continuar o que torna os engenheiros civis profissionais de destaque também nos próximos 10 ou 15 anos. A demanda vai continuar, não vimos investimentos para Copa do Mundo no volume e quantidade necessários. Portos, aeroportos, estradas e linhas férreas respondem pela grande necessidade destes profissionais. Engenheiro de petróleo e gás Outra área da engenharia que tem tido mais demanda e deve se destacar mais ainda no futuro próximo é o setor de petróleo e gás. A busca por técnicas mais eficientes de extração é um dos motivos que fazem com que engenheiros sejam cada vez mais necessários no setor de energia. A energia é um dos recursos mais importantes de um país e o Brasil tem se desenvolvido nesta área. Tem o pré-sal e já começam a surgir novas tecnologias para extrair gás de formações rochosas. Engenheiro hospitalar Engenheiros com conhecimentos técnicos para lidar com equipamentos hospitalares de alta tecnologia têm tudo para se destacar em alguns anos. A preocupação de grandes hospitais em oferecer a melhor estrutura a médicos e pacientes tem puxado os investimentos e deve abrir mais oportunidades para quem se interessa pelo setor. Bioinformacionista Profissionais que mesclem informação genética e a elaboração de remédios são tendência no futuro. É uma profissão ligada à inovação e

também à macrotendência de envelhecimento da população. Técnico em telemedicina A busca pela inovação e o aumento da expectativa de vida da população trarão destaque aos profissionais da telemedicina. Alternativa para carência de profissionais de saúde em áreas mais remotas do Brasil, a telemedicina permite que pessoas tenham acesso a diagnósticos sem estarem no mesmo local que a equipe médica. Conselheiro de aposentadoria Se a expectativa é que as pessoas vivam mais, esta é outra profissão que deve se destacar a partir desta macrotendência. O conselheiro de aposentadoria é um profissional com habilidades de contabilidade, finanças e de gestão de carreira. É responsável por ajudar a planejar a aposentadoria, do ponto de vista financeiro, de plano de saúde e também faz o planejamento de uma segunda carreira já que as pessoas estão vivendo mais. Gestor de qualidade de vida Mapear riscos de problemas de saúde que colaboradores podem desenvolver e melhorar as condições do ambiente de trabalho - promovendo a busca pelo equilíbrio entre a vida pessoal e profissional - é função do gestor de qualidade de vida, uma das profissões do futuro. A formação acadêmica pode ser abrangente, porque o que vai fazer a diferença na hora de garantir uma oportunidade como gestor de qualidade de vida é a experiência prévia no setor de recursos humanos. ■


“A pobreza não tira a nobreza a ninguém, a riqueza sim.” (Giovanni Boccaccio)

E D U CE DAU CÇAÃ O ÇÃO

Enade 2014 será aplicado no dia 23 de novembro

O

Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2014 será aplicado no dia 23 de novembro, às 13h (horário de Brasília). A portaria com as regras foi publicada no Diário Oficial da União. A prova avalia o rendimento dos alunos dos cursos de graduação, ingressantes e concluintes, e é obrigatória para obtenção do diploma. O Enade é aplicado, no máximo, a cada três anos para cada área do conhecimento. Neste ano, serão avaliados os estudantes dos seguintes cursos:

Bacharel

Arquitetura e urbanismo, sistema de informação, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia de computação,

engenharia de controle e automação, engenharia mecânica, engenharia química, engenharia de alimentos, engenharia de produção, engenharia ambiental, engenharia florestal, e engenharia

Bacharel ou licenciatura

Ciência da computação, ciências biológicas, ciências sociais, filosofia, física, geografia, história, letras-português, matemática, e química.

Licenciatura

Artes visuais, educação física, letras-português e espanhol, letras-português e inglês, música e pedagogia.

Tecnólogo

Análise e desenvolvimento de sis-

temas, 1utomação industrial, gestão da produção industrial, e redes de computadores. Terão de fazer a prova os estudantes ingressantes que tenham iniciado o curso neste ano, os matriculados nos cursos de bacharelado com previsão de término até julho de 2015 e os alunos dos tecnólogos que vão concluir o curso até dezembro deste ano. A inscrição no Enade é feita pelas instituições de ensino. O Inep disponibilizará, no site enade.inep.gov.br, até 4 de junho, as instruções e os instrumentos necessários para a inscrição eletrônica dos estudantes habilitados. Os alunos que não fizerem as provas terão de justificar a ausência. ■  Março -14

EaD 19


II NNF OFRO RMAÇÃO MAÇÃO

“O sucesso é uma consequência e não um objetivo”. (Gustave Flaubert)

Fusão de gigantes da educação enfrenta impasse

A

fusão anunciada das duas maiores companhias de educação do Brasil está diante de um impasse. De um lado, a Kroton quer revisar termos e poderia obter uma fatia maior da empresa resultante da fusão. Já a Anhanguera defende a manutenção do acordo firmado há um ano. Há uma multa de R$ 250 milhões se uma das partes desistir do negócio. Além disso, as empresas esperam decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). O Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, ouviu fontes com conhecimento das conversas entre as empresas, as quais relatam que a Kroton vem pressionando por uma revisão na relação de troca de ações acordada em abril de 2013, quando a fusão foi anunciada. Já a Anhanguera não aceita e pede que sejam mantidas as condições do contrato inicial. Pelo acordo do ano passado, a nova companhia formada após a fusão seria detida 57,5% por acionistas da Kroton e 42,5% por acionistas da Anhanguera. Se vencer a disputa, a Kroton vai acabar levando

20 EaD Março -14

Rodrigo Galindo da Kroton e Ricardo Scavazza da Anahnguera

uma fatia maior da nova empresa, o que incomoda acionistas da Anhanguera. O desentendimento entre as empresas foi evidenciado quando a Kroton chegou a propor uma elevação de dividendos extraordinária em 2013 (de 25% para 100% do lucro), o que seria uma forma de agradar acionistas descontentes. A distribuição além do previsto no acordo não teve o aval da Anhanguera.

Desvalorização O plano de fundo para a disputa é a desvalorização que as ações da Anhanguera passaram a sofrer após o acordo de fusão. Uma explicação para a queda no preço dos papéis é o fato de que a Anhanguera teve resultados abaixo do esperado no ano. Apesar disso, integrantes da companhia reclamaram a interlocutores que as ações foram alvo de especulação excessiva desde que iniciaram os rumores de problemas na fusão, diz uma fonte. Investidores relatam que os executivos da Anhanguera passaram até mesmo a visitá-los com mais frequência e reforçar a comunicação com o mercado. ■


C AR RC ARERIERI RA A

“A humildade é a única base sólida de todas as virtudes”. (Confúcio)

Melhorando sua Carreira

O

sucesso profissional tem relação com habilidades técnicas, é claro. Mas não só. Mais do que nunca, as empresas estão interessadas em funcionários que sejam mestres em habilidades comportamentais. Não é por acaso. Profissionais com

elevados índices de inteligência emocional tendem a ser resilientes, se adaptam facilmente às mudanças corporativas (cada vez mais frequentes) e, além de tudo, contribuem para um ambiente de trabalho saudável – algo caro às corporações. Pensando nisso, selecionamos cin-

co cursos gratuitos da plataforma de ensino online Coursera que ajudam profissionais a entender melhor os padrões de comportamento humano e como desvendá-los (e controlá-los) na estrutura corporativa. Há programas da Duke University e de Wharton. Confira:

Para entender a natureza humana

Neste curso, o professor da Duke University Dan Ariely explora os padrões irracionais de pensamento humano quando o que está em jogo é dinheiro ou investimentos, como as expectativas moldam nossas percepções, como o dinheiro influencia nossa motivação e por aí vai. As aulas começaram esta semana, mas ainda dá tempo para se inscrever. Título original da disciplina: A begginer’s guide to irrational behavior (Um guia para iniciantes sobre o comportamento irracional) Duração: 8 semanas - 7 a 11 horas de estudos por semana Idioma: inglês com legendas em português

Março -14

EaD 21


CC ARAR REIRA REIRA

“Verdade, em assuntos de religião, simplesmente é a opinião que sobreviveu.” (Oscar Wilde)

O que os filósofos têm para ensinar sobre negócios

Já pensou que na sabedoria dos filósofos pode estar a chave para a solução da sua empresa? Esta é a proposta deste curso da École Centrale de Paris. “Gestores são convidados para redescobrir a arte de pensar”, afirma a descrição do curso.  Título original da disciplina: On Strategy : What Managers Can Learn from Great Philosophers (Sobre estratégia: o que gestores pode aprender com grandes filósofos) Duração: 6 semanas - 2 a 3 horas de estudos por semana Idioma: inglês com legendas em inglês Se você está no mundo corporativo, não adianta fugir: mais cedo ou mais tarde terá que falar em público. O propósito deste curso da University of Washington é “desmistificar o processo de escrita, prática e performance em uma palestra clara e engajante”, descreve. As aulas começam em 31 de maio. Título original da disciplina: Introduction to public speaking (Introdução ao ato de falar em público) Duração: 10 semanas - 3 a 5 horas de estudos por semana Idioma: inglês com legendas em inglês

Como ser um líder (e uma pessoa) melhor

Em 10 semanas, aprenda o método que promete levar qualquer líder ao sucesso - em todas as esferas da vida. Ministrado pelo professor Stewart D. Friedman, o programa tem selo da Wharton, a escola de negócios da Universidade da Pensilvânia. As aulas começam em 20 de abril. Título original da disciplina: Better leader, richer life (Líder melhor, vida mais rica) Duração: 10 semanas - 3 a 6 horas de estudos por semana Idioma: inglês com legendas em inglês

Para ter mais inteligência emocional

“Grandes líderes nos movem através das nossas emoções”, afirma o texto de descrição do curso. Mas para que isso aconteça, o próprio líder precisa estar com a própria inteligência emocional em ordem. Com base em descobertas da neurociência e pesquisas comportamentais, traz ferramentas para a renovação emocional dos líderes e ensina métodos para aplicar estes conceitos em seu modelo de gestão. O programa é oferecido pela Case Western Reserve University e começa em 5 de maio. Título original da disciplina: Inspiring Leadership through Emotional Intelligence (Liderança inspiradora através de inteligência emocional) Duração: 8 semanas - 3 a 4 horas de estudos por semana Idioma: inglês com legendas em inglês, chinês e russo

22 EaD Março -14


“Na violência, esquecemos quem somos.” (Mary McCarthy)

S U S T E N TSAU SBT EINLT AI BDI LA DE IDADE

Edukatu lança Desafio “De onde vêm as coisas?” Proposta da campanha on-line é estimular alunos e professores a analisar a origem dos objetos e os impactos ambientais de sua produção e consumo

O

Edukatu - Rede de Aprendizagem para o Consumo Consciente – lança o desafio on-line, promovido pelo Instituto Akatu em correalização com a Braskem, para estimular discussões nas comunidades escolares sobre o consumo consciente e o ciclo de vida dos produtos a partir de objetos do seu cotidiano. O Desafio “De onde vêm as coisas?”, que vai até 06 de junho, premiará as equipes em que mais pessoas completarem ao menos um percurso do Circuito Natureza e cumprirem os desafios propostos durante a campanha. A ideia é que as atividades do Desafio orientem os participantes a ponderar os impactos desde a produção até o uso e descarte dos utensílios do seu dia a dia, além de estimulá-los a mapear como o material plástico está presente nesses produtos. Assim, possibilita o aprendizado sobre uma série de questões relacionadas a consumo consciente e sustentabilidade, como reciclagem, água virtual e emissão de gases de efeito estufa, e ainda ajuda os participantes a mobilizar mais pessoas para reduzir o uso e, principalmente, o desperdício de recursos naturais.  “Entender o ciclo de vida dos produtos ajuda os alunos a entender melhor a complexidade presente em um simples ato de consumo e amplia o entendimento de questões atuais de nossa sociedade, como aquecimento global, escassez de recursos e a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos”, afirma Silvia Sá, Gerente de Educação do Instituto Akatu. O projeto ainda contempla maior esclarecimento dos consumidores, oferecendo conteúdo para a formação da

opinião pública. “A expectativa é de que o estímulo a pensar sobre todas as etapas associadas a produção, uso e descarte responderá ainda a indagação: o que aconteceria se os produtos não fossem feitos de plástico?”, detalha Andre Leal, Líder de Responsabilidade Social da Braskem. “A educação é o caminho por meio do qual as pessoas desenvolvem ferramentas para avaliar melhor suas escolhas e tomar suas decisões”, conclui. Para participar, as equipes precisam fazer parte do Edukatu: um professor interessado cria seu perfil e cadastra o projeto da equipe, além de ler as regras do edital e inscrever a escola no desafio. Em seguida, esse mesmo professor convida seus alunos e outros professores da escola para sua equipe e libera a navegação pelo Circuito Natureza e seus percursos: Terra, Água e Ar. Os participantes de cada equipe devem realizar todas as atividades de ao menos um dos percursos, registrando seu envolvimento por meio de relato escrito, material fotográfico e audiovisual. Cada percurso consiste em uma sequência de atividades a serem realizadas ora individualmente, ora

em equipe, e envolve, entre outros, reflexões sobre materiais informativos, pesquisas, produção de textos e desenhos, contato com profissionais ou atores sociais, planejamento e realização de campanhas. Para selecionar a escola vencedora, serão avaliadas a qualidade e diversidade do material produzido pela equipe nas atividades propostas. A quantidade de participantes que concluírem um dos percursos e a relação entre o total de alunos da escola e o número deles envolvido na equipe também serão consideradas. A escola que vencer o Desafio será contemplada com a visita da equipe do Edukatu, a produção de uma videorreportagem sobre o trabalho realizado e equipamentos de informática como tablets e câmeras fotográficas digitais. Segundo e terceiro colocados também receberão prêmios.

Edukatu

O Edukatu é a primeira rede de aprendizagem sobre os conceitos e práticas do consumo consciente e a sustentabilidade para alunos e professores do Ensino Fundamental de todo o Brasil. No espaço virtual disponível em www. edukatu.org.br há circuitos de aprendizagem cheios de desafios para os estudantes explorarem, conteúdos exclusivos (vídeos, reportagens, planos de aula, atividades e jogos), além de uma comunidade virtual para trocar ideias com outras escolas. A plataforma é uma iniciativa do Akatu em parceria com a Braskem, com o apoio da HP e da Fundação Cargill, e com apoio institucional do Ministério do Meio Ambiente e do Ministério da Educação. ■ Março -14

EaD 23


NOTÍCIAS

NOTÍCIAS

“O escritor está sempre trabalhando em um livro, mesmo quando não está escrevendo.” (Antonio Callado)

Baía do Sancho, em Fernando de Noronha, é eleita a melhor praia do mundo Pesquisa divulgada pelo TripAdvisor, um dos principais sites de turismo da internet, elegeu a Baía do Sancho, em Fernando de Noronha (PE), como a melhor praia do mundo. O destino do Nordeste lidera uma lista que conta com outras 322 praias de

todos os cantos do planeta – entre elas muitos destinos brasileiros, como Carneiros, em Tamandaré (PE), e a Praia de Lopes Mendes, em Ilha Grande (RJ). Os resultados da pesquisa foram definidos com base na opinião de milhares de turistas que usam

o TripAdvisor parta planejar suas viagens. Melhores Praias Brasileiras no Mundo: 1. Baía do Sancho, Fernando de Noronha (PE) - 12. Praia dos Carneiros, Tamandaré (PE) 13. Praia de Lopes Mendes, Ilha Grande (RJ). ■

Chegada de polo de educação a distância muda Porto Murtinho (MS) Encravada no extremo sul do Pantanal, na fronteira com o Paraguai, Porto Murtinho (MS) – cidade que tem apenas 16 mil habitantes – não oferecia nenhum curso superior até 2006. Quem quisesse continuar os estudos após o ensino médio tinha de se mudar para a capital, Campo Grande, a 460 km, ou ir e voltar para municípios que ficam a pelos menos 200 km. Há oito anos, porém, a realidade mudou. Foi inaugurado um 24 EaD Março -14

polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que passou a oferecer cursos de graduação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A abertura do polo deu novas perspectivas para a cidade e fez com que murtinhenses que estavam há mais de 20 anos longe da escola voltassem para a sala de

aula. Também melhorou o sistema de ensino, que passou a ter mais professores graduados. ■


“O mais sólido prazer desta vida é o prazer vão das ilusões.” (Giacomo Leopardi)

N O T NÍ OCT IÍ CAI ASS

Metas para o ensino só depois das eleições Após a aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE) no Senado, em dezembro, agora é a vez de a Câmara dos Deputados analisar novamente o projeto que orientará as ações do governo e estabelecerá metas para a área educacional pelos próximos 10 anos, até 2024. Uma comissão especial foi instalada em meados de fevereiro e, orientado por movimentos sociais e ativistas, o relator da proposta, deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), diz que entregará um relatório mais próximo do que saiu da Câmara anteriormente. Para evitar contestações, o governo chegou a mudar datas de

eventos. O reinício das discussões do PNE na Câmara coincidiria com a semana da Conferência Nacional de Educação (Conae) de 2014. Por uma decisão do Ministério da Educação (MEC), o evento foi transferido para novembro deste ano, após o fim da tramitação do PNE — prevista para terminar no 1º semestre —, e do segundo turno das eleições presidenciais. A pasta alegou a ocorrência de “problemas ad-

ministrativos” para a mudança de data. Nas próximas semanas, a comissão especial realizará audiências públicas com movimentos sociais para debater o tema. ■

Foto: Divulgação

Grupo de professores considera ECA ‘excessivamente liberal’

Antigamente, as mães eram tão severas que, quando chamadas na escola para resolver um pro-

blema de má conduta do filho, começavam a bater neles, e os professores tinham que contê-las. Hoje, elas começam a bater no professor. Essa é a “brincadeira” que muitos educadores descrevem para exemplificar as situações de indisciplina que enfrentam no ambiente escolar. E foi com esse argumento que, ao participar de uma pesquisa desenvolvida pelo Observatório de Violência e Práticas Exemplares da Universidade de São Paulo (USP), muitos disseram con-

siderar o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) “excessivamente liberal”. “Os professores se viram despossuídos dos organizadores pedagógicos. Dizem que, antes, podiam advertir, reprovar, e que essa autoridade foi acabando de tal forma que se viram impotentes. E um dos primeiros bodes expiatórios encontrados foi o ECA”, avalia Sergio Kodato, professor de psicologia social da USP, coordenador do Observatório e orientador de Daniel Massayuk, líder do estudo. ■ Março -14

EaD 25


N OTÍCIAS NOTÍCIAS

“O indivíduo bem equilibrado é insano.” (Charles Bukowski)

Estudo aponta que cerca de 175 milhões de jovens são incapazes de ler uma só linha A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) divulgou um estudo apontando que cerca de 175 milhões de jovens de países de média e baixa renda são incapazes de ler uma só linha. Desse número, as mulheres representam a maioria, 61%. Ao todo são 100 milhões de mulheres nesta situação, que

faz a Unesco chamar a atenção para a necessidade de colocar a igualdade de gênero no centro da nova agenda mundial de desenvolvimento. A pesquisa, realizada entre 2013 e 2014, demonstra que, até 2011, apenas 60% dos países haviam conseguido a paridade no ensino primário, equivalente ao fundamental no

Brasil e 30% no caso do ensino secundário, o ensino médio brasileiro. Ainda de acordo com a Unesco, as meninas dos países árabes são as que mais sofrem com esta situação. A organização prevê que em 2015 apenas 70% dos países alcancem a paridade no ensino primário e 56% no segundo ciclo. ■

Novo Decreto altera normas do ProUni Governo Federal alterou as normas do Programa Universidade para Todos, publicando, em edição extraordinária do Diário Oficial da União, o Decreto nº 8.204. Anteriormente as bolsas eram destinadas exclusivamente a novos estudan26 EaD Março -14

tes ingressantes e poderiam ser compensadas nos períodos letivos subsequentes, a critério da instituição de ensino, desde que cumprida a proporção mínima legalmente exigida por curso e turno nos períodos letivos que já tem bolsistas do ProUni.  O

decreto de agora exclui essa disposição. ■


N O T NÍ OCT IÍ CAI ASS

“Na política, os ódios comuns são a base das alianças.” (Alexis de Tocqueville)

Sapatos revelam personalidade Um estudo americano concluiu que seu sapato pode revelar traços da sua personalidade ou do seu humor. E mais: as pessoas captam esses sinais. Durante a pesquisa, realizada pela Universidade do Kansas, voluntários cederam fotos de seus tênis e sapatos e completaram alguns questionários sobre si mesmos. Na sequência, outro grupo teve de julgar como eram os donos dos calçados (idade, gênero, renda, e outras características

pessoais). E eles acertaram bastante coisa. Segundo a pesquisa, 90% das nossas características pessoais podem ser determinadas por uma simples análise do estilo, preço, cor e condição do sapato. Por exemplo, segundo o estudo, pessoas extrovertidas preferem sapatos mais chamativos. Sapatos caros indicam que o salário tá ótimo. Usar botas é sinal de agressividade (coturno, então, nem se fala…). Ah, e tem

mais, usar sapatos confortáveis mostram que você é uma pessoa calma. Já o salto alto indica nervosismo. ■

Fies atinge a marca de 1,2 milhão de contratos assinados O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) atingiu o número de 1,2 milhão de contratos assinados, desde 2010. Apenas em janeiro de 2014, mais de 102 mil universitários aderiram ao financiamento. O número superou o total

de contratos de 2010, 76 mil. O aumento de contratos aconteceu depois das mudanças de regras do Fies, em 2010. Os juros caíram, a carência para início do pagamento após o término do curso cresceu. Outro índice apontado recentemente

pelo Fies é a queda da inadimplência no financiamento. Mais de 80% dos universitários que contratam o Fies tem renda familiar de até 5 salários mínimos. Os cursos mais financiados são Engenharias, Direito e Administração. ■

Quatro universidades brasileiras entre as 50 melhores do Ranking QS Foi divulgado no QS Quacquarelli Symonds University Rankings, a lista que apresentou as 50 melhores universidades do mundo em oito áreas de conhecimento. Quatro instituições brasileiras foram citadas. As me-

lhores colocadas foram a Universidade de São Paulo (USP) e de Campinas (Unicamp). Apesar disso, nenhuma ficou entre as dez melhores do ranking. O ranking leva em consideração citações de pesquisas e estudos de reputação

das instituições. As universidades brasileiras se destacaram nas áreas de Agricultura e Silvicultura. Considerando as 200 melhores instituições do ranking, o número de brasileiras sobe para 22 universidades presentes. ■ Março -14

EaD 27


TT EEC NCON OLOGIA LOGIA

“Aprender sem pensar é tempo perdido.” (Confúcio)

Dicas de Aplicativos

Por Carolina Campos

O Flipagram é o aplicativo perfeito para fazer vídeos de retrospectivas ou slides de fotos de aniversários, o app é basicamente uma ferramenta que permite que você faça vídeos com suas fotos do rolo de câmera, instagram ou facebook! São slides de fotos no qual você escolhe a música do itunes ou usa um trecho de graça, podendo escolher o tempo dos slides ou adaptando ao tempo de vídeo do instagram, você ainda pode cortar as fotos, inserir um título e deixar marca d’ água (tipo assinatura) além de poder compartilhar nas redes sociais como facebook, instagram, twitter, pinterest, youtube e tumblr ou por e-mail ou mensagem! O aplicativo é gratuito e está disponível para iOS e Android.

O  Vine  é um aplicativo gratuito para Android,  iOS e Windows Phone que se tornou um grande sucesso muito rapidamente. O app permite que seus usuários compartilhem vídeos de até seis segundos de maneira simples e prática, como se fossem arquivos de imagem no formato .gif, que já se reproduzem automaticamente, sem precisar clicar em nada – tanto no próprio Vine como também no Twitter.

Vivino Wine Scanner é um aplicativo para quem tem dificuldades para escolher um bom vinho ou até para aqueles que sempre esquecem a marca que gostam. Com este app basta tirar uma fotografia do rótulo do vinho para o ele trazer informações sobre a bebida, como a região produtora, o tipo de uva, seu preço médio e a sua popularidade entre outros usuários do aplicativo. O Vivino pode ainda salvar em uma lista todos os vinhos que você já bebeu ou quer experimentar, ou fazer sugestões baseadas nos gostos pessoais. Este aplicativo também é gratuito e está disponível para iOS e Android. 28 EaD Março -14


T U RTIUSR IM O SMO

“No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade.” (Albert Einstein)

M

Machu Picchu

achu Picchu é simplesmente a atração número um do Peru e talvez da própria América Andina. Desde que a descoberta científica da cidadela inca foi anunciada pelo historiador americano Hiram Bingham em 1911, sua complexa e misteriosa arquitetura encastelada num cenário montanhoso dramático vem atraindo turistas de todo o mundo. Tanta popularidade levou Machu Picchu, uma das novas sete maravilhas do mundo, a sofrer com o turismo desenfreado e alguns dos preços mais altos do país. Mesmo assim, hordas de turistas desembarcam sem parar nessa antiga cidade inca de pedra, seja pela clássica Trilha Inca ou por trens vindos de Cusco. E motivos não faltam para tamanha determinação. Machu Picchu, que em língua quéchua significa “montanha velha”, está localizada sobre uma montanha de granito e abriga impressionantes construções erguidas com pesados blocos de rocha. Cercado de enigmas a respeito de sua criação e serventia, o local, declarado pela Unesco como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade, está a 112 quilômetros de Cusco e 2.350

metros acima do nível do mar. Para muitos, é a viagem de uma vida. Para alcançar Machu Picchu, uma das alternativas é fazer a pé a Trilha inca. São várias rotas para se chegar ao alto da montanha. A caminhada mais comum é a que leva quatro dias de duração e cruza montanhas como Warmiwañusqa  e Runkuraqay, a 4.200 e 3.860 metros sobre o nível do mar, respectivamente. Essas jornadas são organizadas por agências como a Camiño Inca (www.caminoincamachupicchu. com), Amazing Adventure (www.amazingadventureperu.com), Kintu (www.kintuexpeditions.com) e Topex Expeditions (www.topexpeditions.com). A viagem começa em Piskacucho, pequeno povoado localizado no km 82 da ferrovia Cusco-Machu Picchu, a mesma por onde passam os trens que ligam Cusco a Aguas Calientes (Machu Picchu Pueblo). Dali, a caminhada costuma seguir o seguinte roteiro:  1º dia (sete horas): Piskacucho-Llulluchapampa; 2º dia (oito horas): Llulluchapampa-Chaquicocha; 3º dia (sete horas): Chaquicocha-Wiñaywayna; 4º dia (uma hora e meia): Wiñaywaya

– Intipunku. Quem quiser ver as ruínas de Qoriwayrachina, Waynaq'ente e Machuq'ente deve seguir pela rota que sai do km 88 da mesma via férrea. O viajante que tiver menos tempo disponível pode realizar o roteiro de dois dias, que começa no km 104. De trem é o meio mais popular para se chegar a Machu Picchu. O serviço é operado pela Peru Rail (www.perurail. com) e pela Inca Rail (www.incarail. com). Cada empresa oferece três opções de trem todos os dias entre Cusco e Aguas Calientes, com distintas categorias e preços. A Peru Rail, por exemplo, tem o Vistadome, uma viagem de pouco mais de três horas em vagões com janelas e teto panorâmicos; o Expedition, voltado para mochileiros; e o Hiram Bingham, um serviço luxuoso da Orient Express que inclui refeições a bordo, transporte até a cidadela de Machu Picchu, acompanhamento de guia e um chá da tarde no Machu Picchu Sanctuary Lodge, o único hotel localizado na região de Machu Picchu. ■

Atenção: devido à rápida degradação do sítio, o governo peruano vem limitando o número de visitantes ao local. Para quem viaja com agências, elas providenciarão a reserva para ingresso às ruínas, mas os independentes o deverão fazê-lo com antecedência junto às autoridades.

Março -14

EaD 29


PP AAS SSA ST EA TEMPO MPO

Pi a da s

“Prefiro perder a guerra e ganhar a paz.” (Bob Marley)

Cubinho

http//:mastrottiblog.zip.net

Barbie divorciada

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Conjunto de ossos

Artigo retirado de revistas Lateral

Retirar (dinheiro do banco) Satisfeito Com forma de bola Gostam muitíssimo Afasta-se

Depois da hora marcada

Sílaba de “tricô” Adiciono Cidade paulista Dia sem trabalho

Parte superior da garrafa (pl.)

Existir

Divide a quadra de vôlei

Pena; piedade Ficar enfermo Domesticada Escultura de santo

Palco dos vencedores

Cheiro Portabagagens do carro Organização Não Governamental

O dos escoteiros é “Sempre alerta!” Exame Nacional do Ensino Médio (sigla)

Rua orlada de árvores

Relativo aos anjos Obra em versos

A maior ave brasileira

Sufixo de “vinhedo” Deus do amor (Mit.)

3/ong. 4/enem — eros. 5/poema. 6/osasco.

Capa Dura de 75 jogos

D O R E M I

+

G A R G A L O S

Acabamento em Espiral

R E T C A O R A T R E R E D O N D A D O

formato

A D O E C E R

NOVO

Solução L U E L S A S A D A D O C O I S A D O D O M O O M L A M E L I M A A E

Jogos que você já conhece em um

21

S Q E U R A V A S A R I E D I E M A N G E E M

BANCO

30 EaD Março -14

As primeiras notas musicais

Reveste a roda do carro

O baiano e o paulista

Um paulista trabalhando pesado encontra um baiano em uma rede na maior folga. Logo diz: - Você sabia que a preguiça é um dos sete pecados capitais? O baiano responde: - E a inveja também é meu rei.

© Revistas COQUETEL

Substitutas dos Que teve óculos seus Escrava; Sílaba de direitos criada “quatro” violados

L E P N A T E O S D F E C P O E N T A T P O

O pai precisa comprar uma Barbie para a filha. Ele vai a uma loja grande de brinquedos, entra e pergunta à vendedora: - Quanto custa a Barbie que está na vitrine ? A vendedora responde: - Qual Barbie? Pois nós temos: Barbie vai à academia por R$ 19,95; Barbie joga vôlei por R$ 19,95; Barbie vai às compras por R$ 19,95; Barbie vai à praia por R$ 19,95; Barbie vai dançar por R$ 19,95; Barbie divorciada por R$ 265,95; O pai espantado pergunta: - Por que a Barbie divorciada custa R$ 265,95, enquanto as outras custam apenas R$ 19,95? A vendedora responde: - É que a Barbie divorciada vem com o carro do Ken, a casa do Ken, o iate do Ken e por ai vai…


Graduação a distância

[1]

Flexibilidade para estudar, com a mesma qualidade. A partir de

R$

120,00

por mês

[2]

EAD[1] • Flexibilidade para quem busca uma formação superior e tem pouco tempo para ir à faculdade.

Início em maio

EAD MAIS[1] • O mesmo curso a distância, mais tempo para estudar e pagar. FLEX[1] • Cursos que reúnem a estrutura da Graduação presencial e a flexibilidade do ensino a distância.

vEStIbuLAr www.estacio.br

Cidades com DDD (21): 3231-0000 Demais localidades: 0800 282 3231 [1] Todos os cursos a distância são ministrados e certificados pela Universidade Estácio de Sá. A denominação Mais é empregada para os Cursos de Graduação Tecnológica a distância cujas matrizes curriculares foram redistribuídas em mais dois semestres. A denominação Flex é empregada para os cursos a distância cujos projetos pedagógicos preveem uma carga horária presencial obrigatória significativa. [2] Valor referente aos cursos tecnólogos da modalidade EAD MAIS dos polos do Norte e Nordeste do país, válido para as novas turmas com início em maio/14.


Ead 22 - Marco Civil da Internet